Page 1


Š Copyright: Bruno Oliveira

1 - Sambas Enredo 2012


Costa de Prata www.costadeprata.ovar.net Presidente: Isabel Reis

“ Enxadrezando” Autor(es): Jorginho Fange, Miguel Bruno Interprete(s): Jorginho Fange, Paulo Renato, Bruno Mourão Trilhei o caminho de um jogo de xadrez Na Pérsia nasceu, esse berço que ergueu Uma vontade de vencer Alimentada pela ambição Com classe esforço e dedicação O rosto, de olhar concentrado No resultado do sorteio da cor A vitória pertence a quem se atreve O jogo começou Abraçando a vida Essa cidade eu vou contagiar Sou Costa de Prata O xeque-mate eu vou-te dar Assim nessa jogada, armo a cilada Torre, bispo ou rainha Encastelar o rei É o desafio que se espalha na avenida O jogador que é folião A cavalo ou em peão Prepara o final "En passant", um "roque" em você Enxadrezando esse carnaval Jogar, sambar no tabuleiro Com a pioneira eu vou Hoje o lance é verdadeiro No jogo da vida, quero ser o vencedor

© Copyright: Bruno Oliveira

2 - Sambas Enredo 2012


Juventude Vareira www.juventudevareira.pt.vu Presidente: Maria Conceição

“E o Óscar Vai Para...! Autor(es): Roseídson Silva Interprete(s): Roseídson Silva 3,2,1... Acção vai começar Nesse cenário de sucessos vem brilhar É filme é cinema A Juventude hoje entra em cena As ruas de Hollywood contam histórias Lajes decoram esse chão, Celebridades e glórias Honradas por sua contribuição A Luz se apagou, a gala vai começar O momento chegou, O vencedor irão anunciar Se envolve e vem aplaudir Suspense... Acelera o coração O envelope vão abrir, O premiado é quem traz a emoção O roteiro é de alegria Com a Juventude vem contracenar Conquistar o Óscar da academia Sorria vou-te filmar Esperança de um novo amanhecer Na moça que o tempo levou Viver, conquistar a alegria Nessa escola que é a vida, o convento abandonou Crime e paixão, fama, entre nada e tudo Sorrisos e lágrimas, Chaplin no cinema mudo Vendedora de flores, da alta sociedade se tornou Viajar pelo futuro Pandora, o veterano explorou Lutou pela civilização, o amor nasceu, foi natural É magia, é imaginação O elenco desse Carnaval! © Copyright: Bruno Oliveira

3 - Sambas Enredo 2012


Charanguinha www.charanguinha.ovar.net Presidente: Márcia Oliveira

“ Até Arrepiar, o Samba dá que Falar!” Autor(es): Wanderson Martins, João Martins Interprete(s): Zé Armando, Carlos Pinho, Rodrigo Ventura Pega na viola Toca no pandeiro Eu sou sambista, canto samba o ano inteiro É de arrepiar, nem dá p´ra acreditar Que a Charanguinha nesse Carnaval Vem cultuar o som, a União é o dom A tradição já é universal, O Samba conquistou a malta de Ovar Contagiando Bloco de Além- Mar E nesses 4 dias de folia Quero a fantasia, viver da ilusão De ver o Mundo irmanado, e sambar cantando uma só canção A Hora vai chegar, eu vou-me acabar Na Charanguinha, hoje tou que tou Histórias p’ra contar, poetas relembrar A passarela é meu mar de amor Samba, vejo em ti a minha verdade Espalhando na Cidade, lágrimas de emoção Na força da Bateria, a alegria faz pulsar o coração Sambando minha vida tem razão

© Copyright: Bruno Oliveira

4 - Sambas Enredo 2012


Kan-Kans www.kankans.com Presidente: Susana Alegre

“Deus quer, o Homem Sonha, a Obra Nasce!” Autor(es): Lero Gaio Interprete(s): António Silva

De verde e branco eu vou pintar, colorir essa avenida Hoje eu faço a arte Eu sou Kan-kans feliz da vida No raiar de um novo dia Com arte minha escola renasce Hoje é Deus quem quer, o homem sonha, a obra nasce Contam as antigas civilizações No mundo esta história faz parte Dizem que os mecenas eram os patronos dessa arte Eu vou cantar, sambar e com a música Porta-bandeira vai dançar Pode aplaudir, e nesse palco o teatro vai surgir A peça da baiana é girar e num flash na avenida eternizar A Arte me leva a seduzir E com beleza e ternura, samba no pé a nossa literatura E quem não viu a cena surgiu, Sou personagem em qualquer lugar O filme mostrou, a sétima arte No cinema vou entrar A arte da escultura O artista se deixa sonhar, Traz a luz da sua imagem com galardões a brilhar Pincel, alegria, e cor, na bateria eu sou pintor Minha pintura é viva, nesse quadro quero ficar Hoje faço a arte, no Carnaval de Ovar

© Copyright: Bruno Oliveira

5 - Sambas Enredo 2012


Trepa Coqueiro www.trepacoqueiro.estarreja.net Presidente: João Aguiar

“Todos são marionetas da sua própria imaginação; Que comece o Teatro da Vida!” Autor(es): Tozé Ramos, Renato Guimarães, Fausto Pereira, Alexandre Camões Interprete(s): Alexandre Camões, Paulo Sanhudo, Jorge Dinis Pinto, Miguel Ferreira, Carlos Santos, Paulo Silva

Sobe a cortina que vai começar O Show! do Teatro da Vida Trepa Coqueiro eu sou, eu sou Representando na avenida Três pancadas se ouvem Silêncio paira no ar Cortinas vermelhas se abrem O Trepa em cena vai entrar Vem trazer à memória Num samba, uma história Uma arte ancestral Com soldadinhos, príncipes e princesas Bailarinas com suas belezas Tem Bobo e Arlequim de feira em feira O Show do Teatro acaba na Quarta-feira O fantasma que vai assombrar Faz minha bandeira girar! E assim, p’ra segundo acto Quero de facto, uma peça musical Chega de tristeza, tragédia grega, é Carnaval Não quero ser fantoche na mão De alguém sem coração Quero a alegria da revista Sorrir para a crise Acreditar que hoje somos artistas Marionetas da nossa própria imaginação Canta meu Trepa neste palco de ilusão!

© Copyright: Bruno Oliveira

6 - Sambas Enredo 2012


Os Morenos www.gsmorenos.com Presidente: Renato Valente

“Com Dado e Carta vou ganhar, No

Póquer sou Campeão! Autor(es): Renato Valente Interprete(s): Rui Adrêgo, Rafael Valente, André “Ginho” Silva, Ivan Silva, Renato Valente, Cláudio Oliveira

Eu vou jogar, vou apostar… Tô na jogada, meu amor quero ganhar Tiro a carta, grito “Poker”, é só emoção Fazendo o meu Moreno campeão! (Mas eu quero...) Eu quero uma carta, uma virada de esperança Afasto o meu azar e chamo o vento da bonança Escondo a minha mente, só eu sei que tô blefando Eu quero é jogar! “Crupiê”, me dê a Mão Acelerou meu coração É Rei, é Par, será que vem a Trinca? Subo a parada com a Quadra ninguém brinca. O Royal Straight me leva à loucura Dados e cartas, esse jogo é aventura! Me dá o Ás prá “checar”, a sequência real... Só quero sorte, nem pensar em ilusão É Pau, é Copa… (Jackpot) Um coração… Espada guerreira, meu amor quanta emoção! Me vira um Ouro p’rá ganhar o meu tesouro Na bateria o meu Curinga é sensação! Vem dos tempos da memória Mil anos de jogo na História Foi da China ao Velho Oeste Jogado num Mundo de Mestres Com Mafioso e Trapaceiro Rolou muita grana no Terreiro A sorte à fortuna se juntou Com fascínio e magia... É arte na competição Saiu da sala, caiu na rede... Tradição com evolução, já faz sucesso na Televisão!

© Copyright: Bruno Oliveira

7 - Sambas Enredo 2012


Independentes da Vila www.independentes-vila.web.pt Presidente: Tiago Saramago

“A Alegria Do Cirque Du Soleil!” Autor(es): Interprete(s): Pulos e saltos se avista, A cara pintada de um artista, E com alegria, venho invadir, Vamos, pode sorrir. Abram as cortinas que eu quero sonhar O céu é de lona, Em ouro e branco, Vamos brincar. Sou circo, muito especial, Soleil, nesse carnaval, Tenho o poder, p'ra te conquistar, Pode apostar. O show começou Criança sorriu, palhaço Sambista, Todo o mundo viu, um homem tão louco, Diz poder voar, faz o povo delirar. É, Cantora Branca a história vai narrar, Cantora Preta também vai lá estar, E com Fluer, um guia encantado, Vou viajar, Ninfas com danças encantadoras, Tamir querendo ajudar, Pássaros me observando, pois minha bandeira, É p´ra se orgulhar.

© Copyright: Bruno Oliveira

8 - Sambas Enredo 2012


Vai Quem Quer Presidente: Vitor Bastos

“Viva Elvis!” Autor(es): André Bastos Interprete(s): Nuno Bastos Vem na Musicalidade… Que eu vou, eu vou amor Pois esse Rock virou samba Viva Elvis feliz Que a Verde e Branco Chegou Ao som do Rock and Roll No céu vejo uma estrela a brilhar É o nosso Rei que vai chegar Pode aplaudir E o ver cantar Uma vez mais Meu Ídolo renasce… Encanta demais Com seus actos de ousadia São tantas emoções em harmonia Rebelde e Galã, Vem conquistando corações Gira, num disco girou Danço, no compasso do Soul Mais uma bela canção ouvir Vou cantando para te ver sorrir Assim…guardar recordações… Lembrar suas canções : “Meu sapato em camurça azul” “Love me tender”… Foi meu sonho Sou fã e “prisioneiro” dessa fama “No meu caminho” a esperança Ouvindo a voz que ecoou…. E em “Las Vegas” eu vou Mulheres seduzir, num filme rodar Mil beijos de amor para lhe dar Ta tudo louco, afinal Porque o show vai começar

© Copyright: Bruno Oliveira

9 - Sambas Enredo 2012


Tribal www.sambatribal.pt Presidente: Álvaro Cunha

“Vem Brincar!” Autor(es): Carlos Gomes Interprete(s): Carlos Gomes, Augusto Gomes, Filomena Gomes

“Tá-tá-tá, ita-ita-à!” Quem está livre, livre está! P’ra poder ser feliz, Viver o que sempre quis Vem brincar! Nasci de novo, Redescobri o prazer de brincar (O poder…) Sou criança, sou da “Tribo” Faço o meu jogo contigo Hoje o pião vai rodar… Nesse turbilhão de fantasia sonhei, Dentro do meu quarto de brinquedos, Sou rei! Rola bola, bola rola… Vou de avião, de patins ou bicicleta Conquistar seu coração! Doce lembrança Plena de magia, de paixão… Hei! Bailarina, Vem dançar comigo! Sou teu fiel soldadinho Por ti enfrento qualquer perigo Entre trapos multicores Olhos de botão despertam amores Não há limites à imaginação! E então… De um pedaço de papel faço uma astronave Carregue no “Play” Mostre o que você sabe… Ser criança sem idade é bom demais! Meu brinquedo preferido, Pode ser qualquer um Se partilhado contigo É só dizer: “Um-dó-li-tá!”

© Copyright: Bruno Oliveira

10 - Sambas Enredo 2012


Renascer Presidente: Abel Almeida

“Parabéns!” Autor(es): Bernardo Pinto Interprete(s): João Almeida, Dado Parabéns a você Nesta data querida Muitas felicidades Conta 1 ano de vida. A vermelho e Branco chegou Há um ano em Pindelo Minha Escola se formou Com emoção e sem preconceito É renascer, é PARABÉNS tenho direito. Vamos sonhar Vamos sonhar Colorindo a avenida vou-te dar História, enredo e emoção No coração sonho de embalar Colorindo eu faço vida Nessa avenida, o show vai começar É show de samba É show de encantar… (e mais um ano) Parabéns minha escola vou te dar E vai rolar a festa Vai rolar Povo de Pindelo mandou avisar Deixo você falar Me iluminar, nessa folia Só te quero avisar E pra o ano, tem mais alegria © Copyright: Bruno Oliveira

11 - Sambas Enredo 2012


A Rainha www.gres-a-rainha.com Presidente: Paulo Ferreira

“Somos Do Outro Mundo!” Autor(es): Nuno Gomes Interprete(s): Nuno Gomes A invasão vai começar Tome cuidado se liga na rádio Não tem como evitar Procurando novas civilizações, Novos mundos, novas paixões Cheguei na terra em Missão de paz O entendido diz que isso não se faz Quebra-se o Mito, traduzem-se sinais Em nossos Carnavais Eu vou-te levar p'ra outro Mundo Quero me apaixonar Desvendar o teu coração, eu vou A máquina que te faz amar No meio da multidão O que será quem será? Olhe para olado Eu nem quero acreditar Realidade ou ilusão Tem mistério pairando no ar Fruto da imaginação O que será, será A fantasia do toreirista Me aclama de vilão Na folia da bateria Sou pura diversão Rainha vem brilhar Deslumbrar o Carnaval De verde pinta aminha avenida Num cruzeiro espacial © Copyright: Bruno Oliveira

12 - Sambas Enredo 2012


Novo Império www.gresnovoimperio.com Presidente: José Gouveia

“O Ouro!” Autor(es): Nuno Bastos Interprete(s): Nuno Bastos Se na avenida reluzir, é Ouro! Nesse Eldorado eu vou Mas vou delirar, Mostrando a riqueza O meu valor Sob a protecção de Oxum A Novo Imperio vai brilhar Nas águas a deusa me banha E a força se entranha P’ro amor cuidar E assim, a estrela guiou Rei-mago ofertou Para o Deus-Menino Na religião virou adoração Que o metal adornou Jóias são fascinação e perdição Que encantou Se rei Midas algo toca, Ele transforma em sua ambição A mulher que beijou Em ouro se tornou E o “toque” virou maldição Nessa missão de um longo tempo No desejo de curar Até o Egipto provou P’ra mente purificar E a desfilar, nessa “fazenda” vou plantar café E com prazer, o Ouro verde vou tomar O aroma se espalha, é magia É tentação no ar E fez o “barão do Pará” o “tesouro” exportar E vou cantar, que o ouro negro é negra sedução Mas hoje eu vou “jorrar”, De emoção © Copyright: Bruno Oliveira

13 - Sambas Enredo 2012


Unidos Mato Grosso www. unidosdomatogrosso.com Presidente: João Martins

“O show vai começar, a UMG no CASINO vai GANHAR!” Autor(es): Alexandre Lopes (Xando), João Martins (Jota) Interprete(s): Alexandre Lopes (Xando) De emoção, meu coração, pode pular... Da Vibração que o meu samba, vai passar... Eu sou da quebra tudo querida... Mato Grosso é a paixão da minha vida... Vamos Aplaudir, Vamos Aclamar O Vermelho e Branco da Nossa Bandeira Hoje eu quero entrar, para Festejar Num Casino de Primeira… Mergulhando nesse Universo A Magia acontece quando tem de acontecer O Show dessas “KAN-KANS” já resplandece Bastidor virou Stress … Bom Espectáculo para se ver Eu vou entrar nessa Jogada Vou Planejar, Antecipar…. A Parada vai subir O Dado Rolou… Para quem Arriscou … Mas será que vai Sorrir Vem, vem, vem, vem, vem, vem Amor A Sorte me Bafejou Eu conto com Você A Quebra Tudo vira Croupie… Senhoras e Senhores essa banca vai mostrar Impar ou Par, viajo na Emoção minha Razão vai me deixar As Cartas vou escolher num Lance para fazer…O “Joker” aparecer Copas meu coração, Casal de eleição Um “Flush” ganhará a Mão Cantando vou Rodar Embaralhar hoje será o grande dia, Na “Machine” carregar…. Agonia e Prazer É o Feeling de Vencer… ÔÔÔ Ô Ô Ô a Ficha me enfeitiçou Façam vosso Jogo a Roleta vai Girar Preto ou Vermelho pode Apostar Mato Grosso vai Ganhar

© Copyright: Bruno Oliveira

14 - Sambas Enredo 2012


Sócios da Mangueira www.sociosdamangueira.net Presidente: Pedro Alegre

“O Mundo que o Rei conquistou, a Mangueira

eternizou. Michael Jackson o Rei da Pop!” Autor(es): Alexandre Lopes (Xandinho) Interprete(s): Alexandre Lopes (Xandinho) Vem, traz amor e paixão O pano subiu, o palco incendiou Hoje vou contar essa história De uma estrela que um dia nos deixou Nasceu, prodígio Bebeu da fonte do talento, inspiração Desde menino que mostrava o seu valor Com seus irmãos, o universo encantou O negro virou branco A imagem transformou A alma caridosa e bondosa se afirmou Amando as crianças, sem maldade, sem pudor P´ra nós eterna figura mundial Que vem brilhar no carnaval Alô meu bem, Vamos sambar agora O Rei falou, já chegou a hora É cor, é luz, p’ra você, terra do nunca tem magia Abraça a natureza Pisando mal, o bem venceu Sucesso que resplandeceu Andei na lua para sonhar, de verde e rosa vou eternizar A vida de um Rei, O seu nome hoje é lei Nessa avenida vamos recordar

© Copyright: Bruno Oliveira

15 - Sambas Enredo 2012


Capricho de Abrigada

“O Sol Voltou a Brilhar!” Autor(es): Ricardo Mira Interprete(s): Ricardo Mira O sol voltou a brilhar Sinto nova força em mim Exala um perfume no ar São as flores do meu jardim Muito orgulho Este é meu sentimento Ao rever o meu passado Glorioso historial Olhos postos no futuro Caio nos braços do povo É assim meu Carnaval Amor, meu coração Bate forte no meu peito Por isso exijo respeito Às cores do meu pavilhão Nasceram estrelas no céu Não param de cintilar Estão brilhantes, luzentes Iluminam meu cantar Não posso esquecer meus eventos São do Samba em Portugal Recordo com emoção Minha Festa Tropical Quero voltar a receber No meu seio, minhas irmãs Promover o Grande Encontro No palco das campeãs Quem me viu desfilar Não esquecerá jamais Quem não me vê Vai perder muito mais.

© Copyright: Bruno Oliveira

16 - Sambas Enredo 2012


Trepa No Coqueiro www.trepanocoqueiro.com Presidente: João Rosas

“Trepa No Olimpo, “Citius, Altius, Fortius”. Nenhum de nós é tão bom… Quanto todos nós juntos…!” Autor(es): Ricardo Custódio , Luis Marques (Mantorras), Manuel Rosa Interprete(s): Hugo Pinto, Paulinho, Ricardo Custódio

Brilhou a luz, no céu Olímpia vai revelar Vou levantar o meu véu O jogo já vai começar É na corrida, ou de quadriga Na violência não quero entrar… Saber viver a vida, Se perder não vou chorar Foi Zeus que me enfeitiçou. Coragem de um lutador… Meu jogo é o samba Na esgrima vou lutar No cruzamento pro goleiro A rede vai balançar… Derrubando barreiras, vencendo batalhas O Imperador chegou Veio de arco e flecha Trouxe a mensagem… Retracto de um vencedor Nos anéis eu vou mergulhar A chama não se apagará Vou dar o salto até ao céu Pra levantar o meu troféu… Nenhum de nós é tão bom, eu já sei E todos iremos provar Que a força que nos guia e nos faz levantar Está no acreditar… O Trepa no Coqueiro vai fazer a festa De verde e amarelo que felicidade Mandou-me chamar, eu vou… Com toda a simplicidade

© Copyright: Bruno Oliveira

17 - Sambas Enredo 2012


Dá Que Falar www.daquefalar.webnode.pt Presidente: Filipe Almeida

“7 Continente, 7 Histórias!” Autor(es): Luís Marques, Caneca e Mané Interprete(s):

Colori em aquarela Minha Terra, oh meu lar Pangeia é minha tela Cada cultura, arte popular Passando pela linha do Equador No Amazonas a navegar Pulmão da Humanidade Meu samba vem de lá... Vim do mais velho Continente Com um sorriso, marcado na cara Alegrar minha gente Dá que falar, sou guerreiro Aventureiro, conquistador Essa viagem pelos Continentes Vai mostrar o meu valor Do frio da Antártida Mexer pra não gelar Na Ásia comendo arroz, Enfrento Dragões, sei lá!? Oh África minha... Tantas riquezas por explorar E de sombreiro na mão Atravesso a Nação Sou cowboy, viro vilão Vou pular como um Canguru Nesse dia de folia Em Vanuatu Minha alma, branca e vermelha Vai espalhar sua magia Sou o Rei da passarela Não esqueço este dia

© Copyright: Bruno Oliveira

18 - Sambas Enredo 2012


Unidos de Vila Zimbra www.unidosdevilazimbra.webs.com Presidente: Frederico Carapinha

“Quem nunca sonhou, viver num Mundo Encantado?” Autor(es): Bruno Soares Interprete(s): Ricardo Soares Abri o livrinho das memórias Viajei nas histórias Como é bom recordar Com o brilho no olhar As lembranças de criança Sou a Vila Zimbra te convido pra entrar No mundo encantado, voaremos sem parar Sou princesa, sou Cavalo-Marinho Sou Nemo, sou sereia, sambando miudinho A Vila Zimbra que alegria, que legal Hoje vem n'avenida pra brincar ao Carnaval O Robin com o seu bandolin Cantando esta melodia Espalhando a magia E a Alice, atrás do coelhinho apressado Encontrou o chapeleiro sambaram sem parar Um samba de raiz, faz meu povo mais feliz E o seu canto ecoa pelo ar A Sininho no samba Pinta magia multicor A Cinderela hoje é bamba Abram-alas por favor

© Copyright: Bruno Oliveira

19 - Sambas Enredo 2012


Saltaricos do Castelo www.saltaricoscastelo.com Presidente: Dorindo Gaboleiro

“Figuras Lendárias!” Autor(es): Reinaldo Silva Interprete(s): Reinaldo Silva Hoje eu vou cair no samba (eu vou, eu vou) Deixar a vida me levar Sou Saltaricos, eu sou pedra do Castelo Ninguém vai me derrubar Eu vou pedir a minha musa da inspiração, pra iluminar o meu mundo Com o poder da criação Músicos, poetas e cantores, artistas e compositores Seguem a mesma tradição Vou viajar no vasto mundo da imaginação Com Fadas e Gnomos, magias e Anões Realidade misturada a ficção Eu vi os Elfos imortais Em outra dimensão sabedoria junto a fertilização Quando a Índia sambou seu cocar balançou Na avenida seu gingar encantou Toda gente ficou de bem com a vida As Ninfas vêm mostrar toda a beleza Que a natureza desenhou Quero me perder na imensidão do seu olha Com tamanha nitidez Claro como o azul do mar Valquírias guerreiras da mitologia A sua beleza não há outra igual Deixou seu cavalo alazão Por outra emoção bem mais real E ao som da bateria hoje se rendeu ao carnaval

© Copyright: Bruno Oliveira

20 - Sambas Enredo 2012


Batuque do Conde Presidente: Helder Gaboleiro

“Lendas e Histórias da Nossa História!” Autor(es): Reinaldo Silva Interprete(s): Reinaldo Silva, Rute Loures, Nilson Muniz Amor Amor Amor Eu sou Batuque Do Conde onde Quer que eu vou, O verde e Branco é que me Alimenta essa paixão E por falar em emoção Basta puxar pela memória Contada pelos nossos, Pais, nossos avós Lendas Histórias da nossa história. As lindas Mouras Com poder de sedução e de encantar Com falsas juras de amor Levando os homens para o fundo do Mar. E o ouro que sumiu pra nunca mais E muita gente nem ouviu falar Hoje brulha em verde e branco Como a lua reflecte no mar Lua Cheia Cuidado com a noite de lua cheia O bicho pode te pegar, Eu sou lobisomem carente de amor. Essa noite eu quero te beijar. Meu senhor Jesus da chagas vem nos acudir Anda mouro na costa e a ameaça a surgir Sesimbra terra de grandes amores Quem não se lembrando amor de Maria e Zimbra Guerreiro que deu um fim à tirania De um Rei armado em chico esperto. Abusador das virgens desta vila. A casa caiu, o povo aplaudiu. Deu nome a vila de Sesimbra. E um novo horizonte reluziu. E só me traz felicidade A escola hoje é show. Desfila com emoção. Na passarela do meu coração.

© Copyright: Bruno Oliveira

21 - Sambas Enredo 2012


Bota No Rego www.botanorego.com Presidente: Ricardo Alves

“Zeca Afonso “O Trovador da Liberdade”!” Autor(es): Ricardo Alves, Luís Taklim Interprete(s): Ricardo Alves, Pedro Alves, Carlos Barranco, Luis Taklim, João Pedro Simões, Roberto Sousa, Carlos Barranco, Tiago Jesus, Carlos Lourenço

Na Veneza portuguesa, nasceu com certeza, um ser genial Zeca Afonso, José Manuel mas só no papel Afonso dos Santos O bicho que cantava bem, no Fado se aventurou Nas serenatas, ou no salão, encantava a multidão A censura corta, mas a porta não se fecha Segue a cantar, a revolta no seu coração Sua arma contra a opressão A mais bela canção, ele cantou, cantou Trovas e versos da alma de um Trovador, nos deixou Sou Índio da Meia-Praia, da praia inteira Galinha do Mato, soltando poeira Balada de Outono, Cantiga de Maio Que venham mais cinco, é no samba que eu caio Cantar de Andarilho, Canta Camarada Vampiro sou eu, Filho da Madrugada De azul e branco, hoje eu sou Carnaval Sesimbra, Coimbra eu sou Portugal Zeca, teu nome de guerra Afonso de espada na mão Canta teu grito de alerta Desperta a tua nação E então no ar surgiu, o povo ouviu Vila morena E pela mão, de todos nós, surgiu a flor, uma só voz Outro país, prá gente ser feliz Sou Zeca sou a voz da Liberdade Bota no Rego traz a energia De cravo vermelho eu vou por toda a cidade Celebrando o novo dia © Copyright: Bruno Oliveira

22 - Sambas Enredo 2012


Fura Samba www.furasamba.com Presidente: Nicolau Pereira

“Loucura que é poesia Caranguejo vs Gémeos!” Autor(es): Nuno Bastos Interprete(s): Nuno Bastos O fado, é meu fado e seu fado, É sentimento popular, E as vozes que embalam em seu cantar, Hoje eu venho exaltar Um toque de pura magia Vem revelar a melodia Numa estranha forma de viver Minha loucura é Poesia Nas cordas da guitarra e violão As notas vão fluir Ouço António Mourão Uma bela canção, Não se esquece jamais É hora do povo lembrar … (Oh tempo) Oh tempo volta pra trás! O dom se reflecte na voz Os astros traçaram o destino Se tornou uma Estrela Seu brilho é forte, é divino De Londres a Paris Fez plateias inteiras vibrar Na emoção de ouvir E as canções recordar Amália, és Diva e eterna paixão A voz da nossa Nação Que o mundo inteiro aplaudiu E agora, só choras de felicidade O nosso Fado virou Património da humanidade

© Copyright: Bruno Oliveira

23 - Sambas Enredo 2012

Sambas Enredos 2012  

Sambas Enredos 2012 é uma edição livre e gratuita que reúne os Sambas Enredos das escolas de Samba de portugal, para o Carnaval de 2012.