Page 1

Nº29| BIMESTRAL | JANEIRO/FEVEREIRO 2013 |DISTRIBUIÇÃO GRATUITA | WWW.BUEFIXE.ORG

ENTREVISTA EXCLUSIVA Modelo e VJ da MTV Portugal fala à BUÉ FIXE da sua carreira e luta contra o VIH/sida “… Acredito muito na prevenção...” Pág7


Caixa BUÉ FIXE | PÁG. 4

ENTREVISTA: Ana Sofia-modelo e VJ da MTV Portugal | PÁG 7 Info-jovem | PÁG. 3 Direitos Sociais | PÁG. 6

Quem são eles | PÁG. 8

Olá Pessoal, Bem-vindos a mais uma edição da nossa revista, a primeira do ano 2013! O destaque vai para a entrevista com a modelo portuguesa e VJ da MTV Portugal Ana Sofia Martins, que nos fala sobre a sua nova experiência na televisão e o que pensa acerca da luta contra a SIDA. Temos ainda as expectativas de vários jovens para este novo ano, um artigo sobre a FNAJ e, na coluna de Tecnologia, podes aprender tudo sobre Internet Segura. Boa Leitura e envia-nos os comentários, sugestões e críticas para grupobuefixe@gmail.com

"O preservativo deve ser colocado do início até ao fim do sexo. Previne-te!

A Bué Fixe é uma publicação bimestral da Associação, com o mesmo nome, produzida por jovens e para jovens em formato papel e electrónico em Portugal. Pretende-se com a revista informar e sensibilizar os jovens leitores – com prioridade para os que integram os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) e outras comunidades onde se fala português , para que possam adotar atitudes e comportamentos mais seguros face a infeção pelo VIH/sida. Neste contexto oferecemos, também, notícias e informações sobre música, desporto, sexualidade, tecnologia, voluntariado, associativismo, entre outros assuntos relacionados com a malta jovem.

Editora Chefe \ Carla Santos Colaboradores \ Maria Manuel, Raquel Moreno, Yáqueson Zacarias, Wilson Almeida, Nelson Rosa e Sónia Silva Supervisão \ Ana Filgueiras e Dynka Amorim Projeto Gráfico \ Atelier B2 e Ricardo Pestana / Sara Antunes

Site \ www.buefixe.org E-mail \ grupobuefixe@gmail.com Telemóvel \ +351 926007149 Sede Redação \ Rua de Macau nO 9, 3O frt, 2700-538, Amadora, Portugal

APOIOS:


SEGUNDA EDIÇÃO DA ACADEMIA UBUNTU Teve lugar em janeiro, no auditório 3 da Fundação Calouste Gulbenkian em Lisboa, a sessão de apresentação da segunda edição da ACADEMIA UBUNTU. Esta Academia visa a capacitação dos jovens líderes provenientes de contextos de exclusão social. A sessão ficou ainda marcada pela presença de José Ramos-Horta, Prémio Nobel da Paz em 1996 e ex-Presidente da República de Timor-Leste, que partilhou sua experiência pessoal e profissional com os presentes na sessão. Mais info em www. academiaubuntu.org.

TAÇA DE ÁFRICA DAS NAÇÕES PROMOVE CAMPANHA SOBRE VIH/SIDA O Programa Conjunto das Nações Unidas sobre VIH/SIDA, em parceria com o governo da África do Sul e a Confederação Africana de Futebol criou uma campanha, denominada “Protect the Goal”, ou seja “Proteja o Objetivo”. A iniciativa foi lançada na abertura da Taça Africana das Nações em janeiro, em Joanesburgo, e tem como objetivo difundir informações sobre IST/VIH/sida e promover a prevenção entre os jovens, avançou a Agência de Notícias da Aids do Brasil.

CONFERÊNCIA DOS JOVENS DA CPLP TEVE LUGAR EM LISBOA A sede da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, em Lisboa, foi palco da Conferência dos Jovens da CPLP. Organizada pelo Conselho Nacional da Juventude de Portugal, estiveram em análise dois grandes temas: Desafios e Oportunidades no Espaço CPLP e Juventude e Cooperação. Os países da CPLP fizeram-se representar pelos Conselhos Nacionais da Juventude. O momento serviu, também, para a troca de experiências e parcerias entre os representantes dos jovens dos países membros da CPLP. O evento contou com a presença do Secretário Executivo da CPLP, Embaixador Murade Isaac M. Murargy e outras individualidades.

O VIH não escolhe cara, raça nem nível social! Protege-te


Perguntas e respostas sobre o vih/sida APANHA-SE O VIH NAS LÂMINAS, FACAS, SERINGAS OU AGULHAS? SIM, se já foram usadas para cortar ou furar a pele de outra pessoa (que pode ter o VIH).. É POSSÍVEL APANHAR O VIH NO PRIMEIRO CONTACTO SEXUAL COM UMA PESSOA COM SIDA? SIM! Se não usar preservativo e o parceiro/a sexual estiver infetado/a com o VIH basta uma vez para a pessoa se infetar. APANHO O VIH SE FIZER SEXO ORAL (BOCA NO SEXO DO OUTRO)? SIM. Pode acontecer se tiveres feridas na boca (lábios, gengiva ou base dos dentes). O vírus (que pode estar nos líquidos da vagina ou no esperma) pode aproveitar essas feridas para entrar no corpo. É POSSÍVEL UMA MULHER INFETAR-SE SE O ESPERMA DE UM HOMEM INFETADO PEGAR EM ALGUMA PARTE DO CORPO? O esperma que tiver o VIH só pode infetar através das mucosas(pele fina da vagina, lábios, boca) ou pelo ânus ou feridas. Se tocar em qualquer outra parte do corpo não infeta. O QUE DEVE FAZER A FAMÍLIA DO DOENTE COM SIDA? A família deve dar-lhe carinho, aconselhar com informação correta e, se possível, acompanhar ao posto de saúde (quando se sentir doente) ou hospital (se for urgente). Deve também informar-se sobre os alimentos que devem comer e os que lhe podem fazer mal. A pessoa infetada deve ficar com a família porque não há perigo de infetar ninguém nas relações de convívio diário. A pessoa com VIH/sida só pode infetar outra durante a a relação sexual se não usar preservativo, através do seu sangue em contato com uma ferida da outra pessoa, ou se a pessoa usar agulhas, lâminas ou outros objetos cortantes já usados no corpo da outra..

Se tiveres dúvidas basta enviares SMS para: 926007149 ou enviares também email para grupobuefixe@gmail.com


Costuma dizer-se que “Ano Novo, Vida Nova”. O começo de um novo ano é sempre símbolo de novas expectativas e esperanças de algo novo. Por isso a Bué Fixe foi à rua descobrir quais são as expectativas dos jovens para este ano. E t-ú? Quais são as tuas expectativas para 2013?.

Jennifer Dias, 20 anos "Sou da Guiné-Bissau e, para 2013, espero que haja estabilidade política no meu país, que consiga um trabalho e fazer muitas viagens".

Rui Sousa, 20 anos Catarina Sousa, 18 anos "No ano de 2013 quero arranjar um emprego onde me paguem bem e gostava muito de acabar o curso na faculdade. Infelizmente, como a economia portuguesa não está a ir bem, gostava também que a economia melhorasse, ter saúde, ter amor e muita paz para toda a gente".

Adérito Rodrigues, 27 anos "Neste 2013 espero encontrar um emprego pois estou desempregado, e regressar à minha terra Cabo Verde".

"Espero que 2013 seja o meu ano. Eu já disse isso a todos os meus amigos, e espero que seja um ano que me corra mesmo tudo bem, que tenha várias experiências sejam elas boas ou más mas que, basicamente, seja um ano que me faça crescer".

Cláudia Lucas, 25 anos “Para 2013, espero que o ano corra ligeiramente melhor do que correu no ano passado em termos pessoais e em termos de expectativas de trabalho também- Vai ser um bocadinho complicado por causa do Estado que nos anda a “cortar as pernas” , mas se este continuar a fazer como no ano passado, esperemos bem que o povo português melhore a sua prestação em termos de manifestações e continue a fazer-se ouvir, que é o que o país precisa para andarmos para a frente". Por: Carla Santos


Acesso de Cidadãos Estrangeiros — legais e ilegais — a Cuidados de Saúde Quais são os meus direitos de saúde enquanto imigrante? Todos (as) imigrantes legalizados (as) ou não legalizados (as),precisam apenas de apresentar o atestado de residência (emitido pela respectiva Junta de Freguesia). Isto é o que está no art.34, do Decreto-lei n.135/99, de 22 de Abril, regulado no Despacho do Ministério da Saúde n.25 360/2001. Esta lei garante o acesso gratuito a: Consultas de planeamento familiar no Serviço Nacional de Saúde (Centros de Saúde e Hospitais Públicos), nomeadamente: Acesso à contracepção Observação Ginecológica Prevenção/Rastreio e Tratamento das Infecções Sexualmente Transmissíveis Têm ainda direito às consultas gratuitas de: Saúde Materna Saúde Infantil (até aos 12 anos) entre outros serviços Se quiseres saber mais vai a: www.portaldasaude.pt

Quando se fala em Direitos Sociais estamos a falar no direito à Educação, à Saúde, a um lugar onde viver e outros direitos essenciais a uma vida digna.


Ana Sofia Martins, Modelo e VJ da MTV Ana Sofia Martins é uma das modelos portuguesas mais conceituadas da atualidade. De ascendência cabo-verdiana, o seu ar exótico e o seu profissionalismo ,fizeram com que trabalhasse para marcas prestigiadas como United Colors of Benetton, Victoria’s Secrets ou MAC. Além das passarelas, a modelo encanta agora também na televisão, já que é a mais recente VJ da MTV Portugal. Sempre de sorriso aberto, Ana Sofia revelou à BUÉ FIXE como está a ser esta sua nova experiência.

Bué Fixe- Ana Sofia, já és modelo há vários anos. Como é que começou a tua carreira na moda? Foi algo que inesperado ou sempre quiseste seguir essa área? Ana Sofia- "Foi algo que eu nunca quis, o que é o mais engraçado. Estava a passear na rua com um grupo de amigas quando parou um carro com uns scoutings de uma agência. Começaram a fazer-me perguntas sobre o meu peso, altura, medidas. Deram-me um cartão da agência e disseram-me que eu poderia vir a ser modelo, mas não liguei nenhuma. Mas , depois, passado algum tempo, tive curiosidade em ir à agência só para ver como era. Fui até lá com uma colega e fiquei! Nunca mais de lá saí".

Bué fixe-Atualmente, também és VJ da MTV Portugal. Como é que isto aconteceu? Ana Sofia Martins- "Aconteceu porque já me sentia em “piloto automático” como modelo; aborreço-me com muita facilidade e precisava de um desafio. Eu precisava de me provar que tinha personalidade, que sou inteligente, e precisava de provar isso às pessoas á minha volta. Então quando surgiu o casting para VJ e não hesitei. Houve até alguma polémica sobre isso. Houve pessoas que me criticaram e diziam que eu já era uma figura conhecida, mas as pessoas que disseram isso não sabem de onde eu vim, daquilo que preciso ou não preciso".

"Por isso liguem a MTV Portugal, critiquem, mas critiquem com critério. Aqui na MTV sou tratada como uma princesa, dão-me muita liberdade de manobra e por isso sou mesmo sou uma privilegiada. Estou muito contente por os dois mundos poderem conviver".

Bué Fixe- Qual a mensagem que queres deixar aos nossos leitores em relação à SIDA? Ana Sofia- "Para além de que têm que continuar a ler a revista e a ouvir o programa de rádio e participar nas iniciativas, acredito muito na prevenção e passo aqui uma mensagem de prevenção: nós achamos sempre que as coisas não nos vão acontecer a nós e sei que é totalmente “clichê” dizer isto mas os “clichês” às vezes existem por algum motivo. Prevenção, prevenção, prevenção: é mesmo a mensagem que vos quero deixar porque só assim podemos evitar que a SIDA continue a ser uma epidemia. Prevenção e muita esperança é o que quero deixar".

“...Acredito muito na prevenção...” Nota:Leia a entrevista completa em buefixe.org


FNAJ AO SERVIÇO DO MOVIMENTO ASSOCIATIVO JUVENIL A FNAJ foi fundada a 10 de Maio de 1996, e conta com cerca de 1200 associações filiadas, provenientes de todos os distritos do país e das Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores. Representa as Associações Juvenis perante os poderes públicos e políticos, promove um diálogo estruturado e a inclusão de jovens com menos oportunidades na sociedade portuguesa. A FNAJ luta pelo desenvolvimento das Associações Juvenis e, desta forma, pelo aumento da participação ativa juvenil na sociedade. Promove, também, o intercâmbio de experiências entre estas associações tanto ao nível local, regional, nacional e internacional. Ao longo de mais de uma década, esta Federação tem desenvolvido a sua ação, na dimensão nacional, como entidade organizadora ou em redes de parceria, concebendo a gestão e organização de atividades de índole associativa, campanhas de divulgação e disseminação de boas práticas assim como de temas que interessam e preocupam os/as jovens até encontros /seminários nacionais e internacionais entre jovens e decisores/ as políticos/as. Tem produzido variada documentação e publicações. As principais atividades da FNAJ são a representação política das associações e a promoção da participação da juventude portuguesa nos órgãos de decisão política. A FNAJ intervém em matérias relacionadas

com o Terceiro Setor, assim como em questões ligadas à promoção do desenvolvimento sustentado, da participação critica, do exercício de cidadania, coesão social, cultura, educação não formal, igualdade de direitos, tempos livres, desporto, ambiente, entre outros.

EM DESTAQUE A FNAJ iniciou, no final de 2011, três projetos na área da igualdade, em linha com o IV Plano Nacional para a Igualdade – Género, Cidadania e Não Discriminação (2011-2013): o projeto “Abrindo Caminho para a Igualdade” (eixo 9.7.3 – Região de Lisboa) e dois projetos de “Plano para a Igualdade na FNAJ” (Eixo 7.2 – Centro e Norte), financiados pelo POPH/QREN, que decorrerão até 2013 mantendo como objetivos dos projetos a sensibilização e empoderamento para a igualdade e não discriminação (com recurso à Carrinha da Igualdade), bem como o diagnóstico, elaboração e implementação de um Plano para a Igualdade em associações/membro da FNAJ, com o objetivo de promover a modernização da cultura organizacional para uma efetiva igualdade de tratamento e de oportunidades entre raparigas e rapazes, na estrutura, funcionamento das atividades desenvolvidas.

CONTACTOS www.fnaj.pt Morada: Rua do Almada, N.º 679 1º - Salas 101 / 2 /3 4050-039 Porto – Portugal | Telefone: 222 007 767 Fax: 222 007 868 | Telemóvel: 919 191 106 E-mail: fnaj@mail.telepac.pt


MAIS UMA FERRAMENTA: CENTRO INTERNET SEGURA

O Centro Internet Segura é um serviço gratuito, coordenado pela Fundação para Ciência e a Tecnologia do Ministério da Educação e Ciência, que tem como missão esclarecer as crianças, os jovens e os cidadãos em geral sobre o uso responsável e seguro da Internet, do computador e telemóveis. Pretende ajudar as pessoas a tomar decisões informadas, evitando os riscos e problemas que podem aparecer na utilização destas tecnologias. Fazes uma ideia do que acontece na Internet em cada minuto? Em apenas 60 segundos o mundo está na Web, com milhões de interações: mais de 1.2 milhões pessoas interagem no Facebook, mais de 168 milhões de e-mails são enviados, mais de 600 vídeos são colocados no Youtube, cerca de 700 mil pesquisas são feitas no Google, sem falar dos muitos milhões de “downloads” e partilhas de ficheiros. Os jovens passam grande parte do seu tempo online, em atividades de entretenimento, ou a socializar nas redes sociais e muitos indicaram já terem sofrido algum tipo de incidente de segurança online. Para que incidentes não aconteçam, damos 5 conselhos rápidos:

1. Protejam as vossas identidades online: uma porta escancarada facilita o roubo da casa 2. Nuca digam a ninguém o Nome de Usuário e a vossa Senha: há coisas que não se partilham. 3. A Internet tem uma grande memória: há que manter a sua memória limpa a nosso respeito. 4. Agir com respeito online: tal como na vida real, poupa-nos muitos problemas. 5. Ter cuidado no contacto com desconhecidos: na vida real não contatamos pessoas com cara tapada. Amigos: tanto como a internet segura, é também necessário a segurança na relação com o nosso(a) parceiro(a), usando preservativo. Só assim conseguimos garantir a proteção de todos e evitando o risco de nos infetarmos seja com uma IST, seja apanhando o VIH que causa a SIDA. Para mais informações sobre segurança tecnológica e comportamentos seguros online, vai a : www.internetsegura.pt ou faz-te amigo da página do Facebook em: www.facebook.com/internetsegura.pt Textos escrito por: Centro Internet Segura, Yáqueson Zacarias e Sónia Silva

O VIH não se pode ver pelo aspeto da pessoa. Faz o teste!


PORQUE TODOS CORREMOS O RISCO AJUDE-NOS A AJUDAR Se quiser doar algum apoio financeiro que nos ajude a ter mais voluntários a quem possamos oferecer o pagamento dos transportes e das refeições deposite em:

NIB 003500850010949983046


APRENDE A USAR O PRESERVATIVO PARA MULHER Um dos primeiros passos é ver o prazo de validade do preservativo. É também importante saber escolher o local ideal. Não deves guardar este preservativo em locais onde a temperatura varia muito, nem nos bolsos das calças, nem na carteira (Deves guardá-lo num local limpo, fresco e seco). Ao abrires o preservativo, não uses nada que corte para não o estragares ou rasgares sem te aperceberes. Também não uses os dentes ou unhas para o abrires. Muito antes do dia em que o usares, olha bem o envelope para saberes onde e como o podes abrir apenas com os dedos. Logo que tenhas este tipo de preservativo, experimenta uma posição confortável para quando chegar a altura poderes coloca-lo com facilidade (exemplo: deitada com os joelhos dobrados e as pernas afastadas, de pé com uma das pernas em cima de uma cadeira ou agachada com as pernas afastadas). O preservativo feminino tem dois anéis. Um interno e outro externo. O interno, que é ligeiramente menor, deve ser colocado dentro da vagina de modo a que o final externo fique de fora e cubra a parte externa da vagina. A seguir, deves apertar o anel que vai ser colocado no interior da vagina de modo a facilitar a sua entrada ( a parte fechada deve ficar dentro da vagina e o lado aberto ligeiramente a cobrir os lábios da vagina). A colocação do preservativo feminino deve ser feita sempre com o anel interno apertado por ti até que este esteja todo dentro da vagina. A seguir, deves empurrar o preservativo com o dedo indicador, verificares que foi bem colocado e que não está dobrado. Para o retirares, no final de fazeres sexo, aperta o anel externo para que o esperma não saia, puxa cuidadosamente para fora e deita no lixo. Não tenhas receio. O preservativo feminino ajusta-se bem à vagina. O preservativo feminino não deve ser usado juntamente com o masculino. Protege-te contra as várias infecções sexualmente transmissíveis. Existem também outros tipos de preservativo feminino. Podes ter mais informações no teu Centro de Saúde.


APRENDE A USAR O PRESERVATIVO PARA HOMEM Um dos primeiros passos é ter em atenção o prazo de validade do preservativo. É também importante a escolha do lugar onde os guardas. Não deves guardar em locais onde a temperatura varia constantemente, nos bolsos das calças ou na carteira (Deves guardá-lo num local limpo, fresco e seco). Ao abrires o preservativo, não uses materiais cortantes para não o danificares nem rasgares sem te aperceberes. Também não deves usar os dentes ou unhas para o abrires (Assim torna-se mais seguro abri-lo com os dedos). O preservativo deve ser colocado antes do contacto sexual e quando o pénis estiver erecto. Para teres a certeza que fica bem colocado começa por perceber qual o lado correcto a ser usado. A seguir aperta a ponta do preservativo (tenta deixar espaço suficiente) coloca-o na ponta do pénis e desenrola o preservativo sem soltar a ponta até que o pénis esteja completamente coberto. O espaço que apertaste (no lugar fechado) deve ficar sem ar. Se quiseres usar lubrificantes, só uses os que são à base de água pois estes ajudam a manter o material em boas condições. Certifica-te sempre que o preservativo fica bem colocado durante o acto sexual (caso saia utiliza um novo). No fim, retira o preservativo com cuidado (segurando-o pela base) enquanto o pénis estiver erecto e dá um nó de modo a não deixar sair o sémen e deita-ono lixo.

Revista Bué Fixe #29  

29 edição da revista Bué Fixe