Page 4

4

Sábado - 23 a 26 de fevereiro e 2013

Erro de português em CNH falsificada 'entrega' foragido em São Paulo

Brasil

Justiça coleta DNA de banda para confirmar estupro de fãs Exame detectará se secreções são dos integrantes da banda de pagode New Hit

O Na carteira de habilitação apresentada pelo motorista, estava escrito 'permição' ao invés de 'permissão'

U

m erro de português em uma carteira nacional de habilitação (CNH) falsificada fez um foragido da Justiça de São Paulo ser preso na última madrugada, na BR-101, em Garuva (SC), 210 quilômetros ao norte de Florianópolis. O homem foi parado por agentes da Polícia Rodoviária Federal em uma blitz e apresentou CNH e carteira de identidade falsos. Mas o que chamou a atenção dos policiais foi um detalhe: na CNH, a palavra "permissão" estava escrita com "ç" - "permição". Os agentes desconfiaram do documento e consultaram os dados policiais. A identidade verdadeira do homem foi descoberta - havia um mandado de prisão contra ele, emitido pela Justiça de São Paulo. O homem foi preso e levado à delegacia de Garuva.

Edição 1468 –

s integrantes da banda de pagode New Hit tiveram material genético coletado na quarta-feira, no terceiro dia de audiências do processo a que respondem pelo estupro de duas fãs adolescentes, em agosto de 2012. De acordo com o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), o material será submetido a teste de DNA para confirmar se as secreções encontradas nas roupas das vítimas, durante perícia, são dos acusados. Ao entrarem no Fórum de Ruy Barbosa (BA), os nove integrantes da banda e um policial militar que responde por conivência enfrentaram um protesto de movimentos feministas. Com faixas, tambores e gritos de "estupro é crime", integrantes da Marcha das Mulheres exigiram a condenação dos réus em frente ao fórum. As audiências de instrução tiveram início na segunda-feira, com mais de 11 horas de depoimentos, incluindo o de uma das vítimas. Acompanhada da mãe, de agentes do programa de proteção a e de uma advogada, a adolescente foi ouvida por cerca de três horas. Os advogados dos réus tentaram impugnar o depoimento da ginecologista que atendeu uma das vítimas e emitiu laudo médico constatando as agressões sexuais sofridas pela adolescente. O pedido, entretanto, foi

Integrante da banda New Hit chega a Fórum de Ruy Barbosa (BA) para terceiro dia de audiências

negado pela juíza, que colheu o depoimento da médica. Além da vítima e da médica, foram ouvidos policiais militares que atenderam à ocorrência e membros da banda. Na terça-feira, a segunda vítima foi ouvida por cerca de quatro horas. Também prestaram depoimento as conselheiras tutelares que atenderam as adolescentes. O interrogatório dos réus, entretanto, foi adiado a pedido da defesa. Os músicos são acusados de terem estuprado duas adolescentes de 16 anos em um trio elétrico na cidade de Ruy Barbosa, em agosto de 2012. De acordo com o delegado Marcelo Cavalcanti, responsável pelas inves-

tigações, por meio do laudo fornecido pelo Departamento de Polícia Técnica, de Feira de Santana, foi possível obter provas materiais do crime, como a quantidade de sêmen encontrada nas roupas das meninas e dos músicos. As duas meninas disseram que entraram no trio elétrico da New Hit para tirar fotos com os artistas no dia 26 de agosto e teriam sido levadas ao banheiro do veículo, onde afirmam terem sido violentadas pelos integrantes do conjunto, com a conivência de um policial militar que fazia a segurança da New Hit. Em seguida, as jovens foram à delegacia prestar queixa, e a polícia foi até o trio elétrico deter os suspeitos. Os músicos foram detidos, preventivamente, na delegacia de Ruy Barbosa e, depois, transferidos para o Presídio Regional de Feira de Santana. Os nove integrantes da banda e o PM são acusados dos crimes de estupro e formação coletivo. Em outubro, os músicos foram soltos do presídio de Feira de Santana após 38 dias de detenção, beneficiados por um habeas-corpus. O PM, que estava preso na Coordenadoria de Custódia Provisória (CCP) da Polícia Militar, também foi liberado. No mesmo mês, foi aceita a denúncia contra os dez réus, que respondem ao processo em liberdade.

Edição 1468 de 23 a 26 de fevereiro de 2013  
Edição 1468 de 23 a 26 de fevereiro de 2013  

• Brasileiro é preso peladão no “drive-thru” em MA • Brasileiro tenta se livrar da pena de morte em Nebraska • Sindicatos e empresários anun...