Page 1

Revista Encontros -

1


2

Revista Encontros -


Revista Encontros - Empreendimentos

Lançamento Oficial do Privilege Golf Club Residencial Maricá Coquetel, dia 19 de outubro, no Bistrô do Museu de Arte Contemporânea, MAC, em Niterói. A diretoria composta pelos senhores Luigi Albiero, Marcos Girelli e Fábio Vicenti (Grupo Zamparini), Maurício Matsuo (Golf Club Maricá) e Ronaldo Maiato (Habitare),representante vendas Brasil. Na foto à esquerda, Alexandre Belém (Elysian), representante vendas exterior.

3


4

Revista Encontros -

A valorização do Espraiado

P

Texto Bete Santos / Fotos Pedro Menezes

odemos dizer que o Espraiado é uma das Localidades mais rica, em natureza, da região dos lagos. Lá podemos estar em contato com o verde, cercado de montanhas, banhadas por diversas quedas d’águas que se transformam em pequenas e médias cachoeiras, com uma infinidade de animais silvestres, além dos de grande porte. Há ainda uma gente trabalhadora, mas que não perde o brilho no olhar e que faz das mãos a ferramenta de sustento. Mulheres que aprenderam o ponto do bordado brasileiro inventado pela mundialmente conhecida Madeleine Colaço, as tapeceiras do Espraiado. Temos muitos causos, dentre eles um tal de bode que mais parece um cachorro esquisito, pois anda na coleira, faz pose pras fotos e adora comer papel. Na sua história um casal de franceses que o adotou e o salvou da morte. São muitas as riquezas do Espraiado, tantas que trouxe para Maricá empreendedores como o Grupo Zamparini que não pensou duas vezes para realizar o Privilege Golf Club Residencial Maricá. O empreendimento conta com 150 terrenos com metragem entre 600 e 1.600m2, ruas pavimentadas, sistema de água, esgoto, rede elétrica e um clube com salão de festas, espaço mulher, espaço gourmet, bar e piscina com deque. Somam-se a isso quadra de tênis, pista de cooper, playground e toda uma natureza para se curtir.

O jovem Maurício Matsuo, diretor Social Esportivo - PGA Professional O instrutor Nivaldo Ribeiro, o “Rei da Banca”, e seu mais novo aluno Jonas Girelli, 3 anos, filho de Marcos Girelli


Revista Encontros - Empreendimentos

5

Foto em 3D cedida pelo empreendimento

J

unto ao condomínio haverá o Privilege Golf Club, com infraestrutura e gestão independentes, além de atrativos como campo oficial de 9 buracos, club house, heliponto, driving range, putting green e carros elétricos para locomoção dos jogadores. Com o retorno do golfe no maior evento esportivo do planeta, as Olimpíadas 2016, que acontecerá pela primeira vez na história, na América do Sul e na cidade do Rio de Janeiro, podemos dizer que o empreendimento Privilege Golf Clube fez uma Tacada Perfeita.

Esporte que data do Século XV, o Golfe fez parte do programa dos Jogos Olímpicos em Paris 1900 e Saint Louis 1904, e voltará a ser disputado em 2016. Na última participação, dois países enviaram competidores: Estados Unidos e Canadá. Mais de 100 anos depois, a expectativa é de que ao menos 30 países participem no Rio 2016, tanto na competição masculina quanto na feminina.

Veja mais fotos em: Galeria de fotos do Previlege Golf Club revistaencontros.com

Fábio Vicenti, Marcos Girelli e Maurício Matsuo


6

Revista Encontros - Índice

Índice 03 | Empreendimentos 06 | Editorial 08 | Ponto de Encontro 10 | Marcelo Antunes 12 | Beleza Inteligente 14 | Eventos 20 | Quem Faz 26 | Capa 33 | Política 34 | Social 36 | Niterói 38 | Saúde 40 | Educação 42 | Esporte 44 | Roteiro da Boa Comida 46 | Imóveis 47 | Dúvidas do Leitor 48 | Araruama 50 | Saquarema 54 | Olho Vivo

Flagrantes Fotográficos

Boas novas para Niterói Reunião do Secretário de Projetos Especiais de Niterói, Gerhard Sardo, com o secretário estadual Felipe Peixoto, onde foram definidas parcerias em favor da pesca e do bem estar animal.

Agradecimento à família Carolino Saudades de Claudinha No dia 08 de julho, deste ano, fez 4 anos que a jovem Claudia Rubio Bragança faleceu, vítima de atropelamento na Rodovia Amaral Peixoto - Maricá. O fato ocorreu por inconseqüência de um condutor de Kombi que infelizmente não chegou a socorrer a jovem. Outro fato, levantado na época, foi a falta de uma passarela, pois diariamente muitas pessoas atravessam a rodovia que corta o município. Deixamos aqui a nossa homenagem a esta jovem, bem como a sua mãezinha Vanda Consuelo Rubio que nos confidenciou o apreço que tem pela Família Carolino que deu todo o apoio no momento mais difícil de sua vida.

A redação


Revista Encontros -

7

Foto: Laurecy Monteiro

Editorial Um País de Jovens Falar de jovens, sucesso, esperança, sonhos, perseverança, trabalho, são assuntos por demais excitantes e desafiantes. Estamos no Brasil, um pais jovem, descoberto a pouco mais de 500 anos, mas que já nasceu grande e cobiçado. Como disse Pero Vaz de Caminha, “nesta terra tudo o que se planta dá”. Imaginem o olhar dos nossos patrícios portugueses ao avistarem uma terra tão vasta, recheada de rios, montanhas, praias, muito verde, aves belíssimas, imaginem. Falamos de um passado não muito distante, mas que nos deixou tantas marcas. Afinal o país, assim como a criança” nasce, se desenvolve, vira jovem, amadurece e cresce, Nesta edição a nossa maior preocupação foi a de mostrar profissionais de diversos seguimentos, mas que tem histórias parecidas. Histórias de determinação, entrega, sonho e fé. Assim, procuramos no transcorrer das páginas deste mês preencher com relatos, fatos, artigos, reportagens, flashes, enfim o foco daqueles que estão nessa fase até os 40. Jovens maduros que investiram tempo em acreditar que é possível. Envolvemos nessa edição um ensaio especial com a menina Iamê Queiroz, 17 aninhos, mas que já sabe a profissão que vai se dedicar – quer ser jornalista. Jornalista e editora Bete Santos e equipe.

Nossa Capa

A nossa capa deste mês retrata um grupo de jovens prósperos empresários que estão fazendo a diferença na sociedade. A capa foi idealizada pelo jovem jornalista Rafael Pereira.

Presidente e Editora: Bete Santos - (21) 7730-7532 Jornalista Responsável: Bete Santos (MTb18905-RJ) Criação da nova marca Encontros Luciano Lucena Designer gráfico: Bruno Campos Colaboração no Projeto Gráfico: Rafael Pereira Reportagens: Bete Santos Fotografias: Pedro Menezes Colaboradores nesta edição: Cel. Pedro Gomes, Luciene Ferreira, Marcelo Antunes, Arlindo Júnior e ASCOM Saquarema. Jornalista Free Lancer (Niterói) Fernanda Drumond Comercial: Bete Santos (Maricá), Representante da Região dos Lagos: P.Porto Publicidades ID 106*159491 Representante Região Oceânica: Roseane Rodrigues (21) 7449-9044 Atendimento ao Leitor: Email: revistaencontro@gmail.com Site: www.revistaencontros.com (21) 2634-2267 - 7164-5338 É expressamente proibida a reprodução total ou parcial das artes sem prévia autorização da editora. O conteúdo dos anúncios vinculados, bem como a prestação de serviços é de responsabilidade única e exclusiva dos anunciantes. Assim como os textos assinados também são de inteira responsabilidade dos seus autores. A revista Encontros é uma publicação mensal com uma tiragem de 5 mil exemplares


8

Revista Encontros - Artigo

Ponto de Encontro Cel. Pedro Gomes Engenheiro Civil e Adminstrador de Empresas

A PARTICIPAÇÃO DOS JOVENS NA POLÍTICA

D

e uns tempos para cá, parece que os jovens estão despertando para a participação nos movimentos de contestação e na política partidária. Faz muito tempo que o país está vazio do vigor da juventude, que está adormecida desde o impeachment do presidente Collor (movimento dos caraspintadas*), em 1992. Muito tempo de passividade para uma juventude que já deu mostras de impetuosidade a empurrar o país para a democratização ou combatendo a corrupção no serviço público. Talvez a inércia seja devido ao desencanto com ideologias e partidos que pregavam a seriedade e hoje se veem envoltos em denúncias de corrupção em larga escala, desde a base até o topo, fortalecendo a ideia de que, para efeito da prática de crime, não há hierarquia, junta-se Ministro de Estado com seus “apanhadores de confiança” e “testas de ferro” que saem da sombra de seus pequenos cargos para transportar milhões e ganhar tostões. Depois, maltratados ou arrependidos, não necessariamente nesta ordem, a arraiamiúda emerge da escuridão jorrando luz nos medalhões defensores de ideologias extremas, mas que, à vista do ouro, como dizia William Shakespeare, deixam-se pu-

xar pelo nariz: “Embora a autoridade seja um urso teimoso, muitas vezes, à vista de ouro, deixa-se conduzir pelo nariz.” Esta citação shakespeariana leva-nos aos versos do poema de Cecília Meireles: “Vede os pequenos tiranos/ que mandam mais do que o Rei/ Onde a fonte de ouro corre/ apodrece a flor da lei!” É o que o jovem maricaense vê hoje no Município: a podridão alastrada em tudo que é escaninho da administração pública, parece que fazendo coro com as roubalheiras estaduais e federais, sem contar as falcatruas serranas que já afastaram dois prefeitos e seus secretários envolvidos na pior das corrupções, pois são acusados de levar vantagem sobre gastos com a tragédia que ceifou a vida de centenas de pessoas e deixou milhares delas feridas e sem moradias, eis que levadas pela enxurrada. Mas tudo isto foi pouco para frear a ganância dos gestores públicos que se elegeram com acenos de probidade no exercício de seus cargos políticos. E nesta mesma onda de ilusões, e em campanhas milionárias, muitos políticos daqui venceram as eleições, tornando Maricá um mar de lama. Mas, por falta de reação popular, eles permanecem em seus cargos utilizando-se de filigranas jurídicas. Enquanto isso, o tempo escorre e

novas eleições se aproximam, momento em que todos eles tornarão com mais dinheiro para gastar e mais mentiras para jorrar em busca dos votos extraídos da ingenuidade do povo. Reagir a essa letargia só será possível se a participação dos jovens romper todas as barreiras impostas pelo poder corrupto. Sim, os jovens devem ganhar as ruas desde logo! Não devem esperar o novo pleito, no qual, aliás, devem participar como candidatos, para oxigenar o Município dentro da lógica de que o oxigênio mata as bactérias anaeróbicas, e são as piores, pois vivem na podridão, protegidas do veneno que para as pessoas de bem é a vida: o oxigênio. E quem mais será capaz de renovar o oxigênio que a planta jovem? Que venham os jovens a assumir posição histórica na política de Maricá, desde já se organizando com independência e espírito crítico! Porque somente assim farão o Bem triunfar do Mal! *cara-pintada (Aurelião): [De cara + o f. de pintado.] Substantivo de dois gêneros. 1. Cada um dos jovens que, no início da década de 1990, saíram às ruas em passeata, com o rosto pintado, pedindo o afastamento (impeachment) do então presidente Fernando Collor de Mello. [Pl.: caraspintadas.]


Revista Encontros -

9


10

Revista Encontros - Artigo

Marcelo Antunes Administrador de empresas e estudante de Direito.

Divisão dos Royalties

S

empre digo que um dos principais ingredientes para o sucesso é o relacionamento, que quase sempre é utilizado para o sucesso nos negócios, mas que pode ser muito bem aproveitado para ajudar as pessoas, cidades e muito mais. Um bom relacionamento com o poder público em sua mais alta esfera pode ser prioritário para o desenvolvimento da nossa cidade. As expectativas de crescimento acelerado da nossa cidade existem com base no aumento da arrecadação dos royalties, isso vem se concretizando, pois nossos royalties que em 2008 giravam em torno de R$ 500 mil reais, hoje está em aproximadamente R$ 6 milhões de reais e com perspectivas que chegar a cifras de bilhões ao ano. Com tudo isso, se nossa cidade for administrada com competência, compromisso e honestidade, ela poderá se transformar na melhor cidade do país em qualidade de vida. Como cidadão maricaense, eu não posso deixar de acompanhar de perto as discussões que giram em torno de um assunto de extremo interesse da nossa cidade, visando não só acompanhar, mas tentar sensibilizar, convencer ou pelo menos influenciar um pouco nas decisões dos Senadores e Deputados, por menor que seja esta influencia, não posso deixar de tentar.  Apesar do assunto tratar do futuro de

Maricá, não havia nenhum representante do nosso atual desgoverno, nem dos desgovernos anteriores e muito menos dos que pretendem “desgovernar”. No Senado Federal na noite do dia 19 de outubro, onde foi aprovada a proposta para divisão dos royalties por todos os municípios do Brasil. Aliás, eu que pretendo administrar com decência, estava lá, afinal, era um assunto de real importância para o futuro de Maricá. É para isso que serve a política e consequentemente os políticos, para acompanhar e defender os interesses e principalmente os Direitos na nossa população. Políticos de verdade são os que sabem fazer política, sabendo com quem falar, como falar e a hora de falar! Vale informar que as despesas de viagens como essa, que já foram muitas, e que ainda não foram divulgadas, mas que certamente já trouxeram resultados positivos para nossa cidade e que certamente outros bons resultados virão, não são custeadas por dinheiro público, saem do meu próprio bolso. Faço isso com muito prazer e amor pela minha cidade e independentemente do que acontecer em 2012, eu continuarei a agir desta forma. É nobre a iniciativa do Senador Vital do Rêgo de resgatar a Emenda  do Deputado Ibsen Pinheiro que no ano passado foi aprovada na Câmara e no Senado e vetada pelo então Presidente Lula. Obviamente que nenhum tema que

seja discutido pelo Congresso Nacional, decidido em votos de interesse de 24 Estados, mesmo que possa prejudicar a 3 Estados, por mais injusto que seja o tema, terá aprovação por maioria absoluta. Por mais nobre que seja a iniciativa do Senador Vital do Rêgo e do Deputado Ibsen Pinheiro, vale destacar que é injusta, digo injusta no sentido literal da palavra, pois este tema é tratado com bastante clareza na Constituição Federal que é a fonte principal do nosso ordenamento jurídico, então já partimos do principio da inconstitucionalidade, além disso outras Leis específicas tratam deste assunto com bastante detalhes. Enquanto os Direitos Constitucionais de 3 Estados Rio de Janeiro, Espirito Santo e São Paulo estiverem sendo discutidos por todos os Estados a injustiça prevalecera. É o que chamamos de legislar em causa própria. Foi exatamente por isso que o Ex-Presidente Lula vetou a emenda Ibsen, pois ele não era Presidente de um Estado, ele era Presidente do Brasil e por isso teve de ser justo. Espero que a Presidenta Dilma se utilize dos mesmos critérios e vete esta proposta que certamente será aprovada também na Câmara. Caso a Presidenta aprove esta proposta injusta, inconstitucional e que certamente levara principalmente os Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo a falência, visando com isso conquistar votos para uma possível reeleição, não restará outra alternativa se não recorrer a justiça. Desta forma tenho certeza que venceremos essa batalha, pois o caso será julgado com base nos princípios constitucionais da isonomia , pluralidade e imparcialidade, não haverá nenhuma avaliação com base em quantos votos ou popularidade esta proposta inconstitucional produzirá.


Revista Encontros -

O Biólogo Alexandre Rautha

O

biólogo Alexandre Rautha Ferreira, casado, pai de uma linda jovem adotou o município de Maricá para residência fixa desde 2000. “Eu freqüento Maricá desde 1985, quando o meu pai, já falecido, comprou uma casa em Guaratiba, na Barra e então passamos a vir a passeio”. Nessas idas e vindas, em 1997, o jovem, formado desde 1990, com especialização em Análises Clínicas, aceitou o desafio de assumir o plantão no laboratório do Hospital Conde Modesto Leal, no governo do prefeito Luciano Rangel. A experiência foi tão boa que logo em seguida Alexandre foi convidado para chefiar o setor de Hemoterapia do hospital, cargo que exerceu até o final do governo. Paralelo a tanta responsabilidade nunca deixou de cuidar com todo zelo e carinho dos seus avós que até hoje residem na cidade. Em 1999 o biólogo passou a ser responsável do Laboratório Biovida, no município, deixando o mesmo em meados de 2010. De lá pra cá Alexandre Rautha se dedicou ao aperfeiçoamento na sua área e assim assumiu mais um compromisso. Desta vez, para chefiar o laboratório AHTUAR MEDICINA LABORATORIAL LTDA., a convite do Dr.Marco Antonio Rautha e da Dra.Márcia Rautha, sócios do laboratório. “Irei gerenciar e supervisionar este novo empreendimento com a mesma seriedade e dedicação que sempre tive. Estamos trazendo para Maricá um novo conceito em análises clínicas, temos uma estrutura onde todos os exames são realizados e concluídos em Maricá, possibilitando que a maioria dos resultados sejam agilizados para o mesmo dia, estamos com novos parceiros e colaboradores, além da competente técnica em laboratório, Eliane Costa que integra o nosso quadro de funcionários. Aproveito para fazer um convite aos meus clientes que eu considero meus amigos e àqueles que ainda não nos conhecem também, que possam ser nossos parceiros. Que Deus ilumine o caminho de todos e vamos trabalhar”, finalizou Alexandre.

11


12

Revista Encontros - Artigo

Beleza Inteligente Luciene Ferreira Hair Stylist Salão de beleza - Lú Tyene

Reconstrua seus fios em 5 minutos

O

s cabelos estão constantemente expostos a diversas agressões que fazem com que os fios fiquem fracos, quebradiços e ressecados. Além dos processos químicos como coloração, escova progressiva e outros tipos de alisamento, a poluição, o vento e os raios solares também danificam as madeixas. Mesmo muito danificados os cabelos ainda têm salvação. Para isso existe a reconstrução Express capilar, um tratamento versátil e muito eficaz para tratar esses problemas, que devolve a vida aos cabelos em apenas 5 minutos e serve ainda

para prevenir danos mais profundos aos fios. Sua formulação fortalecedora multi vitaminada foi elaborada com Blend de Aminoácidos, Extrato de Açaí e Bio Restore - um complexo de carbo cisteína. Trata as estrutura mais sensibilizada do fio reduzindo a porosidade e aumentanto à resistência. A linha Açaí Nutri Care Beox permite a reconstrução intensiva dos cabelos, deixando-os hidratados, sedosos, macios e brilhosos. A reconstrução capilar  pode ser feita em todos os tipos de cabelos, desde os virgens até os que passaram por processos químicos e estão opacos, ásperos, ressecados, embaraçam ou quebram com facilidade. Porém, é muito importante que todos os sinais sejam avaliados pelo cabeleireiro para que ele faça um diagnóstico do fio da cliente e possa indicar o reconstrutor mais adequado à situação do cabelo, a quantidade

de aplicações do tratamento e o intervalo de tempo necessário entre elas. Os intervalos entre as sessões de reconstrução capilar  podem variar entre duas vezes por semana, uma vez a cada 15 dias ou uma vez por mês. O processo deposita nos fios proteínas, aminoácidos e minerais, que são hidratantes essenciais para a estrutura física dos cabelos, pois tratam as camadas externas dos fios e são responsáveis pelo brilho, maciez e pelo balanço natural das madeixas. Os  resultados da reconstrução capilar  podem ser vistos logo nas primeiras sessões, os fios já mostram sinais de recuperação na textura, ficam mais fortes e resistentes. Mas para que o resultado seja completo e para garantir a durabilidade do tratamento realizado no salão, é necessário fazer a manutenção em casa com produtos que sejam da mesma linha dos utilizados na reconstrução, assim os ativos reconstrutores permanecem nos fios e prolongam os benefícios da reconstrução capilar.


Revista Encontros -

13


Revista Revista Encontros Encontros -- Eventos

Fotos: Pedro Menezes

14 14

asas do asfalto 7º Encontro Nacional de Motociclistas Maricá O

7º Encontro Nacional de Motociclistas, realizado nos dias 14, 15 e 16 de outubro, na Praça Orlando de Barros Pimentel, Maricá, foi um sucesso. Apesar da chuva, o público compareceu, mobilizado pelo amor ao motociclismo. Foram 248 motoclubes inscritos e que receberam os troféus. Os shows foram animados pelas bandas: Dr.Silvana e Cia, Faixa Etária, Cilindrada, Sinca Chambord, Biokímica e a couver da cantora Cássia Eller, além do show de Willins com o grupo Domínio Radical que proporcionou momentos de emoção ao público presente. A diretoria (foto E) representada pelos componentes: Luiz Diegues, Bete, Michele e Ramon, Odair Figueiredo, Rose e Júlia, Fabrício Carvalho e Lana, Marcelo Brito, Marcelo Guedes e Edinha, Mazinho e Carmem, Washington e Heloina, Ana, Ricardo, Nésio, Jaci, Francis, Francisco, Cristiano, Arthur, Kelly e Luciana.


Revista Encontros -

15


16

Revista Encontros -


Revista Encontros - Eventos

Congresso de Avivamento Labaredas de Fogo Fotos Pedro Menezes

D

urante os dias 06, 07, 08, 09, 10 e 11 de outubro, na cidade de Maricá, na Igreja Assembléia de Deus Ministério Templo da Fé, aconteceu o 4º Congresso de Avivamento Labaredas de Fogo, com entrada franca. Nestes dias de muita palavra, louvor, comunhão e adoração, o povo presente recebeu os seguintes preletores: pastor

Angelo Galvão, pastor Bruno Tavares, pastor Ricardo Ítalo, Otoni de Paula, o pastor da igreja, Luiz Leal, entre muitos outros; os cantores: Willian Nascimento, Thiago de Acari, Mônica Silva, Grupo Fogo no Pé, Reprepre de Jeová, pastor Melvim, entre outros “O Congresso surgiu de um sonho em proclamar, dentro da cidade de Maricá, um grande evento; trans-

pondo barreiras de impedimento, proporcionando momentos de comunhão e adoração; com um principal objetivo – ministrar a palavra de Deus sobre as igrejas e todos àqueles que têm fome e sede de Deus, para que o povo de Deus seja renovado em espírito e fortalecido com a palavra de Deus”, disse Milla Menezes, coordenadora do evento.

17


18

Revista Encontros - Eventos

Pastor Luiz Leal, Milla Menezes e Wolney Cardoso (Portal do CĂŠu)

Milla e Steffani

Milla Menezes, o cantor Willian Nascimento e Bete Santos


Revista Encontros - Eventos

Pr. LĂŠo Trajano (esquerda)

Vereador Helter Ferreira e esposa

19


20

Revista Encontros - Quem Faz

Quem Faz

na Região dos Lagos!

Uma Dobradinha no Salada de Sabores

O

s jovens Daniel Garcia Carrilho, 27, mineiro de Aimorés, há 18 em Maricá, solteiro e Jorge Vinicius, 29, maricaense de Itapeba, casado com Tamires Peixoto, pai de Marcus Vinícius de três meses, é uma dobradinha que está fazendo sucesso no meio culinário. Na realidade eles nunca entenderam muito de cozinha, mas são tão esforçados que em dois anos e meio duplicaram o atendimento no restaurante Salada de Sabores. Vendem em média 400 refeições por dia, de segunda à sábado e ainda alugam o espaço para eventos. Outra boa novidade pra aqueles que querem receber os amigos em casa sem muita preocupação é que os rapazes disponibilizam um serviço especial, onde o cliente contrata o tipo de comida e eles entregam na residência. “Na verdade eu não sabia nem fritar um ovo, risos, mas fui obrigado a aprender as coisas básicas, inclusive faço as compras no mercado”, conta Vinícius. Já Daniel sempre gostou de cozinha e até se arrisca a inventar uns quitutes. “Em breve vou começar um curso de culinária para incrementar nos pratos; queremos também colocar prato light, pratos com grãos feitos à vapor; além disso, estou buscando no SEBRAE cursos relacionado à empreendedorismo”, confidenciou.

Texto Bete Santos Foto Pedro Menezes

Mas como esses jovens amigos chegaram para liderar o restaurante Salada de Sabores? Daniel relembra que entregou muita quentinha no restaurante, na época que o Márcio (falecido este ano) era o proprietário, “eu tinha uma pequena empresa de entregas, não só para restaurantes, mas para escritórios também. Nunca cheguei a tomar um tombo feio, mas o risco era muito grande, foi então que surgiu a oportunidade e eu não pensei duas vezes, vendi um carro e chamei o meu amigo Vinícius

para encarar essa comigo”. Na época Vinícius era gerente de uma loja de refrigeração e conta feliz que valeu a pena o investimento. Ambos começam o serviço cedo, desde as 8 horas da manhã, fazem o sacolão e a compra das carnes todos os dias. Rua Álvares de Castro, 397 (Próximo à Prefeitura) Tel: 2634-2803 Fazemos entrega de Quentinhas


Revista Encontros -

21


22

Revista Encontros - Quem faz

Antes

Depois

Condomínio Sonho de Vida – Parte 2

N

a matéria de capa da edição passada, mostramos a administração do Complexo de Condomínios Residencial Sonho de Vida. Na época, o foco da matéria mudou durante a conclusão da reportagem e acabamos por mostrar que mesmo numa administração de sucesso muitos problemas estavam para ser resolvidos. A revista foi para a rua e mexeu com a opinião publica. Recebemos muitos telefonemas, alguns elogiando e outros

querendo saber detalhes da matéria e até mesmo mostrando insatisfação. Em resposta, dissemos que a reportagem não pararia por aqui e buscaríamos maiores informações sobre a matéria com Márcia Arcanjo. Fizemos um novo contato com a administração do Condomínio. Eles nos mostraram, através de fotos, a grande transformação que o condomínio passou, do ano de 2006 até hoje. Foram obras de infra-estrutura essenciais para que se tornasse um condo-

mínio moderno. Hidro metragem individual para fornecimento de água, implantação de rede de coleta de águas pluviais, calçamento das ruas principais e outras em processo de conclusão, consertos e manutenções. Constatamos, in loco, o bom estado de conservação das áreas de lazer bem como de todo clube, em contraste com as fotos antigas. Na visita que fizemos nos foi franqueado o acesso ao acervo documental contábil de todo período da atual gestão,


Revista Encontros - Quem faz

o que também por informações prestadas constitui um avanço, já que toda documentação inerente a administração anterior desapareceu, fato este que se encontra sob apuração no âmbito criminal. Verificamos, ainda que não existem dívidas em nome do Condomínio, sejam elas anteriores ou atuais, assim como nada consta na receita federal. Por quê, então, tanta polêmica a cerca da atual administração? Buscamos mais detalhes do processo e para isso fizemos contato com o advogado do Condomínio, este preferiu não dar declarações até o final da ação para não prejudicar o andamento do mesmo e para não antecipar qualquer detalhe, mas informou que está confiante na justiça e que seguirá com todas as possibilidades jurídicas para não permitir que o Condomínio experimente

novamente o pesadelo de gestões temerárias, que não cumpriam com as obrigações de zelar pelo bem comum. Porém adiantou o seguinte: o processo judicial de nº 0011945-42.2008.8.19.0052, que discute a destituição da atual síndica, depende de uma decisão judicial de 2ª estância transitado e julgado. O que é dito hoje, pode ser objeto de modificação mais adiante, através de recursos que podem ser impetrados. Temos como exemplo a própria sentença dada pela juíza da 1ª vara cível de Araruama, onde o magistrado menciona indícios de irregularidades fiscais e tributárias sobre o condomínio. No entanto, nos foram apresentados, pela atual administração, certidões negativas de débito da Receita Federal do Brasil e do Serasa e SPC. Fato novo no caminhar dessa história é que o processo criminal, referente às pro-

curações oferecidas por diversos proprietários, foi sentenciado pelo Juiz responsável e encerrado pela natureza de ilicitude de provas contidas nos autos, assim o processo de número 0009622-64.2008.8.19.0052 da vara criminal de Araruama teve como decisão em parte de seu conteúdo o que segue: “Ante ao exposto, declaro a ilicitude das provas de fls. 07, 09 e 11, determinando o seu desentranhamento, na forma do art. 157, §3º do CPP, juntando-se por linha na contra capa dos autos, deixando de ratificar o recebimento da denúncia, na forma do art. 395, III do CPP. Ciência ao Ministério Público. Em havendo preclusão da presente, dê-se baixa e arquive-se.” A revista Encontros permanece na torcida para que todos os problemas sejam esclarecidos e que de fato o condomínio seja o “sonho de vida” que todos esperam.

23


24

Revista Encontros - É o Bicho

Proteção e bem estar animal

Animais também merecem respeito!

A

preocupação com o “bemestar animal” vem ganhando corpo em todo mundo, na medida em que os animais começaram a ter seus sentimentos valorizados pela sociedade. A chamada “visão antropocêntrica”, onde os animais serviam aos seres humanos, vem aos poucos dando espaço à “visão biocêntrica” onde os animais fazem parte da sociedade organizada pelo homem. O caminho mais sólido e efetivo para a mudança de mentalidade, sem dúvida, é o da educação, aliada a informação e conscientização da população da necessidade de respeitar os animais.

O exemplo vem de Niterói

E

m outubro de 2009 o jovem secretário Gerhard Sardo (foto), titular da Secretaria Municipal de Projetos Especiais de Niterói, estabeleceu como uma de suas metas de ação a proteção e o bem estar animal. Após várias reuniões realizadas com protetores de animais, iniciou uma série de medidas práticas com o objetivo de reduzir o número de bichos abandonados nas ruas da cidade. Então, várias ações foram tomadas pelo Secretário, dentre elas, pode-se destacar: a criação da Comissão de Conscientização dos Direitos dos Animais – CCDA e a instituição de uma campanha mensal itinerante de adoção de cães e gatos em praças públicas; o folder educativo “Animais tem direitos, nós temos deveres”, destacando, entre outras coisas, a adoção responsável; com o apoio da Guarda Municipal e do Batalhão de Polícia Florestal, foi criado um programa de combate a venda ilegal de animais em áreas públicas; foi desenvolvido o projeto “Fauna Urbana”, para exposição e debate em escolas públicas e privadas, com cartilhas explicativas sobre os direitos dos animais; foi apresentada ao Prefeito minuta do projeto de lei instituindo o Código Municipal de Proteção à Vida Animal, que prevê, entre outras coisas, a criação de um Conselho Municipal de Proteção à Vida Animal. Uma das ações de mais sucesso da SMPE

é a consolidação da campanha permanente de adoção de cães e gatos “Adote um amigo” no Campo de São Bento, em Icaraí, realizada todo primeiro domingo de cada mês e que chega a sua 21ª edição, em novembro. A mesma campanha teve início no mês de outubro, desta vez em Itaipu (foto). Em parceria com a Empresa Municipal de Urbanização e Saneamento – EMUSA, será instituído o Programa de Castração de Animais de Niterói – Bicho-

Nit, com o aluguel de dois containers pela prefeitura, equipados com material cirúrgico veterinário, que serão colocados à disposição da população, no Barreto e na Região Oceânica. Mês passado, numa atitude inédita e inovadora, foi realizada com sucesso a I Parada do Orgulho Animal de Niterói na praia de Icaraí (fotos), reunindo centenas de pessoas em manifestação pacífica na defesa dos direitos dos animais.


Revista Encontros - É o Bicho

Em Maricá as pessoas se mobilizam

Campanha em Itaipu

Já diz o ditado: “quem espera bom tempo é sertanejo”, assim, um grupo de pessoas, cansada de esperar por alguma atitude do poder público (temos uma cadeira da câmara de vereadores ocupada por um veterinário, e daí?), resolveram tomar atitudes para minorar o sofrimento dos animais de rua. Vamos conhecer alguns desses casos:

Andrea Gianini

A protetora do Rio que foi parar em Maricá. Sua história com a proteção começou em 2010, quando morava no Rio de Janeiro. Naquela época percebendo o sofrimento de cães abandonados resolveu fazer algo em favor da causa – adotou um cão com uma protetora de Niterói. Mais adiante resolveu conhecer o ZooNit e foi nessa hora que, nas suas palavras, se deparou com a triste dor do abandono: “logo na entrada encontrei um filhotinho que não andava, motivo pelo qual tinha sido cruelmente abandonado - saí de lá resgatando 5 filhotes de cães. Desse dia em diante os resgates não pararam de acontecer. Andrea, por fim, conseguiu realizar o sonho de morar em uma casa para dar qualidade de vida para sua família e seus animais. Sua “família peluda”, como costuma dizer, é composta de 8 cães e 5 gatos, entre adoções e resgates. Seus últimos resgates foram: o Meio Quilo, filhote de cão que estava sendo jogado na estrada na hora em que passava para buscar seu filho na escola, e três filhotinhos de gato abandonados em uma igreja de Maricá.

Márcio da Silva Brito

Cuidando do Shopping e de dois novos moradores Eles chegaram de mansinho. Primeiro o “Pretinho”. Tinha uma coleira no pescoço, então entendemos que fugiu de algum lugar, mas ninguém apareceu para procurá-lo. Logo ganhou a simpatia dos lojistas e em especial do Márcio, o zelador do prédio. Passaram-se mais uns dias e “Pretinho” arrebanhou um amigo, que apelidamos de “baixinho”. Agora um faz companhia para o outro. Onde um está, lá está o outro. Uma história que só não é mais bonita porque ambos foram abandonados e precisam de um lar.

25


26

Revista Encontros -

Quem Faz

Eles têm menos de

40

e moldam o mundo com a

nova cara do Brazil Por Bete Santos / Fotos: Pedro Menezes

I

sso é Brasil! Essa tem sido a maneira que ouvimos as pessoas se referirem a algum órgão público que não funciona. Ou “ à moda Brasil”, quando a coisa é feita de qualquer maneira. Já a frase, “esse não é um país sério!”, entrou para o folclore brasileiro como a declaração que supostamente o presidente francês Charles De Gaulle teria feito sobre o Brasil. Bom, se é sério ou não, uma coisa sabemos - algo precisa ser mudado. Palavras como: drogas, meninos de rua, destruição da natureza, corrupção, etc. já fazem parte do vocabulário do brasileiro. Até mesmo na música há referência a uma das mazelas que mais revolta o povo – a corrupção: “Deixa de ser boba, desde Cabral que aqui todo o mundo rouba.”, disse o texto de Ana Carolina e seu Jorge ( titulo da música: Só de Sacanagem). E então penso: Vamos nos conformar? Para nossa felicidade vem surgindo uma geração que começa a desenhar uma nova cara de Brasil, é uma geração de jovens brasileiros que não têm medo de ser feliz e de fazer outros felizes. Esse é o Brasil que queremos, é o Brasil que nossos pais desejaram é o Brasil dos sonhos. É o Brasil que contesta, o Brasil que trabalha, o Brasil que não aceita corrupção. Eles estão em todos os lugares, permeiam os diversos níveis sociais, têm as mais diversas faces e formações, ocupam os mais diversos partidos políticos, ou não têm nenhum, mas uma coisa possuem em comum – não aceitam mais o fatalismo de que a nação não tem jeito. Não compartilham mais do jogo de cartas marcadas que os poderosos nos impuseram durante anos. Apesar de toda diversidade que essas pessoas apresentam, uma coisa eles têm em comum – estão cansados desse feio status quo e creem que precisam fazer algo para mudá-lo. A revista Encontros foi atrás desses construtores do Brasil e, nessa matéria, veremos um pouco sobre eles.


Revista Encontros - Capa

a i c í l e F a i Márc R E D N E R P A E R P M QUERO SE

es ial junto às seguint sultoria empresar e qu o é , 40 ia, Felíc empresária Márcia empresas: mulher de fibra. de icas–Rio de Janeiro ar am ch s podemo Glow Soluções Técn nde te, for o sã es expr obiliária - Maricá Com um nome, de Beth Consultoria Im a vid a u ço me co ra – Maricá de Maricá, JC Limpeza Pós Ob tro do município e r-s sa ca iu cid de adolescente muito cedo. Ainda ente de s, podeebi um grande pres ec e de traços marcante “R e. em jov la, Be e logo ser mã r m de se com um curríyco Costa, que alé que Márcia conta er diz s mo Deus, meu filho Ma – APEX do grande heiro e meu sócio na l, o que vem causan ve ejá inv lo cu um grande compan , presarial Maricá, sua o e Consultoria Em meio empresarial de no cto pa im Agência de Empreg a tem da band dou administração, e músico baixista terra natal. Já estu é estudante naval oal, ss Pe a. g rci tin Má rke iz, ”, conta fel tos em TI, Ma en im ec nh co gospel Novo Plano á Maric to ao Cliente e Felícia trouxe para Venda, Atendimen de s ica cn Té Em 2009, Márcia te almen grande desenncurso Público e atu des que a fez ter ida bil ha , RH a Academia do Co nde co nvolve três projetos a empresária dese

A

ias. lestras e consultor voltura em suas pa fispro bem seus dons Cristã, aproveitou s eja igr r palestras nas sionais para realiza al ion ss tema “Vida Profi evangélicas com o mocom o objetivo de em Cristo”, sempre es or ed is e empreend tivar os profissiona ar sin en a praticar e a cristãos a aprender, epr em us em gestão os princípios de De IA NC LÊ sca é pela EXCE sarial. “A minha bu o er ec assim, engrand PROFISSIONAL e, s su Je r nhor e Salvado nome do nosso Se Cristo”, disse. cirender, sempre parti Como seu lema é ap sien int cursos/workshops pa de importantes parte ra tempo para fazer vos e ainda encont preEm ciação Comercial, da diretoria da Asso sáon sp Maricá, onde é re sarial e Industrial de um a to lações públicas jun vel pelo setor de re e. presários da cidad seleto grupo de em

Para conhecer melhor o trabalho da empresária veja o site: www.apexonline.com.br

27


28

Revista Encontros - Capa

t r a l u o G a Rosinei vale

s onho s s pelo a pena lutar

rt tem 39 anos e é osineia Costa Goula m . Do casamento co católica praticante íbr Fa ulart nasceu o arquiteto Sergio Go é , ssagem a que, diga-se de pa cio Tito, seis anos, á, RJ, com ou natural de Maric cópia fiel do pai. “S zação, de lifessora de alfabeti muito orgulho e pro ês”, frisou. teratura e portugu

R

com a palaa história de Neia Podemos resumir , passou com , pois segundo ela vra PERSEVERANÇA çar o sucesso e boas” até alcan o marido “poucas anos. Mas ão. Já se vão ai 11 com a Doce Tentaç rgio, ao comu? “Bom, eu e Se como tudo começo solvemos ter os de casados, re pletarmos cinco an sonho de fazer hamos também o nosso 1º filho. Tín ensino superior minha profissão o faculdade, pois na

Neia recebe consultoria da APEX

pecilho ficava é necessário. O em dinheiro. Foi por conta da falta de minha cunhaentão que ao ver a s para vender da, com dificuldade fabricar seus e ao mesmo tempo rgio tivemos a doces, que eu e Sé as tor tas numa idéia de revender su aça principal de barraquinha, na pr dá-la; na festa Maricá e assim aju meçamos nosso do ano seguinte co s ficavam desconnegocio. As pessoa chamava-nas para fiadas, pois Sérgio da tor ta. Naquele provar um pedaço rca de 12 tor tas, ano vendemos ce guinte, vendemos no festa do ano se o nte cinco anos, tod mais de 200. Dura

se formava sábado e domingo, eja N.S.do igr fila, em frente à r fatias de ra Amparo, para comp nta emoco ”, tor tas com a gente cionada. eguiram, atraNéia e Sérgio cons zar seus dois ali vés das tor tas, re filho e dar a um grandes sonhos: ter não tiveram, e conele o conforto que uldade. cluir, ambos, a fac ão tem um quiosHoje a Doce Tentaç Praça do Skate, que localizado na , 0 sabores de tor tas vende mais de 10 rta da cunhada), To D’GOULART (fábrica ue (tortas diets). Poss Mania e Diet Dely gu de lofrigerados, repleto dois expositores re o de ilidades como: cartã seimas, e outras fac também de celular; conta crédito e recargas clientela. site para atender a com um moderno , pois pelos seus sonhos “Vale a pena lutar us De e fazer basta acreditar em nada é impossível, Para conhecer melhor o trabalho da zou Neia. a sua parte”, finali empresária veja o site: www.docetentacaomarica.com.br


C

omo bem declarou o poeta, menina/mulher, é o sentido que melhor define a pureza e a beleza do ser que, aos poucos, emerge da inocência infantil para mostrar toda a sua magnitude. Iamê Ferreira Queiroz da Silva, 17, como tantos jovens nesse Brasil que se renova e se descobre, tece hoje, com as malhas do amor e dedicação, um futuro que é essa nova cara de Brasil sonhado por todos nós. Aluna aplicada, filha amorosa e cidadã consciente, aproveita cada momento do seu dia para construir saberes, fazer amigos e viver intensamente a sua saudável mocidade; sonha ser jornalista. Esse ensaio é também representativo, ele é dedicado a uma juventude especial -a geração que está mudando o Brasil – dando um novo formato ao mapa dessa nação, na verdade, fazendo-o mais Brazil, aquele que já não é mais o país dos sonhos, hoje, é o país da realidade.


Vestidos de festa, bolsa, sandália e brincos BRILHO DAS NOIVAS Maquiagem e cabelo TONNY NETTO Tapete e jardim DEJOTA’S Móveis e Decorações


Camisa esporte e calça Jeans e camisa e calça social ROUPA & CIA. Sala, sofá e poltrona DEJOTA’S Móveis e Decorações Arranjos de flores NATURAL DECOR Sapato ABNER SHOES Cabelo e maquiagem TONNY NETTO


Vestido, blusa em lycra e óculos KETLEY. Sandália, ABNER SHOES. Flores NATURAL DECOR. Cozinha e varanda DEJOTA’S Móveis e Decorações, Cabelo e maquiagem TONNY NETTO


Ă?ndice


Iamê Queiroz mostra nestas fotos a importância do exercício físico para uma vida diária mais equilibrada. Na foto acima ela faz MAT PILATES. Ambiente: Academia Equipe Forma Roupas: Boutique da academia e PERTH Beachwear & Fitness

Veja o ensaio completo de

Iamê Queiroz no site:

revistaencontros. com


Revista Encontros - Capa

l o h n a R Davi sional

is prof ” enhor s “ um

e sobre implangraduado em prótes e pode(BOTOX), cirurgia ol, 27 anos, é o qu te, toxina botulínica nh Ra vi Da em jov O iniciação na esl, nascido oral menor; além da “senhor” profissiona um de ar am ch s mo ncluiu o urgia e traumatode julho de 1984, co pecialização de cir 27 dia ,no ói ter Ni em tornarcial, atuando em to ABEL. O sonho de logia bucomaxilofa titu Ins no dio mé el nív plantes dentários. olescênreabilitação oral e im começou desde a ad sta nti de o giã ur cir se jovem chegou a caminho Mas como esse a idade já trilha este uc po da ar es ap e cia ade era re estive próximo Maricá? “Eu Semp ando ainda na faculd qu , po . tem ito mu há de morar em Itaipu periente e de Maricá, apesar do seu tio, um ex eto dir te íten fam sis a as o um de s que minh . “Acredito que cada Devido a empresa conceituado dentista m ue eg aeronáutico passei ns o co s ram lia possui no a missão, algun um m co la e sc na s nó cidade e a admiráo, mas no a freqüentar esta tros infelizmente nã ou o, log -la bê rce pe dúvidas, também”, conta. er, sem sombras de meu caso posso diz us ol, como ficou come os ra pa Em 2008 o Dr.Ranh ça que eu passo ran gu a se a je ho e qu ntar uma nova clínic através da nhecido, decidiu mo s foi conquistada nte cie de pa o uit ros int me o inú ricá, com nção que odontológica em Ma e do respeito e ate a minha dedicação ja se , modernidade para ram e cu de pro trazer qualida todos que me m co m ter se ro as cu cis pro pre eu pessoas ou mesmo cidade, sem que as to, um orçamento cializapara o atendimen . ou odontológicos espe fal s ”, ço cia rvi se ên erg tes es em ar ma sc nu bu am àqueles que cheg dades. Antipoffculdade Hellena dos, em outras locali Formado pela Fa s pó É ar. tud es nca parou de PESTALOZZI, Davi nu nde ssa percebo o gra “A cada ano que pa dizer s pacientes, posso reconhecimento do anos tenho que nestes quatro dos mesão faç tis 98% de sa 2011 tive o mos. Este ano de er o premio privilégio de receb o na cidade, o de destaque do an ito surpreso e que me deixou mu vido à dedicação feliz! Tudo isso de atuando com carià minha profissão dade, sinceridade e nho, respeito, quali s formar o sorriso da honestidade. Trans m. mi uma missão para pessoas se tornou nses anos intensame Dedico-me todos es ns ge via o em cursos e te, me aprimorand de há e trazendo o qu para estar sempre ia. og tol rno dentro da odon mais novo e mode m co s ma o muito difícil sim, Esta é uma profissã an qu ão carinho e satisfaç certeza revela muito o za ali fin , ao meu encontro” do um paciente sorri largo sorriso. Dr.Ranhol, com um

Para conhecer melhor o trabalho do empresário veja a propaganda no final da revista

29


30

Revista Encontros - Capa

s e z e n e Milla M irmeza Experiência e F

m uma carteira Milla Menezes), co as du te 80 clientes, e a, essas talvez sejam de aproximadamen Experiência e firmez Me po para fazer pós Milla m bem o perfil de ainda encontra tem palavras que resume as es pr gócios Jurídicos e graduação em Ne administração de em nezes. Formada em , da se graduando em á, casa Imobiliários e está ida no Caju, Maric (USS-Maricá), nasc a or mos deixar de cienad Teologia. Não pode i, membro e coord 40, mãe de Steffan de a léi ativa de Milla no 4º Evangélica Assemb tar a participação de eventos da Igreja . eirão das de Fogo, ocorriCongresso Labare mplo da Fé, no Boqu Deus Ministério Te ão Gr tubro e que esteve do Milla foi assessora do neste mês de ou Durante sete anos do o idade. Estad sob sua responsabil Loja Maçônica do Mestre da Grande ta, assim é dide experiência po nizada e detalhis e ga nd Or gra a Um . iro ente, no jeiRio de Jane e passa isso naturalm para o sucesso qu e , uiu lla rib Mi nt co ito mu zer, e que mas que não deixa a pessoal to simples de falar, nse tem na sua vid hoje essa maricae ncia. Assim é às o e prazo e respeit as da sua competê qu vid di dú en pr “A l. na o mulheres, e profissio tudo que fizermos funcionárias, quatr as em s m iai co ord im pr o pessoas sã da Luluzinha”. incamos “o clube br . até se dis , a” vid na nossa rapaz, mas cá oa chamar uma pess disse que tinha um de lla po Mi se e qu o Milla é ícil um homem anos administra o s, às vezes fica dif 19 nó há a ; pr es ad vid ati res, pois são mais de muitas e r com tantas mulhe io de contabilidad lha tór ba cri tra es o , cio gó próprio ne abilidade (Escritório de Cont exigentes. que tem o seu nome

scoPitacos à parte de gaor brimos uma eficiente ric Ma á, nização dentro de vidas nos que não deixa dú fazendo e clientes que vem dos anos. mantendo ao longo os que pode O segredo? Crem ração de Misser visto na decla s na parede: são e Visão exposta a: A missão Missão da empres a é proporcionar de nossa empres e bom atendiconforto, qualidade clientes. mento aos nossos Temos como viVisão da empresa: çoamento com ino são adquirir aper fei cins co e ad nossa cid vação, somando a ilidade social. ab nt ste su ência com a

Para conhecer melhor o trabalho da empresária veja o site: www.millacontabilidade.com.br


Matéria

Style of World Dance Company

A

C.I.A de dança de rua de Maricá mais uma vez conquista prêmio. Dessa vez foi no Festival Nacional Angra em Movimento em Angra dos Reis - RJ que se realizou nos dias 07 08 e 09 de outubro. Conquistou o segundo lugar com a Coreografia No Ritmo Das Ruas, na Categoria Avançada.

Dançarinos que participaram do Festival: Erick de Souza (Coreógrafo) Úrsula (Dançarina) Rodolfo (Dançarino) Pâmela (Dançarina) Lucas (Dançarino) Rebeca (Dançarina) Wellington (Dançarino) Laryssa (Dançarina)

Alexandre (Dançarino) Beatriz (Dançarina) Bruno Jujuba (Dançarino) Stéphanie (Dançarina) Marcos Vinícius (Dançarino) Bruno (Dançarino) Adriano (Dançarino)

Revista Encontros - Quem Faz

31

Foto: Erick de Souza


Revista Encontros - Quem Faz

Fotos Pedro Menezes

32

Carolina Griz a pilota “pista”

A

1,65 de altura e 54 Kg. Segundo conta, a opção por voar foi metade vocação e metade inspiração. “Sempre tive vontade de ser Pilota desde criança. Minha mãe diz que quando me perguntavam o que eu queria ser quando crescesse? Eu respondia que se tivesse nascido homem, seria com certeza um Piloto de Avião! Hoje este preconceito esta cada vez mais diminuindo e as mulheres estão podendo aos poucos, exercendo a profissão com as mesmas condições que a dos homens. Gostava muito de máquina quando criança. Entre algumas bonecas, tinha sempre um carrinho ou um trem, risos... Aprendi praticamente a dirigir carro, sozinha e moto idem. Por outro lado, meu pai que foi Advogado, nos contava que durante sua juventude alimentou o sonho de ser Piloto Militar, porém não foi adiante. Talvez daí partisse também esta minha inspiração.” Para ela os seus maiores incentivadores foram certamente todos os seus Instrutores de Vôo. “Tenho muito carinho por cada um deles. Tanto Quando não está voando é que até hoje mantenho contato com quase Gosto de viajar. Ainda de voar. Risos.. Normalmente todos, e são eles, sem dúvida os meus maiores como turista mesmo! incentivadores. Por essas boas experiências que Visitando museus, cidades tive durante os meus primeiros passos na aviae culturas diferentes da ção, decidi então iniciar a minha carreira tamminha. Sou uma pessoa bastante curiosa e isso me bém instruindo jovens pilotos”, finalizou.

jovem Carolina Griz de Goes Cavalcanti, 34,conhecida pelos amigos como a GRIZ e na Aviação tem o nome de “guerra”, “pista” é uma mulher quem vem se destacando onde passa. No seu currículo estão os cursos de Piloto Privado, Piloto Comercial e Instrutor de Vôo de Avião, com habilitações em Vôo por Instrumentos (IFR) e Multimotor. Mas não para por aí, também é diplomada em Licenciatura da História, pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP), sua terra natal. E ainda possue pós-graduação em Turismo Superior Operativo, pela UET (Instituto Europeo per il Turismo) de Roma, na Itália onde também chegou a cursar o 1º ano de Engenharia Aeroespacial, na “Università La Sapienza di Roma”. Podemos dizer uma jovem de muitas habilidades e muito futuro. Como podemos perceber nas apresentações, enganam-se quem conhece Griz, com a sua aparência frágil,

Curiosidades da Pilota Filme que mais gosta O Diário de Benjamin Button. Comer, Rezar e Amar. Livro “Cleópatra. A Mulher Cuja Beleza Inspirava Paixões e Selou o Destino de Impérios”,

distrai muito!


Revista Encontros - Política

PICCIANI CONFIRMA O NOME DE RICARDO QUEIROZ à PREFEITURA DE MARICÁ

A

visita do deputado estadual e presidente do PMDB estadual, Jorge Picciani, na noite do dia 27 de outubro, quinta, na quadra do colégio Iara Queiroz, foi decisiva para muitos pré-candidatos. É que todos queriam ter a certeza do nome de Ricardo Queiroz para a disputa à prefeitura de Maricá. “Ricardo é o nosso indicado a candidato a prefeito e quem não estiver satisfeito que saia do PMDB”, recomendou. Perguntamos se o ex-prefeito Queiroz também seria a escolha do governador Sérgio Cabral e como ficaria a aliança do PMDB com o PT, neste caso, pois hoje temos dois vereadores do PMDB que fazem parte do governo do PT. A resposta foi enfática: “Eu estou aqui trazendo também o apoio do governador Sérgio Cabral. O que vemos hoje é que Ricardo conta com 40% de aprovação e O ex-prefeito Édio Muniz, o empresário de Itaipuaçu, Renato Barroco, o pres. isso pra nós já é o suficiente para termos no partido uma candidatura própria. Se não fosse assim, não teríamos nenhum do PMDB Maricá, Ricardo Queiroz e o pres. do PMDB Estadual, Jorge Picciani problema em compor com o PT, mas não é isso que vemos. Quanto aos vereadores do partido que não quiserem participar dessa composição, sinto muito, mas terão que procurar outro partido.” Picciani falou da sua vida pública, da disputa ao senado e o afastamento da campanha que teve de ter por conta de um câncer, mas que já está tudo bem. “Estou realizado com a vitória dos meus dois filhos, o deputado federal Leonardo Picciani e o deputado estadual Rafael Picciani, hoje o que mais quero é cuidar da minha empresa e continuar à frente do PMDB onde estou há 16 anos. Falou da importância do momento político para o Estado do Rio de Janeiro e da importância dos royalties para os municípios que são beneficiados dentro do nosso Estado. A reunião foi para apresentação dos 120 pré-candidatos a vereaO Dept. Estadual Rafael Picciani dor. No final da reunião todos disputavam uma foto com o homem forte do PMDB.

33


34

Revista Encontros - Social

Um dia especial no NAIR

P

odemos dizer: tivemos um dia muito especial. Ao chegarmos ao NAIR fomos recebidos por olhinhos curiosos que nos seguiam em cada atitude e em cada passo. Aos poucos foram se aproximando com o cuidado de uma criança, e à medida que iam percebendo nossas intenções, pois estávamos exibindo a nossa máquina fotográfica, começaram a nos rodear, descobrimos que adoram se ver em fotografias; nos encheram de muitas perguntas e nos deram flores, muitas flores. Nessa hora a emoção, sem dúvida, toma conta da gente. O NAIR é uma entidade civil sem fins lucrativos, de natureza educacional, cultural e beneficente, reconhecida como de utilidade pública. Nascida há 11 anos, pelo empenho de três mães: Maria José, Jaci Dorothea e Maria Célia, que se depararam com as dificuldades para incluir os seus filhos e de outras mães, na sociedade. A entidade é mantida, exclusivamente, pelas doações dos sócios beneméritos e mantenedores, bem como, através dos eventos que promove regularmente. Infelizmente, não recebe nenhuma ajuda da Prefeitura, já recebeu no passado, diz a diretora com tristeza, uma verba de R$1.200 reais mas, atualmente, está esquecida pelo poder público. Seu principal objetivo é a inclusão social e o desenvolvimento das habilidades e capacidades da criança, jovem e adulto especial. Mas como diz uma das colaboradoras, a Fabíola, não somos nós que os incluímos, são eles que nos incluem. O maior sonho da entidade é ter um terreno próprio ou sede, pois pagam aluguel. No momento o NAIR atende a 27 pessoas, entre elas jovens e adultos com deficiência mental leve, com idade cronológica a partir dos 14 anos.

Como ajudar?

Não é só dinheiro que o NAIR precisa, mas de contribuição de mão de obra e tempo também. O Fruto da Semente (foto) é uma Oficina Itinerante de Artes Especiais que acontece no quintal da entidade e cuja matéria prima são sobras de tudo aquilo que estamos acostumados a jogar fora. Por isso são aceitas doações de material de uso doméstico, comercial ou industrial, tais como descartáveis em geral, embalagens, peças sem utilidade, dentre outras.

Você pode ser um doador Banco do Brasil – Agência: 2280-2 – Conta Corrente: 17.466-1. Para outras doações, os coletores, voluntários e credenciados vão até você, é só ligar: 2637-1804. Contato E-mail: nairespecial@hotmail.com blog: nairespecial1.blogspot.com A equipe de voluntários Presidente: Jacy Dorothea; tesoureira: Luciana Patrícia; secretária: Silvia; conselheiros: Maria Célia, Lucio, João Bosco, Tereza, Eduarda, Elaine (psicóloga); atendimento ao telefone: Andrea; arrecadação das doações: Jany; musicoterapeuta com o trabalho de cinoterapia: Alessandra de Cássia.

Dona Lourdes

Funcionários Lourdes (cozinheira); Rosinea (professora) e Marinei (aux.administrativo). Próximos eventos filantrópicos Feijoada com música ao vivo, dia 20 de novembro, às 13 h na rua Uirapurus, 200 (atras da rodoviária) e apresentação da cantora Preta Gil, dia 11 de dezembro, às 19h, no Maria do Céu. Ingressos no NAIR.

Professora Rosinea A oração no almoço

Fazem parte da oficina: Benedito Pedro da Silva, Chris Porto, Eduarda Brandão, Fabíola Niddan, Maria Teresa Bastos da Silva, Selma Aquino e Sylvia Cantuária. O patrocínio é da Viação N.Sra. do Amparo. Com apoio da Casa do Artesão de Maricá e Gentilezas papel-poesis. Apoio cultural: Espaço Cultural Genésio Lopes da Fontoura. Existe também um projeto de horta no quintal no qual estão engajados o grupo de escoteiro – 84 – de Maricá sob o comando do Sr. Euclides Caetano (foto), morador de Jacaroá.


Revista Encontros - Social

A jornalista Bete Santos entrevistando a presidente Jacy Dorothea

A auxiliar administrativa Marinei que também é professora nas aulas vagas

Atividades artísticas com o grupo Fruto da Semente

A aluna Fernanda confecciona artesanato para vender

A musicoterapeuta Alessandra de Cássia faz o trabalho de cinoterapia com seus cães

Aula de Teatro

O escoteiro Euclides Caetano acompanha os alunos na horta comunitária no NAIR

35


36

Revista Encontros - Niterói

Jovens empreendedores movimentam a Região Oceânica Carlos Werneck apresentando o Nosso Bar

O

s bons índices de crescimento da Região Oceânica de Niterói, está trazendo boas oportunidades para jovens empreendedores criarem o seu próprio negócio. Neste cenário, em novembro de 2010, os amigos Carlos Werneck (32 anos), Luiz Fellipe Cardoso (27), Mariano Rimolli (38), Odilei Berton (32) e Thiago Mergulhão (29) compraram o extinto Xeque-Mate e abriram o badalado Nosso Bar. Os jovens empresários conseguiram o ponto Diversos drinks são oferecidos pela casa

Texto e fotos Fernanda Drumond

Mariano Rimolli e sua esposa Deborah Cristina

ideal para o projeto dos sonhos. O Nosso Bar fica situado no trevo de Piratininga, onde tem a maior concentração de comércio gastronômico e de bebidas da região. “Assumimos o bar, juntamos as ideias, contratamos uma arquiteta e montamos nosso projeto”, lemborou Werneck. O Nosso Bar, além da cervejinha super gelada, também é famoso pela sua programação. Durante a semana, o público lota o bar para assistir o campeonato brasileiro. “Damos prioridade para o Brasileirão, mas também passamos os jogos do campeonato carioca, copa do mundo e olimpíadas. Quando tem grandes confrontos de luta da UFC também convidamos o público para vir assistir. Estamos sempre ligados no que está se passando e fazemos nossa programação em cima disso”, explicou Carlos Werneck. Além disso, toda quinta-feira, o Vitrola Blues, com Phil Braga e Eduardo Gema, toca na casa. “A gente procura uma vez por semana, fora das quintas-feiras, também trazer um show diferente, de artistas consagrados em Niterói”, disse. Outra atração do Nosso Bar acontece aos domingos, às 21h. Douglas Cordeiro entretém o público com o Quizz-Saber, o game de maior sucesso na região oceânica. O jogo consiste em quatro rodadas, de dez perguntas cada, reunindo o tema do dia e questões de matemática, história, literatura, atualidade, política,

fofoca e cultura. A mesa que obtiver mais pontos ganha prêmios da casa.

Um ano de sucesso

Em novembro, o Nosso Bar estará celebrando seu primeiro aniversário. Os proprietários programaram o mês inteiro de evento, com show toda terça-feira e promoções para os clientes. “Vamos trazer todos os artistas de Niterói, como: a banda Brasília, Gê do Dicoé, Dilsinho do DKV, João Ramalho, entre outros. Teremos promoção também de dose dupla de caipivodka, de pizza e de chope”, antecipou Carlos Werneck. Os jovens empresários estão otimistas com sucesso do Nosso Bar. Com apenas um ano de funcionamento, eles já abriram uma filial em Icaraí, na rua Lopes Trovão, esquina com a Geraldo Martins. A meta deles é se consagrar em Niterói para poder alcançar o mercado no Rio de Janeiro. Cerveja sempre gelada


Revista Encontros - Política

Deixa o Homem Trabalhar! Por Marcelo Antunes

Fabiano Gomes no seu escritório

Quero mudar a cara da política em Maricá

O

jovem Fabiano Velasques Gomes nasceu em Maricá, 29, morador do bairro Ponta Grossa, tem duas filhas lindas, é bacharel em direito e é pós graduado em direito processual penal e penal, ambos pela Universidade Estácio de Sá. Encontros: Qual é a sua principal motivação para ingressar na disputa por uma cadeira na Câmara dos Vereadores de Maricá? Fabiano: Eu não resumiria a uma, a minha motivação, porque são várias. Claro que gostar de participar na política, como um cidadão que almeja uma vida melhor para os filhos, especificamente em Maricá, deveria ser a motivação de todo o pai. Mas talvez minha principal motivação se resuma no desejo de mudar a cara da política em Maricá, hoje atolada em denúncias de corrupção que não são apuradas pelo Poder legislativo local. Pretendo jogar pesado neste campo minado, pois tenho certeza que possuo coragem para isso. Porque a corrupção neutraliza todas as iniciativas saudáveis, pondo o Município em estado de falência, enquan-

to a corrupção enriquece muitos detentores de cargos públicos. Encontros: Você não acha temerário empunhar uma bandeira como esta, de combate à corrupção? Fabiano: Sei dos riscos, mas sei também que não estarei sozinho nesta empreitada. Venho conversando com muita gente e por mais que as pessoas inventem assunto, ele acaba centrado na necessidade de combater a corrupção. Tenho dito que o primeiro caminho é o honesto ocupar o lugar do desonesto. Quanto aos desonestos, acredito que o povo maricaense sabe quem são eles e que podem afastá-los por meio do voto consciente. Espero sinceramente que o povo aproveite as eleições para afastar a turma “fichas-suja” do poder político abrangendo o Executivo e o Legislativo. Cabe-nos, como candidato, informar com documentos, quem são eles e elas, de modo que a informação percorra todo o Município e todas as classes sociais. Sou otimista quanto a isso e não temo esses covardes.

Só os Royalties nos últimos três anos aumentaram em mais de 1000 %, é isso mesmo, de R$ 500 mil reais mês, para aproximadamente R$ 6 milhões de reais, e vem aumentando a cada mês. Os repasses de recursos Federais e Estaduais também aumentaram de forma significativa, por conta do crescimento populacional e os recursos próprios do município obviamente acompanharam estas proporções, ou seja, Maricá esta recebendo recursos com nunca em toda sua existência e nada mudou, a cidade continua com as dificuldades de antes.   Ainda pedem para deixar o homem trabalhar, mais de 36000 maricaenses deixaram o homem trabalhar, os vereadores deixam o homem trabalhar, um dos maiores quadros de secretários do país deixam o homem trabalhar, até a justiça deixa o homem, não falta dinheiro para o homem trabalhar. Já perguntaram para o homem se ele gosta ou quer trabalhar? Se gostasse não seria esse o seu primeiro emprego. Marcelo Antunes Empresário, Presidente do PSC Maricá e morador de Maricá

37


38

Revista Encontros - Saúde

Nayara de Souza Almeida Crefito 2/87233-F

Perguntas e Respostas O que é Fotodepilação? *Um método de depilação que utiliza a luz branca de grande intensidade e pouco agressiva à pele para a queima do pelo, até a raiz, apresentando resultados de longa duração. Contra-indicações? *Gravidez e amamentação; Medicamentose/ou cosméticos fotossensibilizantes; Aplicação em nervos displásicos; Aplicação em tatuagens; Patologias cutâneas (vitiligo, lúpus, doenças fotossensibilizantes); Epilepsia; Infecção ativa de herpes simples (caso seja na área tratada); Pele bronzeada; Fototipo VI (pele negra intensa). Qual é o preço do tratamento? *O preço é R$ 490,00 (programa

de tratamento com 10 sessões) ou R$ 75,00 (sessão individual). Quantas sessões são necessárias? *São necessárias em média 10 sessões para eliminar o pelo da área tratada, variando sempre de acordo com o tipo da pele, o tipo de pelo e da área. Quais são as áreas que podem ser tratadas com a Luz Intensa Pulsada? *Todas, a uma média de 25 disparos, sendo que áreas maiores podem demandar uma quantidade maior. Posso depilar com cera entre as sessões? *Não. Todo o procedimento que arranca os pelos pela raiz prejudica a eficácia da fotodepilação. Só é permitido usar lâmina ou creme depilatório. Posso tomar sol?

*Sim, utilizando protetor solar PFS 30. Deve-se evitar expor a área tratada aos raios UVA. O tratamento é definitivo? *Não. Embora ofereça resultados de longa duração o tratamento não é definitivo, pois os pelos encontram-se em fases diferentes de crescimento que variam de 2 a 5 anos. Após o término do tratamento é necessário, em média duas sessões anuais de manutenção (dependendo do tipo da pele e do tipo de pelo). Vale a pena esclarecer que cada pessoa possui em torno de 5 milhões de folículos pilosos (área propícia ao nascimento de pelos). Portanto não existe tratamento definitivo. Para esclarecer outras dúvidas entre em contato com a Esthetic Physio Telefones: 2637-6306 / 7871-8808 / 14*734


Revista Encontros -

39


40

Revista Encontros - Educação

CIEP 259

Projeto de Cinema AMPLA

N

o dia 28 de outubro aconteceu no CIEP 259 o Projeto de Cinema AMPLA. Os alunos participaram ativamente dessa parceria. Nesse dia houve exibição do filme Eu e Meu guarda-chuva, sorteio de uma bicicleta, danças e brincadeiras. O Consciência Ampla na Tela é um evento itinerante através do qual a Ampla proporciona aos seus clientes experiências de valor com a marca, através do acesso da família ao melhor do cinema nacional como entretenimento – com direito a pipoca, refrigerante e brinde. E o CIEP 259 abraçou a parceria com muito empenho e entusiasmo!


Revista Encontros -

41


42

Revista Encontros - Esporte Por João Lucas Campello Estudante de Jornalismo da facha

Atletismo Atleta de Araruama conquista duas medalhas no Pan de Guadalajara 2011

Rio-São Paulo de Showbol Deu FlaxFlu na final em Maricá

A cidade de Maricá recebeu as finais do torneio Rio-São Paulo de Showbol, realizadas na arena da Barra de Maricá, e contou com os principais clubes do país. Pelas semifinais o Flamengo venceu o Palmeiras, e o Fluminense superou o Botafogo. No último domingo do mês de outubro (30/10), Flamengo e Fluminense protagonizaram um duelo eletrizante, terminando empatados no tempo normal por 6 a 6. O jogo foi decidido apenas na prorrogação, com um gol de Maciel dando a vitória e o título ao tricolor carioca. Ao fim do torneio, jogadores e torcida satisfeitos. O árbitro da final Oscar Roberto de Godoi enalteceu o comportamento dos espectadores do evento. “Em cidades menores, percebemos que as pessoas são mais amáveis e afetivas, e isso é transmitido aos jogadores.” Organizado pelos ex-jogadores Ricardo Rocha e Djalminha, o Showbol cresce e torna-se rentável através de patrocínios capitaneados pelos artistas da bola e ex-craques do campo. Sem deixar de lado sua função social, portanto, o ingresso cobrado para as partidas foi de 1 kilo de alimento não perecível, destinados a projetos sociais.

Ida e volta marcada. Nas comemorações de aniversário da cidade, em maio de 2012, o Showbol está confirmado. “Vamos voltar em maio do ano que vem, quando Maricá faz aniversário. Queremos ver essa arena lotada outras vezes.” Afirmou o ex-zagueiro Ricardo Rocha, tetracampeão do mundo em 1994, empolgado com o sucesso do torneio em Maricá.

Fui no meu limite. Eu estava com uma pequena dor me incomodando já faz um tempo. Mas isso não era motivo para eu fracassar...

Showbol

Depois de ficar fora do Pan do Rio, em 2007, lesionada, a brasileira de 31 anos, conseguiu a medalha de bronze nos 400 metros rasos em Guadalajara, repetindo seu feito de Santo Domingo, na República Dominicana, em 2003. O tempo de Geisa foi de 51 s 87. Na prova de revezamento feminino dos 4X400 metros, Geisa integrou a equipe medalhista de Prata, Nascida em Araruama, Geisa Coutinho começou aos 17 anos no atletismo, mas chegou a abandonar as pistas, pois sofria com insistentes dores e repetidas lesões. Porém, o amor pelo esporte a trouxe de volta aos treinos e, a atleta foi recompensada com o resultado no Pan do México. “Fui no meu limite. Eu estava com uma pequena dor me incomodando já faz um tempo. Mas isso não era motivo para eu fracassar. Eu fui vitoriosa e lutei até o fim. Esperava por uma medalha e ela veio independentemente se fosse de primeiro, segundo ou terceiro. O que eu queria mesmo era o meu lugarzinho lá no pódio. Estou muito feliz por isso. Vou receber essa medalha como uma vitória muito grande, como se fosse a campeã da prova”.


Revista Encontros -

Volei Masculino

Após ouro em Guadalajara Saquarema recebe a seleção Sem tempo para comemorar, a seleção masculina de vôlei que conquistou o ouro no Pan de Guadalajara, vencendo Cuba na final, no último sábado de outubro (29/10), encarou 32 horas de viagem até chegar ao Centro de Desenvolvimento do Voleibol, em Saquarema, o “Aryzão”. Em reta final de preparação para a Copa do Mundo no Japão, a equipe treina forte e se despede de Saquarema dia 08 de novembro seguindo para França, onde passará três dias para minimizar os efeitos da mudança de fuso horário. “O mais importante é a motivação estar lá em cima. Temos que aproveitar muito bem esses últimos dias de treinamento, para chegarmos prontos na Copa do Mundo e conseguir essa classificação. Temos um grupo homogêneo, 14 jogadores aptos para defender o Brasil, sempre”, afirmou Bruno, levantador e capitão no Pan de Guadalajara, confiante em um bom desempenho no Japão, para classificar o Brasil às Olimpíadas de Londres, em 2012, visto que apenas os três primeiros colocados garantem passaporte olímpico. O Brasil estréia dia 20 contra o Egito. São 12 seleções disputando três vagas olímpicas.

43


Roteiro da Boa Comida 44

Revista Encontros -

Calamares O restaurante Calamares é tradicional na cidade, mas há um ano está sob nova direção. Mesmo assim manteve o mesmo tempero da cozinha para alegria dos antigos e futuros clientes. No cardápio: Moqueca de Frutos do Mar, Bobó de Camarão, Picanha na chapa (foto), Feijoada, Bolinho de Bacalhau, Massas e outras delícias. Aberto de terça à domingo somente para almoço. Av. Francisco Sabino da Costa, 350, Loja A, Centro. Tel.: (21) 3731-5171.

Recanto do Bacalhau Desfrute de um ambiente agradável, um sabor inigualável e um bom atendimento. Venha conhecer o melhor bacalhau de Maricá. Funcionamos de quinta à sábado: das 11hs às 22hs. e aos domingos até às 18hs. Aceitamos cartões. Avenida Roberto Silveira, 1.110 - Flamengo - Maricá (em frente ao radar 50km) - tels: 2634-0647 / 7849-9756

Bendita Gula O Bendita Gula delicatessen e bistrô é o que podemos chamar de cantinho aconchegante e especial. Decorado em estilo rústico o serviço é de primeira. Você encontra uma gastronomia variada: frios – laticínios – sanduíches – caldos – sobremesas – drinks – vinhos e bebidas diversas. Funciona de 2a. à 5a. das 15 às 22hs, sexta e sábado, a partir das 16 horas até o último cliente. Não abrimos domingos e feriados. Rua Abreu Rangel, 420, Lj 04, centro (Edifício Imperial) com entrada pela rua da delegacia. Tel.: (21) 2637-2597.

Lúpulo do Gato Almoço executivo de segunda à sexta das 11:30h às 16:30h, com pratos a partir de R$ 6,90. Variado cardápio “a la carte”, chopp da Brahma, cerveja de garrafa, pizzas e petiscos de terça à domingo até as 24:00h. Conheça também nossa carta de cachaças artesanais e participe do clube do whisky. Centro - Maricá - Tel: 2634-0652 - www.lupulodogato.com.br


Revista Encontros - Gastronomia

Pão de Folhas e Talos Ingredientes:

Todas as quintas-feiras, das 13 ás 15 horas, na Fundação Leão XIII, o Curso de Culinária Econômica agrada cada vez mais aos seus participantes, conquistando alunos novos a cada semana. Depois de aprenderem a fazer vários doces e salgados, aproveitando cascas, folhas e talos de legumes, frutas e verduras, as alunas meteram a mão na massa e fizeram elas mesmas o Pão de Folhas e Talos, cuja receita damos a seguir para os leitores da Revista Encontros: Agradecimentos aos patrocinadores.

Modo de Fazer: Colocar as folhas e talos no liquidificador com o caldo do cozimento. Bater bem. Juntar o ovo, o açúcar, o sal, o fermento e o óleo e continuar batendo. Colocar em uma vasilha a farinha de trigo e despejar

Apoio:

Curso de Culinária Econômica é sucesso!

- 4 e 1/2 xícaras de farinha de trigo -2 xícaras de folhas e talos picados -1 xícara de caldo das folhas cozidas -1 colher (chá) de açúcar -3 colheres (sopa) de óleo -3 colheres (chá) de sal -15 de fermento biológico -1 ovo

a mistura do liquidificador. Amassar até desgrudar das mãos. Deixar a massa crescer até dobrar de volume. Amassar novamente e formar os pães, colocando-os em uma assadeira untada. Deixar crescer novamente.

Colocar em forno moderado para assar por aproximadamente 40 minutos. Pode-se usar folhas e talos de beterraba, cenoura, nabo, rabanete, brócolis, espinafre e salsão (aipo).

45


46

Revista Encontros - Alerta

Peço mais uma vez socorro! O construtor Oduvaldo Marins, morador há mais de 40 anos em cordeirinho, bairro localizado próximo à praia de Maricá vem a público, mais uma vez, pedir socorro. Ele é construtor de muitas casas em vários pontos da cidade e por isso se sente responsável pela vinda de muitas famílias para o município. Assim acredita que o poder público não pode fechar os olhos para o povo da Ponte Preta, Gamboa e também do Cajú. “É um sofrimento o que as pessoas aqui passam com a falta de condução, por isso pedimos providencias para o estado das ruas e para resolver o problema do matagal que avança à beira da nossa linda lagoa. Aqui poderia se tornar um ponto turístico, mas infelizmente está abandonado”, disse Oduvaldo.


Revista Encontros - Dúvidas do Leitor

Dr. Sérgio Goulart Arquiteto e Urbanista

Evandro de Souza Minha duvida é: Tenho um imóvel, mas não tenho habite-se, como faço para adquiri-lo?

*

Evandro o habite-se é um dos documentos mais importantes de um imóvel que tenha uma edificação e para tirá-lo, você terá que contratar um Arquiteto ou Engenheiro para que assine as plantas do projeto do seu imóvel. Esse profissional poderá fazer todos os trâmites de prefeitura. As etapas que deverão ser feitas por esse profissional são: •Tirar todas as medidas e características do seu imóvel tais como: medidas de portas, janelas, vãos, pé direito (altura de um andar do piso ao teto), tamanho dos cômodos, tipo de cobertura e outros detalhes do projeto.

•Com as informações obtidas em campo, será feito as plantas do projeto e cópias das mesmas. •Com as plantas, os documentos que cada prefeitura pede e as taxas de entrada, monta-se um processo e dá entrada na prefeitura do município que o imóvel está localizado. •Após essas etapas, deverá fazer um acompanhamento do processo na prefeitura, terão outras taxas no decorrer do processo até a assinatura do secretário, adquirindo assim, o Habite-se do seu imóvel.

na próxima edição o Dr. Sérgio responderá a pergunta de Rodrigo Novato

47

Depoimento de uma leitora da Revista Encontros. “Boa tarde Sr. Sergio Goulart. Meu nome é Jaqueline Barbosa estudante tec. em edificação, queria que soubesse q li a sua entrevista na Revista Encontros e gostei muito. Pois me fez comparar as informações com o meu conhecimento sobre o projeto de arquitetura vendo então q esta indo bem o meu aprendizado. Obrigada! Fique com Deus!” Via Torpedo

Continue escrevendo para o arquiteto Sérgio Goulart e tire suas dúvidas sobre construção e projetos da casa ou empresa. Envie um e-mail para: revistaencontro@gmail.com


48 48

Revista Encontros - Araruama

Membro da Comissão de Saúde da Alerj, Janira Rocha encontra irregularidades no Centro de Terapia Renal de Araruama

A

deputada estadual Janira Rocha (PSOL) visitou o município de Araruama no último dia 27 de outubro, atendendo à denúncia de usuários do Centro de Terapia Renal do município, instalado próximo ao antigo Pronto Socorro Municipal. A parlamentar é membro da Comissão de Saúde da Alerj e durante a entrevista comentou sobre a funcionalidade da unidade que presta serviços de hemodiálise e ainda alertou para o número de mortes em menos de dois meses.

* Arlindo Junior – Deputada, do que se trata a denúncia e o que foi constatado no Centro de Terapia Renal de Araruama? Janira Rocha: Primeiro, a denúncia que eu recebi de usuários da clínica, de pacientes renais, é de que teria havido 13 mortes em dois meses e de que estariam sendo utilizados equipamentos indevidos durante o processo de tratamento. Nós viemos hoje com uma equipe técnica e com enfermeiras especializadas em terapia de hemodiálise e com o presidente da Associação dos Renais Crônicos do Estado do Rio de Janeiro. Chegamos, procedemos à vistoria e pudemos verificar que realmente existiam irregularidades. Quanto às mortes, no registro da clínica existem seis pessoas que teriam vindo a óbito durante esse processo de dois meses. Obviamente, eu não posso aqui dizer que esses óbitos se originaram em problemas causados pela clínica ou se foram problemas, enfim, crônicos de alguns pacientes, problemas decorrentes da cronicidade da doença. O fato é que existem seis mortos em dois meses. Isso vai ser averiguado. Existe uma falta de identificação nos filtros que estão sendo utilizados. Existem informações contraditórias nos prontuários dos pacientes, prontuários de papel com os prontuários que estão no sistema. Nós vimos realmente que a qualidade dos capilares (dos filtros) que são utilizados pelos pacientes do setor público e do setor privado também são diferentes. E nós tivemos a denúncia de vários pacientes que fazem a hemodiálise pelo SUS de que os seus médicos estariam alertando-

os de que as hemodiálises que eles estão fazendo não são eficazes. É importante dizer que nós fomos recebidos pelo corpo técnico administrativo da clínica e que eles nos deram acesso amplo a toda documentação. Não houve uma tentativa de se esconder a situação. Mas, independente disso, as irregularidades foram encontradas. * Arlindo Junior – Em agosto deste ano, a Comissão de Saúde da Alerj, com os deputados estaduais Bruno Corrêa, Miguel Jeovani e Enfermeira Rejane, fizeram uma vistoria nas unidades de saúde de Araruama. Eles constataram o racionamento de medicamentos na UPA 24 horas e tiveram acesso ao relatório da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar com as irregularidades e deficiências do Hospital Municipal Prefeito Armando Carvalho, localizado no distrito de São Vicente de Paulo. Como a deputada vê o caos O que falta é uma gestão eficiente? Janira Rocha: A gestão é um fato. A gente pode constatar que cada um desses pontos que foram vistos nas diferentes vistorias, um problema claro de gestão, e aí é responsabilidade direta da Prefeitura. A Prefeitura é a gestora aqui no município e precisa realmente ver, acompanhar, fiscalizar e suprir as necessidades que existem. Agora, tem um problema que a gente precisa levantar aqui e que aparece em toda a grande imprensa, que de 60

a 70% dos recursos federais e estaduais que são jogados para os municípios para serem usados na área da Saúde não chegam. Objetivamente, isso é colocado pela Controladoria Geral da União, que constata que existe essa não aplicação de recursos públicos, como ela também assume que não tem capacidade de controlar isso, porque principalmente nos municípios menores a maioria desses serviços é feitos com contratos e valores abaixo de 100 mil reais. Então, a capacidade de fiscalização da Controladoria Geral da União é zero. Então, qual é o papel do parlamentar estadual? É vir ao município, primeiro saber qual é o montante de recursos que deveriam estar vindo para Araruama e outro município. Nós vamos buscar a Prefeitura, vamos sentar com o prefeito e com a Secretaria Municipal de Saúde. Vamos fazer questionamentos para a efetivação do serviço.

Arlindo Junior Jornalista e Assessor de Imprensa (22) 7836-2482 – ID 88*8721 / (21) 8062-9922 E-mail: arlindojunior_lagos@yahoo.com.br


Revista Encontros - Política

49

Miguel Jeovani cobra transparência das prefeituras nas ações de combate a dengue

O

Municípios da Região dos Lagos não participam de audiência pública da Comissão de Saúde da Alerj

deputado estadual Miguel Jeovani (PR) cobrou transparência das prefeituras do estado do Rio de Janeiro nas ações de combate ao mosquito transmissor da dengue, durante audiência pública da Comissão de Saúde da Alerj, realizada dia 31 de outubro. A subsecretária estadual da Vigilância em Saúde, Dra. Hellen Miyamoto, anunciou que só este ano os casos de dengue no estado do Rio cresceram 550% em relação a 2010. De acordo com a especialista, os principais fatores para esse número alarmante de registros são o aumento populacional, o abastecimento irregular de água e principalmente a produção de lixo urbano. “Temos estimulado todas as prefeituras do estado a trabalharem a mobilização, principalmente agora, no período pré-verão. Precisamos reduzir o número de criadouros de mosquitos”, alertou a

subsecretária.Um fato que chamou a atenção do deputado estadual Miguel Jeovani e dos parlamentares que participaram da reunião foi a ausência das prefeituras e representantes na discussão do tema. Dos 92 municípios convidados, apenas São Gonçalo, Tanguá e Resende compareceram à audiência. “As prefeituras precisam fazer o dever de casa, que é a saúde preventiva. Em outubro do ano passado, um levantamento do Ministério da Saúde mostrou o município de Araruama empatado em segundo lugar com o Rio de Janeiro no índice elevado de focos do mosquito. Na semana passada, o relatório da Secretaria Estadual de Saúde revelou que 71 municípios não cumpriram as metas estabelecidas pela Comissão Intergestores Bipartite em junho deste ano. Se os municípios não

vêm esclarecer as ações de combate, então só nos resta visitar essas cidades para fazer a inspeção”, destacou Miguel Jeovani, membro da Comissão de Saúde da Alerj. Uma das exigências da Secretaria Estadual de Saúde é a elaboração do plano de contingência e a atualização de dados nos sistemas de informação do Programa Nacional de Controle da Dengue (Sisfad). Já foi iniciada também a campanha “10 minutos contra a dengue”, que incentiva a população no combate aos focos do mosquito. Com 11 ocorrências, o município de Niterói, na região metropolitana, possui o maior número de casos de dengue tipo 4. Dos 161 mil casos notificados, já foram confirmados 133 óbitos e 7.707 internações.


50

Revista Encontros - Saquarema

JACONÉ GANHA SISTEMA DE ABASTECIMENTO E TRATAMENTO DE ÁGUA

A

prefeitura de Saquarema em parceria com o Governo do Estado lançou nesta segunda-feira (31/10), as obras de implantação do sistema de abastecimento de água do Bairro de Jaconé, em Saquarema. As obras estão orçadas em mais de R$ 8 milhões. As intervenções beneficiam diretamente 12 mil habitantes. O órgão responsável por essa obra será a CEDAE que prevê um prazo de 18 a 24 meses para conclusão dos serviços. Dentre as obras do projeto podemos destacar: o assentamento de 30 metros de tubulação de 300 mm de diâmetro para fazer a captação de água do Rio Roncador; a construção da estação elevatória de água bruta com fornecimento e instalação de três conjuntos de bomba que ficarão submersos; construção da estação de tratamento de água (ETA) para uma vazão de 150 mil litros por hora; o fornecimento e assentamento de 100 metros de tubulação interligando a captação de água à ETA; a construção de casa de química e de leito para secagem, estocagem e destinação final do lodo gerado no processo de tratamento. No processo para abastecer Jaconé também serão feitas duas mil ligações com hidrômetros e desenvolvido programa de educação ambiental para a população local. A obra, fruto da parceria entre Prefeitura, Estado e União, através da Caixa Econômica Federal, está inserida no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Este é mais um empreendimento alinhado com o abastecimento de água da região do Complexo Petroquímico da Petrobras (Comperj). Fonte e fotos: ASCOM SAQUAREMA


GUIA DE SERVIÇOS - ARARUAMA Revista Encontros -

51


GUIA DE SERVIÇOS - MARICÁ

52

Revista Encontros -


Anuncie: (21) 2634-2267 Revista Encontros -

Prestigie o comĂŠrcio local

Prestigie o comĂŠrcio local

53


Olho Vivo 54

Revista Encontros -

A revista ENCONTROS disponibiliza aos seus leitores o espaço “Olho Vivo”. Se algo estiver acontecendo e chamar sua atenção, nos envie um email para revistaencontro@gmail.com. Faça valer o seu olhar.

Esqueleto da Ponte abandonada Cansados de esperar por providencias, há mais de 10 anos, moradores da Barra de Maricá deixam recados escritos nas carcaças de ferro de uma ponte que até hoje só existiu no projeto. No último final de semana, durante evento da prefeitura “Showbol” foi anunciado que as obras da “tal” ponte iriam começar em dezembro. Agora mais uma vez a população fica à espera de mais uma promessa. Até quando?

Balança mas não cai? Alertamos, mais uma vez, às autoridades e a Ampla, para o perigo que continua ocorrendo nas proximidades da Rua 13, Barra de Maricá, bem em frente à lagoa. O poste que serve de sustentação para diversos fios, como pode ser visto na foto, está praticamente tombado. Além do perigo, passa-se uma imagem muito feia e de poucos cuidados com a cidade.


Revista Encontros -

55


56

Revista Encontros -

Revista Encontros 85  

Revista Encontros Edição 85

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you