Page 1

Feito para todas as classes

Moradores estão se virando como pode durante a greve da Coletivo Página 5

Itajaí, 12 de maio de 2017 | Ano XXI | N° 824

Entrevista exclusiva com Thiago Morastoni, líder do governo na Câmara Página 2

Prefeitura promete zerar fila da saúde em 4 meses

Ressonância magnética, tomografia, ultrassonografia, endoscopia e colonoscopia estão entre os procedimentos que serão realizados pelo município. Página 6


Opinião

2

Ano XXI - edição 824 - 12 de maio de 2017

WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

POLÍTICA

RAFFAEL DO PRADO

Entrevista com Thiago Morastoni, líder do governo na Câmara de Itajaí Davi Spuldaro / CVI

V

:: Erros e acertos

A empresa de transporte público de Itajaí, a Coletivo, é um calo no sapato do itajaiense e dos prefeitos que passaram pelo comando da cidade nos últimos 40 anos. Greves, má gestão, ônibus precários e um serviço muito aquém das tarifas exorbitantes pagas pela população. O prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni (PMDB), agiu rápido assim que os funcionários da empresa anunciaram a greve por falta de pagamento de salários. A empresa persiste no erro em querer manter os lucros da família que a gere em detrimento da sociedade.

:: Pedinchos

A visita do vice-governador de Santa Catarina, Eduardo Pinho Moreira, a Itajaí no último dia 8, para a visitação à draga chinesa Xin Hai Niu, contou a presença de políticos de cidades vizinhas. Prefeitos, vices e vereadores cercaram Pinho Moreira em busca de ajuda financeira para os municípios. Um deles foi o prefeito de Penha, Aquiles da Costa (PMDB). A cidade foi atingida por uma forte chuva no dia 3 maio e diversas casas e ruas ficaram alagadas. Aquiles aproveitou a visita de Pinho para pedir o apoio do vice-governador na busca por recursos na área de defesa civil. “Devido a própria condição financeira da cidade, os recursos que precisamos para reestruturar a rede de captação pluvial do município vão precisar em muito vir do governo federal e do estadual. É bom saber que temos essa porta aberta em Florianópolis”, comentou Aquiles.

:: Ficha limpa

O vereador Robison Coelho (PSDB), de Itajaí, protocolou na Câmara o projeto de lei “Ficha Limpa Municipal”. Se a proposta for aprovada, os indicados políticos terão que preencher uma série de requisitos para comprovar sua idoneidade para assumir cargos comissionados. O projeto está baseado na Lei Complementar 135 de 2010, também conhecida como Lei da Ficha Limpa, que enquadrou políticos condenados pela justiça, impedindo-os de concorrer às eleições. • Divulgação

ereador mais votado nas últimas eleições, Thiago Morastoni (PMDB) tem cumprido papel importante na Câmara de Vereadores de Itajaí. O atual líder do governo abraçou a meta de formar uma base sólida e eficaz para fortalecer a relação entre Executivo e Legislativo. Um trabalho que vem desempenhando com êxito e que renderá bons frutos para os munícipes. Contudo, o poder de articulação desse líder nato vai além dos limites municipais, atingindo esferas que vinham sendo pouco alcançadas nos últimos tempos. A boa relação de Thiago Morastoni com lideranças estaduais e federais deve garantir nos próximos anos um olhar mais sensível para as demandas de Itajaí e toda a região. Algumas dessas demandas, inclusive, já estão em pauta. Enquanto desempenha tais tarefas, o vereador é ainda presidente do conselho consultivo da Itajaí Participações. Tem sido também um dos parlamentares mais atuantes na Câmara. Seu gabinete praticamente não para e Thiago Morastoni segue recebendo solicitações da população diariamente, todas prontamente encaminhadas em busca de soluções. Thiago, como você avalia esses primeiros cinco meses como líder do governo na Câmara de Vereadores? Ser líder de governo, especialmente sendo filho do prefeito, é uma tarefa árdua, mas que tenho desempenhado com muito comprometimento. O líder do governo é o vereador diretamente responsável por fazer essa ponte entre o Legislativo municipal e o Executivo. Me comprometi a fazer isto desde a eleição e acredito que venho realizando a contento desde então, fortalecendo a relação entre a Câmara de Vereadores e a Prefeitura Municipal de Itajaí. Entendo que o desfio inicial é formar uma base de governo sólida e eficaz. Essa base fica clara e visivelmente comprometida com os desafios da cidade dia após dia. Você tem participado de maneira efetiva das reuniões na prefeitura. De que forma essa sua ligação com o Executivo pode

Expediente

ajudar a população nas demandas dentro da Câmara? Nosso trabalho junto ao Executivo começou ainda no ano passado durante a transição de governo. Auxiliamos nesse processo para também entender de que maneiras seria possível atuar junto da prefeitura em prol da população. Essa atuação próxima permite que eu consiga levar diretamente às secretarias competentes várias demandas que são encaminhadas ao meu gabinete. Também conseguimos responder de forma mais célere questionamentos da população e dos demais vereadores por conta dessa proximidade. A empresa Coletivo deixou a população na mão mais uma vez. O prefeito Volnei agiu rápido e fez a parceria com vans, micro-ônibus e táxis, sem deixar a população na mão. Você acredita que ainda há esperança de que a Coletivo venha a prestar um serviço decente na cidade? O planejamento do Executivo foi muito importante para que a paralisação não impactasse de forma drástica a rotina dos itajaienses. Diante do indicativo de greve, nos reunimos durante todo o fim de semana anterior para justamente estudar que medidas poderiam ser tomadas. Tanto a liberação de táxis e vans para atuarem como lotação dentro da cidade, quanto o incentivo à carona solidária foram fundamentais para que os munícipes pudessem continuar circulando com tranquilidade. O prefeito Volnei Morastoni também solicitou à Estapar a interrupção da cobrança de zona azul até que a situação se normalize. A condição da empresa Coletivo

Itajaí se arrasta como um problema para o município há anos. Agora, infelizmente, chegou ao seu ápice com a interrupção dos serviços no município. Não podemos ficar à mercê desse tipo de conjuntura. Por isso o município vem realizando uma série de fiscalizações e autuações pelo descumprimento dos termos do contrato por parte da Coletivo. Essas ações darão embasamento jurídico para o município possa atuar e abrir uma nova licitação para contratação do serviço. Assim o problema do transporte público terá uma solução definitiva. O que você poderia destacar de ações de seu mandato como vereador? Tenho me esforçado bastante para estreitar laços com os governos. Quando digo isso não me refiro somente ao governo municipal, mas também ao estadual e federal. Tenho atuado na articulação para trazer investimentos importantes para nossa cidade. Participei ativamente das tratativas que enfim resultaram na aprovação de uma nova interseção entre a BR 101 e a rodovia Antonio Heil. Estamos a um passo para que o Distrito de Inovação de Itajaí se torne realidade, também graças a essa articulação com o governo estadual. Também tenho atuado junto ao governo federal e seus representantes, solicitando ações e investimentos para nosso município e região. Na Câmara, presido a Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final; bem como a Comissão de Finanças e Orçamento; além de ser membro da Comissão de Segurança Pública e Defesa Civil.•

Diretor: Carlos Bittencourt | carlos@bteditora.com.br Edição: Raffael do Prado Reportagem: Joca Baggio | jornalismo@jornaldosbairros.tv Redação: 3344.8607 Diagramação: Solange Alves | solange@bteditora.com.br O Jornal do Bairros é uma publicação da empresa Letras Editora Ltda. (ME), com sede na Rua Anita Garibaldi, 425 Centro – Itajaí –SC. CNPJ: 03.334.705/0001-33 Telefone: (47) 3344.8600 Site: www.jornaldosbairros.tv

Colaboradora: Neide Uriarte Departamento Comercial: (47) 3344.8600 Circulação: Itajaí, Balneário Camboriú, Navegantes e região. Fale conosco: Sugestão de temas, opiniões ou dúvidas: carlos@bteditora.com.br | jornalismo@jornaldosbairros.tv

O Jornal dos Bairros não se responsabiliza pelos artigos assinados pelos seus colaboradores ou de matérias oriundas de assessorias de imprensa de órgãos oficiais ou empresas particulares.

Jornal filiado à Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina Rua Adolfo Melo, 38, Sala 901, Centro, Florianópolis, CEP 88.015-090 Fone (48) 3029.7001 e-mail: adjorisc@adjorisc.com.br


Geral

Ano XXI - edição 824 - 12 de maio de 2017

WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

Será por sorteio a definição das embarcações para a safra da tainha deste ano

3

ECONOMIA

Armadores terão que fazer a inscrição entre os dias 15 e 16 de maio DIVULGAÇÃO

:: Dia histórico para a atividade portuária em Itajaí

Para participar do sorteio, embarcações têm que aderir ao Preps

U

ma das coisas que o setor portuário temia vai acontecer. Será por sorteio a escolha das embarcações que receberão as licenças para a captura da tainha neste ano. A decisão é do departamento de Registro, Monitoramento e Controle da Aquicultura e Pesca do Ministério da Agricultura (Mapa) do Ministério do Meio Ambiente (MMA) e do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC). A portaria estabelecendo os critérios e procedimentos para a escolha foi publicada nesta quarta-feira, 10, no Diário Oficial da União. De acordo com as regras, o sorteio para a seleção das 32 embarcações da modalidade do cerco da região Sudeste/ Sul será realizado no dia 24 deste mês, às 10h no auditório do Ministério da Agricultura, em Brasília, e será transmitido ao vivo no Facebook. Para participar do sorteio, os armadores precisam fazer a inscrição por meio de um formulário eletrônico no site do Mapa. As inscrições para participar do sorteio das embarcações de cerco abrem às 8h do dia 15 de maio e podem ser feitas até às 23h59min do dia 16 de maio. Conforme a portaria, para integrar o processo de sorteio, as embarcações devem seguir alguns critérios, como por exemplo, estar devidamente aderidas Programa Nacional de Rastreamento de Embarcações Pesqueiras por Satélite (Preps) e com o equipamento de monitoramento funcionando.

Falta embasamento científico O principal problema é que apenas 32 das 171 embarcações equipadas para essa atividade receberão a licença para capturar a espécie, ou seja, a pesca será liberada apenas para apenas 19% dos armadores que pescam a tainha. A redução gradativa que vem ocorrendo no número de liberações para a captura da tainha é devido ao Plano de Gestão da Espécie, previsto em portaria interministerial dos ministérios da Pesca e Aquicultura e do Meio Ambiente, que prevê a captura da espécie de forma ordenada. Em 2015 foram expedidas 50 licenças. Número que passou para 42 na temporada passada e caiu para 32 em 2017. No entanto, o que revolta o setor é que não existem estudos do comportamento da espécie que fundamentes essa resolução. Então, pela falta de embasamento científico, o governo aplica a redução anual contínua de 20% no número de embarcações prevista na portaria.•

Cadastramento biométrico prossegue até dezembro O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) começou em abril e prossegue até 17 de dezembro o cadastramento biométrico dos eleitores em Itajaí e Balneário Camboriú. Para fazer o cadastro o eleitor precisa procurar o cartório eleitoral com documento de

identidade com foto e comprovante de residência recente - três meses ou menos. O procedimento é gratuito e o atendimento é realizado por meio de agendamento através do site do TER/SC, que espera recadastrar mais de 144 mil eleitores nos dois muni-

cípios. Pessoas com idade igual ou superior a 70 anos somente precisam comparecer caso queiram continuar votando. Já as pessoas com algum tipo de deficiência ou cuja situação pessoal implique extrema dificuldade para o exercício do voto, podem solicitar ao Juiz Eleitoral a “certidão de quitação eleitoral por tempo indeterminado”. Essa certidão impedirá que o título seja cancelado (seja por não comparecimento no cadastramento biométrico, seja por não comparecimento em eleições). O pedido deve ser protocolado junto ao cartório eleitoral pelo eleitor ou por seu representante. •

A quinta-feira, 11, deve entrar para a história do Porto de Itajaí, pois duas grandes pendências travadas no governo federal, que impedem o desenvolvimento e puxam pra baixo o desempenho da atividade, parecem que começam a ser solucionadas. A primeira foi a assinatura pelo ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Mauricio Quintella Lessa, da autorização para a liberação de R$ 23 milhões para a conclusão das obras de reforço e realinhamento do berço 3 e ensaios para estudos de viabilidade da obra do berço 4. Com isso a Porto de Itajaí passará a contar com mais um berço operacional em curto espaço de tempo. O berço 3 está com mais de 90% das obras concluídas. Já no berço 4 foram encontrados escombros remanescentes das enchentes de 1983, o que impossibilita a perfuração para cravação de estacas para o novo cais. Diante disso, as obras do berço 3 serão concluídas e será realizado um minucioso estudo, com ensaios de perfuração das lajes, para que aí deja elaborado um novo orçamento e a aditivação do contrato ou, dependendo do valor, uma nova licitação.

:: Permanência da APM Terminal no Porto de Itajaí mais próxima de se tornar realidade A segunda grande notícia foi publicação do Decreto 9.048 no Diário Oficial da União (DOU) de 11 de maio, com as novas regras para contratos portuários que ampliam de 25 para 35 anos os prazos de concessão e arrendamentos, deve dar respaldo jurídico à ampliação do prazo de arrendamento do terminal de contêineres (Tecom) do Porto de Itajaí à global APM Terminals. A decisão é crucial para o desenvolvimento da atividade portuária em Itajaí. Caso seja estendido o prazo, a empresa arrendatária do Tecon instalado à margem direita do Rio Itajaí-Açu promete investimentos imediatos de R$ 175 milhões no terminal, mais R$ 200 milhões a médio prazo. Já o Porto de Itajaí pede que a extensão do contrato seja viabilizada para um período que comportem investimentos de até R$ 1 bilhão na cadeia logística.

:: APMT comemora o fim da insegurança jurídica Para a APM Terminals Itajaí o decreto põe fim a insegurança jurídica que vinha impedindo a Agência Nacional dos Transportes Aquaviários (Antaq), que é a agência regulatória do setor, se posicionar a favor do pedido de expansão do arrendamento e de reequilíbrio financeiro do contrato, que tramita no governo federal há cerca de cinco anos. Outro ponto que gera boas expectativas com relação a solução do impasse é que, segundo o superintendente da APM Terminals, Ricardo Arten, é que o contrato da empresa em Itajaí está totalmente dentro do que prevê a decreto, ou seja, atende todos os quesitos impostos para a sua renovação. Segundo Arten, trata-se de um grande passo para a modernização e a desburocratização do marco regulatório dos portos.

:: Entenda o Decreto 9.048 O decreto tem o objetivo de estimular as agências reguladoras ou entidades competentes a incorporar novas tecnologias, serviços e até investimentos nos contratos prorrogados ou relicitados, além de, na avaliação do governo, dar mais eficiência aos contratos e “ânimo” aos investimentos para evitar que fiquem paralisados. A principal mudança será no prazo dos contratos de concessão e arrendamento, que passará de até 25 anos renováveis uma única vez pelo mesmo período para 35 anos prorrogáveis várias vezes até o limite 70 anos. A regra valerá para os futuros contratos e para os contratos atuais que tenham sido firmados sob a primeira lei do setor, a Lei de Modernização dos Portos, de 1993. Portanto, quem assinou os contratos antes desse ano, não será contemplado pelas novas regras. A renovação dos contratos também poderá ter o prazo adaptado, desde que as concessionárias façam investimentos novos como contrapartida. A expectativa das empresas é que, com as mudanças, tenham garantia de mais tempo de concessão e, com isso, mais segurança para investir.•


4 WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

Geral

Ano XXI - edição 824 - 12 de maio de 2017

Draga chinesa é apresentada em Itajaí

A

Embarcação é responsável por restabelecer os 14 metros de profundidade do Rio Itajaí-Açu

draga chinesa Xin Hai Niu ancorou na manhã do último dia 8 no Píer Turístico de Itajaí Guilherme Asseburg, ocasião em que foi apresentada à imprensa e lideranças políticas e empresariais. No entanto, os trabalhos iniciaram efetivamente no dia 27 de abril e atualmente estão concentrados na bacia de evolução, com 750 metros de extensão e 400 metros de largura. É de 120 dias o prazo previsto no projeto executivo apresentado pela DTA Engenharia à Superintendência do Porto de Itajaí para a conclusão dos serviços de dragagem dos canais interno e externo e bacia de evolução do Complexo Portuário do Itajaí. A draga irá desassorear o canal do Rio Itajaí-Açu para restabelecer a profundidade de 14 metros prejudicada desde setembro de 2015 devido às fortes chuvas no período. A dragagem ocorrerá nos próximos quatro meses e está orçada em R$ 38.811.334,37, em recursos liberados em janeiro pelo Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil em compromisso assumido pelo Ministro Maurício Quintella em visita ao Porto de Itajaí. Serão dragados cerca de quatro milhões de metros cúbicos de sedimentos para que se recuperem os 14 metros de profundidade no rio. Os trabalhos afetam diretamente a atracação de navios no Complexo Portuário de Itajaí ao possibilitar que os cargueiros que já atracam transportem maior volume de carga, além da atracação de navios de maior

porte. A obra também beneficia na prevenção de cheias, já que a foz do Rio Itajaí-Açu é o responsável pela vazão das águas em toda bacia. “Estamos esperando desde setembro e outubro de 2015 para dispor dessa dragagem de recuperação. Ela é de vital importância para todo o nosso complexo, de nosso Porto Público e para os demais terminais”, destaca o prefeito Volnei Morastoni. “E ainda precisamos garantir junto às esferas federal e estadual uma draga de manutenção da profundidade e outra que estenda os trabalhos até os terminais na extensão do rio.”, completa. O vice-governador de Santa Catarina Eduardo Moreira avalia a importância da dragagem em virtude do potencial do município. “Itajaí é hoje um dos carros que puxa o desenvolvimento de nosso estado”. Para o superintendente do Porto de Itajaí, engenheiro Marcelo Werner Salles a dragagem visa “garantir a condição de operacionalidade de nosso porto como continuidade e garantia de nossa competitividade”. O engenheiro Pedro Gabriel Villaça, da DTA Engenharia, diz que a obra é de suma importância para a infraestrutura nacional. A draga Xin Hai Niu pertence a empresa China Communications Construction Company Limited CCCC Shangai Dredging Co. Ltda, contratada pela DTA Engenharia, empresa responsável pelo contrato com o Governo Federal. A embarcação possui 134,4 metros

Via portuária de Navegantes recebe manutenção da secretaria de obras A Via Portuária de Navegantes é uma das principais vias de acesso à região central do município e também uma das mais movi-

mentadas. No local há espaço para os caminhões que entram e saem da Portonave, pros veículos de trabalho e passeio, ciclovia

RAFFAEL DO PRADO

Serão dragados cerca de quatro milhões de metros cúbicos de sedimentos

de comprimento, 28 metros de largura e 6,5 metros de calado e foi construída em 2009.

Cronograma da obra

Marcelo Salles informa que após restabelecia a profundidade de 14 metros DNH na bacia de evolução, ao trabalhos serão concentrados no canal interno - com o comprimento 3,2 mil metros e largura entre 120 metros e 150 metros - para, posteriormente, seguirem para o canal externo, que tem a extensão de 3,97 mil metros e, largura de 120 metros. Segundo Salles, após a execução destas três etapas ainda será feita uma limpeza final, para garantir o restabelecimen-

bem sinalizada para os ciclistas e calçadas com acessibilidade para os pedestres. E para manter todo esse cenário bem conservado e acessível, a Secretaria de Obras e Serviços Municipais de Navegantes está realizando um grande mutirão de limpeza em toda a extensão da Via Portuária. No local as equipes trabalham no ajardinamento dos canteiros, trevos e rótulas, no recolhimento de lixos e entulhos, além da capinação e limpeza dos acostamentos.•

to dos parâmetros operacionais dos acessos, que com profundidades limitadas desde 2015, geram prejuízos milionários para a atividade portuária. Em paralelo aos trabalhos do equipamento Xin Hai Niu, a draga Catarina, adquirida pela Construtora Triunfo para executar os serviços de manutenção das profundidades dos acessos ao Complexo Portuário, continua em operação na Foz do Itajaí-Açu. Porém, agora contratada pelo governo do estado para os serviços de dragagem da área do Saco da Fazenda, que vai abrigar a nova bacia de evolução, que após a conclusão da primeira etapa das obras poderá ope-

rar navios de até 336 metros de comprimento. A Catarina cumpre contrato de manutenção das profundidades dos acessos. Porém, com as operações do equipamento Xin Hai Niu, os trabalhos são desnecessários. Essa dispensa temporária representa para a Superintendência do Porto de Itajaí uma economia de aproximadamente R$ 2,4 milhões por mês, ou seja, quase R$ 10 milhões durante os 120 dias em que a DTA Engenharia executa o contrato para o qual ganhou a licitação. Valor que tende a reduzir significativamente o déficit financeiro da autarquia municipal responsável pela gestão do Porto de Itajaí.•

Começam as inscrições do Concurso “Olhares Turísticos de Itajaí” Itajaí oferece paisagens lindas para os amantes da fotografia. E para homenagear esses moradores que apreciam fotografar a cidade, a Secretaria de Turismo está organizando um concurso fotográfico para moradores de Itajaí e região com o tema “Olhares Turísticos de Itajaí”. As fotos podem ser tiradas com telefone celular, tablet e câmera fotográfica seguindo duas modalidades: cotidiano e lugares. As inscrições começam nesta terça-feira (09) e podem ser feitas até 25 de maio. O concurso tem o objetivo de valorizar o olhar da comunidade em relação aos pontos turísticos de Itajaí, como cada pessoa enxerga e valoriza a cidade, além de incentivar a arte da fotografia. Para participar o cidadão deverá escolher uma categoria (celular e tablet ou câmera fotográfica) e enviar no máximo três fotos dentro do tema escolhido (cotidiano ou lugares) acompanhado de ficha de inscrição para o email: olharesturisticosdei-

tajai@gmail.com ou diretamente na Secretaria de Turismo, localizada na rua Ru: Antonio Caetano, 105, das 8h às 12h e das 14h às 18h. Se o candidato quiser participar de duas categorias e/ou duas modalidades deverá enviar a ficha de inscrição separadamente com o nome da categoria e o tema escolhido. Cada inscrito poderá participar com até seis fotografias com o tema cotidiano e seis fotografias com o tema lugares. As fotos deverão conter no mínimo 5MP (megapixels) e obrigatoriamente estar em formato JPEG. Os vencedores serão escolhidos no dia 26 de maio. Ao todo serão doze ganhadores de um workshop com o fotógrafo Marcelo Sokal. Após a divulgação do resultado, as fotos vencedoras serão expostas no átrio da Prefeitura juntamente com vinte obras do fotógrafo. O concurso e a exposição fazem parte do cronograma das comemorações do aniversário de Itajaí.•


Ano XXI - edição 824 - 12 de maio de 2017

Geral WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

5

Moradores se viram como podem durante a greve da Coletivo

A

dona de casa Camila Cândido, 21 anos, mora no Bairro Cordeiros e está passando um cortado para se deslocar pela cidade desde que cobradores e motorista da empresa Coletivo anunciaram a greve, segunda-feira (8). Sempre que precisar ir ao posto de saúde do bairro, Camila usa o ônibus. Quarta-feira, no entanto, depois que a filha ficou com 39 graus de febre, Camila teve que descolar de bicicleta, no frio, com a menina doente. “É ruim para a gente essa situação. Eu sei que a prefeitura deu um jeito com os táxis e ônibus. Ajuda muito, mas como eu não moro em uma rua principal, não tive essa facilidade”, falou. A situação de Camila é muito parecida com a de outros usuários do transporte público coletivo. A empresa que fornece o serviço em Itajaí, a Coletivo, pagou só a metade dos salários dos funcionários. Insatisfeitos com a decisão, os trabalhadores resolveram cruzar os braços. Para piorar a situação, a Coletivo anunciou que pagará a outra parte da remuneração somente no dia 18.

Prefeitura criou plano emergencial com táxis, vans e micro-ônibus O desempregado Milton Nogueira, 60, estava no ponto do Itaú quarta-feira, perto do meio-dia. Sem emprego e sem aposentadoria, Milton estava rodando Itajaí atrás de trabalho. “Eu já perdi mais de duas horas aqui nesse ponto. Para onde eu preciso ir não tem van e nem ônibus”, reclamou. A técnica em enfermagem Gaziele Lopes, 29, ainda não se adaptou à falta de ônibus. Ela tem um horário rígido para entrar no serviço e terça e quarta entrou quase uma hora atrasada. “Meu chefe sabe que está tendo greve, mas não quero chegar tarde todos os dias. Ontem eu peguei carona com uma vizinha, mas não é sempre que terei essa ajuda”, diz. Para que a população não ficasse na mão, o prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni, colocou em prática um plano emergencial com o cadastramento de veículos de fretamento interessados em auxiliar no transporte dos moradores. O serviço escolar privado e de fretamento estão funcionando nos intervalos da sua operação regular diária. Já o transporte turístico poderá operar durante todo o dia. Os

RAFFAEL DO PRADO

Camila e a filha ficaram mais de uma hora esperando transporte para casa

táxis também estão à disposição durante todo o dia, sendo permitido o desligamento do taxímetro quando houver mais de dois passageiros, ao preço de R$ 4 por pessoa. Confira os itinerários no link http://migre.me/wB1vQ Os parquímetros foram desli-

gados segunda-feira, depois do meio-dia. Quem foi autuado pela Estapar depois desse dia e horário enquanto perdurar a greve, deve procurar o Procon de Itajaí para pedir o ressarcimento dos valores. As equipes da Coordenadoria

de Trânsito (Codetran) estão de plantão e dão apoio nos seguintes locais para evitar eventuais problemas em vias públicas: Prefeitura, Terminal Ressacada, Terminal Fazenda, Terminal Cordeiros, Av. Sete de Setembro e Av. Prefeito Paulo Bauer.•


Geral

6

Ano XXI - edição 824 - 12 de maio de 2017

WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

Tá na rede Jornal dos Bairros

@jornalbairros

Mutirão de exames e consultas começa na segunda-feira Ressonância magnética, tomografia, ultrassonografia, endoscopia e colonoscopia estão entre os procedimentos que serão realizados pelo município

Joana Paula Pabst Gonçalves “É o que se espera dos vereadores, que cumpram seu papel e cobrem, já que deixaram chegar nessa situação, pois há anos essa empresa não cumpre direitos básicos do consumidor, e não foi por falta de denúncias dos usuários, que foram muitas. Se vocês vereadores usassem transporte público será que se preocupariam em resolver de uma vez por todas essa situação?” Sobre “Comissão de transporte se posiciona sobre a paralisação do transporte público” Rosemar Pereira “Queremos a liberação do cartão. O povo não pode ficar pagando erros da prefeitura, Coletivo e demais vereadores” Sobre “Comissão de transporte se posiciona sobre a paralisação do transporte público” Anderson Machado Tem que cancelar esse contrato com essa empresa que não tem o mínimo de respeito com os usuários. Retiram de circulação linhas e não avisam a população. Mudam itinerários e a população que fica na mão. Sem contar esses lixos de ônibus que circulam na cidade. Lixo de empresa” Sobre “Comissão de transporte se posiciona sobre a paralisação do transporte público”

Sidney Manes “Parabéns! Certamente fará uma administração com disciplina fiscal e entregará a prefeitura enxuta” Sobre “Município de Itajaí cede veículo para transporte de alunos da Apae”

Denise Godoy “Estava muito bonito. Parabéns aos organizadores e ao prefeito, vice e secretária de Educação por mais esta conquista” Sobre “Implantada a segunda Escola Aberta em Itajaí”

Vídeo mais acessado da semana O vídeo que mostra o andamento das obras da nova bacia de evolução do Rio Itajaí foi visto por cerca de duas mil pessoas no Facebook do Jornal dos Bairros. Siga o jornal também no Instagram @jornaldosbairros.

I

tajaí, por meio da Secretaria de Saúde, assinou na manhã de quinta-feira (11) os contratos e planos operativos para dar início ao mutirão de exames e consultas especializadas. A partir de segunda-feira (15), os prestadores de serviço credenciados começarão a chamar os pacientes que estão nas filas de espera por ressonâncias magnéticas, tomografias, ultrassonografias, dopplers, endoscopias, colonoscopias, ecocardiogramas, espirometrias, além de consultas de anestesiologia e ortopedia. Atualmente, há uma demanda reprimida de mais de 26 mil procedimentos somente nessas áreas. Inicialmente, serão chamadas pessoas com maior vulnerabilidade e quadro clínico grave para fazer os exames e as consultas contratadas. A intenção da Secretaria de Saúde é finalizar em quatro meses a demanda reprimida até 2016. E, até o mês de janeiro de 2018, zerar a fila de espera do município, incluindo os procedimentos solicitados em 2017. O investimento total no mutirão é de aproximadamente R$ 5 milhões, custeados com recursos do Fundo Municipal de Saúde. Em coletiva de imprensa nesta quinta, o secretário de Saúde, Celso Luiz Dellagiustina, destacou o trabalho do Departamento de Regulação, Controle, Avaliação e Auditoria para fazer o levantamento e a atualização das filas de espera para dar início ao mutirão. “O mutirão era um compromisso do prefeito Volnei Morastoni, que com planejamento estamos conseguindo dar início hoje. Priorizamos, neste momento, exames e consultas com maior demanda da população, além das consultas com anestesiologista que vão agilizar as cirurgias eletivas oferecidas mensalmente pelo Hospital Marieta”, afirmou.

MARCOS PORTO

Inicialmente, o município priorizou exames e consultas com maior demanda, como ressonâncias, tomografias, ultrassongrafias, endoscopias, colonoscopias e consultas de ortopedia e anestesiologia

Dellagiustina também comentou sobre as ações que estão sendo feitas pelo município para evitar a formação de novas filas de espera por exames e consultas: “uma das medidas é o fortalecimento da Atenção Básica com a implantação do acolhimento e da demanda espontânea nas unidades básicas de saúde, tornando-as mais resolutivas e, após esse processo, a implantação de protocolos clínicos do Ministério da Saúde. Dessa forma, vamos melhorar a qualidade das solicitações de exames e consultas especializadas”. Exames e consultas começam a ser agendados segunda-feira A população que está aguardando na fila de espera por exames ou consultas deve esperar o contato dos prestadores de serviço contratados a partir de segunda-feira. No caso das ultrassonografias, quem fará o agendamento do exame são as unidades básicas de saúde. Inicialmente, o município priorizou exames e consultas com maior demanda, como ressonâncias, tomografias, ultrassongrafias, endoscopias, colonoscopias e consultas de ortopedia e anestesiologia. No caso das ressonâncias magnéticas, por exemplo, estão previstos 2.800 exames para os quatro primeiros meses. A previsão é fazer ainda

1.000 colonoscopias e 2.000 endoscopias nos primeiros meses do mutirão – esses exames eram feitos fora do município e têm mais de 6.000 pacientes na espera. Já em relação a tomografia, a previsão é ofertar 2.000 exames nos quatro primeiros meses. No caso das ultrassonagrafias, cuja demanda ultrapassa os 12.000 exames, o município passará a oferecer 1.800 exames mensais para a população. Hoje, todas as unidades básicas de saúde contam com pouco mais de 60 vagas mensais disponíveis para agendar seus pacientes, já que não havia prestador de serviço contratado. Com o mutirão, as cotas para realização de ultrassom serão divididas de forma proporcional à população abrangida por cada unidade. Além disso, o edital de chamamento público lançado pelo município para contratar prestadores para o mutirão continua aberto até 31 de dezembro de 2017. Restam aproximadamente 9.800 consultas especializadas para contratação, pois não houve interessados em oferecer esses serviços até o momento. Participaram da assinatura dos contratos do mutirão nesta quinta-feira os seguintes prestadores: Hospital Marieta Konder Bornhausen, Clínica São Lucas, MCI Clínica de Imagem e Clínica Felizmed.•

www.jornaldosbairros.tv


Social

Ano XXI - edição 824 - 12 de maio de 2017

WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

neidefestas@matrix.com.br

Neide Uriarte Um abraço muito especial a todas as mamães e leitoras do “Jornal dos Bairros”. Parabéns pelo “Dia das Mães”! Que Deus as abençoe e proteja sempre!

7

(47)9977.2390 Neide Pasold Uriarte

Aniversário em dose dupla: Luciano e Lucélio Ferrari

Os irmãos gêmeos Luciano e Lucélio Ferrari comemoraram aniversário no dia 4 de maio de 2017 e receberam a homenagem dos familiares e amigos. Parabéns! Feliz Aniversário! Que tenham sempre em suas vidas muito amor, paz, saúde, alegrias e prosperidade!

Almoço do Dias das Mães no Bistrô Itamirim

Cantinho da Saudade: Noemi dos Santos Cruz Nossos sinceros sentimentos de pesar aos familiares de Noemi dos Santos Cruz, que faleceu no dia 5 de maio de 2017. Um homem de grande valor, que deixou sua marca registrada, por onde andou e conquistou muitos amigos. Que Deus lhe conceda o Descanso Eterno!

QUARTA ESPECIAL

Nas quartas-feiras temos um delicioso cardápio preparado com carinho por um precinho especial! Buffet livre R$ 17, quilo R$ 28

No domingo, dia 14 de maio de 2017, o “Bistrô Itamirim” estará oferecendo almoço especial em homenagem ao “Dia das Mães”, no “Itamirim Clube de Campo”. Aberto para sócios e não sócios. Não esqueça de fazer sua reserva com Vânio Victorino ou Sílvio Vechani. Telefone: 3341-9200.


Geral

8 WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

Ano XXI - edição 824 - 12 de maio de 2017

Força Tarefa desarticula esquema ilegal de fabricação e distribuição de alimentos Produtos irregulares estavam em casa do Bairro dos Municípios DIVULGAÇÃO

A

Força Tarefa formada pela Guarda Municipal de Balneário Camboriú e policiais da Divisão de Investigação Criminal (DIC) da Polícia Civil de Santa Catarina, desarticulou nesta semana um esquema ilegal de produção e distribuição de alimentos. A operação conjunta ocorreu em uma residência, que servia como fábrica de alimentos, localizada no Bairro dos Municípios. Segundo informações do sub comandante, Luis Arlindo Borges, foram apreendidas centenas de caixas com conservas de palmito e de óleo de oliva ilegais. Funcionários e o responsável pela fábrica e residência onde estavam os produtos irregulares, foram encaminhados para a DIC para procedimentos legais. Esse é o terceiro trabalho executado pela Força Tarefa, formada pelas forças de segurança do Município, com aval e apoio do Ministério Público, para auxiliar na investigação e resolução de crimes como roubo, furto, estelionato e crimes ambientais.• Esse é o terceiro trabalho executado pela Força Tarefa

Jornal dos Bairros - 12 Maio 2017  

Jornal dos Bairros - 12 Maio 2017

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you