Issuu on Google+

No.68 - April - Year 7

sport

Walter “Cascão”

tropical beauty

Jordana Mota

Brazilian Finland

San Francisco’s Brazilian


América Latina?

Estamos em toda parte. Por mais de 75 anos, a LAN tem aperfeiçoado uma experiência de vôo latino-americana mais ampla. Vôos diários de 29 cidades norte-americanas* para mais de 40 destinos sul-americanos Uma vasta rede regional entre as principais cidades latino-americanas Redes domésticas em expansão na Argentina, Chile e Peru

Já embarcando. Vôos diretos de

LOS ANGELES pa ra SÃO PAULO**

LAN Alliance. Sua anfitriã para mais destinos na América Latina.

www.lan.com Acumule milhas cada vez que voa conosco.

LAN_BExplore_march26.indd 1

O encanto de voar

*Inclui vôos de code-share **O vôo tem uma escala em Lima. A LAN se reserva o direito de mudar datas e rotas. LAN é uma marca registrada. Acumule milhas en LANPASS o AAdvantage cada vez que voa conosco.

3/22/07 10:49:46 AM


IMIGRAÇÃO

By George Silva Castro Consultor de Imigração

Quais são os meus direitos? Envie seus comentários e perguntas para info@imigrarusa.com

Nos

últimos meses têm sido frequente notícias sobre imigrantes indocumentados que foram detidos pelo Departamento de Imigração Americano e, eventualmente, deportados. Em meio as discussões no Congresso Americano para aprovação de uma nova lei imigratória, uma das críticas tem sido a ineficiência do Departamento de Imigração em exercer seu papel fiscalizador e apreender imigrantes que trabalham ilegalmente, bem como seus respectivos empregadores. Assim sendo, Immigration and Customs Enforcement (ICE), divisão responsável pela apreensão de imigrantes indocumentos, em resposta às críticas, passou a atuar com maior rigidez. Basta lembrar da mais recente ação de apreensão do ICE nas fábricas da SWIFT & Co., em dezembro passado, quando 1.282 imigrantes foram detidos e hoje enfrentam deportação. Os estrangeiros nos Estados Unidos são dotados de direitos que devem ser sempre respeitados pelo Departamento de Imigração Americano (USCIS). Muitos imigrantes não conhecem esses direitos e acabam tornando-se vítimas fáceis de abusos praticados por autoridades imigratórias. Esses direitos são garantidos pela Constituição Americana bem como pelas atuais leis imigratórias. Como imigrante, saiba que você tem os seguintes direitos: Direito de Negar a Entrada de Agentes em seu Domicílio. Você tem o direito de negar a entrada de uma autoridade imigratória na sua casa sem que a mesma tenha um mandado de busca e apreensão assinado por um juiz. Você pode se negar a abrir a porta, ou pode fechá-la ao descobrir que o agente não possui o referido mandado. Você também pode recusar-se a falar com um agente, responder quaisquer perguntas ou mesmo mostrar quaisquer documentos. Se os agentes de imigração entrarem na sua casa à força sem uma autorização legal para tanto, procure um advogado imediatamente. Direito de Permanecer Calado. Todo estrangeiro deve ter consigo prova de sua presença autorizada nesse país. Se você é residente permanente, basta apresentar o seu green card ou, se visitante ou trabalhador temporário, seu passaporte com um visto válido ou o formulário I-94 ou ainda qualquer outro documento que indique seu status. Se você for parado ou detido na rua e não puder provar seu status imigratório, você tem o direito de permanecer calado e requerer a ajuda de um advogado.

Direitos mediante Apreensão. Geralmente as polícias estaduais e municipais não têm o direito de apreender você por violações às leis imigratórias. Esse tipo de trabalho já é conduzido pelo ICE. Entretanto, algumas leis estaduais delegam às polícias locais poderes de detenção de pessoas que cometam crimes federais, incluindo-se violações de determinadas leis de imigração. Além disso, uma lei federal de 1986 exige que as polícias informem ao Departamento de Imigração de apreensões sobre indivíduos envolvidos com drogas, suspeitos de serem imigrantes indocumentados. Uma autoridade de imigração tem o direito de apreendê-lo sem qualquer mandado se tiver motivos para crer que você está no país ilegalmente e que poderá fugir antes de que um mandado seja expedido. Caso isso ocorra, ICE deve lhe entregar um formulário informando seus direitos. Você tem o direito de falar com um advogado ou representante legal. O ICE deve lhe entregar uma lista de advogados que oferecem representação gratuita caso você não possa contratar um advogado particular. Se você pedir para falar com um advogado, o ICE deve lhe autorizar a fazer uma ligação telefônica e lhe conceder ao menos duas horas para tentar contactar um advogado. Durante esse período ICE não pode interrogá-lo, senão perguntar-lhe dados biográficos. Direito de não Assinar Documentos. Você tem o direito de recusar assinar qualquer documento de imigração. Ao assinar um documento entregue a você pela Imigração, você poderá abrir mão de certos direitos, ou mesmo concordar em regressar ao seu país de origem. Direitos no local de trabalho. Para que o ICE entre em um local de trabalho, a autoridade imigratória deve ter um mandado de busca e apreensão, ou a permissão do empregador. Se os agentes entrarem à força e prenderem você, permaneça calado e exija o direito de falar com um advogado. Apesar de óbvio, vale a pena lembrar: se você reside nos Estados Unidos ilegalmente, evite violar as leis desse país. Dificilmente o ICE baterá na sua porta se você for um cidadão exemplar, ainda que indocumentado. Mas se você for detido, lembre-se: procure um advogado imediatamente.

05


É

com muita alegria e entusiasmo que comunicamos a regionalização da Brazil Explore em Los Angeles e Las Vegas. Isso quer dizer que seremos uma revista local, voltada para a sua comunidade. Além da edição nacional, que inclui as demais regiões, temos a promessa de estender a regionalização para cada “ponto brasileiro nos Estados Unidos”. No mês de abril, mês da Páscoa, apresentamos os promoteres de eventos de San Francisco, na nossa matéria Especial feita por Bruno Romani; em Beleza Tropical, confira a beleza brasileira de Jordana Mota; e em Esportes, Walter “Cascão”, uma fera no Jiu-Jitsu. Divirta-se e aproveite! ERRATA: Na edição Nº 65, em Beleza Tropical, o e-mail de Jessica Martin é algores10@ hotmail.com. E na edição Nº 67, em Especial, os créditos das fotos são para Murilo Lanza Luz de Faria - cortesia Cachaça Mae de Ouro

It is with great joy and enthusiasm that

we announce Brazil Explore’s new focus on specific regional areas of Los Angeles and Las Vegas. This means we will publish local magazines aimed at each of the USA’s “Brazilian Places”, in addition to the national edition our readers currently enjoy. In this April issue, the month of Easter, we introduce San Francisco`s event promoters in a Special article by Bruno Romani. Tropical Beauty spotlights gorgeous Brazilian Jordana Mota, and the Sports section profiles Jiu-Jitsu fighter Walter “Cascão”.

USA Services Consultant George Castro

Recipe........................................................................ 08

Have fun and enjoy it!

CEO Marcelo Gòmez CFO Adriana S. Saraiva Gòmez Marketing & Public Relations Raquel “Keka” Diefenbach Art Director & Designer Antonio Ricardo de Moraes Sandra Pettrella Portuguese Editor Marcelo Gòmez English Editor Jeff Guerra English Translator Osil Bastos

Immigration............................................................................ 05

Two-color Cup

Franchise Antônio Cajueiro (Las Vegas) Aline Spellmeire (San Diego) Marta Rocha (Texas) Lídia Pinto (Houston) Sant’Anna (Havaí) Vinícius Santana (San Francisco) Journalists Bruno Romani Cyro Duarte Gayre Patriota Maria Carmen Jones Maria Isabel Martins Roberta Boumaroun Tanira Lebedeff Una Proença

Texas (972) 548-2578 Houston (281) 531-1322 San Francisco (650) 290-0512

What’s Up, Brazil?................................................... 10 Sharing Thoughts with the Community

Tropical Beauty.....................................Nationwide......... Jordana Mota

Promoters .................................................Nationwide........ From San Francisco

20

Los Angeles & Las Vegas......... 24

Tourism.........................................................Nationwide....... Penedo

14

Los Angeles & Las Vegas......... 18

30

Los Angeles & Las Vegas......... 38

Havaí (808)923-3640 Las Vegas (702) 878-7007 San Diego (858) 254-6287

LOS ANGELES:

www.brazilexplore.com info@brazilexplore.com 06

10826 Venice Blvd # 105 Brazilian Novelties............................Nationwide....... 34 Culver City, CA Brazilian Community Los Angeles & Las Vegas......... 42 90232 - USA in Las Vegas

Phone: 310-837.4299 / Fax: 310-837.4294


Ingredientes: 3 folhas de gelatina sem sabor 200ml de água 75g de chocolate em pó 150g de açúcar 300ml de creme de leite 2 colheres (sopa) de açúcar 12 biscoitos champagne 150ml de rum Morangos o suficiente Demolhe as folhas de gelatina em água fria. Ponha a água para ferver, misture o chocolate, o açúcar e mexa. Adicione as folhas de gelatina, mexendo sempre até se dissolverem completamente. Retire do fogo para esfriar ligeiramente. Bata o creme de leite até endurecer, misture as duas colheres de açúcar e bata mais um pouco. Corte os biscoitos em pedaços e mergulhe-os no rum. Distribua os biscoitos em taças individuais. Envolva um terço do creme de leite batido ao creme de chocolate. Coloque em colheradas os dois cremes nas taças com os biscoitos e deixe na geladeira para ficar bem gelado. Na hora de servir, decore com os morangos. Preparação: 20 minutos Rendimento: 4 porções 08

Two-Color Cup

Taça Bicolor

Ingredients: 3 no flavored gelatin sheets 6.8 oz of water 2.6 oz of sugar 10 oz of table cream 2 tablespoons of sugar 12 finger cookies 5 oz of rum Enough strawberries How to Prepare: Soak the gelatin sheets in cold water; set aside. Boil water, and then stir in the chocolate and sugar. Add gelatin sheets, stirring at all times until completely dissolved. Remove mixture from fire and allow it to cool a little.

Beat the table cream until thick; mix in the two tablespoons of sugar and beat a little longer. Cut the cookies into pieces and soak them in the rum. Distribute the cookies to individual cups. Pour the chocolate cream onto one third of the beaten table cream. Using a spoon, add both cream mixtures to the cups with cookies and refrigerate until very cold. Decorate with strawberries before serving. Preparation: 20 minutes This recipe will serve 4 people


April 2007

Associação Brasileira de Imprensa Tem Sua 1a Reunião em Newark Os dirigentes da Associação Brasileira de Imprensa

Internacional (ABII) reuniram-se no dia 21 de março, nas dependências do East Side Community Center, na Ferry Street, liderados pelo presidente Roberto Lima. A Associação Brasileira de Imprensa Internacional vai englobar todos os órgãos de imprensa fora do Brasil, na busca do desenvolvimento da mídia brasileira no exterior.

Bate Papo com Shirley em Somerville, Cambridge, Quincy e Framingham O programa de televisão “Bate Papo com Shirley”,

gravado em Stoughton, já pode ser visto nas tvs locais de Somerville, Cambridge, Quincy e Framingham, além de Easton. A atração, em estilo talk show, é produzida pela jornalista carioca Shirley Nigri Farber, desde setembro de 2005.

Brazilian Voices em Fort Lauderdale No dia 16 de março, o grupo feminino Brazilian

Voices se apresentou no Broward Center for Performing Arts, em Fort Lauderdale, Flórida, com direção de Paola Callahan, e com a participação de Adriana Mezzadri e da artista plástica Carmen Gusmão. Fonte: www.gazetanews.com

CCS se Apresenta na Califórnia Um dos grupos brasileiros de maior sucesso nos

Estados Unidos, o CCS – Cansei de ser Sexy, se apresentará no Coachella Festival, em Indio, Califórnia, no dia 29 de abril. O grupo é composto por Adriano Cintra, Carolina Parra, Ana Rezende, Luiza Sá e Iracema Trevisan. Informações: http://csshurts.com/

Nicole Kidman e Keith Urban na Natas Pastries O famoso casal de Hollywwod Nicole Kidman

e Keith Urban já são fãs da padaria portuguesa Natas Pastries, cujas especialidades são doces e salgados portugueses, sob o comando de Fátima Marques. Visite o site para mais informações: www.nataspastries.com

Você quer botar 'a boca no trombone' e dizer algo inte re ssante para a comunidade brasileira nos Estados Unidos? Mande sua frase e foto para o e-mail info@brazilexplo re .com ou ligue para a gente: (310)837-4297. It ’s fr ee!


Livro sobre Bongô em Português. O percussionista Emiliano

Miriam Kim Abre Exposição A artista plástica brasileira Miriam Kim expõe seus

quadros na Galeria Judith Kaufman, em North Hollywood, Califórnia. O primeiro dia do vernissage foi realizado no dia 1º de abril e a exibição ficará aberta ao público até o fim de maio.

Benevides e a tradutora Tanira Brito Amaral se juntaram para produzir um livro sobre bongô - um instrumento de origem cubana e que consiste em dois pequenos tambores de afinações diferentes - em português. “Brincando com Bongô”, de Trevor Salloun (Editora Mel), conta a história, os ritmos e as notações musicais do instrumento, além de explicar como afiná-lo. Para comprar o livro, visite o site: http://www.melbay.com/product. asp?ProductID=98284BCD

Endereço: 5269 Lankershim Blvd, North Hollywood, CA Informações: miriam_kim@yahoo.com / www.miriamkim.com

Novidades no O mês de abril apresenta novidades para os

brasileiros da Costa Oeste. A professora brasileira, Carla Vilhena, está oferecendo aulas de ginástica no Brazilian Mall (10826 Venice Blvd, Culver City – CA, 90232), todos os sábados, às 10 horas, a um custo de $10 por uma hora de aula. Para mais informações: brazilworkout@yahoo.com. Mais duas novidades marcam uma nova fase do Brazilian Mall, em Culver City. A primeira delas é que a fotógrafa carioca Marcia Brito abriu sua loja de fotografia e arte no shopping. A segunda é que o Supermercado Brazil passa a atender também aos domingos, garantindo maior comodidade e conveniência aos clientes.

Brazil Energy & Power VI No dia 23 de abril, a Câmara de Comércio Brasil

– Texas apresentará o seminário “Brazil Energy & Power”, no Westchase Marriott - 2900 Briarpark Houston, Texas. O evento, em sua sexta edição, abordará temas relevantes aos segmentos de energia, óleo e gás, biocombustível e meio ambiente, e contará com a presença de importantes personalidades como Renato Bertani, presidente da BRATECC; João César Lima, presidente da Amcham; Carlos Alberto Pimentel, cônsul geral do Brasil em Houston; Silas Rondeau, ministro de Minas e Energia; Sérgio Cabral Filho, governador do Estado do Rio de Janeiro; entre outros. Informações: http://www.braziltexas.org/

CTG – Saudade da Minha Terra Completa Três Anos Na último dia 28 de março, o CTG - Saudade da

Minha Terra, com sede em Newark, completou três anos de vida. “Na verdade, as dificuldades em implantar uma sociedade que mostra a arte, as tradições e a cultura de um povo são grandes quando vivemos em outro país. Mesmo assim, nossa gente conseguiu, até agora, manter a chama viva do Tradicionalismo Gaúcho, unidos nesta causa e relembrando as coisas bonitas que trazemos de nossas origens” (Orlando Norberto Kessler – diretor de relações públicas e divulgação).

Aulas de Português O Brasil Brasil Cultural Center está oferecendo aulas de português para todas as idades, que incluem também cultura e literatura. As aulas ocorrem todos os domingos das 11 às 13 horas, com o professor Cleo Anderson. Localização: 4325 Sepulveda Blvd, Culver City, CA 90323 Contato: Tel: (310) 370 2820 E-mail: eanderson23@socal.rr.com

11


J o rda n a

M o t a


Jordana Mota De Milão para a Califórnia

From Milan to California

Morena,

cabelos longos, rosto com traços fortes e marcantes, e essencialmente brasileira, essa é Jordana Mota, de 24 anos, natural de Goiânia (GO). Com uma vida inteira dividida entre o Brasil e a Itália, por causa da nacionalidade italiana do avô, Jordana agora escolheu os Estados Unidos para trilhar o seu caminho.

Long dark hair with a striking face and strong fea-

Há seis meses atrás, chegou na Califórnia. “Escolhi a Califórnia pelo clima e pela grande indústria cinematográfica que aqui se encontra”. Hoje, ela estuda inglês e trabalha como “hostess”, mas seu grande sonho é mesmo fazer curso de cinema e aparecer na telas americanas.

“I chose California because of the weather, and the great movie industry located here.” She arrived six months ago, and is currently studying English while working as a hostess. Her dream is to study film acting and appear on American screens.

Ainda no Brasil e na Itália, Jordana foi seduzida pelo mundo da moda e fez diversos trabalhos em revistas e televisão. Desde pequena ela gosta de ser fotografada e de aparecer na televisão. O seu primeiro trabalho foi em Goiânia, Brasil, por indicação de uma amiga; depois disso, os convites não pararam mais e ela continuou sua carreira de modelo na Itália, em Milão, cidade onde morou. Hoje, nos Estados Unidos, sua beleza está chamando a atenção e já tem recebido alguns convites. “A beleza brasileira é diferenciada e reconhecida. Aqui nos Estados Unidos as modelos brasileiras têm mais oportunidades. Aqui é bom para quem quer seguir a carreira de cinema, como eu; e na Itália para quem quer ser modelo de passarela. Mas todo mundo tem que ir em busca do seu sonho, esse é o primeiro passo, e nunca deixar de acreditar, de ter fé”, conta. Por enquanto, Jordana não pensa em voltar para o Brasil, apesar de sentir saudade ela já se acostumou com a América e com o ritmo de vida aqui. “O início é difícil, as pessoas são muito frias e aprender uma nova língua não é nada fácil. Mas hoje já me adaptei. Apesar de gostar daqui, país como o Brasil não tem igual”, declara. Se depender da sua determinação, Hollywood em breve se renderá à beleza e ao charme de mais uma brasileira: Jordana Mota!

tures: Jordana Mota is quintessentially Brazilian. Originally from Goiânia (GO), Jordana has European roots thanks to her grandfather’s Italian nationality. And in spite of a life heretofore split between these two nations, the 24-year-old has now chosen to pursue her career in the United States.

Even as a small child, Jordana remembers wanting to be photographed and appear on television. Her first modeling work came back home in Goiânia, and the invitations quickly piled up as she continued working in magazines and television. Seduced by the world of fashion, she moved to Milan, Italy and continued her modeling career. Now in the United States, Jordana’s striking beauty has already led to a number of invitations. “Brazilian beauty is unique and well-known. Here in the United States, Brazilian models have many opportunities. It’s great in the United States for people like me who wish to pursue a movie career, as it is in Italy for those who want to pursue modeling. One must go after one’s dreams - this is the first step. And never stop believing, have faith,” she says. While she misses Brazil, Jordana currently has no plan to return. She has adapted to America and its life rhythms: “The beginning is difficult. People are very cold, and learning a new language is not easy at all. But at last, I have adapted myself. Although I like here, there is no country like Brazil.” If it comes down to determination, Hollywood will soon surrender to the beauty and charm of another Brazilian girl: Jordana Mota!


14


PROMOTORES de San Francisco

Dizer que brasileiro gosta de festa é constatar o ób-

vio. Como brasileiro faz festa numa terra distante do seu país é outra história. Desvendar o mundo dos promotores de eventos brasileiros na Bay Area exige mergulhar num micro-universo. O discurso que explica a motivação para entrar num mundo que promete poucos lucros em curto prazo e muito trabalho vem cheio de palavras de amor à comunidade, à cultura brasileira e um atestado de competência para fazer acontecer. Isso, no entanto, não se equaciona com paixão por brasileiros – ou certos brasileiros. Tuca Oliveira, um dos promotores, avisa, “Tem muito egocentrismo”. Os promotores brasileiros em San Francisco estão unidos pelo amor à cultura brasileira e pelas dificuldades do meio, porém separados por rivalidades e disputas, ainda que a maioria não admita abertamente. Os organizadores enfrentam vários percalços para servir a comunidade brasileira. Entre eles estão a diversidade de gostos dentro da comunidade, o risco

constante de prejuízo (todos têm outros empregos) e o tamanho da comunidade brasileira na Bay Area pequena se comparada à outras regiões do país. Assim os promotores acabam se dividindo em nichos. Existem aqueles que se dedicam a eventos grandes que trazem artistas do Brasil. Outros estão envolvidos na organização de festas que demandam somente a presença de DJ’s, quiçá uma banda local. Somente o desejo por ganhar dinheiro ou status, como é comum no ramo, não explica a existência desses indivíduos. Como Tuca explica, “a coisa vai muito além disso”. Nas palavras mais breves de Roberto Lima, outro promotor. “A gente faz isso por teimosia”. Ou seria amor pela comunidade e o Brasil? Se por um lado todos estão unidos a despeito dos obstáculos, funcionando como um verdadeiro cimento social da comunidade, por outro a fragmentação da classe é complexa. A primeira das divisões ocorre entre os promotores de eventos grandes e pequenos. Os grandes dificilmente enxergam os


Despite being seemingly united by a common goal, there is a kind of class separation within this fraternity of promoters. The first is between those who promote large and small events, as those of the former generally see themselves as separate from those of the latter. Tuca is assertive: “Organizing (large) shows is completely different from making 200 dollars in a club.” Smaller promoters show respect when speaking about promoters of large events, and while they won’t openly admit desires for a bigger piece of the pie, most harbor plans to begin bringing artists from Brazil. Large event promoters are aware of this possibility, along with its financial implications, and this is a major source of friction within the field.

The clash between Sérgio and Roberto highlights another level of separation within the fraternity of organizers. There is tension between those with closer ties to the Brazilian community, and those more closely linked with American so-

Ilustrarão da Capa: David Kim Caricaturas preto e Branco e outra ilustrarão, Eduardo Moreira

Further, promoters in the marketplace are sometimes divided between “old” and “new”. These distinctions often overlap with “large” and “small” labels respectively. Tuca sees certain promoters’ desires to gain market share as excessive, while five-year veteran promoter Mábio Moura talks about “normal market disputes” and understands older promoters’ opinions of newer colleagues. Roberto is more direct: “These people don’t have any structure.” The region’s oldest producer, Roberto was involved in a 2006 controversy with Sérgio Mello, a producer with just over a year in the scene. According to Roberto, he was helping Sérgio get an alcohol license for his New Year’s party when he discovered that Sérgio was organizing a carnival party on the same day he (Roberto) was preparing his own carnival party. Feeling he had been stabbed in his back, Roberto lost the motivation to continue his assistance. Sérgio, on the other hand, believes Roberto is responsible for anonymous threats made shortly before his carnival. Illegal Brazilians who had helped Sérgio received threats of deportation, and there was a false bomb threat minutes before Araketu took the stage. None of this has been resolved and the quarrel between the two remains.

By Bruno Romani

Organizers face several challenges in serving the Bay Area’s Brazilians. Tastes naturally vary within the community, and its relatively small size means there is constant risk of financial loss (organizers generally have other jobs). Promoters thus end up focusing on niche markets: some focus on large events that bring artists from Brazil, while others organize parties utilizing DJs and local bands. And while desires for money and status are common in the field, these alone are not the motivating factors. As Tuca explains, “it is much more than that.” Another promoter named Roberto Lima says, “We do it because we are stubborn.” Or could it be love for Brazil and its community?

Roberto Lima

But people are people of course, and one can’t be expected to carry such warmth for each and every Brazilian. As promoter Tuca Oliveira puts it, “There is a lot of self-centeredness.” While San Francisco’s Brazilian promoters have banded together to face difficulties in the field, there are internal rivalries and disputes to which most won’t freely admit.

San Francisco

their country is another matter. In California’s Bay Area for instance, promoters of Brazilian events comprise a unique microcosm. Theirs is a world that requires lots of hard work, with little short-term profit in return. One must possess the ability to make things happen, and be full of passion for the Brazilian community and its culture.

PROMOTERS

Brazilians like to party; this much we know. But how Brazilians party outside


PENEDO

By Roberta Boumaroun Photos: Zé Reis / Divulgação/Turisrio

A Finlândia brasileira

O distrito, pertencente à cidade de Itatiaia, no Rio de Janeiro, é habitado por descendentes de finlandeses; daí o nome “Finlândia brasileira”, como muitos costumam conhecê-la. Quem

visita Penedo pela primeira vez, tem a impressão de estar na Europa. E não é à toa. O distrito, pertencente à cidade de Itatiaia, no Rio de Janeiro, é habitado por descendentes de finlandeses; daí o nome “Finlândia brasileira”, como muitos costumam conhecê-la. Aliás, é lá que está a residência oficial do bom velhinho no Brasil. A Casa do Papai Noel é uma das atrações que mais chama a atenção de adultos e crianças em Penedo. A figura do Papai Noel ficou associada às regiões frias do Ártico, como se ele não pudesse, assim como os próprios finlandeses, usufruir dos trópicos. Daí surgiu a idéia de construir uma casa de verão para o Papai Noel. Nada mais natural escolher a Vila de Penedo, o berço da colonização finlandesa no Brasil, para essa construção. A casa fica na Pequena Finlândia, uma cidade rodeada por charmosos sobrados de arquitetura típica européia, lojas de artesanato, restaurantes, cafés e até uma fábrica de chocolates. A cidade, que fica às margens do rio São Francisco, também se destaca pelas belas igrejas. As construções da época do Brasil colonial apresentam enormes altares de madeira trabalhados em ouro, imperdíveis aos turistas. Duas boas dicas para incluir no roteiro são as igrejas Nossa Senhora dos Anjos e Nossa Senhora da Corrente. Esta última foi construí-

da por uma família de abolicionistas para esconder escravos fugidos. Foi nessa região que o então líder dos negros fugidos, Zumbi dos Palmares, morreu, em 1695, degolado pelo bandeirante André Furtado de Mendonça. Aproveite e passeie o tempo todo a pé pela cidade para conferir os sobrados dos séculos XVII e XVIII tombados pelo Patrimônio Histórico Nacional. As atrações naturais fazem do distrito um paraíso para quem vai a Penedo em busca de descanso e contato direto com a natureza. O que não faltam em Penedo são cachoeiras. A maior delas, a Cachoeira de Deus, tem cerca de 15 metros de altura e está localizada no Rio das Pedras, um importante rio da região, cujo curso é muito aproveitado pela rede hoteleira. Considerada a maior cachoeira de Penedo, além de sua beleza, o turista tem um ótimo poço para banhar-se. Lá o visitante encontrará as Três Cachoeiras. Formada por três pequenas quedas d’água, elas formam várias piscinas naturais, propícias para o banho. Outro atrativo que não pode deixar passar pelo roteiro é o Pico do Penedinho, um mirante com altitude de 600 metros onde é possível avistar parte do município de Itatiaia e praticamente toda a Penedo. O Pico está localizado dentro de uma propriedade particular per-


Descendants of Finns inhabit this district of Itatiaia in Rio de Janeiro; it is thus known to many as “Brazilian Finland”. Because of this large Finnish population, first-time visitors

PENEDO

to Penedo often get the impression they are in a European country. No wonder then that Penedo is also Santa Claus’s official residence in Brazil; his house is one of the district’s main attractions for adults and children alike. Santa Claus is of course generally associated with colder regions of the Artic, “as if he could not enjoy the tropics,” as the Finns say. Here then the idea of building a summerhouse for Santa Claus originated; Penedo Village seemed a natural choice with its connection to Finland. The house is surrounded by charming two-storey homes of classic European architecture from the 17th and 18th centuries, registered by the National Historical Heritage. There are also handicraft stores, restaurants, cafés, and even a mini chocolate factory. Perched along the banks of the Sao Francisco River, Penedo further stands out thanks to its beautiful churches. Built during Brazil’s colonial period, these display enormous wooden altars with details in gold. Two of these must-see tourist attractions are Nossa Senhora dos Anjos (Our Lady of the Angels) and Nossa Senhora da Corrente (Our Lady of the Chain). The latter was built by a family of abolitionists in an attempt to hide fugitive slaves. The bravery of this gesture is underscored by the fact that André Furtado Mendonça, a member of the period’s colonial exploratory expedition in Brazil, decapitated the region’s fugitive black leader in 1965, a man named Zumbi dos Palmares.

Brazilian Finland

Like much of Brazil, Penedo also holds special interest for nature lovers. Its waterfalls are a major attraction; the greatest of these, Cachoeira de Deus (God’s Falls), are in Rio das Pedras and stand roughly 15 meters high. In addition to their beauty, the falls also provide tourists with a great natural pool for bathing. There is another attraction here known as Three Falls, a collection of three smaller waterfalls that form several natural swimming pools. Visitors have a number of hotel choices in this important river region. Another important natural attraction is Penedinho Peak. From its 2000-foot viewing point, one can see part of Itatiaia and practically all of Penedo. The Peak itself is located on private property belonging to Chocolate House, a traditional chocolate sales venue that has become a major tourist spot. To get to Penedinho Peak, one first typically arrives by car at the property’s outside gate. From here, roughly 1800 ft. must be traversed on foot along an uphill track. Other attractions include horseback riding, hiking, and mountain biking, the region’s main sports. For the tourist who seeks an in-depth look at the Finnish community in Penedo, the Dona Eva Finn Museum is a must. Here resides a collection of over a thousand objects from Finland including rugs made by Finn loom, old embroidered items, books, maps, and pictures from several of the Scandinavian country’s regions. During the day one can shop in the stores of Little Finland’s mini-mall, a smallscale reproduction of Finnish architecture. The classic Finn kitchen is present in Penedo’s cozy restaurants, and nightlife heats up during even the coldest nights.


E se mesmo depois de todo esse passeio o turista ainda quiser conhecer um pouco mais sobre a comunidade finlandesa em Penedo, não pode deixar de visitar o Museu Finlandês de Dona Eva. O local tem um acervo composto por mais de mil objetos trazidos da Finlândia como tapetes feitos de tear finlandês, bordados antigos, livros, mapas e gravuras de diversas regiões daquele país. De dia, comprinhas no comércio local, principalmente nas lojas da Pequena Finlândia, um minishopping que reproduz as construções finlandesas. A cozinha finlandesa está presente nos restaurantes acolhedores e, com todo o frio, a noite de Penedo é quentíssima nas boates e nos restaurantes.

PENEDO

tencente à Casa do Chocolate, um local tradicional de venda de doces que já virou ponto turístico da região. Para chegar até o Pico do Penedinho, o visitante pode ir de automóvel até o portão da propriedade. O restante do passeio - cerca de 560 metros - deve ser feito a pé em uma trilha que sobe o morro. Outra opção são as cavalgadas, caminhadas e mountain bike, esportes mais praticados na região.


A Arte Suave de Walter "Cascão" Walter Fontes Vital Jr., natural de João Pessoa, Paraí-

ba, é mais um brasileiro que se destaca no mundo esportivo do jiu-jitsu na América. Walter “Cascão”, como é conhecido, começou a treinar jiu-jitsu em 1992, a convite do amigo e professor Mário “Sukata”, de quem recebeu a tão sonhada e merecida faixa-preta no ano de 2003. Formado em Educação Física, “Cascão” se enveredou por outros esportes antes do jiu-jitsu. Fez parte da seleção paraibana de basquete, treinou judô, até se graduar faixa-marrom, se aventurou no tênis de mesa, skate e surfe. Mas foi nos tatames que Walter sempre se destacou. Ainda jovem, competindo nas faixas azul e roxa, Walter consagrou-se campeão paraibano e nordestino por anos. Quando ainda era faixa azul, começou a ministrar aulas na academia de seu professor até abrir sua própria academia, na cidade de João Pessoa. No ano de 2003, “Cascão” recebeu um convite dos representantes da Academia Conde Koma, no Japão, para dar seminários nas cidades de Oita, Beppu, Fukuoka e Tóquio, abrindo-lhe as portas para um mundo novo. Em três meses no Japão, ele teve a oportunidade de viver o jiu-jitsu na sua mais sublime filosofia. Em 2004, se aventurou em terras americanas ao aceitar o convite do professor e faixa-preta Amílcar “Mica” Cipili, para se tornar seu sócio e abrir sua segunda academia de jiu-jitsu em Las Vegas. Atual campeão Pan-americano, na categoria máster pesado, ele ainda acumula outros títulos, tais como: duas vezes campeão do Ultimate Combat Experience, em Utah, campeão do US Open, em Santa Cruz, CA, Grapplers Quest em Las Vegas, em 2005, e primeiro lugar no NAGA, em fevereiro deste ano, sua última conquista. Seu único vício é competir. “Quero formar campeões nos tatames e fora deles, com lições de superação e exemplo de integridade moral”. Walter é um apaixonado pelo que faz. Seus alunos são o seu maior motivo de orgulho e dentro do homem lutador, existem desejos de conquistas maiores e de amor ao esporte, que encara como filosofia de vida. Com garra e determinação, Walter está trilhando seu espaço, que dedica ao apoio do sócio e amigo “Mica”, que lhe abriu as portas das lutas na América. O time Mica & Cascão de Las Vegas vem conquistando o respeito e a confiança de todos, com participações vitoriosas em eventos nacionais.


Walter Cascão's Gentle Art Walter

Fontes Vital Junior, born in João Pessoa, Paraíba, is another Brazilian who stands out in the jiujitsu world here in America. Walter “Cascão”, as he is known, began jiu-jitsu training in 1992 on an invitation from friend and instructor Mario Sukata, the man from whom he ultimately received the coveted black belt in 2003. Holding a degree in Physical Education, “Cascão” ventured into other sports prior to jiu-jitsu. He was part of the basketball team from Paraíba, and achieved a brown belt in judo in addition to dabbling in table tennis, skating and surfing. But it was on the jiu-jitsu training mats that Walter eventually stood out. While still young, Walter became Paraíba State and northeastern regional champion while competing in the blue and purple belt categories. During this time he began teaching classes at his instructor’s academy, and eventually opened his own academy in the city of João Pessoa. In 2003, representatives from the Conde Koma Academy in Japan invited Cascão to give seminars in the cities of Oita, Beppu, Fukuoka and Tokyo. This opened doors to a whole new world; during his three months in Japan, Cascão experienced jiu-jitsu in its most sublime philosophical form.

Cascão ventured onto American soil in 2004 when he accepted a partnership offer from black belt Amílcar “Mica” Cipilli. The two have opened a second jiu-jitsu academy in the city of Las Vegas. The current Pan-American champion in the heavy master category, Cascão has earned a number of other American titles. In Utah, he is a two-time Ultimate Combat Experience champion; he won a US Open championship in Santa Cruz, CA; was Grapplers Quest champion in Las Vegas in 2005; and won first place in the NAGA (North American Grappling Association) in February this year. He is addicted to competition. “I want to train champions both on and off the training mats, with lessons of endurance and examples of moral integrity.” Walter loves what he does, and his students are a main source of pride. Inside this fighter rests a desire for greater achievement, in addition to great love for a sport that he considers a philosophy of life. With drive, determination, and the support of his friend and partner “Mica”, Walter is carving out his space in America. And after successful participation in numerous events, Team Mica & Cascão from Las Vegas is surely gaining everyone’s respect and trust.



BrazilExplore Magazine - Ed068