Issuu on Google+


Sobre o autor Atua há mais de 20 anos na indústria gráfica no segmento de pré-impressão com treinamentos e consultorias técnicas para empresas, além de ministrar regularmente seminários, palestras, oficinas e cursos pelo País. Autor de mais de 50 livros técnicos na área de editoração eletrônica, dentre eles: “Coleção InDesign”, “Acrobat Pro e Pro Extended para uso gráfico”, “PitStop Pro – Análise e edição avançada de PDFs”, “eBooks - Arte-finalização para livros eletrônicos nos formatos ePub e Mobi”, “Dicas, Truques & Macetes – Adobe InDesign”, “Arte-finalização de Arquivos para Artes Gráficas”, “Catálogo de Fontes do Font Folio 9“, “Utilizando o Photoshop” e “Utilizando o InDesign”. Foi pioneiro como autor de livros eletrônicos para o segmento gráfico no Brasil. É beta tester de vários produtos tais como InDesign, Acrobat e PitStop. Por mais de uma década colaborou com a edição brasileira da revista Publish, tendo atuado como colunista e editor executivo. Desde 2007 passou a compor a equipe de colunistas, palestrantes e consultores da revista Desktop. Também é membro das comissões de estudos de Pré-Impressão Eletrônica e Impressão Digital da ONS 27/ABTG. Foi colunista do jornal O Estado de São Paulo e docente do curso superior de tecnologia gráfica do Senai “Theobaldo De Nigris”, considerado e reconhecido internacionalmente como o mais importante centro de aprendizado gráfico na América Latina. É sócio/diretor junto com André Borges Lopes na Bytes & Types (www.bytestypes.com.br), empresa especializada em consultorias técnicas e treinamentos na área gráfica.


Prefácio Depois de séculos sendo impressos em livros feitos de papel, parte do conhecimento humano em diversas áreas, passou recentemente a ser colocado em livros eletrônicos e entregues aos leitores com mais facilidade, velocidade e a um custo reduzido. Eu mesmo acreditava que essa tecnologia, que há anos apenas vislumbrava nos filmes e seriados de ficção científica, apenas estaria disponível para meus filhos ou netos. Há poucos meses tive a oportunidade de experimentar um tablet e folhear virtualmente um livro dentro dele. Intrigado com a tecnologia e as possibilidades que se abriram, comecei uma intensa pesquisa sobre os procedimentos de conversão de conteúdos editoriais, desenvolvidos inicialmente para serem impressos, para o suporte eletrônico da tela de um computador ou mesmo dos modernos eReaders. O fruto dessa pesquisa minuciosa agora está em suas mãos, e espero que possa ajudá-lo, também, a vencer os preconceitos contra qualquer coisa que não seja impressa, aos projetos gráficos mais simplificados e as temíveis linhas de código XHTML, CSS e outras. Boa leitura! Ricardo Minoru Horie


Sobre esta coleção de livros Esta coleção de livros foi planejada de forma a prover os conhecimentos necessários para que profissionais de diagramação de livros dos mais variados segmentos, possam produzir livros eletrônicos nos formatos ePub, Mobi e PDF, para serem lidos e visualizados por aplicativos instalados em computadores de mesa, notebooks, netbooks, smartphones e celulares e, também, em eReaders e tablets tais como o iPad, Sony Reader, Nook, Kindle etc. Usando como ferramenta principal o InDesign CS5 e CS5.5, e alguns outros utilitários, os livros desta coleção cobrem todos os conceitos, tecnologias e procedimentos necessários para se produzir livros eletrônicos com qualidade. É recomendável que o interessado possuir conhecimentos de nível intermediário na ferramenta InDesign, mas de qualquer forma os mais complexos e importantes estão descritos neste livro. O leitor não precisa possuir conhecimentos de XML, XHTML e CSS, pois o conteúdo deste volume foi idealizado para usar o mínimo possível destas tecnologias. Este primeiro volume descreve os conceitos e características dos principais formatos, cuidados, procedimentos técnicos, preparação dos elementos de página, limitações dos projetos gráficos, boas práticas na diagramação, além das técnicas de conversão dos conteúdos para os formatos ePub, Mobi e PDF. Neste volume, procuramos nos ater aos recursos do InDesign e o mínimo necessário de edição de códigos XML e XHTM. Usaremos apenas o necessário para ser possível obter eBooks que possam ser validados e comercializados por quaisquer distribuidoras e lojas virtuais de qualquer porte, desde a Amazon, Apple e Google Books até as de pequeno porte. Assuntos mais técnicos e geração de eBooks com conteúdos multimídia serão tratados nos outros volumes da coleção.

Como utilizar este livro Para melhor compreensão dos procedimentos de arte-finalização e geração de eBooks nos formatos ePub, Mobi e PDF, o conteúdo deste volume foi dividido em capítulos concisos cujos nomes definem de forma clara os assuntos tratados. Isso permite ao leitor que quer aprender ou está enfrentando algum problema específico ou mesmo possui alguma dúvida, ir diretamente para o capítulo que trata do assunto. O livro foi projetado para fornecer informações objetivas e bem ilustradas.


Volume 1 | Capítulo 01 – Livros eletrônicos (eBooks)

O primeiro capítulo do livro explana sobre os eBooks. Volume 1 | Capítulo 02 – Formatos de eBooks

Este capítulo contempla os principais formatos de eBooks e características. Volume 1 | Capítulo 03 – Leitura e visualização de eBooks

Trata dos dispositivos e aplicativos de leitura e visualização de eBooks. Volume 1 | Capítulo 04 – Princípios básicos de layout de eBooks com conteúdo fluído

Apresenta os princípios básicos para design de conteúdos de eBooks. Volume 1 | Capítulo 05 – Cuidados com o projeto gráfico

Este capítulo trata dos cuidados com projetos gráficos de conteú­ dos fluídos. Volume 1 | Capítulo 06 – Cuidados com a preparação de textos e imagens

Reúne os principais recursos e opções para preparação de elementos de página. Volume 1 | Capítulo 07 – Boas práticas na diagramação de eBooks

Neste capítulo serão tratadas as boas práticas na diagramação de eBooks. Volume 1 | Capítulo 08 – Inserção de capas para eBooks

Reúne as principais procedimentos de inserção de capas em eBooks. Volume 1 | Capítulo 09 – Inserção de metadados

Descreve as opções do quadro de diálogo de metadados. Volume 1 | Capítulo 10 – Criação de sumários

Trata das técnicas de criação de sumários. Volume 1 | Capítulo 11 – Conversão para o formato ePub

Fornece os procedimentos de conversão do conteúdo diagramado no InDesign no formato ePub.


Volume 1 | Capítulo 12 – Verificação, Validação e Homologação dos ePubs

Demonstra as técnicas de verificação, validação e homologação dos ePubs. Volume 1 | Capítulo 13 – Conversão para o formato Mobi

Procedimentos de conversão do conteúdo diagramado no InDesign no formato Mobi. Volume 1 | Capítulo 14 – Geração de eBooks no formato PDF

Procedimentos de conversão do conteúdo diagramado no InDesign no formato PDF. Volume 1 | Capítulo 15 – DRM - Digital Rights Management

Explana sobre os sistemas de proteção dos eBooks. Volume 1 | Capítulo 16 – Aplicativos, utilitários e informações extras

Lista os principais aplicativos e utilitários usados no processo de conversão de conteúdos para eBooks.

Convenções usadas neste livro A seguir serão detalhadas algumas convenções usadas nessa obra.

Sistemas operacionais utilizados Para a confecção deste livro nos baseamos no Windows XP com Service Pack 2, Windows 7 e o Mac OS X (10.5.8).

Ícones Mesmo usuários experientes, podem desconhecer e deixar escapar pequenos e grandes recursos ou armadilhas escondidas nos aplicativos do pacote, ou mesmo descobrir novas formas de se realizar tarefas. Por isso identificamos estas dicas e armadilhas com ícones. Dica

São lembretes de utilização do aplicativo e/ou formas alternativas de se realizar uma mesma tarefa.

Atenção

Identificam itens ou processos que podem originar resultados diferentes ou indesejados.


Cuidado

Requer uma atenção especial do leitor, pois o uso de um determinado comando, opção ou configuração oferece risco de problemas sérios com consequências onerosas.

Dicas e observações importantes Antes de iniciar o processo de aprendizado de arte-finalização de livros eletrônicos, atente para as seguintes dicas e observações:

É altamente recomendável o uso de versões iguais ou superiores ao InDesign CS4. As versões utilizadas na confecção deste livro foram a CS5 e CS5.5 que possuem avanços e recursos bem interessantes para a geração de eBooks.

Muitas das limitações de layout e recursos dos formatos ePub e Mobi apontadas e descritas neste livro, são impostas pelas versões dos aplicativos usados para diagramação dos livros e até mesmo pelas especificações dos formatos. À medida que estes itens evoluírem, uma menor quantidade de limitações tenderão a existir.

O controle de qualidade e busca por problemas foi feita usando três ferramentas: o Adobe Digital Edition, um iPad e um Kindle 3G. Acreditamos que eles representam e simulam os acertos e problemas que seriam exibidos na imensa maioria dos aplicativos de leitura e eReaders.

Itens fundamentais Para tirar proveito do conteúdo deste livro, algumas premissas têm de ser atendidos pelo leitor.

Possuir uma cópia do Adobe InDesign CS4 ou superior.

Possuir acesso à Internet banda larga.


Sumário Referências bibliográficas....................................................................................................................................6 Prefácio..................................................................................................................................................................7 Sobre esta coleção de livros.................................................................................................................................8 Como utilizar este livro........................................................................................................................................8 Capítulo 01 - Livros eletrônicos (eBooks)............................................................................................. 15 Demanda aquecida.............................................................................................................................................15 Mote ecológico ..............................................................................................................................................15 Motes econômicos.........................................................................................................................................16 Capítulo 02 - Formatos de eBooks......................................................................................................... 17 PDF.......................................................................................................................................................................17 ePub......................................................................................................................................................................18 Mobi.....................................................................................................................................................................19 Textos e imagens bitmap....................................................................................................................................19 Comparativos entre os formatos PDF, ePub e Mobi para eBooks ...............................................................20 Pontos positivos do PDF...............................................................................................................................20 Pontos negativos do PDF..............................................................................................................................20 Pontos positivos do ePub..............................................................................................................................21 Pontos negativos do ePub.............................................................................................................................22 Pontos positivos do Mobi..............................................................................................................................22 Pontos negativos do Mobi.............................................................................................................................23 Capítulo 03 - Leitura e visualização de eBooks..................................................................................... 25 Formatos a serem descritos neste livro............................................................................................................24 Aplicativos de leitura em notebooks e desktops.............................................................................................25 Principais dispositivos eReaders.......................................................................................................................26 Baseados em tinta eletrônica (e-Ink)...........................................................................................................26 Baseados em tinta eletrônica e touchscreen ..............................................................................................26 Baseados em telas coloridas e touchscreen (tablets).................................................................................26 Capítulo 04 - Princípios básicos de layout para eBooks com conteúdo fluído .................................... 27 Capítulo 05 - Cuidados com o projeto gráfico...................................................................................... 29 Fontes tipográficas..............................................................................................................................................29 Padrões de fontes............................................................................................................................................29 Família de fontes............................................................................................................................................30 Quantidade de fontes.....................................................................................................................................31 Caracteres especiais.......................................................................................................................................31 Elementos de geometria de página...................................................................................................................31 Colunas............................................................................................................................................................31 Margens...........................................................................................................................................................31 Elementos sangrados.....................................................................................................................................31 Elementos de página...........................................................................................................................................32 Números de páginas......................................................................................................................................32 Páginas-mestra...............................................................................................................................................32 Cabeçalhos de páginas...................................................................................................................................32 Cores.....................................................................................................................................................................32 Planeje pensando também no eBook ..............................................................................................................32 Capítulo 06 - Cuidados com a preparação de textos e imagens............................................................ 33 Textos...................................................................................................................................................................33 Remoção de estilos do Word........................................................................................................................33 Imagens bitmap...................................................................................................................................................35 Resolução........................................................................................................................................................35 Imagens coloridas ou em tons de cinza.......................................................................................................36 Espaços de cor................................................................................................................................................36 Informações desnecessárias..........................................................................................................................36 Formatos de imagens bitmap.......................................................................................................................36 Nomenclatura.................................................................................................................................................36


Ilustrações vetoriais............................................................................................................................................37 Ilustrações vetoriais importadas..................................................................................................................37 Ilustrações vetoriais criadas no próprio InDesign.....................................................................................42 Capítulo 07 - Boas práticas na diagramação de eBooks........................................................................ 45 Estilos de parágrafo e caracter..........................................................................................................................45 Criação e aplicação de estilos de parágrafo................................................................................................46 Criação e aplicação de estilos de caracter...................................................................................................50 Estilos de imagens importadas.....................................................................................................................53 Documento de InDesign de referência de estilos......................................................................................53 Estrutura hierárquica do conteúdo..................................................................................................................54 Estrutura de capítulos do conteúdo.................................................................................................................54 Redefinição de estrutura de capítulos via recurso Articles...........................................................................55 Ajustes de espacejamento entre parágrafos.....................................................................................................58 Alinhamento de textos.......................................................................................................................................60 Diagramação de imagens bitmap e ilustrações vetoriais...............................................................................61 Object Export Options.......................................................................................................................................66 Uso de cores.........................................................................................................................................................68 Tabelas..................................................................................................................................................................70 Recursos interessantes .......................................................................................................................................71 Hyperlinks e referências cruzadas....................................................................................................................79 Recursos indisponíveis ou ignorados ..............................................................................................................86 Recursos não recomendados ............................................................................................................................86 Itens que o diagramador não precisa se preocupar .......................................................................................88 Capítulo 08 - Inserção de capas para eBooks........................................................................................ 89 Premissas que precisam ser atendidas.............................................................................................................89 Técnica 1: Inserção da capa na primeira página do conteúdo......................................................................90 Técnica 2: Inserção de capa pelo iTunes..........................................................................................................90 Técnica 3: Inserção de capa pelo Calibre.........................................................................................................92 Técnica 4: Inserção de capa pelo Sigil..............................................................................................................95 Técnica 5: Inserção de capa no InDesign CS5 (ou versões anteriores) com edição do XML...................95 Técnica 6: Inserção de capa no InDesign CS5.5 (ou versões superiores)..................................................103 Capítulo 09 - Inserção de metadados................................................................................................... 105 O que são metadados?......................................................................................................................................105 Inserção de metadados.....................................................................................................................................105 Capítulo 10 - Criação de sumários....................................................................................................... 107 Capítulo 11 - Conversão para o formato ePub.................................................................................... 113 Capítulo 12 - Verificação, Validação e Homologação dos ePubs........................................................ 127 Capítulo 13 - Conversão para o formato Mobi.................................................................................... 131 Capítulo 14 - Geração de eBooks no formato PDF............................................................................. 137 Capítulo 15 - DRM - Digital Rights Management............................................................................... 147 Capítulo 16 - Aplicativos, utilitários, informações extras e checklist................................................. 149 Outros títulos da editora...................................................................................................................... 154


01 Livros eletrônicos (eBooks) 15

Um livro eletrônico, também conhecido como eBook, é uma versão digital de um livro que pode ser lido em computadores ou em aparelhos portáteis. Ao contrário do que muitos pensam, eles não são novidade, mas seu conceito só se difundiu e popularizou há poucos anos. Há muito tempo eles já são comercializados e distribuídos para serem lidos e visualizados por estações de trabalho fixas (computadores de mesa), notebooks, palmtops e celulares, nos mais variados formatos: PDF, texto puro e até mesmo em imagens bitmap.

Demanda aquecida A demanda aumentou nos últimos anos com o lançamento de dispositivos portáteis e de multiuso tais como os smartphones e eReaders como, por exemplo, o Amazon Kindle e Sony Reader, além dos tablets como o Apple iPad, Samsung Galaxy Tab e Dell Streak. Outro fator de popularização foi o aumento da demanda por parte dos consumidores pelos livros eletrônicos. Eis algumas razões:

Mote ecológico ■■

Não há impressão. Portanto se torna desnecessário toda o ciclo produtivo de produção e transporte de papel, impressão, acabamento e distribuição dos impressos.


Coleção eBooks – Arte-finalização e conversão para livros eletrônicos nos formatos ePub, Mobi e PDF

Motes econômicos ■■

■■

Em média, a versão eletrônica de um livro é 30% mais barata do que a versão impressa. O frete é gratuito já que um eBook é sempre entregue por meio de download. Além disso, ocorre pouco tempo depois da confirmação do pagamento.

Do lados das editoras e distribuidoras ■■ ■■

Os consumidores tendem a comprar mais livros por impulso. Não é necessário imprimir e manter estoques de livros, o que sempre gerou desperdício e perdas devido à obsolescência do conteúdo, exemplares encalhados e por problemas na armazenagem e transporte.

Outras vantagens para os consumidores ■■

16

■■

É possível carregar vários títulos (centenas e até milhares) em um único dispositivo de leitura que cada vez mais estão baratos, leves e com melhor autonomia de bateria e capacidade de armazenamento. Os conteúdos são facilmente pesquisáveis, o que acreditamos ser a melhor característica em comparação ao livro.


02 Formatos de eBooks 17

Atualmente, os principais formatos comercializados e/ou distribuídos de eBooks são: ■

PDF

ePub

Mobi

Textos

PDF PDF

O formato PDF é um dos mais antigos e populares e provê um layout similar à versão impressa do livro, com fontes, margens das páginas e disposição dos elementos de página. Praticamente todos os aplicativos e leitores de eBooks reconhecem o formato PDF nativamente ou com o auxílio de aplicativos quase sempre gratuitos. O PDF possui de forma nativa um sistema de proteção contra cópias indevidas baseado em criptografia e senhas, porém por ser antigo é relativamente fácil de ser removido. Recentemente a Adobe implementou no PDF o mesmo sistema de DRM (Digital Rights Management) criado para os ePubs.


Coleção eBooks – Arte-finalização e conversão para livros eletrônicos nos formatos ePub, Mobi e PDF

ePub

O formato ePub foi desenvolvido especificamente para os eBooks pela IDPF - International Digital Publishing Forum (www.idpf.org). A grafia do formato pode ser ePub, ePUB, EPub, epub ou EPUB, com ou sem hífens, mas é uma abreviação de “electronic publication” (publicação eletrônica). Por ser um padrão aberto, praticamente todos os aplicativos e leitores de eBooks reconhecem este formato nativamente ou com o auxílio de aplicativos quase sempre gratuitos. 18

Pode-se dizer que as únicas exceções são os modelos dos leitores de eBooks da Amazon que por razões comerciais (a empresa têm dois formatos proprietários chamado Mobi e AZW), por enquanto não reconhecem o formato ePub. O ePub prioriza o refluxo do conteúdo na tela do aplicativo e do dispositivo de leitura para fornecer uma visualização mais confortável do conteúdo dos livros em detrimento de layouts mais caprichados e complexos. O Mobi e AZW, além de outros formatos de eBooks menos populares, armazenam em cada um deles, um web site com a estrutura de navegação em um único arquivo compactado. Um ePub é composto, basicamente, de arquivos XML que contém o conteúdo de um livro, arquivos de imagens, acrescidos de mais alguns documentos que definem os estilos de parágrafo e caracter e um sumário, todos “envelopados” por um compactador comum (Winzip, WinRar, StuffIt etc.). Oferece um sistema de proteção contra cópias indevidas baseado em DRM moderno e relativamente seguro.


03 Leitura e visualização de eBooks 25

Existem várias possibilidades para se visualizar o conteúdo de eBooks, divididos em duas categorias principais e várias subcategorias: ■■

Aplicativos de leitura em notebooks e desktops

■■

Dispositivos de leitura portáteis

Aplicativos de leitura em notebooks e desktops Os principais e mais populares aplicativos para visualizar livros em computadores são gratuitos: ■■

Adobe Digital Editions

■■

Saraiva Digital Reader

■■

Sony Reader

■■

Kindle Reader

■■

Plug-in para Firefox ePub Reader

Com exceção do Kindle Reader, quando os eBooks a serem lidos possuem um DRM, é necessário fazer um login no aplicativo usando um Adobe ID, uma espécie de identidade de leitor (quase que similar a uma carteirinha de biblioteca), cujo cadastro é gratuito também e pode ser feita no canto superior direito do portal www. adobe.com. Estes aplicativos gerenciam a biblioteca de eBooks e muitos inclusive sincronizam os marcadores de página e anotações entre dispositivos diferentes.


Coleção eBooks – Arte-finalização e conversão para livros eletrônicos nos formatos ePub, Mobi e PDF

Principais dispositivos eReaders Os principais dispositivos de leitura de eBooks são chamados eReaders e divididos em algumas categorias de acordo com a tecnologia que usam nas telas. Segue também alguns dos principais modelos disponíveis no mercado:

Baseados em tinta eletrônica (e-Ink) A tecnologia e-Ink (também conhecida como “papel eletrônico”) é a que atualmente melhor mimetiza o papel impresso e fornece excelente definição nos textos, e qualidade razoável nas imagens. Pelo menos por enquanto, está disponível comercialmente apenas para telas de dispositivos que conseguem apenas representar tons de cinza. Dispositivos com esta tecnologia são muito eficientes no consumo de energia de suas baterias, cuja durabilidade pode chegar a algumas semanas, mesmo com o dispositivo ligado. 26

Geralmente é usada em dispositivos de baixo custo de produção e investimento, sendo que a maioria somente serve para ler eBooks. ■■

Kindle(s) (Amazon)

■■

Nook (Barnes & Noble)

■■

Cooler (Gato Sabido)

■■

Sony Reader(s) (Sony)

Baseados em tinta eletrônica e touchscreen Trata-se de uma evolução da tecnologia e-Ink que permite que a tela seja tocada com os dedos para interagir com o aparelho, para por exemplo, rolar o conteúdo para os lados e aplicar zoom. ■■

Sony Reader(s) (Sony)

■■

Alpha (Positivo)

Baseados em telas coloridas e touchscreen (tablets) No geral esta tecnologia é usada em tablets, dispositivos mais caros e que vão muito além de serem meros leitores de eBooks. A maioria pode ser usada para substituir muitas das tarefas que são executadas por netbooks e notebooks. As telas normalmente usam tecnologia LCD ou LED. ■■

iPad (Apple)

■■

Galaxy Tab (Samsung)

■■

Nook Color (Barnes & Noble)

■■

Xoom (Motorola)

■■

LePad (Lenovo)


04 Princípios básicos de layout para eBooks com conteúdo fluído 27

A maioria dos designers e diagramadores de materiais editoriais tais como livros, estão acostumados a desenvolver os layouts e projetos gráficos pensando no papel, suas dimensões, margens, aproveitamento das áreas de mancha etc. Costumam fazer planejamentos complexos para dispor o conteú­­­ do e os elementos de página da melhor forma possível em um suporte estático como o livro tradicional ou mesmo um eBook que será distribuído no formato PDF. Quando estes profissionais começam a adentrar o mundo dos livros eletrônicos, geralmente enfrentam dificuldades para lidar com conteúdos fluídos e suas limitações em relação ao projeto gráfico que tem de ser bastante simplificado (para não dizer pouco sofisticado). Como em uma página de um web site aberto em um browser comum como o Firefox, experimente alterar as dimensões na janela do browser, tornando-o estreito na largura ou altura e alternar para a tela cheia. Para aumentar ainda mais esta experiência, imagine utilizar um monitor de 13 polegadas e um de 25 polegadas widescreen. O que percebemos neste exemplo cotidiano, é que o texto da página do web site reflui de acordo com as dimensões da janela e se adequa para continuar a ser possível sua visualização.


Coleção eBooks – Arte-finalização e conversão para livros eletrônicos nos formatos ePub, Mobi e PDF

Esta analogia sintetiza exatamente o que ocorre quando um eBook é exibido em aplicativos de leitura instalados em computadores diferentes com monitores de tamanhos distintos e, também, em eReaders de tamanhos de tela variados, posição de leitura em retrato ou paisagem. Enquanto que em um livro tradicional são diagramados vários frames de texto dispostos nas dezenas ou centenas de páginas, no eBook, há apenas um frame linear (podendo ter centenas ou milhares de metros de extensão se fosse “desenrolado”) de onde reside todo o conteúdo do livro. Desta forma, de nada adianta inserir muitos dos elementos de layout tradicionais ou se preocupar com itens como:

28

■■

Elementos sangrados

■■

Margens

■■

Colunas

■■

Hífens de divisão silábica

■■

Forcas

■■

Viúvas

■■

Órfãs

■■

Números de página

■■

Cabeçalhos

Como o layout será diferente de acordo com o dispositivo ou aplicativo de leitura, o mais importante é fazer o planejamento para que o conteúdo possa ser assimilado e faça sentido, independente do layout.

Como não é possível prever se a leitura será feita em um computador, eReader ou celular dos mais simples, é importante pesquisar um pouco o público-alvo da obra ou mesmo planejar para as piores hipóteses.

Os próximos capítulos irão descrever as principais limitações e, quando possível, como contorná-las.


05 Cuidados com o projeto gráfico 29

Este capítulo descreve os cuidados e recomendações na criação de projetos gráficos de eBooks de conteúdo fluído, que para evitar ser repetitivo, doravante serão chamados apenas de eBooks.

Fontes tipográficas Uma das principais diferenças entre os eBooks e os livros impressos, ou mesmo PDF, é que as fontes escolhidas pelo designer serão exatamente as que serão visualizadas pelos leitores. Nos eBooks, tanto os aplicativos quanto os eReaders podem alterar a tipologia e também os corpos dentre algumas opções diferentes que cada dispositivo oferece. O objetivo é permitir que o leitor escolha fontes e corpos de modo a tornar a leitura mais fácil. Por esta e por outras razões mais técnicas e restritivas dos formatos ePub e Mobi, deve se escolher as fontes do projeto gráfico seguindo algumas regras.

Padrões de fontes Entre os três padrões de fontes disponíveis atualmente, recomenda-se utilizar o padrão OpenType.


Coleção eBooks – Arte-finalização e conversão para livros eletrônicos nos formatos ePub, Mobi e PDF

Graças à sua característica multiplataforma, permite que os mesmos arquivos que compõem uma determinada fonte na plataforma Windows também funcionem no Mac OS e vice-versa. Isso garante uma intercambialidade dos arquivos do livro entre plataformas diferentes. Outro ponto positivo é que o índice de falsificação de fontes neste padrão é muito menor do que os padrões TrueType e Type 1. Significa que fontes no padrão OpenType podem gerar menos problemas tanto para impressão quanto para os eBooks. Fontes de padrão OpenType podem ser embutidas com mais facilidade independente do tipo de saída do livro.

Vale lembrar que não há muitas garantias de que o conteúdo seja exibido na fonte definida para o projeto gráfico, pois isso depende do aplicativo de leitura, do eReader, assim como das preferências pessoais do leitor que pode ajustar uma outra fonte.

Caso não possua fontes de padrão OpenType, procure usar fontes de padrão TrueType.

Somente versões a partir do InDesign CS5.5 conseguem embutir fontes nos eBooks. Nas versões anteriores as fontes dificilmente conseguem ser embutidas dentro de eBooks por duas razões: limitações do InDesign e restrições por parte do formato ePub. Quando é possível embutir, os certificadores e validadores como, o ePubCheck rejeitam estes ePubs.

Caso queira embutir as fontes, evite fazê-lo com fontes que possuam direitos autorais e dê preferência às fontes de domínio público.

30

Família de fontes Recomenda-se escolher fontes que possuam no mínimo os quatro estilos básicos: ■■

Normal

■■

Negrito

■■

Itálico

■■

Negrito Itálico


06 Cuidados com a preparação de textos e imagens 33

Neste capítulo serão descritos os cuidados na preparação dos textos, ilustrações vetoriais e imagens bitmap que serão importados, ou que já estejam dentro de documentos de InDesign que serão convertidos para eBooks.

Textos Um dos segredos para a conversão eficiente de documentos de InDesign para eBooks é a aplicação correta de estilos de parágrafo e caracter e evitar conflitos com os estilos que tenham sido aplicados nos processadores de texto.

Estes procedimentos serão descritos no próximo capítulo.

Caso o diagramador só possua os textos, antes de importá-los para o InDesign, convém seguir algumas regras.

Remoção de estilos do Word Se o texto a ser importado possui muitos estilos aplicados no Word, e não serão úteis para a diagramação no InDesign, é recomendável que sejam removidos, evitando conflitos futuros e eBooks complexos e/ou problemáticos. Isto pode ser feito de duas formas:


Coleção eBooks – Arte-finalização e conversão para livros eletrônicos nos formatos ePub, Mobi e PDF

Vale lembrar que estes procedimentos removem também os atributos de negrito e itálico que porventura tenham sido aplicados.

Limpar o texto previamente Basta copiar o texto no MS Word, colar em um processador de textos simples (o WordPad no Windows ou o TextEdit do Mac OS), copiar novamente e, por fim, colar no InDesign.

Limpar o texto durante a importação 1 - No InDesign, ao importar o texto, escolha o documento de texto e marque a opção Show Import Options no canto inferior esquerdo do quadro de diálogo.

34

2 - Escolha a opção Remove Styles and Formatting from Text and Tables e pressione o botão OK.


07 Boas práticas na diagramação de eBooks 45

Aqui serão descritos os principais procedimentos e boas práticas na diagramação de conteúdos para eBooks.

Estilos de parágrafo e caracter Um dos principais segredos para conversão eficiente de documentos de InDesign para eBooks é a correta aplicação de estilos de parágrafo e caracter. É o que se chama de “estruturar o conteúdo”, ou seja, prepará-lo para ser reaproveitado para outros fins e tecnologias. Estes estilos criados no InDesign irão gerar durante a conversão para eBooks, um arquivo chamado CSS (Cascading Style Sheets), que assim como no segmento de web design, irá reger a formatação dos textos em relação a, por exemplo, fontes, cores, corpos etc. Por esta razão é de suma importância que se dedique muita atenção ao criar e aplicar estes estilos. Seguem algumas regras simples, mas eficientes no uso de estilos. ■■

Na medida do possível, todo o conteúdo do livro deve estar com estilos aplicados.

Para rastrear textos que estejam sem a aplicação de estilos de parágrafo, use a visualização de estória por meio do comando Edit in Story Editor do menu Edit e procure na coluna da esquerda por textos sem estilos aplicados.


Coleção eBooks – Arte-finalização e conversão para livros eletrônicos nos formatos ePub, Mobi e PDF ■■

■■

Crie o mínimo de estilos possível para que os eBooks não se tornem complexos demais. Ao criar estilos, evite usar acentos e outros caracteres especiais nos nomes. Preferencialmente não use espaços entre as palavras.

Ao criar nomes para os estilos, recomenda-se tomar os mesmos cuidados ao se digitar textos no campo de URL de um web browser.

Uma boa dica para nomenclatura de estilos de parágrafo seria usar os códigos “H1”, “H2”, “H3” ao invés de, respectivamente, “Titulo”, “Subtitulo”, “Texto” etc. Desta forma, a nomenclatura dos estilos seguiria o mesmo padrão das páginas web e respectivos CSS.

46

Criação e aplicação de estilos de parágrafo Esses estilos estão relacionados com as configurações que serão aplicadas nos parágrafos, por isso não há necessidade de selecionar o texto para utilizá-lo, apenas o uso do cursor sobre qualquer lugar do parágrafo indica onde o estilo será aplicado. 1 - Para trabalhar com os estilos de parágrafo, acesse a paleta Paragraph Style pelo menu Window/Styles/Paragraph Styles e disponível, também, no menu Type/Paragraph Styles. 2 - A paleta Paragraph Styles lista os estilos disponíveis para a publicação e oferece os comandos relacionados com a criação e edição de estilos.


10 Criação de sumários 107

Um sumário é algo mandatório em um eBook, seja porque a associação que criou o padrão ePub obriga que ele esteja presente nos livros eletrônicos neste formato e, principalmente, porque ele é fundamental para a navegação do leitor dentro do conteúdo de qualquer eBook independente do formato. Em inglês ele é chamado de Table of Contents e, dentro de um eBook é referenciado pela sua abreviação: TOC. O TOC que o InDesign gera é eliminado dos eBooks e exibido como menu de navegação do conteúdo em muitos eReaders. No Adobe Digital Editions ele é exibido no painel esquerdo da interface. No caso dos eBooks no formato PDF ele se mantém exatamente no mesmo local e torna cada um dos elementos do TOC, um hyperlink para a página correlata do assunto. Para manter a visualização do TOC aparecendo no início do conteúdo nos eBooks nos formatos ePub e Mobi, por enquanto, a única alternativa seria criar manualmente as entradas do sumário e tornar cada uma delas um hyperlink para sua área correlata do conteúdo.

Caso esteja pensando em usar o TOC criado eletronicamente pelo InDesign para adicionar hyperlink, saiba que ele deixará de gerar um TOC para os eReaders e aplicativos de leitura.


Coleção eBooks – Arte-finalização e conversão para livros eletrônicos nos formatos ePub, Mobi e PDF

Independente da finalidade, criar um sumário eletronicamente serve para eBooks no formato PDF e, no caso de eBooks nos formatos ePub e Mobi, serve também para testar a estrutura hierárquica do conteúdo. Por isso é recomendável criá-los eletronicamente, mesmo que seja para deixá-los no Pasteboard e sem número de páginas.

Caso o conteúdo mude de página depois de ter rediagramado alguns itens, não há necessidade de ficar atualizando o sumário, apenas se os títulos mudarem ou novos forem inseridos.

Criação de sumários

108

Criar sumários manualmente é uma tarefa bastante trabalhosa, que requer muita atenção e disciplina. Por isso, o InDesign permite construir automaticamente o sumário da publicação, sendo formada por um único documento ou de vários por meio do recurso Book.

Preceitos e recomendações básicos Algumas regras básicas devem ser seguidas para se obter sumários funcionais nos eBooks: ■■

■■ ■■

■■

■■

■■

Todos os itens que farão parte do sumário (títulos, subtítulos etc.) devem ter sido estilizados com estilos de parágrafos. Evite criar sumários complexos com muitos itens. Crie estilos de parágrafo também para os itens do sumário. Sugerimos que usem os mesmos nomes dos títulos, subtítulos etc., acrescidos da letra “S” no início. Para tudo que se refere à estilos, ao criá-los, evite usar acentos e outros caracteres especiais nos nomes. Preferencialmente não use espaços entre as palavras. Ao criar os sumários salve-os como estilos de sumário para poder utilizá-los no futuro em documentos com estrutura semelhante. Caso esteja trabalhando com o recurso Book, crie o sumário no documento de referência de estilos que não necessariamente é o primeiro documento.


11 Conversão para o formato ePub 113

É altamente recomendável o uso de versões iguais ou superiores ao InDesign CS4. As versões CS5 e sobretudo a CS5.5 trouxeram alguns avanços bastante interessantes.

Um item que muitos se esquecem, é que cada eBook deveria possuir seu próprio código ISBN. Usamos o termo deveria, pois muitos distribuidores e lojas virtuais de livrarias não exigem por enquanto, mas especula-se que irão fazê-lo no futuro. Já os portais como a Amazon, Apple, Google Books, Smashwords, Lulu.com, entre outros exigem códigos ISBN distintos para as versões eBooks dos livros impressos.

Depois de seguir as recomendações deste livro, chegou a hora de converter o conteúdo no formato ePub.


Coleção eBooks – Arte-finalização e conversão para livros eletrônicos nos formatos ePub, Mobi e PDF

1 - Salve o documento de InDesign e vá até o comando Export for Digital Editions no menu File (InDesign CS4) ou ePub no menu File/Export for (InDesign CS5) ou Export no menu File (InDesign CS5.5) e escolha a opção EPUB no campo Format.

Caso tenha preferido trabalhar com múltiplos arquivos gerenciados por meio do recurso Book, selecione-os na paleta Book e use o comando Export Book to EPUB no menu da paleta.

Defina o nome e a localização do arquivo exportado e pressione o botão Save.

O nome a ser digitado neste campo independe do nome da publicação e pode ser qualquer um. Este sim deve ser corretamente definido no campo Document Title dos metadados do arquivo de InDesign (por meio do comando File Info no menu File) e será exibido nos aplicativos e eReaders.

As opções exclusivas do InDesign CS5 estão descritas na cor azul.

As opções exclusivas do InDesign CS5.5 estão descritas na cor vermelha.

As opções habilitadas ou escolhidas nos quadros de diálogo são sugestões do autor, baseadas em testes e em publicações técnicas com capturas de telas que apresentaram melhores resultados.

114

Opções General


14 Geração de eBooks no formato PDF 137

Caso prefira converter seus conteúdos para eBooks no formato PDF, basta seguir as instruções deste capítulo que é dividido em duas partes: a primeira a ser executada no InDesign e a segunda no Acrobat Pro (ou aplicativo similar).

InDesign Diagramação Partindo do pressuposto que seu layout já está pronto para gerar um PDF que seria enviado para a gráfica, para se gerar um eBook no formato PDF, não há necessidade de alterar a diagramação. Apenas se recomenda a verificação de itens de praxe: se os vínculos das imagens e ilustrações estejam atualizados e as fontes usadas no arquivo de InDesign estejam habilitadas.

Capa Importe a capa do livro para a primeira página do arquivo de InDesign.

Sumário Tem de ser feito eletronicamente, de acordo com as instruções do capítulo “Criação de sumários”.


Coleção eBooks – Arte-finalização e conversão para livros eletrônicos nos formatos ePub, Mobi e PDF

Geração do PDF 1 - Escolha o comando Export do menu File. Caso tenha preferido trabalhar com múltiplos arquivos gerenciados por meio do recurso Book, selecione-os na paleta Book use o comando Export to PDF no menu da paleta.

No quadro de diálogo que se abrirá, escolha a opção Adobe PDF no campo Salvar como tipo, escolha um diretório de sua preferência, digite o nome para seu arquivo PDF e pressione o botão Save.

138

As opções habilitadas ou escolhidas nos quadros de diálogo são sugestões do autor baseadas em testes e em publicações técnicas com capturas de telas que apresentaram melhores resultados.

2 - No campo Adobe PDF Preset, selecione o PDF Settings Smallest File Size. No campo Compatibility escolha a opção Acrobat 4 (PDF 1.3) para conteúdos que poderão ser lidos por quaisquer versões do Acrobat e Adobe Reader ou Acrobat 6 (PDF 1.5) ou superior caso o PDF possua camadas. No campo Pages selecione as páginas que devem ser incluídas no arquivo PDF.

Marque as opções Embed Page Thumbnails (para incluir as miniaturas das páginas), Create Tagged PDF (para indexar e tagear o conteúdo), View PDF after Exporting (para exibir o PDF depois de exportado), Bookmarks e Hyperlinks (para incluir as referências cruzadas e hyperlinks).


16 Aplicativos, utilitários, informações extras e checklist 149

A proposta deste capítulo é fornecer informações de download de aplicativos e locais para obtenção de informações extras sobre tecnologias e procedimentos.

Órgãos e associações de padronização de formatos de eBooks ■■

IDPF | www.idpf.org

■■

ISO | www.iso.org

Aplicativos, utilitários e plug-ins A maioria deles é multiplataforma ou está disponível para Windows e Mac OS.

Design e arte-finalização ■■

Adobe InDesign | www.adobe.com

Conversores de formatos variados para ePub e Mobi ■■

Calibre | http://calibre-ebook.com

■■

eCub | www.juliansmart.com/ecub

■■

EPUB Maker | www.epubmaker.net

■■

EPUB Creator | www.epubmaker.net

■■

EPUB Convertor | www.epubmaker.net

■■

PDF to EPUB Convertor | www.epubmaker.net

■■

eLML | www.elml.ch


Coleção eBooks – Arte-finalização e conversão para livros eletrônicos nos formatos ePub, Mobi e PDF ■■

KindleGen | http://tinyurl.com/3q4e64

■■

Kindle Plugin Adobe InDesign | http://tinyurl.com/3q4e64

■■

Kindle Previewer | http://tinyurl.com/3q4e64

Visualização de eBooks ■■

■■

Firefox EPUBReader addon | https://addons.mozilla.org/ en-US/firefox/addon/45281

■■

Ibis Reader | www.ibisreader.com

■■

BlueFire Reader | www.bluefirereader.com

■■

150

Adobe Digital Editions | www.adobe.com/products/digitaleditions

iFlow Reader | www.iflowreader.com (produto descontinuado, mas ainda facilmente encontrado)

■■

Stanza | www.lexcycle.com

■■

Mobipocket | www.mobipocket.com

■■

Bookworm | http://bookworm.oreilly.com

■■

Adobe Acrobat | www.adobe.com

■■

Foxit PDF Editor | www.foxitsoftware.com

■■

Foxit Phantom | www.foxitsoftware.com

■■

NitroPDF | www.nitropdf.com

■■

Adobe Reader | www.adobe.com

■■

Foxit Reader | www.foxitsoftware.com

■■

Calibre | http://calibre-ebook.com

■■

Sigil | http://code.google.com/p/sigil

■■

Epubcheck | http://code.google.com/p/epubcheck

Edição de PDFs

Visualização de PDFs

Edição de ePubs

Validação de ePubs ■■

■■

Epubcheck online | http://threepress.org/document/epub-validate Epubchecker | www.rainwater-soft.com/epubchecker

Descompliadores e recompiladores de ePubs ■■

Winzip | www.winzip.com

■■

Winrar | www.rarlab.com

■■

Springy (Mac OS) | www.springyarchiver.com


Coleção eBooks – Arte-finalização e conversão para livros eletrônicos nos formatos ePub, Mobi e PDF