Page 1

Revista R Rev evvist stta E Encontros nco nco ont ntr tros tr s - Abril Ab ill d Abr Ab de e 2011 201 20 011 1


2 Revista Encontros - Abril de 2011


Revista Re Rev R evviis e ist st s sta ta E Encontros ncco nc nco ontr ntttrros ros os - Abril Ab Abr Abri brril b il de de 2011 20 20 201 01 11 3


SUMÁRIO 04 Editorial 06 Acorda Maricá 08 Adalberto Vilar 09 Capa

14 Ponto de Encontro 16

Marcelo Antunes

23 Dia dos Namorados 32 Política 38 Imóveis 40 Araruama / Saquarema

42 Roteiro da Boa Comida 44 Esporte 46 Guia de Serviços 50 Olho Vivo

EDITORIAL No último dia 26 de maio o município de Maricá completou 197 anos. Poderia ser uma data comemorativa, porém o fato é que de acordo com a maior parte dos comerciantes e população essa data foi considerada apenas mais uma no calendário. Pena isso acontecer, pois em tempos de outrora nessa época do ano a movimentação da população era visível. “Ah! Tenho muitas saudades da época em que eu estudava no colégio Maricá e desfilávamos no dia do município. Nós crianças, ficávamos ansiosos para ver o desfile da patrol, do trator, dos caminhões, dos ônibus, dos carros de polícia. Todos bem limpinhos e depois nós íamos olhar um a um de perto”, lembra Carlos Henrique, o Riquinho. Não tão muito distante, eu Bete Santos, que cheguei a 14 anos em Maricá também me lembro dos muitos desfiles que minha filha, estudante do Joana Benedicta, chegou a participar. Era um cansaço gostoso que mostrava nas ruas os colégios, alunos, seus professores, diretores, enfim uma aula de civismo nas ruas. Foi uma pena ter acabado. Desde 2009, ano que se iniciou o governo atual, não tivemos mais o desfile cívico na cidade. Por que acabou? Economia de verba pública? Em 2010 o prefeito alegou que o município não tinha o que comemorar, após a grande enchente de abril que deixou muita gente desabrigada e endividada. Compreendemos. Mas e antes? E agora? Por que passamos mais uma data em branco? Será que não tínhamos o que comemorar? E eu respondo: É claro que tínhamos e temos o que comemorar! Vejamos: O município tem uma grande e atuante empresa – a Viação Nossa Senhora do Amparo, que há 61 anos transporta o povo de Maricá no eixo Maricá – Niterói – Rio de Janeiro, é a 2ª.maior empregadora da cidade e fez aniversário em maio. Contamos com uma infinidade de empresas que, há anos, são fortalecidas pelo único desejo de gerar renda e emprego sem precisar sair de Maricá. São empresários que entenderam que apesar de tudo, ou nada, vale à pena TRABALHAR. Os meus mais sinceros parabéns a essa gente que faz Maricá. Precisamos mais do que nunca erguer a cabeça, crescer o otimismo, arregaçar as mangas e dizer, através de atitudes positivas, o quanto aprendemos a amar esse município. Mesmo que não tenhamos nascido aqui. A revista Encontros, há 7 anos no mercado, parabeniza a todos os clientes, leitores, assinantes, funcionários e a Você pelos 197 anos da nossa querida Maricá.

Presidente e Editora: Bete Santos - (21) 7164-5338 Jornalista Responsável: Bete Santos (MTb18905-RJ) Criação da nova marca Encontros Luciano Lucena Designer e Diagramação: Bruno Campos Estagiário: Rômulo Mataruna Reportagens: Bete Santos e Carlos Zuca Fotografias: Pedro Menezes e Laurecy Monteiro Colaboradores nesta edição: Cel. Pedro Gomes, Adalberto Maia Vilar, Anand Samadan, Pref. de Araruama e Maricá Comercial: Bete Santos Atendimento ao Leitor: Email: revistaencontro@gmail.com Site: www.revistaencontros.com (21) 2634-2267 - 7164-5338 É expressamente proibida a reprodução total ou parcial das artes sem prévia autorização da editora. O conteúdo dos anúncios vinculados, bem como a prestação de serviços é de responsabilidade única e exclusiva dos anunciantes. Assim como os textos assinados também são de inteira responsabilidade dos seus autores. A revista Encontros é uma publicação mensal da Carol & Santos Gráfica e Editora Ltda.

NOSSA CAPA

A capa deste mês é um misto do passado com o presente. A foto da igreja foi feita pelas lentes do fotógrafo Pedro Menezes que a tratou e envelheceu. Já a foto do ônibus chegou através da própria empresa. Neste mês onde Maricá completa 197 anos de emancipação a nossa homenagem à Viação Nossa Senhora do Amparo e a cidade de Maricá

Bete Santos 4 Revista Encontros - Abril de 2011


Revista R Re evvis e ist sta E Encontros nco nc n cco ontr nttr n tro os s - Abril de 2011 1 5


Acorda Maricá XVI Prof. Adilson Pereira

Agenda 21 de Maricá

Durante a Eco 92, no Rio de Janeiro, as preocupações sócioeconômico-ambientais passaram a tomar forma e a fazer parte das discussões em todos os fóruns mundiais. Não há como discutir temas de interesse global separadamente com a humanidade caminhando na contramão do desenvolvimento sustentado. Quando, na década de sessenta, iniciou-se toda uma movimentação voltada à tentativa de frear as agressões do homem à natureza, a frase “Salvem o planeta” ganhou conotação emergencial. Hoje, após estudos direcionados, aprendemos que, por maiores que sejam as agressões impostas pelo homem à natureza, o planeta não sucumbirá... O homem sim. A frase, que havia se transformado num dogma entre ambientalistas, hoje é citada de maneira diferente à original e num formato infinitamente mais drástico: “Salvem a humanidade”. Caso queiram, podemos completá-la sem medo de errar: “Salvem a humanidade, dela mesma”. Maricá, após tantos desvarios e delírios políticos, tem motivos para comemorar. No dia seis de maio, em evento para mais de trezentos convidados numa casa de festas local, ocorreu o lançamento da Agenda 21 Municipal. Um fórum de discussão que vem há anos elaborando um documento que indica todas as nossas demandas e, diferentemente de movimentos políticos contrários ao caos que se instalou em nosso município, aponta as soluções. Vale lembrar que a Agenda 21 de Maricá é composta de quatro setores de sete membros, totalizando 28. O primeiro setor é composto da esfera governamental: executivo, legislativo, Cedae, DETRAN, entre outros. O segundo setor abrange todo o comércio e indústria. O terceiro setor é composto de entidades não governamentais, como ONGs e sindicatos. O quarto setor é uma novidade, por não ter feito parte do documento oficial da Eco 92. Abrange as comunidades, representadas pelas Associações de Moradores. Após tantas reuniões, vimos que os representantes dos demais setores, humanamente falando, são cidadãos, independentemente de seus cargos e afazeres. Ou seja,

somos todos comunidade. Como vice-presidente da Associação de Moradores e Amigos de Araçatiba-AMAR, “estou” coordenador do quarto setor. A Agenda 21 de Maricá agora é fato. Vários setores da sociedade civil, governamental e Petrobras, trabalharam em conjunto, colocando de lado suas diferenças, que não são poucas, em prol da elaboração da “Bíblia” de ações conjuntas que será de extrema ajuda, caso encarada com seriedade, à nova roupagem de nossa cidade. A organização do evento, que contou com a presença de representantes e coordenadores do Fórum, da Petrobras e da imprensa, além da sociedade como um todo, está de parabéns. Mas alguns fatos causaram surpresa. O primeiro deles, e talvez o mais constrangedor, foi a ausência do prefeito. As más línguas se apressaram em afirmar que o mesmo não tem comparecido a nenhum evento na cidade temendo vaias. Na ausência do alcaide, o prefeito de Tanguá, que acabou se transformando no principal personagem do executivo presente ao evento, soltou uma alfinetada de dar dó: “Sinto inveja de seus royalties. Mas, de que adianta tanto dinheiro sem atitude?”. Posso respondê-lo, lembrando a afirmação do ex-presidente, José Alencar, quando perguntado se tinha medo da morte: “Não temo a morte. Meu único medo é perder minha honra”. Se 1% dos que detém o poder em Maricá levassem esta frase a sério, certamente não teríamos 36.000 arrependidos. Na carona da ausência do alcaide, o vereador Fabiano Horta também não compareceu, mesmo sendo um dos palestrantes. Quem sabe, sua consciência tenha pesado. Nem ele, nem nenhum outro membro do legislativo, mesmo tendo assento no Fórum, nunca estiveram presentes em nenhuma reunião, muito menos trabalharam em parceria conosco. Tudo indica que, assim como Marcelo Sereno e Maria Helena Alves Oliveira, apadrinhados de José Dirceu que se retiraram juntos antes da metade do evento, o nobre edil teve coisas mais importantes a fazer durante todo esse tempo. A partir de agora, inicia-se uma nova fase. Acabada a festa e o coquetel, a implementação da Agenda 21 de Maricá em Maricá (sic) terá oficinas de capacitação, palestras em instituições diversas, projetos de parcerias, estudos e relatórios, e bom relacionamento com a Petrobras e o Comperj, deixando a certeza do dever cumprido, a satisfação de ter colaborado e a esperança de ser ouvido. 6 Revista Encontros - Abril de 2011


Revista Encontros - Abril de 2011 7


Coluna Dr. Adalberto Maia Vilar

Sistema Eleitoral Brasileiro e Reforma Política Todo poder emana do povo, que o exerce por meio de represen-tantes eleitos ou diretamente, nos termos da Carta promulgada em 1988. Todavia, o poder é exercido por intermédio de representantes eleitos para os cargos de Presidente da República e vice - Poder Executivo Federal; Governadores dos Estados e do Distrito Federal e vice - Poder Executivo Estadual; Prefeitos dos Municípios e vice - Poder Executivo Municipal e do Poder Legislativo: Senadores; Deputados Federais; Deputados Estaduais e Distritais e Vereadores Municipais. Para a realização das eleições adotou-se o sistema de representação majoritário à eleição para Presidente da República, Governador e Prefeito e Senador da República e o proporcional. Excetuando-se os municípios que tenham menos de duzentos mil eleitores e para o Senado, a eleição será em dois turnos de votação, salvo se houver um candidato que conseguir a maioria absoluta dos votos válidos em primeiro turno, não se computando os votos brancos e nulos. A Constituição dispõe que os representantes do povo na Câmara dos Deputados serão eleitos pelo sistema proporcional, que se estende às eleições dos Deputados Estaduais, Deputados Distritais e Vereadores. O sistema proporcional não considera somente os votos atribuídos um candidato, como no sistema majoritário e sim a garantia no parlamento da maior presença possível das diversas correntes ideológicas partidárias do eleitorado. A crítica que se faz contra esse sistema é de que o excesso de partidos políticos acarreta a instabilidade no poder, uma vez que impede uma formação da maioria sólida e leva a formação de acordos entre o executivo e o legislativo, a fim de se manter a estabilidade política. Isso, na nossa realidade política acontece nas três esferas de poder - federal - estadual e municipal. Mas, em vez da

extinção do sistema, que garante a representação da minoria, deve-se buscar um equilíbrio, com a finalidade de assegurar tanto aquela representação como a governabilidade. Numa exemplificação breve, porque há limite de palavras no artigo, enquanto no majoritário o candidato que obtiver mais votos está eleito, no proporcional há de verificar antes o quociente eleitoral - número mínimo que um partido precisa para eleger um parlamentar; o quociente partidário - número de vagas obtidas pelos partido e coligações e a distribuição das sobras. O Senado, através de sua Comissão de Reforma Política aprovou a adoção de listas fechadas no sistema eleitoral. Se for aprovada pelo Congresso Nacional, os eleitores votarão nos partidos e não nos candidatos. Assim, cada partido elaborará uma lista com seus indicados às vagas de deputado federal, deputado estadual e distrital e vereador e os eleitos dependerão dos votos recebidos por cada legenda partidária. O eleitor não mais escolherá seu candidato e sim numa lista imposta pela direção partidária e quem for amigo dos dirigentes estará assegurado figurar na lista. E quem tiver base eleitoral popular e não for amigo? E quem não tiver expressão política e voto popular, mas condições econômicas financeiras? Como serão realizadas as convenções para escolha dos candidatos? Perguntas como essas e outras tantas irão martelar as cabeças dos eleitores, que vão querer respostas daqueles responsáveis pelos partidos. Continuaremos na próxima edição.

Escritório: Rua Anfilofio de Carvalho nº 29 - sala 1.017 centro - Rio de Janeiro – Cep – 2003060 Tel: (21) 2240 7478.

8 Revista Encontros - Abril Abr Ab A briill de br de 2 201 20 2011 01 0 11


CAPA

PARABÉNS MARICÁ!!!

Por Bete Santos Fotos: Arquivo Amparo, Pedro Menezes e Internet.

N

o último dia 10 de maio a Viação Nossa Senhora do Amparo completou 61 primaveras. Nada demais, alguns poderão dizer. Mas como não? Num país onde milhares de empresas nascem e param nos primeiros anos, onde a moeda de tempos em tempos sofre com as quedas de planos econômicos, entre outras influencias, comemorar 61 anos é uma vitória. Neste mesmo mês de maio o município de Maricá completa 197 anos de emancipação. A revista Encontros, nesta edição, faz uma homenagem à cidade de Maricá e seus munícipes mostrando um pouco da história da mais antiga e bem sucedida empresa de Maricá. Entrevistamos a jovem Bárbara Caetano, que faz parte da diretoria da empresa, seguindo os passos do pai Francisco Caetano e dos tios Ronaldo Caetano e Carminha Caetano. Vejamos:

O que siginifica pra família Viação Nossa Senhora do Amparo essa data tão importante? Da empresa e da cidade. A história da Viação Nossa Senhora do Amparo está atrelada à história de Maricá. Esta relação é baseada em uma troca, uma vez que Maricá deu oportunidade para o crescimento da empresa e esta, por sua vez, gera desenvolvimento para a cidade.

Quantos funcionários a empresa tem em seu quadro? Quantos são de Maricá? Quantos Onibus em sua frota? Atualmente temos cerca de 993 funcionários. Nossa frota contempla 220 ônibus.

Como são solucionadas as críticas que chegam a empresa através dos usuários? As críticas chegam, na sua maioria, via SAC. Todas as mensagens passam por uma triagem, que encaminha cada assunto a área responsável. Os gerentes das áreas recebem as reclamações e planejam ações de melhoria, desenvolvidas e executadas caso a caso. Tais procedimentos são informados à área de comunicação ou diretamente à Fetranspor, responsável pelo SAC, que retorna ao cliente.

A licitação prevista para linha Maricá/Itaboraí terá a participação da Amparo? Certamente a empresa participará da licitação.

O atual governo municipal fala muito sobre a quebra de um monopólio o que isso siginifica pra V.N.S.Amparo? A Viação Nossa Senhora do Amparo conquistou, através de licitação, a concessão para prestar serviço de transporte público em Maricá, o que faz dentro de todas as normas estabelecidas no contrato, em vigor até 2020. Quando aconteceu a licitação foram estabelecidas as regras e os direitos e deveres das partes. A empresa está tranquila quanto a prestar o melhor serviço, sempre dentro do contratado. Nem todo o lugar existe

Revista Encontros - Abril de 2011 9

viabilidade econômica para a prestação de serviço de mais de uma empresa e enquanto a empresa atender aos passageiros com conforto e segurança, dentro do que foi definido no contrato, não há motivo para mudança dos parâmetros.

Como anda as obras do terminal rodoviário de Itaipuaçu? Qual previsão de término? A obra está 85% pronta. Os 15% restantes, referem-se ao acabamento. A previsão, que depende da estiagem das chuvas, é para o final de junho.

Quais os planos para o futuro? Neste mês de maio e no próximo junho estaremos incorporando a frota da empresa mais 22 ônibus rodoviários OKM e 5 ônibus urbanos 2010, beneficiando principalmente as linhas que partem de Maricá, Itaipuaçú e Ponta Negra para Niterói e Rio de Janeiro.

Deixe uma mensagem para os usuários da V.N.S Amparo... A Viação Nossa Senhora do Amparo tem orgulho de ser maricaense e trabalha, para encurtar distâncias, com conforto e segurança.


CAPA

VIAÇÃO N.S. DO AMPARO JUNTO

A trajetória de uma empresa, genuinamente brasileira, que por i Luiz Caetano, que com apenas 2 ônibus e uma única linha transfo

1950 - Nasce a V.N.S. do Amparo Em 10 de maio V.N.S. a nascia na Amparo do cidade de Maricá. No mesmo ano, em 16 de junho, foi inaugurado o estádio municipal do Maracanã, no Rio de Janeiro, para que o Brasil pudesse sediar a Copa do Mundo, já que a Europa encontrava-se abalada pela Segunda Guerra Mundial.

Dias atuais

H

oje, a Viação Nossa Senhora do Amparo é a maior empregadora e arrecadadora privada do Município. Com uma frota de 220 ônibus, emprega 993 funcionários e transporta 70 mil passageiros por dia. Ciente de seu papel de empresa cidadã desenvolve projetos de inclusão social e de responsabilidade ambiental em Maricá e cidades do entorno. Neste momento está construindo um terminal rodoviário em Itaipuaçu, que ramificará a área atendida, gerando mais abrangência, e beneficiará 200 mil pessoas por mês. Para garantir segurança a seus passageiros, trabalha com alta tecnologia e constantes programas de capacitação profissional.

1970

1950 1960

1970 1960

nio itória de Jâ denciais. V si de re p o s çã e õ Eleiç augura Goulart. In o ão ar Jo p e m A s N.S do Quadro to isso a V. o an d u q n o E tr n a. rio de Brasíli abalho sé tr m u a h mantin município.

Futebol bras ileiro é Tricampeão M undial. Na década de 70 a V.N.S.do Ampa ro já estava operando se us serviços no município com uma frota de 30 ôn ibus. 1973 - Inaugu ração da gara gem em Rio do Ouro, pois a em presa já servia a linha Rio do Ouro-Niterói. 1976 - Com a inauguraçã o da Ponte R Niterói, em 75 io, a V.N.S.do Am paro criou a linha MaricáRio de Janeiro.

10 Revista Encontros - Abril de 2011


CAPA

COM A HISTÓRIA DO PAÍS

niciativa de um cidadão humilde e trabalhador, o sr.Jacintho ormou o que seria um sonho, numa forte e respeitada realidade. 2010 - Histór

ia de sucesso

1990

ngresso bro de 1992, o Co Em 25 de setem hment do va o impeac Nacional apro me o viceando Collor. Assu presidente Fern Franco. presidente Itamar

Câmara apro va no dia 2 de Dezembr o o projeto do pré-sal qu e distribui royalties entr e todos os Estados e mun icípios do país. 2011 - Invest imentos em mais 22 novos ônibus; inau guração de um term inal rodoviár distrito de Ita io no ipuaçu, previs to para o final junho. de

2010

1990 2000

1980

1980

da o padrão Publicado ra pa ecnologia ethernet (t ). redes locais a - A empres 1985 a 1988 ão aç tr a adminis ficou com su governo do ao entregue mpação). ro Estado (enca N.S.do Ampa tração da V. is in m ad A 1988 to ília Caetano. a um momen voltou à fam is o país vivi po o de os va an va apro Quatro so Nacional es gr r. on lo C ol C difícil, o te Fernando t do presiden impeachmen

Revista Encontros - Abril de 2011 11

2000 11 de setembr o de 2001 Camicases is lâmicos lançam dois aviões contra as to rres do World Trade Center, em Nova York , e outro contra o Pe ntágono, em Washingto n. 2006 - Cons olidada, a em partir desta da presa a ta começou a fazer parceria de cunho so s cial. Hoje sã o vários proj apoiados pela et os empresa.


CAPA

PROJETOS SOCIAIS Dança do Ventre

Boa Bola Oferece aulas gratuitas de tênis, no Caju Tênis Clube, em Maricá, por um professor formado pela Confederação Brasileira de Tênis e pelo Conselho Regional de Educação Física. O projeto, que atende 30 crianças, visa a inclusão social através do esporte.

Orquestra Infantil Oferece aulas gratuitas de música para uma turma de 40 pessoas. O currículo inclui aulas de instrumentos de sopro e corda. Com mais de um ano de existência, o projeto conta com a parceria da Orquestra de Cordas da Grota, da ONG Reciclarte.

Motorista Cidadão Criado pela Fetranspor, em parceria com a Fundação Getúlio Vargas, o projeto treina motoristas das empresas associadas com o objetivo de garantir qualidade e excelência no atendimento ao público.

Há um ano e seis meses Verônica de Oliveira Diniz “Ansuya” está como funcionária da V.N.S do Amparo no cargo de auxiliar de manutenção. Feliz em fazer parte da “família Amparo”, ela participa de um dos programas sociais que a empresa apóia no município: a “Dança do Ventre” realizado na fundação Leão XIII. “Me sinto muito feliz em trabalhar na Amparo, desde de 2008 sou funcionária. Estou como auxiliar de manutenção, porém temos a oportunidade de promoção dependendo da nossa produção e dedicação” disse Verônica. Participando hoje da “Dança do Ventre” ela se diz mais motivada no cotidiano, “estava numa fase complicada após o fim de um relacionamento, andava um pouco triste, mas soube desse projeto social e resolvi entrar para mudar um pouco a rotina. Ao chegar aqui descobri outra mulher em mim, passei a me sentir melhor, a dança mexe com a gente. Agradeço também a nossa professora Jhale Jamal que nos passa muita motivação. Saber que a empresa onde trabalho apóia esse projeto e outros na cidade, me deixa ainda mais orgulhosa de ser uma funcionária da Amparo”.

Jovem Aprendiz Projeto Circulação

Iniciativa do Ministério do Trabalho, cujo objetivo é ajudar na iniciação profissional dos jovens brasileiros através de incentivos com instituições públicas e empresas privadas. Desde 2006, a Viação Nossa Senhora do Amparo, em parceria com o SestSenat de São Gonçalo, participa do projeto.

Promove atividade física gratuita ao ar livre para homens e mulheres, principalmente da terceira idade. Participam das aulas aproximadamente 50 pessoas por turma. Iniciado em agosto de 2008, funciona diariamente, pela manhã, no final da Rua 1, na Praia de Itaipuaçu.

Cia.De Vida Teatro e Dança Consiste no patrocínio de bolsas de estudo de teatro para crianças, jovens e adultos que não têm condições de pagar o curso. Desde agosto de 2007 o projeto, que oferece cerca de seis horas semanais de aulas de interpretação e dança, já beneficiou 84 pessoas.

Igreja matriz Tendo como tradição o apoio a muitos projetos e eventos no município de Maricá a V.N.S. do Amparo, através do Sr. Jacinto Filho, foi responsável pela digitalização dos sinos da Igreja Matriz. 12 Revista Encontros - Abril de 2011


PROJETOS AMBIENTAIS A questão ambiental também é prioridade para a Viação Nossa Senhora do Amparo. Todos os ônibus são certificados pelo selo verde, concedido pela Fundação Estadual de Meio Ambiente, Feema. O selo garante a padronização e o controle de emissão de gás carbônico.

Economia de Diesel Desenvolvido visando o uso racional de combustíveis, também contribui para a diminuição da emissão de gases poluentes na atmosfera. O projeto tem como premissa a economia do diesel, a redução dos custos de peças e acessórios, avarias, entre outros.

Reciclagem de Material Iniciado há mais de 20 anos, mas operado de forma registrada e controlada há cerca de cinco, a Viação Nossa Senhora do Amparo faz a coleta e o reaproveitamento de pneus, óleo queimado, materiais de ferro, baterias automotivas, papéis, plásticos e vidros. Depois de utilizados, os produtos são enviados às empresas parceiras, todas homologadas no Instituto Estadual do Meio Ambiente - INEA, onde são reciclados e retornam ao mercado para reutilização.

MORADORES DE CONDOMINIO EM MARICA CONSEGUEM APOIO DA VIAÇÃO NOSSA SENHORA DO AMPARO PARA CONSTRUIR ABRIGO DE ÔNIBUS Em Março, próximo passado, eu e mais cinco moradores do Condomínio GREEN PARK III, saímos em campo a procura de patrocinadores para construirmos um abrigo de ônibus em frente aos Condomínios GREEN PARK III E GREEN PARK II, as margens da RJ-106 , KM 28,5. Bem sucedidos em nossa empreitada, conseguimos junto a VIAÇÃO NOSSA SENHORA DO AMPARO, através de seu sócio Jose Francisco Caetano , o patrocínio de 100% da mão de obra e 80% do material e eu Jorge, juntamente com Tião . Armindo , Carlos José, Claudio e Edson todos moradores do CONDOMINIO GREEN PARK III juntamente com as Empresas PORTAL MADEIRAS, PRAVADELLI E PERTH CONFECÇÕES, completamos o restante que faltava para realizar nosso projeto e finalmente proporcionarmos aos moradores de nossos condomínios e moradores das redondezas um lugar para aguardarem a sua condução com tranqüilidade. Com essa iniciativa ficou claro que existem pessoas dispostas a colaborar para que projetos simples sejam realizados, trazendo melhorias para a cidade e conforto para os moradores. Jorge Nogueira da Silva Morador do Condomínio Green Park III

Revista Encontros - Abril de 2011 13


CAPA C APA Ponto

de Encontro

Por Cel. Pedro Gomes, Engenheiro Civil e Administrador de Empresas

NÃO À TRAPAÇA POLÍTICA!

RIO SEM HOMOFOBIA EM NITERÓI

A política maricaense parece fadada a sucumbir diante de desconfianças e traições rasteiras. Desde muito tempo o “fio do bigode” perdeu aqui seu valor moral. Na verdade, nem compromissos escritos e assinados serão hoje capazes de resistir a alguma traição de última hora. Veemse claramente os oximoros predominando nas conversas políticas e sepultando em cova rasa a política como “arte de negociar”. Interesses maiores (ou menores...) e contradições vencem facilmente a verdade. A prática política maricaense, na realidade, faz lembrar a lenda do escorpião, que, salvo pelo elefante numa travessia de rio caudaloso, agradece o favor picando-o mortalmente. Não é de pouco tempo a peleja entre a Câmara e a Prefeitura. Há, nesta escorpiônica relação, talvez, muitos “rabos presos” ao passado das campanhas em que o predomínio das despesas não contabilizadas tornou os políticos maricaenses “farinha do mesmo saco”, de tal modo que os acordos políticos não mais podem ser transparentes ou estão totalmente inviabilizados, pelo menos no transcurso deste momento de poder. Não sei, honestamente, não sei... Algumas vezes fui procurado para tomar posição em relação ao poder político local, tanto com relação à Câmara dos Vereadores quanto à Prefeitura Municipal, de modo a contribuir para a governabilidade ou para prejudicá-la em conspirações que não me agradam devido à obscuridade delas. Acontece que, ao que tudo indica, o subterfúgio é a marca registrada dos detentores do poder local, de tal modo que não há como negociar posições e posturas políticas transparentes. Os encontros tornaram-se uma espécie de submundo de trapaças e traições. Diante disso, só me resta esperar o futuro e tentar mudar a política pelo voto popular, o que, por sinal, não será fácil, já que é impossível impedir os acordos espúrios que emergem na campanha para engrupir o povo. Ah, todo esse lamaçal me lembra Sócrates: “O castigo do justo por não querer ser governante é acabar governado pelo injusto”. Eis como me animo e irei novamente à luta sem mais considerar a possibilidade de confiar nos atuais políticos detentores de mandato. Porque é certo que não pretendo ser “governado pelo injusto”...

Com apoio da câmara de vereadores de Niterói, tendo o vereador Leonardo Giordano como articulador, foi lançado o programa do Governo do Estado, RIO SEM HOMOFOBIA. O programa, coordenado pela superintendência dos direitos individuais, coletivos e difusos, da Secretaria de Estado de Assistência Social, visa combater a discriminação e a violência contra LGBT e promover a cidadania em todo o Estado do Rio de Janeiro. Na oportunidade estiveram presentes organizações que atuam no segmento, autoridades estaduais e municipais. O Secretário Municipal de Projetos Especiais, Gerhard Sardo, que fez parte da mesa, ressaltou a sua grande preocupação com o tema. Em função disso criou em abril de 2010 a Comissão dos Direitos Individuais e Coletivos com o objetivo de auxiliar na viabilização de projetos que contemplem os chamados grupos em desvantagem social como, entre outros, negros, índios e LGBT.

1 R 14 Revista evi e ev v sta sta a En E Encontros ncontro co con co ontro trros - Abril Ab A Abr b br bril rill de d 2011


Afrodite símbolo de amor e beleza A Deusa grega da beleza, da paixão, do amor, da fecundidade e do casamento. Na mitologia romana, é conhecida como Vênus, já na grega seu nome é Afrodite. Há duas versões para sua origem, a mais conhecida é a de que Cronos (deus do tempo) a pedido de sua mãe cortou e jogou no mar o órgão sexual de seu pai, Urano (deus do firmamento). Afrodite nasceu da espuma que se formou na água. O segredo de Afrodite era seus cabelos, com grande poder de sedução. estrela sempre luminosa, Deusa radiante da beleza feminina, amante do encanto e da sensualidade. Eternamente revelada em todas as mulheres, sua vasta cabeleira loira que tinha o perfume de rosas e amoras, jamais fora vista antes tão sedutora e graciosa formosura. aqueles cachos soltos sugeria liberdade, cabelos dourados leva simbologia do sol.Não havia beleza que se comparasse a ela. Existem vários mitos envolvendo Afrodite e seus poderes de deusa, protegendo casais apaixonados. Afrodite é quem governa as múltiplas formas de amor e paixão, sempre envolvida por um magnetismo intenso, pela alegria, pela sedução e pelo glamour. As celebrações em sua homenagem eram chamadas de afrodisíacas e aconteciam em toda a Grécia. As mulheres de natureza Afrodite são muito confiantes em relação às suas capacidades e, principalmente, no que tange a sua facilidade para atrair o amor. As carreiras de Afrodite sempre têm algo da sedução feminina: ícones da televisão e do cinema, modelos, estilistas, esteticistas, decoradoras e artesãs. Mulheres que dominam a criação da beleza são bons exemplos. Atualmente, qual é a mulher que não quer ficar mais bela, jovem, e satisfeita com a própria aparência? Mas somente neste século, tornou-se possível conseguir resultados compatíveis com os sonhos e anseios que antigamente só habitavam a imaginação feminina. Com mais informações, médicos, profissionais da beleza, academias e cuidados, a mulheres vêm mudando a aparência a cada dia. Afrodite, para muitas foi o molde da beleza e inspiração. Seus cabelos exuberantes, lindos e bem cuidados. Seu olhar confiante e sua auto-estima, com certeza, é o que hoje nos indica o que é o real poder feminino. A beleza só se demonstra com a sua autoconfiança. É isso que liberta a nossa deusa interior. A essência feminina é única. A mulher forte e sensível, mulher mãe guerreira, conquistadora e conquistada, apaixonada e irada, tal qual uma Deusa. Nesse mês de junho, em que lembramos a beleza do amor entre duas pessoas, não poderíamos deixar de fazer alusão a uma deusa que esta há muito tempo dentro de nós. Lembre-se de ser bonita, ser feliz, vaidosa, confiante. Só assim, como a deusa, sua felicidade amorosa, não apenas conjugal, mas digo amor próprio também, tem a “flechada” certa. Um feliz mês do amor para todas. Luciene Ferreira / Hair Stylist – salão de beleza Lú Tyene

Revista Encontros - Abril Abr brill d de e 2011 201 011 1 15 5


Coluna C

Marcelo CAPA C APA M

Antunes

Empresário da construção civil e estudante de Direito. E

Parabéns a Viação Nossa Senhora do Amparo pelos seus 61 Anos Há 61 anos prestando serviço de qualidade, certamente uma das melhores empresas de transporte rodoviário do Estado. Há 61 anos gerando emprego e renda para o município, uma empresa 100% maricaense, de uma família também maricaense, que sempre prestigiou e valorizou a cidade, digna de respeito e atenção por parte da administração pública. Fundada em 10 de maio de 1950 pelo empresário Jacintho Luiz Caetano (1900 – 1986), o maior empreendedor da história de Maricá, um homem que estava à frente do seu tempo. Empreendeu com humildade e amor a sua cidade, ajudou a muitas pessoas a iniciarem seus negócios como, por exemplo, o meu avô Benzinho Meló e preparou seus filhos em termos iguais para dar continuidade a sua história de sucesso e prosperidade. Tenho vários parentes e amigos que trabalharam e ainda trabalham na Viação Nossa Senhora do Amparo, muitos já aposentados, constituíram família, construíram suas casas, compraram seus carros e etc. A Viação Nossa Senhora do Amparo foi vítima de calunias e difamações orquestradas por um grupo político que visava chegar ao poder. Na falta de projetos convincentes e fundamentados, buscaram atacar a Viação Nossa Senhora do Amparo acusando-a de toda falta de desenvolvimento e crescimento econômico de Maricá, colocando em sua conta não termos na cidade empresas geradoras de emprego e renda, grandes supermercados, shoppings, cinemas e muito mais. Como isso poderia ser verdade, se com o crescimento econômico e populacional de Maricá, consequentemente o faturamento da Viação Nossa Senhora do Amparo também cresceria? Não é necessário ser um economista para chegar a esta conclusão. Disseram que iriam acabar com o monopólio, abrir a cidade para novas linhas para Alcântara, Itaboraí e Saquarema e nada disso aconteceu. Será por ser a concessão das linhas intermunicipais de competência do Governo do Estado? É óbvio que sim. Hoje penso que quando diziam que iriam acabar com a Viação Nossa Senhora do Amparo a estratégia seria a dos buracos espalhados por toda a cidade, só que não estão destruindo só os ônibus, estão prejudicando também a população. Parece uma piada de mau gosto.

O transporte público é um negócio para o empresário e um compromisso da administração pública, sendo assim obviamente é necessário que alguns assuntos sejam discutidos e acordados por ambas as partes, com a participação da Secretaria Estadual de Transportes, na qual temos o privilegio de termos como Subsecretário um cidadão maricaense, o Dr. Sebastião Rodrigues. Assuntos como possibilidades de redução de tarifas, atendimento as linhas já concedidas que possam estar com seus horários de atendimento insuficiente, criação de linhas que ainda não foram licitadas como Alcântara, Itaboraí e Saquarema, a construção de um grande terminal rodoviário na Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106) viabilizando a parada de outras linhas, até mesmo interestaduais como Cabo Frio x São Paulo. Essas sim são as obrigações da administração pública. A Viação Nossa Senhora do Amparo e a população maricaense foram vitimas do maior conto do Vigário da história da cidade, o pior é que para eles isso funcionou, levou este grupo político ao poder, gerando graves conseqüências não só no transporte, mas também na saúde, educação e infra-estrutura. Nenhuma empresa é inimiga da cidade, todas independentemente de seu porte ou ramo de atividade contribuem para o seu desenvolvimento, gerando emprego e renda. É obrigação da administração pública dar suporte, oferecer infra-estrutura e incentivos. É de suma importância buscar novas empresas para Maricá, mas é prioridade dar suporte e incentivos as que já estão aqui há anos contribuindo com a economia e desenvolvimento de nossa cidade. A Viação Nossa Senhora do Amparo é patrimônio de nossa cidade e foi feliz até na escolha de seu nome, uma bela homenagem a Padroeira da cidade. Finalizo com minha sincera homenagem aos 61 anos da Viação Nossa Senhora do Amparo, parabenizo também a família Caetano por administrar com sucesso e competência esta grande empresa e principalmente a seu fundador Jacintho Luiz Caetano o maior empreendedor da história de Maricá. Que Deus o abençoe no céu e a na terra à sua família.

16 1 6 R Revista evviis evi ev sttta sta aE En Encontros nco ccon on o ntr ttro rro os - Abril Ab Abr A briill d br de e2 201 20 2011 01 0 11


24 Revista Encontros - Abril de 2011

Fotos: Laurecy Monteiro Maquiagem e Cabelo: Studio Tonny Netto (veja pรกgina 30) Modelos: Mรกrcia e Anselmo, Luana e Rafael.


Revista Encontr Encontros ntr ntros trros os - Abril Abr Ab A b brrill de d 2011 201 20 0 1 25 5


Noivos Há 9 anos surgia em Maricá um novo conceito de moda e atendimento personalizado. Foi assim que a estilista maranhense, que morou na Europa, berço da moda, por vários anos, Socorro Carvalho se instalou na cidade. A Leamington Modas trabalha com uma variedade em vestidos de noivas de conceituadas marcas. Dentre elas, destacamos duas: a Nova Noiva que é uma referência em moda feminina no Brasil, seja em vestidos sob medida, seja nas suas inspiradas Coleções; e a Center Noivas, fundada em 1971. A marca é uma das mais refinadas e conceituadas em vestidos de noiva do país e se consolida no mercado a cada Coleção. Seus vestidos, de confecção própria, se diferenciam pela qualidade dos tecidos e beleza dos bordados e pedrarias.

26 Revista Encontros - Abril de 2011


Maquiagem: Studio Tonny Netto Fotos: Laurecy Monteiro

Madrinhas As Roupas de Festa é outro ponto alto da Leamington Modas. E o melhor: os modelos de festa estão disponíveis para aluguel e venda. Têm ainda vestidos para Madrinhas, Damas de Honra, roupas para Pajem, além de acessórios, bolsas, sapatos e bijuterias. O bom mesmo é pesquisar as roupas com bastante antecedência, pois os detalhes, os acertos no corpo, a escolha de acordo com a ocasião, horário, enfim, é fundamental. Afinal Você faz parte da festa e não pode destoar de uma data tão importante para àquele (a) que o (a) convidou. Os homens também têm vez na Leamington Modas: ternos, smokings, fraques, casacas. Uma variedade em aluguel. A grande novidade que está para chegar é a griffe Leamington Modas. Inspirada nas mais quentes novidades no mercado da moda adequada à realidade do nosso país tropical. Vale à pena conferir mais essa dica. Tudo aliado a consultoria da estilista Socorro Carvalho e sua equipe.

Revista Encontros - Abril de 2011 27


28 Revista Encontros - Abril de 2011


Fotos: Pedro Menezes

Revista Encontros - Abril de 2011 29


História dos casais modelos ** Luana Cunha, moradora no Marquês, 18 anos, trabalha na secretaria do Colégio Santa Mônica através do programa Jovem Aprendiz, congrega na igreja Metodista do Marques e pretende se formar em administração. Já o namorado Rafael Andrade, 20 anos, mora em São Gonçalo e trabalha no Estaleiro Mauá onde desempenha a função de metalúrgico, mas irá fazer, em breve, Engenharia Mecânica. O namoro já dura 2 anos. “Foi muito importante ter conhecido a Luana, assim tive a oportunidade de voltar para a igreja, pois eu estava afastado”, disse Rafael. ** O casal Márcia e Anselmo Campos mora no bairro de Bambuí, mas nasceram em São Gonçalo. Estão casados há 25 anos, tem um único filho, o jovem Bruno que por sinal é o designer da revista Encontros. Um casal nota mil, podemos assim dizer. Ela é dona de casa e ele empresário. Adoram sair, passear e principalmente namorar. Modelo da Leamington Modas: Make-up – olhos c/sombra Mac e boca Lancome Cabelo – Loreal Liss Ultime Modelos da Roupa & Cia: Marcia / Anselmo e Luana Make-up Marcia – sombra Tres D Mac, baton Dior Cabelo – Sebastian Revitalizant Anselmo: Cabelo – corte e tonalizante Cover 5 Homme Make-up Luana: sombra 3 D Mac e boca Lacome Cabelo - Escova Modeladora Produção dos modelos: Studio Tonny Netto - (21) 3731-0142 Fotos: Laurecy Monteiro - (21) 2637-1168

Foto meramente ilustrativa

30 0 R Revista evi v sta stt E En Encontros c tros con s - Abril Abr Ab A brril b il de de 20 201 2011 01 0 11


POLÍTICA

Os deputados Miguel Jeovani e Garotinho em audiência com o Ministro dos Transportes O deputado estadual Miguel Jeovani (PR) cumpriu agenda no início de maio (4/4), na Câmara dos Deputados, em Brasília, onde teve a oportunidade de acompanhar o deputado federal Anthony Garotinho (PR) em diversas audiências públicas. O deputado estadual Miguel Jeovani, acompanhado do ex-governador Garotinho, manifestou junto ao ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, a insatisfação do povo do estado do Rio de Janeiro com a falta da mureta central na extensão da ViaLagos. O ministro Alfredo Nascimento pediu providências da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) na revisão do contrato de concessão da empresa, por se tratar de uma intervenção pela maior segurança no trânsito e conseqüentemente pelo fato da concessionária estar colocando em risco milhares de vidas humanas. Em audiência com o diretor-geral da ANTT, Bernardo Figueiredo, os parlamentares apresentaram um dossiê com dados e fotos comprobatórias da situação vivida pelos condutores de veículos que trafegam na Rodovia dos Lagos. Os documentos serão avaliados e discutidos pela comissão da agência.

Deputado estadual Miguel Jeovani apresenta projeto de lei que proíbe a construção de presídios e casas de custódia em municípios turísticos

Governador Sérgio Cabral atende solicitação do deputado Miguel Jeovani e anuncia iluminação na estrada de São Vicente de Paulo e Praia Seca

O deputado estadual Miguel Jeovani (PR) apresentou o projeto de lei nº 244, que proíbe a implantação de presídios, casas de custódia ou outras unidades carcerárias em municípios do estado do Rio de Janeiro que possuam comprovadamente alguma vocação turística. De acordo com artigo 2º da proposição apresentada pelo parlamentar, fica também vedada a construção de unidades prisionais em municípios que não possuam pelo menos um batalhão de Polícia Militar com efetivo suficiente para atender ao número de presos da instalação, um hospital que comporte o mesmo contingente e uma Delegacia Legal aparelhada e em pleno funcionamento. “O anúncio da construção de um presídio em Araruama já está gerando inclusive a perda de tranqüilidade dos moradores e visitantes. Várias cidades do interior de nosso estado têm no turismo a principal ou uma das principais fontes de renda. A unidade prisional coloca principalmente em risco a garantia do desenvolvimento econômico e social da cidade, que luta com dificuldades pela geração de empregos”, afirmou o deputado estadual Miguel Jeovani (PR). O parlamentar assegura através da proposição que o famoso “cadeião” pode ser um fator impeditivo de investimento no turismo local.

O deputado estadual Miguel Jeovani (PR), através das indicações nº 48 e 186, solicitou ao governador Sérgio Cabral Filho (PMDB) a instalação de iluminação na RJ 124, no trecho de 8 quilômetros, que vai do Trevo de São Vicente de Paulo, em Araruama, até o entroncamento da ViaLagos, assim como na extensão de 6 quilômetros da RJ 132, que liga o Centro de Araruama até a entrada do distrito de Praia Seca. O anúncio da ampliação do projeto, que foi iniciado no trecho de 5,6 quilômetros entre os municípios de Iguaba Grande e São Pedro da Aldeia, foi publicado no Diário Oficial do Estado do Rio no dia 14 de abril. O pedido foi reforçado pelo presidente do DER (Departamento de Estradas de Rodagem), Henrique Ribeiro. “O governo estadual foi sensível às reivindicações e compreendeu a necessidade de se oferecer melhores condições de iluminação nas duas rodovias, muito importantes na prevenção de acidentes”, disse o deputado estadual Miguel Jeovani (PR). A nova iluminação nos trechos de rodovia da Região dos Lagos vai assegurar maior segurança para os motoristas e melhorar inclusive o tráfego noturno, principalmente nas vias com grande fluxo de veículos por causa das potencialidades e atividades turísticas. O sucesso da iluminação da RJ 106 gerou a redução de 52% do número de acidentes com a nova sinalização, de acordo com dados estatísticos do Batalhão da Polícia Rodoviária. 32 Revista Encontros - Abril de 2011


POLÍTICA F.O.R.M.A REALIZA ATO PARA CONSTRUÇÃO DA PRAÇA ESCRAVA ANASTÁCIA

Garotinho:

A FORMA - Fonte para Orientação Religiosa das Matrizes Africana realizou (20/05), em Maricá, o primeiro ato em prol da construção da Praça Escrava Anastácia. O local escolhido fica situado em frente ao cemitério municipal. Estiveram presentes os gerentes executivos da Subcretaria de Diversidade Religiosa da prefeitura de Maricá, Cláudia Teixeira e Antonio Jonas, o deputado federal Edson Santos (PT), além de vários simpatizantes da idéia. Na oportunidade foi realizado um abraço simbólico no local onde será construída a praça e foram feitos discursos explanando como se procederá a reforma do espaço que contará com um busto da Anastácia.

Em recente entrevista a TV Copacabana o deputado federal Anthony Garotinho agradeceu aos votos (8.699) recebidos em Maricá e firmou seu compromisso com o município. “Durante meu governo foram muitas obras que beneficiaram Maricá, espero retomar os projetos que foram interrompidos pelo atual governo do estado. Tenho um sonho de voltar a governar o Rio de Janeiro e para isso acontecer temos que começar de agora. Aproveito a oportunidade para dizer que o PR – Partido da República, terá candidatos a prefeito e vereador em todos os municípios e isso inclui Maricá. Nos bastidores políticos rumores dão conta que freqüentes reuniões estão sendo realizadas em Brasília e existe a possibilidade do PR-Maricá ter uma chapa puro sangue com candidatos a prefeito e vice.

Deputado Edson Santos fala a Encontros O deputado federal Edson Santos falou a Encontros sobre a construção da praça entre outros assuntos. “É gratificante estar em Maricá e participar de uma manifestação religiosa visando a consEmpresário Carlos Oliveira, Deputado Edson Santos, Jonas de Liminha e João trução de uma praça Pedro. que irá homenagear a escrava Anastácia, uma personalidade religiosa de devoção popular. Farei uma emenda parlamentar visando os recursos necessários, entretanto só chegaria para o próximo ano. No entanto outra tentativa nossa será junto a prefeitura buscar recursos no ministério do Turismo e uma possível verba ainda para este ano”, disse o deputado. O parlamentar ainda falou de seu mandato na Câmara Federal, “estamos ajudando a presidenta Dilma a organizar as coisas e equilibrar a economia. Tenho certeza que pautando no combate a miséria e melhorando a educação no país faremos um excelente governo”. Ao ser questionado se ainda teria condições de compor o governo Dilma, falou: “Já dei minha parcela de contribuição no governo do ex-presidente Lula como ministro da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, agora pretendo exercer meu mandato de deputado para o qual fui reeleito”. Na oportunidade Edson Santos parabenizou a cidade de Maricá pelos 197 anos, “aproveito essa oportunidade e desejo a Maricá meus parabéns, tenho certeza do próspero futuro dessa cidade. A chegada do pré-sal e outros empreendimentos que o município vai receber trarão o desenvolvimento esperado. Estarei sempre contribuindo para o crescimento de Maricá”, finalizou. Revista Encontros - Abril de 2011 33

“quero voltar a governar o Rio”

Governador Sérgio Cabral lança Pezão como o ‘seu’ candidato para 2014 O governador Sérgio Cabral Filho antecipou o início da pré-campanha ao Governo do Estado para 2014. Durante a inauguração, dia 15, sextafeira, da nova sede do PMDB fluminense, no Centro do Rio. Cabral anunciou oficialmente que o seu vice, Luiz Fernando de Souza, o Pezão, será o seu candidato e também do partido, ao Governo do Estado para sua sucessão. Ele manifestou, ainda, apoio ao prefeito do Rio, Eduardo Paes, da mesma sigla, que tentará a reeleição no ano que vem. O presidente regional da legenda, Jorge Picciani, disse que a sigla deverá ter candidatos a prefeito em todo o Estado. “Eu tenho o maior orgulho de ter o Pezão como vice. Ele é companheiro e governador junto comigo. Sério, qualificado, competente e decente”, elogiou Cabral, acrescentando que sonha deixar o Palácio Guanabara tendo o respeito da população.


POLÍTICA

Presidente do DER visita obras em Maricá No último dia 20, sexta, esteve em Maricá o presidente do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem (DER), Henrique Ribeiro. O motivo foi uma visita de esclarecimentos sobre as obras de drenagem, pavimentação e urbanização da Avenida Roberto Silveira, no bairro Flamengo, em Maricá. Na oportunidade, estiveram presentes: o ex-prefeito Ricardo Queiroz, o subsecretário estadual de transportes, Sebastião Rodrigues, o diretor da Metropolitana do DER, Aécio Castro, o responsável pela empresa Macadame, Antonio Machado, a secretária de comunicação da prefeitura, Alba Valéria e representantes da imprensa local através da revista Encontros e o jornal A Gazeta. O principal questionamento ficou por conta da largura da pista cujo alguns trechos estão com 7 metros e outros com 8 metros. Segundo Henrique Ribeiro a extensão está correta e segue o que foi apresentado no projeto apresentado e aprovado pela prefeitura de Maricá. A extensão da obra vai da Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106) até a Rodoviária Jacintho Caetano e inclue galerias pluviais subterrâneas de 2,00 X 1,20 metros, além da extensão e renovação da rede de água canalizada, novos meio-fios e uma ciclovia percorrendo toda extensão da via. Orçada em R$ 8.800.000,00 (oito milhões e oitocentos mil reais), a obra está sendo executada pela Construtora Macadame. Iniciada em setembro de 2010 tem previsão de término para final de julho deste ano. Ao ser perguntado sobre a recuperação da Rua 1, em Itaipuaçu, cuja licitação das obras foi feita em julho do ano passado, Henrique Ribeiro declarou que iria visitar o logradouro em outra oportunidade, mas que enviará um engenheiro ao local na próxima semana para fazer um paliativo. Mesmo assim adiantou que as obras só serão retomadas de fato em agosto. Quanto à passarela localizada próximo a Maminha de Ouro, feita apenas em um dos lados da estrada, o presidente do DER declarou que já foi feita a desapropriação necessária para o término da obra.

Meu Presente para Maricá Maio é um mês especial e de muitas comemorações. Para nós católicos é o mês dedicado à Mãe de Jesus, Nossa Senhora, aqui com o título de Nossa Senhora do Amparo. É também o mês dedicado aos trabalhadores, homens e mulheres que lutam para fazer o nosso país se desenvolver. Mas maio, é para nós maricaenses um mês marcante, pois comemoramos o aniversário da emancipação político administrativa de nosso município. É certo que hoje temos muito pouco a comemorar, uma vez que o estado em que Maricá se encontra é lastimável. O momento é tão ruim que a atual administração não fará nada para lembrar a data, ficando o fato restrito a seção solene promovida pelo legislativo, que corre o risco de ser fechado ao público, devido ao medo de manifestações e vaias. Apesar do caos, quero usar esse espaço como um breve momento de esperança e compromisso. Reafirmo a todo povo, que mesmo longe do poder tenho usado minha proximidade como o Governador Sergio Cabral para trazer benefícios para Maricá, proximidade essa conquistada com respeito e trabalho sério. Se hoje temos obras do Governo do Estado acontecendo em nosso município isso é fruto de uma relação construída quando eu ainda era prefeito, e que não se esgotou quando deixei de ser. Prova disso é que sou convidado pelo próprio Governador a estar presente em todas as ocasiões em que ele vem a Maricá. É embasado nisso que garanto que ainda teremos muitas obras, pois em primeiro lugar está o bem do povo. Não me prendo a brigas políticas ou partidárias, minha luta por Maricá está acima de qualquer sigla ou ideologia. Não vivo da desgraça, trabalho pela capitação de recursos e para que benefícios sejam trazidos para nossa população, foi assim durante o meu governo e está sendo assim hoje. A história se faz de fatos, por isso, lembro que durante os oito anos em que fui prefeito, a cada 26 de maio tínhamos várias inaugurações, deixando um legado de benfeitorias para o município e uma demonstração de respeito para com o povo. Hoje, os meus presentes para Maricá são : Recapeamento da Estrada de Ponta Negra, Ampliação da Capacidade de Abastecimento do Reservatório da CEDAE, a Nova Avenida Roberto Silveira, a Nova Ponte da Mumbuca, a Água para Itaipuaçu ( já licitada), o Asfaltamento do Loteamento Parque da Cidade, a Água para Ponta Negra. Essas obras são de suma importância para a melhoria na qualidade de vida de nosso povo, por isso lutei para que fossem realizadas independentemente da administração local que não teve nenhuma participação. Desejo a todos os maricaenses muitas felicidades e a nosso município muita força nessa data tão importante e festiva. Tenhamos esperança e fé pois Deus olha por nós. PARABÉNS MARICÁ Ricardo Queiroz 34 Revista Encontros - Abril de 2011


POLÍTICA

Itaboraí na mira

Com pouco mais de 218 mil habitantes, 66º colocado no ranking do Índice de Desenvolvimento Humano, dentre os 92 municípios fluminenses, e um modesto Produto Interno Bruto (PIB) de R$ 1,7 bilhões a cidade de Itaboraí era considerada até pouco tempo uma das mais atrasadas do Rio. Agora, porém Itaboraí ganhou status de ‘Eldorado’ na corrida eleitoral de 2012. Sede do Complexo Petroquímico do Estado do Rio de Janeiro (Comperj), em construção, a cidade já atrai candidatos a prefeito de outros municípios. Dentre os três pré-candidatos à prefeitura, dois — os deputados estaduais Altineu Cortes (PR) e Márcio Panisset(PDT) — disputaram o último pleito com domicílio eleitoral em São Gonçalo. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral, só nos últimos quatro meses Itaboraí passou a contar com mais mil títulos eleitorais, entre novos e transferidos. A tendência é que esse número cresça até o fim de setembro, prazo limite para candidatos de 2012 transferirem títulos eleitorais. Irmão da prefeita de São Gonçalo, Aparecida Panisset, o deputado Márcio Panisset pedirá a transferência de domicílio para Itaboraí nas próximas semanas. “Tenho apartamento fixo na cidade. Atendi a pedido da direção do PDT. Em Itaboraí, terei oportunidade de mostrar meu perfil como gestor. Não estou na disputa por causa do orçamento”, garantiu. Altineu Cortes, que ficou em 3º lugar nas eleições de 2008 para a Prefeitura de São Gonçalo, afirma que o desafio de administrar Itaboraí o motivou. “Ao mesmo tempo que receberá grandes investimentos, com o Comperj, a cidade tem problemas graves. Será preciso recuperar o que não foi feito durante anos”, disse o deputado, que informou ter residência no município. Outro pré-candidato é o atual prefeito Sérgio Soares (PP), que tentará reeleição. Especula-se que o PT indique o nome de Marcelo Sereno, atualmente secretário de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Petróleo de Maricá. DEM, PSDB e o recémcriado PSD ainda estudam nomes. Orçamento 32 vezes maior Com orçamento inicial superior a 8 bilhões de dólares (quase R$ 12,7 bilhões), o complexo, que começa a operar em 2014, deve representar o divisor de águas para Itaboraí. Estão previstos 200 mil empregos diretos e indiretos. Hoje, a cidade tem orçamento anual de R$ 400 milhões. O índice de saneamento básico é inferior a 10%, boa parte das vias não é pavimentada, e a incidência de pobreza atinge 59,43%, segundo o IBGE. A cidade tem cerca de 2.700 empresas e 25 mil pessoas empregadas. Fonte: O Dia Da Redação - Encontros - Carlos Zuca

Revista Encontros - Abril de 2011 35

MPRJ ajuíza quatro Ações Civis Públicas por prática de improbidade administrativa pelo prefeito de Maricá Quatro Ações Civis Públicas foram ajuizadas em abril pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) por prática de improbidade administrativa pelo prefeito de Maricá, Washington Quaquá, perante o Juízo da 2ª Vara Cível do município. Duas delas foram propostas para impedir a circulação de revistas cujo objetivo seria o de fazer propaganda institucional da prefeitura, mas que vêm promovendo pessoalmente o prefeito. O alvo do MPRJ, por intermédio da Promotoria de Tutela Coletiva de Defesa da Cidadania do Núcleo de Niterói, é o recolhimento das revistas e a condenação de Quaquá nas sanções do artigo 12 da Lei de Improbidade Administrativa. Caso condenado pela Justiça, ele estará sujeito à perda do cargo, à suspensão dos seus direitos políticos e a ressarcir os valores gastos com a publicação aos cofres públicos. A quatia ainda será apurada. As outras duas ações tiveram base no diagnóstico de irregularidades na contratação das empresas ECO 805 e Fortstone para o fornecimento de material de construção à prefeitura. Foram baseadas em relatório elaborado pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) instaurada na Câmara de Vereadores de Maricá. Outros ex-funcionários do município também são réus. Fonte: O Globo

Vereador é assassinado a tiros em Cabo Frio, Região dos Lagos O vereador Aires Bessa, de 70 anos, e um assessor dele foram mortos a tiros ,dia 5 de abril, no distrito de Unamar, no município de Cabo Frio, Região dos Lagos do Rio. De acordo com a Polícia Militar, as vítimas estavam em uma pizzaria com outros dois homens quando foram baleados por dois suspeitos que chegaram ao local em uma moto. Segundo testemunhas, os criminosos usavam toucas e capacetes. Após efetuar os disparos, eles fugiram. As vítimas chegaram a ser levadas para um hospital da região, mas não resistiram aos ferimentos e morreram. As pessoas que acompanhavam o vereador na pizzaria prestaram depoimento à 126ª DP (Cabo Frio), que investiga o crime. Aires Bessa pertencia ao PSDB e estava em seu sétimo mandato na Câmara dos Vereadores de Cabo Frio. Nas últimas eleições, ele foi eleito com mais de 3,3 mil votos.


MARICÁ: Berço de aviadores do Rio de Janeiro V

inte e seis anos, freqüentador do aeroporto de Maricá desde 12 anos e um amante da aviação, este é o jovem João Erick, um dos sócios da QNE Escola de Aviação Civil. O pai deste jovem é João Batista Fernandes, um dos grandes colaboradores do crescimento e atualização do aeródromo da cidade, tendo inclusive recebido o título de Cidadão Maricaense devido aos serviços prestados ao município. A Encontros entrevistou João Erick que falou um pouco de sua inicial, mas já grande trajetória, “Meu pai, havia comprado uma das empresas do aeroporto e contribuiu ativamente para o crescimento e atualização do aeródromo. Mesmo nunca tendo deixado de frequentar o Aeroporto, foquei em outras atividades fora da Aviação: me formei em Administração de Empresas pela UERJ e fiz o meu Mestrado em Administração pelas Faculdades Ibmec, além, ainda, de estudar Engenharia Aeroespacial por seis meses na Flórida - EUA. Todavia, sempre em paralelo, ainda conseguia algum tempo para ir fazendo as horas de vôo e me habilitando. Após um breve período da minha volta dos EUA, período no qual ainda trabalhei nas empresas de meu Pai, fundei, juntamente com mais dois sócios a QNE Escola de Aviação Civil, mas não sem antes ter adquirido experiência como instrutor de vôo no Aeroclube de Maricá. Hoje, com exceção da habilitação de Piloto de Linha Aérea (exigida apenas para Comandantes de linhas aéreas, como TAM, GOL, etc ...), possuo todas as habilitações relativas a Aviões”, disse. João Erick relembrou os primeiros momentos na aviação e recordou, “aprendi a voar em Maricá, com o Laélio Baptista, que acredito que muitos da cidade o conheçam. Apesar de não ser oficialmente ligado à família, era um amigo muito próximo, ao qual sempre me referi respeitosamente como “Tio Laélio”, quando, na verdade, sempre fui tratado por ele e toda a sua família como mais um filho. Além de grande instrutor/ aviador, ele dedicou sua vida ao Aeroporto de Maricá, tendo sido administrador do aeroporto por muitos governos, até o seu falecimento. A prefeitura reconheceu sua dedicação e hoje

o Aeroporto é oficialmente denominado Aeródromo Municipal Laélio Baptista”. Quando avaliou a importância das escolas de avião para o aeroporto municipal e para a cidade em geral esclareceu, “somos três escolas hoje em Maricá, duas práticas (voltadas à instrução na aeronave) e uma teórica (cobrindo somente as aulas em terra). As escolas de aviação são responsáveis por praticamente toda a movimentação de aeronaves do aeroporto. O importante para Maricá é que com o sucesso das escolas de aviação, o fluxo de pessoas aumenta. Acredito que o comércio de Araçatiba tenha notado o aumento de pessoas comprando e consumindo, assim como as pousadas e restaurantes próximos ao aeroporto. Além disso, escolas são prestadoras de serviços e contribuintes com impostos municipais, além de gerar quase cem empregos diretos”. João Erick ainda fez questão de ressaltar, “no que diz respeito à formação técnica, hoje Maricá é visto como o maior berço formador de pessoal da Aviação Civil no Estado do Rio de Janeiro. Formamos não só pilotos, mas também Comissários de Bordo. Talvez boa parte da população não saiba, mas Maricá é vista como grande e competente formadora de pilotos para todo o Brasil”. No que tange ao funcionamento das escolas de aviação e a relação com a prefeitura avaliou da seguinte forma: “Há muito tempo mantemos o Aeroporto financeira e tecnicamente. No entanto, algumas tarefas estão além das nossas possibilidades técnicas e até mesmo jurídicas, como a manutenção do asfalto da pista de pouso, por exemplo, não podemos sair por aí consertando sem o consentimento da Prefeitura. Acredito que se houvesse um diálogo mais estreito, poderíamos juntos desenvolver ainda mais o Aeroporto, trazendo mais empresas, gerando mais empregos, recolhendo mais impostos e movimentando a economia local. O Aeroporto de Maricá é um valiosíssimo bem do povo, deve ser tratado com o respeito que merece e desenvolvido até onde possibilita seu potencial, sempre gerando benefícios para o povo de Maricá”, finalizou João Erick.

36 Revista Encontros - Abril de 2011


IMÓVEIS

Parabéns minha querida Maricá

N

esta edição quero falar o quanto amo a cidade de Maricá. Há décadas venho contribuindo para o futuro deste município através da construção civil. Sou morador da Barra de Maricá e só nesta cidade tenho mais de 200 edificações. Estabelecimentos comerciais, casas, prédios, enfim, me sinto parte da história desse município. Ao longo de toda minha trajetória profissional, ajudei na profissionalização de muitos pais de família que só viviam da pesca e viram na arte da construção civil outro modo de ganhar a vida. Quantos jovens recrutei em minhas obras, ajudando-os no aprendizado de uma profissão, livrando muitas vezes de trilharem por caminhos tortuosos. Como agradeço a Deus por ter sido acolhido em Maricá. Aqui fiz amigos e com eles convivo, minha família enraizou nesta terra e disso somos orgulhosos. Porém, os 197 anos, bem analisados, nos mostram atrasos em vários aspectos devido ao descaso de nossos governantes ao longo desses quase dois séculos. Nos dias de hoje vislumbramos uma Maricá prospera e que se bem administrada vai evoluir com rapidez alavancada pelo pré-sal e Comperj. Esse rápido crescimento deve ser bem coordenado por nossas autoridades. Tenho também preocupação com a politicagem hoje exercida na cidade, são pessoas que não estão compromissadas no melhor para a comunidade e sim com seu próprio bem. Estamos num ano pré-eleitoral e a partir de agora muitos vão bater a sua porta em busca de votos se dizendo salvadores da pátria. Abram bem olhos e analise bem. Ainda temos gente boa em Maricá que possuem caráter, dignidade e acima de tudo a honestidade para nos representar. Parabéns Maricá, te amamos e queremos o teu bem. Vou continuar com minhas “obras” na busca de somar, e juntos fazer uma Maricá cada vez melhor pra se viver. Oduvaldo Marins - Construtor Civil

38 Revista Encontros - Abril de 2011


Revista Encontros - Abril de 2011 39


ARARUAMA / SAQUAREMA

Cabral inaugura posto do Detran e Avenida em Araruama do sistema viário entre a RJ-124, que liga Rio Bonito a São Pedro da Aldeia, e RJ-106, rodovia que atravessa toda a Região dos Lagos. As obras foram feitas pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER-RJ) , com investimento total de aproximadamente R$ 12 milhões do governo estadual. A concretização deste projeto beneficiará diretamente mais de 100 mil pessoas. Durante a inauguração, Cabral anunciou que mais 30 quilômetros de vias da cidade serão pavimentadas. “ Nossa parceria com a Prefeitura de Araruama continua e o trabalho também. Vamos fazer mais 30 quilômetros de pavimentação de ruas, além dos 20 que já estamos fazendo, para dar à população mais conforto, mais drenagem, mais calçadas dignas, enfim, uma vida melhor “, disse o governador. O governador Sérgio Cabral inaugurou, dia19 de maio, a unidade de Serviços do Detran (USD) do município de Araruama, que reunirá, num único e grande espaço, os setores de registro de veículos, habilitação e identificação civil. A nova USD terá capacidade para receber 300 veículos por dia em suas cinco linhas de vistoria e oferecerá, na área de habilitação, todos os serviços, inclusive prova eletrônica e perícia médica. Em seguinda, Cabral inaugurou as obras de asfaltamento e drenagem da Avenida Gladstone de Oliveira, localizada no centro do município. A via é parte integrante do projeto de restauração

Jaconé terá abastecimento próprio de água fornecida pela Cedae

No mesmo dia, o governador Sérgio Cabral entregou à população de Saquarema, na Região dos Lagos, o campo de futebol de grama sintética e as obras de pavimentação de diversos logradouros nos bairros Morro da Cruz, Jardim e Boqueirão. As obras foram feitas em parceria com o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), ao custo de R$ 18 milhões, com recursos do PAC e contrapartida de 10% da Prefeitura. Em seguida aconteceu a cerimônia de assinatura de contrato para execução do projeto de implantação do sistema de abastecimento de água ao bairro de Jaconé. Com investimento da ordem de R$ 8 milhões, as intervenções vão beneficiar diretamente cerca de 12 mil habitantes. As obras fazem parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal, em parceria com o estadual.

“Ainda este ano, vamos inaugurar a Escola Técnica em Bacaxá,que terá 28 salas, 18 laboratórios, piscina semi-olímpicas, e conta com investimento de R$ 30 milhões. Também com investimento de 30 milhões, será inaugurado, em Bacaxá, um hospital que vai atender toda a Região dos Lagos “, informou o governador. Segundo o presidente da Cedae, Wagner Victer, a obra é importante pelo crescimento industrial desta região, que tende a crescer mais ainda por ser próxima ao Comperj. “Muitas pessoas que virão trabalhar no Comperj, devem vir morar em Jaconé, juntamente com Maricá e outras localidades próximas ao litoral. Aqui será a Zona Sul do Comperj. Essa região vai valorizar muito”, avaliou. Participaram dos eventos a prefeita de Saquarema , Franciane Motta, o vice-governador e secretário de Obras, Luiz Fernando Pezão, o presidente da Alerj, deputado Paulo Melo, e vários prefeitos.

40 Revista Encontros - Abril de 2011


ROTEIRO DA BOA COMIDA Recanto do Bacalhau Desfrute de um ambiente agradável, um sabor inigualável e um bom atendimento. Venha conhecer o melhor bacalhau de Maricá. Funcionamos de terça à sábado: das 11hs às 22hs. e aos domingos até às 18hs. Aceitamos cartões. Avenida Roberto Silveira, 1.110 - Flamengo - Maricá (em frente ao radar 50km) - tels: 2634-0647 / 7849-9756

Maria do Céu Agora com Bistrô o restaurante Maria do Céu funciona de quarta a domingo a partir das 11h:30m para almoço e jantar. A partir das 17hs um cardápio especial. Pizzas, petiscos e crepes que dão água na boca. Às quartas-feiras rodízio de pizzas ao preço de R$ 19,00 e aos domingos rodízio de massas ao R$ 21,00. Tem também entrega de pizzas no tel. 2637-2181. Av. Roberto Silveira, 880 - Flamengo - Maricá (ao lado do Salute e do Posto Oceâno) - www.mariadoceumarica.com.br

Salada de Sabores O restaurante e buffet Salada de Sabores tem comida caseira na Panela de Barro, além de saladas. Comida à kilo. Funciona de segunda à sábado, somente para almoço. Todas as sextas a melhor feijoada de Maricá. Rua Álvares de Castro, 397 (próximo à Prefeitura). Tel.: 2634-2803. Fazemos entrega de quentinhas.

Lúpulo do Gato No restaurante Lúpulo do Gato você encontra um cardápio variado e serviço à La Carte com pratos executivos e refeições. Funciona 2a. das 11:30 às 16 hs., 3a. à 5a. e domingo das 18:30 às 23 hs., 6a e sábado das 11:30 às 1 da manhã. Segunda à sexta almoço executivo até ás 17hs. Chopp da Brahma, Pizzas e Petiscos variados. Pça. Cônego Batalha nº 68 - Centro - Maricá Tel.: (21) 2634-0652

42 2 R Revista evvis ev sttta sta a En E Encontros ncon on nttr tro r s - Abril Abr brill de de 2 201 20 2011 0 1


Calamares

O restaurante Calamares é tradicional na cidade, mas há um ano está sob nova direção. Mesmo assim manteve o mesmo tempero da cozinha para alegria dos antigos e futuros clientes. No cardápio: Moqueca de Frutos do Mar, Bobó de Camarão, Picanha na chapa (foto), Feijoada, Bolinho de Bacalhau, Massas e outras delícias. Aberto de terça à domingo somente para almoço. Av. Francisco Sabino da Costa, 350, Loja A, Centro. Tel.: (21) 3731-5171.

Bendita Gula O Bendita Gula delicatessen e bistrô é o que podemos chamar de cantinho aconchegante e especial. Decorado em estilo rústico o serviço é de primeira. Você encontra uma gastronomia variada: frios – laticínios – sanduíches – caldos – sobremesas – drinks – vinhos e bebidas diversas. Funciona de 2a. à 5a. das 15 às 22hs, sexta e sábado, a partir das 16 horas até o último cliente. Não abrimos domingos e feriados. Rua Abreu Rangel, 420, Lj 04, centro (Edifício Imperial) com entrada pela rua da delegacia. Tel.: (21) 2637-2597.

Torre de Pizza No Torre de Pizza você encontra, durante o dia almoço refeição aonde você se serve, à vontade, com direito a um tipo de carne e saladas à parte. À noite a Pizza é a principal pedida com um variado cardápio (mais de 35 sabores) nos tamanhos Família, Gigante e Maracanã. Disk Pizza. Tel.:2637-1611 / 8700-5906 / ID: 12*73761. Rua Álvares de Castro, 74 - Centro - Maricá.

Revista R Rev Re e ist sta E st Encontros ncontr nc nco c ntros co ntr trros os - Abril Abr brriill de e 2011 201 01 11 43 43


Esportes Por Carlos Zuca

9ª Festa da Pesca é realizada Maricá é pré-selecionada para treinamentos das Olimpíadas em Itaipuaçu Rio 2016

Em abril aconteceu a nona edição da Festa da Pesca em Itaipuaçu. A competição contou com 45 equipes do Rio, Niterói, Maricá, Saquarema, e Barra de São João, entre outras, nas categorias: masculino, feminino, juvenil, master e sênior. No geral (por clubes), sagraram-se campeões: 1º lugar – Pampo Clube de Pesca (Saquarema); 2º lugar – Barracuda Clube de Pesca e Desporto Subaquático (Rio de Janeiro); 3º lugar – Barra de São João Clube de Pesca (Barra de São João). Foram pescados 1.131 peixes, no total de 76,420 quilos de corvinota, anchoveta, carapeba, carapicu, cocoroca, bagre, baiacu, e peixe voador, entre outras espécies. O maior peixe foi uma arraia-manteiga, de 1,150 gramas, pescado pelo atleta Adilson Ouro Fino. Rainha da Pesca Logo após a pesagem das peças capturadas pelas equipes (duplas), foi realizado o concurso de Rainha da Festa da Pesca, coordenado pelo secretário municipal de Turismo, Wagner Medeiros. Sagrou-se vencedora a concorrente Tamirez Melo, 18 anos, estudante, moradora de Itaipuaçu; em segundo lugar, ficou a estudante de Direito, Aline Rodrigues, 21 anos; e, em terceiro lugar, a estudante Vivian Sampaio, 19 anos, recebendo o primeiro lugar (R$ 300,00), o segundo lugar (R$ 200), e o terceiro lugar (R$ 100,00) como incentivo à participação.

A cidade de Maricá está entre as pré-selecionadas para sediar um dos locais de preparação para as Olimpíadas de 2016, no Rio. A lista com os locais aprovados na primeira seleção foi divulgada em (02/5) e mostra a sede da Confederação Brasileira de Tiro com Arco (CBTARCO), em Itapeba, como um dos pontos que vai receber atletas olímpicos. Em todo o país, foram pré-selecionados 340 locais que podem abrigar treinamentos antes das Olimpíadas. Deste, 84 ficam no Estado do Rio e 29 na cidade-sede.

Uma pequena grande atleta

Destacamos a pequenina grande atleta de Jiu jitsu, Maria Júlia, 8 anos, afilhada do nosso Designer, Bruno Campos, que ganhou medalha de prata, na 4ª Copa Clube Tamoio 3ª Etapa do Circuito Gonçalense de Jiu-Jitsu (22 de Maio) realizado no Clube Tamoio pela Liga Gonçalense de Desporto. Parabenizamos também o professor- mestre, Alexandre Zulu treinador da equipe Zulu Team. 44 Revista Encontros - Abril de 2011


Mariana Mello rumo à Itália Mariana Mello, nadadora do Vasco e de Maricá, vai participar da etapa italiana Capri Napoli do Fina Open Waters Long Distance Grand Prix, quando nadará 36 km no golfo de Nápoli, com saída em Capri e chegada na cidade homonima ao golfo. Apenas 40 atletas foram selecionados para participar da prova, sendo 20 homens e 20 mulheres, Mariana Mello de apenas 17 anos é a unica brasileira e a mais jovem dentre todas as atletas e terá como companheiro o também jovem nadador gaucho Matheus Evangelista. A prova será no dia 19 e Mariana viajará para a Itália no dia 14 de junho. Mariana Mello foi escolhida em virtude dos bons resultados obtidos em competições nacionais e internacionais.

O Maraca pra Copa

Palco da final da Copa do Mundo de 2014, o Maracanã já tem data para ser entregue: dezembro de 2012. O orçamento, que começou em R$ 705,6 milhões, já está em R$ 956.787.720,00. O aumento, é por conta de uma nova cobertura que será instalada. Será a mais moderna arena do mundo. Terá tecnologia da informação, assentos marcados, cobertura de última geração e atenderá a todos os requisitos da Fifa e do Comitê Olímpico Internacional. E custará menos de RS 1 bilhão. Será mais moderno que o Wembley, na Inglaterra, que custou quase o dobro.

E.M. Carlos Magno Legentil de Mattos Semente da Educação lançada no governo Hélio de Assis frutifica, E.M.Carlos Magno, completando 20 anos de sucesso na formação de crianças e jovens. Parabéns escola!! Estando a Escola completando 20 anos de existência e de bons ensinamentos para tantas crianças e jovens, fico emocionada por ter sido meu filho homenageado por uma Instituição de grande importância para educação no município. Como mãe, quero dizer, que filho para nós é uma benção de Deus. Carlos Magno Legentil de Mattos nasceu no dia 23 de dezembro de 1960, no bairro do Piquete, em Maricá, Rio de Janeiro, sendo filho de Acirésia Rodrigues Legentil e Lidenberg Mattos, seu nome foi escolhido por seu tio e padrinho Hailton Legentil. Seus avós paternos João Mattos e Estelita Câncio Mattos, avós maternos Pedro Legentil e Maria Rodrigues Legentil, famílias tradicionais maricaense. Quis a vida, que eu aqui estivesse para falar de Carlos Magno, jovem muito simples, humilde, de bom coração, de uma grandiosidade de sentimentos, relacionamento ótimo, não só com seus colegas, amigos e professores, como também no seio familiar. Estava cursando o 2º grau em Técnico de Contabilidade no colégio São Caetano e trabalhava na Prefeitura de Maricá. Sempre foi um jovem atencioso, católico e devoto do Menino Jesus de Praga, era solidário, feliz por prestar favores aos semelhantes, partilhar, ajudar aos idosos e deficientes, sempre emprestava o ombro amigo para ouvir com carinho, aqueles que precisassem ou que estivessem com dificuldades, tinha Ele esse dom dado por Deus. Posso exemplificar como suas boas ações: ajudar a alguém atravessar a rua, subir numa escada, salvar pessoas se afogando no mar. Penso, como Mãe, que Deus necessitou de seus préstimos lá no céu. Em um de seus cadernos de colégio, uma frase entre tantas ele deixou, e desta eu não esqueci: “Por que ficamos de braços cruzados, se o maior homem do mundo morreu de braços abertos?” Quem é mãe, e já passou por esta perda, sabe que é fácil falar de um filho vivo, difícil é falar de um pedaço de nós que se foi! Carlos Magno, tenho certeza, que lá do céu, onde se encontra, colhe as alegrias que espalhou aqui na Terra, e sua juventude floresce em cada aluno desta escola. Acirésia Rodrigues Legentil

Revista Encontros - Abril de 2011 45


Olho Vivo A revista ENCONTROS disponibiliza aos seus leitores o espaço “Olho Vivo”. Se algo estiver acontecendo e chamar sua atenção, nos envie um email para revistaencontro@gmail.com. Faça valer o seu olhar.

O fatídico 26 de maio de 2011

O

Fotos: Lei Seca Maricá e ASCOM PMM

aniversário de 197 anos de Maricá literalmente entrou pra história do município. O dia 26 de maio não tinha o clima de festa, a comunidade não se fez presente para comemorar e reclamações eram ouvidas por toda parte. O “Olho Vivo” esteve presente no centro da cidade durante todo o tempo e presenciou cenas impressionantes. Logo após a cerimônia de hasteamento das bandeiras, o canto dos hinos e nada mais, já que acabaram com o desfile cívico. Esperávamos encontrar na Praça Orlando de Barros Pimentel o prefeito Washington Quaquá no meio do povo, festejando com a comunidade. Nada! Ninguém viu. Manifestações marcaram o dia, dois caixões simbolizavam a morte do prefeito, velórios eram realizados, o povo passava e parava pra olhar um boneco parecido com aqueles “Judas” com uma foto do Quaquá. Nossa! Que vergonha! À noite, quem foi a Sessão Solene da Câmara de Vereadores, realizada no Colégio Cenecista, para ver o tradicional discurso de um chefe do Executivo, perante os Vereadores e os agraciados com o Título de Cidadão maricaense frustrou-se. Nem lá o Prefeito foi, dizem por aí que ele estava em casa na Barra de Maricá. Ficamos com a seguinte avaliação; se o Prefeito não veio comemorar com a comunidade é porque realmente a cidade não tem o que comemorar. Confira as fotos;

50 Revista Encontros - Abril de 2011


Revista Re R Rev evist evist ev is sta E st Encontros nccco nco n ontr nttr n tro os s - Abril Abr A Ab brriill d b de e 2011 201 2 20 011 5 01 51 1


52 Revista Encontros - Abril de 2011

Revista Encontros 81  

Revista Encontros edição 81

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you