Page 1


editorial Revista Nossa Casa: Circulação em um mercado em franco crescimento ANO 1  EDIÇÃO Nº 1 MAIO 2013 Diretor Carlos Bittencourt direcao@bteditora.com.br Jornalista responsável: Renara Almeida – DRT SC 0403 JP jornalismo@bteditora.com.br Diagramação: Solange Alves solange@bteditora.com.br Contato Comercial Sônia Bittencourt 47 8405.9681 Rose de Souza 47 3348.3040 Impressão Impressul Indústria Gráfica Elogios, críticas ou sugestões direcao@bteditora.com.br Foto de Capa: Fotógrafo: João Ribeiro www.casacor.com.br A Revista Nossa Casa não se responsabiliza por conceitos emitidos nos artigos assinados, que são de inteira responsabilidade de seus autores. www.revistanossacasa.com.br

Santa Catarina, especialmente a região de Balneário Camboriú, Itapema e Itajaí, tem sido alvo de diversas matérias jornalísticas na imprensa nacional como cidades que mais têm crescido na construção civil nos últimos anos, fruto de investimentos pesados de construtoras de renome em imóveis de médio e alto padrão. Só para se ter uma ideia, os maiores prédios em construção no Brasil estão nesses municípios. Balneário Camboriú e Itapema crescem em razão do turismo, já que na temporada de verão recebem juntas quase dois milhões de turistas. Itajaí, ao lado dessas duas cidades, cresce a uma velocidade espantosa levando em conta principalmente o setor portuário e de logística, já que possui um complexo portuário formado por cinco portos e centenas de empresas de logística, além de ficar ao lado dessas cidades turísticas. Em pouco tempo Itajaí terá também um das maiores Marinas do sul do Brasil, com quase 800 vagas para iates. O crescimento da construção civil justifica-se por causa desse movimento migratório de novos moradores que compram apartamentos para fazer turismo ou morar nessas cidades por causa das novas empresas que estão se instalando. Foi por causa desse novo público, que precisa mobiliar e decorar casas e

Contato: Rua Jorge Matos, 15, Centro, Itajaí | Santa Catarina | CEP 88302-130 47 3344.8600 | 3348.3040

REVISTA NOSSA CASA • MAIO 2013

apartamentos, que a Editora Bittencout produziu a Revista Nossa Casa, uma publicação com 20 mil exemplares que é distribuída a lojistas de móveis e objetos de decoração, profissionais do setor, construtoras e imobiliárias de toda essa região. Além de circular para esse público especializado, que é do interesse de qualquer empresa que trabalhe com a venda de móveis e decorações ou presta serviços nestas áreas, a Revista Nossa Casa também atinge um público Classe A, que participa como convidado de uma Feira de Noivas – A Mostra Sposare que acontece numa das casas noturnas mais famosas de Camboriú: o Maria’s, pertencente ao Grupo Grenn Valey. Além disso, a Revista Nossa Casa circula com exclusividade para os associados e dependentes do Itamirim Clube de Campo, um dos mais tradicionais clubes esportivo e de lazer do Brasil, com mais de 40 anos de existência e com um público leitor classe A/B. Os anunciantes da Revista Nossa Casa apresentam nesta edição seus produtos para um mercado que cresce a cada ano, abrindo novas possibilidades de negócios para um setor que procura tendências e novidades exclusivas do que há de mais sofisticado em móveis, tapetes, cristais e acessórios decorativos, combinando qualidade, tecnologia e design.

Carlos Bittencourt Diretor de redação

|4|


sumário 12 João Ribeiro

A MAIOR MOSTRA DE ARQUITETURA E DECORAÇÃO DAS AMÉRICAS TAMBÉM TERÁ SEDE NA PRAIA BRAVA, EM ITAJAÍ

6

30

João Ribeiro

PRINCÍPIOS BÁSICOS PARA COMEÇAR A DECORAR A CASA

66

COMO ORGANIZAR OBJETOS PARA COMPLETAR A DECORAÇÃO? Divulgação/Internet

94

Divulgação/Internet

TRUQUES PARA DECORAR A COZINHA

O FENG SHUI E AS ENERGIAS POSITIVAS www.revistanossacasa.com.br |5|

MAIO 2013 • REVISTA NOSSA CASA


MÃOS À OBRA

REVISTA NOSSA CASA • MAIO 2013

|6|

PRINCÍPIOS BÁSICOS PARA COMEÇAR A DECORAR A CASA


A

dquirir um apartamento ou uma casa é uma meta de realização pessoal para a maioria das pessoas. No entanto, as economias são tão focadas na compra do imóvel, que poucos pensam na decoração. Por isso, antes de sair comprando sofás, mesa de jantar ou cortinas, é preciso muito critério e planejamento, sem abrir mão da diversão e da criatividade. Móveis Santo Antônio Móveis Santo Antônio

Espaços bem aproveitados Toda residência precisa ter a identidade das pessoas que vão ocupar aquele espaço, para que elas sintam-se confortáveis e acomodadas. Antes de tudo, pense em seu estilo de vida. O que você gosta de fazer em casa? Assistir filmes, cozinhar, receber os amigos? E o que você realmente faz? Há muitos casos de pessoas que adoram festas, mas nunca convidam os amigos para tomar um drink em casa. Já outros apreciam a boa mesa, mas nem chegam perto do fogão. O mais importante é criar uma casa onde os ambientes são úteis. De que adianta ter uma sala espaçosa se você usa apenas a sala de TV? Ou uma cozinha superequipada, com armários planejados e eletrodomésticos caríssimos, se você de fato nunca vai usar? |7|

MAIO 2013 • REVISTA NOSSA CASA


Móveis Santo Antônio

Proporcionalidade O erro mais comum de quem está decorando um ambiente é a escolha de móveis inadequados. Se sua sala é pequena, vá com calma. Tire as medidas, veja o que cabe antes de ir às compras. Se você não tem espaço para uma mesa de oito lugares, por que insistir? Vai atrapalhar a circulação. O mesmo vale para os dormitórios. Não há nada pior que quartos pequenos cheios de armários. Evite transformar o lugar onde você dorme em um closet, com portas por todos os lados. O quarto pode passar a ideia de ambiente claustrofóbico. Neste caso, avalie os itens que você possui, doe o que você não usa mais ou transforme um dos espaços ociosos em um closet.

Móveis Santo Antônio

Iluminação adequada A maioria dos brasileiros projeta a casa para o dia e esquece da noite. No dia-a-dia corrido de cidade grande, pouca gente tem o privilégio de desfrutar da casa quando ainda está claro, exceto nos finais de semana. É à noite que passamos a maior parte do tempo em casa. E é por isso que uma boa iluminação é essencial. O ideal é ter um sistema para diversas ocasiões, fornecendo a luz certa para cada atividade. No caso de um uso social, a luz precisa ser indireta e aconchegante, senão seu evento perde todo o clima. Prefira sempre luz quente às lâmpadas fluorescentes. A melhor dica é ter luminárias diversas espalhadas pela casa. Você pode acender cada uma quando achar conveniente. Use e abuse dos abajures. Eles são a peça-chave para deixar sua casa aconchegante durante a noite e dão um ar descontraído ao ambiente. REVISTA NOSSA CASA • MAIO 2013

|8|


Móveis Santo Antônio

Aviz Design

Orçamento Equilibrado Se dinheiro não é problema, maravilha! Mas tome cuidado. Fuja dos modismos e da extravagância. Para não estourar o orçamento no meio do caminho coloque tudo numa planilha e comece a cotar os itens que compõem a decoração. Se o valor final ficar acima do que você pretendia gastar, o ideal é substituir alguns por similares mais em conta. Não se esqueça de que um ambiente é feito de vários móveis, acabamentos e objetos, e não de uma peça só. Caso ainda tenha uma séria de dúvidas sobre o que vai funcionar na decoração de sua casa, peça ajuda a um profissional. Não é caro como parece e ele irá lhe orientar a escolher as peças corretas e a contratar mão de obra especializada. Assim você não gasta dinheiro à toa, comprando móveis e objetos impróprios, e não compromete o resultado final. Se você não está nadando em dinheiro, no entanto, use a criatividade. Combine peças boas e baratas com outras um pouco mais caras. Garimpe na casa de seus avós e pais. Muitas famílias possuem verdadeiros tesouros que ficam guardados. Estas peças podem fazer grande diferença na hora de decorar. E não tenha medo de ousar. 

REVISTA NOSSA CASA • MAIO 2013

|10|


A MAIOR MOSTRA DE ARQUITETURA E DECORAÇÃO DAS AMÉRICAS TAMBÉM TERÁ SEDE NA PRAIA BRAVA, EM ITAJAÍ Riviera Concept será endereço da Casa Cor Santa Catarina 2013

REVISTA NOSSA CASA • MAIO 2013

O

Riviera Concept será o endereço da CASA COR SANTA CATARINA 2013,na edição inédita que acontece na Praia Brava, entre Balneário Camboriú e Itajaí, de 18 de maio e 30 de junho. É a primeira vez que a maior mostra de arquitetura e decoração das Américas e o segundo maior evento do gênero no mundo acontece simultaneamente em duas cidades do mesmo estado. Além do evento em Florianópolis, a Casa Cor terá 12 ambientes na Central de Vendas do Riviera Concept, o primeiro complexo multiuso do Estado, empreendimento que leva a assinatura do Grupo Riviera, conhecido pelas iniciativas inovadoras no mercado imobiliário catarinense. “A CASA COR SANTA CATARINA sempre busca abranger profissionais e visitantes de todo o Estado. Por isso, dessa vez decidimos surpreender e realizaremos o evento em duas das principais cidades catarinenses. Será um grande desafio e um presente ao público”, comemora Lucas Petrelli Wilmer, diretor executivo da mostra. O complexo multiuso foi concebido para reunir, em um mesmo endereço, de forma totalmente independente apartamentos, studios, salas co|12|


João Ribeiro

merciais e hotel. Durante a Casa Cor, o público terá a oportunidade de conhecer réplicas de um estúdio, de um office e de um apartamento de hotel, já imaginando como será o empreendimento no futuro. Para a gerente de marketing do Grupo Riviera, Mariana Russi, faz parte da cultura da empresa buscar novas formas de mostrar os produtos. “Teremos três unidades do nosso empreendimento planejadas e apresentadas ao público através do olhar de profissionais renomados e contemporâneos. É uma nova forma que o público terá de vivenciar como seria viver, trabalhar e se divertir no nosso empreendimento”, destaca. Um único ingresso dará direito a visitar as duas sedes da mostra, independente da data de compra. A edição da mostra nas duas cidades reunirá 55 profissionais em 45 ambientes e 3500 metros quadrados de bom gosto, estilo e ousadia. Importantes empresas já

confirmaram presença no evento, como os patrocinadores nacionais Deca e Todeschini, os patrocinadores locais WOA Empreendimentos Imobiliários, Balaroti e Unilux, os apoiadores locais Sebrae e PlacoCenter e o fornecedor oficial FG Seguros.

Sobre a CASA COR Criada em 1987, a CASA COR, empresa integrante do Grupo ABRIL, é hoje reconhecida como a maior mostra de arquitetura e decoração das Américas e o segundo maior evento do mundo atrás apenas da feira de Milão. As mostras CASA COR contam sempre com apoiadoras locais e se tornaram oficiais nos calendários das cidades onde estão presentes, movimentando o mercado e proporcionando oportunidades para profissionais, fornecedores e consumidores do ramo e empresas interessadas no público visitante do evento. 

Profissionais que assinam os 12 ambientes da CASA COR SANTA CATARINA 2013, no Riviera Concept: • Office – Karen Schauffert e Carolina Hernandorena • Apartamento de Hotel – Fernanda Consonni • Studio – Suami Pedrollo • Living – Vanessa Larre • Cozinha Gourmet – Fernanda Eicke • Sala de Jantar – Sálvio e Moacir (CASAdesign Interiores)

Divulgação

Divulgação

Divulgação

Cozinha Gourmet Fernanda Eicke

• Suíte do Casal – Adriana Piva • Home Theater – Silvana Silvestre e Sherlana Reis • Suíte dos Filhos – Daniela Vieira • Atelier da Marchand – Helena Neckel • Studio – Cibeli Spolti • Studio – Ana Claudia Guerra e Phillippe Siarcos

Studio – Ana Claudia Guerra e Phillippe Siarcos |13|

Suíte do Casal Adriana Piva MAIO 2013 • REVISTA NOSSA CASA


Divulgação/ABIMAD

TENDÊNCIAS 15ª ABIMAD REÚNE OS MAIORES FABRICANTES DE MÓVEIS E ACESSÓRIOS DE ALTA DECORAÇÃO

Michel Otte Presidente da ABIMAD REVISTA NOSSA CASA • MAIO 2013

M

aior feira do segmento de mobiliário e acessórios de alta decoração da América Latina, a 15ª edição da ABIMAD (Feira Brasileira de Móveis e Acessórios de Alta Decoração), aconteceu de 19 a 22

|14|


Divulgação/ABIMAD Divulgação/ABIMAD Divulgação/ABIMAD

A feira ABIMAD é exclusivamente limitada aos lojistas de móveis e objetos de decoração, além de profissionais do setor. |15|

MAIO 2013 • REVISTA NOSSA CASA


Divulgação/ABIMAD Divulgação/ABIMAD

|16|

Divulgação/ABIMAD

REVISTA NOSSA CASA • MAIO 2013

de fevereiro de 2013 no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo (SP). Organizada pela Associação Brasileira das Indústrias de Móveis de Alta Decoração (ABIMAD), a feira expõe móveis para ambientes internos e externos, além de objetos de decoração que combinam qualidade, tecnologia e design e a 16ª Edição já está marcada para o período de 30 de julho a 2 de agosto. Com o objetivo de apresentar as principais tendências e novidades do que há de mais sofisticado no setor moveleiro, a feira ABIMAD é exclusivamente limitada aos lojistas de móveis e objetos de decoração, além de profissionais do setor. Com um mix de produtos que incluem móveis e objetos de decoração, a edição 2013 contou com 153 expositores, ocupando uma área de 30 mil m² de estantes. “O público de mais de 24 mil pessoas que visitou a Feira, divididos entre lojistas, arquitetos e decoradores de todos os Estados brasileiros e importadores de dezenas de países da América Latina se surpreendeu com a valorização do design brasileiro. Hoje o produto nacional é desejado pelo mundo e esta conquista é fruto do empenho dos fabricantes de móveis e acessórios de alta decoração em investir no profissional brasileiro”, explica Michel Otte, presidente da ABIMAD. Outro fator de sucesso, segundo ainda o presidente da ABIMAD é que os “nossos expositores/associados têm investido muito em design de produtos e participação em feiras internacionais, que são referências mundiais do setor como o Salão do Móvel de Milão e Colônia. O mercado brasileiro é muito focado em novidades e, constantemente, estamos lançando novas coleções que expressam as tendências mundiais”, finalizou. 


LANÇAMENTOS ABIMAQ


lançamentos

ABIMAD 2013

NUSA DUA Importadora e exportadora de artigos de decoração, a Nusa Dua fez o lançamento de vasos de fibra que imitam madeira e de cerâmica xadrez, com a combinação branco e preto. Outra novidade da empresa são as réplicas em madeira de embarcações históricas. O navio Cutty Sark foi construído em 1869 para ser utilizado no transporte de carga, especialmente o chá, na rota Londres-Xangai. Já a lancha Riva Ariston, italiana, é a mais tradicional do mundo e foi recentemente comprada pela Ferrari. www.nusadua.com.br | Fone: (47) 3367.5504

Divulgação/ABIMAD

A empresa apresentaou duas poltronas, a ROCCA e a AMORINI. Desenvolvidas pelo departamento de criação da empresa, possuem design de vanguarda e são fabricadas com madeira de eucalipto tratado, espumas certificadas e percintas elásticas importadas. São 150 opções de tecidos e estampas. www.estofadostironi.com.br | Fone: (47) 3370.4141

IN GARDEN

Divulgação/ABIMAD

REVISTA NOSSA CASA • MAIO 2013

Especializada em móveis para áreas externas, a empresa apresentou duas linhas. A GUARUJÁ é composta por mesa com tampo tramado e vidro temperado sobreposto e poltronas tramadas em cordão. Já as almofadas são revestidas em tecido de poliéster na cor cru, recheadas com placas de silicone antimofo. A linha JACUÍPE é composta por poltronas laterais e de centro, chaise e puff. As almofadas são revestidas em tecido de poliéster na cor cru e recheadas com placas de silicone antimofo. A mesa de centro possui estrutura tramada e acabamento em vidro e pés em alumínio polido. www.ingarden.com.br | Fone: (51) 3043.2442 |20|

Divulgação/ABIMAD

ESTOFADOS TIRONI


lançamentos TIL ORIENTE Divulgação/A BIMAD

Para essa edição, a importadora Til Oriente expõe móveis produzidos artesanalmente com madeira chinesa. Entre as novidades, destaque para linha especial de fibra natural, como por exemplo, cestas, garden seat e revisteiros, produzidas em ratan e tramadas artesanalmente, importadas da Filipinas. As almofadas de algodão ganham diferentes formatos e estampas, assim como a linha de luminárias de vidro e ferro com novos desenhos. No estande, encontram-se ainda, as cores fortes e marcantes dos gabinetes Hekou e Badong. www.espacotil.com.br / Fone: (11) 3468.0200

RUDNICK

Divulgação/ABIMAD

Em 2013 a Rudnick comemora os seus 75 anos e apresenta os seus produtos divididos em quatro estilos: Casual, Terra Brasilis, Elegance e Smart. São produtos com tradição em qualidade e com o seu Estilo. A linha Grécia, do Estilo Elegance, apresenta do diferente ao inusitado. São móveis com design contemporâneo sobreposto a curvas, brilhos e combinações únicas. As partes retas e contemporâneas são revestidas com lâminas de carvalho claro ou escuro, enquanto as partes curvas, são inspiradas das chinoseries, criadas por Thomas Chipandale no século XVII e o desenho de suas peças eram consideradas perfeitas, no acabamento em laca preta, fendi ou turquesa. A linha Grécia possui base de mesa, cadeira, balcão, aparador, mesa de centro e canto. www.rudnick.com.br | Fone: (47) 3631.1000

GREEN HOUSE Um dos lançamentos é a Poltrona Diretor, semelhante àquelas que estamos acostumados a ver no cinema, porém, com design moderno, e destaque para as linhas retas. Com estrutura em alumínio e tela sling, está disponível nas cores champanhe, café e branco. Outra novidade é a Linha Grace Tela, que traz um design bem contemporâneo e linhas curvas. Formada por cadeira de estar, cadeira de jantar e chaise, a linha tem estrutura em aço inox e tela sling, que não propaga fogo. Disponível nas cores branco, khaki e preto. www.greenhousemoveis.com.br | Fone: (19) 3885.505 REVISTA NOSSA CASA • MAIO 2013

Divulgação/ABIMAD

|24|


Fortalecimento NÚCLEO DE DECORAÇÃO DO VALE – INTEGRAÇÃO ENTRE PROFISSIONAIS E LOJISTAS

Presidente da NDVale, Sidney Rosa

O

Núcleo de Decoração do Vale (ND Vale) é uma associação de lojistas ligados à área de design de interiores, sediada em Balneário Camboriú. A missão do grupo é estimular as relações entre lojistas e pro-

REVISTA NOSSA CASA • MAIO 2013

|26|

fissionais da decoração, promovendo a troca de informações e experiências entre eles, amparando os interesses legais dos sócios e realizando ações para o crescimento da área. O NDVale também investe em


Profissionais premiados, lojistas e diretoria do NDvale

REVISTA NOSSA CASA - Qual o objetivo do Núcleo de Decoração do Vale? Sidney Rosa - O Núcleo de decoração do Vale foi criado há 6 anos por um grupo de empresários de Balneário Camboriú com o objetivo de fidelizar os profissionais parceiros, apresentando através das lojas associadas soluções completas de produtos e serviços para arquitetura e decoração. Uma característica do Núcleo, fundamental na integração entre lojistas e profissionais, é promover ações, como: festa de premiação, viagens e palestras.

A decoração pega carona nesta nova realidade, as lojas vem trazendo a cada dia novos conceitos de produtos com altíssima qualidade.

parcerias, como o apoio institucional para a extensão da Casa Cor SC 2013, que traz uma mostra com 12 ambientes para a Praia Brava, Itajaí. A associação adquiriu um espaço e entregou-o nas mãos dos profissionais vencedores do primeiro lugar na premiação deste ano como reconhecimento ao seu trabalho. A dupla de arquitetos, Ana Cláudia Guerra e Phillipe Siarcos assinam o projeto. Outra parceria é uma ação social junto à Associação Amor Próprio, Organização que atende mulheres acometidas pelo câncer. O Núcleo, através de profissionais parceiros e lojas associadas, está revitalizando as instalações da sede da associação com o objetivo de oferecer às pacientes que nela são assistidas maior conforto e bem estar. A Revista Nossa Casa entrevista o presidente da NDVale, que fala dos objetivos da associação. Sidney Rosa, 44 anos, é casado com Débora Rosa, pai da Lívia, 1 ano, empresário, economista. Pós-graduação em Iluminação e Design de Interiores. Proprietário da Cia da Luz – Ilumine, Loja no ramo de Iluminação em Joinville e Balneário Camboriú.

REVISTA NOSSA CASA - Quantos associados a entidade possui e qual a importância dele para o associado e vice versa? Sidney Rosa - Hoje a entidade possui 30 lojas associadas. Todas as lojas passam por uma comissão de avaliação de alguns pontos fundamentais como: qualidade de produtos, atendimento, acompanhamento e pós-venda. A importância dos associados é o fortalecimento da entidade no mercado. |27|

REVISTA NOSSA CASA - Como está se comportando economicamente hoje o mercado de mobiliário de alta decoração em nossa região? Sidney Rosa - O mercado mobiliário hoje no cenário da economia está em alta, basta olharmos os investimentos que as construtoras vêm fazendo no mercado de Balneário e região para percebemos o crescimento nos últimos anos. Indústrias automobilísticas como BMW e GM vem investindo milhões em Santa Catarina, gerando novos empregos e para tudo isso, o mercado já vem se preparando para esta demanda. A decoração pega carona nesta nova realidade, as lojas vem trazendo a cada dia novos conceitos de produtos com altíssima qualidade. REVISTA NOSSA CASA - Em qual nível estão nossas lojas, arquitetos, designs e decoradores, considerando o nosso mercado em expansão e de alto nível? Sidney Rosa - Percebemos que a corrida das lojas em apresentar novas soluções têm sido grande. Elas se atualizam constantemente para atender os profissionais que neste ramo da arquitetura, design e decoração, vem se reciclando periodicamente. Eles participam de cursos, se especializam em pós-graduação, frequentam palestras e visitam feiras como de Milão que tem levado vários lojistas e profissionais em busca de novidades. REVISTA NOSSA CASA - Quais os resultados dos programas de incentivo realizados pelo Núcleo? Sidney Rosa - O programa de incentivo tem sido uma grande sacada do NDVale. O sistema de premiação pago com viagens aos profissionais faz com que ele fidelize o Núcleo de decoração do Vale. O critério de premiação é justo, por mérito de cada profissional, e as viagens em grupo tem cunho cultural, lazer e não poderia deixar as compras de lado. O programa 1011/2012 acaba de premiar 26 profissionais com viagens para Istambul e Chile, os ganhadores embarcam em julho próximo. A cada ano que passa o número de profissionais vem aumentado consideravelmente, os lojistas que não são associados tem solicitado a inclusão na entidade.  MAIO 2013 • REVISTA NOSSA CASA


O FENG SHUI E AS ENERGIAS POSITIVAS REVISTA NOSSA CASA • MAIO 2013

|30|


Feng Shui é uma técnica milenar chinesa de harmonização dos ambientes. Feng significa vento e Shui significa água.

A

principal ferramenta do Feng Shui é o ba-guá. Ele pode ser aplicado na planta da casa toda ou num único ambiente para identificar as oito diferentes áreas da vida: trabalho, espiritualidade, família, prosperidade, sucesso, relacionamentos, criatividade e amigos. Elas serão ativadas com o uso de cores e objetos correspondentes. Uma das escolas mais antigas de

Feng Shui, a Escola da Forma, observou a relação das energias da natureza e as mudanças climáticas de cada estação que altera as paisagens e criou a teoria dos cinco elementos: água, madeira, fogo, terra e metal. Eles possuem representações e significados distintos e podem ser combinados na decoração de qualquer ambiente para ativar a energia vital (chi) e conquistar equilíbrio físico e mental.

:: Madeira Significa o início, o crescimento, a expansividade. Por isso, sua estação é a primavera. O formato é cilíndrico e a cor é o verde. As plantas são a expressão maior desse elemento. • Onde usar: Nos ambientes, com quadros de natureza.

:: Água Expressa recolhimento, aceitação e introspecção, que estão relacionados ao clima do inverno. As formas são sinuosas e as cores são o preto e o azul-escuro. Espelhos e vidros também simbolizam a água. • Onde usar: Na entrada da casa, com fontes ou espelhos.

:: Terra Representa a transição entre o verão e o outono, como uma pausa para a transformação. As cores são amarelo e marrom e o formato é quadrado. Os objetos que expressam a sua força são os de cerâmica. • Onde usar: No centro da casa, com objetos de cerâmica ou tons de amarelo.

|31|

:: Metal Um elemento mutável, ligado ao outono, que lembra meditação, concentração e finalização. Suas cores são o branco e tons pastel, suas formas são esféricas e ovais e os objetos feitos de metal e pedras como o granito e cristais simbolizam sua energia. • Onde usar: Na sala de estar, com vasos redondos e no quarto das crianças com móbiles coloridos.

A combinação dos cinco elementos é sempre a melhor opção. Numa sala você pode ter a água representada em um espelho, a madeira em uma mesa lateral, o fogo em um abajour, a terra em um tapete com formato quadrado e o metal em uma escultura feita desse material. Em um escritório você pode ter a água em um jarro de vidro, a madeira numa mesa, o fogo em uma vela, a terra em um quadro com tons de amarelo e o metal em cristais de quartzo. Lembre-se: você pode usar uma cor, um formato, um objeto, um quadro e - quando possível - o próprio elemento para compor a decoração de um ambiente.  MAIO 2013 • REVISTA NOSSA CASA


Cortinas ou persianas? Escolher as cortinas e persianas exige uma pesquisa cuidadosa. Afinal, elas não custam barato e a ideia é que fiquem pelo menos por cinco anos na residência. A pesquisa é a melhor opção para evitar arrependimentos.

REVISTA NOSSA CASA • MAIO 2013

 Qual é o melhor tecido? Os sintéticos e os de linho 100% poliéster são mais resistentes e fáceis de limpar. Seda também é muito bom, embora custe mais caro. Já para quem quer economizar no forro, a dica é tergal de poliéster no lugar de algodão.

 Altura para as cortinas Para dar um efeito de que a parede é alta, uma técnica comum é investir em cortinas que vão do chão ao teto, mesmo que sua janela seja pequena. Além de deixar a impressão que suas paredes são mais altas, torna o ambiente mais elegante. As cortinas muito curtas são usadas em poucos casos, quando posicionadas acima de um móvel ou bancada. Caso opte por persianas, cubra sempre apenas a janela.

 Cortinas iguais em um mesmo cômodo Cortinas diferentes em um mesmo ambiente causam estranhamento. Modelos iguais são mais discretos e pesam menos na decoração, mesmo em cômodos integrados. Se quiser inovar, procure modelos parecidos, mas com mudanças sutis, como uma estampa levemen|34|


Dica:

te diferente. As cores e o tecido, no entanto, devem ser iguais.

 Cortinas diferentes em cômodos diferentes

Não deixe a cortina arrastar no chão, ou você pode acabar pisando e rasgando, sem falar no acúmulo maior de sujeira. O indicado é deixar pelo menos 1 cm livre.

Neste caso não há problema em ousar, desde que os cômodos não sejam integrados. Tente, no entanto, seguir uma mesma linha, sem contrastar demais entre eles. Se você mora em casa e possui janelas de quartos diferentes uma ao lado da outra, é recomendável que as cortinas de cada um combinem entre si.

 Quando usar persianas? As persianas são mais caras e podem deixar seu ambiente com cara de escritório. Uma dica é combinar com cortinas, criando um melhor acabamento. As persianas têm a vantagem de serem mais práticas de manusear e garantirem maior leveza ao ambiente externo, além de deixar mais espaço para que você ocupe com outros objetos na sua casa. Também permite que você regule melhor a entrada de luz no ambiente.

 Cortina ideal para evitar reflexos na TV O uso de tergal ou sarja evita o reflexo em monitores e televisões. Para quem quer uma experiência “de cinema”, optar por persianas e cortinas com blecaute é a outra opção.

 Cores Para deixar o ambiente mais iluminado, escolha cores claras. Tons mais sóbrios como o bege têm a vantagem de combinar com praticamente qualquer coisa. Cores escuras podem deixar o ambiente especial, embora nem sempre combinem e desbotem com mais facilidade. Elas também tiram a atenção para o visual de sua janela ou varanda, o que pode ser uma vantagem ou desvantagem, dependendo do cenário presente na sua casa. Quanto às estampas, elas ficam melhores em quartos.

 Como combinar as cortinas? Quando escolher cortinas, procure combiná-las com a cor das paredes, sofás e dos tapetes de sua sala ou quarto. A ideia é decidir quais elementos do ambiente você quer enfatizar. Você pode fazer isso escolhendo uma cortina com mesma cor, em tons diferentes ou até criando um contraste.

 Persiana vertical ou horizontal? As persianas de lâminas verticais são mais fáceis de operar e combinam melhor com portas de vidro e janelas muito grandes. As horizontais são mais indicadas para escritórios, embora possam ser usadas em ambientes domésticos para serem utilizadas em pequenas áreas ou em módulos para cobrir áreas de grande dimensão.  |35|

MAIO 2013 • REVISTA NOSSA CASA


• INFORME PUBLICITÁRIO

Restauração e Pintura

N

ós, da Arte Provence, além de dispor para nossos clientes peças únicas e novas, feitas sobre medida no Estilo Provençal, trabalhamos também com restauração e pinturas de mobiliários antigos, que em geral são

ANTES

de madeira de qualidade muito boa que valem a pena serem restauraurados e pintados. Mas, antes desse processo, nossa equipe faz uma análise minuciosa nos móveis para ver se precisa ser trocado algo (nos casos mais graves). Nessa análise também verificamos se há rastros de cupins. Se houver, realizamos um tratamento com produtos especiais para eliminação do inseto. Alguns podem achar que a pintura e a restauração podem sair um pouco caro, mas é necessário analisar que é realizado em todos os móveis um trabalho bastante minucioso e de excelente qualidade.

Pintura

DEPOIS

A pintura é feita com tinta especial. Só trabalhamos com tinta de procedência Italiana. A Tinta que utilizamos é o PU, uma tinta de grande durabilidade, composta de diluentes especiais. Além de ser composta também por catalizador alifático, este produto é muito importante pois não deixa o móvel amarelar com o tempo. Muitos pintores usam Laca à base nitro, diluída em Thinner. Só que nesse processo, depois de um tempo o móvel fica amarelado, e o benefício que você teria no custo mais baixo não vale a pena. Por isso é muito importante sem-

pre perguntar para o profissional que tinta é utilizada para não ter problemas no futuro.

Acabamento Provençal

A Pátina Provençal em geral pede uma acabamento fosco acetinado. O desgaste realizado no móvel vai de acordo com o gosto do cliente: alguns gostam de um acabamento mais agressivo, mais desgastado, outros gostam de um acabamento mais sutil, um desgaste bem menos agressivo.

Estilo e Pintura

Muitas pessoas confundem estilo de móvel e a técnica da Pintura Provençal . Provençal é a pintura que é feita nos móveis que é a Pátina branca na maioria das vezes. Provençal pode ser feito em outras cores também . Geralmente as pessoas confundem móveis Luiz XV ou Louis XV no Francês como Provençal. Luis XV e o móvel feito em homenagem ao rei da França. A Pátina Provençal pode ser feita em qualquer tipo de móvel, claro quanto mais rebusque tem a peça mais lindo fica a Pátina Provençal. É sempre bom reaproveitar peças que temos em casa, pois além de preservar peças históricas da família, a natureza também agradece.  DEPOIS

ANTES

ANTES

DEPOIS

|39|

MAIO 2013 • REVISTA NOSSA CASA


João Ribeiro

Papel de Parede, tinta e adesivo:

Vantagens desvantagens

&

Diante de uma lista enorme e bem diversificada de opções, as dúvidas aparecem sempre. As paredes dos ambientes, por exemplo. Como podemos decorá-las? Tinta, papel de parede, adesivo. São muitos os materiais para escolher.

:: Tintas As tintas sempre estiveram em alta. A versatilidade de poder escolher a cor, o tom e o preço acessível torna esse tipo de material mais popular e requisitado quando o assunto é decoração. Uma parede de cada cor, porém, ficou fora de moda, pois o uso de cores mais claras, “clean”, é predominante atualmente. As cores e texturas que as tintas possuem hoje também possibilitam que as pessoas criem e destaquem determinadas áreas da casa. Existem cores de tintas que parecem outros materiais e é a grande atração. REVISTA NOSSA CASA • MAIO 2013

|42|


João Ribeiro

Além disso, a tinta é mais rentável: É fácil pintar uma parede. Não é necessária mão-de-obra especializada, além de ser mais barato que outras técnicas. Independentemente do que for usado, ainda haverá paredes pintadas.

:: Papel de Parede

João Ribeiro

Usado principalmente entre os anos 70 e início dos anos 80, o papel de parede chegou a perder adeptos e foi pouco comercializado nos anos seguintes. No entanto, a mudança nas estampas e no material favoreceu o crescimento na utilização do papel para cobrir as paredes, principalmente em quartos. No entanto, os custos com o produto e sua colocação são altos em relação a outras técnicas e é mais procurado por quem tem maior poder aquisitivo. Um rolo pode variar de R$ 500 a R$ 1.200, dependendo do estabelecimento comercial. A colocação do papel também demanda mão-de-obra especializada, o que pode encarecer ainda mais. Apesar disso, o papel de parede é muito utilizado para destacar uma região de cada cômodo e são fáceis de limpar. Existe papel de parede que pode até jogar água e sabão. Alguns só precisam de um pano umedecido, outros um espanador. E eles duram mais, se comparados às tintas.

:: Adesivos Os adesivos podem dar um charme a mais aos ambientes da casa e se tornaram, nos últimos tempos, uma alternativa diferente e barata na hora de decorar. Esse material é bastante usado por adolescentes, crianças e recém-casados. A praticidade também está aliada à técnica, que pode ser feita sem dificuldades, pois é possível colocar sozinho. O adesivo pode ser usado junto com a tinta. Entretanto, a técnica, assim como a do papel de parede, é vista como uma moda passageira, afinal o mercado da decoração sempre oferece novidades.  REVISTA NOSSA CASA • MAIO 2013

|44|


11ª EXPO REVESTIR A MAIOR E MELHOR EDIÇÃO DE TODOS OS TEMPOS Realizada de 5 a 8 de março de 2013, a 11ª edição da EXPO REVESTIR foi encerrada com recorde de visitação e volume de negócios gerados, além de apresentar as últimas tendências e lançamentos para o setor, consolidando-se como o principal evento de soluções em acabamentos para a construção civil da América Latina. REVISTA NOSSA CASA • MAIO 2013

|48|


Divulgação/EXPO REVESTIR

Divulgação/EXPO REVESTIR

M

ais de 48 mil profissionais de 54 países marcaram presença no evento durante seus quatro dias de realização. Dentre os mais representativos públicos estão os arquitetos e designers de interiores, que corresponderam a 42% da visitação, e compradores, com 35%, com destaque para a presença das maiores e mais importantes revendas e construtoras do país. Com aumento de 30% de área ocupada a feira contou com a participação de 240 expositores, que apresentaram novidades em cerâmicas, louças sanitárias, metais para cozinhas e banheiros, rochas ornamentais, laminados, madeiras, mosaicos, cimentícios, vítreos, máquinas, insumos e soluções especiais. Também foi realizado o 11º Fórum Internacional de Arquitetura e Construção que promoveu cinco eventos temáticos, simultaneamente à feira, reunindo mais de três mil profissionais altamente qualificados e grandes nomes mundiais dos setores de arquitetura e |49|

construção como o arquiteto Kengo Kuma; a criadora e editora do site italiano DESIGNBOOM, Birgit Lohmann; o premiado designer japonês Yukio Hashimoto e o renomado crítico de arquitetura do Financial Times, Edwin Heathcote. Para o presidente da EXPO REVESTIR e do Fórum, Antônio Carlos Kieling, os resultados da edição 2013 demonstraram a força do setor e do mercado brasileiro. “A qualificação e a consolidação do número de profissionais que visitaram os eventos comprovaram a sua representatividade para a cadeia da construção civil do Brasil e do exterior”, completou. Já o diretor dos eventos, Lauro Andrade, antecipou que além do sucesso de público os expositores também reafirmaram a importância da feira com índice de 90% de renovação para a próxima edição, que acontecerá de 11 a 14 de março 2014, no Transamérica Expo Center, em São Paulo. MAIO 2013 • REVISTA NOSSA CASA


Divulgação/EXPO REVESTIR

EXPO REVESTIR RECEBE ROMERO BRITTO E IRMÃOS CAMPANA Romero Britto lançou uma linha de revestimentos

Divulgação/EXPO REVESTIR

REVISTA NOSSA CASA • MAIO 2013

|52|

N

os dois primeiros dias de evento a EXPO REVESTIR 2013 contou com a presença de grandes nomes da arte e do design nacional. Fernando e Humberto Campana, recebidos por Lauro Andrade, diretor da feira, lançaram uma cozinha conceitual, projeto vencedor do prestigiado prêmio britânico “Designer Kitchen & Bathroom Award”, na categoria inovação de materiais. Trata-se de um módulo que simula a ideia de um canivete suíço, transformada em mobiliário multifuncional que faz da cozinha um espaço mais versátil. Já o artista plástico Romero Britto esteve com exclusividade no evento para lançar uma linha de revestimentos. Reconhecido mundialmente por utilizar cores vibrantes e estampas fortes, Britto destacou que a iniciativa permitiu que a arte dele se propagasse para a casa das pessoas. “Este trabalho me deu a oportunidade de democratizar a minha obra fazendo com que ela chegue a um número cada vez maior de pessoas”, finaliza.


11ª EXPO REVESTIR

Romero Britto Divulgação/EXPO REVESTIR

É muito influenciado pela estética cubista, e tem Picasso como um grande mestre.

R

omero Britto (1963) é um famoso pintor e artista plástico brasileiro. Radicado em Miami, nos EUA, ficou conhecido pelo seu estilo alegre e colorido, por apresentar uma arte pop, despojada da estética clássica e tradicional. É considerado um dos artistas mais prestigiados pelas celebridades americanas e o pintor brasileiro mais bem sucedido fora do Brasil. Romero Britto nasceu no Recife, no dia 6 de outubro de 1963. Começou seu interesse pelas artes na infância, quando usava sucatas e papelões de jornal para exercitar a sua criatividade. Eram tempos de pobreza e muitas limitações na cidade do Recife. Romero Britto também começou nessa época a usar a grafitagem, o que foi de grande influência em seu trabalho. Iniciou o curso de Direito na Universidade Católica de

Pernambuco, mas depois viajou aos Estados Unidos e lá estabeleceu-se como artista de sucesso até hoje. É muito influenciado pela estética cubista, e tem Picasso como um grande mestre. Seu estilo vibrante e alegre, com cores fortes e impactantes fez com que sua obra tivesse forte ligação com a publicidade. O artista já mostrou o seu talento pintando para uma campanha publicitária da marca de vodca sueca Absolut, para as latas de refrigerante da Pepsi Cola, e redesenhou personagens de Walt Disney. Muitas celebridades admiram a obra de Romero Britto, como Arnold Schwarzenegger, Madonna, os ex-presidentes Bill Clinton, Fernando Henrique Cardoso, Carlos Menem, respectivamente dos EUA, Brasil e Argentina. Suas coleções estão presentes em diversas galerias do mundo inteiro. Dentre outras realizações, merece destaque a criação dos selos postais que

levam o nome de Esportes para a paz, sobre as olimpíadas de Beijing. Outra criação importante é uma pirâmide que esteve instalada no Hide Park, em Londres, com uma altura similar a de um prédio de quatro andares. A obra deverá ser encaminhada para o museu da criança, na cidade do Cairo, no Egito. Suas pinturas estão presentes em importantes aeroportos do mundo inteiro, como os de Washington DC, Nova York e Miami. Vale citar outros locais onde se pode ver e apreciar as suas obras: Montreux Jazz Raffles le Montreux Palace Hotel e Azul Basel Children’s Hospital, ambos na Suíça, e o Sheba Sheba Medical Center, Tel Aviv, em Israel. Romero Britto foi homenageado pela escola de samba carioca Renascer no desfile do carnaval de 2012. O enredo abordou sua história, o colorido e a alegria de sua obra.Hoje, o pintor vive em Miami, cidade na qual possui grande identificação. É casado e tem um filho.

Divulgação/Internet

Seu estilo vibrante e alegre, com cores fortes e impactantes fez com que sua obra tivesse forte ligação com a publicidade.

|53|

MAIO 2013 • REVISTA NOSSA CASA


11ª EXPO REVESTIR Divulgação/EXPO REVESTIR

Cozinha projetada pelos Irmãos Campana

Irmãos Campana “Nosso trabalho é testar os limites dos materiais para ver o que proporcionam à estética e ao conforto” Divulgação/EXPO REVESTIR

O

REVISTA NOSSA CASA • MAIO 2013

Irmãos Campana recebidos por Lauro Andrade, diretor da Expo Revestir

Campana há 22 anos e lançaram móveis usando materiais recicláveis, quando pouco se falava em sustentabilidade, com formas surpreendentes. “Nosso trabalho é testar os limites dos materiais para ver o que proporcionam à estética e ao conforto”, diz Humberto. Na Itália de seus ascendentes – Campana, do pai, e Piva, da mãe –, eles venceram o preconceito para entrar com suas peças. “A partir da aceitação na Itália, passamos a ser vistos com maior seriedade, inclusive no Brasil”, afirma Fernando. O grande salto na carreira se deu com a mostra Project 66, no MoMa, Museu de Arte Moderna de Nova York, há onze anos. Premiados no exterior, eles têm coleções permanentes em museus e mostras individuais nos Estados Unidos e na Europa. Agora, experimentam novas atividades, como a cenografia e o paisagismo, e fazem escola. “Estamos formando designers com a mesma filosofia e o traço do inconformismo”, afirma Humberto.  |54|

Divulgação/Internet

s Irmãos Campana (Humberto Campana, Rio Claro, 17 de março de 1953, e Fernando Campana, Brotas, 19 de maio de 1961) são respectivamente, formado em Direito pela Universidade de São Paulo, e seu irmão em Arquitetura pelo Unicentro Belas Artes de São Paulo. Hoje a dupla goza de reconhecimento internacional por seus trabalhos de Design-Arte, cuja temática discute elementos do cotidiano, ou simplesmente produtos sem nenhum valor, que são transformados em peças de caráter artísticos, com uma linguagem única e de, até, uso possível. Profissionais que despertam o interesse internacional, são uns dos poucos brasileiros com peças no acervo do MoMA, em Nova Iorque. Juntos, criaram o Estúdio


11ª EXPO REVESTIR

EXPO REVESTIR 2013 LANÇAMENTOS E NOVIDADES APARICI: REVESTIMENTO QUE REPRODUZ A AÇÃO DO TEMPO SOBRE A MADEIRA O destaque da espanhola APARICI é a linha Sonar Vestige. O revestimento, um porcelanato que reproduz com fidelidade a ação do tempo sobre a madeira, está disponível no formato 11x89,46 cm e traz como diferencial seu aspecto vintage.

CASALGRANDE PADANA: DIVERSIDADE PARA PISOS E PAREDES

A CELITE exibiu, entre outras novidades, a LOTUS: linha completa de metais para banheiro (misturador para lavatório de mesa e parede, torneira para lavatório de mesa e parede, misturador para bidê, acabamento de registro e ducha higiênica). Seu diferencial é o design robusto e formas retas, bicas quadradas e volantes em forma ergonômica. Todos os produtos possuem mecanismo ¼ de volta e são produzidos em latão cromado, incluindo as fixações. A marca trará também a NEOCLASSIC, linha completa de acessórios para salas de banho, assinada pelo engenheiro espanhol Miguel Ordiales e inspirada na arquitetura neoclássica, com formas regulares e geométricas.

A CASALGRANDE PADANA exibe uma ampla oferta de materiais para revestimento de piso e parede, para ambientes de tráfego intenso, espaços residenciais, comerciais e industriais. Dentre os produtos destaca-se a coleção Granitogres – Série Arquitetura, porcelanatos com design diferenciado, oferecida em grande variedade de cores e acabamentos. O material traz sofisticada linha de cores neutras, reunidas em grupos de cinzas, beges e marrons, além do branco e preto, disponíveis em superfície acetinada ou polida. O acabamento superficial lembra levemente o cimento escovado, destacando o brilho sobre o fundo acetinado. REVISTA NOSSA CASA • MAIO 2013

CELITE: METAIS E ACESSÓRIOS PARA BANHEIRO

|56|


11ª EXPO REVESTIR

DELTA FAUCET: PARCERIA COM O RENOMADO ESTILISTA JASON WU A DELTA FAUCET lançou no mercado brasileiro cinco linhas de produtos, com design exclusivo e padrão de qualidade da marca. Dentre as novidades, destaque para a coleção Compel, com linhas modernas e angulares, apostando em design robusto e contemporâneo. A marca também apresentou a coleção Trinsic, que oferece elegância com um design moderno, aliado à tecnologia Touch2O ®, que permite ligar ou desligar a torneira com um simples toque de dedos em qualquer parte do corpo da peça. Completando o portfólio estão mais duas linhas especiais. Inspirado no movimento Art Déco, os produtos da linha Charlotte alinham o design tradicional ao moderno, sendo a primeira coleção disponível com o novo acabamento Cacau Bronze, caracterizado por um toque sutil e profundo de tons marrons com manchas metálicas. Destaque também para a coleção premium criada em colaboração com o estilista Jason Wu.

DOCOL: GENIUS FLEX, LUMINA E DOCOLGALAXI

REVISTA NOSSA CASA • MAIO 2013

A DOCOL apresentará a linha Genius Flex, com produtos que economizam água para banheiros residenciais, com torneira de bica alta e sistema DocolFlex® de acionamento, que possibilita tanto o fechamento automático como o tradicional sistema giratório 1/6 de volta. Outro destaque é a linha de chuveiros Lumina, que ganha a versão Blue. O modelo é resultado do Prêmio Docol Arquitetando, que valoriza o talento brasileiro. Suas formas proporcionam um jato retilíneo e uniforme e o restritor de vazão integrado permite o funcionamento com vazão a partir de 11 litros por minuto. Disponível em cores vibrantes – Chrome, Black, Green, Bordeaux e Blue –, aplicadas pelo processo de pintura automotiva, é resistente à luz, ao calor e à umidade. respingos na cuba e economia de água. O LED indicativo mostra o acionamento da torneira e dá um efeito diferenciado à peça. |58|

DURAFLOOR: PISOS EM PVC 100% RECICLÁVEL Ampliando ainda mais o portfólio de pisos DURAFLOOR, a Duratex lança duas linhas em LVT (Luxury Vinyl Tile), a base de PVC 100% reciclável. Os pisos vinílicos são resistentes à água, permitindo a instalação em ambientes residenciais e comerciais como lojas, escritórios e hotéis. As Linhas Loft e Idea aliam a beleza dos padrões madeirados à sofisticação das texturas de superfície e microvincos na lateral, que deixam os ambientes mais modernos e aconchegantes. Com medidas de 8x248x1340mm, o piso é indicado para áreas internas secas, residenciais e comerciais.


• INFORME PUBLICITÁRIO

Arquiteto & Cliente A

o decidir construir, reformar ou simplesmente dar uma repaginada no lavabo antigo, a pergunta que vem à mente é: Precisarei de um arquiteto? No que ele poderá me ajudar? Quanto um profissional vai me cobrar? Essas perguntas frequentes vêm sendo esclarecidas com a divulgação do papel do arquiteto na sociedade. É ele o profissional indicado para esclarecer as dúvidas em relação às técnicas construtivas, organização do espaço e até a indicação dos profissionais que serão contratados para execução da sua obra. Quanto aos valores cobrados por esses profissionais, estes variam de acordo com cada escritório. Geralmente, o valor cobrado é por m² e envolve diretamente os serviços prestados pelo profissional. Vale lembrar que o arquiteto com seu registro no CAU (Conselho de Arquitetura e Urbanismo) é um profissional habilitado para executar projetos de construção, reforma e assinar a responsabilidade técnica destes projetos. O mais importante antes mesmo do acerto financeiro, é saber se este profissional corresponderá às suas necessidades. Ao procurar um arquiteto, o cliente deverá tentar conhecer um pouco dos seus trabalhos, não só para saber se ele se identifica com o trabalho deste profissional, mas também para ter certeza de que as necessidades irão corresponder ao espaço. Como profissional há alguns anos no mercado, acredito na empatia e abertura que o cliente deve ter com o profissional que irá projetar ou reformar o seu sonhado

espaço. Para isso, o cliente não deve ter vergonha de expor suas vontades e principalmente necessidades para aquele ambiente, pois o trabalho só atingirá um bom resultado se ambos tiverem essa sintonia e forem honesto um com o outro. Passada esta etapa, é hora de trabalhar! Algumas reuniões e conversas com o seu arquiteto acontecerão para então começar a desenvolver o esperado projeto. Uma ferramenta usada em nosso escritório é o uso de imagens em 3D desenvolvidas pelo designer Paulo Roberto da Silva. Com essas imagens, o cliente consegue ter com real clareza a noção de como ficará seu ambiente tornando assim muito mais fácil o acerto final. Definido o projeto, chega o momento da contratação dos profissionais que estarão envolvidos na sua obra. É muito importante neste momento, ouvir o seu arquiteto. Confie na experiência que ele tem no dia a dia e procure conhecer os profissionais indicados para este serviço. Uma equipe de confiança e uma marcenaria com experiência e qualidade são peças fundamentais para o sucesso da sua obra. Vencidas todas as etapas de uma obra, é chegado o momento de desfrutar do seu ambiente renovado. Tenha em mente que nenhuma obra, principalmente reforma, é tranquila. Poderão existir alguns contratempos, porém, o mais importante em todo esse processo, é a escolha de um profissional habilitado que tenha controle de sua obra e que alcance o resultado esperado. 

Arquiteta Mayara Weiss Spaço Arquitetura e Interiores

Designer Paulo R. da Silva Spaço Arquitetura e Interiores Rua Francisco Garcia | 87 Espinheiros | Itajaí | SC Anexo à fábrica de móveis Santo Antônio (47) 9996.2324 • 3349.3512 mayaweiss@terra.com.br

|59|

MAIO 2013 • REVISTA NOSSA CASA


Decorações

para diferentes

estilos

Estilo tradicional Na decoração tradicional o mobiliário clássico de madeira é predominante, com curvas e entalhes. As paredes são claras e os acessórios são de vidro, porcelana, espelhos, vasos, plantas e coleções de livros. A iluminação do estilo tradicional fica por conta de candeeiros de parede, de chão e de mesa, com abajures floridos e lustres clássicos.

João Ribeiro

REVISTA NOSSA CASA • MAIO 2013

|62|

Não é de admirar que as pessoas fiquem confusas quando se fala sobre estilos de decoração de interiores, uma vez que existem mais estilos de decoração do que países no mundo. Além disso, diferentes interpretações dão origem a diferentes resultados, os estilos de decoração são muitas vezes uma questão de interpretação, e cada decorador ou designer de interiores, pode interpretar o estilo sob a sua perspectiva. Embora raramente haja regras rígidas sobre os diferentes estilos de decoração, há certas características que são comuns a cada um:


DIVULGAÇÃO/INTERNET

Estilo casual Estilo contemporâneo O estilo contemporâneo tem como tema a simplicidade aliada à sofisticação. Os tons de preto e branco são as principais cores desse estilo. A mobília é lisa, estofada e com formas geométricas, sem detalhes ou estampas. As cores dos móveis e materiais podem variar. Os pisos podem ser de madeira, azulejo, ou vinil. Os tapetes também podem ter destaque com cores vivas e texturas diferenciadas.

DIVULGAÇÃO/INTERNET

Esse estilo baseia-se em detalhes simples, criam um ambiente acolhedor, confortável e convidativo. Cores neutras são características da decoração casual, como o bege e o cinza. As peças são de linhas horizontais e grandes, que ajudam a criar uma visão descansada. Os móveis são geralmente de carvalho, mas também usa-se o metal e tapetes com formatos geométricos.

|63|

MAIO 2013 • REVISTA NOSSA CASA


Estilo retrô ou vintage DIVULGAÇÃO/INTERNET

Esse estilo reúne referências dos anos 50, 60 e 70, usando cores fortes e vibrantes. A mobília é a parte principal desse tipo de decoração, em que as peças podem ser adquiridas em lojas de móveis usados ou lojas conceituais. Os acessórios vão desde chaleiras antigas a geladeiras inspiradas nas décadas do passado. Os tons podem ser vibrantes e as peças multicoloridas.

Estilo rústico Quando pensamos no estilo rústico logo lembramos da fazenda, do sitio, da casa de campo, da praia... de férias, de descanso, de dias alegres... talvez por isso seja um dos preferidos, remetem à uma vida tranquila, coisa muito desejada. Tem a vantagem de não serem tão caros os móveis rústicos e muita coisa usada dá para aproveitar levando apenas um banho de tinta. O cuidado que se deve ter é de não exagerar, não usar peças muito grandes em ambientes pequenos, e antes de tudo, viver dentro desse estilo, mesmo na cidade, porque deve ser uma casa despojada para que os moradores sintam-se no clima de verdade.

DIVULGAÇÃO/INTERNET

REVISTA NOSSA CASA • MAIO 2013

|64|


Como organizar objetos para ARTE PLENA DECORAÇÕES

REVISTA NOSSA CASA • MAIO 2013

|66|


completar a decoração? ÉBANO DECORAÇÕES

U

tilizar peças na decoração é sempre uma tarefa complicada, pois demanda bastante pesquisa e bom senso para que os objetos sejam utilizados de forma harmoniosa, sem que os ambientes pareçam entediantes ou enjoativos. A variedade de opções aflora a imaginação das pessoas e faz com que comprem tudo o que acham bonito, sem muito critério de onde estes objetos serão usados.

ÉBANO DECORAÇÕES

|67|

MAIO 2013 • REVISTA NOSSA CASA


arteplena.com facebook.com/arte.plena


LA BELA CASA

Planejamento A primeira dica para usar boas peças é conhecer cada item de cada cômodo da casa: cores (neutras ou vivas), móveis (modernos ou antigos), espaço (se for pequeno é melhor evitar peças no chão, mas dá para investir em prateleiras e armários) e função (sala de estar, cozinha, banheiro). Depois de saber bem o que há em cada cômodo, o próximo passo é definir o que é necessário para cada ambiente. Por exemplo: Vasos de flores para banheiro, pingüim para geladeira, enfeites para mesa de centro. Trabalhe apenas naquilo que você precisa e não somente no que você quer ou acha bonito. LA BELA CASA

REVISTA NOSSA CASA • MAIO 2013

|70|


ARTE PLENA DECORAÇÕES

Disposição dos objetos Quando for distribuir os objetos de decoração, o equilíbrio deve ser observado no volume e no tamanho das peças. O mais fácil é experimentar e observar. Não existe uma regra, mas há uma sensibilidade para se criar uma composição harmônica dos objetos. A simetria fica muito bem em raques e cômodas. Em mesas de centro, procure não usar peças altas, que atrapalhem a comunicação e a visualização entre as pessoas sentadas de lados opostos ou a visualização da TV. Livros, caixas e pequenos vasos vão bem nessas mesas. Nas estantes os livros têm papel principal e devem ser separados por assuntos e tamanho, acompanhados por porta retratos, pequenas gravuras, esculturas e pequenos vasos.

Espelhos

Acentos coloridos: Essa é uma dica para um canto que esteja sem vida sala de estar. Acentos, pufes, cadeiras com cor diferente, poltronas com estampa juvenil podem ser usadas para decoração. Esse espaço também pode ser transformado em um lugar para leitura. 

Enfeites para mesa de centro: É quase que uma lei ter um enfeite na mesa de centro. Pode ser usado como objeto decorativo alguns livros, jarros, esculturas pequenas, madeira entalhada com formas diferentes. Tente sempre colocar esses enfeites com cores neutras para não fazer muito destaque na mesa.

Quadro e fotos:

BY YOU DECORAÇÕES E PRESENTES

O uso de alguns quadros poderia trazer mais cor ao ambiente. Podem ser utilizados porta-retratos em cima da mesa de centro ou quem sabe um mural com várias fotos de família em uma das paredes. |71|

BY YOU DECORAÇÕES E PRESENTES

Os espelhos são ótimos objetos decorativos, ainda mais se for um espelho feito sob medida, além de adornar a sala eles dão uma falsa sensação de ambiente mais aberto.

D´INOX MÓVEIS

LA BELA CASA

Listas de objetos decorativos para sala

MAIO 2013 • REVISTA NOSSA CASA


Móveis coloridos alegram a decoração da casa P

ensar na decoração da casa às vezes pode ser mais difícil do que se imagina. São tantas as cores, os objetos e os móveis para escolher que fica difícil pensar no que combina melhor com a personalidade de cada pessoa. Se você é indeciso e tem medo de errar, a opção é utilizar cores neutras para as paredes, como branco, bege, cinza e preto, por exemplo.

ARTE PLENA DECORAÇÕES

D´INOX MÓVEIS

REVISTA NOSSA CASA • MAIO 2013

|74|


RAYMANN MÓVEIS SOB MEDIDA

A vantagem das paredes neutras é que fica mais fácil ousar na cor e nas estampas da mobília. Seja em sofás, cadeiras e mesas, passando por luminárias e baús, o colorido descontrai e alegra os espaços. E, apesar de uma maioria ser a favor do colorido, existem outras pessoas que têm um certo medo na hora de escolher um móvel vermelho, por exemplo, para decorar sua sala. Nesses casos, a regra sem erro é a dos 80% e 20%: em um ambiente 80% neutro, você precisa de 20% de cor vibrante para dar vida. Afinal, ninguém quer uma casa completamente apagada, não é mesmo? ATTRAKTIVA DESIGN

A sala de jantar ou cozinha contemporânea, iluminada com paredes claras e piso de madeira, já é bonita. Mas, ao usar cadeiras vermelhas e quadros com tons sutis de azul, o ambiente fica bem mais descontraído. Na sala de estar, as paredes e os móveis neutros podem dar espaço para uma poltrona colorida e tapete trabalhado. Acessórios decorativos também podem ajudar a compor o ambiente. Para salas em tons escuros, a melhor opção são as cores vibrantes. Nesse caso, o amarelo e o pink funcionam muito bem mandando para longe o ar sombrio. Nesse tipo de combinação, os móveis devem ter cores que estejam de acordo com o restante dos objetos, criando uma ideia de unidade.

É bom lembrar que apesar de algumas combinações serem mais harmoniosas do que outras, nada é proibido e tudo depende da criatividade e do gosto de cada um. |75|

MAIO 2013 • REVISTA NOSSA CASA


João Ribeiro

Cores Quando falamos sobre cores não é preciso pensar apenas em tonalidades vivas, como as já citadas. O marrom misturado ao preto, por exemplo, causa um efeito extremamente harmonioso, além de muito elegante. Para obter este resultado, a sugestão é combinar móveis de madeira com objetos escuros. Todos os ambientes da casa podem receber móveis coloridos, porém, é preciso ter cautela. Em ambientes menores, priorize uma peça, enquanto em espaços mais amplos é possível usar a criatividade e optar por mais de um móvel sem correr o risco de que eles briguem entre si. É bom lembrar que apesar de algumas combinações serem mais harmoniosas do que outras, nada é proibido e tudo depende da criatividade e do gosto de cada um. 

D´INOX MÓVEIS ANTÔNIO BITTENCOURT DESIGN

João Ribeiro

REVISTA NOSSA CASA • MAIO 2013

|76|

LITORAL DESIGN


João Ribeiro

Canto do aconchego e da privacidade:

Confira dicas para decorar o quarto de casal Uma das divisões mais privadas da casa e que é compartilhada por duas pessoas, é importante encontrar um equilíbrio na decoração do quarto de casal. A perfeita harmonia assegura noites tranquilas e bem dormidas.

Onde começar Decorar um quarto de casal deve ser um projeto a dois. Comecem por tentar descobrir o tipo de quarto que desejam: minimalista, romântico, contemporâneo ou clássico? Procurem a resposta para esta pergunta ao visitarem várias lojas de móveis e decoração ou até feiras da especialidade. Estes locais são adequados para ver o móvel de perto, de vários quartos modelos, numa enorme paleta de cores e com todos os pormenores decorativos.

João Ribeiro

REVISTA NOSSA CASA • MAIO 2013

|80|


Escolha da mobília Além da cama há que contemplar as mesas-de-cabeceira, a cômoda, um camiseiro ou dois – depende, em grande parte, da dimensão do quarto e da optimização do espaço que vão conseguir. Ou seja, um quarto estreito pode não ter espaço para uma cômoda de grandes proporções, mas pode encaixar, na perfeição, dois camiseiros altos. Nesse caso é necessário tirar muitas medidas, fazer desenhos no papel e até simulações no próprio quarto. Por fim, invista em um bom colchão, afinal, a qualidade do descanso vai depender disso. João Ribeiro

Aconchego DESIGN DE INTERIOR

Igualmente importantes são os tecidos que vão envolver todo o espaço, começando pela decoração das janelas para um aconchego e privacidade máxima. Depois, deve-se decidir se vão ou não cobrir o chão: se sim, vão optar por dois tapetes de cada lado da cama, vão acrescentar um terceiro aos seus pés ou vão optar por um único carpete de grandes dimensões e sobre a qual vai assentar a cama? Dê especial atenção à roupa de cama: além dos habituais jogos de algodão ou flanela, invista em lençóis de seda ou de caxemira para noites especialmente românticas. Um bom edredom é essencial e um sob lençol permite vestir a cama conforme o seu estado de espírito. Complete o visual com almofadas confortáveis e uma manta fofinha aos pés da cama. |81|

MAIO 2013 • REVISTA NOSSA CASA


Iluminação Um dos elementos mais importantes em um quarto de casal é a iluminação, que deve ser sempre suave e agradável. Uma luminária de teto é prática, mas são as luminárias das mesas de cabeceira (ou bidês) que vão conferir a este espaço um ambiente recatado e longe de tudo. Certifique-se de que os seus interruptores são fáceis de operar e que não estão muito longe, que as luminárias não sejam muito altas ou muito baixas e que não tenha de sair da cama para desligar qualquer que seja a luz. Se gostarem de ler na cama, os abajures devem ter uma abertura maior em baixo, para concentrar a luz na zona da cama e, consequentemente dos livros. Se a leitura não faz parte do ritual noturno, podem optar por abajures com uma maior abertura no topo, dispersando assim a iluminação por todo o quarto. 

ATTRAKTIVA DESIGN

João Ribeiro

REVISTA NOSSA CASA • MAIO 2013

|82|


DIVULGAÇÃO/INTERNET

DIVULGAÇÃO/INTERNET

FAÇA-SE A LUZ! A

luz é parte fundamental da decoração e faz toda a diferença na criação de conceitos para os espaços, sejam eles alegres, confortáveis, luxuosos ou até mesmo básicos. A iluminação é que vai determinar o clima do ambiente ou favorecer algum aspecto específico da composição.

 Ressaltar elementos Para destacar quadros ou peças de decoração, um foco de luz dirigido sobre eles valoriza a obra. As luzes do tipo dicroica são boas, pois quase não alteram as cores.

 Ar intimista A luz indireta é uma técnica para criar um ar intimista no recinto. Isso pode ser feito com arandelas nas paredes ou sancas (fendas feitas no gesso para camuflar a lâmpada utilizada). REVISTA NOSSA CASA • MAIO 2013

|86|


DIVULGAÇÃO/INTERNET

 Luminosidade uniforme Para deixar a iluminação mais suave, a sugestão é a luz difusa: luminárias pendentes sobre a mesa de refeição, plafons (estrutura que esconde a lâmpada no teto) de vidro fosco ou luminárias japonesas ficam bem em salas de leitura e jantar.

 Brinque com os tons As luzes fluorescentes brancas dão reflexo azulado, mais frio, e podem ser combinadas com tintas e objetos. Já as amarelas deixam o ambiente mais “quentinho”, aconchegante, o que é ideal para quartos e salas. Já para intensificar um matiz específico, é possível usar uma lâmpada de mesmo tom.

 Lustres ou luminárias O lustre ou a luminária pendente iluminam o ambiente de forma geral, porém dão mais ênfase nos objetos que ficam abaixo dele. Por isso é possível combinálo com mais alguns tipos de iluminação, como os spots (pontos de iluminação que podem ser trabalhados nos móveis ou no teto). Para escolher o lustre ou luminária é preciso estar atento à proporção entre a peça, os móveis e o ambiente. Um lustre deverá ter um comprimento, por exemplo, compatível ao tamanho do espaço e a altura da mesa. Uma luminária pendente com o fio curto faz com que ela perca a função, desvalorizando a composição do ambiente. O lugar onde o acessório será instalado e qual o estilo da decoração que predomina no ambiente também precisam ser levados em consideração. Por exemplo, uma sala mais clássica pede um lustre de cristal ou de material similar. Para não deixar o espaço muito formal, é possível optar por modelos que mesclem cristal e materiais considerados mais modernos.

Lustres em formato de candelabro ou cascata dão um ar aristocrático ao ambiente e, caso ele seja posicionado sobre uma mesa de jantar, é preciso que ele fique a um metro do móvel, para não atrapalhar a visão. Para ambientes pequenos ou que tenham o teto mais baixo, são indicados lustres mais modernos, como os feitos de aço. No caso de ambientes com ares mais rústicos a opção pode ser adquirir um lustre esculpido em madeira ou de |87|

ferro envelhecido. As luminárias que usam tecidos costumam oferecer uma iluminação mais suave. As normais, feitas de vidro ou acrílico, iluminam com mais intensidade e deixam o ambiente mais claro. Saber usar os lustres e seus efeitos poderá ser muito vantajoso para a decoração de qualquer ambiente. O importante é harmonizar não só as cores, como também o material utilizado em cada peça.  MAIO 2013 • REVISTA NOSSA CASA


Decoração Banheiro: Conforto e privacidade

A

decoração do banheiro costuma deixar as pessoas em dúvida, afinal, são muitas as possibilidades para mudar o visual desta divisão da casa. Os elementos de composição devem fazer uma perfeita combinação entre si, levando em conta o conforto e a privacidade. Em casos de banheiros pequenos, recomenda-se uma decoração básica, sem muitas cores ou excesso de peças decorativas. Quando a área é ampla, ela pode receber alguns elementos que indicam estilo e personalidade, sem comprometer o clima agradável. Mudar o banheiro nem sempre significa desenvolver um projeto antes de iniciar as mudanças no cômodo. Buscar a harmonia entre móveis, acessórios, cores e iluminação se transforma em algo indispensável para compor um ambiente elegante.

• Móveis

organizado. A mobília planejada tem feito sucesso na área sanitária e inovado as ideias de decoração. Os móveis escolhidos para decorar o banheiro devem combinar com os demais elementos, como louças e metais sanitários. Outro aspecto importante diz respeito à proporção de cada item trabalhado na hora de decorar.

• Iluminação O banheiro deve ser um dos espaços mais iluminados da casa, porque facilita na observação de impurezas da pele. Por isso, vale à pena apostar em meios que aperfeiçoem a luz dentro do cômodo. Optar por paredes brancas é uma ótima estratégia para destacar a iluminação no banheiro, tal como o uso de objetos transparentes. Aproveitar a claridade natural também é uma boa ideia.

REVISTA NOSSA CASA • MAIO 2013

Os tons neutros fazem sucesso no banheiro e |90|

João Ribeiro

• Cores

As peças normalmente compõem o lavabo, oferecendo repartições e gavetas para manter o banheiro


DIVULGAÇÃO/INTERNET João Ribeiro

Buscar a harmonia entre móveis, acessórios, cores e iluminação se transforma em algo indispensável para compor um ambiente elegante.

combinam com vários estilos de decoração. O uso de tonalidades frias dará uma sensação de tranquilidade no ambiente, mas é sempre importante ter um objeto de cor quente na decoração.

• Parede: azulejos decorados são bastante utilizados nos banheiros, mas é preciso cuidar para não deixar muito carregado e enjoativo. Para quebrar o visual, as pastilhas de vidro dão um toque minimalista e moderno

|91|

à composição.

• Acessórios: as louças e metais sanitários são essenciais para compor o banheiro e torná-lo funcional. Algum objeto decorativo no lavabo contribua com a sensação de bem-estar. Em banheiros sem armários, é válido usar pelo menos saboneteira líquida, porta escova de dente e porta sabonete barra, além de ganchos para pendurar toalhas. Aproveite as dicas e decore o banheiro com criatividade e bom-gosto. 

MAIO 2013 • REVISTA NOSSA CASA


Truques

RAYMANN MÓVEIS SOB MEDIDA

para decorar a cozinha DIVULGAÇÃO/INTERNET

Decorar uma cozinha requer muita engenhosidade. No entanto, você deve ficar ciente de que uma das coisas mais importante é ter espaço suficiente para armazenar todos os acessórios nossa cozinha.

 Móveis Quase todo mundo exagera do tamanho dos móveis quando vai mobilhar uma cozinha. Muitos compram mesas grandes e armários espaçosos para uma cozinha pequena ou mediana e acaba perdendo toda a mobilidade dentro dela. Um macete é tirar as medidas e fazer algumas marcações no lugar com o tamanho estimado da peça para ter uma ideia de quanto espaço vai sobrar.

DIVULGAÇÃO/INTERNET

REVISTA NOSSA CASA • MAIO 2013

|94|


DIVULGAÇÃO/INTERNET

 Enfeites Para economizar espaço nas gavetas e armários, uma dica muito usada é pendurar alguns talheres, espátulas, frigideiras e até canecas e outros utensílios como enfeite. Neste caso, não se esqueça de providenciar os ganchos.

 Mesa Parte importante da cozinha, pois é lá que você vai preparar seu alimento, vai se sentar com a família para jantar ou almoçar no domingo. Então, na hora de escolher a mesa não esqueça de caprichar, mas como dito antes compre algo que caiba na sua cozinha e não tome todo o espaço! Para facilitar a limpeza em casa, na hora da compra, movimente a mesa para saber o peso e se desliza facilmente sobre o chão. É importante lembrar que todo tipo de decoração precisa respeitar um esquema de cores. Se a parede tiver azulejos estampados ou for pintada com uma cor forte, os móveis e utensílios devem seguir tons neutros que combinem entre si. Mas, a parede for branca ou neutra, mesas, cadeiras, armários e eletrodomésticos podem ter cores mais vivas e alegres para deixar o ambiente equilibrado.  DIVULGAÇÃO/INTERNET

REVISTA NOSSA CASA • MAIO 2013

|96|


• INFORME PUBLICITÁRIO

Novas ideias para o seu lar

C

ontratar um designer de interiores pode representar a escolha mais acertada na execução do seu projeto de construção ou reforma comercial/residencial. Este profissional contribui não somente para o melhor aproveitamento de cada espaço, mas também auxilia nas escolhas de materiais adequados para cada ambiente, dando opções de acordo com o estilo e orçamento disponível. Os projetos são desenvolvidos visando o bem-estar do cliente e de sua família, assim como a excelência do seu negócio, no caso de projetos corporativos. Num primeiro contato, são definidas as necessidades para aquele espaço e as combinações ideais para o sucesso do projeto. O trabalho desenvolvido tem como aliado os recursos da tecnologia, sendo oportunizada ao cliente a solução virtual do seu projeto, onde é possível ter uma noção real do resultado final do seu futuro lar ou negócio, também permitindo executar todas as alterações necessárias antes do início da obra e evitando desperdícios de tempo e materiais. A contratação de um designer de interiores não deve ser encarado como um gasto, e sim um investimento valoroso, pois além de trazer planejamento e praticidade a sua obra,

reduz os riscos de insatisfação com uma obra que não saiu como se imaginava e evitando desperdícios como a compra de materiais inadequados e em quantidades desnecessárias. Contratação de mão de obra qualificada, cumprimento do cronograma da obra e auxílio para um ambiente mais harmônico são outros benefícios que um

profissional desta área pode oferecer. Tendo como um dos principais objetivos deixar o orçamento de acordo com o valor previamente estipulado pelo cliente, são formadas parcerias com lojas, fornecedores e profissionais da área, trazendo praticidade e economia ao projeto, sem perder o foco na qualidade e no bom gosto. 

Para conhecer melhor o trabalho, entre no site: www.designinterior.com.br |97|

MAIO 2013 • REVISTA NOSSA CASA


|94|


• INFORME PUBLICITÁRIO

2013

e suas tendências

A

o decorar um ambiente, sempre surgem muitas dúvidas quanto ao estilo a ser seguido, as atuais tendências do mercado e o que adequa-se melhor ao espaço. É importante que saiba-se mesclar o que é atual com a personalidade do proprietário do imóvel, para que o ambiente ganhe identidade e proporcione aconchego e satisfação aos moradores. As tendências dos últimos anos, e especialmente de 2013, facilitam a obtenção deste resultado. A decoração dos dias de hoje é muito mais flexível, permite-se a mistura de elementos, texturas, materiais e cores de uma maneira muito livre, que tem como resultado final um ambiente cheio de estilo e funcionalidade.

O ano de 2013 traz como tendência uma base de cores neutras, porém com toques de cores vibrantes, onde destacam-se as diversas tonalidades de vermelho, azul e amarelo. Além do mobiliário com linhas atemporais, que permitem mais ousadia nos complementos e na finalização do ambiente. Os tons amadeirados voltam com força total, imprimindo aconchego. A neutralidade da madeira mesclada as cores fortes, por meio da pintura em laca ou dos tecidos, cria ambientes equilibrados e modernos. Deve-se criar ambientes elegantes, com estética limpa e pontos focais que traduzam as preferências do morador aliadas as tendências do momento. 

Luana Schoeffel Design de Interiores e Diretora da Litoral Design Móveis & Decorações

|101|

MAIO 2013 • REVISTA NOSSA CASA


Revista Nossa Casa - Maio 2013  

Revista nossa casa - maio de 2013