Page 1

Futebol em aldeias indígenas é tema de exposição p.12

entrevista • tata mutá imê

“Precisamos fortalecer os nossos deuses africanos” p.8

SÃO PAULO

Fotos: Divulgação

Rafael Stedile

fotografia

18 a 26 de junho de 2014 • ano1 nº 41• brasildefato.com.br/sp • distribuição gratuita

• Brasil e México fizeram o segundo jogo da Copa do Mundo a terminar sem gols. Apesar de ter conseguido formular alguns lances, o setor ofensivo da seleção de Felipão foi anulado pela equipe mexicana na tarde de terça-feira (17). Mesmo com as substituições no ataque durante o segundo tempo, a seleção brasileira foi incapaz de concluir suas jogadas. O Brasil ainda deve enfrentar a seleção de Camarões.Veja na página 16 como foi o jogo e os destaques da partida.​

Jefferson Bernardes/VIPCOMM

Defesa mexicana anula os jogadores brasileiros imigração

Haitianos descrevem o cotidiano em abrigo de SP Imigrantes são na maioria jovens e estão no Brasil em busca de emprego. Prefeitura montou alojamento de emergência para recebê-los. Muitos já saem do Haiti com endereço de ONG e Pastoral católica. p.3 mensalão

educação

Personalidades se manifestam contra decisão de Barbosa

45 cidades Protestos pedem paulistas se o fim da coroa livram do civil quer analfabetismo Sociedade referendo sobre modelo

p.5

p.4

espanha

de Estado. p.6


editorial

2

brasildefato.com.br

A grande imprensa continua a mesma Em clima de Copa do Mundo poucas outras questões ganham as páginas dos jornais e telas da televisão. Certo que antes só existiam críticas e agora as notícias são recheadas das tradicionais fofocas de futebol. Das críticas, vale o destaque à torcida que locutor e comentaristas faziam para que as luzes da Arena Corinthians não se acendessem pra iluminar a vitória do Brasil sobre a Croácia. Das fofocas, vale lembrar a enxurrada de comentá-

privilégios de qualquer ordem, reconhecendo, inclusive, novas formas de participação social em rede. Esse decreto traduz o espírito republicano da

A participação popular é fruto da luta contra o autoritarismo Constituição Federal ao reconhecer mecanismos e espaços de participação direta da sociedade na gestão pública. A participação popular é

Quadrilha se apresenta em Recife (PE)

fruto da luta da sociedade brasileira contra o autoritarismo, tendo sido consagrada na Constituição. Quanto mais participação, mais qualificadas e próximas dos anseios da população serão as políticas públicas. Não há democracia sem povo. Por isso, as acusações que outros jornais e canais de televisão levantam ao dizerem que o decreto usurpa as atribuições do Poder Legislativo não têm fundamento. Essa política não somente organiza as instâncias de participação pirikart -

social já existentes no governo federal, mas também consolida as diretrizes para o seu funcionamento. Tanto nos assuntos da Copa como no caso da Política Nacional de Participação Social, a grande imprensa continua a mesma – disputando a opinião pública repercutindo um mundo bastante diferente do que nós vivemos e todos os dias construímos. A Copa vai bem e o povo quer participar mais das decisões do país.

pirikart.com.br

Andréa Rêgo Barros/PCR

foto da semana:

rios sobre a frustração das fãs de Cristiano Ronaldo após a derrota de Portugal contra a Alemanha. Enquanto isso, na vida política de nosso país, essa mesma imprensa age como porta-voz de setores conservadores, ameaçando a derrubada do decreto federal n. 8.243/2014, instituindo a Política Nacional de Participação Social. Essa política contribui para a ampliação da cidadania de todos os atores sociais, sem restrição ou

dahmer -

malvados.wordpress.com

SÃO PAULO O jornal Brasil de Fato circula semanalmente em todo o país com uma edição nacional e em edições regionais, no Rio de Janeiro, em Minas Gerais e em São Paulo. Queremos contribuir no debate de ideias e na análise dos fatos do ponto de vista da necessidade de mudanças sociais em nosso país. Contato: redacaosp@brasildefato.com.br | (11) 2131-0800

Conselho Editorial: Aton Fon Filho, Carla Bueno, Gabriel Sollero, Igor Felippe, Igor Fuser, João Paulo Rodrigues, Neuri Rossetto, Ricardo Gebrim, Ronaldo Pagotto e Vitor Polacchini • Diretores executivos: Igor Felippe e Ronaldo Pagotto • Editora: Vivian Fernandes • Repórteres: Luiz Felipe Albuquerque, Mariana Desidério e Rafael Tatemoto • Diagramação: Alvise Lucchese • Revisão: Thiago Moyano • Fotógrafo: Rafael Stedile • Jornalista responsável: Vivian Fernandes – Mtb 14.245/MG • Coordenação da distribuição: Larissa Sampaio • Administração: Ana Karla Monteiro • Publicidade: valdinei@brasildefato.com.br • Endereço: Al. Eduardo Prado, 676 – Campos Elíseos – CEP 01218-010 – Tel. (11) 2131-0800 / Fax: (11) 3666-0753 – São Paulo-SP


33

brasildefato.com.br

imigração

‘Brasil recebe haitianos com humanidade’ “Não se pode falar mal do Brasil para um haitiano”, diz Kenny Michaud. Depois de morar na Austrália, Canadá e França, ele garante que agora está no “melhor lugar do mundo pra receber imigrantes”. Aos 29 anos, e, há quase cinco meses em São Paulo, Kenny corresponde ao perfil dos haitianos que chegam ao Brasil: jovem, do sexo masculino e sem tempo para brincadeiras. A esposa está grávida de gêmeos e sua meta aqui é trabalhar. “Não acreditamos que haja oportunidades na ilha. No Brasil, tudo é mais fácil e é o único local que está recebendo os haitianos com humanidade. Em outros países, é um inferno”, assegura. Os haitianos estão chegando a São Paulo desde abril, enviados em ônibus fretados pelo governo do Acre. “Recebi gente adoecida, que veio até aqui sem comer durante os quatro dias de trajeto”, relata Kenny. Alguns vão direto para alguma empresa, outros vão para a casa de familiares. Muitos já saem do Haiti com o endereço da Missão de Paz, ONG ligada à Pastoral do Imigrante e à paróquia Nossa Senhora da Paz, cujo complexo fica no bairro do Glicério, no centro de São Paulo. Kenny trabalha como funcionário do abrigo temporário da Prefeitura de São Paulo a apenas 200 metros deste complexo. Montado como resposta emergencial à “inesperada” vinda dos haitianos para a cidade, o abrigo tem capacidade para 120 pessoas. ROTINA NO ABRIGO Por trás do portão cinza, já passaram mais de 840 haitianos em um mês. Há um mês no Brasil, Johnny Santil, de 27 anos, alega que não encontra emprego na ilha desde o terremoto. “Quero ficar uns dois

anos por aqui pra juntar um dinheiro e voltar”, diz. Já Evens Saint-Pierre, de 32 anos, é contador de formação, mas trabalha com construção civil. “Tenho medo de me machucar e queria voltar para a área que estudei”, conta. Apesar de a maioria dos haitianos no Brasil serem homens, as mulheres também vêm ao país atrás de emprego, em grande parte, sozinhas. Este é o caso de Jean Charles Epaïnété, de 31 anos, que afirmou estar procurando trabalho no setor cultural para enviar dinheiro para sua filha, de 11 anos. “Penso em ficar dois anos por aqui e só. Não posso ficar mais tempo sem ver minha Jennifer, certo?”. (*Do Opera Mundi. Colaboraram Igor Truz e Mariane Roccelo)

Haitianos vêm a São Paulo em busca de emprego e melhor qualidade de vida

crise da água

copa do mundo

Sistema Alto Tietê também pode secar este ano, segundo engenheiro

Violência policial preocupa

Divulgação

por Patrícia Dichtchekenian*

Laura Daudén/Conectas.org

Em busca de trabalho no país, haitianos relatam experiência em abrigo de São Paulo

Sistemas hídricos de São Paulo estão em situação crítica

“Estamos perdendo por dia 12 mil litros por segundo. Se continuar assim, o volume do Sistema Alto Tietê acaba em 150 dias e, pelo que sei, aqui não temos volume morto significativo para explorar. Estamos indo para o brejo do mes-

mo jeito e ninguém fala nada.” Com estas palavras, pronunciadas ao jornal O Estado de S. Paulo deste domingo (15), o engenheiro José Roberto Kachel dos Santos aponta o risco de o segundo maior manancial do estado também entrar

em situação crítica, a exemplo do Cantareira. O Sistema Alto Tietê responde pelo abastecimento de 4 milhões de pessoas. Seu volume de armazenamento está no pior nível para períodos pré-inverno dos últimos dez anos. A redução contínua do volume do Alto Tietê vem sendo observada desde que a situação do Cantareira começou a chamar a atenção. Mesmo assim, a Sabesp manteve a produção de 15 mil litros no sistema e pretende avançar mais, segundo O Estado de S. Paulo. Ouvida pela reportagem do jornal, a Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos do governo do estado informou que as projeções da Sabesp indicam que o Sistema Alto Tietê “tem água suficiente para garantir o abastecimento até a próxima estação chuvosa”. (Do SpressoSP)

A truculência da Polícia Militar nas manifestações em São Paulo durante a Copa do Mundo preocupa a imprensa internacional e entidades de direitos humanos. A Anistia Internacional enviou documentos pedindo providências aos governos estadual e federal. A assessora de Direitos Humanos da Anistia Internacional, Renata Neder, avalia que a força policial só deve ser usada se for “estritamente necessária”, o que significa que a PM não deve dispersar uma manifestação sabendo que ela está acontecendo de forma pacífica. Além disso, Renata aponta a impunidade como uma forma de alimentar o ciclo de novos abusos. Durante a abertura da Copa do Mundo em São Paulo, no último dia 12, a polícia agiu de maneira violenta para impedir que os protestos acontecessem. (Da RBA)


são paulo

4

brasildefato.com.br

Realidade mata o “imagina na Copa” Ainda é cedo para declarar a organização da Copa como tendo sido absolutamente bem sucedida. Muita água ainda vai rolar. Porém, as pessoas estão começando a se encantar com o evento. Há mesmo algo de especial num acontecimento que consegue arrastar 35 mil colombianos para ver uma partida de futebol no Mineirão, bem longe de casa. A Copa privatizada é um evento frequentado majoritariamente por ricos e classe média alta. Mas isso não diminui o encanto nas cidades que sediam as partidas, por conta do clima criado por gente do mundo todo,

por Luiz Carlos Azenha

cujas interações são baseadas unica- evento esportivo em nossa história, jamais vai admitir o que também está mente na paixão pelo esporte. Só tenho como comparar o evento se confirmando: no essencial, a orgado Brasil às três Copas que acompa- nização foi bem sucedida. É possível apontar nhei bem de perto: Itália, em 1990; Esta- » A mídia corporativa, erros e obras inacabadas, mas nada dos Unidos, onde eu por motivos que comprometa o vivia em 1994; Franpolíticos, jamais essencial para os torça, em 1998. vai admitir que a cedores: capacidade Dessa vez a qualiCopa foi bem de transporte, comudade do futebol e o nicação e qualidade número de gols nos sucedida dos estádios — em surpreendeu positivamente. Mas a mídia corporativa, termos de conforto e visão dos jogos. É óbvio que você pode fazer uma que por motivos políticos promoveu a maior campanha já vista contra um longa lista de problemas, mas parece

que nas questões absolutamente essenciais as coisas estão funcionando num padrão que não deve nada aos eventos anteriores. Obviamente que aqueles que sofrem da síndrome de vira-latas vão fazer uma lista dos motivos pelos quais prefeririam ver a Copa em outro país. Mas isso não tem a ver com as condições objetivas da organização. É a necessidade da classe média de se diferenciar dos outros pelo status social. Tirando isso, lentamente o “imagina na Copa” vai sendo enterrado. Luiz Carlos Azenha é jornalista e editor do blog www.viomundo.com.br

educação

carro elétrico

300 contratações. Além disso, na última semana, a montadora firmou um acordo com o sindicato prevendo reajustes salariais, PLR (Participação nos Lucros ou Resultados) e benefícios até 2016. O pacote do governo sai este mês e prevê incentivos fiscais para montadoras que investirem em pesquisa de veículos menos poluentes. (Do ABCD Maior) Reprodução

A fábrica da Toyota em São Bernardo do Campo, entrou em preparação para produzir o Prius, seu carro híbrido, movido por eletricidade e combustível. O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Rafael Marques, afirmou que a empresa aguarda anúncio do governo federal sobre um pacote de incentivos ao setor para iniciar as

David Rego Jr./PSA

Metalúrgicos aguardam abertura de vagas

Educação de Jovens e Adultos aumenta índices de alfabetização

45 municípios paulistas se livram do analfabetismo Selo concedido a municípios faz parte do Programa Brasil Alfabetizado, que atua no letramento de jovens e adultos

Metalúrgicos já negociaram condições de trabalho com empresa

comissão da verdade

Livro identifica torturadores Uma carta escrita em 1975 por presos políticos do Presídio Barro Branco, em São Paulo, e que trazia nomes e codinomes de 233 torturadores do regime militar no país foi revista e virou um livro. A obra foi lançada na segunda-feira (16) pela Comissão Estadual da Verdade de São Paulo. O livro “Bagulhão: A Voz dos

Presos Políticos Contra os Torturadores” foi a primeira denúncia pública de presos políticos sobre torturas e torturadores, segundo a comissão. O primeiro nome da lista de torturadores é o do coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, que comandou o DOI-Codi de São Paulo. (Da Agência Brasil)

O MEC (Ministério da Educação) conferiu o Selo de Município Livre do Analfabetismo a 207 municípios do país em 2014. Destes, 45 são cidades do estado de São Paulo. Entre as cidades estão São Bernardo, Santo André, Jundiaí, Poá, Osasco, Mauá, Ribeirão Pires, Campinas, São Paulo, entre outras. O selo é concedido pelo MEC aos municípios que atingirem mais de 96% de alfabetização, com base nos dados do Censo Demográfico do IBGE de 2010. Segundo a secretária de Educação de São Bernardo, Cleuza

Repulho, “é importante que uma cidade do porte de São Bernardo tenha atingido essa meta, resultado do esforço de trabalhar com jovens e adultos que por algum motivo não frequentaram a escola e um esforço final para não deixar nenhuma criança fora da escola”. A secretária aponta que, na cidade, o diferencial é que o EJA (Educação de Jovens e Adultos) oferece, junto com a alfabetização, ensino profissionalizante aos alunos, preparando-os melhor para o mercado de trabalho. Em São

Bernardo, o índice de analfabetismo está em torno de 3,2% (cerca de 14 mil pessoas). O trabalho de educação de jovens e adultos tem articulação com a sociedade. As aulas podem ser ministradas em igrejas, sindicatos, associações de bairros, além das escolas municipais, que são parceiros estratégicos da Prefeitura para atingir a meta. O poder público se encarrega de oferecer a estrutura, educadores concursados, material pedagógico e todo suporte necessário. (Do SpressoSP)


brasil

brasildefato.com.br

55

mensalão

Personalidades lançam carta contra “violações” de Joaquim Barbosa

Reprodução

congresso

Manifesto assinado por 300 artistas e intelectuais critica arbitrariedades do ministro em execução penal do mensalão por Pedro Rafael Vilela, de Brasília

são. A assessoria do STF ainda não se manifestou sobre o teor do documento. Entre os signatários do manifesto estão João Vicente Goulart, filho do ex-presidente João Goulart; os escritores Eric Nepomuceno e Fernando Morais; o cantor Chico César; os atores Osmar Prado e José Abreu; o dramaturgo Lauro César Muniz; o teólogo Leonardo Boff; o coordenador do MST, João Pedro Stédile; e a filósofa Marilena Chauí.

Organizações protestam por maior segurança jurídica

Sociedade civil cobra lei que define regras para ONGs

AUTORITÁRIO O manifesto será entregue uma semana após o episódio em que Joaquim Barbosa expulsou o advogado de José Genoíno do plenário do STF. Luiz Fernando Pacheco foi à tribuna pedir que o ministro colocasse em pauta o recurso da defesa requerendo novamente a prisão domiciliar. Genoíno sofre de problemas cardíacos e teve de voltar à prisão no dia 1º de maio por determinação do ministro. Carlos Humberto/SCO/STF

Um manifesto assinado por 300 personalidades pede que o STF (Supremo Tribunal Federal) reveja a decisão de manter presos os condenados no mensalão, que têm direito ao regime semiaberto. O documento recebeu apoio de intelectuais, artistas e lideranças políticas. No texto, eles manifestam preocupação com a conduta do presidente do STF, Joaquim Barbosa, à frente da execução penal de José Dirceu, José Genoíno, João Paulo Cunha e Delúbio Soares. A carta será levada ao Supremo essa semana e deverá ser protocolada no gabinete de todos os ministros. “O Presidente do Supremo Tribunal Federal, ao invés de cumprir as decisões dessa Suprema Corte, nega direitos a alguns sentenciados, desrespeitando a decisão do próprio pleno do STF e a jurisprudência do STJ quanto ao cumprimento

do regime semiaberto”, afirma um trecho do manifesto. Em maio, Joaquim Barbosa, que é o relator da ação penal do mensalão, negou pedido de autorização para trabalhar formulado pela defesa do ex-ministro José Dirceu e revogou as autorizações que já haviam sido concedidas para sete réus, entre eles o ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares, e o ex-deputado João Paulo Cunha, também do PT. Barbosa alegou que os condenados deveriam cumprir um sexto da pena em regime fechado, como manda a lei. Ocorre que, há mais de dez anos, o STJ tem autorizado trabalho desde o começo do cumprimento da pena. O manifesto diz que a medida causa “angústia” e “desespero” e vai afetar não apenas os condenados do mensalão, mas milhares de outras famílias de sentenciados que cumprem penas em regime semiaberto e poderão ter que voltar à pri-

Um projeto de lei em tramitação na Câmara dos Deputados vai criar novas regras para parcerias entre o poder público e as organizações da sociedade civil. A medida atende uma reivindicação histórica das mais de 290 mil entidades privadas sem fins lucrativos que atuam no Brasil. São grupos que desenvolvem ações de interesse público em saúde, educação, promoção de direitos, cultura, ciência, desenvolvimento agrário, moradia, entre outras. A principal mudança proposta no projeto (PL 7168/14) é o fim do convênio como principal mecanismo de repasse de recursos entre órgãos públicos e essas entidades. A medida cria outras alternativas como o termo de colaboração e o termo de fomento. Dessa forma, cria-se a possibilidade das entidades receberem recursos públicos sem necessidade de contrapartida financeira, que poderá ser revertida em bens e serviços. Também per-

mite que as organizações captem recurso por meio da apresentação de projetos próprios. “O projeto reconhece as organizações como autônomas e não terceirizadas do poder público”, explica Eleutéria Amora, diretora da Abong (Associação Brasileira de Organizações Não-Governamentais) no Rio de Janeiro. Além disso, ele institui o chamamento público para a seleção de organizações. Atualmente, não há regras claras sobre isso, o que abre espaço para favorecimentos e corrupção. Outra mudança é a criação de um sistema de prestação de contas mais adequado à realidade das organizações, com regras mais simples para valores inferiores a R$ 600 mil. O projeto de lei já foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados e aguarda inclusão na pauta. Como já foi aprovada no Senado, se passar na Câmara, a nova lei das ONGs seguirá diretamente para sanção presidencial.

tribunal militar

Nova presidente defende gays

O ministro do STF Joaquim Barbosa é criticado por arbitrariedades

Pela primeira vez na história, uma mulher vai presidir o STM (Superior Tribunal Militar) do país. A ministra Maria Elizabeth Rocha tomou posse na segunda-feira (16). O tribunal é responsável por julgar os crimes militares em última instância.

Durante a posse, Rocha defendeu a igualdade de direitos para homossexuais nas Forças Armadas. “O Estado não pode promover o discurso do ódio”, afirmou. Ela também falou em defesa da liberdade de imprensa e da maior participação das mulheres no poder.


mundo

6

brasildefato.com.br

espanha Reprodução

Manifestações são convocadas contra a proclamação do novo rei Sociedade civil quer um referendo sobre o modelo de Estado no país Madri, La Corunha e capitais de província do País Basco são algumas das cidades espanholas que acolhem manifestações e protestos em defesa de um referendo sobre a monarquia. Nesta semana, será a proclamação do novo rei espanhol, Felipe VI. Uma das principais concentrações, em Madri – marcada para o meio-dia da próxima quinta-feira (19), dia da proclamação do novo rei, na Puerta del Sol, no centro da capital –, foi convocada pela Coordenadora Republicana de Madri. Esta é uma das organizações que tem se mobilizado nas últimas semanas em defesa de um referendo sobre o modelo de Estado.

diretamente a proclamação de Felipe VI. O mesmo ocorre na cidade galega de A Corunha, onde a Comissão pela Recuperação da Memória Histórica convocou um protesto contra proclamação de Felipe VI, que conta com o apoio de várias organizações políticas, sindicais e sociais galegas. Nas últimas semanas, vários protestos contra a monarquia e a favor de um referendo sobre o modelo de Estado têm sido registrados – o que é rejeitado pelas forças majoritárias no parlamento. Mais de 150 mil pessoas assinaram petições pela internet a favor de um debate parlamentar sobre o tema e da realização de um referendo sobre a monarquia. (Da Agência Lusa)

Os responsáveis pela iniciativa pretendiam, inicialmente, realizar uma manifestação entre a Puerta del Sol e a Praça Netuno, próximo do Congresso de Deputados, mas o protesto não foi autorizado pelo governo devido às medidas de segurança para a proclamação. Em comunicado, a organização critica que as autoridades não tenham proposto um trajeto alternativo, considerando que a decisão “nega o direito à manifestação em um momento político chave”. Também para quinta-feira estão marcadas várias concentrações nas três capitais de província do País Basco, convocadas pela força nacionalista basca, EH Bildu, que contesta

Proclamação do novo rei espanhol, Felipe VI, está marcada para esta quinta (19)

oriente médio

ÁSIA

Wikipedia

Monges budistas matam 3 em ataque a muçulmanos

Rebeldes ameaçam avançar até Bagdá, capital iraquiana

Os jihadistas, insurgentes muçulmanos, tomaram, na segunda-feira (16), o controle de Tal Afar, município iraquiano localizado a cerca de 380 km da capital Bagdá. Os grupos, contrários ao governo do xiita Nouri al-Maliki, assumiram o controle de várias zonas importantes do norte do país e, inclusive, ameaçam avançar até Bagdá. O Secretário de Estado dos Estados Unidos, John Kerry, afirmou que poderão ser realizados ataques aéreos com drones (avi-

ões não tripulados) para conter o avanço dos rebeldes. Tal Afar, que tem cerca de 200 mil habitantes, foi tomada por combatentes do Estado Islâmico do Iraque durante a madrugada, como informou o prefeito, Abdulal Abdoul, à Associated Press. Em resposta à ação, o Exército iraquiano anunciou o bombardeio de algumas regiões de maioria sunita, como Al Saqlauiya, na província ocidental de Al Anbar, onde 200 extremistas foram mortos.

César Carrión/ SIG

Mais uma cidade do Iraque é controlada por insurgentes

O presidente colombiano Juan Manuel Santos discursou ao lado de seus filhos, após ser reeleito neste domingo (15), nas eleições presidenciais do país

Pelo menos três pessoas foram mortas e mais de 80 ficaram feridas em ataques liderados por monges budistas cingaleses na madrugada da segunda-feira (16). Os ataques foram contra muçulmanos em duas cidades do Sri Lanka. Os cingaleses são o principal grupo étnico na ilha asiática e são, em sua maioria, budistas – religião que representa cerca de 70% da população, ao passo que os muçulmanos formam apenas 8% do país. Segundo Hilmy Ahmed, porta-voz do Conselho Muçulmano, pelo menos três mesquitas, nove lojas e 40 casas foram atacadas. Para conter a situação, 1.000 soldados do Exército foram chamados. A campanha de ódio dos monges extremistas foi criticada pelo presidente Mahinda Rajapaksa.


fatos em foco

chagas terá novo tratamento

77

USP Imagens

USP Imagens

Colheita recorde em 2014

previsão do tempo

quarta • 18/06 Possibilidade de tempestade

15°C min 23°C máx

quinta • 19/06 Possibilidade de chuva

12°C min 18°C máx foi patenteada. Além de ser mais eficiente, a nova substância deverá ter menos efeitos colaterais do que a usada hoje, que pode causar enjoos e dores estomacais. “Nós temos aí uma entidade química promissora”, comemora Ivone sobre a molécula que até agora só foi testada in vitro. O próximo passo serão os testes com camundongos, a serem feitos na Faculdade de Medicina da USP. (Agência Brasil)

O Brasil terá neste ano uma colheita recorde de 192,3 milhões de toneladas de grãos, 2,2% superior aos números registrados em 2013 (188,2 milhões de toneladas). A produção de cereais, leguminosas e oleaginosas prevista para este ano com base nas visitas ao campo feitas pelos técnicos em maio, igualmente supera, em 0,7%, a previsão projetada em abril (191 milhões de toneladas), segundo

os dados divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). A produção crescerá principalmente pelo aumento da área colhida, que aumentará 5,9% em um ano, desde 53 milhões de hectares em 2013 até 56,1 milhões de hectares em 2014. Soja, milho e arroz representam 91% de toda a colheita nacional. (Rede Brasil Atual)

“Seria uma flagrante discriminação. É uma bandeira que eu continuarei levantando em favor da igualdade de direitos.” disse Maria Elizabeth Rocha, primeira mulher a compor o Superior Tribunal Militar, defendendo que a discriminação contra militares homossexuais é ilegal.

Impacto do Mais Médicos

Marcello Casal Jr. / ABr

Greve na USP continua Antonio Curz/ABr

Com o programa Mais Médicos, o estado de São Paulo registrou uma redução de 70% nos encaminhamentos para hospitais entre janeiro do ano passado e janeiro deste ano, em decorrência do melhor atendimento na atenção primária que, segundo especialistas, tem o potencial de tratar pelo menos 80% das doenças. O estado recebeu 2.187 médicos da atenção básica em 345

municípios pelo programa federal, que garantem atendimento para 7,5 milhões de paulistas. O total de agendamentos de consultas aumentou 5,7%. O número de atendimentos em saúde mental teve crescimento de 15,1% e de pacientes com diabetes de 12,9%. No Brasil, o número de consultas na atenção básica cresceu 35% entre janeiro de 2013 e janeiro de 2014. (Rede Brasil Atual)

Fotos: divulgação

Pesquisadores da USP estão desenvolvendo nova molécula para tratamento da doença de Chagas. Segundo a professora da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto, Ivone Carvalho, a substância é menos tóxica e mais eficiente do que os medicamentos usados atualmente. “Ela mostrou uma resposta interessante. Não foi tóxica para a célula”, ela destacou. A descoberta da molécula já

Os docentes da USP decidiram manter a greve iniciada no dia 27 do mês passado. Reunidos em assembleia e após debaterem a situação criada pela ausência de diálogo do reitor da universidade, os professores deliberaram, por unanimidade, dar continuidade ao movimento. Os trabalhadores do Hospital Universitário também aderiram à greve na segunda (16). A paralisação é por tempo indetermi-

nado e só serão atendidas emergências. Consultas e cirurgias eletivas deverão ser remarcadas. Nesta quarta (18), uma aula pública será realizada na Praça da Sé, às 12h. O tema será “O direito à saúde e à educação”. Na sexta da semana que vem (27), os docentes realizarão um ato político, esclarecendo a população sobre os motivos da greve e reivindicando a abertura de negociações com a reitoria.

sexta • 20/06 Parcialmente nublado

10°C min 20°C máx

leoni O compositor de “Garotos” defendeu a necessidade de convocação de uma Constituinte para a reforma política e criticou Aécio Neves por ter ridicularizado a proposta.

Sandra Annerberg A apresentadora do Jornal Hoje, da Rede Globo, afirmou, com uma dose de preconceito, que em Fortaleza, palco do jogo da seleção, “tem um monte de bandidinho pela rua”.

Fonte: CPTEC/INPE

brasildefato.com.br


entrevista

8

Tata Mutá Imê

brasildefato.com.br

por Mariana Desidério fotos Rafael Stedile

“O candomblé não fecha a porta para ninguém” A filosofia do candomblé é o autoconhecimento e nela todos podem entrar, desde que por vontade própria. É assim que o pai de santo Tata Mutá Imê define a sua religião. Líder do terreiro de Mutá Lambô ye Kaiongo, em Salvador, Tata busca fortalecer a cultura bantu, da qual faz parte. Em 2010, ajudou a lançar o livro “A casa dos olhos do tempo que fala da nação Angolão Paquetan”. “A importância do livro é mostrar o quanto é grande e diverso o candomblé”, afirma o pai de santo. Nesta entrevista ao Brasil de Fato SP, Tata Mutá Imê conta como foi sua iniciação na religião, ainda na barriga da mãe. Fala também sobre sincretismo religioso, os sacrifícios nos rituais do candomblé e sobre o preconceito contra as religiões de origem africana. “Tentar derrubar a tradição de um povo é querer que esse povo seja esquecido. A justiça tem que agir e o povo de santo tem que ir para a rua”, afirma. Leia a entrevista: Como você tomou contato com o Candomblé? Eu nasci no Candomblé, meu contato foi ainda na barriga da minha mãe, em 1956. Ela ficou muito doente e os

médicos não sabiam o que ela tinha. Isso durou anos. Era uma época ainda de muita perseguição ao candomblé, à capoeira, à maioria das manifestações culturais e religiosas do negro. Até que um dia minha mãe foi para uma casa que ficava ali por perto e a mãe de santo disse que ela não sairia mais dali enquanto não fizesse o que precisava ser feito. Foi aí que se descobriu que ela estava grávida. Ela estava só pele, osso e a barriguinha, estava à beira da morte. E você nasceu lá? Nasci. Foi assim que eu entrei no candomblé. Na verdade eu não tive escolha, eu fui escolhido. No candomblé, você não escolhe um inquice [divindade, o mesmo que orixá, só que em outra língua africana], é ele quem te escolhe. Eu lembro que aos 4 anos de idade eu saía batendo nas portas da rua, as

“A primeira característica do candomblé é fazer com que você se respeite. Porque você só vai amar o outro quando você se amar.”

pessoas perguntavam “quem é?”, e eu respondia: “Sou eu, Mutá Imê, pai de santo arretado da Bahia!”. Então, já vim com isso. O que essa dedicação ao candomblé trouxe para a sua vida? Eu nunca tive grande resistência ao candomblé. Mas, como todo mundo, eu queria ter o meu trabalho, ganhar o meu salário. E os inquices não queriam que eu fosse empregado, queriam que eu me dedicasse exclusivamente à religião, queriam que eu assumisse o papel que eu vim assumir. E foi muito importante para a minha vida ter assumido isso. Eu sempre digo que eu não sei quem eu seria se não tivesse assumido profundamente essa religiosidade. Porque, depois disso, a minha trajetória de vida cresceu de tal forma que eu nem tenho o alcance. Não consigo alcançar essa imensidão de amigos que eu tenho, por exemplo, de amores benditos nessa terra que eu tenho, de consciência de vida, de determinação, de sabedoria, o candomblé me deu muito isso. Como você explicaria o candomblé para uma pessoa que não conhece? A primeira coisa no candomblé é fa-

zer com que você se encontre como pessoa, que você se respeite. A gente entende que o processo de viver é de dentro, para dentro, e para fora. Ou seja, você só dá aquilo que tem. Então, a pessoa precisa rever dentro dela mesma quem ela é, o que ela trouxe, o que ela tem que desenvolver e como desenvolver. Tudo isso por dentro, para que você possa se respeitar. Porque você só vai enxergar o outro quando você se enxergar, só vai amar o outro quando você se amar. Essa é uma das características básicas do candomblé. O jogo de búzios, por exemplo, é só seu, é único, é a descoberta do seu caminho. E é preciso entender que o caminho é bastante estreito, nele só cabe você, não cabe filho, pai, mãe, ninguém. Mas esse caminho atravessa a vida inteira por uma estrada, e então nessa estrada cabe tudo e todos, mas para caber tudo e todos você precisa saber-se. É muito linda essa filosofia, esse tipo de educação, que está se perdendo por causa da comunicação. Como assim? Sim, porque a comunicação faz com que você entre nessa coisa da disputa o tempo inteiro. Você tem que ser


9

entrevista

“Na época dos escravos, o sincretismo foi uma grande arma que os negros encontraram para se manterem vivos. Hoje, a gente não precisa fortalecer os deuses dos senhores brancos.” mais inteligente, mais isso, mais aquilo, você tem que ter as coisas, tem que mostrar. É muito para fora. A comunicação não faz você ser. Ela não pergunta quem você é, ela pergunta o que você tem. Essa é a grande diferença dessa educação africana. Em 2010, vocês publicaram o livro “A casa dos olhos do tempo...”, que fala sobre a sua cultura e a sua história. Qual a importância em se registrar isso em livro? Ali tem a história de um povo, tem a minha história, a história de alguns irmãos, somos da nação Angolão Paquetan, uma nação muito antiga dos primeiros povos bantus que vieram para o Brasil. Foram 30 anos de trabalho de pesquisa em cima desse livro. A importância dele é mostrar o quanto é grande essa coisa do candomblé. Ela é subdividida por diversas nações. Tem os bantus, que são subdivididos em cinco grupos, como Angola e Muxicongo. Tem a nação yorubana, que é a mais conhecida, tem os jejes, tem a umbanda, enfim, tem aí uma infinidade de nações afro-brasileiras. Nós somos uma delas. Uma característica das religiões de matriz africana é o sincretismo religioso. Isso ainda existe? Como você vê isso? Hoje nós não precisamos mais do sincretismo. Na época dos escravos, o sincretismo foi uma grande arma que os negros encontraram para se manterem vivos. No fundo das grandes senzalas eles armavam aqueles altares. Por baixo, eles colocavam as divindades do candomblé ali guardadinhas, e por cima, à vista, tinha todos os santos católicos. Eles faziam essa ligação, esse sincretismo, para defender exatamente o que ficava por baixo. Hoje, a gente não precisa mais ficar por baixo. Nossos ancestrais sofreram, lutaram, deram o seu sangue para que a gente ascendesse. O sincretismo foi a melhor arma que o negro encontrou naquela época para se livrar da destruição do seu povo religioso, que é a sua ancestralidade. Têm terreiros que ainda mantêm esse formato. Eu acho isso um grande erro, porque agora a gente não precisa mais ficar fortalecendo os deuses

dos senhores brancos daquela época. Hoje a gente precisa orar em fortalecimento dos nossos deuses africanos. Ainda existe muito preconceito contra religiões de origem africana? Isso ainda existe muito, porque ainda existe muita ignorância. Há uma tentativa dos neopentecostais de tomar o que não pertence a eles. O acarajé, por exemplo, eles tentam desapropriar, dizendo que é bolinho de Cristo. É uma forma de desapropriar, e como eles têm esse poder financeiro e de comunicação, eles podem fazer isso. Na verdade, é uma forma de tentar dizimar um povo. Você desapropria, faz com que esse povo comece a orar para um único deus. A gente não tem um único deus. Acredita que seja possível uma convivência harmoniosa entre as várias religiões no Brasil? Do jeito que está não é possível. É preciso que se criem leis para freá-los, para que eles deixem de colocar vídeos na internet tentando desabonar toda a imagem de um povo que tem a sua trajetória, sua verdade, sua fé, sua tradição. Tentar derrubar a tradição de um povo é querer que esse povo seja esquecido, mesmo na sua existência. A justiça tem que agir e o povo de santo tem que ir para a rua. Pode explicar para nós o significado dos sacrifícios de animais no Candomblé? Candomblé sem sacrifício, sem natureza, sem mata, sem ervas, sem água doce e salgada, sem estrada de chão, sem chuva, não é candomblé. Quando os negros foram sequestrados da sua terra e trazidos à força para o Brasil, eles acabaram perdendo os seus nomes originais e sendo adotados com outros nomes, dos seus donos, nomes como Santos, Barreto, Souza, Lima. O que o candomblé faz? Traz o nome original da sua tribo de volta. Por exemplo, a minha tribo em Angola é pertencente aos pequenos caçadores, então eu me chamo Mutá Imê. Mas, para isso, é necessário que haja esse sacrifício, que eu não diria que é um sacrifício, diria que é uma oferenda de sangue. E depois a carne é distribuída para a comunidade em forma de uma grande festa, para

brasildefato.com.br

9

comemorar que mais um irmão recebeu seu nome de origem. É muito bonito. Eu sou suspeito para falar, mas o candomblé é muito lindo, tem uma filosofia analítica, psicológica muito profunda, que é de você se conhecer. Para nós, o autoconhecimento lhe dá a possibilidade de caminhar em harmonia com a natureza. Por isso a gente defende com unhas e dentes a natureza, porque sem árvore, sem mata, sem erva, sem água, não nos cabe, aí a gente vai ficar perdido. Hoje, qual o perfil das pessoas que frequentam o candomblé no Brasil? De certa forma está existindo uma inversão muito grande. Há uma grande massa de negros, principalmente de baixa renda, migrando para essas igrejas neopentecostais. Por outro lado, existe uma grande massa de pessoas brancas migrando para o candomblé. É um perfil muito diverso. E não se pode dizer que branco não recebe inquice. A ciência já provou que o continente africano é o primeiro continente do universo e viemos todos de lá. Como a pessoa entra no candomblé? A gente não fecha a porta para ninguém. O candomblé sempre foi uma religião muito aberta, não podemos distinguir ninguém, pode ser prostitu-

ta, pode ser marginal, pode ser o que for. A gente costuma dizer que as portas do candomblé são muito mais abertas do que as portas das igrejas. Mas a gente também não pode ir até você, é você que tem que vir até a gente. A gente não pode se responsabilizar pelos seus atos, é você que tem que se responsabilizar, porque o candomblé não trabalha com culpa, não somos maniqueístas. E nós também não podemos comprar a sua fé, a sua vontade.

“O candomblé não trabalha com culpa. E nós também não podemos comprar a sua fé, a sua vontade.”


serviços

10

Nosso Direito Terceirização legal e ilegal Hoje em dia é muito comum empresas contratarem outras para prestarem determinados serviços. Isto é chamado de terceirização. Nestes casos, trabalham no mesmo local os funcionários da empresa principal e os terceirizados. Mas você sabia que não são todos os serviços de uma empresa que podem ser terceirizados? As leis trabalhistas e a Justiça do Trabalho apenas autorizam que uma empresa contrate outra para prestar serviços que não sejam relacionados à sua ocupação principal, também chamada de atividade fim. Para entender melhor, vamos utilizar um exemplo: uma fábrica de bebidas pode terceirizar os serviços de limpeza, mas não pode contratar

Quem vive numa cidade como São Paulo sabe muito bem os prejuízos que um meio ambiente poluído pode causar à saúde. Uma das cidades com maior índice de poluição do ar no mundo, a capital paulista apresenta altos índices de doenças respiratórias, tais como asma e rinite alérgica, que aparecem mais em pessoas expostas aos chamados “alérgenos”, que podem ser partículas de poeira ou fumaça. Além de manifestarem novos casos destas doenças, quem já as possui pode apresentar quadros mais graves ao respirar o ar de ambientes poluídos, como é o caso da asma. Uma pessoa que mora em uma pequena cidade e é portadora de asma leve, com crises esporádicas, pode começar a apresentar crises

c@rta do leitor

por Luiz José Duarte Filho advogado trabalhista

outra empresa para prestar serviços de operação de máquinas de encher garrafas, pois esta função é ligada à produção de bebidas, ou seja, sua atividade principal.

» A terceirização só vale para serviços que não sejam a atividade principal Como as empresas tem conhecimento desta regra, muitas vezes elas contratam terceirizadas para prestar determinados serviços, mas acabam desviando estes funcionários para exercer funções ligadas à sua atividade principal. E fazem isto para aumentar o lucro, pois o salário do terceirizado é menor. Para ilustrar, vamos con-

O cuidado com o ambiente e a saúde

brasildefato.com.br

tinuar utilizando o exemplo anterior: a empresa de bebidas contrata uma terceirizada para prestar serviços de limpeza, mas os funcionários terceirizados trabalham diretamente na linha de produção de bebidas, como auxiliares dos operadores de máquinas, por exemplo. Neste caso, a terceirização é ilegal, o que pode gerar penalidades para as empresas. Além disso, o funcionário terceirizado poderá ingressar com ação judicial para requerer o pagamento do salário e outros benefícios que os empregados da empresa principal recebiam. Portanto, caso isto tenha ocorrido alguma vez com você, procure o sindicato de sua categoria profissional ou um advogado de confiança.

Parabéns pelo trabalho. Precisamos de uma imprensa mais ligada aos interesses populares. Metalúrgicos de Guarulhos

(mensagem recebida no facebook.com/brasildefatoSP) PULA GERALDO! Quem te viu quem te vê Governador. Geraldo Alckmin desperta hoje um sentimento de indignação na população de São Paulo. Após negar por duas vezes a proposta dos metroviários, de trocar a paralisação pela catraca livre, Alckmin opta por criminalizar os trabalhadores e prejudicar a população. Otávio Augusto

(mensagem recebida pelo e-mail leitorsp@brasildefato.com.br) R$ 7 milhões A Mega-Sena irá sortear na noite deste sábado (21) um prêmio de R$ 7 milhões. O sorteio acontece às 20h25. A aposta mínima é de R$ 2,50 e pode ser feita até 19h de sábado em qualquer lotérica do país. Por falar em Copa do Mundo... No centro de São Paulo.

Bianca Giglioli dos Santos -

Nossa Saúde por Thiago Henrique Silva médico e mestrando em Saúde Pública

repetitivas ao se mudar para uma cidade com altos índices de poluição do ar. Porém, nas cidades altamente industrializadas, não é apenas o ar que é poluído. Os lençóis freáticos e a terra também sofrem com a ação de elementos químicos, os

» Altos índices de doenças respiratórias, tais como asma e rinite alérgica, são comuns em grandes cidades quais contaminam desde os peixes e as plantas, até a água que bebemos. A contaminação das águas e da terra é uma das principais consequências da industrialização e urbanização desenfreadas e sem planejamento.

Complexos urbanos próximos a rios, baías e costas, também aumentam as chances de que as águas sejam impróprias para banho. Para completar, boa parte das cidades do país que cresceram nas últimas décadas, o fizeram sem um plano de saneamento básico, o que leva a milhões de pessoas no Brasil a conviverem sem coleta de lixo e com esgoto a céu aberto, multiplicando doenças infecciosas como a diarreia, ancilostomíase e amebíase. Todos estes fatores juntos mostram a importância de cuidarmos bem do ambiente das cidades em que vivemos. E é importante cobrar do poder público um rigor com a fiscalização dos condomínios, casas, empresas e indústrias para que não poluam o ambiente que todos compartilham.

Participe do jornal Colabore com perguntas, críticas, fotos, sugestões, charges, pautas: leitorsp@brasildefato.com.br


variedades PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

Reprodução

BOA & BARATA • boaebarata@brasildefato.com.br

PÃO MARGUERITA Por Elizabeth de Oliveira Essa receita é prática e saborosa. Para um café da manhã ou lanche da tarde, é uma ótima pedida. Caso você prefira outro recheio, é só usar a criatividade e o que tiver na geladeira. Vale palmito, milho, ervilha, frango. Vamos por a mão na massa e preparar essa receita. Massa: – 2 tabletes de fermento (fresco) (30 gr) – 1 colher de sopa de açúcar – 1 xícara de chá de leite morno (200 ml) – 1 colher de sopa de sal - (Eu boto menos e acrescento mais depois, se necessário)

11 11

www.coquetel.com.br

– 2 ovos – 1/2 xícara de chá de óleo (100 ml) – 1 1/2 xícara de chá de aveia (90 gr) – 3 1/2 xícaras de farinha de trigo (420 gr. Eu vou – pondo aos poucos. Veja no modo de fazer que o ponto da massa não é muito lisa, ela ainda gruda nas mãos.) Cobertura: – 4 colheres de salsinha (um punhado) – 2 colheres de cebolinha (um punhado) – 2 colheres de orégano (ou o quanto queira) – 2 tomates sem pele picadinhos – 1 xícara de queijo branco em cubinhos – Queijo parmesão em cima para polvilhar – Margarina p/ untar a forma Modo de Preparo: Numa tigela dissolva o fermento no açúcar, junte o leite, o sal, os ovos e o óleo. Acrescente aos poucos a aveia e o trigo até obter uma massa macia, homogênea e que ainda grude nas mãos. Cubra com um pano e deixe descansar por cerca de 20 minutos. Enquanto isso, misture todos os ingredientes do recheio. Abrir a massa em uma forma (32 cm por 21 cm) untada e enfarinhada, com as mãos (untadas). Deixe essa massa crescer por cerca de 20 minutos novamente. Em seguidam, espalhar o recheio, polvilhar com o queijo parmesão e levar para assar em forno médio por 25 minutos ou até que espetando um palito, perceba que a massa não saia grudada.

© Revistas COQUETEL

Paga antecipadamente (o dinheiro)

Reunião musical na qual Fórmulas verbais que predomina o uso do pandeiro consolam Conteúdo do sacoa pessoa brinde de festas infantis em luto

Fortes; vigorosos Parte inferior do vão da porta, ao nível do piso

Bem sobre o qual incide o IPVA

Pintor espanhol de "Guernica"

Torneio francês que integra o Grand Slam Operação de contracepção masculina Força Aérea Brasileira (sigla)

Os, em francês O mestiço brasileiro

Maior porção da célula (Biol.)

Sílvio de Abreu, novelista paulista

Urna, em inglês Lucília (?), pintora

A música que tem o "efeitochiclete" O mar sem ondas, para os surfistas (ingl.)

Continente do Laos e de Filipinas Solução de conserva do picles

"Errar (?) humano" (dito)

Folhetos que listam os produtos das empresas de venda direta

Ações Índico, Atlântico e Pacífico

Tecnologia de TVs modernas Boba

Marlon (?), astro de "Apocalypse Now"

Utensílio de faxinas Mau cheiro Amigo do peito (fam.)

Título nobre de Isaac Newton (?) Web: o "submundo" da internet

Tratamento com fins psíquicos

Veste dos Cavaleiros do Zodíaco (TV)

Corte com os dentes Cronos, na mitologia grega Roedor como o Sonic

BANCO

Ar, em inglês Desleixado (gíria)

Bia Nunnes, atriz Nesse lugar Organização dos Estados Americanos

Vaidoso; orgulhoso Dígrafo de "ninho"

3/air — les — urn. 4/deep — flat — titã. 5/fraga. 6/balada — brando. 10/citoplasma.

brasildefato.com.br

59

Solução A R D O P I CA D G A R A N R D E T O S A A F M U R B A A O G C A E A D N E O E E S P

C I T O P L A S M A

A I S U

N

H

O S O I R B

B R A N D O

P S S O R O S L E S M I A U R N L A T A E T S O

Keka Campos, astróloga | keka@ezdp.com.br

I R M Ã O

“Ó, duvida cruel”! É assim que a semana transcorre, com projetos parados, decisões difíceis de tomar e uma confusão mental gritante. O melhor é aproveitar a fase para analisar os detalhes, as entrelinhas e tudo que estiver oculto e que possa mascarar a realidade. Quando tudo for deixado às claras, será possível optar e concluir com sabedoria.

P A B L O R L A N A L V A S R A F A B S A L D E L C A T R O D O A N A L F A O R A T I T P O R C

Horóscopo • 18 a 26 de junho de 2014

Áries - 21.03 a 20.04 Está bastante volúvel. Tenha cuidado para não agir de modo explosivo demais e perder o controle de si. Uma boa dose de risadas o ajudaria a controlar melhor seus impulsos e deixá-lo um pouco mais tranquilo.

Câncer - 21.06 a 22.07 Quando lhe cabe escolher seus objetivos, você pode se mostrar volúvel. Tende para uma alimentação pouco saudável, por isso é possível que engorde. Deveria manter certa distância emocional das questões religiosas.

Libra - 23.09 a 22.10 Talvez não esteja conseguindo escolher bem as pessoas com as quais quer ter uma relação íntima e até tenda para ilusões, que também podem envolver empreendimentos financeiros arriscados. Cuidado nesta fase.

Capricórnio - 22.12 a 20.01 Não tem problemas em lidar com o sistema e a ocupar uma posição segura nele. Há grande chance de conhecer sua própria personalidade com clareza, se não fechar os olhos por temer descobrir uma verdade desagradável.

Touro - 21.04 a 20.05 Está com a aparência agradável, o que lhe ajuda nos seus objetivos. Porém, cuidado para não se enganar e cegar pelos primeiros sucessos. É possível que dificuldades emocionais e sexuais reprimidas venham à tona.

Leão - 23.07 a 22.08 É capaz de trabalhar em áreas da comunicação, consegue impor idéias e realizar planos. É possível que se preocupe tanto com seu ego que a sua imagem de si mesmo não corresponda à imagem que os outros têm de você.

Escorpião - 23.10 a 21.11 É possível que considere seus interesses tão importantes que nem ligue para as vontades alheias. Não se trata apenas do conteúdo de suas opiniões e ações, mas também da maneira como você as transmite.

Aquário - 21.01 a 19.02 Você está temperamental e pode ficar irritado ou mostrar sua aversão a qualquer tipo de rotina e disciplina, pois lhe custa muito agir com modos. Por causa da ânsia de ficar independente, não está fácil lidar com você.

Gêmeos - 21.05 a 20.06 Está estimulado intelectualmente e disposto a conhecer coisas novas. Você não age com arrogância, mas está consciente do valor dos seus trabalhos e não sente vergonha nenhuma em aceitar recompensas dos outros.

Virgem - 23.08 a 22.09 É possível que tenha dificuldades em ser acessível, mostrar-se compreensivo e revelar os sentimentos às pessoas. Seria bom se ficasse mais aberto e conseguisse assumir uma relação mais profunda com alguém.

Sagitário - 22.11 a 21.12 Pode não ver as chances que a vida lhe oferece ou não entender que lhe cabe tomar iniciativas para que haja mudanças. Deveria observar as consequências de suas experiências e mudar a sua atitude para com a vida.

Peixes - 20.02 a 20.03 Sua simpatia e vontade de amar altruisticamente são tão fortes que em todos os campos da vida se tornam evidentes. Embora goste de obedecer a seus impulsos, você respeita as oportunidades que a vida lhe oferece.


cultura

12

brasildefato.com.br

Fotos: Divulgação

fotografia

Fotógrafa Rosa Gauditiano conheceu etnias do Mato Grosso do Sul

Exposição mostra o futebol em aldeias Lentes exibem o esporte e a paixão pelo futebol em acampamentos e escolas Guarani Kaiowá Em meio à Copa do Mundo, a exposição Iwapu: Futebol na Aldeia, da fotógrafa paulista Rosa Gauditano, está na Ímã Foto Galeria, na Vila Madalena, em São Paulo. A mostra, que conta com 20 imagens, fica em cartaz até 31 de julho. Iwapu, na língua xavante, quer dizer “levantar a bola” ou

ainda “colocar a bola no ar”. É exatamente o que a fotógrafa faz: levanta a bola dos povos indígenas brasileiros ao expor o futebol como uma ligação entre índios e não-índios, culturas diferentes que formam o povo brasileiro. O esporte e a paixão pelo futebol são mostrados em

acampamentos e escolas Guarani Kaiowá, no Mato Grosso do Sul, e em jogos de mulheres, homens e crianças na aldeia Xavante Etnhiritipá, no Mato Grosso. Com este resgate, a Gauditano pretende “ressaltar a importância dos povos indígenas no Brasil e chamar a atenção para que os

protesto

Após perder visão, fotógrafo expõe suas obras Sérgio Silva tinha tudo para fazer de 13 de junho um dia carregado de lamentos e péssimas recordações. Mas a inauguração da primeira exposição pública de suas fotografias promete disputar, na memória, espaço com as lembranças desesperadas do pior dia de sua vida. Exatamente um ano depois de ter perdido a visão do olho esquerdo, alvo de uma bala de borracha disparada pela Polícia Militar de São Paulo, Sérgio Silva exibe as imagens do ensaio-protesto Piratas Urbanos, uma série de 60 retratos de militantes sociais, artistas,

políticos e, sobretudo, amigos, todos usando um tapa-olho. “Essa exposição é uma denúncia à violência que a PM comete nas manifestações e nas periferias todos os dias”, pontua o fotógrafo. Desde então, ele aderiu à causa da proibição das armas menos letais e mantém na internet um abaixo-assinado com mais de 45 mil assinaturas contrárias ao emprego de balas de borracha, bombas de gás lacrimogêneo e spray de pimenta sobre cidadãos. Há algumas pessoas públicas entre os piratas urbanos retratos por Sérgio. Um deles é o fotógrafo Sebastião Salgado, um

de seus ídolos. O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) e o músico André Abujamra também aceitaram posar com o tapa-olho. Os demais são amigos e familiares. (por Tadeu Breda, da RBA) Piratas Urbanos Quando: De segunda à sexta-feira das 10h às 19h, sábado das 10h às 17h Onde: Sede da ONG Coletivo Digital. Rua Cônego Eugênio Leite, 1117 – Pinheiros Informações: (11) 3083-5134

índios sejam vistos e reconhecidos como parte da sociedade brasileira”. Durante a exposição, serão exibidos os vídeos Guarany Kaiowá: O Conflito da Terra – Parte 1 e Guarany Kaiowá: O Conflito da Terra – Parte 2. “No Brasil existem 233 etnias indígenas que falam 180

línguas diferentes. E os Guarani-Kaiowá são uma etnia que tem cerca de 30 mil pessoas que vivem no Mato Grosso do Sul. E esse povo é o que está em pior situação de todas essas etnias. Por isso, resolvi fazer um trabalho de documentação no estado para ver como vivem essas pessoas e como é a sitaução delas hoje”, afirma a fotógrafa e jornalista em um dos vídeos. Rosa Gauditano desenvolve esse trabalho de documentação indígena desde 1989, quando foi fotografar o Encontro de Altamira, no sul do Pará. “Eu não imaginava que iria encontrar tantos povos indígenas diferentes no mesmo lugar. Para mim, foi uma surpresa muito grande porque não imaginava que existiam tantos povos indígenas no Brasil”, explica. (Da Rede Brasil Atual) Iwapu: Futebol na Aldeia, de Rosa Gauditano Quando: de 14 de junho a 31 de julho. De segunda a sexta, das 10h às 20h, e aos sábados, das 10h às 17h Onde: Ímã Foto Galeria Rua Fradique Coutinho, 1239, Vila Madalena. Informações: (11) 3816-1290 ou (11) 2594-3687


cultura brasildefato.com.br

cultura {agenda cultural}

zona oeste

13 13

Fotos: divulgação

zona leste

LUIZA POSSI O projeto Grandes Encontros recebe a cantora Luiza Possi, que apresenta seu novo álbum “Sobre o Amor e o Tempo”. A iniciativa tem o objetivo de promover música de qualidade gratuitamente para os frequentadores do Shopping Vila Olímpia.

Futebol(s) O projeto “Futebol(s) – O Seu Jogo em 90 minutos” é uma programação cultural e esportiva para mostrar a arte do futebol, por meio de manifestações artísticas como circo, música, exposições, bate-papos e práticas esportivas. Até 31/8; Qua a Dom das 9h às 17h – até R$ 7 – Sesc Itaquera – Avenida Fernando Espírito Santos Alves de Mattos, 1000, Pq. do Carmo

22/6 às 12h30 – Entrada Gratuita – Shopping Vila Olímpia - Rua Olimpíadas, 360, Vila Olímpia

Choro contemporâneo Com o objetivo de registrar e divulgar a expressão atual do estilo, foi criado o “Panorama do choro paulistano contemporâneo”. Um sexteto interpreta músicas compostas especialmente para o projeto. Qua (18) às 21h – Entrada Gratuita – Memorial da América Latina – Avenida Auro Soares de Moura Andrade, 664, Barra Funda

Nelson Pereira dos Santos A mostra “Nelson Pereira dos Santos – O Cinema de um País” exibirá sessões de grandes clássicos do diretor, como “Vidas Secas”, “Rio 40 Graus” e “Missa do Galo”. Até 12/7; Sáb às 11h, Dom às 17h, Ter e Qui às 19:30 – Entrada Gratuita – Sesc Belenzinho – Rua Padre Adelino, 1000, Belenzinho centro

zona norte Pisa na Fulô As aulas de histórias em quadrinhos, ministradas pelo quadrinista Gus Morais e pelo jornalista Caio F. Paes, vão trabalhar a relação entre imagem e texto. Além do desenho, também vão usar fotos, colagens e pinturas. 24 a 29/6 das 14h às 18h – Entrada Gratuita – Centro Cultural da Juventude – Avenida Deputado Emílio Carlos, 3641 - (próximo ao terminal de ônibus Cachoeirinha), Vila Nova Cachoeirinha Curso de Fotografia O curso de fotografia “Olhares sobre a Cachoeirinha 2014”, oferecido pela Fundação Stickel em parceria com o fotógrafo Arnaldo Pappalardo, irá trabalhar técnicas fotográficas. O curso pretende incentivar os participantes a observarem e descobrirem o lugar onde moram. De 4/8 a 8/12 – Fábrica de Cultura Vila Nova Cachoeirinha – Rua Franklin do Amaral, 1575, Vila N. Cachoeirinha zona sul Racionais O 1º Festival Percurso – Periferia e Cultura em Rede Solidária terá dois palcos, com mais de 20 atrações e 12h de duração. A programação traz shows de Racionais MC’s, DJ Hum, Vitor da Trindade, Tati Botelho e outros. Sáb (21) às 10h – Entrada Gratuita – Cohab Adventista – Rua Marmeleira da Índia, S/N , Capão Redondo Como treinar o seu dragão O filme tem como cenário a ilha de Berk, onde os vikings dedicam a vida a combater e matar dragões. Os personagens principais são Soluço (Jay Baruchel), filho do chefe Stoico (Gerard Butler), e um dragão que jamais foi visto, chamado Fúria da Noite. Sáb (21) às 16h – Entrada Gratuita – Biblioteca Roberto Santos – Rua Cisplatina, 505, Ipiranga

Mc Leonardo O poeta Sérgio Vaz, apresentador do programa Encontros Poéticos, recebe o funkeiro e militante sociocultural Mc Leonardo para uma conversa sobre a cultura do funk e as UPPs nas favelas do Rio de Janeiro. Qua (18) às 20h – Entrada Gratuita – Instituto Itaú Cultural – Avenida Paulista, 149, Bela Vista Museu da Língua Portuguesa A exposição “Futebol na Ponta da Língua” promete revelar o segredo entre a língua portuguesa e o futebol. O público é convidado a jogar e a descobrir que a movimentação em campo, o gestual e os tipos de lances são formas muito próprias de comunicação. Até 17/8; Ter a Dom das 10h às 17h – Entrada Gratuita – Museu da Língua Portuguesa - Praça da Luz, s/nº, Luz


esporte

14

brasildefato.com.br

brasileiro nos eua

times europeus

Splitter conquista a NBA

Seleções sofrem com nova onda de lesões

O pivô catarinense Tiago Splitter, 29, se tornou o primeiro brasileiro a ganhar a NBA, com a vitória do San Antonio Spurs sobre o Miami Heat, por 104 a 87. A equipe do brasileiro fechou, no último domingo (15), a série final do torneio com quatro vitórias e uma derrota. Esta foi a quarta temporada de Splitter na liga de basquete profissional dos EUA. Ele chegou aos Spurs em 2010, vindo do Caja Laboral, equipe espanhola em que atuava. No mesmo ano, ele havia sido eleito o jogador mais valioso da Espanha. No Brasil, ele se destacou Tiago Splitter, do San Antonio Spurs no Ipiranga, de Blumenau.

A bruxa está a solta novamente. A seleção italiana pode sofrer com dois desfalques. Além de Buffon e De Sciglio, que não foram escalados pela Azzurra na vitória contra a Inglaterra, Daniele De Rossi e Andrea Barzagli não participaram do treino italiano na manhã desta segunda-feira (16), e viraram dúvidas para a próxima partida da equipe, contra a Costa Rica. De Rossi, atleta da Roma, esteve ausente por conta de um problema no pescoço. Já Barzagli, defensor da Juventus, sofre com uma tendinite. Na atividade na manhã de segunda, os jogadores foram divididos em dois grupos:

um dos que não participaram do jogo do último final de semana, e outro dos que atuaram na vitória de 2 a 1 sobre o English Team, em Manaus. PORTUGAL A goleada sofrida não foi a única má notícia. O lateral-esquerdo, Fábio Coentrão, e o atacante, Hugo Almeida, se machucaram durante a partida e se tornaram dúvidas para o resto da Copa. Os dois farão exames de imagem para saber a gravidade da lesão. Até o momento, o que se sabe é que Coentrão está com um problema na coxa direita e Hugo Almeida na esquerda. O maior receio

é que ambos tenham sofrido um estiramento. Se isso se confirmar, os dois não devem mais jogar no Mundial. A Itália estreou vencendo a Inglaterra por 2 a 1. Seu próximo jogo é contra a Costa Rica, na Arena Pernambuco, em Recife, às 13h da sexta (20). Ela compõe o grupo D, que também conta com o Uruguai. Portugal começou a Copa com o pé esquerdo, perdendo para a Alemanha por 4 a 0. A equipe enfrentará os Estados Unidos no domingo (22), às 19h na Arena da Amazônia, em Manaus. A seleção de Cristiano Ronaldo está no grupo G, no qual também jogam os africanos de Gana. Fotos: divulgação

recuperação

Na segunda rodada, Itália e Portugal podem perder dois jogadores

Piloto alemão se recupera após acidente sofrido em dezembro de 2013

Michael Schumacher sai do coma O ex-piloto alemão de F-1 Michael Schumacher, 45, deixou o estado de coma e saiu do o hospital da cidade de Grenoble, na França, onde estava internado desde 29 de dezembro, quando sofreu um grave acidente de esqui. O anúncio foi feito pela porta-voz da família. O local para onde o heptacampeão mundial será encaminhado para prosseguir com “o longo processo de recuperação” não foi divulgado no comunicado assinado por Sabine Kehm, que também não revelou detalhes sobre o estado de

saúde de Schumacher. De acordo com a agência de notícias Reuters, entretanto, o heptacampeão teria sido transferido para o Hospital Universitário de Lausanne, na Suíça. O acidente, que ocorreu em dezembro do ano passado, na estação Méribel, na França, causou um choque violento contra uma pedra, atingindo sua cabeça. Desde então, Schumacher se encontrava no hospital— ele foi colocado em coma induzido e, a partir de 30 de janeiro, os médicos iniciaram uma fase de redução progressiva dos sedativos.

Barzagli, jogador italiano, pode desfalcar seleção devido a lesão na coxa


esporte

brasildefato.com.br

15 15

disputa

Rivalidade de argentinos é maior com ingleses Apesar de existir, a competitividade no futebol é mais valorizada por brasileiros do que pelos hermanos

alemanha

FALHA

portugal

Müller chega a 8 gols em 7 jogos em Copas do Mundo

Jogos começam Técnico reclama sem hino de arbitragem

Fotos: divulgação

em campo vestindo a questão das Malvinas, do imperialismo inglês”, diz. “Acho que o Brasil compra mais isso, de que no futebol o grande inimigo é a

Argentina, mas eles não nos considerem o primeiro rival.” Já para Julio Pimentel Pinto, professor de História da América Latina no Departamento de História da USP, a rivalidade maior para a Argentina é outra. “Não sei se com a Inglaterra tem uma rivalidade propriamente futebolística. Mas uma rivalidade muito grande e muitas vezes esquecida, no plano econômico, histórico e no futebol é com o Uruguai”, aponta Pimentel. “É uma briga complexa, tem um histórico. Há conflitos que aconteceram no século 19, as disputas comerciais no decorrer do 20. E ainda hoje, eles têm querelas profundas nas imediações do rio da Prata, com o despejo de lixo tóxico ­­no lado uruguaio e vice-versa, por exemplo.” (Da Rede Brasil Atual)

Em época de Copa do Mundo, ressurge o estereótipo do argentino “do mal”, nacionalista ao extremo, desleal e catimbeiro, pior adversário do Brasil. Contudo, essa rivalidade tem fundamento histórico ou é um mito midiático restrito ao folclore do futebol? Segundo historiadores, a encarniçada rivalidade entre brasileiros e argentinos pode não ser apenas um folclore, mas também não é tão grande como propagam alguns locutores e comentaristas esportivos. A rivalidade é, inclusive, maior para nós do que para eles, acredita a historiadora Lívia Magalhães, mestre pelo Centro de Estudios Latinoamericanos da Universidad Nacional de San Martín, Argentina, e doutora em História Social pela Universidade Federal Fluminense. “Na ver-

O grande ídolo argentino Maradona comemora vitória na Copa do Mundo de 1986

dade, o grande rival argentino, pelo menos no futebol, ainda é a Inglaterra, no imaginário social deles.” Segundo ela, “um jogo entre

Thomas Müller foi desfalque na estreia alemã

Eleito o melhor jogador jovem na última edição do Mundial, no qual foi um dos artilheiros, com cinco gols, o atacante alemão Thomas Müller foi destaque na es-

treia da Alemanha. Autor de três gols na aprtida, o jogador do Bayern Munique alcançou a impressionante marca de oito gols em sete partidas em Copas

Brasil e Argentina é um jogo de rivalidade, de brincadeiras entre brasileiros e argentinos, mas contra a Inglaterra é um jogo sério. Eles entram

do Mundo. Somente outros dois jogadores da Alemanha conseguiram o mesmo feito: Helmut Rahn, Gerd Müller. Com a marcar, tornou-se também o 49º jogador a fazer três gols ou mais em Copas. Dos jogadores que estão atuando nessa Copa do Mundo, Müller está na segunda colocação entre os maiores artilheiros com oito gols, ao lado do uruguaio Forlán, com o mesmo número, e atrás apenas do compatriota Klose, autor de 14. Podolski, Sneidjer e Robben vêm a seguir com cinco cada. Na média de gols, porém, Müller é o melhor entre esses maiores artilheiros, com um gol 1,14 gol por jogo. Higuaín tem a média de 0,80, Klose a média de 0,74 e David Villa média de 0,73 por jogo.

Os hinos de França e Honduras não foram tocados antes do jogo entre as duas seleções, em Porto Alegre. No domingo (15), minutos antes do horário marcado, os jogadores se perfilaram, como é comum nas competições da Fifa, esperaram, mas os áudios não foram reproduzidos. Nesta segunda-feira (16), o COL (Comitê Organizador Local), revelou que um cabo de som com defeito no Beira-Rio foi a causa que fez com que jogo ficasse sem a execução dos hinos nacionais. No começo da disputa, vencida por 3 a 0 pela França, o árbitro brasileiro Sandro Meira Ricci, ao perceber o problema, liberou os atletas para se aquecerem e iniciarem a partida. Ainda segundo o COL, o problema no cabo foi resolvido ainda durante o jogo.

Apesar da goleada de 4 a 0 e da hegemonia da Alemanha apresentada em campo, os portugueses deixaram a partida reclamando bastante da arbitragem. De forma específica, criticaram o pênalti marcado e que originou o primeiro gol alemão, bem como expulsão de Pepe. “Para mim, alguns métodos da arbitragem nos penalizaram. A expulsão me pareceu forçada, assim como a jogada do pênalti. Foram dois momentos que condicionaram o resultado nos primeiros 45 minutos” comentou Paulo Bento, treinador português. A entrevista coletiva do técnico português, entretanto, não foi apenas baseada en reclamações da arbitragem. Bento também lembrou que a Alemanha foi superior durante a maior parte do jogo e mereceu ganhar.


esporte

16

brasildefato.com.br

copa 2014 Fotos: Jefferson Bernardes/VIPCOMM

Seleção brasileira fica no 0 x 0 com o México Ataque do time de Felipão precisa melhorar

thiago silva

O zagueiro mostrou porque é o capitão da seleção e segurou o ataque da equipe mexicana durante todo o jogo.

Fred

Mais uma vez, o atacante teve uma atuação apagada, aparecendo pouco, não procurando a bola e sem marcar gols.​

O ritmo truncado e o número de faltas no primeiro período eram um indicativo daquilo que se repetiria na segunda metade. Os primeiros momentos da etapa final foram marcados pela atuação mexicana em que tinha Rafa Márquez se mostrava de forma mais flexível, se movimentando entre zaga e meio-campo. Bernard, Jô e Willian entraram no lugar de Ramires, Oscar e Fred. Com lances perigosos, que exigiram do goleiro mexicano um bom posicionamento, o Brasil parou na zaga adversária, que exibiu forte disciplina tática. Com o resultado, Brasil e México provavelmente se classificarão para a próxima fase. (Por Rafael Tatemoto)

Fred e outros atacantes brasileiros foram incapazes de furar a zaga mexicana

lesão

figurões da copa

melhora

Eto’o pode desfalcar Camarões

Andrea Pirlo (Itália)

Suárez treina junto com o time titular

Apresentando dores no joelho direito, o atacante da seleção de Camarões, Samuel Eto’o confirmou no domingo (15) que não participará do jogo contra a Croácia, nesta quarta-feira (18). O atleta postou mensagens no Twitter afirmando que os médicos vetaram sua participação na próxima partida da Copa do Mundo. “Os médicos confirmam! Provavelmente não poderei jogar contra a Croácia.” A diretora de Marketing de Camarões, Lourence Fotso, disse que o jogador precisará de dez dias de repouso para se recuperar. “Nosso capitão precisa descansar”, escreveu ela. Caso o prazo se confirme e ele não melhore antes disso, Eto’o também ficará fora da partida contra o Brasil, no dia 23, pela última rodada da primeira fase do Mundial.

Divulgação

A seleção brasileira não conseguiu sair do empate sem gols na partida contra o México nesta terça-feira (17). A equipe adversária foi capaz de anular o ataque do Brasil no jogo ocorrido em Fortaleza, e, o que salvou nossa seleção foi a defesa, com Thiago Silva e David Luiz. No primeiro tempo, o time de Felipão manteve a posse de bola. A seleção até conseguiu chegar ao gol em certos momentos, valendo destacar uma cabeceada de Neymar e um chute dentro da área de Paulinho, mas a excepcional atuação do goleiro mexicano não deu chance. Mais uma vez, Fred ficou apagado no jogo. Já os mexicanos se limitaram a tentativas de fora da área.

Este jovem senhor, prestes a completar 35 anos, dispensa maiores apresentações. Revelado pelo Brescia (ITA), clube de sua cidade natal, com passagens pelo Inter de Milão e Reggina, foi no Milan que, ainda como atacante, sua estrela começou a brilhar mais. Recuado para o meio-campo, Pirlo se tornou um genial distribuidor de jogo. Hoje, na

Juventus de Turim, continua colecionando títulos. Na Copa das Confederações, seu futebol encantou as plateias brasileiras. Recentemente, em autobiografia, além de nomear Juninho Pernambucano como sua maior referência na forma de bater na bola em cobrança de faltas, escreveu uma linda descrição desta identidade com o Reizinho.

O técnico do Uruguai, Oscar Tabárez, escalou o craque Luis Suárez entre os titulares da Celeste no treino realizado na manhã de segunda-feira (16), na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG). O atacante do Liverpool foi submetido a uma artroscopia no joelho, no dia 22 de maio, e não atuou na derrota contra a Costa Rica por 3 a 1 no último sábado (14). Menos de um mês após a operação, aparentemente ele está recuperado para o jogo decisivo contra a Inglaterra, na próxima quinta-feira (19), em São Paulo. Tabárez fez outras mudanças na atividade de segunda. Jorge Fucile, por exemplo, ocupou o lugar de Maxi Pereira, expulso na última partida na lateral direita. No meio de campo, Gastón Ramírez substituiu Cristian Stuani.

Brasil de Fato SP - Edição 041  

Jornal Brasil de Fato SP - Edição 41 - 18 a 26 de junho de 2014

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you