Page 18

18

Sábado - 23 a 26 de fevereiro e 2013

Marcelo Oliveira ganha novas opções em março

Esportes

Neymar ignora polêmica e enaltece Pelé no twitter Pelé disse que neymar se preocupa mais em “aparecer na mídia”

N Léo (esquerda) comemora a chance de poder voltar a fazer atividades físicas no gramado e espera voltar no próximo mês

Disputa por posição esquenta no Cruzeiro

J

á acirrada disputa por posições no Cruzeiro neste início de temporada ganhará novos ingredientes em março. Contra o Tombense, dia 2, no Mineirão, pelo Campeonato Mineiro, o técnico Marcelo Oliveira terá de quebrar ainda mais a cabeça, uma vez que o número de atletas à disposição será maior. A expectativa da comissão técnica é que, em março, alguns jogadores já possam ser aproveitados nos jogos do Campeonato Mineiro. Na defesa, Leo deverá ser mais uma opção do treinador. O jogador se recupera de artroscopia no joelho direito e realiza trabalhos físicos no campo. Assim, o técnico celeste terá seis jogadores à disposição para o setor, pois já conta com Paulão, Bruno Rodrigo, Thiago Carvalho, Nirley e Wallace. Leo comemora a chance de poder voltar a fazer atividades físicas no gramado e espera voltar no próximo mês. “Estou feliz por voltar a treinar, por viver outra vez o dia a dia do clube. O processo está sendo bem conduzido e acredito que, em março, já estarei pronto para retornar ao grupo”, observou o zagueiro, que faz atividades físicas conjuntas com o volante Henrique, em recuperação de cirurgia no púbis. O jogador também tem previsão de retorno para março e pode iniciar as atividades com o grupo nas próximas semanas. Além de Henrique, Marcelo Oliveira terá à disposição, para a posição de volante, Nilton, Leandro Guerreiro, Lucas Silva, Tinga e Uelliton. No ataque, a disputa também ficará acirrada já que Ananias está regularizado e treina com o grupo. O jogador vai disputar posição, diretamente, com Dagoberto. Mas também tem Borges, Anselmo Ramon e Vinícius Araújo como concorrentes no setor. Borges acredita que a concorrência nos setores favorece o rendimento do time. “Temmuita gente de qualidade, muita gente se recuperando de cirurgia, atletas saindo do DM (departamento médico). Não tenha dúvida que isso vai ser bom. Todo mundo querendo lutar, respeitando o companheiro, mas todo mundo brigando pelo seu espaço”, afirmou o atacante.

Edição 1468 –

eymar se manifestou pela primeira vez após receber críticas direcionadas de Pelé, em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo. O atacante, no entanto, ignorou a polêmica em torno das declarações e enalteceu o ex-camisa 10 santista como "incomparável" por meio de seu Twitter após ser chamado de "o próximo Pelé" pela revista americana Time nesta quinta-feira. "Muito orgulhoso por ser o oitavo brasileiro a ser capa da 'Time'. Orgulho maior ainda em ser comparado ao incomparável Pelé", escreveu Neymar. Parte da reportagem é reproduzida no site da revista e questiona: "por que a super estrela do futebol Neymar continua jogando no Brasil?". No recorte do texto já publicado, o autor descreve as sensações de um estádio de futebol paulista com Neymar em campo. O atacante resolveu que ainda não vai se manifestar oficialmente sobre as críticas. O posicionamento é do próprio estafe do jogador. Ainda não há prazo e nem forma de quando o craque santista deve se pronunciar sobre o assunto. Em processo de recuperação de uma cirurgia no quadril realizada no fim do último ano, Pelé alegou que o problema está na inexperiência internacional que transforma Neymar em um "jogador comum quando chega à Seleção".

Neymar apareceu na capa da revista Time como o “novo pelé”

"Todos acham que ele tem de resolver os problemas da Seleção. Neymar não está preparado para receber esse peso. Não vai dar para ele. Neymar não está preparado para isso. Ele não joga no exterior, o futebol euro-

peu é diferente do futebol latino. Nós do Santos falamos que ele é o melhor do mundo, claro. Mas ele já se preocupa mais em aparecer na mídia do que em jogar para o time. O Neymar tem muita responsabilidade. E a preocupação é mudar o estilo, mudar o corte de cabelo", argumentou Pelé ao jornal. O volante Arouca tentou defender o companheiro das críticas justificando a "marcação dura" nos jogos da Seleção Brasileira como principal fator para que o camisa 11 não renda tanto quanto no Santos e amenizou a declaração alegando que Neymar não se omite durante as partidas. O atacante André, por sua vez, citou as declarações como "briga de cachorro grande". Pelé acredita que Neymar deve continuar a jogar no Brasil porque o "Santos precisa dele", mas em caso de transferência para a Europa o "ideal seria o Barcelona". Enquanto Neymar segue como jogador santista, o Rei do Futebol diz que o técnico Muricy Ramalho terá como responsabilidade corrigir alguns vícios do atacante. O principal deles é a insistência em cobrar faltas.

Galo e coelho também poderão jogar no Mineirão Kalil garante que Galo não joga este ano no Mineirão

D

ivulgado na noite desta última quartafeira, o contrato entre o Cruzeiro e a Minas Arena confere fidelidade ao time celeste em mandar seus jogos no Mineirão pelos próximos 25 anos. Até 2038, a Raposa deverá jogar sempre no Gigante da Pampulha como mandante. Caso contrário terá que pagar cerca de R$2,5 milhões à Minas Arena, empresa responsável pela administração do estádio. Dentre os benefícios concedidos ao Cruzeiro, está na participação dos lucros decorrente das áreas do estacionamento, bares e lanchonetes. Além disso, o time celeste ainda terá direito a 54.201 ingressos para colocar à disposição do torcedor. Todo o lucro da venda deste montante irá para os cofres do Cruzeiro. Pela fidelização, o Cruzeiro ainda deverá ganhar R$ 2 milhões até o dia 31 de maio. Mas a excusividade ao mandar seus jogos não quer dizer que o time celeste não divida o Mineirão com outras equipes mineiras. Qualquer outro clube poderá fechar o mesmo acordo com a Minas Arena, mandando, também, seus jogos no Mineirão. O Atlético-MG segue sem concretizar nenhum acordo com a atual gestora do estádio. O presidente do Galo, Alexandre Kalil, já confirmou, inclusive, que pelo menos em 2013, a equipe mandará seus jogos na Arena

Cruzeiro tem direito a 54.201 ingressos para colocar à disposição do torcedor, por jogo

Independência. Segundo Kalil, o Atlético já esta com o planejamento da temporada todo feito para que os jogos sejam realizados no Independência, inclusive as partidas da Copa Libertadores. Camarotes do estádio e ingressos para os compromissos da equipe no torneio continental já estão sendo vendidos e adquiridos pelos torcedores.

Já o América-MG entrou em um acordo parecido com a gestora do estádio. Como o Coelho não tem interesse em mandar todos os seus jogos no Mineirão, o estádio poderá ser utilizado pela agremiação em jogos da Copa do Brasil ou em eventuais partidas que possam ultrapassar o público de 23 mil pessoas, atual capacidade do Independência.

Edição 1468 de 23 a 26 de fevereiro de 2013  
Edição 1468 de 23 a 26 de fevereiro de 2013  

• Brasileiro é preso peladão no “drive-thru” em MA • Brasileiro tenta se livrar da pena de morte em Nebraska • Sindicatos e empresários anun...