Page 1

CABRUCANDO

INFORMATIVO TRIMESTRAL DO INSTITUTO CABRUCA, OUT - DEZ, VOL 01, DEZEMBRO DE 2010

Colégio Milton Santos vira Centro de referência em Agroecologia do Estado da Bahia. O Colégio Estadual Milton Santos localizado no município de Arataca, na área do Assentamento Terra Vista, foi elevado a categoria de Centro Estadual de Educação Profissional do Campo. O assentamento já vinha há algum tempo sendo reconhecido pelo seu trabalho na área de agroecologia e produção orgânica, para Joelson Ferreira presidente da Cooperativa gestora do assentamento, o Centro é uma conquista de várias instituições que acreditaram no potencial da área. O Terra Vista possui 315 ha de mata atlântica, 350 ha de cabrucas e está localizado no entorno do Parque Nacional de Serra das Lontras. O Centro já conta com cursos integrado ao médio nas áreas de agroecologia e informática, estando previsto ainda cursos nas áreas de agro-indústria, Zootecnia e Ecoturismo.

Figura 01. Exemplar de Araça D’agua (Terminalia kuhlmannii) no remanescente florestal do assentamento.

Brasileiros Fazem Sucesso no Salão do Chocolate.

Pelo terceiro ano consecutivo a comitiva do Brasil formada pela Associacão dos Produtores de Cacau, Instituto Cabruca, CEPLAC, SEAGRI - BA, FAEB, SEBRAE e diversas empresas ligadas ao setor, estiveram presentes no Salão do Chocolate em Porte de Versalles, Paris. O destaque deste ano, além do belíssimo estande, foram os prémios alcançados pelo setor, que ficou com cerca de 14% de toda a premiação do concurso mundial de cacau, o chamado “Cacau Award”.

Cabe ressaltar também o acordo firmado entre o governo da Bahia e os organizadores do Salão para a realização do mesmo na Bahia, em 2011. Será a primeira vez que o Salão acontecera num país produtor de cacau, a expectativa é que tenhamos um Salão em outros moldes, envolvendo visitas à fazendas, um concurso do melhor cacau brasileiro e outras novidades.

Figura 02. Exemplar do Clone PS 1319 sob manejo orgânico no assentamento Terra Vista.


Projeto irá promover o manejo e o enriquecimento florestal em 90 ha de cabrucas.

O projeto Manejo orgânico do cacaueiro e Processamento do cacau na geração de renda em Assentamentos Rurais no Sul da Bahia, financiado pela Companhia de Ação Regional do Estado da Bahia (CAR), irá promover o enriquecimento agroflorestal de 90 ha de áreas de cacau-cabruca em três assentamentos de reforma agrária no Sul da Bahia, Nova Vitória, Antonio Conselheiro III e Terra Vista. As áreas serão enriquecidas com fruteiras e árvores nativas e exóticas a partir do conceito de diversidade funcional do sistema. Segundo Thiago Guedes coordenador do projeto, a idéia é utilizar as plantas para otimizar a ciclagem de nutrientes, a fixação biológica de N, a produção de biomassa e o controle biológico de pragas e doenças. Além de trabalhar a produção de cacau o projeto prevê também o beneficiamento das amêndoas estruturando os assentamentos e capacitando os assentados para a produção de cacau com qualidade superior.

PROJETO DE CRIAÇÃO DE INDICAÇÃO GEOGRÁFICA CACAU -CABRUCA, ORIGEM BAHIA FOI APROVADO PELO MAPA. O professor Dario Ahnert da UESC, informou que o projeto: “Indicação de Procedência para o Cacau da Bahia: Agregação de Valor e Credibilidade ao Cacau Associado à Conservação da Mata Atlântica”, foi aprovado pelo MAPA, com recursos da ordem de R$ 113.000 (cento e treze mil reais). O objetivo do projeto é o de iniciar os estudo e ações para criação de uma indicação de procedência produto cacau-cabruca origem Bahia, com o principal objetivo de valorizar o cacau produzido sob o sistema cabruca. O projeto foi submetido pela Associação dos Produtores de Cacau - APC, tendo o Instituto Cabruca e a CEPLAC como parceiros.

COOPERATIVA DE GANDU FARÁ PRIMEIRO CONCURSO I N T E R N O D E C AC AU D E QUALIDADE.

de Santa Cruz e do Instituto Cabruca no projeto Consolidando a Produção de Cacau Orgânico no Sul da Bahia, financiado pelo Conselho Na c i o n a l d e D e s e n v o lv i m e n t o Cientifico e Tecnológico - CNPQ e Ministério do Desenvolvimento Agrário - MDA, irá promover seu primeiro concurso de cacau de qualidade. A Cooperativa que já exportou cacau com qualidade s u p e r i o r p o r t r ê s ve z e s , e s t á investindo neste segmento, capacitando seus associados no beneficiamento de amêndoas, boas práticas de produção e na criação de um sistema de rastreabilidade. Com o objetivo de incentivar ainda mais seus associados a Cooperativa ira promover um concurso interno com premiação para os três primeiros lotes vencedores.

I N S T I T U TO C A B RU C A COMEMORA TRÊS ANOS.

Apesar dos muitos resultados, o Instituto Cabruca completou três anos de intensas realizações no dia A Cooperativa de Gandu - COOPAG, 23 de outubro. Na análise do parceira da Universidade Estadual Secretário Executivo Durval Libânio,

o sucesso do Instituto se justifica pela ausência histórica de uma instituição que tivesse a missão de valorizar este grande ativo endógeno do sul da Bahia, que é o sistema cabruca, as parcerias institucionais principalmente com a APC, Assentamento Terra Vista, CEPLAC e UESC, e ao esforço coletivo de seu quadro técnico, que simplesmente são apaixonados pelo que fazem.

P R O J E TO Q U E V I S A A VERIFICACÃO DE INDICADORES DE “CACAU AMIGÁVEL A M ATA ATLÂNTICA” CHEGA AO FIM. O projeto apoiado pela Conservação Internacional do Brasil e executado pelo Instituto Cabruca, que entre outras coisas visa a verificação de indicadores de conservação para implantação de um selo de “Cacau amigável a mata atlântica”, será finalizado em Dezembro e terá como resultado uma análise crítica por parte de agricultores familiares e assentados de reforma agraria, da aplicação de indicadores de conservacão da biodiversidade.

INFORMATIVO: CABRUCANDO Edição Número 01 VOLUME 01 Editado pelo Assessoria de Comunicação do Instituto Cabruca ascom@cabruca.org.br Responsável: Lazáro Vasconcelos

Jornal Cabrucando 1 edição  

INFORMATIVO TRIMESTRAL DO INSTITUTO CABRUCA,