Issuu on Google+

• G R Á T I S • G R Á T I S • G R Á T I S • www.BrazilianVoice.com • G R Á T I S • G R Á T I S • G R Á T I S •

• Ano 25 • nº 1557 • 26 de fevereiro a 4 de março de 2014 • Kearny

NEWARK

Brasileiros ficam desabrigados em incêndio que deixou 3 feridos Na tarde de segunda-feira (24), um incêndio ocorrido na Duke St., em Kearny (NJ), deixou 3 pessoas feridas, 2 famílias desabrigadas e 2 animais de estimação mortos, segundo as autoridades locais. Os bombeiros chegaram ao prédio, e encontraram as labaredas saindo na parte de trás do imóvel e janelas laterais. 22

Pediatra da comunidade é acusado de atuar sem licença O Dr. Dhanbir Saluja, de 72 anos, foi autuado e está detido na Penitenciária do Condado de Essex

N

a quarta-feira (19), o pediatra Dhanbir Saluja, de 72 anos, foi preso em decorrência da acusação de praticar Medicina sem a respectiva autorização em Nova Jersey. Segundo dados locais, ele atuava há mais de 3 décadas no Ironbound, onde se concentra a comunidade de língua portuguesa em Newark (NJ). Seu escritório fica localizado na Jefferson St., no centro do bairro. Ele foi autuado e está detido na Penitenciária do Condado de Essex. Esta não foi a primeira vez que o Dr. Saluja é destaque na mídia. Em maio de 2011, duas mulheres naturais da Índia, que trabalharam como faxineiras na residência do médico, apresentaram uma ação judicial em Nova York. Ambas alegaram que eram forçadas a trabalharem 13 horas por dia, 7 dias por semana por um salário de aproximadamente US$ 225 mensais, publicou o The Times of Índia.

Comunidade

Governo realiza “supletivo” para brasileiros O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) por meio de sua Diretoria de Avaliação da Educação Básica (DAEB) realiza, desde 2002, o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) para jovens e adultos residentes no Brasil e no Exterior. O Encceja constitui-se em um exame para aferição de competências, habilidades e saberes adquiridos no processo escolar. 20

14

Massachusetts

Governador apoia carteira de Brasileiros fazem almoço de motorista para indocumentados ajuda a brasileira com câncer

Brasil

Amigos protestam contra prisão de ator global, no Rio 8 Ex-presidente do Cruzeiro é acusado de liderar esquema 10 Esportes

Corinthians negocia ida de Emerson 'Sheik' para o Galo 32 Alexandre Kalil: Copa só beneficia os donos de estádios 34 Social

28

Classificados

35

Newark

Após as sucessivas tempestades de neve que assolaram os meses de janeiro e fevereiro, o Comitê estadual de Massachusetts remarcou para 5 de março, quarta-feira, a reunião pública que decidirá o destino da carteira de motorista para os imigrantes indocumentados residentes no estado. Durante vários discursos, Deval Patrick, governador de Massachusetts, expressou a decisão de apoiar a emissão do documento a todos os imigrantes residentes no estado. 16

No domingo (2), ao meio-dia, um grupo de brasileiros realizará um almoço beneficente de ajuda à Marley Marques, de 34 anos, natural do Mato Grosso do Sul, residente em Newark (NJ), que luta contra um câncer pulmonar com metástase em estágio 4. O evento é aberto a todos os interessados e acontecerá no 280 Chestnut St., no bairro do Ironbound. As doações serão recebidas no local do almoço. Conforme organizadores da campanha, Marley mora nos EUA há 14 anos, trabalhava na limpeza de casas e tem um filho, Matthew, de 9 anos. 16

Cônsul do Brasil em Nova York visita comunidade brasileira em Newark Na noite de segunda-feira (24), a nova cônsul-geral do Consulado Geral do Brasil em Nova York (foto) visitou a sede do Mantena Global Care, no 109 Monroe St., no bairro do Ironbound, onde concentra-se a comunidade de língua portuguesa em Newark (NJ). Além das autoridades consulares, esteve presente a imprensa local, comerciantes, líderes religiosos, imigrantes veteranos, entre outras personalidades. 18

Ana Lucy Gentil Cabral Petersen


2

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

www.BrazilianVoice.com

Edição 1557 –


– Edição 1557

www.BrazilianVoice.com

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

3


4

EDITOR

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

Edição 1557 –

EXPEDIENTE

PO Box 5686, Newark, NJ 07105 Tel: (973) 491- 6200 • Fax: (973) 491- 6287 www.brazilianvoice.com e-mail: adv@brazilianvoice.com 412 Chestnut St. - Newark, NJ 07105 EDITOR: Roberto Lima roberto@brazilianvoice.com CHEFE DE REDAÇÃO: Léo Ferreira news@brazilianvoice.com PUBLICIDADE:

Fabianne A. Lima fabianne@brazilianvoice.com

DESIGN GRÁFICO: Joel Pinheiro WEBMASTER:

Rodrigo Barbosa

MARKETING & VENDAS: Beatriz Leitzke: (201) 960-8228 NEWARK, NJ: Matriz: (973) 491-6200 COLABORADORES: • Renan Antunes • Mário Vale • Paulo Camargos • Lair Ribeiro • Kledir Ramil • Tavares Dias • Paulo Cangussu • Carlos Herculano Lopes • Aquiles Reis • Roberto Santos • Tadeu Martins • Dilma Rousseff • Marcelo Sguassábia • Celim • Antonio Jorge Rettenmaier • Tadeu Martins • Bia Flores • Tavares Dias

© BRAZILIAN VOICE é publicado semanalmente. As opiniões expressas em artigos assinados são da responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião deste jornal. O BV não se responsabiliza pelos serviços propagados pelos seus anunciantes.

Um green card na mão de um idiota

E

u cheguei aos Estados Unidos em 1984 e vivi na clandestinidade durante quase cinco anos. Confesso que sofri bastante com a impossibilidade de sair do país e não poder retornar como qualquer pessoa nascida ou legalizada aqui. Tinha medo de que alguém da minha família viesse a falecer e eu não pudesse ir ao enterro. Tinha imensa saudade de rever amigos e parentes e aquela impossibilidade de colocar a saudade em dia me trucidava. Muito mais do que isto, doía em mim a sensação de ser um cidadão de segunda classe, tolhido pelo meu status migratório, o que mexia com minha autoestima e me manteve de cabeça baixa durante muito tempo. A situação roubou muito do brilho da minha juventude, aqueles cinco anos andando no escuro. Mas eu me virava como podia. Não podia ter um carro, mas tinha a sorte de morar próximo ao trabalho. Infelizmente, nem todos na minha situação tinham (ou tem) a mesma sorte. Meu tempo de espera foi bem menor, perto do sofrimento de milhões de pessoas que vivem neste país à espera de uma oportunidade. Conheço pessoas ilhadas pela clandestinidade há mais de 20 anos. Pessoas que perderam pai ou mãe, mas não puderam sequer dar um último adeus. Que perderam irmãos e parentes próximos. Que não puderam ir à festa de formatura do filho que deixou pequeno.

Ou ao casamento da filha, que cresceu longe de seus olhos e achou rumo longe da sua guarda. Na semana passada, tomei conhecimento de um brasileiro que saiu da igreja e não obedeceu a um Stop Sign, na Flórida. Um policial, na tocaia, tratou de pará-lo, dentro dos rigores da lei. O brasileiro, assim como milhões de pessoas indocumentadas neste país, tinha contra si uma ordem de deportação. Insensível, o policial entregou-o à Imigração, mesmo sabedor de que aquele homem tinha uma família para sustentar, esposa e filha pequena. Começava ali um martírio, e familiares e amigos tomaram iniciativa no sentido de arrecadar fundos para pagamento de uma possível fiança. O Brazilian Voice noticiou o acontecimento, que virou motivo de discussão nas redes sociais. Enquanto uma maioria se solidarizava com a família do brasileiro preso, apareceram pessoas que se apressaram em condená-lo, reprovando-o por ser um indocumentado dirigindo sem carteira de motorista. Esqueço, momentaneamente, que o brasileiro preso só não tem uma carteira de motorista porque não lhe permitem tirá-la. E que a ofensa – não parar em um Stop Sign – é infinitamente menor, quando comparada a uma DWI (dirigir sob a influência do álcool ou das drogas), por exemplo. E que ele saía de uma igreja e não de um bar, naquele momento. Esqueço que ele é chamado de “ilegal” até mesmo por alguns compatriotas, quando nenhum

ser humano deveria se considerado ilegal em nenhum lugar deste planeta. Esqueço-me de tudo isto, mas não me esqueço da insensibilidade de alguns dos nossos compatriotas mais afortunados, que tiveram a sorte de ter acesso ao status migratório que é o sonho quase inatingível de milhões. Não existe nenhuma pesquisa científica, mas constatei que essas pessoas mais duras são, geralmente, mulheres brasileiras com sobrenomes ‘não brasileiros’, provavelmente casadas com cidadãos norte-americanos. Elas agem como se fossem mais americanas do que a Pocantas. Ou como se fossem filhas legítimas de um casal de uma tribo chefiada por Touro Sentado. Sim, porque são os indígenas nativos neste país, os verdadeiros invadidos. E não os vejo reclamando dos imigrantes nas redes sociais. Dói observar o quanto um documento – o green card – que poderia trazer alívio e devolver a dignidade a milhões de pessoas, possa ter se tornado um atestado de soberba e insensatez. Estes estrangeiros legalizados são mestres em se achar donos da razão e da lei, e são os primeiros a ameaçar chamar a Imigração para conterrâneos indocumentados sempre que quer se impor. Na mão de certas pessoas, o cartão verde se transforma numa espécie de carteirinha do idiota.


– Edição 1557

www.BrazilianVoice.com

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

5


6

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

Brasil

Edição 1557 –

Dilma rebate crítica a "puxadinhos" em aeroportos Venda o seu peixe, vendendo-o bem!

O

ato de vender faz parte da rotina de todos nós. A todo momento você precisa vender uma idéia ou um conceito, e para que a sua opinião seja aceita, é necessário saber argumentar, comunicarse bem. A habilidade do convencimento, crucial em vendas, sempre esteve presente em nossa vida. Naturalmente, de modo mais acentuado em algumas pessoas do que em outras, mas nunca ausente. Muitas vezes, sentimos que perdemos essa habilidade, mas, na verdade, ela apenas está escondida por trás das crenças que vamos adquirindo pela vida afora. Basta um pouco de treino para recuperá-la. Em vendas, quando falamos de “pessoas”, estamos falando de “comprador” e de “vendedor”. Tão importante quanto descobrir a necessidade do comprador é desvendar seus mistérios, seus valores, sua motivação... Da mesma forma, é necessário desenvolver habilidades necessárias a vendas, como boa comunicação, poder de influência, motivação, presença marcante, autoconfiança, dedicação, ambição, orgulho, determinação, coragem, otimismo, entusiasmo e sede de aprendizado. Mas de nada adianta você ser comunicativo, influente e autoconfiante, assim como não adianta conhecer bem o cliente, saber de suas motivações e anseios se você não tiver um bom conhecimento sobre o produto a ser vendido. É preciso saber tudo a respeito do produto, que tanto pode ser um bem material como uma idéia, um serviço ou um talento. Além disso, conhecer o seu mercado e promover ações que contribuam para agregar valor ao produto também devem fazer parte da sua estratégia de venda. Sem isso, será difícil entrar em uma negociação com expectativas de sucesso. Porém, é preciso ir além. Se você quer fazer a diferença, lembrese da importância dos detalhes nesse processo. Sua argumentação terá de ser boa o suficiente para convencer o cliente não apenas a respeito dos reais benefícios que o seu produto poderá lhe oferecer, como também de que ele tem bons motivos para comprá-lo. Por isso, explique claramente o que é o seu produto e como ele poderá beneficiar o

cliente. Se, antes, você já tiver feito um bom trabalho de conhecimento do cliente, não lhe será difícil encontrar o argumento certo para ir ao encontro das expectativas dele. Mas você tem de saber quais são essas expectativas; do contrário, você não estará ajudando seu cliente a satisfazer um desejo, mas, sim, “empurrando-lhe” um produto. Antes de entrar em uma negociação, estipule o mínimo que você está disposto a aceitar e que pode conceder, e o máximo que pode esperar e que pode oferecer. Ao trabalhar com esses limites você preserva sua capacidade de persuasão e poderá usar suas concessões com parcimônia e estratégia. Enfim, ajuste seu timing: estenda-se o bastante para falar tudo o que o cliente precisa saber sobre o produto e seja breve o suficiente para que o cliente não se sinta perdendo tempo com você. Lembre-se de que toda conversa, por mais interessante que seja, tem o seu auge e, depois, começa a tornar-se desinteressante. Não corra o risco de o cliente perder o interesse na sua conversa. Acima de tudo, tenha em mente que tanto você quanto o cliente podem – e devem – sair ganhando com a negociação. Portanto, jamais entre numa negociação pensando em tirar vantagem sobre a outra parte ou em prejudicá-la, caso a negociação não transcorra tão favorável aos seus interesses quanto você gostaria. Manter uma postura de ganha-ganha é fundamental para o sucesso da negociação. Lembre-se: negociação não é competição! www.lairribeiro.com.br e-mail: lrsintonia@terra.com.br Tel. 0-55-11-3889.0038

A

presidente Dilma Rousseff disse nesta segunda-feira que acredita na conclusão das obras de aeroportos a tempo para a Copa do Mundo, apesar dos atrasos, e rejeitou críticas aos chamados "puxadinhos" erguidos para receber os passageiros em terminais que não ficarão prontos para o Mundial. O atraso nas obras de aeroportos reflete uma situação geral de descumprimento de prazos nos preparativos do país para receber a Copa, o que inclui estádios ainda sem concluir a quatro meses do início da competição, projetos de mobilidade urbana abandonados e a construção de instalação temporária em ao menos um aeroporto de cidade-sede do Mundial para suprir a demanda. "Eu não acredito que as obras não ficarão prontas para a Copa do Mundo. Tem muita obra ficando pronta para a Copa do Mundo", disse Dilma a jornalistas em Bruxelas, onde participou nesta segunda de uma cúpula Brasil-União Europeia. "Os aeroportos de Galeão e de Confins não têm grandes alterações a fazer para a Copa. As alterações que vão ser feitas em Confins (MG) e no Galeão (RJ) são para nós, ocorrerão para nós. Todas as obras previstas de modificação de aeroporto para Galeão e Confins foram feitas, as outras dizem respeito ao aumento de demanda natural nossa, que nada tem a ver com a Copa", acrescentou. Apesar do otimismo de Dilma sobre as obras no aeroporto internacional do Rio de

Dilma acredita na conclusão das obras de aeroportos a tempo para a Copa do Mundo

Janeiro, o ministro da Aviação Civil, Moreira Franco, reconheceu na semana passada após visitar o local que alas de embarque e desembarque do terminal 1 vão continuar em obras mesmo depois do Mundial. Em Confins, segundo a Infraero, somente 41 por cento dos trabalhos previstos para o aeroporto estavam concluídos até dezembro de 2013. Os torcedores que chegarem para as seis partidas da Copa que serão disputadas em Fortaleza, incluindo uma das quartas de final, serão conduzidos para uma estrutura provisória de lona devido aos atrasos nas obras do aeroporto. O prazo final para a conclusão de um novo terminal local foi estendido para 2017.


– Edição 1557

Brasil

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

7

Banco vai pagar quase R$ 50 mi a São Paulo por ter movimentado dinheiro desviado por Maluf Em contrapartida, acordo prevê que instituição alemã não será alvo de ação judicial

O

Ministério Público de São Paulo, a prefeitura da capital paulista e o Deutsche Bank firmaram nessa segunda-feira (25) acordo em que a instituição alemã se compromete a pagar aos cofres públicos US$ 20 milhões (aproximadamente R$ 47 milhões) por ter sido usada para movimentar dinheiro que teria sido desviado pelo agora deputado federal Paulo Maluf (PPSP) quando ele foi prefeito da cidade. O banco alemão aceitou pagar a indenização em troca da garantia de que não será alvo de ação judicial. Em um processo no Judiciário, o Deutsche Bank poderia ser acusado de negligência pela movimentação de cerca de US$ 200 milhões em contas no exterior por parentes de Maluf. De acordo com o Ministério Público, durante toda a investigação, o banco alemão colaborou, mas, no acordo, não há qualquer admissão de culpa pela instituição financeira. “Trata-se de mais um passo no combate à corrupção, além de ser uma forma efetiva de reparação dos danos produzidos por esses atos”, disse o procurador-geral de Justiça, Márcio Elias Rosa. A assessoria de Paulo Maluf informou que não se manifestaria porque o nome dele não foi citado. Também ressaltou que o deputado não tem e nunca teve conta no exterior. Em nota, o banco alemão manifestou satisfação com o acordo. “O Deutsche Bank está satis-

Acusado de desviar recursos da prefeitura da capital paulista, o deputado federal Paulo Maluf está desde 2010 na lista de procurados da Interpol

feito em resolver essa questão, após ter cooperado totalmente com as autoridades ao longo da investigação”, diz o texto. Pelo acordo, o valor destinado à Prefeitura de São Paulo será usado na implantação de creches, hospitais, escolas e parques mu-

nicipais. A previsão é que o dinheiro deve ser liberado em 60 dias. Serão destinados US$ 18 milhões à prefeitura; US$ 1,5 milhão aos cofres do estado; US$ 300 mil ao Fundo Estadual de Interesses Difusos e US$ 200 mil a dois processos que tratam de denúncias con-

tra o ex-prefeito, para perícias e inspeções judiciais. O Ministério Público, a Polícia Federal e a prefeitura constataram que, na gestão de Maluf (1993-1996), houve desvio de cerca de US$ 340 milhões das obras da Avenida Água Espraiada (atual Avenida Roberto Marinho) e do Túnel Ayrton Senna. Segundo o Ministério Público, dos US$ 200 milhões remetidos para a Ilha de Jersey (paraíso fiscal britânico), cerca de US$ 93 milhões foram investidos entre 1997 e 1998 na Eucatex, empresa controlada pela família Maluf. Em nota, a prefeitura informou que o município usará o dinheiro na aquisição ou na desapropriação de áreas para construção de parques municipais e instalação de equipamentos sociais na cidade. O governo municipal ressalta que, caso o estado de São Paulo abra mão de sua parte na indenização, por não ser vítima nem ter sido prejudicado no desvio de dinheiro das obras, o valor também será revertido à capital. Segundo a nota, o acordo assinado nessa segunda-feira não encerra as ações ajuizadas no Brasil e no exterior contra os demais réus nem atinge o total dos prejuízos sofridos pela prefeitura com o caso. O Ministério Público informou que estão sendo negociados acordos com mais três bancos que movimentaram dinheiro do ex-prefeito: os suíços UBS de Zurique e Citybank Genebra e o Safra de Nova York. Caso sejam firmados os acordos, a expectativa é que os três desembolsem até US$ 60 milhões a título de indenização.


8

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

Brasil

Edição 1557 –

Amigos protestam contra prisão de ator Jogos Olímpicos

N

unca participei de uma Olimpíada. Culpa da minha professora de piano, que, quando eu era garoto, me proibiu a prática de “esportes primitivos” como basquete, vôlei e futebol. Não aguentei aquele regime de clausura, dei um cartão vermelho pra ela e fui à luta. No sentido figurado, já que eu não tinha estrutura física para o judô, o boxe ou o tae kwon do. Comecei praticando pingue-pongue, hoje conhecido como tênis de mesa. Infelizmente, peguei um chinês pela frente e fi quei humilhado. Tentei a corrida de obstáculos, mas tropecei. Na ginástica acrobática, torci o pescoço. Experimentei o salto com vara e quebrei um braço. Para patinação eu não tinha equilíbrio. Para equitação, não tinha cavalo. Fui parar na piscina. Foi um fi asco. Era inverno e não havia piscina térmica. Fiquei congelado, o que paralisou a maioria dos meus neurônios. Segundo exames recentes, continuam inativos. Mesmo lesionado, tentei o salto de trampolim. No primeiro mergulho de cabeça, sofri uma concussão cerebral que terminou por liquidar os poucos neurônios que haviam sobrado. Só dois fi caram funcionando, em modo emergencial: o Laurel e o Hardy. Foi mais ou menos nessa época que me inscreveram no conservatório, pois começava a dar mostras de que não levava jeito para o esporte.

Apesar do descrédito de todos, continuei insistindo. Desiludido com a natação, que além da função cerebral havia aniquilado com a minha reputação, resolvi tentar tiro ao alvo e arco e fl echa. Quase fui linchado por colocar em risco a vida das pessoas. Eu havia perdido a concentração, uma das sequelas da experiência aquática. Fiz um teste para o levantamento de peso e fi quei abaixo do índice feminino. O professor musculoso fi cou rindo da minha cara. Tem gente que não tem psicologia mesmo. Um adolescente precisa de apoio, senão periga seguir pelo “mau caminho”. Foi o que aconteceu. Comprei um baralho, enfiei a cara no jogo de pôquer e não parei mais. Experimentei sinuca, totó, dados, dominó e todo tipo de jogos de azar e tabuleiro: víspora, damas... Fui parar no xadrez. No jogo, não na prisão. Como dizia Millôr Fernandes, parafraseando Bernard Shaw: “Jogar xadrez desenvolve muito a capacidade de jogar xadrez.” Eu estava perdido. Quando chegou o Natal, pedi uma bola de futebol e me deram um violão. O técnico do time da escola me incentivou dizendo que eu tinha um dom. Para a música. Foi aí que eu me dei conta de que o violão chamava a atenção das garotas. Chutei o balde e me dediquei como um atleta ao estudo do instrumento. Cheguei a ganhar disco de ouro. É o meu consolo. Disco de ouro é quase como uma medalha. Só não dá pra pendurar no pescoço.

Manifestantes interditaram o trânsito exigindo a imediata soltura do rapaz

C

erca de 20 amigos do ator Vinícius Romão de Souza, de 27 anos, realizaram um protesto na manhã desta terça-feira, 25, no Viaduto de Todos os Santos, no bairro do Méier, zona norte do Rio. Ele foi preso no local na noite do último dia 10 acusado de ter roubado a bolsa de uma pedestre. Vestidos de camisa preta, a mesma cor da roupa que Souza usava no dia da prisão, os manifestantes interditaram o trânsito por alguns minutos exigindo a imediata soltura do rapaz. "Ele foi confundido pela vítima, já que é negro e usa cabelo black power. Ele foi preso sem direito de defesa. Estamos indignados", afirmou o também ator Vinícius Melich, de 25. Os amigos dizem que na noite do dia 10, Souza havia saído de uma loja no Norte Shopping, onde trabalha como vendedor, e que seguia a pé para casa, quando foi rendido por um policial civil no Viaduto de Todos os Santos. O policial estava acompanhado da mulher que teve a bolsa roubada minutos antes, a cerca de 200 metros do local da prisão. Perguntada pelo policial se reconhecia Souza como o homem que levou sua bolsa, a vítima disse que sim. O ator, então, foi levado à 25ª Delegacia de Polícia (Engenho Novo, zona norte), onde foi novamente reconhecido pela mulher.

O ator Vinícius Romão de Souza, acusado de ter roubado a bolsa de uma pedestre

"O local do assalto, na rua Amaro Cavalcanti, em frente ao Hospital Pasteur, fica totalmente fora do trajeto de Vinícius entre o Norte Shopping e a casa dele, na rua Bueno de Paiva. Além disso, os pertences que estavam na bolsa da vítima, como celular, R$ 10 em espécie e um cartão de vale-transporte (RioCard) não estavam com ele. Temos certeza que ele é inocente. Ele foi o culpado útil. Coagiram a vítima a falar que ele era o culpado", disse o técnico de soldas Vinícius Loureiro, de 25.


– Edição 1557

Brasil

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

Com ação para conter dólar, sobe dívida cambial

A

s vendas de dólares no mercado para tentar conter a alta da moeda fizeram a dívida interna vinculada ao câmbio atingir o maior nível em 11 anos. A dívida mobiliária (em títulos) interna corrigida por moedas estrangeiras encerrou janeiro em R$ 204,09 bilhões, no valor mais alto desde março de 2003, quando havia atingido R$ 225,44 bilhões. Em termos percentuais, a fatia do câmbio na dívida interna subiu de 9,22% em dezembro para 10,47% em janeiro. A participação é a maior desde outubro de 2004, quando alcançou 11,24%. Apesar de não envolverem emissões de títulos, as operações de swap cambial tradicional, que equivalem às vendas de dólares

Embratur pede retirada camisas com apelo sexual

Embratur pede que Adidas retire do mercado camisas da Copa com apelo sexual

O

Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur) vai solicitar à direção da Adidas a retirada do mercado de uma série de camisetas que fazem alusão ao turismo sexual no país. Os produtos foram desenvolvidos para a Copa do Mundo e estão à venda no site americano da empresa a partir de US$ 22. Uma das camisetas carrega a imagem de uma nádega de biquíni representada por um coração em meio à frase "I love Brazil". Outra peça, para o público masculino, carrega a mensagem "Lookin' to score", mais ou menos "marcando gols" também com duplo sentido e conotação sexual. Por meio de nota divulgada nesta terça-feira, a Embratur informou que repudia veementemente a comercialização de produtos que vinculem a imagem do Brasil a apelos sexuais. “A exploração sexual é um crime inaceitável e não pode ser confundida de forma alguma com uma modalidade de turismo”, afirma Flávio Dino, presidente da entidade. A Embratur também reforçou que a campanha vai no sentido contrário ao que o Brasil defende. "Nosso esforço é voltado para a promoção do Brasil pelos atributos naturais e culturais. Uma iniciativa dessas ignora e desrespeita a linha de comunicação que o governo adota", declarou. Procurada pela reportagem do em.com.br, a Adidas ainda não se pronunciou sobre o caso. Vale ressaltar que a empresa é uma das patrocinadoras oficiais da Copa do Mundo de 2014.

no mercado futuro, interferem na composição da Dívida Pública Federal (DPF) conforme os critérios usados pelo Banco Central. Pelos critérios do Tesouro Nacional, que desconsidera as operações de swap, a participação do câmbio na dívida mobiliária interna passou de 0,57% em dezembro para 0,61% em janeiro. A proporção do câmbio na dívida mobiliária interna tende a aumentar nos próximos meses por causa da decisão do Banco Central (BC) de estender, até junho de 2014, o programa de venda de dólares no mercado futuro. Desde agosto, o BC injeta US$ 500 milhões diariamente nos leilões de swap (que funcionam como venda de dólares no mercado futuro). Em janeiro, esse volume foi reduzido para US$ 200 milhões diários.

Fatia do câmbio na dívida interna subiu de 9,22% em dezembro para 10,47%

9


10

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

Charles Fernandes, radialista, Manaus (AM) – A União Europeia está pedindo o fim da Zona Franca de Manaus, alegando que os benefícios fiscais concedidos pelo governo brasileiro são objeto de queixa formal contra o Brasil na Organização Mundial do Comércio (OMC). Como a senhora avalia isso? Presidenta Dilma – O Governo brasileiro considera legítimo o regime tributário da Zona Franca de Manaus. Ele funciona em plena conformidade com os compromissos internacionais assumidos pelo Estado brasileiro. Eu defendo com todo vigor a Zona Franca de Manaus, assim como as demais políticas brasileiras questionadas pela União Europeia. O argumento dos europeus junto à Organização Mundial do Comércio (OMC) é sobre a compatibilidade do tratamento tributário especial dado à Zona Franca de Manaus, assim como a outras áreas de livre comércio. A alegação é de que haveria uma possível violação das normas internacionais da OMC. Penso que não há violação. E tenho reiterado isso. Vamos esclarecer nossa posição no sistema de solução de controvérsias da OMC, que existe para solucionar divergências dessa natureza. É bom lembrar que o Brasil está entre os cinco países que mais utilizaram esse mecanismo da OMC. Temos sido vitoriosos em diversos outros casos levantados por países desenvolvidos, inclusive pela União Europeia, como nas questões do açúcar e dos medicamentos genéricos. É de interesse do meu governo chegar a uma solução negociada sobre o tema. Temos uma boa relação com a União Europeia. E foi por isso que justifica a reunião de que participei em Bruxelas, na Bélgica, na segundafeira, 24, nos permite acreditar na construção de consenso em torno do tema. Trabalharemos nesta direção, pois a Zona Franca de Manaus é exemplo do equilíbrio entre o respeito ao meio ambiente e a necessidade dos 20 milhões de amazonenses que moram na região. Quando a Zona Franca de Manaus nasceu, o objetivo do Estado brasileiro foi criar uma zona de produção de eletroeletrônicos que hoje tem níveis baixíssimos de emissão de gases de efeito estufa. É o melhor exemplo de que é possível crescer economicamente, incluir socialmente, preservar e proteger nossas florestas. E a defesa do meio

Brasil

ambiente sempre foi uma bandeira muito cara à União Europeia. A Zona Franca de Manaus tem gerado emprego, renda e ajudado o desenvolvimento econômico e social da região. Exatamente porque meu governo tem essa compreensão e estimula uma política industrial competitiva e inclusiva, que encaminhei proposta de emenda constitucional ao Congresso propondo que os benefícios da Zona Franca de Manaus tenham vigência até 2073. Isso é estratégico para o nosso país. Presidenta, as máquinas que a senhora tem doado às cidades do país são também exemplo de um dos instrumentos de política industrial que o Brasil adota? (*) Todas as máquinas que o Governo Federal está distribuindo às prefeituras são produzidas no Brasil. Queremos, com essas compras públicas, estimular a geração de emprego e renda em nosso país. Estamos doando, para todos os 5.061 municípios brasileiros com menos de 50 mil habitantes, um kit com três máquinas: um retroescavadeira, uma motoniveladora e um caminhão caçamba. Para os municípios do semiárido ou da área da Sudene em situação de emergência, além destas máquinas, doamos também um caminhão pipa e uma pá carregadeira. As máquinas permitirão às prefeituras de cidades pequenas a cuidarem de suas estradas vicinais e a realizarem obras em seus municípios, o que lhes garante autonomia para atender as demandas da população. Gosto de lembrar que as estradas vicinais são estratégicas para o deslocamento da produção de alimentos e das pessoas. Isso tem um impacto importante na vida das pessoas. E manter essas estradas em boas condições é muito importante para o país. O Governo Federal investiu no PAC R$ 4,99 bilhões. E foram entregues 11.530 equipamentos. Até o final de maio, entregaremos todas as 18 mil máquinas. Esse investimento é o que tem garantido a melhoria das condições de vida de milhões de brasileiros e, ao mesmo tempo, incentivado a produção industrial em nosso país, resultando em mais emprego e renda para os brasileiros. (*) Esta pergunta, que precede a Mensagem, foi formulada pela Secretaria de Imprensa para melhor entendimento do conteúdo.

Edição 1557 –

Alvimar Perrella é acusado de liderar esquema em licitações Esquema buscava vantagem em fornecimento de marmitas para presídios

O

empresário e ex-presidente do Cruzeiro Alvimar Perrella foi denunciado nessa segunda-feira pelo Ministério Público Estadual de Minas Gerais (MPMG) pelos crimes de formação de quadrilha, corrupção ativa, fraude processual, lavagem de dinheiro e formação de cartel. Perrella é acusado de liderar um esquema em licitações com o governo de Minas para o fornecimento de marmitas para presídios no estado. Além de Alvimar, foram denunciadas outras 17 pessoas, entre elas o atual vice-presidente do Cruzeiro, José Maria Queiroz Fialho, duas servidoras do governo estadual e outras 14 pessoas. A denúncia do MP é resultado da Operação Laranja com Pequi, deflagrada pela Polícia Federal (PF) em junho de 2012. De acordo com as investigações, a organização criminosa aumentava os lucros de seu negócio com a entrega de marmitas da empresa Stillus Alimentação Ltda. com qualidade e quantidade inferior àquela prevista em contrato.

Alvimar Perrella é denunciado por fraude, corrupção e formação de quadrilha

Entre janeiro de 2009 e agosto de 2011, o grupo de empresas ligadas à empresa de Alvimar Perrella recebeu R$ 80 milhões em contratos firmados com a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds). Segundo a denúncia apresentada pelo promotor Eduardo Nepomuceno, o esquema funcionava por meio de acordos entre empresas que combinavam preços das licitações.


– Edição 1557

www.BrazilianVoice.com

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

11


12

Brasil

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

Jefferson está em cela individual e com dieta especial

Desarrumando a ordem

Dieta será preparada por uma nutricionista da Secretaria

T

em disco novo de Carlos Careqa na praça. Coisa meiga nunca será. Careqa tem um pé no absurdo. Há até quem ouse dizer que sua música nem música é – mas ela é música, sim senhor; música para mexer com a gente, trazendo-nos para o oco do seu turbilhão criativo. Careqa é desestruturador por natureza. Compositor e cantor, ele é um eterno buscador de estranhezas poéticas. Assim, escutamos as suas músicas sem conseguir enquadrá-las em nenhuma categoria da música popular, muito menos em nenhuma vertente político-partidária-musical. Dir-se-ia, com razão, que ele é um maluco beleza redivivo. Sua música é profana, meio circense, assim como seus versos e suas ideias. Assim ele vai, sem dogmas nem certezas absolutas... Apenas vai. E nós o acompanhamos, às vezes sem entender direito o que diz o poeta Carlos, às vezes sem sacar inteiramente a concepção sonora das músicas do compositor Careqa, mas sempre instados por ele a remexer em preceitos que entendemos como imutáveis desde que nos entendemos por gente. O novo CD (belíssima capa) de Carlos Careqa, produzido por ele, Marcio Nigro e Mario Manga, é Palavrão – música infantil para adultos (Barbearia Espiritual Discos). Nele, treze composições suas, nas quais o adulto submerge no universo infantil, valendo-se da experiência adquirida e do imaginário da criança que mantém dentro de si. Para tanto, ele não mede palavras. Vale tudo, escatologia e termos chulos. O resultado é um sorriso grudado nos lábios e uma permanente tensão no ouvinte: “Até onde irá esse absoluto desprendimento do compositor, para expressar-se de uma forma que não estamos acostumados a ouvir num disco musical?”. Pelos títulos, dá para sacar aonde a coisa vai: “Por Que a Vovó Tá Fria?”, “Exame de Fezes” (O exame é legal, mas tenho medo/

O

De segurar o potinho/ Vai que ele escapa do meu dedo/ E acabo me sujando todinho), “Rap do Peido”, “Eu e Reginaldo”, “O Menino e a Menina” (A menina é diferente do menino/ O menino tem uma torneirinha/ E a menina tem uma conchinha/ Que bonitinha a conchinha da menina), “O Diamante Azul do Vovô” (Vovô tomou o diamante azul/ Agora não pode ficar mais de pé/ Quando eu sento no colo dele/ Ele diz que é o celular), “A Tia da Escola”, “Meleca”, dentre outros. Para acompanhar o cantor teatral que Careqa é, Manga e Nigro se valem de arranjos em que predominam programações de bateria e sampler, guitarras, baixo, teclados, vocais, violão, bandolim, percussão, cavaquinho, cellos e violinos. O repertório varia entre funk, rap, rock, marchinha, valsa e reggae, tudo com a inventividade levada às últimas consequências. Careqa sente prazer no desfazimento do já estruturado, em abalar os aparentemente sólidos pilares de sustentação da ordem vigente, em buscar o caos na organização secularmente estabelecida, bagunçando conceitos, revendo certezas, ampliando visões, tratando o errado como certo, o feio como belo. Carlos Careqa cria para derrubar sentidos preexistentes. Aquiles Rique Reis, músico e vocalista do MPB4 CHOOSE ONE OF THESE GREAT OPTIONS!

Join Without a mo Contract!

Promotional Packages Starting At

YOU Choose The Deal!

Edição 1557 –

FOR 12 MONTHS

Not eligible for Hopper or iPad mini offer.

ADD HIGH SPEED INTERNET AS LOW AS ....

Upgrade to

DISH TODAY!

 NO Contracts.  NO Credit Check.  NO Commitment. Not eligible for promotional pricing

mo. where available

CALL NOW – SAVE UP TO 50%!

1-800-395-2581

Call 7 days a week 8am - 11pm EST Promo Code: MB0114

Important Terms and Conditions: Promotional Offers: Require activation of new qualifying DISH service. All prices, fees, charges, packages, programming, features, functionality and offers subject to change without notice. After 12-month promotional period, then-current everyday monthly price applies and is subject to change. ETF: If you cancel service during first 24 months, early cancellation fee of $20 for each month remaining applies. HD Free for Life: Additional $10/mo HD fee waived for life of current account; requires continuous enrollment in AutoPay with Paperless Billing. Premium Channels: 3-month premium offer value is $165; after promotional period, then-current everyday monthly prices apply and are subject to change. Blockbuster @Home requires online DISH account, broadband Internet to stream content. HD-only channels not available with select packages. Hopper Features: AutoHop feature is only available with playback the next day of select primetime shows on ABC, CBS, FOX and NBC as part of PrimeTime Anytime feature. Both features are subject to availability. Installation/Equipment Requirements: Free Standard Professional Installation only. Certain equipment is leased and must be returned to DISH upon cancellation or unreturned equipment fees apply. Upfront and additional monthly fees may apply. Recording hours vary; 2000 hours based on SD programming. Equipment comparison based on equipment available from major TV providers as of 9/19/13. Watching live and recorded TV anywhere requires a broadband-connected, Sling-enabled DVR and compatible mobile device. Miscellaneous: Offers available for new and qualified former customers, and subject to terms of applicable Promotional and Residential Customer agreements. State reimbursement charges may apply. Additional restrictions and taxes may apply. Offers end 6/12/14. © 2013 DISH Network L.L.C. All rights reserved. HBO®, Cinemax® and related channels and service marks are the property of Home Box Office, Inc. SHOWTIME is a registered trademark of Showtime Networks Inc., a CBS Company. STARZ and related channels and service marks are property of Starz Entertainment, LLC. All new customers are subject to a one-time processing fee. Offers require 24-month commitment and credit qualification.

ex-deputado Roberto Jefferson (PTBRJ) está em uma cela individual do Instituto Penal Coronel PM Francisco Spargoli Rocha, em Niterói, Região Metropolitana do Rio. A informação é da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap). Jefferson começou a cumprir nessa segundafeira a pena de sete anos e 14 dias por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Condenado no processo do mensalão, Jefferson teve o pedido de prisão domiciliar negado na última sexta-feira (21) pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa.

Dieta alternativa De acordo com a Seap, Jefferson receberá uma "dieta alternativa, buscando atender às necessidades do preso", preparada por uma nutricionista da Secretaria. Desde que se

O ex-deputado Roberto Jefferson está em cela individual e com dieta especial

submeteu a um tratamento contra câncer de pâncreas, em 2012, Jefferson cumpre uma rigorosa dieta, toma injeções a cada 15 dias e faz exames periódicos. O ex-deputado, delator do mensalão, terá direito a banho de sol "em dias e horários alternados", segundo a Seap. As visitas acontecerão depois que as pessoas próximas do ex-deputado forem credenciadas.c


– Edição 1557

www.BrazilianVoice.com

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

13


14

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

Comunidade

Edição 1557 –

Pediatra popular entre os brasileiros é acusado de atuar sem licença em Newark O Dr. Dhanbir Saluja, de 72 anos, foi autuado e está detido na Penitenciária do Condado de Essex

N

a quarta-feira (19), o pediatra Dhanbir Saluja, de 72 anos, foi preso em decorrência da acusação de praticar Medicina sem a respectiva autorização em Nova Jersey. Segundo dados locais, ele atuava há mais de 3 décadas no Ironbound, onde se concentra a comunidade de língua portuguesa em Newark (NJ). Seu escritório fica localizado na Jefferson St., no centro do bairro. Ele foi autuado e está detido na Penitenciária do Condado de Essex. Esta não foi a primeira vez que o Dr. Saluja é destaque na mídia. Em maio de 2011, duas mulheres naturais da Índia, que trabalharam como faxineiras na residência do médico, apresentaram uma ação judicial em Nova York. Ambas alegaram que eram forçadas a trabalharem 13 horas por dia, 7 dias por semana por um salário de aproximadamente US$ 225 mensais, publicou o The Times of Índia. A ação visa uma indenização, cujo valor não foi especificado, por horas extras não pagas contra o médico e a agente imobiliária Harjit “Potee” Saluja. Mônika Akka, uma das faxineiras, alegou em um processo judiciário de 25 páginas que ela recebeu US$ 150 mensais durante os 11 anos que trabalhou para os Salujas. Leela Kumari, contratada em 2005, disse que recebia US$ 300 ao mês para realizar diversas tarefas.

O Dr. Saluja atuava há mais de 3 décadas no Ironbound, onde se concentra a comunidade de língua portuguesa em Newark (NJ)

As duas faxineiras foram recrutadas na Índia pela mãe de Potee, Mohini Singh, que também está incluída na ação judicial. Elas eram instruídas a trabalharem 7 dias por semana, das 6:00 am às 11:00 pm, segundo os papéis apresentados na Corte Distrital de Nova York. Suas obrigações incluíam limpar a casa, cozinhar, cuidar do jardim, limpar as casas vazias que Potee vendia e atender os trabalhadores na construção. Além disso, as empregadas faziam serviços de escritório, distribuíam panfletos de casas à venda, la-

varam os cães dos patrões e seus 3 carros, retiram a neve da calçada e limpavam o sistema de esgoto e calhas da residência dos Salujas. As faxineiras alegam que não tinham permissão de cozinhar no interior da casa, mas sim numa garagem sem aquecimento, segundo a ação judicial. Quando os Salujas realizavam festas em sua residência, as faxineiras cozinhavam, serviam os alimentos e limpavam, geralmente ficando acordadas até às 2 da madrugada, trabalhando até 20 horas por dia. Nenhuma das duas tinha direito à folga ou podiam sair de casa, conforme o processo. As duas faxineiras fugiram da residência de seus patrões em junho de 2008. Amy Hong, advogada do Legal Aid Society, que representa Kumari e Akka disse ao The Times of Índia que as tarefas que deveriam ser exercidas pelas faxineiras não foram definidas antes da chegada aos Estados Unidos. Embora ambas tenham concordado com o salário oferecido por Mohini Singh, as leis trabalhistas do estado de Nova York estipulam que todos os trabalhadores devem receber a quantia mínima de US$ 7,25 por hora, com 1 hora e meia nas horas extras, detalhou Hong, frisando que os Salujas nunca pagaram o valor mínimo exigido por lei. Christopher Ho, advogado do Legal Aid Society – Employment Law Center em San Francisco, disse ao Índia-West que, independente do acordo feito no país nativo dos trabalhadores, os patrões nos EUA são exigidos por lei a pagar o valor mínimos aos seus empregados. O abuso de trabalhadores domésticos apresenta um índice muito baixo de denúncias, comentou Ho. Potee disse ao jornal New York Post que estava “chocada” com a ação judicial contra

sua família. “Não vale mais à pena ser bom para algumas pessoas”, comentou. Em agosto de 2010, o Estado de Nova York adotou a Lista de Direitos dos Trabalhadores Domésticos, que garante babás, faxineiras, cozinheiros, entre outros, um dia de folga por semana, dias remunerados em caso de doença e proteção contra a discriminação. A prisão do Dr. Saluja provocou polêmica, surpresa, acusações e revolta entre dezenas de internautas no Facebook. “Primeiramente, ele tem sido licenciado há anos! Houve uma discrepância ocorrida em Trenton com a sua licença que ele não sabia sobre isso, por isso, que essa bagunça está acontecendo. Então, antes que qualquer pessoa comente o assunto, é melhor se informar. Ele era um grande médico. Isso não deveria estar acontecendo com ele. Ele ajudou tantos quando não tinham o seguro e nunca se preocupou em cobrar as pessoas. Definitivamente, ele não era um ladrão e sempre esteve à disposição quando você precisava dele. Agora, falo como paciente dele. Ele tem sido meu doutor desde que eu nasci. Ele conhece a minha história como a palma da sua mão e inúmeras vezes lutou comigo ao lado da minha cama quando eu era criança; quando haviam acabado as esperanças”, postou Eruski Santa Montemuiño, de Kenilworth (NJ). “Eu fiquei bastante surpresa ao ver isso. Eu não o conheço pessoalmente. Eu achei um pouco estranho que depois de 35 anos eles estejam falando algo”, postou Ana Leitão. “Todos têm opiniões diferentes sobre todos. Eu tive uma experiência ruim com ele”, postou Sandra Baptista. “Ele foi o meu doutor também e quase me matou quando me deu penicilina, pois sou alérgica”, postou Daisy Estrella, de Hillside (NJ). “Excelente doutor com um grande coração”, postou Nanda Ribeiro, de Elizabeth (NJ). “Ele foi o doutor dos meus filhos e ele com o meu filho que já tem 39 anos foi um anjo que tivemos; sempre lhe estarei agradecida”, postou Maria dos Anjos Mirassol Jones. “Tem gente que não gosta dele e outros que gostam. Já é medico neste país há mais ou menos 50 Anos. Por renovação de uma licença acho que não é isso que o vai fazer mau médico e muitos medicamentos se pode dar grátis sempre que pode (Sic.)”, postou Dina Pires. “Que pena que certas pessoas falem mal de um excelente médico. Ele foi o doutor das minhas três filhas. Um excelente médico, sempre pronto a ajudar quem não tinha dinheiro para pagar consultas. Mas se julgam a Deus, como não vão julgar um simples homem do mundo. Que Deus o proteja e a sua família também para que possam sair dessa situação”, postou Ana Paula Sante.


– Edição 1557

www.BrazilianVoice.com

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

15


16

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

Comunidade

Edição 1557 –

Comunidade faz almoço de ajuda a brasileira vítima de câncer em Nova Jersey Na virada do ano, Marley Marques, de 34 anos, residente em Newark (NJ), foi diagnosticada com um tumor cerebral

Estes sintomas podem ser causados por câncer de pulmão ou por outras condições. É importante verificar com um médico se tiver sintomas porque só um profissional especializado pode fazer um diagnóstico. Não espere até sentir dor. O estágio precoce do câncer geralmente não causa dor.

N

o domingo (2), ao meio-dia, um grupo de brasileiros realizará um almoço beneficente de ajuda à Marley Marques, de 34 anos, natural do Mato Grosso do Sul, residente em Newark (NJ), que luta contra um câncer pulmonar com metástase em estágio 4. O evento é aberto a todos os interessados e acontecerá no 280 Chestnut St., no bairro do Ironbound. As doações serão recebidas no local do almoço. Conforme organizadores da campanha, Marley mora nos Estados Unidos há 14 anos, trabalhava na limpeza de casas e tem um filho, Matthew, de 9 anos. Na virada do ano, a brasileira foi levada ao hospital por seu esposo, que pediu para não ser identificado, após sentir tonteiras e vômitos. Exames mais detalhados, realizados no hospital Saint Barnabas, detectaram um tumor no lado esquerdo dos pulmões. Posteriormente, como ela sentia dores de cabeça constantes, uma tomografia computadorizada revelou um tumor no cérebro, consequência da metástase do tumor nos pulmões. Após ser submetida, com sucesso, à cirurgia de retirada do tumor no cérebro, os médicos diagnosticaram que o câncer no pulmão havia evoluído para o estágio 4 e que havia a presença de alguns nódulos nos

Diagnóstico precoce:

Marley Marques mora nos EUA há 14 anos, trabalhava na limpeza de casas e tem um filho, Matthew, de 9 anos

ossos da costela. Como não havia pessoas disponíveis para levar a brasileira às sessões constantes de radioterapia, seu marido, motorista de caminhões, teve que abandonar o emprego para se dedicar 24 horas ao cuidado da família. Em virtude disso, a campanha visa arrecadar verba para ajudar os brasileiros no pagamento do aluguel, compra de mantimentos e outras despesas básicas. Apesar do estado de saúde delicado de Marley, seus familiares têm fé em sua recuperação e agradecem antecipadamente a ajuda da comunidade e amigos.

Marley submeteu-se com sucesso à cirurgia de retirada do tumor no cérebro, no hospital St. Barnabas

O inimigo invisível Quando o câncer de pulmão primeiro se desenvolve, pode não haver sintomas. Mas, como o câncer cresce, ela pode causar mudanças que as pessoas devem assistir. Sinais e sintomas comuns de câncer de pulmão incluem: Uma tosse que não vai embora e piora ao longo do tempo; dor no peito constante; tosse com sangue; falta de ar, chiado ou rouquidão; repetidos problemas com pneumonia ou bronquite; inchaço do rosto e pescoço; perda de apetite ou perda de peso e fadiga.

Governador apoia carteiras para indocumentados em Massachusetts

A

pós as sucessivas tempestades de neve que assolaram os meses de janeiro e fevereiro, o Comitê estadual de Massachusetts remarcou para 5 de março, quarta-feira, a reunião pública que decidirá o destino da carteira de motorista para os imigrantes indocumentados residentes no estado. Durante vários discursos, Deval Patrick, governador de Massachusetts, expressou a decisão de apoiar a emissão do documento a todos os imigrantes residentes no estado. “Eu apoio devido às questões de segurança. Eu quero sabe os nomes, endereços e rostos das pessoas que estão aqui. As pessoas que estão dirigindo nas rodovias, eu quero os detalhes do seguro atrelados a isso, eu quero que as pessoas nas estradas saibam as regras das rodovias”, disse ele ao portal OnTheIssues.com. “Vamos deixar claro, as pessoas não estão vindo a Massachusetts para conseguir carteiras de motorista, elas estão vindo para conseguir empregos. A primeira coisa que devemos fazer é aumentar a segurança de nossas fronteiras”. A batalha pela concessão da carteira de motorista aos imigrantes indocumentados residentes em Massachusetts ganhou mais uma nova aliada. O abaixo-assinado online de defesa ao projeto de lei conta com o nome de Valdirene Oliveira, que chegou aos EUA há aproximadamente 10 anos e possui uma filha de 7 anos que sofre de “Spina Bifida”, um problema congênito no qual os ossos da coluna vertebral não se fecham e a frágil me-

“Vamos deixar claro, as pessoas não estão vindo a Massachusetts para conseguir carteiras de motorista, elas estão vindo para conseguir empregos”, disse Deval Patrick

dula fica exposta à abrasão do líquido amniótico durante a gestação, causando problemas físicos e neurológicos após o nascimento. A filha de Valdirene enfrenta problemas de locomoção. Valdirene alegou que precisa da carteira de motorista para levar a filha constantemente ao médico, escola e as sessões de fisioterapia e, portanto, enfrenta o risco constante de dirigir sem o documento, pois se encontra em situação migratória irregular no país. Além disso, ela teme ser deportada e, consequentemente, afastada da filha. O abaixo assinado, que conta com o apoio da Massachusetts Immigrant and Refugee Advocacy Coalition (MIRA), já recolheu apro-

ximadamente 1.800 assinaturas até o final de janeiro. Obviamente, a população indocumentada da região, calculada em 160 mil, também serve como um “cabo de guerra” político: O dreno aos serviços sociais; aqueles que burlaram as nossas leis migratórias ultrapassadas. Então, a possibilidade de sancionar o direito dos indocumentados em nossas ruas é tão ultrajante? No mínimo controverso? Aparentemente, é o que a produção do canal de TV Fox 25 pensou quando exibiu uma matéria sobre a proposta no final do mês passado. Quando perguntaram a opinião dos entrevistados, ao contrário daquilo que aparentemente esperavam, a pesquisa não detalhada, que reuniu 25 mil entrevistados, revelou que 80% deles apoiavam o projeto de lei (H- 3285). Entretanto, aparentemente em um equívoco legítimo, a âncora da Fox 25, Maria Stephanos, divulgou os resultados errados no ar, invertendo os resultados e afirmando que 80% dos entrevistados rejeitavam a proposta. Posteriormente, a Fox 25 corrigiu o erro, depois que ativistas defensores dos imigrantes denunciaram. O colunista conservador do jornal Boston Herald e radialista, Michael Graham, também verificou sua audiência e os resultados foram similares ao da Fox 25: Mais de 70% dos entrevistados são a favor da H-3285. Agora, depende do Governo avaliar o assunto, em particular o Ato da Segurança na

Dificilmente o câncer de pulmão é diagnosticado em fase inicial, justamente pela ausência de sintomas. Dessa forma, o câncer de pulmão geralmente é diagnosticado em estágio avançado ou alocado em outros lugares. Quanto ao diagnóstico precoce, exames de imagem periódicos podem auxiliar na detecção da doença no momento em que ainda pode ser possível tratamento com intenção curativa. A radiografia simples do tórax pode auxiliar na avaliação inicial. Qualquer suspeita de anormalidade no exame de raios-x levará à necessidade de se fazer uma tomografia computadorizada do tórax. Este exame é de fácil acesso e que fornece informações muito detalhadas sobre os pulmões, principalmente nos pacientes tabagistas. Caso estes exames evidenciem alterações suspeitas de câncer, será necessária a realização de uma biópsia, que significa a retirada de um pequeno fragmento da área suspeita para a análise, que poderá confirmar a presença de câncer do pulmão. Mais informações sobre o almoço beneficente podem ser obtidas através do tel.: (908) 361-7155, falar com Renato.

Direção, redigido pelo Senador Pat Jehlen e a Deputada Tricia Farkley Bouvier. O Comitê analisará a remoção da exigência da apresentação do número do Seguro Social na aplicação da carteira. Se a proposta ganhar apoio suficiente, ela poderia representar a mudança no clima político de Massachusetts; uma que reconheça a crescente realidade e a necessidade prática da mão-de-obra indocumentada com o benefício adicional de proteger nossos motoristas nas estradas. Quanto mais se estuda a proposta, menos controversa ela parece. Muitos desses indocumentados dirigem alheios às leis de trânsito e, obviamente, expõem outros motoristas de causarem um acidente. A proposta exige que esses novos motoristas se submetam a um teste oficial e adquiram seguro. Massachusetts não é exatamente pioneira na ideia de conceder carteiras aos indocumentados, pois 8 estados, incluindo 2 na região da Nova Inglaterra e no Distrito de Columbia, aprovaram leis ano passado que permitem a emissão das carteiras para os motoristas que possuem o número do Seguro Social. Por exemplo, o Colorado aprovou uma proposta que garante o acesso ao documento que apresentarem a declaração do imposto de renda do ano anterior. Já a nova lei em Connecticut exige que os candidatos apresentem prova de identidade, residência e uma declaração em que prometem tentar a legalização assim que estiverem elegíveis. Em sua forma presente, o Ato da Segurança na Direção deixa alguma das exigências na emissão do documento a cargo do Registro de Veículos Automotores (RMV). Enquanto a proposta caminha para debate, quando os trabalhadores indocumentados serão considerados ultraje ou aceitação? No que diz respeito a tornar as estradas mais seguras, aparentemente, o momento é de aceitação.


– Edição 1557

www.BrazilianVoice.com

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

17


18

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

Comunidade

Edição 1557 –

Cônsul do Brasil em Nova York visita comunidade brasileira em Newark A pernambucana Ana Lucy Gentil Cabral Petersen ocupava a posição de embaixadora do Brasil em Luanda, Angola

N

a noite de segunda-feira (24), a nova cônsul-geral do Consulado Geral do Brasil em Nova York visitou a sede do Mantena Global Care, no 109 Monroe St., no bairro do Ironbound, onde concentra-se a comunidade de língua portuguesa em Newark (NJ). Além das autoridades consulares, esteve presente a imprensa local, comerciantes, líderes religiosos, imigrantes veteranos, entre outras personalidades. A pernambucana Ana Lucy Gentil Cabral Petersen, com formação em Comunicação Social, liderará a maior representação consular do Brasil no exterior e será a primeira mulher a ocupar o cargo em mais de 5 décadas. Antes de chegar à Nova York, ela ocupou a posição de embaixadora do Brasil em Luanda, Angola. Atualmente, ela substitui o embaixador carioca Luís Felipe Seixas Corrêa, que atuou no cargo na jurisdição da Big Apple durante 2 anos, até o final de 2013. Ana Lucy ingressou na carreira diplomática no final da década de 70 e já passou por várias representações consulares, como Washington, Budapeste, Genebra e Assunção. Durante a recepção em Newark (NJ), ela agradeceu a calorosa acolhida e o carinho demonstrado pelos presentes, que lotaram o salão social do Mantena Global Care. O mineiro Joelson da Silveira, presidente da entidade, liderou o discurso de abertura. A coordenadora geral do Mantena Global Care, Solange Paizante, atuou como chefe de cerimônias. O evento contou com a apresentação de filhos de imigrantes brasileiros, alunos do curso de alfabetização em língua portuguesa, ministrado pela entidade, que tocaram

Ana Lucy Gentil Cabral Petersen agradeceu a calorosa acolhida e o carinho demonstrado pelos presentes, que lotaram o salão social do Mantena Global Care

vários instrumentos enquanto interpretavam uma canção popular infantil. No final da apresentação, o menino Kevin Silva, nascido nos EUA, leu em português um texto de boas vindas à embaixadora. Após a solenidade na sede do Mantena Global Care, os presentes foram convidados à participarem de um jantar no restaurante Casa Nova Grill, também no bairro do Ironbound. O consulado brasileiro em Nova York é a representação nacional no exterior que apresenta mais movimento, tanto de brasileiros que viajam ou residem na região, como de norte-americanos interessados em vistos para o Brasil. São

mais de 50 mil vistos por ano e cerca de cem mil documentos processados no mesmo período. Uma vez por mês, com o apoio do Mantena Global Care, a Paróquia da Igreja Saint James abriga a sessão do Consulado Itinerante em Newark (NJ), que atende a maior cidade de Nova Jersey e região. Em virtude do alto volume de serviços nos últimos anos, o consulado mudou de sede em Manhattan (NY) em 2013, para um local maior e de acesso mais fácil, no nível da rua. O novo Consulado fica na: 225 East 41st Street, entre a 3rd e a 2nd Ave. Acesso: Trens: 4, 5, 6, 7 ou S: descer no Grand Central Terminal, na esquina da 42nd St.


– Edição 1557

www.BrazilianVoice.com

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

19


20

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

Comunidade

Edição 1557 –

Governo realiza “supletivo” para brasileiros em Boston e San Francisco O exame pode ser realizado para certificação no nível de conclusão do Ensino Fundamental para quem tem no mínimo 15 anos completos

O Encceja constitui-se de provas estruturadas da seguinte forma: Para o Ensino Fundamental: • Língua Portuguesa, Língua Estrangeira Moderna, Artes, Educação Física e uma proposta de Redação; • Matemática; • Historia e Geografia; • Ciências Naturais.

O

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) por meio de sua Diretoria de Avaliação da Educação Básica (DAEB) realiza, desde 2002, o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) para jovens e adultos residentes no Brasil e no Exterior. O Encceja constitui-se em um exame para aferição de competências, habilidades e saberes adquiridos no processo escolar ou nos processos formativos que se desenvolvem na vida familiar, na convivência humana, no trabalho, nos movimentos sociais e organizações da sociedade civil e nas manifestações culturais, entre outros. A participação no Encceja é voluntária e gratuita, destinada aos jovens e adultos residentes no Brasil e no Exterior que não tiveram oportunidade de concluir seus estudos em idade própria. No Brasil, com a instituição do novo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a partir de 2009 o Encceja Nacional passou a ser realizado visando à certificação apenas do Ensino Fundamental, pois a certificação do Ensino Médio passou a ser realizada com os resultados do Enem.

Para o Ensino Médio (apenas para os brasileiros residentes no Exterior): • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e uma proposta de Redação; • Matemática e suas Tecnologias; • Ciências Humanas e suas Tecnologias; • Ciências da Natureza e suas Tecnologias.

O participante poderá solicitar aproveitamento dos resultados de uma ou mais áreas de conhecimento avaliadas em quaisquer edições anteriores do ENCCEJA para fins de certificação

No Brasil e exterior, o Exame pode ser realizado para pleitear certificação no nível de conclusão do Ensino Fundamental para quem tem no mínimo 15 (quinze) anos completos na data de realização das provas. No Exterior, além da certificação no nível de

conclusão do Ensino Fundamental, os interessados no Exame podem pleitear a certificação no nível de conclusão do Ensino Médio desde que tenham no mínimo 18 (dezoito) anos completos na data de realização das provas.

Essas áreas do conhecimento foram estabelecidas a partir do currículo da Base Nacional Comum, de acordo com os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN's). A emissão dos Documentos Certificadores (Certificado e Declaração de Proficiência) é responsabilidade das Secretarias Estaduais de Educação que firmaram com o INEP Termo de Adesão ao Encceja. O participante poderá solicitar aproveitamento dos resultados de uma ou mais áreas de conhecimento avaliadas em quaisquer edições anteriores do ENCCEJA para fins de certificação. Em Nova Jersey, mais informações sobre o programa podem ser obtidas na sede do Mantena Global Care, na 109 Monroe St., em Newark (NJ).


– Edição 1557

www.BrazilianVoice.com

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

21


22

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

Comunidade

Edição 1557 –

Brasileiros ficam desabrigados em incêndio que deixou 3 feridos em Kearny O operário da construção civil Célio da Silva encontrou o imóvel em chamas quando retornava do trabalho, aproximadamente às 5:30 pm

N

a tarde de segunda-feira (24), um incêndio ocorrido na Duke St., em Kearny (NJ), deixou 3 pessoas feridas, 2 famílias desabrigadas e 2 animais de estimação mortos, segundo as autoridades locais. Os bombeiros chegaram ao prédio, localizado na esquina da Devon St. e Davis Ave., aproximadamente às 5:38 da tarde, e encontraram as labaredas saindo na parte de trás do imóvel e janelas laterais, onde elas se espalharam para uma casa ao lado, separada por uma viela estreita, detalhou o chefe Steve Dyl, do Corpo de Bombeiros de Kearny, que esteve no local. “Havia bastante fogo”, disse Dyl, acrescentando que os alarmes adicionais foram acionados devido à altura das labaredas e a possibilidade delas se espalharem para outras casas. Os bombeiros conseguiram reanimar um cachorro, entretanto, as chamas clamaram a vida de outro cão e um gato, detalhou ele, acrescentando que os três pisos do prédio de 2 famílias sofreu prejuízos graves e que nenhum dos seus moradores pôde retornar às suas residências ontem à noite. “Eu acho que perdi tudo”, disse Célio da Silva, residente no porão do prédio, enquanto observava o trabalho dos bombeiros do outro lado da rua. O brasileiro, que trabalha na construção civil acrescentou que “eu estava subindo a rua aproximadamente às 5 e meia da tarde, quando vi a fumaça e o caminhão dos bombeiros”. A namorada de Silva, Maria, detalhou que havia acabado de chegar a casa e estava pondo o lixo para fora quando olhou para uma janela no primeiro andar e viu a cozinha em chamas.

Também oferecendo ajuda durante o incêndio em uma rua estreita coberta de neve estavam bombeiros de North Arlington, East Newark e Harrison

“A mulher que mora no primeiro andar chegou na mesma hora e também viu o fogo em sua casa”, disse Maria. O incêndio foi controlado às 6:39 pm. A Cruz Vermelha foi notificada para ajudar os moradores desabrigados a encontrarem abrigo temporário, caso precisassem. Silva disse que tinha um local para ficar, mas que não queria ir embora no momento, pois esperava ver o interior de sua casa para avaliar o prejuízo. Um residente foi levao momento, pois esperava ver o in-

terior de sua casa para avaliar o prejuporara fora quando olhou para uma cdo Hospital Universitário em Newark por inalação de fumaça e outro sofreu ferimentos leves. Um agente do Corpo de Bombeiros de Jersey City também sofreu ferimentos leve, disse Dyl. Também oferecendo ajuda durante o incêndio em uma rua estreita coberta de neve estavam bombeiros de North Arlington, East Newark e Harrison. Os agentes permaneceram no local até às 7:40 pm.


– Edição 1557

www.BrazilianVoice.com

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

23


24

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

Comunidade

Edição 1557 –

Impasse no Governo Federal atrasou 37 mil casos de Imigração Algumas audiências foram remarcadas para o final do ano, enquanto milhares de outras para pelo menos 2015

A

no passado, a demora do Congresso na votação sobre o teto da dívida pública atrasou mais de 37 mil audiências migratórias em meses ou até anos de casos que já aguardavam a muito tempo na fila para pedidos de asilo ou residência permanentes (green card). Apesar do sistema judiciário já está funcionando normalmente, os imigrantes que esperavam que seus casos fossem resolvidos até outubro para que pudessem viajar ao exterior e assim rever entes queridos ou conseguir um emprego tiveram suas vidas envoltas em suspense. Inúmeros deles já esperam anos por uma audiência nos Tribunais lotados, que determinam se os imigrantes serão deportados ou permitidos a ficar no país. Agora, algumas audiências foram remarcadas para o final do ano, enquanto milhares de outras para 2015 ou mais, segundo e-mails obtidos pela The Associated Press. “Essa é uma grande tarefa e não é daquelas cumpridas facilmente, especialmente devido à nossa falta de funcionários”, escreveu o chefe da Imigração, Brian O’Leary, em um e-mail datado de 17 de outubro do ano passado enviado aos juízes de imigração e administradores dos tribunais, obtido através do Ato de Liberdade de Informações. No dia anterior, O’Leary escreveu em um outro email enviado aos funcionários que o total de

Aproximadamente, metade dos imigrantes nos centros de detenção possuem antecedentes criminais

dos casos atrasados ultrapassou 37 mil e que, provavelmente, inúmeros imigrantes não teriam seus casos ouvidos até pelo menos 2015. Os atrasos provocados pelo impasse governamental que provocou o fechamento de parques nacionais e a diminuição das horas de trabalho de funcionários públicos congestionou o sistema judiciário da imigração, já abarrotado de casos, anos de espera e falta de juízes. O impacto nos imigrantes tem sido variado. Aqueles com casos fortes para permanecer nos EUA são deixados nas

sombras ainda mais tempo, enquanto aqueles que enfrentam a deportação permanecem no país por mais tempo. “Para algumas pessoas, isso significou um grande castigo”, comentou Andres Benach, advogado de imigração em Washington-DC. “Não somente aos meus clientes”. Aparentemente, 70% de todos os tribunais de imigração foram paralisados, assim como todos os imigrantes que não estavam detidos em centros de detenção. O resto, imigrantes detidos, continuaram com suas audiências conforme o agendado. Aproximadamente,

metade dos imigrantes nos centros de detenção possuem antecedentes criminais. A situação é ainda pior para aqueles que aplicam para asilo político, que deixaram suas famílias em condições perigosas. Eles não podem aplicar para trazer seus parentes aos EUA ao menos que vençam seus casos. Para outros, a demora significa mais incerteza. Gladys Hirayda Shahian disse que vem tentando obter o green card através de seu marido norte-americano há mais de uma década. Depois de ter sido deportada no retorno de uma viagem à sua nativa Guatemala na década de 90, Shahian disse que cruzou clandestinamente a fronteira para se reencontrar com ele e, assim, aplicar para a residência permanente. Desde então, ela não pode levar seus filhos para visitar sua família na Guatemala ou aceitar um emprego fora de casa. Após esperar quase 2 anos para conseguir uma audiência na Corte de Imigração de Los Angeles em outubro, ela agora terá que esperar até agosto em decorrência do impasse. “Todas as vezes que vou ao Tribunal, saio de lá arrasada, em lágrimas”, comentou Shahian, que está casada há 2 décadas e ajuda na empresa de confecção de roupas do marido. “O atraso continuará acontecendo, não importa que tenha sido o impasse ou não”, disse Andrew Johnson, advogado de imigração em Nova York. “Você simplesmente teve azar se for um daqueles atingidos durante a ocasião”.


– Edição 1557

Comunidade

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

25

Augusto Amador e Shavar Jeffries inauguram sede de campanha no Ironbound A saída de Darrin Sharif e Aníbal Ramos da disputa deixou somente Jeffries e Ras Baraka, vereador da zona sul, na corrida para substituir Cory A. Booker

N

a tarde de sábado (22), o vereador luso americano Augusto Amador, com o apoio de Shavar Jeffries, candidato à Prefeitura de Newark, inaugurou seu escritório de campanha, na Monroe St., no bairro do Ironbound. O evento contou com a presença de assessores políticos, comerciantes locais, líderes religiosos e autoridades locais, entre eles Armando Fontoura, xerife do Condado de Essex, que realizou o discurso de abertura. A saída de Darrin Sharif e Aníbal Ramos da disputa a prefeito deixou somente Jeffries e Ras Baraka, vereador da zona sul, na corrida para substituir Cory A. Booker. O ex-prefeito de Newark foi eleito em outubro do ano passado para preencher o cargo do Deputado Federal Frank Lautenberg, falecido em junho. Há mais de uma década e meia, Amador representa o bairro do Ironbound, onde se concentra a comunidade de língua portuguesa em Newark (NJ). Ele iniciou sua carreira profissional na Public Service Electric & Gas Company (PSE&G) em 1969, onde ainda ocupa hoje o cargo de administrador de desempenho. Em 1981, Amador adquiriu sua primeira experiência em trabalhar com a Prefeitura de Newark quando foi escolhido para servir na Comissão de Estacionamento de Newark. Em 1993, ele assumiu a sua primeira posição eletiva no Conselho de Educação de Newark, como o primeiro luso americano a servir na Prefeitura de Newark. Em 1997, ele foi indicado à posição de prefeito interino. Em 18 de novembro, durante a tradicional reunião do Conselho Municipal, o Conselho da Prefeitura de Newark votou unanimemente, com o vereador geral Carlos Gonzales absente, em Mildred Crump para presidente do Conselho e o Vereador Augusto Amador para ocupar o cargo de vice-pre-

Armando Fontoura, xerife do Condado de Essex, realizou o discurso de abertura da sede de campanha no Ironbound

sidente do órgão municipal. Segundo um relatório divulgado pela Comissão do Cumprimento das Leis Eleitorais de Nova Jersey, Jeffries lidera os candidatos com relação à captação de fundos de campanha. Ele, ex-promotor público estadual assistente, levantou US$ 137.238 no 4º quadrimestre de 2013, totalizando US$ 586.658, e possui US$ 136.347 disponíveis, segundo sua declaração fiscal de campanha, conforme o website NJ.com. Shavar nasceu e foi criado na zona sul de Newark por sua avó, depois que sua mãe foi morta a tiros. Várias vezes, ele

foi acusado de ser um “estrangeiro”, entretanto, ele rebateu que sua infância tem mais a ver com inúmeros residentes de Newark que qualquer outro oponente criado em regiões de classe média. “Shavar Jeffries não gozou de privilégios toda a sua vida e tem superado inúmeros obstáculos”, disse a porta-voz Lupe Todd. “Como o único promotor público na corrida a prefeito de Newark, Shavar lutará por ruas mais seguras para nossas crianças e famílias e mais transparência na Prefeitura de Newark”.

Disparam contas elétricas para residentes que trocaram de companhias Há 15 anos, Nova Jersey permitiu que terceiros provessem eletricidade aos seus residentes, mas pouquíssimas empresas existiam na época

E

ric Jung prometeu a si mesmo que nunca seria enganado novamente; depois de mudar para uma companhia provedora de eletricidade e gás que baixou sua conta mensal, antes dos eventuais aumentos. Ele finalmente decidiu pela Systrum Energy, sediada em Fairview (NJ), que possui um bom histórico de tarifas baixas e, diferente da empresa anterior, não exigia contratos de longo prazo. Desde julho, Eric, residente em Whitehouse Station (NJ), vinha economizando cerca de US$ 20 mensais, ou 15%, em sua conta elétrica. Entretanto, a sucessão de “vortex polar” ao longo de janeiro mudou tudo isso, com as baixas temperaturas disparando os valores das contas para milhares de residentes em Nova Jersey como Jung, cujos supridores alternativos de energia compraram eletricidade em um mercado volátil, que é sujeito à oscilações diárias. “Quando recebi a conta, entrei em choque”, disse ele. A Systrum triplicou o quilowatt/hora do valor cobrado a seus clientes pela eletricidade. A conta de Jung em janeiro foi US$ 160, um aumento de 200%. Sua conta de abril foi ainda mais alta, fazendo com que ele começasse a apagar as luzes de seu apartamento na tentativa de economizar dinheiro. A disparada dos preços esgotou a poupança acumuladas por ele desde que deixou a Jersey Central Power & Light, a segunda maior companhia do estado. Quando Jung ligou para a Systrum para reclamar e cancelar o serviço, ele foi informado que demoraria o fechamento de um ciclo de conta. Ele também recebeu um e-mail de resposta de um dos proprietários, Alex Tullo, alegando

Mesmo tendo a energia provida por terceiros, as contas dos clientes ainda incluem 4 utilidades principais

que a “companhia baseia suas tarifas nas condições atuais de mercado, que têm sido favoráveis aos nossos clientes”. A empresa foi fundada em 2006 como uma provedora de gás natural e, então, ingressou no mercado de eletricidade em 2011, quando companhias de energia alternativa inundavam o mercado. A disparada recente dos preços forçou a Systrum a pagar mais e repassar esses novos valores aos clientes, disse Tullo. “De forma alguma a Systrum Energy lucrou com essa si-

tuação imprevista”, escreveu ele. Os comerciantes de energia, acrescentou, foram os que colheram os benefícios. Há 15 anos, Nova Jersey permitiu que terceiros provessem eletricidade aos seus residentes, mas pouquíssimas empresas existiam na época, quando os valores caíram a índices históricos. Mesmo tendo a energia provida por terceiros, as contas dos clientes ainda incluem 4 utilidades principais: Entrega de energia nas residências, manutenção da infraestrutura e atendimento nos casos de queda de luz e emergências.


26

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

Comunidade

Pensa que acabou?

Lei impede “self service” a motoristas em postos de gasolina em NJ

A

Nevasca branda pode passar por Nova Jersey na quarta-feira

P

ode nevar nova mente, na noite de terça (25) até quarta-feira (26) de manhã, entretanto, essa tempestade não deverá causar pânico. Os meteorologistas do Serviço Nacional descreveram a mudança climática como “uma tempestade de neve leve”, com a previsão de acumulação de 1 ou 2 polegadas em grande parte de Nova Jersey. Uma vez que a tempestade passará ao longo da região sudoeste do Estado Jardim, as grandes quantidades de neve ocorrerão ao longo do litoral, segundo Mitchell Gaines, do Serviço Meteorológico Nacional. A região noroeste de Nova Jersey acumulará pouco mais de uma polegada. A nevasca terminará pouco depois da tarde de quarta-feira. A principal preocupação com a tempestade será as estradas escorregadias, comentou Gaines. Uma frente de ar frio acompanhará a queda de neve, fazendo com que a temperatura caia para os 20º graus na noite de terçafeira. Já a noite de quarta-feira será ainda

Edição 1557 –

Uma frente de ar frio acompanhará a queda de neve, fazendo com que a temperatura caia para os 20º graus na noite de terça-feira (25)

mais fria, quando a temperatura em Newark (NJ) poderá chegar aos 10º graus. Durante o resto da semana, a temperatura ficará em torno de 20º e 30º graus. Depois de dois dias de tempo seco, poderá ocorrer o que Gaines considerou “chuva de neve” pela região na noite de sexta-feira e sábado. A tempestade prevista para essa semana não parece que acumulará muita neve, mas Gaines disse ser cedo demais para especular sobre o acúmulo total de gelo.

tentativa de mudança na lei ocorre há vários anos, influenciada todas as vezes que ocorre a possibilidade de aumento no valor do combustível em Nova Jersey ou quando um residente de fora do estado faz a pergunta: Por que eu não posso encher sozinho o tanque do meu carro? Ativistas defensores da suspensão da lei argumentam que a mudança economizaria entre US$ 5 a US$ 7 centavos por galão, entretanto, os defensores do serviço completo rebatem que isso custaria milhares de empregos, sem mencionar o impacto emocional aos motoristas no estado que teriam que aprender técnicas que a maioria deles no país domina aos 17 anos. Robert Scott, professor de Economia da Universidade Estadual de Monmouth, analisou profundamente a lei durante a realização do estudo: “Encha o tanque – Uma pesquisa sobre o impedimento do autoatendimento nos postos de gasolina”. O seu trabalho avaliou os custos associados com as leis em vigor em Nova Jersey e Oregon, o único outro estado com legislações similares. “Eu realmente esperava confirmar que haveria um custo significativo”, disse Scott ao NJ.com. “Entretanto, você adiciona todos

Leis em Nova Jersey e Oregon impedem que os motoristas abasteçam seus próprios veículos

esses empregos com quase custo algum”. Embora o economista baseia-se em dados para apoiar suas conclusões, até enviando alunos pesquisadores a postos de gasolina na Pensilvânia e Nova Jersey para monitorarem a diferença no tempo de atendimento, ninguém pode escapar das evidências. “Não há nada melhor quando está chovendo muito ou frio demais que simplesmente baixar o vidro algumas polegadas para passar o cartão de crédito”, comentou Scott. “Quero dizer, é maravilhoso”.


– Edição 1557

Comunidade

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

27

Ras Baraka vem ao bairro e aborda criminalidade e qualidade de vida no Ironbound O candidato a prefeito reuniu-se com membros da imprensa local e moradores para discutir sua plataforma política

N

a tarde de sexta-feira (21), o candidato à Prefeitura de Newark, Ras Baraka, reuniu-se com membros da imprensa local e moradores para discutir alguns temas que afetam a qualidade de vida dos moradores no Ironbound, onde se concentra a comunidade de língua portuguesa na maior cidade de Nova Jersey. A coletiva de imprensa ocorreu no 250 McWhorter St., no mesmo bairro. Durante o encontro, ele citou a onda de criminalidade que assola a região, lembrando que a contratação de novos agentes pelo Departamento de Polícia em 2014 será impactada pela aposentadoria de quase o mesmo número de policiais na ativa. Na reunião, Baraka frisou a importância de manter as crianças mais tempo nas escolas através de atividades extracurriculares e a atuação de mentores educacionais. “Os problemas são comuns em todas as zonas da cidade de Newark; a única coisa que nos separa são os nossos idiomas. É necessário que trabalhemos em conjunto para o desenvolvimento geral da cidade e não somente de áreas específicas, pois dessa forma todos se beneficiarão”, disse ele. “Essas ‘fronteiras’ que dividem a cidade são falsas, porque, na realidade, fazemos parte de um todo”.

“Você não pode fazer as pessoas acreditarem em sua cidade se você não acreditar em si mesmo”, disse Baraka

Num discurso eloquente, o candidato a prefeito incentivou a participação dos moradores nesse processo de mudança e frisou a importância do comprometimento individual. “Você não pode fazer as pessoas acreditarem em sua cidade se você não acreditar em si mesmo”, comentou. “Quando eu me tornar prefeito, você se tornará prefeito”. Com relação ao polêmico aumento dos im-

postos prediais na cidade e o critério utilizado para o cálculo dos seus valores, Ras disse que a população deveria estar envolvida no processo. “Os moradores deveriam ser ouvidos com relação a isso (imposto predial)”, disse ele. Caso seja eleito, seu cargo de vereador ficará vago no Conselho Municipal de Newark, entretanto, Baraka evitou citar algum possí-

vel indicado. “Ainda não escolhemos ninguém”, respondeu ele a um repórter. A equipe de reportagem do BV também esteve presente à reunião pública. Com relação à educação, ele frisou que Newark é a terceira cidade mais antiga dos Estados Unidos, portanto, possui um grande número de escolas construídas no século 19 ainda em pleno funcionamento. Apesar de admitir a necessidade de reforma desses prédios, Ras citou a necessidade da implantação de programas educacionais e atividades extracurriculares para os alunos enquanto tais reformas não ocorrem. “Temos que tirar nossas crianças das ruas”, disse o candidato. No final de dezembro, Ras fez um apelo aos líderes comunitários, residentes, polícia e membros de gangues para atuarem juntos no combate à escalada da violência. O pedido foi feito em decorrência do tiroteio ocorrido na noite de Natal que deixou dois adolescentes mortos e outro seriamente ferido, na região sul da cidade. “Vou pedir aos indivíduos conscientes dessa comunidade e as pessoas que estão nas ruas para baixarem as armas”, disse ele durante um discurso público. “Eu vou fazer esse apelo”. O candidato à Prefeitura adiantou a proposição de uma estratégia agressiva envolvendo, a polícia, residentes, administradores escolares e comerciantes para ajudarem no combate aos tiroteios que até dezembro de 2013 havia ceifado mais de 100 vidas. Uma considerável parte desses homicídios ocorreu na região sul da cidade, que faz parte da sua jurisdição.


Newark in Foco

verareis@brazilianvoice.com

Foi realizado no domingo (23), o Newark Kids Karate Championship 2014, com os jovens da comunidade do Ironbound e visitantes do Bronx (NY). O Evento começou com um Seminário de Caratê (Shotokan) ministrado pelo Sensei Jorge Torres, 4th Dan JKA (Japan Karate Association), e mais 4 faixas pretas auxiliares.

Estas são algumas das alunas do Curso de Corte & Costura, ministrado pela professora Andréia de Castro, as quartas, quintas-feiras e sábados na sede do Mantena Global Care. O curso é realizado em três etapas: Básico, Intermediário e Avançado e as alunas recebem total preparo para ser modista, uma profissão rentável e moderna.

O Mantena Global Care recebeu em sua sede na segunda- feira (24) a visita da Exma Embaixadora do Consulado do Brasil em Nova York, Ana Lucy Gentil Cabral Petersen, o Conselheiro Consular Eduardo C. M. Ferreira e o Vice-cônsul Diogo Raeder Barreira. O evento contou com a presença de líderes de diversas Associações "non profit", religiosos e imprensa. Todos os nomes foram citados e agradecidos pela Associação.

A saída de Darrin Sharif e Aníbal Ramos deixou Shavar Jeffries e Ras Baraka, vereador da zona sul, na disputa para ocupar o cargo de prefeito da cidade de Newark. No sábado (22), o Vereador Augusto Amador, com o apoio de Jeffries, inaugurou o escritório de campanha, na Monroe St., no Ironbound. O evento contou com a presença de assessores políticos, comerciantes locais, líderes religiosos, autoridades e imprensa. Armando Fontoura, xerife do Condado de Essex, realizou o discurso de abertura do evento.

Precisando dar uma levantada no ‘ look’ do seu rosto? As injeções de preenchimento são uma ótima solução. O renomado cirurgião plástico Joseph Racanelli, com consultório na Market St, em Newark, oferece por tempo limitado uma excelente promoção para quem quer amenizar as rugas dos olhos, testa, pés de galinha, marcas de expressão (bigode chinês). Na compra de 2 injeções de RADIESSE ou BELOTERO (ambos para preenchimento) você ganha 50 unidades de XEOMIN. Para mais informações e marcar uma consulta, fale em Português: (973) 349-0624.

A organização Mantena Global Care, agradece aos proprietários Raquel e Gonçalo Nascimento, da padaria Pão da Terra, pela credibilidade e confiabilidade aos trabalhos que a Mantena oferece. Desejamos ao casal sucesso nos empreendimentos.

Após o jantar, um momento de descontração entre amigos da Associação Mantena Global Care, imprensa local e o proprietário do Casa Nova Grill, José Moreira, fechou a noite com chave de ouro.

O evento contou com a presença do fundador da Biblioteca Brasileira de New York, o Sr. Domício Coutinho,que também discursou para a diplomata.


– Edição 1557

Newark in Foco

Após a cerimônia, a Embaixadora e o Conselheiro Consular Eduardo C. M Ferreira e o Vicecônsul Diogo Raeder Barreira, diretoria da Associação, líderes e imprensa foram recebidos com um delicioso rodizio no Casa Nova Grill, com total apoio de seu proprietário José Moreira.

Kevin Figueiredo leu em voz alta um documento destinado à diplomata, provando que realmente assimilou os ensinamentos do projeto "Vamos falar Português" criado pela Associação Mantena e direcionado aos filhos de brasileiros na América.

Ana Lucy Cabral Petersen é pernambucana e cursou Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Ingressou na carreira diplomática no final dos anos 70 e já atuou nas cidades de Washington, Budapeste, Kingston, Genebra, Asunción, Montevideo e Luanda em diversas funções. Positiva e orgulhosa por estar ocupando o cargo de Embaixadora em New York, ela fez um breve discurso, mostrando sua simpatia e determinação.

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

29

Com muita graça os alunos do Grupo Musical Bandinha Rítmica, patrocinados pelo Banco do Brasil das Américas, apresentaram um clássico infantil "Foi na Loja do Mestre Andre", como parte do curso de Português, adaptado à música.


30

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

Esportes

Belfort faz desenho de cruz no cabelo

Edição 1557 –

Felipão convoca Fred e Jô e acaba com especulações sobre ‘surpresas’

S

empre que pode, Vitor Belfort mostra toda sua gratidão a Deus. Antes e depois das lutas, ele agradece pelos feitos que alcançou. O lutador do UFC, porém, resolveu mostrar ainda mais sua afeição pela religião mudando seu visual. Nesta terça-feira, ele postou uma imagem no Instagram, na qual aparece com o cabelo raspado formando o desenho de uma cruz na parte de trás. Junto a foto, Belfort postou uma mensagem explicando o motivo do novo visual. "Isaiah 54:17 Toda arma forjada contra ti não prosperará; toda língua que ousar contra ti em juízo, tu a condenarás; esta é a herança dos servos do SENHOR e o seu direito que de mim procede, diz o SENHOR. Novo corte e aí vc tem audácia. Viva pra somente agradar a DEUS".

Felipão relembra Copa de 1950 e diz "podemos ser campeões"

Alan Kardec, do Palmeiras, Leandro Damião, do Santos, e Hernane, do Flamengo, eram cogitados

L

uiz Felipe Scolari anunciou nesta segunda-feira os últimos três convocados para o amistoso contra a África do Sul, em Johannesburgo, no dia 5 de março. O treinador descartou surpresas e chamou o goleiro Jefferson e os atacantes Fred e Jô, fechando portas para surpresas antes da Copa do Mundo. Alan Kardec, do Palmeiras, Leandro Damião, do Santos, e Hernane, do Flamengo, eram cogitados nesta convocação em decorrência da incerteza sobre Fred. O centroavante do Fluminense perdeu o segundo semestre de 2013 por conta de lesão e ainda não fez boas apresentações nesta temporada. Ainda assim, teve o voto de confiança do treinador. A aposta em Fred, inclusive, reduz de maneira considerável a possibilidade de surpresas para a convocação final para a Copa do Mundo - Jô e o atacante do Fluminense devem, de fato, ser os centroavantes da Seleção. Imprevistos, porém, podem acontecer. Com as últimas três incluões, Scolari fechou a lista de 19 jogadores para o duelo com a África do Sul. Inicialmente, Felipão havia convocado 16 nomes - todos de jogadores que atuam na Europa. Em decorrência do tempo curto para trabalhar, o treinador da Seleção optou por levar um grupo mais compacto em vez de um grupo de 22 ou 23 jogadores. "É mais uma oportunidade para reunir o grupo, a última antes da convocação final da Copa do Mundo. Será um teste importante, com uma seleção africana, que recentemente venceu a Espanha, e um bom momento para conversar com os jogadores e a comissão técnica sobre o planejamento para a competição", destacou Felipão, em declaração reproduzida pela CBF. O amistoso contra os sul-africanos será a última oportunidade do técnico Luiz Felipe Scolari para testar jogadores antes da lista final dos convocados para a Copa do Mundo de 2014. A partida será disputada no estádio Soccer City, em Johannesburgo, palco da final do Mundial em 2010. O amistoso terá início às 14h (de Brasília).


Esportes

– Edição 1557

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

31

"Baggio da Gávea" quer fazer história no Flamengo

Doria entra na lista para vaga de Puyol no Barça

Já são mais de 200 gols na carreira, 72 marcados em 2012

Puyol, 35 anos, vem acumulando sucessivas lesões

ome de artilheiro, camisa 9 e goleador: as credenciais pertencem a Douglas Baggio, uma das promessas da atual geração Sub-20 do Flamengo. Batizado em homenagem ao meia italiano Roberto Baggio, a expectativa de ser goleador o acompanha desde antes do nascimento. O atleta corresponde às expectativas: já são mais de 200 gols na carreira, 72 marcados em 2012 e seis nos últimos três jogos pelo Carioca Sub-20. Os números lembram a eficiência do astro europeu. "Meu pai prometeu que me batizaria de Baggio se o Roberto perdesse o pênalti na final da Copa de 94. Já aconteceu de eu errar - em 2009, quando defendia o Santa Cruz, pelo Pernambucano infantil, Douglas perdeu a cobrança na final diante do Sport -, mas se tiver que cobrar pênalti decisivo, vou cobrar", declarou. Se Douglas começou 2014 com tudo, o ano passado não foi fácil para o atacante: uma lesão no tornozelo esquerdo e um deslocamento no ombro direito impediram uma sequência de jogos na temporada. Livre das lesões, os planos incluem parceria com Hernane, história no Fla e Seleção Brasileira.

aposentadoria de Carles Puyol ao final da temporada fará o Barcelona voltar a olhar o mercado à procura de um zagueiro. Mas o clube, que sonhava com Thiago Silva ou David Luiz, poderá ir em busca de uma opção mais econômica. E, segundo o jornal espanhol Sport, o jovem botafoguense Doria estaria na lista do clube catalão. Segundo o diário, a diretoria do Barça não quer um “craque midiático” e prefere contratar um jogador jovem, com relativa experiência internacional e preço razoável. Desta forma, defensores que custem mais de 30 milhões de euros (ou mais de R$ 100 mi) estariam praticamente descartados. Diante deste perfil, o Barcelona teria se interessado pelos mercados de Brasil e Argentina: Éder Balanta, colombiano do River Plate, e Doria, do Botafogo, seriam as “promessas que brilham com luz própria”, como classificou o jornal. Contudo, relatou o jornal, “estima-se que seja um risco bastante alto contratar jogadores de enorme potencial futuro e presente incerto”. O Barcelona também se interessa por outros zagueiros que já atuam no futebol europeu, mas que custariam mais ao clube azul-grená: Eliaquim Mangala (Porto), Alek-

N

A

Douglas Baggio, uma das promessas da atual geração Sub-20 do Flamengo

"Como todo jogador eu também sonho em atuar na Europa, mas antes quero construir minha história no Flamengo, ser um ídolo do clube e chegar à Seleção. Artilheiro do Carioca de juniores com oito gols, o próximo desafio de Douglas e seus companheiros será contra o Nova Iguaçu, nesta quinta-feira, às 15h30, no Estádio Nivaldo Pereira. O duelo é válido pelo Campeonato Carioca de juniores.

O zagueiro Doria é uma das revelações do futebol brasileiro

sandar Dragovic (Dínamo de Kiev), Federico Fazio (Sevilla), Schär (Schalke), Fabian Schar (Basel), Mateo Musacchio (Villarreal) e Aymeric Laporte (Athletic de Bilbao). Puyol, 35 anos, vem acumulando sucessivas lesões e tem atuado pouco com a camisa do Barça, deixando o treinador Tata Martino com apenas três opções para o setor: Gerard Piqué e Javier Mascherano (titulares) e o jovem Marc Bartra. O camaronês Alex Song, volante de origem, também pode ser improvisado no setor.


32

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

Esportes

Edição 1557 –

Corinthians negocia ida de 'Sheik' para o Galo

Ronaldo: “Neymar é ajudante do Messi no Barça”

Atacante ganha em R$ 520 mil por mês

Ronaldo acha que o jovem revelado pelo Santos tem um papel de coadjuvante no Barcelona

D

ando prosseguimento à reformulação que faz em seu elenco, o Corinthians negocia a ida do Emerson 'Sheik' de graça para o Atlético-MG, que arcaria apenas com o salário do atacante - considerado alto pelo clube paulista. É o que informa a coluna Painel FC na edição desta terça-feira da "Folha de S. Paulo". Segundo o jornal, as tratativas entre as diretorias começaram nos últimos dias, e a decisão do time alvinegro de se desfazer de seu jogador foi tomada por dois motivos. Primeiro, os altos vencimentos de 'Sheik', de acordo Atacante Emerson 'Sheik' vai sair de graça para o Atlético-MG com o periódico em R$ 520 mil por mês; segundo, o fato de o jogador não ter sido últil em campo - ele seguiria os mesmos passos de Paulo André, Edenilson, Douglas e Pato. A "Folha" diz, ainda, que o Corinthians está em busca de um atacante, e se o negócio com o Atlético-MG der certo, vai tentar contratar dois. O jornal também aponta que em janeiro o clube paulista tentou mandar Emerson para o Grêmio, que queria dar Kleber 'Gladiador' em troca, o que não agradou à diretoria alvinegra.

M

aior artilheiro da história das Copas do Mundo, Ronaldo aposta todas as suas fichas em Neymar como astro do Brasil na competição deste ano. No entanto, o ex-camisa 9 reconheceu, em entrevista à rádio espanhola Montecarlo, que o jovem revelado pelo Santos tem um papel de coadjuvante no Barcelona do argentino Lionel Messi. “Depois da Copa das Confederações estou otimista com o Brasil. É uma equipe jovem, que demonstrou qualidade”, declarou Ronaldo, que participou de um programa ancorado pelo ex-treinador Luis Fernández. “O Neymar será o melhor brasileiro em 2014 e já demonstrou no Brasil as qualidades que tem. Hoje no Barcelona ele é um pouco ajudante do Messi, mas é um grande valor e nossa maior esperança. Se a Seleção chega à final com o Neymar em alta, ele pode ser a estrela do torneio”, acrescentou. Ronaldo, membro integrante do Comitê Organizador Local (COL) da Copa de 2014,

Ronaldo também reforçou a confiança na realização da Copa

também reforçou a confiança na realização do torneio. Ele também comparou o evento aos Jogos Olímpicos de Inverno de Sochi, “Estou absolutamente convencido de que será a melhor Copa de todos os tempos. É normal que haja algumas dúvidas, mas veja o que aconteceu em Sochi antes da Olimpíada. No final, foi uma grande competição, com uma grande organização”, opinou.


Esportes

– Edição 1557

Renato Gaúcho defende Fred após penalti perdido

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

33

Vitória abre as portas para saída de Maxi Biancucchi Primo de Messi não deve permanecer na equipe baiana em 2014

O Renato Gaúcho fez questão de sair em defesa de Fred, que desperdiçou um pênalti

D

epois da surpreendente derrota por 3 a 0 para o time reserva do Botafogo, o técnico Renato Gaúcho disse não entender os motivos que levaram ao “apagão” do Fluminense no clássico deste domingo, pelo Campeonato Carioca. A equipe era líder do Estadual e estava em grande fase, com cinco vitórias consecutivas na competição. “É uma incógnita. A equipe não se encontrou. Com dez minutos de jogo já disse ao Alexandre (Mendes, preparador físico) que a coisa estava feia. O Botafogo veio se defendendo, mas achou o primeiro, o segundo, o terceiro. Demos espaço para contra-ataques. Jogamos abaixo do que podíamos e pagamos pelos nossos erros”, avaliou o técnico. Renato Gaúcho também fez questão de

sair em defesa de Fred, que desperdiçou um pênalti nos minutos finais da partida, quando já estava 3 a 0 para o rival. Foi o segundo pênalti perdido pelo camisa 9 nesta temporada, que também falhou no duelo contra o Boavista, há duas semanas. Na partida deste domingo, o goleiro reserva do Botafogo, Helton Leite, conseguiu fazer a defesa. “Se fizerem um levantamento de todos os pênaltis que o Fred bateu, verão que o aproveitamento é excelente. Ele bate muito bem e treinou muito durante a semana. Vou conversar com ele. Se não estiver com a cabeça boa, coloco outro jogador para cobrar. As pessoas estão chateadas com o Fred, mas se eu fizer isso com ele, tiro a moral. É um jogador de Seleção Brasileira”, comentou o treinador do Flu.

Anderson Silva pode retornar ainda em 2014 Dana White diz que médico está impressionado com a recuperação

O

s fãs brasileiros receberam uma boa notícia do presidente do UFC, Dana White. Na coletiva de imprensa depois da edição 170, na madrugada desse domingo, em Las Vegas, o mandatário disse aos jornalistas que Anderson Silva poderá voltar a lutar até o fim deste ano. O Spider se recupera de fratura na tíbia e fíbula da perna esquerda, após se lesionar na revanche contra Chris Weidman, em dezembro passado. Dana White revelou que conversou com o médico de Anderson Silva, que passou ao dirigente notícias animadoras sobre a recuperação. “Ele está impressionado e disse que não é comum esse tipo de crescimento ósseo em pessoas com mais de um par de anos. Isso é muito louco”, declarou o mandatário. “O médico disse que Anderson poderá voltar a lutar até o fim do ano”, continuou o dirigente, que no entanto mantém-se resignado a respeito do futuro na carreira do Spider. “Vamos ver o que vai acontecer. Tudo pode acontecer. Ele pode se machucar de novo, pode voltar a treinar e sentir, vamos ver como tudo vai caminhar”, acrescentou.

O Spider se recupera de fratura na tíbia e fíbula da perna esquerda

Anderson Silva se lesionou ao dar um forte chute baixo e acertar o joelho de Chris Weidman, no segundo round da luta principal do UFC 168, em 28 de dezembro. O Spider caiu imediatamente, chorando de dor, e foi retirado do octógono de maca, encaminhado diretamente ao hospital para cirurgia. Nos últimos dias, o brasileiro postou fotos nas redes sociais treinando na academia e até caminhando sem muletas, mostrando que a recuperação está mais que satisfatória.

principal jogador do Vitória no primeiro semestre do ano passado não deve, mesmo, permanecer na equipe baiana em 2014. Após inúmeras especulações, finalmente o diretor de futebol do Leão da Barra, Raimundo Queiroz, se pronunciou oficialmente e revelou que o clube rubro-negro encerrou as tentativas de negociar uma renovação de contrato com Maxi Biancucchi. Assim, o atacante argentino está livre para procurar outros clubes. Bahia e Vasco são os mais cotados. Em entrevista à TV Globo neste sábado, Queiroz declarou que não há mais nenhuma negociação entre Vitória e Maxi, deixando claro que o argentino tem tudo para deixar o clube nos próximos dias. Além disto, o dirigente atacou a postura do jogador, que, recentemente, criticou a diretoria rubro-negra nas redes sociais. As tratativas para a renovação contratual de Maxi Biancucchi com o Vitória não caminham bem desde o final do último Campeonato Brasileiro. De acordo com empresário do atleta, Regis Marques, o argentino quer um salário mensal de R$ 200 mil, mas o Rubro-Negro estaria disposto a pagar ‘somente’ R$ 150 mil. Esta falta de acordo fez

Atacante argentino está livre para procurar outros clubes

com que outras equipes se mexessem em busca do primo de Lionel de Messi. De acordo com Marques, Bahia e Vasco já demonstraram interesse na contratação do jogador. O Tricolor de Aço, inclusive, teria enviado a proposta que mais agradou, com salários próximos aos R$ 180 mil mensais. A forte ligação com o Vitória, clube com cujo nome Maxi batizou a sua segunda filha, no entanto, pode distanciá-lo do clube da Fonte Nova, aproximando-o do Vasco da Gama.


34

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

Tinga adere a campanha contra o preconceito

Esportes

Edição 1557 –

Copa só beneficiará donos de estádios, diz Kalil O presidente também criticou a escolha de sedes, como a de Cuiabá

O Vítima de ofensas racistas no jogo contra o Real Garcilaso, no último dia 12 de fevereiro, pela Libertadores, o volante Tinga, que recebeu o apoio na luta contra o preconceito, resolveu assumir o papel de embaixador da causa e, em parceria com a CUFA (Central Única das Favelas), do Rio Grande do Sul, lançará, em março, a campanha "Chutando o Preconceito". A ideia surgiu depois dos lamentáveis episódios envolvendo torcedores peruanos, que imitavam sons e gestos de macaco a cada vez que o volante pegava na bola. Depois de toda a repercussão do episódio e o apoio de vários brasileiros nas redes sociais, inclusive de personalidades do esporte e da política, como a presidente Dilma Rousseff e ex-jogadores como Ronaldo e Roberto Carlos, o meiocampista virou um símbolo da luta contra o racismo.

presidente do Atlético, Alexandre Kalil, questionou o legado da Copa do Mundo e disse que o Brasil está valorizando demais a realização do evento. Para o dirigente, que vai receber a seleção da Argentina nas dependências do clube durante o Mundial, a competição só vai beneficiar os três clubes que estão cedendo seus estádios para os jogos. "Os únicos que ganharam com a Copa foram o Atlético-PR, o Corinthians e o Internacional por conta dos estádios. Os outros 17 clubes da Série A vão chupar dedo. Quando o mês de julho chegar ao fim acabou a brincadeira. Aí eu quero ver quem vai encher a barriga dos banqueiros e empreiteiros", criticou Kalil, em entrevista à Sportv. Kalil se referia à ajuda do governo, através de empréstimos do BNDES, para reforma e construção das arenas dos três clubes. Nas últimas semanas, as três esferas do governo precisaram se unir para ajudar o Atlético Paranaense a finalizar as obra da Arena da Baixada, estádio que só ficará pronto a menos de um mês do início da Copa. O presidente também criticou a escolha de sedes, como a de Cuiabá, para receber jogos do Mundial. "Adoro Cuiabá, morei em Lucas do Rio Verde, mas lá [Mato Grosso] não pode ter estádio construído ao preço de R$ 1 bilhão para receber ópera depois da

Para Kalili, apenas Atlético-PR, Corinthians e Inter se beneficiarão com a Copa

Copa", afirmou. Kalil disse ainda que os brasileiros valorizaram demais a Copa, mas agora estão preocupados com a segurança durante a realização do grande evento. "Era para todo mundo estar empolgado com a Copa, mas o que temos é um terror. O resultado é que ninguém hoje quer sair de casa por ter jogo de Copa do Mundo", declarou.

"Eu nunca tive a ilusão de a Copa do Mundo melhorar o futebol brasileiro. Disse um tempo atrás que estávamos valorizando demais a Copa do Mundo, que dura apenas um mês. O Brasil enriqueceu, o poder aquisitivo aumentou, mas é ilusão achar que vamos encher o Mineirão, por exemplo, em competições pouco interessantes com preços de ingressos a R$ 80", disse.


www.BrazilianVoice.com

– Edição 1557

PARA ANUNCIAR LIGUE: (973) 491-6200 ou venha à nossa redação no 412 Chestnut St. - Newark, NJ 07105

SALÃO DE BELEZA EM LONG BRANCH – NJ. Necessita de cabeleireiro, barbeiro e outros profissionais da área. Localizado na 595 Broadway. Comissão ou salário. Full ou part time. Contato: (732) 571-8804. DRIVERS NEEDED - WITH CDL CLASS 'A', at least 1 year experience, OTR. Must speak English. Please call (201) 451-9765 PRECISAM-SE DE AJUDANTE DE COZINHA E COZINHEIRO PARA RESTAURANTE BRASILEIRO EM NEWARK - NJ. Interessados ligar para (908) 425-1875, falar com Sandra. IVO'S EMPLOYMENT AGENCY HOUSE KEEPERS/BABY SITTERS - Precisase de imediato. Live in/live out para New Jersey e New York - excelente oportunidade em casas americanas e brasileiras, falar inglês ou não. Orientamos e levamos para entrevista. Dirija-se pessoalmente a 291 Lafayette St., esquina com a Adams St., em Newark - NJ. Tel.: (973) 344-2540. Visite o site: www.ivosemploymentagency.com

"VENDO LOJA DE PNEUS (ALINHAMENTO/BALANCEAMENTO/LAVA-JATO) em Governador Valadares. Tem 7 anos no mercado,clientela formada, ótima localização.33-8835-7778. " Vende-se Apartamento novo pronto para morar ou alugar! Região de Goiânia. Parque Amazônia, perto do Buriti Shopping. Excelente investimento. Dois Quartos, ótimo acabamento. Informações: 201 960 8228. VENDO CHÁCARA NO ATALAIA EM VALADARES - Com aproximadamente 2000m2, casa com 178m2 , asfalto e ônibus na porta. Ótimo preço. Tel. (973) 551-5562 ou (973) 510-7465.

ALUGA-SE 1 QUARTO NO IRONBOUND, EM NEWARK - NJ. Na 359 Oliver St. Somente rapazes. Mobiliado, com cable, TV, Internet, lavanderia e banheiro independente. US$ 450 mensais. Tel.: (973) 207-2523. ALUGA-SE 1 QUARTO NO IRONBOUND EM NEWARK - NJ - Para homem não fumante, mobiliado, cama, TV e frigobar. Boa localização e fácil estacionamento. Tel.: (201) 350-2133. IRONBOUND - NEWARK. Aluga-se 1 quarto na Market St. US$ 450 mensais. Tudo incluído. Somente homens. Tel.: (973) 6992316, falar com André.

AULAS DE HATHA YOGA COM PROFESSOR EDSON. TEL (718) 697-9569 EM GRUPO OU INDIVIDUAL. A Yoga são práticas corporais, respiratórias e meditativas. Auxilia no alivio de doencas respiratorias ou intestinais, dor nas costas, perda de peso, e combate ao stress. TRANSPORTES JOÃO - Busco e faço transportes para aeroportos, passeios, malls, Atlantic City (NJ), lugares em NJ & NY e outros estados. Preços acessíveis e atendimento 24 horas. De segunda-feira a domingo. Tel.: (973) 409-7570. - transportesjoao@hotmail.com TEMOS ESPAÇO DISPONÍVEL EM CONTAINER PARA O BRASIL - Aceitamos todo tipo de eletrodomésticos: geladeiras, fogão, micro-ondas, batedeiras, mesa, sofá e etc. Também caixas de vários tamanhos. Contato: Marcelo ou Cida. Tel.: (201) 702-4811, (646) 545-7277 ou (862) 241-6183. CANADA DRUG CENTER es tu mejor opcion para ordenar medicamentos seguros y economicos. Nuestros servicios de farmacia con licencia Canadiense e Internacional te proveeran con ahorros de hasta el 75 en todas las medicinas que necesites. Llama ahora al 1-800-730-7629 y obten $10 de descuento con tu primer orden ademas de envio gratuito. DISH TV RETAILER. Starting at $19.99/month (for 12 mos.) & High Speed Internet starting at $14.95/month (where available.) SAVE! Ask About SAME DAY Installation! CALL Now! 1-800-395-2581 Do you take Cialis? or Viagra?? Save $500! Get 40 pills for only $99.00! Buy The Blue Pill! 888-649-3696 Satisfaction Guaranteed. Six day vacation in Orlando, Florida! Regularly $1,175.00. Yours today for only $389.00! You SAVE 67 percent. PLUS Oneweek car rental included. Call for details. 1800-291-0264 ProFlowers - Show lots of love this Valentine`s Day! SAVE 55 PERCENT on our Tender Hugs & Kisses bouquet with chocolates for $19.99 plus S/H. ALSO, Get 20 percent off your other gifts over $29! Go to www.Proflowers.com/bliss or call 1-800-831-8604 FOTOGRAFO CASAMENTOS, ANIVERSÁRIOS, BATIZADOS & EVENTOS EM GERAL - Bons preços! Cobertura jornalística. Veja as fotos de sua festa no site do jornal Brazilian Voice. Tel.: (973) 688-8081, falar com Vera Reis.

OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO EM LONG BRANCH – NJ. Loja de varejo & serviços para alugar ou compartilhar, localizada na Broadway, próxima à Homestead Pharmacy. Os interessados podem ligar para: (732) 571-8804.

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

35


36

BELEZA

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

ÁRIES - 21/03 a 20/04

CÂNCER - de 21/06 a 22/07

LIBRA - de 23/09 a 22/10

Conflito entre casa e trabalho, sociedades e vontades pessoais. Eis um dia mais tenso, sendo imprescindível saber fluir entre forças em confronto. Modere sua ânsia de novidade, liberdade e aventura, evite entrar na onda de fazer justiça com as próprias mãos.

Seu sucesso, sua sorte e suas certezas incomodam muita gente hoje. Não apregoe suas vitórias e faça um perfil modesto: assim é que neutralizará um pouco a sanha agressiva das pessoas contra você hoje. Chefes e familiares instáveis, desvie-se como puder.

Distancie-se um pouco dos jogos de poder que movimentam a cena familiar, para não se sentir ainda mais hesitante e inseguro. Embate entre interesses familiares e os seus, profissionais, aumenta hoje. Acate compromissos anteriores, pois aí há estabilidade confiável.

Um dia complicado para você, o de hoje. Preserve o quanto puder a sua liberdade sem contar com os outros, seja frugal, consciente de seus limites, não alimente ilusões de poder absoluto. Assim evitará situações tensas com seu amor, com sua família e com seus chefes.

TOURO - DE 21/04 A 20/05

LEÃO - de 23/07 a 22/08

ESCORPIÃO - de 23/10 a 22/11

AQUÁRIO - de 21/01 a 19/02 Contrariedades e surpresas acontecem e é bom quando você está preparado para elas. Atenda aos prazos, seja formal com quem precisa ser tratado assim, e cuide da saúde. Temores e medos rondam e atrapalham clareza de decisões. Descanse mais e curta sua casa.

Fofocas e rumores não somente pioram o cenário já tenso, como colocam gasolina na fogueira. Não ouça, não dê credito, não passe adiante - e pronto! Adie discussões e marque outro dia também pra discutir a relação com seu amado; será mais produtivo.

Negócios em ritmo tenso hoje, quando o inesperado pode irromper e atrapalhar seus planos; seja de viagem, ou de uma transação importante. Canalize para as artes todo seu potencial de ação, assim encontrará um meio de desafogar suas ânsias e dar o seu recado.

Enquanto ao seu redor há o espetáculo das forças fora de controle, você mesmo consegue manter o autocontrole, dando lição aos mais próximos. Palavras terão peso hoje, especialmente as suas: quanto mais aliviar os espíritos, contribuirá para a paz e o entendimento.

GÊMEOS - de 21/05 a 20/06

VIRGEM - de 23/08 a 22/09

SAGITÁRIO - de 23/11 a 21/12

Como o astral de hoje está tenso de novo, melhor pegar leve em tudo o que fizer! Finanças e recursos compartilhados em geral podem ser motivo de briga e amargura, só mexa no assunto se estiver a fim de encarar briga feia. Menos negatividade facilita tudo!

Cenário astral mais uma vez tenso, devido agora a flutuações e instabilidades. Forças sociais se chocam, debates com sócios e parceiros refletem esta contingencia. Pois há interesses divergentes cada vez mais claros. No amor, ciúmes e tensões atrapalham seus planos.

Alerta vermelho na área financeira hoje - não é o melhor dia do mês pra você insistir em investimentos imobiliários - ao contrário de ontem, que era ótimo. Seus conselheiros o induzirão ao erro se insistirem. Evite dívidas! Em outro dia aparecerá algo bem mais adequado.

CAPRICÓNIO - de 22/12 a 20/01

PEIXES - de 20/02 a 20/0 Hoje o embate fica no plano das ideias, com um grupo ou associação a que pertence. Mas tome cuidado pra que isso não transborde para a relação amorosa, pois a divergência de posturas e ideias está escondendo jogo de poder pernicioso.

Edição 1557 –

Corpo também precisa de cremes anti-idade; conheça os benefícios Anti-idades corporais vão além da hidratação e prometem diminuir a ação do passagem do tempo na pele

Q

uando falamos em cremes anti-idade, a primeira coisa que vem à cabeça é a versão facial. Com razão – o rosto fica em evidência, mais exposto ao sol do que o corpo, tem uma pele delicada, portanto é sim mais vulnerável. No entanto, o corpo também precisa de cuidados e escudos contra o tempo, isto é, cosméticos que vão além da hidratação básica, e ofereçam proteção contra o envelhecimento. Os mecanismos de desgaste que rosto e corpo sofrem são praticamente os mesmos: declínio das funções das células de defesa e de regeneração, redução de colágeno, ácido hialurônico, elastina e da capacidade de renovação epidérmica.

O corpo fala Essas são as condições parecidas entre rosto e corpo, mas o corpo ainda sofre com outros agravantes naturais. Ao longo do corpo não há muitas glândulas sudoríparas e sebáceas, assim ele tende a desidratar. Além disso, com o passar do tempo, ocorre uma baixa de hormônio, que também favorece a desidratação. E a partir dos 35 anos, em decorrência da perda de colágeno, a flacidez se torna mais evidente. E ainda têm os fatores "ganho e perda" de peso, que alteram a elasticidade da pele e é mais um ponto a favor da flacidez.

O antídoto Se analisarmos todos esses sintomas fica bem claro quais são as necessidades do corpo e como os cremes podem auxiliar a beleza nessa luta anti-idade. O cosmético ideal deve ter efeito antioxidante (contra os radi-

cais livres) e tensor (que favorece o tônus e a firmeza da pele), proporcionar uma hidratação profunda e promover a renovação celular. E se tiver ação clareadora e proteção solar, melhor ainda. Os (cremes) tradicionais tendem a hidratar somente; alguns, nem isso, apenas perfumam a pele e dão a sensação de frescor no momento, mas não tratam. A diferença é justamente o fato de os anti-idade possuírem propriedades reparadoras específicas. Eles trazem um benefício superior se comparados com o hidratante comum, retardando sinais e até mesmo atenuando alguns já instalados.

Algumas regiões sofrem mais Os braços e o colo ficam mais expostos ao sol e, assim, viram alvo fácil dos radicais livres, os aceleradores do envelhecimento. Sob esse aspecto, essas regiões são tão frágeis e vulneráveis quanto o rosto, mas elas ainda perdem a batalha. O rosto responde melhor aos tratamentos de reparação, pois contém mais glândulas, maior irrigação sanguínea. Essa é uma característica genética do organismo. No entanto, isso não significa que os cremes façam mais efeito no rosto. Flavia Addor explica que vai depender do produto e que para colo e braços é importante que o cosmético tenha ativos antioxidantes para ter mais resistência contra o efeito nocivo do sol. Mas, claro, melhor ainda é aplicar regularmente protetor solar nessas áreas muito expostas, como prevenção, principalmente no verão.


– Edição 1557

CULINARIA

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

37

Ingredientes:

Purê de banana da terra

3 bananas da terra maduras 3 colheres (sopa) de farinha de aveia 4 colhers (sopa) de amêndoa crua, sem casca, triturada 1 colher (sopa) de açúcar mascavo (opcional) 1 colher (chá) de gengibre fresco ralado 1 pitada de sal Água do cozimento da banana

Modo de Preparo “Yes, nós temos bananas!”... e este purê tem aveia, nozes, uma abundância de vitaminas, potássio, fibra, ferro e o distintivo sabor da banana. Não engorda, dá energia e faz crescer a vontade de tê-lo em qualquer refeição que quiser; café da manhã, almoço ou jantar.

Lave a banana e corte em dois ou tres pedaços, a depender do tamanho da banana, e cozinhe preferencialmente no vapor, até a banana ficar macia. Remova do fogo, transfira a banana para um prato e reserve a água do cozimento. Retire a casca e os fios grossos da banana. Abra-a ao meio, descarte as sementes e amasse bem a banana com um garfo. Transfira para uma panela média e adicione a farinha de aveia, a amêndoa triturada (reserve um pouco para decorar), o açúcar mascavo - caso esteja usando - o gengibre, o sal, e ⅓ de xícara (75 ml) da água do cozimento reservada. Misture bem. Leve a panela ao fogo moderado e deixe cozinhar, mexendo sempre por 2 a 3 minutos, até ficar com uma consistência macia e levemente cremosa. Se necessário, acres-

cente mais água do cozimento. Retire do fogo, transfira para uma tigela, espalhe um pouco da amêndoa triturada na superfície e sirva logo. Acompanha crackers, torradas, grelhados de carnes, frango ou peixe.

Rendimento: 4 a 6 porções Sugestão: para obter o melhor do sabor, escolha banana madura e de boa qualidade. Aquelas com pintas escuras, quase pretas, são as melhores. Dica: existe uma grande variedade de aveia no mercado, mas você pode fazer sua própria farinha de aveia. Para isto basta bater a aveia (inatura) em flocos no liquidificador ou triturador. Para retirar as cascas das amêndoas, coloque-as por alguns minutos na água fervendo, assim elas sairão com facilidade.


38

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

HUMOR

Argentino O argentino está na cama com uma inglesa, com uma certa cara de tédio. De repente ela começa a gemer, prestes a atingir o orgasmo: - Oh, Ooh, Ooooh my God! Ele, com a mesma cara de tédio, responde: - Sei que eu sou divino, mas na intimidade, pode me chamar de Joselito.

Instrumento maravilhoso Uma senhora muito distinta estava em um avião vindo da Suíça. Vendo que estava sentada ao lado de um padre simpático, perguntou: - Desculpe-me, padre, posso lhe pedir um favor? - Claro, minha senhora, o que posso fazer por você? - Eis o problema: eu comprei um novo secador de cabelo sofisticado, pelo qual paguei muito dinheiro. Eu realmente ultrapassei os limites Da declaração e estou preocupada dele ser confiscado na Alfândega. Será que o senhor poderia levá-lo debaixo de sua batina? - Claro que poderia, minha senhora, mas você deve saber que eu não posso mentir. - O senhor tem um rosto tão honesto, Padre, que estou certa que eles não lhe farão nenhuma pergunta. - e lhe deu o secador. O avião chegou a seu destino. Quando o padre se apresentou à alfândega, lhe perguntaram:

- Padre, o senhor tem algo a declarar? - Do alto da minha cabeça até a faixa na minha cintura, não tenho nada a declarar, meu filho - ele respondeu. Achando a resposta estranha, o fiscal da Alfândega perguntou: - E da faixa da cintura para baixo, o que o senhor tem? O padre respondeu: - Eu tenho um instrumentinho maravilhoso, destinado a ser usado por mulheres, e

que nunca foi usado. Caindo na risada, o fiscal exclamou: - Pode passar, Padre! O próximo...

Brasil X EUA Um brasileiro está calmamente tomando o café da manhã quando um americano típico, mascando chicletes, senta-se ao lado dele. O brasileiro ignora o americano que, não se conformando, começa a puxar conversa:

Edição 1557 –

- Você come esse pão inteirinho? - Claro! - responde o brasileiro de mal humor. - Nós não. Nós comemos só o miolo, a casca nós vamos juntando num container, depois processamos, transformamos em croissant e vendemos para o Brasil. O brasileiro ouve calado. - Você come esta geléia com o pão? - insiste o americano. - Claro! - Nós não. Nós comemos frutas frescas no café da manhã, jogamos todas as cascas, sementes e bagaços em containers, depois processamos, transformamos em geléia e vendemos para o Brasil. O brasileiro já de saco cheio diz: - E o que vocês fazem com as camisinhas depois de usadas? - Jogamos fora, claro! - Nós não. Vamos guardando tudo em containers processamos, transformamos em chicletes e vendemos para os Estados Unidos.

Casa mal assombrada A mulher chega no consultorio do médico e diz: - Doutor! É horrivel! Ando com os nervos que o senhor nem imagina. Dentro de casa, vejo fantasma, caveiras,caras horrendas... O que eu faço? - Calma minha senhora. Retire imediatamente todos os espelhos de sua casa!


– Edição 1557

www.BrazilianVoice.com

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

39


40

26 de fevereiro a 4 de março de 2014

www.BrazilianVoice.com

Edição 1557 –


Edição 1557 de 26 de fevereiro a 4 de março de 2014