Page 6

6

Sábado - 23 a 26 de fevereiro e 2013

Brasil

Gente também é parente Bim-blão. Noinha chega sem avisar. Desatinaldo abre a porta e ela logo dispara a contar um sonho recorrente que a tem deixado mal. Noinha relata que sonha com cachorros que carregam sacolinhas e puxam, pela coleira, pessoas peladas que caminham de quatro pés. Outros cães passantes assoviam e estalam dedos para as pessoas. Essas, na falta de um rabinho pra balançar, rebolam feito cachorras de funk. E mais: na TV, a última edição do “Gente Também é Parente” traz imagens de cachorros tosando pessoas, anunciando hotéis, restaurantes, dentistas e cemitérios para humanos. Numa mesa-redonda, cachorros especialistas discutem as relações entre cães e pessoas. Ali, um cão cinopsicólogo defende que humanos seriam importantes para fazer companhia a filhotes cujos pais, ocupados, não possam lhes dar atenção. Idem quanto a cães da melhor idade. Já um representante de outra corrente canina sustenta que cachorros que exageram no conforto a humanos só o fazem porque pessoas são capazes de dar um tal amor incondicional, enquanto que as relações entre caninos exigem aceitação, respeito e um amor em que um constrói o outro. Muito trabalhoso. Segundo Noinha, um debatedor da mesaredonda é mais radical:

-Milhares de cães vivem em orfanatos, em asilos e nas ruas, enquanto cachorros das classes média e alta compram pessoas cujas raças nem existiam, originalmente. Tudo fruto de cruzamentos genéticos produzidos por cães pesquisadores capitalistas. Cachorros que vivem de vender pessoas cascateiam que são amigos de humanos, quando se sabe que amigo não compra nem vende amigo Ainda de acordo com Noinha, outro especialista argumenta que há cães incapazes de amar outros cães. Assim, melhor do que ficar sozinhos seria mesmo criar humanos, ainda que em apartamentos, habitats artificiais e prejudiciais à saúde tantos de cães quanto de seus homens e mulheres de estimação. Além disso, acrescenta o mediador, em caso de cachorros reconhecidamente maus e desequilibrados, é melhor, mesmo, castrarem seres humanos e descarregarem neles sua piração do que fazê-lo com seus semelhantes. Um pecado menor, segundo a doutrina milenar de Dog God, o eterno. Noinha acrescenta, irritada, que sempre acorda, nesse ponto, e fica sem saber o final do sonho. E quer que o amigo o interprete pra ela. -Qual é, Noinha? - Desatinaldo corta rente. -Isso é assunto pra terapeutas. Além disso, conheço muitos cães que possuem pessoas de estimação. E eu lá ia fazer uma cachorrada, digo, uma pessoada dessas com eles?

Edição 1468 –

Cantora Claudia Leitte terá R$ 5,8 milhões da Lei Rouanet Rita Lee e Detonautas também estão na lista

Grupo Detonautas recebeu a autorização prévia de R$ 1,08 milhão para um projeto

C

laudia Leitte, Rita Lee, Humberto Gessinger e a banda Detonautas estão na lista dos artistas autorizados a captar recursos, via Lei Rouanet, para a realização de projetos, shows e gravações de DVD. A cantora do sucesso "Largadinho", porém, foi a maior beneficiária na lista divulgada pelo Ministério da Cultura (MinC) nesta semana. Claudia Leitte foi autorizada a captar R$ 5,8 milhões para a turnê de doze shows que fará nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, entre maio e julho deste ano. Ao UOL, a assessoria de imprensa de Claudia Leitte afirmou que a verba solicitada vai servir para levar os shows da cantora para cidades que não possuem "condições de bancar grandes eventos alicerçados apenas na cobrança de ingressos". "A intenção é levar as apresentações para praças onde seria inviável pensar num show do porte de Claudia Leitte, com todos os custos inerentes a um evento dessa dimensão", afirmou a assessoria. A lista do MinC autoriza o contemplado a buscar incentivos de empresas em troca de

abatimento de impostos, o que sempre gerou polêmica quando envolve nomes de artistas conhecidos e populares. Em 2011, Maria Bethânia chegou a receber protestos na internet por estar envolvida em um projeto de um blog de poesia – autorizado, na época, a captar R$ 1,3 milhão, via Lei Rouanet. A cantora Rita Lee, que anunciou a aposentadoria dos palcos em 2012, terá incentivo de pouco mais de R$ 1,8 milhão para apresentações e gravação de DVD. O ex-vocalista da banda Engenheiros do Hawaii, Humberto Gessinger, é outro contemplado: ele terá pouco mais de R$ 1 milhão para gravar um DVD em comemoração aos 50 anos de vida. Já o grupo Detonautas recebeu a autorização prévia de R$ 1,08 milhão para um projeto. Artistas e projetos de artes cênicas e visuais também foram contemplados via Lei Rouneut, como a segunda etapa de restauro da Catedral Metropolitana de Vitória (ES), o 23º Festival de Inverno da UFPR, a exposição "Memórias Femininas da construção de Brasília", e a publicação do livro "Aeroporto Santos Dumont - História e Patrimônio Arquitetônico". A lista completa de projetos aprovados pode ser consultada no site do MinC.

Edição 1468 de 23 a 26 de fevereiro de 2013  
Edição 1468 de 23 a 26 de fevereiro de 2013  

• Brasileiro é preso peladão no “drive-thru” em MA • Brasileiro tenta se livrar da pena de morte em Nebraska • Sindicatos e empresários anun...