Page 1

A REVISTA REGIONAL DO ROTARY NO BRASIL

NOVEMBRO 2012 ANO 88 Nº 1085

PLANO VISÃO DE FUTURO Simplificação dos subsídios e maior impacto global do Rotary

www.brasil-rotario.com.br

Capa2.indd 30

17/10/2012 14:50:13


capa 2.indd 4

28/8/2012 16:49:14


Sumário

iStockphoto

05 MSakujiu Tanaka C R I 10 Momentos inesquecíveis ontem e hoje ENSAGEM DO PRESIDENTE E N

OLUNA DO DIRETOR DO

12 14 17 19 20 22 24 28 29

33

30 O que u você c precisa r c sa saber sa er para ara inserir i rro seu e clube u e e o seuu distrito i t t noo Plano a Visão i ã de d Futuro t r e desenvolver e vo ver projetos r j t s com m o auxílio u í o dos o subsídios u sí i s daa Fundação n açã Rotária t a

33 41 44 45

OTARY NTERNATIONAL

José Antonio Figueiredo Antiório QUADRO ASSOCIATIVO Carta aberta ao a o meu amigo Amilton Medeiros Silva M d l SERVIÇOS O INTERNACIONAIS T Uma ponte de d solidariedade Fernando Aguirre A i 23 DE FEVERE RO O DE E 2013 Vamos celebrar a e e a juntos u Waldenir dee Bragança a ç MÍDIAS ÍD AS 88 anos este mês FUNDAÇÃO ROTÁRIA Ç T Muito o perto do coração a Sanjeev Chowdhury C COLUNA DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA THE ROTARY FOUNDATION S A Um objetivo, duas formas de contribuir t f r i José s Nelson o Carrozzino CELEBRAÇÃO 50 anos do Interact Club t r Otto Ricardo Hornhardt Filho i

FILOSOFIA ROTÁRIA Através do Servir, teremos a paz mundial PLÍNIO SALGADO GUIMARÃES LAGE NOSSA HISTÓRIA O dom m da tolerância l r Richard Zajaczkowski a k s FUNDAMENTOS ROTÁRIOS M T R T Servindo pela diversidade v Edinê Geraldo Cota G a t GLOBAL A OUTLOOK Guia para rotarianos sobre br os novoss subsídios da Fundação Material a produzido pelo Rotary a International VISÃO DE FUTURO Subsídios 2013-14: aplicação disponível COLUNA DOS COORDENADORES REGIONAIS DA ROTÁRIA E I D FUNDAÇÃO N A história da poliomielite: parte 1 José e Celso Alves s Carlos Carvalho v C COLUNA DO CHAIR DA FUNDAÇÃO ROTÁRIA D O Visão o de longo prazo Wilfrid d Wilkinson W k s

Seções 04 06 25 42 46 66 67 68 70 71 72

Cartas e recados  Saudades Curtas Interact e Rotaract Cultura Distritos em revista Os 50 mais Senhoras em ação Reconhecimentos da Fundação Rotária Rotarianos que são notícia Aconteceu na Brasil Rotário Relax

Capa: Arte de Armando Santos sobre fotos iStockphoto e stock.XCHNG

Sucessora de “Notícias Rotárias” e “Rotary Brasileiro”. Publicação mensal dedicada à divulgação do Ideal de Servir. Revista regional do Rotary International para os rotarianos do Brasil.

sumário indd 1

24/10/2012 12:11 03


RotaRy InteRnatIonal

One ROtaRy CenteR

Conselho diretor 2012-13 Presidente sakuji tanaka

Vice-Presidente Kenneth M. schuppert Jr. tesoureiro elizabeth s. demaray

evanStOn, IllInOIS, eua

www.rotary.org

Curadores da Fundação rotária 2012-13

diretores José Antonio Figueiredo Antiório Ann-Britt Åsebol John B. Boag Kenneth r. Boyd Yash Pal das Allan o. Jagger Paul Knyff takeshi Matsumiya

Presidente eleito ron d. Burton

1560 SheRman avenue

Anne l. Matthews shekhar Metha Juin Park Gideon Peiper Andy smallwood Bryn styles

cHAir Wilfrid J. Wilkinson

secretário-GerAl John Hewko

Vice-cHAir stephen r. Brown

curAdores Antonio Hallage lynn A. Hammond Jackson san-lien Hsieh John Kenny ray Klinginsmith Ashok M. Mahajan Michael K. McGovern

cHAir eleito dong Kurn lee

samuel F. owori Kazuhiko ozawa ian H.s. riseley Julio sorjús stephanie A. urchick secretário-GerAl John Hewko

Governadores de distrito no Brasil em 2012-13 distrito 4310 Miguel Angel turra Marchant rc de Americana-integração, sP

distrito 4500 luiz Mario campos calheiros rc do recife-Boa Vista, Pe

distrito 4390 Manoel Messias Peixoto rc de itabaiana, se

distrito 4510 luiz carlos Gonçalves rc de Bauru-terra Branca, sP

distrito 4410 Antônio Fernando santos lacourt rc de Vitória-Mata da Praia, es distrito 4420 Marcos luiz Zanardo rc de são caetano do sul-olímpico, sP distrito 4430 Ademil Martin Andrade rc de Guarulhos-sul, sP

distrito 4520 Agassis Martins Jr. rc de sabará, MG distrito 4530 Gercy Joaquim camêlo rc de Goiânia-Anhanguera, Go distrito 4540 clóvis Vassimon Jr. rc de ribeirão Preto, sP distrito 4550 clóvis ribeiro sobrinho rc de lauro de Freitas, BA

distrito 4440 Antônio José Zago rc de cuiabá, Mt

distrito 4560 Aristides Beraldo Garcia rc de Arcos, MG

distrito 4470 osmar Francisco de oliveira rc de três lagoas, Ms

distrito 4570 Alice cavalieri lorentz rc do rio de Janeiro, rJ

distrito 4480 Waldemar Pereira do nascimento rc de Fernandópolis-Vinte e dois de Maio, sP distrito 4490 Pedro ivo de carvalho Viana rc de são luís-Praia Grande, MA

distrito 4580 José salvador Felipe romão rc de conselheiro lafayette, MG distrito 4590 Paulo celso Motta rc de campinas-sul, sP

cOOPERATIVA EDITORA BRASIL ROTÁRIO Conselho de administração 2011-13 Diretoria Executiva Presidente Ricardo Vieira Lima Magalhães Gondim Vice-Presidente de operações Milton Ferreira Tito Vice-Presidente de Administração Waldenir de Bragança Vice-Presidente de Finanças Wilmar Garcia Barbosa Vice-Presidente de Planejamento e controle Bemvindo Augusto Dias Vice-Presidente de Marketing José Alves Fortes Vice-Presidente de relações institucionais José Luiz Fonseca Vice-Presidente Jurídico Jorge Bragança

memBros suPlentes Abel Mendes Pinheiro Júnior Fernando Teixeira Reis de Souza Gerente eXeCutivo Gilberto Geisselmann assessores Alberto de Freitas Brandão Bittencourt Aroldo Mendes de Araujo Eduardo Alvares de Souza Soares Eduardo de Barros Pimentel Flávio Antônio Queiroga Mendlovitz Gedson Junqueira Bersanete Herlon Monteiro Fontes Taketoshi Higuchi

memBros eFetivos Alice Cavalieri Lorentz Dulce Grünewald Lopes de Oliveira Fernando Antonio Quintella Ribeiro Geraldo da Conceição Hertz Uderman José Moutinho Duarte José Ubiracy Silva Vicente Herculano da Silva

Conselho FisCal Membros efetivos Joper Padrão do Espírito Santo Orlando Graneiro Sebastião Porto suplentes Antonio Villardo Carmelinda Amália Maria Maliska Sebastião Cony Dantas Conselho Consultivo de Governadores Membros natos efetivos Governadores 2012-13

representante Alice Cavalieri Lorentz Comissão editorial eXeCutiva Presidente Ricardo Vieira Lima Magalhães Gondim

Membros Bemvindo Augusto Dias Gilberto Geisselmann José Alves Fortes Luiz Renato Dantas Coutinho Manoel Magalhães Milton Ferreira Tito Nuno Virgílio Neto Renata Coré Conselho editorial Consultivo Presidente Ricardo Vieira Lima Magalhães Gondim

Membros Alice Cavalieri Lorentz Bemvindo Augusto Dias Fernando Antonio Quintella Ribeiro Jorge Bragança José Alves Fortes José Luiz Fonseca José Ubiracy Silva Mário César de Camargo Milton Ferreira Tito Waldenir de Bragança Wilmar Garcia Barbosa

distrito 4600 Benedicto Francisco dos reis neto rc de são José dos campos-urupema, sP

distrito 4700 Adalecio Kovaleski rc de Vacaria dos Pinhais, rs

distrito 4610 reinaldo Franco rc de são Paulo-Butantã, sP distrito 4620 luiz Antônio de Machado Werneck rc de itapeva, sP distrito 4630 Monir Felício da silva rc de Maringá, Pr

distrito 4680 Fabiano Varela de carvalho rc de camaquã-norte, rs

distrito 4710 Antônio de Alencar rc de cambé, Pr distrito 4720 roberto russell da cunha rc de Belém, PA distrito 4730 Arlindo Venturim rc de curitiba-santa Felicidade, Pr

distrito 4640 Marli decker cargnin rc de cascavel-união, Pr

distrito 4740 Fiorelo ruviaro rc de concórdia, sc

distrito 4650 roque Heerdt rc de Blumenau-norte, sc

distrito 4750 Joel Pereira de souza rc de Pádua, rJ

distrito 4651 nilson Algarves rc de laguna, sc

distrito 4760 Maria socorro de carvalho silveira rc de Montes claros-sul, MG

distrito 4660 José luiz lermen rc de santa rosa-Junior, rs

distrito 4770 José carlos lau rc de uberaba-leste, MG

distrito 4670 Gildásio Alves de oliveira rc de Porto Alegre-norte, rs

distrito 4780 carlos Frederico radunz Gonçalves rc de Jaguarão, rs

revista de Propriedade da cooperativa editora Brasil rotário cnPJ 33.266.784/0001-53  inscrição Municipal 00.883.425 Av. rio Branco, 125, 18º andar ceP: 20040-006 – sede própria rio de Janeiro – rJ  tel: (21) 2506-5600 / Fax: (21) 2506-5601 Conselho suPerior Mário de oliveira Antonino (Recife-PE) EDRI 1985-87

Hipólito sérgio Ferreira (Belo Horizonte-MG) EDRI 1999-01

themístocles A. c. Pinho (Niterói-RJ) EDRI 2007-09

Gerson Gonçalves (Londrina-PR) EDRI 1993-95

Alceu Antimo Vezozzo (Curitiba-PR) EDRI 2001-03

Antonio Hallage (Curitiba-PR) EDRI 2009-11

José Alfredo Pretoni (São Paulo-SP) EDRI 1995-97

luiz coelho de oliveira (Limeira-SP) EDRI 2003-05

José Antonio Figueiredo Antiório (Osasco-SP) DRI 2011-13

carlos Henrique de carvalho Fróes (Rio de Janeiro-RJ) EGD 1986-87 e ex-presidente da Cooperativa Editora Brasil Rotário eXPediente editor: Ricardo Vieira Lima Magalhães Gondim Jornalista responsável: Luiz Renato D. Coutinho – Jorn. Prof. MtB 25583 RJ redator-chefe: Nuno Virgílio Neto – Jorn. Prof. MtB 24490 RJ redação: Alex Mendes, Armando Santos, Luiz Renato D. Coutinho, Manoel Magalhães, Maria Cristina Andrade, Maria Lúcia Ribeiro de Sousa, Nuno Virgílio Neto e Renata Coré impressão: Log & Print Gráfica e Logística S A. digitalização: Alex Mendes, Armando Santos e Maria Cristina Andrade tiragem desta edição: 59 000 exemplares e-mail da redação: redacao@brasil-rotario.com.br Homepage: www brasil-rotario.com br As matérias assinadas são de inteira responsabilidade dos seus autores. A Brasil Rotário, consciente de sua responsabilidade ambiental e social, utiliza papéis com certificado FSC (Forest Stewardship Council) para a impressão desta revista. A Certificação FSC garante que uma matériaprima florestal provenha de um manejo considerado social, ambiental e economicamente adequado.

ÉTICA. Um princípio que não pode ter fim. Campanha em prol de mais elevados padrões de ética. Apoio dos Rotary Clubs do Brasil 2

pag0203 indd 2

N ovembro

de

2012

22/10/2012 11:35:18


Quantos somos Em todo o mundo Número de clubes: 34.368; Total de rotarianos: 1.215.488 (sendo 215.286 mulheres); Países e regiões onde o Rotary está presente: 215; Número de distritos rotários: 532; Rotaract Clubs: 9.593 (em 189 países, reunindo um total de 220.639 rotaractianos); Interact Clubs: 14.958 (em 155 países, reunindo um total de 344.034 interactianos); Núcleos Rotary de Desenvolvimento Comunitário: 7.620 (em 92 países, reunindo um total de 175.260 voluntários não rotarianos).

No Brasil Número de clubes: 2.396; Total de rotarianos: 57.290 (sendo 12.235 mulheres); Número de distritos rotários: 38; Rotaract Clubs: 730 (reunindo um total de 16.790 rotaractianos); Interact Clubs: 815 (reunindo um total de 18.745 interactianos); Núcleos Rotary de Desenvolvimento Comunitário: 349 (reunindo um total de 8.027 voluntários não rotarianos).

Fonte: Escritório do Rotary International do Brasil (dados de outubro de 2012).

Vamos entrar em contato com a Brasil Rotário? Escreva para nossos e-mails. Para enviar textos e fotos sobre as ações do seu clube, escreva para redacao@brasil-rotario.com.br

Para informações sobre pagamentos e boletos bancários, escreva para cobranca@brasil-rotario.com.br

Se você quer informações sobre a remessa da revista, alterar o endereço de envio ou atualizar o número de assinantes, escreva para expedicao@brasil-rotario.com.br

Brasil Rotário: servindo por meio da comunicação

Leia

Um convite do editor Ricardo VLM Gondim

A

matéria de capa deste número, simbolizada por uma luneta, ou telescópio – instrumento que nos permite ampliar a visão, enxergando mais longe –, explica detalhadamente o chamado Plano de Visão de Futuro, iniciativa destinada a aumentar a eficácia, a eficiência e a efetividade das ações do Rotary que são desenvolvidas com o apoio da Fundação Rotária. Após um período experimental (lembram-se da criação dos distritos pilotos?), agora a nova sistemática está sendo implementada, e se encontra no que podemos chamar de período de transição. A propósito, é importante que os governadores (os atuais e os entrantes) se empenhem em esclarecer e treinar os presidentes de clubes (também os atuais e os entrantes) sobre este Plano Visão de Futuro, aproveitando as diversas oportunidades que se apresentarem – visitas, seminários etc. –, pois todo o funcionamento do sistema de subsídios rotários está sendo modificado, e os clubes, no desenvolvimento de seus projetos, deverão se adequar às novas práticas. Aproxima-se um importante momento, digno de uma comemoração entusiástica: os 90 anos do Rotary no Brasil! Um vibrante artigo do ex-governador distrital Waldenir de Bragança nos convida a pensar na significação e na importância deste acontecimento e nos inspira – a todos nós, a todo o rotarismo brasileiro – a nos preparar para, no início de 2013, festejarmos condignamente a implantação do Rotary em nosso país. Também assinalamos neste mês os 88 anos desta nossa revista Brasil Rotário. E a data merece comemorações, vocês concordam? Temos ainda a descrição de uma importante iniciativa rotária, onde se vê como o entendimento, inicialmente simples e despretensioso, entre dois companheiros rotarianos, do Equador e da Suécia, deu origem a um vultoso projeto de renovação e ampliação dos equipamentos médico-hospitalares daquele país sul-americano, com notáveis (e muito benéficos) resultados para milhares de pessoas. O rotariano Sanjeev Chowdhury, hoje cônsul-geral do Canadá no Rio de Janeiro, nos conta sua trajetória de vida, destacando as fortes ligações anteriores com o Rotary. Em sua juventude, ele foi bolsista da Fundação Rotária e, sendo hoje um diplomata e nosso companheiro do Rotary, fala-nos da profunda gratidão que dedica à nossa instituição. Estas, e muitas outras matérias de interesse, estão neste número da nossa revista. Leia!

3

pag0203.indd 3

22/10/2012 11:45:12


C ARTAS E RECADOS

A Seu Serviço

Dez anos dos Centros Rotary É com alegria que manifesto meus sinceros agradecimentos pela publicação de meu artigo Trabalhando pela paz: um testemunho na edição de setembro da Brasil Rotário, coincidindo com a passagem de 21 de setembro, Dia Internacional da Paz pela Organização das Nações Unidas. Como ex-bolsista dos Centros Rotary pela Paz, dou o meu testemunho sobre a importância deste programa educacional e dos resultados que os investimentos da Fundação Rotária alcançaram ao longo dos 10 anos de existência desta iniciativa, ao formar profissionais especializados em temas humanitários e de cooperação para o desenvolvimento. Izabela Pereira, consultora Internacional do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento/Ministério das Relações Exteriores.

Concurso cultural: últimos dias para participar

Q

uer curtir férias a bordo de um navio que passará pelo Uruguai e a Argentina, e ainda por cima levando um acompanhante? Então acesse o site da Brasil Rotário até o dia 30 de novembro e inscreva uma frase de até 300 caracteres com as palavras ROTARY e PAZ. A criação mais inspirada leva o

prêmio, uma promoção da revista em parceria com a Check in Brazil Turismo & Eventos. Leia o regulamento na página 32 desta edição ou em nosso site www.brasil-rotario.com.br, participe e convide os amigos: o concurso também é aberto a não rotarianos!

ERRAMOS

O falecimento de Ivo Arzua Pereira, ex-governador do distrito 4730, ocorrido em 9 de setembro, em Curitiba, foi registrado em Saudades, na edição de outubro. Devemos acrescentar, no entanto, que Ivo Arzua era assessor do Conselho de Administração da Brasil Rotário desde 2007, além de colaborador assíduo da revista, tendo sido prefeito de Curitiba de 1962 a 1967 e ministro da Agricultura de 1967 a 1969.

Saudades u ades Hans J. Müller-Rech, ex-diretor e tesoureiro do Rotary International, associado ao Rotary Club de Augsburg, Alemanha (D. 1840). 

Theóphilo Roque de Abreu Alvarenga, presidente do Rotary Club de Botucatu, SP (D. 4310), em 1967-68 e 1982-83.

Escritório do RI no Brasil Home page: http://www.rotary.org.br Endereço Rua Tagipuru, 209 São Paulo – SP – Brasil CEP: 01156-000 Tel: (11) 3826-2966 Fax: (11) 3667-6575 Horário: 2ª a 6ª, de 8h às 17h Gerente Celso Fontanelli celso.fontanelli@rotary.org Quadro Social (Assistência aos Governadores de Distrito e aos Clubes) Débora Watanabe <debora.watanabe@rotary.org> Supervisor da Fundação Rotária Edilson M. Gushiken <edilson.gushiken@rotary.org> Supervisor Financeiro Carlos A. Afonso <carlos.afonso@rotary.org> Encomendas de Publicações, Materiais e Programas Audiovisuais Clarita Urey clarita.urey@rotary.org Tel.: (11) 3826-2966 Fax: (11) 3667-6575 Rotary International Secretaria (Sede Mundial) 1560 Sherman Avenue,Evanston, Il 60201 USA Phone: 00-21-1847 866-3000 Fax: 00-21-1847 328-8554 Horário: 8h30 às 16h45 (horário de Washington)



Rogério Santovito, associado ao Rotary Club de Guarulhos, SP (D. 4430). 

Laécio de Assunção Melo, associado ao Rotary Club de Belford Roxo, RJ (D. 4570). 

Hélio Speranza Camerano, governador 1978-79 do distrito 4600 e associado ao Rotary Club de Barra do Piraí, RJ. 

Charles Uscocovich, um dos fundadores do Rotary Club de Cascavel-Harmonia, PR (D. 4640). 

José Nizardo Rebouças Chagas, presidente do Rotary Club de Manaus-Distrito Industrial, AM (D. 4720), em 1985-86 e 1993-94.

4

pag04 indd 4

N OVEMBRO

DE

As correspondências para estas seções podem ser enviadas para o e-mail redacao@brasil-rotario. com.br ou para a Avenida Rio Branco, 125/18º andar – Centro – Rio de Janeiro/RJ; CEP: 20040-006. Em razão do seu tamanho ou para facilitar a compreensão, os textos poderão ser editados.

2012

22/10/2012 18:47:02


M ENSAGEM DO PRESIDENTE

CAROS COMPANHEIROS ROTARIANOS,

H NA REDE

Leia os pronunciamentos e as notícias do presidente do RI Sakuji Tanaka acessando o site www.rotary.org/president

á várias formas de descrever nossa Fundação Rotária, mas penso nela como o alicerce de todo o Rotary. Muitas vezes não paramos para pensar no chão em que pisamos ou nas paredes que sustentam nossas casas. São coisas que não valorizamos como deveríamos, só lembrando delas quando não estão mais lá. Há não muito tempo no Japão, literalmente perdemos o chão. No dia 11 de março de 2011, um terremoto de magnitude 9 atingiu o país em seu âmago. Mais de 15 mil pessoas morreram, cerca de 6.000 ficaram feridas e outras 4.000 continuam desaparecidas. O estrago do desastre é estimado em mais de 300 bilhões de dólares. Em uma questão de horas, meio milhão de pessoas em um dos países mais ricos e desenvolvidos do mundo perdeu tudo. Elas passaram do conforto e segurança de seus lares para um futuro incerto em ginásios de escolas, barracas e edifícios arruinados. No Japão, estamos acostumados com terremotos, e achávamos que estávamos prontos para tudo, mas ninguém esperava algo dessa proporção. O que aconteceu naquele dia mudou o país e nos fez perceber a fragilidade de nossas vidas. Eu me dei conta do pouco que me separa das pessoas que ajudamos por meio do Rotary. É fácil dizer que aqueles que ajudamos por meio de nossa Fundação são diferentes de nós. Eles moram longe, não sabemos o idioma que falam e não conhecemos sua cultura. Não sabemos o que é não ter acesso a água corrente, saneamento, cuidados médicos ou educação. Vemos fotos e lemos notícias sobre pobreza, guerras e desastres. Assistimos de tão longe às pessoas passando por situações tão terríveis, mas é difícil nos colocarmos no lugar delas. Hoje digo que não há nada que nos separe daqueles que ajudamos. Somos todos iguais; apenas as circunstâncias que nos cercam são diferentes. Com nossa Fundação, temos o poder de colocar em prática o seu lema: Fazer o Bem no Mundo. Por meio dela podemos fazer muito mais do que poderíamos fazer sozinhos. E isso importa muito para pessoas como nós.

SAKUJI TANAKA PRESIDENTE DO ROTARY INTERNATIONAL

5

pag05.indd 5

15/10/2012 14:04:33


C URTAS

End Polio Now ganha site exclusivo

O

Rotary buscou o reforço da internet para intensificar sua luta pela erradicação da poliomielite. A campanha End Polio Now dispõe agora de um site exclusivo com versões em português e em outros sete idiomas. No endereço www.endpolio.org/pt, o visitante – seja rotariano ou não – pode fazer doações em tempo real e saber onde o dinheiro será utilizado. A página foi pensada de modo a incentivar o engajamento dos internautas, por isso, o design do site estimula a interatividade e o compartilhamento nas redes sociais, como Twitter e Facebook. O visitante tem ainda a possibilidade de estimar – de forma não científica – o valor de seus tuítes (postagens no Twitter) e de suas curtidas no Facebook, tendo como base a quantidade de seguidores ou amigos adicionados ao perfil. Além de notícias, outros atrativos do site são uma barra que ilustra o declínio dos casos de poliomielite registrados desde o início da campanha de erradicação da doença, há 24 anos, e o vídeo de divulgação Falta só Isto. O ROTARY NO CENTRAL PARK Fora do mundo virtual, o Rotary International (RI) divulgou ao mundo a mensagem de erradicação da

6

pag0607.indd 6

N ETEMBRO S OVEMB O

DE D

pólio durante um concerto de caridade realizado no fim de setembro no Central Park, em Nova York, com organização do Global Poverty Project. O evento atraiu público superior a 60 mil pessoas e foi transmitido pela TV e pela internet. Antes da apresentação do cantor Neil Young, ele próprio um sobrevivente da pólio, o Rotary divulgou uma mensagem de sete minutos, com a participação do secretário-geral do RI, John Hewko; da atriz vencedora do prêmio Emmy Archie Panjabi; de Aseefa Bhutto Zardari, filha do presidente do Paquistão, Asif Ali Zardari; e do rotariano canadense e sobrevivente da pólio Ramesh Ferris. “A longa estrada que nos traz ao Central Park na noite de hoje começou na década de 1970, quando o Rotary iniciou a imunização das crianças do mundo contra a pólio”, declarou Hewko. Ele acrescentou que, com a ajuda de seus parceiros – Unicef, Organização Mundial da Saúde, Centro Norte-Americano de Controle e Prevenção de Doenças e Fundação Gates –, o Rotary já imunizou mais de 2 bilhões de crianças e afastou a poliomielite de quase todos os países do mundo. BR

2012 2012

22/10/2012 11:57:07


Falta só isto para acabar com a pólio

Leci Brandão adere a campanha rotária

A

ssim como já fizeram algumas figuras públicas estrangeiras, a cantora Leci Brandão demonstrou seu apoio à campanha End Polio Now. Leci esteve no Rotary Club de Tatuí-Nascer do Sol, SP (distrito 4620), onde cantou para um público de 300 pessoas por ocasião da cerimônia de transmissão de posse do conselho diretor, e posou para a campanha de erradicação da poliomielite promovida pelo Rotary.

Nova chance de assistir aos webinars de agosto

P

ara que seus associados possam aprender mais sobre a organização sem precisar sair de casa, o Rotary International oferece webinars ao vivo sobre os mais relevantes assuntos rotários. No mês de agosto, dois webinars ensinaram os rotarianos a se cadastrar no Portal do Associado e utilizar suas principais ferramentas para gerenciamento do clube – incluindo baixa e admis-

são de associados, alteração de informações do clube e indicação dos próximos dirigentes, entre outras funções. Quem não acompanhou o treinamento no dia pode acessar o link www1.gotomeeting.com/register/279403469 e assistir ao vídeo. Visite www.rotary.org/pt/members/ training/webinars/pages/ridefault.aspx e saiba mais sobre webinars.

7

pag0607.indd 7

22/10/2012 11:58:09


C urtas

Missão cumprida também no Instituto do Uruguai

Mesa do Instituto Rotary de Punta del Este. Entre os temas, o Plano Visão de Futuro foi um dos destaques

F

oi um sucesso o 38º Instituto Rotary do Uruguai, que ocorreu de 4 a de 6 outubro em Punta del Este e teve como convocador o diretor do Rotary International José Antonio Figueiredo Antiório. Esse grande encontro seguiu o mesmo modelo do Instituto Rotary do Brasil, ocorrido em Vitória no mês de setembro, e abordou os seguintes temas: l O Plano Visão de Futuro da Fundação Rotária (um dos itens abordados mais importantes); l O Plano Estratégico do RI: novo horizonte; l A Imagem Pública e a marca Rotary; l Novas Gerações: mudando paradigmas; l Desenvolvimento do Quadro Associativo; l O Conselho de Legislação; l A juventude no Rotary. O Instituto de Punta del Este teve como coordenador Guido Michelin, ex-governador distrital uruguaio, e contou com painéis apresentados por líderes rotários de destaque como o presidente eleito do RI, Ron Burton; a diretora eleita do Rotary International, Célia Giay; o ex-presidente do RI Luis Vicente Giay; o curador da Fundação Rotária Julio Sorjús; e os exdiretores do RI José Alfredo Pretoni e Carlos Henrique

Diretor do RI e convocador, José Antonio Figueiredo Antiório fala na abertura do evento Speroni. O tema Imagem pública e a marca Rotary foi apresentado por Denise Alves, coordenadora assistente de Imagem Pública para a América Latina. Pré-InstItuto O Seminário de Treinamento dos Governadores Eleitos (Gets) e outros seminários de treinamento, os quais compõem o denominado Pré-Instituto, também tiveram lugar em Punta del Este de 1º a 3 de outubro. Entre os principais temas abordados, além do Plano Visão de Futuro, destacaram-se: l Como envolver mais os associados; l Como liderar voluntários; l Comunicação com os rotarianos; l As novas gerações: Rotaract e Interact Clubs; l As revistas regionais do Rotary; l A importância do programa de Intercâmbio de Jovens. Na manhã de 4 de outubro, antecedendo o Instituto, houve ainda o Seminário Regional da Fundação Rotária, com foco no desenvolvimento de clubes fortes e no incremento da imagem pública do Rotary. A Brasil rotário se fez representar no Instituto de Punta del Este pelo seu presidente e editor, Ricardo Vieira Gondim.

O Catálogo de Governadores está no ar A consulta ao Catálogo de Governadores distritais do Brasil já está disponível. Basta acessar o endereço: www.catalogogovernadadores.com.br Para obter a senha de acesso, escreva para Débora Watanabe, do Escritório do RI no Brasil: debora.watanabe@rotary.org Por meio dessa ferramenta é possível fazer a busca

8

pag0809 indd 8

N ovembro

de

por nome, distrito ou ano rotário e obter informações como: nome completo do governador (seja ele atual, passado ou eleito), foto, endereço, nome do presidente e o lema do Rotary International no período, além de dados para contato. É importante destacar que as informações contidas no catálogo são confidenciais e não podem ser utilizadas para mailings.

2012

22/10/2012 12:20:03


Os brasileiros premiados pela Fundação Rotária em 2011-12

O

s ganhadores do Prêmio da Fundação Rotária por Serviços Eminentes e da Menção da Fundação Rotária por Serviços Meritórios no período rotário 2011-12 foram anunciados. O Prêmio por Serviços Eminentes é a maior homenagem outorgada pela Fundação por serviços exemplares prestados além do âmbito distrital e durante um longo período. Os rotarianos se tornam elegíveis ao prêmio depois de receberem a Menção por Serviços Meritórios, que reconhece aqueles que prestaram serviços relevantes à Fundação Rotária por mais de um ano. Embora qualquer pessoa possa indicar um candidato para esta distinção, os governadores

precisam aprovar cada nome indicado, sendo que os curadores da Fundação Rotária podem homenagear apenas um rotariano de cada distrito por ano. Os brasileiros homenageados com a Menção por Serviços Meritórios no período 2011-12 são os seguintes: DISTRITO 4310 4390 4430 4590 4630

NOME Pedro Luiz Schmidt, ex-governador distrital Eliziário Silveira Sobral, ex-governador distrital Ronaldo D’Elia, ex-governador distrital Miguel Carlos Vasconcellos Anfe Amaury Cesar Cruz Couto, ex-governador distrital

Convenção do RI de 2013

Canções com alma

O

fado, a música melancólica de Portugal, é uma parte muito importante da cultura do país, mas suas origens se perdem nos confins da história. Alguns dizem que o fado se desenvolveu a partir das músicas dos mouros, que ocuparam partes do atual território português entre os séculos 8 e 13. Outra teoria defende que o estilo evoluiu a partir da música dos escravos brasileiros. Uma terceira explicação argumenta que o fado era a música dos navegadores portugueses que ansiavam pela volta à casa. O nome fado vem da palavra latina fatum, que significa destino ou fatalidade, e essas canções cheias de alma expressam um tipo de nostalgia que em português ganhou uma palavra única: saudade. A música deitou raízes em Lisboa entre as classes trabalhadoras. A madrinha do fado, Maria Severa Onofriana, cantava na taverna de sua mãe no bairro lisboeta de Alfama na década de 1830. No entanto, a fadista mais célebre foi Amália Rodrigues, que tornou o estilo extremamente

popular em seus 50 anos de carreira. Quando ela morreu, em 1999, o governo português decretou três dias de luto. O fado tem dois estilos distintos, um associado a Lisboa e outro ao meio universitário de Coimbra. Em Lisboa, as letras têm um apelo popular, e as mulheres costumam ser as intérpretes das canções. Já em Coimbra, o fado reflete uma perspectiva elitista, e os homens são geralmente os cantores. Ambas as formas usam a guitarra portuguesa, de 12 cordas, um instrumento em forma de pera. Rotarianos presentes à Convenção do Rotary International em 2013, de 23 a 26 de junho, podem ouvir o fado ao vivo em bares e tabernas de Lisboa, tanto no Bairro Alto quanto no bairro de Alfama. (Susie Ma, para a The Rotarian) Inscreva-se para a Convenção de 2013 em Lisboa acessando www.rotary.org/pt/convention

9

pag0809 indd 9

22/10/2012 12:17:04


Coluna do diretor do rotary international José Antonio Figueiredo Antiório

Momentos inesquecíveis ontem e hoje A Avenida de Serviços Profissionais, o ingresso no Rotary e os Institutos de Vitória e Punta del Este

O

s Serviços Profissionais são representados pelo segundo objetivo do Rotary. No mês de outubro, o Rotary International dedicou todas as atenções à mais importante Avenida de Serviços: os Serviços Profissionais. Os Serviços Profissionais têm por objetivo promover os altos padrões éticos nos negócios e profissões, reconhecendo os valores de todas as ocupações úteis e estimulando o ideal de servir em todas as atividades profissionais. É obrigação e responsabilidade do rotariano ter a sua vida pessoal e profissional de acordo com os princípios e objetivos do Rotary. Esta Avenida é representada na filosofia rotária pelo segundo objetivo: o reconhecimento do mérito de toda ocupação útil e a difusão das normas da ética profissional. Em 1932, Herbert J. Taylor, que seria presidente 1954-55 do Rotary International, criou, para dar ênfase aos serviços profissionais, a nossa verdadeira Carta Constitutiva: a Prova Quádrupla. Essa prova nos faz responder quatro perguntas importantíssimas. De tudo que pensamos, dizemos ou fazemos: 1) É a verdade? 2) É justo para todos os interessados? 3) Criará boa vontade e melhores amizades? 4) Será benéfico para todos os interessados? Respondendo essas perguntas de forma correta, de acordo com nossos princípios, perguntaria: Como devemos proceder nos dias de hoje, em meio à atual dinâmica tecnológica, à globalização, preocupação com nossos empregos e empresas, falta de sentimento com as pessoas e as famílias, em meio aos lares desarticulados e aos programas televisivos que nos mostram apenas desastres, assassinatos, homicídios, guerra no trânsito etc.? Primeiramente, como poderemos compreender o mundo de hoje se não nos debruçarmos sobre as questões acima e não nos conscientizarmos de que a materialização da vida tem de ser repensada? Como obteremos tal compreensão se não buscarmos as nossas origens na missão de

10

N ovembro

pag1011.indd 10

de

iStockphoto

servir ao próximo, difundindo a integridade e promovendo boa vontade, paz e compreensão mundial por meio das boas relações entre líderes profissionais, empresariais e comunitários? UMA HISTÓRIA FELIZ Pertenço ao Rotary Club de Osasco, SP, clube que meu pai e mais 29 líderes fundaram em 1959. Eu era estudante, muito jovem, e ao lado de outros filhos de rotarianos fundadores frequentávamos as reuniões festivas, nos sentíamos muito felizes e criamos amizades duradouras. Iniciei minhas atividades profissionais muito cedo, pois precisava pagar meus estudos de engenharia, que à época eram muito dispendiosos. Comecei a dar aulas particulares de matemática que culminaram com a implantação de uma pequena escola de admissão ao ginásio. O nosso clube resolveu realizar junto à Associação Co-

2012

22/10/2012 11:42:52


O Rotary é uma associação de homens e mulheres de diversas profissões,

de lideranças ou em perspectiva de liderar que têm sensibilidade de colaborar com a comunidade

mercial e Industrial de Osasco, criada por rotarianos, uma feira de exposição sobre indústria, comércio e serviços. Da parte do Rotary, a finalidade era sondar novas lideranças profissionais para se associarem ao clube. Nessa feira, fui convidado para expor o meu empreendimento, o que fiz com muito entusiasmo, pois estava ao lado de figuras importantíssimas da minha cidade. A SURPRESA Após o sucesso do evento, fui surpreendido quando três rotarianos acompanhados de meu pai vieram ao meu escritório com uma carta cujo conteúdo dizia que, após a reunião do conselho diretor, o clube aprovou o convite para eu me tornar rotariano. Fiquei surpreso, emocionado, feliz e preocupado, pois me entregaram uma coletânea de livros rotários sobre as Quatro Avenidas – além da reivindicada Avenida Pró Juventude – para que eu a lesse, conversasse com a minha mulher e desse uma resposta. Ana Lúcia e eu ficamos empolgados e resolvemos aceitar o convite. Ao me pronunciar após alguns dias, perguntei: “Por que vocês me convidaram?” A resposta foi rápida e inteligente: “Você é um profissional e o Rotary é uma associação de homens e mulheres de diversas profissões, de lideranças ou em perspectiva de liderar que têm sensibilidade de colaborar com a comunidade.” Ana Lúcia e eu passamos a conhecer a mais importante organização não governamental do planeta e graças a ela nos sentimos felizes e realizados em nossa vida em sociedade. Meus companheiros, por meio da profissão é que servimos. Façam um convite a um jovem ou a um jovem em espírito e conseguiremos aumentar o relacionamento entre pessoas de diversas profissões. O SUCESSO BEM PERTO DE VOCÊ Em setembro, tivemos um brilhante Instituto Rotary do

Brasil em Vitória, divulgado de forma exemplar pela Brasil Rotário, pois os seus jornalistas, liderados pelo presidente Ricardo Vieira Gondim, retrataram efusivamente os destaques do grande evento. Na primeira semana de outubro, eu tive a felicidade de repetir o sucesso de Vitória no 38º Instituto Rotary do Uruguai, em Punta del Este. Mais de 700 rotarianos, cônjugues e autoridades rotárias em geral participaram brilhantemente do evento. Quero, como convocador desse Instituto, agradecer e parabenizar o presidente eleito do Rotary International, Ron D. Burton, e sua esposa Jetta, o curador da Fundação Rotária Julio Sorjús e sua esposa Carmen, respectivamente representantes do presidente Sakuji Tanaka e de sua esposa Kioko, o chairman da Fundação Rotária, Wilfrid J. Wilkinson, e o ex-presidente Luis Giay e a sua querida esposa, Célia, diretora eleita para nossa Zona Rotária, os quais atuaram de maneira expressiva na condução dos trabalhos do Instituto. Parabenizo, com muito respeito e amizade, o meu braço direito e esquerdo, o ex-diretor Carlos Enrique Speroni e sua esposa Lilia e o chairman do Instituto do Uruguai, Guido Michelin, e sua esposa Maria Cacilda. Eles, ao lado de uma equipe eficiente, colaboraram para que fizéssemos um Instituto de excelência. Também agradeço e parabenizo o ex-governador distrital argentino Daniel Sadofschi e sua esposa Suzana pela coordenação extraordinária do Seminário de Treinamento e do Pré-Instituto de Punta del Este, dando a mim e a Ana Lúcia a tranquilidade para desenvolvermos um excelente treinamento para os governadores eleitos e indicados. Foi uma semana de treinamento intensivo, além da reciclagem realizada aos nossos ex-administradores do Rotary. Fizemos treinamentos e simulações para nossa apresentação no Conselho de Legislação, em Chicago. O Conselho de Legislação se compara a uma Assembleia Constituinte e chegamos a repensar a sua composição e tempo para realização. Ana Lúcia e eu estamos felizes em ter convidado mais de 120 companheiros brasileiros, que estiveram presentes irradiando companheirismo, compreensão, amizade e conhecimento, mostrando aos nossos irmãos da América do Sul como fazemos o Rotary e aprendendo com eles, em contrapartida, o que fazem em suas comunidades. Prestigiamos os nossos companheiros da América, participando e intercambiando assuntos sobre a nossa organização, e recebemos o carinho e a hospitalidade de todos. Foram momentos inesquecíveis, que esperamos que se repitam nos próximos Institutos. BR

Para fazer comentários e sugestões sobre o tema deste artigo, escreva para antiorio@padreanchieta.com.br 11

pag1011.indd 11

22/10/2012 11:43:44


Q UADRO ASSOCIATIVO

Carta aberta ao meu amigo Querido amigo,

Estou

escrevendo para convidá-lo a participar de uma reunião do meu Rotary Club. Já lhe falei sobre isso, é aquela organização de profissionais unidos no mundo inteiro que prestam serviço humanitário e desenvolvem a ética em todas as profissões. Estou no Rotary já faz um tempinho. No meu clube pratico uma das maiores necessidades do ser humano: o convívio com pessoas. A amizade. Foi por esse motivo que a organização foi fundada, há mais de cem anos. Lá no clube também tenho muitos contatos profissionais com os outros associados, eles representam todas as profissões e se ajudam uns aos outros. Esse foi o outro motivo por que essa organização foi fundada. Meu amigo, convivendo com essas pessoas eu descobri que tive um crescimento pessoal por meio das relações humanas. Descobri também que desenvolvi minha liderança, pois meu clube é composto por pessoas bem-sucedidas e líderes em suas profissões. Assim, eu tenho aprendido e ganhado experiência, influenciando e liderando outros líderes. Lá aprendi também a praticar o civismo. Essa turma curte muito os valores patrióticos. Uma das coisas muito boas que tenho em meu clube é a diversão. Divirto-me muito no convívio com os associados durante as atividades sociais e em algumas reuniões. É demais! No clube sempre tenho informação atualizada. Nas reuniões semanais, sabemos sempre o que está acontecendo na comunidade, no país e no mundo; sempre recebemos palestrantes de alto nível em nossas reuniões para falar sobre os temas mais variados. Você se lembra quando estudávamos juntos? Eu tinha pavor de falar em público. Pois bem, no Rotary tive que me preparar, e consegui desenvolver autoconfiança e uma boa capacidade de falar em público, com a prática e aperfeiçoamento da oratória.

Lá nós gostamos das pessoas e durante os eventos, os projetos e o convívio desenvolvemos a sociabilidade. Durante todo o ano temos muito entretenimento com os programas do distrito. (Desculpe. Distrito é uma região que congrega vários clubes do Rotary como o meu, onde também tenho oportunidade de conviver com associados de outras áreas.) Em meu clube desenvolvemos também programas familiares. Lembra-se

12

N OVEMBRO

pag1213.indd 12

DE

2012

22/10/2012 11:25:22


quando minha filha foi fazer intercâmbio internacional na Alemanha? Minha esposa e eu acompanhamos esse maravilhoso programa e recebemos jovens de outros países. É magnífico pertencer a essa organização. Sabe, com esse distintivo que uso na lapela sou reconhecido no mundo inteiro e recebido em mais de 34 mil clubes nos mais diversos países do mundo. Sou um cidadão mundial. Já recebi e prestei assistência durante viagens, nossa rede de amigos é imensamente grande, você nem imagina! Temos representados na nossa organização praticamente todas as religiões, credos políticos, culturas, etnias e línguas. Enfim, cidadãos eminentes de todas as origens formam a nossa organização, e por isso temos conscientização cultural e conseguimos ser melhores cidadãos. No Rotary não existe nada que não possa ser divulgado, somos uma sociedade aberta em que homens e mulheres professam a mesma fé: ajudar o próximo. Quando convidamos alguém para ingressar na nossa organização, esperamos que essa pessoa desenvolva sua profissão para servir no clube e transmitir sua vivência profissional aos amigos. Desta forma ela também realiza o seu próprio desenvolvimento profissional. Querido amigo, nós convidamos apenas pessoas éticas como você, porque no Rotary cultuamos os valores éticos. Praticamos a Prova Quádrupla, que governa a nossa conduta: É a verdade? É justo para todos os interessados? Criará boa vontade e melhores amizades? Será benéfico para todos os interessados? Isso está escrito em mais de cem línguas e é usado por muitas organizações em todo o mundo. No Rotary você terá prestiígio, porque nossos amigos são cidadãos líderes em seus negócios e em todas as profissões. Nossa organização é o mais antigo e prestigioso clube de serviços do mundo e inclui os principais executivos e pessoas de influência, acostumadas a tomar decisões e, acima de tudo, gente agradável que acredita que o valor de cada um está em ter um bom coração. No Rotary nosso negócio é a humanidade e nosso produto é o servir, a oportunidade de servir. Foi essa a minha grande motivação para me tornar rotariano: fazer algo por alguém e me sentir realizado. Por isso o estou convidando para participar disso tudo comigo! Ligue para mim, não se esqueça. Você tem o meu telefone. Um fraternal abraço do seu amigo

Amilton Medeiros Silva

, governador 2008-09 do distrito 4610 BR

13

pag1213.indd 13

22/10/2012 11:26:59


S erviçoS internacionaiS

Uma ponte de solidariedade Amizade entre dois rotarianos deu início a projeto que melhorou as condições de saúde no Equador

iStockphoto

Fernando Aguirre*

Q

uando visitei a Suécia pela primeira vez, em 2008, meu irmão rotariano sueco, Jan Smedmyr, levou-me aos belos campos que rodeiam Boras, uma pequena cidade do sul do país. Era possível ver evidências de modernidade e tecnologia avançada em todos os lugares, mas ao explorarmos os campos Jan queria me mostrar monumentos e vestígios do passado de sua terra. Foi quando chegamos a uma ponte de pedra antiga, Jan parou o carro e me disse: “Está vendo esta ponte? Cada pedra nela é essencial. Se uma dessas pedras cair, a estrutura inteira virá abaixo, porque cada uma delas tem uma função. A pedra central sustenta todo o peso, mas todos as demais são essenciais, ajudam a manter a ponte no lugar, e é assim, com cada uma cumprindo sua finalidade, que a ponte se mantém em pé”. Após a explicação de Jan, ficamos em silêncio por alguns minutos. Entendi claramente o que ele pretendia me dizer com aquilo: nosso trabalho ainda não estava finalizado, pois ele queria continuar o processo de construção de uma ponte virtual entre a Suécia e o Equador – e foi com essa experiência que eu entendi a missão da Fundação Rotária em toda a sua profundidade.

14

pag1416 indd 14

N ovembro

de

2012

22/10/2012 14:20:35


As necessidades dos hospitais equatorianos visitados pelos rotarianos eram evidentes. Num deles, ferramentas de carpintaria eram utilizadas em cirurgias cranianas Nosso relacionamento com os suecos começou em 2004 durante a Assembleia Internacional, quando os então governadores eleitos Tord Kristoferson (distrito 2360, da Suécia) e Erwin Velasco (distrito 4400, do Equador) estabeleceram a base para o que se tornaria uma estreita amizade. Eles conversaram sobre dar e receber, unir recursos e ativar a magia do Rotary. O primeiro fruto dessas conversas foi um Intercâmbio de Grupo de Estudos. A equipe sueca chegou ao Equador em 2005, dirigida por Jan Smedmyr e integrada pelos engenheiros biomédicos Martii Valkomenm e Thorborn Westmann, do Hospital de Boras, além de uma enfermeira. Durante a visita, eles nos informaram que o Ministério da Saúde da Suécia estava substituindo antigos equipamentos analógicos por digitais, apesar de suas perfeitas condições de uso, e então percebemos aí uma oportunidade: seria viável transportar e, em seguida, instalar esses dispositivos em hospitais equatorianos? Assim que recebemos um relatório com informações sobre as necessidades técnicas dos nossos hospitais, meu clube (o Rotary Club de Guaiaquil) formou uma equipe e começamos a preparar as ferramentas administrativas que permitiriam alocar todas as doações futuras. Uma vez que os documentos legais estavam prontos, procedemos à obtenção do registro oficial, que deu vida à instituição Guayasol – Guaiaquil Solidario. Juntamente com nosso governador distrital e os ex-presidentes do meu clube, montamos um projeto de Subsídios Equivalentes da Fundação Rotária. A primeira equipe de técnicos suecos chegou ao Equador em 2005. Eu os conheci quando visitaram meu clube pela primeira vez, e desde então nos tornamos amigos e começamos a trocar mensagens. Como cardiologista, eu estava ciente das necessidades críticas da saúde no Equador. Nossos visitantes ficaram hospedados na casa do ex-governador distrital Ricardo Koenig, onde puderam desfrutar de toda a hospitalidade latina, e visitaram meu clube, onde estávamos coordenando uma equipe do Rotary numa viagem que cobriria todo o território nacional para ampliar a avaliação das necessidades do Equador em relação à saúde. O Exército forneceu um veículo que levou a equipe

para o interior. Passando pelas serras e pelas zonas costeiras, nossos companheiros suecos percorreram mais de 1.500 quilômetros e prepararam um inventário dos equipamentos disponíveis e das principais necessidades. Eles tiraram fotos e fizeram amizade com os rotarianos locais. A importAção dos equipAmentos As necessidades eram evidentes e os depoimentos, devastadores. Eles documentaram o emprego de ferramentas de carpintaria em cirurgias cranianas, a utilização de equipamento eletrônico que dava choques elétricos em quem o manuseava e utensílios de anestesia que estavam em uso havia mais de 30 anos. Nós determinamos que todas as solicitações de suporte técnico ou equipamento partiriam da Guayasol. Os únicos pedidos aceitos vinham de hospitais públicos geograficamente isolados, que passaram anos sem apoio técnico ou financeiro. Foi esclarecido que todas as doações de equipamentos precisavam de apoio de um Rotary Club local, que seria o responsável por supervisionar o processo, já que o equipamento seria entregue sob condições. Foi também determinado que haveria um rotariano responsável por cada hospital – e esses hospitais foram informados de que o equipamento seria retirado se os serviços esperados Imagens fornecidas pelo autor

Técnicos suecos entregando equipamentos médicos num hospital do Equador: pelo menos 60 instituições de saúde foram beneficiadas em todo o país

15

pag1416 indd 15

22/10/2012 14:22:45


S erviçoS internacionaiS não fossem prestados de forma satisfatória. Ricardo Koenig foi eleito presidente do grupo Guayasol. Um escritório foi montado e nosso companheiro rotariano e especialista em alfândegas, Aparicio Valero, lidou com a importação e os detalhes de isenção de impostos para os oito contêineres recebidos. O primeiro deles trouxe um dispositivo de compressão de oxigênio para o Hospital Público de Riobamba, duas unidades de cirurgia para hospitais em Ambato, além de leitos e dispositivos médicos para um hospital em Baños. A concretização dessa etapa foi um grande sucesso e nossa primeira experiência com um grande projeto gerenciado por meio da Fundação Rotária. Um de nossos companheiros cedeu gratuitamente espaço no depósito de sua empresa para armazenar os equipamentos cirúrgicos. Com zelo exemplar, ele recebeu cada remessa, descarregou, armazenou e, em seguida, fez a entrega conforme necessário. Cada Rotary Club cobriu as despesas com o transporte de equipamentos para sua comunidade. Ao longo de cinco anos, todos os governadores de distrito apoiaram nosso trabalho. Anualmente, uma equipe de engenheiros biomédicos da Suécia entregava o equipamento e, em seguida, instalava-o. Eles tiveram o cuidado de desmontar os dispositivos nos hospitais suecos doadores e embalá-los corretamente, junto com os manuais operacionais, instruções de manutenção e ferramentas acessórias. Cada dispositivo foi acompanhado de um relatório completo. Boras Bastra, nossa irmã de clube, cobriu as despesas de embalagem, armazenamento e traslado para um porto na Suécia. A Fundação Rotária cobriu as despesas com o frete transatlântico. O suporte técnico foi de fundamental importância, e isso só foi possível graças aos Subsídios Equivalentes da Fundação Rotária. Foi assim que conseguimos pagar o trabalho dos técnicos que supervisionaram a instalação e deram o necessário treinamento técnico. MILHÕES DE BENEFICIADOS Determinar o número exato de pessoas beneficiadas com essas ações seria difícil. Os equipamentos médicos doados pelos rotarianos beneficiaram 60 instituições de

16

N ovembro

pag1416.indd 16

de

Com a presença de rotarianos suecos e equatorianos, um compressor de oxigênio chega a um hospital de Riobamba saúde em todo o Equador. Graças a eles, nada menos que 11 milhões de consultas e operações foram oferecidas ao público nos últimos sete anos. A última viagem da missão sueca ocorreu em novembro de 2011, sendo as despesas cobertas pelo clube de Boras Bastra. Mais tarde, Jan trouxe 25 marca-passos cardíacos da Suécia: 25 vidas que teriam sido perdidas, se não fosse por seu compromisso de servir. Jan agora vive no Equador. Atualmente, mora perto da praia e ajuda pescadores locais a desenvolver habilidades de artesanato e, posteriormente, a vender os objetos de prata e madrepérola. Além disso, os participantes recebem atendimento médico e rotarianos prestam assistência técnica. Frequentemente, visito Jan em sua nova casa. Falamos sobre a Suécia e o Equador, das diferenças culturais entre os dois países e da pesca nas águas frias e ricas do Pacífico. Inevitavelmente, questionamos como devemos continuar a prestar serviço a nossas comunidades. Falamos sobre o Plano Visão de Futuro, Subsídios Globais e novos contatos entre equatorianos e suecos. De vez em quando, falamos sobre a ponte de pedra antiga que abre essa história, e aí nós dois sorrimos e continuamos nossos planos. BR * O autor é associado ao Rotary Club de Guaiaquil, Equador (D. 4400). Este artigo foi editado e produzido sob a supervisão de Joaquín Mejía, associado ao Rotary Club de Skokie Valley, EUA (D. 6440), e coordenador geral de Doadores Extraordinários da Fundação Rotária para a América Latina. Tradução de Ana Luiza Libânio Dantas.

2012

22/10/2012 18:49:18


23 DE FEVEREIRO DE 2013

90 anos no Brasil

Vamos celebrar juntos

Mobilize seu clube para a comemoração dos 90 anos do Rotary no Brasil dia 23 de fevereiro de 2013 irá assinalar os 90 anos de admissão do Rotary Club do Rio de Janeiro, o primeiro clube rotário do Brasil. Vamos comemorar essa data, ressaltando-a como o Dia da Paz Através do Servir. Na semana de 22 a 28 de janeiro, vamos celebrar ao lado de milhares de solidários companheiros e voluntários amigos, mostrando o que Rotary quer, é e faz, partindo do Rio de Janeiro para chegar a Portugal e a todo o território brasileiro. Vamos revelar os trabalhos do Rotary em prol da compreensão, da amizade e da boa vontade essenciais à paz, sempre em favor do bem comum. Há 90 anos, voluntários se organizaram e se expandiram no Brasil. Hoje alcançamos o quinto lugar mundial em número de rotarianos e o terceiro lugar em número de clubes rotários – cerca de 2.400 –, presentes em todas as capitais e principais cidades do país, aproximando milhares de líderes de diversos costumes regionais, etnias, crenças e tendências políticas, congregados e influenciando em 38 distritos, buscando servir à população brasileira e, em especial, à paz.

A humanidade é a missão do Rotary. A paz é nossa prioridade. Trabalhamos por um mundo melhor por meio de programas educacionais, bolsas de estudo, intercâmbios, das Universidades da Paz, valorizando a ética em todas as ações públicas e particulares, e de corajosos programas humanitários, como os que lutam para acabar com a poliomielite no mundo e preservar o planeta Terra e seus recursos hídricos, entre outras ações locais e regionais. É preciso que mais pessoas conheçam o que o Rotary tem feito e é capaz de fazer para que elas se associem ao nosso esforço, aumentando parcerias e a corrente de prestação de serviços, levando solidariedade e esperança a nossas comunidades, alimentadas pelo espírito do Rotary. Aqui no Brasil, e no restante do mundo, necessitamos de mais compreensão, boa vontade, tolerância e amizade para que a paz seja alcançada. Ilumine monumentos com a logomarca da campanha contra a pólio, organize caminhadas, passeios ciclísticos e concursos de redação nas escolas sobre a paz: tudo para mostrar que o Rotary trabalha pelo bem de sua cidade, do Brasil e do mundo. Venham conosco! No dia 23 de fevereiro de 2013, vamos mostrar o que o Rotary fez e continua fazendo pelo Brasil!

A NOSSA MISSÃO O Rotary tem assento na ONU, dá apoio à Organização Mundial da Saúde e a outros organismos internacionais.

* O autor é ex-governador do distrito 4750, associado ao Rotary Club de Niterói-Norte, RJ, e vice-presidente de Administração da Cooperativa Editora Brasil Rotário.

Waldenir de Bragança*

O

BR

17

pag17.indd 17

22/10/2012 13:34:43


Como faço para enviar as notícias do meu clube à revista? A melhor maneira de divulgar o Rotary é mostrando às pessoas o que nossa organização faz. Seguindo esta filosofia, a Brasil Rotário vem priorizando as notícias sobre os projetos dos nossos clubes voltados à melhoria das condições de vida em nossas comunidades. Dessa maneira, além de reconhecer o esforço dos rotarianos envolvidos neste trabalho, oferecemos aos leitores um banco de projetos que podem ser replicados país afora.

Informações indispensáveis Para ver uma ação de seu clube ou distrito publicada na revista, é preciso que você informe alguns detalhes preciosos:  O nome completo do seu Rotary Club e o distrito ao qual pertence.  A data e o local em que foram realizadas as ações.  Um breve relato do projeto, explicando sua importância e seu alcance junto à comunidade.  Os nomes dos parceiros do projeto no Brasil e no exterior.  Os nomes e sobrenomes das pessoas envolvidas diretamente nas ações relatadas. Mas lembramos que o foco da notícia será sempre a ação praticada pelo clube.

Capriche nas fotos As imagens enviadas precisam ter uma boa qualidade para serem publicadas na revista. Alguns procedimentos simples podem garantir o sucesso neste sentido:  Selecione a opção alta resolução de sua câmera.  Fotos tremidas e com pouca luminosidade não podem ser aproveitadas.  Não cole as imagens no corpo da mensagem do e-mail ou em documento de Word.  Envie sua imagem sempre como anexo a um e-mail.  Pedimos que os anexos de cada e-mail não superem, no total, 2 MB.

Envie seu material para o e-mail redacao@brasil-rotario.com.br

Como é feita a seleção Tradicionalmente, a Brasil Rotário publica apenas ações e projetos já concluídos. A revista somente noticia as visitas dos governadores distritais e demais lideranças rotárias aos clubes quando estas estão vinculadas a ações e projetos realizados. As visitas, por si só, são um procedimento rotineiro durante todo o mandato do governador – e não seria justo publicarmos algumas delas e deixarmos todas as outras de fora.  Da mesma forma, não poderíamos publicar a posse de alguns rotarianos esquecendo tantos outros. E publicar todas as posses – o Brasil tem cerca de 2.400 clubes – seria editorial e graficamente inviável.  Por fim, lembramos que, por motivos técnicos, não extraímos notícias de boletins e cartas mensais, mesmo em versão eletrônica.  

Para saber mais

Visite a seção Multimídia do site da revista e, na área de Downloads, baixe o arquivo PDF com o Guia rápido do leitor. Nele você encontra informações completas sobre a rotina de trabalho da Redação e também dos setores de Cobrança e Expedição.

O endereço do nosso portal é www.brasil-rotario.com.br BRASIL

ROTARIO

Servindo por meio da comunicação. pag18.indd 18

18/10/2012 17:33:04


M ÍDIAS

88 anos este mês A mais antiga publicação brasileira faz aniversário em novembro UM ESTILO PARA CADA ÉPOCA

1924

1936

1946

1953

1965

1970

1986

1999

2009

s capas da Brasil Rotário, que atravessam 10 décadas, a partir dos anos 1920, também contam uma história de mudanças de estilos. Cada um deles espelhou a evolução da nossa sociedade e dos recursos gráficos existentes.

T

udo começou em 14 de novembro de 1924, quando foi lançado um boletim para divulgar as atividades do único Rotary Club brasileiro existente até então, o do Rio de Janeiro. O idealizador da publicação, sob o nome de Notícias Rotárias, era o então secretário do clube, Robert Shalder. Em 1928, o impresso passou a ser também porta-voz dos outros clubes pioneiros do país – São Paulo, Santos, Belo Horizonte e Juiz de Fora – e é rebatizado como Rotary Brasileiro. Em janeiro de 1951 a nossa revista surge com seu nome atual: Brasil Rotário. Suas páginas já abrigam seções bem atuais, como Vida dos clubes (o equivalente ao atual Distritos em revista) e Últimas Notícias do Rotary International. A tiragem de 5.000 exemplares se destinava a clubes de todo o país. Hoje, a nossa revista não é mais uma mídia restrita às duas dimensões do papel e abrange tanto um site, com uma média de 10.000 visitantes por mês, quanto as redes sociais. E em meio a tantas mudanças, ela continua obtendo o reconhecimento de seus leitores, que veem na Brasil Rotário o seu papel de agregar os pensamentos e as ações do rotarismo nacional. BR

19

pag19.indd 19

24/10/2012 12:15:49


F undação RotáRia

iStockphoto

Muito perto do coração Como um bolsista do Rotary se tornou rotariano Sanjeev Chowdhury*

N

o dia 16 de setembro de 1989 ocorreu um evento que mudaria minha vida para sempre. Depois de uma competição de dois dias com outros estudantes vindos de todo o lado atlântico do Canadá, eu venci a escolha para a Bolsa Educacional da Fundação Rotária pelo distrito 7820. Este distrito é formado pelas três províncias do chamado Canadá Marítimo: Nova Brunswick, Nova Escócia e Terra Nova e Labrador, bem como pelas ilhas francesas de Saint-Pierre e Miquelon. O clube que me patrocinou foi o Rotary Club de Halifax Noroeste, baseado em minha cidade natal, Halifax, capital da Nova Escócia.

20

N ovembro

pag2021.indd 20

de

Eu optei por cursar a universidade nos Estados Unidos durante meu ano como bolsista e, em 1990, troquei Halifax por Phoenix, capital do Arizona, EUA, para concluir o meu mestrado em administração na Escola Superior de Gestão Internacional em Glendale [a 15 quilômetros de Phoenix]. Durante a minha experiência, eu morei com um bolsista holandês pelo Rotary, Edward Jansen. Havia ainda outros quatro bolsistas na universidade conosco, oriundos de países que incluíam Japão e México. Eu escolhi a Escola Superior de Glendale para realizar meus estudos devido à sua reputação e renome em negócios internacionais – ela foi por mais de uma década a primeira colocada na classificação mundial da revista US News and World Report – e também devido ao grande número de es-

2012

22/10/2012 13:48:20


Eu aprendi muito com esses alunos internacionais, tanto dentro da sala de aula quanto fora dela, sobre semelhanças e diferenças culturais, compreensão e respeito

tudantes internacionais, provenientes de mais de 50 países. Eu aprendi muito com esses alunos internacionais, tanto dentro da sala de aula quanto fora dela, sobre, por exemplo, semelhanças e diferenças culturais, compreensão, respeito, além de termos aprendido a auxiliar uns aos outros para sermos bem-sucedidos em um lugar distante de nossas casas. Isso me levou a tentar integrar o corpo diplomático canadense, pois estar próximo destes estudantes internacionais gerou em mim um forte desejo de trabalhar no estrangeiro, viajando pelo mundo. RECEPÇÃO CALOROSA Eu fui bem-sucedido no meu intento, tendo sido escolhido para a carreira diplomática e ingressado no Ministério das Relações Exteriores e do Comércio Internacional do Canadá em janeiro de 1995. Nesses últimos 17 anos eu servi como representante do meu país em três postos diferentes: em Mumbai, na Índia, de 1997 a 2000; em Ho Chi Minh, no Vietnã, de 2003 a 2006; e agora no Rio de Janeiro, de 2011 até hoje. Nessas duas últimas cidades eu tive a honra de servir como cônsul-geral. O Rotary sempre esteve bem próximo do meu coração. Durante meu ano como bolsista falei em muitos clubes no meu distrito anfitrião, o 5280 [da Califórnia, EUA], sempre na companhia do meu conselheiro no Rotary, John Phillips. Após meu retorno aos Estados Unidos, eu também falei em vários clubes no Canadá. Na Índia, durante o período que morei lá, fiz palestras em vários Rotary Clubs de Mumbai e acabei até me tornando um Companheiro Paul Harris mesmo não sendo ainda um rotariano. Isso foi possível graças a uma doação em minha homenagem feita pelo meu conselheiro no Rotary Club de Halifax-Noroeste, John Williamson. Hoje, 23 anos depois de ter ganhado a bolsa, eu mantenho contato regular tanto com Phillips quanto com Willia-

mson. Meu antigo colega de quarto nos Estados Unidos, Edward Jensen, se casou com uma das minhas melhores amigas na Índia e tratou de levá-la para a Holanda com ele. Nós também mantemos contato. Entretanto, até este ano eu não havia me juntado ao Rotary. Como cônsul-geral do Canadá no Rio de Janeiro, fiz meu primeiro discurso oficial após minha chegada a esta belíssima cidade para os associados ao Rotary Club do Rio de Janeiro. Eu fui ao clube para me apresentar e apresentar a minha equipe aos rotarianos. Falei a eles que nós somos responsáveis por acompanhar e desenvolver negócios nas áreas de óleo e gás, energia elétrica e tecnologias oceânicas. Em Belo Horizonte eu tenho dois funcionários dedicados ao setor de mineração. Eu fui tão calorosamente recebido no clube pelo seu então presidente Eduardo Costa Garcia, por Brigitte Barreto e Alice Cavaliere Lorentz [atual governadora do distrito 4570] que senti, finalmente, haver encontrado o meu lar. Alice e Brigitte patrocinaram a minha entrada no Rotary Club do Rio de Janeiro, o que faz de mim hoje um orgulhoso rotariano. Phillips disse-me, em uma conversa telefônica não muito tempo atrás, que muitos ex-bolsistas do Rotary não se associam à organização por algum motivo. Pessoalmente, posso atestar que não há melhor maneira de fazer amizades em um lugar novo, como se deu comigo no Rio. Simultaneamente, pode-se retribuir um pouco à cidade onde você mora por meio do trabalho da Fundação Rotária. Eu encorajo, portanto, todos os ex-bolsistas a fazerem como eu. Associem-se ao Rotary e retribuam à organização que nos ofertou o maior dos bens: uma educação que vai durar pela vida toda. BR

* O autor é cônsul-geral do Canadá no Rio de Janeiro e associado ao Rotary Club do Rio de Janeiro, RJ (D. 4570).

21

pag2021.indd 21

22/10/2012 13:51:07


A Fundação Rotária do Rotary International é uma das principais fundações privadas sem fins lucrativos do mundo. Ela promove a paz e a compreensão mundial por meio de programas internacionais humanitários, educacionais e de intercâmbio cultural

stock.XCHNG

Amigos, o Rotary, de maneira geral, é hoje portador e proprietário de um conceito mundial que soma ética profissional com dignidade, respeitabilidade e honradez. São características que coincidem com a personalidade de todos os seus integrantes. Com a nossa Fundação Rotária, tais conceitos não são diferentes, e podemos acrescentar ainda a credibilidade, haja vista a significativa participação de inúmeras pessoas de destaque no mundo com enormes e generosas contribuições para ela. A Fundação Rotária do Rotary International é uma das principais fundações privadas sem fins lucrativos do mundo. Ela promove a paz e a compreensão mundial por meio de programas internacionais humanitários, educacionais e de intercâmbio cultural. O mundo de paz, harmonia e amor com que tanto sonhamos só será construído a partir de pequenos gestos de compreensão, solidariedade, respeito, ternura, fraternidade, benevolência, indulgência e perdão, dia a dia. Amar tem mais a ver com encontrar do que com escolher. E ao se compartilhar sonhos, anseios, dores e alegrias, o mundo se torna mais leve. Portanto, amigos, não percam mais tempo. Façamos contribuições para a ABTRF por meio de nossas empresas e de empresas de amigos, pois assim estaremos contribuindo para um mundo melhor e conceituando a Paz Através do Servir. portanto, assente o comprometimento da empresa nos programas de responsabilidade social. Esse é um dos reconhecimentos oferecidos pela ABTRF e pela Fundação Rotária. As doações únicas e parceladas possibilitam a indicação de pessoa física para receber reconhecimentos da Fundação Rotária: títulos de Companheiro Paul Harris, safiras, rubis e cristais de Major Donor (sendo que este último é destinado apenas ao representante legal da empresa).

BR

*O autor é governador 2007-08 do distrito 4570 e membro da Comissão de Assessoramento da ABTRF.

ASSOCIAÇÃO BR ASILEIR A DA

THE ROTARY FOUNDATION

Conheça o portal da ABTRF na internet: www.abtrf.org.br 23

pag2223.indd 23

22/10/2012 13:26:38


Coluna da assoCiação brasileira da the rotary foundation (abtrf) José Nelson Carrozzino*

um objetivo, duas formas de contribuir O trabalho da ABTRF ajuda a construir um mundo melhor

D

esde sua fundação, em 9 de março de 2004, a Associação Brasileira da The Rotary Foundation (ABTRF), uma entidade civil sem fins lucrativos criada para buscar e promover o recebimento de doações efetuadas por pessoas jurídicas, vem lutando incessantemente para divulgar a consecução de seus objetivos. Isso se dá principalmente abrindo uma oportunidade para que empresas que possuam ou pretendam instituir programas de responsabilidade social possam direcionar suas doações para a Fundação Rotária. Antes isso era praticamente impossível, devido à legislação vigente em nosso país. Duas são as formas de doação: Programa Seguro Solidário e Programa Empresa Cidadã. O primeiro se reveste sem custo algum para o rotariano e permite que, ao fazer o seguro de seu automóvel junto às seguradoras Porto Seguro, Itaú e Azul, 5% do valor do prêmio recebido por elas sejam doados para a ABTRF. Esse programa é extensivo aos ascendentes, descendentes diretos e cônjuge dos associados. Basta que você, no momento de fechar o seguro com o seu corretor, informe que é rotariano, identificando-se com o cartão de associado. Peça a ele que faça as anotações na proposta de seguro que você vai assinar a seguir. Caso isso não seja possível, na hipótese de recusa do corretor ou de você ter esquecido ou não possuir seu cartão de identificação, ao receber sua apólice envie um e-mail para rotary.convenio@portoseguro. com.br com as informações solicitadas. Desta forma, os 5% referentes ao prêmio serão creditados ao seu Rotary Club/distrito para financiamento de projetos, e a ABTRF receberá tal valor. O segundo programa, Empresa Cidadã, diz respeito a contribuições mensais de pessoas jurídicas firmadas por meio de um termo de compromisso com clubes ou distritos do Brasil. Os recursos são encaminhados para projetos ligados a atividades da Fundação Rotária nas áreas social,

22

N ovembro

pag2223.indd 22

de

humanitária e ambiental em todo o mundo. As formas de participação são definidas como: doações únicas, por meio de depósitos bancários; e doações parceladas, por meio de boletos bancários. CONTRIBUIÇÕES O valor mínimo para cada doação parcelada é de 200 reais mensais, por um período de pelo menos 12 meses. Para cada valor doado, o doador receberá um número correspondente de selos para serem utilizados em suas correspondências e documentos, ficando,

2012

22/10/2012 13:24:44


nteract e rotaract

iStockphoto

50 anos do Interact Club

Programa que une jovens de todo o mundo em torno do Ideal de Servir surgiu em 1962 Otto Ricardo Hornhardt Filho*

O

que podemos fazer pela nossa juventude? Talvez tenhasido esta a pergunta que mobilizou Harold T. Thomas, presidente do Rotary International em 1959-60, para formar um clube de abrangência mundial à semelhança da organização que presidia, destinado especificamente à juventude de sua época. A partir do reconhecimento de que o futuro do mundo está nas mãos dos jovens, Harold Thomas buscou convencer pessoas e angariar adeptos para a ideia, de forma que ela se transformasse em uma realidade. Ele nomeou uma comissão composta por cinco rotarianos e deu início a esta árdua empreitada que apenas conseguiria se efetivar dois anos depois. Apesar das dificuldades decorrentes da magnitude de seu desejo, o primeiro Interact Club foi fundado em 5 de novembro de 1962, contando com a energia e a iniciativa de 23 jovens estudantes da Melbourne High School, localizada na Flórida, EUA. O nome Interact significa International Action – Ação Internacional, em português –, o que já evidenciava a intenção de seus idealizadores de torná-lo uma realidade em todo o mundo. APOIO E APOSTA Cada Interact Club conta com o patrocínio e orientação de um Rotary Club de sua localidade, demonstrando o compromisso cotidiano do Rotary International para com os jovens de 14 a 18 anos que dele fazem parte. Ao mesmo tempo, os Rotary Clubs locais conferem autonomia

24

N ovembro

pag2427.indd 24

de

administrativa aos Interact Clubs, de forma a incentivar os jovens a criarem um senso de compromisso para que desde cedo aprendam a ter responsabilidade para dirigir suas ações da melhor maneira possível. Assim, para o Interact o Rotary é o apoio, e para o Rotary o Interact é a aposta. Esta é a fórmula que traduz o sucesso desta parceria que há 50 anos vem contribuindo para a construção de um mundo melhor. O objetivo do Interact é prestar serviços que contribuam para a melhoria das condições de vida da comunidade local e também internacional. Assim, os projetos elaborados por eles priorizam áreas como saúde, educação e meio ambiente, promovendo eventos, doações, campanhas e ações solidárias de todo o tipo a partir da valorização do trabalho voluntário. Podemos dizer com alegria que o sonho de Harold Thomas e a iniciativa dos alunos da Melbourne High School foram difundidos de forma que hoje o Interact Club é uma realidade em 155 países do globo, contando com 344 mil membros distribuídos em cerca de 14.960 Interact Clubs. O Brasil está no ranking dos quatro países que mais têm Interact Clubs no mundo, contando com 815 clubes e 18.745 membros espalhados pelos 38 distritos rotários brasileiros. Graças a esta ideia e à força de vontade de muitos, podemos hoje comemorar os 50 anos do Interact Club. Parabéns, interactianos! * O autor é associado ao Rotary Club de Limeira-Sul, SP (D. 4590).

2012

22/10/2012 14:47:25


O Rotaract Club de São Caetano do Sul-Olímpico, SP (D. 4420), apoiou uma festa da Instituição Assistencial e Educacional Jardim de Esperança em 26 de agosto que reuniu mais de 150 pessoas. O evento teve músicas, brincadeiras, dança de quadrilha, doces e decoração típicos das nossas festas caipiras. A entidade Jardim de Esperança ampara crianças de um a quatro anos, bem como suas famílias, por meio de programas assistenciais e educacionais. Os integrantes do Interact Club de São PauloMandaqui, SP (D. 4430), organizaram um sarau na Casa Luz do Caminho, na cidade de São Paulo. Os interactianos levaram alegria para os idosos da entidade ao passarem a tarde de 3 de setembro tocando violão e declamando poesia. Em outra oportunidade eles panfletaram no distrito de Mandaqui sobre a importância da doação de sangue.

O Interact Club de Jales, SP (D. 4480), está promovendo o Informaract, que consiste de ciclos de palestras com temas sobre a adolescência. Em setembro, houve palestra de representantes da Catarv, instituição que atende dependentes químicos. Em 18 de agosto, o clube visitou uma entidade para a terceira idade em Jales, levando lanches e animação para os abrigados. Em 14 e 15 de setembro foi a vez dos interactianos prestarem apoio na festa das Nações realizada pela Associação Voluntária de Combate ao Câncer. A iniciativa também contou com a participação do Rotaract Club de Jales.

Os rotaractianos do distrito 4420 se reuniram na Assembleia Distrital e Treinamento de Líderes de Rotaract Clubs ocorrida no município de Itariri, SP, nos dias 18 e 19 de agosto. Foram 80 jovens de 15 clubes desse distrito e de um clube do 4430 que se capacitaram durante dois dias para os conselhos diretores. O Rotaract Club de Peruíbe, SP, foi o anfitrião do encontro.

O Rotaract Club de Auriflama, SP (D. 4480), visitou os integrantes do Lar dos Velhinhos Auriflama. Os rotaractianos levaram alegria e solidariedade para os idosos da entidade, que ganharam lanches e participaram de campeonato de baralho.

O Rotaract Club de Guapiaçu, SP (D. 4480), em parceria com o Cursinho Alternativo de São José do Rio Preto, selecionou Janaina Mirielle da Silva para uma bolsa de curso preparatório para o vestibular. A seleção ocorreu entre os alunos do ensino médio da Escola Estadual Professor Carlos Castilho.

25

pag2427.indd 25

22/10/2012 14:45:56


I nteract e rotaract

O Interact Club de CajazeirasCentro, PB, fez um protesto em 24 de agosto nos sinais da cidade para alertar as pessoas para o voto consciente. Esta iniciativa ganhou o nome de Jovens em Ação.

O Interact Club de Pombal, PB (D. 4500), marcou presença no Desfile de Sete de Setembro (foto). Em outra oportunidade o clube arrecadou alimentos para doação. A iniciativa contou com a participação da Ordem DeMolay e dos Cavaleiros Templários de Pombal. Outras realizações: entrega de 300 peças de roupas na Associação dos Catadores de Lixo da cidade, visita a um abrigo de idosos e videoconferência com o Interact de Cristais, MG (D. 4560).

O Interact Club de CaicóCentenário, RN (D. 4500), distribuiu 1.500 panfletos e 500 cartilhas para conscientizar a população em geral sobre a importância da classificação indicativa dos programas e filmes em geral. A iniciativa, sob o nome de Não Se Engane – Tem Coisas Que Seu Filho Não Está Preparado Para Ver, contou com a parceria da Secretaria Especial de Direitos Humanos e do Ministério da Justiça.

O Rotaract Club de Bahia-Norte, BA (D. 4550), promoveu o seminário Reciclagem: Preservação e Rentabilidade, em 4 de setembro. O evento, com certificação de duas horas com valor curricular, teve a presença de 70 pessoas, que fizeram suas inscrições doando leite em pó. Como resultado, 35 quilos do alimento serão doados ao Centro Dourado de Fraternidade, que abriga a terceira idade. No dia 16 do mesmo mês, os integrantes do clube visitaram a instituição, ocasião em que houve atendimento clínico por médicos voluntários.

Os integrantes do Rotaract Club de São Paulo-Sumaré Perdizes, SP (D. 4610), arrecadaram 269 quilos de feijão para a ONG Anjos da Noite, que distribuiu alimentos, roupas e cobertores para os moradores de rua da região central da cidade de São Paulo.

26

N ovembro

pag2427.indd 26

de

2012

22/10/2012 14:50:27


O Interact Club de Stahleckeria Potens, RS (D. 4660), cujo nome é uma homenagem ao fóssil de dinossauro encontrado na cidade de São Pedro do Sul, foi fundado em 11 de maio com 12 associados. O evento de oficialização teve a presença do então governador do distrito, Marco Antonio Cortez, e de sua esposa, Elaine.

Os integrantes do Interact Club de Palmas, PR (D. 4640), passaram uma tarde num asilo da cidade, levando solidariedade e recreação para os abrigados pela entidade.

Os jovens do Interact Club de Guaíba, RS (D. 4680), participaram do desfile da Semana da Pátria em 1º de setembro.

O Rotaract Club de Boa Vista-Evolução, RR (D. 4720), arrecadou alimentos durante a feira de moda da CasaRR, ocorrida em agosto. Ao final de dois dias, os rotaractianos conseguiram 220 quilos de alimentos, que foram distribuídos para a Associação Grupo de Mães Anjos de Luz e a Associação Beneficente ao Portador de Câncer de Roraima.

O Interact Club de João PinheiroParticipação, MG (D. 4760), esteve à frente de um projeto curioso, sugestão da governadora distrital assistente Iza Beatriz. Denominado de Projeto Paul Harris, a iniciativa consistiu na fabricação de porquinhos-cofres feitos de garrafas pets, que foram distribuídos por escolas e pelo comércio da cidade. Assim, foi possível a obtenção de um título de Companheiro Paul Harris, que agraciou Victor Braga de Andrade, fundador do Rotary Kids e do Interact Club locais.

27

pag2427.indd 27

22/10/2012 15:00:19


F ILOSOFIA ROTÁRIA

Através do Servir,

teremos a paz mundial

iStockphoto

Os caminhos para conquistá-la podem ser árduos, mas são recompensadores

Plínio Salgado Guimarães Lage*

A

través do servir, encontraremos a paz interior e, através, desta daremos o primeiro passo para conseguirmos a tão almejada paz mundial. A conquista da paz, premissa do Rotary, é um caminho tortuoso e difícil, pois seu objetivo é combater a violência, a incompreensão, o egoísmo e a guerra. O que adianta ter a paz depois da guerra, onde são aniquiladas preciosas vidas humanas, transformando aquela no silêncio dos mortos? Desejamos conquistar a paz mundial com a compreensão entre os povos. Para se conseguir a plenitude da paz, daremos combate à violência, não somente a violência das guerras, mas a violência daqueles que não têm moradia digna para suas famílias. O combate à violência de um salário de fome, oriundo da má distribuição de renda, que avilta, que destrói os mais comezinhos princípios da moral, da dignidade, do respeito, da solidariedade. Por isso devemos conquistar a paz através do servir, do amor ao próximo, envidando esforços para eliminarmos as barreiras que se nos apresentam por meio do silêncio e da covardia. Esta é a paz que o mundo necessita. O caminho da paz há de ser o caminho da liberdade, da compreensão, da amizade, do amor ao próximo. Façamos a guerra, mas a guerra contra a corrupção, que aniquila os princípios morais do homem, a guerra contra o ódio, a incompreensão, a miséria, a fome, que destroem o direito à liberdade, à justiça, à paz.

28

N OVEMBRO

pag2829.indd 28

DE

Temos ciência de que o caminho da paz mundial é difícil. Este deve ser conquistado todos os dias através do servir. Gabriela Mistral (1889-1957), poetisa chilena, afirma: “Sê aquele que afasta a pedra do caminho, o ódio dos corações e as dificuldades de um problema.” Para se alcançar a paz é preciso comprometer-se com os ideais democráticos, deixando de lado as armas, abraçando e dialogando, buscando a harmonia entre as pessoas contra o destino adverso. Como diz o poeta: “Quem sabe faz a hora, não espera acontecer.” Não sabemos o que o amanhã nos espera e nem sabemos para onde vamos. Assim sendo, devemos nos preparar para transpor as barreiras do egoísmo, da intolerância, da inveja, construindo pontes de amizade e compreensão. Vamos deixar que a paz interior guie nossas vidas e veremos que a cruz que carregamos será muito mais leve. E nós, como integrantes do Rotary, o que poderemos fazer para atingirmos a paz e a compreensão mundial, que é um de seus principais objetivos? Sem dúvida, recorrendo ao companheirismo, trabalhando com pessoas íntegras, com o objetivo de vivermos em um mundo sem guerra. Continuando nesta missão, certamente atingiremos a tão sonhada paz e compreensão mundial, cônscios de nossas responsabilidades e dos deveres que nos cabem. Amando, doando, trabalhando e servindo ao próximo certamente atingiremos tal objetivo. BR * O autor é governador 1997-98 do distrito 4600 e associado ao Rotary Club de Cruzeiro-Mantiqueira, SP.

2012

22/10/2012 14:33:06


N ossa história

O dom da tolerância Vida de Paul Harris foi pautada pelos mais elevados princípios, valores e sentimentos Richard Zajaczkowski*

C

ertamente, não foi à toa que Paul Percy Harris foi o fundador do primeiro Rotary Club da história na cidade de Chicago. Em que pese a vida errática de seus pais, Paul foi criado por seus avós paternos, que desde pequeno ensinaram-lhe uma grande virtude: a tolerância. Embora na infância e na juventude tenha sido uma pessoa de índole traquina, isso apenas veio a demonstrar que não lhe foram refreadas as emoções de uma criança bastante ativa, ou seja, desenvolveu e deu vazão aos seus instintos naturais, pela lei do movimento, como deve ser a todo ser humano sadio. Ao longo dos anos de adolescência, e já entrando na maioridade, sua educação foi reforçada por seus tutores com os princípios da austeridade, com os valores da compreensão e os sentimentos da bondade. Fora do círculo familiar, desenvolveu preceitos de confiança nas pessoas. Mas, de todos esses sentimentos, nada supera as probidades da tolerância, pois foi com ela que Harris pautou toda a sua vida social e profissional de sucesso. São poucas as pessoas que têm o dom da tolerância. Segundo definição, tolerância é o grau de aceitação diante de um elemento contrário a uma regra moral, cultural, civil ou física. PROVA QUÁDRUPLA Para alguém como Paul Harris, que teve uma inesquecível experiência viajando durante cinco anos e conhecendo pessoas de hábitos e costumes diferentes dos do povo norte-

O fundador do Rotary aqui em uma viagem pelo Japão. Seu espírito aventureiro fomentou o respeito e o interesse por outras culturas

americano, além de ter trabalhado como repórter, vaqueiro, professor, porteiro de hotel, vendedor de granito e marinheiro, não nos admira que calasse fundo em sua alma a rara virtude da tolerância. Não restam dúvidas de que seu avô resgatou importantes carmas anímicos por norteá-lo na trilha correta da vida. Além de travar conhecimento com seus conterrâneos, Harris também conheceu os cinco continentes, tendo recebido honrarias de reis e presidentes. Por certo foi um exemplo a ser seguido. Outro fator que sopesou na formação de sua índole e personalidade foi a instrução que teve como membro da maçonaria. Entre os mais lídimos princípios, esta sociedade humana preceitua amor ao Criador, à pátria, à família e ao próximo, e tendo como uma das metas basilares a tolerância. De todos os trabalhos de Paul Harris e de seus sucessores, o mais importante tem sido a divulgação da Prova Quádrupla. Se aplicada na pureza dos sentimentos, por certo seremos cidadãos éticos e de moral inquebrantável. Sobre este assunto, lembremo-nos da adaptação da ideia das três peneiras, atribuída a Sócrates, para a Prova Quádrupla do Rotary, do companheiro José Rodolfo Guerreiro. Como o texto é longo,

vamos condensá-lo abaixo: “Termina mais uma reunião rotária. Aproxima-se do presidente seu mais novo afilhado: – Presidente, vou lhe contar o que disseram do companheiro presidente eleito... O presidente o interrompe, dizendo: – Meu afilhado, antes de você falar, quero lhe repassar algumas informações a respeito das ‘peneiras do Rotary’. – Peneiras do Rotary? O que é isso? Disse-lhe o presidente que essas peneiras baseavam-se na Verdade; na Justiça; na Boa Vontade e Melhores Amizades, e no Benefício. Ele questionou seu afilhado, tomando por tópicos as peneiras, e perguntou se o que foi dito do presidente eleito ele gostaria que fosse aplicado a si mesmo. No final, meio envergonhado, o afilhado disse: – Entendi, presidente. Doravante somente boas palavras encontrarão caminho em minha boca.” BR

*O autor é associado ao Rotary Club de Francisco BeltrãoIntegração, PR (D. 4640).

29

pag2829.indd 29

22/10/2012 17:59:53


F undamentos rotários

Servindo pela diversidade A importância do princípio das classificações no Rotary Edinê Geraldo Cota*

D

entre as diretrizes que determinam a afiliação ao Rotary, talvez a que tenha maior dificuldade de assimilação seja a do princípio das classificações. A associação ao Rotary baseia-se nesta importante premissa que nos ajuda a assegurar que o quadro associativo de cada clube reflita equilibradamente os setores profissionais e comerciais da comunidade onde se encontra – alguns, no entanto, confundem a classificação com a profissão ou a atividade comercial exercida pelo rotariano. Nota-se que a variedade das profissões concebidas em um Rotary Club oferece a oportunidade de utilizar os conhecimentos e as aptidões de cada um, tanto na administração interna como nos serviços prestados. Então, quanto maior o número de classificações representadas no clube, maior a possibilidade de sucesso nas atividades desenvolvidas. Por este motivo torna-se importantíssimo que todas as classificações da comunidade estejam representadas no clube. Também é necessário atualizar constantemente as classificações existentes, pois nos últimos anos estão surgindo novas profissões e ocupações que precisam estar representadas no Rotary. AlGuns ExEmplos O princípio da classificação rotária é peculiar e sucinto. Para se determinar a classificação que um candidato em potencial venha a ocupar é necessário que se olhe para a atividade principal da empresa ou instituição a que ele está ligado. Deve ficar bem claro que

30

pag3031 indd 30

N ovembro

de

as classificações são determinadas pelas atividades ou serviços principais prestados à sociedade e não pela posição detida pela pessoa. A atividade principal também permite que negócios e indústrias sejam separados em funções distintas, tais como fabricação, distribuição, direção, consultoria e prestação de serviços. Se uma pessoa trabalhar num banco, não poderá ser classificada como diretor bancário ou caixa de banco, mas sim como Bancos – Direção ou Bancos – Caixa. Assim como o advogado, o dentista, o engenheiro e o médico são ofícios, o agricultor que planta milho e feijão, o fazendeiro que ordenha o gado e o comerciante que beneficia e vende café exercem atividades comerciais. As respectivas classificações para estes profissionais seriam: Advocacia; Odontologia; Engenharia; Medicina; Milho e Feijão – Cultivo; Gado de Leite – Produção; Café – Beneficiamento. Como os Rotary Clubs atuam em distintos espaços profissionais e comerciais, o Rotary não mantém uma lista padronizada de classificações. Sugere-se aos clubes que se baseiem em listagens locais, como catálogos de telefone ou fichários de associações comerciais, para criar suas próprias classificações. Uma lista de categorias cuidadosamente preparada e metodicamente revisada constitui a base para a expansão e o fortalecimento do quadro associativo do clube. Algumas classificações podem ser flexíveis para adaptar-se às diversas áreas de atuação de certas atividades, como: Advocacia Criminal; Advocacia Previdenciária; Advocacia Trabalhista; Engenharia Civil; Engenharia Espacial; Engenharia de Alimentos;

Café – Produção; Café – Exportação; Café – Vendas por Atacado. O engenheiro elétrico de uma empresa de eletrificação poderá ingressar no quadro associativo de acordo com sua profissão ou representando o ramo da instituição para a qual trabalha: Engenharia Elétrica; Eletrificação – Gerência; Eletrificação – Serviços; Energia Elétrica – Distribuição. o quE diz o mAnuAl Embora seja importante seguir o princípio das classificações, o Conselho Diretor do Rotary International determinou que, quando necessário, cada Rotary Club deve avaliar cuidadosamente esse princípio e dilatar a interpretação das classificações para refletir as atuais profissões e negócios, que se multiplicam a cada dia. Todavia, a afiliação a um Rotary Club é pessoal e não vincula a empresa ou a ocupação do associado ao clube.

2012

22/10/2012 15:37:44


Nosso Manual de Procedimento de 2010 estabelece que as classificações são “serviços específicos prestados por empresas, instituições ou profissionais na comunidade. O clube identifica as classificações iStockphoto

existentes localmente, e designa a cada associado representativo uma classificação relacionada à atividade principal e reconhecida de seu negócio ou profissão, ou da empresa ou instituição à qual está ligado”, e que o associado representativo será a “pessoa eleita para integrar o quadro associativo do clube e representar uma classificação de negócio, profissão ou serviço comunitário. Está sujeita às obrigações, responsabilidades e privilégios inerentes à qualidade de associado, conforme os dispositivos dos Estatutos e do Regimento Interno do RI.” O Rotary não leva em conta o sexo, a nacionalidade, a religião, a posição social, o pensamento político, a etnia ou a orientação sexual dos seus associados. O propósito do Rotary é agregar profissionais e pessoas que exercem atividades de negócios para que possam relacionar-se, aumentar entre eles a boa vontade, a tolerância

e a solidariedade, com o objetivo de estabelecer laços de amizade, companheirismo e disposição para trabalhos voluntários. Porém, ninguém ingressa no Rotary meramente porque quer entrar. Os estatutos prescritos preceituam que deverá haver uma vaga de classificação para que o novo associado possa preenchê-la. Verificada a existência da classificação, convida-se o empresário ou profissional. Se, ao contrário, existirem líderes de negócios ou profissionais na comunidade dispostos a prestarem serviços humanitários, e não houver classificação para eles, será necessário providenciar a abertura de uma nova classificação. Feito isto, o candidato pode ser convidado a preenchê-la. EXIGÊNCIAS As exigências quanto às classificações estão estabelecidas no artigo 8 dos estatutos prescritos para o Rotary, seção 1: “(a) Atividade principal. Todo associado representativo será classificado de acordo com seu respectivo ramo de negócio, profissão ou serviço comunitário. A classificação será aquela que descreve a atividade principal e reconhecida da firma, companhia ou instituição à qual o associado esteja ligado ou aquela que descreve a atividade principal e reconhecida de sua empresa ou profissão, ou a natureza da atividade de prestação de serviços à comunidade. (b) Correção ou alteração. Por razões justificadas, o conselho pode corrigir ou alterar a classificação de qualquer associado. A devida notificação da correção ou do ajuste proposto será encaminhada ao associado, que terá o direito de ser ouvido a respeito.” Inicialmente, pelas projeções de Paul Harris, um Rotay Club seria composto por um representante de cada profissão ou ramo de atividade. Naturalmente, esta concepção mudou com o decorrer dos anos. Atualmente

recomenda-se que o clube não deve admitir como associado representativo alguém de uma classificação que já esteja representada por pelo menos cinco associados. Abre-se uma exceção para o clube que tenha mais de 50 associados e cujo número de detentores dessa classificação não corresponda a mais de 10% do quadro de associados representativos. No entanto, os associados aposentados não entram no cálculo do número de pessoas que detêm a classificação – e se algum associado mudar de classificação, poderá continuar filiado ao clube na nova classificação, independente dos limites estabelecidos pelos estatutos do clube. Ressalta-se que pessoas eleitas ou nomeadas para cargos públicos por período específico de tempo não serão elegíveis à categoria de associado representativo do clube na classificação do cargo para o qual tenham sido eleitas ou nomeadas, ou seja: aqueles que atuam nos poderes Legislativo ou Executivo na condição de vereadores ou prefeitos, por exemplo, não são admitidos nesta categoria. Eles terão, durante seus mandatos, as classificações que deteriam antes de suas eleições ou nomeações. Esta restrição, no entanto, não se aplica àqueles que detenham cargos em escolas, faculdades ou qualquer outra instituição educacional ou que tenham sido eleitos ou nomeados para deter cargo no Poder Judiciário. Por ser extremamente importante e necessário para assegurar que cada Rotary Club tenha representado no seu quadro associativo um corte transversal dos negócios e das profissões de uma comunidade, todo clube deve aplicar os princípios de classificação e afiliação do Rotary e procurar corrigir qualquer irregularidade existente. BR

* O autor é associado ao Rotary Club de Unaí-Centenário, MG (D. 4760), e governador assistente.

31

pag3031.indd 31

22/10/2012 18:05:06


iStockphoto

Este é o último mês para participar do concurso da Brasil Rotário que pode levar você e um acompanhante numa viagem de cruzeiro ao Uruguai e à Argentina. Acesse o site www.brasil-rotario.com.br e inscreva sua frase até o dia 30 de novembro. Regulamento do concurso cultural PAZ ATRAVÉS DO SERVIR, realizado pela Cooperativa Editora Brasil Rotário Ltda. em parceria com a Check in Brazil Turismo & Eventos Ltda. CLÁUSULA 1 – Este é um concurso de caráter exclusivamente cultural, sem qualquer modalidade de sorteio ou pagamento, nem vinculado à aquisição ou uso de qualquer bem, direito ou serviço, aberto a todos os leitores da revista Brasil Rotário e usuários do site www.brasil-rotario.com.br, sendo dispensado de autorização, nos termos do artigo 30 do Decreto 70.951/72. CLÁUSULA 2 – É vedada a participação de menores de idade, membros dos Conselhos Superior, de Administração, Fiscal e seus assessores, funcionários e colaboradores da Cooperativa Editora Brasil Rotário Ltda., da Check in Brazil Turismo & Eventos Ltda., doravante denominadas Brasil Rotário e Check in Brazil Turismo, e de suas empresas coligadas, bem como de seus respectivos parentes até 2º grau, cônjuges e quaisquer pessoas envolvidas diretamente na execução do concurso. CLÁUSULA 3 – Para participar, o interessado deverá visitar o site www.brasil-rotario.com.br, preencher o formulário digital e elaborar um texto de até 300 caracteres que tenha as palavras ROTARY e PAZ. CLÁUSULA 4 – Cada concorrente poderá participar com somente um (1) texto, valendo o que for inscrito primeiro no site. CLÁUSULA 5 – Os textos poderão ser enviados a partir do dia 1º de julho de 2012 até as 23h59:59 do dia 30 de novembro de 2012. Uma Comissão Julgadora interna da Brasil Rotário, composta pelos integrantes da Comissão Editorial Executiva da Cooperativa Editora Brasil Rotário, se encarregará de avaliar os textos inscritos e escolher o vencedor. CLÁUSULA 6 – Os textos recebidos após o prazo estabelecido na cláusula 5 estarão automaticamente desclassificados. CLÁUSULA 7 – Para a escolha, a Comissão Julgadora levará em conta a originalidade do texto e sua adequação ao lema do Rotary International para este ano 2012-13: Paz Através do Servir. Todas as decisões da Comissão Julgadora serão soberanas e irrecorríveis. CLÁUSULA 8 – A divulgação do texto vencedor e de seu autor ocorrerá na edição de janeiro de 2013 da Brasil Rotário. CLÁUSULA 9 – A Comissão Organizadora do concurso não aceitará ou se responsabilizará por inscrições atrasadas, enviadas erroneamente, incompletas, incorretas, inválidas ou imprecisas, que possam decorrer de problemas, falhas ou funcionamento técnico, de qualquer tipo, em telefones, redes de computadores ou de linhas telefônicas, computadores, servidores ou provedores, equipamentos de computadores, hardware ou software, ou erro, interrupção, defeito, atraso ou falha em operações ou transmissões para o correto processamento das inscrições, incluindo, mas não se limitando, à transmissão imprecisa de inscrições ou falha do realizador em recebê-las, em razão de p oblemas técnicos, congestionamento na internet ou em qualquer suporte técnico ligado ao concurso ou, ainda, falha na comunicação eletrônica ou outras forças relevantes que estejam fora do controle do realizador, incluindo a capacidade de acesso ao seu website, envio de inscrições ou falha diversa relacionada ao tráfego na internet, vírus, falha de p ogramação (“bugs”) ou violação por terceiros (hackers).

pag32.indd 32

CLÁUSULA 10 – Qualquer tentativa de, deliberadamente, danificar de qualquer modo o website ligado a este concurso, ou de prejudicar a operação legítima deste concurso, assegura á à empresa organizadora do mesmo o direito de desqualificar o participante cuja conduta demonstre estar manipulando dolosamente a operação do presente concurso, violando termos e condições impostos neste regulamento ou, ainda, efetuando qualquer fraude comprovada, estando tal participante sujeito a responder por crime de falsidade ideológica ou documental. CLÁUSULA 11 – Os interessados em participar do concurso decla am, desde já, serem responsáveis pela autoria dos textos inscritos e que os mesmos não constituem plágio ou violação de quaisquer direitos de terceiros, ao mesmo tempo em que cedem e transferem à Brasil Rotário, sem quaisquer ônus para esta e em caráter definitivo, plena e totalmente, todos os direitos autorais de natureza patrimonial sobre os textos, para qualquer tipo de utilização, publicação, reprodução por qualquer meio ou técnica, e na divulgação do resultado. CLÁUSULA 12 – O autor do texto vencedor ganhará o seguinte prêmio: Uma viagem com acompanhante, em cabine dupla, externa e com varanda, no navio MSC Magnífica, incluindo seguro, taxa portuária e refeições a bordo, menos bebidas. O navio sairá do porto de Santos (SP) no dia 20 de janeiro de 2013, retornando ao mesmo local de embarque em 27 de janeiro de 2013. Entre essas duas datas, a embarcação passará pelas cidades de Punta Del Este e Montevidéu, no Uruguai (respectivamente, nos dias 22 e 23 de janeiro de 2013), e pela cidade de Buenos Aires, na Argentina (no dia 24 de janeiro de 2013). CLÁUSULA 13 – O prêmio é de responsabilidade da empresa Check in Brazil Turismo, com sede na cidade de São Paulo, que atua em convênio com a Brasil Rotário. CLÁUSULA 14 – Os deslocamentos do vencedor e de seu acompanhante ao porto de Santos e deste até seu local de destino após o cruzeiro são de inteira responsabilidade do premiado. CLÁUSULA 15 – O autor do texto vencedor será comunicado sobre sua premiação por um representante da Brasil Rotário. Para esse contato, serão utilizados o telefone e/ou o endereço de e-mail informados pelos concorrentes no ato da inscrição. Caso o ganhador não seja encontrado em até 72 horas ou informe qualquer impossibilidade de realizar a viagem, será feita uma nova seleção entre os textos inscritos para premiar outro candidato. CLÁUSULA 16 – Em nenhuma hipótese, o ganhador poderá receber o valor do prêmio em dinheiro ou transferi-lo a terceiros. CLÁUSULA 17 – Ao vencedor do concurso, será solicitada uma fotografia pessoal para efeito de divulgação na revista e em seu site, sem ônus de espécie alguma para os organizadores da promoção. CLÁUSULA 18 – Ao remeter seus textos, os participantes estarão concordando tacitamente com todas as normas contidas no presente regulamento, não cabendo a eles qualquer tipo de recurso. CLÁUSULA 19 – Os casos omissos neste regulamento serão decididos pela Comissão Julgadora.

19/10/2012 10:55:23


GuIA PARA ROTARIANOS SOBRE Os NOVOs subsídIOs dA FuNdAçãO

 33

pag3340.indd 33

11/10/2012 12:01:24


ILUSTRAÇÕES DE OTTO STEININGER

34

N ovembro

pag3340.indd 34

de

2012

22/10/2012 15:46:52


Distribuição De funDos De subsíDio Distrital De 2010-11 no Distrito 2650 Projeto De saúDe local US$ 5.000 (1 projeto)

Projetos internacionais US$ 40.600 (6 projetoS)

subsíDios Distritais Os distritos podem solicitar até 50% do seu Fundo Distrital de Utilização Controlada (FDUC) em um único subsídio anual para distribuir a projetos de clube e distrito em apoio à Missão da Fundação. Os Subsídios Distritais apoiam atividades de duração relativamente curta, tanto locais quanto internacionais.

exeMPlos De Projetos • O distrito 4420 (Brasil) comprou uma autoclave para pasteurizar leite armazenado em um banco de leite municipal em Peruíbe, SP. • O distrito 5360 (Canadá) outorgou a formandos de ensino médio bolsas de estudos para faculdade. • Distritos na Itália e Venezuela se emparceiraram para realizar um intercâmbio cultural entre músicos, parecido com o tradicional Intercâmbio de Grupos de Estudos.

US$ 138.600 (22 projetoS) Projetos eDucacionais locais

US$ 87.500 (16 projetoS) Projetos De DesenVolViMento coMunitÁrio locais

• O distrito 1860 (Alemanha) apoiou um projeto de saúde familiar no Senegal para escavar poços e cultivar verduras.

estuDo De caso uM Distrito, Muitos Projetos O distrito 2650 (Japão) usou um Subsídio Distrital para apoiar 45 projetos no primeiro ano da fase piloto do Plano Visão de Futuro. Depois que o subsídio de 271.700 dólares foi aprovado e o pagamento recebido em julho de 2010, o distrito imediatamente distribuiu os fundos aos projetos que haviam sido identificados pela equipe de liderança distrital no seu plano de gastos (conforme exigência do processo de solicitação de Subsídio Distrital). As atividades incluíram fornecimento de computadores, máquinas de costura e outros equipamentos para treinamento profissional em vilarejo nas Filipinas e reforma de uma escola primária danificada por um terremoto em Shaanxi, na China. Os clubes também ajudaram a financiar muitas iniciativas locais, incluindo bolsas de estudos.

Dicas De coMo utilizar os funDos Do seu subsíDio Distrital Julia Phelps, presidente da Comissão da Fundação Rotária do distrito 7930 (EUA), oferece alguns conselhos.

1. 36

Descubra o que os rotarianos querem. Depois que seu distrito foi selecionado para participar na fase piloto do Visão de Futuro,

N ovembro

pag3340.indd 36

de

Julia resolveu descobrir como os rotarianos em seu distrito queriam usar o FDUC. Ela distribuiu aos clubes uma pesquisa para saber quais as áreas de enfoque mais importantes para eles, onde os projetos deveriam ser implementados e obter informações sobre outros tópicos. As informações coletadas foram úteis e às vezes surpreendentes, e ajudaram a explicar aos rotarianos como as decisões sobre financiamento são tomadas.

2012

22/10/2012 15:56:49


Resumo dos Novos subsídios subsídio distRital

subsídio Global

subsídio PRÉ-deFiNido

Outorga no mínimo 15 mil dólares do Fundo Mundial, quantia que deve ser equiparada para resultar em projeto de custo total mínimo de 30 mil dólares

Totalmente financiado pelo Fundo Mundial e parceiro estratégico – não há exigência de contribuição financeira dos clubes e distritos participantes

Financiamento

Até 50% do FDUC pago anualmente de uma só vez, solicitado pelos distritos

tipos de projetos

Os distritos determinam como usar o dinheiro para promover a Missão da Fundação, seja em atividades locais, internacionais ou ambas

Os projetos são de alto impacto, alinhados a pelo menos uma das áreas de enfoque e desenvolvidos por meio de parcerias internacionais com outros Rotary Clubs

A Fundação e seus parceiros estratégicos fornecem a estrutura para projetos e atividades pré-desenvolvidos; os rotarianos se concentram na implementação

Relativamente curta

Longa, sustentável

Longa, sustentável, com parceiros estratégicos

duração

ÁReas de eNFoque do RotaRy PReveNção e tRatameNto de doeNças

deseNvolvimeNto ecoNômico e comuNitÁRio

Paz e PReveNção/ Resolução de coNFlitos

educação bÁsica e alFabetização

saúde mateRNo-iNFaNtil RecuRsos hídRicos e saNeameNto

 35

pag3340.indd 35

11/10/2012 17:00:21


Outro ponto positivo da pesquisa é a transparência. “Pedir feedback em uma conferência, grupo de enfoque ou pesquisa faz com que os rotarianos sintam que fazem parte das decisões do distrito”, disse ela.

2.

Simplifique o processo de subsídios.

Julia e sua Comissão Distrital da Fundação Rotária decidiram estabelecer critérios para Subsídios Distritais parecidos com os dos Subsídios Globais, simplificando o processo ainda mais. A expectativa é que os projetos de Subsídio Distrital se encaixem em uma área de enfoque e que tenham um efeito significativo na comunidade. “Decidimos seguir o que os Subsídios Globais nos pedem, ou seja, ter

um impacto mais significativo, aumentar a promoção da imagem pública do Rotary e ser mais visível na comunidade”, disse Julia.

3.

Eduque os rotarianos.

Apesar de o Rotary International exigir apenas que um associado de cada clube faça treinamento sobre gerenciamento de subsídios, o distrito 7930 resolveu enviar duas pessoas ao treinamento. Como resultado, os rotarianos no distrito de Julia criaram projetos mais criativos e com maior impacto que antes. “Se mais rotarianos entenderem a forma como o novo modelo de subsídios funciona em nível distrital e global, teremos mais oportunidades de fazer a diferença”, ela explica.

pag3340.indd 37

11/10/2012 12:03:53


subsídios Globais Os Subsídios Globais têm impacto em longo prazo, apoiando atividades internacionais de grande escala que geram resultados sustentáveis em pelo menos uma área de enfoque.

ExEmplos dE projEtos • Claire Achmad, da Nova Zelândia, estudou direito internacional público na Holanda graças à bolsa de estudos oferecida por meio de Subsídio Global patrocinado pelo distrito 9940 (Nova Zelândia) e pelo Rotary Club de Rottemeren, do distrito 1600 (Holanda).

EquipEs dE formação profissional financiadas por subsídio Global financiamEnto

O custo total mínimo para projetos financiados por Subsídio Global deve ser de 30 mil dólares, valor que pode incluir outros projetos humanitários, bolsas de estudos ou até mesmo equipes de formação profissional adicionais. Qualquer idade; seleção baseada na

idadE dos participantEs experiência relacionada à área de enfoque. duração

Não há limite de duração.

nÚmEro dE EquipEs por ano por distrito oportunidadEs profissionais

Não há limite quanto ao número.

• Parceiros de projeto na França e no Togo compraram equipamento e materiais para um centro de saúde pediátrico e implementaram um programa de treinamento sobre saúde pública e nutrição em Kpalimé, Togo. • Rotarianos nos EUA e Guatemala forneceram equipamento médico neonatal para o Hospitalito Atitlán e treinamento especializado para os funcionários. Os parceiros do subsídio também produziram um DVD para ser exibido na sala de espera do hospital, educando a comunidade sobre saúde materno-infantil, higiene, nutrição e prevenção de doenças. • Uma equipe de formação profissional composta por fisioterapeutas e professores com especialização em alunos com necessidades especiais viajou da Inglaterra para o Quênia a fim de treinar professores de três escolas. Os distritos 1070 (Inglaterra) e 9200 (partes do leste da África) organizaram a atividade.

Receber ou fornecer treinamento.

tamanHo da EquipE

No mínimo um líder de equipe (rotariano ou, se necessário, não rotariano) e dois participantes.

rotarianos podEm participar da EquipE?

Além de servirem de líderes de equipe, rotarianos podem participar como membros de equipes de formação profissional fornecendo treinamento, desde que tenham as habilidades necessárias.

Estudo dE caso

• Rotarianos da Índia e Taiwan, com ajuda de uma organização colaboradora, desenvolveram um programa de distribuição de gado perto de Pune, na Índia, que inclui compra de gado e treinamento sobre administração pecuária e nutrição animal.

• Isis Mejias, bolsista do Texas, EUA, patrocinada por Subsídio Global de rotarianos no Brasil e EUA, está aprendendo sobre tratamento de água e gestão de resíduos na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo.

EquipEs dE formação profissional financiadas por subsídio Global

Por meio de um Subsídio Global, uma equipe de formação profissional composta por dois rotarianos e seis profissionais da área de saúde do distrito 5170 (EUA) conduziu um workshop para 50 médicos e enfermeiros em Monrovia, Libéria. O workshop abordou formas de evitar a transmissão do HIV de mãe para filho usando técnicas como educação de gestantes, cuidados médicos para mães e recém-nascidos e conscientização pública sobre prevenção do HIV. Os associados ao Rotary Club de Sinkor, Monrovia, estão distribuindo suplementos nutricionais a mulheres e crianças com HIV e oferecendo-lhes transporte até os postos de saúde.

38

N ovembro

pag3340.indd 38

de

2012

16/10/2012 11:00:23


elementos de um projeto sustentável monitoramento e avaliação Crie metas claras e mensuráveis para o projeto e identifique os métodos de coleta de dados. Estabeleça dados de base que sirvam como comparativo e possam demonstrar uma mudança significativa durante pelo menos três anos.

necessidades e recursos da comunidade Peça para os parceiros locais fazerem uma avaliação detalhada das necessidades para identificar um projeto e solução que estejam em conformidade com os valores e cultura da comunidade. Envolva diversos parceiros comunitários no processo de planejamento.

Financiamento Confirme uma fonte de financiamento local para operações, manutenção e reparos em longo prazo. Recompense participantes de projeto de forma apropriada por seu trabalho para assegurar a continuidade dos serviços.

motivação Prepare a comunidade para que adquira um senso de propriedade pelo projeto. Ofereça incentivos para que os moradores locais continuem apoiando o empenho.

materiais e tecnologia Compre equipamentos e nova tecnologia de fornecedores locais quando possível, e assegure a disponibilidade de peças de reposição. Envolva líderes comunitários na escolha da tecnologia ou equipamentos, e ensine-os a operar e fazer a manutenção dos equipamentos.

Conhecimento Forneça treinamento para ajudar os beneficiários a alcançar as metas do projeto e certifique-se de que tenham um plano para treinar outras pessoas no futuro.

 39

pag3340.indd 39

11/10/2012 17:01:49


SubSídioS Pré-definidoS Os Subsídios Pré-definidos dão a Rotary Clubs e distritos a oportunidade de trabalhar com parceiros estratégicos da Fundação Rotária em projetos e atividades preestabelecidos e totalmente financiados pelo Fundo Mundial e por parceiros estratégicos. Os projetos e atividades foram criados para serem sustentáveis e causar impacto significativo em comunidades e nas áreas de enfoque.

oPortunidadeS de Projeto

Parceiro estratégico: Aga Khan University (AKU) Área de enfoque: saúde materno-infantil Projeto: equipes de formação profissional Rotary Clubs e distritos recrutam equipes de formação profissional para treinar professores de enfermagem e educadores da área de saúde da comunidade em um dos três campi da universidade no leste da África. As equipes também participam de projetos humanitários em clínica existente ou de programa de serviços médicos. Disponibilidade de três subsídios por ano. Projeto: bolsas de estudos Até 30 bolsas de estudos disponíveis anualmente para

“Eu sempre quis ajudar gestantes, mulheres e crianças com menos de cinco anos de idade, mas não tinha como fazer isto. O surgimento da bolsa de estudos da AKU me deu a oportunidade de lutar pela comunidade e de obter a ajuda de outras pessoas e organizações.” • Nansereko Hasifa, bolsista de curso de enfermagem, Uganda

“No nosso país, uma em cada 30 mulheres morre. Dá para imaginar o trauma emocional e o efeito econômico que isto causa às famílias. Com este subsídio, estamos atendendo a duas áreas específicas – saúde materno-infantil e prevenção e tratamento de doenças – usando recursos locais e sem deslocar estudantes dos países em que moram. Esta é a diferença interessante entre estes e outros subsídios que às vezes são muito amplos.” • Sam Farouk Mukasa Kajubi, Rotary Club de Kololo-Kampala

eStudo de caSo

enfermeiros no Quênia, Uganda e Tanzânia estudarem em seu campus local da AKU. Rotarianos nestes países selecionam os bolsistas e rotarianos próximos aos campi fornecem apoio e orientação. Parceiro estratégico: Instituto UNESCO-IHE para Educação em Água Área de enfoque: recursos hídricos e saneamento Projeto: bolsas de estudos Oito bolsas de estudos disponíveis anualmente para estudantes de pós-graduação em curso de recursos hídricos e saneamento no campus de Deft do UnescoIHE, na Holanda. Rotary Clubs ou distritos selecionam um bolsista entre candidatos locais e mantêm contato com ele durante seu período de estudos. Ao retornar para seu país de origem, o bolsista colabora com rotarianos na condução de um projeto relacionado a recursos hídricos. Rotarianos na Holanda envolvem os bolsistas em eventos culturais e rotários durante o ano letivo. Parceiro estratégico: Oikocredit Área de enfoque: desenvolvimento econômico e comunitário Projeto: treinamento empresarial Rotarianos colaboram com instituições da rede da Oikocredit para criar e executar treinamentos para aprimorar aptidões profissionais e empresariais de proprietários de pequenos negócios que receberam ou poderão receber empréstimos. Os subsídios atualmente estão disponíveis a distritos na Índia, Filipinas e Uruguai, para projetos nestes países. Serão outorgados até quatro subsídios por ano. Parceiro estratégico: Mercy Ships Área de enfoque: prevenção e tratamento de doenças Projeto: equipes de formação profissional Rotary Clubs e distritos recrutam profissionais da área médica, como cirurgiões, enfermeiros e anestesistas, para viajarem a locais da Mercy Ships no leste da África, a fim de realizar ou auxiliar em cirurgias vitais e fortalecer as habilidades profissionais de médicos locais. Serão outorgados até quatro subsídios por ano.

bolSaS de eStudoS Para enfermagem atravéS da aga Khan univerSity

Por meio de um Subsídio Pré-definido, rotarianos do distrito 9200 estão apoiando 24 bolsistas de enfermagem na Aga Khan University. Os rotarianos selecionaram os bolsistas entre os estudantes admitidos à Escola de Enfermagem da AKU. Os primeiros bolsistas iniciaram seus estudos em 2011 e devem se formar no início de 2014; o segundo grupo de bolsistas foi selecionado para iniciar seus estudos em 2012. As bolsas oferecem treinamento avançado para enfermeiros já trabalhando no campo de enfermagem, permitindo que coloquem em prática o que aprenderem para causar impacto imediato. Rotarianos locais servem de mentores aos estudantes.

40

N ovembro

pag3340.indd 40

de

2012

22/10/2012 16:11:10


V isão de futuro

Subsídios 2013-14: aplicação disponível

A

partir deste mês de novembro, os formulários de pedido para subsídios distritais em 2013-14 (ou seja: para projetos e atividades desenvolvidos entre 1º de julho de 2013 e 30 de junho de 2014) estarão disponíveis online, na área Acesso ao Portal do site do Rotary International (circulada em amarelo na foto). Para que isso seja feito, os distritos devem estar qualificados para realizar projetos pelo Plano Visão de Futuro, o novo modelo de subsídios da Fundação Rotária que será efetivado em todo o mundo no dia 1o de julho de 2013. Para obter essa qualificação, é preciso que o governador distrital 2013-14, o governador 2014-15 e o chairman

distrital da Fundação Rotária em 2013-14 estejam cadastrados junto ao Rotary International e tenham uma conta de Acesso ao Portal. BR

41

pag41.indd 41

22/10/2012 15:14:55


C ultura

Renata Coré

Muito prazer, Tchaikovsky Em biografia minuciosa, historiador apresenta o compositor russo ao público

P

ode ser que não associe a composição a seu autor, mas certamente grande parte dos brasileiros conhece algo da obra de Piotr Tchaikovsky. Entre os compositores russos, ele é um dos que mais tiveram seu trabalho aclamado no Ocidente. São de Tchaikovsky, por exemplo, O Lago dos Cisnes e O Quebra-Nozes, respectivamente seu primeiro e último balés. Sua vasta obra é composta ainda de dez óperas, sinfonias, concertos e diversos outros trabalhos orquestrais. Se a obra de Tchaikovsky se tornou tão vastamente conhecida, o mesmo não se pode dizer da vida do compositor. Mesmo na Rússia, sua biografia esteve constantemente vitimada por lacunas e versões fantasiosas. Depois da morte do músico, em novembro de 1893, seu irmão Modest lançou uma obra em três volumes. Na biografia, editada no início do século 20, Modest deixou silêncios intencionais. As informações omitidas diziam respeito a fatos derivados da homossexualidade de Tchaikovsky. O irmão não queria comprometer a memória do compositor perante a sociedade da época. A postura de suprimir fatos biográficos de Tchaikovsky foi adotada também, posteriormente, pelo regime soviético. Com o propósito de preservar a imagem do compositor mundialmente admirado – e que o regime utilizou como elemento de propaganda do Estado –, qualquer informação vista como desabonadora foi varrida para debaixo dos tapetes. Somente em 1934, com a publicação da correspondência trocada entre o músico e sua mecenas, Nadejda Filaretovna, a homossexualidade de Tchaikovsky foi revelada.

42

N ovembro

pag4243.indd 42

de

2012

22/10/2012 09:35:12


Reprodução

Foto de família dos Tchaikovsky. Piotr é o primeiro a partir da esquerda

Reprodução

O compositor ao lado da mulher, Antonina, em foto de julho de 1877

Reprodução

Capa da primeira edição da Abertura Solene para o Ano de 1812, de 1880, obra orquestral de Tchaikovsky Reprodução

VERSÕES FANTASIOSAS Com o fim dos fatos censurados, a biografia de Tchaikovsky não ficou livre de sofrer intervenções. Pesquisando apenas superficialmente, e sem acesso a fontes fundamentais, biógrafos estrangeiros foram prolíficos na criação de fatos e teorias levantados sem rigor científico, e comePoznansky teve acesso çaram a surgir versões fantasiosas sobre a a fontes como o diário do personalidade do compositor russo. Até que, aos 17 anos compositor, de 1887 de idade, recém-chegado a São Petersburgo, Alexander Poznansky assistisse a uma encenação de O Lago dos Alexey Lazarev e com adaptação do editor e presidente da Brasil Rotário, Ricardo V. L. M. Gondim – não se trata Cisnes e se apaixonasse pela obra de Tchaikovsky. Hoje com 62 anos de idade, Poznansky é o autor da de um estudo musicológico do compositor. A proposta de mais completa biografia do russo. O historiador mer- Poznansky é buscar reconstruir detalhadamente a vida de Tchaikovsky em ordem gulhou na vida do músico: Reprodução cronológica, ao longo de 882 durante 25 anos, dedicou-se a páginas (sem levar em conta o catalogar a correspondência do índice onomástico) e mais de compositor (são mais de 7.000 400 imagens. “Aqui se tentou cartas), sua obra musical comcontar sobre Tchaikovsky, tal pleta e iconografia. Teve acesso como ‘foi criado por Deus’, também aos arquivos russos. tentou-se reconstruir o próPoznansky é a pessoa que mais prio contexto, ‘a educação, as conhece tanto a vida como a circunstâncias, as caracterísobra de Tchaikovsky, e a bioticas do século e do país’ em grafia que escreveu desmente que o compositor vivia, amava a versão de que o compositor e criava”, explica o biógrafo no teria cometido suicídio. prefácio à edição russa, citado O livro – lançado pela G. Registro de uma apresentação do balé O Quebrapor George Ermakoff no prefáErmakoff Casa Editorial em Nozes em dezembro de 1892, no Teatro Mariínsky, cio à edição brasileira. BR tradução direta do russo por em São Petersburgo B RASIL R OTÁRIO

pag4243.indd 43

43

22/10/2012 18:09:13


Coluna doS CoodEnadoRES REGIonaIS da FundaÇÃo RoTÁRIa José Carlos Carvalho e Celso Alves*

A história da poliomielite: parte 1 Primeiros casos podem remontar ao ano de 1580 a.C.

V

ale a pena fazer uma cronologia da poliomielite. Muita gente ainda não sabe como essa doença avançou e vitimou pessoas em todo o mundo ao longo da história. Um mal que o Rotary e a Fundação Rotária ajudam a combater desde a década de 1980 – e que nunca esteve tão perto de ser erradicado como agora.

Rotary Images

1580-1350 a.C.: primeiros indícios Uma estela egípcia mostra um jovem sacerdote com a perna aleijada e atrofiada, apoiando-se num bastão. Ele provavelmente sofria de paralisia infantil. Cerca de 1.500 anos depois, o médico grego Hipócrates e seu discípulo romano Galeno escreveram sobre a deformação dos pés em termos que sugerem uma descrição da pólio. 1789: primeira descrição clínica O médico britânico Michael Underwood faz a primeira descrição clínica da doença, referindo-se a ela como “debilidade dos membros inferiores”. 1796: invenção da primeira vacina O cientista britânico Edward Jenner produz a primeira vacina do mundo ao descobrir que uma infecção proposital com uma forma atenuada de varíola bovina protegia as pessoas das formas mais virulentas da varíola. 1909: confirmada a existência do vírus Os médicos austríacos Karl Landsteiner e Erwin Popper comprovam que a pólio é uma doença contagiosa disseminada por vírus e que uma infecção inicial confere imunidade – descortinando, portanto, a possibilidade de obtenção de uma vacina. Em 1887, uma epidemia de pólio em Estocolmo, na Suécia, é uma entre várias que assolariam a Europa e a América do Norte nas décadas seguintes, consequência paradoxal da melhoria das condições de saneamento. 1916: surto na cidade de Nova York Milhares de pessoas abandonam Nova York quando uma das maiores epidemias de pólio do século atinge a

44

pag4445 indd 44

N ovembro

de

cidade, deixando paralisadas 27 mil pessoas e levando à morte outras 9.000. 1921: Roosevelt contrai pólio Com 39 anos de idade, Franklin Delano Roosevelt, futuro presidente dos Estados Unidos, contrai o vírus da pólio. Seis anos depois, ele funda um inovador centro de reabilitação para vítimas da paralisia infantil em Warm Springs, no estado da Geórgia. A paralisia do presidente era um fato conhecido, mas a imprensa atendeu a seu pedido de, por razões políticas, nunca mostrá-lo em uma cadeira de rodas ou outro aparelho para locomoção. 1938: criação da Marcha dos Tostões Diante dos surtos de pólio que assolam as cidades americanas, o presidente Roosevelt estimula a criação, pelo setor privado, da Fundação Nacional para a Paralisia Infantil. O empenho da fundação na descoberta de uma vacina resultou na famosa campanha Marcha dos Tostões, obtendo sobretudo contribuições individuais. Doações desse tipo também ajudariam a custear grande

2012

22/10/2012 16:47:35


U

COLUNA DO CHAIR DA FUNDAÇÃO ROTÁRIA

ma estela egípcia mostra um jovem sacerdote com a perna aleijada e atrofiada, apoiando-se num bastão. Ele provavelmente sofria de paralisia infantil

Wilfrid Wilkinson *

parte das campanhas de imunização após a introdução das vacinas antipólio em meados da década de 1950. 1940: novo tratamento para a doença A australiana Elizabeth Kenny, uma freira católica, desenvolve novos procedimentos para o tratamento de doentes de pólio com base em compressas quentes e alongamentos dos membros afetados. Três anos depois, é criada a Fundação Irmã Kenny, nos Estados Unidos, cuja técnica é adotada como tratamento de referência, substituindo as ineficazes abordagens tradicionais que usavam o chamado “soro de convalescente” e a imobilização dos membros. 1950: a ONU promove vacinações em massa A criação da ONU, em 1945, do Unicef, em 1946, e da Organização Mundial da Saúde, dois anos mais tarde, faz com que os governos se comprometam com o atendimento às necessidades básicas de saúde em todo o mundo, sobretudo no que se refere às crianças. Após as bem-sucedidas imunizações em massa contra a tuberculose na Europa e na China do pós-guerra, aquelas organizações e a Cruz Vermelha adotam o controle em massa das doenças como a grande prioridade internacional no campo da saúde. 1952: pulmões de aço na América do Norte De 5 a 10% das vítimas de pólio podem ser acometidas de paralisia nos músculos respiratórios, correndo o risco de morte por asfixia. Para isso, um aparelho de respiração, conhecido como pulmão de aço, é aperfeiçoado na década de 1930. Os pulmões de aço tornam-se corriqueiros nos hospitais da América no Norte durante toda a década de 1950.

Na próxima edição: acompanhe a segunda parte dessa cronologia. BR

* Os autores são coordenadores regionais da Fundação Rotária para as Zonas 22A e 23A, e para a Zona 22B, respectivamente.

Para fazer comentários e sugestões sobre esta coluna, escreva para mkgcarvalho@uol.com.br e/ou para celsogalves@gmail.com

Visão de longo prazo

A

o nos aproximarmos de 1º de julho, estamos nos estágios finais da preparação para o lançamento global do Plano Visão de Futuro. Nossa meta é simples: possibilitar que a nossa Fundação continue a Fazer o Bem no Mundo, garantindo que façamos o melhor uso de cada dólar, real, euro, iene e peso que tivermos. Em tudo que fazemos no Rotary, buscamos o maior impacto possível. Para isso, mantemos enfoque em sustentabilidade em projetos cujos efeitos durarão stock.XCHNG por muitos anos e em trabalhos que continuarão a transformar vidas após o fim do envolvimento dos rotarianos. Quando a pólio for erradicada, todas as crianças que nascerão serão beneficiadas, e por muito tempo após a última gota de vacina ser ministrada. O Polio Plus é, sem dúvida, um programa singular do Rotary, e chegou a hora de levarmos essa perspectiva de longo prazo a todas as nossas iniciativas. Parte da nossa meta no Visão de Futuro é manter foco de longo prazo em tudo que fizermos. Consequentemente, temos que fazer do apoio à Fundação Rotária e ao Fundo Anual uma prioridade. Nossa meta é o Todos os Rotarianos, Todos os Anos, com cada rotariano fazendo uma doação de 100 dólares anuais ao Fundo Anual. Alcançar essa meta representa duas coisas: 120 milhões de dólares por ano para prestação dos nossos serviços rotários e uma organização na qual todos os associados apoiam e investem no sucesso da Fundação Rotária, fazendo com que ela seja verdadeiramente a Nossa Fundação. BR

* O autor é presidente do Conselho de Curadores da Fundação Rotária.

45

pag4445 indd 45

22/10/2012 16:48:26


Distritos em Revista Contemplando todas as idades Evento tradicional no Paraná gera renda para três entidades filantrópicas Fotos: Walter Natálio

Rotarianos do Rotary Club de Campo Mourão-Araucária, familiares e amigos se mobilizaram para fazer um café da manhã típico da região

O

Rotary Club de Campo Mourão-Araucária, PR (D. 4630), serviu mais de 1.000 cafés da manhã no 14º Café Rural, realizado nos dias 6, 7 e 8 de julho. O evento, que contou com a participação de rotarianos, seus cônjuges, amigos e colaboradores, gerou renda que será destinada à Comunidade Terapêutica Redenção de Campo Mourão, entidade filantrópica que atende dependentes químicos; à Casa das Fraldas, que produz fraldas para orfanatos e asilos; e ao Lar Dom Bosco, entidade responsável pelo atendimento a crianças e adolescentes em situações de risco, suas mães, e a

46

N ovembro

pag4652.indd 46

de

2012

dependentes químicos. Além do Café Rural, os rotarianos de Campo Mourão promovem outros eventos por adesão para financiar projetos sociais, como a Festa do Sorvete e do Yakissoba. Outra iniciativa de destaque foi realizada pelo clube na gestão do seu presidente 2011-12, Jair Augusto Barroso, graças a um Projeto Distrital Simplificado. A Escola Municipal Castro Alves, do ensino fundamental, recebeu 20 colchonetes, quatro mesas redondas com banquetas e 18 jogos recreativos. A escola é responsável pelo ensino, em período integral, de 110 crianças no bairro Vila Guarujá, em Campo Mourão.

Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais notícias dos clubes. 18/10/2012 13:11:22


D. 4310

RC de Saltinho, SP – Organizou, com a ajuda de todos os associados, o Feijoada + Samba e Chorinho, evento que reuniu cerca de 300 pessoas e contou com show da Banda Sambatuk. A renda foi destinada à Fundação Rotária e ao Lar Vicentino, que auxilia um jovem vítima de acidente de trânsito.

RC de Piracicaba-Luiz de Queiroz, SP – Diplomou cinco pessoas que se destacaram pela conduta em suas profissões. As homenageadas foram: Cristina Zulzke Sauvel, Rosa Pompeu Ferreira, Nadia Petrocelli, Maria de Fátima Dini e Carla Benedito.

RC de Itú-Convenção, SP – Graças a um projeto de Subsídios Equivalentes, montou uma cozinha industrial para a Associação de Educação do Homem de Amanhã, em Salto, que fornece educação e formação técnica para 480 menores em condições de vulnerabilidade social. Em 4 de agosto, o clube promoveu o Arraial do Condomínio Portal de Itu, que gerou renda para beneficiar oito entidades filantrópicas da cidade. Por fim, registramos as participações na Missa de Ação de Graças pelo Dia do Soldado, realizada na Igreja de São Cristóvão, e no desfile de Sete de Setembro.

RC de Salto, SP – Inaugurou o Núcleo Rotary de Desenvolvimento Comunitário Banco de Cadeiras de Rodas de Salto, composto por dez membros da Associação dos Deficientes Físicos de Salto (Adelfis). Esta parceria permitiu que a Associação ampliasse a sua capacidade de empréstimo de cadeiras de rodas, cadeiras de banho, muletas, andadores e colchões d’água. O clube doou dezenas de unidades ao banco. Na foto, de pé, a partir da esquerda, João Gabriel Mestieri, presidente do RC de Salto; Paulo Krücken, também do RC de Salto; Luzinete Paduan, presidente do RC de Salto-Moutonée, clube que doou uma cadeira de rodas; Ênio Aparecido de Abreu, presidente da Adefis; Waldemar Muller, do RC de Indaiatuba, clube que doou quatro cadeiras; e o governador do distrito, Miguel Angel Turra Marchant.

RC de Tietê, SP – Participou da 53ª edição da Semana Cornélio Pires, que consistiu de apresentações musicais, teatro e exposições entre os dias 20 e 25 de agosto no município de Tietê. Houve ainda homenagem ao jornalista, escritor e folclorista tieteense Cornélio Pires (1884-1958), cujo monumento em praça foi inaugurado em 1958 por iniciativa de rotarianos da cidade.

Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais notícias dos clubes. pag4652.indd 47

47

22/10/2012 16:35:52


D. 4390 RC de São Miguel dos Campos, AL – Doou presentes para o Abrigo Joana Figueiredo Alves, que acolhe idosos. Em outra ocasião, doou enxovais à Santa Casa de Misericórdia de São Miguel dos Campos. A Casa da Amizade local participou das duas iniciativas.

RC de Aracaju, SE – Entregou máquina de lavar roupas, televisor e ventiladores para o Lar Infantil Cristo Redentor. A instituição acolhe e promove a inserção social de menores do sexo feminino em situação de risco.

D. 4410 RC de Venda Nova do Imigrante, ES – Doou duas cadeiras de banho, duas cadeiras de rodas, três cadeiras para acompanhante, duas balanças digitais para bebês, três mesas de cabeceira para alimentação, um televisor, um DVD, papel de parede e cortinas para a ala pediátrica e o pronto socorro do Hospital Padre Máximo. Em setembro, o clube distribuiu alimentos para cerca de 400 pessoas de Distrito Camargo, na cidade de Venda Nova do Imigrante, e promoveu campanha de doação de sangue e cadastramento de doadores de medula óssea.

RC de Guarapari, ES – Apoia o projeto Família Feliz, uma parceria com a Pastoral da Criança desenvolvida na Paróquia Nossa Senhora da Conceição, de Guarapari, que atende 200 crianças até sete anos. Elas são pesadas e suas mães recebem alimentos e aconselhamento nos fins de semana. Outra iniciativa importante é o apoio a 270 crianças e adolescentes que estão sendo socialmente resgatados por meio do projeto Escolinha de Futebol, patrocinado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente. O clube oferece lanches, uniformes e bolas para a garotada e doa alimentos para suas famílias graças a uma parceria com o programa Mesa Brasil Sesc.

RC de Nova Venécia, ES – Realizou campanha de captação de doadores de sangue para o Hospital São Marcos em 18 e 19 de agosto em parceria com o Hemocentro de São Mateus e o Lions Club local. Em outra ocasião, o clube organizou uma cavalgada beneficente com o objetivo de arrecadar fundos para a Apae de Nova Venécia.

D. 4420 RC de São Vicente-Praia, SP – Organizou a 5ª Feijoada em 25 de agosto, evento que reuniu cerca de 250 pessoas e objetivou arrecadar fundos para o seu Banco de Óculos. Este projeto permanente existe há 24 anos e já forneceu mais de 7.200 óculos graças à parceria do clube com o distrito e empresários.

48

N ovembro

pag4652.indd 48

de

2012

Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais notícias dos clubes. 22/10/2012 19:10:33


D. 4430 RCs de São Paulo-Noroeste, São Paulo-Norte e São Paulo-Freguesia do Ó, SP – Em 31 de agosto comemorou os 432 anos da Freguesia do Ó, um bairro paulistano que em suas origens foi uma região desbravada em 1580 pelo bandeirante Manuel Preto. Na data, 520 pessoas receberam atendimento médico, com exames oftalmológicos, audiométricos, aferições de glicemia e pressão arterial, orientações jurídicas, cortes de cabelo e maquiagem. Entre as lideranças rotárias presentes, o governador distrital Ademil Martin Andrade.

D. 4440 RC de Várzea Grande, MT – Doou 100 uniformes para as 80 crianças atendidas pela Creche Wilson Sodré Farias, em Várzea Grande. A entidade se mantém graças às doações e a um valor simbólico pago pelos pais. Em outra ocasião, o clube recepcionou o intercambiado mexicano Alejandro Sanches Bolio (na foto ele é o segundo).

D. 4470 RC de DouradosGuaycurus, MS – Doou, em parceria com o RC de DouradosCinquentenário, uma máquina de lavar para a Apae do município de Dourados. Em outra ocasião, o clube adquiriu 70 cadeiras de rodas, dez andadores, dez pares de bengalas e 30 pares de muletas para o Banco Comunitário de Cadeiras de Rodas de Deodápolis. A iniciativa foi possível graças a uma parceria com o Lions Club desse município.

RCs de Naviraí e NaviraíIntegração, MS – Recepcionaram o intercambiado norte-americano Michael Mônaco (foto), que é o primeiro contemplado pelo Intercâmbio de Jovens do Rotary no município de Naviraí.

RC de Mirandópolis, SP – Realizou a 13ª Festa do Queijo e Vinho, evento que gerou renda a ser destinada à Fundação Rotária e a três entidades locais: Apae, Amai (Associação Mirandopolense de Assistência aos Idosos) e Casa da Criança.

D. 4480 RC de Jahu-Leste, SP – Foi responsável pelo 6º Pedala Jaú, um passeio coletivo de ciclistas que reuniu mais de mil participantes. O evento arrecadou cerca de 1,3 tonelada de alimentos, beneficiando cinco entidades filantrópicas da cidade.

50

N ovembro

pag4652.indd 50

de

2012

Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais notícias dos clubes. 22/10/2012 17:17:35


D. 4420 RC de Cubatão, SP – Promoveu palestra de Carlos Roberto Torci, governador distrital assistente, em 8 de agosto, sobre a importância do programa Empresa Cidadã. Na ocasião, a Newcad Engenharia Ltda. tornou-se a primeira Empresa Cidadã do clube. Na foto, a presidente do clube, Marilda Canelas, e representantes da Newcad. O programa é uma iniciativa da Associação Brasileira da The Rotary Foundation que propicia o recolhimento de contribuições de pessoas jurídicas para a Fundação Rotária. Dias antes, em 30 de julho, os associados desse Rotary Club doaram macas e cadeiras de rodas para o Centro Multidisciplinar Cubatão e o Abrigo Lar Fraterno. RC de Santos-Vila Belmiro, SP – Organizou a Caminhada Rotary 2012 em 26 de agosto reunindo cerca de 600 pessoas. Os participantes percorreram três quilômetros pela orla de Santos e doaram latas de leite em pó e alimentos não perecíveis para o clube, os quais foram destinados à Cruzada das Senhoras Católicas, mantenedora da Creche Cantinho Alegre. O evento foi prestigiado pelo governador distrital Marcos Luiz Zanardo e por sua esposa, Maria Laiz, e teve o apoio de diversos clubes do distrito, voluntários e empresas. Posteriormente, o clube homenageou todos esses apoiadores.

Rotary Kids São Paulo-Nove de Julho, SP – Foi fundado em 24 de agosto tendo como padrinho o RC de São Paulo-Nove de Julho. O evento de oficialização foi prestigiado por rotarianos de outros clubes, dentre os quais o presidente 2011-12 da Comissão Distrital de Rotary Kids, Marcelo Carvalho, e a presidente do Rotary Kids São Paulo-Aeroporto, Isabela Kobayashi.

D. 4430 RC de Mairiporã, SP – Organizou o 16º Festival da Pipa no Bosque da Amizade, na cidade de Mairiporã, em 5 de agosto. A criançada ganhou pipas com rabiola (1.200 foram distribuídas), carretéis, sanduíches e refrigerantes. A iniciativa teve o patrocínio da Coats Corrente, de Silvio Você Eventos e do comércio local.

RC de São PauloMandaqui, SP – Realizou a quarta edição do Chá das Orquídeas em 29 de agosto, evento que teve desfile de moda (foto) e foi prestigiado por cerca de 120 pessoas, entre rotarianos e não rotarianos. O valor arrecadado será destinado à Fundação Rotária e as obras sociais. Outro destaque: no Seminário da Fundação Rotária, ocorrido em 1º de setembro, o clube foi um dos premiados por seu projeto de apoio ao idoso.

RC de São PauloVila Medeiros, SP – Está à frente do projeto Rumo e apoia a gestão verde preconizada pelo distrito. O projeto consiste de palestras sobre profissões ministradas por rotarianos em escolas públicas do ensino médio, como a que ocorreu no dia 29 de agosto, na Escola Estadual Professora Veridiana Camacho Carvalho Gomes, em São Paulo. Além disso, o clube lançou campanha de plantio de árvores.

Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais notícias dos clubes. pag4652.indd 49

49

22/10/2012 17:12:44


D. 4480

D. 4490 RC de Floriano, PI – Promoveu palestra aberta ao público sobre câncer de mama e de colo de útero, proferida pela médica Kátia Marabuco. A iniciativa teve participação da Casa da Amizade local.

RC de São José do Rio PretoJardins, SP – Está à frente do projeto Ver para Aprender, que realizou 139 exames oftalmológicos de triagem na Associação Espírita Rancho da Luz em 18 de junho e 25 exames oftalmológicos no Hospital do Olho Rio Preto em 18 de setembro. Todas as consultas foram feitas pelo corpo médico do hospital com a supervisão da sua diretora clínica, Silmara Lopes.

Diversos clubes de São José do Rio Preto, SP, participaram do Desfile de Sete de Setembro juntamente com o Rotaract e o Interact Clubs locais. A família rotária do município aproveitou a data para divulgar, por meio de faixas, a campanha mundial do Rotary denominada de Corrida Global para Água (The Global Run 4 Water, na versão original), destinada à conscientização sobre a carência de água para a população pobre em diversas regiões do planeta. RC de Itápolis, SP – Em sua festiva do Dia dos Pais homenageou Fouad Abdul Nour como exemplo de pai e avô para a comunidade de Itápolis. Fouad (na foto, na tribuna) é um empresário nascido no Líbano em 1923.

D. 4500 RC de João PessoaBancários, PB – Participou do evento Café Solidário da Paraíba para arrecadar alimentos para a Associação de Apoio aos Portadores de Câncer Esperança e Vida. Por ocasião da Semana Nacional de Trânsito, de 18 a 25 de setembro, o clube levou alunos e professores a visitar uma escolinha de trânsito e o Detran da Paraíba. Já por ocasião dos Dias do Amigo, do Motorista, do Guarda Rodoviário, do Motociclista e do Comerciante, o clube homenageou profissionais que se destacaram na comunidade local. Em 25 de agosto, seus associados participaram do McDia Feliz (foto), a maior campanha do país em prol de crianças e adolescentes com câncer e patrocinada pelo McDonald’s. Em João Pessoa, a renda da campanha deste ano será destinada à Associação Donos do Amanhã, que atende cerca de 220 crianças. Por fim, registramos o apoio do Rotary Club à organização do Desfile de Sete de Setembro no bairro Bancários, em João Pessoa. RC de Belo Jardim, PE – Esteve à frente de uma campanha de conscientização para a doação de córnea e medula óssea. Rotarianos do clube deram entrevistas a rádios e jornais locais, distribuíram panfletos e cadastraram centenas de doadores.

Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais notícias dos clubes. pag4652.indd 51

51

22/10/2012 18:19:03


D. 4500

RC de João Pessoa-Tambaú, PB – Promoveu a participação de 20 alunos da Escola Municipal Professor Agostinho Fonseca Neto no Desfile de Sete de Setembro. A escola e o clube mantêm uma parceria.

RC de Caruaru, PE – Na comunidade de Campo Novo de Cima, em Caruaru, promoveu palestra do comandante do 4º Batalhão de Polícia Militar de Pernambuco, o tenente coronel Givanildo Santos, sobre as ações de pacificação que estão sendo implementadas no estado. Ao fim da palestra foram sorteadas cestas básicas e um aparelho de som. O clube ainda promoveu uma reunião interclubes tendo como tema a juventude. Na ocasião, o diretor 1985-87 do RI e presidente do RC de RecifeLargo da Paz, Mário de Oliveira Antonino, falou sobre o tema Prêmios Rotários de Liderança Juvenil e Seus Benefícios.

RC do Recife-Espinheiro, PE – Homenageou o escritor e jornalista José de Souza Alencar (ao centro), membro da Academia Pernambucana de Letras, com um troféu entregue em 13 de agosto.

D. 4510 O distrito promoveu o treinamento de intercambiados na cidade de Pirapozinho, SP, em agosto. Além dos brasileiros que participarão do Intercâmbio Internacional de Jovens, estiveram reunidos os oficiais de intercâmbio e conselheiros dos Rotary Clubs da Região Oeste do Estado de São Paulo. “Foi um encontro importante, pois foram apresentadas as regras para o intercâmbio a todos os envolvidos”, disse o governador do distrito, Luiz Carlos Gonçalves. O coordenador distrital do programa de Intercâmbio Internacional de Jovens, Luiz Ricardo Begosso, explicou detalhes da organização do treinamento: “Procuramos dividir todos conforme o assunto e todos os esclarecimentos foram feitos para que não tenhamos problemas e os jovens não tenham dificuldades”.

52

N ovembro

pag4652.indd 52

de

2012

RC de Tupi Paulista, SP – Organizou um restaurante de comida italiana durante a Festa das Nações da 13ª Fenatupi, ocorrido no Centro de Eventos de Tupi Paulista, nos dias 23, 24 e 25 de agosto. O Interact Club local também participou da iniciativa, que teve renda destinada aos trabalhos sociais desenvolvidos pelo clube.

Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais notícias dos clubes. 22/10/2012 17:51:55


D. 4520

D. 4530

RC de Almenara, MG – Doou duas cadeiras de rodas e duas cadeiras de banho ao Lar Ascânio Imbassay (Acal), além de dois pneus para a Kombi que atende a instituição, que cuida de idosos. A foto mostra a presidente do clube, Zinelma Mendes, fazendo entrega à vice-presidente da Acal, Euzita Amaral, e ao tesoureiro Aurino Souza Filho.

No dia 25 de agosto, a Fundação de Rotarianos de Brasília realizou sua tradicional Festa Agostina. A renda gerada com as barracas foi destinada aos projetos humanitários dos 16 Rotary Clubs do distrito que participaram do evento, também prestigiado pelo Rotaract Club de Brasília e pelo Rotary Kids de Taguatinga-Oeste, este responsável pela apresentação de dança. A festa ainda foi animada por um grupo que levou danças e comidas típicas do Japão e pela dupla Caixeta e Daniel. Caixeta é associado ao Rotary Club de Vicente Pires, DF.

RC de Dionísio, MG – A cidade se agitou no dia 7 de setembro com o 2o Passeio Ciclístico e a 2a Corrida Rústica da Independência, organizados pelo clube. Houve brincadeiras e o sorteio de brindes para as crianças.

RC de Belo Horizonte-Cidade Nova, MG – Em setembro, o clube doou roupas, sapatos e agasalhos à Cidade Ozanan Obra Unida da Sociedade São Vicente Paulo, entidade filantrópica da capital mineira.

Jordivar Filgueira

RC de Brasília-Centenário, DF – Em parceria com o grupo de Vicentinos do bairro Areal, os rotarianos realizaram um bazar beneficente com recursos voltados ao Alfabetização Cidadã, um projeto do clube realizado naquela comunidade com a parceria da Universidade Católica de Brasília.

RC de Brasília-Lago Sul, DF – Fruto da união entre o clube e a Casa da Amizade, o Jantar Baile Beneficente Brega e Chique reuniu 500 pessoas, gerando renda para o Banco de Cadeiras de Rodas, a Creche São José Operário e o projeto Cirurgias de Cataratas, uma iniciativa do Rotary Club de Brasília-Aeroporto, parceiro no evento. A festa foi animada pelo som da Banda Marcelo Pio e premiou os trajes mais divertidos.

Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais notícias dos clubes. pag5359 indd 53

53

22/10/2012 17:25:01


D. 4530

RC de Ceilândia, DF – Entre os dias 29 de agosto e 2 de setembro, participou do São João do Cerrado, em Ceilândia, grande festa com média diária de público de 130 mil pessoas e que reuniu apresentações de artistas como Zé Ramalho, Daniela Mercury, Mastruz com Leite, Fala Mansa, Elba Ramalho e Banda Calypso. Toda a renda arrecadada com a barraca do clube está sendo aplicada em seus projetos humanitários.

D. 4540

RC de Guariba, SP – Realizada no Galpão do Agronegócio, em Guariba, entre os dias 17 e 19 de agosto, a 1a Festa Intercultural de Guariba reuniu manifestações culturais e comidas típicas de diversos países. Os rotarianos participaram com uma barraca de pratos tradicionais da Itália.

D. 4550 RC de Itacaré, BA – Registro do Forró Pré-Junino, realizado pelos rotarianos da cidade baiana em junho, e no qual foram expostos artigos e publicações sobre o Rotary, além de fotos das ações do clube.

RC de Matão-Terra da Saudade, SP – Neste ano, o clube entregou seu Prêmio Rotary de Cidadania ao médico oncologista Claudinei da Silva. O objetivo da homenagem é valorizar a difusão dos conceitos de ética e cidadania nos setores privado, público e de entidades beneficentes.

D. 4560

Em 18 de agosto, a ONG Sri Sathya Sai realizou o Dia de Ação Social na comunidade de Campo Seco, em Itacaré, oferecendo atendimentos médicos, odontológicos e exames gratuitos à população, além de doações de roupas, alimentos, vacinas, remédios e kits de higiene pessoal. Todo esse trabalho foi feito com a participação dos Rotary Clubs de Itabuna-Sul e Itacaré, BA.

54

pag5359 indd 54

N ovembro

de

2012

Organizada pelos Rotary Clubs de Itajubá, Itajubá-Oeste, Itajubá-19 de Março e pela Casa da Amizade local, a Feijoada Solidária teve os recursos destinados aos projetos sociais desenvolvidos pela família rotária desta cidade mineira. O evento aconteceu no Itajubá Country Club, que cedeu o espaço gratuitamente, e contou com a colaboração de diversos voluntários, com destaque para os soldados do 4o Batalhão de Engenharia e Combate.

Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais notícias dos clubes. 22/10/2012 17:28:45


D. 4560

D. 4570

RC de Poços de Caldas-Sul, MG – Cerca de 1.000 participantes, divididos em sete equipes que, ao final de cinco etapas, somaram mais de 13 toneladas de alimentos arrecadados: estes são os números da gincana idealizada e organizada pelo clube mineiro, que beneficiou 42 entidades assistenciais da região com os produtos coletados e ainda distribuiu 6.000 reais em prêmios. Na foto aparecem alguns dos rotarianos e seus filhos que, juntos, trabalharam nesta iniciativa.

RC do Rio de Janeiro-Mercado São Sebastião, RJ – Apoiada pelo clube e pela Secretaria de Ação Social da Prefeitura do Rio, a equipe Força Jovem Brasil conquistou o primeiro lugar na 2a Copa Nippon de Judô, realizada em agosto na Casa do Marinheiro, no bairro carioca da Penha. Coordenados pelo professor João Luiz Miranda, os atletas superaram dez equipes (as do Espírito Santo e da Escola Naval ficaram, respectivamente, com o segundo e o terceiro lugares), com um total de 26 medalhas de ouro. O projeto Força Jovem Brasil atende mais de 200 pessoas, a maioria delas moradoras de comunidades carentes.

RC de Guaxupé, MG – Doou esta máquina de hemodiálise à Santa Casa de Misericórdia da cidade. A compra do equipamento, ao custo de 25.300 dólares, foi feita por intermédio de um projeto de Subsídios Equivalentes da Fundação Rotária, envolvendo o clube brasileiro e os Rotary Clubs norte-americanos de Ann Arbor Central (distrito 6380) e Central Chester County (7450) – este último representado na entrega por um de seus associados, Vasanth Prabhu.

RC de DivinópolisOeste, MG – O clube e a Casa da Amizade participaram da campanha Fazer o Bem Tá na Moda, iniciativa liderada pela Associação de Combate ao Câncer do Centro Oeste de Minas Gerais, e que consiste na venda de blusas e canecas com renda destinada a sua missão beneficente.

Maria Rodrigues

RC de Nova IguaçuLeste, RJ – Completando 43 anos de fundação, o clube inaugurou seu marco rotário na entrada da cidade. A cerimônia contou com as presenças do casal governador do distrito, Alice Lorentz e Juarez Garcia, e da prefeita de Nova Iguaçu, Sheila Gama.

D. 4580 RC de Ubá, MG – O clube cedeu uma sala para a Escola Municipal Governador Ozanan Coelho, possibilitando assim o ingresso de 40 novos alunos do ensino infantil. Como forma de agradecimento, os alunos fizeram uma homenagem ao clube, entregando uma lembrança ao presidente Renan Kilesse: um portfólio com frases e um carimbo das mãos de todas as crianças agraciadas com as vagas.

Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais notícias dos clubes. pag5359.indd 55

55

9/10/2012 17:01:19


D. 4580

D. 4590

RC de Espera Feliz, MG – Colaborou com a realização da 4a Festa da Paz montando um ponto de venda de caldos e um brechó de roupas. O evento é realizado em benefício da Apae.

RC de Amparo, SP – Numa ação feita ao lado da Casa da Amizade e de outros parceiros, o clube reformou a cozinha e a sala de aula (foto) da ONG Ação Social de Amparo, criada há quase 50 anos. Estes espaços serão utilizadas no projeto Um Novo Tempo, por meio do qual crianças e adolescentes receberão diariamente refeições e aulas de reforço escolar e informática.

D. 4610

RC de Carapicuíba, SP – Em parceria com a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo, a Amanco e a Neotrópica, o clube realizou um curso de capacitação profissional de instalador hidráulico, capacitando os alunos para trabalhos com água quente, fria e esgoto. A iniciativa beneficiou 20 pessoas que estavam fora do mercado de trabalho. RC de CotiaCaucaia do Alto, SP – Doou mais de 300 prendas para a Escola Estadual Sidrônia Nunes Pires. Os brindes foram utilizados numa festa com recursos destinados a melhorias na escola e compra de equipamentos.

56

pag5359 indd 56

N ovembro

de

2012

RC de Conchal, SP – Em agosto, o clube participou da Semana Municipal de Prevenção e Combate à Violência Sexual contra a Criança, o Adolescente, a Mulher e o Idoso. O presidente Cid Sampaio Correia falou sobre o tema numa rádio local e distribuiu nas escolas municipais uma revista em quadrinhos voltada à conscientização das crianças (foto) – os adultos e professores também receberam material, adaptado a sua faixa etária. Em outra ação, os rotarianos realizaram a 12a Noite Italiana, com renda destinada à compra de um novo aparelho de raio-x para o Hospital Maternidade Madre Vannini.

RC de Pirassununga, SP – No dia 28 de julho, reuniu cerca de 200 pessoas em mais uma edição da Noite da Tainha. A renda foi destinada às atividades do clube, à Fundação Rotária e ao Lar de Transição Casa da Fraternidade.

Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais notícias dos clubes. 22/10/2012 17:41:11


D. 4620 RC de Avaré-Jurumirim, SP – Aproveitou o mês de agosto (quando a cidade celebra, no dia 6, o Dia de Incentivo à Doação de Órgãos) para levar sua campanha Doe Órgãos Salve Vidas a diversas localidades da região. Os destaques foram a oferta de exames gratuitos e orientação médica à população e a participação do clube no Dia Nacional da Vacinação Contra a Poliomielite, em 18 de agosto.

D. 4630 RC de Fênix, PR – Em agosto, fez a entrega simbólica de um cheque no valor de 8.313,75 reais à diretoria da Apae da cidade. Os recursos foram obtidos com a venda de um prato típico da região, o peixe na cerâmica, durante a Expo-Fênix. Este trabalho foi uma parceria do clube com a Apae.

RC de Umuarama-Capital da Amizade, PR – Realizada pelo clube com o apoio das demais unidades rotárias da cidade e de um time de voluntários, a terceira edição da Festa do Leitão à Pururuca recebeu um público de 1.700 pessoas. O objetivo do evento é gerar recursos financeiros para apoiar entidades assistenciais e educacionais da cidade.

RC de Maringá-Novo Centro, PR – Por meio de um projeto de Subsídios Distritais Simplificados, o clube doou um bebedouro, um fogão e um forno de alta pressão à Associação Paranaense de Amparo a Idosos Wa Junkai, somando um total de 1.000 reais em equipamentos.

D. 4640

RC de Ubiratã, PR – A Casa da Amizade foi o local de realização da 19a Costela Minga, evento com lucro destinado à Fundação Rotária e aos projetos sociais do clube.

RC de Cafelândia, PR – Doou fardos de farinha de trigo a cinco entidades assistenciais da cidade. O produto foi apreendido pela Receita Federal, que o repassou aos rotarianos, e está sendo utilizado na alimentação de centenas de crianças.

Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais notícias dos clubes. pag5359 indd 57

57

22/10/2012 17:42:46


D. 4640

D. 4650

RC de Guarapuava-Lagoa, PR – Entre os meses de agosto e setembro, realizou uma campanha sobre segurança no trânsito com divulgação na TV e nas rádios locais. Foram distribuídos 200 cartazes, 60 mil panfletos e mil adesivos.

RC de Jaraguá do Sul-Vale do Itapocu, SC – Construiu uma nova cozinha na Casa de Apoio Padre Aloísio com a renda gerada durante um brechó (foto) realizado nos dias 18 e 19 de agosto.

D. 4651 Antonio Rozeng/Portal Engeplus

RC de Caravaggio, SC – Num dos jogos de um campeonato regional de futebol de Santa Catarina, o Caravaggio Esporte Clube entrou em campo usando camisas da campanha de combate à poliomielite. Esta é mais uma equipe catarinense que, por intermédio dos rotarianos, adere à iniciativa, tema de capa da Brasil Rotário na edição de setembro.

Em setembro, os Rotary Clubs de Palhoça e PalhoçaCambirela, SC, realizaram um desfile em comemoração à Independência do Brasil com a participação não apenas dos rotarianos, mas dos integrantes do Rotaract, do Rotakids e da Casa da Amizade. Eles aproveitaram para divulgar a campanha do Rotary contra a pólio.

58

pag5359 indd 58

N ovembro

de

2012

RC de Brusque, SC – Uma comitiva de associados esteve na Casa de Brusque, onde funciona o Museu e Arquivo Histórico do Vale do Itajaí Mirim, durante o lançamento da edição especial da revista Notícias de Vicente Só sobre o centenário de nascimento de Ayres Gevaerd, fundador do clube em 1946.

RC de São José, SC – Falando para uma plateia formada por rotarianos e convidados, o assistente social Nelson Juarez Michelon fez uma palestra sobre a terceira idade, com foco nas questões de saúde.

Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais notícias dos clubes. 22/10/2012 18:11:20


D. 4651 RC de Urussanga, SC – Entregou à direção do Hospital Nossa Senhora da Conceição enxovais confeccionados pelas senhoras da Casa da Amizade. Essa ação social teve início com a fundação da Casa da Amizade de Urussanga, em 1964.

D. 4660 RC de Júlio de Castilhos-Capão da Convenção, RS – Fundado em junho, o clube realizou em agosto seu primeiro projeto: colaborou com a Secretaria de Saúde do município na emissão do Cartão Nacional de Saúde para a comunidade. Ainda como parte do projeto, promoveu campanha para divulgar a importância e os benefícios do cartão, exigido desde março para os atendimentos pelo Sistema Único de Saúde, e doou à Secretaria de Saúde uma máquina para plastificar os cartões. RC de Três de Maio, RS – Organizou o Seminário Distrital da Fundação Rotária e Desenvolvimento do Quadro Associativo dos Rotary Clubs do Distrito, em 18 de agosto. O evento foi prestigiado pelo governador José Lermenn e reuniu 180 pessoas que assistiram a três palestras.

RC de Ijuí, RS – Em parceria com o grupo de arte nativa Cabo Toco, realizou o 7º Costelão Beneficente, em 26 de agosto. Com a renda resultante da ação, os rotarianos compraram seis toneladas de mantimentos em um projeto em parceria com a SLC Alimentos. Os gêneros alimentícios serão destinados a 12 entidades assistenciais do município.

D. 4670 RC de São Leopoldo-Leste, RS – Cerca de uma centena de pessoas, entre rotarianos, interactianos, rotaractianos e familiares, participaram da feijoada em comemoração ao Dia dos Pais, em 19 de agosto. O lucro obtido com a venda dos convites foi destinado à Cruz Vermelha local. Em outras oportunidades, o clube também organizou um almoço campineiro para os idosos acolhidos no Lar São Francisco e doou edredons, mantas e lençóis para a instituição. Em setembro, mês que o Rotary International dedica às novas gerações, os rotarianos promoveram um seminário direcionado ao Interact Club de São Leopoldo e ao Rotaract Club de São Leopoldo-Integração.

RC de Canoas, RS – Fundou o Rotary Kids de Canoas, composto por filhos de rotarianos e de não rotarianos. Na foto, a presidente 2013-14, Amanda Rockembach Barbacovi, e o avô, Alcides Barbacovi, rotariano há 52 anos.

Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais notícias dos clubes. pag5359 indd 59

59

22/10/2012 17 56:43


D. 4670

RC de Porto AlegreLindoia Passo D’Areia, RS – Entregou quatro cadeiras de rodas para o Hospital São Francisco, que faz parte do complexo da Santa Casa de Porto Alegre.

D. 4680 RC de Cristal, RS – Realizou em 4 de agosto o 2º Jantar Baile dos Destaques em Solidariedade de Cristal, no salão paroquial da Igreja Sagrada Família. O evento foi instituído como forma de agradecer aos que colaboram com doações para o Natal Solidário, quando são distribuídos cestas básicas e brinquedos a moradores do município. No baile, os parceiros do clube na ação recebem placas em agradecimento. RC de Candelária, RS – Repassou 1.200 reais à diretora da Escola Municipal de Ensino Fundamental Christiano Affonso Graeff, Danieta Heinen. O valor, adquirido com a venda da tradicional feijoada do clube, será utilizado para pagar as aulas da oficina de flauta da escola.

60

N ovembro

pag6065.indd 60

de

2012

RC de Imbé, RS – Doou um tear para a Penitenciária Modulada Estadual de Osório, por ocasião da visita do diretor daquela instituição, Valdecir dos Santos. A ferramenta será utilizada em trabalhos manuais pelos apenados. Na foto, a representante do Conselho da Comunidade Maria Aparecida Finger, o governador assistente Nery Baltazar, a agente penitenciária Eliziane Mattei, Valdecir dos Santos e o presidente Fabio Leite Olguins.

RC de Taquari, RS – Junto com o Rotaract Club, participou do desfile de Sete de Setembro na cidade e apresentou o projeto que resgata fotos antigas e atuais do município. Escolas e entidades de destaque da comunidade também desfilaram. RC de São Jerônimo, RS – Organizou o preparo e a venda de 150 galetos a 20 reais cada em prol da Apae local. Em outra oportunidade, o clube participou de campanha de coleta de sangue junto com o Hospital de Caridade São Jerônimo e o Hemocentro de Porto Alegre. Na ação, em 18 de setembro, os rotarianos ofereceram lanches aos doadores.

Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais notícias dos clubes. 18/10/2012 13:33:08


D. 4710 RC de Califórnia, PR – Por ocasião da visita oficial do governador Antônio de Alencar, o clube entregou ao Lar São Vicente de Paulo uma máquina industrial de lavar roupas e uma secadora. Os equipamentos foram adquiridos por meio de um projeto de Subsídios Equivalentes da Fundação Rotária envolvendo também o distrito 6540, dos Estados Unidos.

D. 4720

RC de Redenção, PA – Todo mês, sempre no último sábado, o clube entrega leite em pó para famílias de cerca de 200 crianças com idade entre seis meses e três anos. O leite oferecido é suficiente para um mês de consumo.

RC de Boa Vista-Caçari, RR – No início de agosto, doou brinquedos, livros e DVDs de filmes infantis à creche localizada no bairro Santa Cecília, no município do Cantá, próximo à capital de Roraima.

D. 4730 RC de CuritibaPortão, PR – Realizou a primeira fase do projeto Boa Visão na Escola Municipal CEI Monteiro Lobato. Aproximadamente 650 crianças passaram pelo teste audiovisual e 68 delas foram encaminhadas para exames mais apurados. Rotarianos e seus familiares compuseram a equipe de voluntários, que ganhou ainda o reforço de funcionários da agência do banco Santander do bairro Portão e de integrantes do projeto Escola Brasil, desenvolvido por aquela instituição financeira.

RC de Pinhais, PR – Atendeu as últimas 25 crianças do Clube da Criança, concluindo mais uma etapa do projeto Sorriso Rotário. Com a iniciativa, foram erradicados todos os problemas bucais e fornecidos aparelhos ortodônticos para as crianças que necessitam de tratamento. Em outra oportunidade, os rotarianos receberam o presidente do Grupo Paranaense de Comunicação, Guilherme Doring Cunha Pereira, para proferir palestra no clube. Ele é também coordenador do Fórum Permanente de Desenvolvimento Futuro 10 Paraná e coordenador e professor do Programa Master em Jornalismo para Editores, de São Paulo.

RC de São José dos PinhaisIguaçu, PR – Patrocinou o intercâmbio de Manoel Cardoso Helfer para a Finlândia, onde o jovem estudará por um ano.

62

N ovembro

pag6065.indd 62

de

2012

Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais notícias dos clubes. 18/10/2012 13:34:04


D. 4680

RC de Santa Cruz do Sul, RS – Em uma parceria com o Esporte Clube Monte Alverne, o logo da campanha End Polio Now foi estampado na nova camisa do time de futebol amador, que destinará aos projetos do clube rotário 10% do valor da venda das camisetas.

D. 4710 RC de Uraí, PR – Em 30 de julho, participou de uma reunião que teve como objetivo principal discutir ideias de ações práticas para combater e prevenir o avanço das drogas no município. Também estiveram presentes representantes da Associação Comercial, Polícia Militar e de igrejas da cidade. Em 16 de agosto, o clube também marcou presença na 3ª Conferência Municipal Antidrogas (foto), realizada na quadra do Colégio Regina Tokano e seguida de uma passeata pelas ruas da cidade. RC de Astorga, PR – Em 1º de julho, homenageou os gerentes das agências bancárias da cidade com títulos de Honra ao Mérito, em reconhecimento aos serviços prestados à comunidade. Na ocasião, a rotariana Terezinha Caetano Goulart da Silva proferiu uma palestra sobre a Independência do Brasil.

D. 4700

Por ocasião de sua visita oficial aos Rotary Clubs de Passo Fundo, Passo Fundo-Norte e Passo Fundo-Planalto Médio e ao Rotaract Club de Passo Fundo, RS, o governador Adalécio Kovaleski plantou uma muda de ipê amarelo para inaugurar o Bosque dos Visitantes na Universidade de Passo Fundo. RC de Estrela, RS – Em agosto, mês que o Rotary International dedica ao Desenvolvimento do Quadro Associativo e Expansão, o clube convidou os Rotaract Clubs de Lajeado e Lajeado-Integração e o Interact Club de Lajeado-Integração para explanarem aos rotarianos e familiares as atividades desenvolvidas pelos jovens.

RC de Sarandi, RS – Com o apoio da Associação Sarandiense de Proteção ao Ambiente Natural e do Conselho Municipal do Meio Ambiente de Sarandi, espalhou papas pilhas por diversos pontos da cidade. Esses recipientes também podem receber baterias de celulares. Uma empresa especializada em reciclagem faz a coleta do que foi descartado.

Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais notícias dos clubes. pag6065.indd 61

61

22/10/2012 17:08:28


D. 4740 RC de Chapecó-Sul Centenário, SC – Realizou mais um Sábado Super Solidário, em 4 de agosto. Com a ação, os rotarianos arrecadaram alimentos e materiais de limpeza e higiene pessoal em prol do Asilo Quilombense, Centro Terapêutico Dilso Cecchin e setor de maternidade do Hospital Regional do Oeste. RC de ChapecóLeste, SC – Em conjunto com a Associação dos Celíacos de Chapecó, realizou uma passeata pelas principais avenidas da cidade, no Dia do Celíaco, com o propósito de chamar atenção para a possibilidade de se ter uma vida mais saudável e sem glúten. As centenas de pessoas presentes receberam bolachas sem glúten e com cartão do clube.

D. 4750 RC de Campos-Goitacazes, RJ – Por meio de um projeto de Subsídios Equivalentes da Fundação Rotária no valor de 14.720 dólares (cerca de 30 mil reais) que envolveu também o Rotary Club de Schrobenhausen-Aichach, Alemanha (distrito 1840), doou dois leitos hospitalares e equipamentos médicos ao Hospital de Apoio Manoel Cartucho de Castro, que agora dispõe da Pré-UTI Doutor Pedro Otávio Enes Barreto. O nome do novo espaço homenageia um médico daquele hospital falecido este ano. Com a pré-UTI, os 120 pacientes idosos internados terão a possibilidade de receber atendimento de urgência no próprio hospital, evitando que precisem ser transferidos.

RC de Chapecó-Norte, SC – Foi parceiro e divulgador do McDia Feliz, em apoio ao Centro Associativo de Atividades Psicofísicas Patrick, uma das instituições envolvidas com a ação na cidade. Em Chapecó, a iniciativa beneficiou o Hospital Infantil Joana de Gusmão, de Florianópolis. Para destinar renda à campanha, os rotarianos reuniram convidados e familiares para apreciar o lanche, que substituiu o jantar do clube naquela data.

Rotary E-Club Sul, RJ – No dia 2 de setembro, participou do desfile cívico em comemoração à Semana da Pátria, na cidade de Campos dos Goytacazes (foto), em parceria com o CIEP 144 Municipalizado Professora Carmem Sylvia Carneiro. Em 7 de setembro, desfilou também no município de São João da Barra, em parceria com o clube rotário local e os demais Rotary Clubs de Campos dos Goytacazes.

RC de Conceição de Macabu, RJ – Realizou o Seminário de Desenvolvimento do Quadro Associativo, em 25 de agosto, com a presença de 77 rotarianos de diversos clubes. Na ocasião, o governador Joel Pereira de Souza entregou à presidente Lenilza de Oliveira Pinto um diploma em agradecimento pelo sucesso do evento.

Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais notícias dos clubes. pag6065 indd 63

63

9/10/2012 12 03:43


D. 4760 RC de Montes ClaroOeste, MG – Por conta da Parceria da Paz (uma campanha para arrecadar fundos para ações sociais) estabelecida com a Total Eventos, os rotarianos trabalharam na Expomontes de 20 de junho a 8 de julho. Trata-se da maior mostra agropecuária do norte de Minas Gerais, com público superior a 300 mil pessoas. O clube destinou ao Centro Comunitário de Vivência Cristã Natércio França, onde vivem 250 crianças, e ao Banco de Cadeiras de Rodas de todas as Casas da Amizade do município a renda resultante do trabalho no evento.

O Seminário Plano Visão de Futuro, realizado pela governadora Socorro Carvalho em 25 de agosto, reuniu 198 rotarianos de 47 clubes do distrito, superando em 100% o número esperado de participantes.

D. 4770 RC de UberlândiaCidade Jardim, MG – O Núcleo Rotary de Desenvolvimento Comunitário, em parceria com o Supermercado Lunasa, organizou uma campanha de arrecadação de alimentos em benefício da Fundação de Aprendizagem e Desenvolvimento Social do Menor. Com a ação foi conseguida cerca de uma tonelada de gêneros alimentícios.

RC de Pedrinópolis, MG – Por meio de um projeto de Subsídio Distrital Simplificado no valor de 4.000 reais, adquiriu uma brinquedoteca para a Creche Municipal Maria Alves, que atende a 84 crianças de até três anos de idade. Em 17 de agosto, o presidente Elizeu Borges e associados ao clube fizeram a entrega dos brinquedos.

64

N ovembro

pag6065.indd 64

de

2012

RC de AraguariSul, MG – Junto com a Casa da Amizade, ofereceu sua tradicional Feijoada Beneficente em 19 de agosto. Cerca de 800 pessoas, incluindo associados aos demais clubes rotários da cidade, estiveram presentes no salão paroquial da Igreja Matriz do Senhor Bom Jesus, onde o evento teve lugar. A arrecadação resultante da feijoada será destinada ao aumento do Banco de Cadeiras de Rodas do clube e também à Fundação Rotária. RC de PatrocínioBrumado dos Pavões, MG – Recebeu seis intercambistas para o atual ano rotário. Carla Ivanna e Marlem Chavéz, do México, Yu-Ting Wu, de Taiwan, Anne Dybvad Engvang, da Dinamarca, Yu-Ting Wu, também de Taiwan, e Grant Michael Robinette, dos Estados Unidos, ficarão por um ano na cidade. Eles aparecem na foto acompanhados do presidente Márcio Nogueira e do oficial de intercâmbio Fabiano Caldeira. Registramos ainda outra ação do clube: um lanche oferecido na Apae local, em 20 de agosto.

Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais notícias dos clubes. 22/10/2012 17:32:18


D. 4780

Dicas para publicação

Como ver seu clube no site ou na revista

P

RC de Bagé, rs – serviu mais de 600 refeições na segunda edição da Feijoada do bem, realizada em benefício da apae local em 15 de julho.

RC de Dom Pedrito-Ponche Verde, rs – Entregou à santa casa de caridade do município mais dois apartamentos totalmente reformados e mobiliados. os espaços foram equipados com camas rotativas, televisão, ar-condicionado, armários e sofás. os banheiros também foram reformados e receberam azulejos, chuveiros e armários modernos.

ara que os companheiros de todo o país conheçam os projetos que seu clube vem realizando, é importante que as notícias cheguem à Redação contendo as seguintes informações: n o nome completo e o distrito de seu clube; n a data e local em que foram realizadas as ações; n um breve relato sobre o projeto, explicando sua importância e o alcance dele junto à comunidade; n os nomes dos parceiros, no Brasil e no exterior; n e os nomes e sobrenomes de todos os que aparecerem nas fotos com até seis pessoas, relacionados a partir da esquerda, para o caso de eles serem mencionados na legenda feita pela Redação. Mas lembre-se, a prioridade é a ação praticada pelo clube. FOTOS: as imagens digitais precisam ter uma boa qualidade de impressão. Por isso, selecione a opção alta resolução de sua câmera. Se o envio for feito por e-mail, pedimos que o tamanho dos anexos não supere 2 MB. Não cole suas imagens em documentos de Word: anexe-as ao e-mail como arquivos independentes. A publicação é gratuita. Basta apenas que o assunto se encaixe em nosso perfil editorial e que seu clube esteja em dia com a assinatura da revista. A Brasil Rotário não publica posses ou outros fatos que possam obter o merecido destaque nos boletins de seu clube. MUITO IMPORTANTE: informe também um telefone de contato (com o código de DDD) para que possamos falar com você no caso de qualquer dúvida. Anote os nossos endereços: Avenida Rio Branco, 125 – 18o andar Rio de Janeiro, RJ CEP: 20040-006 e-mail: redacao@brasil-rotario.com.br O telefone da Redação é (21) 2506-5600.

Estamos esperando para ver seu clube na revista! Sobre o uso e a publicação de textos e imagens O leitor que contribui com a Brasil Rotário por meio do

RC de Arroio Grande, rs – o presidente adenir Gonçalves Nunes e associados ao clube participaram do Desfile da semana da pátria no dia 7 de setembro.

envio de conteúdo – tais como fotos, informações, textos e frases, entre outros – aceita e se responsabiliza pela autoria e originalidade do material enviado à revista, bem como pela obtenção da autorização de terceiros que eventualmente seja necessária para os fins desejados, respondendo dessa forma por qualquer reivindicação que venha a ser apresentada à Brasil Rotário, judicial ou extrajudicialmente, em relação aos direitos intelectuais e/ou direitos de imagem, ou ainda por eventuais danos morais e/ou materiais causados à Brasil Rotário, à Cooperativa Editora Brasil Rotário ou a terceiros. Entre os direitos da Brasil Rotário incluem-se, também, os de adaptação, condensação, resumo, redução, compilação e ampliação dos textos e imagens enviados à revista.

Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais notícias dos clubes. pag6065.indd 65

65

5/10/2012 16:35:25


O S 50 MAIS Luiz Antonio Soldani, presidente 1974-75 do Rotary Club de Santo André, SP (D. 4420), foi homenageado pelos companheiros por seus 50 anos de vida rotária.

Carlos Ferrari completou 52 anos como associado ao Rotary Club de Garça, SP (D. 4510).

Renato Costa foi um dos fundadores do Rotary Club de Ribeirão Pires, SP (D. 4420), em dezembro de 1958. Ele presidiu o clube em quatro oportunidades: em 1962-63, 1967-68, 1990-91 e 1991-92. Outra ação de destaque desse rotariano de 85 anos de idade foi a organização da fundação do Rotary Club de Mauá, oficializado em setembro de 1968, no mesmo distrito.

Se você tem 50 anos de Rotary ou mais, envie para a Brasil Rotário uma foto em que apareça sozinho:  E-mail:

redacao@brasil-rotario.com.br postal: Avenida Rio Branco, 125 – 18o andar – Centro – Rio de Janeiro – CEP: 20040-006

 Endereço

66

pag66.indd 66

N OVEMBRO

DE

2012

11/10/2012 17:04:38


S enhoraS em ação As integrantes da Casa da Amizade de Tupã-Vanuire, SP (D. 4510), visitaram uma casa de idosos do município de Tupã em 1º de setembro. Elas serviram lanche, distribuíram presentes e exibiram filmes para os vovôs e vovós.

As integrantes da Casa da Amizade de AndradinaUrubupungá, SP (D. 4470), distribuíram mantas e meias de lã aos vovôs do Asilo São Vicente de Paula pelo Dia dos Pais. Elas ainda proporcionaram uma tarde com lanches para eles.

A Casa da Amizade de Itapira, SP (D. 4590), foi responsável pelo Chá da Vovó, que já se encontra em sua 28ª edição e ocorreu em 27 de julho graças a uma parceria com a Casa da Criança Celencina Caldas Sarkis, que atende cerca de 100 crianças. O evento beneficente reuniu aproximadamente 500 pessoas, entre participantes, voluntários e organizadores, e teve sorteio de brindes.

Foi realizado em Campos do Jordão, SP, o 24º Encontro Nacional da Amizade, que congregou mais de cem Casas da Amizade de todo o país. O evento reuniu mais de mil pessoas e premiou os melhores projetos no período 2011-12. A Casa da Amizade de Três Maio, RS (D. 4660), conquistou o primeiro lugar com o Projeto Novas Gerações, uma iniciativa de incentivo à leitura e à escrita destinada aos 150 alunos da Escola Estadual de Ensino Médio Castelo Branco. A unidade de Três de Maio ganhou uma viagem para a Disneylândia. Em segundo lugar ficou a Casa da Amizade de Toledo, PR (D. 4640), e em terceiro, a de Blumenau, SC (D. 4650). Cada uma delas recebeu um computador.

A Casa da Amizade de Santa Cruz do Sul, RS (D. 4680), está levando alegria para idosos e pacientes de câncer graças ao projeto Mãos Solidárias. Por meio dele são desenvolvidas diversas atividades comunitárias, como cursos de corte e costura para senhoras, ajuda a asilo de idosos, com a confecção de fraldas inclusive. Essa Casa da Amizade também apoia um grupo de música (foto) que se apresenta em entidades beneficentes da cidade. O projeto Mãos Solidárias tem a parceria da Liga Feminina de Combate ao Câncer.

A Casa da Amizade de Ibiá, MG (D. 4760), organizou a 10ª Feira de Tortas da Amizade em 8 de setembro por ocasião do aniversário do município. O evento serviu para arrecadar verba para a realização de festa do Dia das Crianças para duas entidades filantrópicas de Ibiá. BR

67

pag67.indd 67

22/10/2012 18:39:46


R econhecimentos da fundação RotáRia O que significam Companheiro Paul Harris Uma pessoa, rotariana ou não, que contribui com o valor de 1.000 dólares rotários à Fundação Rotária, ou em cujo nome é feita tal contribuição, recebe como reconhecimento o título de Companheiro Paul Harris (l), que consiste de certificado e distintivo – com a opção de medalha, ao custo de 15 dólares rotários.

Contribuições múltiplas O Companheiro Paul Harris que faz contribuições múltiplas de 1.000 dólares rotários à Fundação Rotária, ou em cujo nome elas são feitas, recebe safiras (l), rubis (l) ou Major Donors (l), de acordo com o valor do aporte acumulado.

Os fundos Tais doações formam diversos fundos. São eles: o Fundo Anual de Programas, o Fundo Polio Plus ou Parceiros Polio Plus e o Fundo Permanente. As contribuições ainda podem servir aos Projetos de Subsídios Humanitários ou, se vierem de empresas, à Associação Brasileira da The Rotary Foundation.

Novos agraciados

D. 4310

D. 4470

RC de Saltinho, SP

RC de Andradina-Urubupungá, SP

l Aurora

l Dércio

Caitano Fustaino

l Guilherme l Lígia

de Almeida Costa

Bertaggia de Almeida Costa

D. 4420

Calister, com uma safira

l Valdomiro

D. 4540 RC de Ipuã, SP

RC de Santo André-Sul, SP

l Euronaldo

l Maristela

l Hugo

l Sérgio

Garcia Rafael

Harumi Gomi Fromont

Luiz Lourenço, com a quarta safira

Nascimento

Antonio B. Daniel

D. 4560

RC de São Vicente-Praia, SP

RC de Elói Mendes, MG

l Alcides

l Adaoney

l Bruno

Antoneli, com três safiras

Guarido de Andrade

l Adauto

l Maria

Djanira Almeida

l Antônio

l Nicola

Kachar, com uma safira

l Márcio

Pereira Valias

Pereira Gabriel Élcio Coelho Sarto, com três rubis

de Carvalho Machado, com uma safira

Se você foi agraciado recentemente com algum desses títulos, informe-nos pelo e-mail redacao@brasil-rotario.com.br 68

N ovembro

pag6869.indd 68

de

2012

22/10/2012 17:50:06


l Paulo

Enídio Crabi, com uma safira

l Sebastião l Waldir

Vitor Guimarães, com uma safira

Pereira Machado, com uma safira

RC de São José-Kobrasol, SC l Luciano

RC do Rio de Janeiro, RJ Teresa Cárcomo Lobo, com o

terceiro rubi

l Sebastião

RC de Piedade, SP l Matheus

Spinelli Filho, presidente 2011-12

D. 4630 RC de Moreira Salles, PR l Orlando

Rodrigues do Nascimento

RC de Canoas, RS

Dianin, com uma safira

l Antonio

Pereira Machado, com

duas safiras l Carlos

Alves, com uma safira

l Eguimar l Fábio

Amorim de Souza

Battistella

l Fernando l Gerson l Isaias l José

José Marodim

José Batista

Tavares, com uma safira

Turozi, com duas safiras

l Jorge

Luiz Bernini Neto

l Lothario

João Meyer, com uma safira

l Marcos

Antonio Corpa, com duas safiras

l Renato

de Andrade Donegá

l Valderir l Valdir

Jesus de Oliveira, com uma safira

César Justino, com uma safira

l Waldemir

Freiria Amorim, com duas safiras

Lottici

D. 4680 RC de Santa Cruz do Sul-Oeste, RS l André

Luis Jungblut, com uma safira

l Cléber

Panke

l Décio

Rickmann

l Dorval l Jaime

RC de Campo Mourão-Gralha Azul, PR

da Cruz

D. 4670 l Alencar

D. 4620

l Alceu

da Silva, atual presidente

RC de Santo Amaro da Imperatriz, SC

D. 4570 l Maria

D. 4651

l Jair

Knak

Ricardo Gressler

Aloisio Limberger

l João

Jorge Assmann

l José

Roberto Mirandoli

l Milton

Lorenz

l Vilson

Jorge Fengler

D. 4750 RC de São João da Barra, RJ l Carla

Maria Machado dos Santos, com uma safira

l Guilherme

Siqueira

RC de Teresópolis-Paquequer, RJ l Leonidas

Schalcher Valle

l Maria Alice Magalhães D’Amorim, com a primeira safira

D. 4760 RC de João Pinheiro-Participação, MG l

Victor Braga de Andrade, presidente 2011-12 do

Interact Club de João Pinheiro-Participação

69

pag6869.indd 69

18/10/2012 11:33:18


R otaRianos que são notícia

N

esta seção abrimos espaço para os rotarianos que foram eleitos ou nomeados para cargos de governo, da administração direta ou indireta, ou que ainda receberam homenagens ou assumiram função em organizações da sociedade civil nas esferas federal (1o, 2o e 3o escalões), estadual (1o e 2o escalões) e municipal (1o escalão).

Antonia Carlinda de Oliveira e José Lima de Menezes são membros da Academia de Educação de Feira de Santana, BA. José Martins Freitas e Suzana Mercês Oliveira pertencem à Academia de Letras e Artes de Feira de Santana. Os quatro são rotarianos do Rotary Club de Feira de Santana-Leste (D. 4390).

n

n Por iniciativa do vereador Danilo Segundo, o rotariano Pedro Morais foi homenageado com o Título de Cidadão Aracajuano em cerimônia realizada na Câmara Municipal de Aracaju no dia 10 de setembro. Advogado e juiz de direito aposentado, Pedro é associado ao Rotary Club de AracajuJardins, SE (D. 4390).

destaca personalidades civis e militares que, por seus atos relevantes e empreendedores, enaltecem a Polícia Militar. Em cerimônia realizada no plenário da Câmara Municipal, Antônio Parissi recebeu o Título Honorífico de Cidadão de Porto Alegre, em homenagem proposta pelo vereador João Pancinha. Ex-governador do distrito 4680, Parissi é associado ao Rotary Club de Porto Alegre-Independência, RS. BR

n

Rui Fernão Mota e Costa foi homenageado pelo Conselho Estadual das Comunidades de Raízes e Cultura Estrangeiras na Assembleia Legislativa de São Paulo por seus relevantes serviços prestados à comunidade portuguesa. Ele á associado ao Rotary Club de Santo André-Sul, SP (D. 4420).

n

Associado ao Rotary Club de Aparecida do Taboado, MS (D. 4470), Lúcio Fátima da Silva Barros teve elogio indicado pelo Ministério Público e aprovado pelo Conselho Superior da Polícia Civil num reconhecimento ao seu trabalho como delegado na cidade.

n

n Associado ao Rotary Club de Mirandópolis, SP (D. 4470), Euridice Frazilli foi agraciado pela Câmara Municipal com o Título de Cidadão Mirandopolense numa homenagem pelos relevantes serviços prestados por ele à cidade, onde vive desde 1979. n Por seus 50 anos como profissional, o ex-governador do distrito 4500 J. Albert van Drunen recebeu a Medalha Reitor Joaquim Amazonas durante a Semana do Advogado, em agosto. A homenagem aconteceu no Salão Nobre da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Pernambuco. Van Drunen é associado ao Rotary Club do Recife-Espinheiro. n Pelos serviços prestados à cidade de Salvador, o juiz de direito Ivanilton Santos Silva, do Rotary Club de SalvadorSanto Antonio, BA (D. 4550), recebeu a Medalha Thomé de Sousa, concedida pela Câmara Municipal. A homenagem foi feita pelo presidente da Casa, o vereador Pedro Godinho.

Ex-presidente da Petrobras, da Companhia Vale do Rio Doce e associado ao Rotary Club do Rio de Janeiro, RJ (D. 4570), Joel Mendes Rennó foi homenageado pela Câmara Municipal do Rio de Janeiro com a Medalha do Mérito Pedro Ernesto e o Título de Cidadão Honorário. A proposta foi feita pela vereadora Cristiane Brasil.

n

n Associado ao Rotary Club de Campinas-Alvorada, RJ (D. 4590), Fileto de Albuquerque recebeu a Medalha do Centenário do 8o Batalhão da Polícia Militar do Interior. A comenda

70

pag70 indd 70

N ovembro

de

2012

17/10/2012 18:24:34


A conteceu nA brAsil rotário E o imperador voltou

Luiz Renato D. Coutinho

à Em 3 de setembro, os restos mortais de dom Pedro 1º eram transferidos de Portugal para o Monumento do Ipiranga, em São Paulo, em meio a uma grande pompa e negociações militares. Mas o coração do imperador não veio: guardado como relíquia, ficou na cidade do Porto, na Real Capela de Nossa Senhora da Lapa e das Confissões.

...em novembro de 1972

grande destino/ Reservaram pra você”. A música se chama Martim Cererê.

Vila Sésamo

à Fazendo uma referência quase direta ao período, o mais draconiano do regime de exceção iniciado oito anos antes, Millôr Fernandes ironizava na sua seção na revista Veja: “Liberdade é apenas uma lamentável negligência das autoridades”.

à A transferência dos despojos fazia parte dos festejos promovidos pelo governo do general Volks TL Emílio Garrastazu Médici (1969-1974) para celebrar os 150 anos, ou, melhor dizendo, o Sesquicentenário da Independência do Brasil em todo o país. Surgiu até um hit, A Marcha do Sesquicentenário da Independência, com um arranjo marcial bem ao gosto daqueles Anos de Chumbo. à O país, que atingia os 100 milhões de habitantes, vivia uma febre de ufanismo. A música de abertura da novela Bandeira 2 – um sucesso da Rede Globo no horário das dez que tinha Paulo Gracindo em um dos seus papéis mais memoráveis, o do bicheiro Tucão – resumia o espírito fomentado: “Vem cá, Brasil/ Deixa eu ler a sua mão, menino/ Que

à O programa infantil Vila Sésamo, adaptação brasileira do norte-americano Sesame Street, estreia em outubro na Globo. O cenário era uma vila operária em que conviviam crianças, adultos e bonecos. Entre os atores, Aracy Balabanian, Sônia Braga, Armando Bogus e Laerte Morroni, como o carismático Garibaldo. à Nos EUA, eram lançados os primeiros relógios digitais de pulso. E a primeira transmissão em cores no Brasil ocorria em 31 de março, fazendo a cobertura da Festa Bandeira 2 da Uva, em Caxias do Sul, RS. à Fittipaldi, aos 25 anos, tornava-se o mais jovem do mundo e o primeiro brasileiro a ganhar o campeonato de Fórmula 1. O recorde da idade só seria quebrado em 2005, pelo espanhol Fernando Alonso.

Enquanto isso, a Brasil Rotário publicava... l Três artigos refletiam a euforia pelos 150 anos do Grito do Ipiranga. Em um deles, o juiz auditor militar do Rio Grande do Sul, Antônio Frederico Knoll, comemorava: “Vós sois rotarianos, homens felizes porque em vós se condensam e se cristalizam o ideal do Rotary e os caracteres do patriota, na intensidade cívica que marca o registro do Sesquicentenário da Independência do Brasil, o vosso trabalho, a vossa ação, os vossos sentimentos e o vosso amor à terra bendita que vos viu nascer (...)”

l A Associação de Famílias de Rotarianos de São Paulo havia promovido um seminário, O jovem e o Brasil de hoje. Na ocasião, em sua palestra sobre as drogas, dom Emílio Jordan argumentou: “Muitos dos nossos rapazes são, hoje, vítimas de frustrações exatamente porque não estão preparados para enfrentar os problemas da sociedade conturbada”. O palestrante Peter Barth considerou que a dedicação à cultura era a melhor forma de se evitar o que ele classificou de “abuso do sexo” por parte dos jovens. Já o jornalista Paulo Zingg assinalou que “não se solucionou uma política de empregos” e o Brasil precisava criar 1,5 milhão de empregos por ano.

l Miltom Bueno Schlittler, do RC de Amparo, SC, discorreu sobre compreensão mundial. Começou lamentando “a decadência dos costumes sociais, morais e religiosos” da humanidade. E se perguntou, alarmado: “Viria um novo Messias para esclarecer a humanidade?”. Citando o papel da família, o autor passou para a necessidade de educação acadêmica em todos os níveis. Concluiu elogiando o governo, que estaria se esforçando para uma “total compreensão nacional”. Usou como exemplos o Mobral e o Projeto Rondon.

l Martim Aranha, governador 1964-65 do então distrito 467, do Sul do país, foi o autor de “Aonde vamos?”, referindo-se ao Rotary. Ao fim de um texto longo, ele definiu seus temores: “Não podemos ficar inertes, com as pernas trançadas, enquanto outros, com idéias exóticas, caminham sem ser incomodados. Necessitamos de mais ação, de muita ação antes que seja tarde.” BR

71

pag71 indd 71

22/10/2012 19 08:27


ReLAX

Rodrigo

Remorso

No tribunal, o juiz pergunta ao réu: – No momento do furto, o senhor não pensou em nenhum instante na sua mãe, na sua mulher? – Pensei sim, doutor! Mas na loja só tinha roupa de homem!

Fim de casamento

Dois amigos se encontram depois de muitos anos. – Casei, separei e já fizemos a partilha dos bens – conta um deles. – E as crianças? – pergunta o outro. – O juiz decidiu que ficariam com aquele que mais bens recebeu. – Então ficaram com a mãe? – Não. Ficaram com nosso advogado.

Sermão

Um bêbado entra na igreja e vê o padre no altar falando para os fiéis, que estão de pé: – O álcool é a desgraça do homem! Todos aqueles que querem ficar livres dele sentem-se agora! Todos os fiéis sentam. Então o bêbado lá na porta grita para o padre: – Só nós dois mesmo, né, padre?

Ao pé da letra

Depois de uma cirurgia, o sujeito telefona para um amigo: – O médico me garantiu que depois da cirurgia eu voltaria a andar. – E funcionou? – pergunta o amigo. – Na mosca. Tive que vender meu carro pra pagar a operação! Colaboração de Hertz Uderman, ex-governador do distrito 4570 e associado ao Rotary Club do Rio de Janeiro-Méier, RJ.

ENTRE ASPAS “O maior pecado para com os nossos semelhantes não é odiá-los, mas sim tratá-los com indiferença. É a essência da desumanidade.” – George Bernard Shaw, dramaturgo e crítico irlandês (1856-1950).

“A justiça é a bondade medida ao milímetro.” – Emma Andiievska, poeta e pintora ucraniana (1931-).

72

pag72.indd 72

N ovembro

de

2012

9/10/2012 17:17:16


Acesse nosso site e conheça o que preparamos para você. Acompanhe nossa linha do tempo. Acessando www.facebook.com/revistabrasilrotario você vai navegar por algumas capas históricas e também descobrir curiosidades sobre a trajetória de nossa publicação.

www.twitter.com/brasilrotario Siga a Brasil Rotário no Twitter e acompanhe as novidades de nosso site durante todo o mês. É o jeito mais fácil de acompanhar as nossas atualizações.

www.facebook.com/revistabrasilrotario Já curtiu a página da Brasil Rotário no Facebook? Agora você também pode acompanhar a revista na rede social mais famosa do mundo.

www.flickr.com/brasilrotario Criamos uma galeria para reunir imagens de marcos rotários brasileiros e você pode contribuir. Envie uma foto do marco rotário do seu Rotary Club, com a data de inauguração e localização do monumento. O e-mail é marcorotario@ brasil-rotario.com.br

 Acesse nosso site e confira a cobertura completa do Pré-Instituto de Vitória. Elaboramos uma reportagem fotográfica que ilustra os principais momentos do evento. O endereço direto é http://bit.ly/Pre_Instituto.  Assista ao vídeo sobre os Fóruns Rotary pela Paz Global, eventos que o Rotary International organizará nas cidades de Berlim, Honolulu e Hiroshima para inspirar rotarianos e líderes comunitários a promoverem o lema Paz Através do Servir: http://bit.ly/Fóruns_Rotary.

Quer ganhar uma viagem de cruzeiro, com direito a acompanhante, pelo Uruguai e a Argentina? Então participe do concurso cultural da Brasil Rotário! O melhor texto com as palavras ROTARY e PAZ será premiado. Leia o regulamento completo em nosso site e preencha o formulário de participação: http://bit.ly/concurso-cultural-br. O concurso é aberto a todos, convide seus amigos e promova os ideais do Rotary! 

ACESSE O SITE DA BRASIL ROTÁRIO EM SEU SMARTPHONE OU TABLET Baixe um leitor de QR code em seu aparelho, fotografe o código e tenha acesso instantâneo ao nosso website

capa3 site.indd 30

BRASIL

ROTARIO Servindo por meio da comunicação. 22/10/2012 09:57:36


Capa 4.indd 30

19/12/2011 15:40:43

Brasil Rotário - Novembro de 2012  

Edição nº 1085 da revista Brasil Rotário. Novembro de 2012.