Page 1

RIO DE JANEIRO

14 a 20 de junho de 2018

distribuição gratuita

brasildefato.com.br

/brasildefatorj

@Brasil_de_Fato

A Copa do Mundo de futebol, um dos acontecimentos esportivos mais assistidos do planeta, começa nesta quinta-feira (14), na Rússia, mas os brasileiros não parecem muito empolgados. Ainda existem aqueles que pintam as ruas e espalham bandeirinhas verdes e amarelas, mas com a atual crise política e econômica, o cenário é de falta de interesse para acompanhar os jogos e torcer pela seleção brasileira. Uma pesquisa do Datafolha, divulgada nesta semana, mostra que 53% dos torcedores não tem qualquer interesse pelo Mundial da Rússia. Essa marca é a pior desde 1994. Saiba mais sobre a pesquisa, as memórias de outras Copas e também informações sobre os jogos nesta edição do Brasil de Fato. ESPORTES, P. 11 E 12.

VIVA SÃO JOÃO! Aprenda a fazer um delicioso bolo de tapioca com coco para aproveitar o clima das festas juninas. CULTURA E LAZER, P. 9.

Pablo Vergara

MESMO SEM MUITA EMPOLGAÇÃO, A COPA DO MUNDO VEM AÍ

"O QUE ESTÁ EM JOGO NÃO SÃO OS PARTIDOS, MAS O FUTURO DO PAÍS", DIZ GIORDANO

»»O Vereador Leonardo

Giordano (PCdoB) abre a série de entrevistas com candidatos ao governo do Rio. GERAL, P. 7.

POLÍCIA AINDA NÃO SABE QUEM MATOU MARIELLE E ANDERSON

»»Silêncio preocupa Anistia

Internacional e Ministério Público é pressionado. GERAL. P. 5.

TRABALHADORES DO SETOR ELÉTRICO REALIZARAM GREVE NESTA SEMANA

»»Entenda os principais prejuízos

da privatização do setor elétrico na vida dos brasileiros. GERAL, P. 4.

Victor Rocha

Divulgação

Ano 6 | edição 252


GERAL

RIO DE JANEIRO, 14 A 20 DE JUNHO DE 2018

No Rio, evento promove o uso da bicicleta como meio de transporte

VIOLÊNCIA: 71,5% DAS PESSOAS ASSASSINADAS EM 2016 ERAM NEGRAS Tomaz Silva/ABr

2

Política de redução da velocidade foi um dos temas de debate no Bicicultura Antonio Cruz/ABr

JAQUELINE DEISTER

RIO DE JANEIRO (RJ)

N

a última semana, a cidade do Rio de Janeiro recebeu o mais amplo encontro anual de ciclomobilidade do Brasil, o Bicicultura. Para conhecer mais sobre o encontro e as atividades, o Brasil de Fato conversou com Zé Lobo, da ONG Transporte Ativo e também um dos organizadores da iniciativa. Brasil de Fato: Qual a importância de discutir esse assunto hoje? Zé Lobo: Esse uso da bicicleta vem crescendo muito no mundo inteiro e o Brasil está neste movimento. O grande problema da insegurança do ciclista é a velocidade com que os carros circulam. Em muitos países do norte da Europa nas principais áreas da cidade a velocidade máxima é 30km/h. Se você tiver um acidente, o ciclista vai sair ferido e não morto como num acidente em alta velocidade. É muito importante que se reduza a velocidade nas cidades, para fazer com que o trânsito flua melhor e você tenha uma

Bicicleta é cada vez mais usada como meio de transporte no Brasil

segurança maior. Em todas as cidades que reduziram a velocidade, o trânsito ficou bem mais calmo e tranquilo e acaba que como resultado disso, as pessoas conseguem atingir o seu destino final num tempo menor. Muitas pessoas têm vontade de utilizar a bicicleta para se deslocar pela cidade, mas acabam tendo medo. Como se manter mais seguro no trânsito? A dica que eu costumo dar para quem me pergunta é: se você quer ir para o trabalho de bicicleta, vai num domingo, onde as ruas estão mais vazias e não têm

trânsito, ande devagar, olhando quais os buracos que têm no caminho, os cruzamentos que são mais perigosos. Para você compreender melhor aquele caminho é bom estar com a bicicleta em condições, conhecer o código de trânsito porque tem muitas regras que quanto mais o ciclista seguir, mais seguro ele vai estar. É interessante porque normalmente depois que a pessoa começa, ela vai ganhando preparo físico e passa a ir mais longe com a bicicleta e ganha confiança e vê que aquele medo inicial é muito mais psicológico do que real.

Entre 2006 e 2016, a taxa de homicídios entre a população negra aumentou 23,1% enquanto a taxa entre não negros caiu 6,8%. O mesmo acontece entre mulheres negras, quando, nesse período, a taxa de homicídio aumentou 15,4%, mas teve redução de 8% entre as mulheres não negras. De acordo com o Atlas da Violência, 71,5% das pessoas que foram assassinadas no país em 2016 eram negras. Armas de fogo causaram 71,1% das 62.517 mortes no Brasil em 2016. Nos últimos dez anos, 553 mil pessoas perderam a vida vítimas de violência no Brasil.

Racismo marca ataque a escola quilombola no Rio de Janeiro »»Na última quarta-feira (6),

a escola municipal Áurea Pires da Gama, situada dentro do quilombo, de Santa Rita do Bracuí, em Angra dos Reis, foi violentamente depredada. Segundo a líder comunitária Marilda Souza, os ataques começaram em 2015 quando a escola se autodeclarou quilombola. Os banheiros foram pichados com tinta vermelha, fazendo alusão ao sangue. Nas paredes, escreveram "vão morre (sic)". Além

disso, quebraram materiais escolares e ameaçaram a diretora da escola, segundo Marilda, também por ser uma mulher negra. Duas semanas atrás a escola já tinha sido invadida, mas não houve ameaça de morte. Em 2017, algumas salas foram incendiadas e houve tentativa de colocar fogo também na biblioteca. A Polícia Civil está investigando o caso e o Ministério Público foi também acionado.

www.brasildefato.com.br redacaorj@brasildefato.com.br /brasildefatorj @Brasil_de_Fato

(21) 99373 4327

(21) 4062 7105

CONSELHO EDITORIAL Alexania Rossato, Antonio Neiva (in memoriam), Carolina Dias, Flora Castro, Joaquín Piñero, Mario Augusto Jakobskind, Rodrigo Marcelino, Vito Giannotti (in memoriam) | EDIÇÃO Vivian Virissimo | SUBEDIÇÃO Mariana Pitasse | ADMINISTRAÇÃO Angela Bernardino e Marcos Araújo | DISTRIBUIÇÃO Carolina Dias | REDAÇÃO Flora Castro, Luiz Ferreira, Jaqueline Deister e Raquel Júnia.


Lula lidera pesquisa; Temer é o presidente mais impopular da história

P

didatura seja impedida. Condenado pela Justiça Federal de Curitiba em um processo que não apresen-

tou provas dos crimes atribuídos a ele, Lula está preso desde 8 de abril na capital paranaense.

ABr

RODOVIÁRIOS: FIM DA DUPLA FUNÇÃO SERÁ DECIDO NA JUSTIÇA

Os motoristas e cobradores de ônibus do município do Rio de Janeiro decidiram na última terça-feira (12), não retomar a greve que foi iniciada na segunda-feira (11) e interrompida 24 horas depois. De acordo com o Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus do Rio de Janeiro (Sintraturb-Rio), ainda nesta semana, o presidente da entidade, Sebastião José, vai entrar na Justiça para tentar derrubar uma liminar obtida pelo Rio Ônibus (sindicato patronal) que proíbe a regulamentação de uma lei municipal que determina o fim da dupla função. Dessa maneira, pretendem fazer valer na prática a lei, aprovada no final de 2017, que proíbe que motoristas atuem também como cobradores. Para o presidente da entidade, a categoria saiu vitoriosa com a aprovação do aumento de 7% nos salários e reajuste de 50% na cesta básica.

O Datafolha entrevistou 2.824 eleitores de 174 municípios na quarta-feira (6) e na quinta-feira (7). O instituto mostra o deputado Jair Bolsonaro (PSL-RJ) em segundo lugar na preferência e primeiro colocado em uma eventual ausência de Lula na eleição. Tem 19% da preferência. A ex-senadora Marina Silva (Rede) vem na sequência, com até 15% das intenções. O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) oscila entre 10 e 11%. Já o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) tem só 7%.

VOCÊ SABIA

?

TEMER: MAIS IMPOPULAR DA HISTÓRIA Segundo o Datafolha, apenas 3% dos brasileiros consideram o governo Temer ótimo ou bom, enquanto outros 14% acham a gestão do peemedebista regular. A pesquisa revela que a reprovação do presidente aumentou 12 pontos percentuais desde abril. Naquela ocasião, 70% consideravam seu governo ruim ou péssimo.

IGUALDADE: REI DE IFÉ, NA NIGÉRIA, É HOMENAGEADO NA ALERJ Divulgação

Enquanto Lula mantém 30% das intenções de voto, Temer tem 82% de reprovação esquisa divulgada no domingo (10) pelo Instituto Datafolha confirma que a ampla maioria dos eleitores brasileiros quer votar no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para a Presidência da República. Realizada na semana passada, a consulta aponta que Lula tem 30% das intenções de voto e mostra que mais de um terço dos eleitores (34%) não sabem em quem votar caso sua can-

3

GERAL

RIO DE JANEIRO, 14 A 20 DE JUNHO DE 2018

O plenário da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) se transformou na segunda-feira (11) em um local de reflexão sobre a igualdade, a luta contra o preconceito e a união dos povos. Em solenidade para a entrega da Medalha Tiradentes, a maior honraria do estado, ao rei de Ifé e líder do povo iorubá, na Nigéria, Ooni Adeyeye Enitan Ogunwusi, o Ojaja II, os parlamentares deram lugar a lideranças de religiões de matriz africana, que acompanharam a homenagem.


4

GERAL

RIO DE JANEIRO, 14 A 20 DE JUNHO DE 2018

Brasil de Fato online lança páginas regionais em quatro estados

Rio de Janeiro, Pernambuco, Paraná e Minas Gerais terão endereços eletrônicos específicos para notícias locais LU SUDRÉ

cou muito perceptível com a boa aceitação que o jornal teve aqui no estado, tanto da população que pega na rua, como de pessoas ligadas aos sindicatos e movimentos populares, que mostram que existe mesmo essa demanda de se ver representado”, afirma Joana Tavares, editora do Brasil de Fato em Minas Gerais. Monyse Ravena, editora do Brasil de Fato de Pernambuco, acredita que um espaço online que reúna pautas com características locais pode aproximar ainda mais o leitor, que a partir de agora ganhou mais uma fonte de notícia diária. “Se o leitor quer se informar sobre política nacional, com conteúdo conteúdo mais denso, tem o site nacional do Brasil de Fato, mas se também quer ter

SÃO PAULO (SP)

A 

partir desta sexta-feira (15), os estados de Pernambuco, Paraná, Minas Gerais e Rio de Janeiro terão uma página online para publicação de matérias regionais no site do Brasil de Fato. O site principal levará a outros endereços eletrônicos específicos que serão alimentados pelas equipes do Brasil de Fato em cada um desses estados, onde já circulam as edições tabloides do jornal semanalmente. “Essa experiência com os tabloides nos ensinou que há uma grande demanda mais local, próxima da realidade das pessoas, tanto da cidade quanto dos estados que elas vivem. Isso fi-

notícias com um caráter mais local, mais próximo daquilo que move a vida das pessoas ali, ele também vai ter páginas de conteúdo local. Estamos bem ansiosos para o lançamento das páginas para ver qual vai ser a aceitação”, complementa. Joana Tavares também avalia que esse novo espaço na internet é importante para divulgar informações e opiniões dos estados, que podem ampliar o público do Brasil de Fato e aumentar a possibilidade da disputa de compreensão dos fatos que acontecem no país. “É mais um instrumento de comunicação que vai estar a serviço de um projeto político e de uma visão de comunicação popular que acreditamos”, resume Monyse Ravena.

FLORA CASTRO

RIO DE JANEIRO (RJ)

»»Os

eletricitários brasileiros declararam greve de 72h nesta semana em defesa da Eletrobras. O Brasil de Fato conversou com Emanoel Mendes, do Sindicato dos Eletricitários e da Associação de Empregados da estatal, para entender os prejuízos da privatização do setor elétrico na vida dos brasileiros. Brasil de Fato: O que os eletricitários reivindicam? Emanoel Mendes: Temos uma pauta que em primeiro lugar é lutar contra a privatização da Eletrobras e, em segundo, pedir a saída do presidente da empresa Wilson Pin-

to. A nossa expectativa é que ela cause uma reação no Congresso Nacional, fazendo com que a base do governo, que já está fragilizada, dialogue com os trabalhadores para ver o que podemos fazer para interromper esse processo de privatização. Não dá pra querer fazer a privatização de uma empresa que vale R$400 bilhões, querer vender por R$12 bilhões e em menos de 6 meses. Isso a gente não aceita. Uma das estratégias da privatização é o sucateamento da estrutura das empresas públicas. Qual a situação das empresas do sistema Eletrobras? Hoje o que está acontecendo

Divulgação

PRIVATIZAÇÃO DA ELETROBRAS PODE AUMENTAR O PREÇO DA ENERGIA EM 160%

Emanoel Mendes: "Privatização vai piorar serviço para a população"

é que o senhor Wilson Pinto tem vendido para a sociedade que a Eletrobras é ineficiente. É mentira. E uma mentira deslavada. A Eletrobrás hoje controla quase 1/3 da geração de energia elétrica desse país e não faltou

energia nesses últimos anos para a sociedade brasileira. Muito pelo contrário. Se as empresas do sistema Eletrobras forem privatizadas qual será o impacto na vida das pessoas?

O primeiro impacto para a sociedade é um aumento na conta de luz, já estudado inclusive pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), que regula o setor, um reajuste de aproximadamente 20% na conta de luz da população brasileira. Com as usinas, a Eletrobras vende energia para o mercado cativo a R$40 MWh. Se a empresa for privatizada, isso vai para o mercado livre que vai vender a energia para a população a R$200 MWh. Ou seja, vai ter uma diferença de 160%. E ai quem vai pagar essa conta? A população brasileira. Vai ao mesmo tempo aumentar o preço da energia e precarizar o serviço para a população.


GERAL

5 Pablo Vergara

RIO DE JANEIRO, 14 A 20 DE JUNHO DE 2018

Anderson Gomes e Marielle Franco foram executados há três meses; caso segue sob sigilo sem respostas

90 DIAS SEM RESPOSTAS: POLÍCIA AINDA NÃO SABE QUEM MATOU MARIELLE E ANDERSON Silêncio com relação às investigações preocupa Anistia Internacional e Ministério Público é pressionado JULIANA GONÇALVES

SÃO PAULO (SP)

P 

assados três meses da execução da quinta vereadora mais votada do Rio de Janeiro em 2016, o crime segue sem resposta. Marielle Franco ficou conhecida por seu histórico de defesa dos direitos humanos e por fazer política articulando as questões de gênero, raça e classe. Dias antes de seu assassinato, ela foi nomeada relatora da comissão criada na Câmara de Vereadores para monitorar a intervenção militar na segurança pública do Rio de Janeiro. Na manhã da última quarta-feira (13), familiares de Marielle acompanharam a ação realizada pela Anistia Internacional em frente ao prédio do Ministério Público (MP) do Rio. Renata Neder, coordenadora de pesquisa, políticas e advocacia da entidade classificou o silêncio das autoridades sobre o fato como "preocupante". Segundo ela o ato

que culminou na entrega de ofício pedindo atuação mais firme do MP é uma cobrança necessária. A Anistia Internacional também espera que o Ministério Público exerça seu papel de controle externo da atividade policial, acompanhando e monitorando a atuação da Polícia Civil nas investigações. Para ela, o MP precisa reafirmar o comprometimento e prioridade no caso. O Ministro extraordinário da Segurança Pública, Raul Jungmann, afirmou em áudio divulgado por meio de sua assessoria de imprensa, que o caminho da investigação aponta, sem dúvidas, para a responsabilização das milícias. “Esse caso também teve impacto internacional. O que de fato acontece é que esse é um crime de desvendamento complexo. Pelo menos até onde eu saiba, e eu devo voltar ao Rio essa semana, não se tinha informação do motivo. Qual foi a ameaça? Qual foi o

conflito que Marielle se envolveu para que acontecesse essa tragédia que aconteceu com ela? Evidentemente tem indícios que apontam com clareza para milícia”, disse. ESCUTAS A sofisticação do assassinato corrobora para essa versão pela premeditação do crime e o profissionalismo dos execu-

VOCÊ SABIA

?

Mais do que quem puxou o gatilho, a motivação do crime é decisiva para compreensão do caso no país que tem um vereador morto por mês segundo dados da União de Vereadores do Brasil (UVB). Entre 2017 e março deste ano, mês da morte de Marielle, pelo menos 23 prefeitos e vereadores foram assassinados no Brasil.

tores. Agora a Polícia Civil investiga se Marielle era alvo de escuta. Segundo informações divulgados pelo O Globo, pessoas ligadas ao gabinete relatam que as placas do teto foram alteradas depois do recesso do final do ano. Vice-coordenadora da comissão externa da Câmara dos Deputados criada para acompanhar as investigações sobre os assassinatos, a deputada federal Jandira Feghali (PCdoB) afirma que também está estranhando a demora na resolução do crime. “Até agora não temos notícias concretas e objetivas sobre as investigações, já fizemos reuniões várias vezes com autoridades policiais e da intervenção, já fizemos reuniões com entidades da sociedade civil, reuniões fechadas com criminalistas e peritos e agora vamos ao Ministério Público”, afirma. INVESTIGAÇÕES De grande complexidade, a própria Polícia Civil com-

parou as investigações a outros casos como os assassinatos da juíza Patrícia Acioli, em 2011, e do pedreiro Amarildo Dias de Souza, em 2013. No entanto, ambos demoraram cerca de dois meses para serem finalizados enquanto as mortes de Marielle e Anderson seguem por 90 dias sem respostas. Para Feghali as mortes têm conjunturas bem diferentes, sobretudo, por Marielle e Anderson serem executados num contexto de intervenção militar no Rio de Janeiro. “O crime da Amarildo e da Patrícia têm características diferentes, o crime contra Marielle tem característica de crime político muito mais evidente e aconteceu sob intervenção militar, tem complexidade maior no ponto de vista do simbolismo e do que envolve”, acresenta. Jandira ainda pontua que a comissão que não investiga, mas acompanha, vai ter que aumentar o nível de cobrança junto ao MP e a Polícia Civil.


6

GERAL

RIO DE JANEIRO, 14 A 20 DE JUNHO DE 2018

NOSSOS DIREITOS | O QUE FAZER EM CASO DE PRISÃO DURANTE UMA MANIFESTAÇÃO? No caso de ser preso durante uma manifestação, você tem assegurada sua integridade física e moral. Se estiver machucado, antes de ir para delegacia, é obrigação da polícia militar levá-lo a

atendimento médico hospitalar antes da condução. Você também possui direito a acompanhamento de advogada, e se não a tiver, de um defensor público. Assim que for preso, sua prisão deve

ser comunicada imediatamente ao juiz competente; e também a sua família e outra pessoa por você indicada. É um direito permanecer calado até a chegada de sua advogada bem como

Totalmente remodelado, o aeroporto multimodal, que já opera na aviação geral, está regulamentado e pronto para atender o setor offshore com suporte logístico no mercado de Óleo & Gás, transporte de profissionais para as plataformas, serviços de táxi aéreo com um terminal de passageiros totalmente equipado de acordo com as normas previstas para operação e serviço de hangaragem. O Aeroporto de Maricá é a porta de entrada do desenvolvimento regional.

e, no caso de ter permanecido em silêncio, esta declaração deve constar expressamente em seu depoimento.

*Adília Sozzi é advogada popular

AMIGA DA SAÚDE

Aeroporto Inteligente de Maricá O Aeroporto Inteligente de Maricá fica estrategicamente localizado a 60 km do Rio de Janeiro e a 200 km das plataformasdo pré-sal na Bacia de Santos.

de exigir a identificação dos responsáveis por sua prisão ou interrogatório. Lembre-se: jamais assine documento que contenha qualquer declaração que não tenha sido dada expressamente por você,

Por Sofia Barbosa, enfermeira do Sistema Único de Saúde (SUS)

• Novo Terminal de Passageiros - TPS • PCN da pista: 13 • Distância de pista: 1,2 km • Pátio revitalizado para 10 aeronaves • Abastecimento • Pouso por instrumentos • Hangaragem • Segurança Inteligente • Táxi Aéreo Offshore & Aviação Executiva • Estacionamento • Setor administrativo • Localização privilegiada • Menor custo-benefício • CFTV

2ª fase • Novos Hangares • Estacionamento • Balizamento noturno • Lounge • Lojas • Plano de Manejo de Fauna • Estação de Serviços de Telecomunicações e Tráfego Aéreo • Serviço de Prevenção, Salvamento e Combate a Incêndio Plano de Expansão • Novo TPS para voo executivo • Hotel Aeroporto Maricá • Ampliação do estacionamento e galeria de lojas • Parque de hangares • Novo acesso (direto da Rodovia) • Novo pátio para + de 20 aeronaves

Amiga, tenho uma dúvida: se masturbar demais pode causar algum problema? Anônima

»Cara leitora, a masturbação é uma prática saudável para qualquer pessoa e contribui com o autoconhecimento do corpo. Entretanto, qualquer coisa em excesso pode trazer problemas. É necessário diferenciar o que é só um hábito do que já virou compulsão, quando o cotidiano fica afetado, ou quando a pessoa não consegue se controlar. Outro problema que pode ocorrer é o ato atrapalhar o desempenho no momento em que há parceria. Como se houvesse um certo vício, e a pessoa passa a não conseguir chegar ao orgasmo durante o ato sexual. Nos dois casos, é preciso buscar ajuda profissional. Tire suas dúvidas com a Amiga da Saúde Esse espaço é só nosso. Aqui você pode perguntar o que quiser para a nossa Amiga da Saúde. Mande sua dúvida para amigadasaude@brasildefato. com.br, ela vai ter o maior prazer em responder.


GERAL

RIO DE JANEIRO, 14 A 20 DE JUNHO DE 2018

ENTREVISTA

LEONARDO GIORDANO, PCdoB Divulgação

JAQUELINE DEISTER

RIO DE JANEIRO (RJ)

A

menos de quatro meses das eleições, o Brasil de Fato inicia uma série de entrevistas com os pré-candidatos do campo progressista ao governo do estado do Rio de Janeiro. Leonardo Giordano, pré-candidato ao governo do Rio pelo PCdoB, abre o especial. Giordano assumiu o primeiro mandato de vereador de Niterói em 2007, foi eleito em 2012 e reeleito em 2016. Durante os seus mandatos aprovou 52 leis, entre elas a criação e regulamentação do Sistema Municipal de Cultura, que aponta as obrigações do poder público e garante direitos culturais ao cidadão. Confira a opinião do pré-candidato sobre os seguintes temas: SEGURANÇA PÚBLICA A Segurança Pública é um drama porque se repete a mesma política há décadas. O que explica o fato do Exército estar sendo desmoralizado nessa intervenção federal que Michel Temer chama de ‘’jogada de mestre’’, é que de fato o Exército é desviado de suas funções para fazer mais do mesmo. Mais de 90% dos homicídios no Rio de Janeiro não são esclarecidos. Como pode ser séria uma política de Segurança Pública que não leva em conta o enfrentamento ao principal crime, que é o crime contra a vida? Nesse sentido, o que a gente precisa fazer é trocar as prioridades e trocar a lógica de Segurança Pública. Em vez dessa ''síndrome do cabrito'' que você sobe morro e desce morro, deve-se investir em inteligência e investigação. Não

O QUE ESTÁ EM JOGO NÃO É O PARTIDO A, B OU C, MAS O FUTURO DO PAÍS”, afirma Giordano vamos resolver isso com sacrifício da juventude negra e dos policiais em um processo cíclico que não ataca as causas do problema e não faz uma política estruturante para desarticular as quadrilhas e prender os criminosos. CONTAS PÚBLICAS O foco da nossa pré-candidatura é o emprego e a retomada do desenvolvimento no estado do Rio de Janeiro. Nós tivemos uma verdadeira destruição do processo de industrialização do Rio. Os nossos estaleiros estão fechados. Técnicos e especialistas têm provado cientificamente que a dívida do estado não é a dívida

A comunicação popular, comunitária e alternativa é fundamental para que haja uma democratização das vozes na luta"

7

que está sendo aferida, cobrada por aí. A dívida do estado do Rio de Janeiro deveria passar por uma auditoria. Além disso, podemos ter outras propostas que também são estruturantes, como  a securitização da dívida pública do estado, ou seja, cobrar os grandes devedores que não pagam. Há um movimento no Brasil que eu quero dar força, se eu for governador, que é o movimento para que lanchas e helicópteros paguem IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores). JORNADAS DE JUNHO Eu penso que estamos vivendo no Brasil uma situação de golpe e ameaça à democracia. A nossa leitura sobre aquele processo anterior, é que ele levou a gente para uma situação em que o que estava sendo reclamado não era de fato a corrupção e os 20 centavos da passagem. Infelizmente, o que estava sendo reclamado ali foi uma captura por veículos de comunicação para construir um processo no Brasil que nos levou a um golpe e, aqui no Rio, a insolvên-

cia completa em ambos os casos liderados por governos do MDB. Eu tenho respeito por movimentos sociais organizados e reivindicações legítimas, mas tenho muito cuidado com o uso antidemocrático de movimentos que possam ser apropriados para outros fins. Existe de um lado algo que foi bom, porque a população se movimentou. Mas, ao mesmo tempo, é inegável que houve uma apropriação daqueles processos. FRENTE BRASIL POPULAR A Frente Brasil Popular cumpre um papel muito importante e bonito de unificação dos movimentos sociais, das forças progressistas, de que quer defender o Brasil contra esse entreguismo e essa ameaça à democracia que temos vivido. O Brasil tem passado por momentos dramáticos onde, por exemplo, vige uma Emenda Constitucional que proíbe o país por 20 anos de fazer novos investimentos em  Saúde, Educação e Segurança. A Petrobras está sendo vendida à preço de banana. Não é uma hora de

projetos pessoais ou partidários, mas uma hora em que precisamos colocá-los à disposição de uma luta geral muito mais ampla que tem a ver com a defesa do Brasil e do povo do estado do Rio. Aqui no estado o PCdoB está oferecendo uma pré-candidatura ao governo, achamos que é a mais adequada para que os partidos de esquerda se unifiquem, mas o que está acima de qualquer pré-candidatura é a junção de PSOL, PSB, PDT, PCdoB, PT em uma frente que possa dar conta de responder os desafios. O que está em jogo não é o partido A, B ou C. O que está em jogo é o futuro do país e dos trabalhadores. COMUNICAÇÃO POPULAR A comunicação popular, comunitária e alternativa é fundamental para quebrar esse ciclo, estabelecer alguma resistência para que haja uma democratização das vozes na luta. Em Niterói, no meu mandato, eu tive um trabalho de especial carinho com esse tema. Eu presido a Comissão de Cultura e sou autor de um projeto de lei para vincular 30% das verbas publicitárias da prefeitura à comunicação comunitária e alternativa. E penso que isso deveria ser replicado no governo do estado do Rio de Janeiro. Tenho compromisso com essas ideias e nesse sentido eu valorizo e cumprimento jornais como o Brasil de Fato e tantos outros que cumprem um papel muito importante numa verdadeira ditadura de poucas famílias que controlam os meios de comunicação. Leia entrevista completa no site: www. brasildefato .com.br


8

CULTURA & LAZER ENTREVISTA

LETÍCIA SABATELLA, ATRIZ

“Arte e agroecologia são meios de resistência", diz Letícia Sabatella ANA CAROLINA CALDAS

CURITIBA (PR)

N

a última semana, com a Trupe dos Encantados, grupo cultural do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), a atriz Letícia Sabatella participou da 17ª Jornada de Agroecologia, organizada pelo MST em Curitiba, capital do Paraná. Em entrevista exclusiva ao Brasil de Fato, a atriz destaca a importância da cultura brasileira como resistência. Brasil de Fato: Qual a importância da voz dos artistas nesta atual conjuntura? Letícia Sabatella: É total importante o papel da cultura. Eu conheci a tribo Kraô, e nela a figura do palhaço Rotxuá. O palhaço na tribo é tão importante quanto o cacique e o pajé. É fundamental a existência desse ser que brinca e mostra o valor do diferente, do diverso, e que derruba autarquias, quebra autoritarismos, que faz a tribo ter uma autoestima e um olhar amoroso para o outro. Por isso acho que a gente só vai ter saúde, se a gente tiver tanto espaços de sobrevivência quan-

RIO DE JANEIRO, 14 A 20 DE JUNHO DE 2018

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS www.coquetel.com.br

to de transcendência. Então, a agroecologia e arte são meios de resistência para uma sociedade mais amorosa e justa. Através da arte trazemos saúde e esperança para saber driblar crises e tempos ruins. Concretamente como fazemos essa conscientização sobre a importância do cuidar da vida e da saúde? O melhor raciocínio para que isso possa acontecer parte de um princípio muito amoroso, muito solidário, muito cidadão e muito democrático. A agroecologia une muitas causas, por exemplo. Falamos de consciência de igualdade, qualidade de justiça social, de justiça ao homem do campo, de justiça as nossas tribos, aos povos originários, aos povos quilombolas. A reflexão que temos que fazer é como podemos fazer justiça a todas as pessoas que produzem o que a gente come e veste.

Através da arte trazemos saúde e esperança para saber driblar crises e tempos ruins"

Divulgação

Como você vê o papel da agroecologia nas crises que vivemos em todo o mundo? Onde podemos encontrar o equilibro de uma sociedade que possa ter o bem como maior força. A agroecologia nos ensina a ser, e não a ter. Quantas doenças podem deixar de existir se trouxermos mais equilibro para nossas vidas, ter alimento e água de qualidade, ter sombra, acolhimento. Isso faz parte do cuidar do corpo, do corpo do próximo e do corpo que é a terra, que nos nutre. Não podemos ver a terra como recurso que vai gerar recurso imediato, mas "Agroecologia nos ensina a ser, e não a ter" como um ser sagrado, uma casa.

TIRINHA | André Dahmer http://www.andredahmer.com.br/


9

CULTURA & LAZER

RIO DE JANEIRO, 14 A 20 DE JUNHO DE 2018

Divulgação

DURANTE A COPA, PROGRAMAÇÃO DO CCBB SERÁ DEDICADA AO FUTEBOL Entre as atividades estão uma exposição, mostra de cinema e transmissão dos jogos

P

Divulgação

A programação pode ser conferida no CCBB Rio até 30 de julho

Alemanha, Itália, Rússia, Uruguai e Argentina. Com o objetivo de difundir o acervo audiovisual de futebol, o evento é o único do gênero no país e pioneiro na América Latina. O futebol é uma interação entre os corpos, com a bola e o campo. Durante o jogo, todos viram um corpo que vive, troca, comunica e joga. Pensando a exposição "Museu do Futebol na Área", o setor educativo realiza a atividade "Lugar de Criação" para experimentar as possibilidades do corpo em jogo.

DICAS MASTIGADAS

BOLO FOFO DE TAPIOCA COM COCO Rendimento:

8 porções

No sábado (16) e domingo (17), além de oferecer visitas mediadas diárias para o público. Para completar a programação, serão transmitidos os jogos do Brasil no foyer do cinema, no térreo, além da cerimônia de abertura nesta quinta-feira (14) às 11h30.

Mais Informações:

Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro - Quarta a segunda, das 9h às 21h.

Divulgação

ara entrar no clima do Mundial e torcer pelo Brasil, o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) recebe a exposição "Museu do Futebol na Área", a 4ª edição da mostra de cinema "CINEfoot Extraordinário", ações especiais do CCBB Educativo e a transmissão das partidas do Brasil e da cerimônia de abertura, que acontece nesta quinta-feira (14), no foyer do cinema, no térreo. A exposição itinerante "Museu do Futebol na Área", do Museu do Futebol de São Paulo, conta parte da história do futebol brasileiro em oito módulos. Por meio de imagens, camisas históricas e conteúdo interativo, os acontecimentos e as curiosidades do esporte mais popular do Brasil podem ser vistas pelo público até o dia 30 de julho. Já o "CINEfoot Extraordinário" apresenta o esporte que conquistou o mundo e é paixão nacional como tema de 12 filmes produzidos no Brasil,

Encontro reúne mulheres que pedalam no Rio de Janeiro » Neste sábado (16) e do-

mingo (17) acontece a terceira edição do "100gurias 100medo". O evento é um encontro de mulheres que pedalam na cidade do Rio e região metropolitana, que também tem como objetivo discutir os usos do espaço urbano com rodas de conversa, oficinas, feirinha e passeio com pa-

radas turísticas. Esta edição está sendo organizada pelos coletivos Pedal das Minas (Rio), XXFG (Rio) e Pedal Maravilha (Niterói). O credenciamento para o encontro é gratuito e acontece nesta sexta-feira (15) no Centro Carioca de Design, na Praça Tiradentes, no centro do Rio, a partir das 16h.

Ingredientes:

Modo de preparo:

•  500ml de leite de coco •  1 1/2 xícaras de chá de açúcar •  3/4 de xícara de chá de manteiga •  4 ovos •  1 1/3 xícaras de chá de tapioca granulada •  1 xícara de chá de farinha de trigo com fermento •  1 xícara de chá de amido de milho •  1/2 xícara de chá de coco fresco ralado (opcional)

1. Hidrate a tapioca granulada no leite de coco. 2. Reserve por cerca de 2 horas, para garantir que toda a tapioca ficará macia. 3. Após completar o período de hidratação da tapioca, comece a preparar a massa do bolo. Bata, por cerca de 10 minutos, na batedeira, o açúcar, a manteiga e os ovos. Essa mistura deverá originar um creme fofo e claro. 4. Retire da batedeira e agregue a tapioca granulada hidratada no leite de coco. Adicione aos poucos a farinha de trigo e o amido de milho, misturando delicadamente. 5. Por fim, caso deseje, adicione o coco fresco ralado. Disponha o bolo em uma assadeira untada e polvilhada e leve para assar em forno pré-aquecido, em temperatura de 170ºC por cerca de 40 minutos.


10 CULTURA & LAZER

RIO DE JANEIRO, 14 A 20 DE JUNHO DE 2018

ENTREVISTA

LIRINHA, DO CORDEL DO FOGO ENCANTADO

Cordel do Fogo Encantado volta aos palcos em homenagem ao músico Naná Vasconcelos VANESSA GONZAGA

RECIFE (PE)

J

osé Paes de Lira Filho, o Lirinha, é vocalista do grupo Cordel do Fogo Encantado. Após oito anos longe dos palcos e sem lançar discos, o grupo retorna com o lançamento do disco e a turnê "Viagem ao Coração do Sol". Em entrevista ao Brasil de Fato, o cantor comenta sobre o retorno da banda, a influência negra e dos movimentos populares na construção do novo disco e sobre o papel do artista nessa conjuntura política. Brasil de Fato: Por que após anos de hiato o gru-

Divulgação

"Fazer arte no país já é um gesto político", afirma Lirinha po resolveu voltar? Lirinha: Tudo começou com uma procura dessas plataformas de streaming, para que a gente lançasse nossa discografia, que eram três discos e um DVD. Aí começamos a organizar esse material, nossa memória, nossa história, porque estava tudo disperso desde 2010, quando eu anunciei a saída da banda. Nessa organização pensamos que se vamos anunciar isso, fazer um movimento de notícia sobre essa discografia, por que não fazer um disco novo? Uma mensagem para 2018.

Nosso novo disco é uma mensagem para o ano de 2018"

Como tem sido esse retorno aos palcos? Começamos agora uma turnê programada durante esse período que estávamos elaborando o disco e o trabalho, então, a ideia é passar por todas as capitais do país, mas começando por Pernambu-

co pela nossa região, onde tem um público mais consistente da banda. Acredito que é um ano e meio de turnê e aí cumpriremos essa etapa da divulgação do "Viagem ao Coração do Sol", aí provavelmente nos recolheremos de novo, após isso.

Grupo retorna após oito anos longe dos palcos e sem lançar discos

ASTROLOGIA

OUVIR ESTRELAS

Você tem se aproximado dos movimentos populares, mais especificamente o MST. Como isso tem acontecido? Tem um assentamento em Arcoverde chamado Pedra Vermelha, um assentamento antigo do MST. Um grande mestre de música, meu maior mestre na área de música, chamado Lula Calisto dava aula de samba de coco na escola desse assentamento. Isso me impressionava muito, ele

Ana Lúcia Vaz é astróloga. Dúvidas? Envie para (21) 99373.4327

ESCORPIÃO (aproximadamente 24 de outubro a 22 de novembro) » Escorpião é o oitavo signo do Zodíaco, o segundo do elemento água. Escorpião representa os sentimentos, a sensibilidade escondida sob a água profunda. Quem nasce com o Sol em Escorpião tem uma tendência natural à introspecção. Não precisa gostar de meditar ou se decidicar à auto observação. Sua profunda sensibilidade funciona como um rodamoinho que puxa pra dentro de si, mesmo que a pessoa não faça ideia do que tem “dentro”. Há quem tema o Escorpião, porque ele nos lembra que o bem e o mal são parte

de nós. Queira ou não, as pessoas de Escorpião veem o que escondemos atrás das atitudes “politicamente corretas”. São especialistas em provocar desconforto, apontando os monstros debaixo de nossas fantasias de anjos. Se estivermos muito determinados a não vê-las, vamos devolver a imagem feia para o Escorpião. Por isso, o desafio das pessoas de Escorpião é reconhecer os próprios monstros e o medo que despertam. Caso contrário, vão enxergar apenas a sombra alheia e se tornar ressentidas, pois serão feridas pelos outros. Pessoas

de Escorpião são sensíveis e amorosas. E extremamente confiáveis, desde que se permitam ver as próprias sombras. Escorpião possui grande magnetismo que se expressa em diversos níveis, da sexualidade ao poder político e espiritual. Se ficar dependente deste magnetismo, o Escorpião pode se tornar um manipulador compulsivo. Mas se souber lidar com a impermanência das relações, este magnetismo se expressa como uma amorosa força transformadora profundamente terapêutica para os que estão ao seu lado.

não dava aula em nenhuma escola da cidade, mas dava aula na escola do MST. Eu fiquei encantado com o processo, o projeto e aí criei um carinho especial pelo MST. E aí fui me envolvendo cada vez mais, fui conhecer há uns cinco anos a Escola Nacional Florestan Fernandes, aí uma nova emoção. Como a arte pode ser uma aliada no processo de conscientização política? Eu considero que fazer arte no nosso país é impossível que não venha com a necessidade uma consciência histórica e política nesse fazedor, nesse artista. Fazer arte no Brasil já é um gesto político porque precisamos atravessar muitas dificuldades. Então eu considero algo inerente ao fazer artístico, num país como o Brasil, o fato de ser um ator político. Principalmente agora, que é necessário falar, se expressar, dizer, se posicionar. Lembro que Naná Vasconcelos chamava atenção para isso, para ação política da percussão como protagonista.

Tempo

Quinta-feira, 14 de junho Chuva

29

ºC

19°

SEX (15)

SAB (16)

DOM (17)

22° 23° 23° 19°

19°

19°


ESPORTES

RIO DE JANEIRO, 14 A 20 DE JUNHO DE 2018

C 

não ter interesse pela Copa. Apenas 18% dos entrevistados destacou que tem grande interesse pela competição, mesma porção dos que dizem ter interesse médio. Os pouco interessados são 9%. Até então, a pior marca da pesquisa havia sido estimada em 2014, que não empolgou 36% dos brasileiros. O levantamento elencou a crise econômica, a corrupção na Confederação Brasileira de Futebol e o 7 a 1 da Copa de 2014 como possíveis explicações para a queda no interesse com o Mundial.

Lucas Figueiredo/CBF

opa do Mundo de futebol masculino, um dos acontecimentos esportivos mais assistidos do planeta, começa nesta quinta-feira (14), na Rússia, mas os brasileiros não parecem muito empolgados. Uma pesquisa do Datafolha, divulgada nesta semana, mostra que 53% dos torcedores em potencial da seleção não ter qualquer interesse pelo Mundial da Rússia. Essa marca é a pior desde 1994, início da série histórica. É a primeira vez que mais da metade dos brasileiros reconhece

Divulgação

SELEÇÃO VAI PERCORRER MAIS DE TRÊS MIL QUILÔMETROS NA PRIMEIRA FASE

Os 23 jogadores brasileiros convocados pelo técnico Tite estão hospedados em Sochi, à beira do mar Negro, e devem percorrer mais de três mil quilômetros por esse país de dimensões continentais para disputar os três jogos da primeira fase do torneio, a fase de grupos. O primeiro jogo do Brasil será contra a Suíça, neste domingo (17), às 15h (horário de Brasília). O segundo jogo será Brasil e Costa Rica, na próxima sexta-feira (22), às 9h (de Brasília). E na terceira e última rodada da fase de grupos, terá em campo Brasil e Sérvia às 15h do dia 27, na capital, Moscou.

CURTO E GROSSO

BRUNO MATEUS Divulgação

Pesquisa aponta que mais da metade dos brasileiros não estão interessados na Copa

11

1994 E UMA COPA PARA ALÉM DO FUTEBOL » A Copa do Mundo começa nesta quinta-feira (14), e, não sei se vocês perceberam, mas aquele “clima de Copa” não bateu até agora. Não tem bandeirinha verde e amarela tipo quadrilha nem rua pintada. Será que eu estou ficando ranzinza e quando eu era menino era muito mais divertido porque tinha cheiro de férias? Ou a graça se perdeu na velocidade e no cinismo dos nossos novos tempos? De todo modo, lá vamos nós para mais um Mundial e será divertido acompanhar a competição. Sempre é. Em 1994, com meus 11 anos, esperei a Copa ansiosamente. Narrei sozinho emocionantes partidas de jogo de botão enquanto os dias passavam lentamente. Três fatos me marcaram profundamente naquele contexto futebolístico. Meses antes do Mundial, em abril, morreu Dener, o eterno 10 da Portuguesa, que se foi jovem demais, tinha só 23. No meu quarto, domingo à noite e TV ligada, chorei de soluçar ao ver Armando Nogueira falar sobre o menino

que “morreu dormindo. Só assim mesmo: desperto, teria driblado o destino”. Também foi pela TV que vi Barbosa tentando disfarçar seu indisfarçável constrangimento ao ser barrado na Granja Comary por Parreira e Zagallo. A seleção se preparava para a Copa e eles alegaram que não queriam transmitir nenhum sentimento de derrota aos jogadores. Sobre Barbosa foi jogada a culpa pela vitória uruguaia na final de 1950. Ele conviveu com esse estigma por 50 anos, até morrer em abril de 2000. E foi durante a Copa de 94 que tive meu definitivo encontro com Diego Armando Maradona. Não me pergunte por que, mas quando o tiraram da competição por doping, que até hoje me deixa encucado, me coloquei ao lado dele. Para mim, são três injustiças – uma do destino e duas dos homens – e é importante sempre recordá-las. Que comece a Copa do Mundo. Porque ela também tem muito a nos ensinar para além do futebol.

Manifestações contra governo russo durante a Copa são pouco prováveis » Com os olhos do mundo voltados para si, as cerimônias de abertura e encerramento da Copa costumam servir de palco para que a insatisfação de cidadãos locais seja expressa e divulgada internacionalmente. No entanto,

na Rússia, protestos e manifestações – aos moldes a que estamos acostumados no Brasil – são improváveis. Uma pesquisa de maio deste ano do Instituto Levada perguntouseosentrevistados participariam de protestos contra o governo para exigir

melhor qualidade de vida, e 86% responderam que provavelmente não iriam. Se os protestos fossem em relação a demandas políticas, 88% não participariam. Poliana Dallabrida e Daniel Giovanaz


12 ESPORTES

RIO DE JANEIRO, 14 A 20 DE JUNHO DE 2018

PAPO ESPORTIVO

LUIZ FERREIRA

A COPA DO MUNDO E AQUELE VELHO DISCURSO MORALISTA Lucas Figueiredo/CBF

D

esde que eu me entendo por gente, sempre vi a empolgação do torcedor brasileiro com a Copa do Mundo. Sempre tinha aquela galera que se fazia de difícil e falava que não ligava pra Copa, mas todo mundo se juntava no final. Seja para comemorar as vitórias ou afogar as mágoas depois das derrotas. Bom, todo mundo sabe que o país vive um momento muito diferente de 1994 e de 2002. Já não vemos tantas ruas enfeitadas como antigamente e a empolgação do povo já não é a mesma. E isso acontece por conta de uma série de motivos: a crise econômica, as lambanças e falcatruas da CBF e o fiasco dos 7 a 1 sofridos em 2014. O Brasil vem sendo tomado pelo desânimo. Mas esse nem é o problema. O problema é aquele velho discurso moralista dos anos anteriores que voltou com força em 2018. - Vocês aí falando de futebol e a educação e a saúde nesse estado. - A Copa do Mundo começou e ninguém mais fala de corrupção... - Os alienados vão ficar falando de futebol e os ladrões vão continuar roubando!

TABELA DA COPA 1ª FASE - GRUPO E 17/6/2018 17/6/2018 22/6/2018 22/6/2018 27/6/2018 27/6/2018

9:00 Costa Rica 15:00 BRASIL 9:00 BRASIL 15:00 Sérvia 15:00 Sérvia 15:00 Suíça

30/6/2018 30/6/2018 1/7/2018 1/7/2018 2/7/2018 2/7/2018 3/7/2018 3/7/2018

15:00 11:00 11:00 15:00 11:00 15:00 11:00 15:00

1º grupo 1º grupo 1º grupo 1º grupo 1º grupo 1º grupo 1º grupo 1º grupo

A C B D E G F H

X X X X X X X X

2º grupo B 1º grupo D 1º grupo A 1º grupo C 1º grupo F 1º grupo H 1º grupo E 1º grupo G

49 50 51 52 53 54 55 56

QUARTAS DE FINAL 6/7/2018 11:00 Vencedor 49 6/7/2018 15:00 Vencedor 53 7/7/2018 15:00 Vencedor 51 7/7/2018 11:00 Vencedor 55

X X X X

Vencedor 50 Vencedor 54 Vencedor 52 Vencedor 56

57 58 59 60

SEMIFINAL 10/7/2018 15:00 Vencedor 57 11/7/2018 15:00 Vencedor 59

X X

Vencedor 58 61 Vencedor 60 62

3º LUGAR X

FINAL

Lucas Figueiredo/CBF

15/7/2018 12:00

X

CURTINHAS

»»É impressionante a situação do Flumi-

»»Bom, caro amigo, se você pensa assim, la-

mento informar que essa coluna é pra você. E já digo de antemão que esse discurso me irrita profundamente. Querer colocar a culpa dos problemas do país no futebol, na Copa do Mundo e na Seleção Brasileira é querer desviar o foco da própria responsabilidade que cada um de nós possui diante de tudo o que aconteceu de 2016 pra cá. Afinal, a educação, a saúde e a segurança não pioraram só porque a Copa está pra começar, não é mesmo? E tem outra coisa: onde você estava quando professores, médicos e outros profissionais saíram nas ruas para lutar contra o sucateamento do serviço público? Pois é… Infelizmente, alguns valores andam um pouco desvirtuados nesses dias. Você tem todo direito de não gostar de futebol, da Seleção e da Copa do Mundo. Você pode se esconder numa caverna durante o Mundial e só vol-

Sérvia Suíça Costa Rica Suíça BRASIL Costa Rica

OITAVAS DE FINAL

14/7/2018 11:00

SERÁ QUE O POVO NÃO TEM DIREITO NEM DE CURTIR A SELEÇÃO NA COPA?

X X X X X X

tar depois da decisão. Só não precisa ficar censurando quem quer se divertir com o Velho e Rude esporte Bretão. O povo já está sendo alijado de diversos direitos nos últimos meses. Será que nem futebol a gente pode curtir mais? Que a Seleção Brasileira faça um papel sensacional na Rússia e volte com o hexa pra casa. E que nosso discurso comece a ter um pouco mais de coerência nos meses que virão depois da Copa do Mundo.

nense na temporada. O time sofreu a sua quarta derrota seguida no Brasileirão. Essa parada para a Copa do Mundo vai trazer mudanças no clube. »»O Botafogo fez o dever de casa, venceu o Atlético-PR sem muitos sustos e chegou à décima posição na tabela. Vale destacar a boa atuação de Matheus Fernandes, o “motorzinho” do meio-campo alvinegro. »»O Flamengo sofreu com o Palmeiras, mas mostrou a sua força e conquistou um ponto precioso na casa do adversário. A lamentar somente o fato do jogo ter terminado em cenas lamentáveis. »»E a parada para a Copa do Mundo será muito benéfica para o Vasco. O time precisa de pelo menos quatro reforços para não cair. No mínimo. É isso ou o quarto rebaixamento.

Brasil de Fato RJ - 270  
Brasil de Fato RJ - 270  
Advertisement