Issuu on Google+


54

38

SUMÁRIO BRAZILCOMZ MARÇO

NOZZA CAPA MULHERES

O mundo é delas.

Editorial POR JOÃO COMPASSO

50

10 Salve, Salve comunidade brasileira! Sempre fui fascinado por novos desafios, talvez seja porque vejo a vida como o maior deles. Frente a esse anseio, chego à revista brazilcomZ para cumprir uma tarefa dificílima, dar continuidade a um trabalho tão bonito, sincero e comprometido realizado a mais de quatro anos pela digníssima Suzy Castro. Espero que durante minha jornada eu possa representar a altura um trabalho e uma pessoa que sempre respeitei muito. Em meu “debut”, a Nozza Capa é dedicada à protagonista do mês de março: a mulher. Um ser que para mim, nunca será um clichê homenageá-la. Acompanharemos a história de algumas brasileiras espalhadas nos cinco continentes do mundo, em uma matéria exclusiva realizada por Marina Magalhães, que também estreia nas páginas da brazilcomZ. No Perzonalidade conheceremos um pouco mais da história do nosso Exmo. Ministro Cícero Martins Garcia, à frente do Consulado-Geral do Brasil em Madrid. As novidades continuam com a nova coluna do Dr. Samuel, que fala sobre relacionamentos e o seu novo livro. No Aconteceu Comigo, contaremos histórias que ocorreram com vocês, leitores. Por fim, Minha Casa, Minha Cara, estará dando dicas de como deixar a sua casa mais bonita e sua vida mais fácil com ideias simples. Espero que aproveitem a edição desse mês, tanto quanto eu. Até a próxima! Evoé. AbraZo brazilcomZ!

PERZONALIDADE MINISTRO CÍCERO MARTINS GARCIA NOS ABRE A PORTA DO CONSULADO

32

IN FOCO PINHEIRO ARAUCÁRIA EM EXTINÇÃO

56

60

22

BRAZILEIROCOMZ Kalanny, um brasileiro que faz a diferença.

18

NEWZ

70

BUXIXO BCZ

CURIOSIDADEZ

MINHA CASA, MINHA CARA Saiba como organizar seus potinhos de cozinha

4

BCZ

Brasil é tetracampeão em felicidade

28

ZAÚDE E BELEZA

80

AGENDA CULTURAL

Fukushima, 1 ano depois

Empresa de documentos usa domínio de internet de Espanha Fácil

IMIGRANTEZ ESPANHA FACIL REZPONDE

Como deixar sua pele hidratada.

Laura Pausini Madona


28 de Marzo: Elecciones a la Presidencia de la CCBE y Asamblea Anual de Socios El próximo día 28 de Marzo, y según el calendario electoral previsto tendrán lugar las Elecciones a la Presidencia de la Cámara de Comercio Brasil-España. Los asociados podrán votar personalmente o a través de la delegación de voto en la Casa do Brasil en Madrid (Av. Arco de la Victoria s/n) desde las 9 de la mañana hasta las 18 horas. Una vez constituido el Comité Electoral y finalizado el plazo de presentación de candidaturas, sólo se ha presentado una candidatura que cumple con los requisitos formales de estar avalada al menos por un 15% de los socios de la Cámara y cuyos miembros son asociados. Asimismo esta candidatura también ha presentado su Programa electoral. Coincidiendo con las elecciones se celebrará la Asamblea Anual de Socios (a las 18 horas en Primera convocatoria y a las 18 horas en Segunda convocatoria) en la que se presentará el Informe de Gestión del último ejercicio y las Cuentas Anuales de la entidad. Posteriormente, a las 19,30 horas la CCBE ofrecerá un Cocktail-Cena para todos los socios en las propias instalaciones de la Casa do Brasil.

Real Estate Investment World Brasil Del 14 a 16 de marzo tendrá lugar en São Paulo (Hotel Renaissance) este importante encuentro dónde los inversores institucionales, promotores, fondos de inversión y proveedores tendrán oportunidad de conocer las oportunidades en el mercado inmobiliario brasileño.

España recibirá 10.000 estudiantes brasileños Dentro del programa "Ciencia sin Fronteras" firmado entre el Ministerio de Educación, Cultura y Deporte de España y el Consejo Nacional de Desarrollo Científico y Tecnológico de Brasil (CNPQ). Se trata de un programa de becas para estudiantes brasileños en universidades extranjeras durante los próximos cuatro años en áreas técnicas y científicas. El objetivo es que a España viajen unos 10.000 estudiantes a hacer diversos tipos cursos de grado a doctorados, pasando por investigaciones en instituciones tanto públicas como privadas. El CNPQ lanzará la primera convocatoria en el mes de marzo para con ello permitir que los primeros estudiantes becados se incorporen al inicio del curso 2012-2013.

José Gasset encabeza una candidatura única José Gasset, director de Relaciones Internacionales de Iberdrola encabeza la única candidatura que se presentará a estas elecciones. Arropado por una Junta Directiva avalada ya por el 18% de los socios, presenta una propuesta orientada a ofrecer nuevos servicios a los asociados y hacer de nuestra Cámara un verdadero Club de Negocios. Su programa electoral para los próximos 3 años está a disposición en el Comité Electoral de la CCBE.

¡¡ Buen trabajo, Presidente !! Desde estas líneas tanto los miembros de la Junta Directiva de la CCBE como los propios socios, a través de los muchos mensajes recibidos, queremos felicitar a Tomás González por el magnífico trabajo realizado a lo largo de sus 5 años de gestión al frente de la Cámara. Siempre con un espíritu integrador se ha conseguido situar a nuestra institución como la referencia bilateral, con más de 360 asociados, apertura de delegaciones en 5 Comunidades Autónomas, más de 20 acuerdos de colaboración con entidades de Brasil y España e innumerables actividades, seminarios, foros y conferencias . Un trabajo bien hecho que sin duda pone el listón bien alto.


www.revistabcz.com

PROTOCOLO EN BRASIL

Brasil destino preferido de las empresas españolas

El Instituto Superior de Protocolo y Eventos ISPE acogerá el 23 de febrero una jornada (de 9,30 a 14 horas) dedicada a Brasil. Contará también con la participación de la CCBE y la intervención de Carlos Fuente, Director de Protocolo de la Fundación Príncipe de Asturias y Vicepresidente de la Asociación Española de Protocolo, para hablar del Protocolo en Brasil. Será en la sede de ISPE, calle Moscaletar 10-12 de Madrid.

Brasil sigue siendo el destino más atractivo para las empresas españolas, seguido de México, Colombia y Perú. Esta es una de las principales conclusiones del V Informe IE Business School “2012: Panorama de Inversión Española en Latinoamérica”. Para el 88% de las empresas españolas encuestadas, Brasil es el mercado más atractivo de Latinoamérica y casi la totalidad piensa que los grandes encuentros deportivos que se van a celebrar supondrán un acicate para su expansión. También un 73% piensa que no hay signos de un recalentamiento de la economía brasileña y que el país seguirá creciendo en los próximos años, aunque eso sí, de manera más suave (según el 96%).

NUEVOS ASOCIADOS A LA CÁMARA El último estudio publicado por PWC “Capital Markets in 2025” destaca a la Bolsa brasileña como uno de los principales destinos de operaciones de apertura de capital de empresas extranjeras del mundo, a pesar de que se espera que siga a una distancia respetable de las principales plazas asiáticas y de las “clásicas” de Nueva York y Londres. Incluso en un annus horribilis para las bolsas financieras mundiales como el 2011, la de São Paulo tuvo un desempeño bastante respetable. La mayoría de los miembros de la World Federation of Exchanges, que incluye las 54 principales bolsas de acciones y derivados del mundo, sufrieron un retroceso en términos de su capitalización bursátil, con una caída en media para las bolsas de acciones del 13,6% del valor de mercado medido en dólares. En ese contexto, BM&F Bovespa tuvo un desempeño en la línea del resto de mercados, con una caída del 20,5% de su valor en dólares, aunque “sólo” del 10,7% en Reales Brasileños. Es decir, en realidad la mitad de la caída del valor de mercado se debió al retroceso del valor del Real frente al dólar. Mirando de cerca los indicadores publicados por el mercado, el volumen financiero negociado en el segmento Bovespa fue ligeramente superior al del 2011, tanto en el caso del total del año como en el de la media diaria. En el segmento de Mercancías y Futuros (BM&F), los números fueron bastante buenos, con un avance en el volumen negociado superior al 9% en el caso del total y de casi un 8% en el de la media diaria con relación al 2011.

CREA EMPRESA-AVANZA BRASIL El despacho jurídico-tributario Lex y Tributos C&S Asociados (www. lexytributos.com) ha creado el servicio “Crea Empresa-Avanza Brasil (All in One) dirigido a la constitución de sociedades en el territorio brasileño en colaboración con despachos de Río de Janeiro y São Paulo. Jerónimo Callejo, socio de la firma señala que es “un servicio que busca facilitar la constitución de filiales en Brasil de empresas españolas y economizar recursos, tiempo, desplazamientos y otra serie de contratiempos”. La constitución de sociedades contempla desde la parte española definir el planning operativo, la preparación de los actos societarios necesarios en España para constituir la filial, los poderes al representante brasileño, el contrato social de constitución y la legalización de escrituras. Y a la hora de firmar el contrato de servicios con el despacho de Brasil, desde la reserva de denominación social, gestión de la traducción Jurada, revisión de toda la documentación, gestión del contrato social y la gestión de todos los registros para la implantación de la sociedad. Y el gran diferencial de Lex y Tributos a través de este servicio “supone hacerlo a un precio cerrado, excepción de pequeñas variaciones en los gastos operativos y, sin la necesidad de que el cliente tenga que desplazarse, siempre y cuando otorguen un poder de representación a un residente en Brasil”. + info: (+34) 91.441.31.89 administracion@lexytributos.com .

.


Staff EDITOR João Compasso editor@revistabrazilcomz.com REDAÇÃO Mariana Dornelles Érica Chaves Bianca Alencar Marina Magalhães DESIGNER designer@revistabrazilcomz.com WEBSITE www.revistabcz.com LOGÍSTICA editor@revistabrazilcomz.com COLABORADORES Dr. Armando Garcia Jr. Arthurius Maximus Márcio Seriqueti Júlio Fonseca Pr. Fábio Diniz Pinto Dr. Samuel Couto Cabral Anlene Gomes de Souza Adrián Rodríguez REVISÃO DO CONTEÚDO EDITORIAL Dr. Rodrigo Vaz Gomes Bastos PUBLICIDADE comercialmadrid@revistabrazilcomz.com CONTATO DA REDAÇÃO editor@revistabrazilcomz.com A revista brazilcomZ não se solidariza, necessariamente, com a opinião de seus colaboradores. A revista brazilcomZ não se responsabiliza pelo conteúdo exposto por seus anunciantes e se reserva o direito de admissão de anúncios. A revista brazilcomZ não se responsabiliza pelo cancelamento de qualquer tipo de shows ou eventos anunciados na seção “Agenda Cultural”e em anúncios, bem como por falsas informações sobre os mesmos. Todas as publicidades aqui expostas não podem ser utilizadas, reproduzidas por qualquer sistema, forma ou meio, sem autorização prévia e por escrito do diretor. Edita 14BIS TIRAGEM: 15.000 Exemplares Depósito Legal M-13588-2009

Visite nossos:

8

BCZ


PERZONALIDADE

CÍCERO MARTINS GARCIA Ministro do Consulado Geral do Brasil em Madri Da Redação. Fotos: Backhaus.

Filho de professores secundários da rede pública (seu pai lecionava português e sua mãe francês), o diplomata Cícero Martins Garcia nasceu em Pinhal, no estado de São Paulo. Aos oito anos mudou-se para a capital, onde estudou a maior parte do tempo na rede pública e ingressou na Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, onde se formou. Ao considerar as opções abertas para sua vida profissional (advocacia ou concursos para juiz, promotor etc.), leu na imprensa sobre a abertura de concurso para a carreira diplomática, interessou-se pelo assunto e começou a se preparar, sobretudo em inglês e francês, e dois anos depois ingressou no Instituto Rio Branco, vinculado ao Itamaraty, onde se formam os diplomatas brasileiros. Logo no início da carreira serviu em dois países africanos, Cabo Verde e Quênia. Esteve depois, sem contar os vários períodos em que serviu na sede do Ministério em Brasília, na Missão junto a Organismos Internacionais em Viena, Embaixada em Londres, Consulado-Geral em Toronto, Embaixada em Bruxelas, Consulado-Geral em Londres e, atualmente, no

“...os britânicos eram bem mais flexíveis que os espanhóis no que diz respeito à aceitação de atestados de antecedentes criminais”

Consulado-Geral em Madri. Ocupou os cargos de Terceiro, Segundo e Primeiro Secretário, Conselheiro e, atualmente, Ministro.

10 BCZ


www.revistabcz.com

BCZ - Conhecendo sua longa trajetória Diplomática, por que Madri? R- Durante toda a minha carreira sempre tive vontade de, algum dia, servir em Madri. Uma vez conversei sobre isso com o ex-Cônsul-Geral, Embaixador Eduardo Seixas. Durante sua gestão em Madri, os dois assessores diplomáticos de que dispunha terminaram os respectivos tempos aqui e foram removidos, sem que ninguém tivesse vindo para o lugar deles. Ele então se lembrou de nossa conversa e me perguntou se eu ainda tinha interesse. Como eu já havia cumprido três anos em Londres, achei que seria uma ótima oportunidade. Falamos com o Cônsul-Geral em Londres e com as autoridades da administração de pessoal em Brasília, e a remoção se efetivou. BCZ - Antes de vir a Madri o Sr. trabalhou no consulado do Brasil em Londres. Existem muitas diferenças entre os dois Consulados?

“O que gera atividade consular não é uma população estável, ainda que numerosa, mas sim uma população cambiante”

energia. Mas agora essa etapa já foi superada. Outras diferenças importantes residem não no serviço consular em si, mas sim na forma de atuar dos diferentes governos e dos usos e costumes locais. Por exemplo, os britânicos eram bem mais flexíveis que os espanhóis no que diz respeito à aceitação de atestados de antecedentes criminais. Há outras diferenças interessantes: em Londres, havia muito mais procurações que aqui, enquanto que em Madri há muita demanda por declarações devido a exigências da burocracia espanhola, demanda essa que não existia no Reino Unido.

retornando não diminui o trabalho consular, muito pelo contrário. Por outro lado, ainda que não tenhamos lotação suficiente de pessoal, já não é o caos de alguns anos atrás. Houve recentemente um concurso para a contratação de quatro funcionários, que permitiu-nos prestar pelo menos um atendimento decente. Houve também, nos três últimos meses do ano passado, uma força-tarefa com um funcionário vindo de Brasília e três contratados locais temporários que permitiu reduzir a fila de seis meses que havia para conseguir obter um passaporte. Estamos agora tentando manter o tempo de espera por serviços consulares o mínimo possível. É sempre uma equação entre a quantidade de pedidos e a capacidade de processamento, que depende do número de funcionários. O cidadão brasileiro pode estar seguro de que fazemos todo o esforço possível para que o atendimento seja rápido e de qualidade.

Em matéria de pessoal, o Consulado em Londres está mais bem equipado, o que permite atender ao público com maior celeridade.

BCZ - Qual é o balanço dos dois anos que o Sr. esteve como Cônsul-Geral adjunto do Consulado do Brasil em Madri?

R- Uma diferença básica é que o Consulado em Londres existe há muito tempo, e por isso estava consolidado. O Consulado em Madri foi criado há pouco tempo, e teve que enfrentar as dificuldades de um posto novo. Além da parte visível ao público, que são os serviços consulares propriamente ditos, existe toda uma parte de administração interna, com as comunicações, a contabilidade, etc. Tudo isso demanda funcionários. Quando o serviço consular é parte da Embaixada esses serviços internos são comuns; mas, ao tornar-se

R – O balanço geral é no sentido de que o volume de trabalho está crescendo. Talvez isso se deva à grande movimentação da comunidade brasileira. O que gera atividade consular não é uma população estável, ainda que numerosa, mas sim uma população cambiante. Quem viaja precisa de passaporte, aí a família se lembra de que para fazer o passaporte da criança deve antes registrá-la. A movimentação BrasilEspanha e vice-versa também gera movimentos financeiros, daí

independente, o Consulado tem que se organizar também nesse aspecto, o que demanda tempo e

a necessidade de procurações para amigos; e assim por diante. O fato de que alguns brasileiros estão

BCZ - O Consulado está sempre realizando mudanças para conseguir o melhor atendimento ao cidadão brasileiro, uma delas é que atualmente voltou a efetuar matrimônios em suas dependências. Como a comunidade brasileira reagiu à volta deste serviço? R – O processo mais simples e

comum continua a ser a transcrição dos registros de casamentos realizados na Espanha. A realização de casamentos no Consulado esteve suspensa por um longo período devido à escassez de pessoal, uma vez que é um processo muito longo e trabalhoso. Com efeito, há necessidade da apresentação do requerimento feito pelos noivos com todos os documentos exigidos pelo Código Civil e pela Lei de Registros Públicos vigentes. Depois de feito o requerimento, deve-se cumprir as seguintes etapas: 1º) Lavratura de Edital: afixação do mesmo em lugar visível do Consulado; 2º) Publicação do Edital na imprensa; 3º) Quinze dias após a afixação e publicação do edital, e não havendo impedimento declarado, a autoridade consular despachará a habilitação dos pretendentes para o matrimônio; 4º) Apresentação da petição pelos pretendentes, marcando data e hora para a celebração do casamento; 5º) Despacho da autoridade consular aprovando a data marcada e determinando a imediata afixação dos proclamas do casamento em lugar visível do Consulado. Só depois das etapas anteriores, o casamento poderá ser realizado no Consulado na data previamente fixada. A reação da comunidade brasileira à retomada desse serviço tem sido muito positiva. De fato, nos últimos meses houve um incremento considerável no número de consultas realizadas por

“Em 2011, concedemos 350 vistos permanentes, 713 de trabalho e 81 de estudante” 11

BCZ


PERZONALIDADE cidadãos brasileiros via e-mail e também no balcão mostrando um interesse especial em contrair matrimônio dentro da repartição consular. Tal interesse vê-se confirmado com dois casamentos que serão realizados ao longo do mês de março, cujos editais foram publicados na última edição da BrazilcomZ. Aproveito a oportunidade para lembrar que, de acordo com o nosso Manual de Serviço Consular e Jurídico, o casamento a ser celebrado no Consulado só é possível quando ambos os nubentes são cidadãos brasileiros. A informação foi recentemente atualizada no nosso site (http:// consuladobrasil.es/casamento-no-consulado/) com o objetivo de que os interessados possam tirar todas as dúvidas antes de apresentar o requerimento. BCZ - Sabemos que o Consulado do Brasil em Portugal realiza o serviço de emissão de certificados de penais para os brasileiros residentes neste país. Existe previsão de ampliação deste serviço no Consulado do Brasil em Madri? R – O certificado de penais pela Internet foi lançado pela Polícia Federal quando eu estava no Consulado em Londres. Lembro-me bem, pois se criou um problema com a não aceitação desse certificado pelos britânicos. Foi então que tivemos a idéia de legalizar esses certificados no Consulado, que passou então a ser aceito localmente. Em Madri, foi tentada solução semelhante, mas as autoridades espanholas não aceitaram. Agora aceitam o atestado via Internet, mas tem que ser emitido no Brasil e legalizado pelo Itamaraty, pelo Consulado da Espanha no Brasil e depois vir à Espanha e ser legalizado pelo MAEC. Segundo me informou meu colega que está no Consulado do Brasil no Porto, é adotado em Portugal procedimento semelhante ao que comentei em relação ao Reino Unido, ou seja, o próprio Consulado emite o certificado, mas isso só é possível em virtude de acordo bilateral entre o Brasil e Portugal. No caso da Espanha, tal acordo

não existe, motivo pelo qual não é possível ao Consulado emitir esse tipo de certificado. BCZ - Quais são os serviços atualmente mais demandados pelos brasileiros residentes na Espanha? R – Em números absolutos, o serviço mais demandado é o de legalizações, pois foram legalizados mais de 20 mil documentos em 2011, e mais de 3 mil nos dois primeiros meses de 2012. Mas o que dá mais trabalho são os passaportes, que é um processo mais complexo e lento. Em 2011, foram feitos 9.501 passaportes e 1.481 ARBs (autorizações de retorno ao Brasil), e 1438 passaportes e 200 ARBs em janeiro e fevereiro de 2012. Outros serviços demandados são declarações (estado civil, residência, vida etc.), cerca de 3 mil em 2011 e 700 em jan/fev 2012; procurações: 1.906 em 2011 e 210 em jan/ fev de 2012 e registro civil: 1.234 nascimentos, 396 casamentos (transcrição de casamentos realizados fora do Consulado) e 19 óbitos em 2011, e 183 nascimentos, 67 casamentos e 2 óbitos nos dois primeiros meses de 2012. BCZ - Com a notícia midiática de que o Brasil tem muitos empregos e a economia está aquecida, temos visto uma grande quantidade de espanhóis com interesse de emigrar ao Brasil. Como o Consulado tem administrado essa nova realidade? R – Os pedidos de visto para o Brasil têm aumentado, não apenas os permanentes (para imigrantes), mas também os de trabalho temporário, estudo e outros. Isso é fruto da intensificação das relações entre os dois países em todos os sentidos. Entretanto, a legislação brasileira continua a mesma, e cada pedido de visto deve ser examinado individualmente para ver se o pleiteante cumpre com os requisitos necessários. Todos os vistos relacionados a trabalho no Brasil, seja permanente ou temporário, devem ser aprovados pelo Ministério do Trabalho. Em 2011, concedemos 350 vistos permanentes, 713 de trabalho e 81 de estudante; em janeiro e fevereiro de

2012, 61 permanentes e 155 de trabalho; ainda não chegou a época dos vistos de estudante, que são normalmente solicitados imediatamente antes do início do ano letivo. BCZ - Segundo o comunicado do Ministério das Relações Exteriores, a partir do dia 02 de abril deste ano, o Brasil agirá com mais vigor no tratamento aos espanhóis que desejem ir de turismo ao Brasil, fazendo valer a Lei da reciprocidade. O que o Sr. opina da aplicação desta medida? R – A reciprocidade é uma política que a diplomacia brasileira sempre aplicou. Se um país exige visto do brasileiro, o Brasil exigirá visto do nacional desse país. Os EUA são o exemplo mais conhecido. Por um tempo, a França resolveu exigir visto dos brasileiros, e o Brasil, imediatamente, aplicou a reciprocidade exigindo visto dos franceses; depois a França desistiu e o Brasil também. Nada mais natural, portanto, que se a Espanha exige dos viajantes brasileiros certos requisitos para que possa ingressar em território espanhol, o Brasil faça o mesmo com os espanhóis que desejem ingressar no Brasil. BCZ - Existem rumores de que o Consulado Geral do Brasil em Madri mudará sua sede em breve. Quais são as melhorias almejadas pelo Consulado com essa mudança? R – Não existe nada de concreto sobre a eventual mudança, mesmo porque as restrições orçamentárias não a permitem. BCZ - Quais são os projetos que o Ministro Cícero pretende implementar no Consulado do Brasil nesse ano de 2012? R – Eu não tenho nenhum projeto pessoal. Sigo a orientação do Cônsul-Geral, Embaixador João Almino, que por sua vez segue as instruções de Brasília. Mas, como não poderia deixar de ser, nosso projeto é prestar ao cidadão brasileiro aqui residente um serviço cada vez de melhor qualidade.

.

“Nada mais natural, portanto, que se a Espanha exige dos viajantes brasileiros certos requisitos para que possa ingressar em território espanhol, o Brasil faça o mesmo com os espanhóis que desejem ingressar no Brasil.” 12

BCZ


s e z a Fr s

Promoção BCZ A revista BCZ levou o Bruno Roberto, que mora em Toledo, para o show do Michel Teló no dia 02 de março. O sorteio foi realizado através da página da Revista BCZ no facebook. Fiquem atentos leitores para serem os próximos a ganharem super prêmios com a BCZ!

“A história da mulher é a história da pior tirania que o mundo conheceu: a tirania do mais fraco sobre o mais forte.” Oscar Wilde

“Uma mulher bonita não é aquela de quem se elogiam as pernas ou os braços, mas aquela cuja inteira aparência é de tal beleza que não deixa possibilidades para admirar as partes isoladas.” Sêneca

“Não se nasce mulher: torna-se.” Simone de Beauvoir

“A mulher mais idiota pode dominar um sábio. Mas é preciso uma mulher extremamente sábia para dominar um idiota.” Rudyard Kipling

“O coração da mulher, como muitos instrumentos depende de quem o toca.” Saint Prosper Bruno Roberto recebendo o seu prêmio.

s


´ ENTERATE Julio Fonseca Asesor Cultural

Parece que el termómetro ya empieza a subir, aunque un poco tímido de momento, pero me parece que marzo "promete" con todo lo que está cayendo por España y Europa, en general. Los cambios en las leyes laborales, despidos improcedentes, recortes en los salarios y un sinfín de cambios. Ni que digamos fatal para los curritos de a pie... pero es lo que hay... en una palabra: ¡indignante!

FLAN DE MANGA

Lo mejor es tomarlo con filosofía, ¡reinventarse o morir!

A temperatura vai aumentando e as frutas tropicais começam a surgir com mais força. Essa sobremesa é uma ótima e exótica pedida para ser servida a convidados, ou mesmo para desfrutar com a família. Ingredientes: Flan: 1 manga grande cortada em cubos 1/2 lata de leite condensado 1 copo de iogurte natural (170 g) 1 envelope de gelatina em pó sem sabor (12 g) hidratada com 1/2 xícara de chá de água fria e levada ao micro-ondas por 20 segundos

Calda: 1 manga pequena cortada em cubinhos 1/2 xícara de chá de água 3 colheres de sopa de açúcar 1 colher de chá de amido de milho Raspas da casca de limão a gosto

Modo de preparo: Bater no liquidificador os ingredientes do flan; Colocar em uma forma untada levemente com óleo; Levar para gelar de um dia para o outro.

.

Calda: Levar os ingredientes ao fogo e deixar cozinhar por 10 minutos aproximadamente. Desenformar o flan e servir com a calda gelada

Por mi parte, aunque desgraciadamente no pueda solucionar el panorama nacional, por lo menos, ayudar a que los momentos de ocio sean muy placenteros y, si posible, ¡gratis! Éstas son las BCZ-propuestaZ de marzo: 1º) Totalmente remodelada, la nueva casa de Velázquez en la Ciudad Universitaria, abierta al público ¡gratis! 2º) Dentro de poco podremos visitar el Palacio de Liria - calle Princesa, residencia de la Duquesa de Alba, y disfrutar la colección privada de cuadros y obras de arte, merece la pena.... las visitas serán guiadas y gestionadas por el Ayuntamiento de Madrid. 3º) Más de 290 cursos gratis (subvencionados por el INEM) - sin pagar, ¡apuntaros! 4º) Mercadillo de minerales y visita a la mina - cada primer domingo del mes.- ¿Sabías que en pleno Madrid hay una mina? descúbrela junto al mercadillo de minerales, un escenario magnífico y una buena oportunidad para adquirir minerales, fósiles, conchas y otros artículos similares de colección, decoración y docencia. Además de descender a la mina creada en 1967 con fines docentes, con pozo de agua y túnel de 50 metros, podrás conocer las colecciones de fósiles, osos cavernarios, piezas arqueológicas y la biblioteca histórica.- Escuela Técnica Superior de Ingenieros de Minas ETSI Minas (C/ Ríos Rosas, 21. metro: Ríos Rosas L1) - horario: de 10:00 a 14:00. Agosto cerrado - ¡gratis! 5º) www.ociolibre.com/cine - ¡Teatro y cine por 1€! ¡Esto sí es un chollo! 6º) Para l@s fútboler@s, las visitas a las instalaciones del Real Madrid - Pº de la Castellana. Es un buen programa para el finde, ¡los grupos tienen precios especiales! ¡Enteraos! 7º) Aún podemos aprovechar prendas de invierno e incluso de primavera-verano con un 70 % de descuento en los outlets de Lefts + Mango + Sfera... además para los amantes del estilo retro y vintage, hay un montón de tiendas nuevas por todo Madrid... ya sabemos que ¡a mal tiempo buena cara!

.

¡SaludoZ y un marzo entrañable!


NEWZ UNIDOS DA TIJUCA É CAMPEÃ DO CARNAVAL CARIOCA DE 2012 Utilizando como tema a celebração do centenário do Mestre Luiz Gonzaga, a escola da Zona Norte do Rio de Janeiro conquistou pela terceira vez em sua história o carnaval do Grupo Especial. O carnavalesco Paulo Barros, conhecido por trazer inovação à passarela, foi o responsável pelo enredo. Ele surpreendeu a todos com a comissão de frente dando vida as sanfonas do Rei do Baião nas acrobacias de um ginasta Romeno. A disputa na Sapucaí foi acirrada e a Agremiação Salgueiro ficou em segundo lugar, também utilizando temas nordestinos, no seu caso, a literatura de cordel. A Unidos da Tijuca desfilou no Domingo e marcou ainda a estreia da Rainha Gracyanne Barbosa. A família de Gonzagão estava presente na figura de sua única filha, Rosinha e de Daniel Gonzaga que é

filho de Gonzaguinha. Porto da Pedra e Renascer de Jacarepaguá foram as escolas rebaixadas para o Grupo de Acesso A. Já o Carnaval Paulista foi marcado por uma série de polêmicas. Quem levou a melhor foi a Mocidade Alegre, em segundo lugar com uma diferença de 0,2 pontos, a Rosas de Ouro, que segundo a Presidente, Angelina Basílio, é a verdadeira Campeã do carnaval de 2012. Durante a apuração dos votos houve confusão e alguns foram detidos. Tudo começou quando o representante da Império da Casa Verde invadiu o local de apuração dos votos e rasgou os envelopes antes mesmo de serem abertos. Logo depois do ocorrido, sucederam uma série de atos de vandalismo na região da Zona Norte de São Paulo.

TEMPESTADE SOLAR PREOCUPA Os efeitos causados por uma tempestade solar podem ser desde uma mudança de rota de vôo, por parte das companhias aéreas, até interrupção de energia elétrica ou mesmo danificar equipamentos elétricos. Os cientistas da NASA alertaram que a tempestade geomagnética ocorrida neste mês de março é a mais forte dos últimos cinco anos e

BRASIL MAIS FIRME COM TURISTAS ESPANHÓIS

que o seu nível já aumentou de G1 para G3, em uma escala que vai até G5. O fenômeno não atinge seres humanos ou a natureza, mas pode afetar o funcionamento de GPS e satélites. Em contrapartida, a tempestade solar produz um efeito transcendental no céu chamado de Aurora Boreal, um espetáculo único e cheio de cores.

FUKUSHIMA, 1 ANO DEPOIS Após 1 ano do incidente que arrasou Fukushima decorrente de um Tsunami e um terremoto submarino de escala 9, onde se contabilizou mais de 35.000 mortos e 340.000 refugiados, a cidade Japonesa ainda não é um lugar seguro. Segundo relatos, os peritos não conseguiram medir com precisão os riscos do reator. Dentre os 3.600 operários que trabalham na usina todos os dias, 167 pessoas já não podem seguir porque a exposição à radiação superou

O ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, informou que representantes do Brasil e da Espanha vão se reunir em Abril para discutir a crise aberta entre os dois países com respeito à deportação de brasileiros na Espanha e espanhóis no Brasil. Essa reunião foi anunciada depois que o Brasil começou a executar o princípio da Lei da reciprocidade, solicitando as mesmas exigências que a Espanha no controle de imigração. A consequência desse ato é que o número de deportações de estrangeiros nos aeroportos brasileiros aumentou consideravelmente. O problema de imigração dos dois países é antigo. Porém agora, com um novo cenário mundial, onde o Brasil figura em uma ponta como um país emergente, cheio de oportunidades, e a Espanha na outra ponta, um país mergulhado na crise.

os 100 Sv. A previsão para a limpeza total da planta nuclear não é imediatista, de acordo com os técnicos poderá demorar por volta de 40 anos.

18

BCZ


www.revistabcz.com

MICHEL TELÓ ROUBADO EM MURCIA

A tão esperada turnê de Michel Teló pela Europa não foi só flores. O apartamento em que ele estava instalado em Murcia foi alvo de um assalto. Segundo informações, uma pessoa se apresentou na recepção do Hotel Conde

PRÍNCIPE NO BRASIL É fato, o Brasil está de moda. O mais novo visitante foi o Príncipe Harry, terceiro na linha de sucessão ao trono britânico. Ele esteve pela primeira vez no Brasil com o objetivo de lançar a campanha Great, que procurar atrair investidores para os Jogos Olímpicos de 2012, em Londres. O príncipe, que ficou três dias no Brasil, visitou o complexo do Alemão, jogou críquete, conheceu uma ONG, assistiu a um coral infantil e ainda teve tempo para perguntar ao comandante da Força de Pacificação do Alemão, Tomás Paiva, sobre as táticas de ocupação usadas pelo exército, uma vez que Harry é capitão do Exército do seu país.

de Floridablanca, e se identificou como um dos integrantes da banda. Pediu as chaves e entrou no quarto de Teló, onde furtou alguns pertences do cantor. O hotel não quis se pronunciar sobre o ocorrido.

KONY 2012 Há pouco tempo foi vinculado na internet um vídeo que em alguns dias já havia mais de 39 milhões de acessos no youtube, e consequentemente milhares de “militantes” a causa exposta. O vídeo em questão fala sobre as atrocidades cometidas pelo líder do grupo rebelde

rebeldes, aos que se recusem a servir, são executados. O perfil sangrento de Kony não é discutido, com mais de 33 acusações internacionais, das quais 12 são crimes contra a humanidade (assassinatos, estupros, escravidão) e 21 crimes de guerra, não há dúvida de que se trata de um

“Lords Resistance Army”, o ugandense Joseph Kony. O vídeo é uma denúncia feita pela ONG Invisible Children, que acusa Kony de usar crianças no exército dos

sanguinário. Porém, a ONG foi alvo de críticas, sendo acusada de que seu objetivo vai, além da denúncia, fazer pressão para uma possível ação militar norte-americana.

CAI “EL PADRINO” DO FUTEBOL BRASILEIRO, RICARDO TEIXEIRA Depois de 23 anos diante da CBF, Ricardo Teixeira sucumbe a pressão pública e as acusações de irregularidades e abandona o cenário do futebol brasileiro. A era Teixeira foi um período vitorioso, com dois títulos mundiais (1994 e 2002), um vice (1998), 4 Copas América (1989, 1997, 2003, 2007) e títulos na divisão de base. Porém, também foi marcada pelas constantes acusações de irregularidades, enfrentando investigações

19

BCZ

como a CPI da CBF-NIKE, onde foi acusado por 13 crimes diferentes (lavagem de dinheiro, evasão de divisas etc.) e absolvido pela Justiça. O “Manda-chuva” criou muitas inimizades, durante essas duas décadas, que comemoram o seu afastamento da CBF. O Romário foi um deles, que não perdeu a oportunidade para fazer uma declaração após o pronunciamento do Teixeira: “Exterminamos um Câncer”.

.


Arthirius Maximus Jornalista e bloguero

80 ANOS DE VOTO FEMININO E O BRASIL PRECISA DEMAIS DAS MULHERES. Pois é. Este ano as mulheres comemoram os oitenta anos da conquista do direito ao voto. Infelizmente, para nosso país, essa histórica conquista ainda não significou uma presença maciça das mulheres na vida política nacional. Mesmo que uma grande parte das mulheres que se aventuraram na carreira política não representa o que há de melhor em nossa população feminina, atirando lama na aura de sensibilidade e honestidade tradicionalmente emanadas pelas mulheres e se envolvendo nas mesmas falcatruas e desvios que os homens; ainda há muita gente boa e honesta no universo das mulheres brasileiras que poderia se lançar na carreira política e levar nosso país para um patamar de maior qualidade em sua vida pública. Mesmo achando que o jogo sujo reinante e a total alienação da maioria da população sejam as grandes molas propulsoras desse desânimo feminino em participar da política nacional, acabo

me convencendo que se elas desistirem de vez a coisa vai piorar ainda mais. A chegada de Dilma ao cargo de Presidente da República foi um marco histórico que alavancou o orgulho e a vontade de participação das mulheres. Mesmo diante de um governo sem brilho e mergulhado em profundas denúncias de corrupção, desvios, ineficiências e subserviência excessiva a correntes partidárias, Dilma representa a materialização de um sonho antigo das mulheres brasileiras e a afirmação de que é possível galgar os postos mais altos da política nacional. O próximo passo na luta das mulheres pela expressão total de seu potencial político é firmar posição para assegurar todos os meios possíveis, visando diminuir as desigualdades de oportunidades para o pleno exercício de suas aspirações no cenário político nacional.

Buscar formas de garantir amplo acesso à educação, informação, financiamento para campanhas e – principalmente - assegurar que os partidos políticos não impeçam a presença delas nem imponham barreiras de qualquer natureza aos seus anseios. Uma legislação bem elaborada e sem brechas; medidas de fácil implementação e execução, além da disseminação de informações relevantes para capacitar as mulheres para cobrar localmente o seu quinhão do espaço político partidário (inclusive com a formação de lideranças comunitárias que possam atuar de forma decisiva nos locais em que vivem); trazendo para a vida daqueles que as rodeiam melhores chances de prosperar e de ter uma existência plena de oportunidades. O importante é compreender que muito mais do que comemorar esses oitenta anos de uma conquista fundamental, é necessário lutar ainda mais para garantir um futuro mais promissor e com mais oportunidades.

.

Pense nisso!

O próximo passo na luta das mulheres pela expressão total de seu potencial político é firmar posição para assegurar todos os meios possíveis, visando diminuir as desigualdades de oportunidades para o pleno exercício de suas aspirações no cenário político nacional.

20 BCZ


MINHA CA SA, MINHA CARA DIY: Renovando seus potinhos de mantimentos! Para estrear a matéria “Minha casa, minha cara”, escolhemos um tema que vai agradar a todos: “Do it yourself”, DIY, que em português significa

Optamos por um tema funcional, que com certeza vai te ajudar muito no dia-a-dia, na hora de organizar os mantimentos básicos da cozinha. E para começar onde estão aqueles potinhos de vidro antigos, que você não usa mais? Chegou a

“faça você mesmo”.

hora de reaproveitá-los!

Nossa ideia de hoje é usar tinta de quadro negro, sobre esses recipientes, para poder escrever os nomes dos alimentos e assim deixar a cozinha um pouco mais organizada. Gostou? Então mão na massa:

negro ta de quadro comprar: tin a is ec ra de pr e tu O qu ama “Pin panha se ch nhol, pa es m (aqui na Es primação (e im de ta tin ura ; pizarra”) linho de pint imación”); ro pr im de ra “pintu ro negro. e giz de quad

Escolha potinhos de vidro de sua preferência (antigos, novos, grandes, pequenos... você escolhe!)

Passo 02: quando a im primação já estiver sec a, aplique sobre ela a tin ta de quadro negro. No nosso caso, como queríamos um aspect o mais rústico/natural, optou-se por não usa r a fita crepe. Se qui ser um resultado ma is “comportadinho” use a fita para demarcar o espaço.

a tinta otinho bre o p o seque s e la u que e 1: apliq 0 e o ix s e s d a P e rimação de imp te n e m completa

22

BCZ


Passo 03: Qu ando a pintur a estiver bem sequinha, é só caprichar na let ra e começar a escrever com gi z!

Gasto total aproximado: 35,75 euros (isso dará para fazer muitos potinhos e ainda aproveitar a tinta para elaborar outras idéias)

E aí, gostou da matéria? Esperamos que sim! Para mais ideias ou dúvidas, é só entrar em contato com a gente! Beijos e até a próxima!

.

Michelle, Vitória, Melissa

Michelle Vasconcelos - Arquiteta e Urbanista especialista em Instalações efêmeras e Desenho de Interiores Vitória Vaz - Arquiteta e Urbanista especialista em Arquitetura Bioclimática Melissa Dupont - Arquiteta e Urbanista especialista em Desenho de Interiores, Vitrinismo e Interior Styling


Pequenoz Anlene Gomes de Souza Arquiteta e Urbanista (UFES), Mestre em História Social da Cultura (PUC-Rio). Doutoranda em História Moderna (UAM).

Bem-vind@! Aqui vamos abordar o bilinguismo e dar dicas às famílias brasileiras sobre como incentivar o interesse infantil pela língua portuguesa e pela cultura brasileira. A língua portuguesa está presente na vida de mais de 200 milhões de pessoas no mundo, e é a oitava mais falada do planeta. A cada dia cresce o número de estrangeiros interessados em conhecer o Brasil e aprender o nosso idioma. O português brasileiro é considerado um dos idiomas com mais possibilidades no futuro. Atualmente, milhares de pessoas estudam a nossa língua na Espanha e este número está aumentando. Há motivos de sobra para esse interesse. O Brasil ganhou protagonismo nos últimos anos. Somos a sexta economia mundial e um dos grandes líderes da atualidade. Neste contexto, o português brasileiro tem papel fundamental como instrumento estratégico para dar visibilidade ao país. Também cabe a nós, cidadãos brasileiros no exterior, contribuirmos para que nossa língua seja mais conhecida e respeitada fora do Brasil. E aqui chegamos ao tema desta coluna. Sabemos que muitas famílias brasileiras valorizam a língua portuguesa na hora de educar seus filhos. Foi pensando nestas crianças e naquelas que não têm esta mesma sorte que criamos o Projeto Brincar-es. Trata-se de um projeto sem fins lucrativos e voluntário, desenvolvido pela AVA (Asociación Sociocultural de Mujeres Hispano Brasileñas Verdeamareliña). Seu objetivo é preservar os laços com a língua portuguesa e despertar o interesse por nossa cultura. Desde 2008 realizamos encontros em Madri, com atividades em português, para que crianças e famílias possam interagir, fortalecendo os vínculos de amizade e de comunidade. Também celebramos datas comemorativas e festas populares brasileiras.

entre duas culturas. É fácil encontrar um momento ao dia para falar apenas em português. Podemos usar a imaginação e despertar a curiosidade pelo Brasil por meio de brincadeiras, histórias, gastronomia, músicas, livros, desenhos etc. Finalmente, vale lembrar que não se trata apenas de aprender outro idioma além do espanhol, mas sim de aprender a amar a língua que fala diretamente ao coração das crianças.

.

Fotos: Projeto Brincar-es Em quatro anos de existência plantamos várias sementes. Graças à participação de pais e crianças e ao trabalho de nossa equipe, os encontros têm cada vez mais participantes e despertam muita simpatia. Acreditamos na importância de proporcionar às crianças oportunidades de entenderem sua identidade brasileira e de manterem um contato mais estreito com nossa cultura. O projeto conta com apoios institucionais e pequenos patrocínios de empresas brasileiras que atuam em Madri. Os objetivos futuros são, entre outros, crescer, conquistar novos voluntários e patrocínios, e também oferecer aulas de português para brasileirinhos. Sabemos que o espanhol e o português brasileiro são semelhantes, mas sempre é bom lembrar que as diferenças existem e que são significativas. Depois de um certo tempo morando na Espanha, é natural confundir palavras e expressões. Observamos que muitas famílias optam pelo “portunhol” ou pelo espanhol na comunicação com seus filhos. Algumas crianças têm dificuldades até mesmo para entender o português, já que a mistura dos idiomas dificulta a percepção de suas diferenças. Além disso, o português costuma perder terreno à medida que as crianças são alfabetizadas em espanhol. É importante encorajar e enriquecer a comunicação de todas as formas, mas uma língua viva é uma língua falada. Se o português brasileiro é o idioma do futuro, como incentivar a educação bilíngue desde já? Podemos valorizá-la oferecendo mecanismos para que a criança crie vínculos afetivos com uma língua que lhe abrirá oportunidades futuras. A criança que entende ou fala português tem assegurada a comunicação com sua família e o conhecimento de suas raízes socioculturais, podendo circular livremente

24

BCZ

Próximas atividades: Oficina & Contação de história 28 Abril | Casa do Brasil Piquenique de Primavera 27 Maio | Parque del Retiro Sessão da tarde (cineminha) 30 Junho | Casa do Brasil Equipe Brincar-es Coordenação Geral Anlene Gomes de Souza Coordenadoras de áreas Ana Paula Santos, Caroline Timm, Maria Carolina Fernandez e Suely Andreatta Assessoria linguística Bethania Guerra Informações: brincares@gmail.com facebook.com/Brincar.es twitter.com/brincares


CIÊNCIAZ E TECNOLOGIA

Homem chateado é afrodisíaco Segundo um estudo realizado pela psicóloga Shiri Cohen, da Escola de Medicina de Harvard, as mulheres preferem homens quando estão chateados. A pesquisadora, junto com sua equipe, chegou a essa conclusão depois de entrevistar a 156 casais, onde mediante perguntas investigava os seus relacionamentos. A conclusão foi que, ao contrário dos homens, as mulheres preferem compartilhar as dificuldades e preocupações, enquanto que os homens preferem que suas companheiras dividam a felicidade. Diferente do que muitos devem estar pensando, as mulheres não são extraterrestres, existe uma explicação lógica para esse fato, segundo a investigadora. Para a mulher, a partir do momento que o homem compartilha sentimentos negativos, é um sinal de que ele esta se envolvendo mais, é um passo a mais na relação. Já o motivo pelo qual os homens preferem que as mulheres compartam momentos felizes é fácil de compreender. Para eles, os momentos de conflito são encarados como uma ameaça ao relacionamento. Mesmo com esse “conflito” de percepções, não existe um problema. De acordo com o estudo, o importante é haver conexão entre esses sentimentos.

Lançamento do novo iPad Parece que os fãs da Apple seguem fieis, mesmo órfãos de Steve Jobs. Conhecida pela inovação no mercado eletrônico, o novo iPad não foge a regra dos lançamentos anteriores da Empresa e esgota o 1° lote da pré-venda da Apple Store. Para os que compraram o novo tablet por internet tiveram sua entrega atrasada em três dias. Especialistas prevêem que ele baterá sua própria meta de vendas. A terceira geração vem com poucas alterações, mas com a promessa de uma experiência visual nunca antes vista no mercado. A mudança mais significativa é na resolução que está extremamente potente. A tela é de Retina Display, mesma tecnologia já usada no iPhone 4 e 4S. O novo iPad vem equipado com um processador mais rápido e uma câmera mais potente que, inclusive, permite fazer gravações em HD.

É de dar água na boca Quem nunca ficou “com água na boca” ao pensar em sua comida favorita? Pois é, cientistas descobriram que o dinheiro também causa essa sensação. Vários voluntários participaram de uma experiência onde eram expostos a fotos de itens variados, entre eles o dinheiro. Os participantes usavam um algodão na boca para medir o nível de salivação.

Depois do experimento, os cientistas da Universidade North Westen constataram que as pessoas que estiveram em contato com as imagens de dinheiro salivaram mais. Apesar de estranho o efeito era esperado. Porque ao pensar em bens materiais o nosso celebro ativa o mesmo sistema que é ativado quando pensamos em comida.

26 BCZ


www.revistabcz.com

Cura para o Câncer, sem efeitos colaterais Cientistas estudam possível tratamento de cura de tumor sem efeitos colaterais. Estudiosos liderados por Hisataka Kobayashi, já testam em camundongos – e com sucesso – uma nova técnica que aliviaria o sofrimento dos que lutam contra o câncer. A nova técnica chamada de fotoimunoterapia utiliza raios de luz ultravioletas para destruir tumores. A grande diferença das já conhecidas técnicas, quimioterapia e radioterapia, é que esse método ataca apenas as células cancerosas, preservando as sanas. O tratamento poupa o paciente do sofrimento e do desgaste físico dos atuais procedimentos, ademais de ser muito mais simples. O paciente recebe uma injeção com versões modificadas de anticorpos HER2, EGFR, PSMA que juntos com uma molécula chamada IR700 e os raios infravermelhos destroem o câncer.

.

27

BCZ


Beleza e Zaúde

t

t

COMO ESTAR COM A PELE SEMPRE HIDRATADA Da Redação Não importa a idade, estar com a pele bem hidratada, linda, saudável e jovem é um desejo constante e unânime de todas as mulheres. Porém, a preocupação com a

pele não é um cuidado exclusivo feminino, já que cada vez mais encontramos homens nas seções de cosméticos. O cansaço, estresse e o clima seco do inverno são

inimigos que acentuam a secura de nossa pele, deixando com um aspecto envelhecido. Para isso é preciso uma série de cuidados.

TIPOS DE PELE Além de beber bastante água, um bom recurso para manter a pele sempre saudável é a utilização de cremes faciais. O avanço da ciência permitiu a criação de fórmulas cada vez mais eficazes e específicas. Embora a pele seja composta principalmente de água, este componente não se divide de maneira homogênea na epiderme. Existem diversos tipos de creme no mercado, mas os cuidados devem ser direcionados para cada tipo de pele. Os produtos e rituais exigidos por cada uma variam em função do tipo de pelo, ou seja, se são mistas, normais, oleosas ou secas. Oleosa: ela pode ficar desidratada no inverno, mesmo mantendo a oleosidade natural. Para garantir sua saúde, vale esfoliar uma vez por semana para retirar a camada de gordura, usar sabonetes de ácido salicílico, adstringente e protetor e hidratante oil free. BEBA MUITA ÀGUA A base da hidratação está na preservação das reservas de água do nosso organismo. Quando estas são insuficientes, a pele perde sua elasticidade e suavidade, tornando-se áspera, seca e irritável. Para os que não gostam de beber água, aí está um excelente motivo.

Seca: os sabonetes usados para limpar devem ser suaves e os tônicos, sem álcool. Procure hidratantes e protetores poderosos com uréia ou lactato de amônia. Normal: faça a limpeza com um sabonete suave e adstringente. Use hidratante e protetor solar para pele normal; geralmente, eles são os mais fáceis de encontrar.

28

BCZ

Mista: use os produtos específicos para pele oleosa na hora da limpeza, como sabonetes de limpeza profunda e adstringentes. Para hidratar e proteger do sol, produtos específicos para peles normais.


TRATAMENTOS FACIAIS Existem vários tipos de tratamentos para a pele, desde os mais simples até os invasivos. A higiene facial é um tratamento simples que tem um grande retorno para a saúde da pele, tal qual a limpeza de cútis com a aplicação posterior da máscara. O botox, Peelings químicos e lasers não ablativos também completam o time para uma pele mais firme, elástica e jovem. Porém, para prorrogar a juventude da pele, existem dois velhos conselhos que devem ser seguidos: dermatologia preventiva e lembrar sempre que o sol é o grande inimigo da pele. É preciso usar sempre fotoproteção (filtro solar), mesmo nos dias chuvosos. A partir dos 20 anos já devem começar os cuidados para manter a pele sempre jovem, com aspecto leve.

.

Espaço Patrocinado por:

Bien Brasil


IMIGRANTEZ

ESPANHA FACIL REZPONDE

Luciano Dias Gerente Espanha Facil Barcelona

1- ola sou casada com espanhol tenho tarjeta comunitaria e meu filho vive aqui comigo mas ele não é filho do meu atual marido, é possivel fazer a documentação dele?

3- tenho 3 anos trabalhando aqui na espanha, ja estou na 2º renovação da minha tarjeta de residencia. É verdade que já posso solicitar a nacionalidade espanhola ?

Por Maria Regina Silva (Oviedo -Asturias)

Por Gabriel Soares (Madri)

Rf: ola maria regina, se o seu filho for menor de 21 anos é possivel sim. Mas esse processo ter que ser feito ate completar os 21 anos, pois depois dessa idade deve comprovar a dependência econômica. Seu filho sendo menor de idade é importante solicitar uma autorização de residência do pai, esta debe está devidamente legalizada por via diplomática e traduzida juramentada ao espanhol. É importante, adicionalmente, comprovar o vínculo existente através da certidão de nascimento com as devidas legalizações e traduções. Entre em contato com a equipe espanha facil para passar a lista completa dos documentos necessária e a assessoria para os leitores da revista brazil com z ofeceremos de forma gratuita.

Rf. Olá gabriel ... É possivel sim, todo brasileiro com cartão de residência e trabalho há mínimo 2 (dois) anos poderá solicitar a nacionalidade por residência. O processo é simples se você está bem assessorado, tendo em vista que todos os documentos emitidos pelo governo brasileiro devem estar legalizados por via diplomática, traduzidos juramentado ao espanhol e possuem prazo de validade. Entre em contato com a espanha facil e inicie o seu processo.

2- meu marido e eu pretendemos ir ao brasil para viver. Ele é espanhol e estamos casados há 2 anos. Meu marido tem direito a residência no brasil?

4- levo 3 anos aqui na espanha, estou em situação irregular e me acabam de oferecer um contrato de trabalho, mas estou preocupado com a denegaçao do processo devido aos fortes índices de desemprego na espanha. Devo arriscar e começar o processo de arraigo social?

Por Carla Almeida (Cádiz- Andalucia)

Por Jose da Costa Silva ( Barcelona )

Rf: ola carla, primeiro precisamos saber se o casamento de vocês ja foi homologado no consulado do brasil ..... Caso sim teremos quer dar entrada no visto viper (permanente) de reuniao familiar de seu marido. Caso o matrimonio possua mais de 5 anos o prazo médio de concessão do visto é de 2 – 3 meses. Se o matrimônio possuir mais de 5 anos o processo é bem mais ágil pelo fato de não necessitar de autorização prévia do mre (ministerio de relacoes exteriores) do brasil. É importante comentar que todos os estrangeiros casados com brasileiras(os) devem solicitar sempre o visto no pais de residência. Com o visto aprovado este cidadão pode ir ao brasil e solicitar o rne (registro nacional de estrangeiros) para poder viver e trabalhar no brasil .... Caso nao esteja homologado seu casamento, nós da espanha facil vamos prestar assessoria para o processo de homologação como também para o visto permanente de seu marido.

Rf: ola carla, primeiro precisamos saber se o casamento de vocês ja foi homologado no consulado do brasil ..... Caso sim teremos quer dar entrada no visto viper (permanente) de reuniao familiar de seu marido. Caso o matrimonio possua mais de 5 anos o prazo médio de concessão do visto é de 2 – 3 meses. Se o matrimônio possuir mais de 5 anos o processo é bem mais ágil pelo fato de não necessitar de autorização prévia do mre (ministerio de relacoes exteriores) do brasil. É importante comentar que todos os estrangeiros casados com brasileiras(os) devem solicitar sempre o visto no pais de residência. Com o visto aprovado este cidadão pode ir ao brasil e solicitar o rne (registro nacional de estrangeiros) para poder viver e trabalhar no brasil .... Caso nao esteja homologado seu casamento, nós da espanha facil vamos prestar assessoria para o processo de homologação como também para o visto permanente de seu marido.

32 BCZ


www.revistabcz.com

.

Faça a sua pergunta para “espanha facil rezponde”, as perguntas serão selecionadas por nossa equipe e serão respondidas em cada edição da revista BrasilcomZ. Envie a sua pergunta: Diretamente a empresa Espanha Fácil: info@espanhafacil.com ou para para a redação da Revista Brazil Com Z: editor@revistabrazilcomz.com.

Espanha Fácil: O porto seguro dos brasileiros na Espanha. Escritórios Próprios:

Escritórios Parceiros:

Escritório Madrid. C/ Zurbano, 73. Metro

Escritório Barcelona. Av. Diagonal, 468 –

Escritório Murcia. C/ Arcipreste Mariano

Escritório Sevilla. Av. Dr. Fedriani, 27, Sevilla.

Gregorio Marañón. (Estamos na mesma rua

6º planta. Metro Diagonal. (Mesmo edifício

Aroca, 03, Esp. C/ Torres de Romo, Murcia.

Telefone: 686 143 957

do Consulado do Brasil). Tel.: 91 451 5021.

do Consulado do Brasil) Tel.: 93 292 0319.

Telefone: 657 159 836

sevilha@espanhafacil.com

murcia@espanhafacil.com NOVO: Santa Coloma de Gramanet Calle Beethoven, 32, Santa Coloma de

Escritório Valencia. Calle Economista Gay,

NOVO: Escritório em Zaragoza.

Gramenet, Barcelona, 08922. Horário: 9:30h -

14, Valencia. Telefone: 653 931 938

C/ Doña Blanca de Navarra, 19-21, Zaragoza.

14h e 15:30h - 19h. Telefone: 93 468 11 17.

valencia@espanhafacil.com

Telefone: 633 428 004

santacoloma@espanhafacil.com

zaragoza@espanhafacil.com


REFLEXÃO

E o que vale a pena é

ser feliz.... Quantas vezes você estava com alguém e sua cabeça não estava ali? E quantas vezes também, no momento em que não pôde senti-la em seus braços, sentiu sua falta? Você já parou para pensar no que machuca mais: fazer algo e desejar que não tivesse feito ou não fazer e desejar que tivesse? Você já teve medo de começar um relacionamento, medo de não ser a hora ou a pessoa certa? Seu coração não escolhe quem amar, e faz por conta própria, quando você menos espera ou mesmo quando você não quer. Quantas vezes você deixou passar momentos importantes que não voltam mais? Quantas vezes você quis esquecer uma história ou alguém, que permaneceu na sua cabeça por um tempo longo, um tempo que lhe deixou

triste, e mesmo assim ela não saía? Você já se sentiu sozinho mesmo cercado de um monte de pessoas? Você já passou um dia sentindo muitas saudades do que viveu? Você já se achou bobo, ridículo, por insistir em algo que não valia à pena? Você já chorou porque se lembrou de alguém que amava e não pode viver intensamente isso com essa pessoa Para essas perguntas existem muitas respostas, mas o importante sobre elas não é a resposta em si e sim o que sentimos em cada uma dessas situações. O sentimento e as lembranças que ficam de cada história. Todos nós erramos. Julgamos mal. Somos bons e somos cruéis. Amamos. Sofremos. Tivemos momentos alegres e outros às vezes mais tristes. E todos, um dia não

“Todos nós erramos. Julgamos mal. Somos bons e somos cruéis. Amamos. Sofremos. ”

36 BCZ

Pr. Fábio Diniz Pinto

tiveram coragem e hoje se arrependem, ou não. Vocês todos já fizeram uma coisa quando o coração mandava fazer outra. Então qual a moral disso tudo? Vá à luta! Antes que seja tarde, siga. Bola pra frente! Não continue pensando nas suas fraquezas e erros. Daqui por diante faça um acordo consigo mesmo, e lute! Não abaixe a cabeça! Faça tudo que puder pra ser feliz hoje! Releve. Esqueça! Não deite com mágoas no coração. E, por mais que sinta falta das pessoas que passaram pela sua vida, lembre-se: “Pessoas especiais não se separam, apenas seguem caminhos diferentes...” Abençoe aqueles que nos desafiam, pois nos lembram das portas que fechamos e das portas que ainda temos que abrir.

.


NOZZA CAPA

38 BCZ


www.revistabcz.com

Por: Marina Magalhães

Março é o mês da mulher e de todas aquelas frases feitas como: “as mulheres vão dominar o mundo”. As brasileiras, na verdade, já o dominam há algum tempo. Segundo o último levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de 2010, elas são maioria entre aqueles que resolvem deixar o Brasil para vivenciar outras culturas ou tentar a vida aqui fora, representando 53,8% do total nacional de 491.645 mil emigrantes que partiram em busca do seu lugar ao sol – ou, em alguns casos, na neve – em 193 países.

Para conhecer um pouco mais sobre o perfil dessas desbravadoras, a revista Brazilcomz propõe uma viagem pelos cinco continentes, por oito países e por sete histórias maravilhosas de mulheres que trocaram o conforto da pátriamãe por uma vida sem fronteiras. E, mais que as emigrantes de qualquer outro lado, ainda tiveram que provar que nem toda feiticeira é corcunda, nem toda brasileira é bunda e que são “mais macho” que muitos homens por aí, como diria a canção da Rita Lee.

39 BCZ


NOZZA CAPA

América A primeira parada da nossa jornada é nos Estados Unidos, principal destino escolhido por brasileiras como Marize Lourenço, de 45 anos. Natural de Pombal, interior da Paraíba, foi em uma viagem de mochila com as amigas pela Europa, há 20 anos, que ela teve a certeza de que queria experimentar um pouco mais da vida fora do Brasil. Antes de se estabelecer em Washington, onde vive há 13 anos, também morou na Suíça e na Itália, países em que esteve por dois anos. Neste último, sentiu os primeiros sinais do preconceito contra as brasileiras, mas não deixou se intimidar por isso. “Na Itália eu morei na casa de uma família amiga minha. O pai, que era uma espécie de pai para mim, sempre me dizia que eu evitasse sair à noite, que não ‘pegava’ bem para as mulheres, principalmente para ‘as brasileiras’, mas eu nunca me importei”, lembra Marize, que já trabalhou como babá, professora, cerimonialista e hoje pertence aos quadros da companhia aérea Lufthansa. “Fui mãe muito jovem e solteira. Mas quando vi aquele mundão lá fora tive vontade de criar minha filha com outras línguas e outras culturas, por mais diferentes que fossem”. A ideia inicial, ao se mudar para os Estados Unidos com a filha Gabriela, de 23 anos, era apenas aprender inglês. Mas o idioma turbinou, as oportunidades começaram a aparecer e até um amor americano surgiu na vida de Marize, que pensa em um dia voltar a morar no Brasil, com a filha e o marido, para compensar tantos anos de saudade da família. “Mas eu só saio daqui quando perceber que a minha filha pode caminhar com os próprios pés e alcançar sucesso na sua profissão”, explica. “Vendi tudo o que tinha, fiz um brechó com as minhas roupas e jóias para poder começar a vida em outro país. Passamos por muitos desafios juntas, foi nos Estados Unidos que comecei a ser mãe de verdade. Sempre dizia para ela: somos apenas nós duas aqui, não vamos brigar nem ficar tristes, vamos crescer juntas. E assim tem sido”.

Gabriela

“Fui mãe muito jovem e solteira. Mas quando vi aquele mundão lá fora tive vontade de criar minha filha com outras línguas e outras culturas, por mais diferentes que fossem”

40 BCZ


41

BCZ


NOZZA CAPA

Europa Portugal, o país colonizador do Brasil e de outros povos, também é um dos destinos mais procurados por brasileiros, pelo baixo custo de vida e pela facilidade da língua, que proporciona a sensação de estar em casa. A Universidade de Coimbra foi a escolhida por Thainá Ismael para fazer um intercâmbio da graduação, há dois anos. A psicóloga de 27 anos, natural de João Pessoa, afirma que o estereótipo sensual da mulher brasileira, propagado pela mídia, é mais um desafio que as mulheres do “país do carnaval” precisam enfrentar fora do Brasil. “Escolhi Coimbra porque já havia estudado com um português de lá. Na ocasião, peguei os contatos dele e antes de viajar escrevi pedindo dicas sobre dinheiro, viagens e a universidade. Ele pincelou essas questões, mas focou na maneira como os portugueses viam as brasileiras”, conta. “Ele disse que eu deveria ter cuidado, pois muitos portugueses vinculam a imagem da mulher brasileira à prostituição. Claro que a nossa mídia não vende a imagem de que todas são prostitutas, mas vinculam questões ligadas à sexualidade e nem todas as culturas lidam com nudez e sensualidade do mesmo jeito”. Outra brasileira que viveu situações parecidas em Portugal é a turismóloga Mariana Paoli, de 27 anos, que morou em Lisboa durante quatro anos para saciar a sede de aventura e experiência. Ela estava em São Paulo, recém-formada, na época em que agarrou a oportunidade de passar um tempo fora do Brasil em busca de novos ares. Gostou tanto da experiência internacional que partiu também para os ares irlandeses, onde foi aprender inglês e já mora há dois anos. Para ela, o preconceito dos outros povos contra as brasileiras também é motivado pelo comportamento de muitos compatriotas no exterior. “Conheci brasileiros que me fizeram pensar e acreditar no porquê do preconceito. Muitos brasileiros deixam a desejar e muitos portugueses não sabem diferenciar isso”, conta a garçonete, que também trabalhou em albergues e na área de turismo nos seus seis anos de trajetória fora de casa. “Na Irlanda não sofremos esse preconceito, pois o país é acostumado a receber muitos imigrantes para estudar inglês de todas as partes do mundo, somos muito bem recebidos. Já em relação ao trabalho, somos explorados assim como em qualquer lugar fora do nosso Brasil”. Porém, como diria o poeta português Fernando Pessoa, para Mariana Paoli tudo vale a pena se a alma não é pequena. Ela acredita que qualquer esforço em direção ao prazer pela vida é válido. “A liberdade de poder ir e vir, usar a roupa que quiser, não se preocupar com o corpo 24 horas por dia, dar valor ao dinheiro suado e poder sentir uma ‘igualdade social’, de frequentar restaurantes, bares, teatros, independentemente de ser médica, engenheira

Thainá Ismael

“Escolhi Coimbra porque já havia estudado com um português de lá. Na ocasião, peguei os contatos dele e antes de viajar escrevi pedindo dicas sobre dinheiro, viagens e a universidade. Ele pincelou essas questões, mas focou na maneira como os portugueses viam as brasileiras”

ou uma simples garçonete. De viajar, conhecer lugares incríveis, aprender novas culturas e, sem dúvida, falar novas línguas”. Quem também se rendeu aos encantos de Dublin, capital da Irlanda, foi Theila Falleiros, de 27 anos, outra paulista da área de turismo. A facilidade de entrada no país de língua inglesa foi um dos atrativos

42 BCZ


www.revistabcz.com

“Conheci brasileiros que me fizeram pensar e acreditar no porquê do preconceito. Muitos brasileiros deixam a desejar e muitos portugueses não sabem diferenciar isso”

Mariana Paoli

para a turismóloga, que queria aprender outra língua e trabalhar no horário oposto ao da escola. “Depois você descobre muitos outros motivos. Estou fora há 10 meses e descobri o que o Brasil tem de melhor, e também de pior, comparando com países desenvolvidos, além da experiência que te agrega muitos valores”, explica. Lidar com pessoas de outras culturas em uma língua que ainda não dominava foi um grande desafio na vida da estudante, que trocou a carreira que tinha no Brasil para trabalhar de babá e camareira como forma de auxiliar nas despesas longe de casa. O aprendizado do inglês, entretanto, vale qualquer esforço. “O clima é muito diferente do Brasil, isso às vezes cansa, mas está sendo uma das melhores fases da minha vida, apesar de algumas vezes ter vontade de jogar tudo para o alto quando a saudade dói”, admite Theila. Ela não sofreu preconceito por ser mulher brasileira, mas reconhece que os brasileiros em geral ainda são vistos com ressalvas por alguns estrangeiros. “Como mulher brasileira nem tanto, sofri mais na condição de cidadã brasileira mesmo. Existem pessoas que não têm ideia do que é o Brasil e o que ele representa hoje em dia no mundo. Infelizmente alguns

Theila Falleiros

“Estou fora há 10 meses e descobri o que o Brasil tem de melhor, e também de pior, comparando com países desenvolvidos..”

acham que moramos com macacos”.

43 BCZ


NOZZA CAPA

África Nossa viagem segue para o continente africano, com Pollyanna Lins de Melo, que há um ano e seis meses deixou o Brasil para acompanhar o marido a Angola, em virtude de um convite de trabalho que ele recebeu naquele país. Mas, se morar fora não estavam nos planos da paraibana, ela logo tratou de fazer seus próprios planos e conquistar a sua independência financeira por lá, onde já atua como assistente de Marketing e como jornalista. “Angola não é um país desconhecido para mim. Já conheço Angola há 8 anos, mas a dificuldade maior que eu vivo é a falta de estrutura que ainda é grande. Já está bem melhor, mas ainda temos dificuldades de encontrar algumas coisas”, avalia. “Como eu e meu marido ainda somos muito novos, pensamos muito no lado financeiro. Então vale a pena o esforço sim. Mas não sei se é um lugar para fixar residência por muito tempo”. Feliz pela independência e pela possibilidade de enfrentar novos desafios, Pollyanna afirma que o país que escolheu para viver, pelo menos por enquanto, também reserva preconceitos contra brasileiras. “Apesar de admirarem muito o Brasil, eles também têm um pouco essa ideia generalizada sobre as brasileiras, mas comigo não aconteceu nada específico”, conta, destacando como se sente livre em terras africanas. “Para mim, liberdade significa ser sem fronteiras. É assim que eu vivo. Hoje é Angola, amanhã pode ser Líbia, Japão... É não ter amarras”.

“Angola não é um país desconhecido para mim. Já conheço Angola há 8 anos, mas a dificuldade maior que eu vivo é a falta de estrutura que ainda é grande. Já está bem melhor, mas ainda temos dificuldades de encontrar algumas coisas”,

“Para mim, liberdade significa ser sem fronteiras. É assim que eu vivo. Hoje é Angola, amanhã pode ser Líbia, Japão... É não ter amarras”

44 BCZ

“Como eu e meu marido ainda somos muito novos, pensamos muito no lado financeiro. Então vale a pena o esforço sim. Mas não sei se é um lugar para fixar residência por muito tempo”.


www.revistabcz.com

45 BCZ


Ásia Quem se lançou em uma aventura por terras um pouco menos exploradas por brasileiros foi a pernambucana Ana Carolina Costa Porto, de 29 anos. Ela também aproveitou uma proposta de emprego recebida pelo namorado para conhecer a vida na China e realizar algumas pesquisas por aqueles lados. “Resolvi unir o agradável ao útil, ficar perto dele e vivenciar a experiência de ser estrangeira, tendo em vista que o objeto da minha pesquisa de doutorado é a relação entre o estrangeiro e o espaço urbano”, explica a doutoranda em Sociologia. A experiência não durou muito tempo, apenas quatro meses. Porém, nem por isso pode ser avaliada como curta. Sem saber uma única palavra em chinês, um dos principais aprendizados da pesquisadora foi driblar as dificuldades na hora de se comunicar com os chineses enquanto esteve em Pequim e arredores. “Os gestos e até a forma de contar os números usando os dedos são completamente diferentes do Ocidente, o que me levou a muitas situações engraçadas. Mas o esforço valeu tanto no âmbito pessoal, pelas experiências e trocas culturais, quanto no âmbito profissional, pois agora me sinto mais preparada para escrever uma tese sobre esse tema”. Diferentemente de boa parte dos europeus, os chineses com os quais teve a oportunidade de conviver não se mostraram invasivos ou preconceituosos em relação à mulher brasileira. “Os ocidentais que viviam por lá vez por outra se referiam à sensualidade das brasileiras, mas muito sutilmente, sem descambar para a ofensa”, esclarece.

“Os gestos e até a forma de contar os números usando os dedos são completamente diferentes do Ocidente, o que me levou a muitas situações engraçadas”

46 BCZ


www.revistabcz.com

Oceania Acho que é isso o que eu estou buscando aqui acima de tudo”, justifica. “Hoje, quando não estou trabalhando e nem na escola, corro para a praia, onde sempre tem gente de todos os lugares do mundo, famílias curtindo a praia, o sol e a geração saúde fazendo esporte. Quando saímos à noite é possível ir para todo lugar de ônibus ou trem. E se for por aqui, a gente volta caminhando e cantando… eu adoro esse lugar!”. A “típica brasileira do Nordeste”, como ela mesmo se define por ser falante, risonha e afetuosa, não abre mão do seu jeito de ser com medo de interpretações equivocadas. Ainda que as pessoas admirem seu país de nascimento e sempre se mostrem interessadas em saber mais sobre a cultura brasileira, ela relata alguns episódios que comprovam como a imagem da mulher brasileira ainda é vista de forma negativa por muitos gringos. “Infelizmente, nem todo mundo é bem educado e informado. Já aconteceu de caras que acabaram de conhecer a gente nos chamarem para ir à casa deles ou para alguma festa em lugar desconhecido. Como eu não tenho muita paciência com esse tipo de gente, apenas recuso educadamente o convite e tento encontrar os meus amigos. Eles não merecem o meu tempo nem o meu respeito, mas também não vou baixar o nível de jeito nenhum”, ensina. A visão de liberdade para essa pernambucana arretada é

É do outro lado do mapa mundi que a nossa última personagem conta sua história na condição de imigrante em terras – e mares – australianos. A educadora física Débora Soares Menezes, de 28 anos, trocou Recife pela Austrália para conhecer a vida em um país novo, que contrasta metrópoles com belezas naturais cuidadosamente preservadas. “As praias são incríveis, a cidade é, em sua maioria, super limpa e segura, e os estudantes podem trabalhar mais horas do que muitos países europeus”, conta a pernambucana. “É possível trabalhar no setor informal e conseguir viajar pra lugares como Tailândia, Indonésia, Bali e outros paraísos do gênero”. Habituada com a língua inglesa desde os tempos em que morava em Recife e dava aula em uma escola de idiomas voltada para adultos, Débora ainda encontrou dificuldades para conseguir um emprego na área de Educação Física em Sidney. Hoje, finalmente trabalha em uma academia de ginástica exclusiva para mulheres e complementa a renda com trabalhos casuais, como garçonete em festas e cassinos. “Acho que, no início, uma das maiores dificuldades para os estudantes estrangeiros por aqui é ter que trabalhar com algo que normalmente não faria no Brasil. A maioria de nós tem diplomas que não são reconhecidos aqui, os meninos acabam trabalhando como peões de obra ou com mudanças e muitas meninas fazem faxina ou trabalham na cozinha. No final das contas, acho que isso é uma lição de vida para muitos”, revela. Quando perguntada se a experiência compensa o esforço de viver tão longe de casa, ela afirma estar vivendo um sonho que carrega desde que se entende por gente. Sonho que começou nos Estados Unidos, quando foi trabalhar como babá e morar na casa de uma família americana. “Tinha essa fantasia de explorar diferentes culturas e conhecer gente diferente, ouvir as histórias, trocar experiências... Mas da primeira vez, como morava com uma família, queria mesmo era a minha independência.

decidir o que fazer amanhã sem ter que depender o tempo todo de uma agenda. “Poder escolher o meu destino, de forma saudável e consciente, e poder curtir os bons momentos e superar as dificuldades com dignidade e pensamento positivo. Ser feliz!”.

.

Marina Magalhães é repórter especial do Jornal da Paraíba e do G1 Paraíba. Mestre em Comunicação e Culturas Midiáticas, atualmente é doutoranda em Ciências da Comunicação na Universidade Nova de Lisboa, onde vive as dores e as delícias de ser brasileira em terras portuguesas.

“...muitas meninas fazem faxina ou trabalham na cozinha. No final das contas, acho que isso é uma lição de vida para muitos” Débora Soares

47 BCZ


www.revistabcz.com

ACONTECEU COMIGO

Meu nome é Laudicéia Maria, sou de Recife-PE. Cheguei à Espanha dia 3 de Maio de 2006 pra tentar uma vida melhor, trazia na mala apenas uma pequena muda de roupas e muita ilusão no coração. Mais que ganhar dinheiro, eu queria viver em um país que desse oportunidade a todos. Nos estudos, trabalho etc. Mas todo começo é difícil e o meu não foi diferente, “sin papeles” e sem nada, tive que trabalhar quase grátis e nunca recusava nenhum trabalho que me ofereciam; até que um dia me apareceu uma oportunidade de trabalhar um mês em uma Feira (Feria de Artesanato). Esforcei-me muito em vender e meu chefe gostou muito do meu trabalho, tanto que me ofereceu a oportunidade de regularizar minha situação com a condição de ir para outra cidade que não fosse Madri e tampouco nenhuma outra cidade grande. A carga horária de trabalho era de 12 horas diárias, mas eu aceitei! Fui para Albacete e não foi fácil. Bem ou mal, em Madri eu já estava acostumada, já tinha amigos. Em uma nova cidade teria que começar, outra vez, tudo do zero. Mas tudo bem, pelo menos eu tinha meu trabalho. Fui trabalhar num Shopping (Centro Comercial) e finalmente depois de toda minha luta, consegui meus “papeis”! Com o passar do tempo fui conhecendo pessoas, fazendo amizades até que conheci Oscar, o amor da minha vida, a pessoa com quem vou me casar! Essa é minha história, isso “Aconteceu comigo”.

.

Envie-nos seus relatos com foto a: editor@revistabcz.com

48 BCZ


49 BCZ


INFOCO

Mata de araucárias no planalto do Paraná em 1884. Fotografia: Marc Ferrez.

Floresta Araucária em extinção Por: Adrián Rodríguez

A PRIMEIRA IMAGEM QUE VEM NA MENTE DE QUALQUER PESSOA QUANDO SE FALA DA NATUREZA DO BRASIL É A FLORESTA AMAZÔNICA. ESSA IMENSIDÃO DE ÁRVORES PERCORRIDA POR INÚMEROS RIOS DE DIMENSÕES GRANDIOSAS QUE EXCITOU A IMAGINAÇÃO DE MUITOS EXPLORADORES, QUE ACREDITAVAM QUE IAM ENCONTRAR NESTE LUGAR MISTERIOSO O MÍTICO ELDORADO.

As dimensões quase continentais da Amazônia fazem esquecer que o Brasil não é só esse pais tropical que o Jorge Ben cantava. A diversidade das paisagens, da flora e da fauna é, porém, bem maior do que se pode imaginar num país tão grande e que muitos estrangeiros ficariam provavelmente surpreendidos de saber que até é possível ver neve quando o inverno austral atinge os estados do sul. E como prova dessa imensa diversidade, temos uma árvore muito conhecida no sul do país, que virou um autêntico símbolo a pesar de ter sido explorada sem piedade durante todo o século XX. O pinheiro-do-paraná (Araucaria araucana) é uma das plantas mais surpreendentes da nossa flora, um autêntico fóssil vivo cuja existência está sendo gravemente ameaçada pela cobiça dos homens. A árvore foi chamada de pinheiro pelos europeus porque lembrava a eles os autênticos pinheiros, que pertencem a um gênero (Pinus) e uma família (Pinaceae) diferentes e são originários do hemisfério norte. Também se usa muitas vezes o

O pinheiro-do-paraná (Araucaria araucana) é uma das plantas mais surpreendentes da nossa flora, um autêntico fóssil vivo cuja existência está sendo gravemente ameaçada pela cobiça dos homens.

nome de araucária, que é o nome científico do gênero ao que pertence esta espécie e que os cientistas criaram adotando o nome dado pelos índios araucanos a espécie irmã (Araucaria araucana) que cresce nos Andes da Argentina e do Chile. No idioma tupi-guarani, a árvore recebe o nome de curi, palavra que está na origem do nome da cidade de Curitiba, topônimo que quer dizer “lugar com muitos pinheiros”. As araucárias são umas das árvores próprias do Hemisfério Sul que hoje só crescem

50 BCZ


www.revistabcz.com

dos estados do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina e do Paraná, numa altitude acima de 500 m, onde a espécie foi relativamente frequente num passado não tão distante. Também está presente em outros lugares, como nos Estados de São Paulo e de Minas Gerais, sempre numa altitude acima dos 800 m. Foi nos planaltos paranaenses que ocupou a maior superfície, sendo uma espécie particularmente bem adaptada ao clima tão variável dessa região, onde os verões são quentes e os invernos são realmente frios, podendo a temperatura descer abaixo de zero. Nessas matas de altitude, o pinheiro convive com muitas outras espécies próprias da mata atlântica, sendo ela a que ocupa o ponto mais alto da floresta, destacando o seu característico perfil acima das outras árvores. Essa imagem pode deixar pensar que o pinheiro é a espécie dominante dessas florestas, mas a verdade é que precisa de luz para crescer e as pequenas araucárias só conseguem se desenvolver quando a floresta é vítima de algum tipo de perturbação que consegue abrir espaços na escura massa de árvores. A principal delas é o fogo, que os pinheiros são capazes de resistir devido a possuírem um tronco com uma casca de até 15 cm de espessura

A mata de Araucárias foi intensamente explorada durante o século XX, sendo então essa atividade um dos motivos essenciais do desenvolvimento econômico dos estados do Sul.

no sul do continente americano e na Oceania (Austrália e Nova Caledônia). Eram, Pinheiro solitario no centro do Paraná.

há milhões de anos, um elemento destacado da flora da Antártica, antes da vegetação desse continente ser totalmente eliminada pelo gelo. Foram, junto com outras espécies de coníferas, elementos dominantes da flora terrestre durante os tempos triássicos e jurássicos. Só por isso, deveria o homem, recém chegado nesta terra, sentir um profundo respeito por essas árvores que já erguiam o característico perfil delas no tempo dos dinossauros. De todas as árvores existentes no Brasil, o pinheiro-do-paraná é provavelmente a mais fácil de reconhecer. Tem um perfil característico, com um tronco colunar do qual saem galhos perpendiculares que vão crescendo e se erguendo progressivamente, dando a árvore um típico aspecto de candelabro. Quando as condições são favoráveis, sobre solos ricos e profundos, pode atingir até 50 m de altura e seu tronco ter até 2,5 m de diâmetro. Os galhos mais velhos pouco a pouco vão cedendo sob o efeito do peso e, finalmente, desaparecem, ficando na árvore só os galhos mais altos. As folhas, persistentes e rígidas, são relativamente pequenas (não ultrapassam os 6 cm) e tem uma forma linear ou lanceolada bem diferente da forma que podem ter as folhas de outras árvores tropicais, geralmente muito maiores. Vendo a forma da árvore e das suas folhas, fica claro, que estamos em presença de uma árvore totalmente diferente das outras. Vendo as inflorescências e os frutos, aparece claramente que essa árvore é uma conífera, ou seja, uma planta cujas estruturas reprodutivas estão formadas por escamas geralmente agrupadas

que protege o interior do tronco e por ter as partes vitais da árvore bem longe do chão. Trata-se, portanto, de uma espécie pioneira que mais tarde convive com as outras espécies que crescem ao redor dela e que vão pouco a pouco "fechando" a floresta, condenando os jovens pinheiros a uma escuridão fatal para eles.

em cones (pinhas). Trata-se de um grupo de plantas muito antigo que dominou a flora da terra na era Mesozoica. Hoje, é um grupo relictual com poucas espécies em comparação com as plantas com flores (ou Angiospermas), aparecidas no fim da era jurássica. No Brasil, por exemplo, de 56.000 espécies de plantas conhecidas só 16 espécies são coníferas. A araucária é a única espécie desse gênero presente. Espécie típica do sul do Brasil, o pinheiro-do-paraná cresce nas partes mais altas

do Sul. Hoje em dia não existe quase nada dessas florestas, apenas 1 ou 2 % da cobertura original da floresta com Araucária. A espécie, considerada em perigo crítico de extinção pela União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN), está hoje teoricamente, estritamente protegida, mas, ainda assim, as araucárias seguem sendo derrubadas ilegalmente pelos madeireiros. Será realmente uma pena que o homem consiga em pouco mais de

Sua importância, durante todo o século XX, acontece pela utilização da madeira do pinheiro, utilização mais importante desta espécie. A madeira do pinheirodo-paraná é de boa qualidade, muito usada para fabricar móveis, construir casas etc. Com a mecanização da exploração ao final do século XIX e a chegada maciça de imigrantes europeus, desenvolveu-se muito a arquitetura em madeira nos estados do sul, favorecida pelo baixo custo de construção. Virou uma verdadeira tradição num estado como o Paraná e muitas dessas casas de madeira são hoje consideradas patrimônio nacional. A mata de Araucárias foi intensamente explorada durante o século XX, sendo então essa atividade um dos motivos essenciais do desenvolvimento econômico dos estados do Sul. Linhas ferroviárias e vias de comunicação foram construídas, nessa época para poder comercializar a madeira dos pinheiros. O resultado dessa exploração industrial causou o quase desaparecimento da mata de pinheiros. Calcula-se, que a área de mata de pinheiros cobria originalmente uns 200.000 km2, representando 40% da superfície do estado do Paraná, 30% de Santa Catarina e 25% do Rio Grande

51

BCZ


INFOCO

Hoje em dia não existe quase nada dessas florestas, apenas 1 ou 2 % da cobertura original da floresta com Araucária

florestas dos estados do sul e do Paraná, em particular, onde foram exploradas sem que ninguém se preocupasse pela regeneração dessas florestas. Hoje, a maior parte da superfície está ocupada por terrenos agrícolas. Os desastres ambientais causados pelas chuvas desde há mais de cinco décadas demonstram que o perigo de ver essas terras sofrerem os efeitos da erosão é bem real, mas, a pesar de existir muitos projetos para reverter à situação, ninguém sabe ainda se finalmente conseguiremos salvar essas florestas. Além de ser uma espécie que produz uma excelente madeira, o pinheiro-do-paraná também apresenta um interesse culinário. As sementes (pinhão) são comestíveis e constituíam um elemento fundamental da dieta dos índios que viviam no sul do Brasil. Um interesse compartilhado por muitas espécies de animais, que

um século levar a extinção uma espécie presente há já milhões de anos. A madeira do pinheiro chegou a representar até o 93% do total das exportações brasileiras de madeira. Uma quantidade enorme que explica a devastação que sofreram as

Tronco de um pinheiro gigante em Itaiópolis (Santa catarina). Fotografia: Germano Woehl Junior (Instituto Rã-bugio para Conservação da Biodiversidade)

ajudam assim a dispersão das sementes, que alguns pássaros, como as gralhas, enterram no chão constituindo reservas para o inverno. Muitas dessas sementes ficam esquecidas e finalmente germinam conquistando novos espaços. O pinhão é, freqüentemente, utilizado no sul, onde é usado em saladas, tortas e bolos ou simplesmente assado na fogueira. Em muitas cidades celebram-se, cada ano uma festa do pinhão, que marca o final do outono austral e coincide com as festas juninas. A colheita começa geralmente no dia 15 de abril e segue até o mês de julho. A atividade está hoje severamente controlada, já que as colheitas ilegais agravam o problema para a recuperação da espécie.

A pesar da triste situação atual das matas de araucárias, o futuro talvez não seja tão escuro. Dependerá muito da vontade política para que essa espécie volte a ter a importância que teve. Trata-se de um esforço a longo prazo, já que o pinheiro não cresce tão rápido como outras espécies exóticas, que tem sido plantadas em seu lugar (eucaliptos, pinheiros “autênticos”). Favorecer o pinheiro é verdadeiramente um ato de fé, o melhor legado que podemos deixar para os nossos filhos e netos, que talvez tenham a sorte de contemplar a paisagem como era antes. Se é que o aquecimento global do planeta permita que isso aconteça..

.

52 BCZ


www.revistabcz.com

53 BCZ


BUXIXO Escritor Everardo Norões ganha traduções em castelhano e catalão A editora Paralelo Del Sur de Barcelona acaba de publicar as traduções, em catalão e castelhano, de uma antologia de poemas e contos do escritor brasileiro Everardo Norões. As duas edições já podem ser encontradas nas livrarias Central e Catalonia de Barcelona (10 euros, 116 páginas) e a apresentação oficial está marcada para o final deste mês. Três poetas e tradutores trabalharam nesse projeto. Raimón Gil Sora realizou a versão em castelhano, Sonia Serrabao, em catalão, e a brasileira Valéria de Araújo colaborou como co-autora de ambas as traduções. De acordo com Raimón, se deve situar o escritor no marco da “Antologia de poetas brasileiros atuais” que também será editada em

breve pela Paralelo Sur. Nascido em Crato, Ceará (1944), o economista, poeta e crítico literário Everardo Norões é considerado um cidadão do mundo: viveu na França, Argélia, Moçambique e atualmente vive em Recife. “A capital pernambucana é uma cidade grande e importante no Brasil e acreditamos que Everardo é o escritor mais indicado para representar-la”, comenta Raimón. Os livros Poemas Argelinos, de 1981, Poemas (2000); Nas Entrelinhas do Mundo (2002); A Rua do Padre Inglês (2006); Retábulo de Jerônimo Bosch (2009) e Poeiras na Réstia (2010) fazem parte da obra de Everardo. O escritor também escreve habitualmente artigos e crônicas para jornais brasileiros.

NSISTA volta a Barcelona e se apresentará no próximo dia 31 O duo NSISTA, formado pelas irmãs brasileiras Marise Cardoso (DJ e produtora) e Amarilis Vitale Cardoso (cantora), começou 2012 com agenda intensa. Depois de uma turnê pelo Brasil com apresentações pela Bahia (no festival Universo Paralelo tocaram para mais de 10 mil pessoas), São Paulo e Brasília, as artistas voltaram a Barcelona, onde residem atualmente, para atender seu público europeu. A próxima apresentação está prevista para o próximo dia 31 de março, na sala Freedonia, dentro da programação do Cau D'Orella, jornadas de música

54 BCZ

eletrônica de Barcelona. A música de NSISTA reúne beats eletrônicos ao ritmo afro-latino, o que resulta em um trabalho original permeado de raízes culturais. Presença de palco e interessantes jogos vocais são outras destacadas características do trabalho de Marise e Amarilis, que, a princípio, vieram à Espanha para especializarem-se na carreira de arquitetura. No entanto, a música, sempre presente no ambiente familiar que tiveram, falou mais alto também fora de casa e o projeto dessa dupla já tem cinco anos.


www.revistabcz.com

Empresa de assessoria Moreno Rabelo y Asociados usa nome fantasia na internet da Empresa Espanha Fácil.

? Imaginem a situação. Uma pessoa escreve o um endereço eletrônico da Coca-Cola no seu navegador de internet, e o resultado é que a página que abre é a da Pepsi. Isso é o que está acontecendo com a empresa Espanha Fácil desde fevereiro de 2012, quando a Senhora Micheli Rabelo, proprietária da Moreno Rabelo y Asociados, comprou o domínio .BR com o nome da Espanha Fácil, causando uma grande confusão para seus clientes. Segundo a proprietária da Espanha Fácil, Renata Barbalho, o uso do nome fictício de sua empresa, sem sua autorização, é uma prova da má fé de sua concorrente. Ela ainda afirma, “soube do ocorrido, através de um cliente que resolveu ligar para o nosso escritório, após tentar entrar em contato pela internet e ver que aquela não era a nossa empresa”.

A Empresa Espanha Fácil que tem a sua página online desde o ano de 2007, afirma que a grande maioria de seus clientes são captados através da internet, uma vez que estão espalhados pela Espanha e Brasil, “a internet sempre foi nossa maior ferramenta de captação de clientes, o que não me leva dúvida do real propósito da Moreno Rabelo ao usar o nosso nome fantasia. Aproveitamos para alertar a todos os nossos clientes que apesar da Moreno Rabelo querer ser a Espanha Fácil, não é. Comprar o domínio da Espanha Fácil na internet ao parecer foi fácil, mas o difícil é ser a Espanha Fácil”. A revista procurou os responsáveis da Moreno Rabelo y Asociados através de e-mail e telefone para darem o direito de resposta, mas não se manifestaram.

.


BRAZILEIROCOMZ

MC Kalanny Por Bianca Alencar

Popularidade em nome das crianças do Brasil

Pode ser que o leitor o reconheça de algum vídeo na internet, de aparições do artista com jogadores do Futebol Clube Barcelona, por exemplo. Ou talvez, lembre-se dele de alguns anos atrás quando andava pelas ruas do Rio do Janeiro vestido como Sifrão, personagem que criou com a intenção de concorrer com o tão famoso Papai Noel. Agora MC Kalanny quer ser conhecido e reconhecido para poder ajudar as crianças das favelas do Brasil, através do projeto Favela Gol, e para internacionalizar o Funk com uma imagem positiva. Quando e como foi a sua chegada a Barcelona? Vim para cá em 2004 a convite da minha ex-esposa, com quem tenho um filho hoje. Eu cheguei numa sexta-feira e na segunda-feira seguinte já estava trabalhando, dando aulas de educação física e capoeira. No Brasil você também dava aulas de esportes? Conte um pouco da sua história no Brasil e o que ela tem a ver com a sua trajetória aqui. Sou muito eclético, sempre estudei e trabalhei, fiz muitos cursos técnicos. Sou formado em instrumentação cirúrgica. Comecei a cantar com 11 anos nas favelas do Rio de Janeiro, participei de vários programas de rádio e televisão. Inclusive participei de um programa de Funk bem conhecido no Rio, o Furacão 2000. Também fui cabo do exército, me formei como mecânico de armamentos e, nesse último ano, antes de vir para cá, fiquei bastante popular com o Sifrão, um personagem que criei. A idéia era trabalhar com esse personagem aqui também. Mas infelizmente não obtive investimento para esse projeto. Como é esse personagem e qual era o seu trabalho com ele? É um personagem que simboliza o dinheiro, que leva uma maleta acorrentada com um ponto de interrogação. A idéia era que ele fosse o chefe do Papai Noel que é um

56 BCZ


www.revistabcz.com

personagem britânico. Com o Sifrão ganhei popularidade. Tive aparições na Record, em campanhas contra a fome, no Programa do Faustão. Eu andava vestido de Sifrão por toda parte: bancos, ruas, cemitérios, animando as pessoas. O grande segredo do personagem é o que ele leva na maleta, que ninguém sabe o que é até hoje. E você nunca vai contar? Por enquanto não. Que caminho profissional você seguiu ao ver que não conseguia patrocínio para o seu personagem? Comecei a me dedicar ao fisiculturismo. Consegui vários títulos, estadual e regional e como melhor do Brasil em 2004. Na Europa também participei de algumas competições. Você é popular pela sua relação com os jogadores do Futebol Clube Barcelona. Como surgiu a sua história com o time? Eu conheci o Deco (ex-jogador do FC Barcelona), que me apresentou ao Ronaldinho Gaúcho, do qual me tornei amigo. Ele começou a me chamar para cantar em vários lugares, em reuniões com os jogadores. Por meio dessa aproximação sai em vários jornais esportivos daqui. Eu admiro muito o Barça, mas não sou um fanático. Sou um artista que homenageia essa equipe; inclusive fiz uma música dedicada ao time que é a Visca Barça, que tem duas versões, uma produzida aqui pelo Hector Xiquet e outra pelo DJ Wally no Brasil. Como é o seu Funk? O meu Funk é coerente. Eu não quero apoiar, nem participar do Funk que faz apologia ao sexo, às drogas. Eu quero apoiar a música da boa letra e do bom ritmo. A letra que fala de paz, de amor, que orienta os jovens a ter uma dignidade. E também quero ajudar a resgatar muitos jovens que começaram no Funk e perderem seu espaço. Tem muita gente de potencial dentro das favelas. E como você pretende realizar esse apoio? Pretendo fazer o que já faço: cantar, compor, apresentar o Funk à Espanha, em programas de rádio, como já realizava no Brasil. Realizei, por exemplo, o Canalt, Som da Luz, o primeiro programa de Funk internacional. Você é compositor de todas as suas músicas? Comente seu processo de criação. Sou um artista exclusivo, só canto minhas músicas. Tenho mais de 200 músicas. Faço o som com a boca

(beat box), desenvolvo a letra, estudo, lapido, até que se transforme em música. Em que lugares você já se apresentou aqui e como o público de Barcelona vê o Funk? Já cantei na Sala Bikini, Enjoy, Roxe, Mundo, Pasión Brasil, entre outras. O Funk é uma cultura basicamente carioca e não é todo brasileiro que vive aqui que gosta, não é tão popular por aqui. Até porque tem essa ligação com a apologia ao sexo e as drogas. Ninguém quer estar associado a essas mensagens. Eu quero mudar essa imagem, fazer com que as pessoas vejam o Funk com tudo o que ele representa. É mais que um estilo musical, tem um grande poder social e engloba muitas coisas. É também ritmo, energia, crença. Você também é conhecido por sua participação no processo de seleção do programa Gran Hermano. Como foi essa experiência? Eu participei do processo de seleção e criei a música Gran Hermano que foi comentada no informativo da Tele 5 e no twitter. Esse programa é interessante porque mostra que todos somos artistas do cotidiano. Criam um personagem para o participante e exploram isso. Eu achava que sendo popular, bastante conhecido, poderia exteriorizar quem eu sou, tudo o que sonho, assim como em minhas músicas, canto exatamente o que penso. Quero atuar para fazer a bondade. Mas também não quis participar do programa porque acho que aqui fora tenho muito mais oportunidades de realizar meus projetos. Além da música e do esporte, você também desenvolve um projeto social. Comente sobre ele. Idealizei o Favela Gol em 2010, que é um projeto para formar jogadores das favelas. A idéia é ajudar a abrir as portas do mercado futebolístico para as crianças que moram nas favelas, tanto aqui como no Brasil. Muitos dos nossos jogadores estouram aqui. Apesar de o Brasil ser um super campeão, atualmente, os melhores jogadores estão na Europa. A idéia é formar, com estrutura técnica, educacional e social estes futuros talentos, sem a necessidade de um clube em particular. O projeto também viabilizaria a confraternização entre as favelas. Já existem apoios para este projeto? De momento consegui apoio somente de parcerias diretas com as associações de moradores das favelas e de alguns artistas como o MC Playboy, que tem um grande poder, é uma grande pessoa e um dos meus

57 BCZ

Quero atuar para fazer a bondade. Mas também não quis participar do programa porque acho que aqui fora tenho muito mais oportunidades de realizar meus projetos. mestres. O MV Bill também está contribuindo e agora contamos com o grande campeão de vale tudo Jaime Conceição e com a ajuda da Angélica Capelete, a assessora que cuida da minha imagem artística. Alguns jogadores do Barça também se prontificaram a ajudar. Há muitos interesses, mas até agora ninguém botou a mão na massa. Preciso que chegue aos ouvidos das pessoas de uma forma maior. É um projeto do bem, busco sua realização e não me rendo. O meu objetivo é ajudar essas crianças, contribuir para um mundo melhor. O que você diria para convencer um empresário a apoiar o seu projeto? Infelizmente o mundo vive em função do dinheiro. Ele vai investir e eu terei que dar um retorno a este empresário, na medida do possível. Pode ser que ele não fique mais rico com isso, mas terá um retorno. Eu viso o benefício das crianças. Vou dar um exemplo: Tem um cara que entrou numa escola do Rio metralhando todo mundo. Eu acho que é muitíssimo mais bonito você aparecer na mídia fazendo coisas boas. Se eu consigo uma projeção, quem tiver me apoiando, vai conseguir também. Eu quero que as pessoas apareçam comigo. Você quer deixar mais algum recado para finalizar a entrevista? Estamos vindo aí/Esperem para ver/Sou o MC Kalanny/Junto com a BrazilcomZ. (canta, em ritmo de Funk) Contactos para contribuir o ser parceiro do Favela Gol: Kalanny: 697355335 Email: mafranovo@hotmail.com Brasil: Angélica Capelete – Telefone: 005511-64258010 Email: angelicacapelete @hotmail.com

.


Dr. Samuel Couto Cabral Dr. de Psicologia pela Universidade Complutende de Madrid

PRIMEIRO LIVRO: pode ler que é bom! Realizar sonhos. Quem diz que não podemos realizar grandes sonhos? E por que não alcançar novas metas e vencer poderosos desafios? A dinâmica da vida reside e consiste em uma constante aprendizagem. Estar aberto para aprender significa abrir caminhos que nos levam à prosperidade, às conquistas de novos valores e a realização de grandes sonhos. É fundamental que aprendamos a recrear em nossas próprias atividades do dia a dia, fazendo tudo com alegria, com mimo e como muito amor. Quando assim fazemos, renovamos as nossas forças e estimulamos o prazer de viver. O que nos leva ao stress não é o nosso trabalho e sim com que forma o fazemos. Lembro-me de uma frase que o Dr. Elias Abrão citou em uma entrevista na Rede Globo, quando assumiu a Secretaria da Educação do Estado do Paraná, nos anos noventa. Ele disse: “Precisamos resgatar a alegria de aprender e o prazer de ensinar”. Inspirado nessa frase criei a seguinte: “Para ter o orgulho de ensinar, primeiro precisa ter a humildade de aprender”. Em tudo que faço tenho como objetivo não ensinar nada e compartilhar tudo o que eu aprendo. A parte de nos dispor a aprender, às vezes precisamos saber retocar e terminar aprendizagens inacabadas que foram ficando perdidas pelo caminho.

já sabemos que assim não tem jeito de dar errado. Enquanto muitos têm tudo para dar certo e dá tudo errado, Espanha Fácil tem o jeito certo que dá tudo certo e por isso que é fácil. Quero parabenizar toda a sua equipe pelo seu estilo elegante de fazer tudo bem feito e por saber criar e proporcionar-nos um bom ambiente quando chegamos, quando estamos e quando saímos! Segundo exemplo. Em plana crise em que muitas pessoas não têm dinheiro para comprar alimentos e muito menos para comprar pastas e cadernos, eu começo a escrever e lançar livros. Tenho sonhos, projetos e metas de lançar três livros até o mês de junho, inclusive dois destes serão editados em espanhol e em português. Até o final deste ano quero lançar o 4º livro em espanhol e em português. Sonhar, planejar, construir meta, ser positivo e pensar grande é o jeito que não tem jeito de dar errado. Para isto é importante que acreditemos em nós mesmos e com perseverança manter um espírito positivo, independentemente das circunstancias. A crise ainda está aí, porém não se esqueça que a crise é uma só e as oportunidades são muitas.

único fim de aparecer. Ainda pior é que muitas das vezes insistem a ensinar o que nunca aprenderam. Porque segundo eles ser alunos significa ser inferior e ser mestre significa ser superior. O belo do aprender tem o mesmo peso de valor que o privilégio de ensinar. A capacidade de saber ser aluno e de aprender é tão nobre quanto à habilidade e o privilegio de ensinar e ser mestre. Aluno e mestre são valores iguais que avançam no paralelo de vias diferentes com idênticos destinos que enquanto avançam compartilham potenciais que nos capacitam aprender e ensinar mutuamente.

tão hospitaleiro que convida até uma vaca para tomar banho no seu chuveiro e com direito a champú gratuito. Podemos aprender com a criatividade do nordestino que é capaz de vender gato por lebre. Podemos aprender com o gaúcho e catarinense que gostam tanto de dinheiro que pensam que uma folha de mate é uma nota de quinhentos reais. Podemos aprender também com o baiano que é tão criativo e sonhador que pensa que pandeiro é um disco voador que o leva ao céu sem vale transporte.

Um Brasil engraçado

Com o objetivo prioritário de poder alcançar um número bem maior de pessoas, começamos uma nova etapa de escrever. Este livro está compilado de conteúdos com uma boa base e enfoques científicos, técnicos, psicológicos e teológicos, porém com um estilo de linguagem prático e fácil de assimilar. Portanto, ele está direcionado a todas as pessoas. O livro proporciona uma estrutura de auto-ajuda fundamentada em duas variáveis: (a) Inteligência Emocional e (b) Convivência. Explana uma completa informação sobre o Genograma, análise transacional, auto-manejo interno e autoconsciência pessoal. Tem um capitulo (cap. 4) com conteúdos muito bons sobre a orientação no convívio familiar. É um livro que proporciona uma ampla explicação sobre Teopsicoterapia como técnica terapêutica que trabalha a tricotomia humana.

Aprender com os brasileiros de boa vida, de vida “torta”, de vida engraçada, de vida cheia de história que nunca termina, de vida com casos “sem pé nem cabeça”. Os infinitos jeitos divertidos e engraçados dos brasileiros oferecem uma infinita fonte de aprendizagens além de ser edificante, é muito divertido.

Primeiro exemplo. Podemos citar como

Aprendemos: escrevendo, lendo, fazendo, criando, participando, escutando, falando, conversando, dialogando e dinamizando nossos valores pessoais. Gosto muito do colóquio espanhol: “espabílate y date prisa”. É recomendável que não façamos

Podemos aprender com o carioca bom de “papo” que compra uma jardineira e fala que comprou uma nave espacial. Podemos aprender com o nortista que é capaz de dar “nó em pingo d’água”. Podemos aprender com o mineiro que de tão afetivo abraça o poste pensando que é um amigo. Podemos aprender com o amazonense que é tão romântico que beija uma colher de pau pensando que é a mão de sua amada. Podemos aprender com o sulista de tão vaidoso

exemplo prático Espanha Fácil porque em plena crise e diante de tantas circunstâncias desfavoráveis continua sonhando, elaborando projetos, empreendendo e prosperando. Por isto

parte daqueles que trabalham com os valores invertidos para não desnortear nosso caminho. Impulsionados pela carência de sentirem-se valorizadas, muitas pessoas querem ensinar com o

pensa que é muito mais bonito do que na verdade é. Podemos aprender com o convencido paulista que vende o ovo antes da galinha botar. Podemos aprender com o mato-grossense que é

Trabalho bem feito, sonhos realizados.

Aprender como e com que?

58 BCZ

Em que Consiste o livro

.

Como adquiri-lo – Pode adquirir através do site web www.visionlibros.com, Casa de los Libros ou diretamente com o autor.


Perfil Francielly Mendes Melo Idade: 20 anos. Origem: Cuiabá - Brasil. Descreva-se em três palavras: responsável, dinâmica e autentica. Pesadelo: A morte. Sonho: ter minha casa. Ídolo de beleza: Chyler Leigh. Ídolo de competência: Cissa Guimarães Ossos do ofício: Estudante de Estética. Pecado da gula: Lasanha de batata. Uma pessoa que te deixa indignado: Daniel Alves Uma pessoa que te arranca aplausos: Messi O mais incrível que já fez por amor: Deixar a minha família e voltar ao Brasil para estar com ele. Música, livro e filme da sua vida: Adele, One And Only, Ninguém é de Ninguém, Assassino a Preço Fixo. Quer deixar um recado a alguém ou fazer um desabafo: Um pouco mais de gentileza e simpatia no mundo, todos ganham. O que mais gosta de ler na brazilcomZ? O Perzonalidade e o Newz email: fran1815@hotmail.com

Moisés Ximenez Idade? 25 Origem? Ilhéus (terra do cacau) Descreva-se em três palavras: prático, direto, inteligente Pesadelo: A Volta de Cristo Sonho: Morrer de velhice Ídolo de beleza: Xuxa Ídolo de competência: Alexander Graham Bell Ossos do ofício: relações públicas Pecado da gula: pimenta Uma pessoa que te deixa indignado: Edir Macedo Uma pessoa que te arranca aplausos: Daniela Mercury O mais incrível que já fez por amor: renunciar a projetos pessoais Música, livro e filme da sua vida: No Woman, No Cry (Bob Marley), O Segredo, Tomates Verdes Fritos Quer deixar um recado a alguém ou fazer um desabafo? No verão, estarei trabalhando nas festas em Ibiza, quem quiser pode entrar em contato para algumas sugestões sobre a vida noturna na ilha. O que mais gosta de ler na brazilcomZ? Infoco e as entrevistas. Email: chpa000@gmail.com


Curiosidadez

Brasil é tetracampeão em felicidade

O Empire State em Nova York foi construído antes da Grande Depressão dos anos 30

O Brasil é tetracampeão em felicidade no ranking de uma pesquisa feita pela FGV (Fundação Getúlio Vargas) em parceria com a consultoria Gallup, na qual a Síria aparece em último lugar. Feita com cerca de 200 mil pessoas em 158 países, a pesquisa realizada em 2011 buscou saber a expectativa de felicidade das pessoas nos próximos cinco anos e também no presente. O Brasil vence nos dois. Depois do Brasil, no quesito países mais felizes,

aparecem Panamá, Costa Rica, Colômbia, Qatar, Suíça e Dinamarca. Segundo Marcelo Neri, economista da FGV, o termômetro da satisfação das pessoas com as suas vidas é um instrumento útil para a formulação de políticas públicas. "Gestores de políticas públicas e pesquisadores têm uma visão muito própria, é preciso ouvir as pessoas, saber por elas próprias o que estão esperando do futuro", disse Neri.

.

Bodes também têm sotaque

LIVROZ

Quem achava que o sotaque era privilégio exclusivo dos humanos, se enganou redondamente. Um estudo da Universidade de Londres descobriu que bodes e cabras também têm sotaques dependendo do local e rebanho em que vivem. Tudo bem que eles não têm um vocabulário lá muito variado, mas essas diferenças de sotaque sugerem que os bichos podem ser mais inteligentes do que se pensava. Para o estudo, publicado na revista Animal Behaviour, os pesquisadores acompanharam quatro rebanhos diferentes de cabritinhos pigmeus e gravaram seus sons com um

microfone escondido durante várias semanas. No início, os animais ficaram com suas mães e irmãos e copiavam seus sons. Mas, à medida que cresciam e formavam grupos sociais com seus pares – conhecido como ‘creches’ –, começavam a desenvolver um “sotaque” próprio. Isso sugere que sotaques regionais entre os mamíferos são muito mais comuns do que se pensava. Comprovou-se, ainda, que os bodes podem mudar o seu sotaque de acordo com seu ambiente social constatando-se que o sotaque não é apenas determinado pelos genes, como se costumava acreditar anteriormente.

.

OLIVA Autor: Alexandre Borim

"Olivia" é uma novela negra, inspirada na música homônima do cantor argentino Ivan Noble. A narrativa se passa em Buenos Aires e fala de uma jovem que perdeu seus pais muito cedo, sendo criada por sua avó paterna. A garota tinha fama de inconsequente, impulsiva e imatura, traços

mataram? Que segredo escondia? A novela foi escrita por Alexandre Borim, autor da série "Volta ao mundo com Frozen... Stolichnaya" e alguns contos infantis, entre eles "Pepita, die Hündin", indicado como melhor livro infantil da Alemanha em 2011. As fotos da capa de Olivia

marcados por uma vida muito dura, cheia de altos e baixos e relacionamentos conturbados. Um dia a bela jovem foi encontrada morta em um parque da cidade e trás consigo algumas perguntas sem respostas: Quem a assassinou? Por que a

estampam a modelo brasileira Arianni Milano. O livro foi lançado simultaneamente no dia 15 de fevereiro no Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai. Com edição bilíngue, em espanhol e português.

60 BCZ

.


Marcio Seriqueti Escritor.

ZORRIA O CHIQUE NO ÚLTIM

er É por falar em Mulh ho que é muito mais.

ac r é fogo. Ser mulher, comunicação... Escrever sobre mulhe mulher. Os fios de de ras lav pa s da eio ch po oficial de a fic tem Neste mês o ar os virtuais... É agens...os comand ns bingos de me em as s mo da co to papéis de tadas na maioria, gri am for já z ve da s, tirando do fundo mulher. As palavras cantar minhas pedra ero qu ém mb de vocês Ta s. errado que alguma sequências parecida agino eu, se estiver (im r nfessar lhe co mu de r o se foc de do peito a boa ra não adiar o su pa o, eg fôl o do an o, cont r. Perder-se nos me corrija) nem florei é arte em ser mulhe do tu ia, es po ou a rez postas, tudo é coisa ser mulher. Com du não saber tantas res io, rár nt co nhece ao r ora ch de ser mulher desco sentimentos, rir e ões, porque a fome oç em em do an as ar mb up sca po de o de riquezas, de mulher. Nã rpo - Dois universos r que co lhe o e mu ça de be é ca a a fal m a opção. - Co r arriscar... Minh sos, para quem quise m e mulher, até horizontes misterio smente como home ple sim iz fel r se duelos E ar. am descomplicado, sem achou o homem de para o céu. De viver e ndo r-s da lha ba mu e Tra jo a. an ad r ele cismar de se ando ser tão am am r, lhe mu de l pe rqu endo pa s os dias, po e a nem cobranças, viv o de cada dia todo ss no o pã um no o nd da , o outro com um e meus trabalhos, aju ndo um com o outro sce Cre ais. or. rm no am ito tão s s e as falha riqueza era só de mu speitando os limite Re de a. or, gri am ale le na e ue aq oro o no outro, no ch ciência. E gozand pa e or am m eio co tudo ar, sem rec de Conversando sobre Sem receio de mostr m. bé tam s tanto, ido nt se os Fiquei por conta do tremer o coração e saí da minha casca. o Nã r. r mãe se lhe de mu r ra se çu ainda a do sentir o gosto de que nem me foi dada a Hoje, . olh E ça r. ran lhe pe es mu r de se que é bonito , mensageiras ras lav pa as do rin ten pa vou lher. Não en do (risos). Por enquanto lher, que cresceu mu Mu r. lhe mu corpo pra ria rce agero do preço do é muito custoso pa boas partes, no ex r da bém. mu de tam s sia to ân ele icone e esqu muito bem a tal or. tas sem tesão por sil nis am cro de a os eit o lid rec o lha nh plastificar. Te sintonia, na ve em ga tre en r da po o res nd os pa tronos, morre Vejo um medo entre conquistando seus r lhe a mu ad , us tro r ou se o s, m imento Um competindo co Mas mostrar os sent já valia um cafuné. r. Mulher é assim ora ch il fác is um pouco de colo, o deixa, fica ma nã o sm rni de s. Importante e mo õe o raç e explorada, todas as ge em , ito rfe pe m me o ho derela... Rapunzel... mesmo, sonha com Gata Borralheira... Cin ... ve Ne stal, de ca an Br . Sozinha sem pede liberada, é também nta para o romance pro re tou Es mp se o. o, içã nd os fre op rdoe-me a Fantasiando e so a carência afagar. Pe ga, su tre en pra na ne efo mo lis tel rvi o implorando carinho. Sem se ter er qu tá e es a o am nd que que esse mu falando de mulher, mbate do amor. Ai, co ce o do m ne no e m m, me orrência també corajosa com seu ho nso não ajuda, a conc tão ce O es . s ão Ela lid o. so çã na du r se cheio de mulhe lher tem seu jeito e , s mulher que é mu has por contingência zin so s, da momento atual. Ma ala as ac es liz Fe . ros du ma bem por aí. Como frutos colheita. o, ou prontas para a çã op r po be sa em qu o-... -Mundo vasto mund r. lhe mu Mulher doce r. mulher, mãe É mulhe e na Espanha e por Mãe , não é apenas mulheres no Brasil as s da to a m ge na me Fica aqui minha ho forem levadas. onde essas palavras guerreiras.... Parabéns a todas as

61

BCZ

... er se atirar da janela - Alô, minha sogra qu é da carpintaria. ui Aq . mero, meu amigo - Enganou-se de nú a janela não abre... - Eu sei, mas é que

O TAL MÃE, TAL FILH

e furiosa foi tomar da vizinha, e a mã O garoto apanhou meu filho? Ele foi a senhora bateu no satisfação: Por que senhora acha que a E chamou de gorda. mal-educado e me do nele? vai emagrecer baten

LOIRA JUSTICEIRA

pela primeira vez da de burra ia sair Uma garota passa va deu algumas A mãe dela apreensi com um homem. vidou para sair, nha filha, ele te con instruções: - Olha mi vai; ele vai te ê voc , levar para jantar você vai; ele vai te dele, você vai; ele cer o apartamento convidar para conhe ele vai te convidar bebida, você aceita; vai te oferecer uma vidar para tirar a ê vai; ele vai te con para ir pro quarto, voc r na cama, você ita de vai te pedir para roupa, você tira; ele em cima de você em que ele for subir deita... Mas, na hora ixa, viu minha família, você não de para desonrar a sua do chegou foi an o, a garota saiu. Qu filha? Tudo avisad Senhora falou a e qu o ocorrido: - Tudo contar para a mãe o na hora que ele fez tudinho! Só que era verdade, mãe! Ele nha família... mim pra desonrar mi foi subir em cima de mã a e, apreensiva. , filha? Perguntou Você não deixou né a família dele! son cima dele e de rei - Melhor! Eu subi em

PAI JOAZINHO E O SEU u: para o pai e pergunto O Joãozinho chegou ? - Pai, como eu nasci na floresta... vez que sai pra caçar - Eu achei você uma ? - E o meu irmãozinho m na barriga da cia mágica que fizera ên eri exp a um - Ele foi sua mãe... - E você? dou dela, e eu a sementinha e cui - Seu avô achou um

.

nasci... nessa casa? ninguém da no couro - Po*ra pai, será que


ENDEREÇOS ÚTEIZ CASA DO BRASIL Av. da Arco de la Vitoria, s/nº - Madrid Tel.: 914 551 560 Fax: 915 435 188 dir@casadobrasil.es CÁMARA DE COMÉRCIO BRASIL- ESPAÑA Avda. Arco de la Victoria s/nº – Madrid Tel.: 914 551 560 – Ext. 402 ou 407 Fax: 915 435 188 camara@camara-brasilespana.es EMBAIXADA DO BRASIL EM MADRID C/ Fernando El Santo, 6 - Alonso Martínez Tel: 917 004 650 MINISTERIO DE EDUCACIÓN Y CIENCIA Subdirección General de Títulos, Convalidaciones y Homologaciones C/ de Alcalá, 36 - Tel.: 914 201 693 ext. 273

CONSULADO GERAL DO BRASIL EM BARCELONA Av. Diagonal, 468, 2º Tel.: 934 882 288 Fax: 934 872 645 www.brasilbcn.org contato@brasilbcn.org COMISARÍA DE POLICÍA Y GUARDIA CIVIL * Policía Nacional – Tel.: 091 * Emergências Comunidad de Madrid Tel.: 112 PAMAC - Asociación PADRES & MADRES en ACCION de Madrid Tel.: 649 116 241- www.padresdivorciados.es contacto@padresdivorciados.es RECLAMACIONES DE OBJETOS PERDIDOS EN TAXI Madrid: 914 804 613 / Barcelona: 902 101 564

BANCO DO BRASIL S.A C/ Zurbano, 71 – bajo - Madrid Gregório Marañón Tel.: 914 232 525 madrid@bb.com.br

CEB - CENTRO DE ESTUDIOS BRASILEÑOS Passeig de Gràcia, 41 - 3º Barcelona Tel.: 93 215 6486

CONSULADO GERAL DO BRASIL EM MADRID C/ Zurbano, 71 – bajo - Gregório Marañón Tel.: 91 702 12 20 Fax: 91 310 16 30 www.consuladobrasil.es / consular@ consuladobrasil.es

CENTRO DENTAL TORRE FUERTE Av. de América, 12 1º A - Madrid Tel.: 917 241 212/ 615 393 691 GRUPO ALCOHÓLICOS ANÓNIMOS www.alcoholicos-anonimos.org

CENTRO DE AJUDA À MULHER www.malostratos.com/Tel.: 900 191 010 AHBAI. ASOCIACIÓN HISPANO BRASILEÑA DE APOYO AL INMIGRANTE C/ Villa de Marín, 23 1º Piso - Madrid Tel.: 658 282 866 APLEPES. ASSOCIAÇÄO DE PROFESSORES DE LÍNGUA PORTUGUESA NA ESPANHA www.aplepes.org / aplepes@gmail.com Tel.: 660 211 503 FCHB - FUND. CULTURAL HISPANO BRASILEÑA C/ Almagro, 28 - 2º - Madrid Tel.: 91 702 5099 IGREJAS CEI - COMUNIDADE EVANGÉLICA INTERNACIONAL C/ Cidro, 14 - Metro San Francisco - L 11 Autobuses - 35-47-108-118-121-131-155 www.mic.org.es e-mail: mic@mic.org.es Tel.: 914 656 304

IGLESIA DIOS ES AMOR MADRID - C/ Tracia, 8 Metro Suanzes - L5 Tel.: 654 827 047 BARCELONA - C/ Bolivia, 19-21 Tel.: 93 309 3377 COMUNIDAD CRISTIANA ÁGAPE C/ Matilde Hernández, 85 – M- Vista Alegre – L5

Pr.fabio_daiana_ibn@hotmail.com Tel.: 91 833 5182/ 659 686 236 ESCOLA DE IDIOMAS

PLS LANGUAGE SCHOOL Calle Zurbano, 83 - 3º A – Madrid Metro Gregorio Maranón - L 7 e 10 CINEMAS EM VERSÃO ORIGINAL (INGLÊS) PRINCESA 6,50 euros C/ de la Princesa, 3 – Madrid Plaza de España RENOIR CUATRO CAMINOS 6,50 euros Raimundo Fernández Villarde, 10 Cuatro Caminos


PROTAGONIZTAS

Cinema Tan Fuerte, tan cerca Estreia prevista para 16 de março de 2012 Indicado ao Oscar na categoria de Melhor Filme, Tom Hanks e Julia Roberts interpretam os pais de Oskar Schel, um garoto excepcional: inventor amador, admirador da cultura francesa e pacifista. Depois de encontrar uma misteriosa chave que pertencia a seu pai (Tom Hanks) que morreu no World Trade Center no 11/09, ele embarca em uma incrível jornada.

Al borde del abismo Estreia prevista para 23 de março de 2012 O galã de Avatar e Fúria de Titãs está de volta em mais um filme emocionante. Dessa vez, Sam Worthington, é Nick Cassidy, um antigo Agente de Polícia de Nova York que agora é um ex-preso foragido. A trama gira em torno de quando ele decidiu subir na sacada do último andar do famoso Hotel Roosevelt para cometer suicídio, mas enquanto a polícia tentava convencê-lo do contrário, seus companheiros tentavam roubar um grande diamante. A partir daí, uma série de acontecimentos irão dar fundo ao filme e ele descobre que o que está em risco é muito mais do que sua vida.

ESTO ES LA GUERRA Estreia prevista para 09 de Março de 2012 Uma década depois da heróica derrota do monstruoso Kraken, Perseo tenta desfrutar de uma vida mais simples com o seu filho Helio de 10 anos em uma vila de pescadores. Mas ele não pode fugir de sua verdadeira vocação quando descobre que Hades e Ares fazem um trato com Cronos para capturar Zeus. A força dos Titãs aumenta à medida que a de Zeus diminui. E o inferno se aproxima da terra e só Perseo pode evitar.

.

Júlia Lemmertz GAÚCHA DE PORTO ALEGRE Gaúcha de Porto Alegre, fanática pelo colorado, com mais de 30 anos de carreira artística, Júlia Lemmertz, que fez aniversário

Relação que gerou frutos, dois filhos. Ela, também filha de atores, Lineu Dias e Lilian Lemmertz, conhecidos nas televisões

dia 18 de março, está causando polêmica com o seu personagem Esther da novela das nove, Fina Estampa. A atriz, que junto a sua companheira de trabalho, Monique Alfradique, que dá vida a personagem da Bia, disputam a guarda de Victoria. A disputa ocorre porque Esther gera um filho que é do óvulo doado da Bia e que depois que descobre do ocorrido, reivindica a guarda da criança. A polêmica que gira em torno ao direito da maternidade criou um grande debate na sociedade brasileira. Essa atriz tão comprometida com a arte sempre busca através dela o pensamento crítico de quem a assiste. Júlia é casada com o também ator, Alexandre Borges, há quase 20 anos.

brasileiras, estreou ainda criança como atriz. Quando perguntada sobre a sua idade, responde: “Não estou no fim, estou no meio da vida. Pretendo ficar com o espírito jovial aos 80. Tem a ver com gostar da vida e não querer ter outra idade que não a sua. Estar ativo, desejoso, ter prazer, humor”. Devido a um ritmo muito intenso em 2011 – com teatro, seriado e novela –, a atriz planeja desacelerar em 2012, conforme desabafa: “Não tenho fim de semana livre há oito meses. Vislumbro a possibilidade de parar, dar um tempo de TV e fazer cinema, ficar em casa, cuidar de filho. Meu projeto em 2012 é ir com calma”. Algo que nos parece difícil, por ser uma atriz de tanto talento.

63 BCZ

.


Agenda MADRID JOHN CALE Joy Eslava 25/Mar/1012 Ás 21h30 35 euros. FORRÓ DO LUIZ Sala Barco Toda quinta-feira Às 22h30. Entrada franca. PICASSO, EL ETERNO FEMININO Exposição do Pintor, centrada na figura da mulher Fundação Canal Todos os dias até 08/Abr/12 De 11h as 20h (nas quartas, de 11h às 15h) EL MAGO DE OZ, EL MUSICAL Arteria Coliseum 05 a 08/Abr/12 Às 20h. De 8 euros a 18 euros. VIDA Y MUERTE DE MARINA ABRAMOVIC Biografia da “avó da arte da performance”. Teatro Real 11 a 22/Abr/12 Às 20h e domingo as 18h. De 7 euros a 90 euros.

BARCELONA

MANOLO GARCÍA Pal. Municipal Congresos – Campo Naciones 13, 14, 19, 20, 26 e 27/Abr/12 Ás 21h30 De 38 euros a 42 euros. ASUFRE Cia. Dei Furbi Circulo de Belas Artes (Sala Fernando de Rojas) 18 a 22/Abr/12 Ás 20h e domingo às 19h 12 euros. LAURA PAUSINI Palacio de Deportes 20/Abr/12 Às 21h. De 35,20 euros a 187 euros. PHILIP GLASS ENSEMBLE Lo mejor Del maestro minimalista Auditório Nacional 25/Abr/12 Ás 19h30 De 4 euros a15 euros. THOSE DARLINS Sala Siroco 25/Abr/12 Ás 21h30 12 euros.

DOMINGOS DE FAROFA Almoço com feijoada e música ao vivo Bar Samba Brasil. Todo primeiro domingo do mês. A partir das 14h30. FORRÓ AFIADO Sala Monastério Toda quarta-feira e primeiro domingo do mês Às 22h30. 6 euros. LÁ EM CASA Comida brasileira com música ao vivo. Restaurante Campechano. Todo domingo Das 18h00 às 22h00. 3 euros. RODA DE CHORO Centro Cívico Parc Sandaru. Toda quarta-feira. Das 19h00 às 21h00. Entrada franca. AULAS DE AXÉ, FORRÓ, SAMBA Y LAMBADA Bar Samba Brasil. Toda quinta-feira Às 22h30. Entrada franca. MADE IN BRAZIL Opera Disco. Con Negro Joya e Dj Mastie Todo domingo.

64 BCZ

À 0h00. Entrada franca até à 1hora, com lista. Depois 10 euros. MADONNA Palau Sant Jordi. 20 de junho. De 40 a 299 euros. EL TALLER DE GAUDÍ Museu Diocesano (Pia Almoina) Exposição Permanente. 6 euros. GOYA. LUZES E SOMBRAS. Caixa Fórum. Até 24 de junho. Entrada franca. LUIS MIGUEL Palau Sant Jordi 10 de maio. Às 21h30. De 40 a 185 euros. JUDAS PRIEST Sant Jordi Club 16 de maio. Às 18 horas. A partir de 77 euros. PIANISTA LANG LANG Auditori 22 de abril. Às 19 horas. De 30 a 60 euros.


www.revistabcz.com

65 BCZ


OPINIÃO

Desemprego! Para calcular a taxa mensal de desemprego (um dos mais importantes índices econômicos e sociais em um país) é necessário que compreendamos quais são os elementos incluídos na pesquisa que tanto o governo como as entidades privadas realizam em relação à população ativa. Em primeiro lugar, é importante mencionar que as pessoas consideradas para efeitos de cálculo devem ser maiores de 16 anos. Elas estão divididas em quatro grupos distintos: a) pessoas ocupadas (pessoas que trabalham em empregos remunerados), b) desempregados; c) população ativa e d) pessoas inativas. O que mais nos interessa é a população ativa. Ela inclui tanto pessoas (em idade laboral) ocupadas em trabalhos remunerados (atividades como, por exemplo, cuidados da casa ou de familiares estão excluídos) como também pessoas sem trabalho, mas que estão buscando emprego. Enfim, a população ativa inclui tanto trabalhadores empregados como desempregados. Os inativos não devem ser confundidos com os

desempregados. Nesta categoria estão incluídos os estudantes, os aposentados, as pessoas que não estão buscando trabalho, os enfermos incapazes de trabalhar, as pessoas com idade inferior à legal para trabalhar etc. A fração da população ativa que busca emprego, mas não logra conseguir um posto de trabalho, determina a denominada taxa de desemprego. Em outras palavras, a taxa de desemprego corresponde à porcentagem resultante do número de desempregados dividido pela população ativa. Uma taxa acima de 15% pode acarretar não somente o aumento significativo do gasto do Estado (gasto público) em subsídios por desemprego, como tende também a gerar enorme mal-estar e até mesmo ruptura da paz social que deve existir em uma sociedade. O desemprego corresponde à situação em que uma pessoa, com idade legal suficiente e capacidade para trabalhar, não tem emprego por razões alheias à sua vontade. Pessoas nestas condições integram a denominada população ativa, em oposição à população inativa.

Professor Armando Álvares Garcia Júnior Pós-doutor em Direito Internacional pela Universidade de Iowa, EUA.

O chamado desemprego estrutural tecnicamente corresponde à relação entre a oferta e a procura de trabalho e depende essencialmente da capacidade do mercado para absorver a força de trabalho existente em uma sociedade determinada. Em países com pouca diversificação da atividade industrial e de serviços, a concentração excessiva da mãode-obra em um setor específico da economia tende, invariavelmente, a saturação desse setor. A partir do momento em que a elasticidade e a capacidade de absorção de trabalhadores diminuem nesse setor (por exemplo, construção civil), a parte excedente da mão-de-obra terá que ser eliminada. É o processo de destruição de postos de trabalho. O desemprego estrutural difere de outras categorias de desemprego, como o chamado desemprego sazonal (diretamente ligado a específicos períodos de tempo). Nas atividades sazonais existem fortes variações da atividade econômica. Por exemplo, o setor agrícola recruta mão-de-obra nos

períodos de colheita, para evitar o perecimento do cultivo. De forma similar, em períodos de alta temporada o setor hoteleiro (especialmente aqueles localizados em praias durante o verão ou em montanhas durante o inverno) tende a contratar pessoal extra. Esses trabalhadores normalmente perdem seus empregos uma vez finalizada a alta temporada. Esse excedente de mão-de-obra não pode ser absorvido durante períodos de baixa temporada. Assim, o desemprego sazonal tende a variar com as estações do ano em virtude das habituais flutuações na oferta ou na procura de emprego existente em determinados setores econômicos. Existe também o denominado desemprego cíclico, caracterizado pela persistente destruição de postos de trabalho ao longo de todo um ciclo econômico. O desemprego que surgiu como resultado direto ou indireto da crise econômica de 1929 é considerado um exemplo paradigmático de desemprego cíclico. O desemprego gerado pela crise de 2008 também pode entrar nesta categoria.

O desemprego corresponde à situação em que uma pessoa, com idade legal suficiente e capacidade para trabalhar, não tem emprego por razões alheias à sua vontade. 66 BCZ


www.revistabcz.com

67

BCZ



Brazilcomz nº54 | Março