Page 1

Nossa

CASA ANO 2 Nº 3 ANUÁRIO 2014

PRATELEIRAS AS VANTAGENS DE UTILIZÁ-LAS NA DECORAÇÃO

PAREDE ELEGANTE COMO CULTIVAR UM JARDIM VERTICAL

é sua a casa

SUSTENTABILIDADE É UMA DAS PRINCIPAIS TENDÊNCIAS PARA 2015.

e mais: PERSONALIZAÇÃO, CINZA E RETRÔ TAMBÉM SÃO PREFERÊNCIAS DE PROFISSIONAIS.


BEM VINDO AO ANUÁRIO 2014 Nossa

CASA DÉCOR

PARA TODOS OS GOSTOS

EM 2015 TEM MAIS. PARTICIPE VOCÊ TAMBÉM.

Em sua terceira edição, o anuário Nossa Casa traz projetos de arquitetos, decoradores e designers de interiores recheados de referências. Agradecemos a todos os clientes, parceiros e colaboradores que mais uma vez apoiaram e acreditaram em nossas ideias.


SUMÁRIO

10 estilo

capa A sala de estar é sempre convidativa. É o lugar confortável para reunir pessoas que você gosta para uma conversa despretenciosa.

5

dúvidas sobre cortinas e persianas

vermelho O CHARME DO

14e16 inspiração

sente-se

18 descanso

CRIE A SUA

ADEGA

&

20 organize-se

molduras

quadros

E FIQUE À VONTADE

26 cozinha

prateleiras NA DECORAÇÃO

32 estilo verde

elegante PAREDE

ANUÁRIO NOSSA CASA 2014

3


EDITORIAL

N

o segundo semestre do ano, já po-

E mais: personalização, cinza e retrô também são

demos ter um balanço do que está

destaques para renovar a decoração. Cada estilo tem

em alta na arquitetura e também do

suas particularidades, com isso, é importante que ao

que podemos esperar para 2015. Es-

contratar um profissional você tenha personalidade

colher a combinação de móveis e acessórios, com olhos

ao descrever a sua história de vida e assim escolher o ambiente que mais combina com você.

atentos e mãos hábeis, não é uma tarefa fácil. O anuário Nossa Casa é um convite para você leitor entrar num uni-

Assim como você, nós também gostamos de novi-

verso repleto de novas ideias. A palavra que se destaca

dades e é nesse clima que apresentamos o novo

nos últimos tempos é sustentabilidade. E foi assim que

planejamento gráfico do anuário Nossa Casa. Organi-

abrimos a matéria principal A casa é sua, onde arquitetos

zado, com fotos maiores e com pautas interessantes,

e decoradores ditam as principais tendências para o próx-

temos certeza que você guardará este exemplar

imo ano. A palavra sustentável vem do latim “sustentare”

para ter como referência. O nosso objetivo é tornar

e tem o siginificado de sustentar, favorecer e conservar.

suave a sua leitura.

Piso de bambu, tinta mineral natural e madeira plástica.

Nas páginas a seguir, você está prestes a entrar num

Estes materiais são resistentes e não agridem o meio am-

universo de grandes agrados. Afinal, a nossa casa é

biente. O bambu, por exemplo, é uma excelente opção de

o ambiente mais confortável, é o local que amamos

revestimento e devido a sua velocidade no crescimento

chegar todos os dias.

pode ser colhido aualmente, sem prejuízos a natureza. E neste contexto entendemos que além de ser uma tendência, a sustentabilidade se tornou prioridade para quem faz o bem.

4 ANUÁRIO NOSSA CASA 2014

Pode entrar, a casa é sua. Josie Mendes Jornalista e responsável pela nova identidade visual


SUMÁRIO

34 espaço workaholic

office

HOME

38 tendência this is a box

EXPEDIENTE

44 capa

Nossa

é sua

CASA

a casa

Anuário 2014

Diretor Carlos Bittencourt direcao@bteditora.com.br

30 tendência this is a box

Jornalista Responsável Renara Almeida Assistente de Jornalismo Anderson Silva

38 ambiente vantagens dos móveis sob medida

Projeto gráfico e diagramação Josie Mendes

68 e 70 inspiração jogo de luz

Comercial Sônia Bittencourt 47 . 8405.9681 Rose de Souza 47 . 3348.3040

Críticas e sugestões direcao@bteditora.com.br BT Editora Rua Jorge Mattos, nº15 88302-130 Centro - Itajaí, SC 47 3344.8600 O anuário Nossa Casa não se responsabiliza por conceitos emitidos em artigos assinados, que são de inteira responsabilidade de seus utores. Nem muito menos pelo crédito e fotos inseridas nas páginas dos nossos anunciantes.

100 design abimad

85 mostra casa cor

104 interiores tendência de móveis

88 e 89 exposições a pegada pop visões da coleção ludwig pop art Lichtenstein

108 inspiração toque mágico

92 desejo casa de praia

112 conforto 8 itens de decoração

95 ideia azulejos

114 décor Natal ANUÁRIO NOSSA CASA 2014

5


ESTILO VERMELHO

vermelho O CHARME DO

A

COMO COMBINAR PAREDES VERMELHAS

s paredes vermelhas podem ser ousadas, vivas, clássica e

Dilema. Ressaltar uma parede ou pintar todas de vermelho? Como

difíceis de decorar. Se você adorou a ideia quando resolveu

regra geral, quartos amplos, pisos planos abertos e espaços in-

pintar, mas agora se sente um pouco perdido em decidir o

fantis podem se beneficiar de um pouco mais de espaço branco.

que colocar nela, algumas dessas dicas estão aí para te

Defina um canto ou um quarto com tinta vermelha e deixe o resto

ajudar.

Galeria de Arte. As paredes vermelhas criam um cenário marcante

em branco. Pequenas e aconchegantes, as salas de jantar e estudos são mais capazes de lidar com quatro paredes de vermelho.

para uma coleção eclética de obras de arte. A utilização das obras

Madeira natural, couro e ferro. Elegantes vigas de madeira, lu-

é uma ótima maneira de suavizar o vermelho - os quadros vão co-

minárias de ferro, tapeçaria de couro e paredes em tom cereja, um

brir parte da área da superfície, deixando apenas parte da parede

equilíbrio entre o agradável rústico e o refinado. O branco ficaria

exposta sem sobrecarregar o seu espaço.

muito primitivo se comparado a uma rica combinação de texturas.

Móveis. E agora, como combinar os móveis com a parede vermelha? Tente móveis brancos estofados, um tapete preto ou branco liso, e cortinas brancas simples. Brinque com a cor da parede, escolhendo travesseiros cobertos com rendas ou tapetes com um pouco de vermelho neles. 10 ANUÁRIO NOSSA CASA 2014

Se você quiser usar tinta branca, tente tons creme ou um tom de gelo, que puxa um pouco para o tom cinza claro.


Madeira: escura e piso de cerâmica. As paredes vermelhas ficam clássicas e refinadas com piso de cerâmica em tons quentes e mobília em madeira escura. Adicione adereços de decoração como um lustre, um espelho de madeira esculpida e plantas em vasos exuberantes. Cadeiras finas e cortinas estampadas amenizam o efeito quente dessa combinação. Outra dica para mudar o visual do dia-a-dia é adicionar novas almofadas ou trocar as cortinas. Mármore e creme. Pintar as paredes da cozinha de vermelho é

Chocolate, preto e dourado. Tente um sofá aveludado de cor de

incomum, mas tem o potencial de ser absolutamente lindo. Tente

chocolate, lâmpadas com tom preto ou grafite, e molduras de es-

combinar as paredes com bancada de mármore, armários em tons

pelhos em preto ou ouro (ou uma mistura dos dois). No chão, você

de creme e pisos de madeira para transformar a cozinha em um

pode utilizar qualquer tapete tradicional em tons de vermelho ou

elegante estilo de chalé.

um simples tapete de fibra natural.

Tapete oriental ou kilim. Estes tapetes tendem a incluir o vermel-

Convidativo, rosa e navy. Se você gosta de cores fortes e quer vari-

ho, tornando-os uma escolha natural para um quarto com paredes

ar um pouco o visual, tente combinar as paredes vermelhas com

vermelhas. Estenda um tapete oriental aveludado ou tecido plano

rosa escuro e mobília em azul-marinho. Como os tons de um sári

kilim em tons de vermelho, azul ou marrom. Deste modo, a dec-

indiano, vermelho, rosa e azul marinho fazem uma combinação

oração vai parecer melhor organizada.

alegre e energizante.

ANUÁRIO NOSSA CASA 2014

11


5

INSPIRAÇÃO

dúvidas sobre cortinas e persianas ESCOLHER AS CORTINAS E AS PERSIANAS PARA O LAR EXIGE UMA PESQUISA CUIDADOSA, AFINAL SÃO BASTANTE DURÁVEIS. A ARQUITETA LAURA GIASSI MORASTONI, DA VILLA E DECORAÇÃO RESPONDE CINCO DÚVIDAS PARA AJUDAR NA SUA ESCOLHA.

O que o cliente precisa saber antes de escolher a cortina ou a persiana? O primeiro passo é saber qual o conceito se pretende ter para o ambiente: aconchegante, moderno, clássico, clean, etc. A definição do tecido depende do conceito do ambiente, se a intenção é um lugar aconchegante, as cortinas em tecidos são ideais. As cortinas de seda, por exemplo, conferem modernidade, enquanto a persiana e o rolô têm efeito mais clean e são mais práticas. As cores neutras são as mais indicadas por não marcarem tanto o ambiente. Cores neutras cansam menos e, como as cortinas duram bastante, tons de cinza, bege e branco são atemporais. Desta forma pode-se mudar a decoração, mas manter a cortina. Quando possível, a cortina deve tocar o chão, pois o ambiente fica mais elegante.

Existe algum tipo de acessório de decoração para cortina ou persiana? Hoje a indústria de acessórios oferece uma grande variedade de cores e modelos no mercado. Ponteiras, pingentes, apanhadores, laços, prendedores, ilhoses e argolas conferem um visual requintado ao ambiente. Eles vão desde materiais mais simples como o plástico, ferro platinados e até os luxuosos, em latão, bronze, pedrarias e transparências. Os pingentes têm o poder de transformar cortinas simples em sofisticadas e mudar o ambiente com apenas um toque.

Existe um modelo próprio para cozinha e lavanderia? Para as chamadas áreas molhadas, como sala de banho, lavanderia, cozinha, é indicado o uso das cortinas do sistema rolo (sistema recolhível), especificamente as telas solares, com toque e visual de tecido, com design leve e confortável para os olhos e variedade de cores e padrões. Elas são laváveis, permitem visibilidade, claridade e ao mesmo tempo privacidade, além de proteção UVA e UVB. Quando usar persianas? Essa escolha depende do ambiente e a harmonia como restante da decoração e do mobiliário. Os modelos rolo são muito indicados pela sua leveza e praticidade. Persianas verticais ficam legais em escritórios. A persiana acaba sendo uma ótima opção para pequenos ambientes, pois não tomam muito espaço. Qual é a cortina ideal para evitar reflexos na TV? Em ambientes como dormitórios ou sala com home theater, é ideal utilizar o blackout, pois garante 100% de isolamento quanto à claridade. Muito usado em hotéis também. Hoje existem modelos misturados com tecido, dando uma aparência mais leve e aconchegante para as cortinas. E quando for necessário, uma opção é colocar duas cortinas em trilhos separados, o blackout atrás e na frente um tecido mais leve.

14 ANUÁRIO NOSSA CASA 2014

O novo conceito Villa E foi representado pelo excelente projeto das arquitetas Aline Sestrem e Rosane Gonçalves, que superaram expectativas ao entenderem a proposta solicitada pela empresária Eliane de Paula. Hoje a Villa E se encontra com espaço mais amplo e modernizado trazendo novidades e lançamentos, adequando-se ao perfil de cada cliente mantendo a exclusividade, requinte e sofisticação.

Villa E Decoração - Cortinas e Persianas Rua Alberto Werner, nº 704 - Vila Operária, Itajaí 47. 3346.5624


INSPIRAÇÃO

CRIE A SUA

ADEGA É POSSÍVEL CRIAR UM CANTINHO PARA APRECIAR VINHOS EM CASA

C

om a tecnologia adequada e a criatividade de um bom profissional, já é possível ter uma charmosa e aconchegante adega dentro do lar. Tanto em casa ou

no apartamento, ter uma adega não significa a necessidade de um porão no mais estiloso modelo padrão internacional, ou uma edícula, por exemplo. Quem pensa que para ter um espaço para degustar os preciosos vinhos, é preciso um cômodo exclusivo, está enganado. É possível criar um cantinho para apreciar as bebidas em uma área de até um metro quadrado. Segundo profissionais especializados o tamanho do espaço vai depender da quantidade de garrafas que o cliente pretende armazenar, do uso da adega e até da integração com outros ambientes da casa. Existem dois tipos principais de adega: as climatizadas e as sem refrigeração. Mas quando a intenção é montar o cantinho dos vinhos em um espaço na sala de estar, por exemplo, suscetível a variações de temperatura, o indicado é usar um sistema de climatização. É possível projetar um armário refrigerado, feito sob medida, ou comprar uma adega refrigerada, como uma geladeira, mas específica para a bebida fermentada. Outra opção é a adega refrigerada, que pode ser comprada pronta, em vez de sob medida. Entre as melhores opções de adegas em armário, estão aquelas que oferecem portas de abrir, com vidro - já que possuem sistema de correr, não oferecem vedação suficiente para manter a temperatura, mas ao mesmo tempo podem ser incorporadas aos ambientes de convívio social. Despensas não utilizadas também podem ser transformadas no espaço para vinhos. A escolha costuma ser por um local longe do sol e de fontes de calor, para ajudar a manter a refrigeração da adega.

O número de pessoas que buscam fazer a adega como espaço integrado com a sala de estar vem crescendo. Entre os projetos mais comuns, estão aqueles onde a sala de jantar integra com a churrasqueira ou lareiras. Nesse caso, o ideal é afastá-las de 50 cm a um metro, para evitar a transmissão de calor. Mas, para qualquer projeto, o necessário é que o apreciador do bom vinho mantenha as garrafas na temperatura ideal, que fica entre 15 e 18 graus célsius para os tintos, entre 10 e 12 graus para os brancos e em cerca de oito graus para os espumantes.

16 ANUÁRIO NOSSA CASA 2014


DESCANSO

sente-se

E FIQUE À VONTADE

PEÇA-CHAVE PARA QUALQUER DECORAÇÃO,O MÓVEL GARANTE BELEZA E CONFORTO À SALA DE ESTAR

C

omprar um sofá envolve bem mais aspectos do que as pessoas imaginam. Existem pessoas que compram um lindo sofá e fazem dele intocável, mas para a decoração do seu ambiente estar de acordo com as

tendências é preciso bem mais que comprar um sofá de alto custo e achar que estará perfeito em seu ambiente. O sofá talvez seja a segunda peça mais usada em uma residência, tendo como base a certeza que muitas famílias se assentam nele para assistir suas novelas e seus jogos de futebol.

Errar na escolha do sofá pode trazer uma série de problemas, como ambiente cansativo, com aspecto menor, dificuldades de manutenção. Para conseguir compor um espaço aconchegante e evitar arrependimentos, confira 14 dicas listadas por arquitetos e decoradores. - Sofá para sala de TV ou de home theater deve ter espuma mais mole devido ao conforto que proporciona a quem vai passar períodos longos assistindo a filmes e programas. Na sala de estar, pode ser mais dura. - O móvel determina o tapete. Se for escuro, vale investir em uma peça clara para o chão. Caso seja estampado, é melhor escolher uma cor neutra. Sofá liso abre espaço ao tapete com estampa. - Para afastar a chance de errar, a melhor aposta é sofá liso e, de preferência, claro. - Os tons de bege estão sempre em evidência. As tendências atuais são tonalidades de cinza e de azul. - Normalmente, as salas contam com espaço para dois sofás de tamanhos diferentes. Quem quiser pode combinar tonalidades de uma mesma cor (por exemplo, azul-escuro em uma peça e azul-claro em outra). - O tamanho da sala dita o do sofá. É importante que haja, no mínimo, 70 cm de espaço para circulação em volta do móvel. Caso o ambiente seja pequeno e possa receber apenas uma peça de dois lugares, a sugestão é apostar em pufes como mesa de centro, por exemplo. - Sofás podem ser utilizados para dividir o ambiente. Os arquitetos indicam dispor um aparador atrás deles.

18 ANUÁRIO NOSSA CASA 2014

- O revestimento de mais fácil manutenção é o de couro ecológico, indicado para sala de estar. Sala de TV e de home theater pede de tecido, que é mais aconchegante e ganha praticidade com a impermeabilização, por facilitar a limpeza e dificultar a absorção de líquidos. - Quer um sofá branco? Melhor que seja de couro, que é mais prático de manter limpo. No dia-a-dia, aposte em uma capa de tecido para protegê-lo e retire-a em ocasiões especiais. - É mais econômico investir em detalhes coloridos do que em um sofá chamativo. Se enjoar, basta comprar mantas e almofadas diferentes, o que sai bem mais barato que um móvel novo. - Mantas são ótimas opções para complementar o visual. Se a decoração é mais clássica, coloque uma bem dobrada sobre o sofá. Ambientes despojados pedem uma disposição mais “desarrumada”. - Sofá em “L” cai bem em espaços grandes, onde não atrapalha a circulação. - Peças com apoio para os pés (retrátil ou não) são recomendadas para sala de TV ou de home theater. - Por não serem muito bonitos e confortáveis, os sofás-camas ficam restritos aos quartos de hóspede.


&

ORGANIZE-SE

molduras

quadros

AQUELA PAREDE LISA QUE VOCÊ TEM FICARÁ MUITO MAIS MODERNA COM QUADROS

U

ma moldura bem escolhida, além de valorizar o quadro, ajuda a focar a atenção em algo que você queira ressaltar. O mesmo vale para algo que você não goste e queira disfarçar.

Além da peça se tornar um coringa na decoração, podendo compor com diversos estilos de ambiente. Para a sala e sala de estar o ideal é usar quadros e molduras de formatos diversos, como porta-retratos quadrados com fotos da família, quadros pequenos em forma de círculo, retangulares, entre outros. O posicionamento dos quadros pode ser o chamado “Forma maior”, que significa colocar os quadros maiores ao centro e os menores ao redor em forma de círculo. Nos quartos de crianças e jovens, combinar molduras na vertical e horizontal em formato de prateleiras dão a sensação de leveza. Combine, mais uma vez, fotos do dono do quarto com quadros de estampas que combinem com ele. Agora se você quer ousar, mas ainda não sabe como combinar os formatos ou cores, saiba que basta usar sua criatividade e seguir alguns truques. Por exemplo, a moldura deve respeitar a identidade e individualidade de cada quadro ou fotografia. Por isso, se você tem quadros de diferentes artistas e estilos diversos, por que vai utilizar a mesma moldura? Somente utilize molduras iguais quando as imagens forem um conjunto, e os quadros dialogarem entre si. Moldura larga não quer dizer moldura “pesada” visualmente. O peso visual está muito mais relacionado à cor da moldura do que a largura em si. Uma moldura fina com uma cor mal escolhida pode ser um verdadeiro desastre no resultado final, porque pode acabar chamando mais atenção para moldura que para o item emoldurado. E quando houver dúvida da cor, vá de branco. Por ser uma cor pura e sem variações, a moldura branca, normalmente, ganha um destaque muito grande quando comparado com as cores do restante do quadro e chama muita atenção. A mesma dica vale para a escolha do branco no paspatur (a borda interna), já que mesmo com uma moldura correta, caso o paspatur seja branco e não entre nos casos descritos, desequilibra a montagem, roubando a cena do quadro.

Dicas de como pendurar os quadros. Lembre-se que não há regras. Liberte-se! - Pendure o quadro de maneira que, quando você encostar, não bata a cabeça no quadro. Deixe uma altura média de 1,6 m do piso ao centro do quadro - Deixar 25 cm de espaço entre o sofá e o final do quadro - Importante descontar o espaço abaixo da marcação, caso haja algum arame já colocado no quadro - Prenda uma fita crepe em um coador de papel e o coloque em um ponto abaixo de onde vai ser feita a furação, para recolher a sujeira - Antes de furar, verifique se existe alguma instalação hidráulica passando por trás da parede - Segure o prego com um alicate para não martelar o dedo - Quando não for usar a furadeira, use um martelo e um prego de aço, que será colocado em cima do local onde será furado, com uma fita crepe. A fita serve para que, quando bater o martelo com o prego, a parede não quebre, nem estufe - Quando se tem muitas peças diferentes e não se sabe como iniciar a colocação na parede, a dica é, com papel pardo, fazer os moldes das peças, cortando o papel, e dispondo esses moldes na parede. Assim é muito mais fácil pois dá para ter noção de como ficará a parede com os quadros, sem precisar furar antes, correndo o risco de errar - Depois que tiver certeza das posições dos quadros, pode furar - Para algumas peças leves, você pode usar fitas adesivas dupla face para fixá-las - Quando você tiver dois pontos de suporte em um quadro pesado, coloque um arame entre esses dois suportes, facilitando a fixação na parede. Será necessário apenas um prego ou um parafuso para prendê-lo na parede.

20 ANUÁRIO NOSSA CASA 2014


COZINHA

prateleiras NA DECORAÇÃO

AS VANTAGENS EM UTILIZAR PRATELEIRAS

E

Entre todos os ambientes da casa, talvez a cozinha seja a que mais consome recursos financeiros na hora de mobiliar/decorar. O investimento começa com os móveis que já não são baratos, depois vêm os diversos eletrodomésticos, uma lista que não tem fim! E se você ainda estiver no meio de uma reforma, deverá se preocupar com pontos elétricos, esgoto, gás, revestimentos, etc.

A verdade é que com a crescente demanda por cozinhas integradas com o estar, o cuidado com a aparência e a otimização do espaço da cozinha se tornou prioridade entre os brasileiros. Mas, além de ficar absolutamente charmosa e se adaptar a qualquer estilo, o uso da prateleira é um conceito amplamente difundido mundo afora e, principalmente nas cozinhas de restaurantes. Confira abaixo 7 motivos para aderir a elas. ECONOMIA - Sabe aquela cozinha planejada que você pretende comprar? Pois é, o preço pode cair quase pela metade pela simples adoção de prateleiras na parte superior. E em parte o mérito é das portas, que por ficarem bem no campo de visão, as pessoas preferem escolher os modelos mais diferentes, que acabam sendo os mais caros. EXPOR A COLEÇÃO DECORATIVA - Com os utensílios à vista em sua cozinha, surgirá naturalmente todo um cuidado em selecionar peças mais bonitas que influenciarão instantaneamente em sua decoração. Você poderá apostar em coleções, jogos e outros objetos não mais apenas pela necessidade funcional de cozinhar, e acredite, esse cuidado reflete totalmente em sua motivação neste espaço. AJUDA NA ORGANIZAÇÃO - Quase todo mundo possui uma certa tendência a acumular coisas atrás de portas. O fato de manter as coisas escondidas nos faz guardar “inutilidades” por décadas. Mantendo tudo visível você será obrigado a ser mais organizado eliminando tudo aquilo que não for essencial. SENSAÇÃO DE AMPLITUDE - Os móveis superiores de uma cozinha se projetam no espaço na altura de nossos olhos, e com isso roubam um pouco de nosso campo visual, principalmente nas cozinhas do tipo “corredor” tão comum hoje em dia. Isso influenciará diretamente em como percebemos o espaço. As prateleiras por sua vez se espaçam em distâncias suficientes a nos permitir visualizar a parede e o teto, isso nos proporciona maior sensação de amplitude. MAIS ESPAÇO DE ARMAZENAMENTO - As prateleiras poderão ser locadas em qualquer altura de acordo com sua necessidade e não limitam o armazenamento de objetos a altura dos módulos como ocorre nos móveis de cozinha, objetos de alturas variadas poderão ser locados sem dificuldades em prateleiras que poderão ir até o teto.

26 ANUÁRIO NOSSA CASA 2014

FLEXIBILIDADE DE ADAPTAÇÃO - Às vezes se faz necessário diminuir os módulos da cozinha porque as pessoas trocaram de eletros por modelos maiores, isso é especialmente comum no caso das geladeiras. Para os que usam prateleiras, essa alteração não representa muita dificuldade, pois é só diminuir o tamanho ou mudálas de lugar. FÁCIL ACESSO AOS UTENSÍLIOS E ELETRODOMÉSTICOS - Imagina chegar na área de preparo de alimentos de sua cozinha e pegar tudo o que precisa apenas estendendo as mãos? Isso é muito comum em restaurantes onde literalmente tempo é dinheiro. O seu tempo também é precioso e não é todo dia você está naquela vibe de ficar procurando as coisas nos armários, não é mesmo?


TENDÊNCIA

this is a box

O

TEXTO: CALVAN RODRIGUES

FOTOS: DANIELA BUZZI

AMBIENTE CRIADO PARA CASACOR SANTA CATARINA 2014.

cubismo, as formas geométricas, a pop arte, e o design juntos são as influências deste ambiente.

Nosso LOFT “THIS IS A BOX” - traduz uma forma diferente de morar. É um ambiente onde conseguimos mostrar que a arquitetura de interiores pode transformar espaços e demonstrar que viver em uma caixa pode ser mais interessante do que se imagina.

Repleto de diversas influências mundiais, acreditamos que um projeto resulta em sucesso, quando atende as necessidades e anseios, mas principalmente quando instiga e surpreende. Quando nele buscamos, não só a personalidade de um morador, mas também as soluções, o bem estar, e a acolhedora recepção de um lar; e porque não, um local de ponto de encontro para todas as possibilidades de viver. Nestes 150 m² destacamos, o piso em mármore, a já tradicional pop arte, que representa o ápice do viver in THIS IS A BOX, nossa cozinha gourmet. Este trabalho foi desenvolvido especialmente para a mostra Casa Cor 2014, onde é fiel participante por acreditar no desafio de criar um ambiente conceitual, perfeitamente adequável ao tempo que vivemos. “Em minhas viagens busco toda a inspiração, para acolher desejos e transformá-los em detalhes significativos...” Sintetiza que toda essa engrenagem da arquitetura e design associadas, já lhe trouxe diversos prêmios recebidos por mostras de decoração, por comitês do segmento entre outros; e salienta que, o maior reconhecimento é principalmente quando clientes se tornam amigos, quando são reincidentes e como prova de sua fidelização nos indicam a outros bons e novos desafios.

Vanessa Larré de Mello, Arquiteta e Urbanista, formada pela Universidade do Vale do Itajai, há mais de 10 anos desenvolvendo ideias que alinham bem estar, funcionalidade, ergonomia e que resultam na realização de um sonho para cada cliente. Seu time conta com as arquitetas Ana Paula Weise e Mariana Narciso e pelo gestor Calvan Rodrigues, localizados na Avenida Alvim Bauer, nº 225 – Balneário Camboriú - SC.


ESTILO VERDE

32 ANUÁRIO NOSSA CASA 2014


elegante PAREDE

COMO CULTIVAR UM JARDIM OU HORTA VERTICAL

M

uito se engana quem acredita que os jardins só podem ser cultivados em grandes áreas externas. Os jardins verticais, por exemplo, podem ser cultivados em espaços pequenos e até mesmo em áreas internas, como apartamentos. Basta usar a criatividade para

montar sua própria plantação vertical, com a ajuda de muito amor, dedicação e de um conhecimento mínimo sobre o cuidado com as plantinhas. Quer aprender a fazer a sua? Então vamos lá!

A horta ou o jardim vertical precisam basicamente das mesmas coisas para se desenvolverem na sua casa: nutrientes, regas e banhos de sol. Antes de comprar sementes ou mudas, faça uma pesquisa detalhada sobre as necessidades de cada planta. Uma planta que precisa de muitas horas de sol não vai se desenvolver bem em uma varanda que fica grande parte do tempo na sombra. Existem plantas e hortaliças específicas para cada tipo de espaço, então tome este cuidado para não se decepcionar mais tarde. Se você quiser montar uma horta, fique à vontade para escolher suas ervas e temperos favoritos. No caso da escolha pelas hortaliças, opte pelas espécies com raízes mais curtas, como o alface, o alecrim e o manjericão. Lembre-se: você vai plantá-las em vasos, então o tamanho para elas é limitado – diferente de uma horta feita diretamente na terra. Prepare o vaso ou a jardineira para receber a flor ou o tempero fazendo uma primeira camada de aproximadamente um dedo de altura com argila expandida. Ela será a responsável pela drenagem da planta. Coloque a ter-

terra até que as raízes estejam completamente escondidas e completar

BENEFÍCIOS DO JARDIM VERTICAL

o vaso com palha ou grama seca. Estes materiais jogados por cima, além

- Melhoria da paisagem urbana e embelezamento dos espaços áridos

de ajudarem a reter a umidade da terra, viram futuramente mais matéria

- Proteção térmica das edificações

orgânica para as plantas.Na hora de fixar sua plantação vertical, escolha

- Melhoria na qualidade do ar

alguma parede da varanda ou da área de serviço que receba, no mínimo, a

- Sensação de bem-estar e contato com a natureza

incidência do sol quatro horas por dia. Pra fazer as regas, não tem receita:

- Proteção da fachada das edificações contra intempéries

no inverno e em tempo úmido, elas precisam de pouca água; já no verão, as

- Atenuação acústica

regas têm que ser diárias. No entanto, use a água com moderação para não

- Valorização do imóvel

afogar as plantinhas.

- Diminuição do efeito “ilha de calor”

ra preparada com material orgânico ou húmus de minhoca até metade do vaso, para em seguida plantar as mudas. Feito isso, é só cobrir o vaso com

- Bem-estar associado a presença de novos perfumes naturais

ANUÁRIO NOSSA CASA 2014

33


ESPAÇO WORKAHOLIC

office

HOME PRA QUEM TRABALHA EM CASA E PRECISA DE ESPAÇO ORGANIZADO.

34 ANUÁRIO NOSSA CASA 2014


T

rabalhar em casa é a solução dos problemas de muita gente, principalmente quando o trabalho acumula e é preciso terminá-lo após o expediente ou até ganhar um dinheiro extra.

de acordo com o gosto do consumidor e fica melhor adequado às medidas das paredes, da cama e da escrivaninha.

Para que o ambiente seja funcional, organizado e bem decorado,

ESCRITÓRIO PRIVATIVO

confira algumas dicas a seguir.

Mesmo com home offices improvisados em casa é possível criar um ambiente com privacidade. Basta providenciar boxes ou divisórias para separar o escritório dos demais cômodos da casa. Se for um lugar com pouco barulho, a divisória pode ser vazada ou feita de cortinas de tecido ou materiais reciclados.

COMBINANDO PAREDE E MESA A versatilidade dos adesivos e dos papéis de parede dão opções para brincar com a decoração do home office. A exemplo da imagem os papéis de parede ou adesivos, além de cobrir a parede, também podem cobrir a escrivaninha, atraindo a atenção para este ponto específico no ambiente.

ESPAÇO EM BAIXO DA ESCADA Até mesmo o espaço que fica abaixo da escada pode ser aproveitado para ter um escritório em casa. Dependendo do espaço, é possível acrescentar quadros, lousas e quadros de avisos.

UM ESPACINHO NO CLOSET OU EMBUTIDO NA PAREDE Para improvisar um mini - escritório de estudo no quarto dos filhos é possível criar um espacinho dentro do closet. É só abrir um espaço que caiba uma escrivaninha com cadeira e algumas prateleiras para organizar cadernos e objetos escolares. Outra ideia é usar algum vão em embutir um pequeno home office sob medida.

ESPAÇO REDUZIDO Se o cômodo escolhido para o home office for pequeno, evite utilizar cores pesadas. Aposte no branco ou tons pastéis, como creme, bege ou cinza.

SALA MULTIUSO As salas são, geralmente, os maiores espaços nas casas e apartamentos, para dar maior conforto e criar um clima de cinema em casa. Se a sala for extremamente ampla, é possível dividir o ambiente em duas partes utilizando uma TV de tela plana. O escritório pode ser improvisado no espaço que fica atrás da tela, com raques e prateleiras.

PAREDE CRIATIVA Há quem prefira escritórios sóbrios para não tirar a concentração do trabalho, mas há itens de decoração que podem incentivar a criatividade. Um desses itens é a tinta fosca preta, mais conhecida como tinta lousa, um pigmento que permite desenhar inspirações e escrever ideias na parede como nos antigos quadros negros escolares.

ESCRITÓRIO NO QUARTO A praticidade é um dos motivos de muitos desejarem montar um pequeno escritório no próprio quarto. Uma boa ideia de aproveitar melhor o espaço e deixar um visual elegante é confeccionar móveis de madeira maciça sob medida. O benefício das estantes encomendadas é que elas podem ser planejadas

ANUÁRIO NOSSA CASA 2014

35


AMBIENTE

vantagens

Ambiente da Casa Cor SC deste ano projetodo por Hebert Evaristo e Luiza Fortkamp. A estante foi produzida pela marcenaria Ceccato.

M

DOS MÓVEIS SOB MEDIDA

óveis sob medida são projetados de acordo com o espaço e as necessidades do cliente, ou seja, podem ocupar desde o maior até o menor espaço, com aproveitamento total e ergonomia, de acordo com seu estilo de vida.

Os móveis são confeccionados com matéria-prima previamente escolhida pelo cliente. Existem inúmeros padrões em MDF, acabamentos em Laca, madeira de demolição, peças em vidros pintados e espelhados com perfil de alumínio. Essa é a exclusividade que os móveis sob medida oferecem, é a personalização do projeto. Muitas vezes, por detalhes estruturais ou técnicos, somente um móvel sob medida pode atender a um projeto. A facilidade de

Ceccato Ambientes Personalizados Rua José Gall, 236, Bairro Dom Bosco, Itajaí

38 ANUÁRIO NOSSA CASA 2014

adequação técnica é a uma de suas principais vantagens. Uma parede ondulada, um teto desnivelado, pode ser uma dificuldade na instalação de móveis. Nossos profissionais são capacitados para resolver qualquer contratempo na obra, adaptar e gerar soluções. É instalação sem problemas! A Ceccato Ambientes Personalizados é garantia de qualidade. Seus próprios clientes têm a possibilidade de vistoriar a execução dos seus móveis juntamente com os marceneiros na fábrica. Para cada cliente da empresa é gerado um perfil e com isso o agendamento de visitas, o desenvolvimento de projetos, a instalação dos móveis e a assistência, tudo é feito com acompanhamento de profissional da empresa, garantido assim o atendimento personalizado.

Contato 47 . 3348-6508 . 3248-8040 ceccatos@terra.com.br ceccatoambientes.com.br


PERFIL

O guru

DA ARQUITETURA

ENTREVISTA COM O ARQUITETO THIAGO MONDINI, DESTAQUE NO SETOR DE DECORAÇÃO EM SANTA CATARINA TEXTO RENARA ALMEIDA

FOTOS DANIELA BUZZI ANUÁRIO NOSSA CASA 2014

39


PERFIL

H

Á 10 ANOS NO MERCADO, O ARQUITETO THIAGO MONDINI RECEBEU NESTE ANO O TÍTULO “TOP YEAR 2014”, DO NÚCLEO CATARINENSE DE DECORAÇÃO.

Ele atua em projetos arquitetônicos e de interiores residenciais, comerciais, corporativos e institucionais, além de projetos de desenho urbano e de espaços púbicos – inclusive com obras em Balneário Camboriú. Entre as atividades recentes, é destaque seu projeto de renovação da Praça do Estudante, em Blumenau. Recebeu, entre outros, o prêmio Top Year 2013 também do Núcleo Catarinense de Decoração, assim como prêmios de destaque por atuação na região de Blumenau e em toda Santa Catarina no ano de 2010.

Como a arquitetura aconteceu na sua vida? Desde cedo estava dividido entre a área da arquitetura e da música. O caminho para a arquitetura foi natural e gradativo. Sempre tive muito interesse por mapas, por cartas de cidades antigas, pelas edificações. Comprava revistas e copiava plantas baixas tentando modificar alguns detalhes, olhava casas vizinhas e tentava imaginar suas disposições internas desenhando-as em planta baixa. Tinha inclusive – e ainda tenho, guardada há 15 anos, apesar de estar hoje em dia um pouco danificada – uma cidade de Lego do tamanho de uma cama, que montei seguindo um planejamento de uma antiga cidade do Império Romano. Ela tinha mapa e história. Enfim, foi um caminho bastante óbvio. Como você definiria seu estilo, sua linguagem arquitetônica? Não consigo delimitar minha linguagem arquitetônica dentro de um estilo. Falar que sou eclético não traduz o que penso. Posso tentar explicar de forma menos direta. Quando novo, estudei muito as construções clássicas, barrocas e neoclássicas. Um dos primeiros livros que comprei na faculdade foi “Da Arquitetura”, de Vitrúvio, escrito há dois mil anos, onde se encontram, entre outras coisas, todas as diretrizes das proporções clássicas das edificações. Entrando no ensino superior, tive maior contato com o pensamento e a estética modernista, que antes não sabia valorizar. Vejo que isso resultou num meio termo entre essas duas extremidades, ora pendendo um pouco mais para um lado, ora para outro. De qualquer forma, sinto que as regras de divisões e proporções clássicas sempre estão no meu pensamento e, quando algo não se resolve imediatamente num desenho, é a elas que acabo recorrendo. Como é seu processo criativo? Não é nada linear. É um processo caótico que nem sempre parte do todo para chegar ao detalhe. Muitas vezes ele parte de um detalhe para chegar ao todo. Elaboro pesquisas, mas procuro evitar pesquisas muito óbvias e diretas, pois tenho sempre muito receio de imitar alguma solução. Há momentos em que pesquiso “o que não fazer”, pois se encontro um conjunto de produções muito parecidas, é porque algo não está certo. Creio que sempre tenho que tentar pen-


sar um pouco mais. O cliente quer personalização, diferenciação. Por isso tento buscar inspiração em outros setores, seja num objeto, num cenário, em projetos antigos do século passado e até mesmo do século retrasado. Não tenho um processo ou método criativo único, até porque cada situação demanda uma solução diferente e porque cada cliente é um universo completamente diferente, com problemas específicos e expectativas distintas. É complicado querer dar regras a algo que já começa sem seguir um padrão. Quais são os itens mais importantes num projeto de interiores? O primeiro e mais importante: entender quem é seu cliente e o que ele espera do seu projeto. As maiores frustrações, tanto para o cliente quanto para o profissional, virão da falta de entendimento dessa questão. Quanto ao projeto, creio que seja imprescindível pensar no conjunto, entender como os materiais se comportam e se relacionam no espaço do projeto. Procuro trabalhar com uma base simples, evitando excessos. Deixo o excesso para uma fase seguinte, de decoração. Também citaria como itens importantíssimos uma boa iluminação, que faz toda a diferença, e a escolha de produtos de alta qualidade e que possam dar personalidade à solução do projeto. Qual o seu sentimento ao ver suas obras concluídas? O melhor sentimento não é o de ver a obra concluída, mas sim o de ver seu cliente usufruindo, feliz, do espaço que foi concebido para ele. A arquitetura não existe sem o usuário final. Não acho admissível pensar uma edificação ou um ambiente sem considerar as pessoas, com seus desejos e seus medos. O arquiteto trabalha em busca da felicidade dos outros.

PERFIL

Qual a principal dica para transformar o lar em uma casa com personalidade? Ter uma dose mínima de autoconhecimento. Há pessoas que confundem personalidade com a necessidade de se identificar com um grupo ou com a necessidade de adotar um comportamento orgulhoso, grosseiro, que não leva a uma autoanálise. Às vezes estão amarradas com conceitos que nem se aplicam ao seu dia-a-dia por falta de tempo para refletir sobre a própria vida. Então acontecem certas distorções graves: pessoas que pensam que gostam do X, mas na verdade procuram pelo Y ou pessoas que sofrem porque não podem ter certas coisas de que nem precisam. Tudo isso acho muito cruel e desnecessário. Como já disse, cada pessoa é um universo à parte, com suas características boas, ruins, interessantes, estranhas. Quando elaboro um projeto, sempre procuro utilizar peças que já eram do cliente e também procuro entender as entrelinhas do que o cliente me diz. Não é possível acertar 100% do tempo, mas tenho sido bem-sucedido nesse aspecto. O que mudou na arquitetura nos últimos anos? De modo geral, estamos arriscando mais. Usamos mais cores, fazemos mais misturas de materiais, exploramos melhor as formas diferenciadas. Os clientes também parecem ter menos medo de arriscar – e isso faz com que projetos fiquem mais ousados. Há uma busca pelo diferenciado. Vivemos numa era de alta personalização. Tudo ao nosso redor é voltado ao usuário. Cada pessoa está numa busca por sua identidade, e isso sem dúvidas se reflete na arquitetura. Quais as principais solicitações dos clientes do litoral? Personalização, diferenciação. Nem sempre os imóveis do litoral são para habitação permanente, então geralmente temos maiores permissões para usar a criatividade. Como conciliar conforto, qualidade de vida e personalidade do cliente? Entendendo o que o cliente procura e selecionando, dentre os diversos fornecedores possíveis, aqueles que melhor atendem suas necessidades emocionais, estéticas e financeiras. Lembrando sempre, também, que o cliente será o usuário final do espaço, não o arquiteto. Significa que podemos – e devemos – atuar como um orientador em busca da melhor solução dentro do universo que o cliente vive, evitando impor soluções. Não há solução única para os problemas de projeto e nossa verdade nunca é absoluta. Quais os principais desafios da arquitetura e da decoração em Santa Catarina? Ainda temos alguns preconceitos a quebrar, em termos de estética de projeto. Muitas pessoas ainda têm medo de arriscar. Parecem querer apenas uma pessoa que organize suas ideias, não estão abertas a novidades, não querem sair de sua zona de conforto. No litoral esse desafio é menor, pois os clientes gostam de novidades e efetivamente investem nelas, mas no interior do estado ainda temos caminhos a vencer.

ANUÁRIO NOSSA CASA 2014

41


CAPA

44 ANUÁRIO NOSSA CASA 2014


a casa é sua ARQUITETOS E DECORADORES APONTAM A SUSTENTABILIDADE COMO UMA DAS PRINCIPAIS TENDÊNCIAS QUE VOCÊ DEVE APOSTAR NA PRÓXIMA REFORMA. PERSONALIZAÇÃO, CINZA E RETRÔ TAMBÉM SÃO PREFERÊNCIAS DOS PROFISSIONAIS.

D

iariamente, uma grande quantidade de materiais é descartada sem que, para isso, seja analisado o destino a que será enviada.

E a preocupação com o que fazer com estes resíduos popularizou o termo sustentabilidade. Em todos os setores, seja no meio ambiente, na economia, na educação e até mesmo na arquitetura, este termo é mencionado com frequência. A palavra sustentável tem origem do Latim “sustentare”, que significa sustentar, favorecer e conservar. Baseados nesta concepção, arquitetos da região do Vale do Itajaí e do Litoral Norte de Santa Catarina elegeram a Decoração Sustentável como uma das principais tendências para 2015. Esta corrente, que já é realidade na região, busca aliar a decoração com materiais e objetos que não prejudicam o planeta, nem agridam o meio ambiente. E além da utilização de materiais ambientalmente corretos, é possível ser sustentável através de outras ações simples. ANUÁRIO NOSSA CASA 2014

45


CAPA

46 ANUÁRIO NOSSA CASA 2014


sustentabilidade

FCONSONNI/DIVULGAÇÃO

“Utilizar materiais naturais, objetos reciclados, reutilizados, vintages. Aproveitar o piso original, verificar se a madeira é de reflorestamento e observar se o couro é vegetal são alternativas sustentáveis”, explica a arquiteta de Balneário Camboriú, Nathália Vassoler Gamborgi. A arquiteta e urbanista Marianne Clasen, de Blumenau, diz ainda que hoje existem diversas alternativas de decoração, como madeiras de reflorestamento, tintas especiais, tecidos ecológicos, pedras, lareiras ecológicas, iluminação, técnicas de paisagismo, entre outros. “A principal tendência mundial é a ecológica, a da reciclagem, a que traz elementos da natureza para o lar gerando conforto e acolhimento. Também as construções estão cada vez mais sustentáveis, como o steel frame, reaproveitamento da água, geração de energia por placas solares estão em alta e cada vez mais utilizadas pela popularização e acessibilidade financeira. A consciência ecológica é o grande desafio da arquitetura mundial”, analisa Marianne. A busca pela consciência ecológica tem influenciado os projetos arquitetônicos, que investem em estruturas diferenciadas e design arrojado, para que a estrutura final seja imponente e ao mesmo tempo elegante. Um dos primeiros fatores a se pensar no momento que se vai planejar uma casa ecologicamente correta é o uso de materiais de construção alternativos que, além de respeitarem o meio ambiente, ainda trazem muito charme aos projetos.

ANUÁRIO NOSSA CASA 2014

47


CAPA

sustentabilidade piso de bambu O Bambu é uma matéria prima altamente sustentável, pois é abundante e renovável. Devido à velocidade de seu crescimento, pode ser colhido anualmente, sem prejuízos à natureza. O piso de bambu, por exemplo, é uma excelente opção de revestimento para quem não abre mão de beleza aliada à durabilidade e resistência. Mais duro que Jatobá e mais durável que Eucalipto, requer pouca manutenção: basta limpá-lo com um pano úmido, pois ele dispensa o uso de cera. Além disso, é muito fácil de instalar, permitindo um ótimo acabamento.

madeira plástica Uma opção sustentável para o uso da madeira em ambientes externos (decks, piers e outros) é o uso da Madeira Plástica. Esse material é altamente resistente à corrosão de intempéries e é imune às pragas, cupins, insetos e roedores. Apesar de a aparência lembrar muito a madeira comum, sua fabricação é feita com diversos tipos de plásticos reciclados e resíduos vegetais de agroindústrias. Além de decks, píeres, assoalhos em geral e revestimentos de fachadas e paredes, esse material pode ser amplamente usado em objetos de uso diário e decoração, como mesas, bancos, lixeiras, guarda-copos e outros. As sócias Fernanda Consonni e Priscilla Borges, arquitetas que atuam em Balneário Camboriú, lembram também sobre a arquitetura natural. “Essa tendência é global. Trazer os verdes das plantas, as pedras e a madeira para o espaço interno é quase uma necessidade do mundo urbano e corrido em que vivemos. Espaços que trazem esses produtos trazem aconchego e sensação de bem estar”, observam Fernanda e Priscila.

48 ANUÁRIO NOSSA CASA 2014

tinta mineral natural Também conhecida por Tinta Mineral Ecológica, é feita à base de terra crua e emulsão aquosa. A matéria prima para essa tinta é retirada de jazidas certificadas. A Tinta Mineral não agride o meio ambiente, não possui nenhum tipo de Composto Orgânico Volátil (COVs – tido como um perigoso poluente), nem biocidas, estabilizantes ou corantes. São vendidas em embalagens reutilizáveis ou recicláveis. A Tinta Natural é durável, lavável, não descasca com a umidade e ainda ajuda na manutenção de umidade relativa do ar e troca de calor. Esse produto não faz nenhum mal à saúde e ainda ajuda a promover um ambiente saudável, livre de mofos e fungos.


CAPA

50 ANUÁRIO NOSSA CASA 2014


personalização FCONSONNI/DEEHOUSE/DIVULGAÇÃO

A parte estética fica por conta do talento dos arquitetos e decoradores em captar a personalidade dos clientes e transformar o ambiente de acordo com as necessidades que forem colocadas. “Hoje o grande foco de todas as empresas é na personalização de produtos e na experiência do usuário. Acabamos nos acostumando com isso e queremos que nossa casa também seja única e diferente. Queremos ter a experiência de habitar. Por isso, tem aumentado muito a busca por objetos diferenciados e soluções que deixem uma marca individual nos ambientes. Pode ser um objeto comprado em viagem, uma herança de família, um item garimpado num antiquário ou num armazém antigo”, ressalta Thiago Mondini, arquiteto de Blumenau. A arquiteta Cibeli Spolti, de Balneário Camboriú, sugere “ambientes mais integrados e despojados, de multiuso”. Entre as peças que dão personalização ao ambiente ela cita os móveis em couro, com linho e madeira. Fernanda e Priscila também concordam com a mistura de materiais para compor um cenário único. “Descombinar é o novo hit que dá bossa a qualquer ambiente, os joguinhos de sofá e poltronas iguais não fazem parte dos projetos dos arquitetos e design. Misturar poltronas em madeira com outra em tecido com cor, mais um sofá de couro; mesas de laca com cadeiras em madeira e mesas de centro em mármore é a tendência que se estende para 2015. Mas tudo com ajuda de um profissional, claro”, lembram elas. Quando o assunto é revestimento, as arquitetas lembram-se das superfícies que estão chegando ao mercado. “Aos poucos o brilho vai dando lugar às texturas no fosco e acetinado nas lacas, na madeira e tecidos. Os revestimentos de piso, como os porcelanatos, estão vindo este ano um volume bem maior de acetinados além do brilho, como preparação para 2015”, projetam elas.

ANUÁRIO NOSSA CASA 2014

51


CAPA

CÍCERO VIEGAS/CIBELI SPOLTI/DIVULGAÇÃO

52 ANUÁRIO NOSSA CASA 2014


50 tons de cinza Além da decoração sustentável e da personalização, os arquitetos também sugerem para o próximo ano os tons de cinza como destaque. Se é influência do romance best seller britânico de E.L.James, não se sabe, mas o fato é que o meio termo entre branco e preto está alta em termos de decoração. “Tons neutros são tendência para a decoração em 2015. Antes caracterizado pelo bege, os tons neutros agora apresentam nuances de cinza para compor ambientes com proposta clean. Aposte no cinza, ele é o novo branco!”, garante a arquiteta Nathália. Assim, “a decoração torna-se mais masculina. Com isto, quero dizer que vamos encontrar decorações mais sóbrias, com linhas retas nesses tons”, opina a arquiteta. Essa nova cor neutra, sinônimo de equilíbrio, pode ser facilmente usada no lugar do branco (quando em tonalidades claras) e do preto, no caso de tons escuros (chumbo, por exemplo), passando pelo próprio prata. Ótima combinação para tons vibrantes como o azul turquesa e o roxo, o cinza deixa o espaço mais jovem e com ar moderno. A ideia vale para itens do mobiliário, tapetes e até na pintura das paredes. A arquiteta Cibeli Spolti, acrescenta outras combinações. “Está em alta o ambiente contemporâneo casual, com tons acinzentados e vibrantes juntos, como o laranja e o amarelo. Um exemplo é a luminária dupla, súper charmosa, com tons de cinza e coloridos internamente”, lista ela. Ela conta que um lançamento recente em termos de revestimento ajuda os arquitetos a trabalharem os tons de cinza com um acabamento diferenciado. “O revestimento de parede em porcelanato ultrafino, com espessura de 4 mm, assentado com argamassa é ótimo para substituir papel de parede”, conta “Em 2015 continuaremos usando muitas misturas de cores e formas, até como meio de criar uma identidade única nos projetos”, completa Thiago Mondini.

ANUÁRIO NOSSA CASA 2014

53


CAPA

54 ANUÁRIO NOSSA CASA 2014


na dúvida, escolha o vintage. A imensidão de opções de cores, formas e texturas pode deixar as pessoas um tanto confusas na hora decidir a decoração da residência. Uma aposta que pode ter uma solução simples é o estilo vintage ou retrô. Para a arquiteta Marianne, o estilo contemporâneo - que vem com linhas retas, otimização dos espaços, funcionalidades e minimalista - é complementado com o uso de peças muitas vezes de herança familiar, de antiquários ou apenas uma releitura de estilos clássicos. “Muito comum são as peças com pés palito, dos anos 50/60, as poltronas dos grandes designers da Bauhaus, ou as peças clássicas Luís XV! Essa mistura compõe ambientes com extrema personalidade, exclusivos e com forte apelo sentimental”, comenta. Dê preferência aos móveis clássicos, com formas arredondadas e aos tons pastéis como o rosa claro, dourado e branco. Utilize elementos com um ar nostálgico como texturas envelhecidas, gaiolas, bicicletas antigas, abajures bordados, relógios e rádios antigos. Se este objeto tiver uma história de família, fica ainda melhor. A arquiteta Nathália completa ainda que há outras formas de incorporar o estilo retrô sem exagerar nos elementos. “O estilo industrial e o galpão vintage serão ótimas tendências: o compromisso aqui é o de materiais de fábricas, tais como ferro ou aço, tijolos, madeira e misturados a alguns toques retrô”, orienta ela. Mas, nem sempre fazer a decoração simples é uma tarefa fácil. Segundo Mondini, “há uma forte busca pelas soluções visuais mais simplificadas. No entanto, essa simplicidade é enganadora, pois geralmente é preciso reservar muito tempo para a elaboração do projeto até se chegar a esse grau de simplificação”. Geralmente as casas e quartos do estilo retrô parecem mais aconchegantes. Móveis e peças que lá atrás eram tendência, voltam a aparecer nas casas com mais frequência e naturalidade. E o melhor é que agora esse estilo assume modelos mais sofisticados do que antes.

ANUÁRIO NOSSA CASA 2014

55


CAPA

56 ANUÁRIO NOSSA CASA 2014


iluminação é uma necessidade Pode parecer besteira, mas uma iluminação bem planejada pode fazer muita diferença nos ambientes. A presença da luz deixa os espaços maiores e mais aconchegantes. Por isso, é fundamental garantir a posição correta de cada lâmpada e aproveitar o contorno dos móveis para conseguir um bonito efeito decorativo. “Essa é a tendência que faz toda a diferença em um ambiente. Os elementos que se destacam, o conforto, a beleza, isso está aliado a uma boa iluminação e ao uso cada vez mais difundido de LEDs, que, com sua eficiência energética, fazem os ambientes se tornarem versáteis e ecologicamente corretos. A iluminação como forma de elemento arquitetônico, criando cenários lúdicos e únicos, através da luz natural e dos elementos das luminárias é uma tendência muito expressiva para 2015”, afirma Marianne. A iluminação é a última etapa na decoração. No entanto, é uma das mais importantes. Essa etapa demanda tempo e atenção, tanto no projeto quanto na procura do artefato ideal. Um dos erros mais comuns encontrados nos projetos de iluminação são ambientes muito ou pouco iluminados - e isso vem chamando a atenção das pessoas.

DANIELA BUZZI/THIAGO MONDINI/DIVULGAÇÃO

“Cada vez mais os clientes têm procurado por efeitos de iluminação. A luz é o item que dá vida ao ambiente e, portanto, não é apenas uma tendência, mas uma necessidade. A grande mudança é que agora os clientes já estão familiarizados com a ideia de investir neste item e desejam diferentes efeitos”, salienta Mondini.

ANUÁRIO NOSSA CASA 2014

57


CAPA

58 ANUÁRIO NOSSA CASA 2014


moda e arte Há quem afirme que a parte mais divertida de decorar apartamento ou casa é a de escolher os objetos e as estampas, porque é um momento em que a expressão da personalidade do morador fica mais evidente. Isso não impede que o cliente ou o arquiteto procure por objetos tendência. A arquiteta Nathália sugere cores vibrantes e mistura de estampas. “Nos revestimentos, tecidos, papéis de parede, predominam desenhos geométricos e estampas multicoloridas. Vale também utilizar várias estampas diferentes em um ambiente só. Aposte muito nos azuis escuros, laranjas e amarelos”, comenta. Para Marianne, a combinação entre moda e arte nunca esteve tão em alta: grandes painéis, esculturas, quadros agrupados ou em destaque fazem toda a diferença na composição dos ambientes. “Elas imprimem personalidade, gosto pessoal, além de valor cultural - e não só de quadros de pintores famosos vivem essa mistura - os grafites e a arte alternativa estão cada vez mais presentes nesse contexto”, afirma.

DANIELA BUZZI/THIAGO MONDINI/DIVULGAÇÃO

A arquiteta acrescenta também que a moda está influenciando a decoração com estampas e ditando as cores que serão destaque. “Cada vez mais essas duas tendências criativas estão andando juntas, vimos muitos tecidos usados em vestuário se destacarem na arquitetura de interiores, como os animal prints, pied de poule, pied de coq, tartan, xadrez, linhos e tecidos metálicos em geral. A diversidade dos tecidos e papel de paredes é uma arma importante na composição da arquitetura de interiores proporcionando personalidade e conforto ao ambiente. Muitos estilistas famosos estão lançando suas coleções home”, conta.

ANUÁRIO NOSSA CASA 2014

60


CAPA

moda e arte Cibeli Spolti especifica alguns materiais que estão em alta: “Quadros com fotografia em acabamento metacrilato, ou com formas geométricas, são peças que continuarão sendo tendência”, garante. No mercado de arte brasileiro, o termo “metacrilato” passou a ser sinônimo da técnica de se montar fotografias embutidas entre duas placas de acrílico, prontas para serem penduradas nas paredes, dispensando qualquer tipo de moldura. A montagem em metacrilato produz a sensação de profundidade e tridimensionalidade nas fotografias e é bastante apreciada nas galerias de arte contemporâneas. O metacrilato é leve e resistente à quebras quando comparado ao vidro. Em relação às peças e obras de arte, Thiago Mondini lembra que o acesso à comunicação tem aumentado o interesse dos clientes em investir nesse quesito. “As pessoas têm refinado seus gostos e pesquisado mais. Por isso, estão cada vez mais dispostas a investir em obras de arte, algumas bastante inusitadas. Esta é outra medida que vai conferir personalidade ao ambiente, que é a busca geral do momento”, projeta. Uma dica importante sobre obras de arte: ame seu quadro e sua escultura. A obra será parte da sua casa, é importante que a família goste e se sinta bem com ela. Na dúvida entre uma peça ou outra, peça a opinião dos outros moradores da casa ou de um profissional.

DANIELA BUZZI/THIAGO MONDINI/DIVULGAÇÃO

Agora que você já sabe algumas das tendências de 2015, inspire-se e solte a criatividade!

60 ANUÁRIO NOSSA CASA 2014


DECORA

Natal

A CEIA É O MOMENTO MAIS AGUARDADO DA NOITE DE NATAL, HORA DE CONFRATERNIZAR COM OS FAMILIARES E PROVAR OS DELICIOSOS PRATOS TÍPICOS DA FESTA.

N

ão é à toa que a sala de jantar é um dos ambientes mais decorados na ocasião, muitas vezes contando até com a Árvore de Natal em um cantinho estratégico.

Para inspirar o leitor a montar um lindo ambiente na sua casa, vamos mostrar soluções baratas e práticas para arrumar a mesa e decorar o espaço. Ao invés de apostar no verde, vermelho e dourado, opte por tons diferentes nesta composição: a decoração ficou leve e agradável com tons prateados e com o verde, amarelo e lilás dos arranjos naturais. Quando a mesa é bonita, não tem porquê escondê-la com uma toalha comprida, certo? Aproveite o ar informal da reunião familiar e invista em jogos americanos. Um sousplat também vai bem para dar um toque especial na arrumação. O jogo americano estampado pede louças e guardanapos neutros, para que o conjunto não fique pesado. Na hora de escolher os itens da sua mesa, não esqueça de pensar em um equilíbrio, com estampas

66 ANUÁRIO NOSSA CASA 2014

contrastando com tecidos lisos e assim por diante. Guardanapos de pano são mais bonitos e refinados, mas não esqueça de providenciar alguns de papel. Que tal proporcionar uma graça a mais na decoração, providenciando um detalhe para decorar o guardanapo? Uma lavanda amarrada com fita de cetim é uma opção simples e bonita. O arranjo de centro de mesa não precisa ser sofisticado, mas é indispensável que ele seja criativo. As bolas prateadas grandonas foram parar na mesa e os porta velas foram decorados com um botão de rosa branca. Um vasinho com flores naturais delicadas vai bem, porque decora e não atrapalha na hora da conversa. Por último, que tal transformar taças em castiçais? Viradas de cabeça para baixo, elas decoram de forma inusitada e bonita. Um balcão é indispensável na sala de jantar, para decorar e para servir de buffet na hora da ceia. Por isso, é bom colocar em cima dele apenas alguns itens que possam ser trocados de lugar na hora de colocar as travessas. Que tal um arranjo natural com pinhas, e um castiçal? Itens simples, mas que têm uma super presença. As bolas de Natal também ficam lindas em um prato para bolos, uma forma diferente de decorar.


ANUÁRIO NOSSA CASA 2014

67


INSPIRAÇÃO

jogo de

LUZ

ILUMINAÇÃO ADEQUADA NOS AMBIENTES

ILUMINAÇÃO GERAL: define o espaço e torna-o visualmente confortável. Quando é direcionada, ilumina melhor os planos de trabalho (mesas, bancadas e balcões), tornando o uso da luz mais eficiente e mais econômica.

P

ILUMINAÇÃO INDIRETA: A utilização de colunas, abajures ou arandelas proporciona conforto visual na medida em que clareia paredes e teto. Iluminação de destaque: leva luz extra focalizada para objetos ou superfícies selecionados como quadros, estantes etc. ILUMINAÇÃO DE TAREFAS: como o próprio nome diz, é usada em áreas

oucas pessoas sabem usar a iluminação como um elemento

onde se realiza algum tipo de trabalho (ler, escrever, cozinhar, lavar,

decorativo de forma efetiva. Dar amplitude aos espaços, destacar

jogar etc). Mas a colocação da luminária requer alguns cuidados para

detalhes e proporcionar segurança. Com alguns pequenos truques,

que não produza sombras e nem atrapalhe a atividade. Para ler e es-

é possível tornar o ambiente mais agradável e até economizar

crever, por exemplo, utiliza-se, em geral, luz bem difusa e abundante,

mais em energia.

vinda por cima dos ombros ou pela lateral. Outro fator que deve ser levado em consideração é o tipo de lâmpada. As fluorescentes de um

Livros, revistas, e principalmente a Internet podem ser ferramentas

modo geral, inclusive as eletrônicas, geram pouco calor, produzem

bem úteis para quem pretende adequar a iluminação da sua casa,

mais luz e duram mais que as incandescentes. São usadas,

tomando as decisões com muita cautela, com informação e

geralmente, quando se quer grande quantidade de luz aliado ao uso

planejamento. Ao contrário das últimas décadas, quando se utilizava

contínuo e ininterrupto, o que acontece em espaços como em salas;

pouco mais de um ponto de luz central no teto, a tendência atualmente

quartos; cozinhas e áreas de serviço.

é investir em abajures, colunas, plafons, arandelas e pendentes, ampliando as opções de luz em um mesmo ambiente. Assim pode se

As fluorescentes, tradicionalmente, são mais conhecidas como fontes

criar “climas” e “atmosferas” distintas atendendo a diferentes

de luz fria e as incandescentes de luz quente. Em geral, a luz fria é in-

necessidades em ocasiões peculiares. Alguns ensinamentos básicos

dicada para áreas de serviço e a luz quente para realizar tarefas mais

podem ajudar a escolher a melhor luminária para o seu projeto. Para

amenas como leitura ou principalmente para repouso e relaxamento.

iluminar um ambiente, o primeiro passo é fazer uma análise de sua

Uma boa dica para economizar em até 75% o consumo de energia, é

função, estilo, atividades que serão realizadas, objetos a serem

substituir as lâmpadas incandescentes por fluorescentes eletrônicas,

destacados e clima desejado. Depois é preciso decidir o tipo de

que possuem versões de luz amarelada idêntica as incandescentes

iluminação e, finalmente, escolher as lâmpadas e luminárias corretas.

leitosas, mais indicadas para salas e quartos, e versões de luz mais branca, ideais para cozinhas e áreas de serviço.


INSPIRAÇÃO

JOGO DE LUZ E SOMBRAS Identificados os tipos de iluminação, o próximo passo é pensar nas atividades de cada cômodo. Na sala de estar, por exemplo, o ideal é ter uma luz principal feita por lustre, plafon ou pendente e versatilizar com luz indireta de abajures e colunas. O jogo de luz e sombra amplia o espaço e forma cenas distintas no mesmo ambiente.

As ancas com luzes dicróicas em sua face inferior realizando o efeito wallwashing por exemplo, oferece a possibilidade de dar contorno ao ambiente com muita classe. No quarto, por exemplo, é bom evitar luminárias que deixem as lâmpadas aparentes, já que estas podem incomodar alguém que esteja deitado. Utilize luz de leitura próxima à beira da cama composta por: abajur, arandela ou colunas com luz direcionada. Para completar, luminárias embutidas próximas às portas dos armários ajudam a melhorar a visão do interior e o conteúdo do armário. Na sala de jantar, convém a colocação de uma luminária pendente no centro da mesa, destacando qualquer elemento que esteja sobre a mesa. A luz geral pode ser controlada por dimmers (moduladores de intensidades), de acordo com a ocasião, todavia somente em lâmpadas incandescentes. No banheiro, cuidado com a iluminação do espelho: a luz deve ser de cor quente e envolver todo o ambiente para iluminar o rosto igualmente e não produzir sombras, sendo aplicada nas laterais do espelho e não no topo como é comum se encontrar. Cozinha e áreas de serviço necessitam de iluminação mais uniforme, em geral luz fria, de forma que não haja sombras nos locais onde se realizam as atividades. As fluorescentes cumprem bem o papel neste ambiente, inclusive pelo fato do uso mais prolongado. Em escritórios com computador – assim como em salas de TV, é importante não permitir que focos de luz causem interferência na tela. Por isso, o mais indicado é que a luminária esteja atrás ou ao lado do aparelho, ou no fundo do ambiente em posição oposta a tela. Mudando de atividade, a luz principal pode ser acesa e a versatilidade de luminárias distintas em um mesmo ambiente demonstra toda a praticidade do uso inteligente da luz.

AMBIENTES EXTERNOS Em ambientes externos, segurança é essencial. A iluminação deve estar presente em todas as entradas e acompanhar os muros. Uma opção é instalar arandelas que façam a luz refletir nas paredes (wall washing). Outro ponto importante são as passagens que podem estar sinalizadas por balizadores que facilitam o tráfego de pedestres e veículos. A luz colorida pode ser usada para ressaltar a cor de plantas ou de piscinas. E lembre-se: em qualquer espaço, o principal é encontrar um equilíbrio entre utilidade e decoração sem exageros e de preferência com economia de energia. E por fim muita atenção para não instalar luminárias que podem causar ofuscamento nas pessoas.


NOVOS ARES

soluções para os seus

AMBIENTES UMA REFRIGERAÇÃO ADEQUADA PODE OFERECER CONFORTO E BEM-ESTAR

A

refrigeração é um processo físico pelo qual é retirado o calor de um ambiente e transferido para outro. Através de determinados tipos de equipamentos é possível controlar as temperaturas no meio doméstico, comercial e industrial.

Uma refrigeração adequada pode oferecer conforto e bem-estar para as pessoas, aumento de produtividade e melhor qualidade nos serviços, na produção industrial e também na conservação de alimentos perecíveis. Especializada neste segmento, a Friomar iniciou suas atividades em agosto de 2012, com o objetivo de fornecer peças e equipamentos para refrigeração doméstica, comercial, máquinas de lavar e aparelhos de ar condicionado. De acordo com os sócios Roberto Carlos Neves, que tem mais de 20 anos de experiência no segmento, e David Anderson dos Santos, com mais de 10 anos de experiência, a empresa está se aprimorando a cada dia. “Trabalhamos com as principais marcas do mercado, aliando qualidade, preço justo e o bom atendimento”, garante David, que é gerente administrativo da Friomar. Segundo os empresários, a principal dúvida dos clientes é sobre o melhor sistema de distribuição e condicionamento dos ambientes. O crescimento da empresa está alicerçado ao bom atendimento e também na experiência de seus sócios e colaboradores. De acordo com Roberto, que é o gerente comercial, a empresa conta com serviço de instalação e manutenção dos equipamentos que comercializa. “Contamos com uma rede de parceiros altamente qualificados para prestar serviços da mais alta qualidade, dentro dos padrões exigidos pelos fabricantes”, completa. Entre os principais benefícios de uma refrigeração adequada, está o consumo de energia consciente, diretamente ligado ao

Friomar Refrigeração e ar Condicionado Rua Heitor Liberato, 2410 - Vila Operária, Itajaí. Contato 47 . 3046.6909 www.friomarrefrigeracao.com.br

76 ANUÁRIO NOSSA CASA 2014

correto dimensionamento do sistema e uso do mesmo. O mesmo se aplica à refrigeração comercial (balcões, ilhas de congelados e câmaras frias). “Um detalhe importante é que, se o sistema for mal dimensionado, além de o cliente perder em eficiência e aumentar o consumo de energia o fabricante não arcará com os custos provenientes de uma quebra, mesmo que tenha ocorrido dentro do período de garantia”, alertam os empresários.


AMBIENTE

CORTINA

ou persiana?

SEJA PARA DAR PRIVACIDADE, SEJA PARA PROTEGER DO SOL OU GARANTIR UM TOQUE FINAL À DECORAÇÃO, CORTINAS E PERSIANAS SÃO ITENS MUITO UTILIZADOS. Arq. Ana Laura Schreiner e Arq. Juliana Fedalto

P

analauss@gmail.com 47. 9977.7740

ara cada necessidade existe uma solução. Quer manter a privacidade sem perder a vista? Ou você prefere a escuridão total nas suas sessões de cinema? Não importam quais sejam os pré-requisitos, sempre existe uma opção. Seja ela uma cortina linda e tradicional, seja uma persiana prática e leve, além de práticas, elas complementam a decoração. O controle da quantidade de luz natural é uma característica especial das cortinas e persianas. Elas não permitem a entrada dos raios solares, o que protege os móveis e eletrônicos. Mesmo assim, elas possibilitam que a claridade chegue ao ambiente, tornando-o confortável e aconchegante. Além de criar esses efeitos e sensações, as cortinas e persianas podem proporcionar mais privacidade ao seu espaço. Combinar com a decoração, seja ela qual for, é uma tarefa fácil. “A escolha não depende só do tipo de ambiente, mas também do objetivo desejado: escurecimento, privacidade, filtragem dos raios solares”, explica a arquiteta Ana Laura Schreiner. A escolha é sempre pessoal, já que a função das duas é a mesma, mas cujos efeitos decorativos são totalmente diferentes. As cortinas e persianas, hoje disponíveis em diversos materiais e acionamentos, sendo as persianas manual ou motorizado que ainda podem ser acionadas por controle remoto ou por automação, unindo praticidade e conforto, além de serem fáceis de combinar e limpar. Seus materiais foram desenvolvidos para repelir o pó e resistir ao raios solares sem deforma-las. A maioria dos modelos de persianas permitem regulagens de entrada de luz. Além de eficazes, elas não impedem a vista. Para deixar as persianas com um toque aconchegante, Ana Laura orienta: “Para dar um charme, acrescente xales e sobreposições”. JNS Persianas Rua Agostinho Fernandes Vieira, nº 138 - Fazenda, Itajaí.

84 ANUÁRIO NOSSA CASA 2014

Ana Laura Schreiner e Juliana Fedalto Av. Atlântica, nº 1720, sala 18 – Ed. Maxim – Centro, Balneário Camboriú 47 3268.4675

Uma cobertura de frente para o mar em Balneário Camboriú, projetada para um casal de meia idade. Com linhas retas e limpas. O ambiente destaca revestimentos como, texturas encontradas nos papéis de parede e painéis de madeira. Compondo senários com a iluminação e boas referências no mobiliário selecionado pelas arquitetas. Indicamos a JNS Persianas aos nossos clientes, pois temos a certeza de que estamos oferecendo um produto de alto padrão de qualidade.

julianafadalto@gmail.com 47. 9614.9608


MOSTRA

N

este ano, a Casa Cor Santa Catarina teve início no dia 1º de maio, e encerrou em 15 de julho com mais um grande sucesso de público, em Florianópolis e Itajaí.

Na Capital, 22 espaços tiveram como endereço o empreendimento Simphonia WOA Beiramar, localizado na bela Avenida Beira-Mar Norte. A Praia Brava de Itajaí foi o cenário de 23 ambientes, situados no Mall do Riviera Business. A edição 2014 foi um marco na história da Casa Cor Santa Catarina, apresentando um crescimento expressivo do público em Itajaí, consolidação em Florianópolis, sendo 80% dos visitantes pertencentes à classe A - que prestigiaram o evento com apenas um ingresso e puderam apreciar os 45 ambientes das duas sedes

da mostra. A Casa Cor Santa Catarina gerou mais de 1.800 empregos diretos e indiretos e teve investimento aproximado de R$ 4 milhões entre produção e mídia. “Encerramos a Casa Cor Santa Catarina com o sentimento de dever cumprido. A qualidade dos projetos apresentados, a força das parcerias firmadas e, principalmente, a confiança do público, foram fundamentais para o êxito da mostra. A partir de agora, damos início ao planejamento da próxima edição da Casa Cor, com foco em oferecer ao mercado um evento cada vez melhor e mais qualificado”, avalia a executiva da Casa Cor Santa Catarina, Ana Carolina Ogata.

ANUÁRIO NOSSA CASA 2014

85


MOSTRA

Luxo e sustentabilidade para receber bem

O arquiteto Hebert Evaristo e a designer de interiores Luiza Fortkamp, do escritório Estúdio HL – Arquitetura e Interiores, de Itajaí (SC), assinaram o ambiente The Guest Room, da sede da mostra na Praia Brava, em Itajaí. O espaço, com 60 metros quadrados, foi dividido em três ambientes: sala de lareira, a grande suíte e um spa. A dupla, também estreante na Casa Cor Santa Catarina, apresentou no ambiente uma mistura entre o estilo cosmopolita, clássico e indiano. Na tonalidade, cores sóbrias entre o marrom, bronze e ferrugem, com iluminação e texturas criadas para tornar o espaço mais intimista e quase maximalista. Apresentando dessa forma o conceito de receber o hóspede no estilo de um Hotel Boutique, com todo o charme, calor e luxo do inverno de Santa Catarina.

86 ANUÁRIO NOSSA CASA 2014


MOSTRA

Cores vibrantes ressaltam o charme da Bilheteria e Lounge

Em sua estreia na Casa Cor Santa Catarina, a arquiteta Laura Giassi Morastoni propôs um novo conceito de Bilheteria e Lounge para a recepção dos visitantes da mostra na sede de Itajaí. Com um estilo contemporâneo, Laura trouxe um ambiente atemporal, multicultural e sofisticado que chamou atenção pela diversidade de materiais utilizada entre pisos, revestimentos e mobiliário aliada ao uso de cores vibrantes e marcantes, tendências do momento. Para atender ao tema da mostra, SC Décor: um Estado, todos os estilos, o ambiente de 56 metros quadrados foi inspirado na diversidade cultural herdada da colonização dos imigrantes europeus em Santa Catarina. “Ao agregar as variadas referências, optei por valorizar a nossa cultura e nossos recursos, utilizando materiais, peças e obras de artistas da região. A ideia geral foi baseada na experiência vivenciada em cidades catarinenses, onde atuei e pude absorver um pouco da arquitetura e riqueza cultural de cada uma delas”, explicou a arquiteta. ANUÁRIO NOSSA CASA 2014

87


EXPOSIÇÕES

OBRAS DOS ARTISTAS MARIA NEPOMUCENO, EMMANUEL NASSAR, MARCOS CHAVES, GARY HUME, CILDO MEIRELES, HELIO OITICICA E JEFF KOONS

a pegada pop

Período expositivo: de 13 de agosto a 27 de setembro Endereço: Rua Joaquim Antunes, 59, Pinheiros – São Paulo – SP Horário de funcionamento: segunda a sexta das 10h às 19h, sábados das 11h às 15h Entrada franca/ Livre

EMMANUEL NASSAR

UM RECORTE DE UMA DAS COLEÇÕES PARTICULARES MAIS IMPORTANTES DO MUNDO PROMETE ATRAIR APRECIADORES DA ARTE PARA O CCBB. JEAN-MICHEL BASQUIAT, ANDY WARHOL, ROY LICHTENSTEIN E OUTROS.

visões da coleção ludwig JEAN-MICHEL BASQUIAT

PETER LUDWIG POR ANDY WARHOL

88 ANUÁRIO NOSSA CASA 2014

Centro Cultural Banco do Brasil, Belo Horizonte Período expositivo: 19 de agosto a 20 de outubro. Endereço: Praça da Liberdade, 450 - Funcionários Horário de funcionamento: todos os dias, exceto as 3ª-feiras das 9h às 21h Entrada franca/ Livre


BIOGRAFIA

pop art

NOVA IORQUE, 27 DE OUTUBRO DE 1923 NOVA IORQUE, 29 DE SETEMBRO DE 1997

R

Roy Fox Lichtenstein foi um pintor que procurou valorizar os clichês das histórias em quadradinhos como forma de arte, tentando criticar a cultura de massa.

Artista gráfico, é um dos ícones da arte pop e desenhou naturezas mortas, paisagens e redefiniu obras primas da arte erudita.

elevando os quadrinhos à categoria da grande arte ao mesmo tempo em que valoriza sua condição de produto de massa.

O seu interesse pelas histórias em quadradinhos como tema artístico começou, provavelmente, com uma pintura do Mickey que realizou em 1960 para os filhos. Nos seus quadros a óleo e tinta acrílica, ampliou as características dos quadrinhos e dos anúncios comerciais, e reproduziu à mão - com fidelidade - os procedimentos gráficos. Empregou, inicialmente, uma técnica pontilhista para simular os pontos reticulados das histórias. Cores brilhantes, planas e limitadas, delineadas por um traço negro, contribuíam para o intenso impacto visual.

Roy Lichtenstein se fez notar pela utilização das histórias em quadrinhos e dos clichês que, pinçados da arte comercial, se transformam em objetos de arte: socos, tiros, lágrimas pelo amor perdido, com frases e textos de apoio. Com certa ironia deu a esta fase o nome de “Grande Pintura”. Uma das melhores definições do movimento veio do próprio Roy :

Com essas obras, o artista pretendia oferecer uma reflexão sobre a linguagem e as formas artísticas. Os seus quadros, desvinculados do contexto de uma história, aparecem como imagens frias, intelectuais, símbolos ambíguos do mundo moderno. O resultado é a combinação de arte comercial e abstração. Utiliza as imagens com um sentido irônico,

“O que marca o pop, é - antes de mais nada- o uso que é dado ao que é desprezado”. Lichtenstein usava cores como: azul marinho, amarelo, vermelho e branco. Ele fazia contornos em preto, para realçar mais suas pinturas. Como nos anos 60 já usava o tema da ironia, que marcou os 90, Roy é considerado pioneiro, mestre e uma figura proeminente da arte americana. Sua obra “The Entablature” - que estava exposta no World Trade Center, foi destruída nos ataques de 11 de setembro. Faleceu em 1997, por complicações de uma pneumonia.


DESEJO

Casa de raia

O FIM DO ANO JÁ ESTÁ SE APROXIMANDO E É HORA DE PENSAR EM MUDAR A DECORAÇÃO DA CASA DE PRAIA.

ara isso é importante escolher materiais e revestimentos que proporcionem praticidade, além de móveis e peças que façam com que a casa litorânea se transforme em uma extensão da sua. Casa de praia lembra descanso, descontração, aconchego e paz. Por isso, ao escolher a decoração e os objetos é preciso que eles transmitam exatamente essas sensações.

92 ANUÁRIO NOSSA CASA 2014


Objetos naturais e artesanais são grandes apostas de acessórios de decoração para praia, pois traduzem a identidade brasileira e estão em alta. Busque materiais reaproveitáveis e aposte nas fibras. Aproveitando a temática do mar, busque objetos decorados com peixes, redes, barcos, conchas, tapetes leves e bem coloridos. Lembre-se de dosar os itens para que o ambiente não fique exagerado e não hesite em exibir acessórios pessoais que contem sua história e criem uma relação entre você e sua casa. Evite os móveis de metal, pois eles podem oxidar com a maresia. Para o quarto, escolha lençóis e edredons macios e de fibras naturais. Na sala, use capas desconexas, fáceis de limpar e que sejam macias nas poltronas. Aposte no uso de materiais resistentes ao sol e à chuva - como madeira maciça, alumínio, fibra sintética e inox. Tons neutros e cores vivas caem bem nos ambientes de uso comum. Em espaços pequenos, a dica é usar cores suaves. Use almofadas, sofás e poltronas com estampas diversas e cores como salmão, verde-limão e azul-turquesa, que garantem energia ao ambiente. Se os tons neutros predominarem, a cor do ambiente pode ser mudada apenas com a troca de objetos. O branco ainda ajuda a ampliar o espaço. ANUÁRIO NOSSA CASA 2014

93


REFÚGIO

Suave eitas para aproveitar os momentos de descanso e lazer, é imprescindível que sejam confortáveis, aconchegantes, práticas e de bom gosto. Para aproveitar os momentos de descontração, alguns detalhes são importantes.

Para o piso, os mais usados são os de pedra mineira, por deixarem a casa mais fresca. Devem ser de fácil manutenção e que não risquem com facilidade em contato com a areia. O porcelanato rústico também é uma opção. Locais como esse pedem luz natural, o que pode ser alcançado com muitas janelas no projeto. Quanto maiores, melhor. Telhas de vidro também vão aumentar a iluminação, diminuindo a necessidade de luz artificial em grande parte do dia, ajudando também na ventilação. Áreas sociais integradas fazem com que todos participem dos momentos de lazer e das refeições. Além disso, os exteriores também podem ser ligados aos interiores com decorações com plantas, cadeiras, mesas e redes. Paredes brancas são indicadas para que os objetos de decoração possam receber cores quentes e objetos de artesanato. Lembrando sempre de priorizar a ventilação para evitar o mofo. Telas de proteção para evitarem insetos são imprescindíveis. Móveis de madeira impermeabilizados e estofados com revestimentos náuticos e fibras sintéticas ou com tecido envernizado ou acquablock são opções para contornar os problemas da areia e da maresia que causa corrosão por conta do sal. Também as aberturas devem ser de madeira ou alumínio para evitar o desgaste. Quando menos móveis e utensílios de ferro ou metal, mais durável será sua decoração e acabamento. A área da piscina pode contar com guarda-sol e espreguiçadeiras com estruturas feitas em madeira ou alumínio para resistir à maresia.

94 ANUÁRIO NOSSA CASA 2014

Dicas Acessórios de decoração com tendência natural e rústica, como quadros, almofadas, futtons, deixarão os ambientes ainda mais no clima praia. Tapetes de fibras sintéticas e naturais e cestos complementam a atmosfera e deixam o clima ainda mais relaxante. O estilo rústico com espaços integrados, aliado a iluminação amarela e tons de madeira é muito recomendado. Além de compor a decoração e dar um charme especial, as cortinas de bambu tanto nas portas como nas janelas ajudam a inibir a entrada de insetos na casa. Se não tem preferência por cortina de bambu, as de algodão deixam o ambiente natural e agradável. Para os quartos, as cortinas blackout também ajudam a deixar o clima mais agradável para descansar. Mais do que bom gosto e identidade, o projeto de decoração da casa de praia pode ser um passatempo muito gostoso para toda a família.


IDEIA

azulejo ADESIVO DE AZULEJO RENOVA A DECORAÇÃO

A

poste nos adesivos de azulejo para dar vida às suas paredes sem fazer obras dentro de casa. O resultado é surpreendente. Se o banheiro ou a cozinha da sua casa estão com a mesma cara de sempre, existem opções para repaginar os ambientes sem gastar muito.

Uma opção e que está fazendo sucesso - é colar adesivos nos azulejos, perfeito para quem mora de aluguel e não pode (e não quer) fazer obras dentro de casa. Para começar a revestir o seu banheiro ou onde mais os azulejos estejam com aspecto de cansado, verifique o tamanho do azulejo e quantos adesivos você vai precisar. Algumas lojas e sites de venda de adesivos comercializam o produto por unidade, mas também é possível fazer o seu personalizado. Descolados, eles podem encher sua cozinha e seu banheiro de estilo. E o melhor: você precisa apenas de uma tarde para fazer isso, pode acreditar. Mas é importante saber que eles chamam a atenção, por isso, escolha o cantinho da cozinha ou do banheiro que mais gosta ou que precisa urgente de uma repaginada. Se animou? Então, despache a preguiça e mãos à obra!

VANTAGENS DA UTILIZAÇÃO DOS ADESIVOS DE AZULEJOS: • É fácil e rápido de aplicar: Você coloca onde e do jeito que quiser. • Não faz sujeira: Não tem aquela quebradeira típica de reforma e nem precisa contratar mão de obra especializada. • É fácil de retirar: Uma vantagem para quem mora de aluguel e não pode fazer alterações no imóvel. Como aplicar Você vai precisar de: • Estilete • Espátula de silicone ou régua • Solução de seis gotas de detergente para cada 1 litro de água • Borrifador

ANUÁRIO NOSSA CASA 2014

95


OPÇÕES PARA TODOS OS GOSTOS

Passo a passo • Faça uma limpeza caprichada na cozinha duas

LADRILHO HIDRÁULICO Lindos e elegantes são tendência. Os desenhos coloridos dão um ar retrô ao ambiente

horas antes de começar a aplicação. • Retire com cuidado o adesivo do papel que vem com ele. Assim, você evita que as pontinhas do produto fiquem amassadas e garante um aca-

Fica a dica

bamento perfeito.

• Procure não cozinhar por um período de

• Se a parede termina em um armário ou numa

12 horas após a aplicação do adesivo. A

porta, por exemplo, o melhor é que você aplique

gordura e o vapor dos alimentos podem

o adesivo até o fim e, depois, use o estilete para

comprometer a fixação do produto.

cortar as sobras.

• A limpeza deve ser feita com um pano

• Retire os itens que estão na área de aplicação

úmido e algumas gotas de detergente. Evite

dos adesivos, como o espelho do interruptor ou a

usar álcool, limpadores em spray, desen-

torneira. Aplique o adesivo e, então, faça umpicote

gordurantes e cloro.

nele no local onde ficará espelho, por exemplo.

• Ainda na hora da limpeza, esqueça a es-

Depois elimine as sobras com estilete.

cova - ela arranha a estampa dos adesivos. • O plástico usado nos adesivos é inflamável. Por isso, mantenha-os a uma distância mínima de 10 cm do fogão e de velas, por exemplo.

96 ANUÁRIO NOSSA CASA 2014

AZULEJO PORTUGUÊS O azul esbanja vida em qualquer decoração. O tom é clássico nesse tipo de azulejo ESTAMPA GEOMÉTRICA Quer um toque moderno? Aposte nesse desenho. Fica bom em banheiros PATCHWORK Pra que escolher um só modelo se você pode ter vários? Estes aqui oferecem um mix de desenhos.


!

DESIGN

18ºabimad

FEIRA BRASILEIRA DE MÓVEIS E ACESSÓRIOS DE ALTA DECORAÇÃO QUE ACONTECEU ENTRE OS DIAS 29 DE JULHO A 1 DE AGOSTO DE 2014, EM SÃO PAULO (SP). A PRÓXIMA EDIÇÃO JÁ ESTÁ CONFIRMADA E SERÁ DO DIA 3 A 6 DE FEVEREIRO DE 2015.

1 1. TLF BR: Mini namoradeira na cor creme, com estampa preta; possui duas gavetas e quando o assento é aberto, a peça vira um baú (90 x 40 x 71cm). 2. P & C ARTE MOBILI: A linha Happy é composta de móveis de jantar, estar e acessórios. O gaveteiro Multi é fabricado em madeira maciça com pintura em verniz acetinado e frentes de gaveta em OSB natural, com pintura em verniz; possui quatro gavetas e nicho. 3. 6F DECORAÇÕES: Vaso de vidro: na cor verde, de formato tradicional, a maneira das antigas opalinas francesas. 4. GRUPO VISZLA: Chair One: cadeira do design Konstantin Grcic com base em concreto pintado, assento em alumínio polido e pintura a pó; pode acompanhar almofadas em tecido ou couro; disponível em versão giratória; indicada para áreas externas. 5. FORMANOVA Arca Iconic: designer Fernando Loizate. Produto que chegou para ser destaque da coleção, é uma releitura dos antigos mini-bar da década de 60. 6. DONA FLOR MOBÍLIA: A coleção Ninho de mobiliário outdoor é composta por sistema de sofás, poltronas e mesas que possibilitam a criação dos mais variados ambientes em chave contemporânea. O conceito é trabalhar formas arredondadas que criam bem estar e sensação de proteção, como um aconchegante de um ninho. 7. DECO METAL: Chaise CH308: quadrada, com diâmetro de 1,60m, a peça tem estrutura em alumínio.

100 ANUÁRIO NOSSA CASA 2014

2

4 3

6

5

7


INTERIORES

Tendência de

MÓVEIS

TEXTO MAYARA DE AVIZ

Designer de Interiores

FOTOS DIVULGAÇÃO

A

diversidade de materiais.Algumas das características que vem sendo usadas no mobiliário são: Linhas retas, funcionalidade (pois os ambientes estão cada vez menores, e precisa-se pensar em uma funcionalidade especifica para cada móvel), reaproveitamento de materiais (pois a sustentabilidade vem sendo o assunto do momento), o revestimento dos móveis imitando diversos materiais, como o tecido, o cimento, a madeira de demolição, o auto brilho e muitas outras opções de revestimentos, que nos deixa até confusos na hora de escolher. Sem contar com os espelhos, que estão roubando a cena, tanto nas cozinhas com acabamento reflecta, como nos quartos com espelhos em tons de bronze e prata. Separei algumas opções de estilos, pra você se inspirar e identificar qual é o seu.

ssim como o mundo da moda, o mundo do design de interiores e arquitetura também tem suas tendências.

Como uma onda, assim são as tendências, com o passar dos anos, elas voltam e ainda melhores com todas as inovações e tecnologias. Vamos falar um pouco sobre o que se vem usando no mobiliário brasileiro. São muitos os requisitos que nós podemos apontar para a linha de móveis atualmente. A gama de variedades e estilos está cada vez maior, que temos que reavaliar nosso estilo e gosto antes de escolhermos nossos móveis. Pois podemos lembrar, que não faz muito tempo atrás, nós não tínhamos tantas opções, como o mercado está nos oferecendo hoje. A inovação e tecnologia crescem a cada dia, e com isso nós aproveitamos para deixar nossos ambientes mais lindos com a

AMBIENTES: 1. Retrô, o estilo que veio pra ficar, pode ser representado por algum objeto antigo como a geladeiras, batedeiras e panelas coloridas ou até pelas cores como o azul vermelho e rosa. 2. Pra quem gosta de um ambiente mais limpo, você pode optar pelo estilo clean, onde são colocados poucos móveis, com cores claras e puxadores embutidos, ou até sem puxadores, você pode usar cadeiras transparentes e os móveis branco. 3. Os fãs do estilo clássico. Há uma frase que diz que o estilo clássico nunca esteve tão contemporâneo, pois podemos ver ele presente cada vez mais, e é difícil quem não se encanta por esse estilo. 4. Pra quem gosta de um ambiente mais moderno, pode se optar por cores mais escuras com tons de madeiras e detalhes espelhados.

3.

1. 2.

4.

Aviz Design de Interiores Rua Indaial , 2110 - São João , Itajaí Contato 47 . 3344.3556

104 ANUÁRIO NOSSA CASA 2014


INSPIRAÇÃO

TOQUE

MÁGICO TAPETES AUXILIAM A HARMONIZAR DECORAÇÃO

P

ara compor uma decoração bela é muito importante que todos os elementos do ambiente se complementem e gerem harmonia. Escolher um estilo de decoração, muitas vezes, é uma boa saída, porém, todos os elementos precisam estar em harmonia entre si, gerando um ótimo apelo visual. Os tapetes, por exemplo, podem se tornar um item complementar para criar um ambiente inspirador. Os tapetes na decoração dão um toque a mais no ambiente, porém, não devemos esquecer as suas variadas funcionalidades: podem abafar o ruído (principalmente no caso dos apartamentos), são fáceis de transportar e esconder algumas imperfeições contidas no chão da casa. É por estas e por outras que este aliado merece nossas considerações e algumas dicas para usá-los e escolhe-los de forma correta. Assim, separamos algumas dicas e imagens de tapetes na decoração para você se inspirar.

TAMANHOS E FORMAS Os tapetes na decoração se encontram em muitos estilos: coloridos, neutros, com diferentes texturas, formas e tamanhos. Por isso, é muito importante ter em mente que o mais bonito, nem sempre é o ideal para as necessidades do seu espaço. Os tapetes redondos, por exemplo, são mais usados em ambientes descontraídos e também acabam sendo uma boa saída para ambientes que não possuem muito espaço. Já os retangulares, mais retos, são ideais para a sala de jantar e sala de estar.

CORES Os tapetes na decoração podem ter estampas e cores diferenciadas, mas sempre se deve utilizar o bom senso, já que o item não deve ser encarado como um elemento à parte do espaço – podem-se mesclar estampas, desde que elas estejam dentro do mesmo tom. Uma dica é dosar os móveis de cores mais neutras, caso os tapetes sejam mais coloridos e vice-versa.

TEXTURAS

As texturas também são ótimas para os tapetes e aí vai uma dica importante: prefira os mais fofinhos e altos para as áreas de descanso, como a sala e quarto, e os mais simples e práticos para as áreas onde podem ser sujos com mais facilidade como a sala de jantar e cozinha. Se você tem crianças em casa ou animais de esti-

108 ANUÁRIO NOSSA CASA 2014

mação, dê preferência aos modelos antialérgicos e que não sejam ásperos.

MANUTENÇÃO Os tapetes na decoração são ótimos, mas alguns cuidados devem ser seguidos para conservá-los por mais tempo. Para a limpeza periódica, opte por um aspirador de pó; em caso de manchas, tente usar um detergente neutro. Para uma manutenção profunda, conte com profissionais especializados que tenham os materiais corretos de lavagem e secagem.


CONFORTO

8

itens de decoração para um lar aconchegante

CRÉDITO: SARAH & BENDRIX/HOUZZ/DIVULGAÇÃO

112 ANUÁRIO NOSSA CASA 2014

A nossa paixão pelo design pode nos levar a escolher o fabuloso ao invés do confortável, e, enquanto nada pode competir com uma cadeira dinamarquesa colonial ou uma espreguiçadeira clássica, há mais espaço em nossas casas para peças mais anônimas, mas não menos atraentes. Pense em itens confortáveis de mobiliário - mesas, cadeiras, armários e muito mais - que foram herdados ou comprados em um brechó, ou foram repintados e outra vez, através de uma vida de amor e de uso do objeto.


1

Afunde em uma poltrona de couro. Uma escolha clássica para um encontro de amigos. Quando reforçadas com uma almofada coberta de veludo, as poltronas de couro vão acalmando nossas preocupações. Além disso, o couro cai muito bem, tornando-se mais suave cada vez que você sentar.

2

Aposte em cômodas de madeira com gavetas. O cenário simples de gavetas em madeira descascada com puxadores de bronze tradicionais é uma aquisição agradável para qualquer quarto. Aqui ela se torna uma mesa de cabeceira, com uma lâmpada, uma vela e flores frescas.

3

Escolha um divã. Com braços arredondados e estofos abotoados, esse sofá tem design atemporal que deixa todos à vontade. Muitas vezes, coberto de couro, esse sofá de estilo botonê pode assumir um ar mais suave e menos masculino quando encoberto em tecido de algodão pálido ou veludo.

4

Procure uma estante. Este móvel de armazenamento encontrou nova popularidade em muitos países, enfeitando as cozinhas de muitas casas de campo e fazendas. Nesta casa, no entanto, é evidente o quanto a estante se destaca em um ambiente com

várias possibilidades contemporâneas. Pintada em um tom arrojado e posicionada em um esquema moderno neutro, parece estar exatamente em casa.

5

Coloque seus pés em um banquinho. Na noite, no sofá é completa sem um estrado considerável em que descansar os pés cansados. Este projeto botonê clássico tem um toque contemporâneo, graças à rica tapeçaria de veludo amarelo.

6

Compre um quadro de cama clássico. A estrutura da cama de ferro tradicional consegue parecer romântico e confortável ao mesmo tempo. Este estilo de cama foi nos colocou para dormir por gerações e, se for pintado de branco, não vai competir com outros elementos de design do quarto.

7

Procure um balcão. Um lugar para tudo, desde panos de louça a jogos de tabuleiro, e com espaço na parte superior para exibir objetos favoritos, o balcão é um complemento indispensável e muito acalentador em uma sala de jantar ou quando houver um espaço vazio. Enquanto projetos de mesa de centro parecem simples e elegantes, uma versão vintage dará uma sensação mais amigável. Revitalizar um balcão antigo com um pouco de tinta cinza suave pode rapidamente transformar esta peça em uma herança de família.

8

Dobre as bacias. O que poderia ser mais amigável do que um lavabo duplo, para que possa lavar as mãos ou escovar os dentes ao lado de alguém da família? Procure por um pedaço de mármore recuperado como este, ou se inspire e monte duas bacias e torneiras de latão clássico em uma mesa vintage para uma sensação confortável.

ANUÁRIO NOSSA CASA 2014

113


25

ANOS Leia o que realmente interessa.

Nossa

CASA

www.bteditora.com.br Rua Jorge Mattos, nº15 - Centro - Itajaí, SC 47. 3344. 8600

Rua Anita Garibaldi, nº87 - Centro - Itajaí, SC 47. 3348. 3530

Revista Nossa Casa - 2014  

Revista Nossa Casa - 2014

Advertisement