Page 30

30

Esportes

28 a 30 de agosto de 2013

Edição 1521 –

CSKA Moscou paga 10 milhões de euros e tira Vitinho do Bota

Briga de torcidas tem corintiano preso na Bolivia

O jogador recebia R$ 15 mil por mês no clube carioca

confusão generalizada envolvendo torcedores do Corinthians e do Vasco durante partida do Brasileirão no último domingo, em Brasília, contou com alguns rostos 'famosos'. Entre os brigões estavam um dos corintianos presos em Oruro pela morte do jovem Kevin Espada, além de um vereador do município de Francisco Morato. O jornal O Estado de S. Paulo flagrou a participação de Leandro Silva de Oliveira na confusão no estádio Mané Garrincha. Sócio da Gaviões da Fiel, o torcedor ficou cinco meses e meio preso em Oruro devido às acusações pela morte de Kevin Espada, atingido por um sinalizador atirado pela torcida corintiana durante jogo da Libertadores contra o San José, em fevereiro. Libertado por falta de provas, Oliveira deixou a prisão no dia 2 de agosto junto com outros quatro corintianos. No último domingo, o torcedor foi flagrado trocando socos e enfrentando policiais e vascaínos nas arquibancadas do Mané Garrincha. Segundo o jornal, outro corintiano que

A

V

itinho não é mais do Botafogo. Nesta segunda-feira, o CSKA Moscou pagou a multa rescisória de 10 milhões de euros (cerca de R$ 31,5 milhões) e acertou a contratação do meia. Com isso, o elenco alvinegro sofre mais uma baixa no setor do meio-campo para a sequência da temporada. Antes do jovem de 19 anos, Jadson, Fellype Gabriel e Andrezinho já tinham se transferido. Vitinho sempre foi considerado uma das grandes promessas nas categorias de base do Botafogo. O jogador começou a ganhar chances na temporada passada, mas sofreu com altos e baixos. Nesta temporada, ele passou a ter mais regularidade e se tornou um dos destaques do time, marcando quatro gols no Campeonato Brasileiro. Com a venda de Vitinho, a diretoria do Botafogo planeja sanear as dívidas com o elenco e funcionários, que estão com dois meses de salários atrasados. Assim que o clube confirmou a proposta do CSKA, o jogador exigiu ser vendido e fugiu da concentração. O elenco estava em Curitiba. O Botafogo jogou no domingo passado contra o Atlético e perdeu por 2 a 0.

Vitinho deve ganhar algo em torno de R$ 500 mil na Rússia

A atitude de Vitinho revoltou a diretoria do Botafogo. Apesar dos fatos, o presidente Maurício Assumpção, ainda tentou conversar com os representantes do atleta, mas Vitinho foi irredutível. Assumpção propôs salários semelhantes ao que o time russo irá pagar até o fim do campeonato brasileiro e Vitinho não aceitou. O jogador recebia R$ 15 mil por mês, foi aumentado para R$ 35 mil recentemente e deve ganhar algo em torno de R$ 500 mil na Rússia

Um dos presos em Oruro, Leandro Silva de Oliveira (sem camisa) brigou com policiais em Brasília

havia sido preso na Bolívia também esteve no estádio em Brasília. Tesoureiro da Pavilhão 9, Hugo Nonato compareceu à partida, mas não é possível identifica-lo nas imagens da confusão. A briga no Mané Garrincha ainda contou com a participação de um vereador de Francisco Morato, município localizado a 48 km de São Paulo. Raimundo César Faustino, conhecido como Capá, foi flagrado pelo jornal Lance! agredindo policiais. Capá foi eleito vereador em 2012 pelo PT com 1.428 votos. Em seu blog oficial, informa fazer parte do Conselho Deliberativo da Gaviões da Fiel e ser uma das lideranças da torcida organizada.

Deco diz que "músculos não suportam mais" e anuncia fim da carreira Deco chegou ao Fluminense em agosto de 2010

A

pós a quarta lesão muscular nesta temporada, Deco anunciou o fim da carreira. O jogador de 35 anos disse que já não consegue jogar futebol por causa do desgaste físico e que abandona o futebol mesmo com apoio para que seguisse no Fluminense até o final do ano. O brasileiro naturalizado português exaltou a trajetória vitoriosa que teve durante os três anos com a camisa tricolor, mas ressaltou que os seus "músculos não suportam mais". "Gostaria muito de ter ajudado muito mais o Fluminense, mas o meu corpo não me permitiu. Deixo claro que me dediquei, esforcei e muitos me apoiaram para que eu seguisse até o final de ano. Fisicamente poderia jogar, mas os meus músculos não suportam mais", comentou Deco em nota oficial. O Fluminense irá dar coletiva às 15h desta segundafeira para explicar a rescisão contratual do jogador. O luso-brasileiro disse que gostaria de continuar até o final do Brasileiro para ajudar a recolocar o Fluminense na Copa Libertadores. O Tricolor tem campanha decepcionante na competição até o momento: soma 18 pontos e está na 15ª colocação após 16 rodadas disputadas. "Não estou conseguindo. Quero agradecer ao Fluminense, Celso Barros e todos que trabalharam comigo nestes três anos e me

O jogador de 35 anos disse que já não consegue jogar futebol por causa do desgaste físico

deram a oportunidade de jogar no futebol brasileiro. Mais do que isso, pude participar e ajudar a conquistar dois títulos Brasileiros e mais o Campeonato Carioca. Fui muito feliz nesta período no clube", lembrou o agora exjogador. Com três lesões no músculo da coxa direita e uma no músculo da coxa esquerda, Deco abriu mão de contrato assinado até o final deste ano. Por conta dos problemas, ele atuou em apenas 14 partidas nesta temporada, sem marcar nenhum gol. No mesmo pe-

ríodo do ano passado, o camisa 20 esteve em campo 28 vezes. Em sua penúltima lesão – na coxa esquerda –, o meia ficou 22 dias fora de ação.

Passagem pelo Fluminense Deco chegou ao Fluminense em agosto de 2010, graças a um desejo do presidente da Unimed, Celso Barros. A negociação envolveu uma compensação financeira ao Chelsea, além da cessão de parte dos direitos econô-

micos de três jovens da base tricolor: Wallace, Ronan e Rafael Pernão. Na primeira temporada, disputou 16 jogos e ajudou na conquista do Brasileirão daquele ano, com um gol e poucas lesões. No ano seguinte, viveu uma sequência de contusões e jogou apenas 25 partidas na temporada, apenas 19 delas como titular. Em 2012, Deco viveu sua melhor campanha com a camisa do Fluminense. Foi destaque na conquista do Campeonato Carioca, eleito melhor jogador da competição e marcando gol na final da Taça Guanabara, contra o Vasco. No título Brasileiro com três rodadas de antecedência, disputou 17 jogos, e apesar de também ter se lesionado, realizou boas partidas. O ano de 2013 foi o pior nas Laranjeiras, com quatro lesões musculares. Por conta dos problemas, ele atuou em apenas 14 partidas nesta temporada, sem marcar nenhum gol. Paralelo a tudo isso, será novamente julgado por ter sido flagrado em exame antidoping, em março, pelo Campeonato Carioca. O processo estava sendo julgado pelo TJD-RJ (Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro), mas foi enviado ao STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), que alegou morosidade no andamento do caso. O contrato do camisa 20 se encerrava no final dessa temporada e ele já havia manifestado a intenção de não renovar, discutindo apenas se continuaria jogando em outro país ou se encerraria a carreira.

Edição 1521 de 28 a 30 de Agosto de 2013  

Brasileiro é acusado de estupro e outros crimes • Brasileiro pega prisão perpétua por crime em Nebraska • Condenado falsário que vendia cer...

Edição 1521 de 28 a 30 de Agosto de 2013  

Brasileiro é acusado de estupro e outros crimes • Brasileiro pega prisão perpétua por crime em Nebraska • Condenado falsário que vendia cer...

Advertisement