Page 1

OUTUBRO ROSA O SUS garante a toda brasileira o acesso gratuito à mamografia. Esse exame, como qualquer outro realizado pela rede de saúde pública ou complementar, depende de indicação médica – previna-se e informese na secretaria de saúde do Município, prevenir ainda é o melhor remédio!!!! Pág 09

VOZ DO RIBEIRA SITE WWW.VOZDORIBEIRA.COM.BR - vozdoribeira@gmail.com -

Publicação Voz do Ribeira - Cerro Azul - Dr Ulysses - Edição 13 - 13 Outubro - 2013

RIO QUEBRADA FUNDA PEDE SOCORRO

O Rio Quebrada Funda, nome dado por ser um rio caudaloso, hoje se encontra abatido, somente é lembrado quando se revolta com o mal trato, demonstrado quando sai de seu leito natural inundando toda a cidade, especialmente no mês de janeiro. Quais são as políticas Públicas para preservar a natureza no Município? Pág. 03

DENÚNCIA ANÔNIMA LEVA GAECO A CERRO AZUL

Em ato inédito, a GAECO visita Cerro Azul. Veja a saga na página Pág 06

EFETIVIDADE NO CONSELHO TUTELAR

Qual o papel do Conselho Tutelar e do Conselheiro nos Municípios? Menor dirige e causa acidente em Cerro Azul. Pág. 16

MANIFESTAÇÃO POLÍTICA PELO TWITTER Veja o que decidiu o TSE. Pág. 15

OLHO ABERTO CERRO AZUL

Não foi publicada a licitação que deu direito a empresas venderem camarotes na festa de aniversário do Município de Cerro Azul. Pág. 10

CONSERTO DE ESTRADAS GARANTE SEGURANÇA DO POVO

E  LEMBRANDO  QUE  NO  DIA  16  DE  DEZEMBRO  TEREMOS  O  GRANDE  FESTIVAL  DE  PREMIOS.  

TA ESPERANDO  O  QUE?  VENHA  NOS  VISITAR  E  RETIRAR  SEU  CUPOM!  

A Segurança do povo também está na estrada por onde circulam. Pág.04


PÁGINA 2 EDITORIAL

EDITORIAL

VOZ DO RIBEIRA

CHARGE

CLAUDINÓQUIO NA MIRA DO POVO

Os grupos humanos, desde a sua origem, sempre compreenderam que a melhor forma de proteção pessoal e a sobrevivência de sua espécie estaria na atividade grupal, ou seja, o bando protegia a todos, era a formação de um Estado informal, fático, cujo governo ou comando era definido pela força física, não instrumental. Hoje, amadurecida a sociedade, compreendeu-se que a melhor forma do convívio social estaria na dispensa de parcela do individualismo tribal, como também da personalização protetiva, repassando este mister a um ente abstrato, encarregado agora de dar proteção, saúde, escola, etc. Para a realização deste Estado, o nosso país adotou a democracia direta, ou seja, o povo escolhe diretamente seus governantes. Cerro Azul, como entidade federativa (município) autônoma participou deste processo sócio político, oportunidade em que escolheu o seu Prefeito, cujos deveres estão encartados na Constituição Federal, na Constituição Estadual e na Lei Orgânica Municipal (Constituição do Município). Nem sempre acertamos nas escolhas, pois na verdade pouco se conhece o íntimo de cada candidato e quando se apresentam, iludem a todos com propostas progressistas e aceitam sugestões transformadoras, porém quando assumem o cargo, há o rompimento com tais compromissos e passam a atuar de forma limitada e voltada ao grupo de apoio a gestão. Surgem aí os problemas. Vejamos Cerro Azul. Buscando-se a história longínqua de nossa cidade, que dirá a recente, não se encontra tanto descontentamento em relação a uma gestão, a qual afastouse das características cerro-azulenses para abeberar-se em conhecimentos espúrios ao nosso. Há uma verdadeira importação de orientação administrativa municipal. Também diversos compromissos assumidos pelo prefeito a curto prazo não foram cumpridos, a exemplo de colocar um contador público para elaborar as contas municipais, importar um sistema educacional funcional dos sistemas modernos de ensino, melhorar a saúde local com hospital regional especializado e exercer uma atuação política efetiva na capital do Estado através das forças locais que tem capacidade representativa. As consequências das escolhas do prefeito estão vindo aí. Os professores, inconformados com a educação formal de nossa cidade, sinalizam para manifestações e alguns mais impacientes até greve propõem, não bastando, a saúde pública de Cerro Azul está um caos, desde janeiro omissões e ações erradas, visivelmente equivocadas, levaram a um verdadeiro sucateamento da saúde municipal, hoje não se encontra remédios disponíveis pelo SUS a nossa população, por vezes há reclamo de falta de ambulância, a falta de médico foi gritante no início da gestão, justamente porque faltava uma política de acolhimento dos médicos existentes, e agora, também as enfermeiras estão postulando a paralisação, pois dizem estar expostas a uma carga excessiva de trabalho, correndo o risco de cometerem erros fatais, como por exemplo, ministrar carga excessiva de medicamento em paciente causando-lhe a morte. Precisamos pensar no coletivo, senão todos perdemos. Neste sentido, não podemos mais mentir ao povo de que teremos R$ 33 milhões nos próximos dias e que Cerro Azul será um canteiro de obras, ou então fazer licitações no valor de R$ 12 milhões de reais, enquanto falta dinheiro para o

básico, e pior, ao contrário de anular as licitações que escoam o dinheiro público, opta o prefeito por continuar agredindo a saúde pública municipal, não comprando remédios, gases, esparadrapo e até algodão. Na mesma linha, precisamos saber publicamente porque os dentistas não foram para o Lageado, a Bomba ou São Sebastião? Ou então, ser dito a quem o veículo que os trans-

portaria ficou servindo. Enquanto as verdades de uma gestão desastrosa como esta não ganharem contornos de transparência, o povo continuará sofrendo, nossa região não evolui e todos nós perdemos. Gerir um município não é apenas fornecer um circo, é necessário pão, saúde, segurança e educação.

EXPEDIENTE

JORNAL VOZ DO RIBEIRA

EDITORA DE JORNAIS E REVISTAS VOZ DO RIBEIRA CNPJ 06.276.910/0001-88 Tiragem 3000 exemplares Direção de Jornalismo: Bruna Corcini Kalabaide, DRT 7682. Diretor Administrativo: Jefferson Godinho Assessoria Jurídica: Marcelo José Ciscato Impressão: Editora Correio Paranaense CNPJ 00064742/0001-80 email: vozdoribeira@gmail.com Endereço: Rua Mal Deodoro da Fonseca, 195 - Centro - Cerro Azul/PR


VOZ DO RIBEIRA

CIDADE

PÁGINA 3

RIO QUEBRADA FUNDA AINDA VIVE... Não faz muitos anos que o Rio Quebrada Funda era um rio de água limpa, pois os moradores utilizamno até para tomar água. Para quem não conhece é aquele que corta a cidade, passando por traz do hospital e da Igreja Católica e deságua no Ponta Grossa. Existia um código entre os ribeirinhos, a época, que não utilizavam as águas do rio até as 10:00hs da manhã de cada dia, sendo que neste horário as pessoas enchiam seus filtros d’água, mas hoje tudo mudou, nada ficou igual como era antes. Não eram raros os diversos tanques feitos ao longo do rio, onde todos usam para se refrescar no verão, além disso, era extremamente piscoso, lambari, cara, bagre, cascudo, pita, era o forte do rio, enfim o rio era tão puro que até a Igreja Assembléia de Deus utilizava-o para faz-

er os seus batizados. O Rio Quebrada Funda, nome dado por ser um rio caudaloso, hoje se encontra abatido, somente é lembrado quando se revolta com o mal trato, demonstrado quando sai de seu leito natural inundando toda a cidade, especialmente no mês de janeiro, sempre chuvoso em nossa região, oportunidade em que grita, o rio, dizendo eu existo e alaga toda a nossa praça. Quem passa pela Rua Marechal Deodoro da Fonseca a qualquer hora do dia sente o cheiro de esgoto a céu aberto que corre, porém para solucionar este problema ambiental e de qualidade de vida o SEDEA, entidade não governamental, possui um projeto específico de ação, o qual merece ser desarquivado e ser inteirado pela Secretaria do Meio Ambiente, mas

acreditamos que o principal problema do Rio é o esgoto humano ligado diretamente no Rio, facilmente corrigido com orientação pela prefeitura aos moradores, e formação de fossa séptica trifásica com carvão ativado, providência simples por demais e de custo muito barato. Reviver o Rio Quebrada Funda muito mais que um compromisso governamental é um compromisso de cada cidadão, especialmente os ribeirinhas, que podem começar tratando o escoamento de dejetos humanos no rio e também não jogando lixo em seu canal. Precisamos construir um mundo melhor para todos, tanto os que estão como aos que virão. Não seria o caso do Ministério Público participar deste cenário? Estamos de Olho...

MORADORES DA VILA MANGGER PEDEM SOCORRO!

Foi enviado a este jornal uma reclamação esposada por morador da região, cujo nome mantemos no anonimato por imperativo legal, no qual o leitor se manifesta dizendo: “Se for possível , gostaria solicitar a este meio de comunicação uma atenção especial aos moradores da RUA CELMIRA GRUNT MANGGER, que vem sofrendo terrivelmente com o cheiro de esgoto nesta rua. Por várias vezes foi comunicado a prefeitura, as visitas vieram juntamente com as promessas do Sr Valdir Vaz (chefe da vigilância), Sr Clevinho, Marlon, e Claudinei. O esgoto está com saída diretamente na rua e tem até mesmo uma fossa construída por um morador, para fora de seu muro. Como está tudo entupido volta o cheiro insuportável. Não tenho máquina para fotografar, mas se vierem

a qualquer hora pode ver a calamidade. Gostaria de manter-me no anonimato e poder sempre colaborar. Um abraço. P.S: chegando na esquina da subestação da copel, é a rua à esquerda, onde ficava antigamente o campinho do Régi!” Como se vê o povo tem voz e esta reclamando providências urgentes no sentido de que o executivo cumpra com seu papel de saneamento urbano, são absurdos como este que fazem com que o IDH de nossa cidade seja essa vergonha e daí vem o Prefeito dizendo que o Povo é mentiroso. Precisa-se urgente que o Poder Público gaste dinheiro onde realmente é importante, onde é necessário e a saúde publica é garantia básica do cidadão, lembrando que esgoto a céu aberto é o primeiro canal veicular de doenças.

Prefeito, que tal carregar o mal cheiro para a sua casa, vê se suporta, este é o princípio da administração, da vida cristã, qual seja, não desejar ao próximo o que não quer para si próprio. Cadê os R$ 12 milhões de licitação? Mais do que isto, cadê os R$ 400 mil reais que seria aplicado na pavimentação da vila Mangger? Ficou decidido na convenção municipal do meio ambiente que aqueles R$ 400 mil seriam aplicados na Vila, porém observa-se uma distância enorme na atual gestão entre o que é falado e o que é realizado. Aqui vai uma convocação ao Ministério Público também, o qual por sinal vem demonstrando estar preocupado com nossa cidade, é hora de se pedir uma prestação de contas do município em relação aos 400 mil reais que foi alardeado pelo

prefeito em reunião convocada pelo próprio Ministério Público. Exigimos das instituições municipais que não fechem os olhos, pois senão seriam coniventes com este quadro caótico. Assim, existe verba,

foi decidido em audiência pública o seu destino, consta inclusive em ata, do meio ambiente, só falta ser efetivamente aplicado o dinheiro em favor de nossa comunidade.


PÁGINA 4

POLÍTICA

VOZ DO RIBEIRA

ESTRADAS: FALTA DE REPRESENTATIVIDADE LOCAL

Um bom sinal de como está a política regional, se bem ou mal, ela se dá com a simples analise das estradas municipais e neste caso o cartão de visitas nosso é a PR-092, ligando todo o Vale do Ribeira. Como ficou destacado em nosso jornal, existia no trecho que ligava Cerro Azul a Doutor Ulysses um desmoronamento significativo do lado esquerdo da pista de quem vai a Doutor Ulysses, pois bem, foi só secar o tempo, e, imediatamente, se fez o alargamento da pista e se fez a contenção da encosta desbarrancada, ou seja, alem do conserto, ainda procuraram jogar o trânsito mais para o lado do morro e menos para o lado da barroca. Isto demonstra que o Prefeito de Doutor Ulysses está antenado nas necessidades locais de seu município, realiza todos os seus atos voltados para o bem estar de sua comunidade, com isto realizou o bem comum. Por outro lado, Cerro Azul, cujo prefeito, ora apóia um candidato, ora apóia outro, de forma que a população se sente perdida pela absoluta falta de liderança de comando regional político, vem sofrendo os flagelos deste verdadeiro fracasso regional em administração pública. A correção dos buracos que existiam foi realizada e de uma forma tão precária que já estão voltando os buracos dos buracos, e

nem faz muito tempo da operação tampa buraco realizada. Mas o pior disso tudo está no fato de que a mesma encosta desmoronada, que estreitou a pista com a erosão, continua. Já se passaram 10 meses de governo e parece que nada aconteceu em nossa cidade, em nossa região, senão a praça pintada, parquinho reformado e uma passarela no colégio. Prefeito! Está na hora de acordar, já se está completando um ano de gestão e nada. O conserto da estrada é segurança pública, é segurança no transporte de pessoas e carga, está na hora de pegar o deputado que estiver apoiando, seja quem for, e fazer o camarada trabalhar, fazer com que a pista seja consertada, ou vai se conviver pelo resto da vida com os ditos estreitamentos. Enxergue as necessidades regionais e atue em direção a elas, vá nas reuniões em Curitiba ou em qualquer outro lugar para ser notado, ser conhecido, ter estratégia de reivindicação, mostrar que Cerro Azul existe, que tem gestão e não ficar entocado na cidade mandando o chefe de gabinete resolver os problemas que quem tem legitimidade para resolve-los é só o prefeito, em face da sua autoridade constituída pelo voto. Cerro Azul vai além da ponte do Itupava, não a física, mas a Cerro Azul psicológica, a Cerro Azul

política, a Cerro Azul reivindicadora, a Cerro Azul participativa do bolo estatal. E para que isto ocorra o gestor público tem que se desento-

car, mostrar que sabe falar lá fora, que tem representatividade, que chega em alguma Secretaria e ela fica atenta a servir o prefeito, e não ficar

com discurso de facebook, dizendo meu povo amado e não fazendo nada, absolutamente nada pela nossa comunidade!

S SI IN ND DI IC CA AT TO OD DO OS SS SE ER RV VI ID DO OR RE ES S M MU UN NI IC CI IP PA AI IS SD DE EC CE ER RR RO OA AZ ZU UL L E E S T A D O D O P A R A N Á ES ST TA AD DO OD DO OP PA AR RA AN NÁ Á

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA ASSEMBLEIA GERAL DE RATIFICAÇÃO ELEIÇÃO, REALIZADA EM 25 DE AGOSTO DE 2013, E, RATIFICAÇÃO POSSE DA NOVA DIRETORIA EXECUTIVA ELEITA, REALIZADA EM 12 SETEMBRO DE 2013, DO SINDICATO DOS SERVIDORES MUNICIPAIS ATIVA E APOSENTADOS DO MUNICÍPIO DE CERRO AZUL, ESTADO PARANÁ

DA DA DE DA DO

EDITAL Nº 001/2013 DP

O SINDICATO DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DA ATIVA E APOSENTADOS DO MUNICÍPIO DE CERRO AZUL, ESTADO DO PARANÁ, com endereço na Rua Aníbal Khury, nº 82, centro, desta cidade de Cerro Azul-PR, CNPJ nº 09.195.581/0001-39, por seu Diretor Presidente, Sr. Lauro de Moura e Costa Júnior, servidor público, cirurgião dentista, pertencente ao quadro efetivo municipal desde 01/03/1991, CRO/PR 6.235, RG 3.077.841-3, CPF 553.276.999/00, código PIS 123.15558.25.7, residente e domiciliado na Rua Marechal Floriano Peixoto nº 259, centro, desta cidade de Cerro Azul, Estado do Paraná, CEP 83570-000, e-mail sismucadp@terra.com.br, infra-assinado, em cumprimento a deliberação da Nova Diretoria, Gestão 31/08/2013-31/08/2016, em ata do dia 16/09/2013, com fulcro no Artigo 22, letra b, do Estatuto vigente deste Sindicato, com o propósito de dirimir litígios, convoca todos os membros ASSOCIADOS AO SINDICATO DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DA ATIVA E APOSENTADOS DO MUNICÍPIO DE CERRO AZUL, ESTADO DO PARANÁ, munidos de um documento oficial com foto e o último contracheque, para participarem, através do voto por aclamação, da Assembleia Geral a ser realizada em primeira convocação às 14:30 horas com a presença da maioria simples dos associados, e, em segunda convocação às 15:00 horas com qualquer número dos presentes, no dia 09 de novembro de 2013, no auditório da Câmara Municipal de Cerro Azul, situada na Praça Monsenhor Celso nº 29, que irá tratar da seguinte ordem do dia:

1) . RATIFICAÇÃO DA ELEIÇÃO PARA A DIRETORIA EXECUTIVA DO SINDICATO DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DA ATIVA E APOSENTADOS DO MUNICÍPIO DE CERRO AZUL, ESTADO DO PARANÁ, REALIZADA EM 25 DE AGOSTO DE 2013. 2) . RATIFICAÇÃO DA POSSE DA NOVA DIRETORIA EXECUTIVA ELEITA PARA O TRIÊNIO 31/08/2013-31/08/2016, DO SINDICATO DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DA ATIVA E APOSENTADOS DO MUNICÍPIO DE CERRO AZUL, ESTADO DO PARANÁ, REALIZADA EM 12 DE SETEMBRO DE 2013. Cerro Azul, 10 de outubro de 2013. Lauro de Moura e Costa Júnior Diretor Presidente


VOZ DO RIBEIRA

CIDADE

PÁGINA 5

ATOS CONTRA A CORRUPÇÃO EM CERRO AZUL Está circulando, desde o dia 09 de setembro, mensagens na internet com o seguinte manifesto: “CERROAZUL VERDADE.”ADMINISTRADORES” PÚBLICOS MUNICIPAIS DE CERRO AZUL, ou pseudos administradores, arremedos de políticos, tocadores de negócios já tá na hora de começarem a se explicar sobre esta desastrosa administração, não pensem que irão tocar a prefeitura, a nossa cidade como se fosse a casa de vocês e deixar para justificativas somente nas eleições, queremos explicações já é um direito nosso, não adianta encher o papel de fotos coloridas e discursar sem propriedade ao léu e pensar que esta tudo bem, queremos atitudes éticas não fofoqueiros que lotam os departamentos públicos a altos salários para falar mal da vida dos outros. Também é bom parar de trabalhar com “laranjas” a frente de pseudo empresas prestadoras de serviços públicos e querer posar de bons moços e competentes empresários a frente das audiências públicas, principalmente aquelas com a participação da Promotoria de Justiça local. Como se diz no Jornal VOZ DO RIBEIRA estamos de olho. Falando nisso pessoal esta minha indignação vem do referido jornal, hoje o único meio de informação que permite estarmos informados quanto aos desmandos que o nosso município enfrenta na atualidade. Chega de ficar calado manifestar é um direito nosso e vamos exercê-lo sempre a vontade do povo é como a água corrente sempre encontra um caminho.” Não divulgamos seu subscritor por não termos sua autorização, mas são coisas como

esta que nos estimulam a caminhar adiante, que não permitem vergar este jornal, pois é exatamente isto que pretendemos, formar uma sociedade consciente, capaz de falar e agir sem medo, pois povo sem voz é povo com medo, e isto nos não podemos permitir que ocorra, temos que dar as mãos e formar uma corrente forte contra a corrupção. Cerro Azul é um município pobre e na pobreza não há espaço para desvios financeiros, por sinal, não há espaço em local algum, mais muito mais indigno o é diante de um quadro de pobreza como é a de nossa cidade, parar de enganação, parar de dar golpe na verdade. A nossa consciência moral tem que nos despertar para enfrentarmos as dificuldades que o desejo de construirmos um Cerro Azul mais justo para todos e melhor de se viver nos imporá. Somos um Povo de coragem, queremos ganhos coletivos e não individuais e para que isto ocorra precisamos erguer a nossa bandeira no pavilhão da moralidade publica, precisamos que sejam esclarecidos os diversos contratos que a prefeitura tem com terceirizados, como isto se deu, onde está a publicação destes atos em jornais que efetivamente circulam em nossa cidade. Também precisamos de audiência pública para que sejam esclarecidos os débitos no comércio local, antes que todos os nossos comerciantes vão a falência, causando um mal ainda maior, precisamos frenar contratações de pessoas e parentes do prefeito que respondem por crimes em outros Estado, precisamos acabar com este absurdo de escândalos gerados por vereadores e apadrinhados do prefeito, pois nossa cidade preza pela ordem e progresso, palavras escrita em nossa bandeira nacional e que tem que ser obedecida pelo povo e pelos representantes do povo, e isto somente ocorrerá se nós nos mobilizarmos, como propõe este corajoso leitor do VOZ

DO RIBEIRA. Vamos, Vamos dar as mãos e caminhar juntos para construir um futuro melhor para todos. Não esqueçam ‘JEITINHO É CORRUPÇÃO’. Veja mais este email: - Busco o apoio de pessoas independentes para organizar um movimento contra a corrupção em nossa cidade, para irmos a rua manifestar com cartazes, faixas e passeata a fim instituir uma representatividade da nossa comunidade perante os Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, para sermos ouvidos nos nossos reclames e direitos, aos interessados que quiserem aderir é só mandar uma mensagem confirmando no meu e-mail: cerroazulverdade@outlook.com, temos as datas pré agendadas: dias 13, 14, 15, 17, 18, 19, 20, 21 ou 22 sendo que a data para manifestação será definida de acordo com a maioria conforme for levantado no e-mail de confirmação, também é necessário fazermos uma reunião que antecederá a manifestação, onde será escolhida uma comissão organizadora e apoiadores do movimento sendo a data desta reunião escolhida conforme vontade da maioria sugerida no e-mail de confirmação. Conforme for acontecendo a adesão serão repassadas novas informações. Esta é uma iniciativa pessoal e independente não tendo nenhum vinculo com outras instituições públicas, órgãos públicos, partidos políticos ou associações afins - cerroazulverdade@outlook.com.

Menino de 14 anos é esfaqueado em praça de Cerro Azul Um fato de grande violência ocorreu em nosso município no dia 25 de setembro e deixou moradores assustados. Um adolescente de 14 anos foi esfaqueado por dois adolescentes, um da mesma idade e outro maior de idade. Osias dos Santos estava na praça, em frente a um conhecido banco, quando a dupla chegou e começou a bater no jovem. No meio da briga, o maior de idade tirou uma faca do bolso e

Osias ficou ferido mas golpeou Osias. O menino saírem para arranjar briga. laborando e fazendo ronda foi levado para o Hospi- A Polícia Militar está co- nas proximidades para evi- não corre risco de morte. tar esse tipo de confusão. tal da cidade e logo após transferido para o Hospital Angelina Caron, em Curitiba. A vítima estuda no Colégio Estadual Princesa Isabel e, segundo pessoas da escola, é um bom menino. A escola nos informou que está tendo problemas na saída das aulas, pois muitos adolescentes que não estudam no recinto ficam em frente ao colégio esperando os alunos


PÁGINA 6

CIDADE

VOZ DO RIBEIRA

DENÚNCIA ANÔNIMA LEVA GAECO A CERRO AZUL O doutor RAFAEL OSVALDO MACHADO MOURA quando então promotor de justiça de Cerro Azul, socorrendo-se de uma denúncia por carta anônima, a qual, sem credibilidade alguma, detectáveis em simples leitura, menciona: “A população ta cheia desse caboco. Anda armado ameaça todo mundo (até o prefeito), vai até no fórum armado, cobra propina dos comerciantes e ainda humilha a gente toda.” O citado caboco é o cidadão Ubirajara de Mattos de família tradicional de Cerro Azul. Vamos analisar a dita cartinha a qual tivemos acesso. Quando fala no trecho acima da população estar cheia dele, até aí tudo bem, poderia ser razoável, que anda armado, também seria possível sem problema algum, mas, ao mencionar que ameaça até o prefeito, por favor, deveria o diligente promotor se acautelar, soa evidente que estava sendo manipulado por denúncia não tão anônima assim, mas de evidente identidade política! Mesmo assim, pela lamentável falta de sensibilidade, o promotor levou a denúncia adiante. Basta ler a carta para identificar o jogo de cena, tanto que o anônimo mencionou em dado momento que: “o seu advogado já havia denunciado-o para o promotor de justiça Rogério Mangue, o qual não fez nada”, seja quem for em Cerro Azul o advogado do anônimo, embora não seja difícil de identificá-lo, basta imaginação, segundo

relatou Ubirajara. Estas asseverações da carta foram justamente para instigar o promotor Rafael e impor a ele, para que ele fizesse alguma coisa. Novamente foi jogada a chumbada. Não requer habilidade alguma para perceber que o outro promotor, Doutor Rogério pescou o quadro de manipulação do advogado do delator anônimo e não quis entrar na onda dele, tudo isto perceptível na carta a menos que não se queira ver... Prossegue a carta usando o nome do pároco local, justamente porque em nome próprio não ganharia idoneidade na delação anônima, (técnica de escrita corriqueira em situações como esta) e prossegue dizendo que Ubirajara “não trabalha na prefeitura e não faz nada”, neste tópico é evidente que o delator quis de um jeito excluir o grupo da prefeitura desta delação e novamente tentou infirmar a moral do delatado. Ainda menciona que o Ubirajara pratica falsidade ideológica pois “prende como investigador e assina a prisão como tal”. Porém, ao receber cópia dos documentos dados pelo ente público ao Sr. Ubirajara, não consta qualquer documento que prove o alegado, fato que é de fácil constatação e já desqualificaria a delação, mas novamente não foi observado. Era só ver os flagrantes das prisões efetuadas. Ainda o mesmo delator diz que Ubirajara “é protegido dos Drs. Benjamim Acácio, Laurihetty e Dalton”,

ora, ledo engano, pelo que se conhece na cidade. Estas pessoas, pelo o que se conhece, não se prestam a proteger ninguém, os primeiros profissionais do Direito, filhos de Cerro Azul e o último ex-prefeito, distante no relacionamento com o citado Ubirajara. Bastava o promotor ligar para qualquer um deles para elucidar a procedência desta alegação, mas não! Seguiu com o um ofício a Gaeco! A delação continuou neste tópico dizendo que ele Ubirajara “acoberta a sujerada do dr. Acácio la nos processos que ele tem contra o português Aderito nas briga de terra em Dr. Ulisses”, por aí, já seria possível o Promotor de Justiça não dar um passo a frente, pelo simples motivo de que através de uma simples certidão junto ao fórum de Cerro Azul, a qual fomos atrás, verificaria que Acácio e Aderito, litigaram em um único processo de reintegração de posse e que foi reconhecida a posse daquele em imóvel, que há mais de 100 anos pertencia a sua família, portanto equivocado. Ainda, a história de Cerro Azul conta da idoneidade que possuem todos os filhos de Lauro de Moura e Costa. Finalmente, como haveria sujeira no processo? Estando ele conduzido pelo Dr. Marcos Toda, um juiz sério e honesto. E arremata ao final, o manipulador para o Promotor, enchendo seu ego, o qual teria na mão um furo de reportagem, digo, um furo de denúncia: “Sr. Promotor, a

sua fama na cidade é que o Sr. é pessoa muito séria e que gosta das coisas na lei Dr. Rafael, por isto eu estou lhe passando estas informações pro senhor”. Em cima deste jogo de cena montado o experiente magistrado, após encaminhamento do promotor, deferiu a busca e apreensão na casa do Ubirajara. Lá foram “inúmeros policiais” para pegar o valentão de Cerro Azul, delegados e agentes, armamentos, veículos blindados, enfim todo o requinte operacional da polícia, às 8 horas da manhã bateram na porta, subindo muro, atemorizados, solicitaram para entrar na casa, fizeram a revista, acharam algumas armas, alvoroçaram em prender Ubirajara, quando depois, foi mostrada documentação e porte legal de todas as armas. Frustrados, todos os policiais saíram da casa, percebendo que fizeram parte de cena ridícula. Não esgotaram os pedidos de desculpas, relatou o Sr. Ubirajara, e saíram sem fazer nada, justamente porque o cidadão nada tinha de ilegal, coroando as conseqüências de uma desatenção crônica das instituições! Parece uma piada. Denúncia anônima, sem respaldo algum, facilmente detectável em seus vícios e mesmo assim as autoridades deram crédito. Seria o conto do vigário assinado pelas autoridades locais? Neste desatino, através do Ofício 127/2013, enviado ao Procurador LEONIR BATISTI, este também caiu na conversa, facilitando o

deslocamento da GAECO, e pior, a GAECO, tem por função atacar o CRIME ORGANIZADO, ora pois, que crime organizado que Ubirajara controla nesta cidade? Quanto custou esta brincadeira aos cofres públicos? O que assusta nosso povo parece não ser o tal Ubirajara. Vamos refrescar a memória do povo. Lembram da denúncia com prova assinada e reconhecida firma de uma funerária, de que os enterros em Cerro Azul que deveriam ser gratuitos e estão sendo pagos pela prefeitura (com o dinheiro do povo), contrariando a lei municipal, conseqüentemente gerando propina? O que assusta é a falta transparência na licitação e nas aquisições públicas do município, o que assusta é o comércio de Cerro Azul estar enfrentando o não pagamento de obrigações assumidas que beiram 1 milhão de reais, o que assusta é a suposta prática de fracionamento de licitação sem providência alguma das instituições formais, e mais, o que assusta é a prefeitura retirar terra de terreno particular, sob o drible de que precisa para uma creche, embora dispusesse de outros caminhos para conseguir, fazendo crer que uma terraplanagem de graça ou mesmo paga é dever da prefeitura. Excessos como estes, em regra é que deveriam parar nas corregedorias, conselhos nacionais de justiça e ministério público. Estamos de olho e esperando as providências!


VOZ DO RIBEIRA

CIDADE

PÁGINA 7

BALSA FOI CONSERTADA Mais um leitor do nosso jornal, o qual também mantemos no anonimato, por força de lei, o qual questiona: “Agora quanto a balsa seria bom explicar porque ela foi solta rio abaixo, por quem e quem ira arcar com os danos deste patrimônio, e quanto custou aos cofres públicos ? Que tal uma matéria neste sentido.” Pois bem, o jornal foi ouvir moradores da região e as informações veiculadas na região dizem respeito ao fato de que a balsa foi solta rio abaixo em sinal de protesto dos moradores da região onde se

localiza a balsa, contra o abandono e descaso da atual gestão para com aquela região, e um dos ícones da manifestação foi o fato de que existe uma passarela, também nas imediações, que estava toda quebrada, faltando tábuas e o Gestor Público atual esquivava-se de consertá-la, culminaram por soltar a balsa, cujo ato de insatisfação gerou despesas ao cofre público. Sem dúvida que o caminho optado não se constitui na melhor opção, afinal de contas menos oneroso seria os moradores da região criarem uma manifestação no local,

com ampla divulgação em nossa cidade para ganhar adesão e ainda cobrarem do vereador da região, pois é para isto que eles também servem, opções estas todas sem aumentar as despesas e criar eventuais danos ao patrimônio público. Entendemos que o Poder Público deveria comunicar o fato, se criminoso, a polícia para que iniciasse investigação visando descobrir quais foram os responsáveis pelo ato de vandalismo, pois esta conduta é a mesma daqueles que nas cidades quebram vitrines, destroem latas de

lixo, queimam carros, etc., contudo, pelo que pesquisamos a Procuradoria do Município, responsável pela representação e defesa do Município, não tomou providência alguma, nem ao menos o Boletim de Ocorrência foi lavrado. Diante da omissão da atual gestão, a qual optou por não aprofundar a investigação dos fatos, possivelmente com receio de que chegasse a sua inércia e omissão, nada fez a respeito, no entanto o conserto e remoção da balsa para o seu destino, o qual serve ao nosso povo a mais de 100 anos, foi integral-

mente paga pelos cofres municipais. Entramos em contato com a Secretaria de Finanças a qual através do Sr. Wagner declarou que o valor gasto no conserto foi de R$ 11.000,00. É assim que as coisas caminham em nossa cidade, particulares causam dano ao poder público, ou os próprios gestores, por ação ou omissão, no final, como ninguém faz nada, acaba estourando tudo no bolso do contribuinte, ou seja, de todos nós, e pior, não temos ninguém que busque a responsabilidade destes fatos nocivos ao erário público.


PÁGINA 8

VARIEDADES

Música - 09 mais vendidos MUNDO DE PIXINGUINHA Formato: CD Intérprete: HOLANDA, HAMILTON DE Intérprete: MALTA, CARLOS Intérprete: MARSALIS, WYNTON Intérprete: MEHMARI, ANDRE Gravadora: ROB DIGITAL (CD) Estilo: MÚSICA BRASILEIRA - INSTRUMENTAL Ano: 2013

VOZ DO RIBEIRA

Receitas Lombo de porco recheado com presunto de Parma

CHIQUITITAS (O.S.T) Formato: CD Intérprete: VARIOS Distribuidora: BUILDING RECORDS CD

DREAM THEATER (NACIONAL) Formato: CD Grupo: DREAM THEATER Gravadora: WARNER MUSIC (CD) Estilo: ROCK - HARD ROCK & HEAVY METAL Ano: 2013 PARADISE VALLEY Formato: CD Intérprete: MAYER, JOHN Gravadora: SONY/BMG (CDS) Estilo: ROCK - POP ROCK Ano: 2013 AMOR A VIDA (INTERNACIONAL) Formato: CD Intérprete: VARIOS ARTISTAS Gravadora: SOM LIVRE (CD) Estilo: TRILHA SONORA - TV BRASILEIRA Ano: 2013 VANESSA DA MATA CANTA TOM JOBIM Formato: CD Compositor: JOBIM, TOM Intérprete: MATA, VANESSA DA Gravadora: SONY/BMG (CDS) Estilo: MÚSICA BRASILEIRA - MPB IN UTERO (DELUXE EDITION) Formato: CD Grupo: NIRVANA Gravadora: UNIVERSAL (CDS) Estilo: ROCK Ano: 2013 DISCO Formato: CD Intérprete: ANTUNES, ARNALDO Gravadora: RADAR RECORDS (CDS) Estilo: ROCK - POP ROCK BRASILEIRO Ano: 2013 20/20 EXPERIENCE, THE - 2 OF 2 Formato: CD Intérprete: TIMBERLAKE, JUSTIN Gravadora: SONY/BMG (CDS) Estilo: POP

Como fazer o lombo de porco recheado: Ingredientes: 1 peça de lombo suíno sem a capa de gordura Alho Algumas folhas de orégano fresco Presunto de Parma sem a gordura Pimenta calabresa em grãos 2 chalotas (ou cebolas) Azeite de oliva Modo de preparo: Abra a peça e tempere o porco por dentro. Para temperar, comece ralando o alho sobre a carne, espalhando bem. Continue com o orégano, reservando os ramos para assar ao lado da carne temperar o caldo. Espalhe fatias do presunto de Parma e coloque alguns grãos da pimenta calabresa antes de começar a enrolar. Tenha cuidado e enrole a carne com muita firmeza para o sabor não escapar e finalize amarrando com barbantes, em intervalos de cerca de 4cm. Fatie as chalotas, sem descascar, e leve para uma assadeira. Espalhe os raminhos de orégano sobre as chalotas e coloque a carne por cima. Regue um pouco de azeite e leve ao forno quente por 1h15. Para servir, corte as rodelas do lombo e acrescente um pouco do molho por cima. Para fazer o molho: Ingredientes: Vermute branco seco (ou vinho branco) Água fervida Modo de preparo: Coloque um pouco de vermute na assadeira do lombo de porco, sem atingir a carne, e acrescente água fervida. Raspe um pouco a assadeira para liberar o sabor no caldo e está pronto.

12 de outubro dia da criança Meninos do Brasil Cadê a igualdade Conquistada com braço forte Por um povo varonil, Que outrora raiou esplêndida E iluminou impávida, O horizonte do Brasil? Cadê a mãe gentil. Pátria Amada?
Tanta criança subjugada, 
Abandonada, sem proteção... Cadê o raio vívido
De amor e de esperança 
Que nunca resplandece
Nos olhos de nossas crianças? Cadê o artigo da Constituição Federal
Que assegura à criança 
Dignidade, respeito e liberdade? Cadê prioridade à saúde, à alimentação,
Ao lazer e à educação? Estarão nossas crianças a salvo
Da negligência, da discriminação, da violência, 
Da crueldade e da opressão? Ah, Constituição,
Carta magna desta imensa nação! Perdidos em imensos canaviais,
Pedreiras, esquinas, carvoarias
E noutros cantos mais...
Explorados, nossos meninos provam 
Do gosto amargo da cana
Sofrem na solidão,
Sufocados, gritos calados,
Vozes entrecortadas 
Entre a fumaça e a desolação Meninos escravizados, 
Desvalidos, abandonados,
Frutos de um sistema
Que fustiga e castiga sem pena
Os filhos deste país.
Faz-se urgente cortar a raiz
Desse mal que assola o Brasil! Abaixo a exploração 
E o indigno trabalho infantil! 
Abaixo esta vida degradante, 
Indigna, injusta e servil! Quem vai romper essa corrente perversa,
Essa realidade adversa,
Essa vergonha estampada
Nas cores do nosso país? Plantemos ternura 
Em nossos turvos corações...
Humanismo em nossas 
Consciências vãs...

Asseguremos a nossas crianças 
Real espaço de cidadania
De outro modo a vida se tornará 
Absurda.
Urge uma nova realidade, ou então... 
Será que é preciso pensar 
Uma nova humanidade? 

Já dizia o grande poeta Fernando Pessoa 
“Grande é a poesia, a música e as danças. Mas o melhor do mundo são as crianças.” Maria da Graça Bergamini Gusmão


VOZ DO RIBEIRA

VARIEDADES

PÁGINA 9

OUTUBRO ROSA – INSTITUTO NACIONAL DO CÂNCER DÁ A DICA! As formas mais eficazes para detecção precoce do câncer de mama são o exame clínico da mama e a mamografia. 

O Exame Clínico das Mamas (ECM)
Quando realizado por um médico ou enfermeira treinados, pode detectar tumor de até 1 (um) centímetro, se superficial. O Exame Clínico das Mamas deve ser realizado conforme as recomendações técnicas do Consenso para o Controle do Câncer de Mama - síntese do documento PDF/documento completo (PDF). A sensibilidade do ECM varia de 57% a 83% em mulheres com idade entre 50 e 59 anos, e em torno de 71% nas que estão entre 40 e 49 anos. A especificidade varia de 88% a 96% em mulheres com idade entre 50 e 59 e entre 71% a 84% nas que estão entre 40 e 49 anos. A mamografia
A mamografia é a radiografia da mama que permite a detecção precoce do câncer, por ser capaz de mostrar lesões em fase inicial, muito pequenas (de milímetros). É realizada em um aparelho de raio X apropriado, chamado mamógrafo. Nele, a mama é comprimida de forma a fornecer melhores imagens, e, portanto, melhor capacidade de diagnóstico. O desconforto provocado é discreto e suportável. Estudos sobre a efetividade da mamografia sempre utilizam o exame clínico como exame adicional, o que torna difícil distinguir a sensibilidade do método como estratégia isolada de rastreamento. A sensibilidade varia de 46% a 88% e depende de fatores tais como: tamanho e localização da lesão, densidade do tecido mamário (mulheres mais jovens apresentam mamas mais densas), qualidade dos recursos técnicos e habilidade de interpretação do radiologista. A especificidade varia entre 82%, e 99% e é igualmente dependente da qualidade do exame. Os resultados de ensaios clínicos randomizados que comparam a mortalidade em mulheres convidadas para rastreamento mamográfico com mulheres não submetidas a nenhuma intervenção são favoráveis ao uso da mamografia como método de detecção precoce capaz de reduzir a mortalidade por câncer de mama. As conclusões de estudos de meta-análise demonstram que os benefícios do uso da mamografia se referem, principalmente, a cerca de 30% de diminuição da mortalidade em mulheres acima dos 50 anos, depois de sete a nove anos de implementação de ações organizadas de rastreamento. O autoexame das mamas
O INCA não estimula o autoexame das mamas como estratégia isolada de detecção precoce do câncer de mama. A recomendação é que o exame das mamas pela própria mulher faça parte das ações de educação para a saúde que contemplem o conhecimento do próprio corpo. As evidências científicas sugerem que o autoexame das mamas não é eficiente para o rastreamento e não contribui para a redução da mortalidade por câncer de mama. Além disso, o autoexame das mamas traz consigo conseqüências negativas, como aumento do número de biópsias de lesões benignas, falsa sensação de segurança nos exames falsamente negativos e impacto psicológico negativo nos exames falsamente positivos. Portanto, o exame das mamas realizado pela própria mulher não substitui o exame físico realizado por profissional de saúde (médico ou enfermeiro) qualificado para essa atividade. As recomendações do Instituto Nacional de Câncer
Em novembro de 2003, foi realizada a ‘Oficina de Trabalho para Elaboração de Recomendações ao Programa Nacional de Controle do Câncer de Mama’, organizada pelo Ministério da Saúde, através do Instituto Nacional de Câncer e da Área Técnica da Saúde da Mulher, com os apoios das sociedades científicas afins e participação de gestores estaduais, ONG’s e OG’s. A partir dessa Oficina foi desenvolvido um Documento de Consenso para Controle do Câncer de Mama, publicado em 2004, que contém as principais recomendações técnicas referentes à detecção precoce, ao tratamento e aos cuidados paliativos em câncer de mama, no Brasil. Confira as novas recomendações em Publicações. Saiba mais
O câncer de mama é provavelmente o mais temido pelas mulheres, devido à sua alta freqüência e sobretudo pelos seus efeitos psicológicos, que afetam a percepção da sexualidade e a própria imagem pessoal. Ele é relativamente raro antes dos 35 anos de idade, mas acima desta faixa etária sua

incidência cresce rápida e progressivamente. Este tipo de câncer representa nos países ocidentais uma das principais causas de morte em mulheres. As estatísticas indicam o aumento de sua freqüência tantos nos países desenvolvidos quanto nos países em desenvolvimento. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), nas décadas de 60 e 70 registrou-se um aumento de 10 vezes nas taxas de incidência ajustadas por idade nos Registros de Câncer de Base Populacional de diversos continentes. No Brasil, o câncer de mama é o que mais causa mortes entre as mulheres. De acordo com as Estimativas de Incidência de Câncer no Brasil para 2006, o câncer de mama será o segundo mais incidente, com 48.930 casos.

Sintomas
Os sintomas do câncer de mama palpável são o nódulo ou tumor no seio, acompanhado ou não de dor mamária. Podem surgir alterações na pele que recobre a mama, como abaulamentos ou retrações ou um aspecto semelhante a casca de uma laranja. Podem também surgir nódulos palpáveis na axila.

Fatores de Risco 
História familiar é um importante fator de risco para o câncer de mama, especialmente se um ou mais parentes de primeiro grau (mãe ou irmã) foram acometidas antes dos 50 anos de idade. Entretanto, o câncer de mama de caráter familiar corresponde a aproximadamente 10% do total de casos de cânceres de mama. A idade constitui um outro importante fator de risco, havendo um aumento rápido da incidência com o aumento da idade. A menarca precoce (idade da primeira menstruação), a menopausa tardia (instalada após os 50 anos de idade), a ocorrência da primeira gravidez após os 30 anos e a nuliparidade (não ter tido filhos), constituem também fatores de

risco para o câncer de mama. Ainda é controvertida a associação do uso de contraceptivos orais com o aumento do risco para o câncer de mama, apontando para certos subgrupos de mulheres como as que usaram contraceptivos orais de dosagens elevadas de estrogênio, as que fizeram uso da medicação por longo período e as que usaram anticoncepcional em idade precoce, antes da primeira gravidez. A ingestão regular de álcool, mesmo que em quantidade moderada, é identificada como fator de risco para o câncer de mama, assim como a exposição a radiações ionizantes em idade inferior a 35 anos.

SERVIMOS CAFÉ, LANCHES E SUCOS NATURAIS.


PÁGINA 10

CIDADE

VOZ DO RIBEIRA

OLHO ABERTO CERRO AZUL! Uma pessoa com o email alcunhado de OLHOABERTOCERRINHO postou para o jornal a seguinte informação “Olá amigos, gostaria de saber a respeito das licitações ilícitas do nosso município. Nosso corajoso prefeito publicou na sua rede social facebook dia 28/09/2013, sábado um cartaz convidando toda a população a participar do aniversário do nosso município que será realizado nos próximos dias 25/26 e 27 de outubro de 2013 com anúncio de cantores e venda de camarote, convite para um rodeio, com telefones de contato da Impacto festas e eventos, só que no site do Tribunal de Contas no mural de licitações, a licitação correrá dia 07/10/2013, a abertura dos envelopes. Isso é certo???? ou é mais uma atitude ilícita do nosso prefeito. abraços amigos!” Pois bem, a proposta deste jornal é exatamente o que fez este leitor, despertar o espírito crítico do cidadão para que acompanhe o acontecimento das coisas de nossa cidade com senso crítico e não apenas sendo manipulado como normalmente ocorre. Precisamos de uma cidadania investigativa, uma cidadania participativa como se deu neste caso, é assim que transformaremos o nosso município, a nossa política enfim deixaremos um mundo melhor para os que virão e uma sociedade mais justa para os que estão. Esta delação, se é que é verdadeira, reclama ser investigada pelas instituições formais, as quais tinham e tem o dever de atuar, verificarem se os absurdos delatados pelo leitor são ou não verdadeiros, que segundo ele, o nome da empresa ganhadora da licitação foi divulgada no facebook do prefeito, pasmem, antes, sequer, da abertura dos envelopes. Doutor Promotor so-

corro! Haja vista que diz o leitor que postou o Prefeito, no dia 28/09, que a empresa IMPACTO FESTAS E EVENTOS estaria gerindo o evento, no entanto os envelopes da licitação somente seriam abertos no dia 07/10, segundo noticia o leitor. Se isto, como delatado pelo leitor, não é prova de fraude, fechem as portas das instituições formais, porque realmente elas não funcionam. Entendemos que estas instituições tem o dever de dar uma resposta a respeito da delação lançada, quer o Ministério Publico como também a Câmara Municipal, afinal são pagos para isto, especialmente esta, que tem o dever de fiscalizar e negou há tempos atrás a apresentação das licitações pela atual gestão. Esperamos que o Ministério Público tome alguma atitude, demonstrando isenção e descomprometimento, de forma que a expressão “parceria” usada na rádio local pelo prefeito não seja mal interpretada. Por sinal, este órgão de comunicação coloca a disposição o esclarecimento desta incomoda situação, vergonhosa por assim dizer, impondo providências enérgicas a respeito. A propósito, efetuamos busca a respeito da informação lançada pelo leitor e a situação ficou mais crítica do que a delatada, haja vista que o site da transparência da prefeitura municipal não vem sequer sendo alimentado, não há licitação alguma a respeito da festa, igualmente nada consta no site do Tribunal de Contas do Estado no Mural da transparência, de forma que tudo o que se pensar a respeito desta festa é permitido, precisamos urgente que o Ministério Público tome providencias a respeito destas omissões. No mesmo sentido basta ver o cartaz de divulgação

da festa postada no face do Prefeito, o qual é aberto ao público, menciona que os ingressos para camarotes estarão sendo vendidos em uma empresa de comercialização de celulares e uma boutique em Rio Branco do Sul. O detalhe desta vinculação é que tanto a empresa Impacto Eventos como a boutique sao vinculadas em sua propaganda no face book, fato que reclama no mínimo ser investigado. Também ficou inexplicável pela gestão atual, se dizente organizadora da festa, o destino a ser dado aos valores arrecadados com a venda dos camarotes por estas empresas, estariam elas vendendo os camarotes de forma graciosa?, houve dispensa da licitação?, qual fundamento utilizado?, adota a gestão a postura da omissão, da desinformação, de forma que a única coisa que restou claro é o de que a entrada é franca. O tema licitação, caros leitores, não é novo para este jornal, o qual informou a todos que o atual prefeito licitou R$ 12 milhões de reais, muito mais do que a capacidade financeira de nosso município, onerando o cofre

municipal. Com isto, Cerro Azul não tem investimento nas áreas de desenvolvimento social e de infra estrutura, a saúde está sucateada, faltando até remédios entregues pelo sistema SUS, de farmácia básica. Pior, a respeito das licitações, já delatamos e nada foi feito a respeito, vem empreendendo a atual gestão a técnica do fracionamento das licitações, tanto que deve na praça em Cerro Azul próximo a R$ 1 milhão reais, valor este de divulgação informal, já que foi feito sem licitação. A festa sem dúvida é importante, pois diz respeito a formação de nosso município, mas a questão a ser debatida é se na atual conjuntura é necessária? Não somos a sociedade romana antiga que bastava dar pão e circo, a sociedade moderna exige muito mais do que isto, especialmente porque o pão não é dado, é conquistado dia a dia com muito esforço de nosso povo, de forma que ficam apenas ofertando circo? Precisamos de educação, a saúde basta precisar para ver o caos em que estamos vivendo, jamais se viveu tão

mal nesta área, falta desde transporte, passando por remédio e terminando em gaze, isto na parte estrutural, na material humana até greve os enfermeiros estão propondo, os dentistas estão descontentes e o médico é figura deficitária, isto para não falar na conservação das estradas, passou a safra e foi um desastre. No confronto dos valores, sem dúvida queremos muito mais a qualidade de vida do que festas patrocinadas pelo poder público, a qual importa a mentalidade subdesenvolvida das cidades do nordeste que gastam milhões com timbaladas e o povo continua enfrentando dificuldades invencíveis. Queremos festa enquanto proposta constitucional do direito ao lazer, porém há valores que precedem a ela e que não estão sendo atendidos em nossa cidade e que precisam e que somente depois de ser realizados dá legitimidade ao prefeito destinar verba para a festa, sem esta análise o nome que se dá aos atos é: má gestão pública. É assim que pensamos, o povo em primeiro lugar.


VOZ DO RIBEIRA

CIDADE

PÁGINA 11

MENOR DIRIGE E CAUSA ACIDENTE Essa semana está circulando em nossa cidade a notícia de que um adolescente dirigindo um veículo, por óbvio sem autorização legal para tanto, mas seguindo os desmandos que ocorrem em nossa cidade, culminou por capotar o veículo. Pior ainda é que referido adolescente estava dirigindo embriagado. O nome dele ainda não podemos divulgar, pois não foi lavrado boletim de ocorrência e nem foi tomado providências administrativas para apurar responsabilidades, dele e de seus pais.

Precisamos adotar uma postura de não tolerância a qualquer conduta errada, somente assim Cerro Azul será melhor e mais justa para todos. Este tipo de agir, contra a sociedade e as leis de nosso país, dando jeitinhos, só edifica um permissionismo ruim para o desenvolvimento de nossa cidade. Cerro Azul não é um sítio desordeiro, onde tudo pode ser feito pelos seus donos. Não esqueçam, jeitinho significa corrupção, este é o grande mal do país que tem que ser combatido por todos nós. Precisamos denun-

ciar, passar as informações das coisas que acontecem em nossa cidade para que as autoridades locais tomem providências. Já temos essa experiência com a Polícia Militar quando o policial não quis lavrar auto de infração em relação a conduta praticada pelo vereador “Porquinho”, o qual desrespeitou com sua bebedeira, sua família, seus eleitores, as instituições e a sociedade de Cerro Azul. A isto temos que dar um fim. Por sinal, nesta reportagem está se dando a senha de atuação do Ministério

Público e Magistratura local, pois não são raros os caso de adolescente e até crianças dirigindo em nossa cidade.

Precisamos urgente de fiscalização dos órgãos responsáveis para que essa conduta seja punida em nossa cidade!

Conselho de Segurança de Cerro Azul realiza reunião com a comunidade

O Conseg (Conselho de Segurança) de Cerro Azul realizou uma reunião para ouvir a comunidade sobre os problemas envolvendo a segurança pública da cidade. O evento aconteceu na segunda-feira, dia 23 de setembro, as 19:30, no Centro Comunitário Bernardo Berneck. É muito importante que os moradores participem das reuniões do Conseg, para relatar os problemas enfrentados na cidade e juntos elaborarem ideias para melhoria da segurança local. É um espaço onde cada pessoa pode dar sua colaboração e ser ouvido, pois a segurança de Cerro Azul depende da ação de todos nós.

Atenção: Golpista se passa por serralheiro para dar golpe! Recebemos a denúncia de que um homem está se fazendo passar por serralheiro para aplicar um golpe nas pessoas. Ele se chama Sidinei de Oliveira e, segundo a vítima, se passa por uma pessoa muito carismática e prestativa. O cliente o contrata, paga com cheques o serviço solicitado e no outro dia ele desaparece. A vítima, que não quis se identificar, levou um golpe de 20 mil reais e teve mais dois cheques em branco roubado de dentro de casa. O falso serralheiro usou os cheques em branco e conseguiu repassar um cheque no valor de 3 mil reais e outro no valor de 5 mil reais. Sidnei anda com uma Saveiro branca de placa AOQ 1545. Quem tiver alguma informação sobre Sidinei de Oliveira avise a polícia, pois ele já está sendo procurado.


PÁGINA 12

CIDADE

VOZ DO RIBEIRA

SAÚDE PÚBLICA EM FOCO Via e-mail, enviado a este jornal, cuja delatora mantemos no anonimato por permissão legal, efetuou a seguinte delação “Boa tarde! Vcs sabiam que todas as maquinas de autoclave utilizadas na saúde de Cerro Azul não passaram no teste. Isso significa que o material não esta sendo esterilizado de forma correta. Na semana passada a Eliziane esteve em todas as unidades de saúde do centro e no hospital fazendo teste nas autoclaves e nenhuma teve resultado positivo. Assim os pacientes estão sendo atendidos com instrumentais não esteréis,

a chance de contaminação é gigantesca. Peço que entrem em contato com a Elisiane para averiguar como ocorreu os testes. Os responsáveis pelas coordenações dos setores da saúde tem conhecimento desse fato e nada foi feito. Obrigada.” Em contato com a Sra. Eliziane funcionária no laboratório terceirizado que atende o Município, afirmou a mesma que todas as auto claves foram realmente inspecionadas e apenas dois aparelhos não tiveram sua eficiência em 100% e foram para conserto. Afirma ainda, a profissional, que em

nenhum momento as unidades de saúde ficaram sem a devida esterilização vez que foram usados os outros aparelhos que estavam em perfeita condições para suprir a demanda até que os

outros aparelhos retornassem. As autoclaves são aparelhos destinados a esterilização de material odontológico utilizado e se não apresentarem condição de uso per-

feita não matam os agentes contaminantes, assim, as bactérias de uma boca passam para outra, criando um verdadeiro caos. O povo está de olho!

vozdo Ribeira Mercado e Açougue

JOART

Rei dos Doces

Cerro Azul Aqui é mais barato! Tradicional Mercado do Janguinho

Disk Entrega de Gás

LOJÃO DO ANTENOR MOVEIS E LOJÃO DO ANTENOR CONFECÇÕES TUDO PARA SUA CASA EM MÓVEIS, ELETROS, ENXOVAIS, CONFECÇÕES FEMININAS MASCULINAS INFANTO JUVENIL, CALÇADOS E BRINQUEDOS UMA LOJA COMPLETA PARA SERVIR SUA FAMÍLIA.

41 3662 1435

3662-1389

Rua Benjamim Constant, 143

WA

Construção Civil Walter 41 8430 3162 e-mail: jlmserviços@yahoo.com.br Rua Prefeito Julio Prizyada Neto, 35 - Centro - Cerro Azul

JÓIAS E PRESENTES Miro Doceiro RUA BENJAMIN CONSTANT, 134 CERRO AZUL - PR FONE 3662-1887 9977-9107

Rua Benjamin Constant

R&M

Calçados e Esportes

Rua Barão do Rio Branco, 10 Cerro Azul - Pr

Claudinei Braz Materiais do piso ao teto com o melhor preço e qualidade. Rua Benjamin Constant, 259 Fone: (41) 3662-1778

Dr. Anderson Regatieri

Cel 41 8415 2213

Cleide Miguel Bestel Cel 41 8414 8853

Fones: 41 3662 1464 / 3662 1511 Av Getulio Vargas esq. Barão do Cerro Azul Cerro Azul-PR


VOZ DO RIBEIRA

CIDADE

PÁGINA 13

MEDICAMENTO BÁSICO DE USO CONTÍNUO É NEGADO PELO SUS DE CERRO AZUL Uma mãe e cidadã Cerroazulense, pedindo sigilo de seu nome e de sua família, informou a este jornal que no dia 17 de setembro de 2013, procurou a Secretária da Saúde, CLEIDE, para que justificasse o motivo pelo qual no mês foi negado os medicamentos considerados básicos: keflex, bicarbonato de sódio 10 % ,carbonato de cálcio e laxante minilax, de sua filha menor, o qual depende do remédio para poder viver, portadora de hidrocefalia, mielomeningoceli e bexiga neurogênica, e, a Secretária, dando as costas para ela e já saindo da Secretaria da Saúde (detalhe que a usuária ficou a tarde toda esperando pra ser atendida) disse, segundo relato da mãe, que o município não tinha condições financeiras de fornecer e ela que comprasse em rede privada, e que, poderia até dar metade do valor de custo, que é de aproximadamente R$ 600,00. Desesperada com a negativa absurda dos funcionários e da secretária a mãe recorreu ao Promotor de Justiça, o qual expediu ofício a Prefeitura para que explicasse a negativa em 24 horas, a cidadã tem cópia do ofício. Segundo a mãe, o chefe de gabinete do prefeito, sabendo do caso, entrou em contato com a mãe dizendo que a secretária não deveria ter negado o medicamento e que ela não entendia da pasta que estava comandando, quase que pedindo desculpas pela atitude ignorante, insensível e despreparada da autoridade máxima da saúde em Cerro Azul. O menor, graças a um telefonema do Sr. Promotor de Justiça dando ciência de que entregassem os medicamentos a mãe, pois o menor corria grave risco em sua saúde e a mãe e a família não tem condições de arcar com as

despesas do remédio, extremamente caro para a sua realidade social e do próprio Município, recebeu os remédios no mesmo dia. A Secretária da Saúde informou quando a mãe voltou ao posto para pegar os remédios, agora amparada pelo ministério público, que houvera um mal entendido dos funcionários do posto que não souberam como direcionar o caso. Que fique claro que o usuário da saúde pública de Cerro Azul não pede favor ao SUS. É dever Constitucional o Município garantir medicamentos a sua população, O SUS é um Sistema ÚNICO e Cerro Azul parece não ter uma política de medicamentos séria, pois a chefe da Saúde prefere propor a distribuição de valores em dinheiro para o povo comprar na rede privada ou inteirar o remédio do que PENSAR a saúde básica. Onde o dinheiro da Saúde está sendo aplicado Sr. prefeito? O Convênio que Cerro Azul faz parte para EM TESE poder prever, solicitar e estocar medicamentos de uma forma mais vantajosa é só uma ilusão? Cadê a previsão e o planejamento na gestão da população usuária alcançada e que fazem uso destes medicamentos? Onde está o relatório final da plenária da Conferência Municipal da Saúde? O que foi apresentado de plano pelo governo no que diz respeito aos medicamentos e a deficiência financeira que a Secretária diz estar passando? O dinheiro gasto e informado no portal da transparência como gastos da Saúde, estão mal distribuídos e não se tem uma política efetiva da pasta, para melhoria do quadro junto ao SUS (Estado do Paraná) ou no SUS (Ministério da Saúde

Confira o que diz a norma do SUS:

No âmbito municipal, caberá à Secretaria de Saúde ou ao organismo correspondente as seguintes responsabilidades: a. coordenar e executar a assistência farmacêutica no seu respectivo âmbito; b. associar-se a outros municípios, por intermédio da organização de consórcios, tendo em vista a execução da assistência farmacêutica; c. promover o uso racional de medicamentos junto à população, aos prescritores e aos dispensadores; d. treinar e capacitar os recursos humanos para o cumprimento das responsabilidades do município no que se refere a esta Política; e. coordenar e monitorar o componente municipal de sistemas nacionais básicos para a Política de Medicamentos, de que são exemplos o de Vigilância Sanitária, o de Vigilância Epidemiológica e o de Rede de Laboratórios de Saúde Pública; f. implementar as ações de vigilância sani-

tária sob sua responsabilidade; g. assegurar a dispensação adequada dos medicamentos; h. definir a relação municipal de medicamentos essenciais, com base na RENAME, a partir das necessidades decorrentes do perfil nosológico da população; i. assegurar o suprimento dos medicamentos destinados à atenção básica à saúde de sua população, integrando sua programação à do estado, visando garantir o abastecimento de forma permanente e oportuna;

UM DESRESPEITO COM A DIGNIDADE DA PEQUENA USUÁRIA E COM A MÃE, DEPENDENTES DE UMA GESTÃO QUE LHE NEGA O BÁSICO PARA A SOBREVIVÊNCIA QUANDO BATE EM SUA PORTA!!!!! Os medicamentos básicos de uso contínuo dos quais a menor faz uso são necessários a sua sobrevivencia, Secretária! PENSE NISSO! Maior seriedade e respeito ao povo!!!!!!

Que o Ministerio Público fiscalize para que não OS MEDICAMENTOS aconteça mais casos como BÁSICOS SÃO DE COM- este em Cerro Azul! PETÊNCIA INTRANSFERÍVEL DO MUNICÍA pergunta que não PIO!!! quer calar: TEM A SRA. CLEIDE COMPETÊNNEGAR REMÉDIO E CIA, CONHECIMENAMPARO A UMA MÃE TO, VOCAÇÃO, PARA QUE BUSCA O SERVIÇO ADMINISTRAR UMA DE SAÚDE DE CERRO PASTA TÃO SENSÍVAZUL E SOMENTE EN- EL E CARENTE COMO TREGÁ-LOS DEPOIS A SAÚDE? Os fatos e o QUE O MINISTÉRIO Chefe de Gabinete parecem PÚBLICO INTERVÉM? indicar que não! ISSO É UM ABSURDO!

SILVICULTURA MARCEL LTDA

ALUGAMOS HORA DE TRATOR DE ESTEIRA

FONE 3664-1392


PÁGINA 14

CIDADE

VOZ DO RIBEIRA

10ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE DOUTOR ULYSSES

Por: Karina Santos Aconteceu no dia 10 de Setembro, na Câmara Municipal, a “X Conferência Municipal de Saúde do município de Doutor Ulysses”, cujo tema central foi “Saúde direito de todos; Obrigação do Estado e Responsabilidade de cada um”. O evento contou com a participação de diversos segmentos da sociedade: cidadãos usuários do Sistema Único de Saúde, trabalhadores de saúde e gestores, e constituiu-se em importante fórum de participação e controle da sociedade sobre os serviços de saúde do município. Compondo a mesa estiveram o Sr. Josiel do Carmo dos Santos, prefeito municipal, Sr. André Luis Simões, presidente do Conselho Municipal de Saúde, Sr. Josebel de Paula, presidente da Câmara Legislativa, Sra. Salete Westley de Paula, secretária municipal de saúde e o palestrante convidado e representante da 2º Regional de Saúde e Secretaria de Saúde do Estado, Sr. Willian Bellani. Seguindo metodologia adotada pelo Conselho Municipal de Saúde, foram realizadas pré-conferências com cada um dos segmentos representados na conferência para propiciar uma eleição livre e democrática dos representantes das entidades, bem como para discussão preliminar de temas a serem abordados na Conferência. Um dos principais objetivos desta conferência foi proporcionar oportunidade para uma reflexão sobre o modelo do atual sistema de saúde nacional e municipal, bem como sobre importantes determinantes da saúde tais como o do controle social exercido pelos cidadãos e a qualidade da água de abastecimento público. Os temas foram introduzidos através de palestras

realizadas pelo Sr. William Bellami que abordou o tema Controle Social na Saúde e pelo Sr. André Luis Simões que apresentou palestra referente à importância da preservação e manutenção da qualidade da água de abastecimento. Na sequência os temas foram discutidos em grupos pelos presentes,

até a composição de relatório final que norteará as ações da gestão na resolução destas questões. Um dos pontos de destaque do relatório foi o consenso geral de todos os grupos quanto à necessidade de se efetuar a cobrança da tarifa de água proporcionalmente ao consumo. Por fim, foi apresentada e

aprovada a nova composição do Conselho Municipal de Saúde, eleito com um mandato agora de quatro anos em conformidade com a Legislação em vigor, e decisão do plenário. A prefeitura municipal representada na pessoa da Secretária de Saúde Salete Westley de Paula e o Con-

selho Municipal de Saúde na pessoa de seu Presidente Dr. André Luis Simões, agradecem imensamente a todos que compareceram para juntos contribuir cada vez mais pela saúde do município, bem como a todos os funcionários, que sempre procuram dar o seu melhor para o bem estar da popu-

I ENCONTRO DE CAVALEIROS NO GASPARINO

Por: Karina Santos Nos dias 14 e 15 de Setembro de 2013 ocorreu mais um Encontro de Cavaleiros, dessa vez na propriedade do Sr. Gasparino, muito conhecido na nossa região por sua descontração. Foi um grande evento que contou com a presença de muitos cavaleiros da região de Doutor Ulysses e de Itapirapuã Paulista, pois a fazenda do Sr. Gasparino fica na divisa entre os Estados de SP e PR. A brincadeira foi muito divertida, e contou com o encontro e confraternização entre os cavaleiros bem como brincadeiras com os cavalos no sábado durante o dia. À noite aconteceu o famoso Baile do Ademir, que é um dos organizadores do evento. No domingo de manhã foram realizadas as provas de tambor na categoria Mirim, que teve os seguintes vencedores: Kavied Gabriel de Oliveira em 1º lugar,

em 2º Mateus Junior e o 3º Lugar ficou com o “Índio”. Depois foi servido um delicioso churrasco com direito a costelas no fogo de chão, assadas pelo famoso Zé Pilintra, com a colaboração do Elian. No período da tarde foram realizadas as provas de tambor da categoria adulto, que culminou com os seguintes resultados. Em 1º lugar Fernando Agne, em 2º Mateus Junior e em 3º Doni. Na prova de baliza o 1º lugar ficou com Willer Jorge e em 2º seu irmão Maxael Jorge, o Nego do bairro do Feital ficou com o 3º lugar. O Encontro foi muito divertido. A comissão organizadora está de parabéns, e já houve pedidos para repetir a dose, então agora só nos resta esperar pelo próximo encontro. A comissão agradece imensamente a todos os patrocinadores e colaboradores do evento. O Senhor Gasparino e Caio José, os

principais organizadores do Encontro, agradecem a todos que compareceram e aos patrocinadores e colaboradores a seguir: Caio José, Diego, Ademir, Tereza, Gasparino, Karina, Zé Pilintra, Osvaldo Bacelar, Elian, Profª. Geizibel, Dona Augusta, Vande, Anderson Leme, Joaquim, Daio, ,Jo-

sebeu de Paula, Nego, Xêpa, Prefeito Josiel, Zé Paulo, Jessé de Paula, Zé Ferrugem, Ronaldo, Loja do Alemão, Loja do Pedro, Célio, Fernando da Agroagne, Zé Dalla Vecchia, Rogério Gaucho, Andiaro, Mirtinho, Gersinho, Prefeitura Municipal de Doutor Ulysses e Secretaria de Esportes de Doutor Ul-

Mais fotos no site voz do ribeira.com.br


VOZ DO RIBEIRA

CIDADE

PÁGINA 15

TSE decide que manifestação política pelo Twitter não configura propaganda eleitoral Por maioria de votos, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu na noite do dia 12 de setembro que manifestações políticas feitas por meio do Twitter não são passíveis de ser denunciadas como propaganda eleitoral antecipada. O entendimento seguiu voto do ministro Dias Toffoli, relator de um recurso apresentado pelo ex-deputado federal Rogério Marinho (PSDB-RN) contra multa aplicada pela Justiça Eleitoral do Rio Grande Norte por mensagens postadas por ele em sua conta do Twitter quando era pré-candidato a prefeito de Natal nas eleições do ano passado. “Não há falar em propaganda eleitoral realizada por meio de Twitter, uma vez que essa rede social não leva ao conhecimento geral e indeterminado as manifestações nela divulgadas”, afirmou o relator. Para ele, as mensagens postadas no Twitter, os chamados tuites, “possuem caráter de conversa restrita aos seus usuários previamente aceitos entre si”. Os ministros Castro Meira, Luciana Lóssio, Admar Gonzaga e Cármen Lúcia concordaram com o relator. Castro Meira também destacou que, no Twitter, é preciso antes que as pessoas manifestem o desejo de receber as mensagens. “Nesse caso, é uma comunicação restrita, fechada e que não implica no meio de comunicação que é amplamente acessível. O destinatário só recebe se quiser”, disse. Na mesma linha, a ministra Luciana Lóssio afirmou que, no caso do Twitter, só recebe mensagens “quem vai atrás da informação”, o que totalmente diferente de um outdoor colocado no meio de uma grande avenida ou de uma rua. “Você passa e é obrigado a ver aquela propaganda.” O ministro Admar Gonzaga, por sua vez, observou que o Twitter é diferente, por

exemplo, de uma propaganda feita por meio de mensagens de spam. “Aí estou sendo invadido na minha privacidade. Eu não autorizei, não forneci o meu e-mail e sou chateado diariamente com propagandas, muitas desagradáveis”, disse. A presidente Cármen Lúcia reafirmou sua posição no sentido de que o Twitter não se presta como instrumento de veiculação propaganda eleitoral. “Para mim, (o Twitter) é apenas uma mesa de bar virtual.” Ela acrescentou ainda que querer controlar as mensagens trocadas pelo Twitter “é uma guerra previamente perdida, porque não há a menor possibilidade de se ter controle disso”. Divergência Divergiram a ministra Laurita Vaz e o ministro Marco Aurélio. A ministra Laurita disse que se manteria fiel à jurisprudência firmada em julgamento (Representação 1825) realizado pelo TSE em março de 2012, quando foi determinado que é ilícita e passível de multa a propaganda eleitoral feita por candidato e partido político pelo Twitter antes do dia 6 de julho do ano do pleito, data a partir da qual a Lei das Eleicoes (Lei nº 9.504/1997) permite a propaganda eleitoral. Ela observou que a decisão da Justiça Eleitoral do Rio Grande do Norte considerou que as mensagens postadas por Rogério Marinho demonstram de forma induvidosa a pretensão de promover a sua candidatura ao cargo de prefeito de Natal nas eleições de 2012. “No julgamento da Representação 1825, de que foi relator o ministro Aldir Passarinho Junior, ficou aqui assentado que o Twitter é meio apto à divulgação de propaganda eleitoral extemporânea porque é amplamente utilizado para divulgação de ideias e informações ao conhecimento

geral”, disse. O ministro Marco Aurélio ressaltou ser necessário reconhecer “a alta penetração” da comunicação via internet e citou a decisão da Justiça Eleitoral do Rio Grande do Norte que apontou a divulgação de discursos proferidos em evento partidário por meio do Twitter de apoio à pré-candidatura de Rogério Marinho. “O fato de se dizer que só recebe a comunicação quem quer não descaracteriza a propaganda antecipada”, concluiu. Acusação Rogério Marinho foi acusado pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) por postar em sua conta no Twitter pronunciamentos de lideranças políticas do Estado, todas favoráveis à sua pré-candidatura e proferidas em evento realizado pelo PSDB e DEM no dia 1º de junho de 2012 no Estado. NOSSA OPINIÃO. Inegável o poder de penetração gerado pelo Twitter, sem dúvida muito mais vinculativa e adesiva a mente das pessoas do que um “outdoor”, portanto é sim mais eficiente em seu poder de comunicação do que este outro veículo. Também entendemos que o Twitter, embora tenha um poder limitado de comunicados, tem um poder multiplicador entre os comunicados, podendo ser repassado qualquer informação para um número infindável de pessoas. O que se observa finalmente nas motivações dos votos dos ministros acima mencionados é que eles procuram apenas descaracterizar a punição imposta naquele caso concreto, exercem comparativos entre outros meios de comunicação que por óbvio são constituídos de formas e caminhos diversos, o que retira a noção de paradigma para sustentar a não realização de propaganda antecipada. A verdade é que a lei veda a propaganda antecipada, não vinculada ao intra partidaris-

mo, exposta ao público e este caminho do Twitter efetivamente divulga a candidatura, portanto, dá publicidade sim, em um primeiro momento a

um grupo limitado, mas sem poder limitar o efeito multiplicador que seu potencial possui.

SUMULA DE PEDIDO DE RENOVAÇÃO DE LICENÇA DE OPERAÇÃO A empresa abaixo torna publico que requereu ao IAP, a renovação de sua licença de operação, para empreendimento a seguir especificado: EMPRESA: Ronny Everson Bichels ME ATIVIDADE: Olaria – Fabricação de Tijolos MUNICIPIO: Cerro Azul – PR


PÁGINA 16

VOZ DO RIBEIRA

CONSELHO TUTELAR ACOVARDADO

Este jornal delatou em seu site, www.vozdoribeira.com.br, a notícia de que adolescente houvera se envolvido em acidente automobilístico em Cerro Azul. Agora as notícias começam a ser decifradas por seus leitores e participantes das redes sociais, e diz uma pessoa, intitulada Maria de Deus, o seguinte “BOA NOITE FACES ACABO DE SABER ESSA QUENTINHA: Acabo de saber que um adolescente de nome Derick, filho do prefeito, que

no máximo tem 16 anos bateu um carro no portão da casa de uma pessoa e uma conselheira tutelar DE NOME CARMEM ao invés de tomar as devidas providências mandou o rapazinho embora para evitar problemas. ATE ONDE A IMPUNIDADE VAI CHEGAR EM NOSSA CIDADE”. Ora, Doutores Magistrado e Promotor de Justiça e Membro do Conselho Tutelar, esta informação precisa ser urgentemente apurada, precisamos saber, não só

pelo caráter punitivo mas principalmente protetivo do adolescente, se houve ou não este acidente e se realmente era este adolescente, inclusive com as providencias contra os pais, responsáveis únicos pelo processo educacional social deste jovem. Como bem dito pela internauta, nós não suportamos mais impunidade em nossa cidade, especialmente quando envolve corrupção e nomes dos poderosos locais, como por exemplo o Prefeito. Não admitimos que

as instituições se acovardem e se aquartelem em seus gabinetes com ar condicionado, esquecendo-se do mundo real, o mundo em que se compra pão com o suor do trabalho, em que nosso povo paga ônibus por não ter carro, não tem assistência médica e a educação escolar não dá capacidade competitivo alguma. Sendo verdade também tem que ser dado uma resposta em relação a conselheira imputada de nome Carmem, pois em um cargo tão importante

como é o de Conselheira, não poderia jamais ela se deixar seduzir pelo medo de cumprir seu papel, por sinal, há motivo mais do que suficiente, se provado o que foi delatado, iniciar o procedimento de “impeachement” desta conselheira, pois não estaria cumprindo com seu dever de agir, inclusive deveria ser apurado suas responsabilidade criminais. A propósito o prefeito de Cerro Azul recentemente disse na rádio que tinha uma parceria com o Promotor de Justiça

e o Juiz da Cidade, esperamos que a parceria não represente jamais tolerância a ilegalidade, especialmente porque a imagem que se tem de ambos é de serem pessoas comprometidas com a legalidade e a sociedade. Vamos passar a limpo Cerro Azul e isto inclui as instituições e seus representantes. Não podemos negar isto ao nosso povo, exigimos o expurgo das omissões e a verdade sempre como meta a ser atingida, doa a quem doer.

BAR

BOI NA BRASA

LOJA AUTORIZADA MORENA ROSA,MARIA VALENTINA E ZINCO ( ROUPAS, CALÇADOS E ACESSÓRIOS) "ESTILO ELEGÂNCIA E BOM GOSTO” FONE: 84300663 / 95023388

Construção Civil

TONINHO TEILO Rua: Expedicionário Pedro Paulin Fone: 8453-9039

PANIFICADORA DO GUTO - FONE: 36621148 TRABALHAMOS COM CESTAS DE CAFÉ DA MANHÃ * GELO MINERAL

ALUGO COPIADORA - CANNON IR 6020 GRANDE PORTE - FONE 41.8862-6829

JB

Construção do piso ao teto. Fone: 41 36621174 Cel: 84127199

Rua Mal. Flo. Peixoto,122, Centro Cerro Azul-PR

Venda de móveis rústicos e planejados.

CERRO GÁS 3662-1888

VEICULOS SEMI-­NOVOS E 0KM      

             

         

         

HILUX SW4 SRV 4X4 3.2 2007 POR R$ 98.000,00

KA FLEX 1.0 2011 POR R$ 19.000,00

UNO VIVACE 1.0 2012 POR R$ 26.000,00

UNO MILLE ECONOMY 1.0 2013 POR R$ 20.000,00

Edição 13  

Edição 13 do Jornal Voz do Ribeira

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you