Page 1

THE BRAZILIAN COMMUNITY NEWSPAPER

O JORNAL DA COMUNIDADE BRASILEIRA

TORONTO ­-­2ª edição de novembro ­-­2013 ­-­ano 17 -­ ­número 334 ­-­www.brasilnews.ca

Programa de imigração para profissionais entra em vigor, mas estipula limite de aplicações.   PÁG.: 05

Membro do Grupo Nacional de Imprensa Étnica do Canadá

Relatório avalia América Latina como a região mais perigosa e violenta do mundo.   PÁG.: 07

Stop Bullying

Governo pretende voltar a explorar região mineradora de Ontario Ring of Fire.  PÁG.: 06

Você sabe como é a estrutura do sistema educativo do Canadá? Entenda as diferenças  PÁG.: 21

Caminhada educativa de prevenção contra a Aids acontece neste sábado em Toronto.   PÁG.: 06

Semana da Consciência Bullying: aprenda a identificar para prevenir e combater esse terrível fenômeno social.  Págs.: 14 e 15

Novas regras para a Lei Antifumo devem enrijecer a proibição em lugares públicos.  PÁG.: 04


|  2 

BRASIL NEWS  |  2ª edição de novembro | 26.11.2013

editorial

imigração | immigration

por tania nuttall  brasilnews@brasilnews.com

por marcia casado e jane desmond informe publicitário

Prestação de Serviços

Sponsorship ­Novas regras

F

elizmente esta edição do Brasil News traz boas notícias para a comunida­ de. O Ministério da Imigração está abrindo o mercado de trabalho para futuros imigrantes. Os trabalhadores formados que pretendem imigrar e que tenham bom po­ tencial para desenvolver, criar, elaborar e in­ vestir em projetos ou em­ presas, terão suas aplica­ ções para residentes per­ manentes aprovadas com mais facilidade. Para os imigrantes com formação que já residem no país, a boa notícia é que o governo está expan­ dindo o processo de trei­ namento e formação para que possam tirar suas li­ cenças e trabalhar no pa­ ís na sua área de atuação. Esta é uma excelente iniciativa não apenas pela oportunidade que o imigrante tem de dar continuidade a sua carreira, mas tam­ bém porque bolsas de estudo serão ofere­ cidas para os candidatos que não puderem arcar com as despesas do treinamento. Ob­ viamente, para conseguir essa bolsa, os in­ teressados devem corresponder alguns re­ quisitos determinados pelo governo. Em todo caso, a iniciativa é louvável, porque há centenas de bons profissionais que deixaram de exercer suas profissões por não serem li­

cenciados em suas carreiras. Outro destaque desta edição é a matéria especial que aborda o tema Bullying. Sema­ na passada foi a semana de conscientização do Bullying, e apesar de o tema ser assunto em constante debate, muitos jovens ainda sofrem com essa ação, que na maioria das vezes acontece durante o período escolar. A reco­ mendação é que os pais fiquem atentos e deem atenção a qualquer sinal de um possível problema. No último sábado tive o prazer de celebrar os 38 anos de independência de Angola, que foi marcado por um delicioso jantar dançante com os amigos da comunidade. Parabe­ nizo a comunidade ango­ lana pela perfeição do evento e a todos os angolanos que lutaram pela independência de seu país. Aproveito a oportunidade para dar boas­ vindas a três novas colunistas: Valda Lopo (psicológa), Gabriela Vampré (nutricionis­ ta) e Livi Souza (informações úteis). A par­ tir de agora, estas três profissionais irão di­ vidir experiências, tirar dúvidas, explicar novas tendências e dar dicas valiosas para facilitar o dia-­a-­dia de todos. Aproveitem! Até a próxima edição!

Brasil Travel sua agência de Viagens

Celebrando 12 anos

416 537.0123 www.brasiltravel.ca brasiltravel@brasiltravel.ca

1452 Dundas St. West Toronto - ON

TICO 50012410

a serviço da comunidade brasileira

E

xistem ainda muitas dúvidas a respeito dos muitos proces­ sos de imigração e legali­ zação no Canadá. Confira alguns fatores importantes e sugestões a respeito do processo de imigração por sponsorship e envolvendo relacionamentos conjugais. Diferentemente de ou­ tros processos de sponsor­ ship, quando se trata de ca­ samento o sponsor, a prin­ cípio, não precisa alcançar a renda mínima estipulada ­o que significa que, qualquer que seja a sua renda, isso não impedira que seu pedi­ do seja processado com su­ cesso ­mas o sponsor, mes­ mo assim, deverá assinar um termo de responsabi­ lidade financeira que será válido por 3 anos, mesmo que o relacionamento, por qualquer motivo, termine. Além disso, recentes me­ didas implementadas pe­ lo Ministro de Imigração, John Kenney, determinam que após a emissão do car­ tão de residente perma­

nente, o mesmo deverá obrigato­ riamente perma­ necer no relacio­ namento por um período de no mí­ nimo 2 anos, caso Jane Desmond Márcia Casado não tenham filhos em comum, ou o mesmo perderá a residência seja, a legalização no país. adquirida. O novo imigran­ Tenha em mente que te também estará vetado de é sua a responsabilidade ser o patrocinador de um de criar credibilidade pa­ novo cônjuge por um perí­ ra seu pedido por meio de odo de 5 anos. evidências. Os tipos de evi­ Devido à obrigatorieda­ dências a serem juntadas de do cumprimento deste ao caso variam de acordo regulamento, levanta­se um com o processo, mas, a tí­ questionamento quanto ao tulo de exemplo, podemos que acontecerá em caso de citar como sugestão a im­ morte do sponsor ou se o portância de anexar ao relacionamento for abusivo. processo, comprovantes de O novo regulamento esta­ conta bancária conjunta, fo­ belece que nestes casos ha­ tos, e­mails, além de outras verá uma exceção. coisas. Ao examinarem os pro­ É importante buscar as­ cessos os oficiais responsá­ sistência de profissionais veis têm como objetivo es­ qualificados com as infor­ tabelecer se a união é legíti­ mações específicas sobre o ma e não um relacionamen­ seu caso para evitar trans­ to com o intuito principal e tornos emocionais e finan­ primordial da obtenção da ceiros desnecessários e não residência permanente, ou previstos.


BRASIL NEWS  |  2ª edição de novembro | 26.11.2013 

| 3

Toronto | Toronto Da redação

Eleições 2014 Pesquisa aponta MP Olivia Chow como a favorita para a prefeitura de Toronto

U

ma pesquisa fei­ ta pelo Forum Reserach e en­ comendada pelo Toronto Sun mostra que a MP Oli­ via Chow é a favorita para ocupar o cargo de prefeita de Toronto nas eleições de 2014, se ela se candidatar. A pesquisa telefônica pediu que 1.049 torontonians fi­ zessem a sua escolha para prefeito usando uma série de situações hipotéticas e Chow ganhou em todos os cinco cenários em que ela foi incluída. Chow foi a mais votada e recebeu o apoio de 39% contra 34% para Rob Ford, 17 % para a Vereadora Ka­ ren Stintz e 5% para o exchefe de orçamento David Soknacki. Mesmo depois que o MPP John Tory (co­ nhecido por suas apresen­ tações de rádio) foi adi­ cionado a pesquisa, Chow

venceu uma disputa acir­ rada com 34% dos votos em comparação com 31% para Ford, 22% para Tory, 7% para Stintz e 4% para Soknacki.

Todavia, é improvável que Ford e Tory não se candidatem, tendo em vista que ambos já declararam o desejo de concorrer às eleições.

Chow também venceu Ford e Tory pela mes­ ma margem quando o conselheiro Denzil Min­ nan Wong foi incluído na pespquisa. Se Rob Ford ou John Tory não se candidata­

rem, a pesquisa mostra que Chow ganharia facilmente de Karen Stintz. Todavia, é improvável que Ford e Tory não se candidatem, tendo em vista que ambos já de­ clararam o desejo de con­ correr às eleições. De acordo com a pesqui­ sa, se Olivia Chow não se candidatar, Rob Ford po­ derá ser reeleito com 33% dos votos, contra 27% pa­ ra Tory e 24% para Stintz. Apesar de todos os escan­ dâlos, Ford continua sen­ do apoiado por seus elei­ tores fieis. Nesta pesquisa, ele subiu quatro pontos se comparado a uma enque­ te semelhante realizada há duas semanas. A pesquisa foi realizada na semana passada, logo após a decisão do Conselho da Cidade de retirar parte dos poderes de governân­ cia de Ford.

Poderes Estatutários

Durante reunião extraordi­ nária realizada semana pas­ sada, a Câmara Municipal de Toronto retirou poderes não estatutários do prefeito Rob Ford e delegou algumas dessas responsabilidades

para o vice-prefeito Norm Kelly. A Câmara também reassumiu outros poderes não estatutários. “Esta é uma situação sem precedentes. Posso garantir aos meus colegas vereadores e aos morado­ res de Toronto que eu vou

cumprir essas responsabi­ lidades delegadas”, disse o vice-prefeito. Rob Ford continua com seus poderes legais sob a ci­ dade de Toronto, isso inclui a representação e promoção da cidade em esfera nacio­ nal e internacional.


|  4 

BRASIL NEWS  |  2ª edição de novembro | 26.11.2013

Ontario | ontario POR  Gizele Rochel Wanderoscki editor@brasilnews.ca

expediente | masthead Uma publicaÇÃo do BrasilNews Publisher INC. Todos os Direitos Reservados® www.brasilnews.ca 390 Burnhamthorpe Road. Toronto, ON ­­­ Canada ­­­ M9B 2A8 Tel: (416) 538.4298 | Fax: (416) 538.9171

Publisher: Tania Nuttall brasilnews@brasilnews.ca Editor­­­chefe: Gizele Rochel Wanderoscki editor@brasilnews.ca Administrativo: Fernando Goscinscki brasilnews@brasilnews.ca Vendas: Fernando Goscinscki fernando@brasilnews.ca Diagramação: Marcus Sampaio designer@brasilnews.ca Colaboradores: Artur Pinto, Brian Bowen, Carolina Hepfner, Cleida Steinmetz, Cristiano de Oliveira, Dave Burke, Eliana Rigol, Fernando Goscinscki, Fred Itioka, Gabriela Vampré, Jennifer Wessman, Mauricio Dreher, Paula Souza, Rodolfo Torres, Stéphanie Pires, Tony Silva e Valda Lopo Exemplar avulso: can$ 0,50 Assinatura Anual (24 edições): can$ 50,00 Próxima Edição: 10/12/2013 Colunas e artigos assinados podem não expressar a opinião do jornal. É proibida a cópia ou reprodução sem autorização prévia do BrasilNews.

Benefícios à saúde Governo de Ontario pretende endurecer Lei Antifumo

O

governo de Onta­ rio está propondo mudanças regula­ tórias na legislação sobre o fumo. O objetivo da medi­ da é endurecer a Lei Anti­ fumo, aumentando as san­ ções para a venda de taba­ co a crianças e limitando as áreas públicas para os fumantes. A iniciativa faz parte de uma ação do governo de combate ao cigarro, cujo intuito é proteger os jovens contra os efeitos nocivos do tabagismo, e fazer do Cana­ dá o país com menor índi­ ce de fumantes no mundo. As medidas propostas in­ cluem: proibição para fu­ mar em parques infantis, campos de esporte, restau­ rante e bares; aumentar as multas para quem vender cigarro a jovens; proibir a venda de cigarros com sa­ bor; fortalecer a aplicação

de testes de tabaco em lo­ cais públicos fechados; e proibir a venda de cigarros em locais de ensino supe­ rior e propriedades especí­ ficas do governo.

Doenças relacionadas ao tabaco custam ao sistema de saúde cerca de $1,9 bilhão diretamente e um adicional de $5,8 bilhões indiretamente.

Se aprovadas, as novas regras farão parte de um conjunto de proibições de­ finidos anteriormente, tais como: o uso de cigarro em locais públicos e fechados e a venda de cigarrilhas aromatizadas.

Você sabia?

66% das pessoas que resi­ dem em Ontario querem que o cigarro seja proibido em pátios de restaurantes. Seguindo os dados, o índice de fumantes na província de Ontario caiu de 24,5% em 2000 para 19% em 2012, o que representa menos 255 mil fumantes nesse período.

Além disso, 58 municípios de Ontario ­cerca de 61%­ já regulamentaram a proi­ bição de fumo em parques infantis. Doenças relacionadas ao tabaco custam ao siste­ ma de saúde cerca de $1,9 bilhão diretamente e um adicional de $5,8 bilhões indiretamente.


BRASIL NEWS  |  2ª edição de novembro | 26.11.2013 

| 5 FOTO: divulgação

imigração | immigration Da redação

Mercado de Trabalho I Programa de Imigração CEC conta com novas regras para os aplicantes

D

esde que a mo­ rosidade tomou conta dos proces­ sos de imigração que o go­ verno federal vem toman­ do medidas para atenuar esta realidade e também evitar fraudes nos pedidos de aplicação. Dentre as ini­ ciativas, estão mudanças e novos programas de imi­ gração que também foram feitas e criados para que as aplicações sejam analisadas de forma mais rápida e efi­ caz. Exemplo disso é o pro­ grama Canadian Experien­ ce Class (CEC) que, entre outras mudanças, estabe­ leceu um limite ao núme­ ro de imigrantes que serão aceitos no próximo ano. O anúncio foi feito pe­ lo ministro da Cidadania e Imigração, Chris Alexan­ der, que afirmou querer aprimorar o programa CEC­ cujo objetivo é o de atrair profissionais qualificados para o mercado de traba­ lho canadense ­para redu­ zir atrasos e tempo de pro­ cessamento dos pedidos. O CEC entrou em vigor no dia 9 de novembro últi­ mo e estará aberto até o dia 31 de outubro de 2014. Du­ rante esse período, somen­ te 12,000 inscrições serão

aceitas pela Imigração. A ideia, segundo o ministro, é gerenciar as aplicações e estabelecer um tempo de processamento para evitar atrasos na análise. A esti­

A exigência é uma forma de garantir que apenas as aplicações de profisssionais devidamente capacitados sejam processadas.

mativa é receber cerca de 15,000 imigrantes. As mudanças eliminaram seis profissões da lista de ocupações anteriormente aceitas pelo programa CEC, já que as vagas para esses cargos já foram preenchi­ das. São elas: ӹӹ Cozinheiros (código NOC 6322) ӹӹ Supervisores de food service (NOC 6311) ӹӹ Funcionários administrativos (NOC 1221) ӹӹ Assistente administrativo (NOC 1241) ӹӹ Técnico de contabilidade e contador (NOC 1311)

ӹӹ Surpevisor de vendas (NOC 6211) Os reajustes também es­ tabeleceram que para os cargos de técnicos e admi­ nistrativas (NOC B) have­ rá um limite de apenas 200 inscrições. As inscrições para os cargos NOC 0 e A (gerenciais e profissionais) não terão esse sub­limite, entretanto, ficarão dentro do limite total de 12,000 inscrições. Para participar do pro­ grama, os candidatos de­ vem comprovar domínio do idioma antes mesmo de terem seus processos ana­ lisados. Os requisitos atu­ ais são Canadian Langua­ ge Benchmark (CLB) 7 pa­ ra ocupações dos NOCs 0 ou A, e CLB 5 para ocu­ pações do NOC B. A exi­ gência é uma forma de ga­ rantir que apenas as aplica­ ções de profisssionais devi­ damente capacitados sejam processadas.

Mercado de Trabalho II

Como forma de incentivo aos profissionais qualifica­ dos que já residem no país, os governos federal e pro­ vincial estão expandindo o Programa de Formação de

Ministro da Imigração Chris Alexander

Ontario (Ontario Bridge Training Program), pa­ ra ajudar os imigrantes a obter licença de trabalho e consequentemente a en­ contrar uma vaga compatí­ vel com as suas habilidades e experiência. “Nosso governo está construindo um sistema de imigração focado no cresci­ mento econômico, mas que ao mesmo tempo garanta que todos os canadenses, incluindo os imigrantes, sejam capazes de se torna­ rem membros de sucesso na sociedade. Este progra­ ma vai ajudar milhares de recém­-chegados, ao longo dos próximos três anos, a obter a formação necessá­ ria para trabalhar em suas áreas de especialização”, de­ clarou o Ministro da Cida­ dania e Imigração do Ca­ nadá, Chris Alexander, em pronunciamento realizado na última sexta-­feira (22). O Programa de Treina­

mento deve ser aplicado através de uma parceria en­ tre o Governo do Canadá e universidades, órgãos regu­ ladores, organizações co­ munitárias e empresas par­ ceiras. O treinamento con­ siste na avaliação de escola­ ridade e habilidades, expe­ riência profissional, forma­ ção linguística relacionada com a ocupação e prepara­ ção para o exame de licen­ ciamento profissional. Após o treinamento, os profissio­ nais são avaliados por exa­ me e se estiverem aptos a receber suas licenças de tra­ balho, são automaticamente recolocados no mercado de trabalho canadense. Até agora, mais de 50.000 imigrantes já foram benefi­ ciados pelo programa, entre eles, enfemeiros, engenhei­ ros, contadores, adminis­ tradores, optometristas e es­ pecialistas de IT. O curso de formação atende mais de 30 profissões em todas as áreas.

“Estou orgulhoso da ino­ vação associada a este pro­ grama e o importante pa­ pel que ele desempenha no crescimento de nossa economia, além do fato de que ele tornará a vida dos imigrantes e seus familia­ res mais fácil”, afirmou Mi­ chael Coteau, ministro da Cidadania e Imigração de Ontario. Aos interessados em par­ ticipar do programa e que não podem subsidiá-­lo, o Programa de Formação oferece, através de parce­ rias, uma bolsa de estu­ do de até $ 5.000 para os participantes elegíveis. As bolsas de estudos devem cobrir os custos do treina­ mento como mensalida­ des, livros e equipamentos. Mais de $60 milhões serão investidos nesse programa. Para saber se você é elegí­ vel para adquirir a bolsa de estudos, acesse: www. cic.gc.ca.


|  6 

BRASIL NEWS  |  2ª edição de novembro | 26.11.2013

Ontario | ontario da redação

Exploração Mineral Região mineradora de Ontario pode começar a ser explorada em breve

E

m nova tentativa de progresso, o gover­ no provincial pre­ tende investir no cresci­ mento e desenvolvimen­ to de Ring of Fire ­- região mineradora de Ontario, que possui a maior jazida de cromita da América do Norte. A partir de políticas públicas e privadas, o Go­ verno pretende contar com o apoio do governo federal e de empresas de minera­ ção para a realização do projeto. A proposta de Ontario é criar uma empresa de de­ senvolvimento para cons­ truir, financiar, operar e manter a infraestrutura de apoio ao acesso e recursos estratégicos para a Ring of Fire. De acordo com no­ ta divulgada à imprensa, os trabalhos devem come­ çar imediatamente a fim de estabelecer um modelo

de governança adequada o mais rápido possível. “A Província de Ontario continua a ser comprome­ tida com o desenvolvimen­

Além da dificuldade de acesso, a região é protegida pela Matawa Tribal Council ­Instituição que tem como missão preservar o meio ambiente e a comunidade local.

to inteligente, sustentável e colaborativo da Ring of Fire, sujeito a todas as avalia­ ções ambientais necessárias e processos de regulamen­ tação’’, diz a nota. Ring of Fire está locali­ zada a 540km ao norte de Thunder Bay e é uma gran­

de produtora de aço inoxi­ dável, além de níquel, co­ bre, zinco, platina e ouro. Ela foi descoberta há uma década em Ontario, apesar de ser praticamente inaces­ sível pelas estradas. O fato de estar situada em Onta­ rio, faz da província o prin­ cipal destino para investi­ mento de exploração mine­ ral do Canadá. Além da dificuldade de acesso, a região é protegida pela Matawa Tribal Coun­ cil ­ Instituição que tem como missão preservar o meio ambiente e a comu­ nidade local. Em julho des­ se ano, o governo nomeou Frank Lacobucci para lide­ rar as discussões na tenta­ tiva de um consenso com a Instituição e abertura dos trabalhos de exploração. As negociações estão em andamento baseadas na promessa do governo

de priorizar a proteção do meio ambiente, fazer um planejamento de infraes­ trutura e desenvolvimento regional, dividir a receita arrecadada e apoiar a co­ munidade socialmente e

economicamente. Segundo o governo, uma série de medidas foram to­ madas para ajudar a garan­ tir o apoio necessário à co­ munidade, além do inves­ timento de $ 5 milhões pa­

ra promover a capacitação de trabalhadores para ope­ rarem na Ring of Fire. Até agora, estas iniciativas têm sido aprovadas pela Insti­ tuição e já conta com 850 membros participantes.

wn e do bairro Kensington Market. Durante o percur­ so acontecerá a distribuição de material educativo e pa­ cotes de preservativos. Uma recepção será oferecida aos participantes, no ginásio de esporte do St. Stephen’s Community House (91 Bel­ levue Avenue), logo após o final da caminhada. Para mais informações li­ gue: 416­925­2103 (ext. 234)

Alguns números sobre o HIV/VIH

são entre mulheres. Em Toronto: Desde que o o teste de HIV/VIH foi lançado em 1985, são re­ gistrados 65% de todos os casos da província de On­ tario. 1 em cada 3 novas infecções são de pesso­ as entre idade de 19 e 29 anos. Dados de 2011/2012 for­ necidos pela AIDS Com­ mittee of Toronto.

Comunidade | CommunitY POR  Gizele Rochel Wanderoscki editor@brasilnews.ca

Dia Mundial da Aids Caminhada beneficente deve reunir multidão para cobrar apoio político

V

ocê sabia que 35 milhões de pesso­ as no mundo vi­ vem com o HIV/VIH? In­ felizmente, a triste realida­ de ainda é mais alarmante: 2.5 milhões de novas infec­ cões acontecem anualmente e 7 milhões de pessoas pre­ cisam, mas não tem acesso aos medicamentos. Na ten­ tativa de mudar essa reali­ dade, acontecerá neste sá­ bado (30) uma caminhada de conscientização e educa­ ção com o tema: “Chegando a zero: zero novas infecções de HIV/VIH, zero discrimi­ nação e zero mortes relacio­ nadas a AIDS/SIDA”. A caminhada acontece­ rá na Chinatown ­Toron­ to e Kensington Market ­e está sendo organizada pe­ la St. Stephen’s Community House, a AIDS Committee

of Toronto (ACT), ACAS (Asian Community AIDS Services) e Toronto Chine­ se Health Education Com­

Durante a caminhada será promovida a clínica de saúde sexual (260, Augusta St.) que oferece teste do HIV/VIH anônimo, gratuito e sem necessidade de documentação canadense.

mittee (TCHEC). O evento marcará o Dia Mundial da AIDS, que é celebrado no dia 1 de dezembro, como uma homenagem às vítimas desta trágica doença e tam­ bém servirá para lembrar

sobre a necessidade do tes­ te do HIV. Acredita-­se que 25% das pessoas que vivem com vírus não sabem seu estado. Durante a caminhada se­ rá promovida a clínica de saúde sexual (260, Augus­ ta St.) que oferece teste do HIV/VIH anônimo, gra­ tuito e sem necessidade de documentação canadense. Neste evento, os partici­ pantes farão um apelo aos governantes por mais esfor­ ços no suporte ao trabalho de prevenção, educação e tratamento. Toda a comunidade está convidada a participar da caminhada, que acontecerá no dia 30, às 14 horas no St. Stephen’s Community Hou­ se (91 Bellevue Ave ­sul da College Street). Serão per­ corridas as ruas da Chinato­

No Canadá: O número de pessoas que vivem com o HIV/VIH subiu de 64.000 para 71.300 (11% de aumento). Em Ontário: 25% das pessoas não sabem que vi­ vem com o virús. Homens representam 82% de HIV/ VIH positivos. 25% dos novos casos de HIV/VIH


BRASIL NEWS  |  2ª edição de novembro | 26.11.2013 

| 7

Mundo | World da redação

Triste realidade para os latinos Relatório revela que a América Latina cresceu tanto economicamente, quanto criminalmente

A

insegurança é um desafio comum que impede o de­ senvolvimento social e eco­ nômico em todos os países da América Latina. As me­ didas de controle da crimi­ nalidade não são suficien­ tes, mas então, como resol­ ver o problema? A manei­ ra mais eficaz de reduzir a insegurança dos cidadãos é melhorar a vida das pesso­ as, impulsionando o cresci­ mento econômico e melho­ rando as instituições de se­ gurança e justiça. Claro que esta afirmação não é novidade pra nin­ guém, mas é o tema do Re­ latório de Denvolvimento Humano Regional (HDR) publicado pelo UNDP (Pro­ grama de Desenvolvimento das Nações Unidas na Amé­ rica Latina) no início do mês, cujos resultados reve­ lam um paradoxo: a Amé­ rica Latina cresceu tanto economicamente, quanto criminalmente. Apesar das melhorias so­ ciais, a América Latina con­ tinua sendo a região mais desigual e mais insegura do mundo. Segundo o relató­ rio, enquanto a taxa de ho­ micídios reduziu em outras partes do mundo, aumen­ tou na América Latina, que registrou mais de 100 mil assassinatos por ano, tota­ lizando mais de um milhão entre 2000 e 2010. “Não há solução mágica para a insegurança, mas es­ te grave problema pode ser

corrigido, com visão e po­ lítica a longo prazo”, disse o Diretor do UNDP para a América Latina e o Caribe, Heraldo Muñoz. “Cada país precisa garantir um Acordo Nacional de Segurança Ci­ dadã entre o governos, os partidos políticos e da so­ ciedade civil, para que ele se torne verdadeiramente uma política de Estado.” A HDR concentra-­se em seis principais ameaças so­ brepostas que impactam negativamente nos países: a criminalidade de rua, a violência e o crime come­ tido por e contra a juventu­ de, a violência baseada no gênero, a corrupção (apro­ priação indevida de bens públicos, cuja prestação é de responsabilidade do Es­ tado); e a violência cometi­ da por agentes estatais e do crime organizado.

Registros de Violência

Levantamentos realizados pelo UNDP em prisões de países como a Argentina, Brasil, Chile, El Salvador, México e Peru destacam desafios sociais persisten­ tes. Um em cada três pre­ sos saiu de casa antes dos 15 anos (no Chile, um em cada dois). Na Argentina e em El Salvador, 13% e 27% dos entrevistados, respecti­ vamente, nunca conhece­ ram seu pai ou mãe. A pes­ quisa também revelou que 40% dos reclusos no Chile não terminaram o ensino

primário. Em todos os pa­ íses citados, mais de 80% dos presos não possuem 2° Grau Completo. Jovens latino-­americanos, especialmente os homens, são os mais afetados pela criminalidade e violência e ainda são os perpetrado­

Apesar das melhorias sociais, a América Latina continua sendo a região mais desigual e mais insegura do mundo. res mais comuns, de acordo com o relatório. El Salvador (92,3), Colômbia (73,4), Ve­ nezuela (64,2), Guatemala (55,4) e Brasil (51,6) têm as cinco maiores taxas de ho­ micídios cometidos ou so­ fridos por jovens no mundo (por 100.000 habitantes). Registros de violência do­ méstica, estupro e assassi­ natos femininos aumen­ taram em quase todos os países avaliados. Entre os presos entrevistados que cometeram crimes sexuais,

mais de 75% relataram co­ nhecer suas vítimas antes do crime, sendo que mais de 20% eram membros da família.

Consequências de Insegurança

O impacto da insegurança dos indivíduos, na socieda­ de e nas instituições demo­ cráticas, recai no potencial econômico de cada país. Como assim? Segundo o relatório, sem o excesso de mortalidade por homi­ cídios, o Produto Interno Bruto de cada país teria sido $0,5 mais elevado, o que significa uma perda potencial de mais de $24 bilhões em toda a América Latina. Isso sem contar com as despesas públicas em decorrência dos crimes, tais como: policiais, juízes e sistema prisional.

Estado

Reformar o sistema judi­ ciário, bem como as ins­ tituições de segurança da sociedade, é essencial para responder à insegurança do cidadão, diz o relatório, que enfatiza a necessidade

de reestruturar a contrata­ ção, gestão e profissiona­ lização de pessoal. O rela­ tório analisou a proporção de policiais e juízes em diferentes países e concluiu níveis muito baixos de con­ fiança pública nos sistemas de justiça penal. Exceto Nicarágua e Panamá, mais da metade dos latino­ americanos manifestaram pouca ou nenhuma con­ fiança na resposta dos seus tribunais no caso de serem vítimas de roubo ou assalto.

Recomendações

O relatório enfatiza dez re­ comendações políticas com base nas informações ava­ liadas, entre elas: promover a soma de esforços entre os governos para reduzir a criminalidade e a violên­ cia; gerar políticas públicas

para proteger os mais afe­ tados; diminuir a impuni­ dade através do reforço das instituições de segurança e justiça, sempre respeitando os direitos humanos; pro­ mover a participação ativa da sociedade, especialmente das comunidades locais na construção da segurança; aumentar as oportunidades de desenvolvimento huma­ no para os jovens; comba­ ter e prevenir a violência doméstica; e promover po­ líticas públicas de combate ao álcool, drogas e armas. Países avaliados: Argen­ tina, Bolívia, Brasil, Chi­ le, Colômbia, Costa Rica, Equador, El Salvador, Gua­ temala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Para­ guai, Peru, República Do­ minicana, Uruguai e Vene­ zuela. (Fonte: UNDP)


|  8 

BRASIL NEWS  |  2ª edição de novembro | 26.11.2013

Direto de Brasília por rodolfo torres  rodolfo.brasilia@gmail.com

CCJ do Senado libera mudança do nome de transexual

A

Comissão de Cons­ tituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou na última quarta­ feira (20) projeto que muda a lei de registros para per­ mitir a mudança do primei­ ro nome dos transexuais, pessoas cuja identidade de gênero difere da biológica. A matéria ainda será ana­ lisada no plenário da Casa. Relator do Projeto de Lei da Câmara 72/2007 no co­ legiado, o senador Eduar­ do Suplicy (PT­SP) o clas­ sifica como “justa medida” que buscar “evitar equívo­ cos e constrangimentos que

Esta adequação se faz necessária para que seja combatido o constrangimento e a discriminação que transexuais sofrem cotidianamente em razão da notória distinção entre sua identidade de gênero e sua identificação anterior... ocorrem, a todo momento, quando não se reconhece a verdadeira situação do identificado”. De acordo com o pare­

cer aprovado na Comissão de Direitos Humanos e Le­ gislação Participativa do Senado, em novembro de 2010, “o sexo social, o psi­ cológico e o jurídico devem coincidir”. “Esta adequação se faz ne­ cessária para que seja com­ batido o constrangimento e a discriminação que transe­ xuais sofrem cotidianamen­ te em razão da notória dis­ tinção entre sua identidade de gênero e sua identifica­ ção anterior nos registros públicos”, afirma o parecer aprovado naquela ocasião.

Senador Eduardo Suplicy

Senado criminaliza uso indevido do dinheiro das multas de trânsito

A

Comissão de Cons­ tituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou também na última quarta-­feira (20) projeto de lei que tipifica como impro­ bidade administrativa o fa­ to de o administrador pú­ blico não usar o dinheiro

das multas de trânsito, ex­ clusivamente, em sinaliza­ ção, engenharia de tráfe­ go, de campo, policiamen­ to, fiscalização e educação de trânsito. A matéria segue para análise da Câmara. O autor da propos­ ta, senador Vital do Rêgo

(PMDB­PB), observa que essa obrigação imposta pe­ lo Código de Trânsito não é observada. Conforme justi­ fica, um relatório do Tribu­ nal de Contas de São Paulo (TCE­SP) registra que “dos mais de R$ 600 milhões re­ colhidos em multas no es­

Crise nas Dívidas?

Deve Impostos e HST Quer resolver seu problema financeiro ao Revenue Canada? sem declarar bancarrota (falência)? Oferecemos flexíveis formas de pagamento

tado, apenas cinco centési­ mos por cento foi destina­ do aos fins previstos na lei”. Relator da matéria na CCJ, o senador Sérgio Sou­ za (PMDB­PR) ressalta que, atualmente, “não existe co­ minação de qualquer san­ ção para o descumpri­

mento do comando legal”. “Ora, uma imposição legal deve estar acompanhada da sanção correspondente para quem a desrespeite”, argumenta. Bacharel em Comunicação Social pela Universidade Federal

NÓS TEMOS A SOLUÇÃO monica@rumanek.com Direct Line:

416-452-3751

Fala-se Português e Inglês

416-665-3328 (DEBT) Ext:307

Rumanek & Company Ltd Administradores de Propostas, Consolidação de Dívidas e Trustee de Bancarrota HEAD OFFICE: 1280 Finch Avenue West, Suite 714, Toronto, Ontario M3J 3K6 www.rumanek.com Etobicoke | Mississauga | Scarborough | Toronto Downtown | Toronto Midtown | Barrie | Creemore | Niagara Falls

MIRIAN b r a s i l e i r a

Cabeleireira & Manicure

* Especialista em Químicas * Corte e Escova * High Lights e Coloração * Tratamento Marroquino * Escova Progressiva s/ Formol * Cauterização * Alisamento * Escova definitiva * Plástica Capilar * Design de sobrancelha c/ aplicação de Hena

Tratamento Marroquino

Atendimento com hora marcada

647 248-3231

ANTES

DEPOIS

do Rio Grande do Norte, Rodolfo Torres trabalhou na revista Caros Amigos (São Paulo) e atualmente mora em Brasília, onde atuou como consultor de uma agência da ONU e repórter – especializado em tramitação legislativa – do site Congresso em Foco.

MONICA G. STANLEY Estate Coordinator

BIA Registered Insolvency Counsellor


BRASIL NEWS  |  2ª edição de novembro | 26.11.2013 

| 9

Finanças | Finances por Mauricio Dreher  mauricio@dreher.ca

Eu deveria investir em TFSA ou RRSP?

A

lguns artigos atrás escrevi sobre o TF­ SA e a importância que ele tem na sua vida fi­ nanceira, especialmente agora que você pode inves­ tir ainda mais. Porém mui­ tas pessoas me perguntam: Eu deveria investir em TF­ SA ou RRSP? Bem, a resposta pode ser: “Invista nos dois”. RRSP e TFSA têm certas vantagens de impostos e possuem seu lugar certo dentro do plane­ jamento financeiro, mas se você não tiver certeza qual escolher, veja abaixo uma comparação entre eles, as­ sim como investir em am­ bos no mesmo ano.

invista no RRSP durante os primeiros 60 dias de 2014, e utilize a devolução de imposto de renda que você terá em abril, para investir em TFSA.

Uma das razões para es­ colher investir entre o TF­ SA e RRSP, seria sua situa­ ção de impostos. Se você tiver um baixo sa­ lário hoje e um alto salário no futuro, você deveria ini­ ciar seu investimento em TFSA e somente depois em RRSP, porque se você fizer o contrário, você não irá rece­ ber muita devolução de im­ posto de renda, e acabaria pagando mais imposto no futuro, enquanto ao investir em TFSA, você não pagará imposto algum na retirada do investimento no futuro. Por outro lado, se você ti­ ver um alto salário hoje e um baixo salário no futuro, você deveria iniciar seu in­ vestimento em RRSP ao in­ vés de TFSA, porque ao fa­

zer isso, você terá uma de­ volução de imposto de ren­ da muito maior e pagará menos imposto no futuro. O problema é que você não sabe quanto será seu salário no futuro, se ele será menor ou maior do que ho­ je. Então, se você não tiver certeza qual escolher, por­ que não investir nos dois no mesmo ano? Faça o se­ guinte, invista no RRSP du­ rante os primeiros 60 dias de 2014, e utilize a devo­ lução de imposto de renda que você terá em abril, pa­ ra investir em TFSA. Des­ ta forma você terá as van­ tagens de imposto de renda que ambos oferecem. Fale com o seu CFP ­Cer­ tified Financial Planner; ele ficará feliz em ajudar na decisão de qual instrumen­ to de investimento utilizar, de forma a ser mais vanta­ joso à você. * www.cra­arc.gc.ca/tfsa and www.cra­arc.gc.ca/rrsp Mauricio Dreher, CFP, possui mais de 15 anos de experiência na indústria financeira, tendo certificação reconhecida internacionalmente como Certified Financial Planner. Trabalha com Investimentos e Seguros, com ênfase em estratégias de Redução de Impostos na Canfin Financial Group. Bus: (905) 829­­­0094 ext 528 or Cell: (416) 876­­­3644 As declarações contidas neste artigo são baseadas em material que acredita­­­ se ser confiável e serve apenas para a informação geral. Onde estas decla­

Comparação entre TFSA e RRSP * TFSA

RRSP

Limite de Idade

Nenhum

O Ano Em Que Você Completa 71 Anos De Idade

Montante da Contribuição

Até $5,000 Por Ano Desde 2009. Agora É $5,500 Por Ano.

18% Dos Ganhos Do Ano Anterior, Até Um Máximo De $23,820 Em 2013

A contribuição é deduzível do imposto de renda?

Não

Sim

Retiradas

Sem Imposto

Imposto Inscidente

Retorno do Investimento

Sem Imposto

Sem Imposto

Contribuição Excedente

Não Permitida

Até $2,000 Acima Do Limite Máximo

Retiradas aumentão o montante que posso contribuir?

Sim, Porém Você Deve Aguardar Até O Ano Seguinte

Não

É permitido contribuição de cônjuge?

Não. Contudo, O Dinheiro Poderá Ser Dado Pelo Cônjuge Para Investir No Seu Tfsa

Sim

Imposto ao falecimento?

Não. Montantes podem ser transferidos para cônjuge sem incidência de impostos

Sim, a não ser que seja transferido para cônjuge

rações são baseadas no todo ou em parte em informações providas por terceiros, elas não têm a garantia de serem corretas ou completas. As infor­ mações não têm a intenção de prover conselho específico ou personalizado incluindo, sem limitações, investi­ mento, financeiro, legal, contábil ou de impostos.


|  10 

BRASIL NEWS  |  2ª edição de novembro | 26.11.2013

Imóvel | real State por Tony silva  tony@asilva.ca

Vendendo sua casa quando se tem animais de estimação

A solução infalível

Se você se preocupa com o fato de potenciais com­ pradores estarem imcomo­ dados com a presença de seu animal de estimação, encontrar um local para eles enquanto você está mostrando a casa será uma alternativa. Talvez um vi­ zinho, familiar ou amigo pode cuidar de seu animal de estimação por algumas horas. Sem o desconforto de um animal desconheci­ do, os compradores estarão livres para visitar sua casa e imaginar os seus próprios pertences nele sem ter qual­ quer distração.

Se tudo mais falhar. . .

Se você não puder encon­

trar uma maneira de mudar temporariamente o seu ani­ mal de estimação, coloque ele / ela em um portador de animais de estimação enquanto os compradores estão fazendo uma vistoria de sua casa. Os animais não devem permanecer neste tipo de unidade por mais

FOTO: artwallpaper.net

Q

uando temos ani­ mais de estimação, eles rapidamente se tornam uma parte da nos­ sa família. Mas quando se trata de vender a sua casa, os potenciais compradores podem não ficar bem im­ pressionados pela presen­ ça de seu membro da fa­ mília de quatro patas. Pode ser por causa de alergias ou simplesmente não se trata­ rem de pessoas com ani­ mais de estimação, muitos compradores evitam uma casa com animais de esti­ mação. A boa notícia é que existem estratégias que vo­ cê pode empregar se estiver nesta situação.

Algumas municipalidades podem exigir que você informe os potenciais compradores que um animal de estimação vive em casa, você pode obter essa informação com seu Realtor. de duas horas em um mo­ mento, mas isso deve dar aos compradores tempo suficiente para ver a casa e fazer todas as perguntas. Se você tem uma casinha exte­ rior ou cômodo de exercí­ cio, seu animal de estima­ ção ficará satisfeito ali por algum tempo, visto ser um local conhecido. Seu foco principal é mantê­lo afasta­ do para não interferir com a visita e/ou perturbar o seu potencial comprador.

O que ficou para trás

Como todos os donos ani­ mais de estimação sabem, os animais costumam dei­ xar pequenas surpresas em

alguns lugares não apro­ vados. Se você deparar­s e com as manchas do tapete ou odores do animal de estimação, contratar uma empresa de limpeza profis­ sional será uma boa ideia. Se isto falhar, substitua o tapete ou considere a insta­ lação de pisos de madeira. Os compradores vão ver manchas ou cheiro signifi­ cando presença de um ani­ mal e podem formar uma opinião precoce, o que não é provável que seja favorá­ vel, antes mesmo de dar a sua casa uma chance. Uma vez que seus animais de estimação estiverem fora de casa, retire sua caixa de

maca ou uma almofada de treinamento (s) e limpe a área completamente.

Encenação

Muitos vendedores já estão conscientes desse termo, porque a realização de uma casa é essencial para o ne­ gócio imobiliário. Se você tem animais de estimação, remova quaisquer fotos ou outros presentes, incluindo brinquedos e mobiliário, ao mostrar sua casa. Quando você vender uma casa, o seu Realtor {corretor de imóveis} vai tirar fotos pa­ ra o anúncio, o dever deles é de fazer o possível para re­ presentar que tudo é mara­

vilhoso sobre sua casa. Estas imagens podem aparecer em propagandas e/ou no site do mesmo Realtor, evite todas as fotos que mostram o seu animal de estimação, os seus brinquedos ou ca­ ma. Os compradores não estão à procura de um ani­ mal de estimação, mas sim uma casa que possam cha­ mar de lar.

Assuntos Legais

Algumas municipalidades podem exigir que você in­ forme os potenciais com­ pradores que um animal de estimação vive em casa, você pode obter essa informação com seu Realtor. Ninguém

gosta de ver pelos de animais no tapete ou ver uma caixa de areia suja, mas eles têm o direito de saber tudo sobre a casa, incluindo a eventual presença de animais. Há 22 anos no Canadá, o carioca Antonio (Tony) Silva é Corretor Imobiliário licenciado pelo Real Estate Council of Ontario (RECO) e membro do Toronto Real Estate Board (TREB), Ontario Real Estate Association (OREA) e Canadian Real Estate Association (CREA). Tony trabalha como representante de vendas da Re/ Max 2000 Realty Inc., Brokerage. Contato: (416)656­3500 ou (647)409­6624.

Dra. Verônica Yoshiura

DENTiSTa fORMaDa pELa UNivERSiDaDE DE SãO paULO

  odontologia geral e cosmética   implantes   clareamento de dentes   atendimento de emergência   aceitamos a maioria dos seguros dentários

cuidando da saúde de seus dentes

416 538 4828

D o v e r c o u r t F a m i ly D e n t a l

984 Bloor Street West Toronto, ON M4R 1L8 (Esquina com Dovercourt)


BRASIL NEWS  |  2ª edição de novembro | 26.11.2013 

| 11

linha direta por Cleida Cruz  wzmarketingcommunications.com

Cade o agradecimento sincero? Thanksgiving nos Estados Unidos sempre foi uma data muito especial, em que fa­ mílias se reúnem para agra­ decer e celebrar. Mas a data está ficando ano após ano mais comercial por lá. O fe­ riado parece estar perden­ do seu verdadeiro sentido. Depois de terem anunciado em outubro a abertura das portas para o Black Friday já às 8 da noite anterior, ago­ ra Sawgrass Mills, KMart e outros do ramo anunciam que vão abrir às 6h da tarde (na quinta­-feira). Não seria melhor nem fecharem as portas e começarem a cha­ mar a promoção de Black Thursday? Certamente quem chegar nas lojas na sexta­-feira não vai encon­ trar mais nada com preço promocional.

Privacidade Em breve, passageiros que viajam com frequência po­ dem esperar que os comis­ sários de bordo saibam em que datas fazem aniversário, como gostam do café e o que provavelmente compra­ riam durante o voo. É que

as companhias aéreas estão aprendendo a usar a profu­ são de dados que coletam dos clientes, com investi­ mentos em tecnologia para personalizar a experiência de voar e melhor direcionar suas promoções. Mas fica uma pergunta: não estariam elas violando a privacidade dos passageiros? Isso ainda vai dar o que falar!

Tela Curvada Smartphones com telas curvas é a mais recente no­ vidade da Samsung e LG Electronics. A princípio essa nova tecnologia não parece ter tanta importância, mas sim para o próximo passo. Ou seja, as duas gigantes de tecnologia da Coreia do Sul estão se preparando para oferecer dispositivos móveis e de vestir, com telas com­ pletamente dobráveis, que podem ser usados no pulso ou serem enrolados como uma folha de papel.

Novos celulares Um pedido de patente feito pela Samsung no mês pas­ sado mostra um dispositivo móvel parecido com um ta­

blet com tela que pode ser dobrada ao meio. Ela tam­ bém estaria desenvolven­ do um dispositivo para ser usado na cabeça, que pode tocar música e receber cha­ madas de telefone quando estiver sincronizado a um smartphone.

A propósito Quando a tecnologia esti­ ver madura o suficiente, as possibilidades podem ser enormes. Um tablet ou até mesmo uma tela de televi­ são portátil poderia, por exemplo, ser dobrados vá­ rias vezes para caber numa bolsa ou num bolso.

Telas de que? Assim como as telas de cristal líquido substituí­ ram tubos de raios catódi­ cos em televisores a pou­ cos anos atrás, fabricantes hoje estão concentrando esforços em telas de dio­ do orgânico de emissão de luz. Dizem que elas ofere­ cem cores ainda mais vi­ vas e podem ser fabricadas bem mais finas que telas de cristal líquido. É que elas não requerem uma luz

de fundo. Para onde anda a tecnologia?

Velho demais aos 40 Mesmo com o advento das novas gerações, quase me­ tade dos novos empreende­ dores que surgiram no ano passado nos Estados Unidos tinha 45 anos ou mais, de acordo com a Fundação Ewing Marion Kauffman, uma organização dedicada ao empreendimento e à edu­ cação. Mas alguns empreen­ dedores em seus 40 anos, 50 anos ou mais dizem que fre­

quentemente têm que lidar com preconceito contra os mais velhos quando se re­ lacionam com investidores, clientes e colegas.

Velho demais aos 40 II

menos na economia volta­ da ao consumo na internet e telefonia celular, é que os jovens compensam a falta de experiência empresarial com a maestria no novo mundo da tecnologia. Ok then!

Ou seja se você não é um jovem de 20 e poucos anos abrindo uma empresa que estoura no mercado, esque­ ce! Nenhum investidor vai lhe dar valor. Hoje o que o investidor quer são empre­ sas com a cara e o desempe­ nho de facebooks, twitters e por aí vai. O raciocínio, pelo

Cleida Cruz é gaúcha, Jornalista e gerente da WZ Marketing Communications. Especializada em comunicação corporativa e marketing digital, Cleida atualmente realiza diagnóstico e planejamento de necessidades em comunicação corporativa e marketing. Website: wzmarketingcommunications.com

FOTOs: tania nuttall

Comunidade | CommunitY da Redação

Comunidade angolana comemora 38 anos de independência

O

s angolanos cele­ braram no último sábado (23) o tri­ gésimo oitavo aniversário de sua independência, pro­ clamada a 11 de novembro de 1975, após 14 anos de luta armada contra o colo­ nialismo português. O evento aconteceu na Casa das Beiras, em To­ ronto, e foi organizado pe­ la ACO (Comunidade An­ golana de Ontario). Além de um jantar com a culi­ nária típica, o evento foi marcado pela apresenta­ ção de um curta-metragem de Angola e pelo show de artistas locais, entre eles, Sweet Maria e Denzel Ne­ to, Marina & Hugo da Ban­

Embaixador Agostinho Tavares

Marzio, Tania, Fernando, Ana Bailão e Carla

da Santuarium, Nera San­ tos, Star Frades, DJ Nit­ sen e Red Mambo Acade­ my, cuja produção ficou a cargo da Rhythm Nation Productions.

Autoridades presentes: Embaixador da Repúbli­ ca de Angola, Agostinho Tavares; o presidente da ACO, António Alves; a Vereadora Ana Bailão e

o MPP Jonah Schein. A celebração foi abençoada pelo Padre Faustino, que orou e recitou uma poe­ sia em homenagem aos angolanos.

Sweet Maria, Marina & Hugo da Banda Santuarium


|  12 

BRASIL NEWS  |  2ª edição de novembro | 26.11.2013

destaques | highlights Amistoso da Seleção Brasileira em Toronto

Janaliz e Everton Subtil

Silvia e Helen

FOTOs: divulgação

Da Redação

Priscila com esposo e filhos

Kika e Deise

Alessandra e sua filha Aisha

Giseli, Reinaldo e Marco

Elkin Fuentes & Elkin Andrés Jr.

Rodrigo, Fernanda, Eucilene e Carlos

Thiago Staroski, Jisa dos Santos, Fabiano da Silva, Sueli Goncalves e Cayo da Silva

PASSAGENS AÉREAS PARA O BRASIL E O MUNDO TA R I FA S

OPERADORA

DIRETO

AO

CONSUMIDOR

Pacotes Last Minute/Cruzeiros Tarifas especiais com todas as cias. aéreas Viagens personalizadas para grupos Reservas de Hotéis e Carros

Corinne Marian

C O N S U LT O R A B R A S I L E I R A corinne@peerlesstravel.com

registration # 3319273

DE

P: 905-886-5610 x 307 Toll Free: 1-800-294-1663 x 307

E HÁ MAIS D

20 ANOS

A SERVINDO E D COMUNIDA A BRASILEIR

7117 Bathurst St - suite 200 Thornhill - ON, L4J 2j6

ÓTICA OCULISTA exAmes de vIsTA Exames de vista para crianças e idosos grátis* All Insurance UNION, City of Toronto - ODSP, Social Assistance

azuL

azuL safira

Verde

cinza

*com restrições

Lentes de contato coloridas $19,99 1 par* Lentes de contato transparentes $29,99 3 pares*

ATendImenTO de SegUndA A SábAdO Ligue já e marque sua consuLta

Dr. Carlo (Espanhol) Dr. N. Potel (Inglês)

OFeRTA eSPeCIAL: Você pode fazer os óculos de grau dos seus familiares no Brasil 647 349.9394

1165 st Clair ave. West Quase esquina com Dufferin próximo ao 7 Eleven

416 915.9394

2267 Islington avenue Rexdale Mall unit#1 oposto ao Wal-Mart


BRASIL NEWS  |  2ª edição de novembro | 26.11.2013 

| 13


|  14 

BRASIL NEWS  |  2ª edição de novembro | 26.11.2013

especial | special por  fernando goscinscki  fernandogoscinscki@yahoo.com

Brincadeira que machuca Bullying: é preciso levar a sério no primeiro sinal

“E

stou intimidado e não sei porquê eles fazem isso. Acho que por diversão. De qualquer forma eu tenho suportado isso por cinco anos. Estou cansado da vi­ da...” Depoimento anônimo de uma vítima de bullying. Nos últimos anos muito se tem falado a respeito de um problema que afeta a vi­ da de crianças e consequen­ temente de futuros adultos: o bullying. Apesar da ampla discussão sobre o assunto, o bullying continua presente na vida de muitos jovens, especialmente na vida esco­ lar, embora também possa acontecer em qualquer ou­ tro contexto social. Em geral, os sinais podem vir de apelidos e chacotas que não são tão inocentes assim, os “magrelos”, “gordi­ nhos” e “feios” que o digam. Esse é um cenário clássico de um futuro quadro psico­

lógico repressor, é quando o bullying começa a ganhar terreno. Os comportamen­ tos dessa prática podem va­ riar entre violência, que vão desde as chateações inopor­ tunas até episódios aberta­

As consequências afetam a todos, mas a vítima é a mais prejudicada, pois poderá sofrer os efeitos do seu sofrimento silencioso por boa parte de sua vida... mente agressivos, verbais ou não, intencionais e repe­ tidos, sem motivação apa­ rente, provocados por uma pessoa ou um grupo em re­ lação a outra. As consequências afe­ tam a todos, mas a vítima

é a mais prejudicada, pois poderá sofrer os efeitos do seu sofrimento silencioso por boa parte de sua vida, desenvolvendo inseguran­ ça e dificuldade de se re­ lacionar, tornando­-se uma pessoa apática e retraída. Muitas vezes, mesmo na vida adulta, é centro de go­ zações entre colegas de tra­ balho ou familiares, tam­ bém considera­-se inútil e descartável. A partir desses sintomas, pode desencade­ ar um quadro de neuroses, como a fobia social e, em casos mais graves, psicoses que, dependendo da inten­ sidade dos maus­tratos so­ fridos, tendem à depressão, ao suicídio e ao homicídio seguido ou não de suicídio.

Os protagonistas do bullying:

Vítima típica: é pouco so­ ciável, sofre repetidamente as conseqüências dos com­

portamentos agressivos de outros, possui aspecto físico frágil, coordenação motora deficiente, extrema sensibilidade e timidez, bai­ xa auto­estima, ansiedade e depressão. Vítima provocadora: àquela que atrai e provo­ ca reações agressivas con­

tra as quais não consegue lidar. Tenta brigar ou res­ ponder quando é atacada ou insultada, mas não ob­ tém bons resultados. Po­ de ser hiperativa, inquie­ ta, dispersiva e ofensora. É, de modo geral imatura, de costumes irritantes e qua­ se sempre responsável por

causar tensões no ambiente em que se encontra. Vítima agressora: repro­ duz os maus t­ ratos sofridos. Como forma de compensa­ ção procura uma outra ví­ tima mais frágil e comete contra esta todas as agres­ sões sofridas na escola, ou em casa, transforman­

LEARN ENGLISH aT NiGhT School

Falamos português  Bookkeeping & Accounting Services  Payroll Services  Objections & Appeals  Small Business  ITN Applications  WSIB & Union Remittances  Unfiled Tax & Unreported Income  Corporate Tax Services  Audit Assistance/CRA correspondence

416 516 4949

info@bermanassociates.ca 1444 Dupont St, unit 1B Toronto - ON M6P 4H3

se porhe e l u c i Matr nas e gan a 8 sem e gRAÇA!! d 2

Melhore seu inglês! Melhore sua vida!

325 / 4 semanas $

Aulas regulares: SegundA-QuintA

16:00 - 18:00 ou 18:30 - 20:30

Melhor preço da cidade !!!

ƒ GeNeral eNGliSh

ƒ power Speaking & listening

ƒ ƒ ƒ ƒ ƒ

academic preparation ToeFl preparation Business english ielTS preparation Teacher Training –TeSol

416 935.0011

www.ilacnightschool.com

771 YoNGe ST. (YoNGe & Bloor)

e-Mail:

nightschool@ilac.com


BRASIL NEWS  |  2ª edição de novembro | 26.11.2013 

| 15

Agenda de Shows da Monster Jam

jovens que lu­ tam em favor da causa e ví­ timas que irão dividir suas experiências com o público.

Vancouver, BC: February 1/14, BC Place Edmonton, AB: February 8­9/14, RexallPlace

Apoio Emocional

A Kids Help Phone é um serviço gratuito, anônimo e confidencial oferecido atra­ vés de telefone às vítimas de bullying de todo o Canadá. Os conselheiros profissio­ nais dão apoio psicólogico, informação e recursos. A instituição também ofe­ rece um site reconhecido internacionalmente por oferecer fóruns de aconse­ lhamento e jogos atrativos para as crianças. Os servi­ ços são oferecidos 24h por dia, todos os dias, em inglês e frânces. Para conhecer o site, acesse: www.kidshel­ pphone.ca.

Winnipeg, MB: February 15­16/14, MTS Centre London, ON: March 8 ­10/14, BudweiserGardens Hamilton, ON: April 5­6/14, Copps Coliseum Halifax, NS: May 31­June 1/14, Scotia Speedworld Ingressos disponivéis pelo site: www.monsterjamcanada.ca

S

C

.

CE

LEBRATIN

10

.... . . . . . . ........

N YEAR

...... ..........

G

G

TE

. ....

....

EBRATIN

10 EL

........... ....

bullying, incentivando-­os a apoiar uns aos outros, prati­ cando a inclusão e apoian­ do as diferenças entre os se­ res humanos. Ao longo da semana, ins­ tituições públicas e priva­

das uniram­-se para promover ações de combate a essa prática que continua a ser exercida dia­ riamente, entre elas, a Ma­ ple Leaf Monster Jam (em­ presa que promove gran­ des competições entre ca­ minhonetes gigantes, além de motocross e quadriciclos­ evento tipicamente ameri­ cano) que doará parte do dinheiro arrecadado com a venda de 10.000 ingressos de seus shows para a Kids Help Phone ­instituição que dá suporte por telefone às vítimas de bullying. Como parte da campa­ nha, durante os shows da Monster Jam no Canadá em 2014, haverá apresentações de consciência sobre o te­ ma com a participação de

YEARS

. ....

Os números também revelam que uma criança ou adolescente é intimidado a cada sete minutos na escola, e 65 % dos jovens afirmam já ter sofrido o cyberbullying (via internet).

Toronto, ON: January 18­19/14, Rogers Centre

....... ..........

Estatísticas

De acordo com as esta­ tísticas, 87% das crianças canadenses entre 8 e 10 anos sofreram bullying em 2010. Os números também revelam que uma criança ou adolescente é intimida­ do a cada sete minutos na escola, e 65 % dos jovens afirmam já ter sofrido o cyberbullying (via internet). Tendo em vista a rele­

vância desses números, aconteceu entre os dias 17 e 23 de novembro, a Semana da Consciência Bullying, cujo objetivo é conscientizar e orientar os jovens sobre a prática do

....

do o bullying em um ciclo vicioso. O agressor pode ser de ambos os sexos. Tem ca­ ráter violento e perverso, com poder de liderança, obtido por meio da força e da agressividade. Age so­ zinho ou em grupo. Geral­ mente é oriundo de família desestruturada, em que há parcial ou total ausência de afetividade. Apresenta aver­ são às normas; não aceita ser contrariado.

CELEBRATING

10

YEARS

Frete Aéreo, Marítimo e liberação de Alfândega

Carga consolidada todos os meses para o Brasil

Oferecemos armazenagem para seus bens pessoais

Número 1 em mudanças para o Brasil há 10 anos

Tel: +1-416-465-3459 2740 Matheson Blvd East Unit 5 Mississauga, ON, L4W 4X3 Canada

Your Cargo is Our Cargo

Nadia Silva, Ramal 230 Toll Free: 1-866-746-6722 e-mail: info@mellohawk.com

www.mellohawk.com


|  16 

BRASIL NEWS  |  2ª edição de novembro | 26.11.2013

MARCOS ASSOCIATES Barristers, Solicitors, and Notaries Public

Proudly serving the community since 1977

 • Residential and Commercial Real Estate Transactions • Contracts, Residential and Commercial Lease Agreements • Wills, Estates and Trusts • Civil Litigation • Transactions on Private Mortgages

Benjamin R.V. Marcos, B.A., LL.B.

1718 Dundas St. W., Toronto, Ontario M6K 1V5 Tel: (416) 537-3151 • Fax: (416) 537-3153


BRASIL NEWS  |  2ª edição de novembro | 26.11.2013 

| 17


|  18 

BRASIL NEWS  |  2ª edição de novembro | 26.11.2013

Esporte | Sport por  fernando goscinscki  fernandogoscinscki@yahoo.com

Rumo ao Hexa No último amistoso da temporada, Brasil vence o Chile por 2 a 1

A

Seleção Brasilei­ ra encerrou a tem­ porada 2013 com uma vitória de 2 a 1 sobre o Chile em uma partida dis­ putada em Toronto na últi­ ma terça­-feira (19). O time chegou na cidade na noite de segunda­-feira (18), em um voo fretado vindo de Miami. Jornalistas da co­ munidade foram recepcio­ nar a seleção, que se man­ teve indiferente a presença dos profissionais. Os joga­ dores ficaram em concen­ tração até a hora do jogo e logo após a partida volta­ ram para casa. A seleção tem apenas mais um amistoso marca­ do antes da convocação fi­ nal para a Copa do Mun­ do, no dia 7 de maio. Este jogo será no dia 5 março contra a África do Sul, em Johannesburgo.

A Vitória

Hulk abriu o placar aos 13 minutos de jogo e Robinho deu a vitória ao Brasil com um gol de cabeça aos 32 do segundo tempo. O técnico Luiz Felipe Sco­ lari fez três alterações em relação à equipe que come­ çou o jogo na goleada de 5 a 0 sobre Honduras, no últi­ mo sábado em Miami. Júlio César, Thiago Silva e Hulk, titulares durante a Copa das Confederações retomaram suas posições, deixando Victor, Dante e Bernard no

banco. Como vem acontecendo na maioria dos jogos des­ de a Copa das Confedera­ ções, o Brasil partiu para cima nos minutos iniciais. Aos 13 do primeiro tempo, Oscar roubou a bola e lan­ çou para Hulk, que chutou forte e colocou a Seleção em vantagem, mas antes mes­ mo de o zero sair do pla­ car, o técnico do Chile, Jor­ ge Sampaoli, já havia feito alterações em seu time. As mudanças surtiram efeito, e os chilenos passaram a dar trabalho.

Com relação a Copa do Mundo, o técnico admitiu que não esperava achar uma equipe tão rapidamente, embora tenha afirmado que ainda faltam alguns nomes para fechar o grupo. Apesar do Brasil ter co­ meçado bem o segundo tempo, o Chile voltou a ter uma maior posse de bola, e o Brasil novamente parou de criar, apostando em ra­ ros contra-­ataques. Felipão, então, mudou. Primeiro, Jô deu lugar a Robinho. Na se­ quência, Ramires, William e Dante entraram nas va­ gas de Hulk, Oscar e Thia­ go Silva.

Aos 25, o Chile chegou ao empate com um gol de Vargas, que já havia marca­ do um bonito gol contra a Seleção, no empate em 2 a 2 em maio, no Mineirão. O empate adversário, en­ fim, balançou o Brasil e acordou os jogadores. Ney­ mar, até então discreto, pas­ sou a ter sede de bola. Ele marcou um gol de letra, mas estava em posição irre­ gular, e o lance foi anulado. Robinho entrou muito bem no segundo tempo e desta vez teve a atuação coroada por um gol. Foi o nono gol do jogador do Milan contra o Chile, su­ perando o Pelé (oito vezes) e tornando-­se o maior ar­ tilheiro do confronto. Foi também o 29º gol do ata­ cante pela Seleção.

Atuação

Ao final da partida, os téc­ nicos das Seleções Brasileira e Chilena deram uma en­ trevista coletiva onde fala­ ram sobre seus respectivos times. Luiz Felipe Scolari dis­ se ter ficado satisfeito com a atuação do time, mesmo com as dificuldades encon­ tradas como o estado do gramado. “Foi difícil para nós e para o Chile. Algumas placas se desprenderam. Jo­ gamos bem desde o primei­ ro minuto e acho que fomos bem”, afirmou ele. Com relação a Copa do

Mundo, o técnico admi­ tiu que não esperava achar uma equipe tão rapida­ mente, embora tenha afir­ mado que ainda faltam al­ guns nomes para fechar o grupo. Felipão afirmou que continuará a seguir sua es­ tratégia de analisar os joga­ dores e conversar com os clubes para então definir o time completo dos jogado­ res que irão disputar a Co­ pa de 2014. O treinador da equi­ pe chilena, Jorge Sampao­ li, afirmou estar satisfeito com o desempenho da se­ leção mesmo com a derrota. “O que eu vejo desta perfor­ mance foi a vontade que o time Chileno mostrou. En­ frentar o Brasil, o melhor ti­ me do mundo, e ter a bola e atacar foi muito bom. Este Brasil é uma equipe que ga­ nhou a Copa das Confede­

rações com bastante facili­ dade e ganhou todos os seus amistosos recentemente ... Tivemos alguns problemas iniciais que teremos que olhar mais de perto, mas no geral estamos muito felizes”, salientou Sampaoli.

mos um bom desempenho e conquistamos a vitória. Nós acabamos o ano de forma positiva”.

Robinho

Maxwell Andrade

“Ninguém entra em campo esperando nada mais que a vitória. Graças a Deus tive­

“Procurei aproveitar mi­ nha oportunidade da me­ lhor forma. Estou feliz pelo grupo e por ter feito um gol. Nós temos que res­ peitar a camisa da Seleção Brasileira, principalmen­ te agora que a Copa do Mundo será realizada em nosso país”.

Neymar

O amistoso aconteceu no Rogers Centre

“Todos os jogadores que­ riam que a seleção fosse pra frente e voltasse a ser respeitada. E nós consegui­ mos isso. Estou feliz porque criamos um bom grupo e o nosso estilo de jogo”.


BRASIL NEWS  |  2ª edição de novembro | 26.11.2013 

| 19

Psicologia | Psychology por  Valda lopo

Transtorno de aprendizagem O que pessoas como Tom Cruise, Albert Einstein, Leonardo da Vinci, Cher, Robin Williams and Agatha Christie tem em comum?

F

requentemente pais, professores e outros profissionais entram em contato comigo para esclarecerem algumas dú­ vidas sobre os chamados problemas ou transtorno de aprendizagem. Os problemas de apren­ dizagem ou transtornos de aprendizagem são mais co­ muns do que muitos imagi­ nam. De acordo com as es­ tatísticas de 2006, no Cana­ dá 1 em 10 pessoas tem dé­ ficits de aprendizagem. A porcentagem de déficits de aprendizagem também são altas entre os adultos inves­ tigados, isso demostra que as dificuldades presentes na infância continuam na idade adulta. O mesmo senso tam­ bém indicou que os proble­ mas de aprendizagem afetam 121.080 crianças nas idades entre 5 e 14 anos. Isso re­ presenta 3.2% das crianças canadenses. As estatísticas nos aju­ dam a verificar a extensão e a seriedade da problemáti­ ca, mas como identificar se o seu filho (a) está tendo trans­

torno de aprendizagem? O transtorno de aprendizagem se refere a um número de di­ ficuldades que interfere com a aquisição, organização, au­ toavaliação, processamento fonológico, memória, aten­ ção, coordenação motora, retenção e compreensão de informações verbais e não

O transtorno de aprendizagem significa que a criança têm algumas dificuldades em processar a informação que recebe de forma efetiva quando comparada com outras crianças da mesma idade e sexo. verbais, e a aplicação prá­ tica de tais informações na vida diária. O transtorno de aprendizagem significa que a criança têm algumas difi­ culdades em processar a in­ formação que recebe de for­ ma efetiva quando compa­ rada com outras crianças da

mesma idade e sexo. Esses transtornos também variam em severidade e tipicamen­ te podem ser confundidos com falta de motivação pa­ ra aprender, preguiça e baixo nível de inteligência. Seguem alguns sinais do transtorno de aprendiza­ gem categorizados em algu­ mas áreas específicas: 1) Memória Visual (ser capaz de lembrar as fisiono­ mias humanas, palavras iso­ ladas, reconhecer similarida­ des e diferenças, como “b” x “d”, “mãe” x “mão”), seguir com os olhos (direita para a esquerda, coluna vertical em matemática), discriminação de figura fundo (controle so­ bre o foco longe x perto). 2) Retenção de informa­ ção auditiva: ser capaz de lembrar das informações verbais (direção, regras, ins­ truções), discriminar sons e palavras que são parecidos ( “d” x “g”, “vaca” x “paca”) , lembrar de números em se­ quência como telefone, en­ dereços, ouvir sons quando existem outros sons presen­ tes ao mesmo tempo.

3) Coordenação motora: coordenação dos olhos com as mãos (jogar bola, copiar textos do quadro negro, es­ crever, amarrar os sapatos, abotoar a camisa, usar a te­ soura), correr, nadar e andar de bicicleta. 4) Habilidades Organi­ zacionais: noção de tempo (minutos, horas, dias, uso de calendário), completar tare­ fas (projetos simples, limpar o quarto, projetos a longo prazo), organização dos ob­ jetos pessoais (materiais es­ colares, roupas, CD’s, manter suas gavetas organizadas, or­ ganização do espaço pesso­ al (quarto, locker, mochila). E tambem rigidez e in­ flexibilidade no pensar, as­ sim como dificuldades na habilidade de se relacionar socialmente. Embora existam muitas outras condições que podem ter algumas das característi­ cas mencionadas acima o diagnóstico só pode ser fei­ to mediante uma avaliaçãoo psicológica completa. Em­ bora não exista a cura para os transtornos de aprendiza­

gem, usamos uma varieda­ de de métodos para ajudar a criança a ter uma vida mais ajustada. A maioria das crianças e adultos que possuem o dé­ ficit ou transtorno de apren­ dizagem vivem vidas saudá­ veis e conseguem ter muito sucesso na carreira, na vi­ da pessoal e amorosa. O su­ cesso vai depender da aju­ da que recebem e como eles mesmos enfrentam essas barreiras. O que Tom Cruise, Al­ bert Einstein, Leonardo da

Vinci, Sir Winston Chur­ chill, Cher, Robin Williams and Agatha Christie tem em comum? O Transtorno da Aprendizagem.

auto motivada e confiante com experiência de avaliação dos pacientes. Presta assistência nutricional, a indivíduos (sadios e enfermos), desenvolven-

do e implementando programas de nutrição para eles. Atua em conformidade com o Manual de Boas Práticas. Telefone: 647 720 2650.

Valda Lopo, C. Psych. Psicológa registrada na Associaçãoo de Psicológos de Ontario nas áreas clínica, escolar e aconselhamento psicológico. Tem exercido a profissão de psicológa por mais de 10 anos. Valda Lopo atende crianças e adultos no seu consultório localizado na Yonge Street (North York). www.integrationpsychology.ca (647­972­1112).

Nutrição | Nutrition por  Gabriela Vampré

Benefícios do Suco Verde

D

evido os seus inú­ meros benefícios à saúde, o suco ver­ de passou a ser o queridi­ nho de muitas pessoas que buscam saúde e ficar com o corpo em forma. A bebida é utilizada nas dietas de desintoxicação, que tem a finalidade de pro­ mover a renovação do fun­ cionamento fisiológico do aparelho digestivo, aumen­ tando a vitalidade e a ener­ gia, melhorando a circula­ ção, reforçando as defesas do organismo, retardando o envelhecimento e auxilian­ do na perda de peso. O suco tem entre seus ingredientes básicos cou­ ve, aipo, pepino e espina­ fre, e é sempre adiciona­

do de uma fruta. Ele pode levar também algum grão funcional e o líquido usado para sua diluição que tam­

A bebida é utilizada nas dietas de desintoxicação, que tem a finalidade de promover a renovação do funcionamento fisiológico do aparelho digestivo... bém é variado, como chás, sucos, água ou água de co­ co. O suco verde é rica fon­ te de fibra, vitaminas e mi­ nerais, em clorofila e ácidos fenôlicos. Ajuda a diminuir

a ação dos radicais livres e a liberar as toxinas, que mui­ tas vezes são acumuladas pela alimentação inade­ quada, estresse, poluição, etc. Popularmente esse suco é conhecido por apresentar substâncias antioxidantes, melhorar o funcionamento intestinal e reduzir o ganho do peso. A fórmula depende muito da intenção e das ne­ cessidades de cada um. O melhor horário para o seu consumo é no desjejum, onde o corpo está saindo do processo de repouso e ne­ cessitará de uma refeição realmente nutritiva e balan­ ceada para ter suporte ener­ gético e uma nutrição celu­ lar adequada para ser capaz de desenvolver todas as suas

atividades diárias. Para me­ lhores resultados, evite coar e adoçar. Tudo deve ser feito em equilíbrio, respeitando a individualidade bioquími­ ca. A dica é sempre consul­ tar uma nutricionista. RECEITA: Ingredientes: 1 maçã vermelha c/ casca 2 talos de aipo 1 punhado de hortelã
 1 punhado de salsinha 1 fatia de gengibre 1 limão espremido 1 folha de couve
 1/2 copo de água de coco Colocar tudo na centrí­ fuga e servir em um copo com gelo! Gabriela Vampré é nutricionista


|  20 

BRASIL NEWS  |  2ª edição de novembro | 26.11.2013

CUIDE­­­SE | Take care POR Artur Pinto pintoart2003@yahoo.com

O que é anemia? O que causa anemia?

A

anemia e uma condição que se desenvolve quan­ do a quantidade de glóbu­ los vermelhos saudáveis no organismo não são su­ ficientes para transportar oxigênio para todo o cor­ po, alterando dessa forma as condições normais de equilíbrio do funciona­ mento corporal.

Sintomas:

A anemia pode se mani­ festar em diferentes graus de intensidade, que variam desde condições assinto­ máticas até manifestações mais severas, capazes de afetar a saúde e o bem­estar geral do indivíduo. Alguns sintomas característicos podem incluir cansaço ex­ cessivo e falta de energia para realizar as atividades habituais, variações de humor, fraqueza, tontura, palidez, dores de cabeça constantes, dormência nas mãos e pés e diminuição da temperatura das extre­ midades do corpo. Em alguns casos, a baixa quantidade de oxigênio no sangue das pessoas porta­ doras de anemia sobrecar­ rega o trabalho do coração para bombear oxigênio su­ ficiente para os outros ór­

gãos do corpo e pode de­ sencadear sintomas como arritmia, falta de ar e dor no peito.

Anemia em crianças e adolescentes:

Ainda que geralmente esteja relacionada com a idade adulta, estudos de­ monstraram que cerca de uma em cada sete crianças pode desenvolver anemia nos dois primeiros anos de vida, na maioria das vezes devido a quantidade insu­ ficiente de ferro na dieta. Por esse motivo, é impor­ tante que haja um acompa­ nhamento médico regular, para que possa ser feito um diagnóstico precoce e o tratamento adequado quando necessário, impe­ dindo o desenvolvimento de condições evolutivas capazes de comprometer o desenvolvimento infantil. Da mesma forma, os adolescentes se apresen­ tam como um grupo par­ ticularmente propenso a apresentar anemia, em ra­ zão dos surtos acelerados de crescimento e dos hábi­ tos alimentares, geralmen­ te inadequados nessa fase. No caso das meninas, es­ sa condição pode ser fa­ vorecida pelos períodos

menstruais irregulares e com perdas acentuadas de sangue.

Causas:

Deficiência de ferro: Em algumas situações, uma dieta deficiente ou condições clínicas espe­ cíficas, como doenças au­ toimunes ou problemas digestivos, podem ser ca­ pazes de interferir na ab­ sorção de ácido fólico e vi­ tamina B­12 no organismo e levar a uma diminuição da produção de glóbulos vermelhos saudáveis, re­ sultando em uma anemia. Doencas crônicas: Algumas doenças, como o câncer, AIDS, artrite reu­ matóide, Doença de Cro­ hn e outras condições in­ flamatórias crônicas, po­ dem interferir no funcio­ namento do organismo e fazer com que haja uma di­ minuição na produção de células vermelhas do san­ gue, resultando na queda do nível de hemoglobina e podendo evoluir para uma anemia crônica. Anemia aplástica. A anemia aplástica é uma doença rara, causada por uma redução na capaci­ dade da medula óssea de produzir glóbulos verme­ lhos suficientes para suprir

as necessidades do corpo. Pode ser causada por altas doses de radiação, uso de drogas, exposições quími­ cas, vírus, doenças auto­ imunes ou ser uma condi­ ção hereditária (aproxima­ damente um em cada cin­ co casos). Anemia hemolítica:

Ainda que geralmente esteja relacionada com a idade adulta, estudos demonstraram que cerca de uma em cada sete crianças pode desenvolver anemia nos dois primeiros anos de vida Anemia hemolítica pode ser uma condição heredi­ tária ou se manifestar mais tardiamente na vida de um paciente, através da des­ truição prematura e acele­ rada dos glóbulos verme­ lhos maduros do sangue, que não permite a medula óssea produzir células ver­ melhas do sangue com ra­ pidez suficiente para subs­ tituir aquelas destruídas. Anemia falciforme. A anemia falciforme é

uma condição hereditária, na qual o corpo produz uma alteração no formato original dos glóbulos ver­ melhos, tornando­os mais rígidos e alongados, com o aspecto semelhante ao de uma foice, dificultando a passagem do sangue pelos vasos de pequeno calibre e a oxigenação dos tecidos.

Diagnóstico:

O diagnóstico de anemia é feito basicamente através do exame físico e da his­ tória clínica do paciente, associados a testes labora­ toriais como hemograma, contagem de sangue com­ pleta, nível de ferro e fer­ ritina e níveis de vitamina B12 e ácido fólico. Em algumas situações, pode ser necessário a so­ licitação de exames adi­ cionais, como verificação de sangue oculto nas fe­ zes, ou em casos mais ra­ ros testes da medula ossea, a fim de detectar condicões específicas que possam ser responsáveis pela doença.

Tratamento/ Prevenção:

O tratamento para a ane­ mia depende do tipo, cau­ sa e gravidade da condição apresentada. Ainda que

em grande parte dos casos apenas a modificação da dieta ou a prescrição de su­ plementos de ferro sejam suficientes para contornar o problema, situações mais severas podem exigir me­ didas diferenciadas, como transfusão de sangue, ou procedimentos específi­ cos para combater o agen­ te causador da doença. Por esse motivo, é mui­ to importante determinar de forma correta e precoce o fator responsável por es­ sa condição, para que pos­ sa ser traçado um plano de tratamento adequado e um aconselhamento es­ pecífico, que possibilitem ao paciente condições pa­ ra combater a doença com sucesso e prevenir que os mesmos fatores causais ve­ nham a progredir ou pos­ sam voltar a causar anemia novamente. Dr. Artur Pinto é formado pela Universidade Federal do Pará e fez residência médica em Medicina da Família pela Universidade de Ottawa. Ele atualmente trabalha como médico da família na MCI The Doctor's Office em Whitby (80 Thickson Road south, Whitby, Ontário), tel: (905) 668­­­6448.


BRASIL NEWS  |  2ª edição de novembro | 26.11.2013 

| 21

Vida no Canadá | Life in Canada por LIVI SOUZA  jaimelivi@gmail.com

O

ano letivo cana­ dense começa em setembro e a ma­ trícula se inicia em janeiro. As crianças geralmente in­ gressam no jardim de infân­ cia no ano que completam 4 anos, mas tem gente que prefere esperar até 5. Aqui temos escolas públi­ cas e particulares. Existem escolas particulares só para meninas, só para meninos, misturadas, religiosas (ca­ tólicas, judaicas, etc), Mon­ tessori, Waldorf, etc. Na re­ gião de Toronto o valor da mensalidade escolar oscila bastante mas em média é CAD$1000. Sendo um país bilíngue, na categoria pública existem escolas de língua francesa e de língua inglesa, afiliadas a igreja católica ou não. Es­ colas sem afiliação religio­ sa são chamadas apenas de públicas. As de língua fran­ cesa são para crianças que tem o francês como primei­ ra língua, ou filhos de pes­ soas que tem o francês co­ mo primeira língua. Todas as aulas, correspondências e reuniões são em francês, o inglês é apenas uma matéria no currículo.

FOTO: Livi Souza

Um pouco sobre as escolas em Ontário Cada escola tem sua zo­ na ou área de atuação. To­ das as crianças que residem na zona de uma escola tem vaga garantida lá. Para ma­ tricular fora da sua área é preciso descobrir qual esco­ las aceitam, fazer uma soli­

Para matricular fora da sua área é preciso descobrir qual escolas aceitam, fazer uma solicitação por escrito e depois entrar na lista de espera.

citação por escrito e depois entrar na lista de espera. Se o seu filho está numa cre­ che ou a pessoa que toma conta dele reside em outra zona, você terá mais chan­ ces de ser aceito na escola de lá. Mas também estará sujeito a disponibilidade de vagas. Curiosidade: Em Ontário, quando pagamos o IPTU (Property Taxes) preenchemos um formulá­ rio indicando para que tipo de escola nossa “parte” da taxa será direcionada. Mas como saber qual es­

cola é a melhor? Existem dois testes que avaliam o desempenho dos alunos nas escolas de Ontário. Um fei­ to pelo EQAO – Education Quality and Accountability Office (www.eqao.com) e o outro pelo Fraser Institute (www.fraserinstitute.org), que também testa os alunos de Quebec, Alberta e British Columbia. Em uma pesquisa parti­ cular, fiquei decepcionada

com os resultados das esco­ las primárias da minha zo­ na e na província. De 1 a 10 os alunos das escolas daqui tiraram em média 4,5 (ca­ tólica), 5,5 (pública) e 6,5 (a outra católica). A média de todas as escolas primárias na província de Ontário é 6 (2012), se contarmos ape­ nas a região da grande To­ ronto a média é 6,5 (2012). Claro que esses testes não podem ser usados exclusi­

vamente para avaliar uma escola mas em minha opi­ nião é uma boa indicação de como as coisas estão indo. Em relação ao processo de matrícula, é bem tran­ quilo, nada de filas quilo­ métricas. Basta ir na es­ cola pegar um formulá­ rio, marcar um horário pa­ ra devolvê­lo preenchido e pronto. Para quem quiser mais in-

formações sobre escolas particulares no Canadá o site Our Kids (http://www.ourkids.net/) é um bom lugar para começar.

dia para um adulto varia entre 200 e 400 mg. “A in­ gestão deve ser fracionada em duas vezes ao dia. O ide­ al é ingeri­lo trinta minutos antes das refeições. O resul­ tado costuma ser visto após três meses de consumo do suplemento”, afirma. À noite o consumo não é aconselhado, uma vez que pode atrapalhar o sono. Pessoas ansiosas, nervosas, com tendência à depres­

são ou com hipertireoidis­ mo devem passar longe do componente. Ele também é contraindicado em crian­ ças, idosos ou gestantes. Na hora de comprar, é importante checar no rótu­ lo se tem em sua composi­ ção 45% de ácidos clorogê­ nicos, pois essa foi a quan­ tidade que os estudos pro­ varam ser suficiente para apresentar efeitos positivos à saúde.

Por não ser torrado, o grão de café verde, apre­ senta também uma maior quantidade de cafeína, que aumenta sensivelmente os gastos energéticos, auxilian­ do ainda na perda de peso. “É importante, porém, que grávidas, gestantes e pacien­ tes com doenças crônicas consultem os seus respecti­ vos médicos antes de inge­ rir o suplemento”, recomen­ da a nutricionista.

Livi Souza é graduada em Administração de Empresas e Graphic Design. É fotógrafa nas horas vagas. Trabalha como freelancer e mantém um blog que dá dicas sobre a vida no Canadá e viagens. Para saber mais visite baianosnopolonorte.com.

bem­­­ estar | well­­­being Da redação

Que tal experimentar? Café verde, um novo aliado para quem quer perder peso

S

eguir uma alimenta­ ção equilibrada e pra­ ticar exercícios físicos regularmente são requisi­ tos básicos para emagrecer e manter o peso. Mas, não dá pra negar que muitas das pessoas que precisam ema­ grecer não recusam um au­ xílio externo. E o café verde é um novo nutriente que es­ tá dando o que falar e pro­ mete ser um grande aliado das dietas. Para muitas mu­ lheres, ele já é um reforço mais que bem­vindo. Feito com café in natura, antes de ser torrado, o ca­ fé verde possui substâncias como cafeína, polifenois e

ácido clorogênico em maior grau do que no café torra­ do. Juntos, eles favorecem a queima da gordura ao ace­ lerar o metabolismo.

Pessoas ansiosas, nervosas, com tendência à depressão ou com hipertireoidismo devem passar longe do componente. Estudos internacionais já mostraram que as cápsulas à base do vegetal são efica­ zes, como forma comple­

mentar, no controle das ta­ xas de açúcar no sangue e na redução do peso. Outras pesquisas apontam tam­ bém que o produto de ori­ gem 100% natural é capaz de absorver a gordura que vem da alimentação, ativan­ do assim o metabolismo. “E mais: por possuir al­ tas quantidades de cafes­ tol e kahweol, substâncias que agem inibindo a enzi­ na GST, ele protege o fígado contra o acúmulo de açúcar que se transforma em gor­ dura”, afirma a nutricionis­ ta Daiana Mafort, da Nação Verde. A dose recomendada por


|  22 

BRASIL NEWS  |  2ª edição de novembro | 26.11.2013

Caderno 2 | entertainment por Cristiano de Oliveira  bonitaodocaderno2@gmail.com FOTO: Cristiano de Oliveira

O sistemático no Jogo do Brasil O primeiro jogo ao vivo da Seleção a gente nunca esquece

S

audações, torcida bra­ sileira. Notícia de últi­ ma hora: o último Al­ moço Fraterno de 2013 do Centro Joanna de Ange­ lis acontece nesse domin­ go 1/12, no 1357 B Dun­ das Street West, das 12 às 15h. Eu não sei se servirão aquela feijoada campeã que eles fazem, mas a comida lá sempre é de primeira. São $15 e você come à vontade. Apareça. E finalmente, a seleção brasileira veio jogar em To­ ronto. Eu confesso que sou a vergonha da nação, pois sei a escalação do Galo de trás pra frente, mas de Se­ leção não sei nada. Só sei que três jogadores vieram do Atlético, e daí tem o Fe­ lipão, Hulk, Neymar e aque­ le cara que roubou a peru­ ca do Valderrama. Ah, e sei que eu nunca tinha visto

um jogo da Seleção ao vi­ vo, então fiz questão de ir ao Skydome pra ver Brasil X Chile (o estádio hoje tem outro nome, mas prefiro o antigo).

A grama voava como poeira em forró, abrindo buraco pra todo lado. E a turma da manutenção corria pra tampar os buracos com a bola rolando! De cara, faço um apelo aos jogadores que são che­ gados a uma cerveja gelada: por favor, peçam ao Movi­ mento Bom Senso FC para que lute também pela proi­ bição da cerveja a 13 dóla­ res em estádio. Já não basta o ingresso custar uma no­

ta, a gente ainda tem que deixar as calças no bar pra comprar uma cerveja? Por isso eu peço encarecida­ mente que façam ao menos um ato simbólico para lem­ brar a todos da nossa luta. Por exemplo: se Pelé um dia dedicou seu milésimo gol às crianças do Brasil, o Adria­ no Imperador bem que po­ dia dedicar seu décimo gol aos cachaceiros do Brasil. O estádio, depois de adap­ tado para o futebol, ficou assim: da linha lateral pra fora do campo, era o do Barcelona. Da linha lateral pra dentro, era o do Frimi­ sa de Santa Luzia. A grama voava como poeira em for­ ró, abrindo buraco pra to­ do lado. E a turma da ma­ nutenção corria pra tampar os buracos com a bola ro­ lando! As traves eram da­ quelas de treino, só não vi

Na falta de camisa da Seleção, quem não tem cão caça com Galo

direito se tinham as rodi­ nhas. Depois li que a gra­ ma só começara a ser insta­ lada na segunda­-feira, pois no domingo houve jogo de futebol americano. E quatro horas após o jogo, a grama já estava removida para ser reaproveitada. Pensando bem, é muito sofrimento pra pobre da grama: sem sol, em cima de um piso de cimento, e provavelmente com uma caveira de burro enterrada embaixo, pois há 20 anos time nenhum ga­ nha campeonato ali. Estranhei um pouco o si­

lêncio da torcida. Em torci­ da de clube, todo dia apare­ ce um grito novo, um cân­ tico novo. Em jogo da Se­ leção, o cântico mais mo­ derno é o do “brasileiro com muito orgulho e mui­ to amor”, que já tem uns 850 anos. Se continuar des­ sa forma, em breve o po­ vo vai cantar a musiquinha do Araquém, ou do Pache­ co da Gilette. Do tempo do Kichute. Mas valeu a pena. E va­ mos ficar de olho, pois há um projeto que visa incluir times da América do Nor­

te na Libertadores de 2015. Já pensou em ver seu time vindo aqui pra jogar parti­ da oficial? Só com um desfi­ brilador muito bom ao meu lado. Adeus, cinco letras que choram. Cristiano de Oliveira é mineiro de Belo Horizonte, atleticano de passar mal do coração, formado em Ciência da Computação no Brasil e pós­­­­­graduado em Marketing Management no Canadá. Começou escrevendo sobre música no Brasil News em 2004, mas agora já descambou.

Receitas | recipes Bolo de limão com cobertura

30 de ezembro

Festa de Fim de Ano das Brasileiras de Toronto: As brasileiras de Toronto estão convidadas a participar da segunda festa do grupo. O evento promete ser especial, com muita música, canapés, bebidas, doces e muita diversão. O encontro acontecerá no Liberty Village: 100 Western Battery Road, das 7h às 12h pm. Para mais informações, entre em contato com uma das organizadoras: ligiaferreira907@hotmail.com

doações para os filipinos. Doações acima de $20,00 poderão ser descontadas no imposto de renda. O evento acontecerá na Casa da Madeira Community Centre, 1621 Dupont St. em Toronto. Para mais informações acesse: www.thesingingcontest.com ou ligue para: 416-453-5646.

7 a 23 de Dezembro

13 de Dezembro INGREDIENTES

Calda:

•  4 ovos

•  1 lata de leite condensado

•  1 copo de iogurte natural

•  Suco de limão

•  A mesma medida de óleo

Modo de Preparo:

•  1 caixa de gelatina de limão

Coloque tudo no liquidificador e bata. Acrescente o fermento. Coloque numa forma untada e leve ao forno. Para cobrir, faça uma calda com leite condensado e o suco de limão. Bata no liquidificador e derrame no bolo

•  1 pacote de massa para bolo de limão •  1 colher de sopa de fermento

6 de Dezembro

The Singing Contest with John Santos: evento beneficente para arrecadar fundos para as vítimas do tufão Haiyan nas Filipinas. A noite promete ser inesquecível com animadas apresentações especiais de novos talentos. Todos os fundos arrecadados serão doados para a Cruz Vermelha que encaminhará as

Cantando pela Vida: Jantar beneficente em prol de tratamento cancerigeno para um membro da comunidade. Para animar a festa, artistas da comunidade brasileira e portuguesa estarão presentes: D Snow, Rafa Kavakinho e Banda Simpatia, Hugo Pilo, Juninho, Cibelle Iglesias e DJ Elvis Lee. A festa contará, ainda, com leilões, rifas e sorteios. Os tickets já estão sendo vendidos no Brasil Remettence, no Brazilian Star e no Stop BBQ Chicken. Informações: (416) 277-6767.

Christmas at Bleck Creek Village: o mês de dezembro será dedicado ao Natal com a presença do Papai Noel, gastronomia, show de marionetes, dança de salão e passeio de carroça. É uma excelente oportunidade para ser feito com a família. Para mais informações acesse: www.blackcreek ou ligue para (416) 736-1733.

20 a 29 de Dezembro

Disney On Ice Princesas e Heróis: apresentando-se pela primeira vez no Rogers Centre, Ariel, Bela, Cinderela, Rapunzel, Jasmine e Branca de Neve irão transportar o público para um mundo surrel, com um incrível show de efeitos especiais. Esta coleção de contos célebres serão contados através de patinação artística e acrobacias. Os ingressos já estão à venda pela www.ticketmaster.ca. Mais informações pelo telefone: 855-985-5000.


BRASIL NEWS  |  2ª edição de novembro | 26.11.2013 

| 23

English Corner por Brian Bowen  teacherbowen@yahoo.com

Phrasal Verbs As Nouns

O

ne topic in English classes that drives learners crazy is phrasal verbs. English speakers love to use them all the time and each one has many different meanings. They can be very confusing and annoying. To add to that frustration is the fact it is sometimes possible to create nouns from phrasal verbs. So, you should back up your files in order to have a backup; or, you can visit a tropical get­ away to get away from the stress in your life. When we say these nouns, we change the stress in the word to show they are dif­ ferent from the phrasal verbs. The particles (the second word) are stressed in phrasal verbs, but the first part (usually the verb) is stressed in nouns. For example, a rocket lifts off during liftoff, and a show off likes to show off. Also, while a phrasal verb may have many different

meanings, the noun made from that phrasal verb usually has just one mean­ ing. Take the phrasal verb “break in”; it can mean to train, to soften by using, to enter somewhere illegally, to interrupt or intrude, or to begin an activity. However, the noun “break in” only means the act of entering a place to steal things. This doesn’t mean the noun forms are easier than the phrasal verbs—the nouns have their own dif­ ficulties. Perhaps the most confusing is that a few nouns from phrasal verbs reverse the verb­p article order so that the particle is first. These include: down­ fall (a loss of status or heavy rain—from the verb “fall down”), input (added infor­ mation—from the verb “put in”), outset (beginning— from the verb “set out”), and outbreak (the sudden start of fighting or disease—from the verb “break out”). The spelling of nouns

from phrasal verbs can also be tricky: sometimes they are written with a hy­ phen (go­ahead, pay­off) and sometimes they are written without a hyphen (letdown, runaround.) There are no rules for this although most nouns ending with “in”, “on”, “up” or “off ” are hyphenat­ ed (cave­in, trade­in, come­ on, turn­on, mix­up, set­up, drop­off, rip­off.) Most nouns ending with “back”,“down”,

“out”, or “over” are not hy­ phenated (cutback, setback, breakdown, crackdown, shakedown, dropout, turn­ out, makeover, sleepover.) Of course, there are many exceptions to these guide­ lines (plugin, breakup, knockoff, put­d own, pig­ out, do­over.) And there are nouns which can be hyphenated or unhyphen­ ated (give­away/giveaway, make­up/makeup, white­out/

whiteout.) Another issue with phras­ al nouns is that the plural is formed by adding “s” to the particle, not the verb, which takes the “s” for agreement in the present tense. So, if a student drops out (verb), he joins other dropouts (noun). Goings­ on—meaning unusual or funny events—is an excep­ tion and is always plural.

Born and raised in Toronto, Brian Bowen has a BFA in Creative Writing from York University. He has been teaching English for almost 25 years as a high school English teacher, and as an ESL instructor at Seneca College and with the Japan YMCA. He currently owns and runs the Canadian Academic Success School, 5310 Yonge St. You can contact Brian at (416) 768­­­8456 or visit CanadianAcademicSuccess.com


|  24 

BRASIL NEWS  |  2ª edição de novembro | 26.11.2013

UNIVERSO FREDIANO por FRED ITIOKA  oka1999@hotmail.com

S

im, foi uma semana difícil. Daquelas em que a gente se sente meio enfeitiçado por Medu­ sa, meio empedrado, conge­ lado, duro, cinza. Há quem diga que a bele­ za da pedra está justamente na sua dureza. Na força que reside em sua minúcia, nos seus átomos tão entrelaça­ dos. Pedra quebra. E eu, quebrado. Bateria descarregando aos poucos. Sinal baixo! Atenção! Dizem que uma das mi­ nhas virtudes é a força. Acho que não se referem propriamente à física, por­ que a musculação e a minha insípida vida de atleta fica­ ram guardadas a sete chaves na era cenozóica. Os amigos me acham uma fortaleza, um guerreiro in­ cansável, frio em momen­ tos precisos, objetivo, prá­ tico, pragmático. Será mesmo uma qualida­ de? Acho que a gente acaba

se moldando no ambiente profissional, criando cascas e mais cascas para uma pro­ teção contra as adversida­ des. No mundo corporativo a gente segue à risca o que assistimos no reino animal.

Agradeci o início da cura e do renascimento. E passei a compreender: Força não é dureza, é leveza. Não é casca, é asa. A gente cria tantas ar­ maduras que sente que is­ to começa a fazer parte do seu corpo. Ultimamen­ te passei a frequentar au­ las de reeducação de pos­ tura, alongamento, além das agulhinhas de acupun­ tura. As costas denunciam o peso que carregamos do cotidiano. Os braços dimi­ nuem, encurtam, impossí­ vel abraçar o mundo. E os olhos nublam, franzimos a

testa. O que não queremos enxergar? O que queremos enxergar? Acordei no sábado com dores no corpo, um indis­ farçável mau humor se de­ senhando no horizonte. Quase sobrou pro cachor­ ro, que olhava minha cara e abanava o rabo. Mas sá­ bado era dia de fugir da ci­ dade, de reencontrar ami­ gos e dar risada. Sem julga­ mento, sem tensão. Estar ali é estar ali mesmo, corpo e alma. Sem pretensões, sem máscaras, sem crachás. De­ saprendemos até mesmo o convívio social, cara a cara. Desaprendemos a rir dos outros, de si mesmo. Cria­ mos escudos até mesmo nas amizades, que cada vez mais se tornam virtuais. Amiza­ de virou uma foto postada em rede social. E amigo é um objeto que se conta en­ tre às centenas. Mas se ele te criticar ou ter uma opinião contrária, será devidamen­ te deletado em um simples

IMMIGRATION SERVICES S e rv i ç o S d e i m i g r a ç ã o : Extensão de Vistos; Humanitário e Compaixão; Vistos para Estudante e Trabalho; Aplicação para Residência Permanente; Cidadania Canadense e PR Card; Imigração de Familiares. acidente de carro: Saiba seus direitos e benefícios. FALE COM QUEM FALA A SUA LÍNGUA Chame agora mesmo para uma consulta gratuita por telefone

(416) 201-9988 (416) 568-3691 www.lmconsultingservices.ca · luiza_molina@yahoo.ca

Luiza Molina, B.A.

Licensed Paralegal by The Law Society of Upper Canada

FOTO: Frederik Itioka

FORÇA!

clique. No domingo, senti que meu corpo me pertencia e os comandos partiram do meu coração. Coloquei uma música indiana e dancei ali na sala, perante os ouvi­ dos atônitos da vizinhança. Meus braços se alongaram desajeitadamente. Queriam abraçar a Vida, o Amor, a Saúde! E o domingo deixou de ser apenas um domingo: passou a ser um dia. Único. Na livraria, encontrei uma pequena publicação infantil que falava da Morte. O Pato

encontrava com a Morte e juntos passaram uma tarde conversando e brincando. Senti as lágrimas inundando minha face, que corou com os olhares dos clientes. Me senti meio bobo, as lágrimas não paravam e se multipli­ cavam. Uma leve dor de ca­ beça. Olhos nublados nova­ mente. E daí o encanto de Medusa se foi: como se as pedras tivessem sido lança­ das pra longe, rolando meu corpo abaixo. Como se as cascas tivessem cedido, co­ mo se tivesse reaprendido a

ler e a entender as palavras, a emoção. Dei risadas de mim mesmo e da situação. Agradeci o início da cura e do renascimento. E passei a compreender: Força não é dureza, é leveza. Não é cas­ ca, é asa. Que venham as semanas! Frederik Itioka é jornalista, produtor de TV e escritor. Nasceu brasileiro com ancestralidade oriental e canadense de coração. É apaixonado por cachorros, cinema, literatura japonesa, culturas exóticas e Toronto.

O Brasilnews está procurando colaboradores para o seu novo website! Interessados na área de vendas e redação favor contactar: tanianuttall@brasilnews.ca Remuneração a ser negociada de acordo com função e disponibilidade


BRASIL NEWS  |  2ª edição de novembro | 26.11.2013 

| 25

*O BrasilNews se reserva o direito de editar e publicar os anúncios segundo as normas da redação. Todos os anúncios estão sujeitos a aprovação.

anuncie de graça aqui! É MUITO SIMPLES. Envie seu classificado* para o Brasil News pelo e­­­mail: brasilnews@brasilnews.ca ou fax­­­ 416 538­­­9171

ff ALUGA­­­S E  quarto mobiliado para mulher estudante ou que trabalhe na área de Bathurst e Wilson. Incluído: TV a cabo, internet e lavanderia. Para mais informações, ligar para: 416­­­670­­­2883. ff ALUGA­­­S E  quar to mobiliado na Rogers e Old Weston Rd. Tel.: 416­­­658­­­2993. ff ALUGA­­­S E  quartos para mulheres estudantes com cable/tv e individual/ internet na Caledônia entre St. Clair e Eglinton. Falar com Renata: 416­­­951­­­7611. ff PRECISA­­­SE  de shingler ou ajudante de roof com alguma experiência e carta de motorista. Tel.: 416­­­658­­­2993. ff P R E C I S A­­­S E  d e m a n i c u re c o m

experência para trabalhar no Abel Hair Styling. Tel.: 416­­­536­­­2442. ff PRECISA­­­SE  de assistente agente de viagens para período integral. É preciso ter experiência de trabalho no Canadá e minímo de 3 a 5 anos de experiência com o sistema GDS Sabre. É necessário ser fluente em inglês e português. Oferecemos seguro de saúde, salário de acordo com a experiência e comissão. Envie curriculum para: corinne@peerlesstravel.com. ff OFERECE­­­SE  ser viços de websites ­­­criação de websites customizados, manutenção de websites, criação de perfis de social mídia e muito mais. Tel.: 416­­­516­­­3815.

LEIA e ASSINE um ano ­­­(24 edições) por apenas CAN$50 Nome Endereço Cidade Província Cod. Postal E­­­mail

Telefone

Preencha os dados acima e remeta juntamente com cheque nominal ao BrasilNews para: 390 Burnhamthorpe Road.Toronto, ON ­­­M9B 2A8 Canada


|  26 

BRASIL NEWS  |  2ª edição de novembro | 26.11.2013

Por trás das lentes | Behind the lens Fotos por Eliana Rigol  www.cargocollective.com/fro

Outono

“O

utono, cada folha, uma primavera.” dis­ se o poeta da minha terra, Mário Quintana. A cidade fica colorida nesta estação. O frio vai se aproximando lentamente e embora o inverno não tarde, as folhas estão aí para nos lem­ brar que logo retornarão. Assim,

o ciclo termina, assim começa. Eliana é fotógrafa, blogueira e advogada. Demorou para se dar conta que as leis da natureza lhe atraiam muito mais. Entende que fotografia é luz, sombra e olhar. Captar o instante decisivo é como ser um colecionador do tempo. E é assim que ela é feliz por trás das lentes.

BRAZILIAN STAR B PENSOU EM REMESSA DE DINHEIRO? PENSOU STAR REMITTANCE!

A

R

&

G

R

I

L

VENHA SABOREAR O MELHOR DA COMIDA BRASILEIRA NO CANADA! L TIVA “FES TEL” S DO PA NTAS I U Q ÀS

1240 DUNDAS ST. W. | 416 537-1305 FAX: 416 537-2391

www.lawrenceparkdental.com

L

1242 DUNDAS ST. W. 416 588-2967


BRASIL NEWS  |  2ª edição de novembro | 26.11.2013 

| 27

Porque Alugar Se Comprar é Mais Barato!

Avaliação Grátis ATENÇÃO, ATENÇÃO!!!

Venha Conferir!

$349,900

$229,000 DESTAQUE DA SEMANA Acessível, vida confortável! Este condomínio perfeitamente situado é o que você está procurando! Mude para uma Property sem dor de Cabeça! Desfrute de um espaço “Open Concept” com Walkout para uma terraço convidativo. Bela suite principal com grandes armários. Rua familiar perto do TTC, escolas e compras. Extras: geladeira, fogão, máquina de lavar louça, cobertura de janela e estacionamento. Ligue 416-654-7653.

Grande Oportunidade, Não Perca!

$449,900

Sua busca termina aqui. Esta casa tem grande potencial como um investimento ou como habitação para a família. Esta casa possui 4 quartos, 3 cozinhas, 2 banheiros. Grande Lote + Uma garagem, ótima vizinhança, perto de escolas, parques, TTC, lojas e muito mais...

Bem vindo a esta casa requintada de 3 +1 quartos. Open Concept com lindo acabamento, piso de Bambu, Cozinha grande e Pé direito alto. Deck com vista para a Torre CN e Porão com entrada separada. Esta Casa também dispõe de um quintal totalmente privado e Garagem dupla. Perto de tudo. Inclui geladeira, fogão, lava-louça, lavadora e secadora, cortinas etc. 416-654-7653.

Comprar é mais barato!

Oportunidade Única!

416-654-7653.

$449,000 Esta encantadora casa de madeira casa possui 3 quartos, banheiro no 2 º andar, Cozinha e entrada para Quintal, Porão completo com lavandaria, sala de convívio e Cantina, garagem com anexo e Área de armazenamento, Perfeito para morar ou alugar! Perto de TTC, escolas e shoppings. Fogão, Lava roupas e secadora, geladeira e muito mais. Ligue agora mesmo: 416-654-7653

$339,900 Linda casa de 3 quartos completamente renovada. Piso principal “Open Concept” com 2PC Powder Room, cozinha com fogão Top e Forno embutido, piso de ardósia e madeira. 2 clarabóias no 2 ° andar, quartos com roupeiro, porão e muito mais. Bairro tranquilo, perto de escolas, lojas, TTC, Etc. Não deixe esta oportunidade passar. 416-654-7653.

Premiado Lote de Esquina!

$475,900 Impressionante Bungalow de 3 Quartos completamente renovado. Excelente projeto, quartos espaçosos, pé direito alto, muita luz natural, entrada separada para porão, quintal privado com garagem dupla. Ótima Vizinhança e perto de todas as comodidades, escolas, lojas, TTC, Parques Etc. Inclui Persianas, geladeira, fogão, Máquina de lavar roupa, secador. Ligue 416-654-7653.

$579,900

Delicie-se com esta exclusiva e recém-construída casa Cinco Estrelas! Suíte Presidencial, pé direito alto, acabamentos de bom gosto, porão com teto alto. Local silencioso e privado em rua perto de transportes públicos. Por que alugar quando você pode comprar? Piso principal em Open Concept, Grande Cozinha e deck com vista para um lindo jardim paisagístico. 2 geladeiras, 2 fogões, lava-louça, Lava-roupa, secadora, ar condicionado. Ligue agora mesmo: 416-654-7653

Oportunidade!

$499,900 Casa Maravilhosa renovada com charmosos acabamentos originais. Inclui 3 quartos e uma sala grandes, sala de jantar e cozinha. Quintal de tirar o fôlego perfeito para entreter seus convidados. Renovações incluem: janelas, cozinha, banheiro, pavimentos, Iluminação etc. Com geladeira, fogão, microondas embutido, lava-louça, forno, ar condicionado e muito mais. Ligue: 416-654-7653.

Sua Busca Termina Aqui

$675,000

Charmosa residiencia vitoriana. Esta espectacular Casa de 3 Quartos é o que você está procurando. Pé direito alto por toda parte, Open Concept no andar principal, cozinha reformada recentemente, passagem para o quintal. 3 quartos de tamanho generosono no 2 º piso. Porão em Open Concept. Imperdível! Ligue ja senão perderá 416-654-7653.

Ver Milhares De Casas

• Property Management Services • Leasing Services (Commercial / Residential) • Repairs & Maintenance • Facility Management Services • Estate Management • Asset Management Services • Construction Project Management

416.652.1820

secretary@adonaipropertymanagement.com


|  28 

BRASIL NEWS  |  2ª edição de novembro | 26.11.2013

Advogados de Imigração

CIC INTERNATIONAL GROUP

TORONTO

Tel: 416-366-1300 161 Bay Street, Suite 2700

Ontario Canada M5J 2S1 Fax: 416-366-1301

Especialistas de Imigração do Canada e Estados Unidos

Imigração Canadiana * Patrocínio Familiar * Ordens de Deportação * Bilhetes de Residência * Visas de Trabalho * Visas de Estudantes * Visas de Turismo * Aplicações de Cidadania * Casos de Refugio e Humanitários * Permites de Trabalho e Transferências * Empresários e Investidores Independentes * Artistas, Atletas, e Agricultores

Imigração dos Estados Unidos

* * * * * * * *

Cartões / Vistos de Residência Patrocínio Familiar Recordes Criminais Deportações Problemas na Fronteira Visas de Investidores E-1 / E-2 Visas para promessas de Matrimonio (K-1) Vistos Temporários de Trabalhos

MAIS DE 30 ANOS DE EXPERIÊNCIA! Consulta Grátis em Português Serviço de 24 Horas por Dia 7 Dias por Semana

416-366-1300

www.cicinternational.com  visa@cicinternational.com

ESCRITÓRIOS EM MAIS DE 100 CIDADES EM TODO O MUNDO!


#1102 Brasilnews 2ed nov 2013  
Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you