Issuu on Google+

e q u i p e

J

-

m a r ç o

d e

2 0 1 3

1

O EQUIPE J é um projeto inserido no programa da Lei de Incentivo à Cultura da Prefeitura Municipal de Vespasiano | Secretaria de Cultura

Tem o prazer de ser o Patrocinador Oficial do EQUIPE J

O Equipe J é distribuído gratuitamente a todos alunos dos 7 aos 12 anos das escolas das redes municipal e pública de ensino do município de Vespasiano. A venda do Equipe J está restrita aos agentes autorizados. Valor de venda 1 real. Toda a receita da venda do Equipe J é revertida para o asilo da cidade de Vespasiano

Nº1 MAR/13

SEMPRE ATENTO

Pequenos Grandes Inventores Pág. 3

INVENÇÕES E DESCOBERTAS

HORA DO CONTO

O Xará

Págs. 4 e 5 DICAS DO CYBER

O Nascimento da Internet Pág. 9

FINAL VERDE

Invenções Ecológicas Pág. 12

NA CONVERSA COM A SUSANINHA

Entrevista com Tatiana Campos

Pág. 8


E1

e q u i p e

J

-

m a r ç o

d e

2 0 1 3

EDITORIAL PROF. GRAFOLAS cientista

Esta é a primeira edição do Equipe J, o jornal pensado exclusivamente para você. De março a dezembro, ele chegará às suas mãos e o convidará para um passeio ao mundo do conhecimento, da cultura, do entretenimento. Um mundo feito de letras e de traços, de cor e de curiosidades. Será um tema diferente a cada mês, dez temas por ano. O tema escolhido para a primeira edição foi “invenções e descobertas”. Esse assunto, além de interessante porque desperta a nossa curiosidade, é também de muita importância, pois são as idéias novas que transformam o mundo. O homem observa, analisa, reflete e descobre. Ou pensa, analisa, reflete e inventa. Daí, surgem os instrumentos que vão revolucionar o mundo do trabalho, das ciências, da economia, da educação, do esporte, enfim, de todos os campos da atuação humana. Foi assim que o homem inventou a roda e descobriu o fogo, inventou o computador e descobriu as vacinas. Descobrir e inventar. Qual a diferença? Descobrir é perceber algo que já existia, inventar é ser o primeiro a criar na imaginação. O computador, por exemplo, é uma invenção. Já a lei da gravidade foi uma descoberta. Tanto o computador quanto a lei da gravidade são assuntos desta edição do Equipe J. E tem mais. A história de um menino e seu xará, a origem do computador e da internet, algumas ideias criativas para garantir a sustentabilidade do nosso planeta. Tudo isso sem falar nas dicas preciosas do Cyber que vão ajudar você a navegar com segurança pela internet. O jornal também traz uma entrevista muito interessante e, como não poderia deixar de ser, a seção Passa o Tempo, com muitos passatempos interessantes para você. Então, o que você está esperando para viver horas agradáveis com seu Equipe J? É só abrir o jornal e...boa leitura! Ficha Técnica Concepção do Projeto: Buummdesign.com Direção Editorial: Tânia Colares (colares.tania@gmail.com) Direção de arte e Ilustrações: Frederico Rocha (frocha@buummdesign.com) Paginação: Buummdesign Revisão: Heloisa Ferreira Rosa Venda Direta: Vanda C. Rocha Diniz Glicério e Vânia I. da Rocha Ferreira Distribuição: Cristiano Alves Impressão: Gráfica 101 Tiragem: 15.000 exemplares E-mail: equipej@gmail.com

C1

SEMPRE ATENTO

2

SEU VALTÉRIO

Olá! Sou Seu Valtério. Naveguei por longes terras e por onde passei, anotei o que vi e ouvi. Enviei para os leitores do Equipe J novidades quentes sobre invenções e descobertas. Confiram!

raio-x: “fotografando os ossos”

Sabe aquele exame de raios-X que os médicos recomendam quando eles querem verificar se o paciente tem algum dano nos ossos? Pois é, esse exame foi descoberto por um feliz acaso, quando o físico alemão Wilhelm Conrad Rötgen estava estudando o fenômeno da luminescência. A estrutura óssea da mão do físico foi a primeira radiografia feita na história. Isso ocorreu no ano de 1895 e a descoberta revolucionou o tratamento médico, além de facilitar o tratamento de fraturas ósseas. Seis anos depois dessa descoberta, Wilhelm Conrad Rötgen ganhou o Prêmio Nobel de Física. Ele doou o dinheiro que ganhou como prêmio para uma universidade alemã, pois ele acreditava que a ciência devia estar sempre a serviço da humanidade. Albert Nobel, um químico e industrial sueco e inventor da dinamite, deixou, por escrito, no seu testamento, uma última criação sua: o Prêmio Nobel. Todos os anos, esse prêmio é entregue a pessoas que se destacaram por inventar ou criar ou descobrir algo bom para a humanidade. Assim, existe o Prêmio Nobel de Medicina, de Literatura, da Paz, de Química, de Matemática e de outras áreas da atuação humana.

Como são muitas as descobertas e os inventos interessantes, não conseguimos colocar tudo no Equipe J, por isso montamos para vc uma linha de tempo que percorrerá todas as páginas do jornal. A cada página virada, novas descobertas e invenções, no seu devido tempo. Assim, você poderá fazer uma pesquisa mais aprofundada e descobrir muito mais sobre o mundo fantástico criado pela inventividade da mente humana.


e q u i p e

J

-

m a r ç o

d e

3

2 0 1 3

pequenos grandes inventores

Escoteiro inventor: no aeroporto de Chicago, nos Estados Unidos, há um detector de metais para calçados. É uma engenhoca onde os passageiros colocam os pés para terem seus calçados escaneados. Sabe quem inventou essa engenhoca? Foi um escoteiro americano chamado Josh Pfluger, que à época da invenção, tinha apenas 15 anos de idade.

Aos 12 anos Daryn Murray inventou um dispositivo para segurança de aeronaves que detecta fragmentos potencialmente perigosos na pista de decolagem e pouso e envia essas informações para a aeronave. A parte principal do sistema consiste em uma câmera que sai correndo pela pista varrendo a área por fragmentos do tamanho de uma bola de gude.

a descoberta do fogo

Quem inventou o hambúrguer? Uns dizem que foram os alemães, outros dizem que foram os americanos. Seu Valtério diz o seguinte: os moradores de Hamburgo, na Alemanha, tinham o costume de comer um espeto de carne moída. Esse costume foi levado para os Estados Unidos por alguns marinheiros que, chegando lá, acostumaram-se a comer o bolinho de carne no meio do pão. Anos mais tarde, em 1885, um esperto adolescente americano, chamado Charlie Nagreen, teve a ideia de colocar dois bolinhos entre duas fatias de pão, para vender numa feira. O “hambúrguer do Charlie” virou um sucesso. Assim nasceu o hambúguer como nós o conhecemos hoje.

Você pensa no fogo quando come uma bela porção de batata frita? Ou a coxa de um franguinho assado? Ou quando toma um belo copo de chocolate quente no inverno? É! Todo esse conforto não surgiu, assim, magicamente, não, custou muito esforço e tempo. Foi na pré-historia, há cerca de 500 mil anos, que tudo começou. A descoberta do fogo foi tão importante para o homem quanto a descoberta da linguagem e da escrita. Sua batata frita que o diga! O homem descobriu o fogo esfregando materiais diversos, principalmente, a madeira. Foram selecionadas madeiras resinosas que, desfiadas em tiras, vinham amarradas com cipós e untadas de piches e resinas. O processo era longo e trabalhoso e, depois, havia um problema ainda maior: como conservar a chama? Os homens a “escondiam” em cavernas naturais ou em pequenas covas revestidas de pedras. Como vê, a chamazinha percorreu um longo caminho antes de se “esconder” no seu fogão.

c. 3200 a.C RODA

c. 50 000 a.C Lamparinas A óleo Primeiros Humanos

A impressão das letras com a utilização de tipos móveis originou-se na China, entre 1041 e 1048. Mas foi o alemão Johannes Gutenberg (1400 1468) quem criou os tipos fundidos em metal e a tinta que aderia ao papel.

725 a.C Relógio mecânico Yi Xing


C2

HORA DO

CONTO

O XARÁ Conto Fantástico Você já ouviu falar em contos fantásticos? São contos em que o autor mistura fantasia e realidade. Assim, no conto fantástico, tudo pode acontecer, como você vai comprovar lendo o conto abaixo chamado “O Xará”

Já passava das três horas e nada de Isaac conseguir dormir. A mãe já tinha ido ao quarto brigar por causa da luz acesa. Se Thomás Edison soubesse o quanto seu invento daria motivo para as mães brigarem, talvez ele tivesse desistido da ideia. O fato é que Isaac estava muito chateado. Os colegas estavam sempre a chamá-lo de esquisito, os professores diziam que ele era muito distraído e, pior, os pais davam razão a todos, menos a ele. Agora, digam-me, Isaac tinha ou não tinha razão para ter insônia? Foi pela manhãzinha que ele conseguiu pegar no sono e já a mãe o chamava para se levantar. Muito a contragosto, Isaac levantou-se, vestiu o uniforme, pegou o material e desceu a escada. Na cozinha, café e bolo esperavam por ele. A mãe podia ser briguenta, mas fazia um bolo que era uma delícia. Isaac ia a pé para a escola, ele gostava de andar e o caminho era curto. Era uma quarta-feira, o dia de que Isaac mais gostava, tinha duas aulas de Matemática, uma de Educação Física e uma de Ciências. Não que ele gostasse de Educação Física, no futebol era um perna de pau, razão pela qual ninguém o queria no time. Assim, ele podia ficar à vontade para fazer o que mais gostava: observar. Isaac observava tudo, se havia vento, se as folhas das

árvores estavam caindo, se algum passarinho tinha feito ninho, essas coisas que passavam despercebidas para a maioria dos colegas. Nesse dia, Isaac estava mais chateado que de costume, pois os colegas haviam zombado dele no recreio, um deles colara um papel nas suas costas com os dizeres: esquisito. E a professora de Português tinha se queixado com a coordenadora dizendo que Isaac nunca fazia as tarefas que ela passava. Nunca era exagero da professora, Isaac deixava de fazer algumas tarefas quando não entendia o que a professora explicava. Foi pensando que Isaac adormeceu. Não sabe quanto tempo dormiu, só sabe que acordou sentindo um afago nos cabelos. Quando abriu os olhos, levou um grande susto, havia alguém olhando para ele. - Quem é você? De onde veio? O que está fazendo aqui? - Calma, Isaac, uma pergunta de cada vez. Sou seu xará, também me chamo Isaac, como você. -É, mas você é meio esquisito, suas roupas são estranhas. -Achei que o esquisito aqui fosse você – disse a figura com um leve sorriso. -É, todos me acham esquisito. -E você sofre muito com isso, não?

c. 2000 a. fechadura e chaves Antigos egípcios c. 100 | PAPEL Ts´ai Lun

c. 1500 | Lápis Inventor britânico desconhecido

c. 1700 | piano Bartolomeo Cristofori


-Como você sabe se nem me conhece! - Isaac, eu também tinha dificuldades com algumas matérias e também sofria por isso. -É? E o que você fazia? - Bom, às vezes eu chorava, às vezes ia dormir debaixo das árvores... -Você está caçoando de mim. -Não, Isaac, vim aqui para tentar ajudá-lo. -Como você pode me ajudar? - Ouça-me com atenção: o mundo todo me conhece, porque eu descobri a força da gravidade. - Hã??? Força de quê? -Da gravidade, Isaac. Isso foi mais ou menos no ano de 1683. Eu fui o primeiro a descobrir que o nosso planeta Terra possui uma força chamada força da gravidade e que é essa força que puxa os objetos para baixo. Assim, ela nos mantém na superfície da Terra impedindo que nós fiquemos soltos no espaço. Imagine, milhões e milhões de pessoas, animais, objetos, casas, tudo soltinho no espaço? Ia ser um tromba-tromba danado. Mas, naquela época, muita gente criticou essa minha descoberta, eles não acreditavam nela. Isaac pensou, lembrou que na aula de Geografia tinha visto um globo terrestre. Realmente, alguma coisa segurava as pessoas na superfície da Terra. -Então, aceita a minha ajuda? -Vejo que você é um homem inteligente, mas como é que pode me ajudar? Isaac Newton coçou a barba, alisou o bigode, depois passou a mão pela vasta cabeleira e, por fim, disse: -Vou colocar uma força de gravidade dentro do seu corpo. Essa força vai puxar as pessoas para mais perto de você, elas vão entrar em seu coração, vão conhecer como você verdadeiramente é, um ser humano muito bacana. Como é, vai encarar o desafio? Isaac pensou, achou a ideia meio esquisita. Mas, ele não era esquisito? Não é o que todo mundo achava? Uma esquisitice a mais não ia fazer diferença na vida dele. Topou. E foi só dizer sim para sentir uma quentura dentro dele, uma vontade grande de sair

correndo, de abraçar o mundo. Não deu outra, dia seguinte, a escola, as aulas, os professores. Ah! Esqueci de contar duas coisas: pela manhã, a mãe recebeu Isaac na cozinha com um beijo gostoso, bem beijo de mãe. E o Isaac Newton, o xará, onde estava? Isaac, nosso amigo esquisito, nunca soube dizer para onde ele fora. Mas isso não importa, o que realmente importa é que Isaac deixou de ser esquisito e virou um famoso cientista, assim como seu xará Isaac Newton.

1454 | Imprensa Johannes Gutenberg A impressão das letras com a utilização de tipos móveis originou-se na China, entre 1041 e 1048. Mas foi o alemão Johannes Gutenberg (1400 - 1468) quem criou os tipos fundidos em metal e a tinta que aderia ao papel. Ele começa a imprimir a “Bíblia”, em latim, em Mainz, na Alemanha, no ano de 1450.


C3 e q u i p e

J

-

m a r ç o

d e

6

2 0 1 3

Dicionário

P PATENTE

Os inventores costumam apressar-se em patentear as suas invenções o mais rápido possível. Patente é uma espécie de licença que o governo dá a uma invenção. Ter a patente de algo significa que esse algo é seu e ninguém pode copiá-lo e fingir que é o dono. Para se ter a patente de uma invenção, é preciso que o inventor envie uma descrição do invento, juntamente com os desenhos que mostram, com detalhes, o que é aquela invenção e como ela funciona. Na maioria dos países, a patente protege uma invenção durante 20 anos.

THOMÁS EDISON O Menino Prodígio Thomás Alva Edison, o inventor da lâmpada elétrica, tinha entre 15 e 16 anos quando inventou um repetidor automático de sinais de telégrafo. Daí por diante não parou mais de inventar.

Ele patenteou 2.332 inventos, entre eles, o microfone.

Casquinha de sorvete motorizada Casquinha de sorvete motorizada, patenteada, em 1998, por Richard Hartman. Ele descreve o aparelho como "uma novidade de receptáculo para comer, divertido, com suporte rotativo para modelar a porção de sorvete ou qualquer alimento maleável enquanto estiver sendo consumido". Mesmo essa novidade relativamente simples tem uma extensa patente. Inclui sete reivindicações e seis desenhos e cita 15 patentes anteriores.

Capa protectora para cachorro Esta ilustração foi baseada na Ilustração para uma patente, apresentada nos EUA, para uma capa protetora para cachorro. A invenção tinha, como finalidade, protegê-lo contra o pó, manter os produtos de tratamento antipulgas na pele do cachorro enquanto os produtos químicos estão agindo ou mesmo ser usada para secar o cão depois do banho. Você direciona o secador de cabelo na abertura da capa e o ar quente circula por todo o corpo do cão.

1594 | descarga John Harington Em 1596, um afilhado da rainha Isabel da Inglaterra, John Harrington, inventou uma espécie de vaso sanitário com uma válvula que ajudava a desaguar a sujeira num local próximo. Estava começando aí a história da descarga, uma invenção muito limpa.

1826 | fotografia Joseph Niépce


C4 e q u i p e

J

-

m a r ç o

d e

7

2 0 1 3

NÚMEROS

NÃO INVENTAR TAMBÉM É SINAL DE INTELIGÊNCIA. Os romanos eram inteligentes até para não inventar. Eles não inventaram símbolos novos para representar os números , usaram as próprias letras do alfabeto. Foi daí que surgiram os algarismos romanos. A tabela era a seguinte:

indicava

indicava

indicava

1 unidade

5 unidadeS

indicava

100 unidadeS Quando apareciam vários números iguais juntos, os romanos somavam os seus valores.

indicava

porque

Mas, se o número maior vinha antes do menor, os romanos somavam os seus valores.

6 porque 5+1=6

=

4 porque 5-1=4

=

Seguindo a tabela e o raciocínio inventado pelos romanos, complete as lacunas abaixo:

AGORA O DESAFIO É PARA VOCÊ! ..............

1000 unidadeS

Quando dois números diferentes vinham juntos e o menor vinha antes do maior, os romanos subtraíam os seus valores.

2 porque 1+1=2

50 unidadeS

indicava

500 unidadeS

=

IX =

indicava

10 unidadeS

..............

IL =

..............

porque

..............

XC

..............

porque

..............

DM =

..............

porque

..............

XX =

..............

porque

..............

MD =

..............

porque

..............

XXXVI =

..............

porque

..............

XL =

..............

porque

..............

LX =

..............

porque

..............

VX =

..............

porque

..............

1876 | telefone Alexander Graham Bell

1839 | bicicleta Kirkpatrick Macmillan

1873 | CALÇA JEANS Jacob Davis e Levi Strauss

Usando a tecnologia do telégrafo, o escocês Alexander Graham Bell (1847 - 1922) inventou um jeito de transmitir a voz à distância, transformando-a em sinais elétricos. Olha aí o início de um aparelho que já se transformou muito no decorrer dos tempos


C5 e q u i p e

J

-

m a r ç o

d e

8

2 0 1 3

Susaninha: Você percebe quando uma determinada pesquisa ou um determinado exame podem levar a alguma descoberta? Tatiana: Na minha opinião, toda descoberta vem acompanhada de pesquisa e muito estudo. Num laboratório, as descobertas podem acontecer de algumas formas. Por exemplo, quando se descobre uma nova técnica para se fazer um exame cujo resultado vai ser útil para o médico acompanhar o doente ou para fornecer informações sobre o estágio da doença do paciente.

CONVERSAS COM

A SUSANINHA

Suasaninha: Você já fez alguma descoberta interessante e que tenha contribuído para melhorar a nossa qualidade de vida? Tatiana: Descoberta inédita eu nunca fiz, mas já participei do desenvolvimento de muitos métodos que forneceram resultados de exames. Hoje esses métodos são utilizados pelo Hermes Pardini e ajudam a fornecer resultados de exames com muita confiança e qualidade. Susaninha: Que descoberta deixou você mais empolgada? Tatiana: Foi muito bom quando eu participei do desenvolvimento de exames de análise de mercúrio na urina e no sangue. Para desenvolver esses exames foi usado um aparelho moderno e, depois desse trabalho, eu fiquei entusiasmada com a área de pesquisa.

Susaninha na conversa com

TATIANA CAMPOS A nossa entrevistada desta edição do Equipe J é a Tatiana Campos. Tatiana é uma pesquisadora na área de exames clínicos e trabalha no laboratório Hermes Pardini, em Vespasiano. Susaninha: Tatiana, o que você faz no seu trabalho? Tatiana: Eu trabalho com laboratório clínico. Minha função principal é ajudar a desenvolver técnicas que serão usadas na realização de exames.

Susaninha: É verdade que, para se descobrir algo interessante, são necessários anos de pesquisa e estudos? Tatiana: Algumas áreas de pesquisa são demoradas, sim, mas isso depende do pesquisador. Por exemplo, quando a indústria farmacêutica faz a descoberta de um novo medicamento, antes desse medicamento ser comercializado, há muitos estudos para comprovar se ele realmente funciona, se o uso é seguro, se não há efeitos negativos. Susaninha: Qual é a melhor parte nesse papel de pesquisadora? Tatiana: A melhor parte quando a gente trabalha em pesquisa é, sem dúvida, estar sempre diante de desafios, diante de algo novo. É melhor ainda quando você realiza ou participa de uma pesquisa cujo resultado torna-se útil e contribui para melhorar a vida das pessoas. Isso é gratificante. Susaninha: Tatiana, mais uma vez, muito obrigada pela entrevista. Tenho certeza de que todos os nossos leitores vão gostar muito, principalmente, os futuros pesquisadores.

1895 | Cinema Auguste e Louis Lumière Em 1895, em Paris, os irmãos franceses Auguste e Louis Lumiére apresentam um filme chamado “A saída dos trabalhadores da Fábrica Lumiére”. A apresentação, para 33 pessoas, durou cerca de 50 segundos. Mas foi o tempo necessário para mudar toda a história do cinema.


9

C6

navegar COM

SEGURANÇA Navegar na Internet é bom. Mas navegar seguro é melhor ainda. O Cyber dá-lhe as dicas!

CYBER

DICAS DO

CYBER

como surgiu a internet ? O antepassado da internet nasceu nos Estados Unidos, em fins dos anos 60, quando o departamento norte-americano de defesa lançou o projeto de um sistema de comunicação entre computadores, chamado Arpanet. Para evitar que, em caso de defeito ou de destruição de um ponto, a rede ficasse paralisada, cada equipamento informático, chamado “nó”, estava ligado aos outros “nós”. Logo depois, as universidades americanas aproveitaram essa rede para trocar mensagens e documentos, à distância, entre computadores. No princípio dos anos 70, uma equipe de especialistas inventou linguagens informáticas, chamadas protocolos. Essas linguagens serviam para ligar várias redes criando, assim, a International Network, logo resumida em internet. Para os íntimos, apenas net. Mais descobertas no nosso blog

www.equipej.blogspot.com

C7

BIBLIOTECA DA

MARISOL

1

Sempre que você encontrar alguma informação ou alguém que o incomode, mude de página ou saia logo da Internet.

2

Não responda às provocações. Nunca se deve usar linguagem agressiva nem ofensiva, pois as regras da boa educação também devem ser usadas na Internet.

3

Sempre que você tiver alguma dúvida, converse com com seus pais, pois eles, com certeza, são os seus maiores e melhores aliados.

Quem não tem ou já teve ou terá o desejo de inventar ou descobrir algo? Todos nós! Está no nosso sangue a inclinação para as descobertas. É assim também com os personagens dos livros que o Equipe J recomenda para você, nesta edição. Boa leitura!!!

MARISOL

As invenções de Ivo Autor: Rogério Trentini Editora: Cia das Letrinhas

Autor: João Carrascoza Editora: Ática

Uma das características mais marcantes entre as crianças é a imaginação. Seja para brincar ou entender o mundo, elas inventam seres e situações os mais inusitados. Ivo, o narrador deste livro, é o exemplo perfeito, passa o dia fantasiando.

1903 | avião Orville e Wibur Wright

Aprendiz de Inventor

1907-1925 televisao Boris Rosing, John Logie Baird

Um menino conhece um inventor e descobre a existência da Terra do Lá, para onde vão as coisas e as pessoas perdidas. Com isso, o garoto aprende sobre as perdas e o valor dos sentimentos.

1913 | fecho ziper Gideon Sundback


C8

PASSA O TEMPO

erros do projeto Do projeto em papel para a construção da invenção muita coisa pode acontecer! E com o nosso inventor aconteceu. Descubra os erros entre o projeto que está no papel e o projeto final!

quais são os parafusos daqui? O nosso inventor perdeu-se no meio de tantas porcas e parafusos. Onde encaixará este parafuso que sobrou?

A invenção que permitiu ao homem observar os astros chama-se: ( ) microscópio ( ) gravador ( ) telescópio O relógio de pulso foi inventado por: ( ) Carlos Drummond de Andrade ( ) Leonardo da Vinci ( ) Alberto Santos Dumont

É a hora do Quiz Que tal testar seus conhecimentos sobre invenções e descobertas?

Quem inventou a montanha russa foram: ( ) os brasileiros ( ) os russos ( ) os chineses

A invenção que evita que muitos motoristas percam a vida em acidentes é: ( ) o GPS ( ) o pneu sobressalente ( ) o cinto de segurança A corda foi inventada: ( ) na era do gelo ( ) na idade da pedra ( ) na idade moderna

Earle Dickson Em 1920, Earle Dickon, funcionário da Johnson & Johnson, inventou uma bandagem adesiva para os cortes e arranhões que sua mulher arranjava quando ia fazer as tarefas domésticas. Desse gesto solidário de um marido nascia o band-aid.

1936 | helicoptero Heinrich Focke


código robô Nosso inventor criou um Robô com uma linguagem muito própria. Você consegue decifrar qual é a mensagem?

A B C D E F G H I

M N O

P

U

X

Q

R

J

S

L

T

o quanto importa? Aqui vai uma lista de algumas invenções do homem, ao longo da sua história. Que tal numerá-las na ordem de importância que elas têm para você?

V

W

Y

Z

fogo papel higiênico

escova de dentes

tênis

caneta esferográfica

batatas chips

hambúrguer

carro telefone

anestesia

skate

código de barras 1964 | mouse do computador Douglas Engelbart

1952 | codigo de barras Bernard Silver e Normam Woodland

computador escrita

vacina

1974 | post it Art Fry O Post-it é um pequeno papel (de diversas medidas) com um adesivo de fácil remoção em seu verso, de forma que seja facilmente pregado, retirado e recolocado por algumas vezes, sem deixar marcas ou resíduos.


C9

e q u i p e

J

-

FINAL

VERDE

m a r ç o

d e

2 0 1 3

alerta planeta

CRISE DE ENERGIA

O mundo todo está vivendo uma séria crise de energia. Isso porque os chamados combustíveis fósseis, usados na produção de energia, estão correndo risco de se esgotarem. São eles o petróleo, o gás natural e o carvão que, além de serem recursos esgotáveis, causam danos ao meio ambiente. Por isso, há uma busca cada vez maior por novas fontes geradoras de energia. E elas existem. São recursos renováveis e que produzem energia limpa, ou seja, elas não se esgotam nem causam mal à natureza. Algumas delas já estão sendo usadas, inclusive no Brasil. São elas:

- energia solar: produzida pelo sol, ajuda, principalmente, na produção de energia caseira. - energia eólica: produzida pela força dos ventos. - biomassa: energia produzida pelas plantas, dão origem ao etanol, ao biogás e ao biodiesel; o Brasil é pioneiro na produção desse tipo de energia. - energia via lixo: produzida pela queima de materiais secos como madeira, papel, etc ou pela compostagem (fermentação) de lixo orgânico. - hidrogênio: elemento mais simples e abundante encontrado na natureza e que, isolado, pode produzir energia limpa e duradoura; considerado o combustível do futuro, ele já é usado pela NASA, no seu programa espacial.

Mas nem só de energia vive o homem. Em busca de melhor qualidade de vida, ele pensa e inventa. E olhe só o que o homem inventou! PEDALAR PELO AMBIENTE Olhe que interessante. O dono de um hotel em Copenhague, na Dinamarca, inventou uma boa maneira de gerar energia para o hotel e, ao mesmo tempo, agradar os hóspedes. O hotel tem bicicletas ligadas a um gerador de energia e o

hóspede que se dispuser a pedalar o tempo necessário para produzir, pelo menos, 10 watts/hora de energia ganha 25 euros, o que equivale aproximadamente a 60, 00 reais. É só pedalar um tempo aproximado de quinze minutos para ganhar uma boa grana.

O watt (símbolo: W) é a unidade de potência do Sistema Internacional de Unidades (SI). A unidade watt recebeu este nome em homenagem a James Watt, pelas suas contribuições para o desenvolvimento do motor a vapor, e foi adotada pelo segundo congresso da associação britânica para o avanço da ciência, em 1889.

O euro (€) é a moeda oficial de 17 dos 27 países da União Europeia.

OLHA O BANHO! Você sabe que o banho quente é o que gasta mais energia na casa. Sabendo disso, um design chamado Tommaso Colia criou um chuveiro que trata de expulsar os folgados do banheiro. Funciona assim: o chuveiro possui círculos colocados

no chão como se fossem tapetes e enquanto o chuveiro estiver ligado esses círculos vão crescendo. Após um tempo de banho, eles ficam tão incômodos que os folgados não conseguem mais ficar debaixo do chuveiro.

Designer: palavra inglesa que significa aquele que faz trabalhos ligados à área de comunicação visual; desenhista.

Pois é, esses são bons exemplos, de bons amigos do planeta Terra. E você, já pensou numa invenção para ajudar o nosso planeta? 1981 | Ônibus espacial Os americanos lançam a primeira nave espacial parcialmente reutilizável. No dia 12 de abril de 1981, o ônibus espacial Columbia sobe para uma missão de 2 dias e 8 horas. Hoje, os astronautas dos ônibus espaciais passam mais de quinze dias no espaço, consertando aparelhos como o telescópio espacial Hubble, realizando experiências científicas e observando a Terra.

Esta linha ainda daria para costurar muitas invenções, mas o espaço é curto. Por isso, vale você pesquisar e encontrar mais invenções, principalmente, as últimas novidades.


Ed.1 - Equipe J - Invenções e Descobertas