Issuu on Google+


O que é Trabalhar em uma Empresa Júnior? Por definição, empresas juniores são associações civis sem fins lucrativos com fins exclusivamente educativos, formada por alunos do ensino superior. Essas empresas estão ligadas diretamente a pelo menos um curso de uma faculdade.


O Objetivo de uma EJ é permitir que os alunos ponham em prática os conhecimentos que adquiriram na faculdade, assim ganhando experiência. Já que o trabalho é realizado por estudantes, ele deve ser orientado por um professor tutor na área de aplicação, assegurando a legitimidade do serviço prestado, a atuação dos empresários juniores é para valer, prestam consultoria reais a qualquer tipo de empresa, seja micro, media ou grande empresa, e estão sujeitos a todos os processos de um projeto comum Infelizmente, durante a passagem pela faculdade muitos universitários não sabem se quer o que é uma empresa júnior, algo que pode ser o grande diferencial na sua formação e na sua carreira. Entenda um pouco mais das vantagens e desvantagens de uma empresa júnior.


• • • • • • •

Vantagens O aluno realmente compreende o funcionamento e a atuação de uma companhia e tem a oportunidade de definir o que realmente quer. Assume cargos de liderança, com visão e responsabilidades globais sobre a empresa, aguçando suas oportunidades de empreender. Faz contato com micro e pequenos empreendedores e aprende como é o processo e aprende na prática. Pratica dos conhecimentos teóricos aprendidos nas salas de aula. Desenvolve sua rede de contatos e o relacionamento com todos os interessados em potencial na empresa júnior, além de abrir várias oportunidades em sua carreira. Aprende a técnica da profissão a partir do desenvolvimento de projetos, da necessidade de realizar análises setoriais e de fazer planos de negócios. Tem a oportunidade de se tornar empreendedor já que os universitários têm autonomia para gerir como se a empresa fosse deles, apenas com orientação dos professores.


Desvantagens

Na grande maioria das empresas júnior o estudante trabalha sem receber salário, e em muitos casos, quando recebe o valor é apenas uma ajuda de custo. • Tempo, conciliar as tarefas extras, matérias da universidade e dedicação a empresa júnior é um dos principais desafios, o que não é necessariamente algo ruim já que o profissional terá dificuldades semelhantes depois de formado. As vantagens, sem dúvida, superam as desvantagens. Afinal, ganhar experiência, confiança, aprender a se portar em uma empresa, e ainda dentro da própria universidade, é muito vantajoso para um estudante de qualquer área.

Fonte: Empreendedores Universitários


Trabalhar em EJ