Page 1


Este livro é uma produção independente.


Ilustrações de Esdras Oliveira.


AVE! – O que vem primeiro? ok, ovos eu vim, você veio do pinto – Tonto! E a galinha? é melhor mudar de assunto


UVA da uva veio o vinho deuses fermentaram-no meteram-me a sede de luva veio vindo desses seres estranhos meio zonzo, pode ser de tudo um pouco debrucei meio do efeito menino deslumbrado e vĂ­vido bĂŞbado maldito Baco, e o tabaco, e o sonĂ­fero bendita hora de ver da luz da nave sair uma luva, verde mas tava longe devia ser um sonho deixaram minhas entranhas melhor eu guardar isso pra mim


U.F.A por essa, n達o esperava redonda doido? uma ova!


ORA! vai ver era polícia espacial de ronda verde? m... moda? talvez uma visita especial deve, oras tiraram férias da construção das pirâmides deuses tirariam

não diga uma coisa dessas

policial? de nave?

não força a barra!


não, eu estava bem bem mais pra lá do que pra cá admito, mas não eu sei o que eu vi – eu sei também não saio por aí cantando pescaria nem de traíra, nem de tubarão também não sei não estava por perto estava lá, brigando com a cama quando apareceu, assim brilhou na janela mais um pouco e eu estaria dormindo


profundo, no oceano de um sonho menos fantasia que essa história de E.T. onde nem a Madona e aquele sutiã dos anos oitenta com peitos de aço alienígena, luzes, tudo mais, seriam

só mais um comercial da MTV


PROPAGANDA

você! sentado aí no sofá imagine emagrecer sem sair do lugar chega um E.T. com luzes indicadoras, acabamento da nave em aço inox, faz café, almoço, janta faz suco de beterraba e botox imagine só SPA na espaçonave chega de abdominais das máquinas que prometem mundos nos comerciais


O CEGO

um cego encontrava-se sozinho atĂŠ ver uma luz


um sopro aquece enquanto o cérebro lhe diz, não, não


que difamem por aí, nem ligo não acredito em tudo que dizem estou mais preocupado com meu buraco do umbigo bebi, liguei para um amigo, ele não entendeu aí você percebe quando a coisa está furada tudo bem, se um amigo não acredita contanto que não diga “você enlouqueceu”


´

CIRCULOS vai e vem e foi pra pornografia eu sabia a gente vem do pinto quer ver? ele vai voltar


PISANDO EM OVNIS tem alguma coisa muito suja nessa história o pinto? não, são pagos pra isso elas fingem, todos sabem, e são falsos, sim agora, tem alguma coisa estranha não tá no filme, tá aqui tem a ver com o chão onde piso nada disso faz nenhum sentido essa história de palhaço, pornografia normal ver alguma coisa no céu, no pau, no peito... mas quem já viu um ovni?


CAINDO “Metereologistas afirmam que tempestade de raios foi decorrente do calor” terrívelmente esclarecedor alucinações, luz de velas, uns goles depois

ninguém acreditaria mesmo um cara sozinho e bêbado abre a janela e vê que sua árvore não está mais lá...


agora pegou pesado vou chamar o IBAMA pode ser ET ou o filho do LULA derrubar árvore é crime inafiançável mas a árvore sumiu sobrou só um buraco arregaçado como vou justificar esse absurdo será que desintegrou? o que um ET ia querer com uma árvore? o que há de querer com o homem? árvore não faz pergunta besta e ainda é verde como eles... será que precisam de oxigênio também?

logo chegará um fiscal para perguntar: - E a árvore que tava aqui? direi que morreu e ele vai completar: - E o tronco? Fez requerimento? Mandou pro juiz? e eu não vou segurar... - E o bambu? - Que bambu?


BEBO trevo, encruzilhada toda esquina tem uma pausa, para tornar treva, em cruzada da esquerda vem uma direita na cara tombar trĂ­via, enrascada desses que bebem qualquer um lembra termina mal


trova, mal cantada tão esquecida que qualquer um lembra toda esquina tem desses que bebem uma direta na cara uma pausa para

que lá ele vem é homem de bem tonho de bar tomara que eu não termine igual


PRESIDENTE sempre sorridente mesmo s茅rio como um sapo, vermelho sem veneno, mostra-se o dente fronte confiante mesmo s贸brio com o mundo no vermelho se vendendo, mostra os dentes e a gente que aguente o mundo ameno ou em desespero cai melhor com vodka ou aguardente


´

IMPAR - I’m Par Jo’ El Where’s your general? - Ih, meu! Vou te passar pra outro ramal. ô pedrão, resolve essa aqui tu fala inglês? acho que é cliente talvez coisa grande falou sério, alguma coisa de general só que eu não entendi


ERAM OS DEUSES ASTRONAUTAS? pirâmide é uma coisa maluca como

pode?


MAIAS marcas redondas concêntricas adoradas

martes estrelas distantes esferas

tudo reverbera o tempo impera sobre qualquer miragem o tamanho do espaço a gente não imagina sequer onde fica a margem o mar dos Maias não era esse e de lá vieram seres de outro mundo de suas naus desceram nas praias nuas com suas falas e armas criaram o caos não precisa ir longe pra ver um império avançando


OCULTO

eu vi num filme uma hist贸ria igual qualquer outra


discurso distrai desemprego desastre abuso atrai apego alarmante propaganda propaganda propaganda propaganda olha pra um lado e atrĂĄs vocĂŞ foi pego esconderam o elefante


PALHACOS ¸

pintados de vermelho gritando platéia de pirralhos gargalha respeitável público vai começar o espetáculo o homem das cavernas a mulher pelada a criança mal educada os alienígenas o leão e seu domador pinguins o incrível contador e muito mais!


MARQUE O X escolha scully ou a bolha puta filme ruim um chiclete assassino ainda por cima era alien


cadĂŞ o F.B.I. quando a gente precisa se fosse aqui estavam comendo pizza agente Mulder a gente vai morrer se vocĂŞ nĂŁo vier


AFUGA

uns quilômetros depois de cinquenta será que aguenta têm bafômetro na estrada todo o cuidado é pouco é melhor esperar passar o efeito com tanta cachaça na cabeça até a NASA vai sentir seu cheiro


mafômetro ninguém me pega não faço quatro nem quarenta, nem cinquenta nem bebo seu guarda


al么?

quer falar com quem?

desculpe senhor n茫o estou entendendo vou estar te passando para o meu supervisor


gente mal educada fica repetindo a mesma fala como se insistindo fizesse que a gente entenda


CADEIA de acontecimentos bizarros j谩 estou cheio o guarda veio e me mandou pro xilindr贸 sem d贸 olha que eu tinha meus direitos quero meu telefonema um advogado papel higi锚nico e me deixa longe dessa janela


SEMANA #1 só mesmo uma história de ficção pra eu ficar sozinho numa cela nessa solidão ninguém grita ninguém quer me transformar na sua puta tô fora, ainda bem, digo, preso, mas sozinho, ainda a comida é uma bosta só acho estranho ficar na delegacia vez ou outra vejo o guarda trazendo comida pergunto do time, ele conta da tia


nada


SEMANA #2 por que estou preso? transferido? pra onde, o que eu fiz?

você vai ser transferido, ele disse isso não faz sentido...

hospital psiquiátrico, você sabe demais, são as normas ele sussurou no pé do ouvido


sabia que tinha coisa errada, essa delegacia vazia, guarda trocando idĂŠia, me meti na puta enrascada, os policiais eram enlatados.


E O OVO? tô frito e tá frio me arrastaram por um corredor vazio feito presunto como vou fugir sem levar um tiro eu finjo de morto ridículo tanto que deu certo no susto do tropeço bati com a algema no meio dos ovos gemeu um urro enquanto o outro riu um pouco o suficiente para um soco que saiu de raspão, com as duas mãos,


todo torto não levei um tiro e corri feito louco quando vi já estava no meio do deserto e não fui seguido


também não entendi mas todos tem seu dia vai ver foi o meu sorte não acredito nisso tem coisa que se resolve com um bom soco e doeu imagina a cara dele eu não vi mas tenho idéia


EVEREAST e agora pra onde eu vou correr onde eu me esconderia e se fosse você perseguido por ETs disfarçados de polícia eles têm o controle da TV corre, mano, corre mas pra onde? as opções acabam e o frio vem de longe por quê não me seguiram? hum... será que eles gostam de neve?


HIMALAIA Havaí encontrar ETs de bermuda pegando onda em série

É fria

coisa maluca muito menos pensão da dona Maria vivendo de seu feijão

certamente vinte alienígenas

não tem jeito vou pro fim do mundo

vou pro topo

aí sim quero ver quem está por cima


Longe,

longe,

casa independência marte cinzas falência morte calma distância mente

longe


respira

descansa

calma

levanta

respira

calma


茅 s贸 um calo coisa da bota mesmo


S o n h o rarefeito ouvir perfeitamente no ar silĂŞncio


´

TIBETALA

ah se eu tivesse o não ter não eu nem você só o ar e a flor a fina filosofia de amar o nada


nĂŁo chego nem adianta rodei o mundo pra cair na muralha entre a chama e a navalha mas a carne ĂŠ fraca nĂŁo aguento da pedra despenco


DESESPERO espero socorro chega chuva espero tiro chega terra espírito fôlego corre um Tigre eu louco kung-fu? ah vá... e o bambu? iááá..!!!


corre como vento corre das encostas sobre o ventre da terra no vale a fera foge do fogo no fog sumo fujo do tiro me atiro em revolto mergulho...


RIO eu rijo como um tronco jorro jogo pra lรก e pra cรก entre margens entrevejo miragens como sonho molhado nรฃo estou,

apesar

afundando e afundando e afunda mais e nunca chega ao fundo

de

mergulhado


mas que histรณria de รกgua fria que nรฃo molha


acordo frio atrás de um arbusto perto do rio não acredito ainda no Brasil o sol nem nasceu e nem insisto fico imóvel pode ser um sonho continuação o vento é normal a água segue o curso até arbusto faz seu papel só eu que insisto nisso


MARGEM pra que serve parede

alĂŠm

de limitar imagem


nosso herói olha pro nada o que será que se pergunta numa hora dessas você vai fazer o quê? sai daí não é pergunta eu não sei cada um cuida da sua vida não é assim isso aqui é uma história eu já sei como seria o fim

e você?


AINDA NAO eu vou sair dessa sei que estão por perto no fim alguém vence só sair da moita e ser o mais esperto


calma ele corre desesperado pela madrugada naquele deserto mas com um plano na cabeรงa


a cidade estรก desesperada todo dia chove todo dia emerge um telefonema que nรฃo faz sentido entre tanta gente maluca dizendo que jรก o mundo acaba quem estรก no comando?


ENQUANTO ISSO NUMA LINHA SEGURA tem um maluco ligando toda hora quer falar com quem está no comando já ligou pra todo mundo, até Brasília e ninguém entende nada, falam de general, segurança aérea passaram pro senhor, vão ligar a qualquer momento


- Alô - Where’s your General? - Ora! Sou Tenente Brigadeiro, com quem falo? - I’m Par Jo’ El, General of the Warhoos. Our mission is to make a trade A trade of culture We teach you technology You may teach us something We love languages We could take some books What about poems? It’s kind of fascinating these things Of course we are in peace We think it is time To finally show ourselves And maybe we can help you with your problems - A-Alô… Desculpa, eu não entendi. É... I’m sorry. I don’t speak english Try the embassy


DIPLOMACIA esses americanos pensam que é só ligar aqui e pedir o que quiser não sou o McDonald’s não era pra secretária ser bilíngue? mais uma que vou demitir o que será que eles queriam? bom, agora isso é problema deles eu tenho mais o que fazer...


TROCA O DISCO atravesso o deserto como se fosse fácil chego em casa morto porta aberta que relaxo pensei que fosse o fim de tudo saí correndo pelo menos não levaram meus discos e meus uísques levaram a TV o que é que vou fazer? não dá pra ligar pra polícia vou tomar um banho e tentar ficar calmo


afinal essa história não faz o menor sentido desde o começo pode ter sido tudo um sonho será que um dia eu acordo e não sinto como se fosse abduzido?


...MELHOR MUDAR DE ASSUNTO e a Guerra no Xistão não? e o presidente você ouviu do cuecão? é coisa grande... e da chuva você ouviu? passou no jornal sua antena caiu? e da crise gente vamo tudo ficar pobre ortografia nova? fiquei sabendo quem se preocupa com o jeito que a gente fala? gripe do frango? essa é velha teve a do porco que depois virou um código


é...

atualidade é sempre a mesma coisa

a gente só fala do que todo mundo já sabe


GALINHOSSAURO esse papo de futuro é osso antes fosse duro mas o que te reserva osteoporose dor na coluna, veia obstruída até o tiranossauro

perdeu a corrida tirando o futuro no palito perdeu pro churrasco


o que sobra senão uma miragem no céu e uma gemada de pterodáctilo bem forte, tipo biotônico assim quem sabe a gente chega ao futuro. inteiro


O PLANO o personagem é uma montagem de um sonho que na origem desgarra do rebanho agarra então na vertigem que sentir é tudo que ele tem


UNINVERSO

nem cinco quanto mais um sentido cínico nada e nenhum são dois signos no branco um na capa e outro no verso

regresso retrógrado é o movimento semiótico de uma estrela no ciclo caótico apontamento referências de uma história em círculo que volta ao começo num átimo puro movimento do átom o


EPILOVO um homem se perde quando se vê sozinho nesse espaço todo, vazio, frio, do alto as estrelas estão piscando, sobre a grande sacada, avisando o fim da piada, confidenciando o grande segredo, se elas soubessem o final da história, andrômeda, alfa e ômega, morte e vida, linhas desenhadas no céu como sonhos se materializando em distância sem que ele perceba, tudo se perde, se ele não pega, um simples sinal, tudo seria diferente, de novo.


Este livro é dedicado aos meus amigosRR rRRaízes.

A presente obra encontra-se licenciada sob a licença Creative Commons Attribution-NoDerivs 3.0 Unported. Para visualizar uma cópia da licença, visite http://creativecommons.org/licenses/by-nd/3.0/ ou mande uma carta para: Creative Commons, 171 Second Street, Suite 300, San Francisco, California, 94105, USA.


A012345676

ovni  

quando o personagem na margem do imaginário se depara com a ação ali, maleável sólida como um sonho em queda livre sem saber de onde veio

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you