Page 1

Gama Filho e UniverCidade descredenciadas Transferência assistida será a maior já realizada no país

entrevista | pág. 5

Light: consumidores devem se organizar para evitar abusos

Pablo Vergara

Francisco Chaves

1 | mundo cidades | pág. 7

Presidente do Senge-RJ critica falta de investimentos da concessionária

Rio de Janeiro, 16 a 22 de janeiro de 2014 | ano 11 | edição 35 | distribuição gratuita | www.brasildefato.com.br | facebook.com/brasildefato

Baixa qualidade dos ônibus é marca na cidade-sede das Olimpíadas Pablo Vergara

cidades | pág. 3

cidades | pág. 4

Divulgação

Renato Cosentino

A cada 10 ônibus, apenas dois têm ar condicionado no Rio. Ou seja, só 18,7%, segundo a Rio-Ônibus. O prefeito Eduardo Paes (PMDB) anunciou em 2012 que 100% teriam o equipamento até as Olimpíadas. Na Central do Brasil, usuários também criticam a superlotação, o preço da passagem e a baixa frequência dos veículos.

cultura | pág. 11

Célio de Barros virou estacionamento, denunciam atletistas

Toda sexta, sambar é lei na Pedra do Sal

Manifestação marcou um ano sem local para treinamentos de atletismo

Grupo Samba de Lei lota região da zona portuária toda semana


02 | opinião

Rio de Janeiro, 16 a 22 de janeiro de 2014

editorial | Brasil

Maranhão: desigualdades sociais e suas consequentes barbáries NoS úlTimoS dias, o Brasil tem assistido várias cenas de barbárie. mas os fatos mais vergonhosos foram revelados no maranhão. lá uma oligarquia familiar domina o estado, o poder econômico, as terras, o poder Judiciário, o legislativo e o governo estadual desde 1964! Pasmos, assistimos às notícias de que foram assassinadas 63 pessoas dentro dos presídios. de que os bandidos por vingança atearam fogo a ônibus da população fazendo mais vítimas. Viu-se que uma das causas da revolta é a qualidade da comida, embora as marmitas sejam cobradas a um

Não por acaso, o índice de analfabetismo no maranhão é o pior do Brasil e um dos piores do mundo

______________________________________

preço 142% acima da média, e o proprietário da empresa fornecedora é sócio do marido da governadora, Roseana Sarney (PmdB). Roseana teve o ato falho de ir à televisão dizer que "a causa de tanta violência no estado, é porque o maranhão está mais rico (sic)". claro, como ela confunde o maranhão com sua família, está certa. A causa é essa mesma. A concentração da riqueza e a desigualdade so-

cial decorrente. Não por acaso, o índice de analfabetismo no maranhão é o pior do Brasil e um dos piores do mundo. É também o estado que tem o maior índice de concentração da propriedade da terra, nas mãos de meia dúzia de fazendeiros, em contraposição a mais de 300 mil famílias de sem-terras. Sem falar que pelo maranhão são exportados, por ano, 100 milhões de tonela-

das de minério de ferro, pela empresa privatizada VAle do Rio doce. e essa riqueza não paga um centavo sequer de imposto de exportação, ou icmS, ao povo maranhense, depois que o governo FHc isentou de impostos, pela lei Kandir, todas as exportações de matérias primas. e o governo atual não teve a coragem de revogá-la! Não é por nada que o ministro de minas e energias, edison lobão, é do maranhão e imposto pela oligarquia nas alianças com o governo dilma. Naquele estado, há também um verdadeiro monopólio de comunicação: todas as grandes redes de comu-

nicação são propriedade privada das duas famílias da oligarquia local. outro fato: foi lá onde o Judiciário destituiu o ex-governador Jackson lago, eleito pelo povo, com alegação que tinha participação de um comício, ainda no mês de março do ano eleitoral. Já o processo de destituição da atual governadora dorme nas gavetas empoeiradas dos tribunais. essas mazelas, provocadas por um estado controlado pelo poder econômico e por uma classe dominante estúpida somente poderão ser combatidas se tivermos uma reforma política, que altere a forma de eleger nossos representantes.

editorial | Rio de Janeiro

Povo na rua é a resposta às ameaças dos governos No começo de 2014, o endeusado pela mídia de mercado Secretário de Segurança José mariano Beltrame anunciou que 500 efetivos da Pm estão preparados para reprimir as manifestações populares. em âmbito federal, o governo anunciou que vem aí a Força Nacional de Segurança com mais de 10 mil efetivos prontos para entrar

Redação Rio: redacaorj@brasildefato.com.br

Para anunciar: (21) 4062 7105

em ação contra as manifestações em qualquer cidade onde se realizarão os jogos da copa do mundo. Ao apagar das luzes de 2013, o centro do Rio foi palco novamente de uma verdadeira ocupação militar, como se a cidade estivesse sob estado de sítio. o motivo alegado era a realização de manifestação pacífica convocada em pro-

testo contra um possível reajuste nas passagens de ônibus anunciado pelo prefeito eduardo Paes, mas que o Tribunal de contas do município do Rio mandou suspender temporiamente. A caixa preta do setor segue oculta e para dar ganho de causa aos empresários, o prefeito eduardo Paes acena com a possibilidade de só serem colocados ar condi-

O jornal Brasil de Fato circula semanalmente em todo o país e agora com edições regionais em São Paulo, Minas Gerais e no Rio de Janeiro. Queremos contribuir no debate de ideias e na análise dos fatos • Ed do ponto de vista da necessidade de mudanças • Ed sociais em nosso país e no nosso estado.

cionado nos ônibus se ocorrer o reajuste nas tarifas. Ar condicionado nos ônibus no verão do Rio de Janeiro é uma questão de saúde pública, da mesma forma que o aquecimento nos veículos de transportes coletivos no inverno europeu. mas as autoridades, em vez de defenderem os interesses da maioria da população carioca que utiliza os

ônibus para se locomover, preferem fortalecer a repressão às justas manifestações populares. A melhor resposta a essa chantagem de caráter autoritário é o povo ir às ruas exigir que os governos melhorem a qualidade de vida da população, além de denunciar maus governantes como eduardo Paes e Sergio cabral, ambos do PmdB.

CONSELHO EDITORIAL RIO DE JANEIRO: Antonio Neiva, Aurélio Fernandes, Joaquín Piñero, Mario Augusto Jakobiskind, Rodrigo Marcelino, Vito Giannotti ADMINISTRAÇÃO: Carla Guindani e Valdinei Siqueira DISTRIBUIÇÃO: Kleybson Andrade DIAGRAMAÇÃO: Stefano Figalo EDITOR-CHEFE: Nilton Viana (MTb 28.466) EDITORA REGIONAL: Vivian Virissimo (MTb 13.344) REPÓRTERES: Gilka Resende, Bruno Porpetta, Bepe Damasco COLUNA SINDICAL: Claudia Santiago ESTAGIÁRIA: Mariane Matos FOTÓGRAFO: Pablo Vergara ILUSTRADOR: Latuff


Rio de Janeiro, 16 a 22 de janeiro de 2014

Na “cidade olímpica”, qualidade dos ônibus continua em baixa VERÃO A cada 10 ônibus, apenas dois têm ar condicionado na cidade Pablo Vergara

GilkaResende do Rio de Janeiro (RJ) Aos pés do relógio da central do Brasil, filas e mais filas de trabalhadores preocupados em não se atrasar para o trabalho se formaram nos terminais de ônibus nesta terça-feira (14). Além de questionarem o preço da passagem e a frequência dos veículos, os depoimentos dão conta de que a situação se repete a cada dia. entre outras reclamações, a superlotação e a falta do ar-condicionado. cícera da Silva, de 45 anos, suava à espera da linha ipanema- central. “o ônibus demora pra caramba para encostar. A cidade está cheia de obras e isso piora o engarrafamento”, diz a auxiliar de serviços gerais de uma clínica odontológica. ela costuma acordar às 4h50 para “tentar chegar às 9h no serviço”. moradora da periferia de caxias, partiria em seu terceiro ônibus do dia, às

Fluminenses passam sufoco no trajeto casa-trabalho-casa

8h03, em direção a Botafogo. o ônibus em que cícera subiu, que chegou à central vazio da garagem, partiria já cheio desde a primeira parada. os três seguintes sairiam na mesma situação. Na volta, a realidade não muda. “chego em casa lá pelas 10h da noite e ainda vou preparar a comida da marmita. Queria ter mais tempo para fazer uma academia ou um curso”, conta.

No total, contando ida e volta, cícera gasta R$ 19,50 com transportes. “minha empresa paga, mas eu penso em quem tem que tirar direto do bolso”, destaca. É o caso de maria das dores, de 48 anos, que é diarista e sai de Bangu para fazer faxinas na zona sul. mesmo sendo a primeira de uma das filas, não continha o nervosismo: descascava o esmalte das unhas, esticava o pescoço e

até saltava da calçada, indo até o meio da rua verificar se o ônibus estava por chegar. maria reclama principalmente da falta de ar condicionado. “Todo mundo sabe que Bangu é quente. Você morre de calor! Tinha que falar para o prefeito andar de ônibus sem ar. ele pensa que a gente é lixo?”, questiona ela ao lembrar que a cidade chegou a ter recentemente uma sensação térmica de 50ºc. do total, apenas 18,7% dos ônibus têm ar-condicionado na cidade, segundo o sindicato que representa as 43 empresas que operam no sistema de transporte, a Rio-Ônibus. o prefeito eduardo Paes (PmdB) anunciou, ainda em 2012, que 100% dos veículos teriam o equipamento até as olimpíadas de 2016. Porém, a prefeitura informou nesta semana ao RJ TV, da TV Globo, que a promessa só sairá do papel no caso de aumento da tarifa.

Mobilidade urbana no Rio é a pior entre 15 metrópoles INTEGRAÇÃO 71% dos bairros têm condições precárias neste quesito do Rio de Janeiro (RJ) de acordo com o Índice de Bem-estar Urbano local (ibeu), do observatório das metrópoles, dos 338 bairros da metrópole do Rio, 240 apresentam condições “ruins” ou “muito ruins” de mobilidade urbana. isso representa 71% das áreas. Para Juciano Rodrigues, do instituto de Pesquisa e Pla-

nejamento Urbano e Regional (ippur/UFRJ), o problema se relaciona ao investimento em obras que, direta ou indiretamente, priorizam o transporte individual, como carros e motos. “me parece que a ideia é atender mais aos setores-chave para a economia, como o automobilístico, do que atender as reais necessidades da população”, pontua. Nesta segunda-feira (13), começou a valer o aumento

de 5,7% no preço das passagens em ônibus intermunicipais, definido pelo departamento de Transportes Rodoviários (detro). Rodrigues avalia que “a mobilidade urbana do Rio é exageradamente dependente dos ônibus”. “Temos que pensar o Rio como uma cidade metropolitana. As pessoas precisam circular por todo o território”, ressaltando ser necessário investir mais em trens e no metrô. (GR)

Contra o aumento da passagem A prefeitura aguarda a decisão do Tribunal de contas do município (TcmRJ) para decidir se aumenta ou não as passagens de ônibus. Temendo o reajuste, o Fórum de lutas contra o Aumento da Passagem e a operação Pare o Aumento marcaram um protesto para esta quinta-feira (16). A concentração ocorre às 17h, na candelária, centro.

cidades | 3

FATOS EM FOCO

Peixe de graça depois de 14 anos do maior vazamento de óleo na Baía da Guanabara, a Petrobras ainda não indenizou grande parte dos impactados. Pescadores, ecologistas e ativistas de movimentos sociais farão protesto na sexta-feira (17), na Avenida chile, no Rio, às 10h. No ato, toneladas de peixes serão distribuídas gratuitamente à população.

Cardeal Dom Orani o arcebispo do Rio de Janeiro, dom orani Tempesta, disse que sua nomeação como cardeal é uma honra e agradeceu a torcida dos fieis. A promoção do religioso da igreja católica foi anunciada no domingo (12), no Vaticano, pelo papa Francisco. o novo cardeal pediu que os cariocas rezem para que ele desempenhe bem sua função.

Minha Casa, Minha Vida Na última segundafeira (13), 1.260 casas foram entregues a famílias que viviam em áreas de risco nas zonas oeste e norte da cidade. A entrega dos imóveis, que faz parte do programa do governo federal minha casa, minha Vida, ocorreu no conjunto habitacional Haroldo de Andrade, no bairro de Barros Filho, na zona norte.


4 | cidades

Rio de Janeiro, 16 a 22 de janeiro de 2014

Em ato, atletistas denunciam que Célio de Barros virou estacionamento ESPORTE Após pressão popular, o governador Sérgio Cabral (PMDB) prometeu a reabertura do estádio de atletismo, mas até agora nada foi feito RenatoCosentino do Rio de Janeiro (RJ) Uma cidade que se prepara para receber as olimpíadas deveria estar investindo em esporte e na construção de centros esportivos de ponta, certo? errado. o Rio de Janeiro perdeu nos últimos anos o Autódromo de Jacarepaguá, o estádio de Atletismo célio de Barros e o Parque Aquático Júlio delamare, reaberto recentemente e apenas de forma parcial após as manifestações de 2013. Por isso, no último dia 9 de janeiro, atletas, alunos e demais usuários do célio de Barros estiveram em frente ao estádio, no complexo esportivo do maracanã, para lembrar o primeiro ano sem o seu principal local de treinamento. eles fizeram um ato batizado de "Sem-teto do atletismo rumo às olimpíadas de 2016", exigindo que a

pista seja imediatamente reconstruída com padrão internacional. “Não foi uma festa de comemoração, vamos comemorar quando estivermos outra vez dentro da nossa casa, treinando e competindo. Foi um encontro para reivindicarmos nossos direitos”, disse edneida Freire, ex-coordenadora técnica do projeto Rio 2016, que reunia 322 atletas entre cinco e 50 anos no célio de Barros. Há um ano, o governo estadual, sem aviso prévio, fechou as portas do estádio, o único da cidade onde todas as modalidades do atletismo podem ser praticadas. o objetivo era construir um shopping e um estacionamento no terreno, em obra que fazia parte do projeto da empresa imX, do empresário eike Batista, que junto com a odebrecht e a AeG assumiu a gestão do maracanã. No entanto, a pressão po-

Renata Cosentino

pular das manifestações fez com que o governo desistisse do plano de demolição e prometesse a reconstrução do estádio, recém-reformado para o Pan-Americano de 2007, mas que acabou sendo parcialmente destruído no ano passado. Sua pista foi asfaltada e tem sido usada como estacionamento em dias de jogos de futebol.

“estamos há um ano sem o único estádio de atletismo oficial e público, isto na cidade sede da próxima olimpíada, que vai entrar para história como a primeira da América do Sul”, disse edneida. “Para nós do atletismo, o legado chegou antecipado: despejos, demolições, uma luta insana e dolorosa”, desabafou.

TREINAMENTO Quinta da Boa Vista e Alto da Boa Vista estão sendo adaptados por atletas Renata Cosentino

do Rio de Janeiro (RJ)

Atletas resistem e lutam pelo Célio de Barros

petições nacionais e internacionais foram sediadas lá, além de jogos estudantis, desde a década de 70.

Rolezinho em São Paulo marcada para sábado (18), às 12h, uma manifestação vai denunciar a repressão dos shoppings ao movimento conhecido como “rolezinho”, realizado por jovens das periferias de SP. A manifestação seguirá até a entrada do Shopping JK iguatemi, um dos mais ricos da capital, que no último sábado (6) obteve liminar que permitiu que seguranças exigissem os documentos de frequentadores.

Estádio foi parcialmente destruído no ano passado

“Sem Célio de Barros, atletismo está quase extinto no Rio”

os atletas têm no estádio sua primeira casa e costumam dizer que o célio de Barros está para o atletismo assim como o maracanã para o futebol. Segundo eles, é um templo do esporte, por isso sua demolição sempre foi inegociável. Adhemar Ferreira da Silva, bicampeão olímpico no salto triplo, treinou e competiu nas pistas do célio de Barros. Grandes com-

FATOS EM FOCO

A luta contra a demolição do célio contou com nomes de peso, como os campeões olímpicos Joaquim cruz e

maurren maggi. e a nova geração, que está impedida de entrar no complexo esportivo do maracanã, segue de perto o exemplo dos ídolos. "estamos tendo que adaptar locais de treinamento, como a Quinta da Boa Vista, o Alto da Boa Vista e em alguns campos”, disse o jovem atleta Felipe martins, que fez questão de comparecer ao protesto para exigir a reabertura do estádio. “Sem o célio de Barros, o atletismo está quase extinto no Rio de Janeiro”, finalizou. (RC)

Rolezinho no Rio No Rio, um rolezinho ocorrerá no Shopping leblon, no domingo (19), às 16h. “em apoio à galera de São Paulo, contra toda forma de opressão e discriminação aos pobres e negros, em especial contra a brutal e covarde ação diária da polícia militar no Brasil, seja nos shoppings, praias ou periferias”, escreveram os organizadores no Facebook.

Rolezinho em Niteroi em Niterói, o rolezinho vai acontecer no sábado (18), às 18h30. No Facebook, os organizadores convocam para o ato: “Você que mora em Niterói não pode ficar fora dessa, né? Ainda mais agora, com novas instalações, muito mais bonito para um ‘rolezinho’. Todos dentro da lei: racismo é crime, estaremos de olho”.


Rio de Janeiro, 16 a 22 de janeiro de 2014

Consumidores da Light devem se organizar para evitar abusos ENERGIA Com receita de mais de 1 bilhão, concessionária segue oferecendo serviço de baixa qualidade Pablo Vergara

VivianVirissimo

do Rio de Janeiro (RJ) mesmo com receita de R$1,737 bilhão, a Light segue sem fazer os investimentos necessários para oferecer um serviço de qualidade. esse é o diagnóstico do presidente do Sindicato dos engenheiros do Rio (Senge-RJ), olimpio dos Santos Alves. o sindicalista é taxativo: “Se a gente quiser melhorar o serviço, só tem um caminho: os consumidores precisam se organizar”. BrasildeFato-Em2013,ocariocaficou,emmédia,15h21 minutossemenergia.Olimite, estipulado pela Aneel, é de 9h2 minutos. Afinal, porque nãoháfiscalização? Olimpio do Santos Alves Porque após a privatização os governos criaram agências reguladoras que estão, em sua grande maioria, capturadas pelas grandes empresas privadas. Algo que ocorre em todos os setores e é próprio do neoliberalismo que acredita que o mercado se autorregula. Se a Light não presta um serviço adequado, deveria ser aplicada uma série de multas. o serviço de energia é monopólio do estado, que pode conceder para que empresas o explorem. mas tem que prestar um bom serviço. Se isso não acontece, a concessão deve ser tomada. Diantedasfalhasrecorrentes, o deputado Fernando Jordão (PMDB) enviou um ofícioàAneelpedindoacaducidadedoscontratoscom a Light e a Ampla. Como o senhorvêisso? É importante. mas acho difícil que a Aneel tenha coragem. esse tipo de coisa só ocorre se

A agência reguladora só atende os problemas das empresas, não dos consumidores

______________

Olimpio dos Santos Alves, presidente do Senge-RJ

a população entrar no jogo, reivindicando um serviço de qualidade. caso contrário, fica um jogo entre eles: a Aneel multa, a concessionária recorre, o processo se arrasta por dez anos e é extinto no Judiciário. Pablo Vergara

cabana e ipanema. Quando se fala em 15 horas sem luz, é sinal de que os bairros do subúrbio e da periferia devem ter ficado mais de 30 horas sem energia. o que pode significar uma interrupção de mais de 24 horas. Ficar sem

Se a Light não presta um serviço adequado, deveria ser aplicada uma série de multas

__________________

Sónosúltimosdiasaconteceram protestos contra a Light naMangueira,Morro da Matriz, Campo Grande, Tijuca,alémdeNovaIguaçu, Duque de Caxias e Magé. Como avalia essa série de manifestações? o protesto dessas pessoas, para a mídia comercial e para o poder, não tem tanto peso. ou não tem tanto peso como as manifestações do pessoal de copa-

energia causa vários transtornos, se perde comida, o trabalhador não consegue dormir para encarar a jornada, acaba ficando sem água. Sem falar nos picos de energia que danificam geladeira, ventilador, microondas. isso acontece demais. ALight temalegadoqueas interrupçõesacontecempor causadefurtosdecobre.Isso sesustenta? Não. As interrupções acontecem por falta de investimento. É natural que nessa época do ano o consumo de energia elé-

trica aumente. Se não investe na rede, ocorre sobrecarga. outra coisa: a Light demora a agir porque não tem capacidade para atender os problemas que ocorrem simultaneamente. os trabalhadores que atuam na manutenção não são da Light, são terceirizados. com a alta rotatividade, as pessoas não conhecem o sistema como um todo. Sem falar nos baixos salários. destaco, ainda, que é proibida a terceirização no serviço elétrico e a Aneel não fiscaliza. Oúltimoaumentodatarifa aconteceusemarealização de uma audiência pública presencial.Naépoca,oSengeencaminhouumofícioa Aneel.Vocêstiveramalgum retorno? Não. No meu entender, a Aneel está para atender os problemas das empresas, não os dos consumidores. essas empresas deveriam prestar um serviço ao público e não aos acionistas. Se a gente quiser melhorias, só tem um caminho: os consumidores precisam se organizar de fato. o modelo poderia ser uma associação nacional de consumidores.

entrevista | 5

FATOS EM FOCO

Catástrofes por chuvas As catástrofes ocasionadas por chuvas aconteceram e continuarão a acontecer no Rio de Janeiro e na Baixada Fluminense devido a obras mal planejadas, disse nesta terça-feira (14) o presidente do conselho Regional de engenharia e Agronomia do Rio de Janeiro (crea-RJ), Agostinho Guerreiro.

Magé sem luz A Rodovia Rio-Teresópolis foi fechada na noite da segunda-feira (13). o motivo? As constantes interrupções de energia elétrica. indignados, os moradores de magé, na Baixada Fluminense, protestaram na altura do quilômetro 135 (Parque estrela), sentido Teresópolis. A Polícia Rodoviária Federal interviu e liberou a pista durante a madrugada.

Maracanã alagado o temporal que caiu na madrugada de segunda-feira (13) formou um grande bolsão d´água na Avenida Radial oeste, na pista sentido zona norte, na altura da Aldeia maracanã. As ruas Professor eurico Rabelo e Radialista Valdir Amaral ficaram alagadas, além da Avenida maracanã. Falta de energia elétrica foi registrada da Praça da Bandeira até a Radial oeste.


06 | cidades

Rio de Janeiro, 16 a 22 de janeiro de 2014

Agricultura familiar recebe equipamentos do PAC 2 ESCOAMENTO Para MDA, atividade está aquém do potencial no estado do Rio de Janeiro Divulgação/Sedraf

CristinaIndiodoBrasil do Rio de Janeiro (RJ) A partir da última segunda-feira (14), na cidade de Sapucaia (RJ), 20 municípios, com até 50 mil habitantes e representativos na agricultura familiar do estado do Rio receberam equipamentos que serão empregados na conservação, manutenção e abertura de estradas vicinais usadas no escoamento da produção e também nos serviços de terraplanagem. os equipamentos foram adquiridos com recursos do Programa de Aceleração do crescimento 2 (PAc2). As prefeituras em geral não têm os equipamentos necessários para a manutenção e abertura de estradas vicinais. Na semana que vem haverá um treinamento com dois operadores de cada município para que os equipamentos

dentro do PAc2, que estabeleceu a doação deste tipo de equipamentos a todos os municípios do Brasil com menos de 50 mil habitantes. “Por meio de um estudo foi verificado que esses municípios concentram a população rural, onde, em geral, o Índice de desenvolvimento Humano (idH) é mais baixo e está concentrada uma população mais pobre. Tem um sentido de possibilitar a inclusão produtiva desses setores menos privilegiaNo Rio de Janeiro, 20 municípios receberão recursos dos e com mais dificuldade de conseguir a inclusão possam ser usados imediata- nandes. “isso [a aquisição dos mente. “A partir do fim do equipamentos] alivia os cus- econômica”, disse. Na avaliatreinamento, no dia 23, as má- tos de transporte para o pro- ção do delegado, os governos quinas já podem ser utilizadas dutor e possibilita um escoa- federal, estadual e municipal para apoio aos agricultores mento, tirando inclusive das precisam investir mais na agricultura familiar no Rio de Jafamiliares”, disse o delegado mãos dos atravessadores”. neiro, onde a atividade está desde o começo da entrefederal do ministério do desenvolvimento Agrário (mdA), ga dos equipamentos em aquém do potencial. José otávio câmara Fer - 2012, este é o quarto lote (Agência Brasil)

Região dos Lagos: concessionária é obrigada a fornecer água PROLAGOS Para juiz, situação “beira ao descaso” por não serem adotadas medidas necessárias DouglasCorrêa do Rio de Janeiro (RJ) A concessionária Prolagos, que presta serviço de abastecimento de água em cinco cidades da Região dos lagos, terá de pagar multa diária de R$ 10 mil, a partir do momento em que for intimada, caso não cumpra os itens da ação movida pela comissão de defesa do consumidor

da Assembleia legislativa do Rio (Alerj). com a publicação da decisão do juiz da 3ª Vara de Fazenda Pública Antônio Augusto de Toledo de Gaspar no diário oficial desta quarta-feira (15), os mandados de citação e intimação já poderão ser expedidos. Segundo o juiz, a concessionária sabe que, nesta fase do ano, tais problemas são recorrentes, mas "pelo que se depreende",

não adota as medidas necessárias para solucioná-los, "o que beira o descaso". o objetivo da ação é obrigar a empresa a fornecer água potável de forma contínua, eficiente e adequada, ou garantir o fornecimento de outra forma, por meio de carros-pipa, por exemplo. A comissão da Alerj tomou conhecimento do problema por meio de reclamações dos consumidores dos municípios de cabo Frio, São Pedro

da Aldeia, Arraial do cabo, Búzios e iguaba Grande, que são atendidos pela concessionária. de acordo com o presidente da comissão, deputado luiz martins (PdT), centenas de ligações telefônicas de consumidores que não sabem como proceder chegaram ao colegiado. "É fundamental que os serviços atendam as necessidades básicas da população", disse martins. (Agência Brasil)

FATOS EM FOCO

Caxias sem luz Na noite de terça-feira (14), moradores da favela Beira mar, em duque de caxias , se revoltaram com a falta de luz e fizeram um protesto contra a Light, concessionária que atende o município. entulhos foram queimados na Rodovia Washington luiz, na altura de duque de caxias. o 15º Batalhão da Polícia militar (Pm) acompanhou a manifestação.

Jacarepaguá sem árvores As árvores que amenizavam o calor na Praça do Taquara e no largo do Tanque cederam lugar para muito asfalto e concreto em Jacarepaguá. essa mudança é resultado das obras do BRT Transcarioca. moradores estão descontentes e pedem que a prefeitura faça o plantio de árvores no local.

Riachuelo sem água moradores do bairro Riachuelo, na zona norte, convivem há 30 dias com desabastecimento de água. A cedae argumenta que o problema de abastecimento possui origens “diversas e pontuais”. em nota, a companhia afirmou que técnicos da cedae desconfiam que o problema de Riachuelo seja um vazamento encoberto.


Rio de Janeiro, 16 a 22 de janeiro de 2014

Gama Filho e UniverCidade pedem federalização

FATOS EM FOCO

Estrutura do “MAR” abalada

EDUCAÇÃO Acordos firmados nos últimos anos não foram honrados pela Galileu Educacional FaniaRodrigues do Rio de Janeiro (RJ) o ministério da educação (mec) descredencia a Universidade Gama Filho (UGF) e a Univercidade, controladas pelo Grupo Galileu. Alunos e professores protestam contra a decisão e reivindicam a federalização. Reitores das universidades federais e o diretor do cefet do Rio de Janeiro se reúnem e divulgam documento pedindo a federalização. Já os diretores do Galileu não ficaram nada satisfeitos com a decisão do mec e disseram que vão recorrer da decisão. esse é o atual cenário desse impasse no sistema de educação superior do Rio de Janeiro, que já se arrasta há dois anos. A crise se agravou, no início de 2013, com a deflagração de

greve de professores, de funcionários e de estudantes por falta de pagamento dos salários e precarização das condições de trabalho e demissão massiva de 300 professores. Vários acordos foram firmados, mas nenhum foi honrado pela Galileu educacional. diante do descumprimento por parte da mantenedora do Termo de Saneamento de deficiências acordado, o mec decidiu pelo descredenciamento de ambas as instituições. centenas de estudantes, professores e funcionário da UGF e da Univercidade foram às ruas essa semana para protestar contra a decisão do mec. Pedem ainda a punição para os responsáveis da administração e a estatização das duas instituições. outro grupo de estudantes, que está em Brasília desde a primeira semana de janeiro,

Francisco Chaves

Mais de 500 estudantes, professores e funcionários participaram de ato

ainda tenta reverter a decisão. A aluna de medicina Ana Flávia Hissa, que participou essa semana de reuniões no mec, afirma que entre o momento do descredenciamento até começar a transferência assistida ainda pode ocorrer a intervenção do estado. “o governo afir-

ma que é possível, entretanto falta vontade política. o mec alega que a dívida da UGF é muito grande e que tem escolas e creches carentes que precisam desse investimento. Argumento justo, mas acreditamos há recursos para ambas às ações”, afirma a dirigente estudantil.

Transferência assistida será a maior já realizada no país EDUCAÇÃO Atualmente a UGF conta 9 mil alunos; MEC abrirá edital no âmbito da região Sudeste do Rio de Janeiro (RJ) os professores da UGF e da Univercidade se reuniram na quarta-feira (15) com o ministro da educação, em Brasília. “com o descredenciamento, do ponto de vista trabalhista, os professores ficaram sem direitos”, afirma o vice-presidente do Sindicato dos Professores do Rio de Janeiro (Sinpro), Antônio Rodrigues. em assembleia realizada

na última terça-feira (14), os professores decidiram lutar pelo não fechamento das duas faculdades e vão pedir a cassação da mantença concedida ao Grupo Galilei, que em cinco anos poderá voltar a atuar no setor educacional. “o mec descredenciou as duas faculdades, mas não a Galileo como grupo educacional. Agora o mec vai ter que explicar como reconheceu esse grupo como mantenedor idôneo, em maio de 2012, e concedeu o direito de administrar essas duas insti-

tuições. o governo não está isento de responsabilidade”, argumentou o professor de medicina, Jorge luiz do Amaral, que há 10 anos trabalha na Gama Filho. Atualmente a UGF conta com cerca 1.600 professores, 9.000 alunos e 1.000 funcionários. Nunca houve no Brasil uma transferência assistida com esse grande número de alunos. o mec informou que abrirá edital para universidades, faculdades e centro acadêmico inscreverem-se para receber os estudantes, que se

cidades | 07

dará no âmbito da região Sudeste. “São muito os interesses que estão em jogo. Que serão os grupos econômicos beneficiados com esse descredenciamento e com a transferência em massa desses estudantes? estão sendo tratados como um estoque, a educação como mercadoria”, questiona o sindicalista Antônio Rodrigues. Para os professores também está sendo proposta uma transferência assistida, processo que a categoria desconhece, pois nunca foi realizado no Brasil. (FR)

o museu de Arte do Rio, localizado na Praça mauá, no centro, foi inaugurado em março do ano passado e as obras custaram à prefeitura R$ 79,5 milhões. menos de um ano após a inauguração, o museu apresenta rachaduras de extensões variadas em diferentes áreas e afundamento em parte do piso no hall de saída do Pavilhão de exposições, no prédio principal. Técnicos da defesa civil do município não identificaram “comprometimento estrutural” no prédio.

Mulheres acusam comandante da PM Pelo menos 50 mulheres protestaram, na terça-feira (14), por não terem sido convocadas para ocupar vagas na Polícia militar (Pm). As manifestantes relataram que há três anos foram aprovadas em concurso público e, até o momento, não foram chamadas. A porta-voz do grupo, Tásia costa, também acusou o comandante-geral da Pm, luiz castro, de discriminação. Segundo ela, o comandante disse, em reunião na última sexta-feira (10), que as mulheres "não teriam capacidade física e mental para serem policiais".


8 | brasil

Rio de Janeiro, 16 a 22 de janeiro de 2014

Pedrinhas escancara crise no sistema carcerário, apontam especialistas PRESÍDIOS Crise evidencia falhas no sistema penitenciário como um todo mil pessoas (a quarta maior GuilhermeAlmeida do mundo)”, diz. “Não se pode nem falar de São Paulo (SP) em sistema [prisional] porAs mortes e graves vio- que a situação é um tanto lações de direitos humanos caótica”, avalia o assessor no complexo Penitenciário jurídico da Pastoral carcede Pedrinhas, no mara- rária, José de Jesus Filho. nhão, reacenderam o debate público sobre o sistema carcerário brasileiro. Após a Polícia militar assumir a segurança no local, os conflitos se intensificaram e ataques a ônibus foram comandados de dentro do presídio, já conhecido como problemático. especialistas apontam que essa crise não se trata de um caso localizado e evidenciam falhas no sistema carcerário como um todo. os números são assustadores, como aponta lúcia Nader, diretora executiva da oNG conectas direitos Humanos. “em vinte anos cresceu em 380% o número de presos no Brasil, enquanto a população aumentou só 30%. Temos uma população carcerária de 548

ele diz que o Brasil nunca planejou de forma articulada a política penitenciária, nem mesmo as revisões no código penal projetam os impactos das leis no número de presos. Segundo Filho, a situação

fica insustentável. “As políticas são pautadas por soluções emergenciais em torno de crises. As respostas são sempre as mesmas: transferência de presos e construção de presídios”, afirma.

“Inaceitável, ilegal e ineficiente” DESPREPARO Poder público não possui pesquisas sobre reincidência no sistema carcerário de São Paulo (SP) o sistema penitenciário brasileiro pode ser definido em três pontos, segundo a diretora da oNG conectas direitos Humanos, lúcia Nader. “ele é inaceitável, porque ignora qualquer padrão ético de dignidade humana, quem acompanha a realidade de dentro dos presídios vê isso de uma ma-

neira muito explícita. ele é ilegal, porque viola leis de

o egresso se vê preso numa porta giratória que o leva de volta para a prisão

_________________

garantias constitucionais, por exemplo, a superlotação dos presídios. e, por fim, totalmente ineficiente porque não recupera o preso e o desenvolve para uma sociedade violenta, sem apoio, e, por isso, não cumpre seu papel”, critica. outro ponto que pode ser apontando como despreparo do poder público em relação à situação é a não existência de pesquisas sobre

reincidência no sistema. José de Jesus Filho, da Pastoral carcerária, diz que os órgãos responsáveis por custear esses levantamentos – o departamento Penitenciário Nacional e o conselho Nacional de Justiça - nunca o fizeram. “Além disso, o estado não tem programa de reintegração social. o egresso se vê preso numa porta giratória que o leva de volta para a prisão”, lamenta. (GA)

Celas superlotadas Um dos maiores problemas do sistema é a superlotação dos presídios. de acordo com o mapeamento da conectas, faltam cerca de 207 mil vagas. “As prisões acabam virando grandes depósitos de pessoas que cometeram pequenos delitos, geralmente pessoas negras e pobres”, comenta o jurista Silvio luiz de Almeida, presidente do instituto luiz Gama, que combate o racismo. Para Almeida, muitos fatores contribuem com as altas taxas de superlotação. como uma polícia que é avaliada pelos índices de prisões efetuadas, além do grande número de presos provisórios – estima-se que cerca de 35% dos presos nunca foram sequer julgados. Silvio luiz ressalta que esse volume de prisões é uma decisão política. “isso é uma ferramenta de faxina étnica e controle de pobreza. A superlotação não passa de uma política de estado”, conclui. Todos os especialistas consultados apontam que a prisão em regime fechado deveria ser o último recurso do sistema judicial. No entanto, a realidade é outra. o presidente do instituto luiz Gama diz que o Judiciário é ao mesmo tempo conivente com o encarceramento em massa e despreparado para lidar com um número tão grande de processos. (GA)


mundo | 9

Rio de Janeiro, 16 a 22 de janeiro de 2014

Pacto nuclear representa "rendição" de potências, diz Irã POLÍTICA Acordo com Estados Unidos, Rússia, China, Reino Unido, França e Alemanha passa a valer este mês Wikipedia/CC

o presidente iraniano, Hassan Rouhani, disse nesta terça-feira (14) que o pacto nuclear de Genebra representa a "rendição" das potências do mundo ocidental perante o irã. As medidas previstas nas negociações de novembro com estados Unidos (eUA), Rússia, china, Reino Unido, França e Alemanha devem entrar em vigor na próxima segunda-feira (20). "Sabe o que significa o acordo de Genebra? Significa a rendição das grandes potências do mundo perante a grande nação do irã",

declarações do presidente representam esforço em acalmar críticos do pacto

________________

informou a agência de notícias local irna. "Significa que as grandes potências aceitaram o direito nuclear do povo do irã e a ruptura das tirânicas sanções im-

postas de forma injusta ao pacífico povo iraniano", completou. As declarações do presidente iraniano representam seu esforço em acalmar os críticos locais do pacto. Para eles, o acordo de Genebra representaria uma ameaça ao direito iraniano de enriquecer urânio para fins pacíficos. "Vamos regular nossas relações com o mundo segundo os benefícios que isso suponha ao povo do irã", acrescentou o presidente Rouhani. Teerã e o Grupo 5+1 (china, Rússia, eUA, Alemanha, França e Reino Unido) assinaram em 24 de novem-

Hassan Rouhani fez a declaração em visita à província Cuzistão

bro, em Genebra, um histórico pacto segundo o qual Teerã se comprometia a suspender as partes mais conflituosas de seu programa nuclear — entre elas, o en-

Desde 2013, França teve 7 mil casamentos homoafetivos UNIÃO GAY Número é maior do que o de outros países no ano de aprovação de leis similares Reprodução/FLGTB

da Redação cerca de 7 mil casamentos homossexuais em 2013 foram registrados na França desde a promulgação da lei que autoriza esse tipo de união, em maio. conforme o insee (instituto Nacional de estatística), três em cada cinco casamentos foram uniões masculinas. os dados também apontam que o número de casamentos heterossexuais subiu em 2013 para 231 mil. A idade média dos casamentos entre homens homossexuais é de 50 anos

(e, no caso de homens heterossexuais, 37). No caso de mulheres homossexuais,

Três em cada cinco casamentos foram uniões masculinas

________________

de 43 anos (e 34 para heterossexuais). o insee também acrescentou que o número de matrimônios entre pessoas do mesmo sexo é mais elevado na França que o registrado em outros países europeus no ano da promulgação de leis similares. o avanço progressivo de casamentos homoafetivos teve seu auge em setembro, com um total de 1.500 uniões. em 2012, segundo o insee, foram concluídos 160.200 pactos entre casais heterossexuais, e 7 mil entre casais do mesmo sexo. (Com informações do Opera Mundi)

riquecimento de urânio acima de 5% — em troca de um levantamento limitado das sanções internacionais. Tudo isso por um prazo de seis meses. (Opera Mundi)

Todas as semanas nas ruas do

Rio

Anuncie

de São Paulo (SP)

disse Rouhani em discurso durante uma visita à cidade de Ahvaz, na província iraniana do cuzistão, segundo

(21) 4062 7105


10 | cultura

Rio de Janeiro, 16 a 22 de janeiro de 2014

Léo Lima

Grito da Sebastiana entra no clima de carnaval FUNDIÇÃO Baile homenageia São Sebastião do Rio de Janeiro (RJ) A menos de dois meses do carnaval, o Grito da Sebastiana, festa anual que reúne tradicionais blocos de rua, vai ocorrer mais uma vez no coração boêmio do Rio de Janeiro: o bairro da lapa, no centro. A 11ª edição do baile, que sempre homenageia São Sebastião, padroeiro do Rio, será no próximo sábado (18), tendo novamente como palco a Fundição Progresso. Neste ano, o Bloco carmelitas foi o escolhido para ficar à frente da bateria da Sebastiana, comandada pelo mestre Folião. Ao todo, 12 blocos fazem parte da Associação in-

dependente dos Blocos de carnaval de Rua da Zona Sul, Santa Teresa e centro da cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro (Sebastiana), que faz do baile o pontapé inicial do carnaval de rua do Rio. entre eles, estão os famosos Simpatia É Quase Amor, imprensa que eu Gamo, Suvaco do cristo, além do carmelitas. Segundo a presidenta da associação, Rita Fernandes, as atrações da festa incluem moacyr luz e o Samba do Trabalhador, Jorge Aragão e a Banda do Bola Preta . “Será, como sempre, uma homenagem a São Sebastião, por isso é que demos esse nome para a associação”, disse Rita. (Agência Brasil)

Na próxima segunda-feira (20), dia de São Sebastião, está programada a tradicional procissão da igreja dos capuchinhos, na Tijuca, por volta das 16h, até a catedral metropolitana, na Avenida chile, no centro. Até o feriado, de acordo com informações da prefeitura, imagem do santo passará por hospitais, presídios, igrejas, dentre outros locais. Nesta quintafeira (16), visita os bairros inhaúma, del castilho, madureira e Bento Ribeiro. Na sexta-feira (17), estará na Quinta da Boa Vista, cachambi, morro do Salgueiro, lins de Vasconcelos, engenho de dentro e Quintino Bocaiuva. No sábado (18), na Vila Kennedy, campo Grande, Guaratiba e Nova Sepetiba. e no domingo (19), em engenho Novo, olaria, Parada de lucas, Freguesia, Taquara e Vargem Grande.

AGENDA

NOVOSPRETOS NOVOS

Arquivo

FESTA“RáDIOFuNk”NAPEDRADOSAl

ShOwDECAzuzAEMhOlOGRAMA muita gente não viu, mas gostaria de ver cazuza cantando ao vivo. Um pouco dessa vontade pode ser saciada no domingo (19) em show gratuito que acontece na Praia de ipanema comandado por um holograma do cantor. o projeto “Volta cazuza” contará com banda e convidados que foram parceiros de cazuza durante a carreira. Sobem ao Palco nomes como Paulo Ricardo, Gal costa, leoni e George israel. o show está marcado para às 20h30 e acontece na Altura da Avenida Vieira Souto com Rua d. Redfern, entre os postos 9 e 10. (Catraca Livre)

Funk, Groove, Beat, AfroBeat, junglebeat, Ska, Jazz, cumbia e outros ritmos afros estarão reunidos na Pedra do Sal, no próximo sábado, dia 18. A estreia da festa “Radio Funk” faz um tributo aos outros ritmos afro contará com o Pedro Rajão da festa Xacará Xirê nas carrapetas. e, rola show da Zebrabeat AfroAmazônia orquestra, big band que mistura e agrega efeitos à sonoridade do carimbó e guitarra com o ritmo percussivo do Afrobeat. o evento gratuito tem inicio às 18h. (Catraca Livre)

FIlMESNOJORGETuRCO

A Sérgio Gonçalves Galeria apresenta até o dia 18 de janeiro a exposição “Novos Pretos Novos”, da artista plástica Ana durães, com entrada gratuita. A exposição conta através de pinturas, stencils e grafitti, a história dos escravos que chegavam ao Rio Antigo. inspirada na obra de Rugendas, Ana faz uma releitura desses escravos e de “novos pretos”, amigos da artista que foram retratados em suas telas, como o cantor chico césar. Quinta e Sexta das 11:00 às 19:00. Sábados das 11:00 às 18:00. Na Rua do Rosário, 38, centro. Gratuito. (Catraca Livre)

No próximo sábado (18), no Jorge Turco, serão exibidos dois filmes: o curta ''mestre Roque, Pai dos filhos de Angola'' e o documentário “Atabaque Nzinga”, que tem um estilo docudrama, com Taís Araujo no papel de Nzinga. o evento marcará o início das atividades do grupo de capoeira Filhos de Angola nesse ano. local: centro cultural Novo oriente, Rua Arapei, próximo à estação metrô coelho Neto. Gratuito.


cultura | 11

Rio de Janeiro, 16 a 22 de janeiro de 2014

Sambar é lei toda sexta-feira na Pedra do Sal TRADIÇÃO Resgate à memória do samba é a proposta do grupo Samba de Lei, que lota a região da zona portuária GabrielAraujo do Rio de Janeiro (RJ) o nome do grupo diz muito sobre o que acontece todas as sextas-feiras no palco que se tornou a base da Pedra do Sal, no largo da Baiana, na zona portuária: Samba de lei. É quase uma palavra de ordem seguida pelos frequentadores de uma das rodas de samba populares mais conhecidas do Rio. o público dança e canta os sambas levados com zelo pelos músicos. "em poucos lugares se vê tanta gente escutando boa música de forma tão democrática. Nesse mar de gente, pessoas de todos os lugares, todas as classes e todos os credos cantam uma só voz", afirma iago Torres, sambista que comanda a roda. o que Torres chama de "boa música" é o repertório escolhido a partir de um "mergulho" em mais de 100 anos

de história do samba. A roda começa ao cair da tarde com sambas antigos, praticamente desconhecidos, que o público acompanha atento, numa espécie de aula musical. "Nossa intenção é valorizar essa arte da forma mais ampla possível", explica Torres, que na última sexta-feira (10) abriu a roda com o samba "o meu nome já caiu no esquecimento", do sambista precursor Paulo da Portela. À medida que a noite avança e o local começa a ficar lotado de gente, sambas mais recentes se incorporam ao repertório de canções das Velhas Guardas. de chico Buarque, com canções como "deixa a menina" e "o meu Guri", passando por Paulo césar Pinheiro, com "oxóssi", de influências afro-brasileiras, chegando à moacyr luz, com "Saudades da Guanabara". "Não dispensamos o calor do público cantando sambas mais conhecidos e atuais",

Divulgação

Grupo se apresenta na Pedra do Sal, na zona portuária, há três anos e meio

pondera o músico, que também incluiu alguns sambasenredo do império Serrano na apresentação. criado há cerca de 4 anos, o Samba de lei é formado por sambistas egressos do bloco de carnaval Boitolo. com a criação do grupo, os músicos passaram a tocar

na ladeira da lapa, às sextas-feiras. impossibilitados de continuar no local, os músicos buscaram um novo espaço. com a ajuda dos proprietários da Bodega do Sal, bar localizado aos pés da Pedra do Sal, que até hoje patrocina a roda gratuita, os sambistas

puderam se estabelecer ali, há três anos e meio. integram o Samba de lei os músicos iago Torres, voz e cavaquinho, Wagner Silveira, pandeiro, maicon Salles, surdo, Kaka Nomura, percussão, marcio Kalunga, percussão e Wando cordas, violão de 7 cordas.

Músicos ensinam percussão ENSINAMENTO Grupo Moça Prosa, formado por sambistas mulheres, é fruto da oficina do Rio de Janeiro (RJ) da observação de que muitos dos frequentadores das rodas de sexta-feira levavam instrumentos para tocar, é que os percussionistas Wagner Silveira e maicon Salles tiveram a ideia de montar uma oficina popular de samba. A oficina de percussão da Pedra do Sal foi criada há dois anos e, este ano, já oferece aulas de cavaquinho.

oficinas acontecem às terças-feiras, a partir das 19h

_______________ Todas as terças-feiras, à partir das 19 horas, os músicos transmitem um pouco do conhecimento que adquiriram com anos de experiência no samba.

"montamos uma apostila aberta com os fundamentos das variações existentes de samba, como partido alto, samba canção, marcha, breque", afirma Wagner Silveira, explicando que para aprender samba, gostar é o primeiro passo. As aulas já deram frutos: o grupo moça Prosa, apenas com integrantes mulheres, já se apresenta profissionalmente, a partir dos ensinamentos da oficina. As aulas são abertas e o preço é de R$ 20 por aula ou R$ 60 por mês.

Para o carnaval, os instrutores planejam a criação de um bloco formado por aprendizes e outros ritmistas, que vai desfilar pelas ruas da zona portuária. "Queremos botar o samba pra frente, ajudar a difundir esta cultura", afirma Silveira. o projeto já extrapolou também os limites da Pedra do Sal. desde o ano passado, acontece no Vidigal uma oficina de samba só para mulheres vítimas de violência doméstica.

SERVIÇO

Samba de lei DIA: Todas as sextas-feiras HORÁRIO: 19 horas LOCAL: Largo da Baiana, Gamboa, zona portuária PREÇO: Gratuito


12 | variedades

HORÓSCOPO

Rio de Janeiro, 16 a 22 de janeiro de 2014

9 a 15 de janeiro de 2014

Keka Campos, astróloga

Áries

Câncer

Libra

Capricórnio

(21/3 a 20/4)

(21/6 a 22/7)

(23/9 a 22/10)

(22/12 a 20/1)

Desejos incontroláveis de ordem emocional ou física podem surgir. Respire fundo, se tranquilize e diferencie a vontade real do impulso ilusório e fugaz. Aplique a energia com foco e objetividade nos relacionamentos.

Sua insegurança pode resultar em desejo de controle, seja com chantagem emocional ou com pequenas enfermidades para manter as pessoas próximas a você. Exercite o amor próprio e será naturalmente amado pelos outros.

Chega de aparências, aprofunde-se. Limpe o pó reluzente de suas vistas, encare os bastidores do espetáculo e descubra a vida real: com falhas e conflitante, mas ainda linda e digna de ser amada, como todas as pessoas.

Touro

Leão

Escorpião

(21/4 a 20/5)

(23/7 a 22/8)

(23/10 a 21/11)

A falta de flexibilidade e desprendimento pode gerar conflitos. A diferença entre e a persistência e a insistência é que uma serve para lutar pelos objetivos e a outra significa gastar energia naquilo que não lhe serve.

Desejo de prover, de ser anfitrião e realizar algo grandioso que possa beneficiar muita gente. Seja humilde e comece com pouco, ajudando um só, até que entenda o significado real de prover, contribuir e auxiliar os outros.

Desejo de posse e controle. Relacione-se com mais leveza, exercite o desapego físico e emocional, por mais que pareça impossível. Para que o amor seja pleno e saudável, ele deve guiar nossas atitudes e não o contrário.

Gêmeos

Virgem

Sagitário

(21/5 a 20/6)

(23/8 a 22/9)

(22/11 a 21/12)

Mudanças de todos os tipos (ideais de vida, metas, círculo social, modo de se relacionar) podem acontecer, seja de modo isolado ou todas de uma vez. Permita-se mudar, mas fique alerta para manter sua essência natural.

A necessidade de ser útil é grande! É um bom momento para se engajar em trabalhos voluntários, organizações sociais ou mesmo em seu ambiente direto. Pessoas próximas podem as que mais precisam de nosso cuidado e afeto.

Confiança, ânimo e bom humor permeiam a semana. Estará ansioso (e apto) para envolver os outros com sua positividade, será um bom conselheiro e motivador. Presenciar as coisas boas que gerou será sua maior recompensa.

Se a semana passada não lhe permitiu sorrir, tente nesta! Ainda paira a energia dos prazeres, do divertimento e da leveza sobre você. Entenda que mesmo tarefas importantíssimas podem ser executadas às gargalhadas.

Aquário (21/1 a 19/2) Com o sol chegando próximo de seu signo, as características de Aquário se intensificam. Rebeldia, senso de liberdade, originalidade, temperamento elétrico, inventividade e não-conformismo podem estar fortes esta semana.

Peixes (20/2 a 20/3) Inferno astral chegando! Isso significa que há a tendência a se incomodar e reavaliar pontos importantes e pendentes. Isso para que a chegada de um novo ano solar proporcione crescimento e esclarecimentos acima de tudo.


Rio de Janeiro, 16 a 22 de janeiro de 2014

opinião | 13

Vito Giannotti

Vitor Teixeira – Apartheid no rolezinho

A quantas anda a crise?

Altamiro Borges

Inflação na meta e os tomates na Globo deScoNSeRTAdA e sem qualquer autocrítica, a mídia rentista divulgou, dia 10 de janeiro, que a inflação brasileira ficou “dentro da meta” no ano passado. durante vários meses, quase todos os dias, a imprensa alardeou que os preços dos produtos e serviços iriam explodir e que o Brasil não tinha como escapar do colapso econômico. Num dos momentos mais patéticos desta campanha terrorista, a apresentadora Ana maria Braga, da TV Globo, usou um ridículo colar de tomates para criticar a “explosão inflacionária”. Agora, o iBGe registra que o Índice de Preços ao consumidor Amplo (iPcA), a inflação oficial do país, fechou em 5,91% em 2013 – abaixo do draconiano teto da meta do governo, que é de 6,5% ao ano. em entrevista à Agência Brasil, o ministro interino

da Fazenda, dyogo Henrique, festejou o resultado e afirmou que o índice “não surpreendeu o governo”. ele também explicou a pequena alta da inflação no último mês do ano passado. “Já esperávamos que dezembro tivesse um índice um pouco mais alto por conta do aumento do preço da gasolina e também do período de férias, quando as passagens aéreas contribuíram para que o índice viesse um pouco mais alto”. os jornalões online, porém, preferiram dar manchete para os preços de dezembro, ao invés de destacarem o cumprimento da meta inflacionária. isto confirma que a “guerra psicológica” prosseguirá neste ano. o terrorismo da mídia rentista tem dois objetivos básicos. o primeiro é político. os urubólogos de plantão e os tais “especialistas de mercado” – nome fictício

dos banqueiros – tentam criar um clima de pânico na sociedade para desgastar a presidenta dilma Rousseff e alavancar as frágeis lideranças da velha e da nova oposição. daí as manchetes pessimistas, como a da Folha de S.Paulo, de que a inflação “pode elevar o desemprego” e reduzir os salários. o segundo intento é econômico. Boa parte da mídia nativa é ligada ao capital financeiro, muitos veículos inclusive estão endividados nos bancos. A gritaria sobre a explosão inflacionária visa elevar os juros para manter os altos rendimentos dos rentistas, dos agiotas financeiros. Neste esforço para manipular a sociedade, com objetivos políticos e econômicos, a mídia distorce números e faz terrorismo. Altamiro Borges é jornalista

o ANo de 2014 começou. mil assuntos. copa do mundo, eleições, manifestações, repressão, remoções. e mais: aborto, casamento gay, maconha e muitos mais. Sim, mas a grande pergunta é como vai ficar a crise. Vai ser marola ou vai ser tsunami? o mundo todo fala de crise, mas, e para nós no Brasil, como vai ficar? Vamos primeiro olhar o mundo e depois pensar no Brasil. os jornais da europa não cansam de falar de Grécia, itália e espanha e até de Portugal e irlanda. lá a situação é trágica. desemprego que vai de 12 a 25% nos três primeiros países. entre os jovens de até 25 anos chega aos 50%. o seja, metade dos jovens não tem emprego. e os bicos que encontram são de um dia ou dois por semana e sem direito algum. em todos estes países europeus, que são vítimas da crise, os salários perderam de 10% a 20% do valor desde a explosão da tal crise em 2008. em todos eles, a saúde pública foi destruída ou está sendo. ou seja, para mais da metade da população não há assistência nenhuma. em todos – Grécia, itália e espanha – a aposentadoria foi detonada. Seu valor abaixou e a idade de se aposentar aumentou. em resumo, o que se chamou de estado de bem estar social foi pro beleléu. Na verdade, nunca existiu. era um estado com um certo bem estar social. ok, mas até isso foi comido pela crise. crise para uns e farra para outros.

estamos livres do Fmi, da dívida externa e do mesmo projeto neoliberal que detona Grécia, itália e espanha? Não.

______________________________________ mas esta crise tem explicação. A crise é para os trabalhadores, para o povo. Para os banqueiros, empresários, enfim para os de cima, a crise é mais um estímulos para ganhar dinheiro. claro, nas costa de alguém. e este alguém são os trabalhadores. daí o desemprego, o arrocho salarial, a subida dos alugueis, a retirada de direitos, a falta de dinheiro para a saúde pública, para a educação, para os serviços básicos. Quem faz a festa são os bancos, as financeiras e o grande capital internacional, que vive dos juros que estes países em crises continuam a pagar. mas, isso é lá fora... o Brasil está salvo. Há os que pensam que no Brasil é diferente. mas, qual é o projeto do nosso país? estamos livres do Fmi, da dívida externa e do mesmo projeto neoliberal que está detonando os trabalhadores da Grécia, itália e espanha? Absolutamente não. É preciso construir um modelo alternativo ao do capital internacional. mas isso não se faz de um dia para outro. Um novo projeto, que só pode ser um projeto socialista, precisa de décadas para ser construído pelos trabalhadores. É preciso debater este projeto, na imprensa dos trabalhadores, em assembleias populares, em movimentos vivos, movimentos de bairros, sindicatos, movimentos artísticos e culturais. em tudo, enfim. e ai? mãos à obra. Vito Giannotti é escritor


14 | esporte

Rio de Janeiro, 16 a 22 de janeiro de 2014

Fina elege Poliano Okimoto a maratonista do ano ELEIÇÃO 674 pessoas participaram da votação da federação internacional Brasil.gov

BepeDamasco do Rio de Janeiro (RJ) A revista oficial da Federação internacional de Natação (Fina), principal entidade de esportes aquáticos do mundo, organizou uma votação para escolher os melhores atletas de 2013. No pleito, do qual participaram 674 pessoas, entre dirigentes do esporte em países filiados, membros de comitês e comissões, além de imprensa e patrocinadores, a brasileira Poliana okimoto foi eleita a maratonista do ano. A nadadora, em 2013, acumulou bons resultados. Foi campeã mundial da maratona aquática, em Barcelona, na

Poliana Okimoto acumulou bons resultados em 2013

distância olímpica de 10km, arrematando ainda a prata nos 5km e o bronze na prova por equipe. em dezembro, Poliana

já ganhara também o Prêmio Brasil olímpico, promovido pelo comitê olímpico Brasileiro, como melhor atleta de

2013, na categoria feminina. entre os homens, o escolhido na votação da Fina foi o alemão omaz lurz, ouro no campeonato mundial de Barcelona nos 25km e na prova por equipes. lurz conquistou também a prata nos 10 km e o bronze nos 5km, além de ter se sagrado campeão da copa do mundo de 2013. Nos demais esportes, os vencedores foram o americano Ryan locht e sua compatriota Katie ledechy (três medalhas de ouro e uma prata em Barcelona e campeã mundial e recordista mundial nos 400m e 800 m livre e campeã mundial nos 1.500m e 4x200m livre). (Com informações da CBDA)

Judô: Circuito Mundial de Base começa dia 24 em Porto Rico do Rio de Janeiro (RJ) este ano tem novidade no calendário internacional do Judô: é o circuito mundial de Base, cujo primeiro evento acontece na cidade Ponce, em Porto Rico, entre os dias 24 e 28 de janeiro. “As federações nacionais esperavam por esse circuito. Precisamos de um circuito mundial para atletas sub-18 e sub-21”, disse o diretor técnico da Federação internacional de Judô, Vladimir Barta. o objetivo da federação internacional com a realização do circuito de base é permitir que atletas das classes cadete e júnior participem de com-

Reprodução/Gov

Judoca brasileiro Felipe Kitadai

rados por recebermos a comunidade internacional do Judô”, comemora José Garcia,

O ranking da IFFHS Pelo ranking anual da Federação internacional de História e estatística do Futebol (iFFHS), divulgado este mês, a primeira colocação ficou com o Bayern de munique, campeão da liga dos campeões, do campeonato Alemão, da copa da Alemanha e do mundial de clubes. Na lista, que se refere ao ano de 2013, o clube brasileiro melhor colocado é o Atlético mineiro, campeão da libertadores, na oitava posição.Na vice-liderança do ranking da iFFHS aparece o Real madrid, seguido por chelsea, Atlético de madri e Barcelona. o segundo melhor brasileiro é o Grêmio de Porto Alegre, na 31ª posição.

Negado recurso do Procon

EXPERIÊNCIA Objetivo é dar rodagem internacional aos jovens petições internacionais de elite com frequência, familiarizando os jovens judocas desde cedo com ambientes de disputa de alto nível. Além disso, terão a oportunidade de participar de treinamentos de campo, cuja finalidade é servir como ferramenta de desenvolvimento de habilidades, além de proporcionar a experiência necessária para defender seus países nas grandes competições das categorias, tais como os Jogos olímpicos da Juventude e os campeonatos mundiais. “É um privilégio para nós, sediarmos pela primeira vez uma competição com todos os jovens judocas de elite do mundo. estamos felizes e hon-

FATOS EM FOCO

dirigente da Federação Porto-Riquenha de Judô. (Brasil 2016) (BD)

o relator Heleno Ribeiro Pereira, do Tribunal de Justiça do estado do Rio de Janeiro, negou o recurso do Procon , que pedia a proibição do aumento dos valores dos ingressos e o bloqueio da renda líquida da partida decisiva da copa do Brasil, entre Flamengo e Atlético Paranaense, na qual o time rubronegro carioca sagrouse campeão ao vencer por 2 x 0. o jogo foi realizado no dia 27 de novembro de 2013. Para o juiz, não cabe ao Poder Judiciário regular preços de atividade privada.


Rio de Janeiro, 16 a 22 de janeiro de 2014

opinião | Bruno Porpetta

Quando chega a hora A gente nunca sabe, mas sempre sente quando chega a nossa hora. Nos últimos dias, dois homens do mundo da bola perceberam que ela chegou. cristiano Ronaldo passou os últimos quatro anos à sombra de messi. contou com um ano irregular do argentino, devido às lesões, para levantar pela segunda vez o prêmio de melhor jogador do mundo. o português sabe, no seu íntimo, que não é melhor que messi. Apenas sentiu, diante das dificuldades do “rival”, a possibilidade de abocanhar um prêmio que vale mais como uma marca, mas vale alguma coisa. Alguns milhões de euros, talvez. e assim, na dor de messi, o gajo viu sua hora chegar. Também na dor, a hora de um grande ídolo do futebol mundial chegou.

Neste caso, a hora de parar. clarence Seedorf agora está aposentado como jogador, mas renasce como treinador. A dor da partida do Botafogo, as justas lágrimas do holandês que, em pouco tempo, se tornou ídolo, exemplo, histórico. chegou a hora de assumir outro desafio tão difícil quanto liderar uma equipe rumo a um espírito vencedor que andava perdido em algum canto de General Severiano. Agora vai dirigir o milan. Um tenebroso time do milan. Sua tarefa é resgatar o brilho de um gigante opaco. Se esta era sua hora, ele não sabia, mas sentiu que era. Neste momento, os dois merecem estar onde estão. mesmo não sabendo quando verão de novo sua hora chegar.

esporte | 15

O vaivém do mercado do futsal REFORÇOS Clubes correm para fechar contratações BepeDamasco do Rio de Janeiro (RJ) Assim como acontece no futebol de campo, o início do ano é marcado por uma intensa movimentação do mer-

cado de transferências e contratações de jogadores de futsal. como os preparativos para as competições do ano já começaram, os clubes correm para incorporar aos seus elencos os jogadores contratados. o caso do orlândia (SP), Luciano Bergamasni/CBFS

porpetta.blogspot.com

O craque Falcão se despede do Orlândia (SP)

atual campeão da liga Nacional, dá bem uma ideia do ritmo e da intensidade das mudanças. o clube sofreu baixas importantes. A principal delas foi a saída do principal astro do futsal, o craque Falcão, que assinou com o Brasil Kirin (SP), nova equipe criada na cidade de Sorocaba (SP). outro que deixou o orlândia foi o pivô Sinoê, que está de volta ao carlos Barbosa (RS). em compensação, chegaram para defender a camisa vermelha do orlândia em 2014 o ala Jackson e o pivô lukalan. Também o carlos Barbosa contratou reforços importantes. do orlândia, além de Sinoê, o clube trouxe o pivô césar Paulo. Gian, eleito o melhor goleiro da competição nacional em 2013, e o pivô Nito, ambos do concórdia, também jogarão pela laranja mecânica, como é conhecido o carlos Barbosa, nesta temporada.

Zagueiro Breno pode antecipar volta ao Brasil CONDENAÇÃO Jogador brasileiro cumpre pena na Alemanha Sua defesa ingressou com pedido junto à Justiça local para do Rio de Janeiro (RJ) que ele possa voltar ao Brasil Acusado de colocar fogo antes de agosto, quando terna própria casa, em munique, mina sua pena. A gravidez de em setembro de 2011, Breno, Renata, sua companheira, pode zagueiro revelado pelo São facilitar seu regresso ao Brasil, Paulo, está no regime semia- onde ainda tem vínculo com o berto na Alemanha desde São Paulo até outubro de 2015. agosto, depois de ser conde- emcontato com o siteesportivo nado pela Justiça deste país. lancenet, o jogador falou de ele vem sendo liberado para sua expectativa para este ano: sair do presídio de Stadelheim “eu tenho que seguir um durante o dia e nos fins de passo de cada vez. Primeiro semana, período que tem de- é resolver a situação na Aledicado ao trabalho no time manha e retornar ao Brasil. Sub-23 do Bayern de muni- depois voltar ao futebol. eu que e aos treinamentos. tenho certeza de que retor-

narei em alto nível. estou me preparando para isso e o São Paulo me dará condições. Vou retribuir no campo a confiança que estão depositando em mim”, disse o jogador. Breno vem mantendo contato com pessoas ligadas ao São Paulo através do seu empresário, Alexandre Soares. ele recebeu recentemente um vídeo de incentivo de muricy Ramalho, treinador do São Paulo, e milton cruz, coordenador-geral de futebol do tricolor. o clube vem dando suporte à família de Breno na Alemanha. (BD)

Reprodução/Bayern de Munique

A gravidez de Renata, sua companheira, pode facilitar seu regresso ao Brasil, onde ainda tem vínculo com o São Paulo até outubro de 2015

_________________ Breno treina no Bayern


16 | esporte

Rio de Janeiro, 16 a 22 de janeiro de 2014

Sob investigação, Neymar nega transferência ilegal DESVIO Tribunal Nacional da Espanha quer explicações do Barça Reprodução/Barcelona

BrunoPorpetta do Rio de Janeiro (RJ) Jogando no Barcelona desde julho do ano passado, Neymar falou ao jornal Sport, da catalunha, sobre a investigação acerca dos valores da transação entre o clube catalão e o Santos. “eu sei que estão falando muito sobre o meu contrato. Foi o meu pai que assinou os contratos. ele é, obviamente, alguém que tem a minha total confiança. Não há nada de ilegal. em todo caso, se alguém tiver alguma dúvida, pode procurar o meu pai. da minha parte, estou me concentrando no que devo fazer, que é jogar futebol”, disse o brasileiro.

aos cofres do clube. Porém, um sócio do Barcelona contesta estes valores, afirmando que o presidente do clube, Sandro Rosell, teria desviado 40 milhões de euros, tornando os valores apresentados à época fictícios. o Tribunal Nacional notificou o Barcelona a explicar a transação que definiu a vinda do atacante para o clube. em um primeiro parecer, a promotoria defendeu que as condições do Neymar está sendo investigado pelo Tribunal Nacional da Espanha contrato deveriam ser investigadas. A decisão À época, os valores não afirmou que a transação foram revelados. Posterior- custou 57 milhões de euros do Tribunal deve sair nos mente um diretor do Barça (cerca de 130 milhões de reais) próximos dias.

Brasileirão segue indefinido com liminares opostas BAGUNÇA Justiça do Rio determina o cumprimento da decisão do STJD da Redação o ano virou, mas o Brasileirão de 2013 ainda não acabou. A juíza Romanzza Roberta Neme concedeu liminar determinando que a cBF cumpra a decisão do STJd e mantenha o rebaixamento da Portuguesa para a série B. No dia 10 de janeiro, a Justiça paulista, através do juiz marcello Perino do Amaral, determinou, também por liminar, a devolução dos pontos retirados de Portuguesa e Flamengo pela escalação irregular de Héverton e André Santos. com esta decisão, o Fluminense seria rebaixado. Segundo o especialista em

com liminares, campeonato não pode ter só 20 clubes

______________ direito desportivo, luiz Roberto leven Siano, a cBF não pode, de acordo com as decisões na Justiça (já que elas não possuem hierarquia superior entre elas), organizar o campeonato com 20 clubes: “do contrário estará descumprindo uma ou outra decisão”. A cBF pretende recorrer da decisão tomada em São Paulo. (BP)

Flamengo recusa proposta por Hernane AL JAZIRA Clube quer o equatoriano Caicedo da Redação de acordo com o desejo da diretoria do Flamengo e do próprio Hernane, este casamento entre o jogador e a torcida vai continuar. o Al Jazira, que apresentou proposta de 6 milhões de euros pelo atacante rubronegro, também negociava com o atacante equatoriano Felipe caicedo, do lokomotiv moscou e da seleção de seu país. A proposta do clube do oriente médio foi recusada pela direção rubro-negra e a tendência é que se efetue a compra dos direitos econômicos do equatoriano por cinco milhões de euros. o clube dos emirados Árabes procura um substituto para o atacante brasileiro Ricardo oliveira, recém-desligado do clube. (BP)

TOQUES CURTOS •OhOlANDÊS Seedorf, apesar de ainda não ter estreado como treinador do milan, já acompanhou a vitória dos rossoneros contra o Spazia, da segunda divisão italiana, por 3 a 1, em jogo válido pela copa da itália. o novo treinador chegou ao estádio San Siro aos 23 min do 2º tempo. •FlAMENGOe Fluminense avançaram as quartas-de-final da copa São Paulo de Futebol Júnior. Ambos venceram, respectivamente, o mirassol (1 a 0, gol de douglas Baggio) e o ceará (2 a 1, gols de denilson e Ygor Nogueira para o Flu, com carlos Alberto descontando para o ceará). •OARGENTINOBolatti foi apresentado oficialmente no Botafogo. ele já treinava com os companheiros desde o último sábado (10). Na coletiva, culpou as seguidas lesões pelo mau desempenho no internacional. Sua estreia pelo alvinegro ainda não está confirmada. •OATACANTEFred, do Fluminense, será poupado na estreia do time pelo campeonato carioca, contra o madureira, em moça Bonita. A previsão é que o atacante reapareça em campo pela segunda rodada do estadual, contra o Bonsucesso. •OFlAMENGO está próximo de anunciar a contratação do meia argentino lucas mugni, do Cólon de Santa Fé. A transação deve custar R$ 3 milhões aos cofres rubro-negros.

Brasil de Fato RJ - 035  

Folheie abaixo ou baixe o PDF da edição RJ - número 35

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you