Issuu on Google+

• G R Á T I S • G R Á T I S • G R Á T I S • www.BrazilianVoice.com • G R Á T I S • G R Á T I S • G R Á T I S •

o d ba á S e d o ã ç i Ed

• Ano 25 • nº 1532 • 5 a 8 de outubro de 2013 • Imigração

COMUNIDADE

‘Caçador de ilegais’ é investigado no Arizona

Carne estragada pode ter provocado morte de pastor Na quinta-feira (3), Júlio César Luz Neris, de 51 anos, foi sepultado no Cemitério Edgell, em Framingham (MA)

Na quarta-feira (2), um juiz federal no Arizona determinou que o xerife do Condado de Maricopa, Joe Arpaio, colabore com um painel escolhido pelo Tribunal em uma ação judicial que exige que sua administração tenha combatido supostas práticas discriminatórias. 14

A

pós passar vários dias internado no Hospital Municipal de Quincy (MA), morreu no sábado (28) o pastor evangélico Júlio César Luz Neris, de 51 anos, natural do Rio de Janeiro, residente em Framingham (MA). Segundo fontes locais, o líder religioso começou a sentir-se mal em 7 de setembro, depois de ter ingerido uma carne que poderia estar estragada. A autopsia foi realizada na terça-feira (1) e seus familiares ainda aguardam a divulgação do laudo médico pelas autoridades.

Comunidade

Corpo de mineiro encontrado morto é cremado Na sexta-feira (4), foi cremado o corpo do instalador de azulejos Altamirano Silva, de 55 anos, natural do município de Ipatinga, interior de Minas Gerais, residente na cidade de Lafayette, Louisiana, e, a pedido de seus familiares, as cinzas serão enviadas ao Brasil. 10

11

Newark

Imigração

Brasileiros se revoltam contra a escalada da violência

Democratas apresentam nova proposta de reforma migratória

Famoso por seus restaurantes variados e comércio vibrante, nos últimos anos, aumenta a violência no Ironbound, o popular bairro onde se concentra a população de língua portuguesa na cidade de Newark (NJ). Como uma verdadeira rede informal de informações, circulam com cada vez frequência entre os moradores da região histórias relatando casos de moradores que foram assaltados, agredidos ou tiveram seu apartamento arrombado e saqueado por criminosos. Vera Reis (foto) publicou um pôster de indignação à onda de violência que assola o Ironbound. 8

Na quarta-feira (2), membros democratas da Câmara dos Deputados apresentaram uma proposta migratória que permite a legalização dos estimados 11 milhões de imigrantes indocumentados que vivem nos EUA e aumenta a segurança nas fronteiras. Desta vez, os legisladores alertaram de um possível colapso político se os republicanos da Câmara evitarem votar no projeto de lei. A líder da minoria, Nancy Pelosi (foto), e mais de uma dúzia de democratas, disseram estar prontos para votarem em uma reforma ampla do sistema migratório do país. Falando em inglês e espanhol, o Deputado Joe Garcia (D-FL), disse que a proposta não é perfeita, mas encorajou os republicanos a analisa-la. 12

Brasil

Cantor Zezé Di Camargo tem vacas de R$ 1,5 milhão 6 Pastor pede R$ 21 milhões aos fiéis para pagar dívida de TV 4 Esportes

Dunga não resiste e é demitido pelo Internacional

19

“Rei” nos Emirados, Ricardo Oliveira vira pastor 21 Social

16

Classificados

22

Brasileiro estudante de Medicina desaparecido é encontrado na Virgínia Desde a manhã de sexta-feira (27), parentes buscavam o paradeiro do estudante de Medicina Joseph Anthony Boudreau Jr., de 25 anos, natural de Boston (MA), filho de uma imigrante brasileira, residente em Deerfield Beach (FL), que desapareceu após comparecer à uma entrevista de emprego em Fort Lauderdale (FL). O jovem havia sumido entre às 9 horas da manhã e 1 hora da tarde e, na ocasião, trajava calças compridas de cor preta e camisa branca. Joseph procurava um emprego de meio período para se sustentar e ajudar nas despesas com a universidade. Aparentemente, na manhã de quarta-feira (2), o drama teve um desenrolar feliz, depois que o jovem entrou em contato por telefone com sua mãe, Aildenise de Almeida Boudreau, e relatou que estava na Virgínia. 15


2

Sábado - 5 a 8 de outubro de 2013

www.BrazilianVoice.com

Edição 1532 –


Brasil

– Edição 1532

EXPEDIENTE

PO Box 5686, Newark, NJ 07105 Tel: (973) 491- 6200 • Fax: (973) 491- 6287 www.brazilianvoice.com e-mail: adv@brazilianvoice.com 412 Chestnut St. - Newark, NJ 07105 EDITOR: Roberto Lima roberto@brazilianvoice.com CHEFE DE REDAÇÃO: Léo Ferreira news@brazilianvoice.com PUBLICIDADE:

Fabianne A. Lima fabianne@brazilianvoice.com

DESIGN GRÁFICO: Joel Pinheiro WEBMASTER:

Rodrigo Barbosa

MARKETING & VENDAS: Beatriz Leitzke: (201) 960-8228 NEWARK, NJ: Matriz: (973) 491-6200 COLABORADORES: • Renan Antunes • Mário Vale • Paulo Camargos • Lair Ribeiro • Kledir Ramil • Tavares Dias • Paulo Cangussu • Carlos Herculano Lopes • Aquiles Reis • Roberto Santos • Tadeu Martins • Dilma Rousseff • Marcelo Sguassábia • Celim • Antonio Jorge Rettenmaier • Tadeu Martins • Bia Flores • Tavares Dias

© BRAZILIAN VOICE é publicado semanalmente. As opiniões expressas em artigos assinados são da responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião deste jornal. O BV não se responsabiliza pelos serviços propagados pelos seus anunciantes.

Sábado - 5 a 8 de outubro de 2013

3

Devassa pode ser multada em R$ 6 milhões por propaganda abusiva Cerveja afirmou em nota que não comenta processos jurídicos em andamento

A

cervejaria japonesa Kirin, dona da marca Devassa, está sendo processada pelo Ministério da Justiça por um anúncio veiculado entre 2010 e 2011, considerado abusivo. Na campanha publicitária da Devassa Tropical Dark, o anúncio traz uma ilustração de uma mulher negra, em pose sensual e com um vestido de gala com as costas abertas, junto à mensagem "É pelo corpo que se conhece a verdadeira negra". O anúncio foi considerado como "publicidade abusiva por equiparar a mulher negra a um objeto de consumo, por meio da comparação entre seu corpo e um produto", segundo informou o Minis-

Anúncio da cerveja Devassa foi considerado machista e racista

tério em comunicado. Se perder o processo, a cervejaria japonesa pode ter que pagar multa de R$ 6 milhões. O Ministério da Justiça atuou a pedido do órgão de defesa do consumidor (Procon) do es-

tado do Espírito Santo e após consultar os ministérios de Políticas para as Mulheres e de Igualdade Racial. "Não se pode admitir que para vender um produto, sejam utilizadas mensagens discriminató-

rias, que reforçam estereótipos de gênero e étnico-raciais e contribuem para aprofundar desigualdades", afirmou o diretor do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor, Amaury Oliva.

A Brasil Kirin afirmou em nota que não comenta processos jurídicos em andamento. "A empresa reitera que conduz seu negócio com respeito e ética a todos os seus públicos e consumidores", disse o comunicado.


4

Brasil

Sábado - 5 a 8 de outubro de 2013

Edição 1532 –

Justiça decreta prisão Pastor pede R$ 21 de PMs acusados de milhões aos fiéis para pagar dívida de TV matar Amarildo Valdemiro afirma que há vários templos com aluguéis atrasados

Os acusados vão responder por tortura seguida de morte e ocultação de cadáver

C

O

juízo da 35ª Vara Criminal da Capital, do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ), aceitou a denúncia e decretou nesta sexta-feira a prisão preventiva dos 10 policiais militares acusados de torturar e matar o ajudante de pedreiro Amarildo de Souza, na favela da Rocinha, zona sul do Rio. Amarildo desapareceu no dia 14 de julho, após ser levado à sede da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da comunidade. Os acusados vão responder judicialmente pelos crimes de tortura seguida de morte e ocultação de cadáver. São eles: Edson dos Santos, Luiz Felipe de Medeiros, Jairo da Conceição Ribas, Douglas Roberto Vital Machado, Marlon Campos Reis, Jorge Luiz Gonçalves Coelho, Victor Vinícius Pereira da Silva, Anderson César Soares Maia, Wellington Tavares da Silva e Fábio Brasil da Rocha.

Amarildo desapareceu no dia 14 de julho, após ser levado à sede da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP)

"Em conformidade com o art.282 do Código do Processo Penal, a prisão cautelar se faz necessária ( 282,I) e é a única medida adequada ( 282,II) não só em razão da gravidade concreta dos delitos imputados, quanto pelas condutas dos acusados no curso das investigações, o que pode, como já fundamentado, atrapalhar o decorrer da instrução criminal", diz a decisão.

om voz chorosa, desesperançoso e cabisbaixo, o apóstolo Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, iniciou nesta semana uma campanha para a arrecadar ao menos R$ 21 milhões para pagar dívidas da igreja, especialmente as referentes ao aluguel de horário do canal 21, do Grupo Bandeirantes. A igreja arrendou a emissora praticamente por 24 horas por dia e agora está com dificuldades em cumprir a obrigação. Valdemiro afirma que há vários templos com aluguéis atrasados, além de atrasos no pagamento de outros horários locados em rádios e TVs Brasil afora. Um especialista em igrejas, ouvido pela reportagem, que pede para não ser identificado, afirmou que dois fatores prejudicaram substancialmente a Igreja Mundial, e que esses fatores ameaçam até a existência da linha evangélica: 1 - A tentativa de crescer rápido demais e sem controle algum sobre a contabilidade; ou seja, a igreja contou que podia crescer mais rapidamente até que a Igreja Universal, mas confiou demais na generosidade dos fiéis;

Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, quer arrecadar ao menos R$ 21 milhões para pagar dívidas da igreja

acontece que os fiéis (classes C e D, principalmente) já estão com outras dívidas e pararam de colaborar tanto. A Igreja Mundial quis crescer mais e mais rapidamente do que o possível. 2 - A guerra deflagrada pela Igreja Universal contra a Mundial, no ano passado. Por meio da Record, a Universal exibiu reportagens que acabaram com a saúde contábil da Mundial, que acabou investigada pelo Ministério Público e, principalmente, pela Receita Federal. A Igreja teve de vender propriedades, gado, se desfazer de templos. Enfim, entrou num verdadeiro gargalo financeiro. Esse gargalo está agora se apertando ainda mais.


– Edição 1532

www.BrazilianVoice.com

Sábado - 5 a 8 de outubro de 2013

5


6

Sábado - 5 a 8 de outubro de 2013

Brasil

Edição 1532 –

Zezé Di Camargo tem vacas de R$ 1,5 milhão na fazenda É o Amor Para Zezé Di Camargo, ser pecuarista estava em seu destino

Z

ezé Di Camargo se define como um matuto, um caipira. Nascido na roça, no interior de Goiás, desejava ser cantor e pecuarista. Primeiro, veio a carreira na música, estimulada desde cedo pelo pai, Francisco. Já famoso, Zezé decidiu completar o sonho de infância e criar gado –desejo que começou a se tornar realidade com a compra de uma fazenda em 1993. Hoje, a fazenda É o Amor –nome emprestado de uma de suas músicas de maior sucesso–, no vale do rio Araguaia, município de Araguapaz (GO), abriga vacas de até R$ 1,5 milhão. Na propriedade de 1.500 hectares, há um laboratório usado para a reprodução de gado nelore puro, que começou a ser comprado em 2004. "Montei uma estrutura de serviços para reproduzir meus melhores animais através de técnicas de biotecnologia, como a inseminação artificial", afirma o cantor. Para Zezé Di Camargo, ser pecuarista estava em seu destino. "A gente foi criado naquele pedaço de paraíso, que era a chácara do meu avô. Era natureza pura. Meu pai ensinou a gente a cuidar da terra e a amar os animais. Sou matuto, sou do mato, este seria o meu destino e, com a

O cantor sertanejo Zezé Di Camargo considera a pecuária como sua segunda profissão

música, posso desenvolver a minha essência", diz. No início dos negócios, Zezé comprava bois para engorda, que, depois eram vendidos ao frigorífico Friboi. Frequentando leilões, começou a investir na raça nelore, gado que já conhecia desde antes

de se tornar cantor e com o qual queria trabalhar. Comprou 360 exemplares no início. "Essa raça bovina é a base da pecuária brasileira. É um gado lindo", afirma. A partir daí quis trabalhar com melhoramento genético e passou a vender animais puros, ou seja, que não têm sangue de nenhuma

outra raça. Hoje, a fazenda É o Amor mantém 500 matrizes (espécie de "mãe de aluguel") e dez doadoras (as vacas das quais se coletam os óvulos). Por ano, são produzidos 350 bezerros. De acordo com o zootecnista e diretor da fazenda, Murilo Canedo, alguns pecuaristas não confiavam no trabalho desenvolvido na fazenda de Zezé. "Achavam que, porque ele é artista, ia ser 'oba-oba'. Acho que a principal barreira que enfrentamos foi essa. Hoje, os clientes conhecem o gado, sabem que o Zezé é muito sério no que faz e voltam sempre a comprar com a gente", afirma. Segundo Canedo, a fazenda mantém cerca de 230 clientes. Com 20 anos no ramo da pecuária, o cantor tem um objetivo claro e ambicioso. "Quero cada vez mais produzir animais melhoradores na raça nelore e me destacar como principal produtor de genética no cenário nacional", diz., sem revelar valores. O aumento só teria sido possível com a oferta de animais em leilões. No próximo dia 8, Zezé realiza mais um leilão. A 2ª edição do Nelore É o Amor acontece em São Paulo, às 20h, no Brook's Bar. Entre os animais de destaque dos 10 lotes do cantor estão as fêmeas Laskimi II (filha de Bucareste), Splendida (filha da Elegance 9) e Sula (irmã de Marani). Outros 15 lotes à venda serão de amigos do cantor que participarão do evento.

Paulo Coelho critica seleção de autores do país e cancela participação na Feira de Frankfurt Paulo Coelho é o autor brasileiro mais vendido no exterior

A

menos de uma semana do início da Feira do Livro de Frankfurt, o comitê responsável pela organização da participação do Brasil como país homenageado deste ano ainda enfrenta surpresas. Anunciado em março entre os 70 escritores selecionados pelo MinC (Ministério da Cultura) para representar o país no maior evento editorial do mundo, Paulo Coelho, o autor brasileiro mais vendido no exterior, desistiu de integrar a programação oficial. Em entrevista a ser publicada num dos principais jornais alemães, o "Die Welt", ele diz que "duvida" que todos os 70 convidados sejam escritores, que conhece só 20 dos nomes e que "presumivelmente são amigos de amigos de amigos. Nepotismo". Sobre a razão de sua desistência, disse não aprovar "a maneira como o Brasil representa sua literatura". "Falei com vários de meus colegas que não foram convidados, como Eduardo Spohr, Carolina Munhoz, Thalita Rebouças, André Vianco, Felipe Neto ou Rafael Draccon [...]. Tentei ao máximo conseguir que fossem. Sem sucesso. Então, em protesto, decidi não ir a Frankfurt. O que foi uma decisão difícil [...] porque sempre

Paulo Coelho desistiu de integrar a programação oficial da Feira de Livros de Frankfurt

quis ser convidado por um evento desses pelo meu governo." Os autores citados se dedicam a uma literatura comercial, com bons resultados de vendas, e têm representantes traduzidos para outros países, como Spohr e Draccon. O curador Manuel da Costa Pinto, um dos responsáveis pela programação literária do país na feira, disse não ter sido informado da desistência de Coelho. "Se estiver confirmado, acho lamentável, porque é o autor mais vendido do Brasil e seria uma presença obrigatória num evento comercial como esse." A ausência de escritores comerciais na lista já havia sido levantada por Raphael Draccon por ocasião do anúncio dos nomes pelo MinC, em março. "Editoras concorrentes fazendo propostas, filas de horas de autógrafos em feiras literárias, e-mails lotados com relatos de leitores", escreveu, sobre esses escritores, entre os quais se inclui. Para ele, a ausência de "tantos nomes que vêm à mente do leitor brasileiro por fazer parte de um grupo que não vive do consumo de si próprio nem da dependência de vendas institucionais, mas realmente forma novos leitores, passa uma mensagem da maneira como o governo brasileiro pretende que sua própria literatura deva ser vista pelo resto do mundo."


Brasil

– Edição 1532

Ator de‘Jurassic Park’ fará filme sobre a Copa do Mundo Sam Neill, ator que fez ‘Jurassic Park’, está no Rio. Ele desembarcou na última quinta-feira no Galeão e fica em terras cariocas até segunda-feira. Ele está na cidade para rodar um filme sobre a Copa do Mundo. No longa, Sam será João Havelange. Uma atriz brasileira foi escalada para fazer a secretária de Havelange na produção.

Chiclete com Banana escolhe substituto de Bell Marques

Kiko, da Chicabana, será o substituto de Bell Marques

Bell disse que fica apenas até o Carnaval com o grupo

N

o mês passado, Bel Marques anunciou sua saída do Chiclete com Banana. O vocalista da banda disse que fica apenas até o Carnaval com o grupo. E já existe um substituto: o eleito é Kiko, da Chicabana. De início, os nomes cotados foram o de Kiko e o de Topeira, vocalista da banda 5%. Mas Rey Gramacho, sócio do Chiclete e empresário da 5%, sabe que a saída de Topeira do grupo provocaria uma queda no número de shows, diminuindo o faturamento. Além disso, Kiko tem o timbre de voz muito parecido com o de Bel. Embora esteja tudo acertado, o anúncio oficial só deve acontecer depois que Bel deixar o grupo efetivamente. Antes de anunciar sua saída com um vídeo no YouTube, Bel reuniu a equipe técnica do Chiclete com Banana em sua casa para dizer que estava saindo do grupo e que não levaria ninguém com ele. A equipe questionou a decisão e Bel se explicou: “Depois, não quero que digam que eu desestruturei o Chiclete”. Desde que avisou que ia sair, Bel tem cumprido a agenda do Chiclete, mas não fala com ninguém da banda. O vocalista sequer divide a mesma van com o restante do grupo. Aliás, fontes baianas garantem que Bel só sai do hotel rumo aos shows depois que a banda já está pronta para entrar no palco.

Sábado - 5 a 8 de outubro de 2013

7

Jorge Dória está internado em estado gravíssimo O ator de 92 anos está respirando com ajuda de aparelhos

J

orge Dória está internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Barra D´Or, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. As informações são do site da jornalista Patrícia Kogut. Isabel Cristina Gasparin, mulher do ator, conversou com o site e falou que o quadro dele é gravíssimo e que o ator de 92 anos está respirando com a ajuda de aparelhos. “A pneumonia é grave pois ele é muito idoso e tem problemas de pulmão crônicos. São nove anos de luta desde o AVC. Os médicos dizem que o quadro é gravíssimo, porém estável. Fico preocupada porque é a primeira vez que ele é entubado” disse ela. Dória passou os últimos nove anos de cama por causa de um derrame cerebral.

Dória passou os últimos nove anos de cama por causa de um derrame


8

Sábado - 5 a 8 de outubro de 2013

Comunidade

Edição 1532 –

Brasileiros se revoltam contra a escalada da violência no bairro do Ironbound Apelo às autoridades

Na noite do dia 30 de Outubro será realizada outra reunião pública sobre a falta de segurança no bairro do Ironbound

F

amoso por seus restaurantes variados e comércio vibrante, nos últimos anos, aumenta a violência no Ironbound, o popular bairro onde se concentra a população de língua portuguesa na cidade de Newark (NJ). Como uma verdadeira rede informal de informações, circulam com cada vez frequência entre os moradores da região histórias relatando casos de moradores que foram assaltados, agredidos ou tiveram seu apartamento arrombado e saqueado por criminosos. Resignados, muitos deles não denunciam os crimes às autoridades locais, pois temem a possibilidade de deportação, enquanto outras vítimas acham que “não vale à pena” chamar a polícia porque o dinheiro roubado foi pouco ou a joia e os aparelhos celulares levados pelos ladrões não tinham muito valor. Entretanto, enquanto o silêncio paira, a escalada da criminalidade continua a toda velocidade, alterando o hábito de inúmeros residentes no Ironbound, temerosos de se tornarem a próxima vítima.

Perigo a toda hora Frequentemente, entregadores de comida dos restaurantes locais (delivery) têm suas bicicletas roubadas, se não as trancarem com cadeado, e, ao cair da noite, as pessoas preferem utilizar os serviços de taxi do que arriscar e caminhar pelas ruas escuras e desertas do bairro. Há poucas semanas, um entregador de comida foi covardemente agredido por um grupo de adolescentes afroamericanos, na esquina das ruas Van Buren e Market, quando saía da casa de um amigo, após assistir um show de luta livre pela televisão. O incidente ocorreu pouco depois da meia-noite e a vítima levou socos e pontapés na cabeça e teve a visão do olho esquerdo comprometida. Uma matéria publicada recentemente no BV abordou casos em que brasileiros entregadores de comida mudaram o horário de trabalho para o dia em virtude da onda de assaltos ocorridos durante a noite. Há aproximadamente 2 semanas, o vendedor ambulante, conhecido como “Poly o Rei da Linguiça”, foi esfaqueado por 2 ado-

Vera Reis publicou um pôster de indignação à onda de violência que assola o Ironbound

lescentes afro-americanos durante um assalto, quando retornava para casa depois de um dia de trabalho, nas proximidades das ruas Thomas e South, também no bairro.

Grupo de ladrões atua na região Poucas horas antes do incidente envolvendo o “Rei das linguiças, aproximadamente às 5 horas da tarde, o encanador Thiago Guedes, de 28 anos, natural do Rio de Janeiro, residente em Lyndhurst (NJ), também foi atacado por 3 jovens afro-americanos, com idade entre 16 e 18 anos, e recebeu uma facada em uma das pernas. O ataque ocorreu na esquina das ruas Pacific e Vesey, também no Ironbound, ou seja, a poucos quarteirões de distância das ruas Thomas e South. Segundo Guedes, ele retirava peças de caminhonete para executar um trabalho na área, quando os três agressores passaram correndo por ele e um deles perguntou-lhe em inglês: “O que você está olhando?” E exigiu: “Dê-me o seu telefone!” O brasileiro recusou-se a entregar o aparelho, então, um dos ladrões sacou uma faca e tentou golpeá-lo no abdômen, fazendo com que ele corresse e entrasse em sua caminhonete, quando um deles indagou-lhe: “Você é muçulmano?” Então, Thiago respondeu: “Eu sou cristão, acredito em meu Deus”. Parecendo transtornado, o agressor desferiu uma facada na perna do brasileiro e fugiu com outros dois delinquentes em direção ao

conjunto habitacional (Project), localizado na South St. Quando a viatura policial chegou ao local para apurar o incidente, Thiago rondou com os policiais pela vizinhança na esperança de localizar os ladrões, sem obter sucesso. Segundo o brasileiro, os policiais não preencheram o boletim de ocorrência policial (BO) e evitaram entrar no conjunto habitacional em busca dos suspeitos, alegando que “necessitavam de reforços” para fazer isso. “Desculpe a expressão, mas o bairro está uma porcaria e isso não vem de agora. Um amigo meu, que também é encanador, foi sequestrado, o agrediram com um bastão de baseball e roubaram todas as suas peças. Não tem hora, pode ser de manhã, tarde ou noite”, desabafou Guedes, que residiu no Ironbound, antes de se mudar para Lyndhurst. “A gente sai de Newark, mas Newark não sai da gente, pois sempre estamos aí para comer uma comidinha brasileira ou comprar remédios, mas está ficando cada vez mais difícil. Vai chegar a hora em que todos vão embora e isso vai prejudicar até o comércio. As autoridades devem fazer alguma coisa”, acrescentou ele. Quando retornou ao local onde foi atacado para pegar sua caminhonete, Thiago foi informado por um comerciante que, horas antes, um imigrante hispânico havia sido gravemente agredido pelo mesmo trio de delinquentes.

Se caminhar à noite pelas ruas do Ironbound é perigoso, nem as residências estão seguras durante o dia, pois o período de 11 horas da manhã e 3 horas da tarde tornouse o horário preferido dos ladrões para arrombar residências na área, porque sabem que seus moradores estarão no trabalho e as crianças nas escolas. Recentemente, uma família brasileira residente na Pennington St. teve a casa arrombada e todos os seus pertences roubados. A fotógrafa Vera Reis, natural de São Paulo, postou no site de relacionamentos Facebook um pôster de indignação à onda de violência que assola o Ironbound. Na página eletrônica, ela pede aos seus amigos internautas para compartilhem a mensagem. “Tenho ouvido muitas pessoas reclamarem, portanto, sinto que a violência está cada vez mais próxima de mim. São casas arrombadas, pessoas assaltadas, carros roubados, enfim, a situação está cada vez pior. Foi como um pedido de socorro”, disse Reis sobre a postagem no Facebook. “Trabalho e moro no bairro, portanto, percebo que a situação está piorando cada vez mais”. No início de junho desse ano, o vereador da zona sul da cidade, Ras Baraka, candidato à prefeitura de Newark, acusou o atual prefeito Cory Booker de não cumprir a promessa de contratar 50 novos policiais para a cidade e criticou um plano da administração da Polícia em contratar 100 civis para ajudarem a combater a criminalidade durante o último verão. A região sob a jurisdição de Baraka sofreu 12 homicídios nos primeiros 5 meses de 2013, publicou o portal online NJ.com, um dos piores índices do ano. “Tem de haver um plano sobre quando e como nós vamos trazer esses policiais de volta”, disse ele. Onda de violência assola toda a cidade O vereador também criticou a liderança atual e passada da polícia local. Ele citou a decisão tomada pelo antigo diretor de polícia, Garry McCarthy, de fechar a Academia de Polícia, uma ação que, segundo ele, sabotou as tentativas de contratar novos policiais. Além disso, ele alegou que o plano do diretor de polícia, Samuel DeMaio, de contratar 100 civis para patrulhar a região e atuar como carcereiros não adiantaria nada no combate à criminalidade durante os meses de temperatura alta, quando dispara o índice de homicídios e assaltos na cidade. No verão, as escolas estão vazias e, consequentemente, as ruas mais movimentadas com pedestres, que se tornam alvos mais numerosos para os criminosos. “Eu não me oponho a colocar civis para trabalhar, entretanto, nós precisamos de policiais”, disse Baraka na ocasião. “Nós precisamos dos 100 policiais que foram mencionados na Prefeitura e uma data exata de quando isso irá acontecer”.

Reunião pública contra o crime

A reunião teve a presença de Richard Perez, capitão do 3º Batalhão, detetive Michael Silva, residentes e ativistas comunitários, entre eles a brasileira Ana Oliveira

Durante a reunião pública realizada no final de setembro, residentes escutaram atentamente as autoridades locais

Na noite de quarta-feira (30), será realizada outra reunião pública sobre a falta de segurança no bairro pelo grupo Ironbound Neighborhood Crime Watch na paróquia da Igreja Nossa Sra. do Monte Carmelo, na 259 Oliver St., em Newark (NJ). O encontro contará com a presença de autoridades locais e é aberto a todos os interessados.


– Edição 1532

Comunidade

Sábado - 5 a 8 de outubro de 2013

9

Agora é oficial: Assinada lei que concede carteira a indocumentados na Califórnia O Governador Jerry Brown assinou a proposta AB-60 na quinta-feira (3), na sede da Prefeitura de Los Angeles

N

a quinta-feira (3), o Governador Jerry Brown assinou um projeto de lei que permitirá que milhões de imigrantes indocumentados tenham acesso à carteira de motorista na Califórnia. Acompanhado de ativistas defensores dos direitos dos imigrantes, líderes comunitários, autoridades de segurança e legisladores locais, Brown assinou a “Proposta da Assembleia 60” (AB60), na sede da Prefeitura de Los Angeles. A nova lei concede a carteira de motorista à qualquer pessoa que for aprovada nos testes escritos e práticos, independente do status migratório. Antes de 1993, o status migratório não fazia parte dos requisitos para se adquirir o documento. “Esta proposta permitirá que milhões de pessoas cheguem ao trabalho com segurança e de forma legal. Esperamos que isso envie uma mensagem a Washington-DC que a reforma migratória é um assunto que já passou da hora”, disse Jerry. Há muito tempo ativistas vinham pressionando para uma mudança nas leis da Califórnia, para que os indocumentados pudessem dirigir sem o receio de serem parados e multados, o que poderia terminar em deportação. Entretanto, oponentes alegam que a nova lei concede privilégios às pessoas que burlaram as leis e, portanto, representa um tipo de anistia. Durante entrevista, críticos disseram ao apresentador do canal local KNX 1070, Tom Reopelle, que a decisão de Brown também sabota leis federais de imigração ao tornar possível viver nos EUA de forma indocumentada e até mesmo representar perigo à segurança nacional. “O estado da Califórnia realmente não sabe quem são essas pessoas”, disse Ira Melman, do grupo Federação para a Reforma Migratória. “As pessoas chegam aqui com documentações que não podem ser verificadas pelo Estado ou Governo Federal dos EUA e eles (autoridades) estão entregando-lhes documentos”. As novas carteiras de motorista não serão consideradas documentos federais de identificação e terão o layout diferente dos documentos convencionais. Calcula-se que tais carteiras comecem a ser emitidas a partir de 1 de janeiro de 2015. A Califórnia tornou-se o 10º estado a permitir que imigrantes indocumentados apliquem para carteiras de motorista. O Distrito de Columbia também o permite. Inicialmente, Brown havia se oposto a tornar disponível o documento aos indocumentados, mas mudou de opinião depois que a proposta de reforma migratória ampla parou na Câmara dos Deputados, depois de ter sido aprovada no Senado em junho desse ano. Outro projeto de lei controverso, o TRUST Act, que restringe agentes carcerários de manterem detidos imigrantes sem antecedentes criminais sérios em nome das autoridades federais de imigração, aguarda para ser transformado em lei ou vetado até 13 de outubro. Ano passado, o governador havia vetado uma proposta similar, mas o seu autor, o membro da Assembleia Estadual,

“Esperamos que isso envie uma mensagem a Washington-DC que a reforma migratória é um assunto que já passou da hora”, disse Jerry Brown

Tom Ammiano (D-San Francisco), concordou em efetuar mudanças sugeridas por Brown. Discursando nos degraus da Prefeitura de Los Angeles, o governador disse que a nova lei tornará as estradas no estado mais segu-

ras ao exigir que os novos motoristas licenciados adquiram apólices de seguro e sejam submetidos a testes de direção. “Não haverá mais pessoas indocumentadas nas sombras”, disse Brown. “Eles estão

vivos e bem e são respeitados no estado da Califórnia”, disse o Governador. A AB-60 exige que o Departamento de Veículos Auto Motores (DMV) comece a emitir os documentos aos indocumentados a partir de 1 de janeiro de 2015. As carteiras apresentação um símbolo ou marca que as distinguirão dos documentos convencionais, uma exigência feita por uma lei federal aprovada depois dos atentados terroristas no país. O membro da Assembleia, Luís Alejo m(D-Watsonville), apoiador da lei AB-60, e o membro do Conselho Municipal de Los Angeles, Gil Cedillo, um ex-legislador estadual que apoiou proposta similar em meados da década de 90, elogiou Brown por assinar o projeto de lei e frisar que “já passou da hora”. Além disso, Alejo considerou a nova lei uma “medida histórica” e Cedillo acrescentou que ela “abre uma janela de oportunidades que estava anteriormente fechada para milhões de californianos em 1993”. Neste mesmo ano, o Senador Al Alquist (DSan José), apoiou uma lei que todos candidatos à carteira de motorista devam apresenta o número do Seguro Social como prova de “residência legal” no país. Na ocasião, Alquist alegou que os indocumentados estava utilizando suas carteiras para solicitarem ilegalmente ajuda da Previdência Social e outros benefícios governamentais. Entretanto, César Juarez, antigo diretor do Services, Immigrant Rights & Education Network, um grupo sediado em San José conhecido como SIREN, recusou a ideia de que as carteiras seriam utilizadas para qualquer outra coisa que não fosse dirigir legalmente pelas estradas da Califórnia. Juarez disse que ele próprio e sua mãe estarão entre os 1.4 milhão de indocumentados que planejam solicitar o documento em virtude da nova lei. “A minha mãe vive aqui há mais de 20 anos e precisa da carteira de motorista para ir ao trabalho, mas sempre teve receio das consequências”, comentou César. “Essa lei é o alívio para o stress que ela sofria”.


10

Sábado - 5 a 8 de outubro de 2013

Comunidade

Edição 1532 –

Cinzas de mineiro Ex-prefeito Sharpe James apoia Booker encontrado morto serão em disputa ao Senado enviadas ao Brasil

N

“Newark tem dado a ele um senso de responsabilidade e humildade que o ajudará no Senado e na compreensão das necessidades de todos os residentes em Nova Jersey”, comentou James sobre Booker

Sharpe, que manteve uma relação tempestuosa com Booker durante vários anos, afirmou que o seu apoio era sério

Q

uando circularam rumores de que Sharpe James, ex-prefeito de Newark (NJ), apoiaria Cory Booker, seu antigo oponente e prefeito atual da cidade, na disputa ao cargo vago no Senado depois da morte do Senador Frank Lautenberg, inúmeros eleitores demonstraram surpresa. “Ele seria um grande Senador para Nova Jersey”, disse James, segundo o PolitckerNJ. “Que outro senador que você conhece senta no sofá da Oprah e depois participa dos shows de Jimmy Fallon e Conan (O’Brian)?” Entretanto, Sharpe, que manteve uma relação tempestuosa com Booker por vários anos, afirmou que o seu apoio era sério. “O Prefeito Booker é tremendamente mais qualificado que o seu oponente incluindo qualificações, articulação e presença”, disse James ao jornal The Star Ledger. Booker concorre ao Senado contra o republicano Steve Lonegan, ex-prefeito de Bogotá (NJ), em uma eleição especial que acontecerá em outubro para preencher a vaga deixada em decorrência do falecimento de Lautenberg. “Newark tem dado a ele um senso de res-

ponsabilidade e humildade que o ajudará no Senado e na compreensão das necessidades de todos os residentes em Nova Jersey”, comentou James sobre Booker. Ainda assim, James, que já foi um dos principais críticos no início da carreira política de Booker na maior cidade do Estado Jardim, não deixou de fazer uma observação. “Ele nunca estava feliz em ‘pôr as mãos na massa’, as exigências diárias do governo local. Entretanto, ele será excelente como membro do Senado no lançamento de ideias, legislações e atividades que melhorarão Nova Jersey e a América”, disse James. “Ele fará NJ orgulhosa e trará benefícios para nós”. Após derrotar a administração James na luta por uma vaga no Conselho Municipal em 1998, Booker não escondeu que visava o cargo de prefeito na ocasião. Sharpe acusou Booker de “estrangeiro” e “queridinho de Hollywood”, mas não foi páreo para o candidato formado em Yale, em 2002. Em 2006, James enfrentou problemas com a Justiça e não concorreu à reeleição. Booker foi eleito a prefeito com a maioria dos votos. Ambos mantiveram uma relação distante desde então, se aproximando novamente quando James saiu da penitenciária federal em 2010, após servir 18 meses por privar Newark de serviços honestos ao vender um terreno público por US$ 46 mil para sua ex-namorada, que então o revendeu por aproximadamente US$ 660 mil.

a sexta-feira (4), foi cremado o corpo do instalador de azulejos Altamirano Silva, de 55 anos, natural do município de Ipatinga, interior de Minas Gerais, residente na cidade de Lafayette, Louisiana, e, a pedido de seus familiares, as cinzas serão enviadas ao Brasil. Os parentes do imigrante brasileiro só foram localizados dois dias depois de sua morte, ocorrida em 24 de setembro, através das redes sociais na internet, em 26 de setembro. O antigo patrão de Silva, Thiago Silva, com quem ele trabalhou aproximadamente 1 ano e meio, generosamente arcou com as despesas da cremação. Na manhã de terça-feira (24), o corpo de Altamiro Silva, de 55 anos, natural de do município de Ipatinga, no interior de Minas Gerais, foi encontrado no banheiro da casa onde ele alugava um quarto em Lafayette, Louisiana. Após várias buscas na internet, especificamente no website Facebook, foi encontrada a família do brasileiro. Conforme os poucos amigos, Silva era especialista na instalação de pisos e revestimentos de cerâmica e falava muito pouco sobre a sua família em Minas Gerais. As autoridades locais detalharam que ele alugava um quarto na residência de uma família de origem hispânica, que estranhou o fato de a porta do banheiro estar trancada tanto tempo. Preocupados, os moradores arrombaram a porta e encontraram o corpo de Al-

Altamiro Silva era especialista na instalação de pisos e revestimentos de cerâmica e falava muito pouco sobre a sua família em MG

tamiro já sem vida na banheira. Recluso, Silva tinha poucos amigos e sequer o seu patrão sabia mais detalhes sobre sua vida. Ele costumava frequentar as poucas lojas de produtos brasileiros em Lafayette e evitava falar de si mesmo. O motivo da morte do brasileiro não foi identificado.


– Edição 1532

Comunidade

Sábado - 5 a 8 de outubro de 2013

11

Carne estragada pode ter provocado morte de pastor evangélico Na quinta-feira (3), Júlio César Luz Neris, de 51 anos, foi sepultado no Cemitério Edgell, em Framingham (MA)

A

pós passar vários dias internado no Hospital Municipal de Quincy (MA), morreu no sábado (28) o pastor evangélico Júlio César Luz Neris, de 51 anos, natural do Rio de Janeiro, residente em Framingham (MA). Segundo fontes locais, o líder religioso começou a sentir-se mal em 7 de setembro, depois de ter ingerido uma carne que poderia estar estragada. A autopsia foi realizada na terça-feira (1) e seus familiares ainda aguardam a divulgação do laudo médico pelas autoridades. A intoxicação alimentar ou gastrintestinal, geralmente, é o resultado de uma reação à comida ou à agua contaminadas durante o preparo, manipulação ou armazenamento dos alimentos. Os elementos contaminantes mais comuns são as bactérias, especialmente a salmonela. Outros agentes incluem os vírus, os parasitas (vermes) e as toxinas. A intoxicação alimentar normalmente conduz a um desconforto gastrintestinal severo que é acompanhado de cólicas abdominais, vômitos e diarreia. A intoxicação alimentar, embora comum, frequentemente pode ser prevenida facilmente. Calcula-se que 85% das comidas es-

Júlio César fundou seu próprio ministério religioso e destacou-se na música gospel, tocando piano, violão e saxofone, chegando a gravar dois CDs

tragadas podem ser evitadas controlandose o preparo dos alimentos, seguindo-se as normas de higiene. Normalmente, a intoxicação alimentar melhora dentro de 1 ou 2 dias. Porém, em alguns casos, a intoxicação alimentar é bastante perigosa. Nos EUA, a intoxicação gastrintestinal resulta em mais

de 300 mil hospitalizações e a cada ano causa 5 mil mortes. Filho do casal América A. da Luz Neris, também residente em Framingham (MA), e Eloy Castro Neris, já falecido, Júlio César era casado com Marizete Silva Neris há 27 anos e ministrava na região da Nova Inglaterra.

Em 1979, ele graduou-se no Colégio Santa Mônica na capital fluminense e recebeu o diploma de Bacharel em Direito pela Sociedade Unificada de Ensino Superior e Cultura (SUESC) e concluiu mestrado na Universidade Gama Filho, além de conquistar o diploma de bacharel em Teologia na Faculdade de Gordon, em Boston (MA). Após graduarse em Direito, ele passou no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e tornou-se advogado, segundo o portal online da casa funerária Fitzgerald & Collins. Depois que se mudou para os Estados Unidos com a família, Júlio César fundou seu próprio ministério religioso e destacou-se na música gospel, tocando piano, violão e saxofone, chegando a gravar dois CDs. Nas horas vagas, ele se dedicava à fotografia, futebol e mantinha um blog online. Ele era popular na comunidade brasileira pelo entusiasmo e amor à vida. Cidadão norte-americano naturalizado, ele era figura ativa na política local. Além da esposa e mãe, Júlio César deixou 3 irmãos, Carlos Neris, residente em Framingham (MA), Marco e Mário Neris, moradores em Brasília (DF), e uma irmã, Maria Neris, além de tios e sobrinhos, entre eles Rebecca N. Rezende e Carlos Neris Jr., todos residentes em Framingham. O culto fúnebre ocorreu na quarta-feira (2) e o sepultamento aconteceu na quintafeira (3), no Cemitério Edgell, em Framingham. O velório foi organizado pela funerária Fitzgerald & Collin, localizada em Marlborough (MA).


12

Sábado - 5 a 8 de outubro de 2013

Comunidade

Edição 1532 –

Democratas na Câmara dos Deputados apresentam nova reforma migratória Legisladores alertaram de um possível colapso político se os republicanos da Câmara evitarem votar no projeto de lei

N

a quarta-feira (2), membros democratas da Câmara dos Deputados apresentaram uma proposta migratória que permite a legalização dos estimados 11 milhões de imigrantes indocumentados que vivem nos EUA e aumenta a segurança nas fronteiras. Desta vez, os legisladores alertaram de um possível colapso político se os republicanos da Câmara evitarem votar no projeto de lei. A nova proposta combina elementos do projeto de lei aprovado pelo Senado em junho desse ano com uma lei que específica visando a segurança das fronteiras aprovada com unanimidade pelo Comitê do Departamento de Segurança Interna (DHS) em maio. A maioria dos republicanos na Câmara é contra a abordagem ampla do tema migratório e muitos deles questionam a legalização que pessoas que burlaram as leis. A líder da minoria, Nancy Pelosi (D-CA), e mais de uma dúzia de democratas, disseram estar prontos para votarem em uma reforma ampla do sistema migratório do país. Falando em inglês e espanhol, o Deputado Joe Garcia (D-FL), disse que a proposta não é perfeita, mas encorajou os republicanos a analisa-la. “Republicanos como Ronald Reagan e George Bush uniram-se a John McCain em prol da reforma migratória”, disse Garcia aos repórteres durante uma conferência de imprensa realizada no Capitólio. “Não há razão porque os nossos colegas republicanos não possam usar sua liderança e trajetória na aprovação de uma proposta migratória”. Embora líderes republicanos da Câmara aleguem que desejam resolver o assunto, que já se tornou um verdadeiro peso político ao Partido Republicano (GOP), muitos deles têm demonstrado pouca inclinação em resolvê-lo. O polêmico

Nancy Pelosi disse que a proposta dos democratas na Câmara não representa “um desafio” ao porta-voz John Boehner (R-Ohio), mas sim “uma sugestão”

tema já relegado ao segundo plano na agenda legislativa mesmo antes do impasse que provocou a paralisação do Congresso essa semana. Uma audiência sobre imigração agendada para ocorrer na terça-feira (1) foi suspensa no que passou a ser considerado o primeiro dia do colapso governamental. Em consequência, é cada vez mais incerto se a Câmara liderada pelos republicanos passará uma legislação que permita a formação de bases para um acordo final com o Senado, controlado pelos democratas. Os democratas da Câ-

mara sinalizaram que a ausência de uma lei pode, ao invés disso, ser uma questão política. O congressista Joaquim Castro (D-TX) destacou a coalisão rara entre evangélicos, empresários e sindicalistas que apoiam uma reforma migratória. “Se isso não acontecer, será um verdadeiro erro para os republicanos da Câmara não escutarem a população norte-americana para agirem”, disse Castro. A proposta aprovada no Senado, que possui o forte apoio da Casa Branca, inclui a verba de bilhões de dólares destinados à segurança nas fronteiras, a reforma do sistema migratório de forma que permita a entrada de milhares de trabalhadores altamente qualificados e de baixa renda, além da rota de 13 anos que permita a conquista da cidadania para os 11 milhões de imigrantes indocumentados no país. A proposta dos democratas da Câmara acelera os dispositivos de segurança na fronteira e substitui a versão apresentada pelo DHS. Este projeto de lei, apoiado por republicanos conservadores e democratas liberais, exigiria a secretaria do Departamento de Segurança Interna desenvolver uma estratégia que visa conquistar controle operacional das fronteiras no prazo de 5 anos e um plano de implantação dessa estratégia. Além disso, ele também exige que o Departamento de Reponsabilidade Governamental (GAO) supervisione as ações tomadas. A proposta não exige novos gastos, ao contrário do projeto de lei aprovado pelo Senado que libera a verba de US$ 46 bilhões em aviões sem pilotos (drones), helicópteros e outras tecnologias, o dobro de patrulheiros lotados nas fronteiras com o México e centenas de milhas de novas cercas. Pelosi disse que a proposta dos democratas na Câmara não representa “um desafio” ao porta-voz John Boehner (ROhio), mas sim “uma sugestão”. O Congressista Steve Hosford (D-Nev.) expressou a esperança de que a “obstrução tóxica” em Washington-DC não mate a oportunidade da aprovação de uma lei migratória.


– Edição 1532

www.BrazilianVoice.com

Sábado - 5 a 8 de outubro de 2013

13


14

Sábado - 5 a 8 de outubro de 2013

Comunidade

Edição 1532 –

Xerife “caçador de ilegais” é investigado em caso de preconceito racial O Condado de Maricopa, com mais de 3.8 milhões de residentes, é o mais populoso do Arizona

N

a quarta-feira (2), um juiz federal no Arizona determinou que o xerife do Condado de Maricopa, Joe Arpaio, colabore com um painel escolhido pelo Tribunal em uma ação judicial que exige que sua administração tenha combatido supostas práticas discriminatórias. A decisão termina, por enquanto, a ação judicial por preconceito racial, decorrente depois que um policial do xerife parou um operário diarista nas proximidades de Cave Creek, Arizona, em 2007, e detalha as medidas que Arpaio deverá tomar. O Juiz Distrital Murray Snow determinou em maio que a administração do xerife agiu

Nos últimos anos, o Xerife Joe Arpaio, do Condado de Maricopa, adquiriu fama nacional por combater a imigração ilegal em sua jurisdição

com discriminação durante os seus esforços em fazer cumprir as leis migratórias e que seus advogados e da American Civil Liberties (ACLU) passaram meses negociando um acordo baseado nas conclusões de Snow. Os advogados de Arpaio resistiram a ideia de um órgão monitor escolhido pelo Tribunal e o envolvimento da comunidade no caso. As determinações de Snow especificam os papéis do monitor e da comunidade e detalha algumas das ações internas que o xerife deve efetuar para demonstrar obediência às ordens, incluindo a criação de uma “unidade de implantação”, que servirá como ligação entre a ACLU, o monitor e o escritório do xerife. O Condado de Maricopa, com mais de 3.8 milhões de residentes, é o mais populoso do Arizona e abriga a maior cidade do estado, Phoenix. O escritório do xerife evitou comentar o caso e transferiu as perguntas ao advogado de defesa do órgão, Tim Casey, que adiantou a apresentação de uma apelação judicial à decisão de Snow. Enquanto isso, a administração cumprirá as ordens judiciais. Arpaio tem tentado cumprir algumas das determinações, como a criação de um cargo destinado às relações comunitárias, entretanto outras, como a instalação de câmeras de vigilância em todas as viaturas em todas as viaturas, demorará mais tempo. Casey alegou que o escritório do xerife estava satisfeito com o papel do monitor, como determinou Snow, que coloca o especialista escolhido pelo Tribunal na posição de revisar as políticas do órgão, protocolos, treinamentos e ações posteriores, caso o órgão cumpra com as determinações judiciais. “O xerife ainda continua totalmente em controle (da administração do Condado de Maricopa), ele ainda determina as políticas, os programas e decide sozinho determinados casos e situações”, disse Casey. “O monitor não possui poder de veto nenhum em qualquer decisão de segurança”. Dan Pochoda, diretor legal da ACLU do Arizona, rebateu que os reclamantes nunca pediram que o monitor substituísse Arpaio, mas sim alguém que pudesse investigar todo o material de treinamento do xerife e os dados que o órgão deverá coletar em virtude da decisão judicial para garantir que as violações constitucionais do passado não se repitam no futuro. “Eu realmente acho que eles (administração Arpaio) precisavam dessa decisão judicial, pois parece até que ocorreram algumas mudanças, algumas que têm a ver com outros fatores”, disse ele. “Entretanto, eu acredito que ainda existe de forma considerável uma cultura que leva à discriminação e alguns estereótipos relacionados aos latinos e mexicanos. Isso não muda do dia para a noite e sequer é fácil”. A decisão judicial inclui a suspensão da política de deter pessoas nas ruas somente baseado na suspeita de que o indivíduo esteja “ilegalmente presente” no país, mesmo que ele não tenha cometido qualquer outro delito. A determinação também proíbe que os policiais realizem paradas no tráfego como “pretexto” para investigarem o status migratório das pessoas, assim como paradas por luzes de alerta queimadas ou quebradas para interrogar o motorista e seus passageiros sobre seu status migratório; um símbolo das controversas batidas migratórias de Arpaio. O magistrado determinou que o escritório do xerife contratasse um interino bilíngue para servir como interação com a comunidade. Além disso, a ordem judicial cria um painel de conselho formado por 6 membros da comunidade, sendo 3 deles escolhidos por Arpaio e os outros 3 pela ACLU, que deverão se reunir 3 vezes ao ano para garantir o diálogo entre a administração do xerife e líderes comunitários.


– Edição 1532

Comunidade

Brasileiro estudante de Medicina desaparecido na Flórida é localizado na Virgínia

Sábado - 5 a 8 de outubro de 2013

15

Salada de beterraba com agrião e ovos cozidos

Você não pode errar com esta salada, a combinação de beterraba com ovo cozido, agrião e endro fresco envolvidos no vinagrete é um dos simples prazeres da vida.

Ingredientes: 4 a 6 porções Joseph Jr. contatou sua mãe, Aildenise de Almeida Broudeau, da Virgínia. Ele possui uma tatuagem das armas nacionais do Brasil no lado esquerdo do peito

Joseph Anthony Boudreau Jr., de 25 anos, filho de uma imigrante brasileira, estava sumido desde sexta-feira (27)

D

esde a manhã de sexta-feira (27), parentes buscavam o paradeiro do estudante de Medicina Joseph Anthony Boudreau Jr., de 25 anos, natural de Boston (MA), filho de uma imigrante brasileira, residente em Deerfield Beach (FL), que desapareceu após comparecer à uma entrevista de emprego em Fort Lauderdale (FL). O jovem havia sumido entre às 9 horas da manhã e 1 hora da tarde e, na ocasião, trajava calças compridas de cor preta e camisa branca. Joseph procurava um emprego de meio período para se sustentar e ajudar nas despesas com a universidade. Aparentemente, na manhã de quarta-feira (2), o drama teve um desenrolar feliz, depois que o jovem entrou em contato por telefone com sua mãe, Aildenise de Almeida Boudreau, e relatou que estava na Virgínia.

Entenda o caso: No início da semana, familiares do jovem comunicaram o seu desaparecimento às autoridades locais e, inclusive, sua irmã, Michele Nunes, havia encontrado seu carro, documentos e telefone celular próximos ao local onde ele foi para a entrevista de trabalho, na West Commercial Blvd., em Fort Lauderdale. Joseph possui a irmã e outro irmão que moram próximo à sua residência, em Deerfield Beach, e sua mãe, Aildenise, reside no Brasil, mas havia retornado aos Estados Unidos para acompanhar de perto as buscas pelo filho. Na ocasião, Michele acrescentou que Joseph não aparentava estar fisicamente e

mentalmente bem, pois reclamava de dores no abdômen, parecia desanimado e não se alimentava direito. No mesmo dia em que desapareceu, o jovem visitou duas clínicas de saúde, sendo que a primeira não o atendeu, pois não havia um médico no plantão, então, foi recomendado que ele fosse a um hospital. Já a segunda clínica não o atendeu porque ele não portava documentos de identificação. Conforme investigações, ele deu entrada no Hospital North Broadway, onde foi tratado por desidratação e má nutrição. O relatório médico do hospital indicou que ele foi liberado após ter estado 5 horas em observação. Na ocasião, ele teria dito que deixaria o local em companhia de sua mãe, um fato negado na ocasião por seus irmãos, pois Aildenise ainda estava no Brasil. Preocupada, Michele divulgou o desaparecimento de Joseph em websites de relacionamentos na internet, especificamente o Facebook, na esperança de que alguém na região pudesse tê-lo visto. As autoridades locais iniciaram buscas e incluíram o jovem no cadastro de pessoas desaparecidas. Seus familiares especularam que ele pudesse estar sofrendo de depressão ou ansiedade, portanto, necessitando de atenção médica. Na tarde de quarta-feira (2), Michele postou no Facebook que Aildenise havia se comunicado com Joseph e que ele estava na Virgínia. A jovem não especificou mais detalhes sobre como o seu irmão foi repentinamente parar em outro estado. Em 29 de junho de 2010, o campus da Universidade Hodges em Fort Myers, no sul da Flórida, incluiu o nome de Joseph Jr. na lista de honra online (Dean List) de alunos cuja média de notas, conhecida nos EUA como “GPA”, é acima de 3.5 pontos, cujo limite nacional é 4.

Vinagrete ¼ de xícara (50 ml) de vinagre (usei vinagre de maçã) 1 a 2 colheres (chá) de açúcar 1 dente de alho amassado 1 colher (sopa) de mostarda Sal e pimenta-do-reino a gosto ⅓ de xícara (75 ml) de óleo próprio para salada 4 a 5 colheres (sopa) de azeite de oliva 1 colher (sopa) de endro fresco picado

Salada 3 a 4 beterrabas cozidas, descascadas e cortadas em cubos 1 a 2 maços de agrião, bem lavados e escorridos 2 ovos cozidos duros, cortados em cubos ou picado grosseiramente

Modo de Preparo Vinagrete: Em uma tigela pequena, bata o vinagre com o açúcar, o alho, a mostarda, o sal e a pimenta. Aos poucos, sempre batendo, adicione o óleo até que o molho fique homogêneo. Em seguida, despeje o azeite devagar em fio firme e bata até que o molho engrosse levemente. Adicione o endro picado e misture; verifique o sal. Deixe de lado.

Salada: Em uma tigela grande, coloque o agrião, regue com um terço do molho e misture delicadamente. Arrume-os em pratos individuais (4 ou 6). Em uma outra tigela grande,

coloque os cubos de beterraba e adicione mais um terço do molho, ou a gosto e também misture delicadamente. Distribua a beterraba em porções iguais, entre os pratos com o agrião. Espalhe os ovos cozidos por cima e regue com o restante do vinagrete. Sirva logo. Sugestão: escolha beterrabas novas com o mesmo tamanho, assim elas cozinharão por igual. Dica: cozinhe as beterrabas, deixe esfriar completamente e leve a geladeira, no dia seguinte, descasque-as (use luvas descartáveis). Corte-as em cubos e prepare a salada.


16

Sábado - 5 a 8 de outubro de 2013

Newark in Foco

Edição 1532 –

verareis@brazilianvoice.com

Parabéns à amiga Cleiva Alakani pela passagem de seu aniversário nesta terça feira. Uma grande festa foi realizada no Casa Nova Grill para receber os cumprimentos de amigos. Aqui estamos com Cleiva, eu a filhota Karoline Landel e a amiga Kaira Costa. Através desta coluna venho expressar com sinceridade todo meu carinho, amizade e admiração pelo amigo João Vianna, criador do VEJATV.COM, pela passagem recente de seu aniversário. Desejo saude, sorte e muito sucesso, sempre ! Aqui ele é visto em companhia do Embaixador Luiz Felipe Seixas Correia.

A feira comunitária CLBA- Comitê das Lideranças Brasileras na América, em sua 6ª edição será realizada na Igreja Saint James domingo, dia 20 de outubro. Muitos profissionais estarão disponíveis no local oferecendo serviços com atedimento gratuito à todos os que comparecerem. Quem quiser agendar antedimento ou serviços,ou ainda saber melhores informações, deve chamar para o telefone 973 344-1644

Um alô todo especial aos meus amigos da churrasqueira do Brasilia Grill. Meninos trabalhadores e dedicados que fazem a diferença na hora do atendimento. Vocês são nota mil.

Pela primeira vez na América será realizado o concurso MISTER BRASIL USA. Vamos oferecer oportunidade também aos jovens brasileiros bonitos e talentoso que ingressem no caminho da moda, a nivel internacional. Também neste evento, que acontecerá dia 8 de novembro na Casa do Barsil em New York, iremos eleger a mais bela que representará a beleza brasileira na Ilha de Manhattan. Inscrições abertas pelo e-mail: verareis512@gmail.com e fone: 973 444-4466

Quem também recebe os cumprimentos pelo aniversário é a amiga Silvana Oliveira, que é vista na foto em companhia do maridão apaixonado Mango ( Indian Nights ) . Felicidades e sucesso sempre, à voce e aos dois!

Noite do Forró, Tem Boi na Linha: O Rei do Forró, Roberto Trevisan uniu-se ao cantor português Modesto Vieira e o DJ. Ricardo, para oferecer aos habitantes de Newark uma grande noite de Forró, com premiação aos melhores dançarinos. O evento será realizado no Clube dos Açores, sabado, dia 19 de outubro. O ingresso custa apenas $ 20 e estará a venda na OBA OBA Boutique e no Restaurante Sabor Unido ( 77 Jefferson Street )


– Edição 1532

Esportes

Sábado - 5 a 8 de outubro de 2013

17

Ex-atletas dizem que poderiam ter "comprado" vaga na seleção brasileira de Luxemburgo

A

polêmica sobre a convocação do volante Leomar para a seleção brasileira tem similares. Os exjogadores Vágner e Catanha disseram ao portal UOL Esporte que foram procurados por empresários que desejavam "vender" a eles uma vaga no time nacional no início de 2000. Eles não revelaram os nomes dos agentes. A seleção brasileira foi treinada por Vanderlei Luxemburgo naquele período. O discurso dos dois jogadores vai ao encontro de uma polêmica que veio à tona em abril deste ano, mas referente a um período seguinte ao de Luxemburgo, quando era Emerson Leão o técnico à frente do time nacional. Há cerca de seis meses, o presidente do Sport, Luciano Bivar, disse ter pago um "lobista" em 2001 para auxiliar na convocação do ex-volante Leomar, que acabou sendo chamado por Leão. Em entrevista ao UOL Esporte, o ex-atacante Catanha, hoje com 41 anos, revelou que até poderia ter tido chance na seleção brasileira caso pagasse uma quantia entre US$ 20 mil a US$ 30 mil a empresários. Ele afirma ter recusado e acabou por atuar pelos espanhois em 2000, após passar por um processo de naturalização. "Na época, a seleção brasileira era muito controlada. É um controle muito grande dos jogadores que atuam fora que não têm nome no Brasil. Querem uma porcentagem, querem dinheiro... eu só não fui porque queriam que eu desse dinheiro para ir para seleção brasileira", disse Catanha. "Ele (empresário lobista) falou isso comigo, que eu só iria para

Atacante brasileiro Catanha beija bandeira da Espanha em 2000, ao ser convocado

a seleção brasileira se depositasse um dinheiro importante. Acho que eram US$ 20 mil. Era pra ser convocado, entende?", continuou. Catanha afirma não saber se o então técnico da seleção na época do contato, Vanderlei Luxemburgo, sabia ou não da investida dos lobistas sobre ele. E diz não lembrar qual o nome dessas pessoas. O ex-atacante declarou que o mesmo ocorrera com o seu ex-companheiro de Celta de Vigo Vágner, meio-campista campeão da Libertadores de 1998 com o Vasco e do Paulistão de 2000 com o São Paulo. Questionado pela reportagem, Vágner admitiu ter sido alvo do mesmo lobby e explicou que a abordagem ocorreu quando ele

estava no São Paulo em 2000, pouco antes de se transferir para o Celta. Ele diz que foi pedido a ele R$ 80 mil. Na época, o time era comandado por Luxemburgo. O ex-jogador diz não ter conhecimento se o hoje treinador do Fluminense sabia da investida de lobistas. "Não sei (se Luxemburgo sabia ou não). Foram três pessoas, só posso te falar isso. Falaram que tinha time interessado em mim na Europa. Naquela época, para atuar em time na Inglaterra, você teria que jogar na seleção. Eles me falaram: 'você sendo convocado, a gente quer mais 5% além do que você já pagou. O resto, tudo é seu'. Falei: ´depois a gente conversa, pessoal´, e nunca liguei mais", explicou Vágner. Posteriormente, o volante foi convocado

por Leão para a disputa da Copa das Confederações de 2001. A competição foi a mesma disputada por Leomar. Segundo Vágner, ser chamado para aquela competição nada teve a ver com ação de lobistas. "Com o Leão não. Ele me convocou, junto com o Antônio Lopes (então coordenador técnico). Não foi nada disso", explicou. O UOL Esporte procurou as assessorias de imprensa da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) e de Luxemburgo, mas ambos não quiseram falar sobre o assunto. Já Emerson Leão disse que nem sequer se recorda de Vágner. "Pergunte para as pessoas que supostamente estão falando. Não sei de nada, não lembro de nada. Não tenho amizade com esse rapaz. Nem vou opinar. Não tenho conhecimento", disse Leão, que depois foi questionado sobre a convocação de Vágner para a Confederações . "E daí? Esquece, meu amigo. Não tenho nada a ver com isso e acabou". Luciano Bivar minimizou os exemplos de Catanha e Vagner ao argumentar que os jogadores acabam sendo facilmente alvo de empresários oportunistas. "Esses jogadores, eles ouvem canto de sereia. Todo dia acontece uma dessa e é conversa furada. Eu sou presidente do Sport pela sexta vez, o que eu vivi no futebol é impressionante", afirmou. "A grande maioria [das propostas], 99% é papo furado. Eu tenho 69 anos, isso acontece em qualquer grande clube. Quando eu era novo era muito comum, hoje ninguém mais tem coragem de fazer estas ofertas", completou o cartola.

Cruzeiro tem 95% de chances de título; São Paulo vê rebaixamento assustar O Flamengo se afastou da zona do descenso e agora soma 6% de chances de descenso

para 41%. Já o Vasco, antes com 58%, agora tem 39%. Quem pode celebrar é o Flamengo: após duas rodadas seguidas, o time rubronegro carioca se afastou da zona do descenso e agora soma 6% de chances de descenso. A Ponte Preta venceu o Botafogo em pleno Maracanã, mas, na sequência, foi derrotada por Náutico e Atlético-MG e, agora, tem 87% de chances de queda. Após o último domingo, esse risco era de 70%. Já o Náutico, que vem de quatro jogos sem derrotas - dois empates e duas derrotas - finalmente deixou os 99% de risco: são 98% agora.

A

manutenção dos 11 pontos de vantagem na liderança do Campeonato Brasileiro com a conclusão da 25ª rodada da competição deixou o Cruzeiro ainda mais próximo do título. Segundo o matemático Tristão Garcia, do site Infobola, a equipe celeste, de ótima campanha no Brasileiro, agora soma 95% de chances de confirmar o favoritismo que carrega e ser campeã. Seus três concorrentes, que antes da rodada somavam 5% de chances juntos, agora têm 4%. O Grêmio, que havia assumido a vice-liderança na 24ª rodada, manteve seus 3% de chances de evitar um título cada vez mais encaminhado para a Toca da Raposa. O Botafogo, que chegou ao quarto jogo sem vencer no Brasileiro, agora tem 1%, assim como o Atlético-PR. Apenas os quatro primeiros colocados têm chances de título. Já quando o assunto é disputa por uma vaga na Libertadores, dois times se destacaram na rodada. O Vitória, que ainda não foi derrotado no returno do Brasileiro, passou de 13% para 21% ao derrotar o Goiás. O Santos, por sua vez, agora soma 12%. Cruzeiro e Grêmio, com 99% e 90%, respectiva-

• O Atlético-MG já está garantido na Libertadores de 2014 por ser o atual campeão. Caso apareça entre os quatro primeiros do Brasileirão, o quinto colocado terá a vaga na competição.

O tricolor de Muricy Ramalho tem agora 41% de chances de cair para a Segunda Divisão

mente, estão muito próximo de alcançar esse objetivo.

Zona de rebaixamento Foram três vitórias em três jogos após o retorno de Muricy Ramalho e a esperança de

salvação cresceu para a torcida do São Paulo. No entanto, vieram três derrotas consecutivas na sequência e, como o Vasco somou quatro pontos nas últimas duas rodadas, o time tricolor voltou para a zona do rebaixamento. Os 31% de chance de queda passaram

• Se o vencedor da Copa do Brasil - torneio mata-mata que garante ao campão vaga na Libertadores - terminar o Brasileiro entre os quatro primeiros colocados, o quinto terá direito a uma vaga na competição sul-americana. • Se um time brasileiro ganhar a Copa Sui-Americana, porém, retira uma das quatro vagas na Libertadores via Campeonato Brasileiro. São Paulo, Bahia, Coritiba, Ponte Preta e Sport são os representantes do país no torneio.


18

Sábado - 5 a 8 de outubro de 2013

Esportes

Edição 1532 –

Justiça manda Facebook tirar do ar post que insinua que ex-jogador Raí é gay Atleta move processo contra jornalista desde julho do ano passado

A

Justiça de São Paulo determinou que o site Facebook retire do ar uma postagem em uma comunidade que insinua que o ex-jogador Raí é gay e que tem um caso com o apresentador Zeca Camargo. Além disso, a determinação da Justiça é para que o site de relacionamentos também “impeça a veiculação das informações pejorativas em face do autor”. A ordem do juiz Rodrigo Garcia Martinez, da 22ª Vara Cível de São Paulo, atende a um pedido feito no mês passado pelos advogados de Raí, e é parte de um processo por danos morais que o atleta move desde julho do ano passado contra a jornalista e colunista social Fabíola Reipert, contra o portal de internet R7 e contra o jornal O Dia, do Rio de Janeiro. Em julho de 2012, Raí entrou com uma ação na Justiça em virtude da publicação, no blog de Fabíola Reipert no R7, de notícias que insinuaram que o atleta teria um envolvimento afetivo com o apresentador da TV Globo Zeca Camargo. O ex-jogador pede uma retratação pública e uma indenização de R$ 10.000. Também pedia a retirada do ar das notícias já existentes. Até agora, as notícias foram retiradas do blog da jornalista e também do site do jornal O Dia, que tinha repercutido o post da blogueira do R7. A decisão final sobre o caso, porém, ainda não ocorreu, o processo segue

Jornalista insinuou que Raí teria um envolvimento afetivo com o apresentador da TV Globo Zeca Camargo

tramitando em primeira instância. Enquanto isso, no mês passado, os advogados de Raí inseriram novo pedido na causa, solicitando que fosse retirada de uma comunidade do Facebook uma postagem que abordava o assunto de maneira satírica.

Inicialmente, o juiz rejeitou o pedido e solicitou mais informações a respeito da demanda do ex-jogador. “Esclareça o pedido, pois não há alegação de que um dos réus teriam divulgado a notícia referente ao autor; e, a sociedade que utiliza o nome fantasia

“Facebook” não é parte no processo”, determinou a Justiça, no dia 15 de agosto. Os advogados de Raí, então, reformularam o pedido, desta vez esclarecendo que, de fato, o Facebook não era parte inicial no processo, mas que a postagem que estava publicada no site era diretamente ligada à nota publicada por Reipert, nota esta que a Justiça já fizera com que fosse retirada do ar. Assim sendo, alegaram os advogados de Raí, nada mais justo que solicitar ao Facebook, ainda que na qualidade de terceiro em relação ao processo, fosse também notificado para retirar a publicação do ar. Os novos argumentos convenceram o juiz Rodrigo Garcia Martinez. No último dia 26, veio a determinação judicial para a retirada da postagem do ar, além da orientação para que o Facebook impeça novas publicações no site com o mesmo teor. A determinação da Justiça, porém, é sensível ao fato de que o site Facebook é alimentado por seus usuários. Isso quer dizer que, tecnicamente, não é uma operação fácil impedir publicações sobre determinado assunto. “Oficie-se ao “FACEBOOK”, conforme endereço fornecido, na qualidade de terceiro, impeça a veiculação das informações pejorativas em face do autor, conforme decisão antecipatória concedida; ou , no caso a impossibilidade imediata de cumprimento, preste informações precisas sobre outras medidas para tais fins (grifo do blog). Não foi informado quanto tempo o Facebook tem para responder ao pedido da Justiça, nem se a postagem contestada já foi retirada do ar.

Dorival elogia Vasco, mas alerta para sequência Cruzmaltino ocupa a 16ª colocação no Campeonato Brasileiro

O

técnico Dorival Júnior demorou mais do que o usual para conceder entrevista coletiva após a vitória do Vasco por 3 a 1 sobre o Internacional, nesta quinta-feira, em Macaé. Jogadores e comissão técnica comemoram bastante no vestiário o resultado que tirou o time da zona do rebaixamento. O comandante elogiou a atuação, mas fez questão de alertar para a sequência na luta contra a degola. "Fico satisfeito. Vi uma equipe equilibrada e buscando melhorar na competição. Preocupação e ansiedade fazem parte do processo. Foi uma vitória importante e vamos aguardar o comportamento na sequência. Sabemos que ainda não estamos em uma posição tranquila", afirmou. Com 28 pontos, o Cruzmaltino ocupa a 16ª colocação no Campeonato Brasileiro e tem pela frente o clássico contra o Flamengo, domingo, às 16h, em Brasília. Para o compromisso, o meia Dakson está praticamente vetado por conta de uma lesão muscular na coxa. Já o atacante Edmilson será reavaliado pelo departamento médico. "Não temos o que comemorar. Precisamos descansar e manter a concentração em mais um jogo difícil. Não é fácil passar por essa

Dorival Júnior aprovou o comportamento do Vasco no triunfo sobre o Internacional pelo Brasileirão

maratona de jogos. Não pontuar em qualquer rodada complica e incomoda bastante", encerrou. A delegação retorna durante a madrugada desta sexta-feira ao Rio de Janeiro. Os relacionados para a partida contra o Inter estão liberados. Apenas quem ficou na cidade treina em São Januário. No sábado, o elenco viaja para Brasília.


Esportes

– Edição 1532

Alexandre Kalil esquece Brasileiro, mas Cuca ainda crê

O dirigente reconhece que o título nacional está muito próximo do seu maior rival

Cuca ainda não desistiu de briga pelo título do Brasileiro

O

Campeonato Brasileiro é passado para o presidente do Atlético-MG Alexandre Kalil. O dirigente diz que seu pensamento está todo voltado para o Mundial de Clubes, que acontecerá em dezembro, no Marrocos. O mandatário dirigente reconhece que o maior rival está próximo do título, embora ainda mantenha tênue esperança de uma reviravolta. Alexandre Kalil reconhece que largou o Brasileirão de lado. Apesar de o Atlético fazer uma boa campanha no segundo turno, estando na sétima colocação, próximo do G4, o dirigente provoca e afirma que sua preocupação já é o Mundial de Clubes. "Não estou acompanhando muito, estou focado no Mundial, estou indo para o Marrocos (no domingo)", destacou o presidente atleticano. O dirigente reconhece que o título nacional está muito próximo do seu maior rival, o Cruzeiro, que lidera o Brasileirão, com 11 pontos de vantagem para o Grêmio, segundo colocado. "Está difícil tirar do Cruzeiro", admite Kalil, que não deixa de alfinetar o time celeste e diz que ainda torce por uma reviravolta. "É campeão? que isso, esperança é a última que morre", afirmou. O técnico Cuca adota discurso diferente do mandatário e cobra dos jogadores atleticanos foco e pensamento para brigar ainda pelo título nacional, mesmo bastante distante do Cruzeiro. Porém, o planejamento atleticano está todo voltado para a disputa do Mundial, competição mais importante do clube para a temporada. Após a goleada do Atlético-MG sobre a Ponte Preta, por 4 a 0, na noite de quinta-feira, Cuca voltou a dizer que ainda não desistiu da disputa pelo título do Brasileiro, apesar dos 18 pontos que separam o seu time, quinto colocado, do líder Cruzeiro. "Claro que não (desistiu do título), tem chance. Como vai negar uma coisa que ainda tem a possibilidade. Quando não tiver mais possibilidade, eu não falo mais, mas eu ainda vou tentar lutar pelo título", salientou Cuca.

Sábado - 5 a 8 de outubro de 2013

19

Diego Souza ganha ação milionária contra o Palmeiras

A

Justiça do Trabalho reverteu uma decisão que favorecia o Palmeiras em ação movida por Diego Souza contra seu ex-clube. O atleta alega que o clube usava os direitos de imagem e de arena de forma fraudulenta para pagar seus salários e cobra cerca de R$ 3 milhões, segundo Domingos Sávio Zanaighi, advogado de Diego Souza. O Palmeiras havia vencido em primeira instância, no ano passado, mas os advogados do atleta recorreram e ganharam em segunda instância. A decisão saiu nesta semana e foi tomada pela 15ª turma do Tribunal Regional do Trabalho. A condenação não é final. O Palmeiras ainda pode recorrer da decisão. Se o fizer, o caso irá para a última instância, no Tribunal Superior do Trabalho. Na opinião de Zainaghi, advogado do atleta, dificilmente o clube conseguirá reverter a decisão. "Já há um entendimento no TST de que o direito de arena tem natureza jurídica remuneratória e, sobre o direito de imagem, o Palmeiras não provou que usava a imagem do Diego Souza comercialmente. A Justiça entendeu que se tratava de salário por fora", explicou ao UOL Esporte. Na cópia do acórdão da Justiça, obtido pelo UOL Esporte, o ex-camisa 7 quer receber 13º salário, FGTS e porcentagens de férias em cima dos direitos de imagem e de arena. Além disso, quer 20% dos direitos de transmissão que o Palmeiras recebeu na época em que ele esteve no clube, entre fevereiro de 2008 e junho de 2010. No julgamento em primeira instância, a juíza indicou que o clube só era obrigado a repassar 5%

Atleta alega que o clube usava os direitos de imagem e de arena de forma fraudulenta para pagar seus salários

disso. Agora, o panorama se inverteu e ele pede os 15% restantes. É justamente a soma de todos esses direitos trabalhistas que incidem sobre o valor bruto que o Palmeiras teria que pagar que chega a aproximadamente R$ 3 milhões, segundo Zainaghi. A ação pede um valor de R$ 191.501,79 em direitos de imagem. No entanto, isso e mais o direito de arena, com os encargos trabalhistas em cima, chegam no valor milionário. Além disso, havia ficado determinado no primeiro julgamento que Diego Souza teria que pagar R$ 2 mil para a Vara pela ação ter

sido julgada como improcedente. O valor correspondia aos honorários dos envolvidos. Na época, o jogador pagou. Agora, ele também pede essa soma de volta. Caso vença na última instância, portanto, além do valor mencionado anteriormente, o Palmeiras terá que pagar também os R$ 2 mil. A reportagem do UOL Esporte procurou a assessoria de imprensa do Palmeiras para obter uma posição oficial do departamento jurídico do clube, mas não obteve retorno. Depois de uma passagem pelo futebol árabe, o meia Diego Souza defende atualmente o Metalist Kharkiv, da Ucrânia.

Dunga não resiste e é demitido pelo Internacional Time deve encarar o Fluminense no final de semana com Clemer ou André Döring como interino

D

unga não é mais técnico do Internacional. Depois de enfileirar quatro derrotas seguidas no Campeonato Brasileiro, o capitão do tetra foi demitido pelo Colorado nesta sexta-feira. Com ele, também sai o preparador físico Paulo Paixão. O anúncio da saída de Dunga ocorreu no início da tarde desta sexta-feira no hotel da concentração do Inter no Rio de Janeiro. "O Internacional comunica aos sócios que a comissão técnica não trabalha mais no clube. A direção agradece a contribuição, mas o futebol tem um preço muito alto e temos que pensar sempre na instituição. No que é melhor para o nosso clube. Principalmente, pela queda da produção, da qualidade técnica e dos últimos quatro resultados, o Inter não conta mais com a comissão técnica", afirmou o diretor de futebol, Marcelo Medeiros. Sem Dunga, o time do Inter deve encarar o Fluminense no final de semana com Clemer ou André Döring como interino. Os dois exgoleiros atuam como técnicos nas categorias de base do Colorado. A derrocada de Dunga não começou agora. Desde a retomada do Brasileirão,

Técnico Dunga e o preparador físico Paulo Paixão foram demitidos após a quarta derrota consecutiva

após o recesso para realização da Copa das Confederações, o time vem apresentando oscilações expressivas. Logo na volta, enfileirou quatro vitórias contra Vasco, Flamengo, Fluminense e São Paulo, e virou líder. Mas viu o quadro mudar quando perdeu para o Naútico, por 3 a 0, na Arena Pernambuco. A partir dali, o Internacional não se encontrou mais. Com duas vitórias, sete empates e seis derrotas em 15 jogos. O reflexo na

tabela foi imediato: antes postulante a uma vaga no G-4, e até candidato ao título por retomas chances, agora o Colorado se aproxima da ponta debaixo da tabela. No cargo desde janeiro deste ano, Dunga acumula 60,7% de aproveitamento. São 26 vitórias, 18 empates e nove derrotas em 53 jogos. Neste período, o Colorado faturou o Gauchão de forma antecipada – vencendo os dois turnos, e chegou a liderar o Brasileirão por uma rodada.


20

Esportes

Sábado - 5 a 8 de outubro de 2013

Bielsa rejeitou treinar o Santos por calendário brasileiro

Volante do Botafogo se apega à matemática por virada

O

Calendário brasileiro seria um impedimento para realizar um bom trabalho

O

treinador argentino Marcelo Bielsa rejeitou dirigir o Santos, quando foi procurado em junho, em grande parte por acreditar que o apertado calendário brasileiro seria um impedimento para realizar um bom trabalho, afirmou nesta sexta-feira o chileno Claudio Maldonado, volante do Corinthians. Maldonado disse em entrevista ao jornal Lance que Bielsa entrou em contato para pedir um conselho e o jogador disse que o treinador não teria êxito no Brasil por conta da falta de tempo para treinar. Chegou o momento no qual ele me perguntou se eu acreditava que ele teria sucesso no Brasil e eu respondi sinceramente que acreditava que não", disse Maldonado. O meia chileno disse a Bielsa que ele "não teria tempo para trabalhar" porque no Brasil "se joga quarta-feira e domingo, quarta-feira e domingo". "Quando trabalhamos na seleção (chilena), tinha uma semana para treinar. Seus treinamentos são intensos, gosta variar a parte tática, inventar coisas novas. Aqui não vai conseguir", aconselhou Maldonado ao técnico argentino. O chileno de 33 anos considerou que "nem Guardiola" teria êxito em uma equipe do Bra-

Edição 1532 –

Marcelo Bielsa não aceitou vir para o Brasil no meio de 2013

sil por falta de tempo para treinar e preparar suas táticas. "Também nos faltam forças. Em seis meses, jogamos o que os europeus jogam em um ano. No segundo semestre o nível cai. Podem ver as partidas", acrescentou. Maldonado integra um grupo de 75 jogadores que assinaram um manifesto pedindo à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) uma reforma do calendário esportivo para reduzir o número de partidas jogadas por ano.

Botafogo não vence há cinco rodadas e busca se reerguer na tabela de classificação, mas o discurso dos jogadores é de que o título Brasileiro ainda é possível. Na terceira colocação, 13 pontos atrás do líder Cruzeiro, o Alvinegro teria que protagonizar uma virada inédita na história dos pontos corridos para ser campeão. Apesar disso, o volante Marcelo Mattos se apega aos números e diz que o elenco não desistirá. "Temos chances matemáticas, vamos buscar o título. Agora, temos um confronto direto e a chance de passar o Grêmio. Tem sido excelente ano. Nunca jogamos a toalha, porque jogaríamos agora que estamos em terceiro, com vários grandes times atrás de nós? Não vamos jogar não", disse Marcelo Mattos. Na saída de campo após o empate com o Fluminense, Seedorf disse que o time havia apresentado evolução e que o grupo 'não estava morto'. O volante endossou as palavras do holandês e negou que o elenco esteja abatido com a distância para o Cruzeiro após uma série negativa. "De maneira alguma ficamos para baixo ou chateados. Sabemos que a vitória vai vir. Muitos achavam que íamos disputar o G-4, hoje temos até gordura para queimar, para quem pensa nesse objetivo. Estou muito feliz, vamos buscar até o final", destacou o volante do Botafogo. O time de General Severiano enfrenta o Grêmio na próxima rodada, sábado, às

Volante Marcelo Mattos diz que elenco do Botafogo ainda acredita na possibilidade do título

18h30, no Maracanã. O time gaúcho tirou a vice-liderança do Botafogo nas últimas rodadas e o volante quer aproveitar a oportunidade de reconquistar a posição no confronto direto. Marcelo Mattos diz acreditar que o adversário jogará retrancado para ganhar algum ponto fora. "Já conhecemos o Grêmio, fizemos um bom jogo lá e não merecemos a derrota. Hoje, meu pensamento é que vão entrar fechados, como fizeram contra o São Paulo. Precisaremos ter inteligência, paciência e forte marcação para tentar fazer pressão e o gol", disse o camisa 8.

Cruzeiro tem plano de atingir torcedor nacional em 2014 Público cruzeirese fica no Epírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo e Estados do Centro-Oeste, principalmente o Distrito Federal

P

rovável campeão brasileiro neste ano, o Cruzeiro já obteve uma arrecadação extra de R$ 51 milhões com seus torcedores, juntando bilheteria e sócio-torcedor. Esse dinheiro foi obtido com o torcedor mineiro, frequentador do Mineirão. Mas, com a conquista, o clube já tem um projeto para atingir aqueles espalhados pelo país. A liderança disparada no Nacional levou o time mineiro a elevar para 37 mil o número de sócios-torcedor, o que gerou uma renda de R$ 25,7 milhões. Em relação à bilheteria, houve uma receita total com o novo Mineirão de R$ 25,8 milhões. Os dois itens renderam R$ 51 milhões, o quádruplo dos R$ 12,3 milhões do ano passado com os mesmos programas. Mas quase toda a parte dessa receita foi obtida com sócios e torcedores de Minas Gerais. Agora, o clube criou um planejamento para expandir-se e atingir um torcedor nacional, fora do Estado. “Muito se fala de internacionalização da marca. Mas nosso objetivo é nacionalizar a marca do Cruzeiro. O Cruzeiro não precisa ser conhecido nacionalmente, o que já é, precisa ser consumido nacionalmente”, afirmou o diretor de marketing do clube, Marcone Basbosa.

Alexandre Mattos, diretor de futebol do Cruzeiro

O público a ser atingido, onde foram identificados torcedores cruzeirenses, fica no Epírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo e Estados do Centro-Oeste, principalmente o Distrito Federal. Para isso, o clube vai lançar uma rede de escolinhas pelo país. Inicialmente, nem pretende obter ganhos financeiros significativos com isso. Só quer que sua marca seja adotada por crianças. Em seguida, o Cruzeiro quer lançar um

programa de sócio-torcedor voltado para aqueles que moram fora de Belo Horizonte. Seriam mensalidades mais baixas para atrair o grupo que não tem acesso fácil aos jogos no Mineirão. No momento, os sócios-torcedores cruzeirenses somam 13 mil nos planos mais caros, que dão direito a ingressos em todos os jogos. O restante é de contribuintes que contam com preferência e descontos para a compra dos bilhetes. As regras para o plano

nacional ainda serão decididas. Outra forma de expandir as receitas de marketing é adotar novos patrocinadores para a camisa, barra e mangas, já que o contrato master é válido até o final de 2014. De qualquer forma, os planos são para aproveitar a nova boa fase em campo e capitalizar torcida e receita, algo parecido com o que foi feito pelo clube na década de 90. Então, houve aumento de torcedores cruzeirenses em algumas regiões fora de Minas Gerais.


– Edição 1532

Esportes

Sábado - 5 a 8 de outubro de 2013

21

'Rei' nos Emirados, atacante Ricardo Oliveira vira pastor e descarta volta ao Brasil Em Abu-Dhabi, o atacante montou um pequeno grupo de evangélicos e foi consagrado pastor pela Igreja Assembleia de Deus do Brasil

R

icardo Oliveira passou por grandes clubes brasileiros, foi goleador na Espanha, jogou no Milan, mas foi nos Emirados Árabes que virou 'rei'. Aos 33 anos, o atacante acumula quase 100 gols pelo Al-Jazira, foi eleito o melhor jogador do país nas duas últimas temporadas e tem status de ídolo. Pelo momento que vive, Ricardo recusou nos últimos anos várias propostas para voltar ao Brasil. Até porque esse não é mesmo seu plano. Com contrato de mais dois anos, o jogador planeja encerrar a carreira no atual clube. Está estabilizado, tem a confiança de torcedores e dirigentes e se sente em casa até mesmo no aspecto religioso. Em Abu-Dhabi, o atacante montou um pequeno grupo de evangélicos e foi consagrado pastor pela Igreja Assembleia de Deus do Brasil. Nos Emirados, reúne cerca de 100 pessoas semanalmente. Por conta da rotina agitada do futebol, as reuniões ocorrem quase sempre aos sábados pela manhã. "Ser pastor não é uma profissão, é um chamado de Deus. Você aceita e se dedica. Eu me converti em meados de 1999. E em 2008, fui consagrado pastor pela Assembleia de Deus. Vim para cá, passaram-se alguns anos e eu via a necessidade de uma igreja brasileira aqui. Comuniquei ao meu pastor no Brasil, ele me abençoou e eu comecei. Os cultos começaram no hotel, mas o grupo cresceu e conseguimos uma área para fazer os cultos", afirmou o jogado. Apesar de ter 33 anos, Ricardo Oliveira nem pensa em aposentadoria. Pelo contrário. Pretende cumprir os dois anos de contrato que faltam e aí renovar mais uma vez, o que seria provavelmente seu último vínculo como jo-

Ricardo Oliveira durante sessão de fotos em seu clube, o Al-Jazira, dos Emirados Árabes

gador. Depois, nada de retornar ao Brasil. Em conversas com os dirigentes do Al-Jazira, o goleador já demonstrou interesse em virar dirigente e ajudar a impulsionar o futebol no país. "O mundo árabe está crescendo. Ainda falta muito, mas cresce bastante. Os clubes trazem bons profissionais para cá, bons exemplos, jogadores experientes. Eles querem disputar uma Copa do Mundo. E eu, com a minha experiência, com o respeito que tenho aqui, posso contribuir muito com o clube. Eles têm esse projeto para mim, conversamos já, mas continuo com vontade de ganhar. Quando chegar o momento vamos saber o que fazer", disse. Enquanto o momento de atuar como 'engravatado' não chega, Ricardo segue focado em campo. Neste ano, participou de 29 jogos e marcou 23 gols e deu 11 assistências até o momento. Na temporada 2013/2014, são 5 jogos, com três gols e duas assistências. Números que contribuem para a idolatria dos torcedores aumentar ainda mais e também despertar o interesse de clubes do mundo inteiro. Mas o retorno ao Brasil, por hora, é descartado. "Eu sinceramente estou muito bem estabilizado aqui. Desde 2010, eu tenho recebido muitas propostas para sair daqui, recebi muitas do Brasil, do Qatar, da Espanha, e rejeitei todas. Fui agradecido pela lembrança, mas estou bem aqui. Minha família, minha esposa, meus filhos estão muito bem. Criei vínculo aqui. Não faz parte do meu projeto familiar retornar ao Brasil agora e nem no término do meu contrato", disse. "Eu criei uma identidade com o clube, é meu quinto ano aqui e estou fazendo história. Estou bem adaptado ao futebol árabe. É um momento especial na minha carreira. Quando vim para cá, não vim pensando em ganhar dinheiro e ir embora. Usei meu talento para ajudar o time a crescer. Quebrei o recorde na Liga dos Campeões Asiática (era de oito gols, e o brasileiro fez 12). Conquistei o carinho com muito trabalho", afirmou.


22

www.BrazilianVoice.com

Sábado - 5 a 8 de outubro de 2013

PARA ANUNCIAR LIGUE: (973) 491-6200 ou venha à nossa redação no 412 Chestnut St. - Newark, NJ 07105

PRECISAM-SE DE AJUDANTE DE COZINHA E ATENDENTE EM STATEN ISLAND NY. Restaurante brasileiro. Não precisa falar inglês. Tel.: (201) 328-5341, falar com Luís, ou (917) 560-2904, falar com Mike. PRECISA-SE DE SECRETÁRIA QUE FALE INGLÊS & PORTUGUÊS - Para trabalhar em um escritorio em Newark - NJ. Full time. Contato: (973) 589-0001. NOVO ENDEREÇO - IVO'S EMPLOYMENT AGENCY - HOUSE KEEPERS/BABY SITTERS - Precisa-se de imediato. Live in/live out para New Jersey e New York - excelente oportunidade em casas americanas e brasileiras, falar inglês ou não. Orientamos e levamos para entrevista. Dirija-se pessoalmente a 291 Lafayette St., esquina com a Adams St., em Newark - NJ. Tel.: (973) 344-2540. Visite o site: www.ivosemploymentagency.com

ALUGA-SE 1 QUARTO NO IRONBOUND, EM NEWARK - NJ. Na 48 Napoleon St. Tel.: (973) 757-4416, falar com Carlos. ALUGA-SE 1 QUARTO NO BAIRRO DO IRONBOUND, EM NEWARK - NJ. Na Brill St. US$ 450. Mobiliado e com utilidades incluídas. Tel.: (908) 414-5505, falar com Telma.

VENDE-SE MOTIVO MUDANÇA: Cristaleira laqueada beige, linda! Mesa c/ 4 cadeiras acolchoadas, escrivaninha c/ gavetas de mahogany escura, sofa-cama tecido listrado beige, mesa de centro e Movel de microondas de madeira, (862) 576-0840

VENDE-SE MANSÃO EM NATAL - RN. Com 12 cômodos em bairro nobre. Área central e perto da praia. Garagem para 4 carros, ampla área de lazer, adega e cerca eletrônica. Construção de luxo. Também aceito troca por imóvel nos EUA. Tel.: (862) 576-0840. VENDE-SE CASA EM GOVERNADOR VALADARES - MG. No bairro St. Helena. 1º piso com 2 quartos e garagem prontos e 2º andar semi-pronto. Contatos: (33) 32768641, (33) 872-77526 ou (33) 8801-5062, falar com Cirene. VENDO CHÁCARA NO ATALAIA EM VALADARES - Com aproximadamente 2000m2, casa com 178m2 , asfalto e ônibus na porta. Ótimo preço. Tel. (973) 551-5562 ou (973) 510-7465.

N VOICE O BRAZILIA não se ER NEWSPAP iliza pelos responsab ropagados serviços p s anunciante pelos seus

ALUGUEL DE SALÃO DE FESTAS NO IRONBOUND - US$ 250 (mesas e cadeiras incluídos). Local: 86 Monroe St., em Newark - NJ. Excelente localização. Tel.: (973) 732-3630. LEVO & TRAGO DE CARRO PARA O AEROPORTO, MALLS E TRABALHO EM NJ/NY - Preços competitivos e satisfação garantida. Tel.: (973) 392-489+2, falar com Omar. APRENDA ELETRÔNICA - Curso prático, rápido e intensivo! Visite: www.santronics.net para detalhes. CONSTRUÇÃO & REFORMAS - Faz-se todo o tipo de trabalhos de construção. Telhados, cimento, azulejos, calçadas (sidewalks), driveways, pinturas (Interior & exterior) e instalação de carpetes. Instalamos pisos de madeira e grades de ferro. Resolvemos problemas de encanamento (Plumbing). Orçamento grátis. Tel.: (973) 336-6513, falar com João. SE VOCÊ SOFREU ACIDENTE DE TRABALHO EM QUALQUER CIDADE NO ESTADO DE NOVA YORK - Não perca tempo, procure seus direitos. Trabalhamos com os melhores advogados em casos de "law suit" e "workers compensation". Temos ótimas referências. Consultas gratuitas. Ligue já! Tel.: (201) 759-4243. TARÓLOGA - Resolva seus problemas pessoais, amorosos e financeiros. Leia seu destino nas cartas do tarô. Faça uma consulta por telefone. Elza: (617) 294-7634. LIMPEZA DE CARPETES & PISOS EM GERAL - Comercial e residencial. Atuamos há muitos anos no mercado com trabalho feito por profissionais com ótimos preços. Limpeza de pisos, carpetes, tapetes, residências, escolas, restaurantes, salão de cabeleireiros, escritórios e etc. Para orçamento grátis, ligar: (862) 588-7291. ProFlowers - Send Bouquets for Any Occasion. Birthday, Anniversary or Just Because! Take 20 percent off your order over $29! Go to www.Proflowers.com/bliss or call 1-877-380-6791 Canada Drug Center es tu mejor opcion para ordenar medicamentos seguros y economicos. Nuestros servicios de farmacia con licencia Canadiense e Internacional te proveeran con ahorros de hasta el 75 en todas las medicinas que necesites. Llama ahora al 1-800-306-5647 y obten $10 de descuento con tu primer orden ademas de envio gratuito. DISH TV Retailer. Starting at $19.99/month (for 12 mos.) & High Speed Internet starting at $14.95/month (where available.) SAVE! Ask About SAME DAY Installation! CALL Now! 1-800-395-2581 FOTOGRAFO CASAMENTOS, ANIVERSÁRIOS, BATIZADOS & EVENTOS EM GERAL - Bons preços! Cobertura jornalística. Veja as fotos de sua festa no site do jornal Brazilian Voice. Tel.: (973) 688-8081, falar com Vera Reis.

Edição 1532 –


– Edição 1532

www.BrazilianVoice.com

Sábado - 5 a 8 de outubro de 2013

23


24

Sábado - 5 a 8 de outubro de 2013

www.BrazilianVoice.com

Edição 1532 –


Edição 1532 de 5 a 8 de outubro de 3013