Page 1

Feito para todas as classes

Itajaí, 12 de julho de 2019 | Ano XXIII | N° 907 Capa: Leandro Francisca

Thiago Morastoni assume Secretaria de Desenvolvimento Econômico em Itajaí PÁGINA 2

Mais de 8 mil toneladas de entulhos são recolhidas pelo mutirão de limpeza em Itajaí

PÁGINA 5


2

Política

Ano XXIII - edição 907 - 12 de jujho de 2019

WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

:: Thiago Morastoni assume a Secretaria de Desenvolvimento Econômico

O vereador Thiago Morastoni (MDB) assumiu na quinta-feira a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, com o compromisso de atuar firmemente na discussão sobre benefícios fiscais e trazer novos investimentos para Itajaí. Ele substitui Giovani Testoni, que passa a responder pela chefia de gabinete, que acumulava com o Desenvolvimento Econômico. Ciente de que o município precisa se adaptar às inovações tecnológicas para continuar crescendo, o novo secretário já vem trabalhando junto ao empresariado nesse sentido, bem como tem feito inúmeras tratativas para atrair novas empresas para Itajaí. Ele também atuará politicamente para garantir a competitividade itajaiense. Thiago se propõe também intensificar as discussões sobre incentivos fiscais junto ao Legislativo estadual, como forma de assegurar a arrecadação de Itajaí, e atuar no sentido de adaptar a gestão às inovações tecnológicas para Itajaí continuar crescendo.

CVI/Divulgação

cional de Política Fazendária (Confaz) ser transferido de 31 de julho para 31 de agosto, o que não foi confirmado até o fechamento desta edição. A medida seria crucial para que os setores envolvidos – governo, legislativo e representantes dos setores produtivos – fizessem uma melhor análise das propostas. Porém, segundo o Comitê de Defesa da Produtividade da Economia Catarinense, a Alesc não abre mão de votar a matéria em 17 de julho, independentemente de haver ou não o adiamento, devido ao recesso parlamentar, mesmo que não se conheça a fundo o projeto de lei. O mais interessante diante disso tudo é que, mesmo com a antiga política de incentivos em vigor, a arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) segue uma linha crescente, o que não justifica que se faça uma aposta tão alta, pondo a competitividade que Santa Catarina obteve a duras penas em jogo.

:: Segurança

Agência Alesc

O secretário de Estado da Fazenda, Paulo Eli, diz que o governo está muito seguro do que está fazendo e ter a certeza de que nenhuma empresa vai sair do estado. O secretário garante que nenhum setor será prejudicado com a aprovação do Projeto de Lei (PL) que revisa incentivos fiscais que precisam ser convalidados junto ao Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz). Segundo Eli, são mais de 30 mil páginas e incentivos fiscais que está há anos sendo concedidos para setores e que ninguém vai sair de Santa Catarina devido a nova política.

:: Cresce polêmica gerada pelo corte de incentivos fiscais

A polêmica com relação à nova política de incentivos fiscais deve continuar até o último minuto que antecederá a votação pelo Legislativo catarinense do Projeto de Lei 174, do governo do Estado, que prevê mudanças de alíquotas de ICMS visando principalmente a equalização por setores, em 17 de julho. De um lado está o governo do Estado, que defende a proposta de tributação igualitária para setores, e de outro a grande maioria dos parlamentares catarinenses, que temem a evasão dos investimentos industriais que Santa Catarina vem recebendo nos últimos anos. Inclusive, os deputados que compõem a Comissão de Finanças e Tributação da Assembleia Legislativa (Alesc) alertam que com a nova legislação, Santa Catarina perde competitividade ante outros estados da Federação. Entidades representativas como a Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc) também se mostram temerosas com relação a nova legislação.

:: Comitê busca apoio para segurar corte de incentivos fiscais

Os empresários e entidades de classe que integram o Comitê de Defesa da Produtividade da Economia Catarinense – entre elas a Associação Empresarial de Itajaí (ACII) – participaram de reunião na Alesc, na terça-feira (9), para defender junto aos parlamentares atenção aos impactos que a retirada de Agência Alesc incentivos fiscais pode representar à economia catarinense. Uma das preocupações levantadas pelo Comitê, formado por 30 entidades, é o aumento de 6% no ICMS de alguns produtos importados e alta de 5,10% a 2,1% em operações interestaduais. O presidente do Comitê, Marcelo Petrelli, diz que muitas empresas não perceberam que no dia 1 de agosto, se o projeto 174 ficar como está, acordarão com aumento da carga tributária e não terão onde buscar alternativas. O Comitê apurou 28 elevações de alíquotas de ICMS no projeto.

:: Justificativa

Os decretos que cancelam a política de incentivos foram assinados pelo então governador Eduardo Pinho Moreira (MDB) na última semana de dezembro do ano passado, no apagar das luzes de sua gestão, e acendeu a luz amarela sobre o risco de Santa Catarina perder empresas e empregos, reduzindo o ritmo de desenvolvimento do estado. Para resolver a situação e acabar com a polêmica o governador Moisés poderia simplesmente revogar os decretos. No entanto, não o fez, segundo lideranças de seu partido, o PSL, para não ser responsabilizado por “renúncia de receita”.

:: Velha política

O governo está pegando pesado para aprovar a nova política de incentivos fiscais. A comprovação disso foi o convite do governador Carlos Moisés da Silva (PSL) ao chamado “grupo dos 11”, integrado por deputados estaduais do MDB, PDT, PL, PP e PRB, onde os “orientou” a dançar conforme a música tocada pelo Centro Administrativo nas relações com a Assembleia Legislativa, com as seguintes orientações: • O deputado que apoiar o atual governador vai ter tratamento especial na liberação de verbas, pagamento de emendas, entrega de obras e serviços, entre outros benefícios do Poder Executivo. • Quem não estiver 100% apoiando, ficará fora. • Os deputados que criticam o governo em discursos e apartes na Alesc não serão atendidos pelo governador. Despacharão só com os secretários e dirigentes. • O governador vai perseguir até o final do atual mandato o projeto de redução do duodécimo dos demais poderes. Não abre mão desta diminuição. • O governo vai cancelar os incentivos concedidos às empresas que usam defensivos agrícolas que não estão devidamente registrados e autorizados.

:: Adiamento seria crucial

Os deputados catarinenses alegam que receberam a proposta do governo do estado em cima da votação, o que dificulta que o documento seja analisado a fundo pelo parlamento, ficando restrito a Comissão de Finanças e Tributação da Assembleia Legislativa. No entanto, existe a possibilidade do prazo final de encaminhamento da nova política ao Conselho Na-

ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA – ASSOCIAÇÃO CRUZ VERMELHA BRASILEIRA – FILIAL DE ITAJAÍ: Ficam os associados regulares da Associação Cruz Vermelha Brasileira – Filial da Cidade de Itajaí devidamente convocados para a realização de Assembleia Geral Extraordinária que será realizado no dia 30/07/2019, às 19:00 horas, na Avenida Marcos Konder, 1207, Centro, Itajaí, Santa Catarina, com a seguinte ordem do dia: a) Alteração do estatuto social; b) convalidação dos atos das assembleias ocorridas em 08/04/2019 e 17/06/2019. Itajaí, 10 de julho de 2019.

Diretor: Carlos Bittencourt | carlos@bteditora.com.br Edição: Joca Baggio Reportagem: Matheus Petter | jornalismo@jornaldosbairros.tv Redação: 3344.8607 Diagramação: Solange Maria Pereira Alves (0005254/SC) solange@bteditora.com.br O Jornal do Bairros é uma publicação da empresa Letras Editora Ltda. (ME), com sede na Rua Anita Garibaldi, 425 Centro – Itajaí –SC. CNPJ: 03.334.705/0001-33 Telefone: (47) 3344.8600 Site: www.jornaldosbairros.tv

Colaboradora: Neide Uriarte

O Jornal dos Bairros não se responsabiliza pelos

Departamento Comercial: (47) 3344.8600

artigos assinados pelos seus colaboradores ou de

Circulação: Itajaí, Balneário Camboriú, Navegantes e região.

matérias oriundas de assessorias de imprensa de

Fale conosco: Sugestão de temas, opiniões ou dúvidas: carlos@bteditora.com.br | jornalismo@jornaldosbairros.tv

órgãos oficiais ou empresas particulares.

Jornal filiado à Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina Rua Adolfo Melo, 38, Sala 901, Centro, Florianópolis, CEP 88.015-090 Fone (48) 3029.7001 e-mail: adjorisc@adjorisc.com.br


Ano XXIII - edição 907 - 12 de julho de 2019

Política WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

Apenas 20 barcos da frota industrial liberados para pesca da tainha

3

Boa fase para a economia catarinense

Cerca de 80 toneladas já chegaram a Itajaí nesta semana

Marcos Porto

Embora os indicadores nacionais relacionados ao crescimento econômico não sejam nada animadores, o governo de Santa Catarina comemora um avanço de 17% na arrecadação no primeiro semestre. Os números são da Secretaria de Estado da Fazenda, que creditam esse avanço às melhores condições da economia catarinense e mudanças tributárias que estão sendo feitas desde o ano passado, especialmente na substituição tributária. Também atrelada ao governo do estado, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE) encerra o primeiro semestre com a confirmação de R$ 5,6 bilhões em investimentos, que vão gerar 12.846 empregos diretos e indiretos. São pelo menos 15 grandes empresas com novas unidades ou ampliações. Nesta lista estão a Cooper Standard, Ambar, Polar

Tech, Instramed, H. Strattner, Nutriplant, WestRock e Grupo Pasquini. Juntas estas empresas capitalizaram um investimento previsto de aproximadamente R$ 2 bilhões, com a geração de empregos diretos e indiretos nos próximos anos de cerca de 5 mil vagas. Pelo Prodec, programa de postergação de ICMS, estão previstos investimentos de R$ 3,6 bilhões, 605% a mais do que o registrado no mesmo período do ano anterior, com a geração de 7.846 novos empregos. O setor industrial catarinense, por sua vez, registra um avanço de 6,3% no período compreendido entre janeiro e maio, segundo estatísticas da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc). Crescimento puxado pelas vendas, principalmente, de produtos de metal (20,8%), informática e eletrônicos (19,3%).

ECONOMIA

M

esmo com praticamente um mês de atraso para a liberação da atividade (a captura para as frotas industrial e anilhada iniciaria em 1º de junho), duas traineiras já retornaram a Itajaí na madrugada de quarta-feira (10), trazendo 80 toneladas de tainha. O volume capturado por cada embarcação, de 45 toneladas e 35 toneladas, praticamente atinge a cota estipulada pelo governo para cada embarcação, de 49,7 mil toneladas. O coordenador da câmara setorial do cerco do sindicato dos Armadores e da Indústria da Pesca de Itajaí (Sindipi), Agnaldo Hilton dos Santos, informa que, devido à demora na liberação da atividade, as tainhas foram capturadas mais ao norte de Santa Catarina. Das 32 embarcações inicialmente liberadas pela Secretaria de Aquicultura e Pesca para a captura da espécie, apenas 20 barcos estão efetivamente pescando. Inicialmente 14 embarcações foram liberadas na sexta-feira (5) e, mais seis, na última terça-feira (9). Doze são de Santa Catarina, nove delas da região de Itajaí, que concentra a maior frota especializada de cerco do país. O go-

verno retirou da lista embarcações que tinham algum problema de cadastro. As 20 embarcações que constam nas listas publicadas no Diário Oficial da União estão inscritas no Sistainha, sistema que controla as cotas de captura. As 32 embarcações selecionadas para a licença, em maio, já faziam parte de uma lista de 52 classificadas após avaliação da Secretaria Nacional de Aquicultura e Pesca, que já havia feito uma análise dos documentos.

Pesca artesanal

Enquanto os armadores de pesca sentem o pesado impacto da redução de licenças de pesca e com o atraso na saída para o alto mar, os pescadores artesanais da região comemoram uma excelente safra. O frio que chegou ao litoral nos últimos dias trouxe com ele os cardumes de tainha. Facilmente os lanços registrados na costa catarinense tem ultrapassado a marca de 5 mil tainhas, chegando até a 25 mil unidades. A safra da tainha, tanto para pescadores artesanais quanto para a frota industrial, vai até 31 de julho.

Mantidos incentivos para pesca No meio de toda essa polêmica do novo pacote dos incentivos fiscais aos setores produtivo, a Secretaria de Estado da Fazenda confirmou ontem (11) a manutenção dos incentivos fiscais do setor pesqueiro. As vantagens serão um modelo próprio de tributação de ICMS e subsídio de óleo diesel para as embarcações, complementar ao subsídio federal. A sinalização do governo, de que pretende convalidar os benefícios, traz tranquilidade ao setor.

PUBLICAÇÕES LEGAIS E EDITAIS Faça sua cotação.

:: General Motors desembarca mais 1.974 veículos no Porto de Itajaí

No último final de semana, o Porto de Itajaí recebeu a atracação de mais dois navios com veículos importados da montadora americana General Motors (GM Chevrolet). Com as duas atracações e a descarga de 1.974 unidades, a APM Terminals, responsável pelas descargas, totaliza 13 meses de operações, 24 atracações e a marca de 29.038 veículos importados pela montadora e desembarcados pelo Porto de Itajaí. A movimentação em média de 70 a 90 veículos por hora, sob responsabilidade dos trabalhadores portuários avulsos (TPAs) de categorias diferenciadas, utilizando-se do recinto alfandegado do Porto Público. A próxima atracação com veículos da GM está programada para o dia 16 de julho e com o próximo desembarque, Itajaí vai ultrapassar a marca de mais de 30 mil veículos importados pelo modal marítimo.

:: Salão Náutico movimentou R$ 50 milhões em Itajaí

A 4ª edição do Salão Náutico Marina Itajaí, realizado no último final de semana (4 a 7 de julho), encerrou com um saldo de 17,4 mil visitantes nos quatro dias. O volume de negócios gerados e em prospecções devem chegar a R$ 50 milhões, inferior em cerca de R$ 10 milhões o volume de negócios divulgados pela organização do evento nas edições de 2017 e 2018. No entanto, segundo o diretor náutico da Marina Itajaí, Carlos Oliveira, nesta edição foi comercializado um maior volume de barcos, porém, de menor valor agregado. Segundo Oliveira, ocorreu um aumento expressivo na venda dos barco de entrada, de até 36 pés. Diante disso, a Marina Itajaí projeta ampliar o salão para o ano que vem, quando o evento chega à 5ª edição e a realização coincidirá com as comemorações dos 160 anos de Itajaí. Divulgação


4

Geral

Ano XXIII - edição 907 - 12 de jujho de 2019

WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

ARTIGO

UM OLHAR SOBRE A REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL Crédito: Rogério Dias

ACII recebe apresentação de balanço do Observatório Social de Itajaí Por: Hélio Costa, deputado federal “Ainda bem que pegaram ele, seu Hélio Costa. Ia acabar levando os irmãos mais novos pro crime. O guri não tinha mais jeito”. Depoimentos como este ficaram mais comuns após a criação do Estatuto da Criança e do Adolescente. Durante minha carreira jornalística, ouvi casos e mais casos como este. De um lado da delegacia, a mãe do assassino, desesperada e sem saber o que fazer, pois seu filho tirou a vida de uma jovem de vinte e poucos anos. Em outra sala, pai e mãe da vítima, inconformados ao saber que o assassino estaria em pouco tempo de volta às ruas e receberia tratamento especial. Perder um parente deste jeito é coisa que não se deve desejar nem ao pior inimigo: seja pelas mãos de um assassino cruel ou ao ver seu filho trilhar o caminho do crime que é na maioria das vezes sem volta. A dificuldade para aprovar a redução da Maioridade Penal se estende desde 2012. Esta PEC deveria ter caráter de urgência, vir via Decreto Presidencial, ou qualquer outra maneira que agilizasse sua aprovação. Pesquisas recentes, apontam que 84% da população aprova reduzir de 18 para 16 anos a maioridade penal (Datafolha, 2018). Em países com dimensões tais como as do Brasil e problemas sociais similares — metrópoles com áreas tomadas pelo tráfico de drogas e violência urbana — a maioridade penal é de 11 (México) e 10 anos (EUA). Nos Estados Unidos, adolescentes com mais de 12 anos podem ser submetidos aos mesmo tratamento de adultos. No México, a idade em que inicia a responsabilidade juvenil é 11 anos na maioria dos Estados. Estas informações foram obtidas no site do Ministério Público do Paraná. Os parlamentares opostos à PEC precisam entender que as condições brasileiras não são nem de perto similares às da França onde menores infratores recebem certas vantagens e diminuição de penas. Se a Constituição Brasileira entende que um rapaz de 16 anos tem consciência suficiente para votar, casar e formar uma família, por qual razão não entenderia o mesmo quando se trata de um homicida de 17 anos? Não é apenas incoerente, é uma vergonha e prova real de que a vontade popular do povo brasileiro custa a ser escutada no Planalto Central. Em nenhuma outra PEC ou Projeto de Lei a opinião pública é tão clara. E o motivo você e eu sabemos bem: porte de armas e reforma da Previdência, projetos que polarizam a opinião pública, se tornam irrelevantes quando nossa família é ameaçada por indivíduos inalcançáveis pela lei. Para aprovar a PEC da Redução da Maioridade Penal, tudo o que os senadores e deputados contrários a ela precisam fazer é abrir as cortinas de casa e ver nossa gente assassinada, com suas vidas transformadas num verdadeiro inferno por criminosos à margem da lei.

PUBLICAÇÕES LEGAIS E EDITAIS Faça sua cotação.

A Associação Empresarial de Itajaí (ACII) recebeu na noite de segunda-feira, 8 de julho, a apresentação do relatório do 1º quadrimestre deste ano do Observatório Social de Itajaí. O presidente da ACII, Mário Cesar dos Santos, abriu o encontro com boas-vindas e na sequência passou a palavra para o presidente do Observatório Social de Itajaí, Paulo Sabatke Filho, que destacou

a importância de a Entidade apresentar sua atuação para a comunidade, especialmente para a ACII, que é mantenedora e fundadora do Observatório de Itajaí, em 2008. Ele ainda relatou a dificuldade de desenvolver algumas ações pela falta de recursos e/ou voluntários. Mesmo assim, o presidente enfatizou que os resultados obtidos nestes 10 anos são bastante satisfatórios.

Sala de Situação de combate à dengue viabiliza demolição de imóvel com risco à saúde

A Sala de Situação de combate à dengue de Itajaí viabilizou a demolição de um imóvel abandonado que gerava risco à saúde e à segurança da população. A casa, localizada no bairro Cordeiros, havia sido invadida por moradores de rua e acumulava lixo e criadouros do mosquito Aedes aegypti. Após reclamações e denúncias, o local foi demolido e o terreno foi limpo pelo Município. A ação foi solicitada pelo Programa de Controle da Dengue da Secretaria de Saúde de Itajaí, pois foram encontrados dezenas de depósitos com água parada no imóvel. Em um raio de 50 metros no entorno da casa foram diagnosticados seis casos autóctones de dengue. Além disso, o local gerava riscos à segurança pública por conta da ocupação de pessoas em situação de rua e de usuários de drogas.

A partir do relato da Secretaria de Saúde, a Defesa Civil elaborou um relatório das condições da casa e encaminhou um pedido de demolição à Secretaria de Urbanismo, que atendeu a solicitação. O imóvel não possui cadastro e o proprietário não foi localizado para regularizar a situação. O tema foi discutido pela Sala de Situação Municipal e executado pelas Secretarias envolvidas na semana passada. A limpeza do terreno foi finalizada nesta quarta-feira (10). O Município também ofereceu auxílio às pessoas que estavam no imóvel no dia da demolição, porém eles não aceitaram. Participaram da ação as Secretarias de Obras, Saúde e Assistência Social, além da Defesa Civil, Centro Atendimento do bairro Cordeiros, Policia Militar e Codetran.


Geral

Ano XXIII - edição 907 - 12 de julho de 2019

WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

5

Mais de oito mil toneladas de entulhos são recolhidas pelo Mutirão de limpeza em Itajaí Ações integram a campanha “Itajaí mais linda e bem cuidada”

Marcos Porto

U

m volume de 8.789 toneladas de lixo e entulhos foi recolhido de terrenos e ruas de Itajaí. Os números impactam e repercutem em gastos para o Município de Itajaí na conservação da limpeza na cidade. Durante o mutirão de limpeza os caminhões da Secretaria Municipal de Obras realizaram 1.717 viagens para descarregar o material no pátio do órgão e no aterro sanitário na Canhanduba. Os esforços são parte da campanha “Itajaí mais linda e bem cuidada”. Durante a segunda etapa do mutirão de limpeza, as equipes retiraram mais de sete mil metros cúbicos de entulho e lixo. Nas localidades da Fazenda, Fazendinha, Cabeçudas e Praia Brava foram 229 caminhões e 1.333 toneladas. No São João, Imaruí e Barra do Rio 1.092 toneladas foram recolhidas em 185 cargas de caminhão. Já no Dom Bosco, Vila Operária, São Judas, Ressacada e Centro de Itajaí mais 1.101 toneladas foram transportadas em 195 cargas. Na primeira etapa, mais de 1.100 caminhões de entulho recolheram 5.263 toneladas nos bairros Cidade Nova, São Vicente e Cordeiros. A terceira etapa limpa as ruas e terrenos de Espinheiros e Itaipava, além de retornar os trabalhos em Cordeiros e Cidade Nova. “Itajaí mais linda e bem cuidada” é uma iniciativa da administração municipal que envolve as secretariais em uma grande força-tarefa de limpeza da cidade e prevenção de doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. A cam-

panha é referência em saúde pública, limpeza urbana e cuidado com o meio ambiente com investimentos de quase um milhão de reais.

Conscientização

Além da ação de limpeza da Secretaria de Obras, a campanha prevê a conscientização dos moradores para manter a cidade limpa e não jogar lixo em terrenos baldios, nas ruas e nas margens dos rios. Para isso, cerca de 90 agentes de combate a endemias da Secretaria de Saúde vão orientar a população nos locais onde acontece o mutirão sobre o controle do Aedes aegypti. Além disso, serão passadas orientações para evitar o acúmulo de lixo ou entulho. O objetivo é reforçar que o descarte irregular de materiais e resíduos contribui para proliferação de vetores que causam doenças. Levantamento realizado neste ano também deixou a cidade em alerta para o risco de infestação do mosquito transmissor da dengue, chikungunya, zika vírus e febre amarela. Em 2019, foram registrados 20 casos autóctones da dengue (contraídos na cidade) e outros seis casos importados, em que a pessoa contraiu o vírus fora de Itajaí e foi diagnosticada aqui no município. A febre amarela é uma doença grave que circula no Estado, mas que possui prevenção por meio da vacinação disponível nas unidades de saúde. Itajaí, inclusive, tem intensificado a aplicação da vacina nos moradores da área rural e próximos de matas.

Projeto de lei recompõe quadro de fiscalização em Itajaí e projeta economia de R$ 4,6 milhões ao ano Reestruturação de carreiras garantirá eficiência nos serviços das secretarias de Fazenda e Desenvolvimento Urbano e Habitação O Município de Itajaí criou o projeto de Lei Complementar 16/2019, para recompor o quadro de fiscalização nas secretarias de Fazenda e de Desenvolvimento Urbano e Habitação. A proposta deve reestruturar a carreira dos auditores fiscais e criará os cargos de assistente tributário e assistente de controle urbano. Com os ajustes na estrutura da fiscalização, o Município prevê a contratação de 30 novos profissionais com uma economia anual de R$ 4,6 milhões. O projeto propõe maior eficiência nos trabalhos de fiscalização tributária e na aplicação dos códigos de posturas e obras em Itajaí. Com a aprovação na Câmara de Vereadores, a lei possibilita a contratação de novos profissionais com menor custo, carreira de progressões prevista para 27 anos de duração e de acordo com a Constituição Federal. Também cria dois cargos de assistentes com caráter técnico, intermediário e com vencimentos inferiores para auxiliar na fiscalização. A estimativa é, ao criar as novas vagas para servidores efetivos em nova estrutura funcional, economizar mais de R$ 10 milhões anuais nos próximos 10 anos. Na projeção em 20 anos, a economia permanece na casa de R$ 10 milhões. Além disso, a projeção não considera os ganhos de receita do Município de Itajaí com a melhor eficiência de fiscalização. Segundo projeções da Secretaria da Fazenda, os novos profissionais podem gerar

até R$ 3 milhões em receitas por mês. Hoje, mais de 15 mil processos aguardam avaliação na Secretaria Municipal de Fazenda. “O trabalho dos auditores é vital para a cidade e para nossa arrecadação. Especialmente, porque são os bons números financeiros que garantem os bons serviços púbicos para o cidadão”, afirmou o prefeito Volnei Morastoni. “Essa reestruturação faz parte de todo o nosso esforço em conduzir as reformas no Município de Itajaí”, concluiu. O que muda: • Com a reestruturação, os auditores fiscais terão um salário inicial 40,7% menor. Os novos servidores passam a receber R$ 7,5 mil – em valores o montante é R$ 5,9 mil a menos do que o salário base atual. A progressão salarial da carreira passa de quatro níveis em nove anos para nove níveis em 27 anos. O teto do salário base permanece em R$ 23 mil. • A proposta gera economia sem ferir o princípio da isonomia ao igualar a categoria nas duas carreiras funcionais. • Os novos cargos de assistente tributário e de assistente de controle urbano trabalharão para auxiliar os auditores fiscais. Com salário inicial de R$ 5,2 mil, as funções têm caráter técnico intermediário. O objetivo é fiscalizar os impostos municipais e a aplicação dos códigos de posturas e de obras. Divulgação

Até que enfim: obras da Rodovia Antônio Heil recomeçam na próxima semana no Vale do Itajaí Foi definido na última segunda-feira (8), em reunião entre técnicos da Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE) e da empreiteira Compasa, retomada dos trabalhos de duplicação da Rodovia Antônio Heil, a partir da próxima semana. A empresa integrava, juntamente com a Triunfo, o consórcio original para as obras. Segundo o governo do estado, o consórcio se comprometeu ainda a apresentar até hoje (12) o

cronograma de trabalho e a mobilizar a equipe nos próximos dias. A alternativa foi a escolhida pela Secretaria porque permite a utilização dos recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), como era previsto inicialmente. Em caso de nova licitação, seria necessário também um novo financiamento. A Compasa assumiu os trabalhos com a saída da Triunfo, que liderava o consórcio.


6

Geral

Ano XXIII - edição 907 - 12 de jujho de 2019

WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

Cartilha “Juba no Mundo Encanado” ajuda crianças a compreenderem como funciona o sistema de saneamento

10ª Cãominhada será neste fim de semana em Balneário Camboriú

Uma cartilha especialmente criada para as crianças entenderem como funciona o sistema de saneamento acaba de ser lançada oficialmente pela Águas de Penha. O material didático passa a ser entregue no último encontro do programa Saúde Nota 10, que a concessionária desenvolve junto à estudantes do 3º ao 5º ano de escolas da cidade. “Juba no Mundo Encanado” traz a mascote da concessionária, uma baleia, como personagem principal do enredo que explica sobre os recursos hídricos de Penha

Marcha canina que tem o objetivo de conscientizar a população sobre os direitos dos animais, a 10ª Cãominhada ocorrerá neste sábado (13), a partir das 9h, na Praça Almirante Tamandaré, em Balneário Camboriú. A trajetória da marcha teve ajustes e partirá às 10h da Rua 51, passará pela Rua 55, Avenida da Lagoa, Rua 701, Avenida Brasil, Rua 51, com retorno à Pra-

e região, sobre a Estação de Tratamento de Água (ETA) e todo o caminho que a água faz desde a captação até a casas dos moradores. O material didático traz informações sobre a distribuição dos recursos hídricos no planeta, no Brasil e na cidade de Penha, além de dicas sobre como limpar a caixa d’água. Atividades e jogos temáticos complementam o conteúdo. A cartilha foi apresentada oficialmente à secretária municipal de Educação, Suselli Berenisse Anacleto, que elogiou a iniciativa da Águas de Penha.

Programação cultural tem atrações gratuitas nesse fim de semana Confira os eventos de sexta-feira (10) a domingo (14) no município

PUBLICAÇÕES LEGAIS E EDITAIS Faça sua cotação.

Marcos Porto

Grupo de Escoteiro Padre Pedro Baron realiza feijoada neste domingo em Itajaí O grupo de escoteiros Padre Pedro Baron realiza neste domingo (14), a partir das 11h30, uma feijoada para arrecadar finanças para melhoria da sede. Hoje o grupo atende quase 100 crianças e adolescentes no método educativo escoteiro. A feijoada acontece na rua Ver. Abílio Otávio do Canto, 355, bairro Ressacada, em Itajaí. O valor do ingresso é R$30,00. Leve seus talheres!

ça Almirante Tamandaré. As inscrições para a participação da marcha são feitas no dia, uma hora antes do evento. Os pets junto de seus donos encontram-se no ponto de partida combinado e caminham no trajeto já designado pelos organizadores até o ponto final, onde há atrações e estandes dos apoiadores.

A programação cultural deste fim de semana traz atrações para todos os públicos e opções com entrada gratuita. Os eventos acontecem no Mercado Público, Espaço Cultural do Mercado do Peixe, Itajaí Criativa – Residência Artística e Museu Histórico de Itajaí. O Museu Histórico de Itajaí recebe na sexta-feira (12) mais uma edição do projeto Música no Museu com o Coro Vozes do Vale. A apresentação é gratuita e aberta ao público. O concerto começa às 20h no Salão Nobre Rui Barbosa e conta com um repertório de música erudita, com solistas e coro a quatro vozes sob a regência do maestro Nilton Silva. O tradicional Encontro Mercado acontece no sábado (13) com a banda Rollmops, às 12h. O evento ocorre

no Mercado Público de Itajaí, é gratuito e aberto à comunidade. Também no sábado, a partir das 11h, haverá o lançamento do livro “Tábua de Marés” no Espaço Cultural do Mercado Municipal do Peixe. O evento é uma homenagem ao Dia do Pescador e contará declamações e perfomances artísticas. No sábado (13) e domingo (14), os alunos do curso “Prática de Montagem”, da Téspis Cia de Teatro, apresentam o espetáculo “Tentativas Contra a Vida Dela”. A peça é resultado de quatro meses de estudo e aprofundamento na pesquisa teatral de nove atores. O espetáculo acontece na Itajaí Criativa - Residência Artística, a partir das 20h. A entrada é gratuita e os ingressos serão distribuídos com 1 hora de antecedência no local.


Social

Ano XXIII - edição 907 - 12 de julho de 2019

WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

Neide Uriarte

7

neidefestas@matrix.com.br (47)9977.2390 Neide Pasold Uriarte

Festa do aniversário de 70 anos de Gilda Maria Reiser

No último sábado, dia 06 de julho, estivemos na festa em comemoração aos 70 anos de vida da amiga e vizinha Gilda Maria Reiser. A festa estava especial como ela, linda, animada e cheia de surpresas. Presença de toda família, que era o que ela mais desejava: reunir familiares de todas as gerações! A festa foi realizada no Bistrô Itamirim e foi inesquecível!

Aniversário de casamento Zilda e Cizo Dalçóquio

Dedico a Coluna desta semana ao querido casal de amigos Zilda e Cizo Dalçóquio que, no último dia 10 de julho, celebraram suas Bodas de Azeviche - 43 anos de casamento. O azeviche é a representação ideal dos 43 anos de casamento, porque diversas fases marcam o amadurecimento completo do material. Quanto mais próximo um casal estiver de Deus, mais próximos estarão um do outro! Parabéns ao casal, filhos, nora, genros e netos! Que Deus abençoe e proteja sempre está linda família!

Festa da Lol: comemoração do 5º aniversário de Antônia Bellini Coelho

Beijinhos especiais à linda e meiga Antônia Bellini Coelha, filha dos amigos Monique Macedo Bellini Coelho e Carlos Coelho. Ela completou 5 anos e comemorou junto com a família e amigos numa linda festa da boneca Lol, realizada no Buffet Infantil Vini Niki.


8

Esportes

Ano XXIII - edição 907 - 12 de jujho de 2019

WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

CBDU

Atleta de Itajaí conquista bronze no Mundial Universitário de Atletismo, na Itália

Itajaí Sailing Team pronto para a 46ª Semana de Vela de Ilhabela O veleiro do Itajaí Sailing Team – um Soto 40, considerado um dos mais rápidos da classe Oceano – já está em Ilhabela para participar da mais importante disputa de vela da América Latina. O barco partiu da Marina Itajaí na tarde de segunda-feira (8), por volta das 16h, e chegou à cidade paulista após 38 horas de navegação, às 6h desta quarta-feira (10). A Semana Internacional de Vela de

Ilhabela 2019 na sua versão de oceano será de 13 a 20 de julho. A organização espera receber mais de 300 velejadores brasileiros e internacionais para os quatro dias de competição. O desfile de abertura está programado para o domingo (14), poucas horas antes da primeira prova. A regata Alcatrazes por Boreste Marinha do Brasil abre o calendário, com regatas de percurso longo, médio e barla-sota (entre boias).

Rodrigo Pereira do Nascimento, atleta de Itajaí, conquistou a medalha de bronze na 30ª edição do Mundial Universitário de Atletismo, realizada em Nápoles, na Itália, na última terça-feira (9). O velocista cravou o tempo de 10s32. O ouro ficou com o brasileiro Paulo André, que fez o tempo de 10s09. O atleta nascido em Santo André é um dos companheiros de Rodrigo na equipe campeão mundial no revezamento dos 4x100.

Profile for Editora Bittencourt

Jornal dos Bairros - 11 Julho 2019  

Jornal dos Bairros - 11 Julho 2019

Jornal dos Bairros - 11 Julho 2019  

Jornal dos Bairros - 11 Julho 2019

Profile for bteditora
Advertisement