Page 1

BRUNO ÍCARO CAMPOS ARQUITETO E URBANISTA |PORTÓLIO 2019|


ÍNDICE

CURRÍCULO

04

PROJETOS DE INTERIORES PAPER MAGAZINE RACIONAL ENGENHARIA SIDEWALK APARTAMENTO MAX ARCHATON CASA MENDES APARTAMENTO ROSARINHO

08 12 16 20 24 28 32

PROJETOS DE ARQUITETURA CASA BONITO CASA IPUBI CASA JARDINS ESTAÇÃO DE TRANSPORTE FLUVIAL SEDE DO FACEBOOK RESIDÊNCIA ESTUDANTIL CREMATÓRIO SANTO AMARO VILA VERTICAL

38 40 42 44 46 48 50 52


BRUNO ÍCARO CAMPOS

GRADUAÇÃO 2008-2011 2011-2017

PÓSGRADUAÇÃO

2018-2019 (em curso)

rua conselheiro brotero, 1093 - apto 61 - santa cecília são paulo -sp +55 81 99767 4444 b.icaroarq@gmail.com

ARQUITETURA E URBANISMO Universidade de Fortaleza - UNIFOR Universidade Católica de PernambucoUNICAP LATO SENSU EM DESIGN DE INTERIORES: REPERTÓRIO PROJETUAL Fundação Armando Álvares PenteadoFAAP

Idiomas

outros interesses

Português

Artes Plásticas

Inglês

Artes Visuais Artes Performáticas

4


EXPERIÊNCIAS PROFISSIONAIS 2009 2011

2012-2014

2015

2015

2016

2017

Alessandra Gualter Arquitetura Estágio de férias que deu os primeiros contatos com a rotina de um escritório de arquitetura, canteiro de obras e relacionamento com clientes.

Divisão de Arquitetura do Ministério de Ahricultura, Pecuária e Abastecimento de Pernambuco

Estágio de férias que deu os primeiros contatos com a rotina de um escritório de arquitetura, canteiro de obras e relacionamento com clientes.

André Carício & Arquitetos

Estágio em escritório de pequeno porte cujas responsabilidades incluiam elaboração e detalhamento de projetos executivos de arquitetura residencial e de interiores.

Humberto & Analice Zirpoli Arquitetura

Estágio em escritório de médio porte que conta com mais de 40 profissionais e elabora projetos de diversas naturezas e escalas. Responsável por fazer levantamentos arquitetônicos e elaboração de projetos executivos de arquitetura e de interiores de hotéis, pousadas, restaurantes, condomínios, residências, etc. Workshop Atelier Vivo com Lula Marcondes e Michael Phillips Trabalho de design-build no Centro Histórico de Olinda- PE. Experiência que desmistificou o processo de design e construção através de aprendizado participativo e que realizou pequenas intervenções urbanas que visava resolver problemas pontuais do Alto da Sé.

Diogo Viana Arquitetos

Estágio em escritório de pequeno porte cujo foco é a elaboração de projetos de interiores comerciais a partir da ótica do visual merchandising.

Comissão Organizadora Encontro Regional de Estudantes de Arquitetura e Urbanismo Concepção de eixos temáticos e organização de encontro de estudantes com mais de 850 participantes entre estudantes, palestrantes, oficiantes e afins.

Interesses Projetuais

Softwares Projeto Arquitetônico Projeto de Interiores

Pacote Office Autocad 2D

Visual Merchandising Cenografia

Sketchup

Paisagem e patrimônio

3DMax

Projeto e planejamento Urbano

Adobe Suite

Vray

5


projetos de interiores


PAPER MAGAZINE projeto acadêmico corporativo localização complexo rochaverá-sp área 416m²

Os principais temas tratados nas publicações da revista, bem como as posturas e aspectos de sua marca e imagem (cultura pop e pop art, high fashion, super exposição e redes sociais, irreverência, digitalidade, horizontalidade e diversidade) guiaram as soluções técnico-funcionais e as especificações estético-simbólicas que resultaram em espaços integrados visualmente e fisicamente. A distribuição espacial consegue traduzir a igualdade, liberdade e diversidade presentes não só nas suas abordagens editoriais, mas também em sua estrutura empresarial. Todos os limites foram pouco ou difusamente estabelecidos a partir da integração entre espaços de diferentes funções e da adoção de divisórias fisicamente delgadas e transparentes de maneira que também remetem à superexposição nas redes sociais, onde a revista atua para cativar seu público alvo (millennials). Estas soluções fazem prevalecer a sensação de integração espacial (e social), de amplitude, de colaboração e, em certos graus, de informalidade. A essência da revista é moda, cultura pop e popart, questões que foram representadas a partie do uso

8

de cores fortes que remetem a algumas de suas mais famosas e icônicas capas. Além das cores, o enquadramento é outro recurso gráfico/estético marcante das suas capas e que foi usado como partido para diversas soluções. Em contraponto à cor marcante na estrutura dos espaços, o mobiliário possui predominância do branco, como se as cores tivessem saído dos móveis e sido rebatidas nos seus elementos divisórios. A ideia funciona como um contraponto à escolha mais tradicional dos acabemtntos em que é utilizada uma base neutra nos elementos divisórios e as cores ficam presentes apenas nos móveis ou em pequenos detalhes. Este contraponto dá o caráter não convencional de suas abordagens. Foi selecionado mobiliário de design contemporâneo, com formas mais orgânicas e desconstruídas, com a intenção de trazer questões como abstração, fluidez e volatilidade para o espaço e criar uma atmosfera que reafirma o culto ao design e cria, também, uma atmosfera digital que está entranhada na genética da revista e de seu público.


9


10


11


RACIONAL ENGENHARIA

projeto acadêmico institucional localização espaço fictício área 170m²

O desafio deste projeto era criar um ambiente institucional num espaço fictício, cujas dimensões eram 10x17m, para a empresa Racional Engenharia. Como o nome da empresa e sua atuação estão focadas na racionalidade construtiva e malhas estruturais podem remeter a essa racionalização do processo, elas foram escolhidas como elementos principais do projeto. Os materiais foram escolhidos a partir do conhecimento da história da empresa que, inicialmente, trabalhava no ramo industrial e pela sua preocupação e pioneirismo em relação à sustentabilidade. Portanto, foram escolhidos materiais óbvios relacionados a essas duas esferas e que se contrapõem: metal e madeira. Foram criadas duas malhas que representam as características dos materiais e seu desempenho e papel em relação à construção civil. O ferro foi arranjado numa malha mais aberta, retangular, de duas vezes a altura da madeira que, por sua vez, foi arranjada numa malha quadrangular.

12

Era almejada a aparência de pavilhão, inspirado nas Serpentine Galleries de Londres (galerias de arte) e os projetos que já contemplaram, devido à importância que a arte teve na história da empresa, que, em certo momento de sua existência e desenvolvimento, usou a a arte contemporânea como forma de provocação e elevação de senso estético de seus funcionários, colaboradores e parceiros como maneira de buscar inovação estética e “projetos marcantes e únicos”. O espaço foi zoneado para criar três áreas diferentes: recepção, espaço para reuniões informais e um espaço multifuncional e multimídia. Os dois primeiros são integrados e possuem, também, uma espécie de arquibancada de espera, enquanto o terceiro, apesar de ter certa integração visual com os demais, é conformado separadamente e cuja composição cria nova topografia a partir dos tablado e níveis difenretes que foram inseridos para, também, criar uma nova experiência espacial para seus usuários e visitantes.


13


14


corte transversal - palestras

corte transversal-performances/teatro 15


SIDEWALK

projeto acadêmico comercial localização shopping pátio higienópolis área 206m²

Foram ideias relacionadas ao movimento e à urbanidade, sugeridas pelo nome da marca, traduzido por “calçada”, que guiaram as soluções projetuais para a elaboração de nova identidade para a marca, não só em seus aspectos estéticos, mas, também, enquanto experiência arquitetônica/espacial fornecida aos clientes e visitantes da loja. As prerogativas da disciplina incluiam uma reestruturação do branding e do público alvo. A ideia era elevar a marca para que ela pudesse competir com outras gigantes do ramo que se encontram no mesmo local/piso. Em promenade architecturalle, de Le Corbusier, é o chamado passeio arquitetônico que proporciona ao observador a apreciação da qualidade espacial. Em entrevista sobre o projeto para o The Rolex Learning Center, a dupla Ryue Nishizawa e Kazuyo Sejima do escritório japonês SANAA explana que as pessoas se locomovem em curvas e, por isso, as formas orgânicas, fluidas e a planta livre é que representam a caminhada humana.

16

Foi definido, então, que o espaço designado para a nova loja deveria ter formas mais fluidas para permitir a movimentação natural das pessoas que o frenquentam. Para isso, foi feito um estudo formal no espaço para que ele perdesse os cantos e, com isso, as características quadrangulares. Nas extremidades, estão abrigados ambientes com caixa, estoque fechado e uma pequena sala para reuniões. Em seu centro, está a nova vitrina e o mostruário, agora integrados e cuja forma dá continuidade gerado peço novo desenho do fundo. Foi criado, ainda, um passeio, uma circulação periférica, onde estaria o estoque aberto que facilitaria a visita e experiência dos clientes, além de deixar à mostra as famosas sacolinhas da marca. Os aspectos estéticos foram definidos para lembrar o ambiente urbano, mas com linguagem minimalista, portanto, a nova vitrina possui aspectos de edificação e pequenas aberturas que lembram janelas e permite a visualização filtrada do interior da loja. As cores utilizadas foram cinza, preto e o amarelo, cores óbvias do ambiente urbano.


17


18


19


APARTAMENTO MAX

projeto acadêmico habitacional localização max haus blx panamby área 112m²

O briefing incluia um cliente do sexo masculino, solteiro, de 38 anos que possuia outras duas moradias e utilizaria o apartamento para fugir da própria realidade em momentos de férias e descanso. Seus hobbys eram todos conectados a tecnologia, velocidade e adrenalina: viciado em internet, séries, motocross, rally, etc.

Foi feita uma reinterpretação - de maneira especulatória já que é um projeto acadêmico - do layout da cabana de maneira que a tecnologia tomaria o lugar do fogo que, naquele momento histórico, era o essencial para o desenvolvimento da vida humana, como a tecnologia, de alguma maneira, é hoje.

Após questionamentos que englobavam diversos aspectos de sua personalidade, performance foi a palavra escolhida para este espaço que deveria mesclar realidades físicas e virtuais (máquinas). Era preciso, ainda, trabalhar a efemeridade que está conectada tanto à maneira que sua presença aconteceria, quanto aos seus hobby’s.

O apartamento teve todos os seus ambientes integrados, com exceção do banheiro. Quarto, sala de estar, sala de jantar, cozinha (embutida no armário) e varanda são unidos pelo elemento central e pelo painel metálico modular. Este painel cria novas aberturas para o exterior de maneira que ainda é possível manuzear as esquadrias existentes, mas que mescla visões da cidade e visões da virtualidade, pois tanto no painel quanto no elemento central, revestido em placas de aço inox. Há diversos monitores distribuídos de maneira que se fazem onipresentes.

Para isso, foi estudado a espacialidade das cabanas primitivas da idade média, visto que seus habitantes eram nômades, nas quais todas as atividades aconteciam ao redor do fogo. Eram, portanto, apenas vãos onde podia-se comer, dormir e socializar com as outras pessoas com as quais se dividia o espaço. As atividades sanitárias ocorriam fora da cabana.

20

A madeira foi usada em abundancia para que o espaço não perdesse sua qualidade de conforto e domesticidade, mas, também, para referenciar as antigas cabanas.


21


22


23


ARCHATON

projeto concurso archaton feicon localização Casa 24 horas área 45m²

Projeto elaborado para o Archaton Feicon 2019 no qual era preciso elaborar um projeto “acessível” para uma pessoa que utiliza cadeira de rodas para se locomover no interior de um dos projetos Casa 24 horas em apenas 12 horas. O briefing se resumia a uma família constituída por um casal heterossexual com preocupações de ordem sustentável e que gostava de receber pessoas e uma criança gamer. O espaço disponibilizado pela organização não contemplava as dimensões mínimas exigidas pela NBR 9050 para este programa de necessidades e, portanto, foi invibilizada a acessibilidade completa da habitação. De qualquer maneira, as soluções técnico-funcionais se reumiram em retirar todas as paredes possíveis e fazer uso de painéis de correr para ganhar espaço, torná-los flexíveis, obter maior sensação de amplitude - quando os painéis estão abertos e melhorar a locomoção da pessoa cadeirante. O layout da sala foi resolvido com marcenaria linear na sua lateral de maior dimensão para descomprimir

24

e livrar seu centro de obstáculos. As linhas arredondas da mesa Saarinen e da poltrona Bowl ajudam a deixar os fluxos mais orgânicos e seguros. Como este espaço foi pensados para abrigar tanto as atividades do dia-a-dia quanto possíveis reuniões sociais, foram utilizados eletrodomésticos embutidos e móveis que poderiam ser arrastados para que todo o eixo principal da casa ficasse livre. Os quartos são integrados com a sala e integrados entre si. A principal diretriz para as especificações estético-simbólicas é a nem sempre óbvia expressão física da identidade, valores, personalidade, interesses e rotina dos moradores no espaço, especialmente quando existe uma criança e seu universo fica limitado ao seu quarto. A intenção era exandir esse território infantil de maneira que não virasse uma caricatura, mas que desse à criança maior sensação de pertencimento ao todo. Foram escolhidos, portanto, elementos que tivessem algum grau de ludicidade e elementos que possuem caráter natural e/ou pudessem responder à demandas e preocupações sustentáveis do casal.


25


26


27


CASA MENDES

projeto profissional oocalização ouricuri - pernambuco área 143m²

Os clientes possuem esta casa, localizada no sertão pernambucano, há 25 anos e queriam reformar e readequar seu pavimento térreo às novas demanadas da família que, há alguns anos, não a habitavam mais. As primeiras adequações pensadas foram as de melhoria de iluminação e ventilação naturais. A casa ocupa quase todo o lote e possuía pequenas aberturas para suas escassas áreas externas, de solo natural (inexistentes) e descobertas. Assim, foi proposto a transformação de algumas janelas em portas e a criação de novas aberturas de maneira que todos os ambientes ficassem abestecidos de iluminação natural e tivessem a possibilidade de ficar completamente conectados com o exterior durante o dia. A segunda adequação foi em relação ao próprio programa da casa. O térreo é bastante extenso e possuía algumas áreas cujo uso não estava definido e/ou não se encaixavam mais na rotina dos clientes. Foi proposto, através de um conhecimento prévio da cultura, crenças, hobbies e etc. dos moradores, uma planta com

28

maior integração entre os ambientes para potencializar as novas aberturas e a iluminação e ventilação naturais, mas que privilegiasse, também, a intimidade dos ambientes mais próximos à cozinha, local onde o casal sempre costumou reunir filhos, sobrinhos e amigos e, agora, genros, noras e netos. Um redário, ambiente tradicional nas zonas rurais do sertão onde os clientes sempre viveram, conecta a cozinha à sala de tv e serve para as confraternizações e descansos pós-almoço, enquanto o oratório está conectado à sala de estar que recepciona os visitantes. Estes ambientes possuem certa isolação visual proporcionada pelo uso de um biombo. As escolhas do mobiliário buscarammesclar a tradicionalidade e simplicidade de mobiliários de madeira com alguma proximidde barroca, devido à religiosidade do casal, à móveis contemporâneos de maneira que existe certa brincadeira entre materialidades e peso visual/físico, portanto, estão, quase sempre, entre o robusto e o delgado, o leve e o pesado.


29


30


31


APARTAMENTO ROSARINHO

projeto profissional executado localização recife - pernambuco área 75m²

O apartamento está localizado no bairro do Rosarinho na cidade do Recife em Pernambuco. Seus proprietários, uma família formada por um casal heterossexual e um filho de 10 anos, são originários do sertão do Araripe. O apartamento serviria de apoio na capital do estado, pois a visitam a passeio e a trabalho com frequência. A unidade de 75m² possui três quartos, sendo uma suíte, mais suíte de serviço e banheiro social, cozinha, área de serviço, sala de estar e jantar e uma pequena varanda. O Layout da sala de estar e jantar foi resolvido de maneira a conseguir acomodar a maior quantidade de pessoas possível visto que sempre que viajam para a cidade, outros familiares e/ou amigos os acompanham. Para isso, a pequena varanda foi integrada à sala de maneira que coube um sofá de médio porte (2,40m) e uma mesa autoral construída em marcenaria que se integra visualmente com o móvel home. A mesa pode chegar a comportar 7 pessoas. A cozinha possuía divisão física da área de serviço e, para ganhar espa-

32

ço, as duas áreas foram integradas para conseguir locar armários, áreas de bancadas e eletrodomésticos para responder às demandas da família. A mesma prerogativa de maior numero de acomodação de pessoas possível serviu para solucionar os outros ambientes, exceto a suíte de serviço que necessitou perder o acesso para a cozinha e ganhar acesso pela circulação dos outros quartos para se tornar um escritório. Os demais, alojam o mínimo de duas pessoas e foram resolvidos de maneira que não necessitasse modificiar o local dos aparelhos de refrigeração. O quarto do filho possui uma beliche de desenho também autoral e executado em marcenaria, o quarto de visitas possui uma cama de casal comum, guarda-roupas grande e baú, assim como a suíte. Existe uma uniformidade de escolhas estéticas em todos os ambientes dada pelas especificações da marcenaria de maneira que eles possuem, também, identidade própria. Foram escolhidas cores, texturas, acabamentos e objetos que fizessem referência à cultura e à paisagem sertanejas.


33


34


35


projetos de arquitetura


CASA BONITO

projeto profissional executado localização bonito - pernambuco área 132m²

Um programa enxuto distribuído em uma volumetria e soluções simples que remetem à habitação tradicional da região do agreste pernambucano. Foram utilizadas diversas estratégias para garantir o conforto ambiental no interior da edificação: a implantação foi resolvida de forma que todas as áreas de estar prolongado recebessem os ventos predominantes do local, a coberta de quatro águas possui um beiral na altura das esquadrias que, somada às proteções verticais e aos recuos volumétricos,

38

ajudam a proteger suas aberturas do sol e da chuva que se alternam intensamente na cidade. No interior, móveis descomplicados que ajudam a manter a atmosfera simples e essencial, uma base neutra nas paredes e no piso, cores no mibiliário que proporcionam conforto e a tranquilidade visual e psicológica, além de materiais naturais que, não só dão a sensação de aconchego, mas também trazem a sensação de pertencimento e integração à paisagem circundante.


39


CASA JARDINS

projeto profissional localização ipubi - pernambuco área 248m²

A casa, localizada no sertão pernambucano em um lote urbano de 10x20m, foi projetada para uma família de cinco pessoas: um casal, dois filhos e um sobrinho. As casas do sertão pernambucano tendem a privilegiar as garagens de maneira que comportem de dois a três carros. Essa foi uma exigência da família em questão. O programa deveria contar, ainda, com 4 quartos, sendo, dois deles, suítes, sala de estar e jantar, despensa, lavabo e área de serviço.

40

O partido adotado mixa a solução tradicional local em relação à garagem, mas tem como objetivo principal permitir que todos os ambientes, incluindo cozinha e quartos, tenham contato com o exterior e que este seja dotado de bastante solo natural e vegetação, questão que, apesar da localização e sua necessidade de verde e sombra, raramente acontece. Grandes beirais protegem as aberturas cujas esquadrias são de vidro para permitir total integração e bastante iluminação natural.


41


CASA IPUBI

projeto profissional localização ipubi - pernambuco área 750m²

Uma família formada por um casal e dois filhos que gosta de receber outros familiares e amigos e organizar grandes festas numa cidade em que se tem poucas opções de lazer. Um programa extenso que inclui guarita para vigia, academia, duas cozinhas, bar externo e churrasqueira, dois grandes espaços de depósito e seis suítes, distribuído de maneira que privilegiasse o conforto ambiental, a privacidade e o lazer. Os grandes destaques do projeto

42

são a grande ‘varanda’ fechada em cobogós - material simples, facilmente encontrado na região e que, ao mesmo tempo, protege do sol, permite a penetração da ventilação e deixa os quartos resguardados do exterior - e a sala de estar e jantar que se integra à área de churrasco e piscina. O térreo é formado por blocos soltos distribuídos em e cobertos por uma grande laje que ajuda a proteger espaços fechados e abertos da intensa insolação local.


43


ESTAÇÃO DE TRANSPORTE FLUVIAL projeto acadêmico localização recife - pernambuco área 1857m²

A cidade do Recife nunca conseguiu exercer suas potencialidades e vocações. É famosa, dentre outros motivos, por seus rios históricos chegando a ser chamada de “a Veneza brasileira”. Possui, porém, graves problemas de mobilidade e nunca conseguiu implementar o transporte fluvial como opção para o deslocamento na cidade. Este projeto nasce desta demanda. A implantação e a forma foram definida por linhas de força da malha urbana e através do estudo de seus

44

acessos e entorno: a massa edificada se concentra na porção esquerda do terreno devido, também, à existência de uma edificação de alto gabarito no lote vizinho. A linearidade da edificação e de seu fluxo foram determinantes para preservação da maior área possível de mangue. Era necessário criar, ainda, junto à edificação, uma espécie de praça que pudesse aglomerar pessoas e contemplar o comércio formal e o inevitável e, aqui, bem vindo comércio informal.


45


SEDE DO FACEBOOK

projeto acadêmico localização recife - pernambuco área 3060m²

Localizado no bairro de Santo Amaro, que, era visto como território para o qual as empresas ligadas à indústria criativa da cidade migrariam, o terreno que abrigaria a sede do Facebook estava localizado na esquina de uma quadra em rua tranversal à histórica e emblemática Rua da Aurora, nas margens do Rio Capibaribe. O facebook funciona de maneira a integrar pessoas através de redes cibernéticas em um mundo virtual. No mundo físico, em contraponto, as pessoas estavam a segregar-se cada

46

vez mais na época de elaboração do projeto, que coincidiu com a época de popularização dos smartfones. O partido adotado beaseou-se na fragmentação volumétrica do térreo e de permeabilidade física e visual para maior integração dos usuários com a edificação e da edificação com a cidade privilegiando a esquina como local de encontro e locando café e auditórios como ambientes de uso de toda a população do bairro para fomentar a vitalidade urbana do bairro.


47


RESIDÊNCIA ESTUDANTIL

projeto acadêmico localização recife - pernambuco área 5409m²

O bairro da Soledade é um dos mais tradicionais da cidade do Recife, está localizado no que é considerado o centro espandido da cidade e concentra diversas instituições de ensino, tanto superior quanto básico, especialmente nas proximidades da Igreja da Soledade, onde estão locados uma quantidade expressiva de escolas, cursinhos, faculdades e universidades. Apesar disso, o bairro conta não só com pouca densidade populacional como também não oferece residên-

48

cias estudantis para servir à rotatividade de estudantes vindos do interior do estado. A proposta acontece em um lote de esquina e preserva preexistências de fluxos e de usos que aconteciam informalmente, preserva parte da vegetação de grande porte existente e as visadas e linhas de edificações existentes. Possui 123 unidades de dormítorios e utiliza todo o potencial construtivo do terreno que possuí limitações legais como o gabarito máximo de 13 metros.


49


CREMATÓRIO SANTO AMARO projeto acadêmico localização recife - pernambuco área 3060m²

À partir de linhas do território e linhas simbólicas ligadas à vida e à morte, surge um edifício híbrido que mescla o caráter de arte e dor do Cemitério de Santo Amaro, ao caráter de espaço público da Praça Campo Santo, ambos localizados em quadras imediatamente vizinhas ao lote da edificação. O edifício traz novas experiências e atmosferas espaciais: rampas que vencem a altura de três metros acima do nível da calçada dão acesso à recepção do mezanino do crematório

50

e aos três espaços cerimoniais ecumênicos com diferentes capacidades e, também, à espaços comerciais que se confrontam às residências pré existentes. Há, no nível da calçada, espaços de estar e contemplação que enriquecem a experiência dos passantes e dos familiares que esperam o início das cerimônicas. No nível subterrâneo estão os espaços técnicos que se referem ao tratamento e à cremação dos corpos, além de áreas administrativas.


51


VILA VERTICAL

projeto acadêmico localização recife - pernambuco área 3060m²

O projeto visou retomar as características tradicionais e intrínsecas da habitação tendo como base o conceito de The Vertical Village desenvolvido pelo escritório MVRDV, utilizando a The Pattern Language, de Christopher Alexander, como metodologia para atestar a existência de tais características e qualidades. É um contraponto à produção habitacional contemporânea de boa parte das cidades brasileiras que é de repetição de soluções espaciais e padronização de soluções estéticas

52

e formais das edificações que gera grandes prejuízos urbanos como a padronização e falta de identidade das paisagens das cidades, desmembramento das malhas urbanas, falta de integração com espaços públicos, monofuncionalidade, falta de identificação do morador com o lugar, etc. Foram propostos quatro tipos de plantas e estudadas porcentagens de ocupação e de vazios, para possibilitar o possivel crescimento das unidades habitacionais sem que houvessem prejuízos volumétricos.


53


BRUNO ÍCARO CAMPOS b.icaroarq@gmail.com

Profile for Bruno Ícaro

Bruno Ícaro Campos | Portólio  

Arquitetura e Design de Interiores | 2019 Versão De Imagens

Bruno Ícaro Campos | Portólio  

Arquitetura e Design de Interiores | 2019 Versão De Imagens

Advertisement