Page 1

estudos de caso |API_V 1

VIVIENDA DE PATRON

3

ceuta, espanha | 2009/2011

2 HABITAÇÃO SOCIAL EM TOULLUSE toulluse, frança | 2011

CONJUNTO HABITACIONAL REAL PARQUE são paulo, brasil | 2010/2011

ana luisa | caio augusto | caio p. | júlia | renata


restrições normativas - códigos de obras/zoneamentos

zona de residencial UI - As áreas urbanas da indústria pesada,

atividades portuárias ferroviárias e logística Definição de áreas de interface do usuário Área urbana dos principais equipamentos e serviços - UGES [locais identificados em uma função específica de interesse coletivo, aeroporto, campus, universidades, locais de hospitais, feiras, grandes estabelecimentos militares, escolas importante, etc] São proibidos: Qualquer forma de armazenamento ao ar livre, construções para uso residencial, exceto as admitidas pela ui2 condições, edifícios para uso agrícola, operação, abrindo e ampliando carreiras e washout de solo que não estão relacionadas com a construção, depósitos de sucata, materiais sólidos ou líquidos. Ui Artigo 2 - Ocupação e uso da terra em condições especial. SECÇÃO 2: CONDIÇÕES DE USO DO SOLO. Ui Artigo 3 º - As condições de terra de serviços por vias públicas ou Privado e condições de acesso às pistas abertas ao público. Ui Artigo 4 - A cobertura da terra por água da rede pública, electricidade,saneamento.

Ui Artigo 5 º - área mínima de terreno para construção.

Ui Artigo6 º - localização dos edifícios em relação às formas e vias públicas. Ui Artigo 7 - Localização dos edifícios em relação aos limites separativa. Ui Artigo 8 - implantar os construtos em relação à outra na mesma propriedade.

1

Ui Artigo 5 º - área mínima de terreno para construção.

2

Ui Artigo6 º - localização dos edifícios em relação às formas e vias públicas. Ui Artigo 7 - Localização dos edifícios em relação aos limites separativa. Ui Artigo 8 - implantar os construtos em relação à outra na mesma propriedade

3


circulação Circulação Vertical Circulação Horizontal

Circulação de pedestres Circulação de automóveis

circulação por rampas O novo edifício tanto complementa a organização existente como constitui sua nova entrada. É delimitado ao longo da Avenue de Grande-Bretagne, afastado da rua e possui um grande átrio que conecta o espaço público da avenida com o interior

do

imóvel.

O

volume

compacto,

repetido

e

racionalmente estruturado, dispõe de 61 apartamentos com Circulação Vertical

1

Circulação Horizontal

vista dupla tanto para a avenida ao norte quanto para o parque ao sul.

2

circulação periférica

3

circulação por escadas


acessos

acessos FÁBRICA URBANA -Fornecer identidade através de grupos de edifícios -Relação de Vizinhança -Permite privacidade -Ruas internas para pedestres com sombras

1

TERRAÇOS COLETIVOS -Tirar proveito do clima -Espaço público -Enriquecer a identidade de cada torre -Espaços para crianças, relaxamento ou meditação TORRES EM XADREZ -Grade eficiente de torres permite custo reduzido -Múltiplos cantos que tiram proveito dos pontos de vista -Quebra da monotonia por meio da topografia

2

3


inserção na quadra

1

BarriadaPríncipe Alfonso -740.000 m² -cercando a fronteira com Marrocos -12.000 habitantes marroquinos/muçulmanos

2

3


estrutura/invólucro exterior -Estrutura de concreto -Lajes Unidirecionais de aberturas a cada 5,4m -Sistema de grelhas de 5,4m x 5,4m que funciona bem para o estacionamento -Paredes da fachada de tijolos ocos recheados com isolamento -Fundação em Radier(20cm) -Piso de mármore dos apartamentos

alvenaria estrutural em blocos de concreto

1

2

concreto

3


serviços Creche/Centro Educativo/ Supermercado/ Academia de Esportes/Lanchonetes/Loja de Materias de Construção/Mercearias

Habitação

residências

comércio/serviços

Pequenos comércios

1

2

3


tipologias/flexibilidade As amplas unidades térreas são como pequenas casas com entrada independente e pátio interno, o que cria a sensação semelhante à de residências individuais. Do segundo ao sétimo pavimento, apartamentos de 2, 3 e 4 dormitórios são acessados por um sistema de passarelas ao longo da fachada norte. Essas passarelas

abertas

são

como

espaços

de

respiro

que

proporcionam privacidade às unidades e proteção do ruído do tráfego.

As questões arquiteturais e ambientais relacionadas ao edifício envolvem

1

a criação de espaços coletivos de qualidade comparável aos existentes, a

2

redução de impacto ambiental da construção, a garantia de máximo conforto aos moradores bem como protegê-los do barulho da avenida e a inserção do bloco ao complexo residencial sem comprometer seu equilíbrio. No lado sul, grandes galerias, acompanhadas de folhas translúcidas deslizantes como barreiras solares, oferecem uma ampla área externa privada para todos os apartamentos. O desenho expressa-se pelo uso de métodos racionais de construção e características salientes como as galerias e passarelas. A abordagem do repetitivo “empilhamento” compensada pela forma variada de dispor as barreiras solares das galerias do lado sul. A cor das fachadas ecoa o branco e o verde claro das construções vizinhas e cria um senso súbito de luz e sombra variáveis que pousam sobre o edifício

1

2

3

4

5

6

A flexibilidade encontra-se apenas no interior do edifício, podendo ser notada nas plantas

3


tipologias/flexibilidade

1

sala integrada com a cozinha


densidades

espanha, ceuta densidade demográfica: 3.972.7km² número de habitantes: 77.389 área terreno: 7.153m² área Construída: 21.293m² coeficiente de aproveitamento: 3 taxa de Ocupação: 30% número de apartamentos: 170, dos quais: -42 apartamentos de 1 dormitórios: 63 -42 apartamentos de 2 dormitórios: 105 total: 513 -44 apartamentos de 3 dormitórios: 147 -16 apartamentos de 4 dormitórios: 198

1

unid/área=24,1

frança, toulluse

brasil, são paulo

número de habitantes: 449.329 densidade demográfica: 3.798,2km² área terreno: 1.511m² área construída: 5.300m² coeficiente de aproveitamento: 3,5 taxa de ocupação: 35% número de apartamentos: 61, dos quais -15 apartamentos de 1 dormitórios: 22,5 -15 apartamentos de 2 dormitórios: 37,5 total: 184,5 -15 apartamentos de 3 dormitórios: 52,5 -16 apartamentos de 4 dormitórios: 72

densidade demográfica: 166.19km² número de habitantes: 10.886.518 área terreno: 7.153m² área construída: coeficiente de aproveitamento: número de apartamentos: 1.251, dos quais -1.251 apartamentos de 2 dormitórios: 3127,5

2

Unid/área=34,6

1 milhão habitantes

50 mil habitantes

3

unid/área=70,3

Estudos de Caso API V - Habitação Social  
Estudos de Caso API V - Habitação Social  

Análise da inserção urbana e questões sobre a densidade de Habitações de Interesse Social.

Advertisement