Issuu on Google+

• G R Á T I S • G R Á T I S • G R Á T I S • w w w. B r a z i l i a n Vo i c e . c o m • G R Á T I S • G R Á T I S • G R Á T I S •

• Ano 20 • nº 1071 • 06 a 08 de Maio de 2009 • IMIGRAÇÃO

Newark-NJ

GED terá versão em espanhol Para conquistar o diploma do nível secundário no novo centro de testes GED em New Jersey, os candidatos devem demonstrar conhecimentos em matemática, estudos sociais e ciência. Eles também precisam de uma habilidade única do centro. Eles devem falar espanhol. O primeiro teste no Estado Jardim será aplicado mês que vem. 21

NJ & NY

Governo inicia construção de dois túneis No final de maio, o maior projeto de construção do país há gerações, um túnel que ligará os estados de New Jersey e New York, será oficialmente dado início. As obras começarão timidamente em North Bergen, onde tratores começarão a remover a terra sob a Rota 1&9. 22

Limitado uso da lei de “roubo de identidade” Lei refere-se a trabalhadores ilegais que utilizam números falsos do Seguro Social para conseguir emprego

N

a última segunda-feira (4), a Corte Suprema em Washington – DC rejeitou a lei predileta utilizada pelos promotores públicos nos casos envolvendo imigração. A Corte determinou por unanimidade que uma lei referente a roubo de identidade não seja utilizada contra inúmeros trabalhadores ilegais que utilizam números falsos do Seguro Social para conseguir emprego. A questão no caso foi se os trabalhadores que utilizam números falsos para cometer outros tipos de crime sabem que eles pertencem à outras pessoas estejam sujeitos à extensão de 2 anos na sentença por “roubo de identidade com agravante”. A resposta, disse a Corte, é sim. Considere, disse o Juiz Samuel A. Alito Jr. (foto), que um réu invente um número do Seguro Social. “Caso esse número pertença à uma pessoa de verdade”, escreveu Alito. “Serão acrescentados dois anos à sentença do réu. Entretanto, caso o réu tenha sorte e esse número não pertença a ninguém, a lei não está sendo violada”. 30

Comunidade

Newark-NJ

Comunidade

Imigrantes avaliam Projeto PEC 5/2005

Missionários brasileiros ajudam sem-tetos e carentes

Indenizações nos EUA melhoram vidas no Brasil

Buscando levar alimentos, esperança e libertação física e espiritual a sem-tetos, viciados em drogas, ladrões, prostitutas e carentes, os missionários brasileiros Robinho de Jesus e Dayse Salema atuam no Ministério Fé & Esperança com Cristo na Liderança, apoiado pela Charity Baptist Church, liderado pelo pastor e capelão Leslie Jones. 24

Nem de longe a confortável casa de três andares, que está em fase final de acabamento, lembra o barracão dos tempos difíceis em que a dona de casa Vera Lúcia Silva, de 37 anos, vivia com os dois filhos na época em que o então marido, o pedreiro Célio Goulard da Silva, de 35 anos, morreu em um acidente automobilístico no estado da Flórida, nos EUA. 28

26

Brasil

Serra dá Ordem do Ipiranga a Jimmy Carter 5 Deputado do castelo tenta anular caso no STF 10 Esportes

Ronaldo é craque do Campeonato Paulista 58 Leão é demitido e Roth assume Atlético-MG 60 Social

52 54

Classificados

62 63

Criminalidade aumentou 5% em New Jersey em 2008 O índice de criminalidade aumento 5% durante os 6 primeiros meses do ano passado, mesmo com a queda dos crimes violentos, anunciaram as autoridades na última segunda-feira (4). “Este é o segundo ano seguido que a taxa de crimes violentos caíram na primeira metade do ano”, anunciou a promotora pública geral Anne Milgram. “Entretanto, é claro que o aumento da criminalidade em geral indica que as autoridades devem continuar vigilantes na proteção das vizinhanças no estado”. O relatório estadual sobre estatísticas relacionadas a crimes no primeiro semestre de 2008 demonstra que estupros foram os incidentes que mais aumentaram, pulando 15% para 586 casos registrados. O número de assassinatos aumentou 9.2% para 201, grande parte devido à violência no Condado de Camden. 36


2

06 a 08 de Maio de 2009

www.BrazilianVoice.com

Edição 1071–


EDITOR

– Edição 1071

06 a 08 de Maio de 2009

3

EXPEDIENTE

Uma subsidiária de Edição Brasileira Inc. PO Box 5686, Newark, NJ 07105 Tel: (973) 491- 6200 • Fax: (973) 491- 6287 HOME PAGE: www.brazilianvoice.com e-mail: info@brazilianvoice.com 412 Chestnut St. - Newark, NJ 07105 EDITOR: Roberto Lima CHEFE DE REDAÇÃO: Léo Ferreira PUBLICIDADE: Fabianne A. Lima DESIGN GRÁFICO: Joel Pinheiro Rodrigo Barbosa LONG BRANCH, NJ: Bia da Cruz: (732) 693-2222 NEWARK, NJ: Matriz: (973) 491-6200 REPRESENTANTE NO BRASIL: Tavares Dias: +55 (27) 225-9271 COLABORADORES: • Gutemberg Guarabyra • Renan Antunes • Mário Vale • Paulo Camargos • Lair Ribeiro • Paulo Calado • Kledir Ramil • Tavares Dias • Leila Luna • Paulo Cangussu • Carlos Herculano Lopes • Iv Crystal • Aquiles Reis • Martin Liu • Roberto Santos • Vítor Nascimento • Celim • Tadeu Martins

© BRAZILIAN VOICE é publicado semanalmente. As opiniões expressas em artigos assinados são da responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião deste jornal. O BV não se responsabiliza pelos serviços propagados pelos seus anunciantes.

Essas mães interioranas

E

u quis escrever um poema homenageando minha mãe. E não só a minha. A intenção era homenagear todas as mães. Mas o poema acabou não saindo, como não tem saído nenhum outro verso da fábrica inativa, que tem sido esse baleado coração. Dona Marocas, dona Ercília, dona Dózinha, dona Filhinha, dona Lola, dona Esmeralda, dona Niquinha e dona Rute, a minha, eram, todas, maravilhosas. Lembro-me claramente daquelas senhoras em meus primeiros anos em São Raimundo. Dona Cilinha cantava no coro da igreja. Dona Marocas - mãe das moças mais bonitas - era sábia, dava conselhos, e não carregava nenhuma tristeza no olhar. Dona Ercília ajudava os pobres. Dona Dózinha estava sempre de mau humor. Seu marido virou garimpeiro e foi viver no Pará. Dona Lola freqüentava uma igreja crente. Dona Niquinha cuidava do jardim. Dona Vilma plantava hortaliças. Dona Esmeralda chorava às escondidas. Dona Filhinha mentia. Dona Socorro fazia biscoitos. Dona Ireni aprendeu a cortar cabelo.

Dona Isaura estudava à noite. De dia vendia laranjas no ponto final do ônibus. Dona Maria era a melhor amiga de dona Conceição. Que era esposa de Expedito, que era maquinista de trem. Dona Laura, de tão elegante, parecia mulher da capital. Quando andava pelas ruas deixava um cheiro de alfazema no ar. Estava sempre assim, refrescada, pronta para o calor do inferno nas tardes de Governador Valadares. Dona Ana era calada. Dona Angélica alfabetizava meninos. Dona Joana criava cabritos. Seu único filho morreu atropelado por um caminhão scânia vabis. Dona Rita organizava a novena. Dona Juraci cresceu senhora de terras, teve gado, era filha de doutor. Envelheceu pobre e feliz, concubinada com um vaqueiro, ex-empregado de seu pai. Dona Jandira teve filho prefeito, outro vagabundo e um outro meio artista. Dona Lourdes era viúva. Não teve a mesma sorte de dona Adelaide, que se casou pela segunda vez. Dona Cássia foi abandonada pelo esposo.

Ela, que na juventude quis ser cantora e atriz, teve um filho que fugiu de casa e uma filha meretriz. Mudou-se para São Paulo e dela ninguém nunca mais ouviu. Dona Selma lavava roupas para fora. Assim como dona Auxiliadora e dona Idalina. Dona Norma conversava com o vento, aprisionava passarinhos e fazia tricô na varanda da casa até escurecer. Dona Teresa dançava catira. Dona Ivonete sabia bordar. Suas filhas eram costureiras. Seu marido, alfaiate. Dona Rute lidava com um garoto meio louco, que queria sobreviver das palavras que bebia do Rio. Maravilhosas, aquelas mulheres. Lindas, marcantes, cada uma do seu jeito. Como esquecê-las? Com o avançar da idade elas acabaram virando outra coisa. Se na infância eram nossas heroínas, com o passar dos anos viraram santas. E, como tal, merecem que todo filho lhe construa um altar enfeitado com as flores do amor eterno e recheado de oferendas da mais profunda gratidão. Santificadas, sejam, as nossas mães. Santifiquemos. Santificai!


4

06 a 08 de Maio de 2009

www.BrazilianVoice.com

Edição 1071–


Brasil

– Edição 1071

06 a 08 de Maio de 2009

5

Serra concede Ordem Kassab defende uso do Ipiranga a Jimmy restrito de passagens Carter a deputados Excessos e irregularidades no uso de passagens aéreas por parlamentares prejudicaram a imagem da Câmara

A Ordem do Ipiranga é a mais elevada honraria do Estado

O

governador de São Paulo, José Serra (PSDB), concedeu no último domingo a Ordem do Ipiranga, no grau Grã-Cruz, ao expresidente dos Estados Unidos Jimmy Carter. A Ordem do Ipiranga é a mais elevada honraria do Estado, reservada aos cidadãos nacionais e estrangeiros como reconhecimento de gratidão dos paulistas em virtude dos serviços de excepcional relevância prestados. O último estrangeiro condecorado pelo governador com a Ordem do Ipiranga foi o teólogo Heinz Dressel, líder do movimento contra regimes totalitários no Cone Sul nas décadas de 70 e 80. O ex-presidente americano veio ao Brasil para uma reunião com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ele quer do governo um compromisso com o direito de acesso a informações públicas. Um dos principais defensores da causa no mundo nos últimos anos, Carter tem se encontrado com chefes de Estado de vários países para cobrar uma postura das nações em relação à transparência dos dados públicos. Na última semana, ele esteve com os presidentes do Peru, do Equador e da Bolívia.

O

Jimmy Carter recebeu a gratidão dos paulistas em virtude dos serviços de excepcional relevância prestados

O ex-presidente americano, que preside o Carter Center - organização sem fins lucrativos fundada em 1982 - , reuniu no Peru 115 pessoas de 18 países na semana passada para discutir a promoção do direito de acesso à informação nas Américas. A conferência, que terminou quinta, apontou a fragilidade desse direito em grande parte da região. Muitos países ainda não têm lei específica.

prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), defendeu que o uso de passagens aéreas por deputados federais seja restrito ao trabalho do parlamentar e que casos excepcionais tenham o aval da Mesa Diretora da Câmara. "No fundo é uma questão de mais transparência e mais organização, com a divulgação pela internet, que no dia de hoje nos permite ter mais transparência", afirmou o prefeito. Kassab evitou polemizar sobre as declarações feitas ontem pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que afirmou, no Rio de Janeiro, ser favorável ao uso de passagem aérea em alguns casos, citando como exemplo a época em que era deputado, quando transferiu passagens para levar ex-dirigentes da Central Única dos Trabalhadores (CUT) para Brasília. O prefeito avaliou que excessos e irregularidades no uso de passagens aéreas por parlamentares prejudicaram a imagem da Câmara e negou que tenha utilizado de passagens para outros fins quando foi deputado, durante dois mandatos. Kassab comentou ainda sobre o processo de sucessão federal e estadual em 2010. Quanto à sucessão de Lula, o prefeito reafir-

Kassab (foto) reafirmou sua preferência por Serra como candidato a presidente

mou que a posição do seu partido, o Democratas, é pela manutenção do apoio ao PSDB e que, se os tucanos tiverem uma chapa composta pelos governadores José Serra, de São Paulo, e Aécio Neves, de Minas Gerais, o apoio será mantido. "Se for necessário para a manutenção da aliança e para o fortalecimento dela que o Democratas abra mão da vice-presidência, nós abriremos", afirmou Kassab, que reafirmou sua preferência por Serra como candidato a presidente.


6

06 a 08 de Maio de 2009

Brasil

Edição 1071–

Proibida pela Justiça, Marcha da Maconha reúne 50 em SP Baianês

O

Brasil é pródigo em dialetos bacanas. Certa vez uma baiana falou que queria me “dar um cheiro” e eu levei um tempo pra entender o significado daquilo. Aos poucos, como viajo o tempo todo, fui me acostumando com os linguajares típicos de cada lugar e hoje em dia já me comunico sem problemas, do Oiapoque ao Chuí. A diferença é que, com o avançado da idade e com o fato de eu ser um homem casado, as morenas pararam de dizer que querem me dar um cheiro. Semana passada estive em Salvador para 3 shows em teatro e, apesar da chuva, renovei minha paixão por essa terra extraordinária. Não estou falando só das morenas. O baiano é um povo carinhoso, alegre, musical e... muito lento. E como eu também sou devagar, não gosto de nada muito acelerado, me identifico com o ambiente. Tô no meu elemento. Dessa vez, minha grande descoberta foi que na Bahia existe um outro alfabeto. Isso mesmo. Liguei pra recepção do hotel pra pegar a senha do wireless e a moça falou: - Agá, guê, nove, ji, oito, lê, mê. Tomei um susto e pedi para ela repetir. Ela repetiu exatamente a mesma coisa.

“Vamos combinar o seguinte”, falei. “Você anota num papel e pede pro rapaz trazer aqui no quarto”. Lendo a anotação, decifrei o enigma. O que ela chamava de “guê” é o nosso G, o “ji” é o J, o “lê” é o L e “mê” é o nome da letra M. Fui procurar ajuda com meus amigos soteropolitanos e aprendi o abecedário baiano. Anota aí, é uma informação preciosa que não aparece nos guias de turismo: A B C D E “fê” “guê” H I “ji” “lê” “mê” “nê” O P Q “rê” “si” T U V “xê” Z. Certas letras não existem com os nomes que a gente conhece: efe, gê, jota, ele, eme, ene, erre, esse, xis. É muito estranho. Kleiton e eu temos uma música chamada Maria Fumaça que termina cantando RFFSA, a sigla da antiga Rede Ferroviária Federal. Pensei em cantar “rê” “fê” “fê” “si”... mas os produtores acharam que eu não precisava ser tão detalhista. Ah sim, você deve estar se perguntando que história é essa de soteropolitano. É o gentílico de Salvador. Ou seja, quem nasce em Salvador, Bahia, não se chama salvadorense, como seria o natural. Soterópolis é a tradução do nome da cidade para o grego: "cidade do Salvador". Coisa de baiano. Ó pai ó.

C

erca de 50 simpatizantes do Coletivo da Marcha da Maconha de São Paulo se reuniram na tarde do último domingo próximo à marquise do parque do Ibirapuera para informar aos adeptos da causa que a manifestação estava proibida pela Justiça do Estado. Duas equipes da Guarda Civil Metropolitana e da Polícia Militar acompanharam o grupo à distância. Marco Magri, 23 anos, membro do coletivo, foi informado pela PM de que não poderiam ser levantadas faixas que contivessem a palavra maconha. Também foi proibida a manifestação com o uso de megafone. "Nós já sabíamos da proibição e vamos recorrer à Justiça. Nossa intenção é fazer um novo ato no próximo dia 30, mas, para isso, vamos depender da Justiça", afirmou. Simpatizantes da causa levaram alguns cartazes que ficaram expostos sobre o gramado do parque, com as palavras "democracia" e "liberdade". Outro cartaz trazia a expressão "Marcha da 'censurada'". A subprefeita da Lapa e ex-vereadora Soninha Francine (PS) compareceu ao Ibirapuera e afirmou que a explicação para a proibição só pode ser o tabu da sociedade em relação ao tema. "O aborto já se discute em

Policial conversa com jovem sobre a proibição da Marcha da Maconha

marcha pública. Tivemos um plebiscito em relação ao comércio de armas. A pena de morte, que é cláusula pétrea da Constituição, é discutida abertamente, assim como a união civil de homossexuais", disse. "O que queremos é a revisão do código penal e dizem que isso é uma ameaça á ordem pública." Ela disse que compareceu ao evento para "dar uma força" aos organizadores, mesmo sabendo que a passeata estava proibida. "Apoio convictamente a descriminalização do uso da maconha. O que eu acho intrigante é que a proibição a uma causa como essa cause pouco espanto à sociedade."


– Edição 1071

Brasil

06 a 08 de Maio de 2009

7


8

Brasil

06 a 08 de Maio de 2009

Edição 1071–

Campeões de voos na Câmara não devem ser punidos A poesia de Cacaso na voz de Rosa Emília

Á

lbum de Retratos (Lua Music), CD lançado por Rosa Emília para reverenciar a obra do poeta Antonio Carlos de Brito, o saudoso Cacaso (1944-1987), é como o diário de uma geração que sentiu na pele o medo da morte. Morte vinda do arbítrio que a muitos impôs prisões, torturas e desaparecimentos. Assassinatos chorados sem que os corpos pudessem ser resgatados, mesmo que mutilados, para as necessárias e devidas despedidas. Restaram dor e saudade imensas. Diário no qual anotamos nossas vivências e que só ao relê-lo percebemos como fomos muito mais felizes do que as dores do dia-a-dia nos permitiram ver. Ao abri-lo, tempos depois, com suas páginas já encardidas pelo tempo que passa e ali deixa suas marcas cravadas como cicatrizes a esconder fundas feridas, entristece-nos a dúvida de que poderiam ter sido mais leves as escolhas da trilha a seguir em cada encruzilhada surgida à frente. Letrista, poeta e escritor, Cacaso dedicouse, em plena ditadura, a criar belezas enquanto imperavam a brutalidade e a truculência. Muitos intérpretes lhe deram voz: Elis Regina, Milton Nascimento, Maria Bethânia, Simone e Fafá de Belém, dentre outros. Era um tempo mimeografado em vermelho e impresso em papel de chumbo; o diário de uma dor que vem aos olhos que choram à visão do retrato antigo preso à parede ou posto na velha moldura sobre a mesa de canto. Baiana radicada na Itália, a soteropolitana Rosa Emília agrupou neste seu sexto disco alguns dos parceiros que ajudaram Cacaso a criar uma obra poética substancial, da qual a música brasileira se vale para ser ainda mais plural. Álbum em que estão Cacaso e alguns de seus “cúmplices”: Novelli, em “Triste Baía de Guanabara”; Olívia Byington, em “Clarão”; Sueli Costa, em “Álbum de Retratos”, “Eu Te Amo”, “Agradecer” e “Dona Doni-

nha”; Filó Machado, em “Perfume de Cebola”; Nando Carneiro, em “Cavalo Marinho”; Nelson Ângelo, em “Dito e Feito” e “Deixa o Barraco Rolar”; Sérgio Santos, em “Fazendeiro do Mar”; Joyce, em “Beira Rio”; e Zé Renato, em “Lua de Vintém”. (Não há, porém, nenhuma das parcerias de Cacaso com Mauricio Tapajós nem com Edu Lobo. Um desperdício). Mas, para compensar, cada faixa traz o impulso amoroso dos que emprestaram música aos versos de Cacaso. E assim, com voz calorosa e plena de emoção, que lhe permite demonstrar rara personalidade musical, Rosa ajuntou fragmentos da vida que o poeta e ativista literário transformou em lírica magia libertária. Com acompanhamentos marcados pela sutil e clara economia de sons instrumentais, embora de muito gosto, bela maneira de privilegiar as palavras e assim melhor render tributo ao homenageado, Álbum de Retratos é obra de referência que o amor de Rosa Emília por Cacaso oferece a quem desejar conhecer melhor o que este grande poeta pensou e deu à vida: “Lá vou eu/ Outra vez me enganar/ Como quem principia/ Tentando não lembrar antigos fatos/ Fecho o álbum de retratos/ E vou te procurar...”

A tendência, nos bastidores, é anistiar a todos

P

aralisada nos últimos 20 dias por causa do escândalo das passagens aéreas, a Câmara dos Deputados tenta retomar esta semana a agenda de votações sem vontade para resolver um fantasma que a assombra: a Casa deve punir os parlamentares pelo uso indiscriminado da sua cota aérea? A tendência, nos bastidores, é anistiar a todos, mesmo aqueles que levaram atores, amigos e times de futebol para passear às custas do dinheiro do contribuinte. A cúpula da Câmara tem se escorado no argumento de que, antes, as regras sobre o uso das passagens eram confusas para não levar adiante investigações contra os pares. Outra razão levantada para anistiar é que o escândalo abateu praticamente a todos em voo. Na lista aérea, apareceram o presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), o corregedor da Casa, ACM Neto (DEM-BA), o deputado Fernando Gabeira (PV-RJ), e lideranças de todos os partidos. "Não se pode questionar o que ocorreu no passado. Se foi correto ou não foi correto este é um questionamento que não é jurídico ao meu modo de ver", declarou Michel Temer em plenário, abrindo a senha da anistia duas semanas atrás. "O presidente já deixou bem claro que quem utilizou passagens para familiares e assessores não será investigado", afirmou o vice-líder do Democratas e ex-líder da

O deputado potiguar Fábio Faria utilizou sua cota aérea para beneficiar a ex-namorada Adriane Galisteu

minoria na Câmara, José Carlos Aleluia (BA). Apesar da avalanche de denúncias nas últimas três semanas, a Mesa Diretora da Câmara formalmente só analisa uma eventual punição do deputado Fábio Faria (PMNRN), que utilizou sua cota aérea para beneficiar a ex-namorada Adriane Galisteu, atores e amigos para participarem de um carnaval fora de época. Faria devolveu aos cofres públicos os bilhetes emitidos e apresentou explicações a Temer e a ACM Neto. O deputado potiguar isentou-se de responsabilidade, dizendo-lhes que não cuidava das passagens do seu gabinete.


Brasil

– Edição 1071

Dilma muda tradição de esconder doenças de políticos

O

anúncio de que a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, terá de lutar contra um câncer e a forma como a doença tem sido tratada puseram em evidência as mudanças de comportamento público diante de uma enfermidade. Enquanto o linfoma da ministra foi exposto por integrantes da base aliada – incluindo a própria petista – e pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva em eventos ao longo da semana passada, a história do Brasil e mundial está repleta de casos em que as condições de saúde de políticos foram escondidas. Foi assim com o ex-presidente francês François Mitterrand, que omitiu ao público o câncer de próstata durante 14 anos. A doença de Mitterrand foi diagnosticada no início do primeiro mandato, em 1981. O caso só foi informado aos franceses pouco depois de deixar a presidência, em 1995. No Brasil, no fim da década de 1970, o então ministro da Fazenda, Petrônio Portela, escondeu ter sofrido um infarto. Em 15 de março de 1985, o então presidente eleito pelo colégio eleitoral, Tancredo Neves, sentiu os primeiros sintomas de uma doença que o levaria à morte, depois de seis cirurgias. As dores abdominais que ele sentia não era apendicite, como se imaginava inicialmente. Tancredo tinha uma diverticulite, que se agravou ao longo do tempo. O governo ainda tentou disfarçar o drama. Cindo dias depois, em 20 de abril, o especialista americano Warren Mayrion Zapol, que havia sido chamado ao Brasil, afirmara que nada mais poderia ser feito.

06 a 08 de Maio de 2009

9

Para José Augusto Albuquerque, da Universidade de São Paulo, o fato de a doença ter sido abordada no ambiente político-eleitoral desde que foi anunciada, já demonstra mudanças nos conceitos que tratam sobre o impacto do câncer na vida pública de uma pessoa. “A apresentação da notícia foi voltada para a questão eleitoral. A ministra não estava acompanhada (durante a coletiva em que anunciou a doença) do ministro da Saúde, mas do ministro da secretaria de Comunicação Social, Franklin Martins, afirma o cientista político.

Oposição

Dilma Rousseff, terá de lutar contra um câncer durante sua caminhada rumo à presidência

A mudança no caso de Dilma – e também no do vice-presidente José Alencar – não é, segundo especialistas, resultado apenas da melhoria e dos avanços da medicina. Mas também se deve ao aumento da transparência e da fiscalização da vida dos políticos. “É muito difícil hoje o político esconder o que está vivenciando. A própria mídia está acompanhando sempre. A vida pública tem de ser transparente”, avalia a cientista política Vera Lúcia Chaia, coordenadora do Núcleo de Estudos de Mídia e Política da PUC de São Paulo.

François Mitterrand, que omitiu ao público o câncer de próstata durante 14 anos

De acordo com a professora, foram mudados também os conceitos em relação aos danos à imagem que o anúncio de uma doença pode trazer. “No caso da ministra, por exemplo, pela primeira vez ela mostrou um lado muito pessoal. Todos os problemas dela foram referentes à pasta que ela ocupa, os problemas do governo ou a um passado político que ela respondeu muito duramente. Mas nada do ponto de vista físico, pessoal, que debilita mais a pessoa. Esse lado encontra apoio por parte da população”, avalia Vera Lúcia.

O histórico das relações entre o câncer e a política tem instaurado no Congresso um clima de especulações e preocupação. De um lado, os aliados do Planalto, que querem Dilma candidata à sucessão do presidente Lula, acreditam que no melhor dos cenários a ministra irá se recuperar bem da doença e sairá fortalecida pela imagem de uma mulher guerreira. Essa tem sido a hipótese que mais preocupa o outro lado da história. Adversários da ministra enfrentam conflitos éticos – confessados apenas aos mais íntimos – entre tratar o assunto lembrando que alguns políticos não conseguiram superar a doença, ou simplesmente ignorar a comoção social e o apelo que a superação de uma doença pode causar. A posição adotada pelos opositores da candidatura de Dilma é delicada. Segundo o analista político da Tendências Consultoria, João Pedro Ribeiro, há uma linha bastante tênue em mostrar respeito e preocupação com a condição de saúde de uma pessoa e expor de uma maneira positiva a adversária. “Do ponto de vista da mídia, a situação da oposição é a mais complicada. O mais inteligente seria mudar o foco”, opina.


10

Brasil

06 a 08 de Maio de 2009

Edição 1071–

Deputado do castelo tenta extinguir processo no STF A roda da abundância - Parte I

P

ara aprender a lidar com a matéria é preciso saber colocar a roda da abundância em movimento. A sua habilidade de gerar riqueza é proporcional à velocidade com que a roda da abundância gira na sua vida, e dois fatores determinam essa velocidade: o acelerador e o freio de mão.

Primeiro, sintonize-se! O Universo é próspero e potencialmente abundante. Em cada dimensão do Universo, essa prosperidade e abundância manifestam-se de determinada forma. A Terra é a expressão máxima da materialidade do Universo. Aqui, prosperidade e abundância costumam ser manifestadas na forma de bens materiais. Antes, porém, ambas precisam existir na forma mais sutil, que nós conhecemos como “estado de espírito”. É pelo estado de espírito que nos sintonizamos com o Universo. E quando estamos sintonizados, nos tornamos co-criadores da nossa realidade e manifestamos riquezas materiais.

Os tipos de pessoas em relação à roda da abundância A roda da abundância tem dois lados: o doar e o receber. Relativamente a esses lados, existem quatro tipos de pessoas: • SOBERBAS – Têm problemas em receber. São capazes de prestar favores a outros, mas não gostam de receber favores de ninguém. • EGOÍSTAS – Sabem receber, mas não querem doar. Só querem o vem-a-nós... • ESTÉREIS – Não querem dar nem receber. São os eremitas financeiros. • PRÓSPERAS – Tanto doam quanto recebem. São capazes de gerar prosperidade para si e para aqueles com quem se relacionam. Infelizmente, são poucas as pessoas desse tipo.

Os quatro verbos a ser conjugados Cada quadrante da roda da abundância corresponde a uma atitude: declarar, solicitar, arriscar e agradecer. A prática contínua

dessas formas de ação gera um padrão de energia que nos sintoniza com a abundância universal e permite que ela flua até nós.

Declarar Só declara alguma coisa quem tem autoridade para isso. Quando uma declaração é feita por quem tem autoridade, ela define uma realidade. Você não pode declarar que sua amiga e o namorado dela estão casados perante a lei, a menos que seja juiz. Mas se um juiz os declara marido e mulher e, no instante seguinte, um deles muda de idéia, só mesmo o divórcio para reverter a situação, pois a declaração do juiz mudou a realidade jurídica do casal. Use a autoridade que você tem sobre a sua vida para criar a sua realidade. O Universo reconhece e respeita o livre-arbítrio humano, que reflete a autoridade de cada um para decidir sobre a própria vida.

Afirmações Quando passa a ter certeza da sua autoridade sobre si mesmo, você aprende a declarar, e quando aprende isso, descobre o segredo das afirmações: usar a própria autoridade sobre si mesmo para se auto-influenciar.

Afirmações poderosas: Eu sou a força criadora da minha vida. Eu sou responsável por criar a minha própria riqueza. Eu sou o resultado dos meus pensamentos. Pensamentos de qualidade produzem resultados de qualidade. Eu sou competente para fazer a roda da abundância girar mais rapidamente na minha vida. Eu sou um ser abundante e próspero que vive em um universo potencialmente abundante e próspero. A falta de dinheiro, caso exista, é questão temporária. Eu sou os meus pensamentos em ação. O dinheiro que tenho no banco ou aplicado em outros investimentos é proporcional à qualidade dos meus pensamentos. www.lairribeiro.com.br e-mail: lrsintonia@terra.com.br Tel. 0-55-11-3889.0038

O deputado ainda responde a um processo de quebra de decoro parlamentar

O

advogado do deputado federal Edmar Moreira (DEM-MG) protocolou na segunda-feira um novo habeas corpus com o objetivo de extinguir o inquérito que tramita contra o parlamentar no Supremo Tribunal Federal (STF) pela suposta prática de sonegação fiscal. O processo será colocado em pauta na próxima quinta-feira. No início deste ano, Moreira chegou a ocupar o cargo de corregedor da Câmara. Dias depois, o parlamentar renunciou ao cargo por causa da acusação de que havia omitido de sua declaração de Imposto de Renda que era dono de um castelo avaliado entre R$ 20 e R$ 25 milhões, no interior de Minas Gerais. Desde o início das investigações, ele diz que o castelo está no nome de seus filhos. De acordo com as investigações, o parlamentar teria deixado de recolher as contribuições previdenciárias dos empregados de sua empresa, entre 1997 e 1998. O advogado afirmou que em abril de 2000, a empresa reconheceu a dívida - que totalizava mais de R$ 384 milhões - e aderiu ao Programa de Recuperação Fiscal. Mas, mesmo depois do parcelamento do débito fiscal, em agosto do mesmo ano a empresa foi inscrita na dívida ativa, o que levou à instauração da represen-

Edmar Moreira chegou a ocupar o cargo de corregedor da Câmara

tação penal contra Moreira. O deputado ainda responde a um processo de quebra de decoro parlamentar no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados por suposto uso irregular das verbas indenizatórias.


– Edição 1071

Brasil

06 a 08 de Maio de 2009

11

Ex-ministro Thomaz Bastos ajuda governo a sair das piores enrascadas O advogado criminalista não abandonou a rotina na capital da República

seu sucessor, Tarso Genro. Terminado o encontro, foi jantar no Piantella, conhecido restaurante frequentado por políticos, com o advogado-geral da União, José Antônio Dias Toffoli. Detalhe: Toffoli é hoje o nome mais cotado para assumir uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF) ainda este ano, mas enfrenta resistências.

D

ois anos e um mês se passaram desde sua saída da Esplanada, mas até hoje ele bate ponto em Brasília quase toda semana. Ministro da Justiça de janeiro de 2003 a março de 2007, o advogado criminalista Márcio Thomaz Bastos não abandonou a rotina na capital da República: foi e ainda é o homem que ajuda a livrar o governo das piores enrascadas. Discreto, ele também atua nos bastidores da cena política, auxilia o presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas articulações com o PSDB e o DEM, conversa com ministros, juízes e presidentes de tribunais e joga água na fervura das crises que atormentam o Palácio do Planalto. Há oito dias, Thomaz Bastos acompanhou a chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, à entrevista no Hospital Sírio-Libanês, quando ela anunciou que estava em tratamento para combater um câncer no sistema linfático. Saiu de lá e foi almoçar com a amiga e o ministro da Comunicação Social, Franklin Martins, no restaurante italiano Magari, da rua Amauri, no Itaim Bibi. No cardápio, os planos do governo para Dilma, pré-candidata do PT à Presidência, em 2010. Quarenta e oito horas depois, Thomaz Bastos já estava de volta a Brasília, onde participou, à noite, do fórum nacional dos juízes federais criminais. Saudado pelos colegas, sentou-se à mesa de autoridades junto com

Cura

Márcio Thomaz Bastos foi ministro da Justiça de janeiro de 2003 a março de 2007

Aos 73 anos, 51 de carreira e participação em 700 julgamentos no Tribunal do Júri, o homem que até hoje sente “uma bola no estômago” quando faz sustentação oral decidiu alinhavar planos de longo prazo depois de descobrir um câncer, 40 dias após deixar o governo. Removeu metade do pulmão esquerdo, fez 16 sessões de quimioterapia e, de quebra, corrigiu o astigmatismo que o perseguia desde os 15 anos. Curado do tumor, Thomaz Bastos recebeu alta dos médicos e resolveu fazer o que gosta. Ganhou do ministro do Supremo Carlos Ayres Britto dois livros de meditação escritos por um mestre indiano e pratica religiosamente, durante 20 minutos por dia, a arte de ficar zen. Fã de romances, ele também está lendo Leite Derramado, de Chico Buarque, e The Man to See, biografia de Edward Bennett Williams. Advogado norteamericano, Williams cultivava um lema que chamou a atenção do criminalista: “Eu defendo os meus clientes da culpa legal. Julgamentos morais eu deixo para a majestosa vingança de Deus”.


12

06 a 08 de Maio de 2009

Brasil

Edição 1071–

Claudia Leitte passa mal em show no Rio Minutos depois, ela estava de volta ao palco, cantando e dançando

O

público que foi ao Clube Luso Brasileiro, em Campo Grande, na noite deste domingo tomou um susto. A cantora Claudia Leitte precisou interromper seu show no Rio de Janeiro e desceu do placo para fazer inalação. Minutos depois, ela estava de volta ao palco, cantando e dançando com um decotado vestido prateado. O ocorrido, que deixou alguns fãs preocupados, causou certa comoção na internet em fóruns e comunidades de sites de relacionamento. Em seu blog, Claudia tratou de minimizar. "Minha mãe, coitada, quase teve um troço em casa. Meu irmão ligou pra ela pra saber o que havia acontecido comigo durante minha apresentação essa noite. Uma tremenda confusão", diz o post da cantora. A pausa, segundo a própria cantora, foi motivada para extrair leite para seu filho Davi e fazer uma rápida inalação em função da poeira no local. "Coincidentemente, assim que acabei de cantar, saí bem rápido de cena porque preci-

Claudia fez inalação com a ajuda de uma pessoa da sua equipe

sava extrair o leitinho de Davi. Os seios ficam doloridos e é chato, mas não é nada demais. Eu sempre uso nebulizador com soro, principalmente se tem poeira demais, como aconteceu", explica. Durante a apresentação, Claudia mostrou que já recuperou a forma após o nascimento de seu filho, Davi, há três meses.

Sérgio Viotti continua em coma em hospital de São paulo Ator não teve morte cerebral e os aparelhos continuam ligados

O

ator Sérgio Viotti continua internado em coma no hospital Samaritano em São Paulo. Segundo a assessoria do hospital o quadro do ator é grave, mas estável. Diferentemente do que foi publicado por alguns jornais, Sérgio não teve morte cerebral e os aparelhos continuam ligados. O ator foi internado há cerca de 15 dias depois de sofrer uma parada cardíaca durante a festa de casamento do filho da escritora Maria Adelaide Amaral. Sérgio Luiz Viotti, que nasceu em São Paulo, em 14 de março de 1927, trabalhou como ator, diretor, adaptador e tradutor de obras literárias e crítico de arte. Em 1949, estreou como ator na peça L'Apollom Du Marsac, de Giraudoux, dirigida por Simone Cox, mas só em 1961 encena seu primeiro espetáculo como profissional, O Contato, de Jack Gelber. Já como diretor estreou na peça Viagem a Três, de Jean de Lètraz, em 1959. Além disso, Sérgio lançou em 1995 A Cerimônia da Inocência e, em 2001, a biografia da atriz Dulcina de Morais, Dulcina - Primei-

Sérgio Viotti está internado em coma no Hospital Samaritano em SP

ros tempos e a Fuga do Escorpião. Como romancista, fez E Depois, no Exílio (Edições Bloch), lançado em 68, que lhe valeu o Prêmio Walmap, concorrendo com outros 143 escritores. Na televisão seu primeiro personagem foi em 1980, na novela Dulcinéia vai à Guerra, na Rede Bandeirantes. Como ator atuou em 17 novelas, 5 minisséries e 4 filmes.


www.BrazilianVoice.com

– Edição 1071

06 a 08 de Maio de 2009

TODA VEZ QUE UM GOL É FEITO, ESTÁ NA DIRECTV!

Com o nosso Programador de DVR† você nunca perde um gol! BrazilianDirect™ IV: ÓPTIMO MÁS™:

+

Assista às partidas classificatórias da Copa Sul-Americana com o Pay Per View da DIRECTV:

TM

BRASIL vs URUGUAI TeleCent ro ††

BRASIL vs PARAGUAI BRASIL vs ARGENTINA

Clientes BrazilianDirectv IV devem primeiro obter o pacote DIRECTV BASIC ($12.99/mo) ou qualquer pacote base da DIRECTV ($29.99/mo ou mais). †† Canal não disponível em San Diego ou Bakersfield, CA mas está disponível em nível nacional e/ou local em todos os outros mercados.

Pergunte-nos como obter uma oferta especial para o canal Setanta Sports!

1.800.613.4645 DIRECTV transmite em sinal digital 99.9% do tempo. Equipamento disponível separadamente. O pacote Setanta Sports é vendido separadamente. Para assinar a programação Pay Per View por controle remoto, é necessária a assinatura da DIRECTV e todos os Receptores devem estar continuamente conectados a mesma base de linha telefônica. †O Programador de DVR requer acesso à Internet via computador ou telefone móvel e uma conta de acesso à directv.com. Conexões via controle podem variar. Em raros casos, gravações programadas podem não ser reconhecidas. Requer DIRECTV PLUS DVR (modelos R15, R16, R22), DIRECTV PLUS HD DVR (modelos HR20, HR21, HR23) ou receptores Série Tivo® 2 com software 6.4a. INSTALAÇÃO: Somente instalação profissional básica. Instalação customizada é extra. ALUGUEL DO SISTEMA: COMPRA DE 24 MESES CONSECUTIVOS de qualquer pacote básico de programação DIRECTV ($29.99/mo ou mais) ou serviços internacionai que se classifiquem são requisitados. FA FALHA NA ATIVAÇÃO DE TODO O EQUIPAMENTO DO SISTEMA DIRECTV DE ACORDO COM O ALUGUEL DO EQUIPAMENTO ADICIONADO PODE RESULTAR EM UMA COBRANÇA DE $150 POR RECEPTOR NÃO ATIVADO. SE VOCÊ FALHAR EM MANTER A SUA PROGRAMAÇÃO, A DIRECTV PODE COBRAR UMA TAXA PRÉ-DETERMINADA DE CANCELAMENTO DE $480. RECEPTORES SÃO DE PROPRIEDADE DA DIRECTV A TODO O MOMENTO E DEVEM SER DEVOLVIDOS APÓS O CANCELAMENTO DO SERVIÇO OU TAXA ADICIONAIS PODEM SER APLICADAS. VISITE directv.com OU LIGUE 1-800-DIRECTV PARA DETALHES. Programação, preço, termos e condições estão sujeitos a mudanças a qualquer momento. Preço residencial. Taxas não inclusas. Recebimento da programação da DIRECTV está sujeito Acordo do Consumidor da DIRECTV; cópia fornecida em directv.com/legal e em sua primeira conta mensal. ©2009 DIRECTV, Inc. DIRECTV e o logo Cyclone Design, e todas as marcas de serviços internacionais são marcas da DIRECTV, Inc. Todas as outras marcas e serviços são de propriedade dos respectivos donos.

13


14

06 a 08 de Maio de 2009

Escritor Paulo Coelho é número 1 na Índia Depois de liderar no mês passado a listas dos mais vendidos na Rússia, o último livro de Paulo Coelho emplacou o primeiro lugar também na Índia: recém-lançado por lá, O Vencedor Está Só superou o romance de John Grisham (O Associado) e entrou na lista direto no topo. Nos EUA, na lista do The New York Times, o livro aparece em vigésimo-sexto lugar. Longe do topo, portanto, mas é o autor de língua não-inglesa mais bem colocado no ranking.

Brasil

Edição 1071–

"Eu era a mulher do Adriano", lamenta funkeira Ellen Cardoso, a "Mulher Moranguinho", disse que já faz parte do passado do jogador Adriano. "A imprensa não deu um tempo. Eu era a 'mulher do Adriano'", lamentou a funkeira à coluna Olá, do jornal Agora São Paulo. Para a dançarina, o assédio da mídia teria arruinado os planos do casal. "A gente entrou na paranóia do que os outros estavam pensando", disse. Após Ellen ter confirmado o namoro com o jogador e o fim do mesmo, ele foi visto com Eliza Pereira, conhecida como a "Mulher Caviar", e em seguida com a Panicat Dani Bolina.

Bruno Gagliasso se envolve em confusão na Barra A comemoração do título do campeonato carioca conquistado pelo Flamengo não terminou bem para Bruno Gagliasso. O ator se envolveu em uma confusão em um bar da Barra, no Rio de Janeiro, onde tinha ido com amigos nesse domingo para festejar a conquista do seu time de coração. Segundo a assessoria do ator, Gagliasso estava acompanhado da namorada Heleninha Bordon, de Fernanda Paes Leme e Thiago Martins, além de outros dois casais de amigos paulistas, que estavam na cidade. Quando o grupo já tinha fechado a conta, visitantes do local ficaram com ciúmes do ator e começaram a xingá-lo e provocá-lo. Chateado com a situação, ele preferiu deixar o estabelecimento correndo aos lado dos amigos para não se envolver em uma possível briga.


– Edição 1071

www.BrazilianVoice.com

06 a 08 de Maio de 2009

15


16

Brasil

06 a 08 de Maio de 2009

Edição 1071–

Chiquinho Scarpa se recupera, dizem médicos

Justiça autoriza jovem chamado Elvis a tirar Presley do nome

Esposa revelou que playboy ingeria líquidos em excesso

Rapaz ficava constrangido com brincadeiras relacionadas a seu nome

O

playboy Chiquinho Scarpa continua internado na UTI do hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Segundo boletim médico divulgado na segunda-feira, "ele se recupera satisfatoriamente da cirurgia para limpeza da cavidade abdominal, a que foi submetido no dia 29". Ainda não há previsão de alta. No último dia 15, Scarpa se submeteu a cirurgia bariátrica, de redução do estômago, no mesmo hospital. Ele teve alta no dia seguinte à intervenção. No entanto, na segunda-feira (20), ele teve que ser internado novamente depois de apresentar "quadro de peritonite". Scarpa passou por outra cirurgia no dia 21 de abril. Segundo o boletim, Scarpa foi submetido hoje à "cirurgia para limpeza da cavidade abdominal" e está internado na UTI para recuperação. A mulher do playboy Chiquinho Scarpa, Rosimari Scarpa, contou à coluna Mônica Bergamo da Folha de São Paulo, que seu marido ingeria líquidos em excesso. "Ele tinha muita sede e não sabe ouvir

U

Chiquinho Scarpa se submeteu a cirurgia de redução do estômago

não, parece criança. Deixava eu sair para fazer alguma coisa e aproveitava para tomar mais água do que deveria. Quando voltava, encontrava as garrafinhas no chão ou o Chiquinho na cozinha batendo suco", declarou Rosimari.

m brasileiro chamado Elvis obteve na Justiça o direito de excluir o Presley do seu nome. A autorização foi dada no mês passado pela 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio. O rapaz alegou que sofria constrangimento desde a infância. As brincadeiras aumentaram com o passar do tempo, fazendo-o ter vergonha de falar Presley. "Fui renovar a carteira de habilitação e as pessoas ficaram rindo do nome do declarante", diz a decisão em relação aos constrangimentos. O objetivo do pai do rapaz era homenagear o ídolo do rock, de quem era fã. De acordo com trechos de estudos e exames psicológicos citados na decisão, Elvis, de 25 anos, "sempre foi incomodado por implicância dos colegas na escola" e disse que "se sentia envergonhado e humilhado".

Pai de jovem brasileiro era fã do cantor americano Elvis Presley

Em razão disso, a assistente social Adelaine Emerick da Cunha sugeriu a troca do nome para Elvis Silveira Ferreira, ideia aceita por unanimidade pelos desembargadores da 2ª Câmara.


– Edição 1071

www.BrazilianVoice.com

06 a 08 de Maio de 2009

17


18

Brasil

06 a 08 de Maio de 2009

Edição 1071–

Modelo fica com barriga deformada após fazer lipo no Rio

Neguinho da Beija-Flor encerra tratamento contra câncer

Adiléia mostra as fotografias de seu abdômen

O cantor diz que não era religioso, mas agora acredita no poder da fé

A

modelo Adiléia de Alencar, 31 anos, ficou com a barriga deformada após ser submetida a uma hidrolipo - também conhecida como lipo light - para retirar gordura na barriga e nos flancos. O procedimento foi realizado em março pela Clínica de Estética Beleza Pura, na Barra da Tijuca, RJ. "Cheguei em casa sangrando muito. Para dormir, coloquei cinco toalhas para não sujar o colchão. No outro dia, fui fazer drenagem

A

como eles recomendaram. Foi uma cena pavorosa. Enquanto a massagem era feita, minha barriga esguichava sangue. Tiveram que limpar a parede várias vezes", contou a modelo. Ela ainda sofreu com inflamações, infecção urinária, queimaduras e ficou com caroços no abdômen. O caso foi registrado na 16ª DP (Barra da Tijuca). Ainda esta semana, o proprietário e funcionários da clínica serão intimados.

s lágrimas já são passado para Neguinho da Beija-Flor. Exibindo seu famoso sorriso, o cantor encerrou as sessões de quimioterapia para combater um câncer de intestino e agora parte para um recomeço: já recuperou os 11kg que havia perdido com o tratamento, viu o cabelo crescer e retoma agenda de shows até com turnê internacional. O cantor diz que não era religioso, mas agora acredita no poder da fé. "Com esse puxão de orelha que Papai do Céu me deu, me tornei religioso. Toda quarta-feira tem oração lá em casa com um grupo de amigos evangélicos", conta ele. Neguinho fará exames periódicos para acompanhar seu estado: primeiro de três em três meses, depois de seis em seis e depois a cada ano. Depois de cinco anos, o paciente é considerado curado. "Também faço alimentação recomendada pelo médico: não como salada crua, carne de porco, evito bebida - mas eu já não bebia mesmo -, esforço físico e coisas ácidas. Também tomo vitamina B", descreve. "Com a graça de Deus e as orações do povo, não tive metástase, que é o maior medo de quem tem câncer. Está tudo perfeito, até melhor do que antes. Mas o organismo leva dois anos para se readaptar", conta Negui-

Neguinho da Beija-Flor já recuperou os 11kg que havia perdido com o tratamento

nho, que em julho passado retirou o tumor e quase ficou fora do Carnaval por causa dos efeitos colaterais do tratamento. O cantor, que faz 60 anos em julho, acredita que ter tornado o câncer público foi uma das melhores coisas que já fez. "Tive solidariedade do mundo inteiro. Não sabia que tinha tantos amigos", diz Neguinho. "Acho importante nós, que somos pessoas públicas, falarmos. Expus meu problema do câncer porque o público tem que saber o bom e o ruim. Saber não só quando eu bati, mas também as vezes em que eu apanhei", defende.


– Edição 1071

www.BrazilianVoice.com

06 a 08 de Maio de 2009

19


20

06 a 08 de Maio de 2009

www.BrazilianVoice.com

Edição 1071–


– Edição 1071

Comunidade

Newark oferecerá teste de equivalência ao 2º grau em espanhol Alternativa gera polêmica sobre o processo de assimilação dos imigrantes na sociedade norte-americana

P

ara conquistar o diploma do nível secundário no novo centro de testes GED em New Jersey, os candidatos devem demonstrar conhecimentos em matemática, estudos sociais e ciência. Eles também precisam de uma habilidade única do centro. Eles devem falar espanhol. O primeiro teste em espanhol do Estado Jardim será aplicado mês que vem nas instalações da La Casa de Don Pedro, um centro que oferece serviços comunitários em Newark (NJ). Representantes do Governo acreditam que oferecendo aos falantes de espanhol uma chance de conquistar o diploma secundário em sua língua nativa aumentará a possibilidade deles conseguirem emprego e continuarem os estudos. O centro de Newark não é o primeiro local em New Jersey a oferecer o teste em espanhol, pois cerca de 907 candidatos residentes no estado fizeram em 2007, entretanto, é o primeiro a fazê-lo exclusivamente no idioma. “A maioria dessas pessoas já está estudando inglês. O problema é que quando elas chegarem ao nível necessário para passar no GED em inglês, já terá passado tempo demais”, comentou Rosalina Melendez, diretora da Divisão de Desenvolvimento Pessoal da La Casa. Ela defende que passando no GED em sua língua nativa na realidade permite que os alunos focalizem em aprender inglês. O teste

consiste de exames separados de matemática, estudos sociais, ciências, leitura e redação, além de, em New Jersey e mais dois estados, um teste básico de fluência em inglês. Para conseguir o diploma do GED, os aplicantes devem passar em todas as 6 partes. “Se eles passarem no GED em inglês, espanhol ou francês, não importa, pois um GED é um GED. Se eles completarem os estudos secundários, isso aumentará as chances deles conseguirem emprego”, disse Melendez. “Minha opinião é que todos têm direito à educação, independente de qual seja sua primeira língua”. O centro começará a aplicar o teste em 10 alunos por mês, disse Melendez, mas planeja aumentar no futuro. As matrículas começam no próximo 21 de maio, para o teste, que dura dois dias, marcado para 25 e 26 de junho. O Estado não paga a La Casa, mas o centro recebe US$ 50 que cada aluno paga para fazer o teste. Melendez disse que a entidade espera no futuro conseguir verba para oferecer aulas de preparação para o GED em espanhol.

O teste de GED em espanhol será ministrado na sede da La Casa de Don Pedro, em Newark - NJ

O teste GED (General Educational Development) foi feito por 14.612 residentes em New Jersey ano passado, com 9.545 deles obtendo o certificado de conclusão do ensino secundário emitido pelo Estado. Alguns dos 33 centros espalhados por New Jersey oferecem o teste em inglês e espanhol. Para alguns, o novo centro de testes em espanhol representa mais uma mudança nas características de New Jersey. “O meu entendimento dessa experiência é que lidando com novos residentes surgiu a necessidade de algo novo assim”, disse Richard Vespucci, porta-voz do Departa-

06 a 08 de Maio de 2009

21

mento Estadual de Educação. Ele acrescentou que, para fazer um teste em outro idioma, “você tem que saber muito mais que simplesmente conversar”. Entretanto, alguns especialistas em imigração acreditam que realizar o teste em espanhol “envia uma mensagem errada”. “Claramente, parece contraproducente tanto para o aluno quanto para o empregador que quer contratá-lo porque todas as pesquisas indicam ser crucial o domínio do inglês para vencer no mercado de trabalho nos Estados Unidos”, comentou Steve Camarota, diretor de pesquisas do Center for Immigration Studies, sediado em Washington-DC. “Nada criaria maior incentivo para aprender inglês do que um teste que exija isso”, acrescentou ele. “Se os estudos em New Jersey significam algo, eles devem exigir que você domine algumas matérias em inglês”, disse Camarota. Beatriz Colon, 40 anos, residente em Newark, é um dos inúmeros moradores que poderiam beneficiar-se do teste em espanhol. Através de um intérprete ela disse que gostaria de fazer o GED em espanhol, assim como sua filha de 18 anos. Colon veio da Argentina há 10 anos e sua filha chegou aos EUA há apenas 3 semanas. Ambas têm o Green Card (residência permanente), disse Colon. Ela trabalha em um salão de beleza em Newark e disse que sua patroa recomendou que ela completasse o ensino secundário. Sua filha quer cursar a universidade. Colon estuda inglês como segunda língua, mas disse que ainda não está preparada para fazer o teste em inglês. “Demoraria um longo tempo para aprender inglês suficiente”, disse ela. Os aplicantes em New Jersey devem provar quem são e que residem no estado, entretanto, não é necessário apresentar Green Cards ou passaportes norte-americanos, segundo o Departamento de Educação.


22

06 a 08 de Maio de 2009

Comunidade

Começa construção de túneis que ligarão New Jersey a New york As obras terão início no final de maio, no município de North Bergen - NJ

N

o final de maio, o maior projeto de construção do país há gerações, um túnel que ligará os estados de New Jersey e New York, será oficialmente dado início. As obras começarão timidamente em North Bergen, onde tratores começarão a remover a terra sob a Rota 1&9. O trabalho marcará o início de um projeto que durará 8 anos e está orçado em US$ 8.7 bilhões. O túnel será o primeiro construído sob o Rio Hudson depois de mais de um século e é a primeira ligação entre New Jersey e Manhattan desde que a parte inferior da Ponte George Washington foi inaugurada em 1962. O projeto, conhecido como “Access to the Region’s Core” ou simplesmente ARC, visa a construção de dois túneis, empregará milhares de pessoas, muitas delas no subsolo em vários turnos 24 horas por dia. Máquinas maiores que campos de futebol cortarão rochas em New Jersey Palisades e cavarão túneis 100 pés abaixo do leito do Rio Hudson. Em Manhattan, os túneis terminarão na altura da 34th Street em duas novas estações que ocuparão mais de quatro quartos de milha, das avenidas 6th a 5th , dando acesso a 14 linhas do metrô, trens PATH e a Long Island Rail Road. Quando esrtiver completo em 2017, o projeto facilitará a viagem para milhares de residentes em New Jersey, acelerando o serviço, criando mais opções de transferência grátis

Durante os horários de pique, 23 trens passam pelos dois túneis antigos a cada hora, justamente quando o NJ Transit apresenta volumes recordes de passageiros todos os anos

e encorajando os motoristas a evitarem estradas congestionadas e optarem pelos trens. “Não é possível enfatizar mais a importância desse projeto”, disse Jeffrey M. Zupan, da Regional Plan Association, um grupo sem fins lucrativos voltado a espaços abertos, política econômica, transportes e habitação. “Ele também melhorará o serviço atual oferecido pelos trens. É um projeto que deve ser realizado”.

Além do benefício econômico imediato em oferecer trabalho às pessoas, disseram os planejadores, os túneis aumentarão os investimentos em Manhattan, criando cerca de 44 mil empregos. Muitos desses trabalhadores virão de New Jersey, disse Zupan, citando pesquisas que revelam que 89% do novo crescimento na cidade atrai trabalhadores da regiões oeste. “Os residentes em New Jersey têm acesso a altos empregos em New York, que pode

Edição 1071– contar com a mão-de-obra especializada em New Jersey”, disse Zupan. “Para cada um dos dois estados, isso significa uma sinergia real”. Segundo as autoridades do Departamento de Transporte, o projeto representa uma grande necessidade. Os túneis existentes, que entram no Palisades a um quarto de milha de onde serão construídos os novos túneis, atingiram a capacidade total na última década, criando um verdadeiro “funil” para os trens do NJ Transit e Amtrak que circulam pela Penn Station ao longo do corredor nordeste, o trecho ferroviário mais congestionado da nação. Durante os horários de pique, 23 trens passam pelos dois túneis antigos a cada hora, justamente quando o NJ Transit apresenta volumes recordes de passageiros todos os anos. “Trata-se basicamente de uma questão de capacidade”, comentou Zoe Baldwin, ativista de New Jersey da Tri-State Transportation Campaign. “Simplesmente, não temos condições de pôr mais trens”. Quando os novos túneis estiverem prontos, o NJ Transit e Amtrak aumentarão o número de trens que cruzarão o Rio Hudson para 34 por hora durante os períodos de pique. Esse número aumentará gradualmente para o máximo de 48 trens por hora durante os horários de maior movimento até 2030, quando estima-se que o volume de passageiros será 60% mais alto que o de hoje. Até o momento, o Port Authority destinou US$ 3 bilhões ao projeto. O NJ Transit entrará com US$ 1.5 bilhão e US$ 1.25 bilhão adicional virá dos pedágios cobrados em New Jersey. Estima-se que o Governo Federal contribua com os restantes US$ 3 bilhões. Os planejadores disseram que não ficarão surpresos se o projeto, financiado totalmente com verba pública, ficar US$ 1 bilhão acima do previsto.


– Edição 1071

www.BrazilianVoice.com

06 a 08 de Maio de 2009

23


24

06 a 08 de Maio de 2009

Comunidade

Edição 1071–

Missionários brasileiros ajudam áreas carentes em Newark-NJ Os pastores Robinho de Jesus e Dayse Salema atuam no Ministério Fé & Esperança com Cristo na Liderança

B

uscando levar alimentos, esperança e libertação física e espiritual a semtetos, viciados em drogas, ladrões, prostitutas e carentes, os missionários brasileiros Robinho de Jesus e Dayse Salema atuam no Ministério Fé & Esperança com Cristo na Liderança, apoiado pela Charity Baptist Church, liderado pelo pastor e capelão Leslie Jones. Quase diariamente, o casal Robinho e Dayse visita desabrigados que dormem embaixo da ponte na Jackson St., que liga os municípios de Harrison e Newark (NJ), além de conjuntos residenciais públicos (Projetos), onde eles oram, oferecem alimentos e a Palavra do Evangelho. Todas as semanas, o casal distribui cerca de 300 cestas básicas em Newark, a cidade mais populosa do Estado Jardim. A ação beneficente somente é possível graças à generosa contribuição do Grupo Triunfo & Seabra’s (Antônio e Paulo Seabra), Brasília Grill, Brazuka (Karine), Seabra’s Rodízio, Teixeira’s Bakery, Jorge Auto Sport Dealer e o pastor Leslie Jones. Testemunho vivo de que a fé e perseverança podem restaurar a vida das pessoas, o Pastor Robinho, natural de Matias Lobato, interior de Minas Gerais, relatou que, após libertar-se do vício das drogas, álcool e da criminalidade, relata sua história àqueles que buscam libertar-se dos grilhões da dependência química e delinqüência. “Aos onze anos de idade fui consagrado ao Satanás, na magia negra, e aos 12 anos cometi o meu primeiro crime bárbaro, então, fui para Governador Valadares (MG) e depois cheguei aos Estados Unidos aos 29 anos e continuei na criminalidade. Em Up State New York atuei como “drug dealer” (traficante de drogas) e usuário de drogas e álcool e também fui membro de gangue (La 18). Já roubei pelas ruas de Newark, até cinco dólares, para comprar uma pedra de crack”, testemunhou Robinho. “Em South River (NJ), onde ele mora há quinze anos, já chegou a ser preso três vezes ao dia. Ele era totalmente desacreditado pela população e polícia local, só dava problemas”, acrescentou a missionária Dayse, esposa do pastor. A libertação de Robinho ocorreu, quando, sob o poder de drogas, ele planejava realizar um massacre no interior de um bar local. “Quando eu desci, coloquei a mão para cima e disse: Olha, se você realmente existe, se você é o tal de Deus que os ‘pinguins’ (evangélicos) acreditam e andam por aí ajeitados. Se você é o tal Deus, se você realmente existe, está aqui (a pistola), está cheia. Daqui a quinze minutos vai abrir o café, e eu vou acertar esse povo todo, vou matar com força. Se você é o cara, você sabe que eu comecei a matar aos doze (anos). Se você existe, eu tenho somente quinze minutos. Vou subir e cheirar mais uma linha e fumar o crack que eu tenho, mas se você trocar a minha vida, eu vou trilhar seus caminhos pelo resto de minha vida. Aí, eu vou seguir você, vou largar todo o resto, porque eu sei que o resto é fraco”, disse ele. Ao retornar ao seu apartamento, Robinho

Os pastores Robinho de Jesus, Dayse Salema e Leslie Jones

consumiu mais drogas e ficou desacordado por três dias. “Eu sentei no sofá que eu tinha e dormi por três dias. A cocaína que havia cheirado me botava alerta, dava para eu ir ao Brasil a pé de costas. Eu sabia o que estava usando e mesmo assim dormi por três dias. Quando acordei estava todo babado, vômito, e aquele arsenal em cima da mesa”, acrescentou ele. Surpreso por ainda estar vivo, Robinho entrou em contato com um amigo. “Todas as vezes que eu ía à casa do Zé, ele me dizia:

Robinho, entra que eu quero te dar um abraço. Então, eu respondia: Zé não posso entrar porque estou trincado que nem um canário. Ele dizia: Jesus te ama e ele vai te abraçar um dia”, disse o Pastor. Graças ao apoio do amigo Zé, Robinho passou a reunir-se com um grupo de evangélicos que realizavam um projeto em South River. “Foi quando eu o conheci, pois estávamos lá fazendo um trabalho com o pastor da American Baptist Church. Começamos esse trabalho justamente na casa do Zé,

então, quando ele ligou, o Zé falou assim: Tem um pessoal aqui começando um trabalho, por que você não vem para ver se você gosta e muda de vida”, explicou a Pastora Dayse. Além de encontrar a libertação, Robinho também descobriu o amor, pois a Pastora Dayse se tornaria sua futura esposa. “Foi amor à primeira vista da parte dele, da minha não (risos). Ele era uma figura. Quando o conheci ele ainda fedia a enxofre, o cheiro do diabo. Ele estava bem magro, horrível. A gente se conheceu e a vida dele me interessou muito, porque nessa época Deus havia me separado por três anos. Eu estava totalmente separada de jejum, orações, leitura da Bíblia, eu sabia que algo estava para acontecer na minha vida, só não sabia o quê. Comecei a trabalhar com ele na área de libertação e oito meses depois nós estávamos casados, foi quando a gente pôde entender o propósito de Deus”, disse ela. A cerca de 1 ano, o casal de missionários visita áreas carentes em Newark e concede testemunhos de sua tragetória. O trabalho está registrado em um CD e um livro autobiográfico escrito pela Pastora Dayse. “Há um ano atrás, Deus nos fez parar aqui em Newark. Numa quinta-feira, às 11 horas da noite, fomos buscar um brasileiro que morava debaixo daquela ponte, que liga Newark e Harrison. Quando a gente entrou lá’, esse rapaz não estava, mas encontramos um outro brasileiro, dois hispânicos e um afro-americano. Foi quando percebemos que haviam pessoas que moravam debaixo de ponte, como no Brasil, um povo nosso também”, disse a missionária. “Isso cortou o coração da gente e nos fez entender que precisávamos fazer alguma coisa. Começamos com cem cachorros-quentes e cem refrigerantes e ele (Pastor Robinho) cozinhava arroz e feijão, que a gente levava aos brasileiros, hispânicos e portuguêses e começamos a entrar nos projetos”. Além da visita a projetos e áreas carentes, os pastores realizam cultos em português nas instalações da Charity Baptist Church, na 51 Jones St., em Newark – NJ. Os interessados em apoiar o Ministério Fé & Esperança com Cristo na Liderança podem obter mais informações através do tel.: (732) 309-1223 ou dos E-mails: mfe@feesperanca.com ou contato@feesperanca.com


– Edição 1071

www.BrazilianVoice.com

06 a 08 de Maio de 2009

25


26

06 a 08 de Maio de 2009

Comunidade

Edição 1071–

Imigrantes brasileiros em NJ avaliam Projeto PEC 5/2005

O

projeto de lei do senador Cristovam Buarque da criação do cargo de um senador federal que cuidaria especificamente dos interesses dos imigrantes brasileiros vem recebendo críticas e elogios por legisladores de todos os âmbitos. Enquanto entusiastas acreditam que o projeto favoreceria os mais de 3 milhões de brasileiros que vivem no exterior; oponentes alegam que o Governo Federal não dispõe de verba para a criação e manutenção de mais um posto em Brasília – DF. Entretanto, Cristovam não se esquiva das críticas ao projeto. “As pessoas não fazem as contas que esse aumento será inferior a 0,1% se tirarmos todos os gastos fixos que o Congresso Nacional tem, independentemente do número de parlamentares”, afirmou ele. “Aos que são contrários, sugiro que tenham a coragem de apoiar o que projeto do deputado Clodovil Hernandes (PR-SP) de reduzir o número de deputados pela metade. A PEC 280/2008 sugere a redução de 513 para 250 deputados federais na Casa. Creio que o Brasil funcionaria bem com metade dos deputados e com mais dois ou três deputados para representar os brasileiros que moram no exterior”, acrescentou Buarque. A PEC 5/2005, aprovada por unanimidade, pelos 59 senadores presentes, permite que os brasileiros residentes no exterior possam eleger, pelo sistema majoritário, seus representantes na Câmara dos

Deputados. “Recebemos com muito entusiasmo a aprovação da proposta de emenda à Constituição, que conta com o nosso apoio. Esta é uma ideia que encontra muita receptividade entre os brasileiros no exterior”, disse Oto Maia. Mas, alguns deputados e senadores criticaram a PEC do senador por onerar ainda mais os gastos do Legislativo brasileiro. O senador Álvaro Dias (PSDB-PR), por exemplo, condicionou a aprovação da emenda à redução do número de deputados: "Essa proposta não pode prosperar. Nada que signifique aumento do número de parlamentares pode ser acolhido. Isso só pode ser debatido numa reforma política que faça um debate sobre a redução da representação parlamentar". Entre os cautelosos, na Câmara, o presidente da Casa, Michel Temer (PMDB-SP), defendeu a proposta como uma ideia "razoável", mas ponderou que só a aprovaria se fosse uma bancada pequena, de até três deputados. Ele contou que, recentemente, esteve com representantes dos brasileiros que vivem no exterior e defensores da proposta de Cristovam. “Acho razoável, útil. Seria uma bancada voltada para esse setor, mas tem que ser uma bancada pequena”, disse Temer. A equipe de reportagem do BV saiu às ruas de Newark (NJ) para averiguar o que a comunidade brasileira do Bairro do Ironbound pensa sobre o assunto.

“Acho que não precisa de mais um senador, pois a matemática do Senado já está toda feita. O brasileiro deixa de participar das eleições não é porque ele está fora (do país), pois nem aqueles que estão no Brasil se interessam, imagine aqueles que estão fora. Brasília já tem muita despesa mesmo. Como seria feito isso? Que diferença isso faria? Teria que ser avaliado se realmente existem tantos projetos assim para os brasileiros que estão fora. Sou contra a criação de uma vaga, acho que não precisa de uma nova vaga; ao contrário, sou a favor deles (senadores) trabalharem mais, não acho que eles trabalham muito”. Nome: Calleb Paizante Naturalidade: Mantena – MG Profissão: Estudante de Direito

“Acho que seria importantíssimo para os brasileiros que vivem no exterior, pois teríamos um representante. Muitas vezes o Brasil tem que olhar a importância desses imigrantes, ou seja, a importância para o país. Se o problema é verba, por que não criam um projeto de lei para que uma fração dessas remessas, desses recursos que são enviados ao Brasil, seja direcionado a isso. Acho importantíssimo termos essa representação, essa ponte com nosso país, nossa pátria mãe. Acho interessantíssimo”. Nome: Joelson da Silveira Naturalidade: Mantena – MG Profissão: Presidente do Projeto Mantena Global

“Acho fabuloso. Não adianta o pessoal no Brasil ignorar, achar ruim ou falar que não há verba. Somente quem mora nos Estados Unidos é que sabe a importância de ter lá um representante direto. Não são somente os containers ou caixas que chegam, como também garantir a cidadania dos filhos de brasileiros. As caixas não são as únicas que, as vezes, enfrentam problemas quando chegam ao Brasil, mas também os mortos, ou seja, se quando o defunto chega lé e as coisas não estiverem preparadas, é uma polêmica tremenda”. Nome: Umbelina Santos Naturalidade: Belo Horizonte – MG Profissão: Cabeleireira e Presidente da Brazilian American United Association – BAUA

“Estima-se que hajam 200 milhões de brasileiros no país e 4 milhões deles vivendo no exterior e, em contrapartida, hoje existem cerca de 60 senadores para o Brasil, então, proporcionalmente, temos direitos. Nós pagamos impostos, enviamos dinheiro para investimentos que são feitos lá. Hoje, são em torno de 3 bilhões de dólares que são mandados ao Brasil, então, eu acho que por direito e respeito por nós sermos brasileiros, não é uma questão de ter ou não e sim de também sermos cidadãos. Essa é a minha opinião”. Nome: Carlos Pedroso Naturalidade: São Gotardo – MG Profissão: Voluntário e escritor freelancer

“Acho interessante porque estará representando o povo e ajudará ao Governo entender os problemas que os imigrantes brasileiros enfrentam num país distante, que não é a nossa pátria. Além disso, poder ajudar, de uma certa forma, parte do povo brasileiro que veio para lutar pela realização de um sonho ou melhorar a situação econômica da família, as vezes, buscando dar uma educação melhor à família. Estar nos Estados Unidos é uma oportunidade e se tivermos um representante político sendo nosso portavoz em Brasília – DF, realmente, seria uma grande vantagem”. Nome: Solange Paizante Naturalidade: Mantena – MG Profissão: Ativista comunitária

“Seria preciso saber quem seria esse senador. De que estado? Atualmente, no Brasil você tem que saber quem você está pondo lá dentro, porque chega de bandido. Temos que saber se ele realmente tem capacidade para exercer o cargo ou está querendo apenas mais regalias. Tudo é verba, portanto, temos que saber quem será esse senador. Hoje, os brasileiros têm que saber quem eles põem lá dentro porque chega de bandido. Para eu votar, eu preciso saber quem é quem. Temos que conhecer o retrato desse político”. Nome: Fino Joalheiro Naturalidade: Belo Horizonte – MG Profissão: Ourives


– Edição 1071

www.BrazilianVoice.com

06 a 08 de Maio de 2009

27


28

Comunidade

06 a 08 de Maio de 2009

Edição 1071–

Carlos Eller

Por Daniel Antunes

N

em de longe a confortável casa de três andares, que está em fase final de acabamento, lembra o barracão dos tempos difíceis em que a dona de casa Vera Lúcia Silva, de 37 anos, vivia com os dois filhos na época em que o então marido, o pedreiro Célio Goulard da Silva, de 35 anos, morreu em um acidente automobilístico no estado da Flórida, nos Estados Unidos. A casa está sendo erguida no lote da família, onde ficava o antigo barracão, na região central de Itanhomi, Vale do Rio Doce, a 360 km de Belo Horizonte. O recurso para a construção veio de uma indenização que Vera Lúcia ganhou dois anos depois do acidente. “Quando meu marido morreu, fiquei sem chão. Passei do sonho de que a nossa vida ficaria melhor com os dólares enviados dos EUA, ao pesadelo de ter que cuidar de dois filhos, que na época tinham 10 e 15 anos, com uma renda de R$ 180. No barracão chovia mais lá dentro do que no lado de fora, de tanta goteira”, disse Vera Lúcia, que teve que quitar uma dívida de U$ 14 mil aos agenciadores que levaram de forma ilegal o pedreiro para os EUA, usando como rota alternativa o deserto do México. O ex marido de Vera Lúcia morreu quatro dias depois de chegar

Vera Lúcia da Silva conversa com brasileiro Ailton de Souza, funcionário de um conceituado escritório de advogados em New York

nos EUA. Ele seguia para a cidade de Jack Ville na Flórida onde trabalharia na Construção civil. Com o dinheiro que planejava ganhar na América, Célio sonhava em construir uma casa melhor para a família garantir os estudos dos filhos. A dona de casa, prefere não revelar a quantia que ganhou com a indenização pela morte do marido, mas disse que será suficiente para terminar a casa e termina de com-

prar moveis novos. “Quando ele morreu fiquei totalmente desamparada. Se não fosse essa indenização não sei o que seria da minha vida hoje” contou. Os casos de indenização a brasileiros que sofrem acidentes graves ou fatais nos Estados Unidos vem crescendo na região. Somente no ano passado, o escritório de advogados Kohler & Isaacs localizado em Nova Iorque , conseguiu um volume

de U$ 150 milhões em indenização, cerca de 20% desse montante foram para brasileiros. Na região de Valadares foram pagos aproximadamente U$ 15 milhões o que representa mais de R$ 30 milhões. “Esses números poderiam ser bem maiores, mas muitos brasileiros que vivem nos EUA não sabem que têm direito a indenização por acidentes em trabalho. Outros até sabem, mas têm medo de acionar judicialmente a empresa, o estado ou a união por medo de serem deportados, porque estão ilegais no país”, disse o valadarense Ailton de Souza, que a há cinco anos foi contratado pelo escritório de advogados em Nova York para divulgar, entre as comunidades brasileiras que vivem em território americano, os direitos aos benefícios. Segundo ele, independente do estado legal no país, todos os brasileiros trabalhadores tem direito a indenizações em caso de acidentes nos EUA. “Cada caso é um caso, e precisamos analisar. É feito todo um trabalho para apurar as circunstâncias do acidente, para sabermos se podemos ou não acionar o culpado na justiça”, explicou Ailton. Segundo ele, nos casos de acidente de trabalho a maior demanda de ações é contra companhias privadas. Há dois anos, os pais do braçal

Carlos Eller

Indenizações por acidentes nos Estados Unidos melhoram a vida de familiares no Brasil

Vera Lúcia construiu uma casa de 3 andares com o dinheiro da indenização. Era o sonho do marido, morto nos EUA em um acidente de carro

B. D.., valadarense de 22 anos que morreu em março de 2004 ao cair de uma estrutura armada para a reforma de uma ponte em Nova Iorque , receberam indenização de U$ 800 mil, cerca de R$ 1,8 milhões. Hoje a família mora no Espírito Santo onde mantém negócios. “Eles eram de uma família muito pobre e os pais dependiam basicamente dos dólares que ‘B’ e seu irmão, que na época também


Comunidade

morava nos EUA, enviavam todos os meses para o Brasil”, comentou Ailton, que também trabalhou na ação do caso do brasileiro contra a empresa que fazia a reforma da ponte. Segundo ele, o valadarense despencou de uma altura de 5 metros e caiu nas águas geladas do rio Hudson no inverno americano. No início do ano, o escritório de advocacia ganhou uma causa em favor de um valadarense que se acidentou enquanto fazia a manutenção de uma ponte no Estado de Nova Iorque. O caso foi encerrado tendo o valadarense recebido uma indenização superior a U$ 8 milhões de dólares. Por motivo de segurança o escritório não divulgou o nome do rapaz, informando apenas que sua família vive na zona rural de Valadares, e que ele já tem passagem marcada de volta para o Brasil para dar seqüência ao tratamento médico. Semana passada Ailton de Souza, o presidente da Associação dos Parentes e Amigos dos Emigrantes do Brasil (Aspaemig-Br), Paulinho Costa, estiveram na cidade de Guanhães para visitar uma mulher cujo marido encontrase internado paralítico em um hospital de Nova Iorque. De acordo com Ailton tanto o marido nos Estados Unidos, quanto a mulher dele no Brasil terão assistência integral durante o tempo em que durar a tramitação do processo na justiça americana. O primeiro passo será a intermediação do escritório na tentativa de tirar o visto de entrada nos Estados Unidos para que a esposa visite o marido em New Jersey e, se possí-

06 a 08 de Maio de 2009 Carlos Eller

– Edição 1071

A casa tem 3 andares, construída com dinheiro da indenizaçao foi feita no local onde antes moravam Vera, o marido e os dois filhos, era o sonho do marido, morto nos EUA em um acidente de carro. A construção antiga era pouco melhor que a casa vizinha, que aparece na foto ao lado da nova casa

vel, conseguir uma permanência maior para que ela possa ficar com ele durante a sua recuperação. O escritório tem parceria com a Aspaemig e representa os emigrantes nos EUA prestando todo tipo de assistência jurídica. Cerca de 8 mil panfletos foram confeccionados para serem distribuídos na região para familiares que tem parentes nos EUA, contendo dicas sobre questões jurídicas em caso de acidentes em território americano. “Estamos agora fazendo um trabalho de divulgação dos direitos dos emigrantes que estão nos EUA. O escritório não cobra nada para assumir o caso, só recebe se tiver êxito na questão”, afirmou Ailton.

Não há dados oficiais sobre o número de trabalhadores brasileiros nos Estados Unidos, porque a grande maioria dos emigrantes entrou ilegal no país. Uma pesquisa realizada em 2006 pela doutora em Sociologia e professora da Universidade Vale do Rio Doce (Univale), Sueli Siqueira, 63% dos brasileiros que vivem naquela região dos EUA trabalham no setor da construção civil, 24% na landscape (jardinagem), 9% restaurantes, padarias, mercearias, lojas, e 4% em outras atividades. “A gente percebe que muitos não procuram indenização na justiça porque têm medo da deportação”, explicou Sueli. Na pesquisa realizada pela professora

foi levado em consideração apenas o sexo masculino e mostra que a maioria dos emigrantes trabalham em setores onde há risco de acidentes graves..

Medo Foi justamente o medo que fez com que a família do mineiro de Sardoá, no Vale do Rio Doce, “V” de 20 anos, morto em um acidente automobilístico em 2006, não procurasse a justiça para receber indenização pelo acidente. O brasileiro morava em Danbury, estado de Connecticut, e voltava do trabalho com um amigo que perdeu o controle da direção do carro em que

29

eles estavam e capotou numa curva. “V” morreu na hora e o amigo ficou quase um ano internado em estado grave. “A família desse rapaz, que mora na zona rural de Sardoá, não recorreu porque tinha medo. O ‘V’ estava ilegal no país e eles pensaram que isso poderia trazer mais complicações. Aceitaram apenas o pagamento das despesas com o traslado do corpo e uma ‘indenização’ de U$ 5 mil que o dono da companhia pela qual eles trabalhavam ofereceu”, contou uma amiga da família. Segundo Ailton de Souza, certamente a família do mineiro tinha garantido uma indenização muito maior se tivesse recorrido. “O prazo hoje já passou. Geralmente a pessoa tem até dois anos para recorrer. Infelizmente casos como esses são comuns. O dinheiro não vai trazer a vida ou recuperar alguma seqüela permanente deixada pelo acidente, mas vai possibilitar que a família, ou a vítima, possa viver um pouco melhor no Brasil”, observou Ailton. Também em 2006, um mineiro de Itanhomi despencou de um altura de mais de 7 metros quando trabalhava na construção de um prédio em Nova Jérsei. O rapaz, que na época tinha 22 anos e estava ilegal no país, sofreu traumatismo craniano, ficou 4 messes internado e foi deportado ao Brasil antes da família pedir indenização pelo acidente. “Esse era um desses casos que a gente chama de ‘causa ganha’. Hoje o rapaz está com seqüelas graves que o impossibilita de trabalhar”, disse Ailton.


30

06 a 08 de Maio de 2009

Comunidade

Justiça limita uso de “roubo de identidade” em casos migratórios

N

a última segunda-feira (4), a Corte Suprema em Washington – DC rejeitou a lei predileta utilizada pelos promotores públicos nos casos envolvendo imigração. A Corte determinou por unanimidade que uma lei referente a roubo de identidade não seja utilizada contra inúmeros trabalhadores ilegais que utilizam números falsos do Seguro Social para conseguir emprego. A questão no caso foi se os trabalhadores que utilizam números falsos para cometer outros tipos de crime sabem que eles pertencem à outras pessoas estejam sujeitos à extensão de 2 anos na sentença por “roubo de identidade com agravante”. A resposta, disse a Corte, é sim. Promotores públicos utilizavam a lei para persuadir trabalhadores ilegais a assumirem a culpa por falsificação de documentos, uma acusação menos grave. “A determinação da Corte mantém os ideais básicos de justiça para alguns dos trabalhadores mais vulneráveis de nossa sociedade”, disse Chuck Roth, diretor de litígio do National Immigrant Justice Center em Chicago. “Um imigrante que utiliza o número falso de um Seguro Social para conseguir um emprego não pretende prejudicar ninguém e, por isso, não faz sentido gastar o dinheiro dos contribuintes em mantê-los presos por mais dois anos”. Considere, disse o Juiz Samuel A. Alito Jr., que um réu invente um número do Seguro Social. “Caso esse número pertença à uma pessoa de verdade”, escreveu Alito. “Serão acrescentados dois anos à sentença

O Juiz Samuel A. Alito Jr. também participou do painel que interpretou a lei correspondente a roubo de identidade

do réu. Entretanto, caso o réu tenha sorte e esse número não pertença a ninguém, a lei não está sendo violada”. A maior utilização da lei foi em Iwoa, depois de uma batida migratória em uma fábrica de processamento de carnes em Postville. Quase 300 trabalhadores ilegais, grande parte deles da Guatemala, assumiram a culpa por fraude de documentos ao invés de arriscarem serem condenados por roubo de identidade. Na maioria dos casos, os promotores públicos alegaram que os números do Seguro Social e os documentos que os trabalhadores apresentaram eram falsos. Muitos dos imigrantes serviram 5 meses de prisão e depois deportação sumária. Os

casos de Postville provocaram protestos entre ativistas defensores dos direitos dos imigrantes, pois transformado em crime federal a prática comum entre ilegais de apresentar números falsos do Seguro Social e outros documentos aos empregadores. A determinação da Corte não ajudará muito os imigrantes envolvidos nos casos de Postville, pois a maioria deles já foi deportada. O Juiz Stephen G. Breyer, em sua opinião na Corte, disse que o caso deveria ser decidido utilizando a “gramática inglesa básica” na interpretação da lei, que aplica-se quando um réu “intencionalmente transfira, possua ou utilize, sem a permissão das autoridades, a identificação de uma outra pessoa”. O Governo argumentou que o termo “intencionalmente” aplica-se somente aos verbos em questão. Mas Breyer rejeitou a interpretação, dizendo que “parece natural ler a palavra ‘intencionalmente’ na lei para todos os elementos listados do crime”. Ele deu exemplos encontrados no cotidiano que apoiam sua interpretação. “Se dissermos que alguém, intencionalmente, comeu um sanduíche de queijo”, escreveu ele, “normalmente assumimos que a pessoa sabia que estava comendo um sanduíche e que ele continha queijo”. Cinco outros juízes concordaram com a opinião de Breyer e três outros, Samuel Alito, Antonin Scalia e Clarence Thomas, colaboraram com o resultado e alguns pontos de vista. O réu no caso, Flores Figueroa v. Estados Unidos, nº 08-108, foi Ignácio Flores Figueroa, um mexicano que havia trabalhado ile-

Edição 1071– galmente numa fábrica de aço em Illinois. A princípio o réu utilizou um número falso do Seguro Social que não pertencia à uma pessoa de verdade. Seis anos mais tarde, ele disse ao seu patrão que gostaria de utilizar seu nome verdadeiro e, então, apresentou documentos forjados com números de pessoas verdadeiras. O réu assumiu a culpa por vários crimes, resultando numa sentença de 51 meses, mas apelou contra as acusações de roubo de identidade. Ele foi condenado e sentenciado aos 2 anos adicionais exigidos pela lei. A decisão da última segunda-feira (4), reverteu a extensão de 2 anos. Kevin K. Russell, advogado de Figueroa, disse que seu cliente encontra-se detido numa prisão federal na Georgia. Depois que ele cumprir a sentença, “acredito que o Governo tentará deportá-lo”, disse Russell. Cerca de 8 milhões de imigrantes ilegais trabalham nos Estados Unidos, estimou o Pew Hispanic Center em Washington – DC. Stephen H. Legomsky, professor de leis migratórias na Washington University School of Law em St. Louis, disse que a decisão causará um grande impacto na estratégia utilizada pelo Departamento de Imigração, ao dificultar o órgão em processar criminalmente imigrantes que não cometeram nenhum outro delito a não ser trabalhar ilegalmente. “Nos casos migratórios comuns, isso não será mais uma arma”, comentou o Professor Legomsky. A administração Obama disse que mudará o foco do cumprimento das leis migratórias aos patrões que intencionalmente contratem trabalhadores ilegais com o objetivo de pagar salários mais baixos ou diminuir os custos. Entretanto, semana passada a administração disse que os agentes continuarão a deter os imigrantes ilegais descobertos nas batidas.


– Edição 1071

www.BrazilianVoice.com

06 a 08 de Maio de 2009

31


32

06 a 08 de Maio de 2009

Comunidade

Clube realiza campanha de doação de sangue e medula óssea E evento terá lugar em frente à sede da Igreja Luterana, nas cinco esquinas, no bairro do Ironbound

N

o próximo 16 de maio, a partir das 10:00 am, o Clube de Aventureiros de Newark, New Jersey, estará promovendo o programa “Vida Por Vidas”. O projeto é na realidade um programa de doação de sangue e medula óssea visionado pelos líderes do clube: Carla Santos, Tainan de Oliveira, e Gilmar Sampaio. Em uma parceria com a Red Cross, Saint Michaels Hospital e a Fundacao Icla da Silva, o Clube de Aventureiros estará durante o dia inteiro recebendo doadores que queiram dar um pouco de si mesmos para salvar vidas. Às 10 horas da manhã, todos estão convidados a participarem de uma parada que sairá da Edson Place com a Ferry St. até o supermercados Path Mark, no bairro do Ironbound. Esta mobilização tem como objetivo a conscientização da comunidade para a importância da doação de sangue e da amostra de compatibilidade para doação da medúla óssea. A seguir, durante o restante do dia, equipes da Red Cross, Saint Michaels Hospital e do Icla da Silva estarão na Merchant St. (Cinco esquinas) recebendo as doações, e comprovando que salvar uma vida é muito mais simples do que parece. O programa contará com várias participações locais, shows, e diversão para toda a família, além de inscrições para exames de Mamografia e Papanicolau grátis junto ao Hospital Universitário

O Clube de Aventureiros é um programa de lazer e atividades para crianças entre 4 a 9 anos

(UMDNJ), também será feito exames de colesterol, níveis de gordura no corpo, pressão arterial totalmente gratuitos, alem de uma dentista que estará realizando exames preventivos. O Clube de Aventureiros existe há mais de 40 anos ao redor do mundo e há cerca de três anos, a comunidade brasileira é privilegiada de também ter um grupo de crianças que reúne-se semanalmente, quando aprendem sobre a natureza, valores positivos, life skills (habilidades), artesanatos, passeios e participam de trabalhos comunitários, como a campanha de doação de sangue e medula óssea. Somente em New Jersey são 600 aventureiros. Para mais informações, ligar para (201) 349-4895 e faca sua inscrição. Não falta sangue...Faltam pessoas...Falta atitude...Falta Você! O Clube de Aventureiros Little Friends of Jesus foi fundado em Newark no dia 5 de novembro de 2006.

“No princípio, contávamos com apenas 5 criancas e 3 voluntários. Hoje, o clube tem 25 criancas registradas e 14 voluntários, sendo que entre esses voluntários temos duas enfermeiras; uma delas trabalha para o Estado de New Jersey, Ana Sampaio. Além disso, contamos com Cristina Macena, ela é ‘Parent Coach’, instrutora pelo Breakthrough Parenting e educadora infantil, e 6 que estão certificados pelo Estado de New Jersey em Primeiros Socorros e Respiração Cardio Pulmonar”, explicou Carla Santos, diretora do Clube de Aventureiros. O Clube é um programa de lazer e atividades para crianças entre 4 a 9 anos de idade. O objetivo da entidade é auxiliar pais, mães e responsáveis na tarefa de desenvolver os aspectos físico, mental, espiritual e social dos pequenos aventureiros, num ambiente seguro e agradável. Desenvolver as criancas, envolvendo os pais neste trabalho, é a principal missão do Clube de Aventureiros, sendo que nesta faixa etária é extrema-

Edição 1071– mente fundamental a presença dos pais. O Clube de Aventureiros é dividido em seis classes; destinadas à crianças de uma idade específica, elaboradas de modo a ajustarem-se à cada idade. Cumprindo satisfatoriamente todos os requisitos das classes, os aventureiros conquistam o distintivo correspondente, que lhe é entregue durante uma cerimônia especial de investidura. Os Aventureiros tambem adquirem conhecimento especializado, focado em temas que atraiam a atenção deles, chamados de "especialidades". Cumprindo os requisitos, os aventureiros conquistam o direito de ostentar em sua faixa insignias especiais que indicam os temas em que se tornou "especialista". O Clube de Aventureiros tambem conta com a Rede Familiar de Aventureiros, que é uma ferramenta para atar ou reatar os laços entre pais e filhos. Ela existe como uma tentativa de reestabelecer na mente dos pais de hoje, a consciência acerca de alguns dos “segredos” que podem auxiliá-los como educadores. Por isso, o trabalho realizado pelo Clube não pode nem cogitar a ausência dos pais, uma vez que o agente de formação ou transformação dos filhos são eles: o pai e a mãe. Assim, a Rede Familiar do Clube de Aventureiros é uma parceria, estabelecida entre pais e líderes, objetivando o desenvolvimento mental, físico, espiritual e social das crianças. O Clube reune-se todos os sábados, quando os aventureiros aprendem sobre a natureza, valores positivos, conhecimentos sobre a vida, artesanatos e envolvem-se em trabalhos comunitários, como o “Projeto Vida por Vidas”. O Clube está localizado na 31 Merchant St., em Newark (NJ). As reuniões acontecem todos os sábados, das 4:00 pm às 5:30 pm. Informações: (201) 349-4895, falar com Carla - Diretora do Clube.


– Edição 1071

www.BrazilianVoice.com

06 a 08 de Maio de 2009

33


34

06 a 08 de Maio de 2009

www.BrazilianVoice.com

Edição 1071–


– Edição 1071

www.BrazilianVoice.com

06 a 08 de Maio de 2009

35


36

06 a 08 de Maio de 2009

Comunidade

Edição 1071–

Criminalidade em NJ Comércio brasileiro aumentou 5% em 2008 prepara-se para o Dia das Mães em NJ

O

índice de criminalidade aumento 5% durante os 6 primeiros meses do ano passado, mesmo com a queda dos crimes violentos, anunciaram as autoridades na última segunda-feira (4). “Este é o segundo ano seguido que a taxa de crimes violentos caíram na primeira metade do ano”, anunciou a promotora pública geral Anne Milgram. “Entretanto, é claro que o aumento da criminalidade em geral indica que as autoridades devem continuar vigilantes na proteção das vizinhanças no estado”. O relatório estadual sobre estatísticas relacionadas a crimes no primeiro semestre de 2008 demonstra que estupros foram os incidentes que mais aumentaram, pulando 15% para 586 casos registrados. O número de assassinatos aumentou 9.2% para 201, grande parte devido à violência no Condado de Camden. Roubos caíram 5.8% para 5.687 casos e agressões físicas caíram 2.7% para 6.931, segundo o relatório estadual. Denúncias de vandalismo e violência doméstica também caíram para 6% e 7%, respectivamente. As estatísticas reveladas no primeiro semestre de 2008 foram comparadas com as

N

do mesmo período de 2007. David Wald, porta-voz da promotoria pública, disse que um relatório completo de 2008 será divulgado ainda nesse verão ou início do outono. O relatório revelou que as zonas rurais apresentaram um aumento significativo da criminalidade, com 10% a mais do que em 2007. A criminalidade aumentou 4% nas áreas urbanas e 5% nas regiões rurais. O Condado de Gloucester apresentou o maior índice de criminalidade, 19% seguido do Condado de Warren com 17% e o Condado de Sussex com 15%. A criminalidade em Cape May caiu 11%, segundo o relatório.

este domingo, 10 de maio, as famílias preparam-se para comemorar um dos dias mais especiais do ano: O Dia das Mães. Nesta data, pais e filhos passam horas nas lojas em busca do presente ideal para aquela pessoa única que nos presenteou com o privilégio da vida. Mães, sejam biológicas ou adotivas, vivas ou falecidas, jovens ou idosas ocupam sempre um lugar especial em nossos corações. A história da criação do Dia das Mães começa nos Estados Unidos, em maio de 1905, em uma pequena cidade na Virgínia. Foi lá que a filha de pastores Anna Jarvis e algumas amigas começaram um movimento para instituir um dia em que todas as crianças se lembrassem e homenageassem suas mães. A idéia era fortalecer os laços familiares e o respeito pelos pais. Para Anna, a data tinha um significado mais especial: homenagear a própria mãe, Ann Marie Reeves Jarvis, falecida naquele mesmo ano. Ann Marie tinha almejado um feriado especial para honrar as mães. Durante três anos seguidos, Anna lutou para que fosse criado o Dia das Mães. A primeira celebração oficial aconteceu somente em 26 de abril de 1910, quando o governador da Virgínia, William E. Glasscock, incorpo-

Detalhe da vitrine decorada para o Dia das Mães da Delson’s Jewelry, na Ferry St., em Newark - NJ

rou o Dia das Mães ao calendário de datas comemorativas daquele estado. Rapidamente, outros estados norte-americanos aderiram à comemoração. Em 1914, a celebração foi unificada nos Estados Unidos, sendo comemorado sempre no segundo domingo de maio. Em pouco tempo, mais de 40 países adotaram a data. O primeiro Dia das Mães brasileiro foi promovido pela Associação Cristã de Moços de Porto Alegre, no dia 12 de maio de 1918. Em 1932, o então presidente Getúlio Vargas oficializou o feriado. Mas Anna não foi a primeira a sugerir a criação do Dia das Mães. Antes dela, em 1872, a escritora Julia Ward Howe chegou a organizar em Boston (MA) um encontro de mães dedicado à paz.


– Edição 1071

www.BrazilianVoice.com

06 a 08 de Maio de 2009

37


38

06 a 08 de Maio de 2009

www.BrazilianVoice.com

Edição 1071–


– Edição 1071

Comunidade

Caco Barcellos participará do Brazilian Press Award 2009 O repórter foi premiado pela ONU como um dos 5 jornalistas que mais se destacaram, nos últimos 30 anos, na defesa dos direitos humanos no Brasil

O

gaúcho Cláudio Barcelos de Barcelos, mais conhecido como Caco Barcellos, destacou-se na carreira por sua especialização em em jornalismo investigativo, investigações, documentários e grandes reportagens sobre injustica social e violência. Este ano, o repórter será um dos destaques do Brazilian International Press Award. A partir do próximo 7 de maio, quintafeira, será realizada uma série de palestras e eventos que visam prestigiar o talento brasileiro na área da Comunicação Social. O Press Award acontecerá em Fort Lauderdale (FL) e reunirá profissionais residentes em vários estados norte-americanos. Caco Nasceu na periferia de Porto Alegre, na Vila São José do Murialdo, onde desde menino testemunhou a brutalidade policial que ainda domina alguns setores da corporação. Foi taxista e várias coisas mais antes de se tornar repórter. Começou no Jornalismo como repórter do jornal Folha da Manhã, do grupo gaúcho Caldas Júnior. Teve atuação destacada nos veículos da imprensa alternativa na década de 70. Caco foi um dos criadores da Cooperativa dos Jornalistas de Porto Alegre e da antiga revista Versus, que apresentava grandes reportagens sobre a

O repórter Caco Barcellos será um dos destaques do Brazilian International Press Award

América Latina. Antes de trabalhar para a Rede Globo, Barcellos foi repórter dos maiores jornais do Brasil e das revistas de informação semanal IstoÉ e Veja. Ainda quando trabalhava no jornalismo impresso, no fim dos anos 1970, foi correspondente internacional em New York. Durante 6 anos apresentou um programa semanal na Globo News. A partir de 2001, passou a atuar como correspondente inter-

nacional, em Londres, para a TV Globo. Caco É um dos repórteres mais famosos da televisão brasileira, com mais de 20 anos de atuação no Globo Repórter, Fantástico, Jornal Nacional e no Profissão: Repórter. Ele é o autor do livro “Rota 66”, que custou-lhe 8 anos de pesquisa, muitas noites de insônia e várias ameaças e que fala sobre a polícia que mata na Grande São Paulo. A investigação levou à identificação de 4.200

06 a 08 de Maio de 2009

39

vítimas, todos jovens e pobres, mortos pela Polícia Militar de São Paulo. Depois do lançamento do livro, Caco passou um período fora do Brasil, pois sua vida corria risco - o livro irritou profundamente algumas esferas, sobretudo a dos coronéis da polícia militar. Seu terceiro livro, “Abusado, o dono do Morro Dona Marta”, é um relato do tráfico nos morros cariocas, de como "nascem" os traficantes e do relacionamento entre eles e a comunidade. O livro é uma reportagem escrita em forma de romance, e esteve mais de 1 ano na lista dos mais vendidos do Brasil. Assim como o “Rota 66”, o “Abusado” faz parte do currículo escolar de várias escolas da periferia de grandes cidades brasileiras e é indicado pela Faculdade Cásper Líbero, a universidade de Jornalismo mais antiga da América Latina, como leitura obrigatória para os estudantes que prestam o vestibular, ao lado de duas outras obras clássicas da literatura nacional, como “Vidas Secas”, de Graciliano Ramos, e “Grande Sertão: Veredas”, de João Guimarães Rosa. Caco também é o autor do livro “Nicarágua: a Revolução das Crianças”, sua primeira obra editorial e pouco conhecida, sobre o movimento sandinista que tirou a Nicarágua das garras da ditadura de Anastasio Somoza. Ele cobriu a guerra como freelancer e foi refém dos sandinistas (na verdade, de um grupo de garotos). Temia por sua vida, porque se a revolução fracassasse, ele poderia ser morto junto com os insurgentes. Mas tudo deu certo e o resultado foi um belíssimo livro, tocante e motivador. Com a narrativa peculiar de Caco, ele prende o leitor até o final - o que também acontece com os telespectadores. Em 2007, Caco Barcellos escreveu a peça de teatro, Ösama, The Suicide Bomber of Rio (Osama, Homem Bomba do Rio), para o projeto Conexões, do National Theatre of London.


40

06 a 08 de Maio de 2009

Comunidade

Edição 1071–

Baiano que é baiano... Por Marcelo Torres

B

aiano que é baiano fala porra a cada dez palavras. Na Bahia, porra é tudo, menos a porra improperiamente dita Brasil afora, ops, Brasil adentro. Como diz o 'embaixador' Renato Fechine (um paraibano que abaianou de vez), porra na Bahia é adjetivo, substantivo, interjeição, adjunto adnominal e advérbio de modo, de tempo, de lugar, de intensidade... da porra toda. "O cara mora na casa da porra" = mora longe. Também pode-se dizer: "Ele mora na casa da desgraça", que é a mesma coisa, ou seja, mora longe pra caramba. Baiano que é baiano aguenta comer pelo menos dois acarajés sem passar mal... Se você não sabe, acarajé é hambúrguer de baiano. Baiano que é baiano chama as amigas de "ordinárias" e elas não se incomodam, não se sentem ofendidas - ao contrário, sabem que é um tratamento carinhoso. Na Bahia, você olha para sua amiga (seja ela pretinha, branquela, loira ou morena) e a chama de "nigrinha" e ela acha o máximo. Baiano não admite fulerage pu seu lado. Traduzindo: não gosta de cheiro mole. Oxente, não entendeu? Ah, você precisa se matricular num curso de baianês. Pegar ou bater um rango e filar a bóia significam a mesma coisa, ou seja, almoçar, comer, matar quem tá te matando. Baiano que é baiano não bebe. Come água. Fica em águas. "Ontem Fulano estava em água dura". Tradução: estava trêbado, pra lá de Maracangalha. O baiano, quando chama um brother pra beber, fala: "Rumbora cumê água". Todo baiano chama Graça de Gal, Wagner de Wal, Gilberto de Gil... Para meus amigos, parentes e aderentes, eu não sou Marcelo. Sou Macelo (engolimos o "r"). Sérgio é Sejo, terça-feira é têça-fêra; bar é bá e cerveja é ceveja. Baiano que é baiano engole a letra "d" do gerúndio: - Qué qui cê tá FAZENO? -Eu tô DURMINO... Caminhano e cantano e seguino o trio elétrico... Numa roda de baianos e baianas, quando alguém chega após ter tomado banho, alguém sempre diz: "Ó pai, chegou toda tomada banho". Traduzindo: "Ela chegou limpinha, cheirosinha". Baiano que é baiano sabe o significado da frase: "O cara tava mais enfeitado que jegue na Lavagem do Bonfim". Ou seja, usava excessivo número de adereços e enfeites. Baiano sabe que brown [bráun] não é a forma carinhosa de chamar Carlinhos Brown, o omelete-man. Brown é adjetivo de pessoa brega-espalhafatosa-cafona. O motorista que põe mil adesivos no carro, o cara cheio de colares de prata e pulseiras. "Que cara mais brown!" Baiano que é baiano sabe o que é "lavar a jega". É se dar bem, levar vantagem, lavar a égua, lavar a burra. Todo baiano sabe que jante não tem nada a ver com o verbo jantar. Na Bahia, jante significa aro de pneu. "Rodar na jante", no sentido denotativo baiano, é o carro rodar com o pneu vazio ou furado. Mas, também, rodar na jante é transar sem camisinha. Baiano que é baiano sabe o que é nestante. É "nesse" + "instante" = daqui a pouco. Baiano fala pra semana (na próxima semana), parumês (no próximo mês) e paruano (no próximo ano). "Paruano sai milhó", diz o dono do bloco de carnaval. Só baiano sabe o que é falar "de hoje a oito". "Meu aniversário é de hoje a oito", ou

O Omelete-man Carlinhos Brown, desbundando pelas ruas de Salvador

seja, é daqui sete dias. Baiano que é baiano fala horas de relógio. "Fiquei duas horas de relógio esperando aquele filadaputa". Em geral, fala-se "horas de relógio" quando se quer enfatizar atraso, demora. Baiano é convidado para um aniversário e leva uma renca de amigos (renca = muitos, uma catrupia, muita gente). Baiano fala na moral em vez de por favor... "Pega isso aí pra mim, na moral".

Baiano vive dizendo que Sergipe é o quintal da Bahia... E o sergipano adora a Bahia e os baianos. O baiano de Salvador parece não querer ser nordestino e esculhamba o sotaque de sergipanos, alagoanos, pernambucanos, potiguares, paraibanos... (não deveria ser assim, mas é, infelizmente). Baiano chama ônibus de humilhante e taxista de taquicêro. Baiano acha legal quando dizem que ele é "retado"; "boca de zero nove" ou "um pinico

cheio"... Ê baiano porreta! O baiano, quando tá indo embora, não diz "tô indo"; ele diz "tô chegando". Não vai embora, se pica. "Vou me picar" significa "vou cair fora". Na Bahia, é comum você tratar um amigo, um colega ou um desconhecido de "pai". Se for mulher, "mãe". "Venha, pai". "Venha, mãe". Também é comum tratar um desconhecido como "maluco", mas é uma forma carinhosa. "Vai, maluco". Quando se diz "A reunião não teve um pé de pessoa", se quer dizer que a reunião não teve ninguém. "Colé a de mermo?", pergunta um baiano ("qual é a boa?"). E o outro responde: "É niúma" (significa "tudo bem"). Baiano não usa o termo arretado, que é uma invenção dos outros. Baiano fala "retado". Raul Seixas canta uma música que diz: "Não planto capim guiné pra boi abanar rabo/ Tô virado no diabo/ eu tô retado com você. Tá vendo tudo e fica aí parado/ Com cara de veado/ Que viu o caxinguelê". "Tô retado" significa "tô zangado". Mas retado também exerce a função de superlativo: "É bonito que é retado" [é muito bonito]. "O cara é retado de feio" [é muito feio]. Quando se diz "Ele é um cara retado", significa, "é boa praça". A Bahia é o único estado que começa com B - de Brasil. O mapa da Bahia é quase igual ao do Brasil, você já viu? A Bahia tem a maior costa marítima do País, você sabia? A Bahia faz divisa com oitos estados (do Norte, Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste). Salvador é a terceira cidade mais populosa do país, você sabe? [Não, nem os soteropolitanos sabem disso.] De acordo com um magérrimo satirista baiano, chamado Gordurinha, um baiano é uma coisa divertida; dois baianos, uma boa pedida; três baianos, uma conversa comprida; quatro baianos, um discurso na avenida. Ééééé. Diz-se, também, o seguinte: 1 baiano = um escritor famoso 2 baianos = uma luta de capoeira 3 baianos = um grupo de axé 4 baianos = um terreiro de candomblé


– Edição 1071

www.BrazilianVoice.com

06 a 08 de Maio de 2009

41


42

Comunidade

06 a 08 de Maio de 2009

Edição 1071–

Cabeça de grávida Num minuto a gente está na maior alegria, no seguinte a gente está meio deprimida. Cabeça de grávida é assim: parece uma montanha-russa! Mas é possível lidar com esses ups and downs na boa, pode acreditar...

G

ravidez: vida nova, vida louca! Durante nove meses a gente vai passar, literalmente, por uma tonelada de mudanças, físicas e psicológicas. A barriga se expande muuuuito para acomodar o bebê que começa a crescer, mas não é só isso: os peitos crescem, o bumbum cresce, a ansiedade cresce muito... E como se não bastasse, tem as mudanças emocionais, mudanças de humor dignas de uma montanha-russa da Disney que vão de momentos de ternura indescritíveis por aquele serzinho que vive dentro da gente às altas dúvidas sobre como será nossa vida quando ele nascer… Será que seremos capazes de cuidar de um bebê? Pois é, normal. É assim mesmo. Toda grávida se sente enlouquecida nesses nove meses da vida. Mas se a gente tiver pelo menos uma ideia do que vai acontecer e qual é a melhor maneira de lidar com isso, dá para segurar os altos e baixos numa boa.

Eu me sinto gorda, feia, zero sexy! Ganhar peso é parte essencial de uma gravidez saudável. Todos os especialistas concordam que a maioria das mulheres engorda de 10 a 20 quilos nesse período. Mas isso não quer dizer que seja fácil para a gente aceitar uma figura muito mais redonda, em todos os sentidos. Aceitar e conviver com esse novo formato é complicado especialmente nos primeiros meses, quando a barriga ainda não despontou, mas a cintura já desapareceu e os peitos já viraram dois melões. Nessa hora não podemos nos esquecer de que grande parte desse peso adquirido não se trata de gordura: estão incluídos a placenta, o líquido amniótico, o útero dilatado, os seios que se preparam para a amamentação, o aumento do sangue circulando em nosso corpo e, claro, o próprio bebê, que ao final terá de 2 a 3 quilos, em média.

Dá pra se sentir melhor: A balança é uma inimiga nessas horas. Se subir na balança nos deixa de mau humor é melhor a gente fugir dela. Pelo menos por nove meses, vamos esquecer esses números que só aumentam e vamos focar na saúde? Manter uma rotina de exercícios leves é sempre bom, grávida ou não: “Exercício mantém a tonicidade e faz a gente se sentir melhor com o nosso corpo”, diz Jeanne Brooks-Gunn, professora da Columbia University, em Nova York. “A gente se sente mais leve e o corpo produz endorfinas, que aumentam a sensação de bem-estar”, completa. É bom consultar o médico antes de iniciar os exercícios, ela avisa. E nas horas em que bate o desespero da gente se sentir um verdadeiro barril, é bom lembrar: esses quilos são passageiros. Com um mínimo de exercícios e uma dieta razoável, as chances de voltarmos ao peso de antes do bebê são muito boas.

Ai que medo: eu vou ser uma péssima mãe. Logo depois de receber a boa notícia de que estamos esperando um bebê, bate aquele medo, tão grande quanto a responsabilidade que nos espera mais adiante. A gente vive atazanada de ideias do tipo: “Será que eu vou ser capaz de criar um filho?”, ou “Será que vou repetir os mesmo erros dos meus pais?”. Mas esse tipo de pensamento é supernormal e não significa que não saberemos ser boas mães.

Dá pra se sentir melhor: Durante a gravidez a gente fica mesmo mais sensível, e é supernatural a gente se preo-

cupar. Mas não é legal a gente se ocupar antes da hora com esse assunto. Vamos ter muito tempo pela frente para ir fazendo a nossa cabeça, correr atrás de uma boa bibliografia (os livros são sempre excelentes amigos e conselheiros) e ainda consultar pessoas que você confia e que sejam experientes e inspiradoras para conversar sobre como criar nossos filhotes. Agora, vá com calma: existem milhares de livros sobre gravidez e, às vezes, quanto mais opiniões a gente ouve, mais confusa fica. “O ideal é escolher um ou dois livros que tenham a ver com sua filosofia parental e seguir com eles”, diz a Dra. Puryear. Também é bom aproveitar a gravidez para desenvolver com o seu parceiro um plano de ajuda especial durante as primeiras semanas do bebê em casa. E mesmo quando o bebê já estiver maiorzinho, nunca devemos nos intimidar diante das dificuldades: o negócio é pedir ajuda da família e dos amigos mais próximos. Estou tão instável, choro por qualquer besteira. Os culpados dessa nossa montanha-russa de humor são os hormônios: o estrogênio e a rogesterona, entre outros, invadem nosso corpo avisando que ele vai começar a trabalhar por dois e isso tem o efeito de uma TPM gigante: a gente fica irritada, irritante e irritável. Não há dúvida de que a gravidez é um tempo de enooooorme felicidade, mas também é um supermomento de transição. Pensar na chegada de uma criança e na forma como ela vai afetar nosso casamento, nosso dinheiro, nossa vida é, sim, motivo para reflexão. A vida vai mudar, mas não quer dizer que seja para pior.

Dá pra se sentir melhor: As mudanças de humor vão diminuir bastante depois do primeiro trimestre. Enquanto isso, para manter o humor o mais estável possível, faça algumas escolhas inteligentes, como comer pequenas quantidades de comida várias vezes por dia. Além de evitar os assaltos à geladeira, comendo aos pouquinhos, o nível de

açúcar no sangue não caia bruscamente. Também vale a pena cortar a cafeína e o açúcar. É bom descansar algumas vezes por dia, levantando os pés e relaxando. E ir para a cama cedo. O cansaço é uma das principais razões da instabilidade emocional.

Não consigo me lembrar de nada, minha cabeça está devagar… Algumas mulheres ficam tão distraídas na gravidez que até inventaram o termo “cabeça de grávida” para descrever a facilidade de esquecer as coisas que nos acomete durante a gravidez e a amamentação. Parece que todo o nosso sistema fica mais lento. E fica mesmo: os altos níveis de progesterona em nosso organismo têm um efeito sedativo, que causa distração e esquecimento.

Dá pra se sentir melhor: O negócio é fazer listas, muitas listas. “A gravidez é mesmo um período meio nebuloso, em que a gente não pode confiar muito na memória,” diz Lucy J. Puryear, autora do livro Understanding Your Moods When You’re Expecting (Entendendo seu humor enquanto espera um bebê), ainda não traduzido no Brasil. Lembre-se: a gravidez é uma fase, com data marcada para acabar.

Quando o mau humor é má notícia: Muitas mulheres ficam tristes durante ou depois da gravidez. É normal, inclusive tem a depressão pós-parto, uma condição séria que merece tratamento médico imediato. Ligue para o seu médico se tiver algum desses sintomas: • Perda de interesse em atividades de que você costumava gostar • Mudança brusca nos hábitos alimentares • Tristeza persistente • Dificuldade de concentração • Dormir muito ou pouco demais • Ideias recorrentes de morte e suicídio • Ansiedade e desespero • Sentimento de culpa ou insignificância

Dicas práticas para manter a cabeça em ordem: • Procure fazer caminhadas regulares em algum parque ou na praia, respeitando seu próprio ritmo; • Alimente-se regularmente, evite o jejum. Pequenos lanches também podem aliviar as flutuações de humor; • Evite discussões e faça um acordo com as pessoas ao seu redor, para que todos contribuam para a tranqüilidade em casa; • Consuma entre 8 e 12 copos de água por dia. Hidratação é fundamental; • Na hora de dormir, desligue as luzes e apague a TV. Descanse.


Comunidade

– Edição 1071

06 a 08 de Maio de 2009

43

Mães famosas e filhos adotados

A cantora Madona e o pequeno David, um dos seus filhos adotados

É

uma pena que a gente viva numa era tão voltada para as aparências e para a superexposição que um gesto bacana como adotar um filho possa ser questionado Já comentei mais de uma vez, mas é o tipo de assunto que não custa reprisar: a adoção é um dos gestos mais generosos que há. Um homem e uma mulher que, por alguma razão, não podem ter seus próprios filhos tomam para si a guarda de um recém-nascido dandolhe amor, conforto, educação e uma vida de oportunidades pela frente.

Pouco importa ao casal que não haja laços de sangue, semelhança física ou que não conheçam a herança genética deixada pelos pais verdadeiros. O que importa é que a carência de todos, pais e bebê, foi preenchida, e que, dali por diante, será criado um ambiente familiar como outro qualquer. É uma atitude que, até ontem, era de foro íntimo, mas que tem ganhado as páginas dos jornais porque muitas celebridades passaram a adotar crianças, mesmo aquelas que possuem condições de gerá-los. De certa forma, é um bom exemplo

a ser divulgado pela imprensa, ainda mais porque a maioria das crianças adotadas não é loirinha de olho azul, e sim crianças de raças e etnias diferentes das dos pais adotivos, o que ajuda a democratizar a escolha dos bebês. Até aí, tudo perfeito, pois se está promovendo a adoção como um ato de afeto e responsabilidade. O que me deixa intrigada é se este ato que deveria ser realmente de afeto e responsabilidade não está virando apenas mais uma estratégia de marketing. É muito fácil uma pessoa famosa ir até um país miserável da África ou da Ásia e voltar de lá com um bebê no colo para exibir para os fotógrafos. Mas o que acontece depois que os fotógrafos recolhem suas câmeras e os flashes se apagam? Como é que fica o dia-a-dia? Não se sabe. Ninguém está dentro da casa dos outros para testemunhar. Pode ser que o bebê seja cuidado por um staff de babás e enfermeiras e que só saia com a mamãe superstar uma vez por mês, com os paparazzi todos avisados com antecedência. Ou pode ser que os pais sejam presentes e afetuosos como quaisquer outros, não importa se são atores, atrizes, cantores. O que se está fazendo aqui é pura especulação, mas a tendência de adoção entre pessoas famosas existe, está se ampliando e não duvido que se transforme, um dia, em apenas mais uma jogada de

Angelina Jolie e dois de seus filhos adotados

autopromoção. Talvez eu esteja vendo coisas que não existem. É uma pena que a gente viva numa era tão voltada para as aparências e para a superexposição que um gesto bacana como adotar um filho possa ser questionado. Tempos atrás, eu seria a primeira a duvidar que um adulto, fosse ele a Madonna ou a

Maria das Dores, fosse capaz de usar uma criança para fins tão fúteis quanto marcar presença na mídia, mas hoje nada tem me descido fácil. Ou fiquei mais cínica ou mais esperta, e nenhuma destas alternativas me envaidece. Tomara que eu esteja mesmo vendo coisas que não existem. Martha Medeiros


44

Comunidade

06 a 08 de Maio de 2009

Edição 1071–

Mulheres têm vida dupla na profissão vinhos, a quem sugeri a idéia de formar grupos em condomínios para eu ministrar palestras sobre vinhos", conta. Hoje, ela continua com as 40 horas/aulas semanais e, nos fins de semana, fala sobre o um assunto de que mais gosta e ainda ganha um dinheiro extra. "Como faço as palestras nas sextas e nos sábados, isso não atrapalha minha atividade principal", diz ela, que pretende ter seu próprio bistrô quando se aposentar. "É uma complementação da profissão, pois continuo trabalhando com alimentos, já que existe a harmonização da bebida com os pratos", explica.

Cães e publicidade

A nutricionista Ana Maria de Souza Pinto dá palestras sobre vinhos aos finais de semana

O

que uma publicitária tem a ver com uma criadora de cães? O que pode ter em comum uma headhunter e uma cantora? Teoricamente, nada; mas, na prática, podem ser a mesma pessoa. É que muitas mulheres com uma carreira consolidada em uma empresa acabam fazendo de seu passatempo nas horas vagas uma segunda profissão. O hobby da nutricionista Ana Maria de Souza Pinto, 44 anos, formada há 23 anos e professora de nutrição em duas universidades paulistas, é o gosto pelos vinhos. Depois de ter começado há três anos a fazer vários cursos sobre o tema, resolveu profissionalizar seu passatempo. "Conheci um francês, proprietário de uma importadora e loja de

Além de publicitária, Paula Balestrim cria cães da raça bernese mountain dog

Já a publicitária Paula Balestrim, 28 anos, tem uma atividade paralela totalmente diferente de seu emprego oficial - ela é diretora de atendimento de uma agência digital de publicidade e cria cães da raça bernese mountain dog. Patrícia conta que tudo começou na montanha BlackComb, no Canadá, onde

conheceu, há oito anos, o primeiro cão dessa raça. "Foi amor à primeira vista", relembra. Já no Brasil, seu marido a presenteou com seu primeiro bernese, a cadela Neve, que morreu no ano passado. Foi então que resolveram iniciar a própria criação. Como essa raça é de origem suíça e pouco conhecida no Brasil, Paula resolveu investir em pesquisas. Parou de trabalhar e viajou por cerca de cinco meses para a Europa a fim de visitar criadores e participar de exposições. Depois se dedicou à construção do site (www.bernese.com.br), que hoje é uma referência no Brasil quando se fala de bernese. "Usei meus conhecimentos profissionais para formatar o site", diz ela, que conseguiu se recolocar no mercado com facilidade. Hoje, ela alia sua jornada de 10 horas diárias na agência, onde gerencia 11 pessoas, com o canil que abriu no interior de São Paulo - também há oito anos. Ela conta com dois funcionários mais a ajuda da mãe, além de sua dedicação todas as noites (vai dormir por volta das 2h) e fins de semana. A consultora de carreiras, Adriana Néglia, da Career Center, diz que, de forma geral, quando existe uma coerência entre a atividade principal com a paralela, fica mais fácil se recolocar no mercado, como é o caso da nutricionista. Mas se a pessoa tiver uma ótima rede de relacionamento, como a publicitária, pode voltar ao mercado facilmente. De qualquer forma, Adriana adverte: "Lembre que o mercado é bastante rígido com quem fica fora dele por períodos de um a dois anos, já que existe muita concorrência".

mou em um negócio, corresponde a 50% de sua renda mensal em meses normais. Em ocasiões especiais, como Natal e Dia das Mães, a renda dos sabonetes chega a 100% de seu salário. Patricia divide os lucros com a sócia e afirma que ainda não cobrem o salário e benefícios do banco, por isso exerce as duas atividades. Segundo a consultora Adriana Néglia, a bancária está correta em sua postura. "Já presenciei casos de pessoas que largaram um ótimo cargo numa grande empresa para se dedicar ao hobby profissionalmente e deram certo, e outras que tiveram de voltar ao mercado. Por isso, é bom avaliar antes se o rendimento da nova atividade é compatível com o seu padrão, fazer pesquisas de mercado e até se associar a alguém com mais experiência na área", sugere.

Na música

Conciliar horários A maior dúvida quando se pensa em aliar duas atividades profissionais distintas é o horário, já que muitas atividades exigem que o profissional se dedique exclusivamente. Segundo o gerente Robert Brito, da Robert Half, empresa de recrutamento, é possível conciliar duas atividades quando o emprego oficial se restringe apenas ao horário de expediente e não há necessidade de ficar até mais tarde, por exemplo. É o caso de Patricia Ohuti, 26 anos, que trabalha há cinco em um banco como analista da área de câmbio, e produz, juntamente com sua sócia, produtos para banho (sabonetes, massageadores e óleos), lembranças de casamento e arranjos florais aromatizados e personalizados. Durante a manhã, antes de sair para o trabalho, ela checa os e-mails com pedidos e entra em contato com fornecedores e clientes. Quando volta para a casa, onde tem um pequeno ateliê, confecciona os produtos encomendados. O hobby, que começou com um curso de sabonetes que fez há um ano e se transfor-

Mariana Scheddin é psicóloga por formação e headhunter de profissão (profissional que busca executivos para grandes empresas). E ela canta desde os 15 anos, mas ainda não teve coragem de largar o emprego para exercer apenas o hobby como carreira

Mariana Scheddin, 32 anos, ainda não se arriscou. Psicóloga por formação e headhunter de profissão (profissional que busca executivos para grandes empresas), ela gosta mesmo é de cantar, o que faz desde os 15 anos. Mas seu rendimento com essa atividade paralela não chega a 10% de seu salário. Por enquanto, ela diz que prefere manter a dupla jornada: durante a semana, trabalha full time na empresa, e nos fins de semana se apresenta em eventos fechados com a banda de pop rock da qual é vocalista há três anos. Vale então a pena ter uma "vida dupla profissional"? Com pouco ou muito ganho financeiro, todas elas garantem que sim. "Afinal, a pessoa que faz o que gosta se sente energizada, um bom combustível para o trabalho", afirma a consultora Adriana Néglia.

Patricia Ohuti trabalha há cinco anos como analista da área de câmbio e, no tempo livre, produz artigos para banho, como sabonete, óleos e massageadores


– Edição 1071

www.BrazilianVoice.com

06 a 08 de Maio de 2009

45


46

06 a 08 de Maio de 2009

Comunidade

Mãe (Mário Quintana)

Poesia Uma criança pronta para nascer perguntou a Deus: - Dizem que estarei sendo enviado à terra amanhã. Como eu vou viver lá, sendo assim tão pequeno e indefeso? DEUS: - Entre muitos anjos, eu escolhi um especial para você. Estará lá te esperando e tomará conta de você. CRIANÇA: - Mas diga-me: Aqui no céu eu não faço nada a não ser cantar e sorrir, o que é suficiente para que eu seja feliz. Serei feliz lá? DEUS: - Seu anjo cantará e sorrirá para você e, a cada dia, a cada instante, você sentira o amor do seu anjo e será feliz. CRIANÇA: - Como poderei entender quando falarem comigo se eu não conheço a lingua que as pessoas falam? DEUS: - Com muita paciência e carinho, seu anjo lhe ensinará a falar. CRIANÇA: - E o que farei quando quiser te falar? DEUS: - Seu anjo juntará suas mãos e lhe ensinará a rezar. CRIANÇA: - Eu ouvi dizer que na terra há homens maus. Quem me protegerá? DEUS: - Seu anjo lhe defenderá, mesmo que isto signifique arriscar a própria vida.

Edição 1071–

Mãe... São três letras apenas As desse nome bendito: Também o Céu tem três letras... E nelas cabe o infinito. Para louvar nossa mãe, Todo o bem que se disse Nunca há de ser tão grande Como o bem que ela nos quer... Palavra tão pequenina, Bem sabem os lábios meus Que és do tamanho do Céu E apenas menor que Deus!

Para Sempre (Carlos Drummond de Andrade) Por que Deus permite que as mães vão-se embora? Mãe não tem limite, é tempo sem hora, luz que não apaga quando sopra o vento e chuva desaba, veludo escondido na pele enrugada, água pura, ar puro, puro pensamento.

CRIANÇA: - Mas eu serei sempre triste porque não te verei mais. DEUS: - Seu anjo sempre lhe falará sobre mim e lhe ensinará a maneira de vir a mim e eu estarei sempre dentro de você. Nesse momento havia muita paz no céu, mas as vozes da terra já podiam ser ouvidas. A criança apressada pediu suavemente: Deus, se eu estiver a ponto de ir agora, digame por favor o nome do meu anjo. DEUS: - Você chamará seu anjo de MÃE.

Morrer acontece com o que é breve e passa sem deixar vestígio. Mãe, na sua graça, é eternidade. Por que Deus se lembra - mistério profundo de tirá-la um dia? Fosse eu Rei do Mundo, baixava uma lei: Mãe não morre nunca, mãe ficará sempre junto de seu filho e ele, velho embora, será pequenino feito grão de milho.


– Edição 1071

Comunidade

Existe a palavra saudade em Inglês? Por Milena Queiroz

“Saudade” palavra que prova que a Língua Portuguesa é muito complicada!

O

tema que vamos abordar aqui é delicado e provém de muita pesquisa. Recebi um texto de uma pessoa que defende inclusive em seu blog, a existencia da palavra “saudade” em Inglês ao passo que condena o aprendizado que teve anos atrás, quando a professora de Inglês mencionou em sala de aula que a mesma só existia no Português. Então, a pergunta que não quer calar é: Qual a tradução da palavra “saudade” em Inglês? Essa pergunta inevitavelmente vem seguida pelas demais: “E, se não existe, é sinal de que os americanos não sentem saudade?” A polêmica é mais antiga que possa se imaginar, ela envolve grandes pensadores e linguístas do mundo todo, algumas pessoas simplesmente optam por generalizar, e dessa forma cometem graves erros ao estudo da linguagem. Já ouvi coisas do tipo: 1) Não existe a palavra saudade em inglês. Como pode ser isto se o sentimento é universal? Como os cida-

dãos americanos se expressam quando estão meio melancólicos pensando em alguém que está longe? Portanto na minha opinião essa possibilidade está totalmente descartada. 2) A frase “I miss you” significa = Estou com saudades de você. Errado. Simplificar uma tradução é muito comum em filmes, músicas, porém não sana as dúvidas, aumentam ainda mais, pois o International dicionary of English (cambridge) traz a seguinte explicação para a palavra em questão: “- Miss: To be unhappy or regret (that a person or thing) is not p r e sent.”

A abertura desse parênteses muda tudo, pois quando nos referimos à saudade propriamente dita, existe uma carga emocional muito grande, e não somente como o dicionário apresenta friamente: “ Estar infeliz ou lamentar porque algo ou alguém não está presente” 3) A palavra “homesick” pode ser usada para saudade de casa. A palavra em questão vem no mesmo dicionário com a tradução: Homesick: To be unhappy because of beeing away from home for a long time. “ Estar infeliz porque encontra-se longe de casa por muito tempo.” Se resumirmos essa descrição, podemos dizer que a pessoa está triste porque está longe de casa, porque sente falta, logo, sente saudade... Ao pé da letra não é bem assim, essa é uma tradução simplificada e que nós brasileiros falantes da Língua Inglesa usamos para tornar mais fácil o entendimento da tradução. Existem diversas traduções com a finalidade de expressar “saudade” em Inglês, entretanto, nenhuma delas têm a capacidade de substituir tal palavra com a mesma carga semântica. Posto isso, realmente não há um cognato perfeito. A saída, obviamente, é sempre usar o bom senso e buscar uma palavra com sentido aproximado para cada situação. E para enfatizar o fato de que essa não é uma discussão simples, saiba que de acordo com uma lista feita a partir da opinião de mais de 1000 tradu-

06 a 08 de Maio de 2009

47

tores profissionais, a palavra saudade, em português, é a 7ª palavra mais difícil de traduzir. A lista considera palavras de todos os idiomas. Confira agora: 1. “Ilunga” (tshiluba) - uma pessoa que está disposta a perdoar quaisquer maus-tratos pela primeira vez, a tolerar o mesmo pela segunda vez, mas nunca pela terceira vez. 2. “Shlimazl” (ídiche) - uma pessoa cronicamente azarada. 3. “Radioukacz” (polonês) - pessoa que trabalhou como telegrafista para os movimentos de resistência o domínio soviético nos países da antiga Cortina de Ferro. 4. “Naa” (japonês) - palavra usada apenas em uma região do país para enfatizar declarações ou concordar com alguém. 5. “Altahmam” (árabe) - um tipo de tristeza profunda. 6. “Gezellig” (holandês) - aconchegante. 7. Saudade (português) 8. “Selathirupavar” (tâmil, língua falada no sul da Índia) - palavra usada para definir um certo tipo de ausência nãoautorizada frente a deveres. 9. “Pochemuchka” (russo) - uma pessoa que faz perguntas demais. 10. “Klloshar” (albanês) - perdedor. Creio que depois dessa constatação, você não irá apenas jogar uma palavra em inglês de significado aproximado dizendo que é a tradução para “saudade”, afinal, essa palavra só tinha que ser mesmo de propriedade da rica Língua Portuguesa, pois cada povo tem sua riquesa gramatical, semantica e línguística, e em minha opinião pessoal, o sentido da palavra “saudade” está inserido ao calor, a alegria e a emoção que o povo brasileiro possui e que é conhecido em quase todos os países.


48

06 a 08 de Maio de 2009

Comunidade

Aparência de famosas pressiona mães comuns, indica estudo

Edição 1071– os amigos a desprezar as mães que não atingem estas expectativas irreais", diz o psicólogo David Moxon. "A idéia das mães esbeltas está fazendo com que as mães comuns se sintam inferiores", diz a pesquisa, encomendada pela empresa de cosméticos Nivea.

Alimentação e meio ambiente

O famoso chef Jamie Oliver, pressiona britânicas com relação à alimentação mais adequada para seus filhos

A

s imagens das celebridades que tiveram filhos e se mantiveram em forma e esbeltas após a gravidez pressionam as mães comuns, indica uma pesquisa realizada na Grã-Bretanha. A pesquisa entrevistou 8,5 mil mulheres e aponta que 68% das entrevistadas se sentem pressionadas a manter uma aparência impecável enquanto lidam com as questões da família e da vida profissional por causa da aparência sempre "perfeita" das mães famosas.

Segundo a pesquisa, entre as celebridades que mais "incomodam" as mães comuns estão Victoria Beckham (42%), Angelina Jolie (11%) e Madonna (9%). O levantamento revela ainda que a pressão exercida pela aparência das celebridades "pressiona" 81% das mulheres a se manter belas e sexualmente atraentes para os parceiros, enquanto 37% dizem que a pressão exercida pelas mães famosas está relacionada com o sucesso na carreira profissional.

Além disso, entre as entrevistadas, 67% afirmaram que acreditam que, em público, são vistas apenas como mães, e não como mulheres, e cerca de 30% dizem acreditar que os homens pararam de prestar atenção nelas desde que tiveram filhos. "Quando a sociedade começa a colocar visões pouco realistas sobre como uma mãe deve aparentar, não apenas deixa as mulheres desiludidas com suas próprias vidas, mas também pode levar os parceiros, a família e

A sondagem revela ainda que as pressões exercidas pelas celebridades nas mães comuns vão além da aparência física. Entre as mulheres entrevistadas, 75% dizem que os chefs famosos, como o britânico Jamie Oliver, as pressionam com relação à alimentação mais adequada para seus filhos. Outro dado levantado pela pesquisa indica que a pressão por levar um modo de vida ecologicamente correto preocupa 50% das entrevistadas. Segundo a sondagem, a pressão por reciclar e buscar produtos locais, cujo transporte não prejudica o meio ambiente, é sentida pela metade das mães entrevistadas. A pesquisa analisou ainda a impressão geral sobre o tempo disponível para as mães realizarem atividades pessoais. Uma sondagem paralela, também comendada pela Nivea e realizada pelo instituto de pesquisas britânico YouGov, entrevistou cerca de 2 mil pessoas e apontou que 87% dizem acreditar que as mulheres têm tempo suficiente para se concentrar nelas mesmas depois de ter filhos. No entanto, entre as mães entrevistadas na pesquisa anterior, 89% afirmaram que não têm tempo para se concentrar na aparência física. A sondagem realizada pelo YouGov indica também que 33% dos jovens entre 18 e 24 anos avaliam que as suas mães não mantêm o contato que deveriam com os amigos e 28% afirmaram que as mães não cultivam interesses além das tarefas domésticas.


– Edição 1071

www.BrazilianVoice.com

06 a 08 de Maio de 2009

49


50

Comunidade

06 a 08 de Maio de 2009

Rio de Janeiro tenta conseguir o título na categoria paisagem cultural; ministro da Cultura fala em auto-estima

Edição 1071–

Rio oficializa candidatura a Patrimônio da Humanidade

A

candidatura do Rio de Janeiro a Patrimônio da Humanidade na categoria paisagem cultural, título conferido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), foi formalizada na manhã desta segunda-feira, 4. Durante o evento, o ministro da Cultura, Juca Ferreira, o governador Sérgio Cabral e o prefeito Eduardo Paes assinaram um termo de cooperação para viabilizar a campanha. Se conquistar o título, a capital fluminense será a primeira cidade em todo o mundo a ser enquadrada nessa categoria. O presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Luis Fernando Almeida, explicou que o selo de reconhecimento é atribuído a porções dos territórios onde a relação entre a cultura humana e o ambiente natural conferem à cidade uma identidade particular. Ele ressaltou que entre os destaques do espaço urbano carioca estão as florestas tropicais e parques, suas praias, além de manifestações populares como o

Título pode elevar a auto-estima dos cariocas, afirma o ministro da Cultura, Juca Ferreira

carnaval, o samba e a bossa nova, que juntos constroem o mosaico da paisagem cultural do Rio. "Nada representa mais o estágio civilizatório do Brasil, a nossa genialidade, os nossos desafios, as contradições e a singularidade cultural do que a cidade do Rio. A paisagem construída, transformada é um exemplo único, um monumento à qualidade de vida, ao senso esté-

tico e ao prazer de viver na cidade. Não existe nenhuma cidade patrimônio enquadrada na categoria paisagem cultural, também não existe nenhuma cidade no mundo igual ao Rio de Janeiro", defendeu Almeida. O ministro da Cultura destacou algumas possíveis conseqüências que o título pode trazer, como a elevação da auto-estima dos cariocas

e a recuperação da paisagem e da cultura na cidade. Juca Ferreira defendeu que a candidatura tenha um caráter nacional. "O Rio é tido, no mundo inteiro, como referência de uma cidade idílica apesar de todos os seus problemas. A sua candidatura representa um gesto de generosidade porque, com o reconhecimento, ela passa a ser parte da

humanidade, podendo ser apropriada por todos e trará efeitos práticos em todos os sentidos. Por isso, a candidatura tem que ser encarada como brasileira", afirmou. O governador Sérgio Cabral e o prefeito Eduardo Paes também apresentaram discursos otimistas. De acordo com Paes, a cidade contará com maior compromisso dos governos para preservação e proteção de seu patrimônio. "É uma oportunidade fantástica, já que a cidade vai ter mais projeção internacional. O título também vai obrigar uma ação integrada de preservação entre as três esferas de governo, independentemente de quem são os governantes", disse. O movimento pela candidatura do Rio é liderado por organizações como Ordem dos Advogados do Brasil, Associação dos Empreendedores Amigos da Unesco, Associação Comercial do Rio de Janeiro, Associação Brasileira de Imprensa, Academia Brasileira de Letras, Comitê Olímpico Brasileiro e Federação das Indústrias do Rio de Janeiro, entre outras. Até o final deste ano, será encaminhado à Unesco um dossiê técnico justificando a proposta de inscrição da cidade. O documento está sendo preparado por técnicos dos governos federal, estadual e municipal com a assessoria de especialistas contratados. O resultado só será conhecido em agosto de 2010.


– Edição 1071

www.BrazilianVoice.com

06 a 08 de Maio de 2009

51


52

06 a 08 de Maio de 2009

Newark in Foco

Edição 1071–

verareis@brazilianvoice.com

Após meses de preparação, Lucas finalmente teve sua linda festa de aniversário. De terninho branco, combinado com o clima de sonho da festa, ele estava mais que feliz, recebendo muito amiguinhos, juntamente com a mamãe Maressa.

Aline recebeu a Primeira Comunhão na Igreja Nossa Senhora de Fátima no último 26 de abril. Após a cerimônia de bênçãos, a mamãe Marina recebeu os familiares para celebrar esta data tão importante no Brasília Grill.

Neste dia tão especial, Lucas recebeu (ainda mais) os mimos da vovó Mônica, da mamãe Maressa e de todos que lá estiveram para cumprimentá-lo. Parabéns e muitas felicidades, meu príncipe.

A artesã e artista Reilda Frost estará ministrando cursos de: tricô, crochê, ponto-cruz e bijouterias na sede do Mantena Global Care. O curso será nas segundas e quintas-feiras, de 5pm às 7pm, no valor de US$ 50 mensais. Inscrições: (973) 344-1644. Na foto, Reilda e sua filha Clarissa.


– Edição 1071

www.BrazilianVoice.com

06 a 08 de Maio de 2009

53


54

06 a 08 de Maio de 2009

www.BrazilianVoice.com

Edição 1071–

O casal Aluízio e Mirna tinha todos os motivos do mundo para reunir tantos amigos para uma grande festa no Boi na Brasa Grill. Foi a comemoração do segundo aniversário da filhinha Stephany, que recebe meus sinceros parabéns.

O carisma da princesinha Stephany contagiou todos os presentes, que se divertiram à valer num clima animadíssimo. Os orgulhosos pais Aluízio e Mirna agradecem a todos que lá comparecereram.

Neste Dia das Mães, 10 de maio, a lanchonete Hamburgão oferece o serviço de cesta de café da manhã e frutas para a pessoa que você mais ama no mundo. Ligue para (973) 465-0777 e fale com a Thaís Mendonça.

O Brasília Grill homenageará as mães expondo vários posters gigantes em preto e branco, de funcionárias ao lado de seus filhos (como esta da barmaid Verônica). As fotos foram feitas com muito carinho pela fotógrafa Vera Reis. Também será sorteada uma jóia entre as mães que forem celebrar lá o seu dia. A jóia foi oferecida por Fino Joalheiro.


– Edição 1071

www.BrazilianVoice.com

06 a 08 de Maio de 2009

55


56

06 a 08 de Maio de 2009

www.BrazilianVoice.com

Edição 1071–


Esportes

– Edição 1071

06 a 08 de Maio de 2009

57

Corinthians fala em até quatro reforços para o Brasileiro

Vice pela terceira vez, Botafogo agora busca reforços

O jogador seria uma alternativa a Elias, que pode ser negociado

Ney Franco entregou uma lista com o nome de alguns jogadores

A

C

ampeão paulista invicto, o Corinthians deve se reforçar para o Campeonato Brasileiro. Pelo planejamento da diretoria e da comissão técnica, pelo menos quatro reforços serão contratados para o restante da temporada. Os primeiros a serem anunciados devem ser o meia Marcinho, do Noroeste, e o volante Jucilei, do J. Malucelli, do Paraná. Este clube fez parceria com o Corinthians no início deste ano e passará a ser chamado de Corinthians Paranaense. Jucilei ocupará a vaga deixada por Túlio, negociado com o Botafogo. Outro reforço para a posição deve ser Edu, do Valencia (ESP). O jogador tem mais um ano de contrato com o clube espanhol, mas já acertou salários, luvas e tempo de contrato com Sanchez, de quem é amigo desde que iniciou a carreira na base do Corinthians. Edu, no entanto, ainda terá de negociar a rescisão com o Valencia. O jogador seria uma alternativa a Elias, que pode ser negociado em agosto, quando abre a janela de transferência para o futebol europeu. O camisa 7 foi contratado no ano passado pela Traffic. E a única obrigação da empresa com o Corinthians é avisar o clube com até 48 horas de antecedência antes de

Outro reforço para a posição deve ser o volante Edu, do Valencia (Espanha)

vendê-lo. Dos titulares, outros que podem sair são o lateral-esquerdo André Santos e o atacante Dentinho. Para a diretoria corintiana, ambos têm mercado no exterior. Entre os reservas, o atacante Otacílio Neto interessa ao Flamengo e o lateral-direito Diogo, ao Fluminense. Além deles, o volante Fabinho deve sair porque está emprestado pelo Toulouse (FRA) até junho deste ano. O mesmo vale para o meia Morais, emprestado pelo Vasco, com multa rescisória fixada em US$ 3 milhões (cerca de R$ 6,4 milhões).

Keirrison pode entrar para um grupo seleto Keirrison está no topo da artilharia da Libertadores

O

melhor ataque da América tem também o máximo goleador da Copa Libertadores. Ao lado de Jorge Núñez, do Nacional (PAR), Keirrison está no topo da artilharia do torneio continental, com seis gols. O camisa 9 do Verdão está a apenas dois números da marca alcançada pelos artilheiros do ano passado, Cabañas (América-MEX) e Marcelo Moreno (Cruzeiro), que fizeram oito cada. “É fantástico ser artilheiro de uma das competições mais importantes do mundo. Para minha carreira, pesa muito, mas não penso nisso no momento. Quero marcar gols para ajudar o Palmeiras a brigar pelo título”, afirmou o atacante. E o K9 do Verdão também está perto de fazer parte de um seleto grupo palmeirense. Na História do clube, apenas em três oportunidades a equipe alviverde teve o artilheiro de uma edição da Libertadores. Mas ter o máximo goleador não é sinônimo de título para o Palmeiras. Em 1968, Tupãzinho anotou 11 gols no torneio em que o clube terminou com o vice-

Keirrison, em 2009, espera ser o máximo goleador e campeão

campeonato. Em 2001, Lopes balançou as redes em nove oportunidades, mas o Verdão caiu nas semifinais. Por último, em 2006, Marcinho e Washington, com cinco gols cada, dividiram a artilharia com mais 12 jogadores, e o time saiu nas oitavas. Keirrison, em 2009, espera ser o máximo goleador e campeão. Ontem, o atleta já teve seu contrato na CBF prorrogado até 2014. O Verdão conta com o K9!

ntes mesmo da final do Estadual, no último domingo, vencida pelo terceiro ano seguido pelo Flamengo, o departamento de futebol do Botafogo já discutia a necessidade de reforços para a disputa do Brasileiro. Na sexta-feira, o técnico Ney Franco esteve reunido com o presidente Maurício Assumpção, o vice André Silva e o supervisor Anderson Barros. Ney Franco entregou uma lista com o nome de alguns jogadores. Entre as suas prioridades, um atacante, um meia e um lateral-esquerdo. "Na nossa avaliação, nós já temos a base pronta, mas ainda precisamos de uma três ou quatro peças", disse Ney. "O Brasileiro é uma competição em que precisamos de mais alguns jogadores", afirmou o treinador. Leandro, lateral que foi dispensado do Fluminense, agrada ao treinador. Mas, para o acerto com o clube, ele teria que entrar na política financeira alvinegra. Kieza, que disputou o Estadual e a Copa do Brasil pelo Americano, também pode ser contratado. O Botafogo conta com um orçamento para o restante da temporada, e o presidente Maurício Assumpção já disse que não vai fazer loucuras. "Não adianta meter agora os pés pelas mãos. Vamos atrás de reforços, mas

Time alvinegro, de Juninho, perdeu a terceira final seguida para o Flamengo

dentro da nossa realidade", disse o dirigente. E, se procura por reforços, o Botafogo também precisa se preocupar com seus jogadores. Destaque do Estadual, Maicosuel pode ir para a Europa no meio da temporada.


58

Esportes

06 a 08 de Maio de 2009

Edição 1071–

Cuca se solidariza a ex-clube: “Sou muito inferior ao Bota”

Kléber Pereira ri sobre possível interesse do Palmeiras

Hoje no Flamengo, Cuca deixou grandes amigos no Botafogo

Atacante fala em cumprir o acordo santista até o fim

A

O

vitória sobre o Botafogo nos pênaltis no domingo poderia ser vista por Cuca como uma vingança contra os alvinegros que gritaram "vice é o Cuca" após conquistarem a Taça Rio deste ano. O treinador do Flamengo, no entanto, decidiu ser pacífico. Finalmente campeão, o comandante preferiu enaltecer o clube pelo qual foi vice-campeão carioca em 2007 e 2008. "Antes do jogo, só perguntavam quem ia ser trivice, quem ia se juntar ao Bebeto de Freitas (presidente do Botafogo entre 2002 e 2008 e atual diretor de futebol do AtléticoMG, vice-campeão mineiro neste ano). Mas era Flamengo contra Botafogo. Sou muito inferior ao Botafogo em todos os sentidos", minimizou-se, valorizando os anos que passou em General Severiano. "Não queria ser colocado contra o Botafogo porque é um lugar que gosto. Fiz grandes amigos lá, entre eles os próprios torcedores", argumentou, aliviado por ver o título conquistado nesse domingo, seu primeiro como técnico, como prova de que seu 'jejum' não influenciou os alvinegros na busca por uma taça. "Isso fica estigmatizado, macula o profissional", contou, aplicando a mesma garantia ao comentar sobre sua relação com os rubro-

Cuca preferiu enaltecer o clube pelo qual foi vice-campeão carioca em 2007 e 2008

negros. Com a resposta dada e a paz estabelecida, Cuca se torna um torcedor do arquirrival, usando a reação botafoguense na segunda final do Estadual - perdiam por 2 a 0 e conseguiram empatar - como ânimo para os comandados de Ney Franco. "Meu time teve qualidade, vontade, foi raçudo, lutou até o fim. E o Botafogo tanto poderia ter ganhado, como perdeu", apontou.

atacante Kléber Pereira está novamente envolvido em especulações sobre uma eventual transferência para um rival do Santos. Depois de recusar no ano passado proposta do Corinthians para deixar a Vila Belmiro, o camisa 9 aparece agora na mira do Palmeiras, mas riu quando foi questionado sobre o assunto na saída do Pacaembu, no domingo. "Estou sabendo agora, não estava sabendo disso (risos). A única coisa que eu sei do Palmeiras é que ele jogou no meio de semana e ganhou", iniciou o atleta, que completou em tom mais sério. "Estou vivendo um momento maravilhoso no Santos. Quando renovei meu contrato, tinha opções por outros clubes, mas preferi ficar, por tudo que o clube fez por mim. Vou trabalhar e, se aparecer ou não (oferta), vamos ver, porque vou continuar trabalhando". Antes de ser contratado pelo Santos, em julho de 2007, Kléber Pereira recusou oferta do Palmeiras. Agora, com vínculo até o fim do ano na Vila Belmiro, o atacante fala em cumprir o acordo até o fim.

Kléber Pereira recusou oferta do Palmeiras em 2007

"Com todo respeito a Palmeiras, Corinthians ou São Paulo, eu tenho contrato com o Santos. Se fosse para dizer hoje, eu não iria rescindir meu contrato de maneira nenhuma, por tudo que o clube vem fazendo por mim e minha família. Tenho contrato e vou cumprir até o fim do ano, a não ser se o Santos não quiser, mas estou tranquilo e vou procurar estrear bem no Brasileiro", comentou.

Ronaldo é eleito o craque do Campeonato Paulista

R

onaldo escolheu Elias o melhor jogador do Campeonato Paulista, mas não foi o seu amigo quem ganhou o prêmio. O atacante será homenageado pela Federação Paulista de Futebol (FPF) como o craque do torneio. Outros seis jogadores do Corinthians integram a seleção do Campeonato Paulista, eleita pelo jornal Diário de S. Paulo: Felipe, Alessandro, Chicão, André Santos, Cristian e Elias. Completam a relação o zagueiro são-paulino André Dias, o meia santista Madson, o armador palmeirense Diego Souza e o centroavante tricolor Washington. O atacante Neymar, do Santos, foi apontado como Ronaldo e jogadores do Corinthians dominaram a lista dos a revelação do Estadual. Fábio receberá o prêmio melhores do Paulista de goleiro menos vazado, com 13 gols sofridos em 17 jogos. Wilson Luiz Seneme, o de melhor árbitro. "O nível da arbitragem do Campeonato Paulista foi bom, principalmente se comparado com o ano passado. Claro que alguns erros aconteceram, mas o trabalho realizado na pré-temporada valeu a pena", comentou Seneme.


– Edição 1071

www.BrazilianVoice.com

06 a 08 de Maio de 2009

59


60

Esportes

06 a 08 de Maio de 2009

Edição 1071–

Leão é demitido e Roth Mexicano que fingiu assume Atlético-MG gripe suína será expulso da Libertadores A saída de Leão foi sacramentada depois de uma reunião no último domingo

O zagueiro tossiu e soou o nariz perto do jogador Sebastian Penco

E

merson Leão não é mais técnico do Atlético-MG. O ex-goleiro foi dispensado depois de perder novamente uma decisão de Campeonato Mineiro para o arqui-rival Cruzeiro, e para o seu lugar o clube alvinegro já acertou com Celso Roth, demitido recentemente do Grêmio e atual vice-campeão brasileiro. A saída de Leão foi sacramentada depois de uma reunião no último domingo e contou com o apoio do presidente do AtléticoMG, Alexandre Kalil, que voltou recentemente da Argentina e, logo após o empate por 1 a 1 com o Cruzeiro, pela volta da decisão do Mineiro, se reuniu com o técnico e o demitiu. Substituto de Leão, Roth chega ao Atlético-MG já nesta segunda-feira para iniciar os trabalhos visando ao Campeonato Brasileiro e à Copa Sul-Americana. Na Copa do Brasil, a equipe foi derrotada pelo Vitória por 3 a 0, na ida das oitavas-de-final, e agora precisa reverter o placar se quiser avançar no torneio. No Campeonato Brasileiro, a estréia do Atlético-MG está marcada para o próximo sábado, às 18h30 (de Brasília), diante do

O

Leão perdeu a decisão do Campeonato Mineiro para o arqui-rival Cruzeiro

Avaí, em Florianópolis. Um dia depois de ser demitido do comando do Atlético-MG, o técnico Emerson Leão fez um breve pronunciamento na segunda-feira. O comandante mostrou-se sereno com sua saída do time alvinegro, destacou o "trabalho difícil" que teve à frente da equipe e desejou boa sorte a Celso Roth, seu sucessor em Minas Gerais.

zagueiro mexicano Héctor Reynoso, do Chivas, será expulso da Copa Libertadores deste ano por fingir gripe suína para intimidar um adversário na partida entre sua equipe e o Everton, na cidade chilena de Viña del Mar. A poucos minutos do fim do confronto, o zagueiro tossiu e soou o nariz perto do jogador Sebastian Penco como se tivesse infectado pela gripe suína, doença que provocou surto epidêmico no México. Ele saiu em defesa do goleiro da equipe, que tinha sido agredido momentos antes. Segundo fontes da Confederação SulAmericana de Futebol (CSF), a federação mexicana será notificada amanhã da punição. O jogo em que o incidente ocorreu terminou empatado por 1 a 1 e garantiu a classificação dos mexicanos às oitavas, enfrentando o São Paulo. Reynoso já pediu desculpas a Penco pela atitude, mas nem assim escapará de uma punição. O surto da doença obrigou a Conmebol a adotar medidas excepcionais para garantir a segurança das equipes e decidiu que o Chivas e o San Luis de Potosi, também do México, jogariam suas partidas como mandante em um país neutro.

O mexicano Hector Reynoso tossiu em adversário durante jogo da Libertadores

As autoridades de Colômbia e Chile já se recusaram a recebê-los, o que fez o organismo adiar os confrontos em uma semana. O número de mortos confirmados pela gripe suína no México se manteve estável em 19, mas a quantidade de infectados aumentou de 454 para 487 pessoas, informou o ministro da Saúde mexicano, José Ángel Córdova.

Geninho comemora segundo título pelo Atlético-PR E as duas conquistas, de certa maneira, foram especiais

J

á está virando rotina. A cada passagem pelo Atlético-PR, o técnico Geninho leva o clube à conquista de um título - foi assim em 2001, quando conquistou o Brasileiro, e agora em 2009, com o título do Paranaense. E as duas conquistas, de certa maneira, foram especiais. O Brasileiro por ser o primeiro do clube e o Paranaense deste ano por ter vindo depois de quatro anos de espera. Para Geninho, a sensação de ser campeão fica ainda melhor quando o título é conquistado com um clube especial. "É muito gostoso ser campeão, principalmente em um time que eu gosto. Gosto da cidade, tenho um carinho muito grande pela torcida aqui", destacou Geninho. O treinador também faz um agradecimento ao torcedor que sempre o recebeu

Geninho conquistou o Brasileiro em 2001, e agora em 2009, faturou o título do Paranaense

com carinho, mesmo quando estava no comando de outros clubes. "Eu nunca vi isso em lugar nenhum. Sempre vim aqui e recebi esse carinho deles. É bom ser campeão por que isso enche de orgulho e nos dá a certeza de dever cumprido e de decisões acertadas", afirmou Geninho.


Esportes

– Edição 1071

06 a 08 de Maio de 2009

61

Dunga elogia Ronaldo e destaca título corintiano

Com “esquadrão”, presidente do Cruzeiro cutuca rival em festa

Treinador não deu indício se irá convocar o jogador

Perrella disse ainda que o grupo do Cruzeiro está fechado

O

técnico Dunga esteve presente na final do Campeonato Paulista, entre Corinthians e Santos, neste domingo, no Pacaembu. O comandante da Seleção Brasileira assistiu à partida, que acabou empatada por 1 a 1, resultado que deu o 26º título para o Corinthians. "Foi um bom jogo, disputado, como toda final. Bastante nervoso, mas foi um bom jogo. O Corinthians tem uma boa equipe, mereceu ser campeão. O importante é que foi um bom jogo, tudo tranqüilo", disse. Apesar de ter ficado até o fim da partida, o treinador chegou atrasado ao Pacaembu e perdeu alguns momentos do jogo. Ele justificou. "Cheguei atrasado por conta de um problema no aeroporto de Porto Alegre", afirmou Dunga. O treinador destacou a atuação do Corinthians e fez questão de parabenizar o clube pela conquista. Dunga aproveitou também para falar de Ronaldo, mas não deu indício se irá convocar o jogador. "Ele foi muito bem como todos os jogadores. Teve uma boa participação em todo o jogo", ressaltou.

E

Dunga assistiu à partida, que acabou empatada por 1 a 1

Já Ronaldo, sob o olhar do treinador da Seleção, não teve atuação tão destacada como em outras ocasiões mas comemorou muito o título. O craque falou sobre a possibilidade de voltar a vestir a camisa verde e amarela. "Vai ser conseqüência disso tudo. Tenho que pensar no Corinthians, se eu tiver que voltar eu sou um soldado brasileiro disposto a tudo", garantiu Ronaldo.

Inter diz que é o maior da América em sócios O Internacional anunciou, na segundafeira, que chegou aos 83 mil sócios. Atingida a marca, tornou-se o clube sul-americano com o maior número de associados - com 600 mais do que o argentino River Plate. O Grêmio estaria com 52 mil, segundo informou na semana passada o presidente Duda Kroeff - que provocou o rival local ao dizer que "os números do Grêmio são verdadeiros, mas tem clube aí mentindo". O objetivo do Inter é chegar aos 100 mil até o final do ano, e, para isso, estão previstas novas campanhas. Na Europa, o ranking é liderado pelo Benfica, de Portugal, com 170 mil sócios, e o Barcelona, da Espanha, com 157 mil.

Cristiano Ronaldo: “Meu sonho de jogar no Real morreu” Diante da insistência da imprensa espanhola em colocá-lo como novo reforço do Real Madrid para a próxima temporada, Cristiano Ronaldo se viu mais uma vez obrigado a afirmar que não pensa em sair do Manchester United. "Já não penso mais nisso. O sonho de jogar no Real Madrid morreu. O meu único sonho neste momento é vencer mais uma vez a Copa dos Campeões pelo Manchester United", decretou o português, segundo o diário inglês Sunday Mirror. Na Espanha, porém, as especulações não têm data para acabar. Na segunda-feira, o jornal As publica que Florentino Pérez, que reassume a presidência do Real, tem um "pré-contrato secreto" já firmado com o meiaatacante.

m meio às comemorações de seu bicampeonato mineiro, o presidente do Cruzeiro, Zezé Perrella, não esqueceu de dirigir algumas provocações ao maior rival, batido na decisão deste ano pela segunda edição consecutiva. Ainda no gramado do Mineirão, o cartola ironizou as recentes declarações de Alexandre Kalil, mandatário do Atlético-MG. No primeiro encontro entre as duas equipes nesta temporada, em fevereiro, o presidente atleticano disse que havia uma quadrilha na Federação Mineira de Futebol que beneficiaria o Cruzeiro nos seus jogos, fato que foi rebatido por Perrella na festa do título. "Jogou-se a culpa em todo mundo e ele no final disse que a culpa era dele. Mas ele não precisa ficar triste não, porque o culpado não é o presidente do Atlético-MG", disse, antes de explicar melhor a brincadeira. "Os culpados são o Kléber, Ramires, o Fábio. Quer dizer, o culpado não é a quadrilha e sim esse esquadrão que nós montamos", concluiu.

Zezé Perrella, não esqueceu de dirigir algumas provocações ao maior rival

Perrella disse ainda que o grupo do Cruzeiro está fechado para o Campeonato Brasileiro e para os mata-matas da Libertadores da América. Para o dirigente, a equipe celeste é uma das melhores do País e tem condições de disputar as duas competições para ganhar. "Só vamos contratar para reposição, se por acaso algum jogador sair", garantiu.


62

www.BrazilianVoice.com

06 a 08 de Maio de 2009

PARA ANUNCIAR LIGUE: (973) 491-6200 ou venha à nossa redação no 412 Chestnut St. - Newark, NJ 07105

N VOICE O BRAZILIA não se ER NEWSPAP iliza pelos responsab ropagados serviços p s anunciante pelos seus

IROBOUND - 3 Quartos de dormir pequenos sala, cozinha, próximo à Ferry Street, 5 esquinas. Ideal para 3 pessoas solteiras. Disponível a partir de 1º de junho. 908-687-9021 ALUGA-SE 1 QUARTO NO BAIRRO DO IRONBOUND, EM NEWARK - NJ. Para casal ou 2 pessoas. Tel.: (973) 418-6288 ou (973) 289-3850, a partir das 5 da tarde. IRONBOUND - ALUGA-SE 2 QUARTOS MOBILIADOS, PERTO DA WILSON AVE. Gotthart St. Piso madeira, utilidades incluidas, 2 semanas calção, não fumantes. Para 1 ou 2 pessoas por quarto. (973) 589-4149 ALUGA-SE QUARTO INDIVIDUAL - US$ 320. Com utilidades incluídas, cable, internet. Em Newark próximo à Elizabeth Ave. Tel.: (973) 522-1189. ALUGA-SE CASA COM GARAGEM PARA 5 VANS DE CONSTRUÇÃO EM NJ - Próxima à Parkway com 3 quartos e 2 banheiros. Toda reformada. US$ 1.500 + utilidades (inclui garagens). Tel.:(973) 296-9674 ALUGA-SE APRTAMENTO DE 3 QUARTOS EM KENNILWORTH - NJ. Próximo à escolas e Parkway. US$ 1.375 + 1 mês de depósito. Disponível a partir de 1 de junho. Tel.: (862) 368-5963. SALÃO DE BELEZA LOCALIZADO NO IRONBOUND, EM NEWARK - NJ, PRECISA DE CABELEIREIRO (A). Com experiência e clientela. Boas comissões. Bom ambiente de trabalho. Tel.: (973) 344-3211.

PRECISA-SE DE VENDEDORES (AS) para venda de propaganda digital (comerciais). Horário flexível. Trabalho por contrato. Comissão residual. Faça uma venda e ganhe comissão mensal enquanto o cliente estiver no contrato. Para mais informações. (386) 9869846 – 1 800 940-9349 PRECISA-SE DE BARMAID E AJUDANTE DE COZINHA PARA RESTAURANTE PORTUGUÊS EM SAYREVILLE - NJ. Interessadas ligar para (732) 432-9940. REPRESENTANTES - Companhia no seguimento de brindes, graficas e signs procura vendedor com alguma experiencia e carro proprio, para as areas de NJ, NY e PA. Pagamos ajuda de custo, comissao e bonus. Mais detalhes ligar para 973-722-5466 PRECISA-SE DE BARMAID PARA CLUBE NOTURNO NO IRONBOUND, EM NEWARK - NJ. Necessário alguma experiência. Interessadas dirijam-se ao O Emigrante Bar, na 165 Wilson Avenue. PRECISAM-SE DE GARÇONETE, GARÇON E CHURRASQUEIRO PARA RESTAURANTE EM DOVER - NJ. Tel.: (908) 400-6323 ou (908) 686-0442, falar com Fátima. PRECISA-SE DE SECRETÁRIA BILINGÜE PART-TIME PARA PERÍODO DE VERÃO. Das 3:00 pm às 7:30 pm em escritório médico movimentado na Chestnut St., em Newark - NJ. Tel.: (973) 465-1500.

POÇOS DE CALDAS - MG – Vendo linda chácara com 6.000m2, 2 casas, água mineral, quadra de areia, campinho de futebol. A 1 km do Carretão. Informações: (718) 482-0219 Brasil (35) 9951-4522 VENDO 6 LOTES EM GURIRI ES, e uma Nissan Xterra 2004 - Kearny, NJ - 973-508-9710

PROBLEMAS COM SEU COMPUTADOR? Tenha um técnico em sua casa, qualquer hora do dia ou da noite. Visita grátis, você só paga se o serviço for feito. Carlos Passos (973) 5220423 ou cel (201) 628-5573 TODAS AS IDADES & INICIANTES CURSO DE INFORMÁTICA EM 10 DIAS Windows, Word, Internet, Quickbooks, Excel, PowerPoint e outros. Aulas de digitação. Tel.: (973) 522-1189, Rosângela.

VENDE-SE FRANQUIAS DE LIMPEZA COMERCIAL COM CONTRATO - Ótima oportunidade de negócio. - Tel.: (201) 6730217 – Site: www.heits.com VENDE-SE SOCIEDADE EM RESTAURANTE/CHURRASCARIA EM MORRIS COUNTY - NJ. Pronto para abrir. Tel.: (973) 460-7691.

CLÉLIA CRISTINA JUNQUEIRA PERDEU UMA CARTEIRA PRETA COM OS DOCUMENTOS - No último 29 de abril, na East Kinney St., no Bairro do Ironbound, em Newark - NJ. Tel.: (973) 444-4883.

BR TRANSPORTATION - Levamos você para o Aeroporto JFK, NY. $50 por pessoa. Também temos minivan para até 5 pessoas $140. Reserve sua vaga. (973) 234-3424 FOTOGRAFO CASAMENTOS, ANIVERSÁRIOS, BATIZADOS & EVENTOS EM GERAL - Bons preços! Cobertura jornalística. Veja as fotos de sua festa no site do jornal Brazilian Voice. Tel.: (973) 688-8081, falar com Vera Reis. GRAPHIC E WEB DESIGN E FOTOGRAFIA - WEB SITES A PARTIR DE 159.00. – Correção profissional de fotografias, arte para logos, flyers, banners, business cards e propagandas impressas. Desenvolvimento de web sites, CMS, e-commerce, intranet e sites pessoais. (973) 9918475

HALO DAY SPA IN EDISON - NJ. International Staff. Private room with showers and Jacuzzis. US$ 65 for one hour. 2595 Woodbridge Ave, Edison NJ 08817 - Open Every day 10am to 10pm. Hiring female attendants, must speak English. www.halodayspa.net (732) 650-0101. LIMPEZA DE CARPETES, TAPETES & PISOS EM GERAL - Comercial e residencial. Atuamos há 8 anos no mercado. Trabalho feito por profissionais com ótimos preços. Também fazemos limpeza geral de casas no término de obra, salão de cabeleireiros e escritório. Para orçamento grátis, ligar: (862) 588-7291. CONSERTO AR CONDICIONADO CENTRAL, visitas e diagnósticos/orçamento grátis em Newark e região. 973-449-5343

LIVINGSTON – NJ. Vende-se casa em estilo colonial de 4 quartos, sala de TV, sala de visitas, sala de jantar, cozinha e 2 banheiros completos. Full Basement, inacabado. Terreno enorme. Driveway cabe 7 carros. Excelentes Escolas e qualidade de vida! Somente a 12 milhas do Ironbound. (973) 900-2143.

Edição 1071–


– Edição 1071

CLASSIFICADOS

www.BrazilianVoice.com

S E RV I Ç O S

CLASSIFICADOS

06 a 08 de Maio de 2009

S E RV I Ç O S

63


64

MULHER

06 a 08 de Maio de 2009

Edição 1071–

14 dicas de como cuidar melhor das unhas ÁRIES - 21/03 a 20/04 Ufa, ariano, finalmente um dia pra chamar de ótimo! Pra você ainda melhor, pois com mais capacidade de escutar o outro, de perceber direito seus colaboradores, colegas e companheiros, as coisas andam rápido, e bem. Amor em alta; abrir o coração e falar o que sente será fácil.

TOURO - DE 21/04 A 20/05 Que tal aproveitar a energia ágil e leve de hoje pra armar uma reunião bem produtiva de trabalho? Trocar idéias, ajustar necessidades mutuas, incorporar novas contribuições... tudo isso vai tornar seu dia muito mais divertido também. Saúde é assunto pra não esquecer hoje.

CÂNCER - de 21/06 a 22/07 Interioridade necessária impõe ritmo a seu dia. Tudo que é importante tem de ocorrer no âmbito da intimidade, do trato reservado com uns poucos. Família é assunto que domina a alma. Seu apoio ou a falta dele podem ser decisivos. Mas você pode falar sobre isso, e terá sucesso.

LEÃO - de 23/07 a 22/08 Bom dia pra você, que conta com um ótimo cenário astral. As onda lunares e mercuriais são positivas pra iniciar um curso, expressando idéias, ou mesmo fazendo uma pequena viagem de negócios. Vizinhos, irmãos ou parentes próximos irão dar aquele apoio. Imaginação e paixão.

LIBRA - de 23/09 a 22/10

CAPRICÓNIO - de 22/12 a 20/01

A Lua travessa seu signo hoje e amanhã, dias especiais pra que você cuide com mais carinho e atenção de si mesmo. Não somente da aparência, ou da saúde, mas relembre também seu propósito, suas intenções essenciais. Você está caminhando em harmonia com elas ou não?

Conduta boa pra hoje é ser elegante, cosmopolita, atento aos jogos sociais, sorridente e capaz de equilibrar interesses opostos. Inclua no pacote tiradas bem humoradas, bom nível de informação e disposição para trabalhar com todo tipo de gente. Aplacará medos. Sucesso. Amor é aspiração.

ESCORPIÃO - de 23/10 a 22/11

AQUÁRIO - de 21/01 a 19/02

Esforce-se pra dar sua contribuição de modo desinteressado, especialmente se é um assunto que envolve o bem comum, o bem maior de uma coletividade ou grupo social. Assim você ajusta contas com seu passado, com a historia e com certos mistérios da vida. O resto fica pra depois.

Tudo se movimenta mais hoje, e você se beneficia com isso. Sínteses são feitas. Boa comunicação com seu amor, com seus filhos, dá um satisfação adicional. Ideias não lhe faltam com Mercúrio em Gêmeos. Converse sobre uma delas com alguém d fora de seu circulo. Noticias de longe. Variação.

GÊMEOS - de 21/05 a 20/06

VIRGEM - de 23/08 a 22/09

SAGITÁRIO - de 23/11 a 21/12

PEIXES - de 20/02 a 20/03

Você conta com a ajuda de pessoas que entendem a sua linguagem e estão abertas para agir em consonância com seus interesses. Bom pra você, que pode expressar claramente o que pensa e ser atendido e entendido. O amor se torna mais vivo. Contatos sociais em destaque, saia e circule.

Arma-se no céu hoje uma fugaz oportunidade profissional e financeira pra você. É algo bom, mas passa rápido se você não fizer nada. Fique atento a convites, encontros fortuitos com pessoas mais jovens etc. Comunicação em alta: fale e faça sucesso! Sua grande riqueza são seus contatos.

Um dia leve, que é tudo que você precisa pra saborear com prazer as amizades boas, os contatos inteligentes que fazem você pensar melhor em seus rumos, a intervenção do acaso que ajuda numa questão afetiva, a sorte numa prova, a intuição no amor. Mostre, também, o seu melhor.

A luta por manter um padrão de vida digno é árdua, mas hoje você pode fazer isso de um jeito mais agradável. Um talento seu tem de ser alocado pra isso, não tenha medo de ser aguerrido e até competitivo nisso. De casa, ou de familiares, chega ajuda também. Convites e noticias.

H

á quem as prefira pintadas ou naturais, curtas ou compridas. As unhas também fazem parte da lista de preocupações com a beleza. E como também podem apresentar problemas, merecem atenção especial. As queixas mais comuns são unhas quebradiças, secas, descascando ou com micose. No verão, estão mais propensas a esses problemas, por causa da maior exposição ao sol, contato com a areia e com o cloro da piscina. Além disso, outros fatores podem prejudicar as unhas. Alimentação desequilibrada, uso de muitos produtos químicos, problemas tireoidianos ou causados pelo diabetes. Por isso, é importante ir ao médico para investigar as causas. Para deixá-las bonitas e saudáveis, confira as dicas: 1 - Hidrate as unhas duas a três vezes ao dia. Use cremes para as mãos à base de uréia, óleo de semente de uva, lanolina ou silicone. Se não tiver, use hidratantes corporais. 2 - O ideal é não tirar a cutícula. Quem faz questão deve tirar pouco. É que protege a unha contra infecções causadas por bactérias e fungos. 3 - Após lavar as mãos, tomar banho e se refrescar na piscina ou no mar, seque bem as unhas. 4 - Não caia na tentação de puxar as peles que se soltam do dedo. Pode causar infecção bacteriana.

5 - Prefira usar removedor de esmalte. A acetona é à base de álcool, o que resseca as unhas. 6 - O ideal é não pintar as unhas, mas quem não abre mão de investir no esmalte deve usá-lo, no máximo, uma vez por semana. 7 - Para as alérgicas a esmalte que não querem deixar de pintar as unhas, a dica é usá-lo uma semana sim e outra não. Prefira produtos hipoalergênicos. 8 - Quando fizer a unha em um salão de beleza, o recomendável é levar os seus utensílios. Caso contrário, fique atento se o local esteriliza o alicate e descarta lixas e palitos após o uso. Assim, evitam-se doenças como a hepatite. 9 - O ideal é usar luvas nas tarefas domésticas. Se não conseguir, lave bem as mãos com sabonete neutro após o trabalho. 10 - Dentro das luvas, geralmente há um pozinho que resseca as unhas. Por isso, depois de tirá-las, lave as mãos e hidrate-as. 11 - Não deixe acumular sujeira embaixo das unhas. Retire-a com um palito e lave bem as mãos. 12 - Se mexeu com o lixo ou tocou em alguma ferida, lave as mãos com sabonete antisséptico. 13 - Para evitar que as unhas dos pés encravem, corte-as quadradas. 14 - Mantenha uma alimentação balanceada.


– Edição 1071

www.BrazilianVoice.com

06 a 08 de Maio de 2009

65


66

HUMOR

06 a 08 de Maio de 2009

Edição 1071–

Feministas

As cegonhas

Homem é como o ônibus: a gente perde um mas logo depois vem outro. Quando aprenderem a cortar grama e trocar pneu, ganharão de 10 a 0 dos homens, principalmente no quesito inteligência... Quando você quiser que algo seja dito, peça a um homem. Quando você quiser que algo seja feito, peça a uma mulher. Sabe quais são os 4 maiores desejos de um homem? Ser tão bonito quanto a mãe dele acha que ele é. Ter tanta mulher quanto a mulher dele acha que ele tem. Ter tanto dinheiro quanto os amigos dele acham que ele tem. Ser tão bom de cama quanto ele acha que ele é. Homem não tem defeitos, tem características. Homem é como macarrão: quanto mais você o esquenta, mais ele gruda Descobriu-se recentemente que o homem tem 4 bilhões de neurônios a mais que a mulher.É porque o homem, na sua inferioridade, precisa de bilhões de neurônios para ver se um funciona. Quando um homem trai uma mulher perde 90% de seu caráter. Só não perde os outros 10% porque não existe homem 100%. Se Deus criou algo melhor que a mulher, deve ter guardado só para ele. Homem é que nem pão de forma: chato, quadrado, casca-grossa, e fácil de dobrar! E miolo mole. A dúvida de uma mulher vale muito mais que a certeza de um homem! Homem é como chiclé : você masca , tira o gosto, joga no chão, pisa e ele ainda gruda no pé. Homem é igual biscoito, vai um vem oito! Sabe por que a mulher tem 4 milhões de neurônios a menos? R: É para que possam gostar dos homens!!! Por que Deus fez o homem antes de fazer a mulher? R: Antes de uma obra-prima há sempre um rascunho. De quem é a última palavra, do homem ou da mulher? R: Do homem: SIM, QUERIDA! Quais os quatro animais que uma mulher precisa? R: Um Jaguar na garagem, um vison no pescoço, um tigre na cama e um burro para pagar as contas.

Três cegonhas estão voando e uma pergunta à outra: - Para onde é que você vai? - Vou a casa de um casal que há 10 anos está tentando ter um filho. - Que bom! - E você? - Eu vou à casa de uma senhora que nunca teve filhos. Levo um lindo menino. - Que bom! Ela vai ficar muito feliz. - E você? - perguntam as 2 à terceira cegonha. - Eu? Eu vou ao convento das freiras. Nunca levo nada, mas sempre dou um susto danado!

Mordida de cachorro

Catástrofe x tragédia Você sabe a diferença entre catástrofe e tragédia? - Catástrofe é quando a sua mulher vai com a família fazer um cruzeiro pelo Atlântico e o navio afunda. - Tragédia é quando você fica sabendo que o único sobrevivente foi a sua sogra!

Mãe é mãe O rapaz chega em casa muito animado e diz para sua mãe que se apaixonou e quer se casar. A mãe inicia uma série de perguntas e ele faz a seguinte proposta: — Mãe, vou trazer aqui amanhã três mulheres e você irá tentar adivinhar com qual delas eu irei me casar. A mãe acaba por concordar com o teste. No dia seguinte, ele traz a sua casa três mulheres lindíssimas. Elas sentam-se no sofá e ficam conversando com a mãe do rapaz durante um bom tempo. Depois de horas de conversa entre elas o rapaz chega e pergunta: — Então mãe, você é capaz de adivinhar com qual eu vou me casar? A mãe responde imediatamente: — Com a do meio.

O rapaz fica surpreso e pergunta: — É incrível mãe. Você acertou! Mas como é que adivinhou? A mãe responde: — Não gostei dela...

Apartamento novo O casal acaba se mudar para um novo apartamento e, depois de ver o banheiro, a mulher alerta o marido: - Alfredo, não gostei nem um pouco dessa janela grande no banheiro! Os vizinhos vão me ver tomando banho todos os dias. Acho melhor você comprar uma cortina! - Não se preocupe, querida! Depois que os vizinhos te virem tomando banho pela primeira vez, eles que vão comprar uma cortina.

O sujeito estava no bar tomando uma pinga, quando um funeral chamou a sua atenção. Atrás do carro fúnebre seguia um homem com o seu cachorro e, atrás dele, uma fila indiana com umas mil pessoas. Curioso, ele aproximou-se do homem com o cachorro e comentou: - Com tanta gente, a pessoa que morreu devia ser muito famosa... - Era a minha sogra! - Puxa! Meus sentimentos! Ela morreu de quê? - Foi mordida por este cachorro! Depois de alguns minutos de silêncio, o homem que estava no bar cria coragem: - O senhor pode me emprestar o seu cachorro, por um momento? - Claro! Entre na fila!

Ditado popular:

Quem dá aos pobres... cria o filho sozinha.


– Edição 1071

www.BrazilianVoice.com

06 a 08 de Maio de 2009

67


68

06 a 08 de Maio de 2009

www.BrazilianVoice.com

Edição 1071–


• Ano 20 • nº 1071 • 06 a 08 de Maio de 2009 •