Issuu on Google+

Manual de Marca


“Somos feitos de poeira estelar� Carl Sagan 2


3


Apresentação Este manual tem por finalidade apresentar as diversas formas de comportamento da marca da Agência Espacial Brasileira (AEB). A comunicação da marca será mais eficaz e sua aplicação mais consistente se seguidos os princípios elaborados neste material. Este guia foi desenvolvido para inspirar e auxiliar aqueles que de alguma maneira colaboram para construir a marca da AEB. Os princípios ilustrados aqui devem ser seguidos rigorosamente a fim de auxiliar na comunicação da marca.


5


Sumário 8

Quem somos

10

Pilares da marca

18

Essência da Marca

Tom de Voz

Marca Gráfica

Sub-marcas

20

24

28


Tipografia

30

32

Cores

34

Cuidados na Veiculação

36

38

Usos Indevidos

Estilo Fotográfico

46

50

Regras de Convivência

Aplicações


Quem somos? A Agência Espacial Brasileira (AEB), autarquia vinculada ao Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), é a instituição responsável em formular, coordenar e executar a Política Espacial Brasileira. Desde sua criação, em fevereiro de 1994, a Agência trabalha para empreender os esforços do governo brasileiro na promoção da autonomia do setor espacial. A Política Nacional de Desenvolvimento das Atividades Espaciais estabelece objetivos e diretrizes para os programas e projetos nacionais relativos à área espacial, e tem o Programa Nacional de Atividades Espaciais (PNAE) como principal instrumento de planejamento. A organização e execução das atividades são instituídas pelo Sistema nacional de Desenvolvimento das Atividades Espaciais (Sindae), que define a AEB como órgão central e coordenadorgeral das atividades.

Missão Formular e executar a Política Espacial Brasileira para dotar o País de tecnologias necessárias à solução dos problemas nacionais e à geração de benefícios concretos para a sociedade, bem como apoiar seu desenvolvimento sustentável e assegurar o acesso independente do Brasil ao espaço.

Visão Ser uma agência de promoção das atividades econômicas espaciais, do desenvolvimento e inovação tecnológicos e de formação de parcerias internacionais de relevância estratégica

8


9


Pilares da Marca

10


O que queremos comunicar? 11


12


Somos curiosos por natureza A curiosidade está presente em nossas vidas desde que nascemos, ela é o que nos move a procura de conhecimento, o que nos faz buscar por respostas, o que nos faz ir além.

13


Encorajar ĂŠ importante Queremos que, junto conosco, todos sintamse impulsionados a compartilhar e buscar por novas descobertas sobre o universo. Cada um pode despertar um astronauta dentro de si e cada vez mais termos entusiastas e estudiosos do setor espacial. 14


15


16


A brasilidade corre em nossas veias O Brasil ĂŠ nosso lar, temos orgulho de onde viemos e queremos mostrar a todos do que somos capazes. Juntos embarcamos nessa jornada. 17


Essência da Marca

A AEB é de todos os brasileiros. Partindo dessa premissa, nossa marca quer levantar a bandeira de que todos podem participar dessa aventura conosco. Acreditamos que a astronomia é algo fascinante e queremos que as pessoas também partilhem desse sentimento. Estamos todos inseridos nesse infinito espaço que chamamos de universo, somos tanto parte dele, como ele de nós, então prepare seu foguete e entre em órbita conosco nessa jornada, afinal somos todos universo. 18


Todos somos universo 19


Tom de voz As palavras são importantes ferramentas na construção das marcas. O tom de voz informa como deve ser a comunicação verbal da marca, sendo ele o mediador entre ela e o público.

20


Amigável Seriedade não precisa ser sinônimo de dureza. Falamos de forma natural, sem excessos de formalidade. Valorizamos a conexão e proximidade com as pessoas.

Claro Para quê complicar não é mesmo? Não temos rodeios ao expressar nossas ideias e ao compartilhar informações, porém é necessário tomar cuidado para não soar superfial demais, dê todas as informações necessárias de modo claro.

Integrador Sempre que possível utilizamos a terceira pessoa do plural, de forma a reforçar o sentimento de união e integração entre a agência e o público.

21


Identidade Visual A identidade visual é o que sintetiza visualmente os conceitos intangíveis que buscamos despertar. A seguir é apresentado os diversos elementos que compõem a marca AEB.

22


23


Marca gráfica

Versão principal positiva

Versão principal negativa

24


A marca gráfica é o principal componente de identificação da marca. As formas da marca AEB trazem a ideia de movimento e ascensão, estamos prontos para explorar o espaço.

Versão com descritivo positiva

Versão com descritivo negativa

25


Versões monocromáticas

26


Sub-marcas

28


As marcas grรกficas secundรกrias se resumem aos programas geridos pela AEB. Foram desenvolvidas todas em um mesmo grid para que a arquitetura de marca ficasse coesa. Caso um novo programa seja criado, a nova marca poderรก ser incorporada ao mesmo padrรฃo.

29


Tipografia A tipografia é um componente de grande importância para a marca da AEB. É por meio dela que comunicamos nossas mensagens. A família tipográfica utilizada é a Exo, que apresenta boa leitura e conta com diversos estilos e pesos. Deverá ser utilizada em títulos, textos, informações de destaque em materiais promocionais, folhetos, cartas, materiais institucionais, mídias digitais, entre outros. Em casos específicos, onde seu uso estiver impossibilitado, deverá ser utilizada a família tipográfica Arial.

Para deixar a comunicação mais dinâmica e atrativa, brinque com os diversos pesos, tamanhos e cores da fonte. Lembre-se de sempre utilizar caixa baixa.

30


Fonte Exo Exo Light

Exo Medium

ABCDEFJKLMNOPQRSTUVWXYZ abcdefjklmnopqrstuvwxyz 0123456789 !@#$%^~&*()

ABCDEFJKLMNOPQRSTUVWXYZ abcdefjklmnopqrstuvwxyz 0123456789 !@#$%^~&*()

Exo Regular

Exo Demibold

ABCDEFJKLMNOPQRSTUVWXYZ abcdefjklmnopqrstuvwxyz 0123456789 !@#$%^~&*()

ABCDEFJKLMNOPQRSTUVWXYZ abcdefjklmnopqrstuvwxyz 0123456789 !@#$%^~&*()

Exo Italic

Exo Bold

ABCDEFJKLMNOPQRSTUVWXYZ abcdefjklmnopqrstuvwxyz 0123456789 !@#$%^~&*()

ABCDEFJKLMNOPQRSTUVWXYZ abcdefjklmnopqrstuvwxyz 0123456789 !@#$%^~&*()

Exo Medium

Exo Extra Bold

ABCDEFJKLMNOPQRSTUVWXYZ abcdefjklmnopqrstuvwxyz 0123456789 !@#$%^~&*()

ABCDEFJKLMNOPQRSTUVWXYZ abcdefjklmnopqrstuvwxyz 0123456789 !@#$%^~&*()

31


Cores As porcentagens indicadas em CMYK são válidas para impressão offset quadricrômica em escala Europa. Para uso em mídia eletrônica, usar referências RGB e Hexadecimal. Para todas as outras formas de veiculação, utilizar escala Pantone® na referência Coated para obter as cores por aproximação visual.

32


Azul Sideral C 100 M 91 Y 39 k 32

R 33 G 42 B 81

#212a51 Pantone 523C

Azul Noturno C 100 M 88 Y 27 k9

R 37 G 53 B 110

#2356e Pantone 534C

Azul Diurno C 85 M 59 Y0 k0

R 49 G 99 B 173

#3163ad Pantone 7455C

Amarelo Solar C0 M 35 Y 93 k0

R 249 G 177 B 22

#f9b116 Pantone 7409C

Laranja Marciรกtico C0 M 35 Y 93 k0

R 249 G 177 B 22

#f9b116 Pantone 7416C

Cinza Lunar C0 M0 Y0 k 70

R 112 G 111 B 111

#2356e Pantone 424C

33


Cuidados na veiculação Para garantir devido impacto visual e a legibilidade da marca, deve-se respeitar as especificações sobre área de não-interferência e dimensão mínima apresentadas neste manual.

34


Área de proteção

x A área de proteção da marca deve ser respeitada para que não dispute atenção do leitor com outro elemento dentro dessa área.

Redução mínima

12mm

A redução mínima tem como objetivo preservar a legibilidade da marca gráfica. Para tanto, devem-se respeitar as dimensões estipuladas. A medida indicada acima determina o tamanho mínimo para veiculação em peças gráficas em geral.

35


Usos indevidos Aplicações em fundos coloridos muito semelhantes à cor da marca, distorções na forma, aplicações sobre imagens ou utilizações não previstas no manual são altamente desaconselháveis, visto que prejudicam a visibilidade e leitura da marca gráfica.

36


37


Estilo fotogrรกfico

38


Para o estilo fotográfico ser expressado de maneira correta, é necessário que as imagens escolhidas denotem espontaneidade e naturalidade, evoquem o sentimento de conexão com o mundo em que habitamos, e que enfatizem a beleza e imensidão do universo.

39


Estilo fotogrรกfico inadequado

40


As imagens ilustradas a seguir são exemplos de escolhas inadequadas. Fotografias muito posadas evocam a sensação de serem artificiais e frias. Ilustrações que não estão de acordo com o padrão degradam a identidade visual.

41


Aplicação de filtros Para que a identidade visual seja transmitida com eficácia é importante que sejam aplicados corretamente os filtros de cor para imagens. Em casos específicos fotografias convencionais também podem ser utilizadas, desde que atendam as especificações anteriores.

42


Filtro gradiente map (encontrado no photoshop) em dois tons de amarelo. Amarelo 1: #936e38 Amarelo 2: #ffe554

Filtro gradiente map (encontrado no photoshop) em dois tons de azul.

Azul 1: #191e39 Azul 2: #6389ea

Filtro gradiente map (encontrado no photoshop) em cinza e branco. Cinza: #3d4451 Branco: #ffffff

43


Aqui foram utilizadas duas camadas de filtro por cor. Uma camada no modo cor em 100% de opacidade e outra no modo luz suave em 30% de opacidade. Amarelo Solar

Azul sideral

Azul Diurno

44


Para aplicaçþes que tenham grafismos em cores chapadas misturados com imagens, utilizar os filtros abaixo

45


Regras de convivência

Marcas governamentais Quando em conjunto com marcas governamentais a marca AEB deve aparecer primeiro da esquerda para a direita, seguida da assinatura do ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações e comunicações e por último marca do Governo Federal.

ASSINATURA MINISTÉRIO

46

MARCA GOVERNO FEDERAL


Existem momentos em que a marca AEB precisará conviver junto com outras marcas, sejam elas governamentais, de eventos ou marcas de entidades parceiras. Para isso, foram especificadas a forma em que essas marcas devem aparecer em assinatura conjunta.

Submarcas

Quando em utilização com as marcas submarcas, deve ser acrescentado uma barra entre os logos.

Marcas em geral Com marcas em geral devese posicionar a marca AEB da direita para a esquerda.

MARCA GERAL

47


Pronto! Agora basta seguir o que vocĂŞ aprendeu. 48


Aplicações Aqui estão alguns exemplos de aplicações da marca da AEB a fim de auxiliar na reprodução correta da identidade visual. Caso algum uso não esteja contemplado neste manual, não se desespere! Lembre-se sempre de seguir o “bom senso”, para isso basta respeitar a área de proteção da marca gráfica, sua proporcionalidade, o fundo em que ela será aplicada e dar atenção ao constraste e visibilidade da marca gráfica.

49


50


51


52


53


54


55


56


57


58


59


60


61


62


63


64


Brandbook aeb final digital2