Jornal dos Bairros - 26 Agosto 2022

Page 1

Feito para todas as classes

Itajaí, 26 de agosto de 2022 | Ano XXIII | N° 1.061

PORTO DE ITAJAÍ:

Novo edital de arrendamento transitório definirá operador para os berços 3 e 4

Depois da abertura do edital que definiu a empresa que vai operar no lugar da APM Terminals a partir de janeiro 2023, o Porto de Itajaí vai publicar agora um novo edital, desta vez para operação nos berços 3 e 4 de carga geral. A empresa que ganhar o processo pode assumir assim que a ANTAQ validar o processo. PÁGINA 3

Parceria com Associação Madre Teresa colocará serviço de Ressonância Magnética no Hospital Marieta

Confira a programação de shows do 24o Festival de Música de Itajaí

Entidade recebeu doação do equipamento da Receita Federal e agora corre atrás dos valores necessários à instalação

Gabriel Quintão

Marcos Porto

PÁGINA 4

PÁGINA PÁGINA84


2

COLUNA PRISCO PARAÍSO

Ano XXIII - edição 1.061 - 26 de agosto de 2022

WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

Ladeira abaixo

Isso não pode acabar bem! Estamos vivendo um estado policialesco, onde um ministro do STF acha que é dono do mundo, o rei capaz de controlar as opiniões e agindo claramente contra um segmento da sociedade em favor de outro.

Incógnita

O rei do Brasil

O ministro Alexandre de Moraes parece estar querendo incendiar o Brasil. É a única explicação plausível, palatável, para sua decisão, ilegal e provocativa, a 40 dias do pleito, determinando busca e apreensão em endereços de vários empresários. Inclusive envolvendo dois catarinenses. Por conta de conversas de WhatsApp, onde há cerca de 250 pessoas participando. Por mais que as conversas tenham sido absolutamente inconvenientes, foram trocas de mensagens privadas. Uma vez vazadas na mídia, o ministro se sentiu no direito de avançar sobre a legislação para atacar aliados de Jair Bolsonaro. O próprio Supremo Tribunal Federal (STF) já criou jurisprudência deixando claro que aquilo que é privado não pode redundar em nenhuma ordem jurídica, não pode originar processo. Mas o abuso vai além. Nenhum dos empresários tem foro privilegiado, portanto não poderia partir do Supremo qualquer investigação contra eles. Se o rei Alexandre de Moraes como presidente do TSE é supostamente vítima destes movimentos antidemocráticos, que de antidemocráticos não tem nada, pois nada foi efetivado, foram confabulações na direção de um golpe se Lula da Silva ganhar a eleição, ele deveria se declarar impedido. Evidentemente que a coluna não concorda com este tipo de formulação ou encaminhamento na direção de uma ruptura institucional.

Menos, bem menos

Mas não é por isso que os confabuladores serão alcançados por busca e apreensão. Moraes, como vítima que acha que é, jamais poderia ter determinado as ações da PF. O ato dele sim é ilegal, arbitrário e antidemocrático.

Vigilância total

Punição por pensamentos? Por mais absurdos que determinados pensamentos possam ser, é algo surreal, inaceitável este tipo de imposição policialesca. É a ditadura da toga que avança a passos largos neste país.

Tratorando

O MPF e a PGR foram ignorados olimpicamente. O ministro acionou diretamente a Polícia Federal. O catarinense Luciano Hang teve seu celular apreendido, sua casa e seu local de trabalho foram invadidos. Não bastasse tudo isso, o empresário ainda teve suas redes sociais censuradas, bloqueadas.

Se as ações prosseguirem nesse compasso nós corremos o risco, sério, de uma reação popular de segmentos consideráveis da sociedade. O que deseja o ministro? Que a população fique realmente revoltada contra a corte? Ele mais parece um delegado de polícia. Alto lá. Caso o bom senso não entre em campo e logo, esse ano pode não terminar bem.

Reações

Os dois senadores eleitos em 2018 por Santa Catarina, Jorginho Mello e Esperidião Amin, ambos candidatos ao governo, se manifestaram fortemente contra a censura e a perseguição impostas a empresários de direita. Especialmente o também catarinense Luciano Hang.

o fato de que os empresários são, além de geradores de renda e oportunidades para todos, cidadãos como qualquer outro, portadores dos mesmos direitos consagrados a todos os brasileiros, independentemente de sua origem e trajetória social. Querer amordaça-los, impedi-los de influir no debate político ou até mesmo de externar opiniões é um perigosíssimo aceno a regimes em que o delito de pensamento é um ato que pode acarretar a perda da própria vida. O tecido democrático chegou ao ponto da ruptura e quem deveria atuar para impedir tamanho prejuízo é, hoje, seu maior incentivador. A sociedade civil organizada, esteio dos valores morais que necessitam, mais do que nunca, ser fortalecidos para a própria viabilidade da Nação, não pode compactuar com tais atos. As entidades que subscrevem este manifesto, representativas de milhões de brasileiros que correm riscos diariamente e têm, não raras vezes, o próprio Poder Público como seu maior empecilho, detêm o imperativo moral de dizer, com todas as letras, aos Senhores Ministros do STF: opinião não é crime!

Dois pesos

“Absurdo jurídico,” disparou Amin. “Um catarinense foi censurado por quem deveria protegê-lo’’, protestou Jorginho. O deputado estadual Kennedy Nunes, do PTB, candidato ao Senado este ano, não deixou por menos. “STJ diz que print de WhatsApp não vale como prova de tráfico de drogas. Pra conversa entre amigos, pode?”

Jorge Seif entra na Comissão Interamericana de Direitos Humanos contra medida do STF sobre empresários

Opinião ainda não é crime 91 Lideranças empresariais e Fóruns do Estado de Santa Catarina assinam o manifesto O direito de poder expressar, de forma livre e desimpedida, opiniões e anseios é um marco civilizatório inquestionável, mas que tem tido pouco ou quase nenhum apreço a depender do segmento social de que origina – especialmente quando o assunto envolve o futuro do País e mais ainda quando o empresário ousa fazer ouvir a sua voz. O empresariado tem sido, cada vez mais, figura demonizada pela narrativa ideológica que despreza o seu papel de indutor do desenvolvimento. A recentíssima operação policial autorizada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), concretizada por meio de busca e apreensão em cinco estados, além de quebra de sigilos e bloqueio de acesso a redes sociais, sob o pretexto de “investigar ilicitudes”, é apenas o mais novo episódio de violência estatal a que estão acometidos os empreendedores brasileiros, alijados do direito de participar do debate político e de externar suas opiniões, quaisquer que sejam. Inebriados por um febril ativismo que transcende os limites de atuação como órgão responsável por garantir, em derradeira instância, o cumprimento da Constituição Federal, certos integrantes do STF ignoram solenemente

O candidato ao Senado, Jorge Seif Júnior, peticionou na quinta-feira (25), na Comissão Interamericana de Direitos Humanos, uma medida cautelar, em favor de empresários que foram denunciados por suposto atos antidemocráticos em um grupo de WhatsApp, investigados pelo STF. Na petição é reforçado que os direitos das vítimas, em especial os direitos de liberdade de expressão, associação e pensamento bem como os de informação, honra e dignidade, e garantias judiciais, foram violados por decisão emanada pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), instância máxima de jurisdição interna, visto que a decisão que violou os direitos das vítimas foi emitida por ministro da última instância de jurisdição interna do Estado-Membro, de modo que não há para quem recorrer internamente, acima da referida corte, senão esta Comissão para tratar da violação dos direitos das vítimas, ficando assim impedidos de esgotar o acesso aos recursos da jurisdição interna. “É uma investigação que não há prazo para respostas. Adentrei com essa medida cautelar para que esses homens que geram milhares de empregos, tenham seus direitos respeitados”, disse Jorge Seif.

Diretor: Carlos Bittencourt | carlos@bteditora.com.br 47 - 9 8405.8777 Diagramação: Solange Maria Pereira Alves (0005254/SC) solange@bteditora.com.br Departamento Comercial: (47) 3344.8600 O Jornal do Bairros é uma publicação da empresa Letras Editora Ltda. (ME), com sede na Rua Anita Garibaldi, 425 Centro – Itajaí –SC. CNPJ: 03.334.705/0001-33 Telefone: (47) 3344.8600 Site: www.jornaldosbairros.tv

Impressão: Gráfica Soller

O Jornal dos Bairros não se responsabiliza pelos

Circulação: Itajaí, Balneário Camboriú, Navegantes e região.

artigos assinados pelos seus colaboradores ou de

Fale conosco: Sugestão de temas, opiniões ou dúvidas: carlos@bteditora.com.br | jornalismo@jornaldosbairros.tv

matérias oriundas de assessorias de imprensa de órgãos oficiais ou empresas particulares.

Jornal filiado à Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina Rua Adolfo Melo, 38, Sala 901, Centro, Florianópolis, CEP 88.015-090 Fone (48) 3029.7001 e-mail: adjorisc@adjorisc.com.br


3

Ano XXIII - edição 1.061 - 26 de agosto de 2022

WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

Superintendência do Porto de Itajaí vai publicar novo edital de arrendamento transitório, desta vez para os berços 3 e 4

A

informação foi dada em entrevista que o superintendente do Porto de Itajaí, Fábio da Veiga, concedeu ao jornalista Carlos Bittencourt, na última quarta-feira, e que pode ser conferida na sua íntegra nas redes sociais do Jornal dos Bairros e Revista Portuária, veículos que fazem parte da Editora Bittencourt. Fábio justificou a necessidade da publicação deste novo edital de arrendamento provisório para os berços 3 e 4, em razão do número de operadores portuários que querem usar o terminal para o embarque de carga geral, como já vem acontecendo há muito tempo, com celulose, fertilizante e outras. “Ocorre que o nosso Armazém é muito pequeno, em torno de 5 mil metros quadrados. Esse tamanho, infelizmente, não é suficiente para atender a demanda de todos os operadores portuários interessados em trabalhar com essas cargas gerais. Então, muitas vezes, temos que ceder metade do Armazém para um, metade para outro, o que tem gerado alguns conflitos, seja no armazenamento, seja no embarque dos navios”, disse o superintendente. É justamente o grande interesse des-

ses operadores por cargas gerais é que levou a superintendência do Porto de Itajaí a decidir por um novo edital de arrendamento transitório, por seis meses, onde apenas o operador que ganhar a concorrência poderá operar. “Com um operador portuário único usando os dois berços, há condições dele potencializar um volume de maior cargas e escalas de navios. Com isso, ele consegue mais competitividade em preços e o Porto sai ganhando em tonelagem movimentada”, salientou Fábio. Ele informou ainda que esse arrendamento transitório dos berços 3 e 4, cujo edital será publicado em breve, havendo um ganhador, será submetido ao aval da ANTAQ, que aprovando, dará ao novo concessionário a possibilidade de iniciar a operação de imediato, não sendo necessário esperar o próximo ano, como acontece no caso dos berços 1 e 2 que serão operados pela APM Terminals até o final, quando termina o contrato de arrendamento. “A início imediato do novo operador dos berços 3 e 4 se dá em razão de que não há necessidade de uso de equipamentos de propriedade da APM. O novo operador vai embarcar suas cargas como

Marcos Porto

já vem acontecendo atualmente. Haverá apenas uma continuidade do que está sendo feito, só

que a diferença é que será realizado por apenas um operador”, finalizou.

Confirmada CTIL Logística como vencedora da etapa de propostas para arrendamento provisório do Porto de Itajaí A empresa Power Log, segunda colocada, não apresentou contraproposta

O

Município de Itajaí, por meio da Superintendência do Porto, informa que a empresa CTIL Logística é a vencedora da etapa de propostas do processo seletivo simplificado para celebração de contrato de arrendamento transitório da Área Operacional A, que compreende os berços 1 e 2. A definição ocorreu após a Power Log, segunda colocada do certame, manifestar oficialmente na terça-feira (23) não ter interesse em cobrir a proposta da primeira colocada. A CTIL Logística foi declarada vencedora da etapa com a proposta de R$ 48,60 o metro quadrado, totalizando R$ 4.006.896,01 pelo arrendamento da Área A. A Power Log ofertou R$ 46,50 o metro quadrado, total de R$ 3.833.758,53, seguida pela Container’s Service, com R$ 26,00 o metro quadrado, totalizando R$ 2.147.606,92. A primeira colocada terá agora cinco dias úteis para apresentar toda documentação exigida no edital para sua qualificação. Em seguida, o Porto

de Itajaí faz a análise para poder oficializar o resultado com o vencedor e encaminha o procedimento para a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ). O órgão federal terá até 30 dias para avaliar o processo de celebração do contrato de cessão temporária com o possível novo operador dos berços 1 e 2. O processo de arrendamento transitório é uma obrigação legal do Município de Itajaí depois da APM Terminals, atual arrendatária, informar oficialmente não ter interesse em manter as operações nas mesmas condições do atual contrato, inclusive econômicas e financeiras, durante essa fase transitória. O contrato provisório da Área Operacional A terá validade de seis meses, prorrogável por até dois anos, a partir de janeiro de 2023, estipulado na prorrogação da autoridade portuária ao Município de Itajaí, ou até que se encerre o processo licitatório de desestatização pelo Governo Federal.

Publique seus Editais legais no Jornal dos Bairros. O Jornal dos Bairros está com preços promocionais para publicações de Editais Legais. Ligue ou mande mensagem por WhatSapp para 47 - 9 8405.8777. O Jornal circula nos principais municípios da região da AMFRI.


4

Ano XXIII - edição 1.061 - 26 de agosto de 2022 WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

ACII recebe a imprensa e apresenta projetos em desenvolvimento Ação inédita marca a nova fase da associação

A Associação Empresarial de Itajaí abriu suas portas para a imprensa na manhã desta quarta-feira para apresentar os projetos em desenvolvimento e ações futuras. Os profissionais foram recepcionados pela presidente da ACII, Gabriela Kelm. Entre os projetos apresentados, teve destaque a Campanha Voto Útil, focada na importância de valorizar e votar em candidatos da nossa região, o Comitê do Porto e a atuação dos Núcleos Setoriais e Multisetoriais, representados pelos seus Coordenadores. “Temos muito trabalho pela frente, mas só vamos conquistar os resultados que Itajaí precisa e merece por meio do fortalecimento e união dos empreendedores da nossa cidade, abrindo as portas da nossa Casa do Empreendedor para todos que quiserem conhecer e participar das atividades”, declara Gabriela Kelm.

FIESC inicia estudo para mensurar o custo logístico da indústria A Federação das Indústrias (FIESC) dá início à nova edição do estudo para mensurar o custo logístico da indústria catarinense. Chapecó (30/8), São Miguel do Oeste (31/8), Joaçaba e Concórdia (1/9) vão receber as primeiras reuniões para sensibilizar o setor a participar da pesquisa. Cada indústria que participar do estudo receberá um diagnóstico individual dos seus custos logísticos e indicativos de melhorias. A Federação garante o sigilo absoluto dos dados informados. O assunto foi apresentado na reunião da Câmara de Transporte e Logística da entidade e do Conselho de Infraestrutura, realizada nesta quarta-feira, dia 24. São Bento do Sul, Joinville, Blumenau, Rio do Sul, Lages, Florianópolis e Criciúma também vão sediar os encontros. “O custo logístico interfere drasticamente na competitividade catarinense e o transporte é um componente impor-

tante e que tem colocado nossos custos logísticos em índices mais elevados em relação aos nossos concorrentes”, afirmou o presidente da FIESC, Mario Cezar de Aguiar, lembrando que a pesquisa é realizada a cada dois anos para monitorar a competitividade de Santa Catarina na área. A última pesquisa, realizada em 2017, mostra que o custo logístico das empresas catarinenses (R$ 0,14 por real faturado) está acima da média nacional (R$ 0,11) e acima do observado em outros países, como Estados Unidos (R$ 0,08). O estudo será realizado pelo Laboratório de Desempenho Logístico da UFSC e conduzido pelo professor Carlos Taboada. No evento desta quarta, ele destacou que a logística não é só o transporte, mas também inclui armazenagem, gerenciamento de estoques, processamento de informação e administração.

Parceria com Associação Madre Teresa colocará serviço de Ressonância Magnética no Hospital Marieta Entidade recebeu doação do equipamento da Receita Federal e agora corre atrás dos valores necessários à instalação

N

as próximas semanas o Hospital Marieta deverá inaugurar um novo serviço de extrema importância à população, principalmente aos pacientes atendidos pela Unacon. É que será instalado o equipamento de ressonância magnética doado pela Receita Federal à Associação Madre Teresa, instituição formada por empresários e sociedade civil organizada cujo propósito é atuar em favor de melhorias do principal hospital da região da Amfri. Para colocar em funcionamento o serviço, estão sendo feitas reformas no prédio dentro das normas exigidas. Os trabalhos já estão em andamento, mas exigem muitos detalhes para melhor performance do equipamento, incluindo climatização, colocação de gás hélio e a blindagem do local. A aparelhagem garantirá o fim da fila de pacientes que aguardam um exame de ressonância magnética na cidade. Hoje essa programação chega a fevereiro de 2023. A instalação está sendo acompanhada pela Imex, única representante no Brasil da máquina. O novo serviço dará condições da realização de 96 exames diários. Além do atendimento pelo SUS, o Hospital Marieta poderá realizar exames particulares, garantindo uma receita que contribuirá com o custeio desse novo trabalho que será desenvolvido. Atualmente, para atendimento na Unacon, o Hospital Marieta precisa fazer a compra externa desses exames e são possíveis apenas dois por dia.

Macarronada solidária arrecadará mais verba para a instalação Parte da verba para a instalação do aparelho de ressonância magnética veio por meio de um bazar com produtos doados pela Receita Federal. “Foi importante darmos este primeiro passo com as doações. A Receita Federal foi muito parceira. Além do aparelho em si, que custa em torno de R$ 4 milhões, ainda nos forneceu um contêiner de produtos que vendemos e conquistamos outros R$ 235 mil”, revela o atual presidente da instituição, Maurício José Gom, reforçando que apenas para esta instalação os custos previstos são de R$ 2 milhões, sendo R$ 500 mil apenas para a reformulação do espaço para colocar o aparelho. Além de visita a empresas locais, a Associação Madre Teresa também está organizando uma macarronada especial. O dinheiro arrecadado será juntado ao montante necessário para que os serviços de ressonância magnética sejam iniciados. A dinâmica de entrega será via delivery ou retirada no local. No menu, macarrão à bolonhesa ou à carbonara. Tudo isso no dia 27 de agosto, das 11h15min às 13h30min, na Rua Antero Chaves, 345, Bairro Dom Bosco, em Itajaí. Os cartões custam R$ 50 (para retirada no local) e R$ 55 (para delivery em Itajaí e Balneário Camboriú) e já estão à venda pelo WhatsApp (47) 991884976 com Fabiana.

Comunicado. Extravio de documento fiscal. Tatiana Machado Wagner Rua indaial n46 bairro Dom Bosco itajai SC CNPJ 15.228.283/0001-09 Objeto de extravio equipamento fiscal. Tipo de equipamento ECF-IF Marca Bematech I Modelo MP-2100 THFI 01.01.01 Número de fabricação BE051375610000181732


5

Ano XXIII - edição 1.061 - 26 de agosto de 2022

WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

Guarda Municipal de Itajaí divulga nota contestando decisão do STJ A Guarda Municipal de Itajaí contestou o entendimento do STJ (Superior Tribunal de Justiça) sobre o papel das guardas municipais. A nota, divulgada na quarta-feira (24) pelas redes sociais, afirma que a corporação tem, sim, poder de polícia. Veja na íntegra:

D

THIAGO CAMINADA

iversamente do que vem sendo divulgado, as Guardas Municipais integram, sim, a lista de órgãos de segurança pública e devem continuar executando suas atividades em prol da manutenção da ordem pública e na prevenção e enfrentamento à criminalidade. As Guardas Municipais são previstas constitucionalmente no artigo 144, do Capítulo III, Título V (Da segurança pública), portanto, cumprem papel nas atividades estatais de segurança pública, conforme expressa previsão constitucional e regulamentação legal, desempenhando função pública essencial à manutenção da ordem pública, da paz social e da incolumidade das pessoas e do patrimônio público. Adiciona-se ao aparato legal o disposto na Lei 13.675 de 2018 (responsável por instituir o Sistema Único de Segurança Pública - SUSP), que, em seu art. 9º, §2°, versa sobre os órgãos que integram o SUSP, fazendo-se constar as Guardas Municipais. É inegável que as Guardas Municipais desenvolvem atividade de segurança pública, essencial ao atendimento de necessidades inadiáveis da comunidade (art. 9º, § 1º, CF), como se depreende do elenco de suas atribuições constantes da Lei 13.022/2014, tanto que, conforme já decidido pelo Supremo Tribunal Federal STF (RE 846.854/SP), por atuarem em prol da manutenção da ordem pública e na prevenção e enfrentamento à criminalidade, desenvolvem serviço público essencial insuscetível de paralisação em razão do

exercício do direito de greve. Para além da supracitada decisão, o STF possui extenso rol de decisões que validam a atividade das Guardas Municipais no sentido de que são executoras de atividade de segurança pública e, consequentemente, possuem o amparo legal (poder-dever) para efetuar as atividades de patrulhamento preventivo, abordagens pessoal e veicular, fiscalização de trânsito e prisão em flagrante delito. Decisões como a da 6ª Turma do Superior Tribunal de Justiça - STJ (REsp 1.977.119.), no tocante ao limite de atuação das Guardas, são exceções à regra e, ao contrário do que amplamente divulgado,

não possui efeito vinculante, valendo apenas para àquele julgado específico. Salienta-se, inclusive, que, ontem (23/08/2022), o Ministério Público recorreu ao Supremo Tribunal Federal da decisão por discordar integralmente de seu teor. Dos 5.570 municípios, 1.081 possuem uma Guarda Municipal ativa que, de forma integrada com outros órgãos de segurança pública, atua diuturnamente para trazer maior segurança ao cidadão. Evidencia-se que o atual cenário de criminalidade nacional não comporta mais uma segurança pública deficitária e, justamente por esse motivo, a comunidade itajaiense ratifica diariamente o traba-

lho da Guarda Municipal de Itajaí. Somente no ano de 2021, foram realizados mais de 6 (seis) mil atendimentos e, no corrente ano (janeiro, fevereiro, março, abril, maio, junho e julho), foram atendidas 3933 (três mil setecentos e novecentos e trinta e três) ocorrências, 163 (cento e sessenta e três) prisões em flagrante delito, 478 (quatrocentos e setenta e oito) operações realizadas e 24 (vinte e quatro) mandados de prisão em aberto cumpridos, montante expressivo que reflete o grau de comprometimento dos agentes e da instituição. Além do patrulhamento preventivo ordinário desempenhado pelas guarnições de rádio patrulhamento, este órgão, através de setores especializados, realiza a proteção ao meio ambiente (Guarda Municipal Ambiental Maykon Francisco - GAMF), a salvaguarda aos grupos vulneráveis (Guarda de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso - GPCAMI), protege o ambiente escolar (Escola Guardada) e coordena as atividades de inteligência de segurança no âmbito de atuação da Secretaria Municipal de Segurança Pública, produzindo conhecimento para subsidiar a gestão, em nível estratégico e tático, para o processo de tomada de decisão e para o planejamento das ações (Núcleo de Inteligência). Continuaremos, pois, atuando dentro dos limites legais, observando rigorosamente os preceitos constitucionais e não olvidaremos da nossa missão: Servir e Proteger!

Projeto Música no Museu apresenta concerto de Duo neste sábado (27) Apresentação tem entrada gratuita Os músicos Daniele Girardello (violino) e Eliezer Patissi (violão) se apresentam neste sábado (27), às 20h, no Salão Nobre do Museu Histórico de Itajaí. O concerto estava previsto para o dia 10 de agosto, mas foi remarcado por conta da condição climática do dia. A apresentação integra o Projeto Música no Museu, com entrada gratuita e público limitado. No repertório do Duo Girardello e Patissi estão obras de compositores como Paganini Villa-Lobos, Guerra Peixe, Radames Gnattali, Ricardo Pauletti, Sivuca e Astor Piazzolla. Eles interpreterão composições feitas para o violino e violão, além de adaptações. O Museu Histórico de Itajaí fica na Rua Hercílio Luz, 681, bairro Centro. Para mais informações, é possível entrar em contato pelo telefone (47) 3348-1335. Sobre os artistas Daniele Girardello é natural da região do Ve-

neto, na Itália. Formou-se no curso de Violino do Conservatório “G. Frescobaldi” de Ferrara. Realizou o estudo avançado do repertório violinístico com o concertista Domenico Nordio. Desenvolveu uma intensa atividade musical com diversas orquestras italianas e lecionou no Conservatório Girolamo Frescobaldi (Ferrara/Italia). Radicado no Brasil desde 2002, é professor do Conservatório de Música Popular de Itajaí Carlinhos Niehues. Eliezer Patissi é músico violonista, formado pelo Conservatório de Música de Itajaí. Estudou com o professor Luiz Mantovani no bacharelado em violão da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc). Dedica-se ao estudo do violão solo, tendo em seu repertório obras de variados compositores de diversos períodos. Possui formação em Administração Pública também pela Udesc e atualmente é Diretor do Conservatório de Música Popular de Itajaí Carlinhos Niehues.


6

Ano XXIII - edição 1.061 - 26 de agosto de 2022 WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV


7

Ano XXIII - edição 1.061 - 26 de agosto de 2022

WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

neidefestas@matrix.com.br

Neide Uriarte Posse na FECOMÉRCIO

Neide Pasold Uriarte

Foto: Divulgação: Fecomércio SC

O empresário de Itajaí, Bento Ferrari, presidente da Intersindical Patronal de Itajaí e do Sindilojas Itajaí, é o novo Vice-Presidente Financeiro e de Gestão da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina – Fecomércio SC. A solenidade de posse da nova diretoria ocorreu no início do mês, na Capital. Hélio Dagnoni, de Balneário Camboriú, assumiu a presidência do Sistema Fecomércio Sesc Senac para o quadriênio 2022-2026.

(47)9977.2390

Aniversário de Selmar Garcia

Nosso amigo Sr. Selmar Garcia, pai do apresentador Sandro Garcia, comemorou aniversário no dia 21 de agosto. Parabéns! Feliz Aniversário! Que Deus lhe abençoe e proteja sempre! Abraços dos amigos do Jornal dos Bairros.

Aniversário de Júlia de Souza Guimarães

A cabeleireira Júlia de Souza Guimarães fez aniversário, no dia 25 de julho, e comemorou junto de sua família. Ela é uma das tradicionais cabeleireiras de Itajaí. Amiga Júlia, você merece um ano abençoado e cheio de momentos alegres.

Aniversário de aria Weiss

A querida amiga Maria Weiss comemorou idade nova, no dia 05 de agosto, junto da filha Karla, do genro Marcelo e do neto Ney. Aniversário é o início de uma nova jornada e espero que seja leve a sua caminhada.

Formatura de Gustavo de Souza Artmann Parabenizamos o lindo jovem Gustavo de Souza Artmann, que concluiu sua graduação em Engenharia de Produção, no dia 17 de agosto. Desejamos ao Guga, que tenha muito sucesso e prosperidade, na sua carreira profissional!


8

Ano XXIII - edição 1.061 - 26 de agosto de 2022 WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

Confira a programação de shows do 24º Festival de Música de Itajaí Apresentações acontecem de 03 a 10 de setembro, todas gratuitas

A

24ª edição do Festival de Música de Itajaí contará com 23 oficinas, 04 workshops e mais de 20 apresentações. O evento ocorrerá de 03 a 10 de setembro e neste ano, os shows ocorrerão na rua, com programação 100% gratuita. Encontros inéditos entre artistas de Itajaí e artistas convidados da cena nacional também marcam esta edição do festival. Serão montados três palcos no Centro da cidade que homenagearão artistas falecidos que se apresentaram e participaram de atividades formativas do festival. O Palco Arthur Maia (Praça Arno Bauer) sediará apresentações do intervalo das oficinas, na “Hora da Sineta”, no período da tarde, terá shows de sábado (03) a sexta-feira (09), às 19h, e no sábado de encerramento (10) as atrações iniciam às 11h. Já no Palco Elza Soares (Praça da Igreja Matriz) haverá shows em todas as noites do evento, sempre às 20h30. E no pátio interno da Casa da Cultura será montado o Palco Fernando das Neves onde ocorrerão workshops musicais e painéis de discussão. Haverá ainda apresentações itinerantes em diversos locais da cidade, em horários variados, com três grupos locais e um grupo convidado, com objetivo de divulgar o festival e promover intervenções musicais em locais de grande circulação da população. O Festival de Música é uma realização do Município de Itajaí e Fundação Cultural de Itajaí, em parceria com o Conservatório de Música Popular de Itajaí Carlinhos Niehues, Conselho Municipal de Políticas Culturais e Câmara Setorial de Música de Itajaí.

 07/09 19h – Da Cor do Canto – Palco Arthur Maia 20h30 - Toquinho e Ricardo Pauletti – Palco Elza Soares - (Acessibilidade em Libras)  08/09 19h – Banda e Choro do Conservatório de Música – Palco Arthur Maia 20h30 - Vocal Brasileirão – Palco Elza Soares (Acessibilidade em Libras)

Confira a programação:  03/09 20h30 - Camerata Florianópolis e Expresso Rural – Palco Elza Soares (acessibilidade em Libras)

 09/09 19h – Violeta Alvez – Palco Arthur Maia 20h30 - Roberta Campos e Rizzih – Palco Elza Soares

 05/09 19h – Ozéias Rodrigues Quarteto – Palco Arthur Maia 20h30 - Arnou de Melo – Palco Elza Soares

 10/09 11h – Samba de Bárbara convida Natália Pereira – Palco Arthur Maia 12h - Grupo Desengaiola – Palco Arthur Maia 18h – Tarrafa Elétrica - Festival Rock’n Beer Centreventos 19h30 - TerrAvista - Festival Rock’n Beer - Centreventos 21h - Duca Leindecker e Banda “Turnê Triângulo”Festival Rock’n Beer - Centreventos

 06/09 19h – Grupo Livre de Percussão (GLiP) – Palco Arthur Maia 20h30 - Vanessa Moreno e Salomão Soares – Palco Elza Soares (Acessibilidade em Libras)

Apresentações itinerantes pela cidade: - Oros Boros - PercuSax - Tom Peixeiro - Orleans Street Jazz Band

 04/09 19h – Oros Boros – Palco Arthur Maia 20h30 - Hermeto Pascoal – Palco Elza Soares