Page 1

Reprodução

1 | mundo cidades | pág. 6

entrevista | pág. 5

Movimento na internet prega boicote a preços surreais

Pablo Vergara

“É um absurdo chamar manifestante de terrorista”

Preço surreal? Boicote!

Para advogado João Tancredo, lei de antiterrorismo é prejudicial ao Brasil

Pablo Vergara

Rio de Janeiro, 20 a 26 de fevereiro de 2014 | ano 11 | edição 40 | distribuição gratuita | www.brasildefato.com.br | facebook.com/brasildefato

brasil | pág. 8

‘De Braços Abertos’ no combate ao crack Fabio Arantes/SECOM-SP

cidades | pág. 3

CABRAL DESCUMPRE PROMESSA E QUER AUMENTAR PREÇO DE

METRÔ E TREM esporte | pág. 16

Acabou o jejum Após seis meses sem gols, Fred marca e Fuminense vence por 1 a 0

Tânia Rego/Abr

Nelson Peres/ Fluminense FC

Sérgio Cabral (PMDB) mudou de ideia sobre os preços das passagens. Em manobra, enviou à Alerj projeto que atrela reajuste à ampliação do Bilhete Único. Organizações condenaram “quebra de promessa”. Empresas embolsariam mais R$50 milhões.

Em São Paulo, consumo de crack caiu 70% entre assistidos pelo programa cidades | pág. 4

Pescadores cobram indenização da Petrobras

cidades | pág. 7

UPP pra quem? Moradores de favelas denunciam desaparecimentos e assassinatos cometidos por PMs


02 | opinião

Rio de Janeiro, 20 a 26 de fevereiro de 2014

editorial | Brasil

O exemplo pedagógico do MST Ao coMpleTAr 30 anos de construção, o MST deixa uma herança imensa para a luta do povo brasileiro. No momento em que se percebe a retomada de um período de crescimento da luta da classe trabalhadora, é preciso resgatar o papel exercido pelo MST durante os difíceis anos da ofensiva neoliberal e diminuição das lutas. Nos anos 90, o MST foi a principal ferramenta para manter erguida as bandeiras da luta popular, ao mostrar, com seu exemplo, os resgate do trabalho de base, da capacidade de envolver as famílias na luta, da firmeza ideológica e do apontamento para um projeto direcio-

nado a todo o povo. o MST, que nasceu quando diversos teóricos acadêmicos anunciavam que o crescimento do capitalismo havia superado a luta pela reforma agrária, mostrou, por meio da sua ação, o potencial e a força organizativa da luta pela terra. o VI congresso do movimento, que reuniu mais de 15 mil delegados de todos os estados, na semana passada, mostrou seu vigor dando um verdadeiro salto de qualidade, quando apresentou um novo conceito de reforma Agrária popular. essa proposta se remete à divisão das terras e ao fim do latifúndio, mas combinados à superação do modelo

Nos anos 90, o MST foi a principal ferramenta, para manter erguida as bandeiras da luta popular

_______________________________________

de produção e de relação com a natureza, difundido pelo agronegócio. o modelo do agronegócio, dentro do atual estágio de desenvolvimento do capitalismo, é responsável por direcionar o uso predominante das terras cultiváveis para a produção de bens agrícolas com cotação nas bolsas de valores. A proposta do MST fortalece a necessidade de um projeto popular para o Brasil,

demonstrando que terra, água, florestas, fauna, flora, minérios, sol, enfim, todos os bens da natureza devem estar a serviço do povo e preservados para as gerações futuras. Assim, mostra o princípio da Soberania Alimentar, para cada comunidade e região produzir os alimentos localmente, sem necessidade de exportação, por exemplo. Mais importante é o exemplo pedagógico que o con-

gresso do MST deixa para o conjunto das forças populares. A formulação da proposta de reforma Agrária popular consumiu dois anos de intensos debates envolvendo cada assentado, acampado, integrantes e amigos do movimento. Assim, o congresso não aprovou apenas uma nova resolução, mas compreendeu e traduziu a experiência concreta de milhares de lutadores nestes 30 anos de luta. Dessa forma, as decisões de congressos não se tornaram uma mera resolução burocrática. por isso, o método do MST de debater profundamente em suas bases a sua proposta é uma lição importante para toda a luta social.

editorial | Rio de Janeiro

Fúria conservadora se repete DepoIS DA TrAgéDIA que vitimou o cinegrafista da rede Bandeirantes, Santiago Andrade, setores conservadores decidiram partir para a ofensiva e criminalizar os movimentos sociais. Querem com isso também defender altos interesses econômicos em jogo em função da copa do Mundo de futebol, promovida pela Fifa. Ódios históricos contra os trabalhadores rurais reapareceram com toda a força, em editorias rancorosos contra o MST, como o produzido pelo jornal O Globo. políticos

Redação Rio: redacaorj@brasildefato.com.br

Para anunciar: (21) 4062 7105

que não rezam pela cartilha do grupo foram alvo de linchamento midiático, como aconteceu com o Deputado estadual Marcelo Freixo. o jornal repete o que fez há 50 anos, em apoio ao golpe empresarial militar de 64. Hoje, depois de as organizações globo terem feito uma falsa autocrítica mercadológica, dizendo-se arrependido por apoiar o golpe, os responsáveis do grupo midiático continuam repetindo a grosseira manipulação da informação destinada a fazer a cabeça dos leitores, telespec-

tadores e ouvintes. é visível o procedimento das entidades que agrupam a classe dos patrões conservadores, tentando induzir a opinião pública a apoiar leis autoritárias e se voltar contra manifestações legítimas, que denunciam o panorama caótico da mobilidade urbana, da saúde, da educação e ainda a grosseira manipulação da informação. No congresso, estimulados pela gritaria midiática conservadora e atrás de cinco minutos de fama, parlamentares das mais variadas ten-

O jornal Brasil de Fato circula semanalmente em todo o país e agora com edições regionais em São Paulo, Minas Gerais e no Rio de Janeiro. Queremos contribuir no debate de ideias e na análise dos fatos • Ed do ponto de vista da necessidade de mudanças • Ed sociais em nosso país e em nosso estado.

dências se apressam em tentar aprovar uma lei antiterrorista, numa clara tentativa de evitar a continuidade das

manifestações populares. A melhor resposta a ser dada é a continuidade das manifestações.

Latuff

CONSELHO EDITORIAL RIO DE JANEIRO: Antonio Neiva, Aurélio Fernandes, Joaquín Piñero, Mario Augusto Jakobiskind, Rodrigo Marcelino, Vito Giannotti ADMINISTRAÇÃO: Carla Guindani e Valdinei Siqueira DISTRIBUIÇÃO: Kleybson Andrade DIAGRAMAÇÃO: Stefano Figalo EDITOR-CHEFE: Nilton Viana (MTb 28.466) EDITORA REGIONAL: Vivian Virissimo (MTb 13.344) REPÓRTERES: Gilka Resende, Bruno Porpetta REVISÃO: Núbia Pimentel COLUNA SINDICAL: Claudia Santiago ESTAGIÁRIA: Mariane Matos FOTÓGRAFO: Pablo Vergara ILUSTRADOR: Latuff


Rio de Janeiro, 20 a 26 de fevereiro de 2014

cidades | 3

Governo estadual quer aumentar tarifas de trens e metrô TRANSPORTE Movimentos apontam “descumprimento de promessa” e criticam mais privilégios para empresários do setor GilkaResende do rio de Janeiro (rJ) A Assembleia legislativa do rio (Alerj) votaria nesta quarta-feira (19), em discussão única, a implementação da tarifa social para trens e metrô, assim como já acontece nas barcas. A ampliação do benefício do Bilhete Único estaria atrelada ao aumento das passagens. Trata-se do esboço de um projeto de autoria do próprio governo de Sérgio cabral (pMDB). o texto, porém, recebeu 81 emendas e saiu de pauta. Ainda não há data para que volte a ser debatido, mas já levanta polêmicas. organizações da sociedade civil que lutam contra o reajuste e por melhorias do transporte público criticaram o governo por quebrar a pro-

messa de congelar os valores das passagens. “Assim o governo perde credibilidade.

No fim, o estado vai custear essa diferença e quem acaba pagando de novo é a popu-

Barcas

Trem

Parlamentares questionam qualidade dos serviços BARCAS Aumento para R$ 4,80 deve ocorrer no próximo mês do rio de Janeiro (rJ) o debate sobre um possível aumento das passagens do metrô e dos trens chegou bem na semana em que as mudanças no trânsito do centro sobrecarregaram ainda mais o transporte público. No plenário, o deputado estadual Marcelo Freixo (psol) classificou o projeto levado pelo governo à Alerj como vergonhoso. Disse que é “impossível pensar em votá-lo sem uma auditoria externa”. o parlamentar também falou sobre os empréstimos

do poder público. "o metrô é um buraco sem fundo, mas com muitos fundos públicos. este novo empréstimo do governo cabral, de r$ 3,5 bilhões cedidos pelo BNDeS, se soma a outros contabilizados em r$ 10 bilhões só para a linha 4. o mais impressionante é que o orçamento inicial dessa linha era de r$ 5 bilhões”, declarou. enquanto isso, o reajuste das passagens das barcas está confirmado. Na segunda-feira (17), a Agência reguladora de Transportes do rio (Agetransp) autorizou o aumento de r$4,50 para

r$ 4,80. o deputado gilberto palmares (pT), quem presidiu a cpI das Barcas concluída em 2009, questionou a gestão do serviço, classificado por ele como “explosivo”. “As pessoas não estão pensando numa coisa: com a chegada do metro linha 3, que vai terminar também na praça XV, o fluxo de passageiros de transporte aquaviário tende a aumentar. o problema tende a crescer se você não faz outras linhas de barcas, previstas desde 1998 [ano da privatização], como a de rio- São gonçalo”, reforça gilberto. (GR)

lação”, reclama Marcel gavazza, 24 anos, do Fórum de lutas contra o Aumento da passagem. para o militante, a proposta não responde às reivindicações das manifestações, que tiveram como eixo central os custos e precariedades da mobilidade urbana. José Abrahão, de 26 anos, concorda e completa dizendo que o texto do governo não reflete um real congelamento. “A notícia chega em um momento de crimi-

nalização dos protestos, quando o secretário [José Mariano] Beltrame apresenta uma proposta de lei para tipificar (tornar certa conduta um crime) ações de desordem. Isso serve para intimidar a população a ir às ruas”, avalia o integrante do Movimento passe livre (Mpl-rio). Segundo ele, a situação se relaciona “ à lamentável tragédia que levou à morte o repórter Santiago Andrade”, fato que “acabou respingando em vários movimentos”. Fotos: Pablo Vergara

Metrô Ônibus

Empresas poderão receber mais R$50 milhões SUBSÍDIOS Valores sairiam de Fundo de Combate à Pobreza do rio de Janeiro (rJ) Questionada, a Secretaria da casa civil respondeu que “não houve qualquer mudança na proposta” de congelamento de tarifas. No entanto, a nota publicada no dia 31 de janeiro anunciou a decisão sem esclarecer que ela dizia respeito apenas às tarifas sociais. o órgão informou que, para a ampliação do subsídio, incluindo metrô, trens e barcas, o governo desembolsaria mais r$50 milhões em 2014.

os recursos sairiam do Tesouro estadual, em especial, do Fundo de combate à pobreza. À época, o governo também declarou que, em decorrência do não reajuste, um estudo seria realizado para definir como compensar as concessionárias. Sobre isso, a casa civil, que responde institucionalmente pelo governo, apenas declarou que isso “está a cargo da Secretaria da Fazenda”. contatado, o órgão não respondeu sobre os resultados até o fechamento desta edição. (GR)


4 | cidades

Rio de Janeiro, 20 a 26 de fevereiro de 2014

Pescadores cobram indenização da Petrobras por vazamento na Baía de Guanabara MEIO AMBIENTE Acidente provocou o derramamento de 1,8 milhão de litros de óleo, em 2000 IsabelaVieira

do rio de Janeiro (rJ) Um grupo de pescadores protestou nesta terça-feira (18), em frente à sede da petrobras, contra os danos ambientais causados pela estatal na Baía de guanabara. com redes de pesca, vestidos de preto, o grupo cobrou o pagamento de indenização estipulada em r$ 1 bilhão pelo acidente que provocou o derramamento de 1,8 milhão de litros de óleo na baía, em 2000. Segundo o Fórum de pescadores e Amigos do Mar, o acidente causou uma série de impactos socioambientais e provocou a redução de 90% da pesca na região. pelo dano, ocasionado por um problema em oleoduto da petrobras, a Justiça condenou

a empresa a pagar r$ 1 bilhão em indenizações. “Até hoje, a empresa não cumpriu a decisão. os pescadores estão idosos, doentes, empobrecidos, venderam embarcações para pagar dívidas. Muitos morreram, suas viúvas estão abandonadas e os que sobraram não têm sustento”, disse o ambientalista Sérgio ricardo, que integra o fórum. “Há um drama humano, queremos o diálogo”, completou. procurada pela reportagem, a petrobras não se pronunciou sobre o caso. Da colônia de pescadores Z-10, de Niterói, Jane dos Santos, de 71 anos, participou do ato e relembrou os efeitos do vazamento. “[A baía] tinha garça rosa, garça cinza, tinha mexilhão, peixe-carapicu, maria-preta e cocoroca. A poluição acabou com tudo”, disse. ela pescava 0,5 tone-

lada por dia antes do acidente. Depois, a média caiu para 200 quilos. “Tirava 40 panos de rede por dia, pescava muito, conheço todas as colônias do rio. parei de pescar pela idade, aposentei com um salário mínimo. Não dava mais”, completou. Durante o protesto, os pescadores alertaram para existência de óleo remanescente nos manguezais e no fundo da baía, o que tem afetado a reprodução dos peixes até os dias de hoje e provocado o desaparecimento de espécies. “Todos os berçários de peixe foram consumidos pelo óleo da petrobras”, disse o pescador paulo Sérgio, de Niterói. “o óleo afundou, mas fica lá, matando. Você joga uma linha e pode ver, ela volta suja de óleo. então, todos os peixes que tinha, que se alimentavam do limo das pe-

Impacto socioambiental provocou a redução de 90% da pesca

dras, e também o camarão, o boto, não existem mais”, explicou paulo Sérgio, que é da colônia Tubiacanga. para sobreviver, ele conta que alguns pescadores alugam barcos para o turismo. para o Fórum de pescadores, a expansão da indústria petroleira tem ocorrido sem “critérios técnicos e sem ouvir as comunidades im-

pactadas” e ameaça a fauna e o meio de trabalho e vida dos pescadores. eles cobram o zoneamento ecológicoeconômico e demarcação de territórios pesqueiros pelo governo do estado. A Secretaria estadual do Ambiente também não respondeu sobre os procedimentos solicitados pelos pescadores. (Agência Brasil)

Trabalhadores do Comperj rejeitam proposta de empregadores e mantêm greve PARALISAÇÃO Cerca de 20 mil trabalhadores participaram de assembleia da categoria do rio de Janeiro (rJ) os trabalhadores da obra do complexo petroquímico do rio de Janeiro (comperj), em Itaboraí, região metropolitana do rio, re-

cusaram nesta terça-feira (18), em assembléia, a proposta de reajuste salarial de 7% apresentada pelos empregadores. A assembleia decidiu pela manutenção da greve, que começou há duas semanas para os 40

mil operários que trabalham no complexo. o assessor da presidência do Sindicato dos Trabalhadores da construção civil de São gonçalo e região (Sinticom), Marcos Aurélio Hartung, disse que cerca de

20 mil trabalhadores participaram da assembleia e indicaram que não aceitarão menos de 10% como índice de reajuste salarial. Grevistas baleados

No segundo dia de greve,

Receba o Brasil de Fato RJ por e-mail. Inscreva-se no link: www.e.eita.org.br/assinebrasildefatorj

no início do mês, dois homens que participavam da paralisação foram baleados por uma dupla, em uma moto não identificada, que disparou contra a multidão. As vítimas foram levadas para um hospital e uma delas passou por cirurgia. Ninguém morreu. o comperj vai ser o maior polo petroquímico do Brasil, com capacidade de processamento de cerca de 300 mil barris de petróleo bruto por dia, bem como de fornecimento de produtos hoje importados, como fertilizantes para agroindústria. (Agência Brasil)


Rio de Janeiro, 20 a 26 de fevereiro de 2014

entrevista | 5

“É um absurdo manifestante ser chamado de terrorista” LEGISLAÇÃO Para advogado JOÃO TANCREDO, não tem que criar mais leis, basta aplicar as existentes Pablo Vergara

CátiaGuimarães do rio de Janeiro (rJ)

por trás da proposta de lei antiterrorismo, que tramita no congresso Nacional, estão os interesses econômicos ligados à copa do Mundo. essa é a opinião do advogado João Tancredo, presidente do Instituto de Defesa dos Direitos Humanos (DDH). o DDH tem atuado na defesa dos presos políticos das manifestações no rio de janeiro. em sua avaliação, a legislação brasileira atual dá conta de todos os crimes eventualmente cometidos nas manifestações. Oargumentoquetemsido usado para a necessidade de criação de uma lei que tipifique(tornecertaconduta um crime) o terrorismo é o de que os “vândalos”sãopresos,masnão seconseguemantê-lospresosporquenãoexisteuma leiparaenquadrá-los.Isso éverdade? Não é verdade. o Brasil é um dos poucos países que têm lei para tudo. então, basta usá-las. A questão é que eles querem uma legislação mais dura por conta da copa do Mundo. existem grupos econômicos poderosos que querem afastar as pessoas das ruas, de qualquer manifestação. Manifestante ser chamado de terrorista é um absurdo grande. Manifestante é manifestante. Agora, tem gente que é delinquente e aí o crime está lá previsto. Se cometeu algum crime previsto no código penal, tem que ser preso. A legislação tem previsão para tudo. Não tem

que criar mais nada, basta aplicar o existente. Masosparlamentaresque defendemanovaleigarantem que ela não inibirá o direito de manifestação... Na lei contra terrorismo, eles vão de certa maneira tentar criminalizar todo e qualquer movimento que seja contrário ao que está acontecendo: que reclame das despesas para a copa, peça mais saúde ou mais educação. o objetivo é criminalizar toda e qualquer pessoa. esse é o nosso grande receio. o pro-

existem grupos econômicos poderosos que querem afastar as pessoas das ruas, de qualquer manifestação

______________

jeto de lei que o [José Mariano] Beltrame apresenta, por exemplo, é quase uma repetição da época da ditadura civil-militar. Basta ter um pouco mais de decência para se assumir que se está reeditando uma legislação muito atrasada. Hoje você enquadra: se alguém anda com morteiro ou alguma coisa que pode causar dano a outra é risco de dano, está na lei. O grande número de pessoasqueforampresasnas manifestações foram, em suamaioria,soltas.Porquê? Tem uma prática da polícia - e quando estou falando da

polícia, estou falando do estado, do secretário de segurança, não estou falando do pM, que está ali na frente cumprindo ordem – de fazer prisões ilegais. Boa parte das prisões foram inteiramente ilegais. Não vamos esquecer: o Santiago morreu, mas a polícia colocou muita bomba em mochila de manifestante; a polícia deu tiro com gente ferida, não podemos esquecer os jornalistas que foram feridos pela polícia em manifestação. parece que nós passamos uma borracha nisso e agora só se fala do Santiago para frente. esse é o grande equívoco. As pessoas foram soltas porque as prisões eram irregulares. A polícia tem essa prática, de fazer prisão irregular e depois querer legitimar com alguma confissão dessa pessoa. como não consegue, tem que soltar. Aí vem aquela máxima que a polícia gosta de repetir: a polícia prende e a justiça solta. Solta porque é ilegal, se não a polícia manteria. As atitudes violentas que ocorreram nas manifestações não se configuram comoterrorismo? Não. o dano ao patrimônio público está previsto na lei. e responde sob duas hipóteses, sob o ponto de vista criminal e civil porque tem que reembolsar e pagar por aqueles danos. Isso não se configura objetivamente como terrorismo. Oprojetodeleifaladeterrorismocontracoisas,como escolas, centrais elétricas, hospitaiseestádiosesportivos, considerados serviços essenciais.Issofazsentido? Não tem o menor sentido. o

“A legislação tem previsão para tudo”, esclarece advogado

Na lei contra terrorismo, eles vão de certa maneira tentar criminalizar todo e qualquer movimento

______________

ato de terrorismo é aquele que coloca em risco a vida das pessoas. o maior bem que nós temos a proteger é a vida, a integridade física. contra coisa é dano ao patrimônio público ou privado. Se você praticou dano ao patrimônio, pode responder legalmente, como eu já disse. Agora, quem jogou bomba dentro do Hospital Salgado Filho aqui no rio de Janeiro foi a polícia, se teve que tirar gente doente

de lá, inclusive. Se alguém está praticando atos de terrorismo é o agente do estado. O que o Brasil ganha com umalegislaçãosobreterrorismo? A copa acaba, o país fica. e eu acho que a gente não deveria guardar esse legado. ele é muito ruim para a sociedade brasileira. Acho que essa copa não vai deixar nenhum benefício para a sociedade brasileira, quem vai ganhar dinheiro com isso são as grandes empresas. e a gente sabe que quem tem esses interesses não reverte em nenhum proveito para a sociedade brasileira. eu acho que, com a força que nos resta, temos que lutar para que não recebamos isso como uma herança maldita para o país. (EPSJV/Fiocruz)


6 | cidades

Rio de Janeiro, 20 a 26 de fevereiro de 2014

Movimento na internet prega boicote a preços surreais PROTESTOS Internautas denunciam cobranças capazes de derreter orçamentos GilkaResende do rio de Janeiro (rJ) A página no facebook “rio $urreal – Não pague” completou um mês nesta segunda-feira (17). A iniciativa conta com 190 mil curtidores e, segundo seus moderadores, já bateu a marca de mais de um milhão de menções em apenas um dia. como forma de não colaborar com a especulação e pressionar para baixar os valores abusivos, a iniciativa pede pelo boicote dos consumidores. Tudo começou de um papo da jornalista patrícia Kalil com o designer Toinho castro sobre o custo de vida na cidade. “ele comentou que tudo estava tão absurdo que a moeda não deveria se chamar real, mas sim

surreal. Na mesma hora pensei na imagem de [Salvador] Dalí. Fiz uma nota e passei para o Toinho, que adorou. publiquei e umas cinco horas depois a página foi criada por outra pessoa. e fez muito barulho!”, destaca patrícia. o surrealismo foi um movimento artístico e literário dos anos de 1920, marcado pela irracionalidade, que teve Salvador Dalí como uma figura de grande destaque. estampadas nas cédulas, a conhecida expressão do pintor espanhol citado por patrícia, com olhos arregalados e bigodes arrepiados, ilustra a reação da população diante dos custos assustadores. Foi a realidade da cidade que fez o movimento bombar na internet e ganhar repercussão na mídia. “essa

alta dos preços tem a ver com que acontece no rio. os megaeventos [esportivos] que estão por vir, a falta de cuidado com o carioca, o preço dos alugueis”, lembra patrícia, de 35 anos. A maioria das postagens aponta preços altos na zona sul, mas também há denúncias de outras regiões. “Todo mundo ralando de trabalhar e o dinheiro não

rende. então, propomos o boicote aos preços que não fazem o menor sentido. em Ipanema, Botafogo, se bobear até na Taquara os preços estão surreais”, expõe a moradora de copacabana. Também surgem na página dicas de internautas sobre locais mais em conta. o movimento também promove campanhas para driblar os restaurantes a quilo

“de ouro”, incentivando a prática de levar marmitas para o trabalho e a universidade. ou o “isoporzinho”, em que jovens se reúnem e levam a própria bebida para espaços públicos como praças. outra campanha é o “Farofa- Fá”, destacando que levar lanches para cartões postais “não é pagar mico”. Maria de lurdes Farias, de 56 anos, lembra que esse é um hábito antigo em bairros do subúrbio. “Faço isso desde nova. Um dia antes a gente já começa a fazer gelo para as bebidas”, conta a moradora de campo grande. “Nunca achei que fosse mico. é melhor do que ficar sem comer e beber nada. ou, para quem tem, acabar gastando um dinheirão”, reforçou ela, que gostou de saber que a prática virou moda na internet.

Procon Carioca fiscaliza comércio nas praias cariocas AMBULANTES Rio $urreal pede que a iniciativa da prefeitura não “arrebente do lado mais fraco” do rio de Janeiro (rJ) Desde a última quarta-feira (12), as secretarias municipais de Defesa do consumidor e ordem pública fazem operação de fiscalização intitulada “consumidor, essa é sua praia!”. “é verão e a cidade está cheia de turistas, mas também de cariocas. por isso, em um primeiro momento, a ação está sendo feita em quiosques, com barraqueiros e entre ambulantes da orla”, explica Fábio Fer-

reira, subsecretário de Defesa do consumidor. Segundo ele, estão sendo distribuídos panfletos educativos com orientações contra a elevação de preços sem justa causa ou a variação sobre o mesmo produto, independente se o consumidor é local ou um turista. “primeiro serão feitas notificações. caso aquele fornecedor continue praticando preços abusivos, poderá ser multado”, garante Fábio. o controle acontece em 23 pontos da orla, entre o

Flamengo e recreio. em nota, o “rio $urreal – Não pague” viu como positiva a ação, considerando como um reflexo da pressão nas redes sociais. Alugueis de barracas e cadeiras de praia foram uma das campeãs de reclamações desde a criação da página. De acordo com informações dos colaboradores, o valor oscila de r$ 8 a r$ 20. porém, o movimento rei-

Fiscalização é positiva, mas ambulantes não podem ser "bodes expiatórios"

vindica que haja uma reflexão sobre o contexto da fiscalização, não podendo os ambulantes serem “bodes expiatórios”. ressaltam ainda que os trabalhadores são “os

elos mais fracos e frágeis de um grande sistema”, pedindo “ uma discussão ampla sobre impostos em cima do comércio de bebidas e alimentos”. (GR)


Rio de Janeiro, 20 a 26 de fevereiro de 2014

cidades | 7

Favelas sofrem com descaso da UPP SEGURANÇA Moradores denunciam desaparecimentos e mortes praticados por policiais MariaLuizaSouza do rio de Janeiro (rJ) “Mandaram meu filho ajoelhar e o assassinaram. Que polícia é essa? por isso que sumiram com o Amarildo e não acontece nada”, foi uma das frases mais comoventes estampadas em alguns dos jornais cariocas na semana passada. ela foi dita por José carlos lopes, pai de José carlos lopes Junior, jovem de 19 anos que foi assassinado pela polícia militar no dia 12 de fevereiro no Morro do São João, engenho Novo. em todo o rio, existem 36 Unidades de polícia pacificadora (Upp). Uma delas fica no Morro do São João. eduardo carvalho, de 21 anos, morador do Morro do Alemão, na zona norte, fa-

vela que também tem sofrido com as constantes trocas de tiros e até com mortes nos últimos meses, afirma que “foi trocado um grupo armado fora da lei por um grupo armado do estado”. A rocinha, na zona sul, é outra que vem passando pelos mesmos problemas. para Henrique Souza, de 25 anos, comunicador comunitário e morador do Morro, “é possível ouvir rajadas de fuzil, metralhadoras sem hora e nem lugar para acontecer. Andar na rocinha de noite é um desafio e requer atenção”, explica. ele ressaltou que foi nesta mesma favela, na rocinha, que sumiu um ajudante de pedreiro, o Amarildo. caso que percorreu o mundo. lá, assim como mais de 20 favelas que estão hoje ocupadas pela (Upp), outros

Sem UPP, Maré também convive com repressão policial Desde o ano passado, invasões da PM e Bope são comuns no Conjunto de Favelas da Maré

do rio de Janeiro (rJ) constantes invasões, tiros e mortes também têm acontecido em favelas que ainda não tem a Unidade de polícia pacificadora (Upp). o conjunto de Favelas da Maré, por exemplo, desde o ano passado sofre com invasões da polícia militar e do Bope. Nestas invasões, inúmeros moradores já ficaram feridos, outros foram até assassinados, mas a maioria destes casos nem

ao menos são divulgados nos grandes jornais. para a moradora da Maré, caroline oliveira, de 19 anos, quem sofre com isso são os moradores. “Nós temos problemas para entrar e sair da favela. Há poucas semanas três pessoas morreram. e morrem o tempo todo, a gente não quer violência em nossa rotina”, afirma. eduardo Souza, de 31 anos, também morador da Maré, diz também que as invasões não têm hora para acontecer. “podem ser de

moradores têm desaparecido. Segundo matéria do site Uol, publicada em agosto de 2013, entre 2007 e 2012 foram registrados 553 casos de desaparecimentos em comunidades. relatório do Instituto de Segurança pública (ISp) indicam aumento progressivo anual até 2010, quando o indicador atingiu o seu ápice: 119 ocorrências. Ainda de acordo com Henrique, a situação da fa-

vela tem piorado, pois a imagem da Upp na rocinha está desgastada. “Não é preciso passar muito tempo junto à família de Amarildo para entender que a Upp da rocinha se envolveu em um problema bem grande. Há muitos relatos de agressões cometidas por policiais durante revistas em becos. A maioria dos jovens são acusados de ter envolvimento com o tráfico pelo modo

de se vestir ou pelo comportamento”, fala. para ele, pelo ponto de vista do morador, as coisas pioraram. Além das mortes, dos desaparecimentos e das trocas de tiros, “o número de roubos dentro da comunidade aumentou. estupros, desordem pública e os constantes tiroteios colocaram em cheque o processo de pacificação”, concluiu Henrique. Tânia Rego/Abr

Situação é tensa na Rocinha desde que pedreiro Amarildo desapareceu, após abordagem de policiais militares Tânia Rego/Abr

manhã bem cedo, clareando o dia mesmo, quando as pessoas estão saindo para o trabalho levando seus filhos à creche ou ao colégio, como podem acontecer à tarde ou noite”, disse. (MLS)

Policiais envolvidos em crime em Rocha Miranda Três policiais militares do 9º BpM (rocha Miranda) que perseguiram e mataram os mototaxistas gleberson Nascimento Alves, de 28 anos, e Alan de Souza pereira, de 20, serão indiciados por homicídio doloso e fraude processual. o crime aconteceu em rocha Miranda, no último dia 10. “A versão dos sobreviventes e das testemunhas é igual: não houve tiroteio. Só os pMs atiraram. Após o crime, os policiais tentaram encobrir o que fizeram e colocaram uma pistola na mão direita do gleberson, que é canhoto”, contou o delegado Marcus Neves.


8 | brasil

Rio de Janeiro, 20 a 26 de fevereiro de 2014

Consumo de crack é reduzido em 70% com programa “De Braços Abertos”

SINDICAL

DROGAS Prefeitura de SP oferece moradia e trabalho para dependentes de crack

os trabalhadores da educação das escolas públicas do estado e do município fazem paralisação de 24 horas na próxima segundafeira (24). pela manhã, às 11h, será realizado um ato na porta da prefeitura. Na parte da tarde saem em passeata da candelária até a cinelândia. Às 15h, os professores farão uma aula pública para explicar à população os motivos da paralisação. A valorização do trabalho do professor será um dos temas da aula.

̧ ã o Joã o LuizS/ECOM

GiseleBrito

de São paulo (Sp) Ao anunciar o balanço do primeiro mês do programa De Braços Abertos, que oferece moradia, trabalho e atendimento de saúde para dependentes de crack da região da luz, o prefeito de São paulo, Fernando Haddad (pT), comemorou a redução de até 70% do consumo pelos participantes, verificada pelas equipes de saúde da prefeitura. Desde o dia 14 de janeiro foram cadastradas 386 pessoas na iniciativa, que consumiam de 10 a 15 pedras. Ao todo, foram feitas 3 mil abordagens, 355 atendimentos médicos e 149 pessoas iniciaram tratamento de desintoxicação. o prefeito disse que não irá mais

22h, a partir da semana que vem. A medida é considerada fundamental para que o programa possa avançar mais, afirmou o prefeito. Desde o início, o “fluxo”, como é conhecida a aglomeração de usuários Já foram cadastradas 386 pessoas na iniciativa e traficantes, referir-se à região como cra- teve uma redução significacolândia, forma pejorativa pela tiva, especialmente durante qual é conhecida. “é um ob- o dia, quando a concentração jeto difícil, complexo de re- não passa de 70 pessoas, consolver. Se nós avançamos 70%, tra mil antes do programa. acho que tem espaço para A prefeitura também preavançar mais”, afirmou. tende afastar os participantes As equipes do poder pú- do programa da chamada blico que atualmente permanecem apenas até as 17h passarão a ficar nas ruas até as

Suspensa comercialização de 111 planos de saúde de 47 operadoras SAÚDE Medida começa a valer a partir de sexta-feira (21) SarahFernandes de São paulo (Sp) o Ministério da Saúde e a Agência Nacional de Saúde (ANS) anunciaram nesta terça-feira (18) a suspensão da comercialização de 111 planos de saúde de 47 operadoras do país, por não respeitarem os prazos máximos para realização de consultas e procedimentos, negarem atendimento ou por não cumprirem os períodos de carência e as políticas de reembolso. A suspensão começa a va-

ler a partir de sexta-feira (21). Do total, 28 planos e 31 operadoras permanecem com a comercialização proibida desde o ciclo anterior, por não terem obtido melhoria significativa nos serviços prestados. os planos reúnem pelo menos 1,8 milhão de consumidores. entre as operadoras suspensas estão a AgI Seguros, Allianz Saúde, Amico, Transmontano e 12 operadoras Unimed, entre elas a paulistana, do ABc, de São José dos campos e de Sergipe. (Rede Brasil Atual)

cracolândia. A ideia é expandir o perímetro da varrição de ruas, única atividade laboral desenvolvida até agora (com exceção de sete participantes, que trabalham como copeiros em secretarias municipais) e empregá-los em outras atividades. em até 20 dias, 40 vagas para trabalho de jardinagem devem estar disponíveis. A prefeitura acredita que 89% dos participantes conseguem manter frequência regular nas frentes de trabalho, cujo dia tem rendido remuneração de r$ 15, mas a adesão aos cursos de qualificação permanece baixa. (Rede Brasil Atual)

Saúde é tema na Alerj

TST proíbe desconto de salário de funcionários dos Correios em greve GREVE Ministro determina que 40% dos funcionários trabalhem durante paralisação de Brasília (DF) o ministro Márcio eurico Vitral Amaro, do Tribunal Superior do Trabalho (TST), proibiu os correios de descontar salários dos empregados que estão em greve. No entanto, o magistrado determinou que 40% dos funcionários continuem trabalhando. A decisão foi tomada na sexta-feira (14) e publicada nesta terça-feira (18). o pedido para evitar os descontos foi feito pela Federação Nacional dos Trabalhadores em empresas de correios e Telégrafos e Similares (Fentect). A entidade argumentou que a empresa cortou o pa-

Educação vai parar dia 24

gamento do tíquete-alimentação dos funcionários que entraram em greve. Na mesma decisão, o ministro determinou que a Fentect informe se está cumprindo uma decisão anterior dele que determinava a manutenção do percentual mínimo em serviço. os funcionários dos correios iniciaram uma paralisação parcial no dia 29 de janeiro alegando que a administradora do plano de saúde oferecido pela empresa, a postal Saúde, estava cobrando por serviços médicos. os correios informam que o plano de saúde, correiosSaúde, não será privatizado e não cobrará nenhuma mensalidade de seus beneficiários. (Agência Brasil)

A greve da rede hospitalar federal do rio de Janeiro continua. os trabalhadores fazem manifestação na quinta-feira (20), a partir das 10 horas, no Hospital Federal dos Servidores do estado (HFSe). Um dos motivos do movimento é a manutenção das 30 horas de trabalho. Na quarta (19), os servidores da rede estadual de saúde fizeram protesto contra a privatização do Hospital getúlio Vargas, na penha. No dia 26 de fevereiro o assunto vai ser debatido em audiência pública na Assembleia legislativa do rio (Alerj), às 10 horas, na sala 311.


Rio de Janeiro, 20 a 26 de fevereiro de 2014

mundo | 9

Gravações comprovam rede mafiosa no alto escalão do Exército colombiano CORRUPÇÃO Generais, coronéis e tenentes-coronéis estariam envolvidos com o assassinato em massa de oposicionistas Reproduçã o

LeonardoWexellSevero

de São paulo (Sp) centenas de horas de gravação investigadas pela revista Semana, da colômbia, comprovaram a existência de uma ampla rede de corrupção no exército do país, composta por vários generais e inúmeros coronéis e tenentes-coronéis envolvidos com o assassinato em massa de oposicionistas. pondo em xeque o destino dos 27 bilhões de pesos (aproximadamente US$ 13,35 bilhões), cerca de 3,7% do pIB do país, as gravações jaziam adormecidas na comissão de Acusações do congresso. Ao virem à tona, destamparam uma quantidade mo-

e Tolemaida. Segundo as gravações, mandos militares usavam informações privilegiadas para conhecer de antemão os vencedores das “licitações” de várias unidades do exército e garantir a liberação de milionários contratos, “indicados a dedo”, nos quais as propinas chegavam a 50%. entre os altos oficiais beneficiados pelas negociatas estão Até 2012, foram registrados quase três mil assassinatos de inocentes condenados e indinumental de subornos feitos oficialmente, os eUA con- ciados pelo assassinato dos entre 2012 e 2013 pela alta tam hoje no país com 1.400 chamados “falsos positivos” cúpula militar mais estrei- homens em sete bases: pa- - jovens entre 16 e 33 anos, tamente vinculada ao go- lanquero, Malambo, Apiay, executados pelas tropas que verno dos estados Unidos. cartagena, Málaga, larandia os vestiam de guerrilheiros

para receberem promoções, dinheiro e férias estendidas, conforme a política de execução sumária de “esquerdistas” defendida pelo “plano colômbia”. Até 2012, foram registrados quase três mil assassinatos de inocentes. em breve comunicado, o presidente da colômbia, Juan Manuel Santos, qualificou as gravações como “muito graves”. “estou indignado com o dano que isso causa às Forças Armadas e ao país”, declarou, solicitando ao procurador-geral e à controladoria que acelerem a investigação, preferindo que seja conduzida pela justiça penal militar. Santos também pediu ao seu ministro da Defesa, Juan carlos pinzón, “decisões contundentes e exemplares”.

Protestos na Venezuela: web é usada para difundir imagens falsas MANIPULAÇÃO Fotos de outros países foram usadas "como prova" de que a polícia venezuelana reprimia violentamente Reprodução

MarinaTerra de caracas (Venezuela) em abril de 2002, a atuação dos principais veículos de comunicação privados na Venezuela foi decisiva para a derrubada – apesar de breve – de Hugo chávez. conforme depois o documentário A revolução não será televisionada demonstrou, a manipulação de imagens e informação armou o cenário e legitimou o golpe de estado contra o presidente venezuelano, dentro e fora do país.

Agora, em 2014, as recentes manifestações contra Nicolás Maduro, eleito após a morte de chávez, ano passado, também teriam sido manipuladas somente por televisões e jornais, de acordo com denúncias do atual governo, mas igualmente na web – espaço que há 12 anos não tinha o mesmo potencial informativo e político. Na Venezuela, as redes sociais, com destaque para o Twitter, são amplamente usadas por ambos os lados, tanto que o próprio presidente e políticos da oposição o usam para fazer anúncios

e se comunicar com seus seguidores. Desde quarta-feira (12), quando uma marcha opositora culminou em violência no centro de caracas, diversas montagens e imagens falsas contra Maduro e o governo foram disseminadas, inclusive por jornalistas de redes como a cNN. A partir da internet, saber o que de fato acontecia nas ruas da capital e de outras cidades do país foi impossível. No entanto, logo, a origem real de algumas imagens que eram compartilhadas, mostrando repressão policial e demonstrações

Foto de site arabe é utiizada indevidamente

multitudinais de apoio à oposição, foram reveladas. Fotos de protestos no chile, egito, Tailândia e até Brasil foram usadas "como prova" de que a polícia venezuelana

reprimia violentamente, enquanto imagens de atos próindependência da catalunha foram apresentadas como marchas oposicionistas em caracas. (opera Mundi)


10 | cultura

Rio de Janeiro, 20 a 26 de fevereiro de 2014

Beatles viram bambas no carnaval CLÁSSICOS Sucessos dos 'Garotos de Liverpool' ganham versões brasileiras com o Sargento Pimenta GabrielAraujo do rio de Janeiro (rJ) A banda de rock de maior sucesso de todos os tempos também encanta os foliões do carnaval de rua do rio. No último ano, mais de 50 mil pessoas participaram da festa que o bloco do Sargento pimenta promoveu no Aterro do Flamengo. o bloco surgiu da ideia de amigos que sempre pularam o carnaval e que também compartilhavam uma admiração pelos Beatles. o primeiro desfile foi em 2011, ainda no bairro de Botafogo. A expectativa dos músicos do Sargento pimenta é de

uma folia "espetacular". o desfile será na segunda-feira de carnaval, a partir das 15h. "A preparação começa, literalmente, assim que o último carnaval termina. Após um mês de descanso, nossa bateria volta a ensaiar. enfim, hoje em dia, o carnaval é vivido ao longo de todo o ano", afirma leonardo Stul, um dos diretores do bloco. os ritmistas são integrantes fixos da bateria e alunos da oficina de percussão que acontece a partir do meio do ano, na Fundição progresso, na lapa. A mistura entre ritmos carnavalescos e as canções que embalam gerações há mais de 50 anos considera o "potencial de carnavaliza-

ção das músicas". "A escolha leva em conta a harmonização entre a canção original, os ritmos brasileiros que tocamos, as músicas dos Beatles de maior sucesso e a fase de vida que os Fab4 viveram", finaliza. AGendA SARGenTOPIMenTA 15/02cultural Bar/Juiz de Fora-Mg 28/02cine Joia/Sp 01/03Desfile de carnaval em BH 03/03Desfile de carnaval no rio de Janeiro Sargento Pimenta se apresenta na segunda-feira de carnaval no Aterro

AGENDA 0800

IMPéRIOSeRRAnO

enSAIOSTéCnICOS

A premiada bateria do Império Serrano convida a todos para sambar com a Arena Jovelina. Abrindo o carnaval do subúrbio, a bateria verde e branca apresentará a sinfônica do samba, com o Mestre gilmar. entrada gratuita. Sábado (22), às 21h. Arena Jovelina pérola Negra, praça Ênio, s/no – pavuna.

este final de semana, acontece o último ensaio técnico do grupo especial antes do carnaval. Será a vez da Vila Isabel de se aquecer para a grande festa carnavalesca. entradagratuita. Domingo (23), às 22h. praça da Apoteose, rua Marquês de Sapucaí, s/no – praça onze.

CORdãOdO BOLAPReTA em clima de carnaval, o Sesc ramos apresenta exposição fotográfica sobre o bloco cordão do Bola preta. A mostra revive a história do então declarado patrimônio cultural carioca. entradagratuita. em cartaz até 28/02. Terças a sábados, das 9h à 22h. rua Teixeira Franco, 38 – ramos.

TIMOneIROSeYABáS em parceria com a Feira das Yabás, o bloco Timoneiros da Viola promove festa para reverenciar candeia. como um bloco que busca resgatar a poesia e o lirismo dos antigos blocos carnavalescos, planeja em 2014 celebrar candeia e outros grandes mestres como Bide, Marçal, cartola etc. entradagratuita. Domingo (23), às 12h. praça paulo da porTania Rego tela – Madureira.

gratuita. Quinta-feira (20) e sábado (22), às 18h. praça da Harmonia – gamboa. Divulgação

FeSTIVALde ARTePúBLICA No I Festival de Arte pública, a grande companhia Brasileira de Mystérios e Novidade ocupa a praça da Harmonia. o projeto promove o debate sobre a ampliação do acesso aos bens culturais. conta com teatro de rua, circo, shows musicais, estátuas, mímicos, contadores de história, cordelistas e oficinas. entrada

CARMeLITAS Às vésperas do carnaval, o bloco das carmelitas terá seu último ensaio. o tradicional bloco nascido da lenda da freira que pulou o muro do convento carmelitas para curtir o carnaval, une ao seu repertório, este ano, o contexto atual do país, de manifestações e mobilizações. entradagratuita. Sábado (22), às 18h. praça Tiradentes.


Rio de Janeiro, 20 a 26 de fevereiro de 2014

cultura | 11

Festa celebra os 15 anos do República do Samba ANIVERSÁRIO Projeto cria espaços para artistas que não possuem abertura na cena cultural comercial Divulgação

MarianeMatos do rio de Janeiro (rJ) o república do Samba viverá mais um capítulo de sua história neste final de semana. Neste sábado (23), o projeto da Associação cultural república do Samba estará comemorando seus 15 anos de existência. com uma festa recheada de muita música, comida, dança e arte, promete reunir pessoas de diversas áreas artísticas para contemplar do passado ao futuro do samba. Além disso contará com o pré-lançamento do documentário Solidariedade Brasil/Nova Zelância e com a divulgação das novas ações culturais da produtora. o destaque deste sábado será o documentário “Soli-

a roda de samba será comandada pela cantora Shy Torres, revivendo a obra de Andréia café. Nascido do asfalto, durante 11 anos o evento foi realizado no Museu da república, localizado no catete. No final de 2010, por motivos logísticos, descobriu o morro e passou a Roda de samba deste sábado vai reviver a obra de André Café ocupar o centro dariedade”, de Te Kupu, que Madureira, onde aparecem cultural laurinda Santos passou por comunidades de personagens como Feijoada lobo, em Santa Teresa. Ba22 países diferentes. No Brasil do Império, Andréia café, seado na troca de informapercorreu diferentes locais Jorginho do Império e Arlin- ções, o programa sustenta entre o eixo rio – São paulo. do cruz. por essa razão, em um diálogo entre passado, porém, a ênfase será voltada homenagem aos bairros de presente e futuro do estilo para o episódio gravado em Madureira e oswaldo cruz, musical. A partir do formato

estruturado em 3 blocos independentes e complementares, une 3 linguagens distintas: audiovisual, jornalismo e música. A essência do projeto consiste em estar criando espaços para aqueles artistas que não possuem abertura na cena cultural comercial. Assim como, visa também a criação de uma alternativa para a realidade desvirtuada da cultura local e a construção de um elo entre a comunidade e sua própria história. “A ideia é estimular também aqueles adolescentes, jovens da comunidades, a ter um referencial, entrar mais no universo cultural e fugir um pouco do conteúdo da mídia comercial”, ressalta Mauro Viana, idealizador do projeto.

Projeto inaugura fase itinerante em 2014 CULTURA República do Samba vai se apresentar em Duque de Caxias, São João de Meriti, entre outras Divulgação

grama de TV e de um livro. em fase de pré-produção, do rio de Janeiro (rJ) o “república do Samba - 15 os 15 anos do república anos” pretende percorrer do Samba inauguram sua várias cidades brasileiras. fase de itinerante pelo Brasil "A idéia é trabalhar com taafora. No pacote da excursão lentos locais das comunirepública do Samba 2014 dades", diz o jornalista Mauestarão os seguintes temas: ro Viana. o projeto está feSamba de opinião (Zé Ket- chando com as seguintes ty), Mora na roça (Xangô cidades: Duque de caxias, da Mangueira) Samba das São João de Meriti, Nova Yabás, Jovelina pérola Negra, Iguaçu, São gonçalo, ribeiDona Ivone lara e clara rão preto e Franca. Nune e café de Bambas (VeDurante todos esses anos lhas-guarda). Além disso, de existência vários artistas, está prevista a organização tradicionais e contemporâde uma mostra audiovisual, neos, se reuniram para conde uma festa, de uma pro- templar a união do velho

com o novo samba. Dentre os homenageados que passaram pelo repertório do república, inclui-se mestres como Seu Xangô da Mangueira, Zé Ketty da portela, Samba das Yabás, com tributos a clara Nunes, Jovelina pérola Negra e Dona Ivone lara, onde as cantoras grassa rangel, Margarete Mendes e Tia rosa cantaram a alma de cada uma delas, respectivamente. (MM)

Projeto homenageia mestres como Seu Xangô da Mangueira

AGendA 23defevereiro-14horas-centro cultural Municipal laurinda Santos lobo- rua Monte Alegre, 306 - Santa Teresa. entradaFranca


12 | variedades

HORÓSCOPO

Rio de Janeiro, 20 a 26 de fevereiro de 2014

20 a 26 de fevereiro de 2014 Keka Campos, astrólo gatrinity.theona@gmail.com

Mudanças a caminho! Há o sentimento de sacudir as coisas, arriscar, empreender e inovar, seja na vida pessoal ou na profissional. Mudanças sempre são bem vindas, desde que acompanhadas de bom senso, planejamento e força de vontade. Devemos lembrar que, o que estamos acostumados a fazer não pode ser alterado do dia para noite e exige um trabalho constante para se firmar com estruturas sólidas.

Garra e determinação ainda estarão presentes nesta semana. O período pede foco e análise objetiva para conduzir seus negócios e projetos pessoais com eficácia. Além de evitar desperdícios de tempo e energia. Concentre-se!

Há tendência a se magoar e guardar rancor, mesmo por coisas banais. Tente não dar tanta atenção aos aborrecimentos, nem guardá-los por muito tempo. Exercite a comunicação leve e franca e não espere demais dos outros.

Você possui o dom da imparcialidade. Porém, há dificuldade em decidir por um dos lados, já que todos lhe parecem válidos. Lembre-se que não decidir também é uma escolha e gera consequências da mesma forma.

Seu lema é: um passo de cada vez. Mas quando os passos demoram muito a serem dados, as oportunidades se perdem. Tenha mais agilidade nas decisões e ganhará tempo e saúde para usufruir de suas conquistas.

A necessidade exagerada de segurança material pode causar danos físicos e psicológicos, além de atrasar muitas vezes seu progresso. Arrisquese mais e perceba que errar é natural e vital para evoluir e se aprimorar.

Espírito de liderança em destaque. Além disso, sente que pode ajudar e acha que sabe o que é melhor para os outros. Equilibre-se e entenda a diferença entre dar conselhos e interferir diretamente nos hábitos alheios.

Há vontade de ir a fundo e dominar totalmente os assuntos de seu interesse. Isto é ótimo se estiver começando um novo curso ou projeto, mas péssimo se for debater assuntos do cotidiano com amigos, por exemplo.

A mente científica e prática se mescla à sensibilidade artística e emocional. Isso é encantador, pois você consegue extrair com excelência a lógica da poesia e vice-versa. Aproveite para se expressar na escrita ou na música.

A versatilidade é algo bom quando dosado. Cuidado ao encabeçar vários projetos juntos ou não terminá-los, pois há grande tendência a conhecer muitos assuntos diferentes e não se aprofundar em nenhum deles.

Está crítico e exigente. Isso o afeta muito, pois você não perdoa falhas e se repreende duramente até que fique perfeito. Entenda que esta ideia não existe na prática e veja as imperfeições como algo que lhe torna único.

Seu temperamento expansivo e exagerado pode lhe trazer amigos novos. Ao mesmo tempo, pode haver falta de tato ao lidar com assuntos mais íntimos ou delicados. Use a intuição e a observação para evitar desastres.

Altruísmo e passividade. Ótimo para se engajar em algum projeto social, mas no dia-a-dia, concentre-se em analisar friamente as situações e não se deixe influenciar por pessoas melindrosas. Discernimento é a palavra!


Rio de Janeiro, 20 a 26 de fevereiro de 2014

NOSSOS DIREITOS

BOA E BARATA

Ingredientes

Por Fernanda Jatobá

10 gemas de ovo peneiradas 50 gramas de coco ralado 150 ml de leite de coco 200 gramas de açúcar Manteiga e açúcar para untar

Quindim o quindim é um doce que tem a cara do Brasil. Mas, na verdade, a receita foi trazida de portugal, onde se

variedades | 13

chama brisa-do-lis e utiliza amêndoas no lugar do coco. outra curiosidade do doce é que o nome quindim é de

origem africana e significa encanto. então, venha aprender e se encantar com esta doce e típica receita!

Modo de preparo Separe as claras das gemas. Depois, peneire as gemas e, em seguida, junte o restante dos ingredientes e misture tudo. Unte uma forma de furo no meio com muita manteiga. em seguida, polvilhe açúcar na forma. Acrescente a massa líquida à forma e leve para assar em banho-maria em forno a 140º, até ficar dourado e o coco ralado subir à superfície (tempo estimado 50 minutos). espete um palito dentro do quindim para ver se sai seco e está no ponto. Após retirar do forno e deixar esfriar. está pronto para servir.

Danilo Uler

Gorjetas: saiba como não ser enganado A maioria das pessoas que trabalha em hotéis, bares, restaurantes, serviços de manobristas, entre outros, recebe valores diretamente dos clientes, as chamadas gorjetas. Sobre o tema, seguem algumas informações práticas para que os trabalhadores dessa área não sejam enganados por seus patrões. A nossa legislação considera como gorjeta tanto o valor dado pelo cliente do estabelecimento ao trabalhador, quanto à taxa de serviço que vem discriminada nas contas, geralmente de 10%. A gorjeta compõe a remuneração do trabalhador, de modo que deve ser somada ao salário para o cálculo do 13º, férias e FgTS. é por isso que o art. 29 da clT (consolidação das leis do Trabalho) exige que uma estimativa mensal das gorjetas seja anotada na carteira de trabalho.

Dica: Já que as claras não são utilizadas nesta receita, você pode usá-las para fazer um suspiro ou pudim de claras. “NOSSA SAÚDE”

No período de chuvas, atenção à leptospirose LucianaCajado* No período de chuvas de verão fique atento, pois aumenta a incidência da leptospirose, que é uma doença infecciosa causada pela bactéria leptospira, presente na urina de ratos e outros animais, como bovinos, suínos e cães. A leptospirose é comumente transmitida em situações de enchentes e inundações, pois a urina de ratos – caso mais recorrente no Brasil – presente em esgotos e bueiros se mistura com a enxurrada e a lama. A bactéria penetra no corpo humano através da pele, da mucosa e em * Médica da Atenção Básica

arranhões e ferimentos. Algumas recomendações de prevenção são tentar evitar o contato com água ou lama de enchentes e impedir que crianças brinquem nessas águas. caso tenha que entrar em contato, use botas e luvas de borrachas (caso não tenha, use sacos plásticos duplos amarrados nas mãos e pés). Além de só tomar água filtrada ou fervida, ou colocar algumas gotas de hipoclorito de sódio ou de água sanitária antes de beber ou cozinhar. e lave bem os alimentos. outras medidas são saneamento básico, melhorias nas habitações e combate aos ratos, que devem ser

cobradas do poder público. Também é importante embalar bem o lixo e deixá-los em locais altos para a coleta. os sintomas mais frequentes são febre, dor de cabeça e pelo corpo - principalmente nas panturrilhas -, vômitos, diarreia e, nos casos mais graves, pele de coloração amarelada e sangramentos. os sintomas são parecidos com os de infecções virais, como gripe e dengue. é importante sempre buscar as unidades básicas de saúde do SUS em caso de suspeita. em formas mais graves, pode ser necessária a internação hospitalar, pois há risco de morte. e nunca se automedique.

Nenhum trabalhador pode receber um salário inferior ao mínimo legal geral ou da categoria (decorrente das negociações coletivas). Assim, a gorjeta não pode compor o cálculo deste salário, a fim de atingir o mínimo. por exemplo, para um trabalhador de turismo, cujo piso mínimo é de r$ 820, não pode a empresa lhe pagar r$ 720, contando com r$ 100 das gorjetas. Dois desafios permanecem: primeiro, a fiscalização das taxas de serviço pagas pelos clientes nas empresas; segundo, uma mudança na legislação, de modo a considerar também a gorjeta para o cálculo do aviso prévio, do adicional noturno, das horas extras e do repouso semanal remunerado. Somente os trabalhadores unidos, juntamente com seus sindicatos, poderão dar conta destes desafios. Danilo Uler Advogado e diretor do Sindicato dos Advogados de SP Dúvidas sobre direitos? Encaminhe e-mail para redacaorj@brasildefato.com.br


14 | opinião

Rio de Janeiro, 20 a 26 de fevereiro de 2014

Pedro Nathan

Robson Leite

Dom Orani: a opção pelo mais pobres

Igor Fuser

Continente em disputa 2014 Será um ano decisivo para o futuro da esquerda na América do Sul. em três países da região – Brasil, Venezuela e Argentina – estão em marcha operações políticas com o objetivo de remover governos progressistas, seja pelas urnas, seja pela desestabilização. A opção golpista reapareceu na Venezuela com a campanha da ala mais extremista da oposição. esse grupo é responsável pelas manifestações violentas que já causaram três mortes. A extremadireita não reconhece legitimidade do presidente Nicolás Maduro e promete desafiar o governo até a sua queda. A meta é gerar um cenário de caos, de onde poderia surgir o pretexto para uma intervenção estrangeira. os exemplos da líbia, da Síria e, agora, da Ucrânia, palco de protestos truculentos liderados por neonazistas, ilustram e inspiram esse plano. Na Argentina, a batalha do momento se trava no campo econômico. Tubarões do mercado financeiro internacional iniciaram uma corrida especulativa contra o peso, visando levar a moeda argentina ao

colapso. Até agora, o governo de cristina Kirshner tem conseguido manobrar com habilidade, mantendo estável a cotação do peso e preservando as reservas monetárias do país. A direita e seus aliados externos querem levar a presidenta à renúncia, antecipando as eleições. A parada decisiva, sem dúvida, terá lugar no Brasil, com as eleições presidenciais de outubro. Aos olhos do império, os países latino-americanos que buscam autonomia são províncias desgarradas a serem reconduzidas ao quintal, o quanto antes. e o Brasil é, de longe, a peça mais valiosa no bloco progressista que se formou na região ao longo da década passada. Uma eventual derrota de Dilma rousseff teria um impacto geopolítico gigantesco, não só na América latina, mas no mundo inteiro. Um prêmio e tanto para a casa Branca e Wall Street. A efervescência nas ruas brasileiras e sua manipulação pela mídia conservadora devem ser analisadas nesse contexto. Igor Fuser é professor universitário

Ao NoMeAr cArDeAl DA IgreJA o arcebispo do rio de Janeiro, Dom orani Tempesta, o papa Francisco comprovou que vai liderar uma renovação da igreja cujas prioridades serão: a inclusão social dos pobres e o compromisso pelo bem comum e a paz social. Já na Jornada Mundial da Juventude, o papa Francisco demarcou a sua visão de mundo, afirmando, em vários momentos, que a solidariedade para com os mais pobres tem que ser a base de toda a convivência entre os povos. em plena Jornada, no discurso feito às autoridades brasileiras, proferido no Teatro Municipal, o pontífice mostrou sua receita de como enfrentar os graves problemas políticos e sociais do mundo: “entre a indiferença egoísta e o protesto violento, há uma opção sempre possível: o diálogo. o diálogo entre as gerações, o diálogo com o povo, a capacidade de dar e receber, permanecendo abertos à verdade”. Já em novembro do ano passado, o papa divulgou sua primeira exortação Apostólica, em que faz um apelo pela renovação da Igreja, ataca o lucro desvairado, que ele considera uma nova tirania, e pede que os líderes globais combatam a pobreza. No documento, o papa Francisco pediu aos líderes globais que lutem para diminuir a pobreza, a desigualdade social e as diferenças de desenvolvimento entre os países. A presença de Dom orani - um arcebispo brasileiro! -, ao lado do papa, na Jornada, simbolizou, fortemente, essa visão de mundo em favor dos excluídos, em favor do diálogo, da tolerância e também da renovação. Dom orani sempre buscou o equilíbrio, a humildade e a tolerância, características principais da prática do diálogo. Dom orani sempre lutou em favor dos excluídos – lembremos que o arcebispo tem uma grande atuação missionária junto às paróquias e às pastorais; uma prática diária, por exemplo, nas comunidades carentes de Belém, onde foi arcebispo, e depois no rio de Janeiro. e Dom orani, por outro lado, nunca teve medo do novo, seja no dia-a-dia da igreja, seja no contato diário com a sociedade organizada. Dessa forma, não surpreende a escolha de Dom orani, pois o arcebispo é a melhor expressão do que disse o próprio papa Francisco: que a Igreja precisa de pastores com cheiro de ovelha. e Dom orani, em sua atuação pastoral, sempre fez a defesa dos que representam a opção preferencial de cristo e da Igreja: os pobres, os jovens, os marginalizados e os oprimidos. Robson Leite é funcionário concursado da Petrobras e foi deputado estadual pelo PT no período de fevereiro de 2011 a janeiro de 2014


esporte | 15

Rio de Janeiro, 20 a 26 de fevereiro de 2014

Brasil teve “gringa” no esqui, em Sochi

­

NBA no Brasil

OLIMPÍADAS DE INVERNO Brasileira que competiu na modalidade sequer fala português

Segundo Arnon de Mello, em entrevista ao Globoesporte.com, está muito próximo o acerto de um novo jogo entre equipes da liga profissional de basquete norte-americana no Brasil, no projeto chamado NBA global games. Na edição passada, Washington Wizards e chicago Bulls se enfrentaram na Arena da Barra, que deve sediar a provável próxima edição. Wikypedia

Suíça, desde antes de comum ano de idade. Foi pletar do rio de Janeiro (rJ) convidada pela cBDN o Brasil protagonizou (confederação Brasileira uma situação inusitada nos de Desportos na Neve) na Jogos olímpicos de Inverno, adolescência, mas só veio Ezra Shaw ao Brasil uma única vez, quando fez exames físicos de controle da entidade em São paulo. Na capital paulista, só fez o trajeto do aeroporto para o hotel, e dali para o local dos exames. Sua principal impresMaya terminou a competição em 54º são do país foi o em Sochi, na rússia. A com- trânsito engarrafado que petidora do slalom gigante, enfrentou. Apesar da frustração, a Maya Harrison, é poliglota, atleta ainda deseja conhemas não fala português. Nascida no rio, Maya foi cer o país durante suas féadotada por um casal euro- rias, em especial, sua cidade peu e mora em genebra, na natal. (BP)

BINÓCULO

opinião | Bruno Porpetta

O culpado inútil Quantas vezes já ouvimos a expressão “inocente útil”, quando alguém é usado para servir de “bucha” para outro que pisou no tomate? pois é, o tal do assistente adicional, ou “juiz de linha”, do futebol conseguiu se tornar exatamente o contrário. é o culpado inútil! Até hoje, não dá para saber ao certo para quê serve o dito cujo. o cara fica qua se de cócoras ao lado da trave, olhando para a linha do gol, e não vê uma bola (parada) entrar nitidamente no gol de Felipe. ele está ali só para isso! Naqueles segundos em que ele ficou pensando na namorada, na morte da bezerra, nas contas para pagar, o cara consegue manchar o clássico e o próprio campeonato. Diante disso, a pergunta

não quer calar: pra quê? A resistência da FIFA em adotar meios eletrônicos para resolver esses lances que o estúpido olho humano não é capaz de discernir (mesmo que passasse um ônibus entre a linha do gol e a bola) não faz sentido algum. Se for só para assistir ao jogo e não ajudar, que pague ingresso! Ao contrário, o sujeito ainda recebe para isso. Se um árbitro já é um estorvo ao jogo, imaginem cinco! Não falemos que falta Bom Senso ao futebol brasileiro, se não seremos exilados na china, como paulo André. Do jeito que anda a arbitragem, chegaremos à proposta que salvará o futebol: a autorregulação. Igual à pelada, onde todo mundo sabe se foi gol ou não.

Craques da NBA

Sem precedentes, pressão do governo deve endurecer pena RACISMO Caso Tinga pode até excluir o Real Garcilaso da Libertadores do rio de Janeiro (rJ) os episódios de racismodos torcedores do real garcilaso, do peru, contra o jogador cruzeirense Tinga podem, no caso do envolvimento do governo brasileiro na questão, resultar em uma punição exemplar para o clube peruano. Apesar da campanha da FIFA contra o racismo no futebol, não existem registros de punições a clubes devido à práticas racistas por parte de torcedores ou jogadores. o governo brasileiro, atra-

vés do Ministro dos esportes Aldo rebelo, pediu à conmebol (confederação Sulamericana de Futebol) que tivesse rigor na apuração do caso, podendo levar até mesmo à exclusão do real garcilaso da competição. por sua vez, a conmebol já abriu, a pedido do cruzeiro, processo disciplinar para tratar do caso. o presidente do Tribunal Disciplinar da entidade, caio césar rocha, está impedido de realizar o procedimento, por ser brasileiro, e o caso será julgado pelo uruguaio Adrián leiza. (BP)

Bellucci avança no Rio Open

Campeonato Carioca | 9ª rodada Bangu

0X2

Vasco

Quarta-feira 19/02 | 16h | Moça Bonita

o tenista omaz Bellucci, número dois do ranking brasileiro, avançou às quartas-definal do rio open de Tênis. Venceu o argentino Juan Monaco, de virada, por 2 sets a 1 (4/6, 6/3, 6/3). o brasileiro contou com a força da torcida nas arquibancadas do Jockey club para derrotar o adversário. Agora, pode enfrentar o espanhol David Ferrer. o número 1 do mundo, rafael Nadal, também participa do torneio.

Resende

1 X 3 D. Caxias

Quarta-feira 19/02 |16h |Trabalhador

Friburguense 1 X 0 Nova Iguaçu Quarta-feira 19/02 |19:30h | Eduardo Guinle

Macaé

0 X 1 Fluminense

Quarta-feira 19/02 |19:30h | Moacyrzão

Flamengo

2X0

Madureira

Quarta-feira 19/02 |22h | Maracanã

Audax

X

Boavista

Quinta-feira 20/02 |16h |Moça Bonita

Botafogo

X Volta Redonda

Quinta-feira 20/02 |19:30h |Maracanã

Cabofriense

X

Bonsucesso

Quinta-feira 20/02 |19:30h |Correão


16 | esporte

Rio de Janeiro, 20 a 26 de fevereiro de 2014

Fred volta a marcar e garante o Flu na liderança CARIOCA Após seis meses sem marcar, Fred decide e Flu vence Nelson Peres/ Fluminense FC

BrunoPorpetta do rio de Janeiro (rJ) em meio a várias especulações a respeito da camisa nove da seleção brasileira, Fred vivia um incômodo jejum que se encerrou na partida contra o Macaé. o centroavante do Fluminense voltou a marcar e garantiu a vitória do time por 1 a 0 e, por consequência, a liderança do campeonato. o Fluminense teve um adversário duro pela frente. em vários momentos o Macaé ameaçou o gol de Diego cavalieri mas, graças a mais uma ótima atuação de conca e ao

Fred encerra jejum e comemora com Rafael Sóbis

poder de decisão de Fred, o time conseguiu vencer. Apesar do tempo longo

FICHA TÉCNICA

0X1 Macaé

Fluminense Quarta-feira 19/02 |19:30h | Moacyrzão

sem marcar, Fred disputou só nove jogos neste período. A sequência de lesões chegou a preocupar a comissão técnica da seleção brasileira, que corria atrás de alternativas para a posição. Diante disto, o gol foi um alívio para Fred: “esse tempo bom de vitória está chegando e coisas boas estão por vir”. o gol saiu aos 30 minutos do primeiro tempo, em um

cruzamento de conca que foi escorado de cabeça por gum, encontrando a cabeça de Fred. “Segurei o corpo, esperei a bola e só escorei o zagueiro”, disse o atacante. o Fluminense agora tem um clássico pela frente, contra o Botafogo, domingo, no Maracanã. outra oportunidade para Fred mostrar a Felipão que está pronto para retornar à seleção.

Se escolha fosse hoje, maioria seria contra a Copa PESQUISA Mais da metade dos entrevistados não apoiaria o Brasil como sede do rio de Janeiro (rJ) Foi divulgada pesquisa da cNT/MDA revelando como pensa o brasileiro nos temas relativos à realização da copa do Mundo no Brasil. Se a escolha da sede fosse hoje 50,7% dos entrevistados não apoiariam uma eventual candidatura brasileira a se-

diar o evento. o instituto também avaliou os investimentos feitos no país para a realização da copa e revelou que 75,8% dos brasileiros consideram que eles foram desnecessários. Quando a pergunta se restringe aos estádios, são 80,2% de entrevistados que discordam dos gastos nas obras. Sobre as obras de mobi-

lidade urbana, dois terços dos entrevistados (66,6%) acreditam que estas não ficarão prontas antes da copa do Mundo. com relação às manifestações, elas acontecerão durante a copa para 85,4% dos pesquisados. em compensação, se perguntados sobre a sua presença nos protestos, a maioria (82,9%) afirma

que não irá. Apesar do pessimismo com relação a alguns temas, a maior parte das pessoas acredita no título da seleção brasileira. para 56,2% dos entrevistados, o time de Felipão será campeão da copa do Mundo. A pesquisa foi realizada entre os dias 9 e 14 de fevereiro, foram entrevistadas 2002 pessoas em 24 estados. (BP)

TOQUES CURTOS •OFLAMenGO, com os reservas, venceu o Madureira por 2 a 0 (gols de leozão – contra – e Negueba) e continua a perseguição ao Fluminense na tabela. com grande atuação de Muralha, o time conseguiu manter a boa campanha no carioca. A nota triste foi o público, pouco mais de três mil pagantes no Maracanã. •OVASCOSe reabilitou da derrota (daquele jeito) para o Flamengo. Venceu o Bangu por 2 a 0, em Moça Bonita, com gols de alles e Montoya, que saíram do banco no segundo tempo para decidir o jogo. o destaque foi a boa partida de Douglas, que parece já estar adaptado ao time e ao esquema tático de Adilson Baptista. •O“eSPAnhOL” Diego costa, do Atlético de Madri, decidiu o jogo contra o Milan na liga dos campeões da europa. o time madrilenho venceu por 1 a 0, jogando no San Siro. em meio aos debates sobre a camisa nove da seleção, Felipão deve estar cabeceando a parede a cada gol do “exbrasileiro”. •MáRCIOARAújO, ex-palmeiras, é o novo reforço do Flamengo. o volante acertou com o rubro-negro, por empréstimo, até o final do ano. A ideia da diretoria é compensar a perda dos volantes elias, luiz Antônio, Val e Diego Silva.

Brasil de Fato RJ - 040  

Folheie abaixo ou baixe o PDF da edição RJ - número 40

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you