Page 1

BR ASIL R O T Á R I O

Maio 2009

ANO 84

Nº1043

Infância em risco Saiba o que o Rotary está fazendo para combater a mortalidade infantil


Sucessora de “Notícias Rotárias” e “Rotary Brasileiro”. Publicação mensal dedicada à divulgação do Ideal de Servir. Revista regional oficial do Rotary International para os rotarianos do Brasil. Sérgio Afonso

Sumário

Pág.

12

04 Graça extraordinária Dia de eleição na Brasil Rotário: o presidente Carlos Fróes entre o diretor do RI, Themístocles Pinho, e o diretor eleito do RI, Antonio Hallage

Diana Schoberg

05 Mensagem do presidente Dong Kurn Lee

10 COLUNA DO DIRETOR DO ROTARY INTERNATIONAL Uma breve e necessária reflexão Themístocles A. C. Pinho

Rotary Images

12 Voto pela modernidade

Pág.

Luiz Renato Dantas Coutinho

17

O combate à mortalidade infantil, principal meta do presidente D. K. Lee, tem recebido o apoio de rotarianos do mundo todo

13 Relatório da gestão 2007-09 Carlos Henrique de Carvalho Fróes

17 GLOBAL OUTLOOK Crianças em primeiro lugar

Secretaria de Turismo de Gramado

24 Convenção Internacional de 2009 Passado, presente e futuro 26 Solidariedade dentro e fora de campo Giovani Vitória

29 Os campeões da rima 30 XXXII Instituto Rotary do Brasil Você sabe como tudo começou? Edson Avellar da Silva

32 Afogado em e-mails? Paul Engleman

34 COLUNA DA ABTRF A ABTRF depende do nosso comprometimento

Pág.

30

Gramado será sede do próximo Instituto Rotary do Brasil, de 2 a 7 de setembro deste ano. Conheça a origem desses grandes encontros nacionais do RI

Flávio Antônio Queiroga Mendlovitz

36 Água limpa, crianças mais saudáveis Nadir Zacarias

38 COLUNA DOS COORDENADORES REGIONAIS DA FR “Boas cercas fazem bons vizinhos” Aldair de Queiroz Franco e Altimar Augusto Fernandes

39 COLUNA DO CHAIR DA FUNDAÇÃO ROTÁRIA Todos os Rotarianos, Todos os Anos Jonathan Majiyagbe

SEÇÕES 06 08 16 40 42 44 46 59 60 62 63 64

Curtas Brasil Curtas Mundo Rotarianos que são notícia Cultura Interact e Rotaract Os 50 mais Distritos em revista Senhoras em ação Novos Companheiros Paul Harris Novos clubes, novos amigos Aconteceu na Brasil Rotário... Relax

Capa: Foto de Elizabeth Whelan /The Rotarian


ROTARY INTERNATIONAL ONE ROTARY CENTER

CONSELHO DIRETOR 2008-09

1560 SHERMAN AVENUE

EVANSTON, ILLINOIS, USA

GOVERNADORES DE DISTRITOS NO BRASIL EM 2008-09 DISTRITO 4310 Paulo Firmino de Oliveira Rotary Club de Botucatu, SP

DISTRITO 4600 Antonio Sergio Ferri da Silva Rotary Club de Santa Branca, SP

PRESIDENTE-ELEITO John Kenny

DISTRITO 4390 Geraldo Pimentel de Lima Rotary Club de Maceió-Leste, AL

DISTRITO 4610 Amilton Medeiros Silva Rotary Club de São Paulo-Lapa, SP

VICE-PRESIDENTE Monty J. Audenart

DISTRITO 4410 Celso Gonçalves Alves Rotary Club de Cachoeiro de Itapemirim, ES

DISTRITO 4620 Valdimir Forti Rotary Club de São Roque, SP

TESOUREIRO Bernard L. Rosen

DISTRITO 4420 Sérgio Lazzarini Rotary Club de Santo André, SP

DISTRITO 4630 Nivaldo Barbosa de Lima Rotary Club de Maringá-Horto, PR

DIRETORES Themístocles A. C. Pinho Ashok M. Mahajan Catherine Noyer-Riveau Eric E.L. Adamson Jackson San-Lien Hsieh John M. Lawrence José A. Sepúlveda Kauhiko Ozawa Lars-Olof Frederiksson Michael Colasurdo Sr. Michael J. Johns Paul A. Netzel Philip J. Silvers R. Gordon R. McInally Thomas A. Branum Sr.

DISTRITO 4430 João Freire d’Avila Neto Rotary Club de São Paulo-Alto da Mooca, SP

DISTRITO 4640 Stael Terezinha Sdroiewski Uba Rotary Club de Toledo-Integração, PR

DISTRITO 4440 Domingos Aparecido Marques Rotary Club de Mirassol D’Oeste, MT

DISTRITO 4650 Valdir Celso Fiedler Rotary Club de Penha, SC

DISTRITO 4470 Manoel Carlos Menezes Zaffalon Rotary Club de Araçatuba-Leste, SP

DISTRITO 4651 Miriam Marta Wojcikiewicz Caldas Rotary Club de Florianópolis-Leste, SC

DISTRITO 4480 Jair Pinto da Silva Rotary Club de São José do Rio Preto-Alvorada, SP

DISTRITO 4660 Mario César Portinho Vianna Rotary Club de Tupanciretã, RS

DISTRITO 4490 Eulália das Neves Ferreira Rotary Club de São Luís-João Paulo, MA

DISTRITO 4670 Eliseu Gonçalves da Silva Rotary Club de Cachoeirinha, RS

SECRETÁRIO-GERAL Edwin H. Futa

DISTRITO 4500 Eduardo Jorge Marinho de Queiroz Rotary Club de Recife-Brum, PE

DISTRITO 4680 Tirone Lemos Michelin Rotary Club de Porto Alegre-Beira Rio, RS

DISTRITO 4510 Régis Jorge Rotary Club de Presidente Venceslau, SP

DISTRITO 4700 Jaime Antonio Camassola Rotary Club de São Marcos, RS

DISTRITO 4520 Eduardo Luis de Souza Rotary Club de Acesita, MG

DISTRITO 4710 Pilar Álvares Gonzaga Rotary Club de Londrina, PR

DISTRITO 4530 Ronaldo Campos Carneiro Rotary Club de Brasília-Sudoeste, DF

DISTRITO 4720 João Petrolitano Gonçalves Rotary Club de Rio Branco, AC

DISTRITO 4540 Antônio Carlos Marchiori Rotary Club de Jaboticabal, SP

DISTRITO 4730 Evaldo Artur Hasselmann Rotary Club de Ponta Grossa-Sul, PR

DISTRITO 4550 Paulo Roberto Dacach Rotary Club da Bahia, BA

DISTRITO 4740 Ulmerindo Fernandes de Rotary Club de Curitibanos, SC

PRESIDENTE Dong Kurn Lee

CURADORES DA FUNDAÇÃO ROTÁRIA 2008-09 CHAIR Jonathan B. Majiyagbe CHAIR-ELEITO Glenn E. Estess Sr. VICE-CHAIR Ron D. Burton CURADORES Carl-Wilhelm Stenhammar Carolyn E. Jones David D. Morgan Doh Bae John F. Germ José Antonio Salazar Cruz K. R. Ravindran Louis Piconi Peter Bundgaard Sakuji Tanaka Samuel A. Okudzeto William B. Boyd SECRETÁRIO-GERAL Edwin H. Futa

Leite

Vieira

de

Assis

Oliveira

DISTRITO 4560 Murillo Affonso Ferreira Rotary Club de Bom Sucesso, MG

DISTRITO 4750 Marcio Pereira Ribeiro Rotary Club de Niterói-Norte, RJ

DISTRITO 4570 José Roberto Lebeis Pires Rotary Club de Campo Grande, RJ

DISTRITO 4760 Javert Vivian Silva Rotary Club de Contagem-Cidade Industrial, MG

DISTRITO 4580 Juan Alejandro Tumba-Noe Rotary Club de Ponte Nova-Piranga, MG

DISTRITO 4770 Antonio José Oliveira Rotary Club de Uberaba-Norte, MG

DISTRITO 4590 Jesus Aldo Bellão Rotary Club de Santa Cruz das Palmeiras, SP

DISTRITO 4780 Dóris Sá de Moraes Vaz Rotary Club de Bagé-Pampa, RS

ÉTICA. Um princípio que não pode ter fim. Campanha em prol de mais elevados padrões de ética. Apoio dos Rotary Clubs do Brasil 2 MAIO DE 2009


Ano 84 Maio, 2009 nº1043 Revista de Propriedade da Cooperativa Editora Brasil Rotário CNPJ 33.266.784/0001-53 I Inscrição Municipal 00.883.425 Av. Rio Branco, 125, 18º andar CEP: 20040-006 – Sede própria Rio de Janeiro – RJ I Tel: (21) 2506-5600 / FAX: (21) 2506-5601 Site: www.brasil-rotario.com.br ■ E-mail: revista@brasil-rotario.com.br

CONSELHO SUPERIOR (Colégio de Diretores do RI – Zonas 19 A e 20 ) Mário de Oliveira Antonino (Recife-PE) EDRI 1985-87 Gerson Gonçalves (Londrina-PR) EDRI 1993-95 José Alfredo Pretoni (São Paulo-SP) EDRI 1995-97

Hipólito Sérgio Ferreira (Belo Horizonte-MG) EDRI 1999-01 Alceu Antimo Vezozzo (Curitiba-PR) EDRI 2001-03

Luiz Coelho de Oliveira (Limeira-SP) EDRI 2003-05 Themístocles A.C. Pinho (Niterói-RJ) DRI 2007-09

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO 2009-11 Diretoria Executiva Presidente Carlos Henrique de Carvalho Fróes Vice-Presidente de Operações Edson Avellar da Silva Vice-Presidente de Administração Waldenir de Bragança Vice-Presidente de Finanças Wilmar Garcia Barbosa Vice-Presidente de Planejamento e Controle Bemvindo Augusto Dias Vice-Presidente de Marketing José Alves Fortes Vice-Presidente de Relações Institucionais Carlos Jerônimo da Silva Gueiros Vice-Presidente Jurídico Jorge Bragança MEMBROS EFETIVOS Adelia Antonieta Villas Fernando Antonio Quintella Ribeiro Hertz Uderman José Luiz Fonseca José Moutinho Duarte José Roberto Lebeis Pires* José Ubiracy Silva Ricardo Vieira Lima Magalhães Gondim MEMBROS SUPLENTES Antônio Vilardo Aroldo Mendes de Araujo Herlon Monteiro Fontes GERENTE EXECUTIVO Gilberto Geisselmann ASSESSORES Alberto de Freitas Brandão Bittencourt Ary Pinto Dâmaso (Publicidade) Dulce Grünewald Lopes de Oliveira Eduardo Alvares de Souza Soares Eduardo de Barros Pimentel Fausto de Oliveira Campos Fernando Teixeira Reis de Souza Flávio Antônio Queiroga Mendlovitz Gedson Junqueira Bersanete *Representante dos governadores 2008-09

Geraldo da Conceição Ivo Arzua Pereira Joper Padrão do Espírito Santo Taketoshi Higuchi Vicente Herculano da Silva CONSELHO FISCAL Membros efetivos Nilson Moura Ril Moura Sebastião Porto (coordenador) Suplentes Artur Vieira da Cruz Carmelinda Amália Maria Maliska Cleofas Paes de Santiago CONSELHO CONSULTIVO DE GOVERNADORES Membros natos efetivos Governadores 2008-09 Suplentes Governadores eleitos 2009-10 COMISSÃO EDITORIAL EXECUTIVA Presidente Carlos Henrique de Carvalho Fróes Membros Bemvindo Augusto Dias Edson Avellar da Silva José Alves Fortes Luiz Renato Dantas Coutinho Nuno Virgílio Neto Secretário Gilberto Geisselmann CONSELHO EDITORIAL CONSULTIVO Presidente Carlos Henrique de Carvalho Fróes Membros Bemvindo Augusto Dias Edson Avellar da Silva Fernando Antonio Quintella Ribeiro José Alves Fortes José Ubiracy Silva Mário César Martins de Camargo Secretário Gilberto Geisselmann

**

EXPEDIENTE EDITOR: Carlos Henrique de Carvalho Fróes JORNALISTA RESPONSÁVEL: Luiz Renato D. Coutinho – Jorn. Prof. JP25583RJ REDATOR-CHEFE: Nuno Virgílio Neto REDAÇÃO: Alex Mendes, Armando Santos, Luiz Renato Dantas Coutinho, Maria Cristina Andrade, Maria Lúcia Ribeiro de Sousa, Nuno Virgílio Neto e Renata Coré. DIGITALIZAÇÃO: Maurício Teixeira IMPRESSÃO: Log & Print Gráfica e Logística S.A. ENDEREÇO: Av. Rio Branco, 125 – 18º andar – Rio de Janeiro – RJ CEP 20040-006 – Tel.: (21) 2506-5600 E-MAIL DA REDAÇÃO: redacao@brasil-rotario.com.br HOMEPAGE: www.brasil-rotario.com.br *As matérias assinadas são de inteira responsabilidade dos seus autores.

Leia ste número pode ser chamado de edição especial. Isso porque a matéria de capa trata E justamente do principal foco do presidente D. K. Lee, a redução da mortalidade infantil, um desafio de grandes proporções para todos os países pobres. E cerca de 70% da mortalidade na primeira infância ocorre em função de causas evitáveis. Felizmente, de acordo com o ProjectLINK, banco de dados do RI, mais da metade dos projetos de saúde do programa Serviços à Comunidade Mundial implementados em 2008 esteve voltada à redução da mortalidade infantil. Falamos em edição especial porque, além do suplemento Global Outllook, outros artigos acabaram complementando o tema, como o de Nadir Zacarias, que traz a iniciativa de clubes de São Paulo para solucionar uma das principais causas de óbito na infância: a água poluída. Passando para a pauta esportiva, este mês publicamos uma reportagem que agradará sobretudo aos fãs do futebol. Giovani Vitória nos conta do jogo beneficente organizado pelo Rotary em Blumenau, e reunindo ídolos do campo. Não faltou nesta edição o resultado da eleição na editora e um balanço da última gestão administrativa. São dois assuntos que interessam diretamente os leitores, pois revelam o acerto dos rumos adotados pela Brasil Rotário com vistas a um maior dinamismo nas suas duas mídias: a revista e o site. I Entre as novidades antecipadas aqui, mais duas devem ser mencionadas: a criação de uma nova seção, Novos clubes, novos amigos, e a reformulação de Novos Companheiros Paul Harris. Esta coluna agora publica apenas a relação dos agraciados, e isso por conta de uma limitação de ordem gráfica. O intuito é aproveitar, da melhor forma possível, o espaço disponível na nossa mídia impressa. Fazendo isso, a comissão editorial procura noticiar, em tempo hábil, todos os nomes dos muitos agraciados que chegam à redação. Antes dessa reformulação, um agraciado que enviasse nota hoje podia ver seu nome publicado com até quatro meses de defasagem. Há, porém, um ótimo motivo para a longa fila de espera: o extraordinário aumento das contribuições à Fundação Rotária. No período de 2005-06, elas eram da ordem de US$ 2.231 milhões; em 2007-08, atingiram US$ 4.250 milhões.

Nossa finalidade é tornar a sua Brasil Rotário ainda mais democrática, atraente e atualizada. E isso só tem sido possível graças ao apoio de vocês, nossos fiéis leitores. Um grande abraço e boa leitura. B RASIL R OTÁRIO 3


Uma história do Rotary

A Seu Serviço Escritório do RI no Brasil Home page: http://www.rotar y.org.br Endereço Rua Tagipuru, 209 São Paulo SP – Brasil – CEP 01156-000 Tel: (11) 3826-2966 Fax: (11) 3667-6575 Horário: 2ª a 6ª, de 8h às 17h Gerente Celso Fontanelli celso.fontanelli@rotar y.org Quadro Social (Assistência aos Governadores de Distrito e aos Clubes) Débora Watanabe <debora.watanabe@rotar y.org> Supervisor da Fundação Rotária Edilson M. Gushiken <edilson.gushiken@rotar y.org> Supervisor Financeiro Carlos A. Afonso <carlos.afonso@rotar y.org> Encomendas de Publicações, Materiais e Programas Audiovisuais Clarita Urey clarita.urey@rotar y.org Tel.: (11) 3826-2966 Fax: (11) 3667-6575

Graça extraordinária race Agwaru é uma rotariana novata – ela participou da fundação, em junho do ano passado, do Rotary Club de Soroti-Central, em Uganda, na África –, mas o Rotary sempre esteve presente no seu coração. Em 1975, rotarianos de Kampala, capital de Uganda, e Manhasset, no estado de Nova York, EUA, viabilizaram a viagem aos Estados Unidos da menina Agwaru, de cinco anos, para se submeter a uma cirurgia cardíaca de peito aberto. Ela foi paciente do que se tornou, mais tarde, o programa Gift of Life [Presente de Vida], que já permitiu a cirurgia cardíaca de 10.000 crianças. “Aquele foi o maior milagre da minha vida,” afirma Agwaru, que hoje é especialista em agricultura em Soroti. Ela e sua família se uniram a outra família beneficiada pelo programa para lançar o clube de Soroti-Central. “Meus pais me contaram muito sobre o que me aconteceu,” conta ela. “Eu queria devolver o que recebi.”

G

Diana Schoberg. Tradução de Eliseu Visconti Neto.

4 MAIO DE 2009

Rotary International Secretaria (Sede Mundial) 1560 Sherman Avenue,Evanston, Il 60201 USA Phone: 00-21-1847 866-3000 Fax: 00-21-1847 328-8554 Horário: 8h30 às 16h45 (horário de Washington)

Saudades Edson Mororó Moura, associado fundador do RC de Belo Jardim, PE (D.4500).   

Francisco Leite Perazzo, EGD do distrito 4500.   

Marcos Raimundo Ferreira, associado fundador do RC de Bom Despacho-Arraial, MG (D.4760).   

Paulo Félix Pereira, EGD do distrito 4480.   

Pedro Fabiano da Silveira, companheiro do RC de Cajuru, SP (D.4540).   

Reinaldo Arnaud, companheiro do RC de Nova Iguaçu, RJ (D.4570).


C AROS

Mensagem do Presidente

NA REDE

Leia os pronunciamentos e as notícias do presidente do RI D. K. Lee acessando o site <www.rotary.org/jump/lee>

COMPANHEIROS ,

esta edição da Brasil Rotário, da The Rotarian e de todas as nossas revistas regionais, você vai encontrar mais uma versão do suplemento Global Outlook. Desta vez, fazemos uma detalhada análise do problema da mortalidade infantil e mostramos o que os rotarianos estão empreendendo para enfrentá-lo. Espero que todos os leitores se inspirem nas ações dos seus companheiros, motivando-se para intensificar o trabalho dos seus clubes em prol da redução da mortalidade infantil. Quando eu escolhi a frase Realizemos os Sonhos como lema para meu ano na presidência do Rotary International e pedi aos rotarianos que concentrassem seus esforços para reduzir a mortalidade infantil, estava confiante de que faríamos uma diferença real. Além disso, eu sabia que o Rotary desempenha um serviço notável nas áreas críticas que são capazes de salvar as vidas de nossas crianças: recursos hídricos, promoção da saúde, combate à fome e ao analfabetismo. E eu também tinha a certeza de que os rotarianos são o tipo de pessoa que se mobiliza em direção à meta que eu propus. A resposta obtida ao meu apelo ultrapassou as minhas mais otimistas esperanças. Os projetos dos nossos distritos e clubes estão salvando vidas, uma a uma, com muita determinação e sucesso. E quando todos trabalhamos juntos para erradicar a poliomielite, sabemos que estamos preservando vidas para as futuras gerações. Desde que o Desafio de US$ 200 Milhões do Rotary foi lançado, já tive a oportunidade de explicar aos rotarianos porque é tão importante reunir tantos recursos novos, e em tão pouco tempo, para as ações de combate a essa doença. O fato é que atravessamos um estágio crítico, e acredito que final, da campanha de erradicação mundial da pólio. Restam somente quatro países em que ela é endêmica: Afeganistão, Índia, Nigéria e Paquistão. Todos apresentam obstáculos aos esforços de vacinação, como guerras, infraestrutura não confiável, geografia dificultosa, saneamento insuficiente e altas taxas de natalidade. Somente na região de Uttar Pradesh, na Índia, nascem 500.000 crianças por mês. Lá, o número habitual de doses da vacina para garantir a imunização – seis – tem que ser duplicado. Mas por quê? Porque as crianças de Uttar Pradesh estão expostas a muitos tipos de vírus e bactérias, que “competem” com a vacina antipólio. Eliminar a poliomielite destes quatro países vai demandar um esforço coordenado de grande intensidade, exigindo a colaboração de muitas pessoas e organizações. O Rotary tem participado da iniciativa de erradicação mundial da pólio desde seu início, e estamos comprometidos com a conclusão dessa tarefa. Por isso, sei que Realizaremos os Sonhos, e não apenas neste ano rotário, mas também nas gerações que virão pela frente.

N

DONG KURN (D. K.) LEE Presidente do Rotary International B RASIL R OTÁRIO 5


Curtas

Brasil

O 16º Concurso de Monografias ganha livro referencial

J

á foi lançada a coletânea de textos referenciais para o 16º Concurso de Monografias da Brasil Rotário. Recebendo o título-tema do próprio concurso, Vencer a Mortalidade Infantil, que, por sua vez, é a principal ênfase do presidente do RI, D. K. Lee, o livro é distribuído para os clubes rotários de todo o país. A intenção dos organizadores é que tal distribuição permita uma aproximação entre o professor interessado e o Rotary Club de sua localidade, cujos representantes são estimulados a divulgar o concurso. A comissão responsável pelo julgamento das monografias recebeu mais uma importante adesão. Trata-se do ex-governador José Antônio Figueiredo Antiório, professor e presidente da Federação das Escolas Particulares do Estado de São Paulo. No site da nossa revista, os companheiros e professores também encontrarão a coletânea de textos referenciais, o regulamento e o cartaz promocional do concurso, os quais poderão ser baixados e impressos. Basta acessar www.brasil-rotario.com.br.

Pagamentos seguros e rápidos O

sistema de pagamento por meio de boleto bancário, disponível para pagamentos de per capita, compra de materiais e contribuições à Fundação trazInternational inúmeras vantagens O site Rotária, do Rotary Brazil aos clubes: Office – a sucursal, no Brasil, do RI –  Maior economia de tempo e praticidade: O está remode pagamento do boleto pode ser feito através de home banking ou em qualquer agência bancária em todo o território nacional. Home banking é o termo usado para caracterizar pagamentos e outras operações financeiras pela internet dentro de um site seguro de banco.  Maior segurança: Elimina a necessidade de remessa de cheque por correio.

6 MAIO DE 2009

 Menores custos: Não há tarifa para a emissão do pagamento.  Redução de burocracia: Elimina a necessidade de remessa do formulário por fax ou por correio com as informações do depósito, pois todas as informações são coletadas eletronicamente.  Rapidez no processamento: Como as informações são coletadas através de sistemas, o processamento do pagamento é feito de forma mais rápida e eficaz. Saiba mais sobre o sistema de pagamento por boleto bancário solicitando um tutorial pelo e-mail: carlos.afonso@rotary.org.


Lei Rouanet para a educação OAB de São Paulo encaminha proposta para melhorar qualidade do ensino no país  A PARTIR da esquerda, os advogados Jorge Vieira, assessor da OAB-SP; Luiz Flávio Borges D’Urso, presidente da OAB-SP; Fernando Haddad, ministro da Educação; Custódio Pereira, presidente do Comitê da OAB-SP; e Carolina Diniz Paniza, secretária do Comitê Ordem dos Advogados do Brasil em São Paulo (OAB-SP) apresentou um anteprojeto de lei que visa facilitar a captação e o direcionamento de recursos privados para a educação. A proposta foi entregue em Brasília pelo presidente da OAB-SP, Luiz Flávio Borges D’Urso, ao ministro da Educação, Fernando Haddad. “O ministro recebeu o anteprojeto com entusiasmo e considerou a proposta bem-vinda e interessante. Esperamos que seja encaminhada ao Congresso pelo próprio Executivo”, disse D’Urso. A idéia é utilizar o modelo da Lei Rouanet de

A

incentivos fiscais à cultura e propiciar políticas de investimento na rede de ensino do país, seja pública ou privada. “A proposta é inovadora e capaz de contribuir para o avanço significativo da qualidade de ensino”, avaliou o professor Custódio Pereira, presidente do comitê da OAB-SP e diretor-geral das Faculdades Integradas Rio Branco, também presente à audiência no MEC. Para ele, “o grupo demonstrou alta competência, muito envolvimento e motivação, conseguindo conceber o projeto dos sonhos de todos os educadores e da sociedade.”

Acesso ampliado para as comissões da

Fundação Rotária A

partir de agora, os tesoureiros e presidentes das comissões da Fundação Rotária dos Rotary Clubs têm uma navegação mais ampla pelo portal do RI, www.rotary.org/pt. Os responsáveis por essas comissões podem acessar o relatório de contribuições mensais à Fundação e o relatório de contribuições do distrito na luta contra a pólio. Também se torna possível verificar o relatório de reconhecimento dos sócios dos clubes e o relatório de elegibilidade destes. Além disso, o usuário pode verificar a posição do Share. O sistema Share para a alocação de fundos permite aos distritos um poder de opinião na maneira como as contribuições são gastas e a participação nos programas da Fundação Rotária. Para que o acesso seja liberado, o presidente ou o secretário do clube deverão entrar no site do RI e informar quem são o tesoureiro e o presidente da comissão da Fundação em seu clube. B RASIL R OTÁRIO 7


Curtas

Mundo

Últimos dias para se inscrever T

ermina no dia 15 de maio, às 15h (horário de Brasília), o prazo para os distritos se candidatarem ao programa piloto de três anos do Plano de Visão Futura da Fundação Rotária (FR). As inscrições devem ser feitas pelo site do RI www.rotary.org. Para formar um grupo piloto representativo do Rotary como um todo, os curadores levarão em conta a localização dos distritos, seu tamanho, eficiência e o envolvimento com a FR. Os convites aos distritos selecionados serão emitidos em 1º de junho. Em 15 de junho, os distritos piloto serão anunciados, e confirmados durante a Convenção do RI.

Pelos quatro cantos do

mundo rotário 1. Canadá – Em 1978, quando abriu as portas, o Centro de Reabilitação Infantil do Condado de Essex, em Windsor, Ontário, atendia a 200 crianças com deficiências. Atual Centro Infantil John McGivney, o local agora é capaz de cuidar de 2.100 pacientes. Desde que o RC de Windsor se comprometeu a investir 1 milhão de dólares canadenses em cinco anos, criaram-se as condições para mais do que triplicar o espaço hoje disponível. 2. Turquia – O RC de Ankara-Emek doou equipamentos médicos para uma clínica numa das aldeias da porção turca do vale Macahel, ao longo da fronteira com a Geórgia, permitindo aos moradores ser tratados perto de casa. Antes, se necessitassem de atendimento no inverno, quando pesadas nevascas isolam as aldeias do restante do país, eles eram obrigados a empreender grande desvio pelo território georgiano, até reentrar na Turquia por outro ponto da fronteira.

8 MAIO DE 2009

3. Austrália – O RC de Epping lançou calendário com fotos de paisagens e da vida selvagem da Antártica, tiradas pelo expresidente e fotógrafo freelancer John Edwards. O lucro obtido com a venda dos exemplares irá para o Fundo Rotário Australiano de Pesquisas sobre a Saúde. 4. Uganda – Graças a um projeto de Subsídio Equivalente da Fundação Rotária com os RCs de Scottsdale-Sunrise, Scottsdale Foothills e Phoenix Arcadia, nos EUA, e Mbarara, em Uganda, o Hospital Regional de Referência no sudoeste do país africano está abastecido com antibióticos e outros medicamentos suficientes para tratar 4.000 crianças com doenças infecciosas, durante um ano.


Bill Gates recebe título

de rotariano honorário D

Cortesia de Mike Urban

urante a comemoração do centenário do RC de Seattle – o quarto mais antigo do Rotary –, o fundador da Microsoft, Bill Gates, tornou-se associado honorário do clube americano, formado por quase 700 companheiros. Na presença de mais de 1.000 rotarianos e líderes comunitários, o copresidente da Fundação Bill & Melinda Gates recebeu o distintivo das mãos de seu pai, William Gates Sr., também associado honorário do mesmo clube, presidido por Nancy Sclater (foto). Meses antes, Gates estivera presente na Assembleia Internacional do RI, em San Diego, Califórnia, para anunciar ao presidente eleito, John Kenny, e aos 530 futuros governadores de distrito a nova doação, no valor de US$ 255 milhões, para a erradicação mundial da pólio. Naquela ocasião, o presidente Kenny falou sobre o lema 2009-10, O Futuro do Rotary Está em Suas Mãos, tendo sido também abordados o Plano Estratégico do RI para 2007-10 e o Plano de Visão Futura da Fundação Rotária.

B RASIL R OTÁRIO 9


Coluna do Diretor do RRotary otary International Themístocles A. C. Pinho

Uma breve e necessária reflexão Família Rotária, Se observarmos as regras e orientações do Rotary, e, particularmente, consultando o nosso Manual de Procedimento, veremos que os únicos meses do calendário que não possuem uma temática especial e definitiva – calendário este que foi estabelecido “para promover o envolvimento de todos os rotarianos nas atividades rotárias” – são os meses de maio e julho. E por que será que esses meses foram assim tratados? Estamos certos de que cada um terá uma explicação, um entendimento próprio. Teria sido uma omissão involuntária ou um silêncio proposital? Ou mesmo, uma forma especial de chamar a atenção para a nossa organização como um todo? Deixemos ao livre e necessário arbítrio de cada um o encontro das razões e motivos para tal procedimento. Assim sendo, também nos permitimos adentrar pela nossa própria divagação, que esperamos mereça sua atenção. Nesta mensagem, daremos atenção especial para o mês de maio, o penúltimo do ano rotário. Tal característica não poderia ser uma boa razão para a inexistência de um enfoque específico? Isso não permitiria que cada um de nós refletisse sobre o que foi feito, sobre onde falhamos, e o que pode ser concluído? Os 60 dias finais do período rotário não seriam a oportunidade para que tentássemos executar as medidas corretas, corrigindo os rumos porventura desviados? E mais, não estaríamos diante da hora de os rotarianos – especialmente os atuais dirigentes maiores de cada clube e de cada distrito –, numa breve mas necessária reflexão, reverem os próprios atos nas suas origens, de visualizarem as propostas, ênfases e metas almejadas, verificando se de fato elas foram atendidas, como era o desejo e a expectativa de nossa organização centenária? Vejam, amigos, a divagação não tem fim, mas acreditamos que podemos, neste mês de maio, pas-

1 0 MAIO DE 2009

sar das hipóteses para o serviço efetivo, e, em um rápido retrospecto, em um sincero e oportuno lançar de olhos, focar os meses passados. Podemos cuidar do futuro que ainda nos resta, pois se antes a data de 1º de julho de 2009 se mostrava distante, agora se revela irremediavelmente próxima. RESPOSTA A SER COMPARTILHADA Poderíamos começar lembrando o lema Mais se Beneficia Quem Melhor Serve, considerado pelo Rotary International como seu segundo lema. Servimos neste período rotário de 2008-09 como pretendíamos no primeiro dia de julho de 2008, ao iniciarmos nossa caminhada? Podemos afirmar que, em certos pontos, sim, em outros, provavelmente não, mas ficaríamos, mais uma vez, apenas no campo das suposições e divagações, pois a resposta cabe a cada rotariano, a cada clube e a cada distrito. Para o atual ano rotário, o nosso presidente D. K. Lee nos pediu um trabalho efetivo em prol da redução da mortalidade infantil. O que fizemos? Fizemos tudo o que podíamos? Ele também exortou o mundo rotário a um crescimento efetivo do quadro social. Estamos atingindo as metas pretendidas e prometidas?


Não temos dúvidas em afirmar que o Rotary International, como instituição global de prestação de serviços, vem cumprindo seu papel, tendo recebido resposta afirmativa de órgãos governamentais e instituições privadas internacionais. A prova mais evidente da cooperação é dada pelo apoio recebido para a erradicação da paralisia infantil no mundo, e que vem a cada dia demonstrando o quanto somos capazes e o quanto podemos fazer. DIVERSIDADE DE TALENTOS Em levantamento recente, pudemos constatar resultados bastante satisfatórios em 2008 no combate à doença, registrando apenas 300 casos nas quatro regiões endêmicas dos países ainda com incidência da paralisia – Paquistão, Afeganistão, Índia e Nigéria. O número, visto em relação ao período de 1984-85,

Servimos neste período rotário de 2008-09 como pretendíamos ao iniciarmos nossa caminhada? quando iniciamos a campanha, é uma resposta bastante clara do sucesso do trabalho desenvolvido pelo Rotary com a parceria e o efetivo apoio da Organização Mundial de Saúde e de tantas outras entidades. Os casos registrados no ano passado demonstram que o que parecia um sonho muito em breve se tornará realidade: a erradicação da paralisia infantil. Essa grandiosa tarefa humanitária só está sendo possível porque nossa organização conta com uma diversidade infinita de talentos e

experiências em todas as áreas do conhecimento humano, além do compromisso assumido por todos, rotarianos, clubes, distritos, no sucesso com a mobilização não só para a vacinação como para o controle da doença, permitindo o êxito do programa em âmbito local e internacional. Amigos, em conclusão, e voltando às nossas primeiras palavras, vemos o mês de maio como o momento da “pequena parada” para uma breve e necessária reflexão. É também o momento da tomada de decisões imediatas, rápidas, sem perda de tempo. Cremos que ainda há tempo, temos os próximos 60 dias não como finais – destinados a uma resignada contagem regressiva –, mas sim para decisivas ações que nos permitirão responder que fomos capazes de Realizar os Sonhos! Meu forte abraço, e sucesso para todos. BR

B RASIL R OTÁRIO 1 1


Eleição na Brasil Rotário

Voto pela modernidade

Resultado da Assembleia Geral demonstrou que a revista está no caminho certo Luiz Renato Dantas Coutinho*

U

ma dinâmica maior na integração entre os setores da editora. Expansão do potencial do site da Brasil Rotário, aproximando-o da revista e do público. Aquisição de tecnologias. Novo projeto visual para a mídia impressa. Estabelecimento de um conselho editorial. Incremento do jornalismo produzido internamente. Uma taxa de inadimplência que foi a menor que se teve notícia: 0,97%. Um superavit, no exercício do ano passado, de R$ 141.243,56. Estes e outros itens alcançados na gestão 2007-09, aliados a outras qualidades do candidato, permitiram a reeleição, por unanimidade, do EGD Carlos Henrique de Carvalho Fróes para o cargo de presidente e editor da Cooperativa Editora Brasil Rotário. A reeleição para o biênio 2009-11 ocorreu no dia 25 de março, durante Assembleia Geral, na sede da Brasil Rotário, no Centro do Rio de Janeiro. A reunião foi presidida pelo atual diretor do RI, Themístocles A. C. Pinho, teve como secretário o EGD Waldenir de Bragança, e contou com a presença de 52 associados. MÍDIA CATALISADORA Na oportunidade, Fróes procedeu à prestação de contas da administração anterior (ver “Relatório da gestão 2008-09” ao lado), passando, a seguir, a palavra ao vice-presidente de finanças, o EGD Wilmar Garcia Barbosa. Este decla-

1 2 MAIO DE 2009

 O PRESIDENTE e editor Carlos Henrique Fróes, reeleito para o período 2009-11 rou que a saúde financeira da cooperativa estava assegurada e ressaltou o trabalho do seu antecessor, o companheiro José Maria Meneses dos Santos. O presidente eleito confirmou a permanência do companheiro Gilberto Geisselmann no cargo de gerenteexecutivo. O anúncio foi recebido com uma calorosa salva de palmas em reconhecimento à eficiência de Geisselman no biênio que se encerra. Pinho, que havia ressaltado o êxito da presidência Fróes, concedeu a palavra ao EGD Antonio Hallage. Próximo diretor do RI, Hallage elogiou a firmeza e determinação do presidente eleito e explicou que a revista, principal produto da cooperativa, deverá ser cada vez mais criativa e inovadora para que vá ao encontro dos rotarianos brasileiros. Para ele, o importante é que a mídia atue como uma catalisadora do Rotary no país. Outro ponto enfatizado por Hallage foi a importância do contato entre o site da Brasil Rotário e a comunidade rotária. DIRETORIA EXECUTIVA O presidente eleito fez um breve pronunciamento agradecendo o

apoio de todos e a confiança nele depositada. Confessou-se estimulado a melhorar ainda mais o desempenho da editora no próximo biênio. Fróes concluiu informando que aquele será seu último mandato, uma vez que ele próprio promoveu modificação estatutária para evitar o estabelecimento de uma presidência vitalícia. Ficou assim constituída a diretoria executiva para o biênio 200911: Carlos Henrique de Carvalho Fróes, presidente; Edson Avellar da Silva, vice-presidente de operações; Waldenir de Bragança, vicepresidente de administração; Wilmar Garcia Barbosa, vice-presidente de finanças; Bemvindo Augusto Dias, vice-presidente de planejamento e controle; José Alves Fortes, vice-presidente de marketing; Carlos Jerônimo da Silva Gueiros, vice-presidente de relações institucionais; e Jorge Bragança, vicepresidente jurídico. JUSTAS HOMENAGENS Em meio ao otimismo pelo futuro da cooperativa e aos cumprimentos, não ficou esquecido o papel desempenhado pelo editor Lindoval de Oliveira no sucesso da revista. O nome dele constou ao lado do também recentemente falecido José Maria Meneses dos Santos. Ambos foram lembrados como rotarianos que se destacaram pela eficiência, dedicação e competência. * O autor é jornalista da Brasil Rotário.


Sérgio Afonso

 A PARTIR da esquerda, o EGD José Alves Fortes; o EGD Bemvindo Augusto Dias; o diretor do RI, Themístocles Pinho; o presidente e editor da Brasil Rotário, Carlos Henrique de Carvalho Fróes; o diretor eleito do RI, Antonio Hallage; o EGD Wilmar Garcia Barbosa; e o EGD Waldenir de Bragança

RELATÓRIO DA GESTÃO 2007-2009 Ao chegar ao término do mandato 2007-2009, unido e coeso com nossa diretoria executiva, nosso conselho de administração, conselho fiscal, conselho superior, governadores, funcionários, QUANTO AOS EVENTOS ROTÁRIOS  Estivemos presentes nas Convenções Internacionais de Salt Lake City (2007) e de Los Angeles (2008), nos EUA, e já estamos inscritos na Convenção de Birmingham, na Inglaterra.  Participamos dos Institutos Rotary de Belém (2007) e de Belo Horizonte (2008).  Estivemos presentes no Seminário dos Editores das Revistas Regionais Oficiais do Rotary International, em Los Angeles, EUA, em 2007, quando fui escolhido representante do Grupo das Américas – reunindo sete revistas. Além disso, já estamos inscritos no seminário de julho de 2009, em Montreal, no Canadá.  Recepcionamos o presidente do Rotary International 2008-2009, Dong Kurn Lee, e o diretor do RI Themístocles Américo Caldas Pinho na sede da Cooperativa por ocasião das comemorações do centenário de nascimento do presidente do RI 1975-76, Ernesto Imbassahy de Mello.  Participamos do Seminário Internacional da Ima-

colaboradores e fornecedores, cabe-me participar a todos os resultados – no meu entender, bons resultados – adquiridos graças a uma gestão de trabalho participativo. gem Pública do Rotary, na cidade de Foz do Iguaçu, no Paraná, em fevereiro de 2008.  Estivemos presentes nas Conferências Presidenciais do Desenvolvimento do Quadro Associativo e da Redução da Mortalidade Infantil, realizadas em São Paulo, em agosto de 2008.  Realizamos os 15º e 16º Concursos de Monografias e o 1º Concurso de Trovas, este com 608 participantes. Todos os mencionados concursos foram realizados com cobertura total dos patrocinadores.  Estivemos presentes como palestrante, expositor, moderador em várias oportunidades, seja no Instituto Rotary de Belo Horizonte, seja na Conferência do Distrito 4520, em 2008, ou em diversos clubes. QUANTO ÀS FINANÇAS As demonstrações contábeis levantadas por nossos contadores, aliadas aos pareceres dos auditores independentes e do conselho fiscal, mostram a excelência dos resultados obtidos na gestão 2007-2009. Alguns resultados, que muito contribuíram para o êxito ao final do período, merecem uma demonstração comparativa, a saber: B RASIL R OTÁRIO 1 3


Eleição na Brasil Rotário DISPÊNDIOS LUZ TELEFONE CORREIO CELULARES CORPORATIVOS CONCURSOS DE MONOGRAFIAS CONFERÊNCIAS E REUNIÕES TRANSPORTE MATÉRIAS JORNALÍSTICAS MATERIAL DE ESCRITÓRIO

2005 (R$) 25.432,07 27.184,98 30.982,19 8.116,43 51.025,50 104.788,91 37.170,41 77.897,12 38.509,37

2006 (R$) 24.986,95 27.979,46 32.593,00 6.998,97 34.006,58 54.957,87 39.771,17 28.350,00 31.172,14

2007 (R$) 26.000,32 28.774,26 34.790,54 4.258,52 7.352,79 12.728,27 10.329,22 5.600,00 22.906,55

2008 (R$) 21.735,62 17.166,22 26.718,64 2.144,51 9.691,15 908,30 21.091,33

RECEITAS CONTAS BAIXADAS E RECUPERADAS ASSINATURAS AVULSAS

2005 (R$) 6.746,67 4.345,66

2006 (R$) 9.561,45 7.889,85

2007 (R$) 17.226,33 9.678,30

2008 (R$) 20.144,51 11.402,10

REVISTA

MÊS JANEIRO FEVEREIRO MARÇO ABRIL MAIO JUNHO JULHO AGOSTO SETEMBRO OUTUBRO NOVEMBRO DEZEMBRO

TIRAGEM 49.000 49.000 49.000 48.000 49.500 58.000 49.000 49.000 49.000 52.000 52.000 52.000

2007 CUSTO (R$) 1,12 1,12 1,12 1,12 1,26 0,87 0,93 0,93 0,93 0,92 0,92 0,92

RESULTADO (R$) (0,65) (0,66) (0,75) (0,66) (0,79) 0,34 0,41 (0,66) 0,19 0,26 0,07 (0,96)

Constatou-se que a impressão da revista foi um item preponderante para o resultado positivo da gestão. Tomando por base uma tiragem de 50.000 revistas nos períodos abaixo citados, vejamos: Durante o ano de 2006, e até maio de 2007, vínhamos pagando R$1,12 por exemplar. Assim, teríamos, R$ 1,12 x 50.000 = R$ 56.000,00 A partir de junho de 2007, após uma negociação com a gráfica Ediouro, tal valor foi reduzido para R$0,92 por exemplar. Assim, teríamos, R$ 0,92 x 50.000 = R$ 46.000,00 Em maio de 2008, após licitação vencida pela gráfica Globo Cochrane, o valor unitário caiu para R$0,79 por exemplar. Assim, teríamos, R$ 0,79 x 50.000 = R$ 39.500,00

1 4 MAIO DE 2009

TIRAGEM 52.000 52.000 51.850 52.000 52.000 52.000 53.000 53.000 53.000 53.000 53.000 53.000

2008 CUSTO (R$) 0,92 0,92 0,92 0,92 0,79 0,79 0,79 0,79 0,79 0,79 0,79 0,79

RESULTADO (R$) 0,09 0,38 0,22 0,31 0,24 0,21 0,31 0,49 0,48 (0,05) 0,75 (0,39)

 Em 2006 foram editados 607.000 exemplares da revista, ao custo de R$679.840,00 (R$1,12 por exemplar);  Em 2008 foram editados 629.850 exemplares da revista, ao custo de R$522.104,00 (R$0,83 por exemplar). QUANTO À COBRANÇA E À EXPEDIÇÃO Num trabalho conjunto com o escritório do Rotary International no Brasil, mantivemos a atualização das mudanças efetuadas nos clubes – antes mesmo do recadastramento anual, e até antevendo uma ausência de informação dos clubes. Desse modo, conseguimos conservar, para mais ou para menos, a atualização da remessa de nossa revista e a cobrança trimestral. Tudo efetuado com muito menos divergências; divergências estas que costumavam ocasionar atrasos nos pagamentos.


Uma cobrança mais austera, mais controlada, nos fez ter a menor taxa de inadimplência de que se tem conhecimento. Em 31 de dezembro fechamos com um valor de inadimplência de apenas 0,97%. Estamos próximos de atingir o nosso objetivo, que se resume na premissa de que qualquer clube que chegue ao terceiro trimestre do ano rotário em débito com a Cooperativa seja informado pelo Rotary International da possibilidade de suspensão dos serviços. Dizendo de outra forma, pretendemos que nenhum clube termine o ano rotário com débito. Necessário se faz ressaltar também a eficiente colaboração dos governadores, que foram um alicerce nessa nova metodologia dos setores de cobrança e de expedição da Brasil Rotário. QUANTO À TECNOLOGIA  A expansão do emprego profissional da internet foi de 50%. Todas as páginas da revista Brasil Rotário passaram a ser enviadas à gráfica através da rede, resultando daí um ganho de tempo de dois dias em relação ao processo anterior. Tendo havido aumento da velocidade da conexão da internet, verificou-se melhora nos downloads de matérias provenientes do Rotary International, processo este utilizado mensalmente. Em adição à velocidade, ocorreu a aquisição de um novo serviço de streaming para que as reuniões transmitidas ao vivo pudessem ter maior qualidade.  Os computadores, já no segundo trimestre, foram substituídos. Na redação, os diagramadores e jornalistas passaram a contar com equipamentos de última geração – com monitores de LCD de grande área de visualização. Tal mudança permitiu uma maior agilidade operacional e a inclusão de novos recursos. Para a gestão que se inicia, está prevista a aquisição de programas gráficos mais avançados. A consequência será o incremento da paginação e a regularização das licenças das máquinas. O leitor, no entanto, já vem observando na revista, principalmente a partir da edição de janeiro, uma linguagem visual mais atraente, graças ao emprego de outro projeto gráfico. A tipologia hoje adotada, por exemplo, é mais leve e agradável.  A revista estabeleceu uma maior dinâmica na integração entre os profissionais, tanto no processo de criação quanto no processo de finalização do pro-

duto para envio à gráfica. Atualmente, criação, impressão de provas, correção, fechamento de arquivos, aprovação e envio das páginas é feito de forma digital e por meio de internet. Essa rotina trouxe um ganho de tempo e diminuição de erros.  Com apoio e incentivo do então vice-presidente de finanças, o saudoso José Maria Meneses, iniciou-se um projeto para a criação de um novo portal, denominado Portal Convergente. Com este, almeja-se um novo conceito em comunicação, diferente de tudo o que existe atualmente no Rotary. Teremos o único site a exibir informações e notícias rotárias provenientes de todos os outros canais informativos, com um leiaute moderno e diferenciado. Essas informações já estão sendo utilizadas em forma de teste no site atual.  O novo portal fará a integração com o site do Rotary International e as dezenas de outros, rotários e não rotários, que diariamente publicam informações em língua portuguesa sobre a nossa organização. Além disso, essa nossa mídia eletrônica contará com um canal de vídeo para temas e assuntos rotários. Com todos esses investimentos tecnológicos, a revista Brasil Rotário vem se mantendo na vanguarda do que há de melhor em comunicação rotária, tanto sob o formato impresso quanto sob o formato virtual. CONSIDERAÇÕES FINAIS Desde o ano de 2003, a Cooperativa Editora Brasil Rotário vinha terminando o ano fiscal de forma deficitária. No exercício de 2008, no entanto, obtivemos um superavit de R$ 141.243,56. Este resultado é o reflexo de tudo o que foi aqui demonstrado. Quero, portanto, dividir a conquista com todos os que, direta ou indiretamente, participaram desta jornada. Torna-se impossível nomeá-los, haja vista que se poderia, inconscientemente, esquecer alguns nomes. Mas não posso deixar de citar os nomes de duas pessoas que deixaram saudade em mim e em todos os que os conheceram: o nosso vice-presidente de finanças, José Maria Meneses, e o nosso editor, Lindoval de Oliveira, ambos recentemente falecidos. Respiramos fundo, remanejamos a equipe e, vida que segue, estamos convencidos de que temos honrado as tradições da melhor revista regional do Rotary International. BR

Carlos Henrique de C. Fróes Presidente Brasil Rotário Servindo através da comunicação

B RASIL R OTÁRIO 1 5


Rotarianos que são notícia

O companheiro Carlos Alberto Martins, do RC de Amparo, SP (D.4590), foi eleito vereador da cidade.

A Câmara de Vereadores de Visconde do Rio Branco, em Minas Gerais, homenageou companheiros do RC de Visconde do Rio Branco, MG (D.4580), no Dia Municipal do Rotary, em 23 de fevereiro. Na foto, em primeiro plano, João Carmanini Dutra, presidente do clube, e dois associados fundadores, José Slaibi e Jair Roberto da Silva. No segundo plano, o presidente da Câmara, Jayme Silva Filho, e os vereadores Humberto Slaibi, André Luiz Fialho e Ismael Gomes dos Santos.

Edilson Mendonça, do RC de Rinópolis, SP (D.4510), foi eleito presidente da Associação Comercial da cidade.

1 6 MAIO DE 2009

O EGD Guaracy de Castro Nogueira, associado do RC de Itaúna, MG (D.4560), recebeu a Medalha Santos Dumont na categoria ouro por suas pesquisas sobre a genealogia do Pai da Aviação.

José Remi Pietsch, associado do RC de Cascavel, PR (D.4640), recebeu o título de Cidadão Honorário de Cascavel em reconhecimento aos serviços sociais prestados.

Os companheiros Silvana Lobo, do RC de Barra Mansa, e Lyncoln Da Matta, do RC de Barra Mansa-Sul, RJ (D.4600), foram agraciados com o título Destaque do Ano 2008.

A governadora Pilar Álvares Gonzaga Vieira e o EGD Antônio Pedro Marquezi, ambos do distrito 4710, tomaram posse na Academia de Letras, Ciência e Artes de Londrina, no Paraná. Entre os diplomados, o EGD João Soares Caldas, presidente da instituição.

Plínio Salgado Guimarães Lage, EGD do distrito 4600, foi homenageado com a Medalha da Ordem do Mérito Cívico Maria Quitéria, concedida pela Federação das Academias de Letras e Artes de São Paulo.

Roberto Kamil, do distrito 4580, recebeu a Medalha Mérito Odontológico, outorgada pelo Conselho Regional de Odontologia de Minas Gerais.

Maria José Brisolla Forte Bertolaccini, do RC de Avaré, SP (D.4620), recebeu da Câmara Municipal o título de Cidadã Avareense. A companheira foi presidente do clube e presidente da Casa da Amizade local.


B RASIL R OTÁRIO 1 7


1 8 MAIO DE 2009


B RASIL R OTÁRIO 1 9


2 0 MAIO DE 2009


B RASIL R OTÁRIO 2 1


2 2 MAIO DE 2009


Mais um texto referencial

!

Companheiros, divulguem aos professores participantes do 16o Concurso de Monografias esta matéria, que se encontra disponível para download e impressão no nosso site <www.brasil-rotario.com.br>

B RASIL R OTÁRIO 2 3


Convenção Internacional de 2009

Passado, presente e futuro Birmingham está no meio disso tudo Venha para a histórica Birmingham, durante a Convenção Internacional do RI deste ano, e descubra uma das mais modernas cidades da Europa. Fundada no século 6, Brum, como é chamada, evoluiu de um vilarejo, depois um mercado medieval, para uma produtiva usina de energia durante a Revolução Industrial, e, finalmente, para a atual posição de segunda cidade mais populosa da Inglaterra. E, embora ela conviva com uma realidade cultural de música clássica, dança e teatro que atrai turistas o ano inteiro, Birmingham conserva a sua paisagem bucólica do Meio Oeste britânico. São 3.238 hectares de bosques, incluindo o Sutton Park, a maior reserva natural urbana da Europa. A Comissão Organizadora assegura que você desfrutará da Convenção deste ano, que traz eventos únicos, repletos de atrações. Alguns desses eventos evocarão as tradições culturais do passado; outros o levarão a passear pelos parques e praças, a saborear uma culinária primorosa e a aproveitar a vida noturna. FUN RUN [CORRIDA DESCONTRAÍDA] Seja correndo como um atleta olímpico, ou cambaleando como um amador sem fôlego, não importa: a Fun Run está aberta a todos. Organizada pelo Departamento de Lazer da Cidade de Birmingham, essa corrida descontraída doará todos os lucros à Fundação Rotária. Marque a opção correspondente no formulário de reserva se você gostaria de participar da Fun Run. O CONCERTO DOS CONCERTOS Não falte a essa oportunidade de ouvir a sensação galesa, a meio-soprano Katherine Jenkins – uma das divas

2 4 MAIO DE 2009

G UMA NOITE de muitas opções na segunda mais populosa cidade da Inglaterra

internacionais da música clássica – executando um programa de obras clássicas com uma das grandes orquestras sinfônicas da atualidade. Muito atraente, mas ainda assim austera, Katherine Jenkins está redefinindo o conceito de artista da música clássica, enquanto explora um novo estilo de superestrela do gênero. Ela é a única cantora na história da música a, simultaneamente, encabeçar o primeiro, o segundo e o terceiro lugares nas paradas de música clássica. A Orquestra Sinfônica de Birmingham, com os seus 90 músicos, fornecerá um caleidoscópio da música clássica para acompanhar a voz gloriosa de Katherine. Muitos restaurantes perfeitos estão localizados próximos à National Indoor Arena, local da apresentação. UM ESPETÁCULO MEDIEVAL Não apenas imagine a grande história da Inglaterra, reviva-a! Passe pelo Castelo de Warwick, erguido em 1068, e reedificado em 1264, e conheça o melhor e mais bem conservado castelo medieval do mundo. Aberto durante esse evento apenas para os rotarianos e os seus convidados, o castelo foi o lar ancestral dos condes de Warwick, conhecido como Fazedores de Reis. Os rotarianos voltarão mil anos no tempo para desfrutar de uma tarde única e muito especial. HOSPITALIDADE O evento de Birmingham promete uma tarde de entre-


BIRMINGHAM À NOITE A cidade inteira está à espera dos rotarianos. O Bull Ring, o maior shopping da Europa, oferece 160 lojas para sua escolha. Jante em um dos muitos restaurantes de nível internacional, visite museus e galerias de arte, assista ao teatro de rua, enfim, aproveite as muitas

atrações disponíveis aos rotarianos. O Bull Ring é um complexo moderno com as raízes firmemente fincadas no passado. A construção foi oficialmente destinada, em 1166, para ser um mercado público. Oitocentos anos depois, foi transformada em um dos exemplos mais célebres da arquitetuta urbana arrojada. Em 2003 foi novamente redesenhada para cobrir 16 hectares, justapondo elementos arquitetônicos clássicos a linhas modernas.

Fotos:RI

tenimento e companheirismo em 2009. Seja comendo animadamente no Merrie Englande Banquet, seja apreciando a refeição em uma churrascaria, ou simplesmente compartilhando o companheirismo na casa de um rotariano local, você pode ter certeza de que se deparará com as boas-vindas calorosas da cidade! Os anfitriões fornecerão o transporte.

 CONSTRUÍDO

BR

EM 1068, o Castelo de Warmick estará aberto aos rotarianos

Palestrantes para ninguém esquecer Você não pode deixar de anotar alguns dos nomes que estarão na 100ª Convenção anual do RI, em Birmingham, de 21 a 24 de junho. São nomes que se destacam mundialmente em causas humanitárias. Mia Farrow, atriz e defensora dos direitos das crianças, e Jane Goodall, primatologista renomada, estão agendadas para falar durante as sessões plenárias da convenção. Como uma embaixadora da boa vontade do Unicef, Farrow tem se empenhado para chamar a atenção para a luta contra a poliomielite, uma doença a que ela sobreviveu, quando criança. A atriz de “A Rosa Púrpura do Cairo” também fez I

três visitas à região de Darfur, no oeste do Sudão, assolada por guerras, para criar uma consciência para a grave questão dos refugiados. I Goodall ganhou o reconhecimento mundial por observar o comportamento de chimpanzés por mais de 25 anos, muitas vezes vivendo no hábitat natural desses primatas. Ela fundou o Instituto de Pesquisa, Conscientização e Conservação da Vida Selvagem Jane Goodall. O objetivo do instituto é estimular as pessoas a melhorarem o ambiente de todas os seres vivos por meio da boa vontade e de uma ação consciente. Outras palestras marcantes da Convenção de 2009 certamente incluirão:

Tom Henderson, rotariano, diretor-executivo e fundador do ShelterBox, uma organização de assistência em situações de catástrofe, apoiada por Rotary Clubs no mundo inteiro, e que forneceu proteção emergencial para mais de 600.000 pessoas em 45 países. I

Deepa Willingham, rotariana e fundadora do Pace Universal [Promessa de Segurança para Crianças em Qualquer Lugar, em tradução livre], que ajuda a promover o desenvolvimento em todos os âmbitos – educacional, cultural, social, físico – de meninas carentes na Índia e em outras partes do mundo. I

Convenção 2009 do Rotary International em Birmingham, de 21 a 24 de junho de 2009 Para obter o formulário de reserva de hotel e o formulário de inscrição e encomenda de ingressos, entre no site da sua Brasil Rotário: www.brasil-rotario.com.br B RASIL R OTÁRIO 2 5


Em cima do fato Carlos Waldrich

 CRAQUES

DA Reconstrução: ídolos do nosso futebol unidos para ajudar os catarinenses

Solidariedade dentro e fora de campo Dunga comanda jogo beneficente organizado pelo Rotary em Blumenau Giovani Vitória* Uma das cidades atingidas pelas fortes chuvas que caíram sobre Santa Catarina em novembro do ano passado, Blumenau ganhou uma ajuda de peso no dia 20 de março. Liderados por Dunga, técnico da Seleção Brasileira, craques que fizeram a história do futebol brasileiro e catarinense se uniram em torno de uma partida beneficente, no Estádio do Sesi, com promoção do RC de Hermann Blumenau. A renda do jogo está sendo integralmente aplicada pelo Rotary na compra de eletrodomésticos que serão doados às vítimas da maior tragédia natural ocorrida em Blumenau em seus 159 anos de história. Com um público pagante de 1.814 pessoas e uma renda de R$ 21.560,00, o que se viu em campo e nas arquibancadas foi um show de solidariedade. Até mesmo o placar de 7 a 1, marcando a vitória dos Amigos de Dunga sobre o Combinado Catarinense, acabou sendo um mero detalhe. ESTRELAS EM CAMPO Toda a mobilização em torno do jogo de estrelas foi coordenada pelo companheiro Clóvis Lenzi, o

2 6 MAIO DE 2009

Kóki, que contou com o amplo apoio dos companheiros do RC de Hermann Blumenau, além do amigo Nelson Leite e de mais 10 empresas patrocinadoras. Em campo, um desfile de craques. Além de Dunga e Cafu, os capitães que comandaram os dois últimos títulos mundiais do Brasil, em 1994 e 2002, o jogo também teve a participação de Jorginho (auxiliar técnico de Dunga na Seleção), Mauro Silva, Serginho, Márcio Santos, Paulo Nunes, Donizetti Pantera e Zé Carlos – todos mostrando que, mesmo aposentados, ainda têm muito futebol para mostrar. No Combinado Catarinense, a base foi composta por craques do extinto Blumenau Esporte Clube, sob a liderança de César Paulista. Outra sensação da noite foi o árbitro da partida, o folclórico Clésio Moreira dos Santos, o Margarida. Muito aplaudido pelos jogadores e pela torcida, com seu característico uniforme cor-de-rosa e trejeitos pouco vistos em campo, ele fez caras e bocas, beijando atletas e técnicos. O artilheiro da goleada de 7 a 1 foi o atacante Donizetti Pantera, que jogou em times como Botafogo e Vasco. Ele comemorou seus dois gols com sua marca registrada: imitando uma pantera. Cafu,


Jaime Batista da Silva

Carlos Waldrich

 UM

PÚBLICO de mais de 1.800 pessoas assistiu à partida no Estádio do Sesi

 DUNGA

NÃO conseguiu driblar as perguntas dos jornalistas sobre a Seleção Brasileira

Paulo Nunes, Mauro Silva, César Ale e Dunga – num gol de pênalti muito aplaudido – fecharam a goleada. Chico Lins descontou para o Combinado de Santa Catarina.

O Rotary está aplicando toda a renda da partida na compra de eletrodomésticos para as vítimas das chuvas em Santa Catarina

APOIO DA IMPRENSA A imprensa, inclusive a nacional, deu uma grande cobertura ao jogo. Foram credenciados 33 profissionais de todos os tipos de mídia, como jornais, rádio, TV e sites. Com releases distribuídos pela organização do evento em todo o país, a notícia do jogo emplacou nos principais veículos esportivos brasileiros. No intervalo da partida, o governador do distrito 4650, Valdir Celso Fiedler, foi cumprimentar os jogadores que estavam em campo. Ele destacou que se sentia ainda mais forte para liderar “guerreiros realizadores” em seu distrito, lembrando as pessoas que ainda lutam incansavel-

mente pela reconstrução de Santa Catarina. Valdir fez um reconhecimento público aos organizadores da partida, em especial ao companheiro Clóvis Lenzi. Nilton Antônio Spengler, presidente do RC de Hermann Blumenau, destacou o grande apoio da imprensa.

AVALIAÇÃO DOS JOGADORES Cafu, Mauro Silva e Márcio Santos não esconderam a felicidade em poder participar da partida, assinalando que o futebol também pode ajudar e não apenas trazer diversão. Cafu disse ainda que não tinha como negar o convite. “Vamos poder ajudar as pessoas que sofreram com a catástrofe”, acrescentou. Mauro Silva elogiou a iniciativa: “É evidente que as necessidades continuam e a gente vem aqui justamente por essa justificativa”. Márcio Santos, que agora vive em Santa Catarina, disse que estava muito feliz por poder ajudar: B RASIL R OTÁRIO 2 7


Em cima do fato Carlos Waldrich

 O ROTARIANO Clóvis Lenzi, Dunga, o governador Valdir Fiedler, Cafu, Dulce Fiedler e o casal presidente do RC de Hermann Blumenau, Nilton Spengler e Dulce

Os bastidores de um grande espetáculo A história do jornalista que virou fã

S

exta-feira, final de tarde. Às 17 horas, o clima de nervosismo e ansiedade já tomava conta dos companheiros do RC de Hermann Blumenau que aos poucos chegavam ao Estádio do Sesi. No checklist elaborado com esmero pelos companheiros Clóvis Lenzi e Beto Dorigatti, todos tinham uma função definida para a noite: bilheteria, controle dos portões de acesso exclusivo, transporte e logística. Todos os detalhes foram pensados para que nada saísse errado. Eu recebi a tarefa de promover o jogo, credenciar e atender as demandas da imprensa. O primeiro passo foi buscar parcerias com os principais veículos de comunicação. Todos os veículos da cidade e de Santa Catarina compraram a ideia e nos ajudaram gratuitamente. Agora era colocar a notícia na rua e garantir o maior número possível de entrevistas com os organizadores, na chamada mídia espontânea. O resultado: uma semana inteira abrindo as páginas de esportes, com diversas matérias no rádio e na TV, e ocupando as principais páginas dos sites nacionais. O momento de maior apreensão surgiu na véspera da partida, quando fui comunicado pelos assessores do técnico Dunga que ele não participaria da coletiva de imprensa. E mais: que ele não falaria sobre Seleção Brasileira. O alvoroço foi geral. Ligações e e-mails da mídia pipocavam a todo instante. Armei uma estratégia para driblar a frustração da imprensa. Mantive a coletiva com as presenças de Cafu, Márcio Santos e Mauro Silva. Os três compareceram e deram o recado. Dunga chegou em cima da hora. Era o combinado. A imprensa soube respeitar. Para surpresa geral, falou sobre a Seleção quando questionado. Com o jogo rolando e tudo administrado, acabei virando fã. Ladeado por Dunga e Cafu, pedi ao fotógrafo oficial da partida que registrasse aquele momento inesquecível: eu e os capitães das duas únicas Seleções com as quais eu pude comemorar um título mundial. (Giovani Vitória)

2 8 MAIO DE 2009

“Sempre tive este pensamento de poder ajudar pelo futebol. Sempre que eu puder vou ajudar o povo catarinense”. Dunga, a estrela da noite, revelou que queria realizar este jogo há algum tempo. “Fiquei chocado com o que ocorreu aqui”, disse, acrescentando que todos os amigos convidados aceitaram de imediato a proposta. BR

* O autor é jornalista e associado do RC de Hermann Blumenau, SC (D.4650).


Promoção cultural

Os campeões da rima

Revista premiou vencedores do 1º Concurso Nacional e Internacional de Trovas Sérgio Afonso

 MEMBROS DA diretoria da revista e alguns dos premiados. Sentados à mesa, a partir da esquerda, o ex-governador do distrito 4570 Wilmar Garcia Barbosa, um dos idealizadores do concurso; o atual governador do distrito 4570, José Roberto Lebeis Pires; o diretor do RI Themístocles Pinho e Messody Ramiro Benoliel, presidente da Academia Brasileira de Trova romovido pela Brasil Rotário com o apoio da Academia Brasileira de Trova e da União Brasileira de Trovadores, o 1º Concurso Nacional e Internacional de Trovas foi um sucesso, registrando a inscrição de mais de 600 trabalhos e a participação de autores do Brasil e de Portugal. A cerimônia de entrega dos troféus e dos diplomas aos primeiros colocados ocorreu no dia 25 de março na sede da revista, no Rio de Janeiro, com a presença do diretor do Rotary International Themístocles Pinho. Aberta a rotarianos e a não rotarianos, a primeira edição do concurso teve como temas as palavras Rotary, Servir e paz. O rotariano Antonio Augusto de Assis, de Maringá, no Paraná, é o autor da trova vencedora. Como ele não pôde comparecer à cerimônia de premiação, o troféu foi encaminhado ao Rotary Club de Maringá-Aeroporto, do qual Antonio Augusto é associado, e será entregue durante a 51a Conferência Distrital do distrito 4630, no final deste mês. O segundo e o terceiro lugares vieram de Minas. Os autores são José Gomes Pimenta, do Rotary Club de Divinópolis-Leste, e Gabriel Bicalho, da cidade de Mariana. A trova é uma forma de poema composta por apenas uma estrofe de quatro versos, com sete sílabas cada. A rima é obrigatória, sendo que o primeiro verso rima com o terceiro, e o segundo, com o quarto. Ao

P

 WILMAR BARBOSA (ao microfone) ao lado do exgovernador do distrito 4750 Waldenir de Bragança, também idealizador e coordenador do concurso

As primeiras colocadas Rotary, amigo, é servir, e é servindo que ele faz o mundo inteiro se unir no grande abraço da paz! (Antonio Augusto de Assis, primeiro lugar)

Um futuro promissor o Rotary prega e faz: Servir é prova de amor e amor é fonte de paz. (José Gomes Pimenta, segundo lugar)

Ao dar de si sem pedir retorno do quanto faz, Rotary traz, no servir, nossa bandeira da paz! (Gabriel Bicalho, terceiro lugar)

MAIS NA INTERNET: as 25 trovas premiadas podem ser lidas no site www.brasil-rotario.com.br promover este concurso, a Brasil Rotário homenageia uma de nossas mais populares modalidades poéticas, que mobiliza apaixonados trovadores e leitores de todo o país. BR B RASIL R OTÁRIO 2 9


XXXII Instituto Rotary do Brasil

Você sabe como tudo começou? O maior evento do calendário nacional do Rotary tem uma história que merece ser contada Edson Avellar da Silva*

A

essa altura não será segredo para a maioria dos companheiros que o próximo Instituto Rotary do Brasil ocorrerá em Gramado, no Rio Grande do Sul. Como tem sido tradição, o evento se dará em setembro, desta vez de 02 a 07. E, como também de praxe, a ele se dirigirão líderes rotários do país e até do exterior, podendo se esperar cerca de 1.500 participantes – tal foi a marca atingida pelo Instituto do ano passado, sediado em Belo Horizonte. O grande encontro, o maior do calendário nacional de nossa instituição, recebia, até 2007, a denominação de Instituto Rotário do Brasil. E agora ele está em sua 32ª edição. Mas, que tal viajarmos no tempo para 1978? Naquele ano, realizava-se, de 24 a 26 de setembro, o primeiro Instituto Rotário. Destinado a reunir governadores, ex-governadores e governadores indicados do Rotary International, teve como cenário Campos do Jordão. O convocador dessa edição inicial era o então diretor do RI, Paulo Viriato Corrêa da Costa – futuro presidente 1990-91 do RI –, e o coordenador, Maximiliano Ferber, ex-governador do então distrito 461. O próprio presidente 1978-79 do RI, Clem Renoulf, compareceu – note-se que, anualmente, os representantes máximos da nossa insti-

3 0 MAIO DE 2009

 1ª REGOEX: o encontro nacional, idealizado pelo EGD Genebaldo Rosas (acima, no detalhe), então presidente da Brasil Rotário, era divulgado na edição de setembro de 1951 da revista tuição e da Fundação Rotária vêm prestigiando o Instituto. E qual era a finalidade de organizar algo de tamanho porte? O objetivo expresso consistia no intercâmbio de ideias entre os participantes e os líderes rotários do país. A filosofia do Instituto não se modificou muito desde então. Tal como hoje, pretendia-se ventilar os principais assuntos administrativos, além de analisar, fortalecer e ampliar os programas do Rotary. A agenda incluía – e continua incluindo – exposições de temas e mesas-redondas, o que democratizava a participação de todos os companheiros presentes. É relevante também o fato de que, pela primeira vez na história do Rotary no Brasil, as esposas fo-

ram convocadas para plenárias e mesas-redondas, sob orientação de Rita Corrêa da Costa, esposa do diretor Paulo Viriato. Na tarde do último dia, por exemplo, elas debateram o seguinte tema: “O Papel da Esposa do Governador”. Como se sabe, o Rotary não admitia mulheres naquela época – e a primeira mulher a assumir o cargo de governadora foi Adélia Antonieta Villas, vinte anos depois, pelo distrito 4570. Após o debate, houve uma sessão solene de encerramento, seguida de jantar, um roteiro final que permanece até os nossos dias. O balanço do encontro: todos os 22 distritos rotários existen-


tes se fizeram presentes, com um contingente de 168 participantes e 158 convidados; total de 326 pessoas. REVISTA FOI O BERÇO Se a história começasse em 1978, estaria sendo contada pela metade. Em 1951, a Brasil Rotário tinha em sua presidência o ex-governador Genebaldo Rosas. Na segunda metade daquele ano, encontraremos Rosas promovendo um encontro inédito, que haveria de reunir governadores e ex-governadores de todo o país. Na edição de setembro, ele próprio explica a ideia, nascida dentro da Brasil Rotário: “Vocês, da revista, sabem perfeitamente qual o programa que anima a todos nós da Cooperativa: fazer do mensário dos rotarianos a leitura preferida de todos os rotarianos e suas famílias. Para isso, é fácil compreender, temos de coligir opiniões, recolher sugestões, a fim de que nos seja possível orientar a nossa publicação no sentido de um interesse geral e comum. Nisso pensando, foi que a Cooperativa aventou a ideia de uma reunião dos governadores e exgovernadores do RI no Brasil, de modo a se debaterem assuntos ligados à revista.” Ocorria, assim, a primeira Regoex, um evento que pode ser considerado o antecessor do Instituto Rotary do Brasil. O local: Volta Redonda. Datas: 19, 20 e 21 de outubro de 1951. Pelo que se tem registrado, foram constituídos três grupos de trabalho, e entraram em debate temas como: situação geral do Rotary no Brasil (expansão do quadro associativo, coordenação etc); padronização dos estatutos dos clubes; assistência aos clu-

A finalidade deste encontro promovido pela revista Brasil Rotário, colocando em mesa redonda governadores e ex-governadores, não foi outra senão apelar para a experiência do presente e do passado em favor de mais eficiência e segurança no futuro. E não é isso apenas. Mas, também, proporcionar a governadores e ex-governadores um instante feliz para um amigo, na recordação de caminhos percorridos, sentindo-lhes as alegrias e os obstáculos. Aqui tivemos três governadores e 28 ex-governadores, vindos alguns de pontos longínquos do país, numa demonstração altamente rotária. Em verdade, nada deliberamos, nem era essa a nossa missão, que para tal não tínhamos nem temos poderes. Mas examinamos assuntos, disciplinamos recomendações, assentamos sugestões. E, isso fazendo, muito fizemos, sem dúvida, porque servimos, com a nossa experiência, com o nosso entusiasmo, com a nossa sinceridade.

Genebaldo Rosas, presidente 1950-65 da Brasil Rotário, durante a 1ª Regoex.

bes em situação precária; estudo dos pontos essenciais para a execução dos programas rotários; colaboração com a ONU e com organizações devotadas à causa da paz; entre outros. EVOLUÇÃO Tempos depois, começam a ocorrer as modalidades regionais do encontro. A I Regoex-Sul, com a participação de 28 governadores e exgovernadores dos então distritos 463, 465, 467 e 468, tem lugar em Lages, Santa Catarina, em março de 1963. Uma Regoex luso-brasileira, por exemplo, se dá de 21 a 27 de abril de 1967, no Hotel Estoril-Sol, em Lisboa. Em 1980, quando os Institutos Rotários já se encontram solidamente incorporados ao calendário rotário, as Regoex perdem brilho (modernamente, ocorrem encontros regionais de governadores sob o prefixo Rego – como a Rego Norte-Nordeste –, que se constituem preparatórios para o evento nacional). Assim é que a XIII Regoex,

realizada em setembro de 1980, ganha um pequeno registro na Brasil Rotário, enquanto é dado um bom espaço ao Instituto Rotário de Fortaleza, ocorrido de 21 a 23 de novembro do mesmo ano. Com o tempo, estes grandes encontros nacionais se aprimoraram, agregando os pré-institutos e adotando uma pauta maior de debates. Mesmo lideranças de diversos segmentos não rotários tornaram-se presença quase obrigatória nos Institutos. Desde os três grupos de trabalho do encontro de 1951, muita coisa mudou; o mundo, principalmente. Há dez anos, no XXIII Instituto Rotário do Brasil, em Recife, os grupos chegaram a onze. Por isso, participar desse evento, conhecê-lo, é, principalmente, descobrir como o Rotary tem participado da história do nosso país. BR

* O autor é EGD e vice-presidente de operações da Brasil Rotário. B RASIL R OTÁRIO 3 1


Tecnologia

Afogado em

e-mails?

Talvez você esteja adiando as suas decisões Paul Engleman*

A

menos que seja uma daquelas almas felizes, capazes de sobreviver sem o e-mail, você perguntará, de vez em quando, como conseguia se comunicar com amigos e colegas antes que a tecnologia existisse. Talvez você também tente imaginar como acabou ficando imerso nessa coisa toda. Muitos de nós estamos afogados até o pescoço (virtual) em e-mails, mas não é tão difícil resolver a questão – contanto que não sejamos procrastinadores e tenhamos o real propósito de nos livrar do que for inútil. Como acontece com qualquer inovação tecnológica, “o e-mail pode facilmente se tornar o rabo que abana o cachorro,” afirma Sander Marcus, psicólogo e sócio do Rotary Club de Chicago Near-South, Illinois, EUA. “Pode se tornar uma espécie de tarefa

3 2 MAIO DE 2009

trabalhosa e ao mesmo tempo divertida, e tarefas trabalhosas podem dar a impressão de que se está fazendo algo de importante.” Mas se você achar que está desperdiçando todo o seu tempo em responder e-mails, Marcus tem uma pergunta: “O e-mail está lhe ajudando a cumprir as suas obrigações, ou atrapalhando?” “O e-mail é uma ferramenta fabulosa,” garante David Allen, autor do best-seller “Getting Things Done: The Art of Stress-Free Productivity” [Cumprindo as Tarefas: A Arte da Produtividade Sem Estresse, em tradução livre]. Mas, quando se trata de ler e responder mensagens, a maioria de nós parece estar no processo de escaneamento de emergência – procurando em listas de e-mails para ver o que é prioritário responder. Devido à forma como muitos dos programas de e-mails estão estruturados, as pessoas são levadas a achar que


Como acontece com qualquer inovação tecnológica, “o e-mail pode facilmente se tornar o rabo que abana o cachorro” deveriam manter as mensagens na caixa de entrada. “Muitos usuários cometem o erro de usar as suas caixas de entrada como arquivo,” observa ele. “Mas o que eles estão fazendo é adiando decisões.” Tente imaginar o e-mail como se fosse um telefone. “Você não tem necessidade de deixar 400 mensagens na caixa postal,” observa Allen. “Por que, então, deixar 400 mensagens na sua caixa de entrada?” DUAS CATEGORIAS DE E-MAILS Apelidado de “oráculo da organização” pela revista Time, Allen recomenda um sistema simples de arquivo. “Tudo aquilo que você pode resolver em menos de dois minutos – se é que você o fará – deveria ser feito logo à primeira vista,” afirma ele. Os e-mails restantes cairão em duas categorias: os que requerem mais de dois minutos, e os que dependem de algo de outros. Allen sugere que se criem duas pastas separadas – “ação imediata” e “aguardando” –, e que se transfira as mensagens para elas. E armadilha? É necessário lembrar de checar as pastas. Procedendo assim, você estará sempre atualizado, e a caixa de entrada permanecerá limpa. Deve se processar os e-mails na parte do dia em que a energia do usuário encontra-se em nível mais baixo, acrescenta Allen. “Se o rendimento é maior durante o período da manhã, aquela época não será a mais indicada para lidar com e-mails.” Marcus, um especialista em assessoria profissional no Instituto de Tecnologia de Illinois, fornece algumas dicas práticas para o uso eficaz de e-mails. Antes mesmo de acionar a tecla “escrever nova mensagem,” imagine se seria melhor manter uma conversação pessoal. “O e-mail possibilita a comunicação com uma porção de pessoas, de forma significativa, mas pode se tornar, por outro lado, um modo muito solitário de contato.” Ao enviar um e-mail, ele aconselha, faça o favor de especificar o assunto com muita clareza. Seja sucinto

– “Você desejará que as pessoas captem o espírito da mensagem sem ter que ler demais” – e escreva corretamente. “As pessoas podem ter problemas, caso não editem seus e-mails com cuidado – não só quanto à gramática e à grafia, mas também com relação ao conteúdo. Certifique-se de dizer o que você realmente deseja dizer”, ele ensina. ARMADILHAS TECNOLÓGICAS O tom também é importante. Marcus tem preferência por um estilo amigável em vez de muita formalidade, mas previne quanto a parecer engraçado demais: “A menos que se saiba como ser engraçado. Na nossa sociedade, o humor pode transmitir um aspecto hostil – muitas vezes às custas de outros.” Mais uma dica: lembre-se que qualquer e-mail pode ser redirecionado. “A internet não é privada,” observa ele. “A minha regra prática: se eu puder estampar o que escrevi na primeira página de um jornal, estarei razoavelmente seguro de que poderei transmitir.” Monitorar de forma compulsiva os e-mails é outra das armadilhas da era tecnológica. Mas o que é um comportamento obsessivo? “Se você achar que está checando as suas mensagens com muita frequência, é porque você realmente o está fazendo”, garante Marcus. Ele aconselha que se determine momentos específicos para checar a caixa de entrada, não mais do que duas vezes por dia. Afinal, não importa que problemas tenham sido criados pela tecnologia, eles são superados pelas vantagens. “O potencial de interconexão do mundo rotário foi multiplicado mil vezes pela internet e pelos e-mails. A capacidade de contatar imediatamente outros rotarianos é incrivelmente útil.” BR *O autor é um escritor residente em Chicago, onde publica colaborações em jornal e revista.

B RASIL R OTÁRIO 3 3


ABTRF – Associação Brasileira da The Rotary Foundation Flávio Antônio Queiroga Mendlovitz*

A ABTRF depende do nosso comprometimento “N

o primeiro dia de 1986, o Rotary anunciou publicamente que havia dado início ao programa mais ambicioso de seus 80 anos de existência: a imunização de todas as crianças do mundo contra a poliomielite. O anúncio se deu por ocasião da Parada das Rosas, que ocorre anualmente em Pasadena, na Califórnia, EUA, durante a qual carros alegóricos adornados com flores encantam a multidão. As emissoras de televisão transmitiram o evento para cerca de 125 milhões de telespectadores dos Estados Unidos e do exterior.” Assim Herbert A. Pigman, exsecretário-geral do Rotary International, narra, no primeiro capítulo do seu livro, “Vitória contra a Pólio”, o início do maior desafio jamais enfrentado pela nossa instituição em todos os tempos. Em janeiro deste ano, por ocasião da Assembleia Internacional do RI, em San Diego, na Califórnia, os 534 governadores eleitos tiveram a oportunidade de ouvir o anúncio de Bill Gates, fundador da Microsoft e copresidente da Fundação Bill & Melinda Gates, de nova doação no valor de US$ 255 milhões, para a erradicação da poliomielite.

3 4 MAIO DE 2009

O que atraiu um dos homens mais ricos do mundo a ampliar tal parceria? Foi o serviço prestado pelo Rotary. O próprio Bill Gates visitou Seemapuri, na Índia, em novembro de 2008, e conheceu pessoalmente o trabalho de combate à pólio naquele país, um dos quatro onde o vírus da doença ainda desafia os esforços de erradicação, conforme nos informa a reportagem publicada pela nossa revista Brasil Rotário, na edição de março de 2009. Em contrapartida, o Rotary compromete-se a contribuir com mais US$ 100 milhões. Anteriormente, Gates já havia efetuado a doação de US$ 100 milhões para o Programa Polio Plus e os rotarianos deveriam contribuir com igual valor em três anos.

É necessária a conscientização de todos os rotarianos de que o desafio para honrar a parceria não é compromisso do vizinho, não é para ser terceirizado. É nosso mesmo

BENEFÍCIOS EM DOAR Por outro lado, os 38 distritos rotários do Brasil têm demonstrado grande capacidade de contribuir com a Fundação Rotária. Há dez anos, tínhamos oito doadores extraordinários, pessoas que repassaram mais de US$ 10 mil à nossa Fundação Rotária. Em dois anos, conseguimos entusiasmar doadores a atingir o mesmo patamar e até ultrapassálo. Em 2002, já éramos mais de 88 doadores extraordinários e, recentemente, tivemos o primeiro doador brasileiro a atingir a cifra de US$ 250 mil. Os benefícios dessas doações se fizeram sentir no crescimento dos programas humanitários em nossas


comunidades e também no aumento de participantes em bolsas educacionais. Apesar de todo o entusiasmo dos governadores, coordenadores regionais da Fundação Rotária e demais membros das equipes, ainda não conseguimos estabelecer um comprometimento perene em doações à nova unidade da Fundação Rotária do RI, a Associação Brasileira da The Rotary Foundation (ABTRF), criada e registrada oficialmente no dia 16 de dezembro de 2003, na cidade de São Paulo, e tendo como diretor presidente o excurador da Fundação Rotária EDRI José Alfredo Pretoni. A associação tem se restringido inicialmente a doações de pessoas jurídicas, e todos os recursos são destinados aos programas da Fundação Rotária. Os doadores recebem da ABTRF o mesmo reconhecimento outorgado pela nossa instituição internacional. Há, entretanto, algo mais: a nossa ABTRF está devidamente enquadrada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip), o que habilita o doador pessoa jurídica a lançar o valor em sua contabilidade como despesa operacional e, caso utilize o regime de tributação do imposto de renda na forma de lucro real, poderá usufruir da redução de parte do seu tributo a pagar. A capacidade de nossos rotarianos em utilizar a nova ferramenta para ampliar a doação tem sido bem interessante: uma das maiores seguradoras brasileiras – a Porto Seguro – se comprometeu a doar 5% do valor do prêmio dos carros segurados por rotarianos e familiares, ou até

mesmo a renovar os seguros já contratados, desde que comuniquemos à empresa que o segurado é rotariano ou parente de companheiro rotariano. Não há nenhum acréscimo no valor do prêmio. O EGD do distrito 4530, Luiz Gustavo Kuster Prado, efetuou convênio com uma instituição de ensino superior de Brasília, a Upis-Faculdades Integradas, assegurando desconto nas mensalidades dos alunos indicados por qualquer clube do distrito. A faculdade doa à ABTRF 10% do valor pago, em

A ABTRF não dispõe de funcionários ou executivos com salários altíssimos e, por isso, depende de cada um de nós, rotarianos deste imenso país. Não podemos esperar mais nome do clube do rotariano que recomendou o estudante. Estas são apenas algumas ideias que, colocadas em prática, poderão se tornar propulsoras de novos projetos em nossas comunidades. O COMPROMISSO É NOSSO O que poderemos fazer para atrair parceiros e ampliar a rede de doadores para a nossa associação? Inicialmente, nos dedicar aos projetos de serviço que os clubes executam em suas comunidades e, principalmente, à divulgação dos mesmos. É necessária a conscientização de todos os rotarianos de que o desafio para honrar a parceria não é compromisso do vizinho, não é para ser terceirizado. É nosso mesmo!

A Associação Brasileira da The Rotary Foundation é nossa, e só dependerá de nós para alcançar um lugar de destaque entre as organizações nacionais dedicadas à promoção de assistência social e educação. Sobretudo para incentivar e promover compreensão e relacionamento amigáveis entre pessoas de diferentes países, por meio de programas visíveis e eficazes de natureza filantrópica, humanitária, educacional e assistencial. Os nossos governadores certamente serão os responsáveis pelo contágio de todos os rotarianos, não de uma doença, mas da vontade de doar cada vez mais, de proporcionar projetos realmente necessários às comunidades, para receber o reconhecimento daqueles que ainda não são rotarianos, mas que, como Bill Gates, certamente afirmarão: “O engajamento de cada um de vocês é impressionante, e especialmente o do Rotary International”. A Associação Brasileira da The Rotary Foundation não dispõe de funcionários ou executivos com salários altíssimos e, por isso, depende de cada um de nós, rotarianos deste imenso país. Não podemos esperar mais. Na época de crise é que se descobre a força de cada um, a capacidade de resolver problemas e escrever novas páginas de uma história que certamente será contada no centenário da Fundação Rotária, em 2017. BR

* O autor é ex-governador do distrito 4530, associado do RC de Brasília-Lago Norte, DF, coordenador regional de Ex-participantes de Programas Educacionais da FR, Zona 20 Norte, e membro do Conselho Consultivo da ABTRF. B RASIL R OTÁRIO 3 5


Saúde e recursos hídricos

Água limpa, crianças mais saudáveis Com a doação de filtros a moradias carentes, clubes de São Paulo estão ajudando a reduzir a mortalidade infantil

 COMPANHEIROS DOS clubes do distrito 4610 que estão desenvolvendo o projeto: 800 filtros doados Nadir Zacarias*

Q

uando o atual presidente do Rotary International, Dong Kurn Lee, chamou nossa atenção para o problema da mortalidade infantil, uma das tragédias da humanidade, aumentamos nossa conscientização a respeito desse desafio. Não é à toa que o combate à mortalidade infantil foi colocado no topo das prioridades deste ano rotário. Isto incentivou, sem dúvida, o aparecimento de diversos projetos, ações e programas voltados ao tema, tendo como objetivo a diminuição do alarmante índice

3 6 MAIO DE 2009

de 26.000 mortes por dia, em todo o mundo, de crianças com idades entre 0 e 5 anos. D. K. Lee também chamou nossa atenção para o fato de que muitas dessas mortes são provocadas por causas previsíveis, que poderiam ser evitadas com medidas simples. Uma das causas mais frequentes da mortalidade infantil, por exemplo, é a água poluída. Infelizmente, hoje em dia há 1 bilhão de pessoas em todo o mundo que não têm acesso à água de boa qualidade para beber. Sabemos ainda que 30% das crianças do planeta consomem água poluída, que provoca quadros de gastroenterites,

colites e diarreias, levando à desidratação e à morte. A SITUAÇÃO POR AQUI No Brasil, o índice de mortalidade infantil continua um dos mais altos da América do Sul. Em nosso país, a cada 1.000 crianças nascidas, perto de 25 morrem antes de completar 5 anos de idade. Em países como Argentina, Uruguai, Chile e Cuba, esse índice fica em torno de 4 mortes por 1.000 nascimentos. As autoridades brasileiras da área de saúde têm um compromisso firmado com a ONU, estabelecendo que estaremos num patamar abaixo de 18


mortes por 1.000 nascimentos até o ano de 2015, inclusive nas regiões do Brasil onde este índice chega a 42, como em alguns bolsões do Nordeste, do Norte e em algumas outras zonas de pobreza extrema do país. Diante desse quadro dramático, a presidente do RC de São Paulo-Jabaquara (D.4610), Maria Aparecida Porfírio, teve a ideia de executar um projeto para colocar água potável filtrada nas moradias carentes da comunidade através de filtros de água. Um sonho simples que, com o apoio do clube, deu origem a um projeto de Subsídios Simplificados que permitiu a doação de 50 filtros. A comissão distrital responsável pelas ênfases presidenciais deste ano, da qual eu sou o coordenador e cujo principal enfoque foi o combate à mortalidade infantil, levou este projeto a outros clubes. A partir de então, a iniciativa passou a contar com grandes parceiros, como RC de São Paulo-Jardim das Bandeiras, RCSP-Brooklin, RCSP-Imigrantes, RCSP-Vila Nova Conceição, RCSP-Jardim América e RCSP-Avenida Paulista, que também elaboraram projetos de Subsídios Simplificados nesse sentido. O governador do distrito 4610, Amilton Medeiros Silva, deu total apoio à iniciativa. LOCALIDADES ATENDIDAS Com esse engajamento, o projeto ganhou corpo e recursos, possibilitando a aquisição de 800 filtros, doados entre os meses de março e abril deste ano em três comunidades: Rocinha, Beira Rio e Vietnã. São 800 barracos que agora passam a contar com água de boa qualidade, potável e filtrada, beneficiando 6.000 pessoas, das quais 2.400 são crianças. A entrega dos filtros teve uma

 MOMENTO DA entrega dos filtros em uma das comunidades atendidas

O projeto está beneficiando um total de 6.000 pessoas, das quais 2.400 são crianças grande cobertura da mídia, sendo assunto em dez jornais de bairro da cidade de São Paulo, principalmente na região do Jabaquara, e também na Revista Folha de São Paulo e no Canal 9 da Net. O projeto de doação de filtros deverá se expandir para outras regiões do distrito 4610. Com essa medida simples, temos certeza de que haverá uma redução em torno de 20% a 30% no índice de mortalidade infantil na região atendida, refletindo-se na diminuição do atendimento médico de crianças nos postos de saúde, ambulatórios e nos hospitais. Estaremos, portanto, diminuindo o índice de mortalidade infantil em nossas comunidades. Aproveitando o evento de entrega dos filtros, foi ministrado um programa para conscientizar a co-

munidade sobre outro problema gravíssimo: a gravidez precoce. Nas comunidades atendidas, há meninas de 11 e 12 anos que já estão grávidas, sem nenhuma orientação sexual. Organizado pelo serviço médico da Subprefeitura do Jabaquara, este programa desenvolve-se por meio de palestras devidamente voltadas a essa problemática. Futuramente, estaremos elaborando um outro projeto acoplado à saúde pública: o tratamento de verminoses por meio da distribuição de medicamentos, iniciativa que vai beneficiar principalmente as crianças. O Rotary está fazendo a parte dele: servir a comunidade, melhorando a qualidade de vida das pessoas e trabalhando por um mundo melhor. BR

* O autor é médico, ex-governador do distrito 4610 e associado do RC de São Paulo-Jardim das Bandeiras. Ele foi o coordenador da Conferência Presidencial da Redução da Mortalidade Infantil, realizada em São Paulo no ano passado. B RASIL R OTÁRIO 3 7


Aldair de Queiroz FFranco ranco e Altimar Augusto Fernandes Coordenadores Regionais da Fundação Rotária para as Zonas 20 (Norte), e 19A e 20 (Sul), respectivamente

“Boas cercas fazem bons vizinhos” F Stock.xchng

ui criança do interior de Minas, Triângulo Mineiro. Desde então, norteou-me a vida o mote: “Boas cercas fazem bons vizinhos”. Encantou-me a leitura da poesia de Robert Frost “Consertando muros”, em que o poeta fala da chegada da primavera, quando vizinhos, proprietários de terras, vistoriam suas cercas, acrescentando uma pedra aqui e outra ali para que não haja invasão de área, e concluem que daquele muro nem precisavam, pois Você é pinheiro, eu sou um pomar de maçãs Minhas macieiras jamais o atravessarão para Comer os cones de seus pinheiros... E, mais adiante, admitindo que o procedimento é correto, eles concluem: “Boas cercas fazem bons vizinhos”. Quando me juntei ao Rotary e conheci a nossa Rotária reformule sua maneira de fazer o bem no munFundação Rotária, vi que era a ideologia que eu pro- do, quando implantar seu Plano de Visão Futura, mescurava para trabalhar pela paz, em torno da qual mo que modifique alguns processos seguidos desde nos juntamos a tantos para fazer o 1965 – quando começamos os Subbem no mundo. sídios Equivalentes. E todos os disE os programas da Fundação A nossa capilaridade e tritos do mundo continuarão partiRotária nos oferecem desafios cipando desse projeto. a nossa honestidade constantes, com as oportunidades O mundo mudou. Nós rotarianos no trato com o valor de realizá-los. continuávamos a trabalhar muito e Bolsistas Pró Paz, o que aprencom resultados, algumas vezes, doado nos fazem alvo dem? Respeito aos direitos de cada pífios. Esses resultados serão maiode desejo dos que um e de todos. Esse respeito trará res na nova modalidade. a paz, caminho que a Fundação pensam em fazer o O Plano de Visão Futura da FunRotária trilha e pelo qual tanto dação Rotária, além dos enfoques bem no mundo propugna. Foi ousada a meta que em saúde, educação, bem-estar, a Fundação Rotária se propôs ao água e esgoto, e desenvolvimento financiar, anualmente, 120 bolsiscomunitário, tem entre suas metas: pensar grande, tas. Conseguir US$ 95 milhões para financiar esses impactar a comunidade, ser reconhecido por todos e bolsistas fazia parte daquele objetivo. Em torno de atrair parceiros estratégicos. Isto já experimentamos US$ 40 milhões já foram conseguidos. com o Programa Polio Plus. Novos reconhecimentos virão. Os parceiros com PROGRAMA POLIO PLUS poder de avaliação ou verbas se mostrarão. Assim Conflitos já foram interrompidos para que Dias Nacio- como ocorreu à Fundação Bill e Melinda Gates, ounais de Imunização pudessem acontecer. Mais de dois tros se juntarão a nós, como já o fizeram a Fundação bilhões de crianças vacinadas! Quantos milhares de- Google, a Alemanha, o Reino Unido, a Nigéria, a Ínlas salvas da poliomielite e de outras doenças... dia e o Canadá. Tais parceiros têm contribuído com Bolsas Pró Paz e Polio Plus são dois programas que consideráveis somas. não sofrerão alterações, mesmo que a Fundação Trabalhamos bem. Somos transparentes e estamos

3 8 MAIO DE 2009


Coluna do chair da Fundação Rotária no mundo inteiro. A nossa capilaridade e a nossa honestidade no trato com o valor doado nos fazem alvo de desejo dos que pensam em fazer o bem no mundo, e isso lhes é caro. Somos parceiros confiáveis e sabemos pôr em prática as metas sonhadas. RESPEITAMOS CREDOS, RAÇAS, DIVERSIDADES Melhorar o mundo e a vida dos que o habitam são metas que perseguimos ontem, hoje e sempre. Continuemos acreditando em nossa Fundação Rotária e contribuamos. O nosso trabalho voluntário é importante. Sem os fundos para financiá-lo é impossível sonhar grande. No Brasil, sonhamos aumentar, em 2008-09, 25% em nossas contribuições à Fundação Rotária. Há quatro anos temos conseguido. Desde 2005-06 temos crescido 25% anualmente. E é possível repetir o feito em 2008-09. Pensemos grande. Contemos com todos, eu incluída. Realizemos nossos sonhos de salvar milhares de crianças. Amigos rotarianos e amigos dos amigos rotarianos, ser coordenadora da Fundação Rotária na Zona 20N foi uma das melhores coisas que me aconteceu na vida. Chegou a hora de fazer agradecimentos: À revista Brasil Rotário, por disponibilizar uma página para os coordenadores da Fundação Rotária. Às lideranças rotárias, por me darem a oportunidade de servir. A Gedson e Altimar, parceiros em percorrer e conhecer o Brasil rotariano e em dividir desafios, o meu muito obrigada. Meu agradecimento a cada associado e cônjuge, aos rotaractianos, interactianos e rotakids que encontrei por esta extensa e linda parte do Brasil. Como é generoso, amigo e receptivo o coração do brasileiro. Durante os três anos que estivemos juntos, provou cada distrito que esta região não é menos generosa. As contribuições à Fundação Rotária em 2007-08, nos 16 distritos que compõem a Zona 20N, aumentaram em 52,6%. O feito pode ser repetido no período de 2008-09. Conhecem a nossa Fundação Rotária. Ficou comprovado, matematicamente, que a Fundação já investiu em cada um dos distritos mais do que recebeu. Qualquer projeto, desde que dentro das normas, foi aprovado. Parabéns a todos. Um abraço grande. “Boas cercas fazem bons vizinhos”. Aldair Franco BR

Todos os Rotarianos, Todos os Anos m época de economia conturbada como esta, é de suma importância lançar mão dos recursos oferecidos pela Fundação Rotária para atender à constante demanda por serviços humanitários. Com a iniciativa Todos os Rotarianos, Todos os Anos, as doações ao Fundo Anual para Programas podem significar a diferença entre vida e morte. Cada um de nós pode Realizar os Sonhos por meio dos programas educacionais e humanitários da Fundação, doando, todos os anos, pelo menos US$ 100 ao Fundo Anual para Programas. Rotarianos, clubes e distritos podem fazer doações-desafio a este fundo, aumentando assim a capacidade da Fundação Rotária de ajudar ainda mais pessoas. Stock .xchng Mas qual será a real diferença feita pelas contribuições dos rotarianos? Vemos os resultados de nosso trabalho quando, graças a um projeto rotário, uma criança tem água potável para beber, uma pessoa aprende a ler ou uma família tem renda de um pequeno negócio iniciado com microcrédito. Vemos os efeitos transformadores das experiências vividas por bolsistas e pelos integrantes de equipes de IGE em suas interações com pessoas do país de origem e anfitrião. Todo rotariano, toda contribuição, todo projeto e todo participante de programa fazem a diferença todos os anos. Por meio dos programas da Fundação, rotarianos fortalecem a compreensão entre as nações e pavimentam o caminho a ser trilhado pela paz. A Fundação Rotária é uma das mais respeitadas do mundo. Ao dar suporte contínuo a seus programas, nós, rotarianos, estamos confiantes de que o serviço que fazemos está sendo multiplicado muitas e muitas vezes, pelo bem da humanidade.

E

JONATHAN MAJIYAGBE Presidente do Conselho de Curadores da Fundação Rotária B RASIL R OTÁRIO 3 9


Cultura

Renata Coré

Para reverenciar a Pequena Notável

C

antora, atriz e dançarina, Carmen Miranda era uma vanguardista: foi a primeira mulher a se firmar no então predominantemente masculino cenário musical brasileiro. Foi também a primeira cantora de rádio a ter contrato assinado – numa época em que o comum era o pagamento de cachê por participação –, e construiu uma bemsucedida carreira internacional. A portuguesinha criada no Brasil, considerada um símbolo da América Latina, esteve em 14 filmes de Hollywood – além de

cinco nacionais –, chegou a ser a artista mais bem paga do cinema americano, e ganhou uma estrela na Calçada da Fama do Teatro Chinês de Los Angeles. Em seus 46 anos de vida, Carmen Miranda lançou moda e deixou clássicos tanto da música como do cinema. Se estivesse viva, este ano a artista completaria um século de existência. Para marcar a data, a gravadora Sony Music lançou o álbum duplo “100 Anos Carmen Miranda – Duetos e Outras Carmens”. O CD de duetos traz gravações da primeira fase da carreira discográfica de Carmen Miranda, na RCA, durante a década de 1930.

Nele estão encontros com Mário Reis, Lamartine Babo, Silvio Caldas, Francisco Alves, Carlos Galhardo, Patrício Teixeira, Castro Barbosa e Murilo Caldas. O segundo CD do álbum interliga artistas de diversas gerações e estilos da MPB, tendo como ponto comum a influência da Pequena Notável. Nele, há interpretações de Rita Lee, Gal Costa, Caetano Veloso, e Chico Buarque com Maria Bethânia, entre outros, além de gravações inéditas de Maria Alcina e Elza Soares.

livros

DIGA-ME COMO ESCREVES E TE DIREI QUEM ÉS I

A análise de nossa grafia em um simples texto pode revelar muito mais do que imaginamos sobre nossa personalidade e estado de espírito. É possível saber, por exemplo, se estamos tensos, ansiosos ou felizes; o que buscamos para nossa vida; e qual a velocidade do nosso pensamento. No entanto, até um mero resfriado modifica nossa maneira de escrever. Tais curiosidades e conhecimentos sobre a grafia estão no livro “Sua escrita, sua personalidade”, do grafólogo, escritor, consultor e espe-

4 0 MAIO DE 2009

cialista em linguagem não-verbal Paulo Sergio de Camargo. A obra reúne dados científicos, informações práticas e atualizadas sobre o ato e as consequências de escrever, ilustrações e análise de grafia, e dicas para quem está preocupado com a letra na redação do vestibular. Camargo também aborda a avaliação grafológica utilizada em processos seletivos e, em um capítulo especial, analisa assinaturas e autógrafos de personalidades e famosos, como o presidente dos EUA, Barack Obama, os ex-pilotos de Fórmula 1 Ayrton Senna e Michael Schumacher e o pintor Salvador Dalí. SUA ESCRITA, SUA PERSONALIDADE Paulo Sergio de Camargo Ágora


“Serrote”: nova revista

de ensaios e cultura

O

Instituto Moreira Salles (IMS), espaço cultural presente nas cidades do Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba e Porto Alegre, acaba de lançar uma nova publicação. Trata-se da “Serrote”, revista quadrimestral de ensaios e textos sobre cultura e ideias. A capa da edição de estreia é dedicada ao desenhista romeno Saul Steinberg, que por cerca de 60 anos deu identidade visual à revista “The New Yorker”. No interior do primeiro número, a publicação traz 20 desenhos inéditos do artista e três textos sobre ele. A edição destaca também uma carta inédita de Mário de Andrade para Otto Lara Resende, a respeito de seu encontro, em 1944, com a então nova geração de escritores mineiros; uma série de retratos que o fotógrafo francês radicado no Brasil Marcel Gautherot fez do artista José Pancetti, enquanto este pintava na Bahia; a primeira versão em português de 109 aforismos que Franz Kafka reviu à mão e organizou, mas não chegou a publicar em vida; um texto do historiador Robert Darnton, diretor da biblioteca da Universidade de Harvard, sobre o futuro das bibliotecas digitais; e dois ensaios clássicos sobre Henry Ford, o fordismo e o sonho americano, entre outros conteúdos. “Serrote” será vendida predominantemente em livrarias e também pela página do IMS na internet: http://ims.uol.com.br. Seus números sairão sempre nos meses de março, julho e novembro.

CARTAS APAIXONADAS DE SAINT-EXUPÉRY I

Durante seu último ano de vida, o escritor e aviador francês Antoine de SaintExupéry, criador do Pequeno Príncipe, viveu uma história de amor. O episódio foi tornado público em novembro de 2007, quando, por ocasião da venda de documentos do autor, foram encontradas as cartas em que Saint-Exupéry expressa sua paixão por uma jovem de 23 anos, casada e oficial da Cruz Vermelha, cuja identidade nunca foi descoberta. Apesar de nenhuma das missivas ter data precisa, é possível supor que, logo depois de redigir a última delas, o autor tenha realizado seu voo derradeiro, desaparecendo durante

uma missão no final da Segunda Guerra Mundial. As cartas de Saint-Exupéry para a jovem desconhecida, todas inéditas, compõem o livro “O amor do Pequeno Príncipe”. A correspondência é iniciada pelo próprio personagem, mas é encerrada pelo aviador. Saint-Exupéry assina as duas longas missivas que fecham o volume, com frases que parecem vir de alguém consciente de não dispor de muito tempo de vida: “Não há Pequeno Príncipe hoje, nem haverá nunca mais”, escreve. Ao longo das cartas, o famoso personagem está presente também por meio de ilustrações nunca antes divulgadas. O AMOR DO PEQUENO PRÍNCIPE CARTAS A UMA DESCONHECIDA Antoine de Saint-Exupéry Nova Fronteira

B RASIL R OTÁRIO 4 1


Interact & Rotaract

Aproveitando para apresentar o projeto Leitura na Escola, que conta com a ajuda do Rotary Club de Tupã e da Casa da Amizade, os integrantes do Interact Club de Tupã, SP (D.4510), doaram diversos livros infantis a uma creche da cidade.

O Rotaract Club de Aracaju-Norte, SE (D.4390), promoveu uma grande mobilização para levar ao Jardim Zoológico quase uma centena de crianças de uma comunidade carente da capital sergipana. A festa durou todo o dia e foi animada por brincadeiras e distribuição de lanches e presentes.

Numa semana bastante agitada, a garotada do Interact Club de Guaiçara, SP (D.4480), que aparece aí ao lado na foto, fez a fiscalização do patrimônio ambiental da cidade, plantando novas mudas de árvore e acompanhando o crescimento de outras. Os integrantes do clube também realizaram palestras nas escolas de Guaiçara, onde explicaram a alunos como funciona o Interact e quais são os objetivos do programa. A semana terminou com um mutirão de limpeza e conservação do Parquinho da Cohab, que teve os brinquedos recuperados e pintados, e com uma homenagem feita ao clube pela Câmara Municipal.

Fundado há menos de um ano, o Interact Club de São José do Rio PretoPalácio das Águas, SP (D.4480), já vem desenvolvendo projetos junto à comunidade, como a visita ao Asilo São Vicente de Paulo, onde foi organizado um bingo e servido um lanche. Além disso, os jovens conversaram com os vovôs e as vovós, ouviram muitas histórias e tiraram fotos.

4 2 MAIO DE 2009

O Rotaract Club de João Monlevade, MG (D.4520), doou agasalhos a internas da Colônia Santa Luzia de Marilac.

■ ■ ■

Realizada na cidade de Cruzeiro, em São Paulo, a 6a Conferência Distrital de Interact Clubs do distrito 4600 contou com a presença de jovens de Barra Mansa, Caçapava, Campos do Jordão e Aparecida, que aparecem na foto com o casal governador Antonio Sergio Ferri da Silva e Magda.


Todos os meses, os jovens do Interact Club de Andirá, PR (D.4710) fazem uma visita ao Lar dos Velhinhos. Em outro projeto, uma campanha realizada nas ruas da cidade no final de 2008, eles arrecadaram alimentos para as vítimas das chuvas em Santa Catarina.

No Carnaval passado, os integrantes do Rotaract Club de Tatuí, SP (D.4620), participaram de um evento coordenado pela Secretaria Municipal de Transportes e Turismo de Tatuí. Com uma barraca montada numa das principais praças da cidade, eles venderam sanduíches e bebidas aos foliões, arrecadando recursos para a realização dos projetos sociais do clube.

O Rotaract Club de Magé, RJ (D.4750), promoveu um bazar beneficente. Mais de 320 peças de roupa foram compradas por pessoas carentes pelo preço simbólico de R$ 1. As roupas que não foram vendidas seguiram para a Comunidade Jesus Menino, em Petrópolis, entidade filantrópica que as aproveitou em seu próprio bazar.

Participantes da 4a edição dos Jogos Abertos Distritais do Interact, realizados na cidade paranaense de Maringá com organização do Interact Club de Maringá e do Interact Club de Maringá-Gastão Vidigal. Além de interactianos de todo o distrito 4630, foi registrada a presença de jovens dos distritos 4310 e 4640. Juntos, eles fizeram um evento inesquecível de companheirismo e diversão.

A convite do Rotaract Club de Maringá, PR (D.4630), a culinarista Geisa Cristina Bruniera ofereceu uma aula às mulheres inscritas nas atividades do Núcleo Social Papa João XXIII.

A Rua de Lazer realizada pelo Interact Club de Araxá, MG (D.4770) em parceria com o Rotary Club de Araxá-Norte foi um sucesso. Ao longo de um sábado, numa praça do bairro Urciano Lemos, mais de 500 crianças carentes puderam se divertir com os brinquedos instalados no local e com as atividades recreativas conduzidas pelos organizadores.

Prático e gratuito O Sistema ClubEficaz, uma ferramenta 100% online que se propõe a tornar mais fácil a administração dos clubes e distritos rotários, está disponibilizando uma versão completa e totalmente gratuita para os Interact e Rotaract Clubs do Brasil. Acesse o site www.clubeficaz.com.br e saiba como.

B RASIL R OTÁRIO 4 3


O companheiro Darly de Oliveira, do RC de ManhumirimAlto Jequitibá, MG (D.4580), completou 50 anos de vida rotária.

José Baptista de Oliveira Júnior é associado do RC de Amparo, SP (D.4590), há mais de 53 anos. Oliveira Júnior foi presidente do clube quatro vezes e fundador do RC de Pedreira, SP (D.4590).

S G

e você tem 50 anos de Rotary ou mais, envie sua foto sozinho para a Brasil Rotário: E-mail: redacao@brasil-rotario.com.br Endereço postal: Avenida Rio Branco, 125 – 18o andar – Centro – Rio de Janeiro – CEP: 20040-006

Quantos Somos 

NO MUNDO

Rotarianos: 1.223.049; Clubes: 33.351; Distritos: 534; Países e regiões: 210; Rotaractianos: 169.855; Clubes: 7.385; Países: 164; Interactianos: 269.985; Clubes: 11.695; Países: 131; Núcleos Rotary de Desenvolvimento Comunitário: 6.436; Voluntários: 148.028; Países: 77; Número de rotarianas: 192.170.

4 4 MAIO DE 2009

 NO

O companheiro Julio Verne, do RC de Taquara, RS (D.4670), fez 52 anos de vida rotária.

BRASIL

Rotarianos: 52.274; Clubes: 2.300; Distritos: 38; Rotaractianos: 14.030; Clubes: 610; Interactianos: 15.893; Clubes: 691; Núcleos Rotary de Desenvolvimento Comunitário: 256; Voluntários: 5.888; Número de rotarianas: 9.719. Fonte: Escritório do Rotar y International no Brasil (dados de abril de 2009)


B RASIL R OTÁRIO 4 5


Amistoso reúne Operário e misto do Corinthians Rotarianos levam alunos de projeto para assistir à partida RC de Campo Grande-São Francisco, MS – Os 70 meninos participantes do projeto Esporte e Cidadania, um dos trabalhos mantidos pelo Núcleo Rotary de Desenvolvimento Comunitário Santa Mônica I e II, em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, ganharam um passeio especial. Levados pelos companheiros ao Estádio Morenão, eles assistiram à vitória do time local Operário no amistoso disputado com o misto do Corinthians. A equipe paulista foi formada por jogadores do masters e do juvenil, além de nomes da equipe principal, como Moraes e Cássio. Já o Operário foi defendido por Viola, Vampeta, Índio, Gilmar Fubá e Rincón, entre outros. Os dois gols da partida saíram no início do segundo tempo e foram marcados por Iran e Viola. Sob a coordenação do rotariano Antonio Elias das Neves Ferreira de Morais, além de outras pessoas, o projeto é mantido por meio de doações da comunidade, conta com o trabalho voluntário de uma fisioterapeuta, uma psicóloga e um monitor esportivo, e oferece refeições aos meninos três vezes por semana.

 AMISTOSO NO Estádio Morenão reuniu o Operário e time misto do Corinthians

D . 4470

 OS MENINOS do projeto Esporte e Cidadania registraram a visita ao Estádio Morenão

4 6 MAIO DE 2009

 VIOLA DEFENDEU o Operário e marcou o segundo gol na vitória do time local

 VAMPETA TAMBÉM jogou pela equipe de Campo Grande


D . 4310

D . 4390

RC de Saltinho, SP – Para divulgar o Rotary e as atividades da Fundação Rotária (FR), o clube ofereceu um jantar ao qual compareceram representantes de 21 empresas do município, além de Piracicaba, São Paulo e região (foto). O projeto, chamado de Quadro de Colaboradores da Fundação Rotária, incluiu a palestra Cidadania Viva – Mostremos o Caminho, proferida pelo EGD Newton Colenci. Os companheiros entregaram certificados de participação aos presentes e destinarão à FR o lucro obtido com o jantar. Em outras ocasiões, o clube prestou homenagem à profissional Maria Leonice Urbano; com o Senac de Piracicaba, ofereceu a 51 jovens do último ano do ensino médio as palestras Qual a Chave Para o Sucesso e Como Elaborar um Currículo, durante a Semana Vocacional; e, em parceria com o departamento de Saúde do município, organizou um curso de gestantes com entrega de kit no Grupo Bem Nascer.

RC de MaceióPonta Verde, AL – Em viagem de companheirismo, os associados visitaram o RC de Gravataí-Ulbra, RS (D.4670) (foto). Em outra ocasião, o clube ofereceu um curso ministrado pelo professor Carlos Conce, com o objetivo de motivar os companheiros a melhorar a frequência.

RC de Piracicaba-São Dimas, SP – O clube realiza um bingo quinzenal para os moradores do Lar dos Velhinhos. Este ano, pela terceira vez, os idosos solicitaram a realização do evento O Carnaval. Os companheiros atenderam o pedido e festejaram ao som de marchinhas com os vovôs e vovós.

RC de VitóriaJucutuquara, ES – Por ocasião do 35º aniversário de fundação de sua empresa, a Lucio’s Rolamentos e Importação, o companheiro João Francisco Lúcio doou R$ 5.000 para a Casa da Amizade local e a Fundação dos Rotarianos do Espírito Santo. Os cheques estavam acompanhados dos seguintes dizeres: “O sucesso alcançado nos faz agradecidos e, com alegria, lembramos daqueles que trabalham pelo bem do próximo. Que Deus nos abençoe”. Na foto, o rotariano está na companhia da mulher, Sônia, e do casal EGD Lezio Luz e Regina, esta última, presidente da Casa da Amizade local.

RC de AmericanaIntegração, SP – Realizou mais uma edição da Pizza Beneficente, evento que teve início no ano 2000. Com a ajuda de voluntários, os companheiros fabricaram e venderam 570 pizzas. A verba obtida com o trabalho será destinada ao Banco de Cadeiras de Rodas e Camas Hospitalares mantido pelo clube. Atualmente, o banco dispõe de 60 cadeiras e 15 camas.

D . 4410 RC de Guarapari, ES – Junto com o Programa Mesa Brasil do Sesc – que doou 800kg de alimentos – e a Pastoral – que pesou as crianças e ofereceu orientação nutricional –, entre outras parcerias, os companheiros organizaram um evento para os meninos e meninas dos bairros Lameirão e Concha D’Ostra. A iniciativa beneficiou a um total de 142 crianças de 69 famílias, que receberam lanches e presentes.

B RASIL R OTÁRIO 4 7


D . 4420

RC de São Vicente-Antônio Emmerich, SP – Com o Subsídio Equivalente da Fundação Rotária – e em parceria com os RCs de Crailsheim, Alemanha (D.1830), e Yokosuka, Japão (D.2780) –, os companheiros doaram contadores de células sanguíneas para o Hospital São José e para o Centro Regional de Oncologia Infantil (Croi). Na foto, o presidente Carlos Torci e o governador assistente Manoel Rosa fazem a entrega ao Croi, na presença de rotarianos e da presidente do Fundo Social de Solidariedade da cidade, Marcia Papa Garcia. O projeto totalizou R$ 76 mil. Em outra ocasião, o EGD Dirceu Vieira proferiu uma palestra no clube.

D . 4430 RC de São Paulo-Vila Carrão, SP – O Rotakids local realizou um bingo beneficente para ajudar crianças carentes da região e vítimas das enchentes em Santa Catarina.

RC de Rondonópolis-Rondon, MT – Toda a Família Rotária local se envolveu no projeto Consciência Ecológica, desenvolvido em duas etapas. Em um primeiro momento, os companheiros distribuíram mudas de árvores e cartilhas ecológicas para os moradores da vila do distrito de Fátima de São Lourenço e para os rancheiros. Dias depois, os rotarianos soltaram 40 mil alevinos de até 18cm no rio São Lourenço.

D . 4440

4 8 MAIO DE 2009

RC de Cubatão-Jardim Casqueiro, SP – O clube vem se dedicando a diversas ações e promoveu o Bar Rotário, que ofereceu churrasco, doces, bingo, música ao vivo, piscina, pula pula e cama elástica, entre outras diversões, nas dependências do Sesi local. Um total de 238 pessoas participou do evento, destinado a arrecadar verba para projetos do RC. Em outra ocasião, o clube presenteou as 97 crianças moradoras da Vila dos Pescadores, em Cubatão. Junto com a Associação Comercial e Industrial local e o jornal Acontece, enviou mais de seis toneladas em doações – incluindo mantimentos, roupas, cobertores e sapatos, entre outros – para as vítimas das enchentes em Santa Catarina. Em parceria com o Grupo de Apoio às Crianças (GAC), arrecadou alimentos não-perecíveis e distribuiu 100 cestas básicas a famílias cadastradas pelo grupo. Também organizou uma festa com distribuição de brinquedos para 38 crianças enfermas atendidas no Hospital Municipal Luiz de Camargo e, em outra oportunidade, pintou com temas infantis as portas dos quartos da pediatria do mesmo hospital. Por fim, doou 360 livros infantis e inaugurou a biblioteca Magia do Saber, na sede do GAC (foto).

Os RCs de São Paulo-Vila Medeiros e São PauloParque Novo Mundo, SP, realizaram uma edição do Projeto Rumo na Escola Municipal de Ensino Fundamental Enéas Carvalho de Aguiar. Profissionais das mais diversas áreas, como nutrição, hotelaria e turismo, informática, e estética, entre outras, falaram de suas experiências para os alunos, que receberam material informativo sobre as escolas técnicas locais e seus respectivos cursos, além de prêmios e brindes.

O governador assistente Hussein Nabih Daoud organizou, no município de Rondonópolis, MT, uma solenidade para comemorar o aniversário de 104 anos do RI. A celebração foi prestigiada por toda a Família Rotária da cidade, incluindo o governador 2009-10 Nelson Pereira Lopes. Os rotarianos hastearam a Bandeira Nacional e soltaram balões brancos, simbolizando a paz mundial.


D . 4470

D . 4490

RC de Rio Brilhante, MS – O clube ampliou seu Banco de Cadeiras de Rodas em 10 unidades, passando agora a contar com 35 cadeiras para emprestar à comunidade. Em outra ocasião, os companheiros homenagearam profissionais da imprensa local com certificados.

RC de TeresinaRio Poti, PI – Em parceria com o clube local, os companheiros entregaram cadeiras de rodas na cidade de Pedro II, naquele estado.

D . 4480

D . 4500

RC de Ibitinga, SP – Com o Subsídio Simplificado da Fundação Rotária, o clube doou material – teclado em braile para computador, apoio de leitura em madeira, réguas e calculadora sonora – para o projeto Vida Iluminada da Associação da Mulher Unimed de Ibitinga (Amui). O projeto em questão oferece assistência gratuita a deficientes visuais e tem como missão não transmitir uma imagem depreciativa da cegueira ou baixa visão. O objetivo é destacar o que o deficiente visual pode fazer, contribuindo assim para a construção de sua autoestima e colaborando com o processo de inclusão social.

RC do RecifeNovas Gerações, PE – Os companheiros organizaram confraternizações com entrega de presentes para as crianças da creche da Sociedade Cristã Assistencial da Várzea (Socrav) e para um grupo de meninos e meninas assistidos pela Pastoral da Saúde na comunidade de Timbó, em Abreu e Lima. O evento na creche da Socrav teve a parceria do RC do Recife-Caxangá, que forneceu o lanche e presenteou os mais de 30 adolescentes também participantes das atividades.

RC de São José do Rio Preto-Jardins, SP – Os intercambiados do clube participaram de um desfile na cidade. Em outra ocasião, junto com rotarianos e rotaractianos, arrecadaram brinquedos e guloseimas para as crianças do Rancho da Luz (foto).

RC de Barretos, SP – Com o Subsídio Equivalente da Fundação Rotária – e em parceria com o distrito 6060, nos EUA – os companheiros entregaram equipamentos para o Banco de Leite Materno da Santa Casa local. Em outra oportunidade, o clube fechou convênio com uma faculdade da região para beneficiar rotarianos e familiares com descontos.

B RASIL R OTÁRIO 4 9


D . 4500 RC de Garanhuns, PE – Com o apoio do clube, o companheiro Moysés Emery e a mulher dele, Flávia Cristina, ambos oftalmologistas, deslocaram uma unidade móvel da Clínica de Olhos Pernambuco, da qual são proprietários, até o Abrigo São Vicente de Paula, onde realizaram exames gratuitos em 50 idosas. Eles ainda doaram armações de óculos e lentes corretoras. A segunda etapa da ação prevê a realização de cirurgias nos casos em que elas se mostraram necessárias.

RC de Rancharia, SP – O clube paulista mantém o projeto Bom de Bola, Bom de Escola. Quem conheceu de perto a escolinha de futebol foi o casal governador Régis Jorge e Lívia.

D . 4510

RC de Ta r u mã, SP – Aproximadamente 1.000 pessoas saborearam as delícias da festa do porco no rolete realizada pelo clube. A renda do evento foi revertida para a Fundação Rotária e para a construção do Instituto de Saúde de Tarumã.

5 0 MAIO DE 2009

RC de Coronel Fabriciano-Norte, MG – Com a parceria do Sistema Fiemg, da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais, e por intermédio do Senai, o clube arrecadou 300 quilos de alimentos e roupas para as vítimas das enchentes em Santa Catarina.

D . 4520

RC de João Monlevade, MG – Numa campanha feita no final de 2008 em parceria com o Lyons e outros clubes da cidade, os companheiros arrecadaram mais de 300 quilos de alimento, doados como cestas básicas a famílias carentes da cidade.

D . 4530

RC de Anápolis-Oeste, GO – O clube construiu e mobiliou na Vila São Vicente de Anápolis a Unidade Básica de Saúde João Batista Ferreira de Mendonça, batizada assim em homenagem a um rotariano que ajudou a construir o bairro. Com aproximadamente 85 m2, o posto de saúde é fruto de um convênio com a prefeitura, e já está operando com todos os programas e atendimentos básicos de saúde. Em outro projeto, o clube alfabetizou sua primeira turma de alunos no Educação de Jovens e Adultos, programa que conta com a parceria da secretaria de Educação de Anápolis e do Sesi, entre outros.


D . 4540

D . 4550

RC de Pradópolis, SP – Este é o marco rotário do clube, inaugurado durante a visita oficial do governador Antônio Carlos Marchiori.

Uma doação de brinquedos a uma creche encerrou a reunião Interclubes realizada no final do ano passado pelos RCs de Salvador-Itapagipe e Brumado, da Bahia. O local do encontro foi a cidade histórica de Rio de Contas, na Chapada Diamantina.

D . 4560 RCs de Lavras e LavrasSul, MG – Com a ajuda do Rotaract, os dois clubes mineiros organizaram a 2a Corrida Rotary International, que abriu o Circuito Vale Verde de Corridas de Rua em 2009. A foto mostra a premiação a Leone Justino, Lenka Zalubilova e Delba Cristina Nunes, que foram, respectivamente, a primeira, a segunda e a terceira colocadas na categoria feminina. Os vencedores masculinos foram Ivamar de Oliveira, João Paulo de Sousa e Flávia Silva. Realizada em comemoração aos 104 anos do Rotary International, a corrida teve a participação de centenas de atletas da região.

RC de DivinópolisOeste, MG – A venda de rifas desta moto rendeu ao clube uma arrecadação de R$ 53.000,00. O valor foi inteiramente destinado às obras de reforma das casas da Vila Vicentina, um lar de idosos localizado no bairro de Niterói, em Divinópolis.

D . 4570 RC do Rio de Janeiro, RJ – Durante a visita oficial do governador distrital José Roberto Lebeis Pires, foi feita a entrega dos diplomas e medalhas aos alunos do Colégio Estadual Monteiro de Carvalho que participaram de um concurso de redação sobre a importância da água para a vida. A iniciativa foi feita pelo clube carioca com a parceria dos RCs do Rio de Janeiro-Glória, Rio de Janeiro-Tijuca, Rio de Janeiro-São Conrado e Copacabana. Também durante o almoço, dois alunos da Escola Municipal Celestino da Silva receberam o Prêmio Lindoval de Oliveira, uma homenagem ao companheiro do clube e editor da Brasil Rotário, falecido no ano passado.

RC do Rio de Janeiro-Barra da Tijuca, RJ – O Colégio Estadual Vicente Jannuzzi, onde estão matriculados 3.600 alunos, recebeu do clube uma doação de 180 livros, compreendendo títulos de diversas coleções.

B RASIL R OTÁRIO 5 1


D . 4570 RC do Rio de JaneiroParanapuã, RJ – Grupo de alunos do curso de alfabetização e trabalhos artesanais mantido pelo clube, que em seus 11 anos de história já realizou 11 projetos de Subsídios Equivalentes e dois projetos de Subsídios Simplificados. Entre os beneficiados, estão o Conselho Tutelar, o Posto de Saúde da Praia da Rosa e o Hospital Infantil Montagão Gesteira, da UFRJ.

D . 4580 RC de Juiz de ForaIndependência, MG – Criado há um ano, o sexto Rotary Club da cidade de Juiz de Fora (formado por 31 associados que se reúnem às terças-feiras durante o café da manhã) inicia suas atividades em benefício da comunidade com a campanha Maternidade Viva Vida. Organizada em apoio ao Hospital João Penido, a iniciativa tem o objetivo de oferecer cuidados, atenção e informações às gestantes. A foto mostra o primeiro presidente do clube, João Matos Neto, e o secretário José Maria Braz Pereira entregando o folder da campanha à assistente social responsável pela concepção do projeto.

D . 4590 RC de Pirassununga, SP – Promoveu um almoço que teve no cardápio um saboroso porco no rolete. O evento aconteceu nas dependências do 13º Regimento de Cavalaria Mecanizado e contou com a adesão de cerca de 200 pessoas. Grande parte da renda foi destinada à Fundação Rotária. A outra parte foi doada à Pastoral da Criança da cidade.

RC de Águas de Lindóia, SP – Inaugurou uma brinquedoteca no Hospital Doutor Francisco Tozzi (foto), projeto desenvolvido em conjunto com a Casa da Amizade e financiado por meio de um Subsídio Distrital Simplificado. No mês de fevereiro, o clube também homenageou a campeã regional e nacional de caratê Samantha Pereira pela passagem do Dia do Atleta Profissional e o diretor municipal da secretaria de Esportes, Antonio Henrique Corsi, em comemoração ao Dia do Esporte e do Esportista.

D . 4600 RC de Barra MansaSul, RJ – Em parceria com o Rotaract Club de Barra Mansa, realizou seu 1º Baile Beneficente na Casa do Rotariano de Barra Mansa. O objetivo do evento foi arrecadar fundos para a compra de uniformes para uma creche da cidade. Durante sua visita oficial ao clube, o governador distrital Antonio Sergio Ferri da Silva (ao centro) ajudou a fazer a entrega dos uniformes.

5 2 MAIO DE 2009

RC de São Luiz do Paraitinga, SP – Esta é a foto da formatura do curso básico de garçons organizado pelo clube com o apoio do comércio local. O projeto teve o objetivo de capacitar os garçons de São Luiz do Paraitinga, cidade que se tornou estância turística em 2002, e contou com a colaboração de Jorge Souza, professor do Senac.


D . 4610 Antero Branco, presidente da Associação de Deficientes de Itapevi, no momento da doação de cinco cadeiras de rodas à entidade feita pelos presidentes dos RCs de Itapevi e de São Paulo-Lapa, Luiz Carlos Delgado de Aguiar e Luis Suman. Os RCs de São Paulo-Butantã e Barueri-Alphaville, SP, vêm realizando uma série de belos trabalhos em parceria com a rotariana e psicóloga Ana Zampieri, associada do clube paulistano. No final do ano passado, eles conseguiram reunir uma plateia de mais de 450 pessoas no Centro de Convenções de Barueri para um evento em que foram abordados assuntos como educação preventiva contra a Aids, a gravidez precoce e o abuso sexual. Participaram do evento adolescentes com idades entre 13 e 18 anos, pais e professores (foto). Este trabalho foi mais uma etapa do projeto Prevenir é Poder, desenvolvido pelo RCSP-Butantã. Em janeiro, a parceria voltou a produzir frutos: numa viagem de uma semana a Santa Catarina – feita com o apoio da FAB, do Sesi Blumenau e do RC de Blumenau-Norte – Ana Zampieri e um grupo de voluntárias realizaram junto às vítimas das enchentes no estado um trabalho de atendimento psicológico voltado a traumas pós-desastre. O grupo realizou mais de 900 atendimentos.

D . 4630 RC de Umuarama, SP – Em parceria com os outros três Rotary Clubs da cidade, promoveu a 9a edição da Festa do Frango na Telha, um evento já tradicional na região, e que desta vez reuniu mais de 6.000 pessoas. A renda gerada beneficiou 13 grandes entidades filantrópicas de Umuarama. Outros dois projetos recentes do clube paranaense também se destacam: o lançamento da coleção “Vire a Página”, com livros de autoajuda voltados a crianças pacientes de câncer; e um baile que teve o resultado financeiro destinado à criação do banco de cadeiras de rodas do clube e a compra de equipamentos para a montagem de um consultório ginecológico na Casa de Apoio Vita Vitória.

D . 4620

RC de AvaréJurumirim, SP – Para comemorar o Dia do Rotary e do Rotariano, em 23 fevereiro, o clube realizou sua reunião semanal no Plenário da Câmara Municipal de Avaré, aberta ao público, que pôde conhecer todo o roteiro de uma reunião de um Rotary Club, além de assistir a uma palestra da enfermeira Sueli Manzini (foto) sobre doação de órgãos, tema que tem sido o foco de um projeto de conscientização do clube paulista há quase um ano. Sueli é a responsável pela Comissão Intra-hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante da Santa Casa de Misericórdia de Avaré. A reunião foi transmitida ao vivo por uma emissora de rádio e outra de TV da região. Em outra ação, os companheiros arrecadaram mais de 80 sacas de milho verde, usadas durante a Festa do Milho Verde, em março. A renda obtida está sendo empregada na reforma do altar e do salão de uma capela da cidade. RC de Itaí, SP – Coleta de sangue realizada pelo clube em parceria com o Banco de Sangue do Hospital Amaral Carvalho, da cidade de Jaú, mas que também presta atendimento à população itaiense. Em outra ação, o 5o Mutirão da Cidadania, o clube ofereceu atendimentos gratuitos a mais de 800 pessoas, incluindo testes de glicemia e acuidade visual, higienização bucal e retirada de documentos.

RC de OurinhosIntegração, SP – Com apoio dos empresários do município, os companheiros realizaram uma festa para as crianças na chácara da Associação Forense Esporte e Lazer. O clube também participou do mutirão nacional de apoio às vítimas das chuvas em Santa Catarina arrecadando várias caixas de leite.

B RASIL R OTÁRIO 5 3


D . 4630 RC de Moreira Salles, PR – Homenageou alguns dos doadores de sangue da cidade. São esses voluntários que mantêm o Banco de Sangue de Goioerê, cujo coordenador é o médico Adilson Corpa. Na mesma ocasião, o clube premiou os três alunos que mais leram na cidade. Na categoria dos participantes da 5ª e 6ª séries, a vencedora foi a aluna Ana Maria Soares Zokoski, que leu 100 livros.

D . 4640

RC de Foz do IguaçuM’Boicy, PR – Realizou a 6ª edição do Leitão Light. A renda foi revertida para o Banco de Colchões D’Água e para o Projeto Trenzinho do Saber, que atende creches e escolas públicas do município.

D . 4650 RC de Rio do Sul-Centenário, PR – Graças a um projeto de Subsídio Equivalente da Fundação Rotária no valor de R$ 39.220,00, adquiriu 20 camas hospitalares com colchões, 20 bandejas de alimentação, 15 bacias higiênicas e um oxímetro para o Hospital Samária. Os parceiros na empreitada foram os RCs de Memorial-Spring Branch, Spacer Center, Galleria Area e Pasadena, todos no Texas, EUA (D.5890). RC de Jaraguá do Sul, SC – Possibilitou a reforma e a ampliação do Hospital e Maternidade São José, além da aquisição de mesa cirúrgica, sistema para anestesia e instrumentos cirúrgicos. O hospital atende a uma região com cerca de 230.000 habitantes. A iniciativa foi possível por conta de um projeto de Subsídio Equivalente no valor de R$ 134.606,77, e que contou com a parceria de cinco clubes canadenses (os RCs de Kitchener-Westmount, Mississauga, Burlington Lakeshore, Waterloo e KitchenerGrand River) e do distrito 7080, do Canadá. Na foto, o presidente do clube, Carl Heinz Muller, e o EGD Waldemar Behling.

D . 4651 RC de Ivaiporã, PR – Doou dez cadeiras de rodas ao Asilo Santo Antonio. Na foto, o presidente do clube, Paulo Machado da Silva, e as diretoras da instituição.

5 4 MAIO DE 2009

RC de Itapema, SC – Doou aproxidamente 4.000 brinquedos para as crianças da comunidade e para os RCs de Itajaí, Gaspar e Navegantes (estes dois do D.4650). Tanto o clube de Itapema quanto a Casa da Amizade local receberam tênis novos, que foram distribuídos às crianças das famílias atingidas pelas enchentes no estado em 2008.


D . 4660 RC de Frederico Westphalen, RS – Mobilizou-se para a campanha Ajude Santa Catarina, contando com o apoio da distribuidora local do jornal Zero Hora e de instituições da cidade. Houve arrecadação e distribuição de roupas, alimentos e remédios.

RC de Catuípe, RS – Entregou uma brinquedoteca para a Escola Municipal Ulisses Salazar. Na foto, à esquerda, o presidente do clube, Renato Lutz, por ocasião da entrega.

RC de Ijuí, RS – Por conta do projeto Leia Para Mim, já distribuiu mais de 250 kits para as mães dos bebês nascidos em um dos três hospitais de Ijuí. O kit consiste em livro infantil, folheto explicativo para desenvolver o gosto pela leitura, cartão de felicitações e camiseta de divulgação do projeto. Na foto, ao lado de uma mãe, companheiros do clube, inclusive o presidente Paulo Girardi.

D . 4670 RC de Campo Bom, RS – Participou da festa para a escolha da Garota e do Garoto Apae. Em Campo Bom, a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) foi fundada há quinze anos por iniciativa de rotarianos. Na foto, Leonardo de Oliveira, professor da entidade, coordenador do evento e rotaractiano; Francieli Machado Kuchet, Garota Apae 2008; Gabriele Rosa dos Santos, Garota Simpatia; e Nauã Daniel Caloni da Silva, Broto Masculino. RC de Gramado, RS – Promoveu jantar-baile pelos 50 anos de sua existência. A data foi comemorada na Sociedade Recreio Gramadense, e homenageou seus sócios fundadores (ou familiares), que receberam medalha e certificado (foto). O prefeito de Gramado, Nestor Tissot, fez entrega de placa alusiva ao cinquentenário. O governador do distrito, Eliseu Gonçalves da Silva, também homenageou o clube. Dentre as 200 pessoas que compareceram ao jantar, ex-governadores e autoridades municipais.

D . 4680 RC de Santa Cruz do Sul-Avenida, RS – Participou da organização do 1º Rodeio Beneficente, cuja renda foi revertida na construção da Casa Suporte do Hospital Ana Nery. A casa será um albergue para pacientes com câncer e beneficiará 25 municípios do Vale do Taquari e do Vale do Rio Pardo.

B RASIL R OTÁRIO 5 5


D . 4680

D . 4700

RC de Santa Cruz do Sul, RS – Entregou cheque no valor de R$ 42.330,00 à Associação de Amparo à Terceira Idade (AATI). Isso foi possível graças a um projeto de Subsídios Equivalentes da Fundação Rotária, em parceria com o RC de Ragusa, Itália (D.2110). Em outra oportunidade, o clube trouxe alegria para os alunos da Escola Municipal de Educação Infantil Vovô Albino, distribuindo presentes, além de roupas e alimentos. O clube também teve a iniciativa de homenagear a Brigada Militar do Rio Grande do Sul (foto).

RC de Marau, RS – Fez a coleta do lixo depositado nas margens da rodovia RS 324. A ação contou com a ajuda do Grupo de Trilheiros G8 e do Jipe Clube Marau. A falta de consciência de muitos usuários da perimetral foi evidenciada pelo volume de dejetos recolhidos: dois caminhões. O clube deixa o alerta para que não se jogue lixo e não se crie depósitos clandestinos de lixo nas estradas.

D . 4720 RC de Marabá, PA – Foi responsável por diversas iniciativas, tais como: doação de enxovais para recémnascidos do Hospital Municipal de Marabá; doação de cadeiras de rodas; parceria com o Serviço Social da Indústria (Sesi) de Marabá – instituição esta que busca melhorar a qualidade de vida dos trabalhadores das indústrias; doação de cestas básicas para portadores de hanseníase (foto); arrecadação de fundos na Exposição Agropecuária de Marabá; show de humor de Alex Nogueira. Por fim, o clube realizou o 3º Torneio Intermunicipal de Truco, com direito a moto zero-quilômentro para o primeiro prêmio, televisor para o segundo e celulares para o terceiro.

RC de Manaus, AM – Recebeu João Rotta, vicepresidente do Delta Bank, instituição bancária sediada em Nova York, para palestra sobre a situação econômica dos EUA e do Brasil (foto). Também estiveram presentes os diretores do Delta Paulo Macelarro e Manuel Lucena.

5 6 MAIO DE 2009

D . 4730 O distrito comemorou o Dia Internacional da Mulher reunindo 115 rotarianas, rotarianos e convidados em festiva na Fundação da Unidade Rotária de Curitiba. Na ocasião, foi homenageada Flora Munhoz da Rocha Neto, ex-primeira dama do estado e escritora da Academia Paranaense de Letras, que recebeu o título de associada honorária do RC de Curitiba-Bom Retiro, PR. Na foto, o governador indicado 2009-10 do distrito, Alcino Tigrinho, e sua mulher, Luiza Helena; Elisionete Cajazeira, presidente do RC de Curitiba-Ópera do Arame; Lourdes Persicotti, presidente do RC de Curitiba-Bom Retiro; e a agora companheira Flora Munhoz.

D . 4750 RC de Campos, RJ – Desenvolve com a Sociedade de Apoio à Criança e ao Idoso (Saci) o projeto Transformando Lixo em Doações, que consiste na preservação ambiental por meio da reciclagem de materiais. A Saci, fundada pelo companheiro José Antonio Ferreira, atende 2000 famílias cadastradas em 28 instituições locais. Recentemente, o clube entregou cestas de alimentos a várias dessas instituições, cujos representantes aparecem na foto com o presidente do clube, Silvino Amorim Neto, companheiros e Zacarias Albuquerque, secretário municipal de Serviços Públicos da cidade. Silvino Amorim também informa que os clubes de Campos arrecadaram alimentos e material de limpeza para os desabrigados pela enchente que assolou a região no final do ano passado.


D . 4750 O drama de uma menina de sete anos com lábio leporino e fenda palatal comoveu o casal governador do distrito, Marcio Pereira Ribeiro e Marlene, e diversos rotarianos que estiveram em uma comunidade rural de São Pedro da Aldeia, no estado do Rio de Janeiro. Os apoios do RC de São Pedro da Aldeia, do casal governador e do RC de Cabo Frio foram decisivos para a busca de uma correção para a deformidade. As primeiras cirurgias foram realizadas no Hospital Santa Cruz, em Niterói. Posteriormente, por intermédio do companheiro Rosaclerio Longo, a paciente foi encaminhada ao Hospital do Fundão, na Universidade Federal do Rio de Janeiro, onde as intervenções finais ocorreram. Hoje, a menina está recuperada (foto).

D . 4770

RC de Coromandel, MG – Inaugurou marco rotário na presença do casal governador do distrito, Antonio José de Oliveira e Wilce, que é coordenadora distrital das Casas da Amizade.

RC de Araxá-Norte, MG – Realizou o tradicional Baile de Destaques no Girassol Clube de Campo. Foram homenageados 29 profissionais liberais de diversos segmentos. O casal governador do distrito, Antonio José de Oliveira e Wilce, estava entre os convidados ao evento.

D . 4760 RC de Campos Altos, MG – Para conscientizar a população e auxiliar o Hospital Hélio Angotti, de Uberaba, promoveu palestras sobre o câncer. Os companheiros aproveitaram a oportunidade para arrecadar alimentos para o hospital. E, a fim de integrar diversas categoriais profissionais ao meio rotário, o clube tem concedido diplomas de mérito a pessoas de destaque em sua profissão. Na foto, João Sidney de Souza Filho, EGD do distrito; Leônidas Macedo Filho, primeiro presidente do clube; Massar Hori – um dos fundadores do clube, ele é médico e aparece aqui na homenagem à sua profissão –; Iroito de Oliveira Filho, ex-presidente; o rotariano José Augusto Assunção; e Rogério Parra, atual presidente do clube. RC de Patos de Minas-Guaratinga, MG – Está à frente do projeto Banco de Óculos, cujos recursos vêm, principalmente, do Forrotary, e beneficia crianças e estudantes da rede pública de Patos de Minas. Um exemplo é o que ocorreu na Escola Estadual Jucu Andu: 16 crianças com suspeita de deficiência visual foram encaminhadas a consultas e cinco delas receberam óculos – na foto, à esquerda, o presidente Luís Antônio Moreira e os alunos beneficiados. Algumas outras ações do clube: doação de dinheiro para a construção da Apae do município de Tiros; doação de R$ 3.000,00 para a Sociedade de São Vicente de Paulo, organização católica de auxílio a pessoas carentes; e festa para as crianças da comunidade, com direito a lanches e brinquedos. Além disso, o clube entregou títulos de reconhecimento a companheiros empresários que têm apoiado ativamente as ações do clube.

RC de Montes Claros-Sul, MG – Inaugurou a ampliação da Casa da Terceira Idade Santa Ana, instituição que acolhe senhoras e é auxiliada pelo clube desde 2007.

B RASIL R OTÁRIO 5 7


RC de Nova Ponte, MG – Plantou 100 mudas de árvores frutíferas em área do Clube Social Urbano, em Nova Ponte. A iniciativa contou com a participação do Rotaract e do Interact locais.

D . 4770

RC de BagéCampanha, RS – Por meio da concessão de bolsas para cursos preparatórios, o clube possibilitou o ingresso do jovem Evandro Bonneau Martins – na foto, ao lado do companheiro José Antônio Marques – na Escola Preparatória de Cadetes do Exército, em Campinas, São Paulo, e de três outros na Academia Militar das Agulhas Negras, em Resende, Rio de Janeiro. Além desses, vários bolsistas foram aprovados para a Escola de Sargento das Armas, em Três Corações, Minas Gerais.

D . 4780

RC de Bagé-Sul, RS – Vem entregando lixeiras especiais para as escolas da cidade (foto), em consonância com o seu programa de incentivo à coleta seletiva de lixo. E com o RC de Bagé-Pampa realizou o Terceiro Almoço Peixes do Pampa. O evento beneficente reuniu mais de 200 pessoas e contou com a presença da governadora do distrito, Dóris Sá de Moraes Vaz.

Como enviar material para a Brasil Rotário ara que os companheiros de todo o país coPnheçam os projetos que seu clube vem realizando, é importante que as notícias cheguem à redação contendo as seguintes informações: ● o nome completo e o distrito de seu clube ● a data e local em que foram realizadas as ações ● um breve relato sobre o projeto, explicando sua importância e o alcance dele junto à comunidade ● os nomes dos parceiros, no Brasil e no exterior ● e os nomes e sobrenomes de todos os que aparecerem nas fotos com até seis pessoas, relacionados a partir da esquerda. FOTOS: as imagens digitais precisam ter pelo menos 300 DPI de resolução e 9 cm de largura. Na dúvida, selecione a opção alta resolução de sua câmera. Se o envio for feito por e-mail, pedimos que o tamanho dos anexos não supere 1 MB. A publicação é gratuita. Basta apenas que o assunto se encaixe em nosso perfil editorial e que seu clube esteja em dia com a assinatura da revista. A Brasil Rotário não publica posses ou outros fatos que possam obter o merecido destaque nos boletins de seu clube. MUITO IMPORTANTE: informe também um telefone de contato (com o código de DDD) para que possamos falar com você no caso de qualquer dúvida. Anote os nossos endereços Avenida Rio Branco, 125 – 18o andar Rio de Janeiro, RJ CEP: 20040-006 e-mail: redacao@brasil-rotario.com.br O telefone da redação é (21) 2506-5600. Estamos esperando para ver seu clube na revista!

D . 4480

RC de Colina, SP – Pelo centenário da imigração japonesa no Brasil, prestou homenagem à família Ivamotto. O rotariano Shimidt Ivamotto foi um dos fundadores do clube e teve 55 anos de vida rotária. Além disso, a família Ivamotto participou ativamente da história da cidade de Colina.

em Francisco Beltrão o Rotary tem mais de R$ 1,4 milhão aplicado em projetos de subsídios.” A parceria ainda permitiu a aquisição de 800 livros e três computadores para a Biblioteca Paul Harris, do bairro de Pinheirinho, e sete computadores para o Rotary Kids local.

RC de Francisco Beltrão, PR – Por meio da parceria com os RCs de LemgoSternberg e o distrito 1900, ambos na Alemanha, doou 25 computadores para a Escola Oficina Adelíria Meurer. O EGD Névio Urio explicou: “Somente

RC de Alvorada, RS – Organizou, em parceria com a Paróquia Santo Antônio de Alvorada, festa para mais de 800 crianças carentes. Elas ganharam brinquedos, e todos as famílias participantes receberam lanches. Uma bicicleta foi sorteada.

D . 4640

5 8 MAIO DE 2009

D . 4670


Senhoras em Ação

Com o slogan “Quem pode colabora. Quem precisa agradece”, a Casa da Amizade de Nova Alvorada do Sul, MS (D.4470), promoveu o seu tradicional chá beneficente, em prol da campanha do agasalho 2009. Cerca de 300 pessoas estiveram presentes e puderam participar de bingo beneficente e sorteio de brindes, além de assistir a uma homenagem pelo Dia Internacional da Mulher. O poder público municipal e a sociedade colaboraram com o evento, que também recebeu assistência dos companheiros do clube local. Em outra oportunidade, por ocasião da passagem do 8 de março, a Casa da Amizade foi homenageada pela prefeitura municipal e pela coordenadoria municipal de Políticas Públicas para a Mulher.

Para comemorar o Dia Internacional da Mulher, as integrantes da Associação das Senhoras de Rotarianos de São Miguel do Iguaçu, PR (D.4640), realizaram na Casa da Amizade o seu tradicional jantar somente para mulheres (foto). O evento é promovido há mais de 15 anos e, desta vez, homenageou a empresária Lucia Minetto Cavalca, a dona de casa Maria Borges Maggi e a religiosa Lourdes Adanila Vogel. Também para comemorar o 8 de março, foi servido um almoço na Casa da Amizade. O evento contou com a participação dos companheiros do clube local e teve ainda o objetivo de obter recursos para melhorar a sede da associação das senhoras.

As integrantes da Casa da Amizade de Sobradinho, DF (D.4530), levaram lençóis para a Casa do Candango-Asilo São José. A doação foi possibilitada pela 17ª Tarde de Amizade, organizada pelas senhoras.

A Associação das Senhoras de Rotarianos de Agudo, RS (D.4660), assumiu a realização do Projeto Leia Para Mim, proposto por Geisa Vianna, mulher do governador Mario César Portinho Vianna. As integrantes entregaram 30 kits de incentivo à leitura na Associação Hospital de Agudo e no posto de saúde do município. Os kits são compostos de camiseta com o nome do projeto e o símbolo do Rotary, livro de histórias infantis, adesivos e folheto sobre as fases de crescimento da criança, em que é salientada a importância da leitura.

A Casa da Amizade de Paranaguá, PR (D.4730), iniciou o terceiro ano do projeto Oficinas de Culinária com o curso de chocolates para Páscoa.

B RASIL R OTÁRIO 5 9


Novos Companheiros Paul Harris

O que significa essa distinção? Uma pessoa, rotariana ou não, que contribui com o valor de US$ 1.000 à Fundação Rotária, ou em cujo nome é feita tal contribuição, recebe um título de Companheiro Paul Harris (com certificado, medalha e distintivo). Outras contribuições que qualificam ao reconhecimento são as feitas ao Fundo Anual para Programas, aos programa Polio Plus e Parceiros Polio Plus, à Associação Brasileira da The Rotary Foundation, além de contribuição a um Subsídio Humanitário.

Safiras, rubis e cristais O Companheiro Paul Harris que faz contribuições adicionais, ou em cujo nome elas são feitas, de US$ 1.000 à Fundação Rotária, recebe safiras, rubis e cristais, de acordo com o nível da doação.

D . 4310

D . 4470

RC de Piracicaba-São Dimas, SP

RC de Naviraí, MS

 

Antonio Eugenio Annunciato Celina Pacheco Carvalho  Thiago Franco



D . 4410

RC de Ibitinga, SP

RC de Vitória-Praia Comprida, ES 

José Márcio Soares de Barros

D . 4420

William Mattos Santussi

D . 4480 Bernardino Celso dos Santos, com uma safira Conrado Quintero Nero  Elston Vergaças Trofino  Roberto Itao, com uma safira  

D . 4500

RC de São Vicente, SP 

RC de Esperança, PB

  



Cláudia Regina Bahdur Schlithler Maria da Conceição Reis Figueiredo Maria Inez Alves Ramos Natair Napoleão Ferreira  Vitor de Jesus Figueiredo, com uma segunda safira  Will Alessandro Servinsckins de Oliveira

Renata Sanches D’Elia e Henrique D’Elia Sena, respectivamente filha e neto do EGD Ronald D’Elia.

RC de São Paulo-São Mateus, SP 

Janilson das Neves Pinheiro, primeiro presidente do clube

D . 4470 RC de Araçatuba-Oeste e RC de Araçatuba-Cruzeiro do Sul, SP 

O casal Gener Silva e Rosa de Lima Bannwart Silva, com o cristal Major Donors

6 0 MAIO DE 2009

D . 4510 RC de Pederneiras, SP Agnaldo Rosisca Angelita Aparecida Alves Pereira Conte  Diógenes Deodato Moya Cezarino  Dione Sandro Pinto da Silva  Emil Aparecido Stancari  Jayme Cestari Junior  José Augusto Stábile  Luzia Cecília Acosta Boso, presidente da Casa da Amizade local  Luzia Zimmerman Camargo Lima  Valentim Botari  

D . 4430 

Leni Rafael Peixoto

RC de Garça Azul, SP 

Vera de Souza Neubern Mafud

RC de Marília de Dirceu, SP 

Mauro Barboza

MILHÕES DE CRIANÇAS AGUARDAM SUA DOAÇÃO À FR


Novos Companheiros Paul Harris D . 4510

D . 4630

RC de Marília-Pioneiro, SP

RC de Maringá-Novo Centro, PR



Hildebrando Paulino de Moraes

D . 4560 RC de Lavras-Sul, MG    

Marcio Flavio Alvarenga Marino Couto Moraes, com uma safira Paulo de Souza, com uma safira Virgilio Bandeira

Fábio Obu, com a primeira safira Isabel Cristina Puppin  Paulo Rogério Bragatto Battiston, com a primeira safira  

D . 4651 RC de Tubarão-Luz, SC Maria Aparecida Alves Capestrano, com uma safira  Silvana Zardo Francisco 

D . 4590

D . 4660

RC de Amparo, SP

RC de Cruz Alta, RS

Paulo de Tarso Fernandes Saragiotto, ex-presidente do clube  Rogério de Campos Bueno, ex-presidente do clube

 



D . 4600 RC de Cruzeiro-Mantiqueira, SP 

Célio Camargo

RC de Volta Redonda, RJ 

Lúcio Oliveira Magalhães

D . 4610 RC de Osasco, SP Abelardo Bastazini Florisvaldo Grégio  Joci Carla Gallafrio  Marcelo Travain  Marco Finco  Murat Kirejjian Filho  Samir Haddad  

D . 4620 RC de Sorocaba-Esplanada, SP  

Harrison Soares Ferreira Miriam Nascimento

Ariberto Reinheimer Jovenir Trindade de Oliveira, governador assistente

D . 4670 RC de Canela, RS 

Larri Bertuol

D . 4700 RC de Passo Fundo, RS  

Anilio Remor, com uma safira Lucia Henke

D . 4710 RC de Arapongas, PR 

Maurílio Valério

D . 4720 RC de Belém-Sul, PA 

Ana Júlia Carepa, governadora do estado do Pará

D . 4730 RC de Curitiba-Bom Retiro, PR Denise Schmidlin Cruz Gustavo Paiva Iamin Marcelo Guancino Persicotti

D . 4630

  

RC de Bom Sucesso, PR

RC de Curitiba-Champagnat, PR



Francisco Bento de Araújo



Jendro Fileti

FAÇA SUA DOAÇÃO PARA A ERRADIC AÇÃO DA PÓLIO

B RASIL R OTÁRIO 6 1


Novos Companheiros Paul Harris

D . 4730

D . 4770

RC de Curitiba-Mercês, PR

RC de Uberlândia-Cidade Jardim, MG



Ingrid Fröba



Maria Izaura Sottomaior Cury



Maria José Sidney Gamballe, presidente do clube



Diógenes de Sousa Ferreira

D . 4780 RC de Bagé-Rainha da Fronteira, RS 

Lindonor Peruzzo

Novos clubes, novos amigos A Brasil Rotário inaugura aqui uma nova coluna para dar as boas-vindas aos Rotary Clubs recentemente fundados. Também é a oportunidade de saudarmos novos amigos, que certamente terão muito a contribuir com o universo rotário. Já o clube padrinho é aquele que assume a responsabilidade de ajudar a organizar um novo Rotary Club – tendo à frente um representante especial do governador do distrito – e a orientá-lo durante o seu período inicial como membro do Rotary International. 

RC de Pouso Alegre-Novos Horizontes, MG (D.4560)

Admissão: 08/09/2008 Clube padrinho: RC de Ouro Fino, MG (D.4560) 

RC de São Paulo-Sapopemba, SP (D.4430) 

Admissão: 03/10/2008 Clube padrinho: RC de São Paulo-São Mateus, SP (D.4430)

Admissão: 05/12/2008 Clube padrinho: RC de Rondonópolis-Leste, MG (D.4440) 

RC de Cruz Alta-Ana Terra, RS (D.4660)

Admissão: 09/12/2008 Clube padrinho: RC de Cruz Alta, RS (D.4660) 

RC de Arapongas-Amanhecer, PR (D.4710)

Admissão: 20/03/2009 Clube padrinho: RC de Arapongas-Beija Flor, PR (D.4660)

RC de Praia Grande-Pedro Taques, SP (D.4420)

Admissão: 17/11/2008 Clube padrinho: RC de Praia Grande-Forte de Itaipu, SP (D.4420) 

RC de Rondonópolis-Distrito de Vila Operária, MG (D.4440)

RC de Joinville-Manchester, SC (D.4650)

Admissão: 24/09/2008







RC de Santo Ângelo-Cruz de Lorena, RS (D.4660)

Admissão: 25/03/2009 Clube padrinho: RC de Santo Ângelo, RS (D.4660)

RC de São Sebastião do Caí-Renascer, RS (D.4670)

Admissão: 21/11/2008 Clubes padrinhos: RCs de Montenegro e Montenegro-Centenário, RS (D.4670) 6 2 MAIO DE 2009



RC de São Paulo-Parque do Ibirapuera, SP (D.4420)

Admissão: 25/03/2009 Clube padrinho: RC de São Paulo-Sudeste, SP (D.4420)


Aconteceu na Brasil Rotário...

...em maio de 1948

Luiz Renato D. Coutinho

Em 14 de maio de 1948 é criado o Estado de Israel. No mesmo mês, na África do Sul, Daniel François Malan ganha as eleições e, como primeiro ministro até 1954, estabelece as bases para o apartheid. No Brasil, o presidente é o Marechal Eurico Gaspar Dutra. Também nesse ano: decidida a abraçar a vida artística, Ângela Maria deixa família, emprego e torna-se crooner no Dancing Avenida, no Rio de Janeiro.  Na capa, o mapa do Brasil se sobrepõe a uma foto do Teatro Municipal do Rio de Janeiro. Na contracapa, uma poesia de Henry Wadsworth Longfellow conclama o leitor a acreditar e trabalhar pelo futuro, e a esquecer o passado. Longfellow (1807-1882) foi um poeta norte-americano amigo de dom Pedro 2º. O detalhe sobre o poema e o texto de boas-vindas da página 2 é que eles estão em inglês. O que se segue é toda uma edição bilíngue (em português e inglês). O feito, até hoje inédito, tinha um motivo. Em maio daquele ano, ocorria, no Rio de Janeiro, a 39ª Convenção Internacional do Rotary; a primeira no Brasil. A previsão era de a cidade receber cerca de 10 mil rotarianos.  J. M. Fernandes, ex-governador do então distrito 27, exulta com a convenção de 48. Ele, na qualidade de presidente da comissão executiva do clube anfitrião, o RC do Rio de Janeiro, explica no artigo Um velho sonho realizado: “É especialmente grato atingir o cume de um esforço que começou em 1930, para trazer os rotarianos do mundo ao Rio de Janeiro para uma convenção internacional.”  Havia menos de três anos, a humanidade saía do seu maior conflito bélico: a 2ª Guerra Mundial (1939-1945). Presidente 1940-41 do RI, Armando de Arruda Pereira, primeiro brasileiro a obter esta distinção, comenta: “Um rotariano disse a outro, em carta, referindo-se ao filho que voltara da guerra: ‘Muita coisa devia ser esquecida, mas isso não é possível’. É obrigação, entretanto, de todos, evitar uma terceira guerra, ainda que custasse muitíssimo o fazê-lo.” Arruda Pereira defende a filosofia rotária, baseada na amizade e na solidariedade, como solução para “a crise social, moral, econômica a assolar o mundo moderno.”  Por uma notável coincidência, Ernesto Imbassahy de Mello publica um artigo na mesma edição. Ele também será presidente do RI – o segundo brasileiro no cargo, décadas depois (no período 1975-76). Em Desenvolvimento de Rotary no Brasil, ele nos concede uma aula: “Foi ele [Heriberto Coates] fundador do primeiro Rotary Club no Brasil, o do Rio

de Janeiro, em 15 de dezembro de 1922, secretário do Rotary Club de Montevidéu, e agindo, com o seu entusiasmo e dedicação, na qualidade de representante do Rotary Internacional para a América do Sul.” “(...) novos desdobramentos se verificaram, por fôrça da expansão rotária, contando atualmente o Brasil com sete distritos (26, 27, 28, 29, 41, 43 e 72), abrangendo 190 clubes com cerca de 4.500 rotarianos.” “A primeira Conferência Distrital realizada no Brasil foi em 1930, na cidade de São Paulo, e dessa data em diante, sem descontinuidade, celebraram-se dezoito conferências idênticas, em várias cidades do Brasil, reunindo todos os distritos do R.I. no país até o ano de 1947, inclusive.”

COPACABANA EM 1948. O Brasil finalmente sedia uma convenção internacional do RI  O engenheiro Jerônimo Cavalcanti, ex-chefe do Serviço de Propaganda Urbanística da Prefeitura do Distrito Federal, é mais um a escrever sobre os problemas advindos da invasão dos automóveis: “[o carro] modificou profundamente o cenário tranquilo das cidades, congestionando as ruas, mutilando e matando pedestres, como se fôra, paradoxalmente, uma arma de guerra”. Cavalcanti mostra-se impressionado com a “incapacidade de muitos motoristas, a quem é entregue a carteira de chofer”.  Hans Jordan, ex-governador do então distrito 29, acreditava que: “Nunca mais, provavelmente, apresentar-se-á uma oportunidade semelhante. Dificilmente, outra convenção será realizada em países sul-americanos, considerando o enorme esforço que a Convenção 1948 significa para Rotary International. As suas despesas aumentadas com o deslocamento do centro, porque, praticamente, está se transportando para o Brasil, por alguns dias, a sede do Rotary International.” Felizmente, a previsão do ex-governador não se cumpriu. Em 1981, São Paulo sediou a 72ª Convenção Internacional do RI. BR B RASIL R OTÁRIO 6 3


Relax  Marido e mulher decidem fazer terapia de casais depois de 20 anos de matrimônio. Quando são perguntados sobre qual é o problema, a mulher tira da bolsa uma lista longa e detalhada de tudo o que a incomodou ao longo dessas duas décadas: pouca atenção, falta de intimidade, vazio, solidão, a sensação de não ser amada nem desejada, enfim: a lista é interminável. O terapeuta, então, se levanta, aproxima-se da mulher, a toma em seus braços e a beija apaixonadamente enquanto o marido, calmamente, a tudo observa. Depois de dois minutos de beijo, a mulher, completamente muda e ruborizada, senta-se aturdida. O terapeuta vira-se para o marido e diz com voz pausada e ar circunspecto: – Isto é o que sua mulher precisa, ao menos, três vezes por semana. O senhor estaria disposto a fazê-lo? O marido pensa um instante e então responde, no mesmo tom: – Bem, não há problema em trazêla aqui às segundas e quartas, mas às sextas eu tenho futebol. *Colaboração de Paulo César Branquinho, do RC de Dourados, MS (D.4470).  Dois carros bateram de frente: um conduzido por um homem e o outro, por uma mulher. Os dois automóveis ficaram completamente destruídos, mas surpreendentemente os motoristas nada sofreram. Com os dois já em pé, no meio da rua, o homem ensaia xingar a mulher, mas ela rapidamente diz: – Tenha calma! Veja só que interessante: você é um homem, eu sou uma mulher, nós batemos de frente e nossos carros estão totalmente destruídos, mas não tivemos qualquer arranhão. Isto deve ser um si-

nal de Deus. Nós realmente precisávamos nos encontrar! Estava escrito nos nossos destinos que um dia iríamos nos encontrar e viver em paz, como grandes amigos, até o fim dos nossos dias! – Sim, no fundo eu concordo – admitiu o homem. – E olhe este outro milagre – continuou a mulher – Meu carro está completamente destruído, mas esta garrafa de vinho não se quebrou. É óbvio que, depois desse susto, o destino quer que a gente beba para celebrar nossas vidas, salvas milagrosamente neste acidente! A mulher passa a garrafa para o homem, que sem titubear vira o gargalo na boca até beber a metade. Então ele a devolve à mulher, que pega a rolha e a recoloca no gargalo, imediatamente, sem beber nenhum gole. Sem entender nada, o homem pergunta: – Ué? Você também não vai beber a sua metade para comemorar? – Agora não – ela diz, com um sorriso no canto da boca – Primeiro eu vou esperar a polícia chegar... *Colaboração de Luiz Carlos Delgado de Aguiar, do RC de Itapevi, SP (D.4610). Três loucos fazem o exame mensal para saber se eles já podem receber alta. O médico pergunta ao primeiro deles: – Quanto é dois mais dois? – Setenta e dois – ele responde. O médico balança a cabeça como

quem diz: “Esse aí não tem mais jeito”, e vira-se para o segundo, repetindo a pergunta: – Quanto é dois mais dois? – Terça-feira – responde o paciente. Desanimado, o médico vira-se para o terceiro louco: – E você? Sabe quanto é dois mais dois? – É quatro, doutor! – ele responde, com firmeza. – Parabéns! Você acertou! Mas como chegou a essa conclusão? – Foi fácil, doutor. Eu apenas me baseei nas respostas dos meus amigos: 72 menos terça-feira dá quatro!  – Mâiê! Tirei nota dez na escola – grita Chiquinho, todo contente. – Mas como foi, meu filho? – Foi um em matemática, mais quatro em português, mais três em história e dois em desenho.  A professora para o Joãozinho: – Qual o tempo da frase: “Isso não podia ter acontecido”? – Preservativo imperfeito, professora!  Durante um alerta antiaéreo em meio à guerra, uma família corre para o abrigo. Um homem idoso, de repente, resmunga: – Droga! Esqueci a dentadura. – Mas e daí? Você acha que eles vão disparar sanduíches?  O médico se queixa ao paciente: – O cheque que você me deu pra pagar o tratamento voltou. – E a minha artrite também... *Colaborações do EGD Hertz Uderman (D.4570).

Rodrigo

Relações de ou do futuro

6 4 MAIO DE 2009


Ele é dentista, é pai, e está engajado na luta contra a pólio. O Rotary é formado por um milhão e duzentos mil homens e mulheres que prestam serviços humanitários. Graças a eles mais de dois bilhões de crianças foram imunizadas. Em breve, o mundo estará livre da pólio. Saiba mais em www.rotary.org

Adapte este anúncio para promover o seu clube. Faça o download em www.rotary.org/humanityinmotion

Rotary. Humanidade em Ação


Últ im os dia s

Professores, participem do 16º Concurso de Monografias da Brasil Rotário

Vencer a Mortalidade Infantil Desafio da Humanidade Entrega: até o dia 30 de maio de 2009 Realização: Cooperativa Editora Brasil Rotário Regulamento nos clubes de Rotary, Rotaract, Interact e na Brasil Rotário Informações e subsídios no Rotary Club da sua cidade ou na Brasil Rotário: Av. Rio Branco, 125 – 18º andar–Rio de Janeiro - RJ CEP 20040-006 – Tel:(0XX) 21 2506-5610 Fax:(0XX)21 2506-5606 E-mail: marketing@brasil-rotario.com.br

Premiação 1º Lugar Prêmio Senador José Ermírio de Moraes 2º Lugar Prêmio Dr. Armando Monteiro Neto 3º Lugar Prêmio Paulo Viriato Corrêa da Costa 4º Lugar Prêmio Edgar Carvalho de Mendonça 5º Lugar Prêmio Archimedes Theodoro Prêmio Eficiência Prêmio Governador José Alves Fortes

Apoio institucional e patrocínio: Suma E conomica WWW.SUMA.COM.BR

RI- Rotary International

CONSULTORIA E PUBLICAÇÕES

Distrito 4420

EBGE – Editora Brasileira de Guias Especiais

Brasil Rotário - Maio de 2009  

Edição nº 1.043 da revista Brasil Rotário. Maio de 2009.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you