Page 1

REVISTA CAMPUS ACADÉMICO DE SILVES Escola Superior de Saúde Jean Piaget de Algarve

SEMANA DA CIÊNCIA E DA TECNOLOGIA p.9

Edição nº 1

INTERCÂMBIO UNIVERSITÁRIO p.11


EDITORIAL

A história da Escola Superior de Saúde Jean Piaget de Algarve (ESS JP de Algarve) está intimamente ligada ao percurso do Instituto Piaget, Cooperativa para o Desenvolvimento Humano, Integral e Ecológico, fundada em 1979. A criação da ESS JP de Algarve marcou a extensão da atividade do Instituto Piaget a todas as regiões do país. A ESS JP de Algarve foi aprovada e recebeu o estatuto de interesse público a 6 de novembro de 2002, tendo-se constituído como uma estrutura social destinada à criação, desenvolvimento, transmissão e difusão da cultura, no domínio da Saúde. Tem vindo a exercer uma gestão pedagógica direcionada para a aprendizagem e aquisição de competências com vista à empregabilidade nas áreas da Enfermagem e das Tecnologias da Saúde (Farmácia e Fisioterapia). Desde que iniciou o seu funcionamento no dia 20 março de 2003, tem seguido os principais objetivos da Instituição que representa, nomeadamente proporcionar um ensino de qualidade, criar conhecimento e difundir valores humanos fundamentais para uma indispensável formação pessoal e intelectual de todos os seus agentes (docentes, estudantes, trabalhadores e cooperantes). Ao longo destes quase 10 anos de existência a Escola tem também desenvolvido um leque de atividades e de ofertas formativas ajustadas às necessidades diagnosticadas (eventos/ações de natureza técnico/científica tais como ações de formação, conferências, jornadas e seminários). Entre os primeiros eventos destacam-se as Ias Jornadas de Saúde: Salutários – Gente em Saúde, que tiveram lugar nos dias 4 e 5 de junho de 2004, e cujo objetivo primordial foi apresentar a Escola como instituição de Ensino Superior e criar, simultaneamente, um espaço de interação para o desenvolvimento de relações institucionais na região do Algarve. Entre os eventos mais recentes destacam-se as Ias Jornadas Internacionais de Fisioterapia do Instituto Piaget: Fisioterapia em Condições Especiais que se realizaram nos dias 21 e 22 de janeiro de 2012. Durantes dois dias foram apresentados diferentes contextos da fisioterapia numa perspetiva científica, segundo o princípio da prática baseada na evidência. Foram também realizados workshops em diferentes áreas onde os participantes puderam adquirir conhecimentos úteis para a prática clínica e para a investigação. As linhas gerais do projeto educativo, científico e cultural da Escola estão de acordo com o consignado pela "Declaração de Bolonha" e também com a identidade da matriz institucional inspirada nos valores primordiais de um humanismo integral, criativo e inovador, assumindo um eminente caráter educativo, científico, social e cultural. A Escola tem procurado cumprir criteriosamente o seu papel no Sistema de Ensino Superior em Portugal, uma vez que assume que a formação/educação dos cidadãos pode atuar como fator de progresso social e inverter a tendência para a desertificação, registada em algumas regiões do país. Nenhuma instituição de ensino pode existir isolada da comunidade onde se encontra, uma vez que esta proporciona não apenas o alargamento dos espaços de aprendizagem, mas também contribui para dar sentido social a muitos dos conhecimentos que serão adquiridos. Cada vez mais atenta aos problemas das comunidades envolventes nos seus polos de atuação a Escola tem desenvolvido medidas de intervenção que propõe por si ou em associação com instituições da sociedade civil, criando outras para agilizar as suas ações. Tem ainda procurado ampliar os laços de cooperação com a comunidade envolvente através de protocolos de colaboração com os Agrupamentos de Escolas e as mais diversas Instituições de Saúde do Algarve e Alentejo. A Escola Superior de Saúde de Silves que irá comemorar os seus 10 anos a 20 de março de 2013 irá continuar a investir no sentido de consolidar uma oferta formativa de qualidade, potenciando o poder de atração dos seus ciclos de estudo a nível nacional e internacional.

Ana Maria Almeida (Diretora da Escola Superior de Saúde de Silves)

2 | REVISTA DO CAMPUS ACADÉMICO DE SILVES | dezembro 2012


BREVES Índice 1 a 8 de outubro Realizou-se entre 1 e 8 de outubro a Semana de Acolhimento e Integração aos estudantes.

Durante

toda

a

2 Editorial

novos

semana

foi

realizado um conjunto de atividades que

3 Breves

permitiu que os novos estudantes ficassem a conhecer as dinâmicas de um espaço que os vai acolher durante quatro anos e preparar

4 -5 Investigação

para uma nova etapa da vida. Estas atividades são de extrema importância para a integração

6 Empregabilidade

dos jovens no Ensino Superior sendo que esta é muito importante para o sucesso académico. 7-8 Destaques

10 de novembro Realizou-se na Escola Superior de Saúde de Silves o V Encontro

9 Semana da Ciência e da Tecnologia

da Pessoa Excecional do Algarve promovido pela APEXA. O tema "Crescer Diferente" teve como propósito principal, sensibilizar a comunidade e fazê-la refletir sobre questões relacionadas com as

10 Artigo de Opinião

crianças, jovens e adultos com deficiência. Nas boas vindas aos participantes estavam presentes o Presidente da Direção da APEXA Nuno Neto, o Vice-Presidente da Câmara Municipal de

11 Intercâmbio Universitário

Silves, Jorge Silva e a Diretora do Instituto Piaget, Dra. Ana Almeida. O evento contou com a presença com oradores das áreas

12 Convidado Especial

da Psicologia, Desporto Adaptado, Terapia Ocupacional e Terapia da Fala. 13 Centros de Recursos para a Aprendizagem e Investigação

11 de novembro No mês de novembro, no âmbito das comemorações do Ano Internacional do Envelhecimento Ativo e da integração dos

14 Editora Piaget

novos estudantes da Escola, realizaram-se algumas atividades que visaram o encontro Intergeracional. Especial destaque à visita que foi feita pelos estudantes ao Lar da Santa Casa da

15 Divulgação

Misericórdia de Silves onde apresentaram aos utentes desta instituição duas peças de teatro e algumas cantigas populares. Ainda hoje esse momento é recordado pelos utentes, com o desejo que se repita.

Autor do mês de dezembro Manuel Sérgio nasceu em Lisboa, em 1933. É licenciado em Filosofia e Doutorado em Motricidade Humana pela Universidade Técnica de Lisboa. Pensador multifacetado dedicou uma especial atenção ao fenómeno desportivo e é o principal conceptualizador do Paradigma da Motricidade Humana Conhecido por ter aconselhado grandes nomes do futebol como José Mourinho ou Jorge Jesus. Autor de uma extensa obra, este “filósofo do desporto”, publicou mais de duas dezenas de livros, dos quais o Instituto Piaget publicou Motricidade Humana; Um Corte Epistemológico; Para uma Nova Dimensão do Desporto; Alguns Olhares sobre o Corpo; O Sentido e a Ação; Motrisofia; Textos Insólitos; A. Oliveira Cruz: O Poeta do Desejo; Alguns Poemas de Natal. Apresentou em Maio de 2012 o seu mais recente livro,

Coordenação: Brigitte Lehodey Campus Académico de Silves Enxerim 8300-025 Silves, Portugal Envie as suas sugestões para: revista@silves.ipiaget.org

Crítica da Razão Desportiva REVISTA DO CAMPUS ACADÉMICO DE SILVES | dezembro 2012 | 3


INVESTIGAÇÃO O objetivo deste estudo foi o de

Este estudo com a participação dos agora

explorar a associação entre o

Fisioterapeutas/Enfermeiros Filipa Abílio, Ana

excesso de peso e a obesidade

Góis, Ana Timóteo, Hugo Florença, Nuno Lóia,

com a prevalência de alterações

Teresa Jesus, Filipa Serra e Maria Duarte

posturais. Deste projeto foi feita

resultou a publicação na Revista Saúde &

uma

Tecnologia

publicação

intitulada

s/pdf/st4_art4.pdf)

vigor na Escola nos dois últimos anos letivos são uma

na

forma de contribuir para a promoção de uma cultura

Diabetes

de pesquisa e investigação que envolve os docentes e

maio/junho; 3 (3): 131-140, com

estudantes, e da qual irá resultar, ao longo do tempo,

a

a

Fisioterapeutas

produção

e

difusão

de

Revista

Endocrinologia,

e Obesidade 2009

participação

dos Ana

agora Timóteo,

conhecimento como atividades de rotina entre as

Teresa Jesus, Filipa Abílio, Ana

atividades docente e estudantil. Nesta rubrica da

Góis, Hugo Florença e Nuno

Revista que hoje vê a sua primeira edição criada, a

Lóia.

Uma das grandes apostas da Escola é a intervenção

3º ciclos de Silves e de Lagoa,

na comunidade, para tal a participação dos estudantes

de

onde

resultou

o

artigo

é fundamental. O concelho de Silves e de Lagoa

"Prevalência

foram os primeiros onde se fizeram recolha de dados

posturais

e têm sido vários os projetos entre os quais se

adolescentes em escolas do

destacam

Algarve".

rastreios

de alterações

posturais,

excesso de peso e obesidade, distúrbios respiratórios realizados nas escolas de 2º, 3º ciclos e jardins-deinfância, estudo sobre prevalência de lesões em jogadores de futebol e em ciclistas de estrada, prevalência

de

disfunção

temporomandibular,

intervenção de sessões de fisioterapia em crianças com escoliose, entre outros. Considera-se importante fazer referência aos projetos dos quais resultaram produção científica que inclui o nome dos estudantes envolvidos. A obesidade é uma doença multifatorial relacionada com doenças cronicas não transmissíveis, como as doenças cardiovasculares, diabetes Mellitus tipo 2, distúrbios respiratórios e osteoarticulares. Muitos estudos têm sido realizados no sentido de obter a prevalência de obesidade em determinada população associada a hábitos alimentares e a outros estilos de vida, mas poucos são os que relacionam as implicações do aumento da massa de gordura no sistema

osteoarticular

durante

o

período

incluindo alunos dos jardins de infância e das escolas de 2º e 3º ciclos de Silves e de Lagoa, cujo objetivo foi examinar o desenvolvimento do arco plantar em crianças e adolescentes, verificando a prevalência dos diferentes tipos de

podem contribuir para a formação deste arco.

a população das escolas de 2º e

os

envolvida uma população de maior dimensão,

Ainda sobre a prevalência de alterações posturais, estudou-se

textos/reflexões que resultarem desta investigação.

Para analisar especificamente o arco plantar, foi

arcos plantares e investigar quais os fatores que

Escola terá possibilidade de a dedicar, à publicação de trabalhos produzidos neste âmbito e de outros

33-37

peso e a obesidade com as alterações posturais€, publicada

da

4:

(http://www.estesl.ipl.pt/sites/default/files/ficheiro

O plano de Iniciação à Investigação pré-graduada em

interiorização

2009;

"Associação entre o excesso de

de

crescimento.

4 | REVISTA DO CAMPUS ACADÉMICO DE SILVES | dezembro 2012

de em

alterações crianças

e

"Desenvolvimento do arco plantar na infância e adolescência:

análise

plantar

em

escolas

públicas" é título do artigo publicado na Revista Saúde

&

Tecnologia

2011;

5:

5-11

http://www.estesl.ipl.pt/sites/default/files/ficheiros /pdf/st5_art1.pdf). De referir a participação dos agora Fisioterapeutas Nuno Marreiros, Filipe Valente, Tatiana Ribeiro, Teresa Andrez, Edna Varela e Rodrigo Felizardo.


INVESTIGAÇÃO Um outro projeto sobre a temática

Um outro projeto relacionado com a

O

da avaliação postural teve como

prevalência de lesões em atletas

temporomandibular,

objetivo analisar uma técnica de

amadores de futebol, para além de

como amostra os próprios estudantes da ESS JPA

avaliação postural por meio de

investigar a influência do tipo de

e que deu origem ao artigo "Associação entre os

fotografias através de um software

piso na prevalência destas lesões.

sintomas da disfunção temporo-mandibular com

para avaliação postural. A ideia deste projeto surgiu de um ex-aluno Hélder

Faria

reportagem

que

assistiu

sobre

uma

este

novo

software e decidimos então avançar com este projeto para testar esta nova ferramenta. Desta investigação foi publicado recentemente o artigo "Avaliação deteção

postural: precoce

método

de

de

alterações

posturais em alunos da Escola Básica de Silves, região do Algarve, Portugal" 2012;

na

Revista

108

FisioBrasil

(15):

16-25

(http://www.fisiobrasil.com.br/default _frame.asp#) com a participação dos

agora

fisioterapeutas

José

estudo

factores Deste

trabalho

publicação "Prevalência

resultou

cujo de

numa

título

foi

Lesões

em

Jogadores Amadores de Futebol da Região do Algarve e a Influência do Tipo de Piso: um estudo analítico e transversal" publicado na Revista Portuguesa Desporto

de

Fisioterapia

2012,6

(2):

no

17-26

(http://www.apfisio.pt/gifd_revista/me dia/12jul_vol6_n2/pdfs/jul2012_2_fut algarve.pdf), com os antigos alunos do ciclo de estudos em Fisioterapia Nuno Alves, Filipe Figueiredo, Fábio Martins, João Gil, Bruno Dias e o aluno Miguel Palmeira.

da

Prevalência

psicológicos

que

de

inicialmente

e alterações

Disfunção envolveu

na coluna

cervical em alunos da Escola Superior de Saúde Jean Piaget de Algarve publicado na Revista Portuguesa de Saúde Pública 2011; 29(2): 140147(http://www.scielo.gpeari.mctes.pt/scielo.php?pi d=S0870-0252011000200007&script=sci_arttext) com a participação das ex-alunas do Ciclo de estudos em Fisioterapia Liliya Kiselova e Celina Pereira. Atualmente este projeto se estendeu para uma população mais abrangente envolvendo os alunos de todos os cursos do Instituto Piaget e alunos do 1º ao 12º das escolas da região do Algarve, uma vez que estudos nacionais sobre a prevalência de Disfunção temporomandibular e a sua relação com alterações com os níveis de ansiedade e depressão são desconhecidos.

Costa, Hélder Faria e Fábio Serro.

Beatriz Minghelli (Docente da Escola Superior de Saúde de Silves)

REVISTA DO CAMPUS ACADÉMICO DE SILVES | dezembro 2012 | 5


EMPREGABILIDADE No âmbito da responsabilidade social que é conferida às instituições do

O GAIVA realizou um estudo exaustivo sobre o percurso

ensino superior, a lei dispõe da necessidade de se apoiar a inserção dos

profissional dos diplomados da ESS JP de Algarve, que

estudantes na vida ativa. Uma das competências do Gabinete de Inserção

permitiu recolher informação sobre 717 (95,8 %) diplomados.

na Vida Ativa (GAIVA) é a recolha e divulgação de informação sobre o

Os resultados são muito positivos, evidenciando índices de

emprego dos diplomados da instituição, bem como sobre os seus

empregabilidade elevados para os três ciclos de estudos:

percursos profissionais e a promoção da acessibilidade pública dessa

Enfermagem (89,6 %); Farmácia (75,8 %) e Fisioterapia

informação, assim como a sua qualidade e comparabilidade com outras

(77,6 %). (Tabela I).

Instituições. Tabela I- Empregabilidade dos diplomados da ESS JP de Algarve.

Ciclo de Estudos

Nº de diplomados

Nº de diplomados que

Nº de diplomados a

responderam ao inquérito

trabalhar na área de formação (%)

Enfermagem

350

339

304 (89,6 %)

Farmácia

29

29

22 (75,8 %)

Fisioterapia

369

349

271 (77,6 %)

Total

748

717

597 (79,8 %)

Fonte: Dados recolhidos pelo GAIVA (Dezembro de 2012). Os dados sobre a região/país onde trabalham os diplomados mostram que 69,6 %

Esta aceitação dos diplomados da ESS JP de

estão no Algarve e que 7,3 % (16 Enfermeiros e 28 Fisioterapeutas) decidiram apostar

Algarve e das outras Escolas Superiores de

numa carreira no estrangeiro (Figura 1). Esta tendência na procura de outros

Saúde do país é um sinal da qualidade da

mercados de trabalho, sobretudo em países europeus (França, Suiça, Inglaterra, etc.)

formação ministrada em Portugal na área da

deverá crescer nos próximos tempos, dado que as condições de trabalho oferecidas

Saúde.

por estes países são bastante compensatórias.

Empregabilidade dos diplomados por região de trabalho 222

Faro

Outros Distritos

Sem trabalho

Não responderam

Estrangeiro

174

74

73

68 16

33

Enfermagem

11

20

28 2

0

7

Farmácia

20

0

Fisioterapia

Figura 1- Distribuição dos diplomados dos ciclos de estudos de Enfermagem, Farmácia e Fisioterapia por região de trabalho.

Ainda que os resultados sobre a empregabilidade sejam bastante animadores, o GAIVA continuará a desenvolver iniciativas para apoiar os seus diplomados, estabelecendo relações mais estreitas com os que ainda não conseguiram entrar no mercado de trabalho. Outra das valências que será desenvolvida pelo GAIVA será o apoio à criação do próprio emprego. Nelson Sousa (Responsável pelo GAIVA)

6 | REVISTA DO CAMPUS ACADÉMICO DE SILVES | dezembro 2012


DESTAQUES ASSOCIAÇÃO DE ESTUDANTES DA ESCOLA SUPERIOR DE SAÚDE DE SILVES Desde a sua fundação a 16 de outubro de 2004, a Associação de Estudantes da Escola Superior de Saúde Jean Piaget Algarve (AEESSJP Algarve) tem como objetivo não só defender incondicionalmente os interesses dos estudantes mas também a intervenção quer a nível local, quer regional. Ao longo de vários anos foram realizadas algumas atividades, nomeadamente a Semana de Receção ao Caloiro, a Serenata Monumental, várias festas temáticas, recolhas de alimentos, recolhas de sangue e de medula óssea. Ao longo dos últimos três anos a AEESSJP Algarve passou por um processo de estabilização financeira que não lhe permitiu realizar os projetos que as suas direções pretendiam, não deixando nunca de defender os interesses dos seus associados. Depois de alcançada a tão desejada estabilidade financeira da, muito por responsabilidade do seu anterior Presidente, Ricardo Cinturão, é finalmente possível avançar com projetos que, com o apoio da Direção do Campus, serão do interesse de todos, quer da comunidade estudantil quer da população de Silves e do Algarve. Foi encerrado um ciclo e agora, com uma nova Direção a AEESSJP Algarve vai iniciar um conjunto de projetos a que se propôs.

Em parceria com a ESS JP de Algarve foram já realizadas uma

O projeto "Saúde em Boas Mãos" tem como objetivo chegar

série de sessões de Educação para a Saúde em diversas Escolas

junto da população através da intervenção na comunidade, com

da região algarvia.

a realização de rastreios e criação de classes de movimento (nas instalações da Escola e nos jardins públicos). Inclui ainda a

Após a realização de uma parceria com uma IPSS local, "Castelo de Sonhos", a AEESSJP Algarve realizou várias recolhas de alimentos, brinquedos e roupa para os habitantes de Silves mais necessitados numa altura difícil para muitas famílias.

comemoração

dos

dias

mundiais

relativos

a

eventos

relacionados com a saúde (ex. Dia Mundial do AVC), com a criação de postos em locais públicos, destinadas à informação e aconselhamento em saúde.

Em colaboração com uma ONG nacional, ADAN- Associação de Ação Social para o Necessitado, foi iniciado um projeto de Voluntariado Internacional em Marrocos, em que um representante da Associação e estudante do 4º ano do curso de Fisioterapia foi integrado numa missão para avaliar o projeto. Pretende-se que nas próximas missões participem mais estudantes e dos diferentes cursos que fazem parte integrante desta Instituição. Para tal, um

Pensando

em

todos

aqueles

que

gostariam

de

ter

a

oportunidade de aproveitar os períodos de férias para melhorar e aprofundar a sua formação, o projeto "Aprender, Eu quero" pretende criar uma carteira de estágios extracurriculares em instituições da região que possibilitem aos estudantes observar e participar nas tarefas diárias dessas instituições, no âmbito da saúde.

dos objetivos da AEESSJP Algarve é criar uma Bolsa de Voluntariado para apoiar as despesas dos estudantes, uma vez

É de realçar as boas relações institucionais com a Direção do

que as despesas da viagem são da responsabilidade do voluntário.

Campus, que proporcionam o desenvolvimento harmonioso dos projetos propostos pela AEESSJP Algarve.

A pedido do Instituto Prisional de Silves, foi realizado um protocolo de colaboração, em que a AEESSJP Algarve vai ter um papel

Estes são alguns dos projetos que a AEESSJP Algarve se

importante na formação dos funcionários do estabelecimento.

propõe desenvolver, para além de outros que visam apoiar e

Serão realizadas ações de formação para dotar os funcionários de

dinamizar a comunidade estudantil, fomentando a sua integração

competências na área dosprimeiros socorros.

e a criação de laços com a comunidade.

João Grade (Presidente da AEESSJP Algarve)

REVISTA DO CAMPUS ACADÉMICO DE SILVES | dezembro 2012 | 7


DESTAQUES 1º LUGAR NOS "PRÉMIOS DE RECONHECIMENTOÀ EDUCAÇÃO – ENSINO DO FUTURO

A Escola Superior de Saúde de Silves foi distinguida com o 1º lugar nos "Prémios de Reconhecimento à Educação – Ensino do Futuro 2012", na categoria Quadro de Valor. O projeto intitulado "Efetividade da técnica de correção postural no controlo da progressão da curvatura escoliótica em crianças" envolveu o Centro de Fisioterapia e Bem-Estar – "Momento", Silves, representado pela Fisioterapeuta Adriana Beatriz Costa Oliveira. As sessões de fisioterapia foram realizadas nesta clínica por um estudante do 4º ano do Ciclo de Estudos em Fisioterapia da Escola, João Luís das Neves Gil, no âmbito da aquisição das competências exigidas nos estágios curriculares e no desenvolvimento do trabalho de investigação final, supervisionado pela fisioterapeuta responsável pela clínica. Os "Prémios de Reconhecimento à Educação" distinguiram e galardoaram Entidades Educativas e Formativas que, em 2011, se destacaram pelo seu contributo junto da comunidade educativa, nomeadamente no ensino regular, em projetos de formação profissional e no envolvimento da comunidade alargada no contexto escolar. A 20ª Conferência SInASE com a temática "Qualidade e Inovação em Contenção Orçamental" foi o mote para a entrega dos prémios que teve lugar no dia 12 de novembro de 2012, no Auditório Cardeal Medeiros, na Universidade Católica de Lisboa. O artigo 8º, nº 1, da alínea f) da lei 62/2007, de 10 de setembro

Segundo a Declaração de Atenas para as cidades saudáveis

estabelece que as instituições do Ensino Superior prestem serviços à

(1998) a ação a nível local é uma componente essencial de

comunidade e de apoio ao desenvolvimento. E é neste contexto que a

qualquer estratégia ou programa de saúde nacional ou regional.

ESS JPA de forma a responder às exigências do Regime Jurídico das

As parcerias para a saúde entre setores são fáceis de criar a

Instituições de Ensino Superior, promoveu, através do seu CPEPS, um

este nível. A participação e a concessão de competências à

plano de oferta deste tratamento a 3 crianças, contanto com o

comunidade são também mais acessíveis.

voluntariado do estudante da Escola.

Desta forma a ESS JPA contribuiu com este projeto na redução

De acordo com o modelo teórico do Funcionalismo, cada indivíduo tem

dos custos de saúde para o Sistema Nacional de Saúde, que

que cumprir a sua função na sociedade e o mau funcionamento da sua

atualmente possui problemas de sustentabilidade. Não podemos

função está diretamente relacionado com a degradação da sociedade.

deixar de salientar que este projeto só foi possível graças à

Desta forma, e uma vez mais porque somos de uma Escola de Saúde,

colaboração da Clínica de Fisioterapia Momento - Centro de

temos a responsabilidade de contribuir com a prevenção da doença,

Fisioterapia e Bem-estar, que cedeu o espaço e todo o material.

objetivando o paradigma da Salutogénese proposto por Antonovsky em 1979 através de uma estratégia pro-ativa baseada na promoção da saúde.

8 | REVISTA DO CAMPUS ACADÉMICO DE SILVES | dezembro 2012

As parcerias locais são mecanismos para unir as autoridades locais,

residentes,

privados,

voluntários e comunitárias.

organizações

setoriais

de


SEMANA DA CIÊNCIA E DA TECNOLOGIA No âmbito da Semana da Ciência e da Tecnologia, a ESS JPA promoveu a Ciência e a tecnologia através de experiências divertidas, atividades laboratoriais e uma palestra. Este evento teve como principal objetivo divulgar a importância das ciências experimentais como veículo de aprendizagem e desenvolvimento de competências. Assim, o público-alvo foi desde dos alunos do pré-escolar até aos alunos da Escola Secundária. A realização de experiências foi feita através do Centro de Ciências Experimentais da ESS JPA. Com o objetivo de relacionar as experiências com os conteúdos programáticos, as actividades na área da Química realizadas com os alunos da Escola Secundária tiveram como tema principal o espetro eletromagnético. A primeira experiência consistiu numa reação de quimioluminescência (emissão de luz resultante de uma determinada reação química) usando o luminol.

A segunda experiência consistiu no teste da chama, procedimento utilizado em Química para detetar a presença de alguns íões metálicos, baseado no espetro de emissão característico para cada elemento.

Os alunos da Escola Secundária também tiveram oportunidade de usar os microscópios numa experiência de Biologia sobre a

Palestra de Astrofísica no auditório da Escola Secundária de Silves

osmose das células do sangue. Aos alunos da escola básica do 1º ciclo nº 2 de Silves propusemos a experiência da couve roxa como indicador ácido-base. Com utilização de materiais acessíveis (sumo de limão, vinagre, água e uma solução de bicarbonato de sódio) e inócuos foi possível demonstrar a propriedade da solução de couve roxa em distinguir soluções básicas de soluções ácidas. No dia 11 de dezembro foi dada uma palestra sobre “Evolução Estelar” às turmas dos 7º e 10º Anos do agrupamento de Escolas de Silves pela Professora Brigitte Lehodey, doutorada em Astrofísica. Os temas abordados nesta palestra foram escolhidos de acordo com os conteúdos programáticos da disciplina de Ciências Físico-químicas dos 7º e 10º Anos.

Exposição dos trabalhos dos alunos do pré-escolar sobre as experiências realizadas no Instituto Piaget

Até ao final do mês de janeiro, a Biblioteca da Escola programou uma exposição com os trabalhos realizados pelos alunos do pré-escolar sobre a visita aos nossos laboratórios e as experiências realizadas.

REVISTA DO CAMPUS ACADÉMICO DE SILVES | dezembro 2012 | 9


ARTIGO DE OPINIÃO A FISIOTERAPIA NO TRATAMENTO DOS NERVOS Entendamos nervos

por aquelas

Importa

então

Antes do tratamento, o Fisioterapeuta avalia o paciente de uma forma global e verifica se o problema tem uma origem predominantemente

percorrem o corpo

no

transtornos

neural ou se há outros tecidos envolvidos na

quer nos membros

neurais, como são o exemplo da dor

sintomatologia dos pacientes, como o muscular,

superiores quer nos

ciática,

túnel

ligamentar, ósseo ou fascial. Para isso, os testes

inferiores e que por

cárpico, társico, entre outros. A

neurodinâmicos, que avaliam os nervos são

vezes

disciplina que aborda este tema é a

bastante uteis, temos o exemplo clássico do

neurodinâmica clínica.

Straight Leg Raise (SLR) que é o teste que

se

tornam

sintomáticas.

São

tratamento

da

um

a

papel

que

tem

que

importante quer na avaliação quer

estruturas

Fisioterapia

saber

de

síndrome

do

estruturas anatómicas formadas por vários axónios e dendritos neuronais e são responsáveis pela transmissão do impulso elétrico nervoso. É comum, que em dado momento da nossa vida

avalia o nervo ciático na sua globalidade e A neurodinâmica clínica tem sido abordada com objetivo terapêutico,

elétricos, entre outros sintomas bizarros. O recurso a diferentes tipos de ajuda quando nos deparamos com uma dor ciática, ou com uma síndrome do túnel do carpo, por exemplo, é imperioso dada a incomodidade que estas afeções geram e ao impacto que acarretam na qualidade de vida de quem está afetado. Há quem procure o "endireita" que prontamente diz que o nervo foi deslocado, apanhado ou está fora do sítio. Outros há que procuram ajuda médica e por vezes tem indicação para cirurgia e outros que simplesmente vão à farmácia mais próxima comprar um antálgico. Não está enraizado nas pessoas que os Fisioterapeutas tratam

destes

problemas,

normalmente

é-lhes

atribuído um papel na reabilitação e tratamento de condições músculo-esqueléticas que não abrangem

raízes nervosas lombrossacrais no nervo ciático.

no entanto recentemente a técnica vem sendo utilizada também com o

Os Fisioterapeutas aplicam a neurodinâmica nos

objetivo de diagnóstico, avaliando as

seus pacientes para restabelecer o equilíbrio

mais

dinâmico entre o movimento relativo do tecido

diversas

patologias

que

acometem as raízes nervosas.

neural

essas estruturas nos causem problemas tais como dor, formigueiro, sensação de queimação, choques

produz um elevado movimento e tensão das

e

as

suas

interfaces

mecânicas,

permitindo assim reduzir a pressão intrínseca no Na ausência de outros fatores, a mecânica

normal

e

a

função

fisiológica permitirão movimentos e

tecido neural, desta forma promovendo uma função

fisiológica

ótima

(Butler,

2000;

Shacklock, 2007).

posturas livres de dor. Em condição patológica, a mecânica e a fisiologia

Os benefícios desta técnica incluem a facilitação

dos

do

nervos

alteradas

podem

deslizamento

do

nervo,

redução

de

interagir, resultando em lesão das

aderências no nervo, dispersão do fluxo axonal,

estruturas neurais e a esse conjunto

aumento da vascularidade neural e melhoria do

dá-se

fluxo axoplasmático (Butler, 2000; Shacklock,

o

dinâmica".

nome A

de

"patologia é

2007; Coppieters et al, 2005). Desta forma, o

essencialmente a aplicação clínica

neurodinâmica

que se espera é que ao fim de algumas sessões

da mecânica e fisiologia do sistema

se obtenha uma melhoria acentuada dos

nervoso, como elas se relacionam

sintomas e que a pessoa recupere a sua

entre si e são integradas à função

qualidade de vida

músculo-esquelética

(Shacklock,

2007).

este âmbito.

Butler, D. S. (2000). The sensitive nervous system. Australia: noigroup publications. Coppieters, M. W.; Kurz, K.; Mortensen, T.E.; Richards, N.L.; Skaret, I. A.; McLaughlin, L. M.; Hodges, P. W. (2005). The impact of neurodynamic testing on the perception of experimentally induced muscle pain. Man Ther. 10:52-60. Shacklock, M. (2007). Neurodinâmica Clinica: uma nova abordagem do tratamento da dor e da disfunção músculo-esquelética. Rio de Janeiro: Elsevier.

Raquel Gregório (Docente da ESS JP de Algarve)

10 | REVISTA DO CAMPUS ACADÉMICO DE SILVES | dezembro 2012


INTERCÂMBIO UNIVERSITÁRIO O Professor Doutor Pedro Reimunde

Concluindo, acho que, nesse sentido, a variabilidade do

Figueira é licenciado em Fisioterapia

processo educativo, sem perder a coerência e orientação

(Faculdade

adequada do mesmo, é absolutamente enriquecedora, quer

de

Universidade Doutorado

Fisioterapia

da

pelo

da

Corunha)

e

Departamento

de

para o aluno, quer para o próprio professor.

Fisiologia (Faculdade de Medicina, Universidade

de

Santiago

de

Compostela).

preocupação emergente das universidades portuguesas. De

Atualmente é Professor Associado no Departamento

Atualmente o reforço de parcerias internacionais é uma

de

Fisioterapia

da

Universidade da Corunha e encontra-se matriculado no 6º ano da Licenciatura em Medicina e Cirurgia da Universidade de Santiago de Compostela. Numa perspetiva de criação de mobilidade de docentes e de reforçar parcerias com outras universidades, quer nacionais, quer estrangeiras, a Escola Superior de Saúde Jean Piaget de Algarve convidou o Professor Doutor Pedro Reimunde Figueira para colaborar na unidade curricular Fisioterapia Aplicada à Pediatria, do ciclo de estudos em Fisioterapia.

que forma é que a Universidade da Corunha e o Instituto Piaget poderiam colaborar para criar sinergias na área da Fisioterapia? P.R.: Bem, essa é uma questão que começámos a discutir agora. Há poucos dias, o Diretor da Faculdade de Fisioterapia da Universidade da Corunha disse-me explicitamente que existe interesse da nossa Faculdade em criar algum tipo de relação de colaboração com a Escola Superior de Saúde Jean Piaget de Algarve. Assim, ainda que não exista nenhuma proposta concreta,

existe

vontade

para

que

tal

aconteça.

Essa

colaboração poderia incluir a mobilidade de professores e estudantes, a aceitação de estudantes no Mestrado e no Como decorreu a sua adaptação à nossa escola e à cidade de Silves?

Programa de Doutoramento da Universidade da Corunha ou o

P.R.: Muito bem. Na verdade, eu sou uma pessoa que se adapta muito bem a

estabelecimento de linhas de investigação conjuntas. Este

qualquer cultura e circunstância. Tenho viajado muito e também estive em

último ponto, creio que poderia ser de grande interesse para

contacto com muitas pessoas de várias partes do mundo e é algo que adoro e

professores e estudantes de Silves, porque desde maio de 2012

que eu acho que é muito importante para me enriquecer culturalmente. Além

que a nossa Faculdade tem uma unidade de investigação e

disso, eu acho que para um galego (da Galiza) é muito fácil sentir-se integrado

Fisioterapia baseada em evidência (UFIBE), com diferentes

rapidamente em qualquer lugar de Portugal, quer pela linguagem, quer pela

linhas de pesquisa (neurociência e controlo motor, reabilitação

cultura e o modo de vida, que são muito semelhantes. Finalmente tenho que

neurológica, fisioterapia respiratória, reabilitação cardíaca, etc.).

dizer que o povo português é absolutamente correto e educado. Todos estes

Tenho a vontade sincera de que a minha estadia em Silves,

fatores levaram, sem dúvida, a que a minha integração fosse fácil, rápida e

além de ser útil para os meus alunos, colegas e para mim, seja

positiva.

também útil para outras pessoas que queiram no futuro fazer um intercâmbio entre as duas escolas.

Acredita que este tipo de intercâmbio, ao contactar com outras realidades, permite ao docente evoluir pedagogicamente? P.R.: Sim, absolutamente. Considero que é uma maneira fantástica para um crescimento pessoal e profissional. Acho que muitas pessoas têm um medo terrível de descobrir novas formas de ver e compreender a realidade, porque podem "abalar" ou "quebrar" as suas crenças ou paradigmas, principalmente na medicina e nas ciências biomédicas, o que é um grande erro e um sinal de ignorância. Não deve haver dogmas de fé em nada, mas muito menos nas ciências biomédicas: a discussão de qualquer assunto com alguém que não tem a mesma visão ou a aprendizagem de novas formas de ver e compreender a realidade podem levar a um enriquecimento enorme, para quem tem a mente aberta e disponível. Por outro lado, existe um ganho na troca de todos esses assuntos transversais (linguagem, cultura, valores, etc.), que não são estritamente académicos mas têm tanta ou mais importância do que estes.

REVISTA DO CAMPUS ACADÉMICO DE SILVES | dezembro 2012 | 11


CONVIDADO ESPECIAL O Campus Universitário de Almada goza de uma localização privilegiada dado que o interface entre o comboio da Fertagus e o Metro Sul do Tejo se localiza junto da entrada do Campus. É assim possível atravessar a Ponte 25 de Abril, de comboio, em 7 minutos, sendo que o tempo que medeia entre as estações que ligam as duas margens (Pragal-Campolide) é de 9 minutos. Este facto proporciona um acesso rápido a todos os estudantes e docentes, quer se desloquem de Lisboa quer da zona Sul. O Campus acolhe duas instituições de ensino superior: a Escola Superior de Educação Jean Piaget de Almada (ESE) e o Instituto Superior de Estudos Interculturais e Transdisciplinares (ISEIT); coexistem, portanto, neste Campus, uma estrutura de ensino superior politécnica e outra estrutura universitária. As duas instituições têm procurado afirmar-se na sua zona de influência criando laços estreitos com a comunidade, não só por via dos protocolos de estágios dos diferentes cursos, mas também pela sua presença em conselhos e órgãos do poder local, bem como nos Agrupamentos de Escolas. Exemplo desta proximidade e envolvimento é a parceria entre a Câmara Municipal de Almada e cinco Agrupamentos de Escolas do concelho de Almada para a coordenação das Atividades de Enriquecimento Curricular e da Componente de Apoio à Família que decorre há seis anos. Têm também sido desenvolvidas iniciativas de relevo, regulares, associadas aos cursos, como sejam o Vocalizze, um estágio de jovens coralistas que reúne anualmente várias dezenas de participantes e que conta com a presença de maestros de renome internacional; o Encontro de Educação que todos os anos congrega mais de duas centenas de profissionais da educação; e a realização de vários espetáculos musicais em espaços municipais, entre outras que têm vindo a afirmar a presença do Instituto Piaget de Almada no concelho e no distrito. O Campus tem ainda promovido a abertura à comunidade disponibilizando os seus espaços, nomeadamente, a sua Aula Magna para a realização de diversos eventos.

Quer o ISEIT quer a ESE têm disponibilizado a sua oferta formativa em horário laboral e pós-laboral

A um corpo docente qualificado

indo assim ao encontro das necessidades dos estudantes que procuram aumentar as suas

científica

qualificações e desenvolver competências. O Campus apresenta uma oferta formativa diversificada

associa-se

que se distribui entre licenciaturas (gestão, psicologia, música, motricidade humana, educação

institucional de proximidade que

básica, educação musical) e mestrados (psicologia clínica e da saúde, psicologia social e das

permite a cada estudante disfrutar

organizações, ensino da música, ensino da educação física nos ensinos básico e secundário,

de

processamento alimentar e inovação, educação pré-escolar, educação pré-escolar e ensino do 1º

científica, técnica e humana, rica.

uma

e

pedagogicamente uma

experiência

cultura

formativa

ciclo do ensino básico, supervisão pedagógica e avaliação, administração e gestão escolar, educação especial, educação pela arte). Clementina Nogueira (Presidente do Campus Universitário de Almada)

12 | REVISTA DO CAMPUS ACADÉMICO DE SILVES | dezembro 2012


CENTROS DE RECURSOS PARA A APRENDIZAGEM E A INVESTIGAÇÃO Rede de Centros de Recursos para a Aprendizagem e a Investigação: o interface para a informação e para o conhecimento Promover a cooperação em Rede e reforçar a O sistema europeu de transferência de créditos levou à introdução de

mudanças

de

fundo

nas

políticas

educacionais, e nas formas de transmissão do conhecimento. Os Serviços de Informação,

FLYER

convergência entre as Unidades de informação do Universo Piaget nos países da CPLP, e ainda com outras instituições portuguesas e estrangeiras, fazem também parte das estratégias que visam impulsionar o acesso ao conhecimento.

agora num novo modelo, os “Centros de Recursos

para

a

Aprendizagem

e

A projeção de redes e sistemas de informação

Investigação” (CRAI), são parte essencial

permitiram

deste processo, devido à posição estratégica

possibilitaram a gestão integrada de informação, o

que

desenvolvimento e a conservação do património

ocupam,

procuram

dar

o

suporte

essencial às necessidades de investigação, docência

e

desenvolvimento

a

automatização

dos

serviços,

fisico e digital do Universo Piaget.

curricular,

NEWSLETTER

preconizadas pelo Espaço Europeu para o

Deste modo os CRAI garantem o acesso a serviços

Ensino Superior.

e recursos, em linha, disponibilizados através de uma Plataforma, assegurados por uma equipa

Através da sua posição privilegiada no acesso

técnica

à informação e ao conhecimento, os CRAI são

comunicação.

um

contributo

primordial

para

especializada

em

informação

e

o

desenvolvimento de competências em literacia

No quadro das estrategias levadas a cabo pela

de informação e para os processos de criação

Rede CRAI, desde disponibilizar recursos de carater

e disseminação do conhecimento.

generalista, até à literaura científica especializada dos mais referenciados editores internacionais, dar

Os CRAI são assim indispensáveis para o

resposta a pesquisas pontuais e de cultura geral,

cumprimento dos objetivos estratégicos das

até permitir o acesso a informação cientifica de

instituições de ensino superior, e assumem o

ponta, para pesquisas mais exigentes, elaboradas e

compromisso inalienável de posicionar-nos na

sistemáticas, tudo são processos dinamicos, que

Sociedade da Informação e do Conhecimento.

consubstanciam a missao dos CRAI.

Paula Sá (Diretora Geral dos Serviços de Informação)

vídeo promocional – ver no URL indicado

REVISTA DO CAMPUS ACADÉMICO DE SILVES | dezembro 2012 | 13


EDITORA PIAGET ENTENDER O NATAL De onde vêm os Reis Magos? Qual é o significado do ouro, da mirra, do incenso? Que simbolizam o bolo-rei, os ovos da Páscoa? Por que se festejam os mortos no mês de Novembro? Quem é o Pai Natal? Em As Festas de Deus Guy Deleury responde a estas questões. Com uma erudição que assume o tom familiar de uma conversa, reconstitui a história das festas cristãs que marcam o nosso calendário: a Candelária, o Pentecostes, o Dia de Todos os Santos, a Páscoa, o Natal... Mostra como a partir de um ato de fé, que na maioria dos casos tem a sua origem num acontecimento histórico, os homens elaboraram progressivamente a sua celebração, enriquecendo-o com os mitos que lhes eram familiares. Tendo por preferência o pensamento de Claude Lévi-Strauss, de MIrcea Eliade e de Georges Dumézil, esta obra fascinante ajuda-nos a descobrir os múltiplos sentidos de uma tradição: a parte de fé, o lado do sonho, o aspeto do júbilo. Num tempo em que o significado oculto do quotidiano parece estar cada vez mais inatingível, este livro torna-se particularmente revelador.

SUGESTÕES DE LEITURA No final do Ano Europeu do Envelhecimento Ativo e da Solidariedade entre Gerações, a Divisão Editorial do Instituto Piaget continua a dar destaque à temática do envelhecimento com a publicação do título Psicologia do Envelhecimento, de Patrick Lemaire e Louis Bherer. Uma obra que descreve o impacto do envelhecimento sobre todas as grandes funções cognitivas (atenção, memória, resolução de problemas), pormenoriza os mecanismos que sofrem os efeitos da idade e analisa os fatores que contribuem para moderar a sua ação no declínio das capacidades intelectuais. A par do currículo dos autores, são as próprias previsões estatísticas, a apontarem para mais de 32% de pessoas com 65 e mais anos em 2050, que fazem desta uma leitura indispensável a estudantes e profissionais das diversas áreas da saúde.

14 | REVISTA DO CAMPUS ACADÉMICO DE SILVES | dezembro 2012


DIVULGAÇÃO Agenda Autor do mês de janeiro

OFERTA FORMATIVA

Conhecer "Alain Touraine"

DA ESCOLA SUPERIOR DE SAÚDE JEAN PIAGET DE ALGARVE

LICENCIATURAS Enfermagem

21 e 22 de fevereiro de 2013 1as Jornadas de Enfermagem

Farmácia

Médico-Cirúrgica

Fisioterapia A

realização

destas

Jornadas

reveste-se de particular importância para os profissionais e estudantes por se tratar de uma área complexa e abrangente que requer atualização

MESTRADO

constante,

Cuidados Continuados

quer

na

área

do

conhecimento, quer das práticas.

9 de março de 2013 IV Encontro da FRAPAL

PÓS-GRADUAÇÕES NA ÁREA DA EDUCAÇÃO

"Educação Especial" será o tema

Educação Especial: Domínio Cognitivo e Motor

deste Encontro que se vai realizar no

Educação Especial: Intervenção Precoce na Infância

Auditório da Escola Superior de Saúde de Silves, Instituto Piaget. A

Educação e Formação de Adultos

FRAPAL retomará assim a promoção

Ensino do Inglês na Educação Pré-Escolar e no 1º ciclo do Ensino Básico

de

encontros

do

Movimento

Associativo de Pais do Algarve,

Gestão de Organizações Educativas

apelando à intervenção e discussão

Supervisão Pedagógica e Avaliação

de uma Educação responsável.

20 de março de 2013 Comemoração dos 10 anos da Escola Superior de Saúde Silves

PÓS-GRADUAÇÕES NA ÁREA DA SAÚDE Bloco Cirúrgico Cuidados Continuados

23 de março de 2013 Encontro de Terapia Ocupacional

Enfermagem de Urgência e Emergência

O "Encontro de Terapia Ocupacional"

Fisioterapia do Desporto

apresenta-se constituído por duas

Fisioterapia Laboral: Intervenção nas Lesões Músculo-Esqueléticas no Trabalho

sessões: "O presente e futuro da

Terapia da Mão: reeducação do membro superior

Terapia Ocupacional" e "Identidade

Serviços de Saúde em Farmácia e Parafarmácia

moral, ocupação e saúde mental"

REVISTA DO CAMPUS ACADÉMICO DE SILVES | dezembro 2012 | 15

Revista  

Revista do Campus de silves

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you