Issuu on Google+

ESCOLA SECUNDÁRIA BRAAMCAMP FREIRE Língua Portuguesa 10º2 FICHA DE LEITURA

ASPETOS GERAIS Titulo do livro: O Diário de um Vampiro (Lobisomem) Banana 3 Nome do autor: Tim Collins Editora: Booksmile Local: Braga Data: março de 2012

PERSONAGENS Quais são: Luke Thorpe, sua mãe, Nigel Mullet, Chloe, Tyson, Ryan “Selvagem” e Vlad. Papel que desempenham na narrativa: Luke, Nigel e Chloe são as personagens principais, Tyson é o bully que atormenta Luke, Ryan é o líder do grupo dos Lobisomens e Vlad o líder do grupo dos Vampiros Descrição da personagem principal: Luke Thorpe é ruivo, magro, tem média estrutura e é bom aluno. Até ser transformado era um excelente aluno e ambicionava construir uma carreira na área de política. Gosta de jogar xadrez e matemática e odeia educação física. Descrição de uma outra personagem: Nigel Mullet é alto, pálido e vampiro. Tem acne, voz de falsete e apenas passa a possuir habilidades vampirescas mais ou menos quando celebra 100 anos. Tem falta de jeito para lidar com raparigas. LOCAL Onde se passa a história: O local onde o narrador escreve a história é em vários locais da cidade de Stockfield, nomeadamente na sua casa e num quarto de hotel, alugado para poder esconder Chloe. TEMPO Quando se passa a história: Na atualidade, onde existem computadores, telemóveis e os adolescentes falam por mensagens através de abreviaturas. Expressões que o comprovem: “Seja como for, de certeza k consigo resolver o assunto.” – As abreviaturas usadas por jovens na atualidade para comunicarem. ENREDO Ideia principal da narrativa: A narrativa fala-nos de um rapaz que acaba de ser transformado em lobisomem e nas mudanças na sua vida que por esta são causadas. Pequeno resumo da história: Após ter sido mordido por um lobo, Luke Thorpe experiencia muitas sensações que um animal deste tipo teria – havia sido transformado num lobisomem. Para lidar com as mudanças na sua vida, integra-se num grupo desta mesma espécie liderado por Ryan onde conhece Chloe e onde os lobisomens se preparam para atacar os vampiros. É então que Luke, Nigel (vampiro) e Chloe decidem opor-se a esta batalha e tentar impedi-la. Mas será que vão conseguir? Parte preferida e justificação: Quando Luke está no meio da aula e de repente as suas costas crescem, cheias de pelo e curvadas, mas “encolhem” quase repentinamente, deixando o seu uniforme rasgado. Como Luke sempre foi um aluno bem comportado e de boas notas, o director da escola perguntou-lhe quem lhe tinha feito aquilo, e Luke, contando a verdade, teve de ser que nem sabia que tinha aquele rasgão enorme, não sabendo quem ou quando aquilo tinha acontecido.

Bruno Andrade nº5 10º2


Penso que esta parte é engraçada pois mostra a inocência de Luke, pois este nem sabia que era lobisomem, vindo só a descobrir isso mais tarde. Parte menos apreciada e justificação: Não tenho partes que menos gostei; Sendo “O Diário de um Vampiro Banana” uma saga de livros para adolescentes, foram dos melhores livros que já li. COMENTÁRIOS Achaste o título adequado? Porquê?: Eu penso que o título está relacionado com o texto, mas este título foi baseado em obras de um outro autor chamadas de ‘Diário de um Banana’, portanto sendo o mesmo tipo de comédia e história, penso que até é um título bastante apropriado. Inventa outro título: Não daria outro título mas se desse era Batalha à Lua Cheia.

ANÁLISE DO PROCESSO DE ESCRITA Escolhe cinco palavras cujo significado desconheces e procura no dicionário: 1. Factual -> Que se cinge aos factos ou que se baseia em factos. 2. Tiranos -> Aqueles que abusam da autoridade para vexar os que dele dependem. 3. Encafuados -> Escondidos/ Ocultos. 4. Cacofonia -> Som desagradável ou palavra obscena resultante da união de sílabas ou palavras diferentes. 5. Licantropia -> Doença mental em que o doente se julga transformado em lobo.

Procura, transcreve os seguintes recursos estilísticos e explica a sua expressividade: 1.

Comparação “A certa altura, baralhei-me um bocado e escrevi que os Nazis eram «maus como vampiros», mas tenho a certeza de que os avaliadores do exame vão achar que é uma figura de estilo” (pág. 122) 2. Metáfora “Devia estar morto há apenas alguns minutos, pois cheirava tanto a carne fresca, que me fez crescre água na boca.” (pág.57) 3. Metonímia ou Sinédoque ____________________________________________________________ __________________________________________________________ 4. Personificação / Prosopopeia “Seria como colocar lá dentro uma bomba-relógio felpuda.” (pág. 130) 5.

Hipérbole “O cheiro metálico do sangue chegou-me às narinas e eu só queria sentir-lhe o sabor.” (pág.89) 6. Adjetivação expressiva “Perguntei-me se devia deixar esta bela carne fresca, a apodrecer na estrada quando podia pô-la na boca e apreciar um petisco suculento.” (pág.57)

Bruno Andrade nº5 10º2


7.

Sensação visual “Durante um pouco, consegui agarrar a caneta entre o indicador e o médio. Mas então os dedos encolheram e tornaram-se uns nós felpudos, deixando-a cair outra vez.” (pág. 59) 8. Sensação auditiva “Quis pedir ao diretor que parasse de me enervar. Queria sair dali e ir imediatamente estudar. Mas, quando abri a boca, apenas consegui soltar um uivo aterrorizante. Todo o auditório desatou a rir e o diretor teve de parar a meio de uma frase.” (pág. 63)

Bruno Andrade nº5 10º2


Ficha de Leitura nº2