Issuu on Google+

BRASIL

ROTARIO A REVISTA REGIONAL DO ROTARY NO BRASIL

JANEIRO 2013 ANO 88 Nº 1087

Pedalando pelo Rotary Uma modalidade do servir que veio para ficar capa.indd 30

www.brasil-rotario.com.br

12/12/2012 18:47:05


Como faço para enviar as notícias do meu clube à revista? A melhor maneira de divulgar o Rotary é mostrando às pessoas o que nossa organização faz. Seguindo esta filosofia, a Brasil Rotário vem priorizando as notícias sobre os projetos dos nossos clubes voltados à melhoria das condições de vida em nossas comunidades. Dessa maneira, além de reconhecer o esforço dos rotarianos envolvidos neste trabalho, oferecemos aos leitores um banco de projetos que podem ser replicados país afora.

Informações indispensáveis Para ver uma ação de seu clube ou distrito publicada na revista, é preciso que você informe alguns detalhes preciosos:  O nome completo do seu Rotary Club e o distrito ao qual pertence.  A data e o local em que foram realizadas as ações.  Um breve relato do projeto, explicando sua importância e seu alcance junto à comunidade.  Os nomes dos parceiros do projeto no Brasil e no exterior.  Os nomes e sobrenomes das pessoas envolvidas diretamente nas ações relatadas. Mas lembramos que o foco da notícia será sempre a ação praticada pelo clube.

Capriche nas fotos As imagens enviadas precisam ter uma boa qualidade para serem publicadas na revista. Alguns procedimentos simples podem garantir o sucesso neste sentido:  Selecione a opção alta resolução de sua câmera.  Fotos tremidas e com pouca luminosidade não podem ser aproveitadas.  Não cole as imagens no corpo da mensagem do e-mail ou em documento de Word.  Envie sua imagem sempre como anexo a um e-mail.  Pedimos que os anexos de cada e-mail não superem, no total, 2 MB.

Envie seu material para o e-mail redacao@brasil-rotario.com.br

Como é feita a seleção Tradicionalmente, a Brasil Rotário publica apenas ações e projetos já concluídos. A revista somente noticia as visitas dos governadores distritais e demais lideranças rotárias aos clubes quando estas estão vinculadas a ações e projetos realizados. As visitas, por si só, são um procedimento rotineiro durante todo o mandato do governador – e não seria justo publicarmos algumas delas e deixarmos todas as outras de fora.  Da mesma forma, não poderíamos publicar a posse de alguns rotarianos esquecendo tantos outros. E publicar todas as posses – o Brasil tem cerca de 2.400 clubes – seria editorial e graficamente inviável.  Por fim, lembramos que, por motivos técnicos, não extraímos notícias de boletins e cartas mensais, mesmo em versão eletrônica.  

Para saber mais

Visite a seção Multimídia do site da revista e, na área de Downloads, baixe o arquivo PDF com o Guia rápido do leitor. Nele você encontra informações completas sobre a rotina de trabalho da Redação e também dos setores de Cobrança e Expedição.

O endereço do nosso portal é www.brasil-rotario.com.br BRASIL

ROTARIO

Servindo por meio da comunicação. capa2 mande noticias BR.indd 30

3/12/2012 14:54:28


10

Coluna do diretor do rotary international Uma mensagem para todas as famílias José Antonio Figueiredo Antiório

12

prátiCa rotária Companheirismo em alto-mar Angélica Mesistrano

14

o rotary e a CoMunidade Pense bem antes de mergulhar Redação

18

Coluna da assoCiação Brasileira da the rotary Foundation A ABTRF e o desafio de 10 milhões de dólares Alceu Eberhardt

20

CoMportaMento e saúde Transtornos de aprendizagem Wimer Bottura Junior

26

eM CiMa do Fato Comemoração na Academia Brasileira Rotária de Letras Redação

28

Quadro assoCiativo Começando do zero Kim Lisagor

31

Capa As bicicletas do Rotary Sallyann Price, Rotary International e Redação

36

entrevista: salMan Khan Uma nova visão de educação Stephen Yafa

43

ConCurso Cultural paz através do servir Com vocês, o premiado Redação

44

Coluna dos Coordenadores regionais da Fundação rotária A história da poliomielite: parte 3 José Carlos Carvalho e Celso Alves

45

Coluna do Chair da Fundação rotária Um ano de mudanças importantes Wilfrid Wilkinson

bRAsIl

31

Passeios ciclísticos: uma ação rotária que une serviço e lazer e conquistou até o secretário-geral do Rotary International

ie T ritt

MensageM do presidente Sakuji Tanaka

Ann

05

iStockphoto

Sumário

36

Salman Khan, o fundador da Khan Academy, conta em entrevista como os rotarianos podem ajudar a melhorar a educação

Seções 04 Cartas e recados l Saudades 06 Curtas 23 Interact e Rotaract 41 Cultura 42 Autores rotarianos 46 Distritos em revista 66 Senhoras em ação 68 Reconhecimentos da Fundação Rotária 70 Rotarianos que são notícia 71 Aconteceu na Brasil Rotário 72 Relax Capa: Alex Mendes com foto de Dimitri Vervitsiotis/Gettymages

ROTARIO Sucessora de “Notícias Rotárias” e “Rotary Brasileiro”. Publicação mensal dedicada à divulgação do Ideal de Servir. Revista regional do Rotary International para os rotarianos do Brasil.

sumário.indd 1

18/12/2012 11:35:32


RotaRy InteRnatIonal

One ROtaRy CenteR

Conselho diretor 2012-13 Presidente sakuji tanaka Presidente eleito ron d. Burton Vice-Presidente Kenneth M. schuppert Jr. tesoureiro elizabeth s. demaray

1560 SheRman avenue

evanStOn, IllInOIS, eua

www.rotary.org

Curadores da Fundação rotária 2012-13

diretores José Antonio Figueiredo Antiório Ann-Britt Åsebol John B. Boag Kenneth r. Boyd Yash Pal das Allan o. Jagger Paul Knyff takeshi Matsumiya

Anne l. Matthews shekhar Metha Juin Park Gideon Peiper Andy smallwood Bryn styles

cHAir Wilfrid J. Wilkinson

secretário-GerAl John Hewko

Vice-cHAir stephen r. Brown

curAdores Antonio Hallage lynn A. Hammond Jackson san-lien Hsieh John Kenny ray Klinginsmith Ashok M. Mahajan Michael K. McGovern

cHAir eleito dong Kurn lee

samuel F. owori Kazuhiko ozawa ian H.s. riseley Julio sorjús stephanie A. urchick secretário-GerAl John Hewko

Governadores de distrito no Brasil em 2012-13 distrito 4310 Miguel Angel turra Marchant rc de Americana-integração, sP

distrito 4500 luiz Mario campos calheiros rc do recife-Boa Vista, Pe

distrito 4390 Manoel Messias Peixoto rc de itabaiana, se

distrito 4510 luiz carlos Gonçalves rc de Bauru-terra Branca, sP

distrito 4410 Antônio Fernando santos lacourt rc de Vitória-Mata da Praia, es distrito 4420 Marcos luiz Zanardo rc de são caetano do sul-olímpico, sP distrito 4430 Ademil Martin Andrade rc de Guarulhos-sul, sP

distrito 4520 Agassis Martins Jr. rc de sabará, MG distrito 4530 Gercy Joaquim camêlo rc de Goiânia-Anhanguera, Go distrito 4540 clóvis Vassimon Jr. rc de ribeirão Preto, sP distrito 4550 clóvis ribeiro sobrinho rc de lauro de Freitas, BA

distrito 4440 Antônio José Zago rc de cuiabá, Mt

distrito 4560 Aristides Beraldo Garcia rc de Arcos, MG

distrito 4470 osmar Francisco de oliveira rc de três lagoas, Ms

distrito 4570 Alice cavalieri lorentz rc do rio de Janeiro, rJ

distrito 4480 Waldemar Pereira do nascimento rc de Fernandópolis-Vinte e dois de Maio, sP distrito 4490 Pedro ivo de carvalho Viana rc de são luís-Praia Grande, MA

distrito 4580 José salvador Felipe romão rc de conselheiro lafayette, MG distrito 4590 Paulo celso Motta rc de campinas-sul, sP

cOOPERATIVA EDITORA BRASIL ROTÁRIO Conselho de administração 2011-13 Diretoria Executiva Presidente Ricardo Vieira Lima Magalhães Gondim Vice-Presidente de operações Milton Ferreira Tito Vice-Presidente de Administração Waldenir de Bragança Vice-Presidente de Finanças Wilmar Garcia Barbosa Vice-Presidente de Planejamento e controle Bemvindo Augusto Dias Vice-Presidente de Marketing José Alves Fortes Vice-Presidente de relações institucionais José Luiz Fonseca Vice-Presidente Jurídico Jorge Bragança memBros eFetivos Alice Cavalieri Lorentz Dulce Grünewald Lopes de Oliveira Fernando Antonio Quintella Ribeiro Geraldo da Conceição Hertz Uderman José Moutinho Duarte José Ubiracy Silva Vicente Herculano da Silva

memBros suPlentes Abel Mendes Pinheiro Júnior Fernando Teixeira Reis de Souza Gerente eXeCutivo Gilberto Geisselmann assessores Alberto de Freitas Brandão Bittencourt Aroldo Mendes de Araujo Eduardo Alvares de Souza Soares Eduardo de Barros Pimentel Flávio Antônio Queiroga Mendlovitz Gedson Junqueira Bersanete Herlon Monteiro Fontes Taketoshi Higuchi Conselho FisCal Membros efetivos Joper Padrão do Espírito Santo Orlando Graneiro Sebastião Porto suplentes Antonio Villardo Carmelinda Amália Maria Maliska Sebastião Cony Dantas Conselho Consultivo de Governadores Membros natos efetivos Governadores 2012-13

representante Alice Cavalieri Lorentz Comissão editorial eXeCutiva Presidente Ricardo Vieira Lima Magalhães Gondim

Membros Bemvindo Augusto Dias Gilberto Geisselmann José Alves Fortes Luiz Renato Dantas Coutinho Manoel Magalhães Milton Ferreira Tito Nuno Virgílio Neto Renata Coré Conselho editorial Consultivo Presidente Ricardo Vieira Lima Magalhães Gondim

Membros Alice Cavalieri Lorentz Bemvindo Augusto Dias Fernando Antonio Quintella Ribeiro Jorge Bragança José Alves Fortes José Luiz Fonseca José Ubiracy Silva Mário César de Camargo Milton Ferreira Tito Waldenir de Bragança Wilmar Garcia Barbosa

distrito 4600 Benedicto Francisco dos reis neto rc de são José dos campos-urupema, sP

distrito 4700 Adalecio Kovaleski rc de Vacaria dos Pinhais, rs

distrito 4610 reinaldo Franco rc de são Paulo-Butantã, sP distrito 4620 luiz Antônio de Machado Werneck rc de itapeva, sP distrito 4630 Monir Felício da silva rc de Maringá, Pr

distrito 4680 Fabiano Varela de carvalho rc de camaquã-norte, rs

distrito 4710 Antônio de Alencar rc de cambé, Pr distrito 4720 roberto russell da cunha rc de Belém, PA distrito 4730 Arlindo Venturim rc de curitiba-santa Felicidade, Pr

distrito 4640 Marli decker cargnin rc de cascavel-união, Pr

distrito 4740 Fiorelo ruviaro rc de concórdia, sc

distrito 4650 roque Heerdt rc de Blumenau-norte, sc

distrito 4750 Joel Pereira de souza rc de Pádua, rJ

distrito 4651 nilson Algarves rc de laguna, sc

distrito 4760 Maria socorro de carvalho silveira rc de Montes claros-sul, MG

distrito 4660 José luiz lermen rc de santa rosa-Junior, rs

distrito 4770 José carlos lau rc de uberaba-leste, MG

distrito 4670 Gildásio Alves de oliveira rc de Porto Alegre-norte, rs

distrito 4780 carlos Frederico radunz Gonçalves rc de Jaguarão, rs

revista de Propriedade da cooperativa editora Brasil rotário cnPJ 33.266.784/0001-53  inscrição Municipal 00.883.425 Av. rio Branco, 125, 18º andar ceP: 20040-006 – sede própria rio de Janeiro – rJ  tel: (21) 2506-5600 / Fax: (21) 2506-5601 Conselho suPerior Mário de oliveira Antonino (Recife-PE) EDRI 1985-87

Hipólito sérgio Ferreira (Belo Horizonte-MG) EDRI 1999-01

themístocles A. c. Pinho (Niterói-RJ) EDRI 2007-09

Gerson Gonçalves (Londrina-PR) EDRI 1993-95

Alceu Antimo Vezozzo (Curitiba-PR) EDRI 2001-03

Antonio Hallage (Curitiba-PR) EDRI 2009-11

José Alfredo Pretoni (São Paulo-SP) EDRI 1995-97

luiz coelho de oliveira (Limeira-SP) EDRI 2003-05

José Antonio Figueiredo Antiório (Osasco-SP) DRI 2011-13

carlos Henrique de carvalho Fróes (Rio de Janeiro-RJ) EGD 1986-87 e ex-presidente da Cooperativa Editora Brasil Rotário eXPediente editor: Ricardo Vieira Lima Magalhães Gondim Jornalista responsável: Luiz Renato D. Coutinho – Jorn. Prof. MtB 25583 RJ redator-chefe: Nuno Virgílio Neto – Jorn. Prof. MtB 24490 RJ redação: Alex Mendes, Armando Santos, Luiz Renato D. Coutinho, Manoel Magalhães, Maria Cristina Andrade, Maria Lúcia Ribeiro de Sousa, Nuno Virgílio Neto e Renata Coré impressão: Log & Print Gráfica e Logística S.A. digitalização: Alex Mendes, Armando Santos e Maria Cristina Andrade tiragem desta edição: 59.000 exemplares e-mail da redação: redacao@brasil-rotario.com.br Homepage: www.brasil-rotario.com.br As matérias assinadas são de inteira responsabilidade dos seus autores. A Brasil Rotário, consciente de sua responsabilidade ambiental e social, utiliza papéis com certificado FSC (Forest Stewardship Council) para a impressão desta revista. A Certificação FSC garante que uma matériaprima florestal provenha de um manejo considerado social, ambiental e economicamente adequado.

ÉTICA. Um princípio que não pode ter fim. Campanha em prol de mais elevados padrões de ética. Apoio dos Rotary Clubs do Brasil 2

pag0203.indd 2

J aneiro

de

2013

10/12/2012 09:52:39


Quantos somos Em todo o mundo Número de clubes: 34.426; Total de rotarianos: 1.216.772 (sendo 216.768 mulheres); Países e regiões onde o Rotary está presente: 215; Número de distritos rotários: 532; Rotaract Clubs: 9.735 (em 189 países, reunindo um total de 223.905 rotaractianos); Interact Clubs: 15.213 (em 155 países, reunindo um total de 349.899 interactianos); Núcleos Rotary de Desenvolvimento Comunitário: 7.690 (em 92 países, reunindo um total de 176.870 voluntários não rotarianos). No Brasil Número de clubes: 2.395; Total de rotarianos: 57.075 (sendo 12.217 mulheres); Número de distritos rotários: 38; Rotaract Clubs: 729 (reunindo um total de 16.767 rotaractianos); Interact Clubs: 827 (reunindo um total de 19.021 interactianos); Núcleos Rotary de Desenvolvimento Comunitário: 352 (reunindo um total de 8.096 voluntários não rotarianos).

Fonte: Escritório do Rotary International no Brasil (dados de dezembro de 2012).

Vamos entrar em contato com a Brasil Rotário? Escreva para nossos e-mails. Para enviar textos e fotos sobre as ações do seu clube, escreva para redacao@brasil-rotario.com.br

Para informações sobre pagamentos e boletos bancários, escreva para cobranca@brasil-rotario.com.br

Se você quer informações sobre a remessa da revista, alterar o endereço de envio ou atualizar o número de assinantes, escreva para expedicao@brasil-rotario.com.br

Brasil Rotário: servindo por meio da comunicação

Leia

Um convite do editor Ricardo VLM Gondim

N

o recente Instituto Rotary de Punta del Este, no Uruguai, conhecemos a companheira Angélica Mesistrano, que é a comodoro, ou líder, da frota rotária uruguaia, sediada naquela cidade, e a convidamos a escrever sobre esta faceta do Rotary. Frota rotária? Sim, uma frota rotária, constituída por lanchas, veleiros, iates, barcos de esporte de vários tipos, pertencentes e tripulados por rotarianos que desenvolvem suas atividades visando ao maior congraçamento e a desenvolver o sadio companheirismo. Como veremos, isto é apenas uma das muitas modalidades dos grupos de companheirismo por afinidade, nos quais rotarianos se aproximam e se unem pela prática dos mais diversos hobbies e passatempos. E, aproveitando a oportunidade, a autora nos lança um desafio: o Brasil, apesar de ter um enorme litoral, com inúmeras baías, enseadas e portos naturais, além de grandes rios e lagos, e também tendo um clima em geral muito propício àquela atividade, possui apenas um único núcleo de frota rotária, em São Paulo. Por que não difundir a ideia, criando mais e mais grupos de afinidade entre rotarianos para a prática do iatismo? Ainda no tema de mar, esportes, natação, praias e piscinas, que tem tudo a ver com o verão e com o período das férias, focalizamos a campanha Tome Cuidado ao Mergulhar, iniciativa de rotarianos para conscientizar a população quanto aos riscos dos mergulhos descuidados em praias, rios, lagos e piscinas, os quais têm sido responsáveis por inúmeros e graves acidentes, muitas vezes sendo causa de mortes ou de sérias paralisias. Falamos de férias, um assunto característico deste período; falaremos também de educação e aprendizado. O artigo de um companheiro rotariano, médico psiquiatra com especialização em tratamento de crianças e adolescentes, mostra que muitos casos de dificuldades de aprendizado, tantas vezes considerados simples preguiça ou desinteresse por parte do aluno, podem ter origem neurológica, e assim devem ser encarados e tratados. Ainda sobre educação, trazemos uma entrevista com Salman Khan, um jovem educador cujas iniciativas, tirando partido das mais modernas técnicas de comunicação, aliadas ao uso extensivo e intensivo da informática, estão obtendo um sucesso extraordinário e iniciando uma revolução nas técnicas de educação. Também destacamos (matéria de capa) algumas iniciativas alegres, com elevadas finalidades benemerentes, além de incentivarem a prática do esporte, para uma vida mais saudável, e o mais extenso uso da bicicleta, gerando menor dependência do carro. Um grande evento ciclístico realizado em Tucson, no Arizona, EUA, reuniu muitos participantes e arrecadou uma vultosa quantia para a campanha End Polio Now. Na Baviera, Alemanha, dois governadores assistentes realizaram um amplo circuito pela região, também arrecadando fundos para aquela campanha. E aqui no Brasil, rotarianos têm se empenhado em difundir o uso da bicicleta, alternativa válida a meios de transporte mais poluidores. Estas e muitas outras matérias de interesse estão neste número da nossa revista. Leia!

3

pag0203.indd 3

11/1/2013 16:03:22


C ARTAS E RECADOS Os 50 mais Parabéns pela coluna que homenageia nossos colegas cinquentenários no Rotary. Mauro Barion, do Rotary Club de São Carlos, SP (distrito 4540) Revista de novembro O texto publicado na edição de novembro de 2012, número 1.085, páginas 12 e 13, assinado pelo governador 2008-09 do distrito 4610, Amilton Medeiros Silva, não é um artigo rotário, mas sim um Tratado Rotário, que deveria ser divulgado ao máximo no universo dos membros do Rotary, não só do Brasil, mas pelo mundo. Cesar Romão, do E-Club do distrito 4420 Parabéns pelo excelente conteúdo da revista no mês de novembro de 2012. Em destaque, a matéria sobre os novos subsídios da Fundação Rotária, que de forma clara e objetiva comenta os novos rumos do Rotary no planeta. Tenho a certeza de que o Rotary continuará fazendo a diferença no planeta Terra e com maior agilidade. Destaco também a história da poliomielite em ordem cronológica. Parabéns pelo conteúdo. De forma geral, a revista está objetiva, com conteúdo e de fácil entendimento. Claudiney Lucio, do Rotary Club de Assis Chateaubriand, PR (distrito 4640) Concurso de textos Parabéns pelo concurso cultural! Fiz questão de participar. Marcelo Brandão, de Campinas, SP

Saudades José Lopes, presidente 1987-88 do Rotary Club de Cajazeiras, PB (distrito 4500).

A Seu Serviço Escritório do RI no Brasil Home page: http://www.rotary.org.br Endereço Rua Tagipuru, 209 São Paulo – SP – Brasil CEP: 01156-000 Tel: (11) 3826-2966 Fax: (11) 3667-6575 Horário: 2ª a 6ª, de 8h às 17h Gerente Celso Fontanelli celso.fontanelli@rotary.org Quadro Social (Assistência aos Governadores de Distrito e aos Clubes) Débora Watanabe <debora.watanabe@rotary.org> Supervisor da Fundação Rotária Edilson M. Gushiken <edilson.gushiken@rotary.org> Supervisor Financeiro Carlos A. Afonso <carlos.afonso@rotary.org> Encomendas de Publicações, Materiais e Programas Audiovisuais Clarita Urey clarita.urey@rotary.org Tel.: (11) 3826-2966 Fax: (11) 3667-6575 Rotary International Secretaria (Sede Mundial) 1560 Sherman Avenue,Evanston, Il 60201 USA Phone: 00-21-1847 866-3000 Fax: 00-21-1847 328-8554 Horário: 8h30 às 16h45 (horário de Washington)



Pedro Maranhense Costa, associado ao Rotary Club de Brasília-Leste, DF (distrito 4530). 

Edmundo Guimarães Lima, governador 2002-03 do distrito 4550 e associado ao Rotary Club da Bahia, BA. 

Dirce Maria Sobreira Grijó Machado, associada ao Rotary Club de Valença, RJ (distrito 4600), e ex-integrante da Casa da Amizade de Valença. 

Norma Sueli Pereira Rodrigues, associada ao Rotary Club de Carambei, PR (distrito 4730).

As correspondências para estas seções podem ser enviadas para o e-mail redacao@brasil-rotario.com.br ou para a Avenida Rio Branco, 125/18º andar – Centro – Rio de Janeiro/RJ; CEP: 20040-006. Em razão do seu tamanho ou para facilitar a compreensão, os textos poderão ser editados.

4

pag04.indd 4

J ANEIRO

DE

Sobre o uso e a publicação de textos e imagens O leitor que contribui com a Brasil Rotário por meio do envio de conteúdo – tais como fotos, informações, textos e frases, entre outros – aceita e se responsabiliza pela autoria e originalidade do material enviado à revista, bem como pela obtenção da autorização de terceiros que eventualmente seja necessária para os fins desejados, respondendo dessa forma por qualquer reivindicação que venha a ser apresentada à Brasil Rotário, judicial ou extrajudicialmente, em relação aos direitos intelectuais e/ou direitos de imagem, ou ainda por eventuais danos morais e/ou materiais causados à Brasil Rotário, à Cooperativa Editora Brasil Rotário ou a terceiros. Entre os direitos da Brasil Rotário incluem-se, também, os de adaptação, condensação, resumo, redução, compilação e ampliação dos textos e imagens enviados à revista.

2013

18/12/2012 11:40:30


M ENSAGEM DO PRESIDENTE

CAROS COMPANHEIROS ROTARIANOS,

NA REDE

Leia os pronunciamentos e as notícias do presidente do RI Sakuji Tanaka acessando o site www.rotary.org/president

C

omo empresário japonês, visto terno e gravata quase todos os dias. Sempre trago o distintivo do Rotary na lapela, pois sinto orgulho de ser rotariano. Seja onde for, as pessoas que veem o distintivo sabem quem eu sou. Para os rotarianos, o meu pin indica que sou um amigo; para os não rotarianos, ele desperta interesse. Meu desejo é que todas as pessoas entendam o significado deste distintivo. Por isso eu estou pedindo para vocês usarem seu distintivo rotário e ajudarem a divulgar seu significado. Eu acredito que ter o pin do Rotary na lapela nos muda. Ele nos faz pensar mais antes de falar ou agir. Ele nos lembra constantemente que somos rotarianos – e, como tal, nossa missão é ajudar o próximo. Todos nós devemos estar sempre prontos a falar sobre o Rotary e a responder perguntas como: “O que é o Rotary?” e “O que o Rotary faz?”. Não devemos convidar alguém para se associar ao Rotary apenas porque queremos aumentar o número de associados. Devemos, sim, mostrar que o Rotary é uma organização maravilhosa e que eles serão mais felizes por pertencerem a um Rotary Club. Convidamos as pessoas para se juntarem ao Rotary também para ajudálas. Tenho certeza de que todos nós somos gratos à pessoa que nos convidou a entrar para esta nossa organização. Eu sei que minha vida é muito mais feliz e tem sido muito mais produtiva por causa do Rotary. Está claro para mim que no dia em que me associei ao Rotary Club de Yashio eu dei o meu primeiro passo em um caminho diferente na minha vida – um caminho de maior vínculo, maior satisfação e de um sentimento mais profundo de realização e paz. É este sentimento que quero compartilhar com os outros. Uma forma de se fazer isto é convidando novos associados para o Rotary. Mas nós devemos fazê-lo aumentando também o conhecimento sobre o Rotary e o seu trabalho, ao focar em nossa imagem pública e usando o nosso distintivo todos os dias.

SAKUJI TANAKA PRESIDENTE DO ROTARY INTERNATIONAL

5

pag05.indd 5

18/12/2012 11:47:26


C urtas

As inscrições já estão abertas para o 36º Instituto Rotary do Brasil

J

á está no ar o site do próximo Instituto Rotary do Brasil, o mais importante encontro nacional de líderes rotários, que entrará em sua 36ª edição. O evento ocorrerá de 5 a 7 de setembro, no hotel Bourbon Cataratas, em Foz do Iguaçu, Paraná, e foi batizado como Instituto Rotary Dr. Eduardo de Barros Pimentel para homenagear o decano do Colégio de Governadores do Distrito 4610 e presidente da Fundação de Rotarianos de São Paulo. O distrito 4640 é o responsável pela organização. “Entre as cidades brasileiras, Foz do Iguaçu é considerada uma das mais multiculturais. Ela os espera em setembro para celebrar o maior acontecimento rotário da região”, declarou Celia Giay, Foz do Iguaçu: cartão postal reconhecido internacionalmente diretora eleita do Rotary International e convocadora do Instituto, em mensagem aos rota- meta de que o quadro associativo no Brasil obtenha rianos brasileiros. um crescimento anual de 4% e dessa maneira o Rotary Celia também destacou a importância do Pré- atinja a marca mundial de 1,3 milhão de associados Instituto, o ciclo de treinamento destinado aos até junho de 2015. Também se oferecerá treinamento governadores eleitos e indicados que será realizado sobre o Plano Visão de Futuro e as contribuições para na mesma cidade, nos dias 2, 3 e 4 de setembro, a Fundação Rotária”, explicou. antecedendo o evento principal. “Em Foz do Iguaçu Faça já a sua inscrição. O site do 36º Instituto Rotary se oferecerá treinamento para continuarmos com a do Brasil é www.institutorotaryfoz.org.br.

Um brasileiro na Galeria Arch Klumph

O

swaldo Takata foi um dos rotarianos que brilharam em 2012. Em 19 de outubro, ele participou da cerimônia de apresentação à Sociedade Arch Klumph, na sede mundial do Rotary International em Evanston, EUA. Associado ao Rotary Club de São Paulo-Sudeste, SP (distrito 4420), Oswaldo é um empresário bem-sucedido que promove com sua esposa, Hisame, médica pediatra, assistência médica gratuita para cerca de 1.100 crianças da Escola Estadual Va-

6

pag0607.indd 6

J aneiro

de

lentim Gentil, no bairro de Água Funda, em São Paulo. Os doadores que contribuem com 250 mil dólares ou mais para a Fundação Rotária se qualificam para a Sociedade Arch C. Klumph e têm suas fotos integradas à Galeria Arch Klumph, na sede do Rotary International. Eles ainda recebem homenagens e convites para eventos especiais. Na foto, o casal aparece ao lado do presidente do Conselho de Curadores da Fundação Rotária, Wilfrid Wilkinson.

2013

18/12/2012 12:14:51


Convenção do RI Lembranças de Lisboa

O

s rotarianos que participarão da Convenção do RI de 23 a 26 de junho se encantarão com as lojas e bairros de Lisboa. Em geral, as principais lojas da cidade ficam abertas durante a noite. Alguns pequenos estabelecimentos ficam fechados das 13h às 15h e muitos não abrem aos domingos. AVENIDA DA LIBERDADE Nesta versão portuguesa da famosa avenida parisiense Champs-Élysées encontram-se as butiques mais famosas, como Armani, Burberry, Gucci e Prada. CHIADO Bairro onde se encontram grandes lojas, como Zara e Nike, e também a Bertrand, a livraria mais antiga do mundo, fundada em 1732, e a Luvaria Ulisses, a menor loja da cidade, famosa por suas luvas personalizadas. Neste mesmo local, o visitante poderá encontrar artigos artesanais feitos de bordado ou até mesmo de rolhas, como carteiras e bolsas, e produtos de cerâmica, que em sua maioria trazem o galo, símbolo de boa sorte no país. BAIXA Portugal é o país ideal para se comprar ouro, pois segundo as normas locais, as joias precisam ter 19,2 quilates. A maior parte das joalherias da cidade se encontra na Rua Áurea, localizada no centro de Lisboa.

PRÍNCIPE REAL Em Príncipe Real o visitante encontrará diversas lojas antigas distribuídas pelas ruas da Escola Politécnica e Dom Pedro 5º. Fabrico Infinito, onde funcionam galeria, antiquário e restaurante, ajudou a incorporar ao bairro um novo ritmo. MERCADO DA RIBEIRA Trata-se do principal mercado da cidade, que oferece aos seus visitantes uma ampla seleção de frutos do mar, frutas, verduras e flores. No segundo andar funciona um restaurante e um centro cultural onde são vendidos produtos típicos portugueses.

Inscreva-se para a Convenção do RI de 2013 acessando www.riconvention.org/pt

Da comunidade para a TV

O

Rotary Club de Tupã, SP (distrito 4510), firmou um acordo de cooperação técnica com a Câmara Municipal local para produzir um programa de TV semanal com 45 minutos de duração. A atração tem caráter jornalístico e recebeu o nome de Mão na roda. “Vamos mostrar as ações rotárias e explicar detalhes sobre o Rotary e a Fundação Rotária”, contou o governador 1995-96 do distrito 4510 e atual coordenador distrital da Comissão de Imagem Pública, Paulo Ricardo Soares. Os associados ao Rotary Club de Tupã são os responsáveis pela produção do programa, que tem apresentação do próprio coordenador distrital da Comissão de Imagem Pública e é uma mescla de imagens de atividades, entrevis-

tas com os beneficiados pelos projetos desenvolvidos pelos clubes rotários da cidade e participação dos rotarianos. “Uma oportunidade importante para mostrar o que é o Rotary e o que ele faz”, ressaltou o governador do distrito 4510, Luiz Carlos Gonçalves. O Mão na roda vai ao ar sempre às terças-feiras, às 20h, no canal por assinatura TV Câmara. O programa pode ser assistido ainda na internet, no endereço http:// tvcamara.camaratupa.sp.gov.br, e todas as edições estão disponíveis no Facebook, no link www.facebook.com/ tvcamara.tupa. Além do município de Tupã, o distrito também tem programa voltado para o Rotary na cidade de Presidente Prudente.

7

pag0607.indd 7

18/12/2012 12:19:56


C urtas

Um giro pelo mundo Índia – Mais de 80 mil crianças na Índia têm cardiopatias congênitas que necessitam de intervenção médica, mas apenas de 8.000 a 10 mil delas são tratadas anualmente. Clubes dos distritos 3240 (Índia) e 5340 (Califórnia, EUA) levantaram dinheiro para salvar crianças cujas famílias não podem pagar as operações. Graças à união dos clubes e a um Subsídio Global da Fundação Rotária de mais de 54 mil dólares, o projeto Heart to Heart [De Coração a Coração, em tradução livre] oferecerá cirurgias de correção de cardiopatias congênitas na Índia e no Paquistão. Em 2010, o distrito 3240 havia se aliado aos distritos coreanos 3630 e 3660 para criar o projeto Heart to Heart e com isso recebeu um subsídio da Fundação Rotária de 70 mil dólares. Esse valor, junto com fundos adicionais, beneficiou 56 crianças naquele ano. O novo subsídio proporcionará cirurgias para 100 crianças. Moçambique – Uma escola primária fora da capital, Maputo, necessitava de um sistema de saneamento reformado para seus 2.500 alunos e funcionários. Os banheiros, construídos há décadas, estavam em péssimo estado e o encanamento encontrava-se tão deteriorado que funcionários da escola montaram casinhas improvisadas em uma área externa. O abastecimento de água, por exemplo, se resumia a duas torneiras ao ar livre que funcionavam por apenas duas horas por dia. Os Rotary Clubs de Maputo e Skanderborg, da Dinamarca, receberam um Subsídio Global da Fundação Rotária no valor de 55.100 dólares para construir banheiros, um poço e um tanque de água de 5.000 litros. Funcionários da escola mantêm o sistema de saneamento e o tanque, que foram projetados para exigir pouca manutenção.

8

pag0809.indd 8

J aneiro

de

Argentina – Para celebrar o lema deste ano rotário, Paz Através do Servir, o Rotary Club argentino de Montes de Oca (distrito 4940) esteve à frente de um concurso internacional de fotografia, o La Imagen de la Paz, em que concorreram rotarianos, rotaractianos e interactianos. Inscreveram-se participantes da Argentina, Espanha, Itália, Brasil e México e o clube criou uma exposição itinerante com os 25 melhores trabalhos. Durante oito meses, diversos clubes do distrito receberam a exposição, que tinha como finalidade promover a paz e o companheirismo. Grã-Bretanha – A Escola Saint Nicholas, em Chippenham, cidade 163 quilômetros a oeste de Londres, tem 70 estudantes com idades entre três e 19 anos que são portadores de necessidades especiais, entre elas autismo, paralisia cerebral e síndrome de Down. O Rotary Club de Chippenham criou um projeto e o batizou de Saint Nicholas Appeal for A Pool [São Nicolau clama por uma piscina, em tradução livre] para construir uma piscina destinada à hidroterapia desses jovens e crianças. A iniciativa recebeu fundos provenientes de eventos na comunidade local e de competições de natação e maratonas. O comércio e as empresas da cidade também contribuíram e o prefeito fez a sua doação anual para o projeto. Com isso, levantou-se 750 mil libras esterlinas [cerca de 1,2 milhão de dólares], que viabilizaram completamente a piscina de hidroginástica. O clube recebeu uma distinção do Rotary e outra do Conselho Municipal de Chippenham por esse trabalho comunitário.

2013

18/12/2012 12:29:56


Luta contra a fome sobre duas rodas

P

or 11 dias no ano passado, Benjamin Rasmus (foto), associado ao Rotary Club de Seattle-International, pedalou pelo Estado de Washington, EUA. Ele pegou sua bicicleta e subiu montanhas, lutou contra o vento por 129 quilômetros e se viu ladeado por uma muralha de fogo numa floresta. Esse passeio de 1.368 quilômetros começou como uma ideia em tom de deboche feita por colegas a esse jovem de 28 anos apaixonado por ciclismo. Como ele é diretor do Harvest Against Hunger [Colheitas contra a Fome, em português], iniciativa que faz parte do programa Rotary First Harvest [Primeira Colheita do Rotary], sugeriram-lhe que fizesse o seu trabalho voluntário usando uma bicicleta. O resultado foi que Benjamin conseguiu 2.500 dólares em doações e o interesse da mídia local quando percorreu o Estado de Washington para visitar produtores e ajudar a fazer colheitas para os bancos de alimentos. No passado, estes alimentos, por conta de pequenas imperfeições ou falta de demanda do mercado, teriam sido jogados fora ou deixados para apodrecer no campo. “Nos últimos cinco anos, tem havido uma grande mudança em relação aos alimentos frescos e nutritivos na rede emergencial de alimentação”, explica Rasmus. “Nós conseguimos integrar os produtores locais e agricultores com os bancos de alimentos e seus voluntários para adquirir produtos frescos para as pessoas necessitadas”. Rasmus é apaixonado pelo Rotary First Harvest, um programa do distrito 5030 que seus companheiros de clube também apoiam. “É chocante quantos alimentos frescos vão para o lixo; os próprios agricultores odeiam ver isso. Afinal, eles dedicam suas vidas ao cultivo deles.” (Vanessa N. Glavinskas para a The Rotarian)

Alyce Henson / Rotary Images

As ações que colocam rotarianos sobre bicicletas estão mesmo na ordem do dia e são a matéria de capa da nossa edição, que começa na página 31.

9

pag0809.indd 9

18/12/2012 12:35:38


Coluna do diretor do rotary international José Antonio Figueiredo Antiório

uma mensagem para todas as famílias Neste novo ano, vamos unir nossa força e pensamento

N

o final de 2012, o Rotary International destacou a família como célula mater da nossa existência. Tenho percorrido diversas regiões do Brasil, da América do Sul e outras partes do mundo e observado no semblante de rotarianos, rotaractianos, interactianos, rylenses, intercambiados e bolsistas que o Rotary forma uma grande família em nível mundial. É dignificante ser recepcionado em diversas partes do mundo – a exemplo: Portugal, Tailândia, Argentina, Uruguai, Chile, Bolívia, Estados Unidos etc. – com o mesmo carinho e amizade que recebemos de nossa esposa, mãe, pai, filhos, netos e agregados quando nos encontramos em nossa casa. Ficaria imensamente gratificado se todas as famílias rotárias tivessem a felicidade de ter formado uma família tão linda como a minha. Recebi um legado de meus pais, que infelizmente não estão mais vivendo conosco, pois partiram para o oriente eterno, mas procuro dar continuidade. Minha mulher, Ana Lúcia, e eu, temos procurado, por meio de diálogos constantes, manter os ensinamentos e experiências que nossos pais nos deram. Aprendemos que é importantíssimo nos reunirmos pelo menos uma vez por semana, compartilhando à mesa os alimentos e comemorando a alegria de vivermos em união. Reunimonos no trabalho, na vida em sociedade, nas datas festivas (aniversários, casamentos, batizados, Dia das Mães, Dia dos Pais, Páscoa, Natal, Ano Novo), férias e em viagens. Graças a essa união de pensamentos, diálogos e convivência, podemos nos considerar pessoas extremamente felizes. Importantíssimo é também mantermos a nossa crença em um Deus Supremo, pois graças a Ele estamos aqui, curtindo essa magnífica vida que Ele nos proporcionou através de nossos pais.

10

pag1011.indd 10

J aneiro

de

Neste início de ano, quando refletimos sobre a vida, pensemos na felicidade de vivermos junto a todos que nos são importantes – a família, os companheiros de trabalho, os amigos, os companheiros do Rotary e toda a sociedade –, para encontrarmos a plenitude de vivermos em família. Que Deus nos abençoe e nos proporcione um novo ano extraordinário com paz, saúde, alegria, amizade e felicidade. Não mais ex ou past De acordo com uma proposta aceita no último Instituto Rotary do Brasil, realizado em Vitória em setembro de 2012, ficou deliberado que os ex-administradores do Rotary no país não serão mais designados pelo prefixo ex ou por past. Foi proposto que todos os cargos sejam seguidos do ano de exercício na função. Assim, como exemplo: presidente do Rotary International 2012-13; diretor do Rotary International 2011-13; governador do Rotary International 2012-13; presidente do Rotary Club 2012-13. Com essa deliberação, o plenário do Instituto elimina o chamamento, às vezes pejorativo de ex, àqueles que dedicaram parte de suas vidas ao trabalho no Rotary. eNcoNtros de goverNadores Ana Lúcia e eu compartilhamos momentos de extrema felicidade, aprendizado, experiência, amizade e companheirismo ao participarmos de alguns encontros na Argentina e no Brasil. Nos feriados da nossa Proclamação da República e Consciência Negra, participamos em La Falda, Córdoba, de um encontro de ex, atuais e futuros governadores de distritos argentinos, momento em que dialogamos sobre diversos assuntos rotários de relevância para nossa organização. Logo em seguida, participamos das Regos de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, e Chapecó, em Santa Catarina. Os rotarianos e cônjuges nos emocionaram com o ca-

2013

13/12/2012 14:12:21


Neste início de ano, quando refletimos sobre a vida, pensemos na

felicidade de vivermos junto a todos que nos são importantes, para encontrarmos a plenitude de vivermos em família iStockphoto

rinho, amizade e hospitalidade que nos dedicaram, desde nossa chegada aos aeroportos até o nosso embarque para retorno. É impressionante como uma autoridade rotária é recebida em partes do Brasil e da América do Sul. Normalmente fazemos visitas e somos recepcionados pelos prefeitos e demais autoridades dos municípios como se fôssemos verdadeiros chefes de Estado. O que sãO RegOs e COngOs Nas Reuniões de Governadores (Regos) e nos Consejos de Gobernadores (Congo), os administradores passados, atuais e futuros discutem, dialogam e trocam experiências sobre os assuntos rotários passados, as tendências dos trabalhos ora realizados e as perspectivas para o futuro. Fizemos uma nova proposta para esses encontros, eliminando o monólogo que permeava os eventos anteriores e propondo a participação de todos os envolvidos. Nesse aspecto, sentimos uma maior vibração. Pedimos aos chairmen e governadores anfitriões que

eliminassem festividades em excesso e oportunizassem as falas apenas aos administradores rotários. Pelo feedback que nos foi dado, cremos que estamos encontrando um novo modelo de encontros eficazes para este momento. Por que dizer para esse momento? Pois o mundo caminha em constante mutação e precisamos nos adaptar à realidade do hoje. É necessário, para o fortalecimento da nossa organização, que transformemos nossas maneiras de agir. Hoje, as palavras de ordem são a motivação, o conhecimento, a atualização, a competência, a amizade e o carinho. As críticas devem ser transformadas em atitudes positivas. O ciúme, a inveja e a contestação não fazem parte do vocabulário rotário. Vamos nos unir, vamos ser família, procuremos dar as mãos em um só pensamento, pois unidos somos uma força imbatível. Nesse ímpeto, abraçaremos o mundo, erradicaremos a pólio, minimizaremos os problemas sociais e estaremos mais próximos da felicidade. Feliz 2013 com a Paz Através do Servir. BR

Para fazer comentários e sugestões sobre o tema deste artigo, escreva para antiorio@padreanchieta.com.br 11

pag1011.indd 11

13/12/2012 14:13:20


iStockphoto

P RÁTICA ROTÁRIA

Companheirismo em alto-mar Quando o Rotary e as atividades náuticas se unem

O

Rotary, ao longo de sua história, criou várias maneiras de fomentar bons sentimentos entre os povos. Uma dessas maneiras é o agrupamento por afinidade, os denominados Grupos de Companheirismo, que há mais de 60 anos contribuem para a camaradagem entre Rotary Clubs e favorecem a compreensão e paz mundial. Informalmente, eles tiveram início em 1928, com rotarianos interessados no esperanto – a língua internacional criada por Lázaro Zamenhof no final do século 19. Mas só em 1947 surgiu oficialmente o primeiro grupo, reunindo aficionados por iatismo. No ano passado, um levantamento feito pelo Rotary International indicou a existência de 61 grupos de companheirismo pelo mundo, inspirados por temas tão curiosos quanto colecionadores de bonecas; festejos, paradas e festivais; observadores de pássaros; solteiros; civilizações pré-columbianas e grecomania até os mais famosos, como mergulho, iatismo, tênis, golfe, automóveis antigos, ciclismo, esqui e história do Rotary. Angélica Mesistrano, associada ao Rotary Club de Maldonado, distrito 4980, do Uruguai, nos traz um depoimento sobre o grupo de companheirismo que ela abraçou, o de iatismo. Como ela afirma no texto a seguir, o Brasil, por seu extenso litoral, tem um grande potencial a ser desenvolvido em nome de uma atividade que também tem demonstrado importância na divulgação dos ideais do Rotary.

Um convite aos navegantes brasileiros Angélica Mesistrano*

N

o mundo do Rotary existem os agrupamentos por afinidade. São grupos de rotarianos que compartilham gostos iguais, mesmo sendo de clubes diferentes, o que enriquece as nossas vidas ao permitir a transposição das fronteiras virtuais de nossos clubes. Assim, encontramos excelentes companheiros que de outra forma não teríamos conhecido, e isso nos permite forjar novas e duradouras amizades ainda que em outros países. Estamos vinculados não somente pela filosofia rotária, mas também pelo gosto por uma determinada atividade.

12 12

No momento, há no Rotary 61 Grupos de Companheirismo reconhecidos. Entre eles, encontra-se o mais antigo, fundado em 1947, na Inglaterra: o International Yachting Fellowship of Rotarians (IYFR). Nosso agrupamento tem mais de 3.000 associados em todo o mundo. Cada unidade deste grupo dedicado ao iatismo chama-se frota, de tal forma que contamos com 100 frotas rotárias em 24 países. A América Latina tem atualmente cinco frotas do Rotary – uma no Brasil (no Estado de São Paulo), duas na Argentina, uma no Uruguai e uma no Equador.

J ANEIRODEDE2013 2013 J ANEIRO

pag1213.indd 12

18/12/2012 14:12:16


Alunos participam de atividades promovidas pela frota uruguaia, que desenvolve várias ações comunitárias

A partir da esquerda: Guillermo Arteta, comodoro da Área 2; sua esposa Mônica; Angélica Mesistrano, comodoro da Frota de Punta Del Este; Clint Collier, comodoro internacional, e sua esposa Beverly

No iatismo rotário, temos regulamentos específicos e nossas autoridades são: comodoro de frota, comodoro regional, comodoro de área e comodoro internacional (autoridade máxima), entre outros cargos. Nas frotas, além de reforçarmos a camaradagem rotária, encontramos novas oportunidades de servir à comunidade por meio do iatismo. É muito agradável compartilhar a paixão pelo mar, desfrutando dos variados esportes náuticos. Por isso, nosso agrupamento deseja difundir essa paixão, já que rotarianos amantes dessa animada atividade podem se sentir atraídos para formar uma frota rotária. O Brasil é um país especial para essa atividade em virtude de seu extenso litoral e excelente clima. Nosso grupo de companheirismo costuma programar cruzeiros após os Institutos Rotary do Uruguai e jantares de camaradagem durante estes eventos anuais para estreitar vínculos entre rotarianos iatistas do mundo inteiro. Quando viajamos, achamos sempre um companheiro rotariano que nos convida a navegar e a compartilhar experiências com a frota local. Em nossa Frota de Punta del Este, no Uruguai, por

exemplo, temos vários programas de serviço à comunidade: navegação com estudantes de baixa renda, iatismo como terapia para crianças com necessidades especiais, cursos gratuitos de navegação para jovens e cursos gratuitos de regatas nos grandes veleiros, entre outros. Nos sentimos encorajados pela convicção de que cada criança ou jovem que se aproxima de um esporte se afasta das drogas, e é nesse caminho que trabalhamos. Na bela cidade de Punta del Este desfrutamos de nossas reuniões à beira-mar, onde os esperamos com afeto rotário. Vocês serão bem-vindos. Um afetuoso cumprimento rotário aos queridos companheiros do Brasil. BR

*A autora é comodoro da Frota de Punta del Este e associada ao Rotary Club de Maldonado, Uruguai, distrito 4980. Para saber mais sobre a frota uruguaia do Grupo de Companheirismo de Iatismo escreva para flotapuntadeleste@gmail.com

13

pag1213.indd 13

18/12/2012 14:19:29


O ROTARY E A COMUNIDADE

Fotos iStockphoto

Pense bem antes de m

90% das vítimas têm idades entre 10 e 25 anos e são do sexo masculino

14

J ANEIRO

pag1417.indd 14

DE

2013

18/12/2012 18:57:56


e mergulhar Ação quer prevenir os mergulhos mal-sucedidos, que ferem gravemente 800 pessoas por ano no Brasil

Da Redação

E

m agosto de 1968, um espanhol de 25 anos pulou do alto de um rochedo em uma praia na Galícia. Ele não percebera que a maré havia baixado. Ficou tetraplégico. Seu nome era Ramón Sampedro, e sua história virou o drama Mar Adentro, que ganhou diversos prêmios, dentre os quais o Oscar de melhor filme estrangeiro em 2005. Vinte e um anos depois, em dezembro de 1979, um estudante universitário subiu em uma pedra num lago próximo a Campinas e lá do alto pulou fazendo a clássica pose do Tio Patinhas quando mergulhava em sua montanha de dinheiro.

Das águas barrentas do lago de meio metro de profundidade, o rapaz de 20 anos não saiu por conta própria; braços e pernas não se mexiam. Marcelo Rubens Paiva ficou paraplégico. Escreveu Feliz Ano Velho para contar a experiência; a obra marcou gerações, teve várias adaptações para o teatro e virou filme em 1987. Dois casos famosos. O médico Fernando Dias Sobrinho foi testemunha de outros, anônimos. Então, quando era presidente do Rotary Club de Ribeirão Pires, SP, no período 2005-06, ele se deparou com um projeto de prevenção aos mergulhos mal-sucedidos do Hospital das Clínicas da Faculdade

de Medicina da Universidade de São Paulo. “É extremamente doloroso ver a vida de um jovem ser totalmente comprometida como consequência de uma lesão na coluna cervical”, diz o médico. Ao se tornar governador do distrito 4420 no período rotário 2011-12, Fernando criou o Tome Cuidado ao Mergulhar. “A ideia era levar aos clubes um projeto de fácil execução e custo zero”, lembra. Cerca de 100 mil folhetos foram feitos graças a um Subsídio Distrital da Fundação Rotária no valor de 2.000 dólares e o material foi distribuído entre os 76 clubes do distrito com a recomendação de ser

Experiência dos EUA também serviu de inspiração Cerca de 1,7 milhão de pessoas sofrem ferimentos traumáticos na cabeça nos EUA, a maioria delas de 13 a 18 anos de idade. Além disso, de 12 mil a 20 mil pessoas, mais da metade delas com menos de 24 anos, ferem a coluna vertebral anualmente. Os números são da fundação norte-americana Think First – em

tradução livre, Pense Antes. A entidade também informa que no país os ferimentos lideram as causas de óbito entre crianças e adolescentes e em geral resultam de acidentes de veículos, violência, quedas ou em atividades esportivas e de lazer. Preocupada com esse cenário, a Think First, surgida em 1986, organiza palestras e eventos

em escolas, empresas e associações comunitárias. Seu lema – Você pode ter uma vida divertida e cheia de emoções sem se ferir desde que pense antes – e ensinamentos de prevenção aos acidentes, entre eles o mergulho em águas rasas, já alcançaram cerca de oito milhões de crianças e jovens em todo o mundo.

15

pag1417.indd 15

18/12/2012 13:44:04


O rOtary e a cOmunidade encaminhado às escolas. Eram os últimos meses de 2011, pouco antes das férias de verão, quando os casos de trauma pós-mergulho aumentam. Logo a seguir, mais 100 mil folhetos foram impressos e distribuídos nos pedágios paulistas que levam os turistas ao litoral do estado – o distrito na época recebeu o apoio da Ecovias, empresa que opera o sistema rodoviário Anchieta-Imigrantes. A iniciativa ganhou um importante reforço com o convite do então governador Fernando a Jorge Thadeu Rogas, associado ao Rotary Club de Santos-Praia, SP, e especialista em medicina intensiva, para que integrasse o projeto. Os dois médicos passaram a ministrar palestras de conscientização para o tema em diversos clubes do distrito 4420. O prOjetO hOje Agora, graças a um segundo Subsídio Distrital, novos impressos serão dis-

“O foco é a divulgação mais ampla durante a temporada de verão por meio de panfletos e palestras, desta vez em escolas e universidades” tribuídos, informa o ex-governador, que se preocupou em não torná-los anacrônicos. O material traz o emblema do Rotary e o nome do distrito, mas não contém o lema rotário anual nem o nome do governador em exercício. “Hoje o projeto está organizando sua segunda temporada”, declara Jorge Thadeu. “O foco é a divulgação mais ampla durante a temporada de verão por meio de panfletos e palestras, desta vez em escolas e uni-

versidades. E estamos organizando uma ação conjunta com os clubes de Santos para este verão”, anuncia. Fernando Dias estima que a ação do distrito 4420 já tenha alcançado cerca de 400 mil pessoas. Pensando no futuro, ele considera importante mais palestras nas escolas e também durante os Prêmios Rotários de Liderança Juvenil do distrito, o programa intensivo de treinamento do Rotary destinado a jovens de 14 a 30 anos de idade. “A intenção é ampliar o projeto para outros distritos, visto que muitas vítimas são do interior de São Paulo e de outros estados. Outra possibilidade é ampliar o escopo do projeto para outros acidentes frutos de imprudência ou negligência”, considera Jorge Thadeu. Para ele, há necessidade de uma repercussão pública maior. “Este ano pretendemos utilizar alguns canais de mídia para divulgação das ações”, diz.

Números que derrubam De acordo com pesquisa do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo, a cada

semana dez pessoas ficam paraplégicas – paralisia das pernas – ou tetraplégicas – paralisia dos braços e pernas – no Brasil ao bater a cabeça durante mergulhos. Dito de outra forma, o mergulho é responsável por 10% dos 8.000 casos de fraturas na coluna vertebral que ocorrem anualmente no Brasil, atrás de acidentes de trânsito, perfuração à bala e quedas em geral. Das cerca de 800 pessoas que sofrem fratura vertebral durante mergulho anualmente, dois terços ficam paraplégicas ou tetraplégicas. A grande maioria das vítimas, 90%, tem idades entre 10 e 25 anos e é do sexo masculino. No verão, o mergulho passa a ser a segunda causa de lesões de medula – só perdendo para acidentes de trânsito. Muitas vezes, o acidente está relacionado ao uso de álcool ou drogas, uma vez que uma pessoa sob o efeito dessas substâncias perde a noção de perigo. A paraplegia e a tetraplegia ocorrem quando há lesão da medula espinhal, responsável pela transmissão das ordens vindas do cérebro para as outras partes do corpo. Ao cair de cabeça em um local raso ou onde há pedra ou banco de areia, o choque faz com que o pescoço seja dobrado enquanto o corpo continua se movendo para a frente, causando fratura de uma ou mais vértebras. As lesões costumam se localizar nas vértebras cervicais, ou seja, nas sete primeiras a partir da cabeça, comprometendo o movimento a partir daquele ponto e resultando em tetraplegia. Pela natureza da queda, são raros os casos em que a lesão ocorre mais para baixo, o que determinaria paraplegia. 16

J aneiro

pag1417.indd 16

de

2013

18/12/2012 14:08:05


Um pouco de técnica ao mergulhar pode salvar sua vida

Dicas da campanha l

Não mergulhe em locais

desconhecidos, ou, caso o faça, antes entre de pé procurando conhecer o grau de profundidade do local (quanto mais raso, maior o risco de bater a cabeça no fundo e lesionar a medula); l Mesmo onde há suficiente profundidade, podem existir pedras, troncos ou bancos de areia no local; l Evite os mergulhos de cabeça, saltos de pontes, trampolins, barrancos ou pedras; l Não empurre amigos, mesmo de brincadeira, em praias, lagos, poços, rios ou piscinas; l Ao mergulhar, mantenha sempre os braços estendidos à frente da cabeça para minimizar um possível impacto; l Álcool e drogas predispõem a acidentes.

Um estudo revelador Durante dez anos, de 1989 a 1999, foi feito um levantamento nos hospitais de Ribeirão Preto, SP, a respeito das vítimas de fraturas de coluna cervical decorrentes de mergulhos em águas rasas. O trabalho foi levado a cabo pelo médico Helton Luiz Defino e pela fisioterapeuta Carmen Lúcia Cadurim Silva e registrou que dos 97 fraturados em mergulhos naquele período, 60 apresentavam lesões neurológicas. Desses 60 pacientes, 25 deles se acidentaram em piscinas e 72 se

acidentaram em rios, córregos e lagoas. Além disso, dos 97 acidentados, 88 deles (91%) eram do sexo masculino. E a maior incidência de vítimas encontra-se na faixa dos 10 aos 20 anos. Doze pacientes foram entrevistados, constatandose da parte deles total desconhecimento dos riscos em mergulhos em águas rasas. A conclusão a que os dois pesquisadores chegaram é que a prevenção precisava ser estimulada na população. BR

17

pag1417.indd 17

18/12/2012 14:05:17


Coluna da assoCiação brasileira da the rotary foundation (abtrf) Alceu Eberhardt*

a abtrf e o desafio de 10 milhões de dólares Para esta meta ser alcançada basta querermos nos envolver

iStockphoto

N

o 35º Instituto Rotary do Brasil, realizado em Vitória, os coordenadores regionais da Fundação Rotária lançaram o desafio dos 10 milhões de dólares em contribuições para a Fundação Rotária, conforme plano detalhado na Coluna dos coordenadores regionais da Fundação Rotária, edição de outubro de 2012. É uma meta difícil de ser alcançada? Não. Tenho plena convicção de que essa meta pode ser facilmente superada. Só depende de que cada um de nós se convença de que é possível, de que irá se envolver na busca de parceiros, pois temos à nossa disposição a Associação Brasileira da The Rotary Foundation (ABTRF). Antes de a ABTRF ser criada, ouvia-se: “Se pudéssemos obter contribuições de pessoas jurídicas, nosso clube bateria todos os recordes de contribuições para a Fundação Rotária”. Passaram-se então sete anos. Alguns clubes realmente ultrapassaram todas as suas metas obtendo expressivas contribuições de empresas; outros, nem tanto. A ABTRF colocou à nossa disposição dois grandes programas para apoiar as iniciativas de doações: o Seguro Solidário e o Empresa Cidadã. Programa Seguro Solidário Sempre é bom reforçar alguns aspectos: será que os associados estão se lembrando de informar os seguros de veículos contratados nos últimos 11 meses com as empresas Porto Seguro, Itaú Seguros e Azul? Podemos estar deixando de receber valores consideráveis pela falta da informação apropriada! Verifique o seu seguro. Informe hoje! Contratação/renovação de seguros de veículos: não podemos nos esquecer de fazer a cotação com essas empresas, pois pode haver grandes surpresas. Já houve

18

pag1819.indd 18

J aneiro

de

casos, por exemplo, em que a contratação inicial inviabilizava as empresas conveniadas, mas na renovação e, principalmente, na troca de veículo ela tornava-se altamente vantajosa. Então faça a cotação sempre. Programa emPreSa Cidadà Com as mudanças na Fundação Rotária a partir de julho de 2013, a ABTRF passará a desempenhar função de extrema importância para clubes e distritos, pois será por

2013

18/12/2012 14:11:16


“Nós temos credibilidade e isso precisa ser explorado. As empresas precisam saber que 100% dos recursos doados para a ABTRF são integralmente aplicados em projetos humanitários” meio dela que se conseguirão os recursos necessários à realização dos projetos de Subsídios Distritais. Então, por onde começar? Pelas empresas dos associados dos clubes. Pela sua empresa. Por quê? Porque nós precisamos dar o exemplo. Precisamos estar conscientes da importância da ABTRF para a realização de projetos humanitários, de que contribuindo estamos ajudando a construir um mundo melhor.

Mas, para a ABTRF, o programa Empresa Cidadã deve também atingir empresas de não rotarianos, principalmente aquelas tributadas pelo regime de lucro real que podem deduzir até 2% do seu lucro operacional como despesa operacional, o que permitirá redução no montante do Imposto de Renda a ser pago.

Mas, como vamos atrair empresas para o programa Empresa Cidadã? Há dois aspectos importantes a serem ressaltados: 1) Responsabilidade social: hoje as empresas são chamadas a apresentar o seu balanço social e nós podemos ser os seus grandes parceiros; 2) Os Rotary Clubs precisam ser conhecidos em suas comunidades e reconhecidos pela qualidade dos projetos humanitários que realizam. O segundo ponto é fundamental para atrairmos as empresas para o programa Empresa Cidadã. São realizados grandes e importantes projetos e pecamos muitas vezes pela falta de divulgação. Projetos humanitários, imagem pública eficaz, quadro associativo com representatividade e clube “parceiro” da comunidade são fatores fundamentais para viabilizar a busca de empresas contribuintes. A concorrência é grande, mas nós temos credibilidade e isso precisa ser explorado. As empresas precisam saber que 100% dos recursos doados para a ABTRF são integralmente aplicados em projetos humanitários. Qual é a outra entidade que procede assim? Então, precisamos fazer com que nossos clubes voltem a ter a importância que já tiveram em suas comunidades, que realizem os projetos que a comunidade necessita, que tenham representatividade em seu quadro associativo e que gerem atratividade. E você é parte muito importante nesse processo! Você, por meio de sua empresa, pode ser o primeiro a aderir ao programa Empresa Cidadã em seu clube. Por meio de sua iniciativa, mais companheiros irão aderir. Por meio de seu exemplo e convicção, empresas de não rotarianos passarão a contribuir e, desta forma, tornarão muito fácil atingir – e superar – o desafio proposto. Pense nisso! * O autor é membro do Comitê de Assessoramento da ABTRF – Região Sul, governador 2004-05 do distrito 4650 e associado ao Rotary Club de Rio do Sul-Centenário, SC. O seu e-mail de contato é alceb@terra.com.br. BR

ASSOCIAÇÃO BR ASILEIR A DA

THE ROTARY FOUNDATION

Conheça o portal da ABTRF na internet: www.abtrf.org.br 19

pag1819.indd 19

18/12/2012 14:16:17


C o m p o r ta m e n t o e s a ú d e

Transtornos de apren Por que é importante uma mudança de atitude das escolas, dos pais e das autoridades sobre este tema Wimer Bottura Junior*

20

pag2022.indd 20

J aneiro

de

Precisamos reforçar que a gestação e a paternidade precoces são fatores que retroalimentam a problemática aqui descrita. No Brasil, temos hoje cerca de um milhão de nascimentos envolvendo pais adolescentes, o que representa cerca de 1/3 do total de partos. Mas este roteiro pode ser modificado se as pessoas envolvidas no atendimento e na educação destas crianças tiverem conhecimento dos reais problemas e forem orientadas a uma mudança de atitude perante a situação. Para isso é preciso que as informações cheguem aos lugares mais distantes do país.

kp

ho

to

CarênCia de espeCialização Por conta dessa necessidade, menciono um nosso projeto de atendimento aos portadores de transtornos de aprendizagem que é estruturado por meio de videoconferências, retransmitidas pelas comunidades interessadas. Realizado pelo Comitê Multidisciplinar de Adolescência da Associação Paulista de Medicina, o maior objetivo deste projeto é o de sensibilizar as famílias, os educadores, médicos e as autoridades para uma mudança de atitude. O número de psiquiatras com especialização em psiquiatria infantil e neuropediatras é muito baixo, e a

iSt oc

S

egundo Sylvia Maria Ciasca, doutora em neurologia infantil, 40% da população em idade escolar no Brasil apresentam alguma forma de dificuldade na escola. Este é um dado preocupante em virtude do impacto na vida do indivíduo e na coletividade. Em países de Primeiro Mundo, os números também são elevados. A reação das autoridades, das escolas e das famílias ante os primeiros sinais destas dificuldades é, todavia, inadequada, na medida em que elas desconhecem a existência dos transtornos primários de aprendizagem (TA) – como a dislexia, discalculia, disgrafia e transtorno do déficit de atenção – e secundários (TAS) – como depressão, transtorno bipolar, psicoses e transtorno obsessivo compulsivo – e as consequências de conflitos intrafamiliares, todos os quais causam dificuldades de concentração e desinteresse no aprendizado. Este desconhecimento de alguma forma pode propiciar que uma criança seja humilhada por uma autoridade e tratada com ofensas – em termos tais como burra, vagabunda, incapaz. Posteriormente, ela pode até ser ameaçada e punida, para finalmente ser excluída. Este processo ocorre como em um roteiro pré-estabelecido, que leva o estudante da primeira à última fila da sala de aula e em seguida para fora da sala, juntando-se a outros oriundos de outras turmas. Estes grupos depois se reunirão fora da escola, com outros que enfrentaram a mesma sequência. Instala-se então uma série de comportamentos mais graves que os próprios transtornos. Podemos relatar os mais comuns: l Prejuízo à autoconfiança e à autoestima; l Afastamento acadêmico e social; l Abandono escolar; l Maior risco de gravidez precoce e paternidade precoce; l Adesão ao uso e distribuição de drogas; l Marginalização; l Adesão a grupos violentos; l Subemprego; l Necessidade de atenção social e l Elevação dos custos sociais para o estado. 2013

18/12/2012 14:20:58


endizagem oferta de vagas em residência médica para especialização nestas áreas é ínfima em relação às necessidades do país. No entanto, o médico pediatra é um dos profissionais de saúde com melhor distribuíção pelo país e conta com a maior credibilidade junto às famílias. Tais aspectos podem favorecer a criação de núcleos de estudos e triagem dos portadores de transtornos de aprendizagem a serem encaminhados para tratamento. Tais núcleos seriam compostos por educadores, familiares, psicólogos e médicos. Um ingrediente importante para enfrentamento dos transtornos de aprendi-

zagem é o envolvimento da família. Principalmente o envolvimento da figura paterna nas discussões sobre o tema, pois o primeiro sentimento dos pais quando surge uma dificuldade com o filho é o sentimento de culpa e a ânsia de se livrar desta culpa. Há a tendência de procurar alguém para depositário deste sentimento não resolvido. Primeiramente, o depositário é a própria criança, depois a mãe, depois a escola, e na sequência o pedagogo e o médico serão objetos dessa tentativa. É preciso que os pais sejam aliviados de seus sentimentos e que seja mostrado a eles que o esclarecimento diagnóstico não é um ato de investigação de culpados e punição. O esclarecimento consiste especificamente no ato de se descobrir um mecanismo que, funcionando de forma alterada, gera sempre o mesmo resultado, muitas vezes de geração a geração. Há a possibilidade de se romper uma corrente transgeracional de perpetuação de um problema. Nem todos os portadores destes transtornos são beneficiados de forma definitiva por tratamentos e, em tais casos, existem estratégias de abordagem tanto pedagógica quanto psicológica e médica que favorecem a evolução dos mesmos com um mínimo prejuízo da autoestima, autoconfiança e autoimagem. Outros casos são passíveis de tratamento. Sabemos também das controvérsias envolvendo os diagnósticos, cujos critérios necessitam ser

21

pag2022.indd 21

13/12/2012 13:52:43


C o m p o r ta m e n t o e s a ú d e

Os portadores de transtorno de aprendizado acabam ganhando menos, gastando menos, adoecendo mais e se envolvendo com atividades ilegais com maior frequência

aprimorados por meio de mais pesquisas. O mesmo aprimoramento se faz necessário nos tratamentos atuais. A mudança de atitude, com triagem e encaminhamento para profissionais conhecedores da problemática, aumentará também o universo da pesquisa. DefininDo o problema Mas, como definir um transtorno de aprendizagem? Consideramos a existência de um transtorno de aprendizagem sempre que as habilidades para leitura, escrita, compreensão de texto e de matemática forem inferiores ao esperado para a idade em pessoas de inteligência normal. Importante ressaltar que pessoas com transtorno de aprendizagem têm inteligência normal, embora apresentem resultados acadêmicos inferiores. Quais os transtornos mais comuns? A dislexia é um deles, e se caracteriza pela dificuldade de compreender textos. Foi descrita pela primeira vez em 1881 pelo médico alemão Oswald Berklan, enquanto o termo foi cunhado em 1887 pelo oftalmologista alemão Rudolf Berlin ao se deparar com um paciente que, tendo habilidade intelectual normal, tinha dificuldade em aprender a ler e escrever. Ainda hoje há controvérsias quanto à descrição do problema e suas possíveis causas. Existem, porém, evidências consistentes de alterações neurofuncionais, principalmente de origem genética. Felizmente, têm sido criadas estratégias de ensino e estudo que levam muitos

22

pag2022.indd 22

J aneiro

de

de seus portadores a superarem barreiras acadêmicas. A discalculia é outro transtorno importante. Consiste na dificuldade em aprender matemática e em lidar com símbolos matemáticos. Neste caso também há fortes evidencias de alterações neurofuncionais de fundo genético. Disgrafia (dificuldade em escrever em termos de caligrafia e de coerência), disortografia (dificuldade de aprendizagem e desenvolvimento da expressão em linguagem escrita),

dislalia (dificuldade em articular as palavras) são outros transtornos que podem existir de forma associada ou independente. O transtorno de déficit de atenção com hiperatividade, problema descrito há mais de um século e um dos mais estudados nos últimos 20 anos, também é resultado de alterações neurofuncionais, que por sua vez carregam evidências importantes de uma origem genética. Existem também o transtorno de aprendizagem secundário à depressão e o transtorno bipolar do humor, os quais até há pouco não eram considerados prevalentes em crianças, sendo hoje doenças cada vez mais diagnosticadas. Estudo recente na Inglaterra, publicado na revista Época, edição de 11 de junho de 2011, revelou que naquele país os prejuízos anuais causados ao estado chegam a 2,4 bilhões, pois os portadores de transtorno de aprendizado acabam ganhando menos, gastando menos, adoecendo mais e se envolvendo com atividades ilegais com maior frequência. Por isso o governo inglês investiu o correspondente a 2,3 milhões de dólares desde o ano 2000 em pesquisas e novas tecnologias de ensino. Segundo a entidade de consultoria KPMG, houve um retorno 12 vezes maior ao valor investido. BR * O autor é psiquiatra com especialização em infância e adolescência, escritor de livros voltados ao tema e associado ao Rotary Club de São Paulo-Sul, SP (D. 4420).

2013

18/12/2012 14:22:03


I nteract e rotaract

Cachorrada no bom sentido

O

s membros do Interact Club de São João do Rio do Peixe, PB (distrito 4500), criaram um projeto pensando no maior amigo do homem. O projeto é o Interpet, graças ao qual dez cachorros foram lavados, secados e escovados por três reais. Os animais, buscados na casa dos donos, ainda ganharam passeio. A iniciativa foi prestigiada pelo representante distrital de Interact Clubs Davi Oliveira e por rotarianos.

O Interact Club de Amambai, MS (distrito 4470), prestou apoio à festa do Dia das Crianças organizada pela equipe multiprofissional do Estabelecimento Penal de Amambai. O evento reuniu cerca de 200 familiares dos detentos e contou com peça de teatro, lanches e atividades recreativas.

O Rotaract Club de Guaiçara, SP (distrito 4480), realizou o projeto Caminhada Ecológica em 28 de outubro, cujo objetivo foi o de recolher o lixo jogado ou depositado indevidamente no acostamento da via José Martins Rodrigues. Foram recolhidos dois sacos de 100 litros com lixo em apenas metade do trajeto. Em agosto, o clube promoveu a segunda edição do projeto Cada Encontro Um Conto na Escola Municipal Professor Henrique Unger visando o incentivo à leitura (foto). Essa ação reuniu cerca de 300 crianças.

O Interact Club de Jales, SP (distrito 4480), entregou cerca de 650 brinquedos para as crianças de quatro bairros carentes da cidade em 12 de outubro (foto). No dia 21 do mesmo mês, seus membros organizaram uma festa para a garotada da Casa da Criança de Jales. Já em 5 de novembro, para comemorar o cinquentenário do programa estruturado de Interact Club, o clube realizou o 1º Seminário Motive-se. Cresça. Lidere.

23

pag2325.indd 23

18/12/2012 14:40:37


I nteract e rotaract

O Interact Club de Cajazeiras-Centro, PB (distrito 4500), organizou uma horta para o Lar de Idosos Lucas Zorn. Os jovens ainda levaram solidariedade e companheirismo aos moradores do abrigo.

O Interact Club de João Pessoa-Bancários, PB (distrito 4500), apoiado pelo Rotary Club e Rotaract de mesmo nome, promoveu uma tarde de brincadeiras para as crianças da Escola Estadual Dom Carlos Coelho em 11 de outubro. Houve sorteio de uma bicicleta e mais de 170 crianças receberam presentes.

O Rotaract Club de Tupã, SP (distrito 4510), participou da 3ª Feira de Profissões das Faculdades Faccat. Na oportunidade, os associados realizaram mais uma etapa da campanha Ajudar Tá no Sangue, que cadastrou mais de 60 doadores em potencial. O Interact Club de Pau dos Ferros, RN (distrito 4500), comemorou o Dia das Crianças com 150 meninos e meninas de comunidade local. A iniciativa teve o apoio do Interact Club de Riacho de Santana, RN. Por falar neste último clube, em 1º de setembro, o clube de Pau dos Ferros organizou a abertura oficial dos trabalhos do Interact Club de Santana, no Centro Cultural de Pau dos Ferros, que teve a participação de toda a família rotária local.

O Interact Club de Tupi Paulista, SP (distrito 4510), realizou feira de doces e salgados para arrecar verba para entidades assistenciais do município. Atualmente, o clube promove lanches no Asilo São Vicente de Paula. Cerca de 145 pessoas, entre elas 23 intercambistas, participaram da 9ª Conferência Distrital de Interact Clubs, ocorrida em Salvador de 12 a 15 de outubro. O evento foi organizado pelo Interact Club de Colégio Rotary, BA (distrito 4550).

24

pag2325.indd 24

J aneiro

de

2013

18/12/2012 14:54:13


O Rotaract Club de Guarapuava, PR (distrito 4640), realizou um bazar de roupas, calçados, brinquedos e utensílios domésticos no bairro do Xarquinho, em Guarapuava, em 6 de outubro.

O Rotaract Club de São JoséKobrasol, SC (distrito 4651), comemorou em outubro 10 anos de fundação visitando o clube padrinho, o Rotary Club de São JoséKobrasol. Na oportunidade, os jovens apresentaram projetos importantes que fizeram a história desse Rotaract. Os associados ao Interact Club de Mosqueiro, PA (distrito 4720), participaram do desfile da Semana da Pátria naquela cidade.

O Interact Club de Guaíba, RS (distrito 4680), inaugurou a exposição do projeto Sonhos em Redação, que consistiu na seleção de 15 textos de mais 60 alunos. A exposição ainda contou com cinco redações de estudantes norte-americanos. Os jovens participantes receberam um certificado e um livro com os trabalhos expostos. Esta iniciativa contou com o apoio do Rotary Club, do Rotaract e da Casa da Amizade locais.

Ocorreu na cidade de Soledade, RS, nos dias 17, 18 e 19 de outubro, o 3º Concurso Teatral Rotary e Rotaract, apoiado pelo Rotaract Club de Soledade, (distrito 4700). O evento contou com a participação de seis escolas públicas e particulares da cidade, que concorreram com espetáculos teatrais. Aquelas que tiraram os 1º, 2º e 3º lugares receberam 1.000, 500 e 300 reais respectivamente e cada escola ganhou um certificado e escolheu um aluno a ser homenageado.

O Interact Club de Iturama, MG (distrito 4770), envolveu as escolas municipais da cidade no projeto Reciclar É Amor, de arrecadação de garrafas pet, papelões e latinhas em novembro. O dinheiro obtido com a ação será destinado a seis instituições filantrópicas de Iturama.

25

pag2325.indd 25

18/12/2012 19:01:30


e m cima do fato

Comemoração na Academia B Escalando o time para defender a memória do Rotary e o nosso idioma Da Redação

E

m sessão solene ocorrida na tarde de 21 de novembro no auditório da Cooperativa Editora Brasil Rotário, no Centro do Rio de Janeiro, tomaram posse os membros titulares fundadores da Academia Brasileira Rotária de Letras (Abrol). A instituição surgiu com o objetivo de preservar a história do movimento rotário no Brasil e valorizar a língua portuguesa. O ex-governador distrital Waldenir de Bragança, diretor-secretário e idealizador da Abrol, foi o primeiro a discursar. “Estou no Rotary há 42 anos e eu não imaginava ver uma reunião tão luminosa, um encontro tão importante para a história do rotarismo brasileiro como estou vendo hoje. É um momento histórico”, disse. Em seguida, falou Carlos Henrique de Carvalho Fróes, presidente da Abrol. Fróes, que foi presidente e editor da Brasil Rotário, citou uma frase de Winston Churchill – “Quanto mais se olha para trás, mais se enxerga para a frente” – ao traçar um painel dos primórdios da Academia Brasileira de Letras, que serviu de inspiração à Abrol. Após seu discurso, Carlos Fróes convidou o diretor do Rotary International José Antonio Figueiredo Antiório para proceder ao juramento acadêmico. Então, quando Waldenir de Bragança recitou o termo de compromisso dos acadêmicos, houve o ato de posse. Seguindo a ordem das cadeiras ocupadas na instituição e seus respectivos patronos – nomes consagrados na história do Rotary no Brasil e no mundo –, os novos acadêmicos foram

26

pag2627.indd 26

J aneiro

de

chamados a assinar o livro e receberam diploma, medalha com a insígnia da Abrol, distintivo e beca. O decano do Colégio Brasileiro de Diretores do Rotary International, Mário de Oliveira Antonino, marcou a sessão solene falando em nome de todos os acadêmicos. “Em minha opinião, este é o início da construção de uma obra plural de lições cristalizadas no tempo. Esta academia não está aqui de passagem, veio para ficar, para ficar e se perpetuar graças aos seus mais iluminados desdobramentos”, declarou. Na sequência, o diretor Antiório ocupou a tribuna para falar da honra em participar daquele momento e lembrou do convite feito por Carlos Fróes e Waldenir de Bragança. “Eu creio que a criação da Academia seja um exemplo para o mundo. Porque por meio de uma instituição como essa poderemos nos entrelaçar cada vez mais em busca da compreensão e da paz entre os povos”, defendeu.

2013

18/12/2012 15:13:46


ia Brasileira Rotária de Letras Sérgio Afonso

Os acadêmicos do Rotary: em pé, a partir da esquerda, Carlos Gueiros, Waldenir de Bragança, Alberto Bittencourt, José Alves Fortes, Eduardo Alvares de Souza Soares, Wilmar Garcia Barbosa, Jorge Bragança, Vicente Herculano da Silva, Bemvindo Augusto Dias, Ricardo Gondim, Gilberto Geisselmann e José Ubiracy; sentados, a partir da esquerda, Themístocles Pinho, José Antiório, Carlos Fróes, Gerson Gonçalves, Mário Antonino, José Alfredo Pretoni e Luiz Coelho Oliveira

Por fim, Ricardo Vieira Gondim, presidente e editor da Brasil Rotário, na qualidade de anfitrião da Abrol e também acadêmico, usou da palavra. Gondim comentou a sua satisfação em ter testemunhado o surgimento do projeto de uma academia rotária de letras e exaltou as primeiras ações concretas da instituição em defesa do idioma nacional. O editor se referia em particular à iniciativa de uma delegação de rotarianos que, na sede das Nações Unidas, em Nova York, em 27 de maio de 2011, requereu

que o português fosse considerado uma das línguas oficiais da organização. Os acadêmicos Eduardo de Barros Pimentel, decano do Colégio de Governadores do Distrito 4610 e presidente da Fundação de Rotarianos de São Paulo, Antonio Hallage, curador da Fundação Rotária e ex-diretor do Rotary International, Hipólito Sérgio Ferreira e Alceu Antimo Vezozzo, também ex-diretores do Rotary International, BR justificaram a ausência.

27

pag2627.indd 27

18/12/2012 15:14:17


Q uadro associativo

Começando do zero Para reunir novos membros, crie novos clubes Kim Lisagor*

S

ão 11h45 e Walt, próspero proprietário de uma companhia de seguros, avisa à secretária que está saindo para o almoço. “Volto em algumas horas”, diz ele sorrindo. Entra em seu novo Edsel e dirige até um restaurante onde ele e seus companheiros rotarianos se reúnem em uma sala privativa. Eles se instalam e pedem martini. O presidente do clube os conduz em um juramento, uma invocação e uma interpretação empolgante da tradicional música I’ve been working on the railroad. Após a reunião, barrigas cheias e cabeças nebulosas, eles voltam ao trabalho. Às 17h, Walt volta para casa. Seus filhos estão brincando no quintal da frente. Eles largam seus bambolês e correm para recebê-lo. Lá dentro, sua esposa tira um assado do forno e chama a família para jantar. Se você é rotariano hoje, essa cena pode soar tão relevante para sua rotina diária quanto uma da Inglaterra de Shakespeare. Para a maioria de nós, um dia típico se parece mais com isto: São 12h16 e Jennifer, vice-presidente de uma empresa de serviços na internet, percebe que está atrasada para o almoço do Rotary Club. Apressada, ela desce a rua em direção ao restaurante, onde os garçons retiram os pratos de salada. Um dos associados do clube lhe passa uma folha de inscrição para um fim de semana de arrecadação de fundos, e ela pelo celular ela envia uma mensagem de texto para a babá: “vc pode ficar com as crianças sáb, 10 às 12?”. Ela tem dificuldade para se concentrar no programa; na cabeça, analisa balancetes e se preocupa com demissões iminentes. Já teve corte de salário e adiou as férias da família, mas nenhum sacrifício pessoal salvará o emprego do recém-formado que ela contratou no ano passado. Às 18h30, encontra o marido e os filhos em uma pizzaria e pede desculpas por ter faltado ao treino de futebol das crianças (mais uma vez). “Alguém tem que ceder”, diz o marido, e ela sabe que ele está certo. Mais tarde, ainda naquela noite, ela envia um e-mail ao presidente do clube. No assunto: “Dias de licença”.

28

pag2830.indd 28

J aneiro

de

Nova reaLidade Se a segunda cena lhe parece mais familiar, você está em boa companhia. Os desafios da vida moderna estão refletidos nos últimos números de membros do Rotary. Depois de crescer de forma constante a partir de 1940 até meados dos anos 90, a participação estabilizou. E apesar de todo ano milhares de pessoas se associarem a clubes, mais gente se desliga, o que resultou em uma diminuição global de 15.493 rotarianos na América do Norte entre 2010 e 2012. A economia não tem ajudado. A perda de 8,4 milhões de empregos em 2008 e 2009 representou “(de longe) a mais dramática diminuição de empregos em qualquer recessão, desde a Grande Depressão”, de acordo com um relatório feito pelo Economic Policy Institute. A vagarosa recuperação deixou muitos trabalhadores americanos incertos de suas finanças. Outro fator é a divisão das responsabilidades no lar. Em 1950, o homem da casa era o único assalariado em 63% dos lares mantidos por casais. Em 2011, esse número caiu para menos de 16%. Famílias de dois trabalhadores. Incertezas nas finanças. Menos tempo livre. Não é de se admirar que recentemente muitos clubes tenham enfrentado queda na participação. Essa tendência faz alguns rotarianos se perguntarem se o modelo antigo de associação consegue sobreviver. Para Chuck Musgrave, ex-governador do distrito 5750, em Oklahoma, EUA, a resposta é clara: a abordagem do Rotary à associação deve mudar. associação e reteNção Alguns anos atrás, Musgrave ficou interessado nas estatísticas que o presidente 2000-01 do Rotary International, Frank J. Devlyn, reuniu durante seu mandato. Devlyn rastreou associação e retenção do quadro associativo em todos os clubes dos Estados Unidos por cinco anos. Musgrave estendeu os dados até 2011. Entre 1995 e 2000, 1.112 novos associados se juntaram a clubes em seu distrito, mas em 2006, apenas 223 dos rotarianos

2013

18/12/2012 19:15:49


Dave Cutler

permaneceram. Em 2011, o número caiu para 124, uma perda de 89%. Seu distrito tem visto um ligeiro aumento no número de rotarianos desde 2000, diz ele, salientando os ganhos para o Rotary Club de Oklahoma City e a adição de três novos clubes de sucesso. “Eu comecei a observar os distritos para descobrir quais características eram comuns entre aqueles que ganharam ou os que perderam membros”, diz Musgrave. “Em sua maioria, nenhum clube tinha ganhos significativos em adesão. Nos distritos em que havia aumento de associados, era quase sempre porque um ou mais novos

clubes foram fundados e a adesão desses membros encobria o fato de que os clubes existentes estavam perdendo sócios. “Foi surpreendente todo o crescimento real nos distritos ter acontecido com a criação de novos clubes”, diz ele. Sua teoria: membros de clubes estabelecidos tendem a pensar em seu clube com um determinado tamanho e operando de determinada maneira. “Quando um novo associado chega, ele olha para o clube, e se são 40 rotarianos, em sua mente é esse o tamanho. E assim, quando ele se torna um clube de 37 pessoas, todo mundo fica

29

pag2830.indd 29

18/12/2012 19:16:43


Q uadro associativo agitado, faz campanha de captação de novos associados e então o clube sobe para 43 rotarianos. Durante um longo período, os 43 se tornam 41, e eles não se preocupam até que cheguem a 35. O parâmetro cai.” Musgrave também descobriu que membros de novos clubes são menos propensos a abandoná-los, pelo menos durante os primeiros cinco anos, mas que, a longo prazo, a maioria dos clubes diminuem de tamanho. “Eu acho que se nós realmente quisermos crescer, a maneira prática de fazê-lo é formar novos clubes”, diz ele. Novos modelos Em seu distrito, Musgrave cita o Rotary Club de Bricktown Oklahoma City como um protótipo. Direcionado a jovens profissionais, foi fundado em 2003 e se apresenta como “um dos clubes de happy hour originais”. As reuniões acontecem às segundas-feiras, das 17h30 às 18h30, em uma cervejaria. As cotas anuais somam 700 dólares, dos quais 100 dólares vão para a Fundação Rotária. “Acabamos com muitas das pequenas peculiaridades de que os jovens não gostam e que ocupam tempo e se interpõem ao palestrante.” Há nove anos em atividade, o Rotary Club de Bricktown Oklahoma City tem 49 associados. “Vejo isso como um modelo de sucesso”, diz Musgrave. Um dos clubes mais novos é o Rotary Club de Edmond Boulevard. Enquanto servia como presidente de comissão distrital, em 2011-12, a governadora Michelle Schaefer perguntou a lideranças distritais se seus clubes eram “pálidos, masculinos e sem graça”, e os desafiou a questionar os associados quanto às tradições do clube, custos, projetos de serviço e opiniões sobre o envolvimento de rotarianos mais jovens. Suas descobertas ajudaram a moldar as prioridades do clube, lançado em maio de 2012 tendo como presidente Hal Stevens, anteriormente do Rotary Club de Edmond. Schaefer e Musgrave garantiram um espaço em um “martini bar” cujo gerente ficou feliz por funcionar às segundas. Stevens promoveu o clube nas redes sociais LinkedIn e Facebook. Na primeira reunião, quando Schaefer fez uma apresentação sobre o Rotary, 18 membros em potencial compareceram. Eles receberam o primeiro projeto de prestação de serviço duas semanas depois. O clube é uma combinação de homens e mulheres especialistas em tecnologia e com idades entre 25 e 65 anos, aproximadamente. À exceção dos co-fundadores, nenhum dos membros convocados tinha prévia experiência com o Rotary. Isso inclui o presidente eleito Jermaine Harrison. “Eu havia visitado um Rotary Club há anos”, diz ele. “Era

30

pag2830.indd 30

J aneiro

de

um clube muito bem estabelecido, e eu não me via fazendo parte dele.” Harrison, que trabalha na área de TI, ficou impressionado com o uso da tecnologia no Rotary Club de Edmond Boulevard. “Essas ferramentas me intrigam; dedico meu tempo e meu coração a isso”, ele diz. “Eu precisava do clube que temos hoje.” BR

*Para a The Rotarian. O trabalho da autora apareceu no The New York Times, na Outside, e no Men’s Journal. Ela é associada ao Rotary Club de San Luis Obispo Daybreak, na Califórnia, EUA. Tradução de Ana Luiza Libânio Dantas.

Iniciando no Rotary Para quem pensa em fundar um clube, aqui estão algumas dicas dos Rotary Clubs de Bricktown Oklahoma City e Boulevard Edmond, nos EUA: A localização importa. Encontre um local animado em uma área comercial e peça para fazer suas reuniões lá nas noites de menor movimento. Espalhe a notícia. O Rotary Club de Edmond Boulevard incentiva participantes das reuniões a fazerem check in no Facebook e a marcarem o “martini bar” na rede social. Mantenha a simplicidade. “Nós não fazemos juramentos, não oramos nem cantamos. Não temos banner nem sino”, diz Schaefer. O Rotary Club de Edmond Boulevard coloca a Prova Quádrupla em uma tela plana e bate com uma colher na taça de vinho para começar e para terminar a reunião. Seja breve. Reuniões de uma hora durante o happy hour permitem que os associados estejam em casa a tempo de jantar com a família. Dispense a refeição. Eliminar o café da manhã, o almoço ou o jantar em grupo ajuda os associados no controle das despesas. Redução de cotas. O Rotary Club de Edmond Boulevard cobra 25 dólares por mês e aceita pagamento por PayPal ou Square. Apoiar a Fundação. Todo clube novo no distrito de Musgrave começa com 100% de contribuintes especiais da Fundação Rotária, “por isso ninguém é diferente”, diz ele. Convide um especialista. “Você tem que ter um rotariano experiente, que será o mentor para o clube ao longo de dois ou três anos”, diz Musgrave. Concentre-se na diversão. A festa de convocação do Rotary Club de Edmond Boulevard foi um luau havaiano em uma lanchonete local. De vez em quando, o clube planeja uma noite de jogos de tabuleiro em lugar de palestra.

2013

18/12/2012 19:17:35


C APA Alyce Henson

As bicicletas do Rotary Na Europa, nos EUA e no Brasil, rotarianos pedalam pelo fim da pĂłlio e pelo bem da comunidade

Os governadores assistentes do distrito 1840, da Alemanha, Michael Bulla e Uwe Barti, pedalam pela cidade de Holzkirchen a caminho da linha de chegada, na cidade de Rosenheim

ď&#x192;&#x153; 31

pag3135.indd 31

20/12/2012 16:44:53


C apa Sallyann Price*, Rotary International e Redação

Q

uando dois rotarianos, no sudeste da Alemanha, se perguntaram o que poderiam fazer para comemorar a criação de dois novos distritos e promover a erradicação da poliomielite, tiveram o que pode ser chamado de um pensamento cíclico. Uwe Bartl e Michael Bulla, governadores assistentes do distrito 1840 (que engloba parte da Áustria e da Alemanha) e também governadores eleitos, respectivamente, dos distritos 1841 e 1842 (que surgirão em 1º de julho), passaram por quatro meses de treinamento para uma viagem de bicicleta de cinco dias ao longo da fronteira que separa os novos distritos. Em maio do ano passado, a dupla percorreu uma distância de 450 quilômetros pelas montanhas da Baviera, que se estendem ao sul do distrito de Pfaffenhofen, passam pelas curvas que atravessam Munique, a capital da Baviera, e terminam na cidade de Rosenheim. Como tradição do feriado ciclístico europeu, eles pedalaram pelo interior do país, parando em uma dúzia de cidades e vilarejos para mergulhar na cultura local. Os governadores estiveram com rotarianos de 21 clubes, que ofereceram apoio à iniciativa de captação de fundos por meio de estandes em praças públicas para angariação de fundos e distribuição de brez’n, o pretzel bávaro. O resultado: as doações para a campanha End Polio Now chegaram a cerca de dez mil euros. El TouR dE TucSon Distante da Europa, onde conquistaram grande popularidade, seja como meio de transporte ou opção de lazer,

32

J aneiro

pag3135.indd 32

de

as bicicletas também têm colaborado com o Rotary em seu percurso rumo ao fim da pólio. Em 17 de novembro de 2012, no estado norte-americano do Arizona, 90 ciclistas, entre rotarianos e familiares, pedalaram na corrida El Tour de Tucson. O secretário-geral do Rotary International, John Hewko, foi um dos participantes, junto com sua esposa, Marga. Eles tinham como meta arrecadar 111 mil dólares com o evento ciclístico, que incluiu distâncias de 68, 96, 136 e 179 quilômetros. Mas a corrida, organizada pela University Medical Center em Tucson, levantou mais de 320 mil dólares para a erradicação da poliomielite. Desde 2009, a campanha End

Polio Now é a beneficiária oficial do evento, o que permitiu que rotarianos começassem a participar da corrida ciclística em troca de promessas de doações à campanha. No primeiro ano, 27 ciclistas arrecadaram 35 mil dólares. Com o passar dos anos, a quantia aumentou gradativamente. As festividades de 2012 incluíram um jantar na noite anterior à corrida. Os rotarianos também montaram uma estação de água no percurso e um estande na linha de chegada, onde os ciclistas puderam se reunir e saber sobre o Rotary e seu trabalho de erradicação global da poliomielite. * Para a The Rotarian.

2013

18/12/2012 15:28:17


Rotary International

Alyce Henson

Recepcionados pelo governador 2010-11 do distrito 1840, Rainer Späth (de colete amarelo), e por suas respectivas esposas, Bulla e Barti posam fazendo o gesto da campanha Falta Só Isto, depois de terem percorrido 450 quilômetros de bicicleta e levantado cerca de dez mil euros para a campanha End Polio Now

Rotary International

O secretário-geral do Rotary International, John Hewko, e sua esposa, Marga, participaram da corrida ciclística El Tour de Tucson, no Estado do Arizona, EUA. O evento reuniu 90 ciclistas e arrecadou mais de 320 mil dólares para a erradicação da poliomielite

 33

pag3135.indd 33

14/12/2012 10:05:57


C apa

Parte de um projeto ecológico, o passeio em Vera Cruz incluiu coleta de pilhas e baterias e a distribuição de mudas de árvores

Ciclistas do servir Rotarianos brasileiros aliam bicicletas a ações de serviços Da redação

P

ara incentivar e desenvolver no Brasil a cultura da bicicleta como meio de transporte, o Ministério das Cidades criou em 2004 o Programa Brasileiro de Mobilidade por Bicicleta. Como resultado, até o fim de 2011 o número de municípios que apresentavam algum tipo de via para o veículo passou de 99 para 276. No texto de apresentação do Caderno de Referência para a elaboração do plano, divulgado em 2007, o Ministério das Cidades informa ter sido verificado “o uso crescente da bicicleta como meio de transporte não somente para atividades de lazer, mas por motivo de trabalho e estudo”, e ressalta a importância do uso da bicicleta nos deslocamentos urbanos para a construção de cidades sustentáveis.

34

J aneiro

pag3135.indd 34

de

Entre a família rotária brasileira, a bicicleta desfruta de um bom espaço. Por todo o país, é comum que clubes realizem sorteios – inclusive por ocasião das campanhas de vacinação contra a poliomielite – ou idealizem projetos que presenteiam com bicicletas estudantes que se tenham se mostrado aplicados ao longo do ano letivo. Mas isso não é tudo. Além de meio de transporte ou opção de lazer, a bicicleta, para o rotariano, é também um veículo para o servir e a realização de ações de caráter educativo e beneficente. No último ano rotário, por exemplo, eles pedalaram em comemoração ao Dia da Árvore e pelo planeta, no município paulista de Vera Cruz, como parte de um projeto ecológico que inclui a coleta de pilhas e baterias usadas. Também usaram bicicletas para reunir alimentos para

um asilo, em Campos do Jordão, ainda em São Paulo. Civismo e Crianças No atual ano rotário, os rotarianos seguiram pedalando. No município de Canoas, no Rio Grande do Sul, por exemplo, a quinta edição do Passeio Ciclístico atraiu cerca de 500 participantes e arrecadou mais de uma tonelada de alimentos para a comunidade. Em Estrela D’Oeste, São Paulo, os rotarianos reuniram 1.450 quilos de alimentos para quatro entidades assistenciais. Em Minas Gerais, na cidade de Dionísio, eles subiram em suas bicicletas para celebrar a pátria, com o 2º Passeio Ciclístico e a 2ª Corrida Rústica da Independência. E na cidade goiana de Cristalina, o 28º Passeio Ciclístico comemorou

2013

12/12/2012 19:13:28

O 25


res

O 25º Passeio Ciclístico de Araruna distribuiu 14 bicicletas

Os ciclistas Sarmiento e Quenard foram recebidos em General Câmara

Mais de 500 ciclistas se uniram ao passeio que arrecadou mais de uma tonelada de alimentos em Canoas

o Dia das Crianças com sorteio de bicicletas e brinquedos e distribuição de lanches. O evento ainda arrecadou mais de 400 quilos de alimentos não perecíveis para as entidades apoiadas pelos rotarianos. Em 2011-12, a bicicleta também esteve presente em uma iniciativa de caráter ecológico que certamente funcionou para aproximar mais brasileiros e hermanos. Assim como em outras cidades do país, rotarianos de General Câmara, no Rio Grande do Sul, receberam os ciclistas Santiago Sarmiento e Gustavo Nemits Quenard, que partiram do Rotary Club de Aldo Bonzi, em Buenos Aires, capital da Argentina, com o objetivo de percorrer mais de 60 mil quilômetros pelas Américas divulgando mensagem ecológicas.

Unidos pelo hobby de pedalar

N

a Europa, onde a cultura da bicicleta está consolidada, o Rotary conta com um Grupo de Companheirismo de Ciclismo. Os Grupos de Companheirismo são agrupamentos por afinidade que operam independentemente do Rotary International e tem associação aberta a rotarianos, seus cônjuges e rotaractianos. Podem ser de natureza recreativa ou profissional. O grupo de ciclismo se encontra na primeira opção, o que significa que é destinado a estimular o companheirismo e as experiências comuns entre rotarianos, ao mesmo tempo em que oferece oportunidades de prestação de serviços. Para conhecer sua história, eventos e países onde está presente, visite a página do grupo na internet em www.cycling2serve.org. BR

35

pag3135.indd 35

12/12/2012 19:14:37


E NTREVISTA

Educador repensa a sala de aula para um ensino global

Fotos Ann ie Tritt

Uma nova visão da educação

Stephen Yafa*

S

alman “Sal” Khan não é um profissional como outro qualquer. O matemático, cientista da computação e engenheiro elétrico norteamericano tem três diplomas do MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts), MBA pela Universidade de Harvard e um dom para transmitir ideias complexas sem as banalizar. Natural de Nova Orleans, ele é a personificação das habilidades traduzidas em riqueza e sucesso no tecnológico Vale do Silício, onde vive. Líder nato e gênio em ciência da computação, Khan atrai grandes talentos para sua equipe e, aos 36 anos, poderia estar lançando um novo Google ou uma nova Intel. Mas sua paixão está em outro lugar. Mais do que enriquecimento material, o que interessa a ele é enriquecer a vida de outros. Apesar de não ser associado a nenhum Rotary Club, Khan acredita que rotarianos em todo o planeta aprovariam a sua missão: assegurar educação de nível global

36

J ANEIRO

pag3640.indd 36

DE

para crianças ao redor do mundo por meio de sua ONG, a Khan Academy. Nos últimos seis anos, Khan e sua equipe, hoje com 36 membros, produziram mais de 3.000 vídeos sobre 40 áreas do conhecimento, como ciências, matemática, economia e questões humanitárias. Todos estão disponíveis gratuitamente em www. khanacademy.org. Em dezembro de 2012, mais de 200 milhões de lições já haviam sido assistidas no site. Khan narra a maioria dos vídeos com uma voz relaxada enquanto escreve e desenha na tela, como se fosse um quadro negro. Em 15 minutos ou menos, ele poda as arestas de temas espinhosos, como parametrização de um caminho inverso ou obrigações colaterais de dívidas, com uma intimidade tal que lhe permite, mesmo em um meio virtual, estabelecer uma relação um para um com cada aluno. “Se isso não te emocionar, você não tem sentimentos!”, Khan se entusiasma durante uma de suas aulas. Sendo um visionário que une sua inteligência afiada com o amor pelo ensino, ele consegue ser um treinador quente em um meio frio.

2013

17/12/2012 10:40:48


“Faria uma enorme diferença se rotarianos em todo o mundo saíssem à procura de alunos que não sabem sobre a Khan Academy e dissessem: ‘Vou te mostrar como começar a usar isso’”

O trabalho de Khan vem chamando atenção. Em 2011, mais de 41 milhões de adultos e crianças espalhados por todo o globo terrestre assistiram às suas videoaulas. Uma dessas pessoas foi Bill Gates. “Inacreditável!”, ele reagiu, após ser apresentado ao site. Gates estudou pela Khan Academy com seus filhos e se tornou um de seus principais apoiadores. A Bill & Melinda Gates Foundation – que também é parceira do Rotary no trabalho de erradicação da poliomielite – e a Google doaram 7,5 milhões de dólares para o ONG educacional. O esforço de Khan para revolucionar a tradicional aula expositiva das escolas por meio de programas passo a passo e exercícios práticos que podem ser adaptados conforme o ritmo de aprendizagem de cada aluno o levou à lista das cem pessoas mais influentes da revista Time e ao programa 60 Minutes, da rede de TV americana CBS, em 2012. Khan fala de sua experiência com o ensino no livro Um mundo, uma escola, que a editora Intrínseca lança este mês no Brasil (leia mais na página 41). Ele também conversou com a The Rotarian sobre como pensa e pratica a educação. A entrevista exclusiva foi concedida no escritório particular de Khan, em Mountain View, no final de uma manhã de verão. Ele havia acabado de gravar o quinto vídeo daquele dia.

THE ROTARIAN: Sua academia está crescendo rapidamente. Que planos você tem para o futuro imediato? n SALMAN KHAN: Estamos chegando a mais de cinco milhões de estudantes por mês e nosso grande esforço é encontrar maneiras de fazer as videoaulas mais interativas. Isso inclui ter questões que apareçam durante o vídeo, como “Como você adiciona frações?”, para que os alunos fiquem realmente envolvidos, ou “Qual seria o seu próximo passo?”, antes de mostrar a resposta certa. Coisas desse tipo. Depois, há o nosso impulso comunitário – estamos desenvolvendo um software para fazer com que os alunos ajudem uns aos outros com as lições de forma rápida e eficaz. Como isso funcionará? n Quando você estiver confuso com alguma coisa, poderá perguntar, e as pessoas serão reconhecidas por terem respondido de forma proveitosa. Em breve, tornaremos todas as perguntas e respostas instantaneamente disponíveis, para agilizar. E isso é só o começo. Para colocar todos esses planos ambiciosos em ação é necessário formar parcerias, não é verdade? n Exatamente. Por exemplo, faria uma enorme diferença se rotarianos em todo o mundo saíssem à procura de alunos que não sabem sobre a Khan Academy e dissessem: “Vou te mostrar como começar a usar

isso. Vou ser seu treinador. Vou manter o controle das coisas para você e ajudá-lo, pessoalmente ou por computador, a progredir nas videoaulas”. Por onde eles começariam? Se um grande número de rotarianos ou clubes dissesse: “Ei, você sabe de uma coisa? Vamos encontrar dez crianças que não sabem sobre a Khan Academy. Vamos preparar o caminho para que essas crianças usem a academia regularmente”. Fazendo isso, eles aumentariam nosso uso em escalas magníficas.

n

Do que eles precisariam de você para agilizar isso? n Eu estaria disposto a preparar um vídeo para os rotarianos sobre como fazer isso. É fácil: você pode configurar uma conta, o aluno digita o nome do rotariano como o treinador no menu do site e você pode acompanhar as aulas. Já estamos disponíveis em 16 línguas. Muitos rotarianos concluíram a faculdade há muito tempo e não são alunos tentando dominar a física do ensino médio ou da faculdade. Você expressa uma paixão por fazer do aprendizado contínuo parte integrante da academia. n Temos uma tonelada de usuários que estão interessados em se engajar novamente em assuntos, e temos um monte de temas para

37

pag3640.indd 37

17/12/2012 18:04:55


E ntrEvista aprendizagem de adultos – coisas como: o que é a mudança de padrão de crédito? Como funciona o Colégio Eleitoral? Uma das falhas do sistema educacional da forma como ele existe é a associação entre idades e temas, como matemática do sétimo ano ou química do décimo ano. Nossa abordagem nos permite ajudá-lo, em qualquer idade, a dominar a informação essencial que você precisa ou quer, e então permitir que você teste a si mesmo por meio de exercícios e prática, e quando você já domina esse passo, seguir em frente, esteja você com cinco ou 50 anos de idade. Que outras mudanças você gostaria de ver nas escolas? n Não tenho nenhuma falsa impressão de que a Khan Academy resolverá todos os nossos problemas. Não. E eu fico distante da palavra reforma, porque é imediatamente polarizadora. O interessante sobre a Khan Academy é que é sob demanda. Os exercícios de aprendizagem são individuais. Os professores podem monitorar todas as lições em seu computador e ver como cada aluno faz um exercício. Tudo isso permite repensar o que a estrutura de uma sala de aula pode ser. Isso não é uma reforma, é uma revolução, não é? n Bem, chamarei de catalisador. Em lugar de uma palestra de um professor, cada um se move em sua própria velocidade, e o professor pode configurar aulas em dupla, intervenções individuais e projetos – esse é o nosso ideal poético. Isso não vai acontecer da noite para o dia. Mas o que podemos ver nas 15 ou mais escolas das quais fazemos parte do currículo é que a Khan Academy se adapta a uma grande

38

J aneiro

pag3640.indd 38

de

variedade de abordagens. Perguntaram a um aluno de quinto ano, no 60 Minutes, o que ele achava da Academy. “Abriu portas que eu não poderia abrir sozinho”, ele respondeu. Às vezes você fala sobre um problema “queijo suíço” na educação. Você pode explicar?

n Refiro-me às lacunas, aos buracos. Quaisquer dois alunos em uma sala de aula não estarão exatamente no mesmo nível. Um dominou a álgebra, o outro não. Está aí o buraco. Se você é o professor, terá que diluir a álgebra ou simplesmente assumir que essas crianças que precisam de recuperação estarão perdidas desde

2013

17/12/2012 10:42:37


“No Vale do Silício, há uma regra tácita que diz que para atrair o melhor você tem que ser a favor do lucro e oferecer opções no mercado de ações. Eu também pensava assim. Mas estava errado”

o início. Os vídeos da Khan Academy fornecem essa recuperação. Por outro lado, as crianças mais ágeis que ficam entediadas podem avançar. Algumas classes estão nos usando cerca de 20% do tempo, ainda em um cenário tradicional onde se espera que todos caminhem no mesmo ritmo. Nesse ideal poético descrito anteriormente, no sonho utópico, como você vê a Khan Academy sendo usada de forma mais eficaz? n Primeiro, não rompendo assuntos – isolando física da química, da escrita, da história. Em nossa moderna escola de um quarto, você aprende em uma classe de diferentes idades. Por cerca de 20% do dia, você usa a Khan Academy em todas as áreas. Enquanto você faz isso, terá acesso a seus pares e poderá ajudar (ou ser ajudado). Os alunos mais velhos são assistentes de ensino. Nosso software humaniza o processo. Em vez de ouvir passivamente uma palestra, você se envolverá individualmente com seu mentor. Para essa parte da aula do dia, o professor olhará os dados, verá onde os alunos estão e intervirá conforme necessário. E o restante do tempo? n Depois de construir o seu co-

nhecimento em andaimes, como nós o chamamos, por meio de nosso software – por exemplo, fatos históricos –, você estará preparado para ir mais fundo – talvez uma conversa de oito dias sobre a Guerra Civil. Nossa escola ideal – e estamos planejando a construção de uma – não terá séries. Há eventos aos quais são destinados 45 minutos diários, a partir das 11h, como Guerra Civil, por exemplo. Ou um evento de dois meses sobre robótica. Você se forma com as principais habilidades acadêmicas e um portfólio de experiências. A Khan Academy possui um lema? n Não oficialmente, mas se houvesse, seria “Aprender bem!” Enfatizamos maestria. Se você mal compreende a introdução à álgebra, não faz sentido eu obrigá-lo a estudar álgebra. Uma estrutura sólida sobre o básico é fundamental. Em três anos, onde você espera que a Khan Academy esteja? n Nem toda escola deve mudar para esse modelo. Em muitos lugares as ferramentas não estão disponíveis, tampouco a cultura. Nós queremos incrementar, mas, ao mesmo tempo, estamos expandindo mais rápido do que o esperado. Há pelo menos 15 mil salas de aula que uti-

lizam nossos vídeos de uma forma ou de outra. Dentro de três anos, posso nos ver desenvolvendo nosso software como uma ferramenta virtual para que qualquer pessoa possa ir lá e definir metas. Tais como? “Isso é quem eu sou, isso é o que eu gostaria de fazer.” Nosso sistema dirá: “Ok, eu entendo, então aqui estão algumas atividades que pensamos o ajudarão a atingir seus objetivos da melhor maneira possível”. Uma meta pode ser: “Sou um aluno do oitavo ano, estudo em casa e quero aprender tanta matemática quanto for possível” ou “Estou quase aposentado, tenho 30 minutos por semana e quero aprender tanta história americana quanto for possível”. n

Aos 36 anos, você provavelmente está ensinando mais estudantes de todas as idades que qualquer outra pessoa no planeta – sem formação pedagógica formal, poderíamos acrescentar. Como surgiu a Khan Academy? n Em 2004, eu trabalhava para um fundo de cobertura em Boston e, em Nova Orleans, minha jovem prima Nadia lutava para aprender álgebra. No começo, enviei a ela pequenas videoaulas

39

pag3640.indd 39

18/12/2012 17:15:51


E NTREVISTA que fiz para ajudá-la. Então, um amigo sugeriu que eu as postasse no YouTube. Pessoas que eu não conhecia começaram a descobrir minhas gravações em quadronegro e pediam mais. Assim, em 2009 deixei meu emprego e me dediquei integralmente à produção desses vídeos. Hoje alguém levaria oito anos completos para assistir a todos os vídeos da Khan Academy. Como você deu esse salto no crescimento?  Uma das grandes surpresas em tudo isso é a facilidade com que tem sido contratar grandes talentos. Temos Craig Silverstein, primeiro funcionário da Google, quem escreveu a primeira busca na internet. Temos Yun-Fang

[Juan], considerado o melhor engenheiro da Yahoo. Nosso presidente, Shantanu [Sinha], era um dos sócios da McKinsey & Company. E eu poderia continuar sem parar. Por que é tão surpreendente?  No Vale do Silício, há uma regra tácita que diz que para atrair o melhor você tem que ser a favor do lucro e oferecer opções no mercado de ações. Eu também pensava assim. Mas estava errado, e agora acho que sei o porquê. Apesar de pagarmos bem, essa não é a mola propulsora. Saiu um estudo que trata bem desse assunto: ele diz que as pessoas atingem sua máxima produtividade quando têm dinheiro suficiente para não se preocupar com dinheiro, têm valor intelectual e sentem como se estivessem

O que nos leva a pensar no seu caso: um cientista da computação extremamente talentoso que poderia fazer muito mais em outros lugares, com opções no mercado de ações. Como pai de dois filhos pequenos, isso exerce alguma influência?  Nenhuma. Eu me considero muito sortudo. Enquanto eu puder colocar comida na mesa, pagar a hipoteca e, mais tarde, descansar na aposentadoria, impossível ser mais feliz. Há poucas pessoas que podem dizer, aos 36 anos, “encontrei o que quero fazer para o resto da minha vida”. Eu sou uma dessas pessoas.

trabalhando em uma missão.

*Para a The Rotarian. Tradução de Ana Luiza Libânio Dantas.

Ben e Lucas Cavalcanti, o Me Salva! passou a disponibilizar, além dos conteúdos de matemática, aulas de física e química. A proposta é compartilhar o conhecimento de forma simples e objetiva, para que os estudantes que procuram a plataforma de ensino consigam solucionar rapidamente suas dúvidas. E

não são poucos os que têm buscado socorro por lá: os vídeos do projeto já foram vistos quase dois milhões de vezes. As videoaulas salvadoras podem ser assistidas em www.mesalva. net, onde também é possível saber como apoiar e se tornar um parceiro do projeto. BR

Ajuda aos universitários N

o Brasil, um jovem de 22 anos vem seguindo os passos de Salman Khan e da Khan Academy. Miguel Teixeira Andorffy é estudante de engenharia elétrica na Universidade Federal do Rio Grande do Sul e criou o projeto Me Salva!, em abril de 2011, para oferecer videoaulas gratuitas de cálculo diferencial e integral a universitários. Em menos de um ano, os vídeos caseiros tiveram mais de 500 mil visualizações no YouTube. Desde 2012, com a participação dos também universitários Felipe

40

J ANEIRO

pag3640.indd 40

DE

2013

18/12/2012 17:23:29


C ultura

Renata Coré

Uma sala de aula do tamanho do mundo

Fundador da Khan Academy discute em livro o futuro da educação

E

le prefere não falar em revolução, mas o que o americano Salman Khan tem feito, há seis anos, é mudar completamente o que conhecemos como sala de aula. Sal, como é chamado, é o fundador da Khan Academy (www.khanacademy.org), uma ONG cuja missão é oferecer educação gratuita de nível internacional a qualquer pessoa em qualquer lugar (leia entrevista nas páginas 36 a 40). Khan não possui formação pedagógica formal, mas tornou-se um grande questionador do atual sistema de ensino a partir de sua própria experiência como estudante. Para ele, que tem formação em matemática, ciência da computação e engenharia elétrica pelo MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts) e MBA pela Universidade de Harvard, o velho modelo da sala de aula não atende mais as necessidades de um mundo em transformação. “É uma forma fundamentalmente passiva de aprender, ao passo que o mundo requer um processamento de informação cada vez mais ativo”, analisa ele na introdução do livro Um mundo, uma escola, que a editora Intrínseca lança este mês. Para renovar a maneira como ensinamos e aprendemos, Khan recorreu à tecnologia, mas de forma que os recursos tecnológicos fossem integrados ao processo educativo representando mais do que perfumaria, como ele mesmo diz. Começou postando na internet videoaulas de matemática que ele mesmo produzia utilizando um computador, um software de captação de imagens no valor de 20 dólares e uma mesa digitalizadora de 80 dólares. Gráficos e equações eram desenhados com a ajuda de um programa gratuito. Para complementar as videoaulas, Khan desenvolveu um software para criar exercícios que rodava em seu provedor da web, ao qual ele pagava uma mensalidade de 50 dólares. Ele era o corpo docente, a equipe técnica, o pessoal de apoio e a administração da Khan Academy.

ResgataR o entusiasmo Hoje, milhares de videoulas depois, a ONG se tornou a plataforma de educação mais utilizada da internet e tem ajudado a educar mais de seis milhões de estudantes por mês. Os vídeos – totalmente gratuitos, sem inserções de comerciais e disponíveis em 16 idiomas, sendo o português um deles – cobrem 40 áreas do conhecimento e foram utilizados até mesmo pelo fundador da Microsoft e incentivador da ONG, Bill Gates, para estudar com os filhos. Em meados de 2012, estudantes haviam feito mais de meio bilhão de exercícios por meio do software interativo desenvolvido pela Khan Academy. “Acredito piamente que a Khan Academy seja uma ferramenta capaz de reforçar um modelo no mínimo aproximado de como deve ser o futuro da educação – uma forma de combinar a arte do ensino com a ciência da apresentação e análise de informações, da transmissão das informações mais clara, abrangente e relevante ao menor custo possível”, afirma Khan na introdução do livro. Mas a Khan Academy se trata ainda de outra coisa: de restaurar o entusiasmo e a empolgação dos estudantes – mas não apenas deles – na aprendizagem. Segundo Khan, o que ele quer é poder ensinar do jeito que gostaria que tivessem ensinado a ele, transmitindo o prazer puro do aprendizado. E que isso esteja disponível a qualquer pessoa, em qualquer canto do planeta. “A internet pode deixar a educação muito, muito mais acessível, de modo que conhecimento e oportunidade sejam distribuídos de maneira mais ampla e igualitária. Educação de qualidade não precisa depender de instalações luxuosas. Não há motivo econômico para que estudantes do mundo inteiro não tenham acesso às mesmas lições que os filhos de Bill Gates”, defende Khan no livro. BR

41

pag41.indd 41

20/12/2012 17:11:15

B ras


A utores rotAriAnos A missão continua... História dos 40 anos do Camp SBC Daniel Cruz dos Santos Villela Independente Há 40 anos, o Camp SBC Centro de Formação e Integração Social, instituição fundada pelo Rotary Club de São Bernardo do Campo, SP (distrito 4420), tem como missão resgatar e promover a cidadania de adolescentes e jovens em vulnerabilidade social. Isso se dá por meio do oferecimento de apoio educacional e psicossocial, preparando os jovens para o mercado de trabalho. Este livro comemorativo relata a trajetória da instituição desde o surgimento do projeto, passando pela sua fundação e indo até os dias atuais. As dificuldades, inovações, conquistas e os sonhos são relembrados a partir das declarações de antigos colaboradores e presidentes da instituição e também dos jovens aprendizes que por lá passaram e hoje são profissionais bem-sucedidos.

Hugo e o problema do Jorginho Susana Fochesato Minuzzo Editora Cordone Neste seu quinto livro, o terceiro voltado para o público infantil, Susana Fochesato Minuzzo aborda assuntos delicados do universo infanto-juvenil que desafiam as crianças e os adolescentes diariamente. A história, ilustrada pelo cartunista Ronaldo Cunha Duas, traz duas interpretações: uma retratando o olhar da criança e outra para ser trabalhada pelos educadores. A autora é associada ao Rotary Club de Vacaria dos Pinhais, RS (distrito 4700), e foi coordenadora distrital do Ryla no ano rotário 2011-12.

Armando Sarti O arauto da aldeia Jair Lemos (organizador) THS Editora Associado ao Rotary Club de Mirassol-8 de Setembro, SP (distrito 4480), Jair Lemos é referência na cidade pelas crônicas semanais que escreve há mais de 30 anos nos

42

pag42.indd 42

J aneiro

de

jornais locais Correio de Mirassol e Folha de Mirassol. Em seus textos, o nonagenário apelidado Decano do Rotary fala do dia a dia, defende a praça e a cidade, tece referências aos cidadãos locais e de fora e aborda fatos e acontecimentos de interesse da população. Parte dessa produção, que ultrapassa 2.000 crônicas, foi selecionada e reunida em livro por Jair Lemos.

Ações realizadas pelo Rotary Club de Picos e Casa da Amizade Júlio Rodrigues de Brito Filho Independente Ao longo do ano rotário 2011-12, o Rotary Club de Picos, PI (distrito 4490), realizou uma série de projetos e iniciativas: trabalhou na campanha de vacinação contra a poliomielite, organizou eventos beneficentes, doou cadeiras de rodas e ofereceu festa para os idosos, para citar apenas alguns. Ordenadas mês a mês, as ações dos associados foram reunidas em livreto pelo presidente daquele período, Júlio Rodrigues de Brito Filho.

Quem é quem na Aper Octávio Augusto Brito Gomes de Souza Independente A Academia Paraense de Estudos Rotários (Aper) foi fundada em 10 de fevereiro de 2000 com o objetivo de fomentar o estudo e a difusão dos ideias rotários, visando a formação de novas lideranças comprometidas com o aprimoramento ético e a dignificação do ser humano. Para celebrar seu primeiro decênio, a Academia ganhou um livro, por iniciativa de seu presidente 2009-11, Moacir Dias da Silva. A obra é assinada por Octávio Augusto Brito Gomes de Souza, associado fundador do Rotary Club de Belém-Norte, PA (distrito 4720), governador distrital 1974-75 e decano do Colégio de Governadores do distrito. Ele foi idealizador, fundador e primeiro presidente da Aper. Neste livro, além de apresentar os patronos e os acadêmicos ocupantes das 30 cadeiras, oferece um breve histórico da cidade de Belém e informações diversas sobre a Academia.

2013

18/12/2012 17:30:06


C onCurso Cultural

Com vocês, o premiado Comissão Julgadora elege o texto que uniu Rotary e paz Da Redação

N

ão foi tarefa fácil escolher o felizardo que este mês embarcará no transatlântico MSC Magnífica e viajará até as cidades de Punta del Este e Montevidéu, no Uruguai, e Buenos Aires, na Argentina. Foram 464 os participantes do concurso cultural Paz Através do Servir, realizado no ano passado pela Editora Brasil Rotário em parceria com a empresa Check in Brazil Turismo. Aos inscritos coube criar um pequeno texto de até 300 caracteres contendo as palavras Rotary e paz, a ser enviado de 1º de julho a 30 de novembro. O concurso era aberto a rotarianos e não rotarianos. Em 4 de dezembro, a Comissão Julgadora, composta pelos integrantes da Comissão Editorial Executiva da Editora Brasil Rotário, elegeu o trabalho premiado. Foi escolhido um texto de apenas 31 caracteres, mas que demonstrou força justamente pela sua simplicidade e objetividade. O seu autor é Aparecido dos Santos, do Rotary Club de Osvaldo Cruz, SP, distrito 4510. Em julho, ele havia se deparado com a notícia do lançamento do concurso nas páginas da Brasil Rotário e imediatamente foi até o computador e acessou o site da revista. Uma ideia havia lhe surgido naquele instante, e ele digitou no formulário do concurso: “A paz é o objetivo. Rotary é o caminho.” Em dezembro, ao receber o telefonema do gerente-executivo da editora,

“A paz é o objetivo. Rotary é o caminho.” — Aparecido dos Santos

o rotariano Gilberto Geisselmann, informando o resultado do concurso, Aparecido achou que “fosse brincadeira de carioca”, segundo suas palavras. “Não imaginei que fosse ganhar”, confessou. O premiado é rotariano há 25 anos, tendo sido presidente de clube duas vezes e governador distrital assistente. Empresário e gerente aposentado do Banco do Brasil, ele nasceu na cidade de Bastos, no oeste de São Paulo, e é casado com Dorothy Vecchi dos Santos, tem três filhos e cinco netos. Aparecido orgulha-se de lembrar que um filho e um neto participaram do programa de Intercâmbio de Jovens do Rotary.

Dorothy e o marido embarcarão no porto de Santos no dia 20 deste mês para uma viagem de oito dias em cabine dupla, externa e com varanda, no MSC Magnífica. Tratase de um navio de cruzeiro luxuoso de 294 metros de comprimento que comporta 2.500 passageiros e 1.000 tripulantes e tem, entre outras coisas, cinco restaurantes, três piscinas, quadra de tênis, de basquete, pista de cooper, saunas, academia de ginástica e salão de beleza; ou seja, é uma verdadeira cidade flutuante. Seguro, taxa portuária e refeições a bordo (menos bebidas) também estão incluídos no prêmio ganho pelo casal. BR

43

pag43.indd 43

18/12/2012 17:37:50


Coluna doS CooRdEnadoRES REGIonaIS da FundaÇÃo RoTÁRIa José Carlos Carvalho e Celso Alves*

A história da poliomielite: parte 3 Do início da erradicação na África à meta de um mundo sem pólio

N

esta edição trazemos a sequência final da longa jornada da humanidade em meio a uma doença incapacitante e não raro, fatal. O Rotary e a Fundação Rotária estão engajados na luta pela erradicação da pólio desde os anos 1980, e na década seguinte já surgiam as primeiras vitórias. 1996: Nelson Mandela inicia os esforços de erradicação na África Nelson Mandela, então presidente da África do Sul e do Comitê para uma África sem Pólio, dá início a uma intensa campanha batizada de Vamos expulsar a pólio da África, visando impulsionar as imunizações rotineiras e maciças em todo o continente. 1997–98: últimos casos no Pacífico e na Europa Os últimos casos registrados de pólio selvagem são detectados nas regiões da OMS que abrangem o Pacífico Ocidental e a Europa (que inclui a ex-União Soviética). Maciças campanhas para eliminar os últimos focos de transmissão são realizadas no sudeste da Turquia e na Síria, Iraque e Irã. 1999: caem para 20 mil os novos casos em todo o mundo Em dezembro, 127 milhões de crianças indianas são vacinadas em apenas alguns dias – o maior evento de saúde pública já realizado. No mesmo ano, a Assembleia Mundial de Saúde decide intensificar o esforço global e recomenda o uso da estratégia de “visitas domiciliares” para que todas as crianças com menos de cinco anos sejam imunizadas. O número de novos casos de pólio por ano cai para 20 mil. 2000: novos casos caem para 2.979 e 550 milhões são imunizados O número de novos casos de paralisia infantil cai para 2.979 em todo o mundo. A intensificação das vacinações imuniza um total de 550 milhões de crianças, entre as

44

J aneiro

pag4445.indd 44

de

iStockphoto

quais 60 milhões que participaram dos Dias Nacionais de Vacinação realizados de maneira simultânea em vários países africanos. A OMS declara a região do Pacífico Ocidental oficialmente livre do vírus da pólio. O grupo de assessoria técnica da campanha mundial divulga os critérios de segurança para os laboratórios farmacêuticos, um dos requisitos para a certificação do fim da pólio em todo o mundo.

2001: menos de 500 casos novos de pólio A quantidade de casos novos cai para menos de 500, uma redução de mais de 99% desde o início da campanha mundial para a erradicação da pólio. Restam apenas dez países onde a pólio é endêmica: Afeganistão, Angola, Etiópia, Egito, Índia, Níger, Nigéria, Paquistão, Somália e Sudão. 2002: surtos isolados colocam em risco a data final para a certificação de erradicação Com o Sudão, a Etiópia e Angola não registrando nenhum caso novo em 2002, o número de países com pólio endêmica reduz-se a sete. Todavia, um surto de mais de 1.500 casos novos no norte da Índia e de 190 casos no norte da Nigéria (conforme estimativas de janeiro de 2003) faz com que a tendência global quadruplique em relação a 2001. Recursos adicionais para a erradicação são destinados a esses países. 2003–04: acabar com a pólio endêmica A meta era que naquela época não houvesse nenhum país com pólio endêmica, graças ao reforço dos serviços rotineiros de imunização. 2005: meta de um mundo sem pólio A partir dessa data, deixaremos de informar, pois todos nós assumimos a função de deixar o mundo sem a pólio e sabemos quantos passos importantes e ações fundamen-

2013

20/12/2012 12:24:14


T

COLUNA DO CHAIR DA FUNDAÇÃO ROTÁRIA

emos muito ainda a fazer, pois nessa reta final o trabalho será difícil e os recursos necessários para concluirmos o trabalho serão muito maiores tais foram tomados pela nossa Fundação Rotária para que atinjamos a meta definida. Acreditamos que essa cronologia apresentada contribuirá para divulgarmos melhor nosso trabalho e também para tirar diversas dúvidas existentes em muitos rotarianos, principalmente os mais novos e mais recentes em nossa organização. Temos muito ainda a fazer, pois nessa reta final o trabalho será difícil e os recursos necessários para concluirmos o trabalho serão muito maiores. Em frente e com coragem e perseverança conseguiremos! (Fonte dos dados sobre a pólio nesta e nas duas colunas anteriores: SALGADO, Sebastião. O fim da pólio: a campanha mundial para a erradicação da doença. São Paulo: Companhia das Letras, 2003.) VISÃO DE FUTURO Solicitamos a todos os distritos brasileiros que continuem o processo de transição para o Plano Visão de Futuro (exceto os distritos pilotos), verificando as mudanças que ocorrerão, programando os treinamentos necessários aos seus clubes, montando suas equipes distritais para apoiar os clubes e ajudar nessa preparação, para que não ocorram surpresas a partir de 1º de julho de 2013. Nada é difícil nem tão complexo, mas novas regras existirão, novos procedimentos, mais flexibilidade nos recursos financeiros, maior gerenciamento dos projetos pelos clubes e distritos, mais agilidade para aprovação dos pedidos de subsídios, mais necessidade de planejamento e mais rapidez na liberação de recursos pela Fundação Rotária. Quanto maior sua contribuição para o Fundo Anual, mais recursos o distrito terá para viabilizar os projetos necessários para as comunidades em que atua. Não se esqueçam também da iniciativa Todos os Rotarianos, Todos os Anos, que incentiva a doação de cem dólares por rotariano, e do desafio assumido de se levantar dez milhões de dólares ao ano em contribuições no Brasil para a Fundação Rotária. Acreditem nessa ideia!

Wilfrid Wilkinson *

Um ano de mudanças importantes

N

este ano comemoraremos 108 anos de existência do nosso Rotary. Este será também um ano de mudanças significativas para a Fundação Rotária. O novo modelo de subsídios será implementado mundialmente daqui a seis meses, requerendo que todos os distritos se adéquem à nova estrutura. Sua participação é essencial para o sucesso destas mudanças que estão por vir. Um dos fundamentos dos Subsídios Distritais sob o Visão de Futuro é que os rotarianos poderão determinar suas metas, em suas próprias comunidades ou no exterior, de uma maneira muito mais eficaz do que a Fundação poderia fazer a partir da sede mundial em Evanston, como feito até então. O novo modelo coloca nas mãos dos rotarianos a responsabilidade pelo processo decisório e pelo uso responsável dos recursos da Fundação. Nosso sucesso virá do investimento em tempo e dinheiro feito no treinamento especial sobre o Visão de Futuro por ocasião da Assembleia Internacional em San Diego este mês. Os participantes deste treinamento estarão capacitados a concluir bem o ano 2012-13. Criaremos uma base sólida para uma Fundação mais robusta em 2013-14, para que continuemos Fazendo o Bem no Mundo. iStockphoto

BR

* Os autores são coordenadores regionais da Fundação Rotária para as Zonas 22A e 23A, e para a Zona 22B, respectivamente.

Para fazer comentários e sugestões sobre esta coluna, escreva para mkgcarvalho@uol.com.br e/ou para celsogalves@gmail.com

BR

* O autor é presidente do Conselho de Curadores da Fundação Rotária.

45

pag4445.indd 45

18/12/2012 17:35:59


Distritos em Revista

Momento que já virou tradição no Rotary Club de Boa Vista-Caçari: o lançamento do Balão da Paz

Universitários apresentam, sob a forma de encenação, o resultado de um grupo de trabalho

Os frutos esperados O 4º Ryla de Boa Vista fomentou o crescimento pessoal e os valores do Rotary em 68 universitários

E

m uma parceria entre o Rotary Club de Boa Vista-Caçari, RR (distrito 4720), e a Faculdade Estácio Atual, 68 universitários roraimenses participaram, nos dias 9 e 10 de novembro, do 4º Ryla de Boa Vista. O Ryla é uma iniciativa de treinamento do Rotary destinado aos jovens que enfatiza a liderança, a cidadania e o crescimento pessoal. Nessa edição, que teve como coordenador Fernando Quintella, governador 1994-95 do distrito 4720, alguns temas ganharam prioridade sob a forma de grupos de discussão, dentre os quais: preparação para o mercado de trabalho, identificação da oportunidade profissional, liderança, autoestima, relações humanas, oratória, sustentabilidade e preservação ambiental. Entre os palestrantes, Newton Camargo Moraes, governador 1996-97 do distrito 4600, e Joper Padrão do Espírito Santo, governador 2001-02 do distrito 4570. Os trabalhos começaram com a cerimônia de subida do Balão da Paz, tradição desse clube de Boa Vista desde

46

pag4652.indd 46

J aneiro

de

2013

Paulo Bragato e Roniere Freitas plantam árvore, enquanto Joper Padrão explica o simbolismo do ato

2000. Na oportunidade, seu presidente, Paulo Roberto Bragato, expôs aos jovens o compromisso do Rotary com a paz mundial. No final do dia 9, houve o plantio de uma muda de biribá, árvore nativa da Amazônia fornecida pelo Departamento de Biologia da Estácio Atual. O representante da instituição, Ronieire Freitas, diretor de Qualidade, destacou a escolha da espécie frutífera como símbolo dos frutos esperados com os ensinamentos do Ryla. No encerramento, depois da distribuição dos certificados de participação, instrutores e universitários deram depoimentos sobre o encontro. Os participantes foram unânimes em afirmar a importância do conteúdo e das discussões do Ryla para o crescimento pessoal e profissional. Também foi reconhecido por todos o esforço dos exgovernadores distritais Newton e Joper em se descolocarem de suas cidades para o encontro. Ronieire aproveitou para manifestar o desejo de manter a parceria com o Rotary Club de Boa Vista-Caçari, se possível com eventos semestrais.

Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais notícias dos clubes. 18/12/2012 17:46:01


Distrito 4310 RC de Saltinho, SP – Promoveu em 12 de setembro uma reunião especial reunindo três clubes rotários visitantes e quatro intercambistas oriundos da Argentina, Colômbia, Equador e Alemanha. Também em setembro, o clube entregou mil mudas de árvores para plantio, iniciativa que contou com o apoio do Interact Club local. Já no Dia das Crianças, o clube organizou evento em conjunto com o Corpo de Bombeiros de Piracicaba, que conscientizou a criançada contra os incêndios. Por fim, destacamos o projeto Saúde Bucal para Todos, graças ao qual, em sua última ação, mais de 220 crianças em idade escolar aprenderam, por meio de teatrinho, a cuidar da higiene bucal. A iniciativa foi prestigiada pelo Rotary Club de Piracicaba-São Dimas.

RC de Rafard, SP – Por conta do Dia das Crianças proporcionou um evento com atividades recreativas e culturais para a garotada. Foram distribuídos mais de 4.000 lanches e houve jogos de futebol, corridas de saco e do ovo e apresentações de grupos de dança e cantores. Cerca de 5.000 pessoas compareceram ao evento. Em outubro, o clube também promoveu ciclo de palestras sobre ética profissional.

RC de Itu, SP – Entregou ao Albergue Noturno de Itu quatro armários de metal, seis portas de madeira, uma máquina de preparar chocolate, 13 dúzias de pratos e talheres, um bebedouro, um notebook e uma impressora. A doação foi possível graças a um projeto de Subsídios Equivalentes da Fundação Rotária em parceria com o Rotary Club de Baabda, Líbano, e o distrito correspondente, o 2450.

Distrito 4390

Distrito 4410 RC de Aracaju-Siqueira Campos, SE – Entregou 151 cestas básicas para a comunidade de Terra Dura e as seguintes instituições: Centro Espírita Irmão Febo, Creche Cantinho do Céu e Associação de Apoio aos Adultos com Câncer do Estado de Sergipe.

RC de BatalhaBacia Leiteira, AL – Durante a Semana da Criança, de 8 a 12 de outubro, visitou escolas e creches da região promovendo brincadeiras e distribuindo brindes. No dia 12 houve ainda passeio ciclístico e sorteio de uma bicicleta.

RC de Guarapari, ES – Para celebrar o Dia Mundial do Lions Clubs International, homenageou Dino Simões Pádua pelos 32 anos de serviços prestados à comunidade por meio do Lions Club de Guarapari. Em outra ocasião promoveu palestra sobre o Centro de Detenção Provisória de Guarapari, que está excedendo em 25% a sua capacidade. Por fim, registramos a homenagem aos músicos da Banda Guaraquiçaba, em particular ao músico Ludjero Vicente (na foto, com diploma entregue pelo clube).

MILHÕES DE CRIANÇAS AGUARDAM SUAnotícias DOAÇÃO FR Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais dosàclubes. pag4652.indd 47

47

18/12/2012 17:46:52


Distrito 4410 RC de Rio Bananal, ES – Organizou passeio ciclístico para comemorar o Dia das Crianças. Na ocasião foram sorteadas três bicicletas e a garotada ganhou sorvete, pipoca e algodão-doce.

Distrito 4420

RC de Santos, SP – Está à frente do Prêmio Melhor Companheiro, que completou 70 anos. Em sua última edição, em setembro, participaram mais de 3.000 alunos de 35 escolas do ensino fundamental da rede pública de Santos. O objetivo é difundir o conceito de democracia, criar o interesse pela leitura e a cultura em geral, e fomentar o companheirismo e o civismo. Este ano, 101 crianças foram premiadas, as quais receberam diploma e medalha do clube.

RC de Praia Grande-Pedro Taques, SP – Realizou a quarta edição do Projeto Rumo Pedro Taques, que promoveu palestras profissionalizantes para os alunos do ensino médio da rede pública da região. A iniciativa foi prestigiada com a presença do governador do distrito, Marcos Luiz Zanardo, e de sua esposa, Maria Laiz.

RC de Cubatão-Jardim Casqueiro, SP – Entregou novos brinquedos para a brinquedoteca do Hospital Municipal de Cubatão. Já em 21 de outubro, o clube organizou uma grande festa para a garotada na Praça da Independência, em Cubatão, com direito a cama elástica, escorregador e piscina de bolinhas, além de algodãodoce, pipoca e sorvete. Houve ainda divulgação de mensagens sobre conscientização ambiental, trânsito e saúde. Por conta disso, o evento ofereceu aferição de pressão arterial e teste glicêmico. Os organizadores estimaram em 2.000 pessoas, entre adultos e crianças, o número de participantes.

RC de São Vicente, SP – Comemorou 60 anos de fundação com um jantar dançante em 26 de outubro. Compareceram mais de 300 convidados, entre eles o prefeito da cidade, Tércio Garcia. Mereceu destaque a presença do associado fundador e primeiro presidente do clube, Rafael Faro Politi.

Distrito 4430 RC de São Paulo-Norte, SP – Foi reconhecido pelo Conselho de Curadores da Fundação Rotária como clube com 100% de Companheiros Paul Harris. As entregas do reconhecimento e da flâmula alusiva ao fato foram feitas pelo governador 201112 do distrito, Ennio Caramela, ao presidente 201112 do clube, Salvador Nunes Gentil (foto).

48

pag4652.indd 48

J aneiro

de

2013

Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais notícias dos clubes. 18/12/2012 17:50:12


Distrito 4430

RC de São Paulo-Liberdade, SP – Promoveu 1.592 atendimentos na área de saúde para a comunidade local durante a 31ª Campanha de Saúde, iniciativa ocorrida em 29 de setembro em parceria com o Rotary Club de São Paulo-Brás. Houve aferições de pressão arterial, testes de glicemia, testes para hepatite, exames oftalmológicos, exames de saúde bucal e orientações alimentares. RC de Mairiporã, SP – Entregou dez conjuntos de mesas com cadeiras, quatro cadeiras universitárias, um fogão, um botijão de gás e dois quadros de aula para a Paróquia da Igrejinha de São Vitor, no distrito de Terra Preta, em Mairiporã. A ação foi possível graças a um Projeto de Subsídio Simplificado.

RC de São Paulo-Nordeste Vila Maria, SP – Proporcionou aos alunos da Escola Estadual Senador Paulo Egydio a oportunidade de conhecerem mais as atividades profissionais. Em 4 de outubro, dentro do Projeto Rumo, eles tiveram palestras sobre 16 áreas, dentre as quais administração, arquitetura, urbanismo, artes gráficas, contabilidade e direito. Além disso, foram sorteadas bolsas de estudo, duas bicicletas e cinco redações de alunos que irão à fase final de um concurso promovido pelo distrito. RC de Mogi das Cruzes-Oeste, SP – Fez o plantio de árvore em uma escola pública da cidade. O ato foi prestigiado pelo vice-prefeito de Mogi das Cruzes, José Antonio Cuco Pereira, pelo governador do distrito, Ademil Martin Andrade, e por sua esposa, Elisabeth.

Distrito 4440

Distrito 4470

RC de Barra do Bugres, MT – Organizou um almoço em comemoração ao Dia das Mães e homenageou a mãe mais idosa e a mais nova. Em outra ocasião, o clube promoveu o 13º Leilão de Gado, cuja renda obtida – 50.946 reais – foi destinada ao Lar São Vicente de Paulo (45.852 reais) e à Casa da Sopa (5.094 reais). Nesta última entidade houve ainda iniciativa com cortes de cabelo, serviços de manicure (foto) e orientações de saúde bucal fornecidas por um dentista. Mais de 100 pessoas, entre adultos e crianças, foram atendidas graças à participação voluntária da Associação das Senhoras de Rotarianos local, que mantém a Casa da Sopa.

RC de Naviraí-Integração, MS – Promoveu uma tarde animada para as crianças do Lar do Menor de Naviraí. Houve brincadeiras e distribuição de lanches. Em 22 de setembro, o clube divulgou a Campanha de Vacinação Antirrábica de Naviraí junto aos donos de animais da região.

MILHÕES DE CRIANÇAS AGUARDAM SUAnotícias DOAÇÃO FR Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais dosàclubes. pag4652.indd 49

49

18/12/2012 19:05:12


Distrito 4470

RCs de Dourados-Guaicurus e DouradosÁguia Dourada, MS – Entregaram duas cadeiras de rodas para a Rede Feminina de Combate ao Câncer de Dourados.

RC de Amambai, MS – Promoveu palestra do médico e vice-prefeito da cidade, Ednaldo de Melo Bandeira, que abordou os problemas da saúde pública e os desafios do município na área. Em 24 de novembro, o clube realizou o 26º Festival Regional do Chopp no Parque de Exposições de Amambai, evento que beneficiou oito organizações não governamentais e reuniu mais de 1.100 pessoas.

RC de Nova Andradina-Centenário, MS – Realizou o 6º Porconeiro em 22 de setembro com várias atrações musicais, comida e atividades recreativas para a garotada. Cerca de 800 pessoas compareceram ao evento, que teve renda destinada a entidades beneficentes do município.

Distrito 4480

RC de Ilha Solteira, SP – Forneceu um sistema de aquecimento solar para a Clínica Dia, que acolhe pessoas da terceira idade durante o dia e proporciona lazer para elas, enquanto seus familiares trabalham. A entrega foi possível graças a um projeto de Subsídios Equivalentes da Fundação Rotária em parceria com o Rotary Club de Wolfville, do Canadá.

50

pag4652.indd 50

J aneiro

de

2013

RC de Ivinhema, MS – Preparou e vendeu 720 lasanhas. O dinheiro obtido foi destinado aos projetos do clube e à Fundação Rotária.

Distrito 4490

RC de Picos, PI – Pôs em execução, de 18 a 25 de setembro, o projeto Paz no Trânsito, que consistiu de palestras educativas e exibição de vídeos em escolas, panfletagem e adesivagem pelas ruas. A iniciativa foi concluída com uma blitz educativa em três pontos da cidade.

Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais notícias dos clubes. 18/12/2012 17:57:47


Distrito 4490 RC de Fortaleza-Planalto, CE – Na foto, a intercambista patrocinada pelo clube, Flávia Esteves Petri Feitosa, aparece participando da campanha End Polio Now ao lado do presidente do Rotary International, Sakuji Tanaka, em Vancouver, Canadá, em 19 de outubro. Ambos estão segurando cartazes alusivos à ação mundial de combate à poliomielite.

Distrito 4500 RC de João Pessoa-Bancários, PB – Marcou o Dia Mundial do Diabetes, realizando mais de 85 testes de glicose e 100 verificações de pressão arterial na população. Registramos outras duas iniciativas do clube: a primeira foi a promoção da campanha Outubro Rosa, de conscientização contra o câncer de mama. A segunda consistiu na entrega de cheque de 2.450 reais para a Casa da Divina Misericórdia, que abriga idosos – o ato foi prestigiado pelo governador do distrito, Luiz Mario Campos Calheiros.

RC de Cajazeiras, PB – Proporcionou uma festa para cerca de 500 crianças de várias creches e escolas públicas da cidade em 11 de outubro. A ação teve as parcerias do Interact, Rotaract e da Casa Amizade locais. Também em outubro, o clube recepcionou o intercambista mexicano Humberto Enrique Alcocer. Em 7 de setembro, foi a vez de uma feijoada (foto) organizada com a Casa da Amizade local.

RC de Carpina, PE – Promoveu o seu 2º Ryla (Prêmios Rotários de Liderança Juvenil) em 26 de outubro. Entre os palestrantes, destacaram-se: Mário de Oliveira Antonino (foto), diretor 198587 do RI, que falou sobre liderança; e as médicas Adriana Branco, que falou sobre DSTs, e Ângela Campos, que abordou o problema das drogas.

RC de Bom Conselho, PE – Em parceria com o Educandário Menino Jesus de Praga realizou, de 29 de outubro a 1º de novembro, a terceira edição do EducaRotary, que consistiu de aulas para os estudantes do ensino médio inscritos no Enem. Cada participante contribuiu com dois reais; o total foi destinado à aquisição de fraldas geriátricas para a Casa do Idoso.

Distrito 4510 O distrito organizou o Seminário Distrital de Desenvolvimento do Rotary na cidade de Paraguaçu Paulista, SP, em setembro, para debater o quadro associativo dos 66 clubes distribuídos por 28 cidades do interior paulista. Altimar Augusto Fernandes, coordenador do Rotary para as Zonas 22A e 23A, ficou responsável pelo painel O desenvolvimento do Rotary e o quadro associativo. O evento reuniu 206 pessoas.

MILHÕES DE CRIANÇAS AGUARDAM SUAnotícias DOAÇÃO FR Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais dosàclubes. pag4652.indd 51

51

18/12/2012 18:02:22


Distrito 4510 RC de Marília-Leste, SP – Aproximadamente 30 pessoas estiveram presentes em sua sede, em setembro, para a primeira etapa de classificação aos dois grupos que serão formados para o programa de Intercâmbio de Grupos de Estudos (IGE). Na oportunidade, o ex-governador Márcio Medeiros (foto) fez uma ampla exposição sobre o Rotary International e a Fundação Rotária para os candidatos.

Ocorreu na cidade de Presidente Prudente, SP, nos dias 29 e 30 de setembro, o Instituto Rotary Distrital Antônio Zacharias. O evento contou com três seminários sobre os seguintes temas: novas gerações, administração de clube e distrito e projetos de prestação de serviços. “O conteúdo foi muito bom, os expositores foram felizes e o nível de conhecimento rotário foi elevado”, considerou o governador do distrito, Luiz Carlos Gonçalves. Na foto, o governador distrital 2003-04 José Luiz Toro da Silva faz palestra no Instituto.

RC de Marília-Pioneiro, SP – Aproximadamente 500 pessoas participaram do 14º Festival de Prêmios (foto), em 21 de novembro, promovido pelo clube, quando nove entidades, dentre elas a Fundação Rotária, foram beneficiadas com recursos financeiros. No mesmo mês, seus associados plantaram 32 mudas de ipês juntamente com dezenas de crianças assistidas pela entidade Amor de Mãe. Em outubro, o clube homenageou o advogado e professor universitário Antônio Cardoso pelos relevantes serviços prestados à comunidade.

RC de Tupã-Vanuire, SP – Doou uma plataforma elevatória destinada à fisioterapia para a Apae de Tupã, que atende mais de 250 crianças.

Distrito 4520 RC de Ipatinga, MG – Realizou festa para mais de 170 crianças no Núcleo Rotary de Desenvolvimento Comunitário do Bom Jesus do Bagre por ocasião do Dia das Crianças. A garotada recebeu lanches e houve apresentação do grupo de teatro Marilda Lyra.

52

pag4652.indd 52

J aneiro

de

2013

Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais notícias dos clubes. 18/12/2012 18:13:08


Distrito 4520 RC de ItabiraCauê, MG – Desenvolveu o projeto Leitura na Praça com o apoio do Interact e do Rotaract Clubs locais. Os rotarianos promoveram previamente uma campanha de arrecadação e, em 20 de outubro de 2012, disponibilizaram na praça cerca de mil obras para crianças, jovens e adultos. Foram distribuídos mais de 700 livros e houve sessões de contação de histórias e declamação de poemas.

RC de Pedro LeopoldoCachoeira, MG – Com a parceria da Farmácia Santa Terezinha Entrefarma, promoveu uma blitz de saúde, medicação e aferição de pressão em 12 de setembro de 2012. Houve também distribuição de prêmios para a população. Em outra oportunidade, o clube inaugurou a Clínica da Mulher e da Criança e Escola da Gestante, em parceria com a prefeitura. O espaço oferecerá medicina preventiva, coleta de material para exames citológicos e serviços de ultrassonografia.

Distrito 4530 Apoiados pelo distrito 4530 e pela Fundação de Rotarianos de Brasília, os Rotary Clubs do Distrito Federal e das cidades goianas das proximidades realizaram a 15ª Ação Social Rotary em 28 de outubro de 2012, na Escola Classe 66, em Ceilândia Norte. A iniciativa reuniu um público de aproximadamente 4.500 pessoas e foram prestados 2.200 atendimentos, como exames de vista com doação de óculos, higienização bucal e avaliação nutricional de gestantes, entre outros. Houve também palestras, sorteio de cestas de alimentos e um bazar. Trabalharam no evento 139 rotarianos, oito rotaractianos e 60 voluntários. Senac, Defensoria Pública e Procon foram alguns dos parceiros na ação, prestigiada pelos ex-governadores distritais Adriano Souto e Adélio Mendonça.

RC de Brasília-Lago Sul, DF – Por meio de seu projeto Programa do Leite, doou 214 quilos de leite em pó para a Creche São José Operário, em 30 de outubro de 2012. A instituição atende 120 crianças carentes.

Distrito 4540 RC de Ituverava, SP – Junto com as secretarias municipais de Saúde e de Educação, Santa Casa e Tiro de Guerra, participou da Campanha de Doação de Sangue em prol do Hemocentro de Ribeirão Preto. Na ação, realizada em 22 de setembro de 2012, foram coletadas 125 bolsas de sangue e efetuados dez cadastros para doadores de medula óssea.

RC de Araraquara-Carmo, SP – Mantém um Banco de Cadeiras de Rodas com aproximadamente 350 unidades disponíveis para a comunidade em comodato gratuito. Depois de devolvidas ao banco, as cadeiras são revisadas e voltam a ser emprestadas. O clube também cede cadeiras de banho, andadores e muletas à população. Para manter o banco e adquirir novas cadeiras, os rotarianos promovem eventos anuais, como o Jantar dos Sonhos, quando é sorteado um carro zero quilômetro.

MILHÕES DE CRIANÇAS AGUARDAM SUAnotícias DOAÇÃO FR Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais dosàclubes. pag5359.indd 53

53

18/12/2012 18:07:50


Distrito 4560

Distrito 4540

RC de LavrasSul, MG – Em visita à Casa do Vovô, em 16 de setembro de 2012, os associados doaram 520 litros de leite e medicamentos arrecadados entre eles. Na instituição vivem 42 idosos. RC de Passos, MG – Realizou a 11ª Festa do Suíno, em 21 de outubro de 2012, no Parque de Exposições da cidade. O evento contou com sorteio de prêmios, música ao vivo e atraiu um público de 830 pessoas. A festa é realizada anualmente com o objetivo de arrecadar recursos para o clube e também para manter a Creche Mizael Ferreira da Silva, que é administrada pelos rotarianos.

Distrito 4550

RC de Machado, MG – Em parceria com a Associação de Senhoras de Rotarianos, realizou o Baile do Hawai, em 27 de outubro de 2012, para mais de 200 pessoas. Parte da renda de 4.000 reais obtida com o evento foi destinada à reforma da sede do clube. A outra parte foi doada à Casa do Menor, entidade mantida pelos rotarianos.

Distrito 4570

RC de Valença, BA – Junto com a Casa da Amizade, ofereceu a Feijoada da Amizade, em 25 de agosto de 2012, em prol da aquisição de brinquedos para creches da cidade.

RC de SalvadorRio Vermelho, BA – Em 13 de outubro de 2012, associados ao clube estiveram na Creche Nova Geração levando lanche e presentes para as crianças.

54

J aneiro

pag5359.indd 54

de

2013

RC de Duque de Caxias, RJ – Em 18 de outubro de 2012, os associados organizaram uma festa para cem crianças na sede da Casa da Amizade da Família Rotária (foto). Houve distribuição de brinquedos, show de mágicas e lanche. O clube possui também um projeto permanente voltado para crianças: todos os meses, doa 30 cestas básicas para o Hospital Infantil Ismélia da Silveira, que cuida de portadores do vírus HIV. Nos últimos anos os associados ainda doaram viaturas para a Polícia Militar, distribuíram duas toneladas de alimentos em uma única ação e entregaram computadores com impressoras para escolas da cidade.

Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais notícias dos clubes. 18/12/2012 18:13:45


Distrito 4570

Sérgio Afonso

RC do Rio de Janeiro-Laranjeiras, RJ – Inaugurou seu marco rotário em 12 de outubro de 2012 sob a liderança do presidente Augusto Cesar Petry e com a presença do casal governador Alice Lorentz e Juarez. O marco está localizado em uma praça na rua Pinheiro Machado, no bairro das Laranjeiras.

Distrito 4590 Distrito 4590 RC de Amparo, SP – Uma missa em ação de graças celebrada pelo bispo dom Pedro Carlos Cipolini na Catedral Nossa Senhora do Amparo marcou a comemoração do aniversário de quatro anos de fundação do 365º Grupo Escoteiro Portal das Águas, patrocinado pelo clube e pela Loja Maçônica Trabalho. Após a missa, foram distribuídas cem mudas de árvores nativas em alusão ao Dia da Árvore, com o apoio dos rotarianos, da Polícia Ambiental e do Parque Ecológico de Amparo.

Distrito 4580 RC de Juiz de ForaDistrito Industrial, MG – Apoiou uma ação de soltura de alevinos organizada pelo Rotary Club de Juiz de Fora-São Mateus, em 16 de setembro de 2012. A iniciativa contou ainda com a participação de outros clubes rotários, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Associação dos Pescadores, entre outros.

RC de Viçosa-Albert Sabin, MG – A foto registra a doação de 2.000 reais à Creche São Sebastião em 18 de outubro de 2012. Para arrecadar a quantia, os associados organizaram uma feijoada beneficente com a participação da sociedade.

Em 15 de setembro de 2012, a Expro Brasil, associação responsável pelo intercâmbio de jovens dos distritos 4430 e 4590, levou 60 intercambistas de 18 países para visitar a Expoflora na cidade de Holambra, em São Paulo. Os jovens participaram da chuva de pétalas e de um desfile no local, onde o público estimado era de 35 mil pessoas. Também estiveram presentes os governadores Ademil Martin Andrade e Paulo Celso Motta, dos distritos 4430 e 4590, respectivamente, e a presidente da Expro Brasil, Jany Hatanaka.

RC de Pedreira, SP – Reuniu aproximadamente 280 fuscas de várias regiões no 4º Encontro de Fuscas de Pedreira. O evento foi realizado em benefício do Lar dos Velhos. Como inscrição foi pedido um pacote de fraldas geriátricas.

MILHÕES DE CRIANÇAS AGUARDAM SUAnotícias DOAÇÃO FR Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais dosàclubes. pag5359.indd 55

55

18/12/2012 18:15:28


Distrito 4590 RC de Pirassununga, SP – Em outubro, o clube prestou homenagens a profissionais da cidade. Para fechar o mês, o clube recebeu a visita do tenente-coronel aviador Marcelo Gobett Cardoso, que assumiu em dezembro o comando da Esquadrilha da Fumaça. Ele proferiu a palestra O aviador militar e a soberania nacional e foi presenteado com um diploma de reconhecimento e um exemplar da edição de outubro de 2012 da Brasil Rotário.

Distrito 4600 RC de Taubaté-Sul, SP – Entregou cerca de 350 peças – entre agasalhos, cobertores, calças e tênis – para a Paróquia Sagrada Família. Os associados arrecadaram os itens durante a 3ª Campanha do Agasalho.

RC de Volta Redonda-Norte, RJ – Realizou a 7ª Maratona Estudantil, reunindo alunos do nono ano do ensino fundamental das redes pública e particular de ensino. Mais de 4.000 estudantes se candidataram ao processo de seleção. A foto registra a etapa final, de provas de português e matemática, realizada na Casa da Amizade em 22 de setembro, com a participação de 111 estudantes. Na ocasião, os alunos, professores e pais foram recebidos com café da manhã e assistiram a palestras. Em seguida, os estudantes concorreram ao sorteio de uma bicicleta, seis cestas básicas e um relógio. Os primeiros colocados, suas respectivas escolas e professores receberam prêmios e reconhecimentos. A premiação incluiu dois aparelhos tablets, um netbook e três convites para participação no Ryla local.

56

J aneiro

pag5359.indd 56

de

2013

RC de TremembéEstância Turística, SP – Distribuiu 150 brinquedos para crianças do bairro Maracaibo 1, com a colaboração da Associação Comercial e Industrial de Tremembé, em outubro de 2012. RC de Taubaté, SP – Com o objetivo de levantar a questão dos problemas causados pela obesidade infanto-juvenil, o clube organizou a Caminhada Viva Leve pelo Planeta, em conjunto com a Casa da Amizade local, Casa da Criança, Universidade de Taubaté, Secretaria Municipal de Esportes e Escola de Idiomas Pró Línguas. O evento reuniu mais de mil participantes.

RC de Jacareí-Flórida 3 de Abril, SP – Em outubro, mês designado pelo Rotary International como dos Serviços Profissionais, os rotarianos homenagearam profissionais e empresas colaboradoras do clube.

Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais notícias dos clubes. 18/12/2012 18:17:56


Distrito 4610 RC de Cotia-Caucaia do Alto, SP – Para celebrar o Dia do Professor, o clube homenageou a docente Fernanda Ruiz, que leciona matemática na Escola Estadual Sidrônia Nunes Pires. Ela foi agraciada com um certificado de agradecimento por serviços prestados à comunidade, flores e um jantar. Em outra oportunidade, os rotarianos realizaram a 2ª Noite da Pizza em prol do Natal das crianças das instituições sociais da região. O Bichomania Parque Fazenda cedeu o espaço para a realização do evento e a ONG Selva (Sociedade Ecológica Verde e Amarelo) patrocinou um show de comédia stand up.

Distrito 4620 RC de SorocabaGranja Olga, SP – Em parceria com a Secretaria de Saúde, o clube levou o projeto Ônibus do Homem ao Condomínio Granja Olga, em 24 de setembro. A ação ofereceu exames e orientações sobre saúde masculina e planejamento familiar a moradores e funcionários do local. Em outra oportunidade, com a parceria do Posto de Saúde da Vila Sabiá, o clube entregou cestas básicas aos moradores em cujas casas não havia focos de dengue. A iniciativa faz parte do Projeto Dengue Zero, por meio do qual o clube entrega quatro cestas básicas por mês. RC de Avaré, SP – Realizou o 3º Baile Gaúcho na Sede Social do Centro Avareense em 20 de outubro de 2012. O objetivo do evento foi angariar fundos para a realização de um projeto na Residência do Amor Fraternal, um asilo de idosos que abriga portadores de problemas mentais. RC de Cerqueira César, SP – Inaugurou seu Banco de Cadeiras de Rodas e Materiais Ortopédicos, por ocasião da festiva que comemorou o aniversário de 16 anos de fundação do clube, em 25 de outubro de 2012.

RC de AvaréJurumirim, SP – Levou sua campanha Doe Órgãos Salve Vidas à 1ª Marcha pela Conscientização da Doação de Órgãos em Jaú, no dia 29 de setembro de 2012. A marcha foi organizada pela equipe de médicos, enfermeiros e voluntários do Hospital Amaral Carvalho. Os participantes divulgaram informações sobre doação de órgãos, tecidos e sangue e também sobre prevenção de vários tipos de câncer. Foram feitos testes de glicemia e monitoramento de pressão arterial. Em outra oportunidade, a convite do Rotary Club de Sorocaba-Novos Tempos, o clube também levou a campanha a uma ação social na praça Giovanna Souza Anconi. Várias organizações e ONGs trabalharam na iniciativa, que teve como objetivo conscientizar os moradores da importância de ser doador de órgãos e tecidos para transplante.

RC de SorocabaManchester, SP – Entregou ao Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil (GPACI) um cheque para ser utilizado na compra de material e mobiliário para a sala de fisioterapia do novo hospital. Além de pesquisar a doença, o grupo oferece tratamento a crianças e adolescentes de até 18 anos de idade e proporciona alojamento e locomoção aos pacientes e seus familiares. Na foto, associados ao clube e diretores do GPACI.

MILHÕES DE CRIANÇAS AGUARDAM SUAnotícias DOAÇÃO FR Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais dosàclubes. pag5359.indd 57

57

4/12/2012 14:51:35


Distrito 4630 RC de MaringáAlvorada, PR – O clube mantém parcerias permanentes com duas comunidades terapêuticas que cuidam de dependentes químicos e portadores do vírus HIV: a Casa de Nazaré e a Casa de Emaús, respectivamente. Recentemente, os associados doaram ventiladores, farinha de trigo, uma máquina de costura industrial e balcões para a cozinha da Casa de Nazaré. Por meio de um projeto de Subsídio Distrital Simplificado, o clube também entregou uma roçadeira costal para a Casa de Emaús. O equipamento será utilizado na manutenção da área verde da instituição. Os associados contribuem ainda com a Casa de Emaús participando de mutirões de limpeza. RC de Campo MourãoAraucária, PR – Por meio de um projeto de Subsídio Distrital Simplificado, o clube entregou material pedagógico para a Escola Municipal Mundo Encantado, em 30 de outubro de 2012. Na instituição estudam 110 crianças.

Distrito 4650 RC de Taió, SC – Realizou seu 3º Costelaço, evento anual com renda destinada em parte à comemoração do Natal na Apae local e em uma comunidade, e em parte à Fundação Rotária. Cerca de 700 pessoas prestigiaram a ação, realizada em 28 de outubro de 2012 em parceria com os Clubes de Mães de Taió. No mesmo mês, os rotarianos também comemoraram o aniversário de 40 anos de fundação do clube com a presença do governador distrital Roque Heerdt.

58

pag5359.indd 58

J aneiro

de

2013

Distrito 4640

RC de Toledo-Aliança, PR – Organizou um ciclo de 27 palestras sobre profissões para os alunos do terceiro ano do ensino médio do Colégio Premem, de 26 a 28 de setembro de 2012. Os estudantes puderam saber mais sobre carreiras como engenharias de produção, elétrica e civil, medicina, direito e administração, entre outras. RC de Quedas do Iguaçu, PR – Doou equipamentos fisioterápicos para o tratamento de portadores de deficiência física à Escola Elvira Andreghetto Servegnin, da Apae local. A ação foi realizada em parceria com o Rotary Club de Minneapolis, EUA (distrito 5950), por meio de um projeto de Subsídios Equivalentes da Fundação Rotária. Os rotarianos entregaram os equipamentos ao vice-presidente da Apae local, Natalino Vieira (de camisa azul), com a presença da governadora distrital Marli Decker Cargnin. RC de Francisco Beltrão-IIIº Milênio, PR – A foto registra a entrega de 200 selos postais da Associação Brasileira da The Rotary Foundation (ABTRF) a Edson Flessak, diretor da Flessak Eletro Industrial. A empresa está cadastrada no programa Empresa Cidadã da ABTRF. Também na foto o presidente do clube, Jacir Walter, e o governador 2007-08 do distrito, Maurício Alves, representando a ABTRF.

Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais notícias dos clubes. 4/12/2012 14:33:33


Distrito 4651

Distrito 4660

RC de Araranguá, SC – Promoveu, em parceria com a Gerência Estadual de Educação e a Secretaria Municipal de Educação, o projeto Semana da Pátria, evento que incentivou a atividade cívica dos alunos das escolas municipais, estaduais e particulares do município. Foram realizados concursos de poesia, elaboração de faixas e charges, entre outros. Um júri formado por personalidades locais escolheu os alunos vencedores.

RC de Três de Maio, RS – Entregou cerca de seis toneladas de alimentos às entidades AABB Comunidade, Apae Três de Maio, Apae Independência, Asdevi, Lar Bom Pastor e Lar dos Idosos. A doação é fruto de um projeto da Fundação John Deere em parceria com o clube.

RC de São José, SC – Organizou a Feijoada Solidária, ação com renda destinada à creche Monte Moriat. A iniciativa contou com sorteio de prêmios.

RC de Laguna, SC – Participou, como parceiro, de duas ações sociais no município. Uma promovida pelo Sesc local e que arrecadou brinquedos para doação, e a outra realizada pela Associação Beneficente de Reforço Amigo, para prestar reforço escolar a crianças da região. Em outra ocasião, o clube também realizou a 15ª edição da Festa da Polenta, evento com renda destinada ao Banco de Cadeiras de Rodas do clube.

RC de Palmeira das Missões, RS – Realizou evento de entrega de diploma do prêmio 4ª Bolsa de Poesia ou Prosa da Fundação Rotária Portuguesa à escritora Rovana Chaves, vencedora da categoria Prosa, com a obra O Tempo. Rovana, que participou do concurso representando o clube, também recebeu um cheque no valor de 1.500 euros, oferecido pela Fundação Rotária Portuguesa.

RC de Santa Maria-Vento Norte, RS – Em parceria com a empresa By Guga – Produtos da Fazenda, promoveu a primeira edição da Feijoada do Rotary, evento com renda destinada à Fundação Rotária e ao Lar de Miriam. A ação recebeu cerca de 250 pessoas e comemorou o primeiro ano do clube.

MILHÕES DE CRIANÇAS AGUARDAM SUAnotícias DOAÇÃO FR Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais dosàclubes. pag5359.indd 59

59

18/12/2012 18:34:54


Distrito 4670

RCs de Porto Alegre-Lindóia Passo D’areia e Porto Alegre-Sarandi, RS – Organizaram a 29ª Copa Rotary de Vôlei, evento esportivo que contou com a participação de cerca de 150 alunos de nove escolas da região. A ação contou com distribuição de lanches, além do sorteio de um notebook e um computador de mesa.

RC de Alvorada, RS – Realizou, em parceria com a ONG Embrião, a terceira edição de seu Torneio de Xadrez, ação que contou com cerca de 100 enxadristas dos municípios de Campo Bom, Cachoeirinha, Gravataí, Viamão e Alvorada.

Distrito 4680 RC de Rio Grande, RS – Comemorou os 50 anos da Escola de Educação Especial José Alvares de Azevedo, idealizada pelo rotariano Eurico Bianchini e que conta com o frequente apoio do clube.

RC de Rio Pardo, RS – Comemorou seus 60 anos de fundação com um coquetel e a inauguração da galeria dos ex-presidentes.

60

J aneiro

pag6065.indd 60

de

2013

RC de Santa Cruz do Sul-Oeste, RS – Entregou uma lavadora de roupas e uma centrífuga ao Asilo dos Idosos, no município. Na ação, que contou com subsídio do distrito 7750, EUA, o clube também realizou reformas da parte elétrica e de alvenaria na instituição.

RC de Guaiba-Farrapos, RS – Promoveu evento com a participação do humorista André Damasceno, com renda destinada ao Núcleo Rotary de Desenvolvimento Comunitário.

Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais notícias dos clubes. 10/12/2012 10:23:44


Distrito 4680 RCs de Porto AlegreAzenha, RS – Promoveu um chá beneficente com renda destinada ao Instituto Dias da Cruz. O clube doará maquinário de lavanderia à entidade, que recebe cerca de 100 adultos em seu albergue e 150 crianças em sua creche.

Distrito 4700

RC de Erechim-Três Vendas, RS – Homenageou José Bordignon, sócio-diretor da Metalúrgica Bordignon, com o Reconhecimento Destaque Profissional 2012 por seus relevantes serviços prestados à comunidade.

RC de Marau, RS – Recebeu doação do grêmio estudantil do Instituto Estadual São Tomás de Aquino, que realizou uma gincana e arrecadou garrafas pet, 2.000 litros de óleo de cozinha e mais de 60 cestas básicas. O clube doou as cestas básicas a famílias da região e encaminhou o restante do material para a reciclagem, arrecadando fundos para suas ações sociais.

RC de Caxias do Sul-Pérola das Colônias, RS – Organizou uma apresentação de teatro de fantoches com o tema Paz Através do Servir, na escola Raio de Luz. O clube ainda incentivou os alunos a realizarem um trabalho sobre o tema e premiou os dois melhores com um diploma de participação, um pin alusivo ao lema rotário 2011-12 e entradas de cinema com acompanhante.

Distrito 4710 RC de Astorga, PR – Por meio da Comissão de Intercâmbio, recebeu Alejandro Rios Melo, intercambista da cidade de Tulancingo, México, que realizará um ano de estudos no município. Na foto, Alejandro posa entre a presidente do clube, Caroline Podanoschi, e o rotariano Braz Antônio Martins.

RC de Cambira, PR – Realizou, em parceria com a Associação dos Cavaleiros, a segunda edição do evento Costela na Brasa de Cambira, que recebeu cerca de 500 convidados.

MILHÕES DE CRIANÇAS AGUARDAM SUAnotícias DOAÇÃO FR Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais dosàclubes. pag6065.indd 61

61

18/12/2012 18:45:17


Distrito 4710 RC de Sertanópolis, PR – Promoveu, em parceria com a Prefeitura de Sertanópolis, ato cívico em alusão à Semana da Pátria com a participação de estudantes do município. Na ação, o clube sorteou brindes e bicicletas.

Distrito 4720 RC de Manaus, AM – Promoveu evento em comemoração ao Dia das Crianças.

RC de Rolim de Moura, RO – Doou 80 cadeiras e um bebedouro à Associação de Idosos Pensionistas, entidade que auxilia 80 idosos do município em questões referentes à aposentadoria. RC de Santarém-Aldeia, PA – Realizou a segunda edição da Feijoada da Amizade, evento com renda destinada à compra de brinquedos e lanches que serão distribuídos a 380 crianças da comunidade Eixo Forte, no município. A ação também recebeu um torneio de futebol de campo.

Distrito 4730

RC de Curitiba-Portão, PR – Patrocinou o intercâmbio da estudante Daryan Tharine Saboya Baldin, que realizou um ano de estudos na Alemanha como hóspede do Rotary Club de Höxter (D.1900).

62

J aneiro

pag6065.indd 62

de

2013

RC de Pinhais, PR – Organizou a quarta edição do projeto Vencer, evento que ofereceu palestras sobre liderança consciente e comunitária a jovens de 14 a 17 anos, além de visitas ao ambiente de trabalho de profissionais de destaque. A ação recebeu cerca de 40 participantes. Em outra ocasião, o clube recebeu o intercambista polonês Aleksander Miroslaw Madej, que ministrou palestra sobre seu país destacando aspectos políticos, culturais e históricos.

Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais notícias dos clubes. 20/12/2012 16:58:05


Distrito 4730

Distrito 4750

RC de Curitiba-Ópera de Arame, PR – Organizou o Seminário da Paz, evento que contou com apresentação do grupo de teatro da Polícia Militar do Paraná e a presença do governador do distrito, Arlindo Venturim.

RCs de São João da Barra e São Francisco do Itabapoana, RJ – Doaram uma cadeira de rodas a Fabiana Machado Tavares. RC de Guarús, RJ – Recebeu o governador 2005-06 Marcus dos Santos Paes, que ministrou palestra sobre ética aos associados. Na foto, Marcus posa ao lado da presidente do clube, Alice do Carmo L. de Souza.

Distrito 4740

RC de Chapecó-Norte, SC – Participou como apoiador do 3º Seminário do Centro Associativo de Atividades Psicofísicas Patrick, entidade de educação inclusiva, realizado no Centro de Eventos de Chapecó. O evento também contou com o apoio do Governo do Estado de Santa Catarina e da Prefeitura de Chapecó.

RC de CatanduvasCentro, SC – Realizou a Pizza do Rotary, ação em prol das entidades Pastoral da Criança, Apae de Catanduvas, Apae de Vargem Bonita e Patronato de Catanduvas. A foto registra a entrega de um liquidificador industrial à Pastoral da Criança.

Distrito 4760

RC de Belo Horizonte-Novas Gerações, MG – Promoveu festa em comemoração ao Dia das Crianças, que contou com a participação de 60 crianças das entidades Associação Projeto Vida e Centro de Convivência Casa Azul. Na ação, os rotarianos prepararam lanche e distribuíram brinquedos.

MILHÕES DE CRIANÇAS AGUARDAM SUAnotícias DOAÇÃO FR Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais dosàclubes. pag6065.indd 63

63

18/12/2012 18:51:38


Distrito 4760 RC de Belo Horizonte, MG – Realizou a premiação do Concurso Internacional de Trova, em sessão solene na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. O concurso homenageou a língua portuguesa e contou com 51 participações de trovadores de todo o estado. O clube premiou os três primeiros colocados e 17 participantes receberam menção de reconhecimento. A ação contou com o apoio da União Brasileira de Trovadores, do Elos Club de Belo Horizonte, da Comissão Distrital Interpaíses Brasil-Portugal e Países de Língua Oficial Portuguesa e do distrito 4520.

Distrito 4770

RC de Alto Taquari, MT – Apoiou o 4º Campeonato de Cálculo Mental da Escola Municipal Prof. Elzinha Lizardo Nunes. O clube doou uma bicicleta como prêmio a Bruna Raynne Moraes da Rocha, segunda colocada. A ação também contou com o apoio da Casa da Amizade.

RC de Bom Jesus, GO – Organizou o torneio Dia Mundial de Futebol no Rotary, evento que contou com a participação de 16 times liderados por técnicos e professores das escolinhas de futebol do município. A fanfarra do Colégio Estadual Bom Jesus ficou responsável por animar a solenidade de abertura, que contou também com a presença de autoridades municipais e rotárias. A ação teve renda destinada ao Serviço de Saúde Pública, Alfabetização e Cuidados Médicos de Gana, África.

RC de Rio Verde, GO – Plantou cerca de 150 mudas de árvores no município. A ação ambiental contou com a participação da Casa da Amizade, do Rotakids e de um intercambista.

RC de Uberaba, MG – Promoveu almoço em comemoração aos seus 75 anos de fundação, que contou com a presença do governador do distrito, José Carlos Lau. Em outras duas ações comemorativas, o clube lançou um selo alusivo à data, em parceria com a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, e também uma revista que resgatou a trajetória do Rotary Club de Uberaba.

Distrito 4780 RC de Uruguaiana, RS – Doou 250 quilos de arroz orgânico à sociedade espírita Paz em Jesus, entidade que fornece alimentação a 250 crianças em três bairros do município.

64

pag6065.indd 64

J aneiro

de

2013

Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais notícias dos clubes. 18/12/2012 18:55:44


Distrito 4780

RC de Bagé-Sul, RS – organizou uma festa para as crianças da Escola Municipal de Ensino Fundamental Visconde de Ribeiro Magalhães, no município. a ação, em comemoração ao Dia das crianças, contou com atividades recreativas e a distribuição de lanche. Em outra ocasião, o clube reformou a sala de fisioterapia da Fundação Geriátrica José e auta Gomes e realizou uma festa para a reinauguração do espaço, contando com a presença do governador do distrito, carlos Frederico Gonçalves.

RC de Paraíso do Sul, RS – Recebeu a visita dos intercambistas Shawn Provost e Elena Velez, dos Eua, e Mariana Estefania Hernandez losano, do México.

DicaS PaRa PuBlicação

RC de Dom PedritoObelisco da Paz, RS – inaugurou, em parceria com apae, aspedef e Prefeitura Municipal de Dom Pedrito, o Espaço de lazer para cadeirantes, na praça central do município.

RC de Uruguaiana-Leste, RS – Promoveu o costelão, evento gastronômico que contou com a presença de cerca de 700 pessoas e teve renda destinada à organização da 25ª edição do califórnia Petiça, festival de música tradicional gaúcha que recebe apresentações de crianças que tocam e cantam.

Como ver seu clube no site ou na revista

P

ara que os companheiros de todo o país conheçam os projetos que seu clube vem realizando, é importante que as notícias cheguem à Redação contendo as seguintes informações: n o nome completo e o distrito de seu clube; n a data e local em que foram realizadas as ações; n um breve relato sobre o projeto, explicando sua importância e o alcance dele junto à comunidade; n os nomes dos parceiros, no Brasil e no exterior; n e os nomes e sobrenomes de todos os que aparecerem nas fotos com até seis pessoas, relacionados a partir da esquerda, para o caso de eles serem mencionados na legenda feita pela Redação. Mas lembre-se, a prioridade é a ação praticada pelo clube.

FOTOS: as imagens digitais precisam ter uma boa qualidade de impressão. Por isso, selecione a opção alta resolução de sua câmera. Se o envio for feito por e-mail, pedimos que o

tamanho dos anexos não supere 2 MB. Não cole suas imagens em documentos de Word: anexe-as ao e-mail como arquivos independentes. a publicação é gratuita. Basta apenas que o assunto se encaixe em nosso perfil editorial e que seu clube esteja em dia com a assinatura da revista. a Brasil Rotário não publica posses ou outros fatos que possam obter o merecido destaque nos boletins de seu clube. MUITO IMPORTANTE: informe também um telefone de contato (com o código de DDD) para que possamos falar com você no caso de qualquer dúvida. Anote os nossos endereços: avenida Rio Branco, 125 – 18o andar – Rio de Janeiro, RJ cEP: 20040-006 e-mail: redacao@brasil-rotario.com.br o telefone da Redação é (21) 2506-5600.

Estamos esperando para ver seu clube na revista! MILHÕES DE CRIANÇAS AGUARDAM SUAnotícias DOAÇÃO FR Acesse www.brasil-rotario.com.br e leia mais dosàclubes. pag6065.indd 65

65

18/12/2012 18:58:00


S enhoraS em ação A Associação das Famílias dos Rotarianos de Piracicaba (Afrop), SP (distrito 4310), promoveu um chá filosófico beneficente com palestra musicada do filósofo José Lima Junior, em 27 de setembro, na Casa da Amizade. O palestrante (foto) discorreu sobre o tema Filosofando o servir pela música. No evento foram arrecadados 60 litros de leite integral para a entidade Voluntários em Ação contra o Câncer Infantil de Piracicaba (Vaccip). Também na foto, a presidente do RC de PiracicabaLuiz de Queiroz, Josefa Polizel Paes; Maria Inês de Toledo; a presidente da Afrop, Valéria Nóbrega Dourado; Dalva Passari Faggin, da Vaccip; e Nadia Sonia Assuf Nechar. A Casa da Amizade de Ilha Solteira, SP (distrito 4480), organizou um desfile de moda em prol da Apae local, em 23 de setembro de 2012, na Choperia e Cachaçaria Pimenta. Lojas e patrocinadores locais, como Aquarelas, Dona Chica, Centro Ótico e Ti Ti Ti Calçados, entre outros, colaboraram com o evento. Em outra oportunidade, as senhoras trabalharam cadastrando mulheres para a realização de exames de mamografia no município.

A Associação das Senhoras de Rotarianos de Campo Mourão, PR (distrito 4630), foi agraciada com o Troféu Coordenadoria, prêmio máximo oferecido pelo distrito às Casas da Amizade. Por ocasião do 24º Encontro Nacional da Amizade, realizado em agosto de 2012 na cidade de Campos do Jordão, em São Paulo, as senhoras concorreram com três projetos e todos receberam premiação.

66

J aneiro

pag6667.indd 66

de

As integrantes da Casa da Amizade de Andradina-Urubupungá, SP (distrito 4470), ofereceram uma festa de Dia das Crianças no Centro Educacional Infantil Amália Morano Tencarte, onde estudam 67 meninos e meninas de até três anos de idade. As senhoras levaram lanche e presentes para eles. A Casa da Amizade de Amparo, SP (distrito 4590), ofereceu em sua cozinha industrial uma oficina de culinária para ensinar o preparo de cupcakes. A aula contou com a supervisão voluntária do gastrônomo Pedro Ramos e serviu ainda para arrecadar alimentos para as crianças assistidas pela Ação Social de Amparo.

Por meio de seu projeto Criança Feliz, a Associação das Senhoras de Rotarianos de Astorga, PR (distrito 4710), distribuiu presentes e doces para meninos e meninas da cidade, em 12 de outubro de 2012. Os presentes foram doados pela Cooperativa de Crédito Sicoob.

2013

18/12/2012 18:50:13


As integrantes da Casa da Amizade de Rolim de Moura, RO (distrito 4720), organizaram 50 kits de enxovais para serem distribuídos a mães carentes. Esse é um projeto que as senhoras desenvolvem permanentemente, compondo os kits com dois pacotes de fraldas, dois cueiros, dois pares de meias, dois conjuntos de pagão completos e uma lista com orientações a respeito dos cuidados básicos necessários para com o recém-nascido.

As integrantes da Casa da Amizade de Santarém, PA (distrito 4720), entregaram um freezer horizontal para a Creche Seara do Centro Educacional João de Barro, instituição que atende crianças desnutridas de até cinco anos de idade. Para angariar a verba necessária à doação, as senhoras ofereceram um jantar de peixes.

Em 23 de setembro de 2012, a Casa da Amizade de Ananindeua, PA (distrito 4720), realizou um bingo dançante com venda de quitutes. O propósito do evento foi arrecadar verba para a aquisição de brindes para o Dia do Idoso.

Em comemoração ao Dia das Crianças, as integrantes da Casa da Amizade de Itumbiara, GO (distrito 4770), entregaram sacolas com doces aos alunos da Creche Vila Mutirão e também a crianças carentes do mesmo bairro. Em 5 de outubro de 2012, a Casa da Amizade de Rio Verde, GO (distrito 4770), doou 300 uniformes para a Creche Cema.

Com o apoio do Rotary Club local e a parceria da Embaré Indústrias Alimentícias, a Casa da Amizade de Coromandel, MG (distrito 4770), distribuiu doces em duas creches da cidade, localizadas nos bairros Piteiras e Brasil Novo, na semana das crianças em 2012.

BR

67

pag6667.indd 67

18/12/2012 18:53:54


R econhecimentos da fundação RotáRia O que significam Companheiro Paul Harris Uma pessoa, rotariana ou não, que contribui com o valor de 1.000 dólares rotários à Fundação Rotária, ou em cujo nome é feita tal contribuição, recebe como reconhecimento o título de Companheiro Paul Harris (l), que consiste de certificado e distintivo – com a opção de medalha, ao custo de 15 dólares rotários.

Contribuições múltiplas O Companheiro Paul Harris que faz contribuições múltiplas de 1.000 dólares rotários à Fundação Rotária, ou em cujo nome elas são feitas, recebe safiras (l), rubis (l) ou Major Donors (l), de acordo com o valor do aporte acumulado.

Os fundos Tais doações formam diversos fundos. São eles: o Fundo Anual de Programas, o Fundo Polio Plus ou Parceiros Polio Plus e o Fundo Permanente. As contribuições ainda podem servir aos Projetos de Subsídios Humanitários ou, se vierem de empresas, à Associação Brasileira da The Rotary Foundation.

Novos agraciados

Distrito 4420

RC de São Paulo-Parque do Ibirapuera, SP

RC de Praia Grande, SP

l Claudia

l Marcelo

com safira

l Regina

Afonso Prado

Elsa Araujo

l Paulo

Maria Ramos de Oliveira Fernandes,

Victor Fernandes, com safira

RC de Santos-Gonzaga, SP

RC de São Vicente-Antônio Emmerich, SP

l Adriano

l Edson

l Alex

Moreira

Sandro Ochsendorf, presidente 2012-13

l Carlos

Eduardo Duarte Santana,

Joaquim de Jesus Cambaúva,

com a terceira safira

presidente 2013-14

Distrito 4440

l Cleber

RC de Diamantino, MT

l Clidio l Erika

Leo Bortolomasi Juliano Soares

Gaudeoso

l Gerson

Eli Ávila

l Ronaldo

Imbernom Cortez

l Maria

Cleide de Oliveira

Distrito 4470 RC de Penápolis, SP

Se você foi agraciado recentemente com algum desses títulos, informe-nos pelo e-mail redacao@brasil-rotario.com.br 68

J aneiro

pag6869.indd 68

de

2013

4/12/2012 09:44:13


Rossetto

Distrito 4560

Geraldo Bertin

RC de Oliveira, MG

l Aderval l José

l Marina

Boghossian Esperança

l Nazih

Said El Rafih

l Paulo

Sérgio Viçoso da Silva

l Vlademir

Marangoni Filho

l

Darcy de Castro Mendes, coordenadora distrital

1993-94

Distrito 4590 RC de Itapira, SP

RC de Penápolis-XV de Março, SP l Ivan

Eid Sammarco

l José

Carlos Janjacomo

l Leticia

Takano Sader, presidente do Rotaract Club

l Rodolfo

Valadão Ambrósio

l Shiguero l Sueli

Arikawa

Valdstein de Queiroz, da Associação

l Luis

Braz Cavenaghi, ex-presidente

Distrito 4640 RC de Cascavel-Primavera, PR l Arineu

Luiz dos Santos

l Carlos

Erminio Allievi

l Herbert

Correa Barros

de Senhoras de Rotarianos

l Rodrigo

Augusto Alves Andrade

Distrito 4480

Distrito 4651

RC de Mirassol-8 de Setembro, SP

RC de Itajaí-Porta do Vale, SC

l João

da Silva Garcia, com uma safira

l Dagobert

l José

Orlando Rodrigues

l Getúlio

l Nedi

Ferraresi Filho, com uma safira

l Mauri

l Therezinha

Aparecida Teixeira Brochado

Fernandes

Manoel Cabral, com safira

l Maurício l Renato

Distrito 4490

Rubens Oechsler, com safira

José Gom

Kraus, com safira

RC de São Raimundo Nonato-Centro, PI

Distrito 4670

l Maria

RC de Alvorada, RS

das Mercês Ribeiro Soares, com uma safira

l Leilane

Distrito 4500

Schiavoni, com safira

l Maurício

Henrique Castro de Oliveira

RC do Recife-Largo da Paz, PE l Mario

de Oliveira Antonino, diretor 1985-87 do

Rotary International, com o cristal de Major Donor

RC de Gravataí, RS l Silvio

José Fonseca Ourique

69

pag6869.indd 69

4/12/2012 09:53:42


R otaRianos que são notícia

N

esta seção abrimos espaço para os rotarianos que foram eleitos ou nomeados para cargos de governo, da administração direta ou indireta, ou que ainda receberam homenagens ou assumiram função em organizações da sociedade civil nas esferas federal (1o, 2o e 3o escalões), estadual (1o e 2o escalões) e municipal (1o escalão).

n Geraldo Luzia de Oliveira Junior foi eleito prefeito de Cariacica, ES. Ele é associado ao Rotary Club de Cariacica-Campo Grande, ES (distrito 4410). n Gilmar Trecco Cavaca, associado ao Rotary Club de Birigui-19 de Abril, SP (distrito 4470), foi eleito vereador da cidade.

Roberto Bastiani e Romeu Paulo Pessato foram reeleitos, respectivamente, presidente da Diretoria Executiva e presidente do Conselho de Administração do Banco de Alimentos de Gravataí. Eles são associados ao Rotary Club de Gravataí, RS (distrito 4670).

n

Ary Luiz Schmitz e João Carlos Scheibe, associados fundadores do Rotary Club de Sarandi, RS (distrito 4700), foram homenageados pela Câmara de Vereadores da cidade com os Títulos de Cidadãos Sarandienses.

n

Roberto Cláudio Rodrigues Bezerra, associado ao Rotary Club de Fortaleza-Centenário, CE (distrito 4490), foi eleito prefeito de Fortaleza.

n

n Nelson Alves de Oliveira, associado ao Rotary Club de Sertãozinho, SP (distrito 4540), tomou posse como diretor titular do Sindicado dos Empregados em Entidades Culturais, Recreativas, de Assistência Social, de Orientação e Formação Profissional no Estado de São Paulo.

Vinicius de Morais Pereira, ex-presidente do Rotary Club de Serrana, SP (distrito 4540), foi eleito vice-prefeito da cidade.

n

José Gomes Pimenta, associado ao Rotary Club de Divinópolis-Leste, MG (distrito 4560), foi homenageado pelo município como Servidor em Destaque do Centenário da cidade de Divinópolis e com a comenda de Educador do Ano pela Câmara Municipal.

n Jurandir Gonçalves Monteiro recebeu homenagem do Tribunal de Justiça do Estado do Pará pelos seus 20 anos de bons serviços prestados à Comarca de Xinguará. Ele é associado ao Rotary Club de Xinguará, PA (distrito 4720).

Eduardo Alvares de Souza Soares, governador 1987-88 do distrito 4780 e associado ao Rotary Club de Jaguarão, RS, tomou posse como membro do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul.

n

n

BR

n Eluízio Bilheiro, associado ao Rotary Club de Espera Feliz, MG (distrito 4580), foi eleito vereador da cidade.

Monique Tavares Moraes, também associada ao Rotary Club de Espera Feliz, foi homenageada na categoria Espírito Empreendedor 2012 pela Associação Comercial de Espera Feliz.

n

O casal Sonia Gomes e Ronaldo Rubio foi homenageado na categoria Empresa Destaque 2012 pela mesma Associação Comercial – mais dois associados ao Rotary Club de Espera Feliz que foram notícia.

n

Gunter W. Pollack, gerente 1999-2010 de Relações Institucionais e Internacionais da Fundação de Rotarianos de São Paulo e associado ao Rotary Club de São Paulo-Perdizes, SP (distrito 4610), foi homenageado com o Prêmio Dr. Francisco Mendes pelo Programa Saúde do Adolescente da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo. A distinção foi um reconhecimento pelo apoio de Gunter Pollack à construção de políticas públicas voltadas aos jovens e adolescentes.

n

Pedro Maria Martendal de Araújo, associado e ex-presidente do Rotary Club de Cascavel-Primavera, PR (distrito 4640), foi eleito vereador do município.

n

70

pag70.indd 70

J aneiro

de

2013

18/12/2012 19:09:57


A CONTECEU NA BRASIL ROTÁRIO

Luiz Renato D. Coutinho

...em janeiro de 1973

Um colorido que dava trabalho autoria de Chico Buarque e Ruy Guerra Dodge Dart e uma das mais caras produções da época, começou a fase de ensaios com o aval da censura. Mas, depois de sete meses de trabalhos preparatórios, os militares decidiram obstaculizar o ensaio geral. Artistas se mobilizaram pedindo a liberação do espetáculo – Bibi Ferreira foi à Brasília conversar com o general presidente Médici. Em vão. Calabar foi impedida de estrear e mesmo sua menção na imprensa, proibida.

 Em 3 de janeiro, estreava a primeira novela em cores da televisão brasileira, O Bem-Amado, às 22h, pela Rede Globo. Paulo Gracindo assumia o seu personagem mais famoso, o Coronel Odorico Paraguaçu, prefeito na fictícia cidade de Sucupira, no litoral baiano, que tinha como ambição inaugurar o cemitério local. Do meio para o fim da novela, a alcunha de coronel do personagem foi proibida pelo regime militar.

 O uso da cor na TV gerou dores de cabeça na produção. As modernas câmeras Schnneider requeriam uma longa fase de equalização Coronel Odorico e  Em 1973, a preocupação com a violêne os cenários precisavam ser feitos com apuro as Irmãs Cajazeiras cia crescia entre os moradores das grandes – as imperfeições eram facilmente percebidas cidades. Na verdade, essa preocupação generalizada desponna tela colorida. Para piorar, por falta de prática, as cenas com as tou em 1970. Em 1972, foram registrados pelo menos 6.801 novas câmeras tomavam o triplo do tempo das câmeras P&B. assaltos à mão armada em São Paulo, ou 970 por mês. Segundo  Televisores em cores eram um luxo registros, na capital paulista a radiopatrulha foi chamada para 1.173 ocorrências de assalto em 1972, contra 322 chamadas no para poucos. Em 1973, eles custavam mesmo mês de 1971. de 6.000 a 7.000 cruzeiros, cerca de 22 salários mínimos da época.  Aumentava rapidamente o preço da carne, item  A popularização da que nas famílias de classe média dos grandes centros podia chepílula anticoncepcional gar a representar mais de 22% mudava o comportamento dos gastos com alimentação. dos jovens e fazia aportar no país a chamada revo O ministro da Fazenda Dellução sexual. fim Netto assumia a meta de  Calabar: o elogio da reduzir a inflação anual de 15,7% para 12%. traição, peça musical de Paul Newman e

Robert Redford em Golpe de Mestre

Enquanto isso, a Brasil Rotário publicava... para mim, é viver Rotary hoje!”, escreveu Eurípedes Facchini, governador 1971-72 do então distrito 467, O autor aproveitou para exaltar o chamado milagre econômico brasileiro, que empurrava o país a uma taxa de crescimento só superada pelo Japão. Ele ainda citou o Projeto Rondon e a rodovia Transamazônica, inaugurada em 27 de agosto de 1972.

 “Com participação superior a duas mil pessoas, destacandose as mais altas autoridades locais, realizaram-se no Parque Histórico Nacional dos Guararapes, no Recife, solenidades comemorativas do cinquentenário do Rotary no Brasil e do encerramento das festividades do Sesquicentenário”. Essa foi a abertura da matéria que registrou as festividades promovidas pelo então distrito 450 em 15 de dezembro. “Que a nossa conduta seja um farol no apontar de um caminho de progresso, de avanços, sempre avanços, avanços onde a grandeza é construída pela harmonia, com respeito e admiração”, discursou Mário de Oliveira Antonino, então governador do distrito.

 Tarcizo Leonce Pinheiro Cintra, então governador do distrito 460, traz a proposta de inclusão das mulheres no Rotary, que havia sido apresentada em conferência distrital realizada em Cambuquira, MG. Tarcizo evocou o pedido do Rotary Club de Upper Manhattan, Nova York, EUA, feito em junho de 1971, para a remoção das “restrições referentes à questão de sexo nos requisitos para sócios”. A proposta do clube norte-americano foi, no entanto, rejeitada pelo Conselho de Legislação em junho de 1972.

 “Alguns companheiros conjeturam – ‘como será Rotary no ano 2000? Terá a nossa instituição a mesma estrutura de hoje?’ Nada poderíamos adiantar, por ora. O que importa, entretanto, BR

71

pag71.indd 71

18/12/2012 19:10:05


ReLAX Rodrigo

Arte contemporânea

Dona Marta vai a uma exposição e comenta indignada: – Que figura horrorosa! – Madame, é um espelho.

Otimista

Nos Estados Unidos, um pastor vai à prisão dar a última bênção a um criminoso minutos antes da sua execução. – Vim lhe trazer a palavra de Deus. – Não é necessário, pastor. Daqui vou estar pessoalmente com Ele.

resposta equilibrada

– Doutor George, meu marido manca porque tem uma perna maior do que a outra. O que o senhor faria neste caso? – Provavelmente mancaria também.

Orientação

Um turista estrangeiro estava perdido em Jerusalém e queria conhecer a famosa Universidade. Parou um homem idoso barbudo e perguntou: – Senhor, como faço para chegar à Universidade de Jerusalém? E o homem imediatamente responde: – Estudando, rapaz, estudando... Colaborações de Hertz Uderman, ex-governador do distrito 4570 e associado ao Rotary Club do Rio de JaneiroMéier, RJ.

EntrE ASPAS “Ninguém pode fazer você se sentir inferior sem o seu próprio consentimento.” — Eleanor Roosevelt (1884-1962), ativista dos direitos civis e diplomata dos EUA. “Eu jamais encontrei um homem que fosse tão ignorante que eu não pudesse aprender alguma coisa com ele.” — Galileu Galilei (1564-1642), astrônomo e físico italiano. “Um autor é um tolo que, não satisfeito em aborrecer aqueles com os quais convive, insiste em aborrecer as futuras gerações.” — Charles de Montesquieu (16891755), político, filósofo e escritor francês.

72

pag72.indd 72

J aneiro

de

2013

18/12/2012 19:19:41


Acesse nosso site e conheça o que preparamos para você. Acompanhe nossa linha do tempo. Acessando www.facebook.com/revistabrasilrotario você vai navegar por algumas capas históricas e também descobrir curiosidades sobre a trajetória de nossa publicação.

www.twitter.com/brasilrotario Siga a Brasil Rotário no Twitter e acompanhe as novidades de nosso site durante todo o mês. É o jeito mais fácil de acompanhar as nossas atualizações.

www.facebook.com/revistabrasilrotario Já curtiu a página da Brasil Rotário no Facebook? Agora você também pode acompanhar a revista na rede social mais famosa do mundo.

www.flickr.com/brasilrotario Criamos uma galeria para reunir imagens de marcos rotários brasileiros e você pode contribuir. Envie uma foto do marco rotário do seu Rotary Club, com a data de inauguração e localização do monumento. O e-mail é marcorotario@ brasil-rotario.com.br

Visite o nosso site e confira

Assista à série de vídeos

Confira também um vídeo onde o

uma matéria com o músico

sobre o Plano Visão de Futuro.

presidente do Rotary International,

Ziggy Marley, que fala sobre o

Organizamos uma sequência de

Sakuji Tanaka, e o chair do Conselho

CD End Polio Now, iniciativa

registros sobre assuntos como

de Curadores da Fundação Rotária,

que reúne diversos artistas

Subsídios Distritais, Subsídios

Wilfrid Wilkinson, agradecem as

e arrecadará recursos para o

Globais, equipes de formação

recentes contribuições de rotarianos

combate à pólio.

profissional e Fundação Rotária.

de todo o mundo.

http://bit.ly/ZM_EndPolioNow

http://bit.ly/série_PVF

http://bit.ly/rotary_agradece

ACESSE O SITE DA BRASIL ROTÁRIO EM SEU SMARTPHONE OU TABLET Baixe um leitor de QR code em seu aparelho, fotografe o código e tenha acesso instantâneo ao nosso website

capa3 site.indd 30

BRASIL

ROTARIO Servindo por meio da comunicação.

18/12/2012 11:29:18


Capa 4.indd 30

19/12/2011 15:40:43


Brasil Rotário - Janeiro de 2013