Issuu on Google+

Agrupamento de Escolas Pedro Jacques de Magalhães Ano Letivo: 2012/2013

VIOLÊNCIA Violência Doméstica

Trabalho realizado por: Bruna Soares nº3 Daniela Correia nº7


Índice Índice............................................................................................................................................2 Introdução....................................................................................................................................3 O que é a violência doméstica?....................................................................................................4 Fases da Violência Doméstica.......................................................................................................5 ....................................................................................................................................................6 Crimes (na violência doméstica)...................................................................................................6 Quem é agredido?........................................................................................................................8 Consequências:..........................................................................................................................10 Conclusão...................................................................................................................................11 Biografia.....................................................................................................................................12


Introdução Neste trabalho vamos falar sobre a violência, mais concretamente sobre a Violência Doméstica. Hoje em dia estes casos são cada vez mais regulares, por isso, queríamos alarmar-vos da actualidade de hoje. Vamos falar um pouco sobre as causas do ato da violência, algumas consequências etc. De seguida falamos sobre alguns casos que levam á morte.


O que é a violência doméstica? A violência Doméstica é o resultado da agressão física ou psicológica ao companheiro/companheira. Atinge milhares de crianças, adolescentes, mulheres, homens e idosos, e na grande maioria das vezes de forma silenciosa. A sua importância é relevante não só devido ao sofrimento assombroso que vivem as vítimas como também porque a violência doméstica pode impedir um bom desenvolvimento físico e mental da vítima.


Fases da Violência Doméstica ♣ Fase do Aumento da Tensão: as tensões acumuladas pelo agressor, são tensões que este não consegue resolver sem o recurso à violência.

♣ Fase do Ataque Violento: o agressor maltrata física e psicologicamente a vítima, que tenta defender-se de uma forma passiva, esperando que ele pare e não avance com mais violência.

♣ Fase de Apaziguamento: o agressor depois da tensão ter sido direçionada sob a forma de violência, manifesta arrependimento e promete não voltar a ser violento.


Crimes (na violência doméstica) ♣ Maus tratos: quando o agressor trata mal a vítima física ou psicologicamente.

♣ Ameaça: quando o agressor intimida a vítima, provocando-lhe medo, inquietação ou prejuízo na sua liberdade.

♣ Coacção: quando o agressor constrange outra pessoa, a praticar determinado acto, através da violência ou da ameaça.

♣ Coacção sexual: quando o agressor constrange outra pessoa a sofrer ou praticar, consigo ou com outra pessoa, um acto sexual de relevo.


♣ Violação: quando o agressor força a vítima a manter relações sexuais com uso de violência.

♣ Tentativa de homicídio: quando o agressor, com intenção de matar, pratica todos os actos, mas o resultado (a morte) não se pratica.

♣ Ofensas à integridade física: quando o agressor ofende o corpo ou a saúde de uma pessoa.

♣ Dano: destruir total ou parcialmente, danificar, desfigurar ou tornar não utilizável algo ou alguém.


Quem é agredido? Geralmente, as vítimas de violência doméstica são as mulheres e as crianças. E há casos em que são os idosos. Muitas vezes, as vítimas de violência doméstica, sentem-se muito frustradas e acabam por pensar que a culpa da agressão foi delas. Têm dificuldade em denunciar a agressão, não só pela vergonha, mas principalmente pelas consequências desse acto. A vítima acaba por criar uma relação de dependência com o agressor. A vítima tem pouca auto-estima e sente-se violada e traída, já que o agressor promete,


depois da agressão, que nunca mais repete o comportamento, apesar de o fazer.

Quem denuncia? Quem denuncia os crimes depende muito dos tipos de crime que a vítima sofre, da vítima e também do agressor. Se a vítima não tiver coragem suficiente para denunciar o agressor, normalmente quem o faz é algum familiar que de algum modo descobriu o crime. Se por acaso houver crianças envolvidas na agressão, nesses casos a mulher opta por denunciar pois não suporta ver os seus filhos a ser agredidos.


Consequências: Influências na vida sexual da vítima; Lesões graves; Mau desenvolvimento da personalidade (no caso das crianças); Baixa auto-estima; Dificuldade em criar laços, em construir relações; A vítima, consoante a gravidade dos danos emocionais, pode passar, mais tarde, a ter o papel do agressor em vez do da vítima;


Conclusão Concluímos que neste ramo cada vez mais há pessoas a serem vítimas deste ato. Se forem vitimas, façam participação ou peçam ajuda a alguém e não o guardem para vocês. Mesmo que não sejam vítimas, mas saibam de algum/a amigo/a que sofra do mesmo ato, denunciem o agressor a alguém mais velho. Assim, estão a ajudar a ter uma sociedade melhor.


Biografia http://mapadocrime.com.sapo.pt/violencias %20domestica.html

http://grupodastrabalhadoras1.pbworks.com/ w/page/16263755/o%20que %20%C3%A9%20viol%C3%AAncia


Violência Doméstica