Page 1

RIO DE JANEIRO

15 a 22 de março de 2018 distribuição gratuita brasildefato.com.br

/brasildefatorj

@Brasil_de_Fato

» Jogador é alvo de toda a imprensa esportiva mundial e isso interfere em seu desempenho dentro de campo.

ESPORTES P. 12

Aplicativos e jogos vendem seus dados na internet

Divulgação

C.Gavelle/PSG

NEYMAR É O GRANDE PROBLEMA DA SELEÇÃO

» Ferramentas coletam informações pessoais

para alimentar bancos de dados de empresas. GERAL PAG. 3

Ano 6 | edição 257

JUÍZES FARÃO GREVE PARA MANTER AUXÍLIO-MORADIA

Juízes federais decidiram que vão parar os trabalhos no dia 15 de março em protesto pela possibilidade de revisão dos benefícios concedido à categoria. No centro do debate está o auxílio-moradia recebido pelos magistrados no valor de R$ 4.377 por mês. Para especialista, os juízes estão confundindo o que é direito e o que é privilégio dentro de uma sociedade desigual como a brasileira. GERAL P. 5

Laranja engorda ou faz bem para a digestão?

Vingança conduz "O outro lado do paraíso"

benefícios da fruta na coluna "Amiga da Saúde". GERAL PAG. 6

Divulgação

» Saiba tudo sobre os

que a mocinha não fica na postura de vítima. Ela vai para o ataque! CULTURA & LAZER P. 8

Divulgação

»»Curiosidade da novela é


2

GERAL

RIO DE JANEIRO, 15 A 22 DE MARÇO DE 2018

EDITORIAL

Por que criticamos as privatizações?

N

ovo erro do golpista Michel Temer (MDB) ao anunciar a criação de uma empresa conjunta do ramo de aviões comerciais, entre a brasileira Embraer e a estadunidense Boeing, com controle acionário da empresa estrangeira.

Se isso ocorrer, abre-se espaço para privatização e perda de controle nacional da Embraer, que é referência mundial em tecnologia na fabricação de aeronaves. Por que denunciamos as privatizações e defendemos as estatais? Empresas estatais e públicas são im-

Privatizações envolvem corrupção e vendem, a preço de banana, nossas melhores empresas

Agência Brasil

VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Uma em cada 100 mulheres recorreu à Justiça por violência doméstica em 2017. É o que aponta estudo do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que revelou que o volume de processos julgados foi ampliado em 19% desde 2016.

www.brasildefato.com.br redacaorj@brasildefato.com.br /brasildefatorj @Brasil_de_Fato (21) 99373 4327 (21) 4062 7105 CONSELHO EDITORIAL Alexania Rossato, Antonio Neiva (in memoriam), Carolina Dias, Joaquín Piñero, Mario Augusto Jakobskind, Rodrigo Marcelino, Vito Giannotti (in memoriam) | EDIÇÃO Vivian Virissimo | SUBEDIÇÃO Mariana Pitasse | ADMINISTRAÇÃO Angela Bernardino e Marcos Araújo | DISTRIBUIÇÃO Carolina Dias | REDAÇÃO Flora Castro, Luiz Ferreira, Jaqueline Deister e Raquel Júnia.

portantes no controle de preços para a população, também na formação de uma indústria de base que fez da economia brasileira a oitava do mundo. Privatizações, ao contrário do que a rede Globo noticia, envolvem corrupção, não cumprem objetivos e vendem, a preço de bana-

CHARGE | Latuff

na, nossas melhores empresas para bancos e empresas estrangeiras. O governo federal, por exemplo, quer levantar perto de R$ 12 bilhões com a privatização da Eletrobras, número incomparável com o valor do ativo da empresa.


GERAL

RIO DE JANEIRO, 15 A 22 DE MARÇO DE 2018 Divulgação

PERGUNTA DA

SEMANA

Mesmo ocupando os mesmos cargos e com a mesma qualificação, as mulheres ganham, na média, cerca de 30% a menos que os homens. De acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), entre 2004 e 2014, a desigualdade de renda entre os sexos chegou a diminuir e, pela primeira vez no Brasil, a renda média feminina ultrapassou 70% da renda masculina. Porém, a distância ainda é grande, sobretudo nas ocupações que exigem maior escolaridade. O Brasil de Fato foi às ruas perguntar:

Ao clicar em "aceito" o usuário permite que a extensão tenha acesso às suas informações

Ao aceitar os termos e condições, usuários da internet permitem que empresas possam comercializar sua informação NORMA ODARA

SÃO PAULO (SP)

I

ncita a curiosidade saber como seria sua aparência caso fosse do sexo oposto, não? O aplicativo Kueez, da empresa Yoto Media Group, promete lhe mostrar isso, mas o que parece só uma brincadeira na internet, na verdade coleta suas informações pessoais para alimentar bancos de dados de empresas. No caso do aplicativo da Kueez, que aparece com o nome "Como você seria se fosse do gênero oposto?", ele puxa através da tecnologia chamada FaceApp, informações como: seu nome, imagem do perfil, data de nascimento, todas as suas fotos e imagens no Facebook, lista de amigos, informações de contato e endereço de e-mail. Não é de hoje que sites, aplicativos, quizzes e jogos no Facebook atraem usuários para alimentar seu banco de dados e de outras empresas. Outra

brincadeira que inundou as redes foi "Com qual celebridade você se parece?", que fazia a mesma coleta de dados. Ao clicar em "aceito" o usuário permite que o site tenha acesso às suas informações. Pouca gente lê a política de privacidade dos sites que promovem estes jogos, aplicativos e brincadeiras. Lá eles afirmam: "podemos compartilhar informações agregadas dos nossos usuários […] com determinadas empresas que tiverem o interesse em oferecer a você certos conteúdos promocionais que possamos achar relevantes para você”. As empresas podem até mesmo utilizar sua foto para quizzes e jogos na rede. Para minimizar a divulgação de novas fotos que você venha a postar e atualizações que tenha feito, desabilite o aplicativo na sessão de configurações de aplicativo do Facebook e exclua o Kueez. SEGURANÇA Toda segurança é pouca quando falamos em internet, vigilância e comercialização de dados. Fique atento e procure sempre ler as políticas da empresa antes de entregar seus dados à terceiros. E lembre-se: quando o produto é gratuito, o produto é você!

Na sua opinião, por que mulheres ganham menos que homens?

Fotos Brasil de Fato

Jogos e aplicativos na internet podem vender seus dados

3

NATÁLIA MIRANDA, autônoma

RAFAELA FERNANDES, educadora social

Eu acho um absurdo. Eu já trabalhei em salão também, há muito tempo, e tinha isso. É um descaso com a mulher, pois são todos iguais e deveriam receber a mesma coisa.

Isso já uma coisa que está bem institucionalizada, o patriarcado. Não tem um motivo plausível pra isso acontecer. É um conceito que os homens colocaram ao longo dos anos.


4

GERAL

RIO DE JANEIRO, 15 A 22 DE MARÇO DE 2018

PERFIL Reprodução

Em Brasília, evento critica privatização da água RAFAELLA DOTTA

BELO HORIZONTE (MG)

» Um dos mais preciosos bens

A história da primeira trans editora-chefe de um jornal no Brasil Janaína Lima é responsável pela edição do Brasil de Fato Potiguar JOÃO VICTOR LEAL

NATAL (RN)

O

rgulhosa, Janaína Lima mostra a edição zero do jornal impresso Brasil de Fato que passou a circular em fevereiro por todo o Rio Grande do Norte. Entre as ligações com a filial do jornal em Recife, responsável pela diagramação e impressão, ela faz os últimos ajustes na edição. Retira uma palavra, coloca outra, pede opiniões, dá o ok… enviado! O jornal já está pronto para impressão. Janaína ainda não parece entender a dimensão do seu pioneirismo, quando repito para ela o título que conquistou.“Muitasforampioneiras”, diz. Além de editora-chefe do BrasildeFato,Janaínaéaprimeira mulher trans a se graduar no curso de Comunicação Social da Universidade Federal do Rio Grande do

Norte (UFRN) e a ser dirigente da organização política da qual participa, o Levante Popular da Juventude. "Meio impossível nesse mundo que a gente vive a pessoa trans não ser pioneira. Esperamos um mundo onde as pessoas trans não sejam nem mais as primeiras, nem as últimas, que só sejam pessoas que ocupam seus espaços como todas as outras na sociedade", diz. TRAJETÓRIA O processo de transição de Janaína é gradual e marcado por conquistas. Pequenas para observadores distantes, mas gigantescas para ela. Na universidade teve uma boa recepção quando iniciou seu processo de transição para uma nova identidade de gênero. Os professores garantiram que sua monografia fosse impressa com nome social. Entre brincadeiras sobre sonhar com uma casa, um marido e a monogamia, Janaína exprime em uma curta frase o mais sincero de seus desejos: "Meu sonho é ser Janaína por inteiro".

Universidade Federal de Brasília (UnB), nos dias 17 e 18 de março, e no Parque Cidade, nos dias 19, 20, 21 e 22. O objetivo do evento paralelo é ouvir a população atingida pelos problemas hídricos, como a falta de abastecimento e atingidos por represas, e elaborar novas formas de uso e proteção da água.

Privatização não deu certo na Europa

VOCÊ SABIA

?

A privatização da água, como é a proposta pelas corporações, tem tido resultados negativos nos países que foi implantada, levando ao aumento do preço e deixando grande parte da população sem acesso ao recurso. Por isso, cidades estão remunicipalizando o serviço. Segundo o jornal El País, de 2000 a 2015, foram 235 casos de reestatização, na maioria concentrados na Europa. Paris, a capital da França, remunicipalizou seu serviço e, no primeiro ano, economizou € 35 milhões e reduziu a tarifa em 8%.

AUMENTO NO PREÇO DA LUZ Brasil de Fato/ Arquivo/ Pablo Vergara

Processo de transição de Janaína é gradual e marcado por conquistas

naturais do planeta, a água, será tema de intenso debate em Brasília nesta semana. Dois eventos vão abordar o uso e o acesso ao recurso em todo o Brasil, mas de perspectivas distintas. O Fórum Mundial da Água (FMA), organizado por empresas que indicam a privatização deste bem, e, de outro lado o Fórum Alternativo Mundial da Água (FAMA), feito por movimentos que defendem que “Água é um direito, não mercadoria”. O conflito entre as atividades teria começado quando organizações populares perceberam que o FMA será um “fórum das corporações”. Ou seja, das empresas

interessadas em explorar a água do país, e não em protegê-la. Na plateia do evento estarão representantes de governos, empresas de saneamento e principalmente grandes corporações, como Coca-Cola e Nestlé. Assim, movimentos, sindicatos e ONGs se juntaram para realizar o FAMA, que acontece em Brasília, na

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta semana reajuste nas tarifas dos consumidores atendidos pela Light. O efeito médio para o consumidor será de 10,36%. Para os consumidores residenciais o reajuste será de 9,35%. As novas tarifas começam a vigorar a partir de quinta-feira (15). A Light atende a 3,9 milhões de unidades consumidoras na cidade do Rio de Janeiro e em mais 31 municípios fluminenses. (ABr)


GERAL

RIO DE JANEIRO, 15 A 22 DE MARÇO DE 2018

5

STF discute legalidade do auxílio de R$4.377 por mês no próximo dia 22 de março JULIANA GONÇALVES

SÃO PAULO (SP)

J

uízes federais decidiram que vão parar os trabalhos no dia 15 de março em protesto pela possibilidade de revisão dos benefícios concedido à classe. No centro do debate está o auxílio-moradia recebido pelos magistrados no valor de R$ 4.377 por mês. Segundo a Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), a Associação dos Juízes Federais do Brasil, a polêmica em torno do be-

nefício é "seletiva" e ocorre como forma de retaliação à Operação Lava Jato. Antônio Escrivão Filho, professor de direito da Universidade de Brasília (UnB) e membro do conselho da organização Terra de Direitos, discorda desse argumento.

71% É o número de juízes que recebem acima do teto salarial constitucional estabelecido em R$33 mil mensal

Valor é quatro vez maior que salário mínimo

Lula Marques/AGPT

Auxílio-moradia custa R$ 5 bilhões e juízes farão greve para manter privilégio Para ele, os juízes estão confundindo o que é direito e o que é privilégio dentro de uma sociedade desigual como a brasileira. Além disso, destaca que a verba teria caráter indenizatório e não compulsório. Ou seja, como está é imoral. "O auxílio-moradia é previsto como indenização para um juiz que tem que se deslocar e tem gastos com moradia e alimentação em um local onde não reside. Não faz qualquer sentido o juiz residir num local, ter residência própria e receber uma verba de indenização, por isso, neste caso, se trata de privilégio e não de direito", afirma.

VOCÊ SABIA

?

Dados da ONG Contas Abertas revelam que de setembro de 2014 a dezembro de 2017, apenas o auxíliomoradia custou cerca de R$ 5 bilhões à União e aos estados. Ao todo, apenas 30 mil servidores são beneficiados, sendo 17 mil magistrados e 13 mil membros do Ministério Público. O valor é mais do que quatro vezes maior que o salário mínimo, que passou de R$ 937 no ano passado para R$ 954, em 2018, com reajuste de 1,81%, o menor índice dos últimos 24 anos.

Juíz Sergio Moro está no centro do debate sobre o auxílio-moradia

Quando a polêmica começou? »A polêmica começou quando foi revelado que Sergio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba recebe R$ 4.377 por mês de auxílio-moradia apesar de possuir imóvel próprio na

capital paranaense. Desde setembro de 2014, por força de liminares do ministro Luiz Fux, do STF, todos os juízes federais passaram a ter direito ao auxílio-moradia.


6

GERAL

RIO DE JANEIRO, 15 A 22 DE MARÇO DE 2018

NOSSOS DIREITOS | ABUSOS CONTRA O CONSUMIDOR. O QUE FAZER? » Quem nunca passou pelo inconveniente de ficar mais de uma hora tentando cancelar uma linha telefônica ou uma cobrança indevida na fatura do cartão de crédito? No Brasil, os abusos cometidos contra o consumidor são uma dura realidade. De acordo com o Conselho Nacional de Justiça, as queixas contra bancos e empresas de telefo-

nia representam boa parte das ações judiciais em trâmite em todo o país. O fato é que muitos ainda não sabem como agir quando se deparam com alguma prática abusiva proibida pelo Código de Defesa do Consumidor. Exemplos não faltam: a) venda casada de seguro ao adquirir empréstimo no banco; b) cobranças indevidas na fatura do cartão de crédito; c) de-

mora no atendimento para cancelamento de linha telefônica; d) negativação indevida do nome no SPC/Serasa etc. Nesses casos, o consumidor pode reclamar na empresa e exigir que seja enviada para sua casa uma cópia das ligações gravadas. Se o problema não for resolvido, poderá: procurar o Procon; denunciar na Anatel (questões de telefonia) ou ainda

registrar uma reclamação no site www. consumidor.gov.br. Se mesmo assim o problema não for resolvido, é possível procurar o Judiciário nos Juizados Especiais Cíveis, pessoalmente ou com a representação por advogado. Thiago Menezes Santana é advogado popular

AMIGA DA SAÚDE Por Sofia Barbosa, enfermeira do Sistema Único de Saúde (SUS)

Todos os dias como laranja após o almoço e o jantar. Um médico me disse que faz muito bem comer a fruta todos os dias, principalmente o bagaço. Mas um profissional de academia falou que não faz bem, que é muito calórico. Qual é a verdade, ela engorda ou faz bem pra digestão? Posso comer sem medo? Maria Cristina Coutinho da Silva, 48, secretária Fique tranquila cara leitora! A laranja faz muito bem para a saúde sim. Além de fazer bem para a digestão, ajuda a prevenir a pressão alta, fortalece o sistema de defesa e ainda diminui o risco de câncer. Não é verdade que a laranja faz engordar. Uma laranja média tem cerca de 50 calorias, enquanto uma lata de refrigerante comum, por exemplo, tem 215 calorias. As frutas em geral fazem bem para a saúde e, se ingeridas em quantidade moderada, não aumentam o peso. Pelo contrário, as frutas são ótimas aliadas nas dietas para perda de peso. Pode comer sem medo, mas não exagere, pois todo exagero pode ser ruim. Tire suas dúvidas com a Amiga da Saúde Esse espaço é só nosso. Aqui você pode perguntar o que quiser para a nossa Amiga da Saúde. Mande sua dúvida para amigadasaude@brasildefato.com.br, ela vai ter o maior prazer em responder.


7

GERAL

RIO DE JANEIRO, 15 A 22 DE MARÇO DE 2018

Unidade Agroecológica ajuda na recuperação de pacientes do hospital de Maricá

Divulgação

Parceria entre MST e prefeitura forma agricultores e fortalece agroecologia no contexto urbano MAYARA PAIXÃO

SÃO PAULO (SP)

P

riorizar os alimentos orgânicos em benefício de pacientes de hospitais e escolas públicas. Esse é o mote de uma iniciativa conjunta entre o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e a Prefeitura de Maricá, município da região metropolitana do Rio de Janeiro, desde 2015. Toda semana, parte da colheita de hortaliças feita na Unidade Agroecológica de Maricá é doada ao Hospital Municipal Conde Modesto Legal, além de escolas e creches da cidade. Há semanas em que os agricultores chegam a colher 50 caixas da produção. São couves, alfaces, beterrabas, salsas, rabanetes e cenouras orgânicas e sem agrotóxicos destinados para pacientes em recupera-

Parte da colheita de hortaliças da Unidade Agroecológica de Maricá é doada ao Hospital Municipal, creches e escolas

ção e estudantes. De acordo com a nutricionista Lúcia Duarte, do Hospital Municipal, a alimentação exerce um papel fundamental na recuperação dos pacientes. "Além de fortalecer o sistema imunológico, refeições com nutrientes adequados e equilibrados aceleram a recuperação dos pacientes. Entre os benefícios dos produtos orgânicos estão: são pro-

dutos sem substâncias químicas, alimentos mais nutritivos, frutas e legumes com mais oxidantes do que os plantados convencionalmente. Sendo assim, temos produtos que danificam menos nossas células", explica. PARCERIA O MST doa os alimentos e a Prefeitura fornece os insumos e contrata equipe técni-

ca. Os técnicos do projeto são formados pelo Programa Nacional de Educação e Reforma Agrária (Pronera), que passa por uma redução de cerca de 78% em seu investimento de acordo com a previsão orçamentária do governo golpista de Michel Temer (MDB) para este ano. Andrea Matheus, do setor de produção do MST, explica que o projeto surgiu de

uma iniciativa do então prefeito de Maricá e atual presidente estadual do PT, Washinton Quaquá. O objetivo era dialogar com as experiências produzidas pelo movimento em seus assentamentos e trazê-las para a cidade. Até hoje, além do Hospital Municipal, cerca de dez escolas e creches já foram beneficiadas com os alimentos.

Fórum Social Mundial coloca em debate as lutas sociais LILIAN CAMPELO

SALVADOR (BA)

» Para discutir as múltiplas crises sociais e diversidade de agendas de luta, o Fórum Social Mundial (FSM) começou na última terça-feira (13) em Salvador. O evento tem uma extensa programação

até sábado (17). A estimativa é que compareçam cerca de 60 mil pessoas de 120 países. Estão confirmadas as participações do ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, Fernando Lugo, do Paraguai, e José Mujica, do Uruguai. Também participarão o sociólogo português Boaventura de

A estimativa é que compareçam cerca de 60 mil pessoas de 120 países Sousa Santos e a militante indígena e pré-candidata à vice-presidência pelo Psol Sônia Guajajara, entre outros. O FSM ainda contará com

representares de organizações e entidades de países como Canadá, Marrocos, Finlândia, França, Alemanha, Tunísia, Guiné, Senegal, assim como também de países sul-americanos e representações nacionais. O primeiro Fórum Social Mundial ocorreu em Porto Alegre, em 2001 e é uma ini-

ciativa da sociedade civil organizada que tem como objetivo promover um encontro plural e democrático em busca de uma reflexão coletiva sobre as múltiplas crises que aprofundam a desigualdade social. O evento é realizado a cada dois anos, o último foi realizado no Canadá, em 2016.


CULTURA & LAZER

RIO DE JANEIRO, 15 A 22 DE MARÇO DE 2018

DICAS MASTIGADAS

CHIPS DE BATATA DOCE

Ingredientes:

•  1 Batata doce grande inteira •  1 colher de sopa de azeite •  Sal a gosto

Modo de preparo:

1. Pré-aqueça o forno a 180 °C; 2. Com uma faca afiada ou com um fatiador, corte a batata em rodelas finas com casca; 3. Unte uma forma com o azeite. 4. Disponha as rodelas de batata sobre o azeite na forma e salpique sal; 5. Asse por 10 minutos ou até que estejam crocantes.

Essa e outras receitas saudáveis você encontra no Mapa de Feiras Orgânicas do IDEC. O site, além de mostrar centenas de feiras orgânicas em todo o país, ainda conta com um banco de receitas e uma biblioteca com alimentação saudável, agroecologia e temas afins. Confira em http://feirasorganicas.org.br

NOVELA FELIPE MARCELINO

Clara é vingadora em “O outro lado do paraíso” »A vingança de Clara (Bianca Bin) é o que vem conduzindo a trama “O outro lado do paraíso”. Na primeira fase da novela, sua sogra Sophia (Marieta Severo), de olho nas minas de esmeraldas descobertas na propriedade da nora, começa a dopá-la para que, sendo vista como louca, Clara fosse internada num hospício. O médico Samuel (Eriberto Leão), o delegado Vinícius (Flávio Tolezani), o juiz Gustavo (Luís Melo) e a sua cunhada Lívia (Grazi Massafera) colaboraram para que o maléfico plano de Sophia desse certo. Clara ficou anos internada, enquanto a megera iniciava o garimpo nas minas de esmeraldas. Os anos se passam, Clara consegue se livrar do hospício e volta milionária e triunfante para o Tocantins. (Quem não se lembra da sua chegada impactante no concurso de embaixatriz da infância?). E volta com o desejo de vingança contra todos aqueles que lhe prejudicaram no passado. Ela vai descobrindo os podres de cada um, preparando armadilhas para desmascará-los. Um dos primeiros alvos da vingadora foi o médico Samuel,

AGENDA

Uma história do Zoológico

O que? Trazendo à baila o absurdo das relações humanas na sociedade contemporânea, o espetáculo explora um encontro inusitado entre dois estranhos, habitantes de mundos totalmente antagônicos, numa ensolarada manhã de domingo, no Central Park de Nova Iorque. Em ilações, divagações e surtos, suscitam questionamentos sobre a comunicação entre as pessoas e o amor. Montagem do texto de Edward Albee, escrito em 1961, dirigido por Luís D´mohr e Claudia Martelotta (in memoriam). Estão no elenco Tomás Ribas (foto) e Cristovam Freitas. Onde? Teatro Rogério Cardoso, na Casa de Cultura Laura Alvim (Avenida Vieira Souto, 176, Ipanema) Quando? Terças e quartas-feiras, até 28/3. Quanto? R$ 30 (inteira), R$ 15 (meia).

Divulgação

8

Personagem Clara é cheia de artimanhas para colocar em prática seu plano de vingança

A mocinha não fica na postura de vítima, passiva e chorosa. Ela vai pro ataque!

cio proprietário do bordel. E a vingança de Clara caminhará para o desfecho final e ansiosamente aguardado: contra a grande vilã Sophia!

que escondia seu relacionamento homossexual da família e da cidade, e foi flagrado pela mãe num motel com o namorado. Já o delegado Vinícius foi descoberto, julgado e condenado pelos abusos sexuais cometidos contra a sua enteada. E também sobrou para o juiz Gustavo ser flagrado pela esposa Nádia (Eliane Giardini) no bordel com a sua amante Leandra (Mayana Neiva) graças às artimanhas de Clara. Além disso, será ainda revelado para a cidade que o juiz é o só-

NOVIDADE Chamou a atenção um diálogo entre Clara e a vidente Mercedes (Fernanda Montenegro). A mocinha da história se sentia angustiada por essa sede de vingança, por, talvez, estar se tornando má. De fato, uma das curiosidades da novela é que a mocinha não fica na postura de vítima, passiva e chorosa. Ela vai pro ataque! Aguardemos as próximas ações da vingadora! Vitor Vogel


RIO DE JANEIRO, 15 A 22 DE MARÇO DE 2018

Divulgação

Clementina de Jesus: a voz que revolucionou o samba e a música brasileira

Clementina de Jesus se tornou referência ao sintetizar a cultura negra no samba

TIRINHA | André Dahmer http://www.andredahmer.com.br/

9

CULTURA & LAZER Revelada aos 63 anos, cantora e compositora deu voz à ancestralidade africana EMILY DULCE

U

SÃO PAULO (SP)

ma voz rouca, grave e rasgada sintetizava, nos anos 1970, a expressão de um Brasil com forte herança africana e singular formação religiosa. A dona da voz tão inconfundível tem nome: Clementina de Jesus da Silva. Neta de escravizados, nasceu no ano de 1901, na cidade de Valença, na região cafeeira do Rio deJaneiro.Foisóaos63anosque ela ganhou os palcos e revolucionou o samba, após ter sido descoberta pelo poeta e futuro produtor musical Hermínio Bello de Carvalho. O jovem ficou fascinado pela sambista fluminense e passou a prepará-la para o espetáculo Rosa de Ouro, que a consagraria. Apartirdaí,ClementinadeJesus resgatou o conhecimento de seus antepassados e apresentou a cultura africana em 13 LPs. Ela participou em álbuns com grandes nomes da música popular brasileira, como Clara Nunes e Milton Nascimento. RAÍZES Rainha Quelé, como ficou conhecida Clementina de Je-

sus, criou as filhas sozinha e trabalhou como empregada doméstica até o começo da vida artística. Quelé foi exemplo de força e luta para o povo brasileiro, como destaca Janaína Marquesini, uma das autoras do livro Quelé, A Voz Da Cor, que conta a história da artista. "Além da Clementina representar essa riqueza cultural tão grande, ela ainda traz na história dela todas as dificuldades que ser mulher no Brasil traz e, além de ser mulher, ela ainda era negra e pobre", diz. O estilo de samba de Quelé era o partido-alto, cantado em forma de desafio e de improviso. Ela imprimiu em suas canções a luta contra a discriminação racial e o machismo. Para uma das escritoras da biografia, conhecer Clementina é entender um pouco da formação do povo brasileiro. "É preciso mostrar mais uma vez a importância das nossas raízes, da identidade e formação cultural do nosso país, que foi construído por mãos negras. A história dela ajuda a gente a fazer esse reconhecimento de como nós chegamos até aqui". Em 7 de fevereiro deste ano, a mulher vitoriosa Clementina de Jesus completaria 117 anos.

Fases da lua Março de 2018

MINGUANTE

NOVA

dia 9, 08h20

dia 17, 10h11

CRESCENTE

CHEIA

dia 24, 12h35

dia 31, 21h51


10 CULTURA & LAZER

RIO DE JANEIRO, 15 A 22 DE MARÇO DE 2018

Ditados populares se encaixam em várias situações do dia a dia

PALAVRAS CRUZADAS www.coquetel.com.br

MOUZAR BENEDITO

SÃO PAULO (SP)

D

O famoso físico britânico Stephen Hawking, um dos maiores cientistas do mundo, morreu nesta quarta-feira (14), aos 76 anos. Hawking foi um físico teórico, astrofísico, cosmólogo e divulgador, que sofria de uma doença vinculada à Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA).

Divulgação

STEPHEN HAWKING MORRE AOS 76 ANOS

ar opinião está muito complicado hoje em dia. Se alguém discorda, não argumenta. Xinga, ameaça, quer até matar quem pensa diferente. Na política, então, a coisa piorou demais. Tem gente raivosa como nunca. Então, quando estiver no meio de um monte de gente que pensa diferente de você, lembre-se do ditado “Em festa de jacu, nhambu não pia”. Há muitas situações do nosso dia a dia em que um ditado popular se encaixa direitinho, para o bem ou para o mal. Os animais aparecem em muitos desses ditados. Selecionei alguns deles. Para pessoas que ficam cautelosas demais, depois de se darem mal em alguma coisa, há dois ditados muito usados: “Gato escaldado tem medo de água fria” e “Cachorro mordido de cobra tem medo de linguiça”. Depois de uma certa idade é difícil aprender novas tecnologias, e algumas outras inovações. Neste caso, valem os ditados “Burro velho não toma ensino” e “Papagaio velho não aprende a falar”.

Tempo Quinta-feira, 15 de março

Ensolarado

“Macaco velho não trepa em galho seco" valoriza experiência dos mais velhos

Há muitas situações em que um ditado popular se encaixa direitinho EXPERIÊNCIA Mas tem situações em que se valoriza muito a experiência dos velhos: “Macaco velho não mete a mão em cumbuca” e “Macaco velho não trepa em galho seco”. Quando uma pessoa está sendo atacada por todos os lados, dizem que ela está

35 26°

ºC

“como barata em galinheiro”. Quando alguém se dá mal em alguma situação, se diz que ele “deu com os burros n’água”, ou que “a vaca foi pro brejo”. Mas se ele se dá bem, diz que “está com o burro na sombra”. Se algum sujeito insistir em lhe dar conselhos que você não quer, diga logo: “Quem anda pela cabeça dos outros é piolho”. Bom… vamos terminar com um ditado dando vivas à liberdade: “Boi solto lambe-se todo”.

SEX

SAB

DOM

33° 26°

31° 26°

32° 26°


11

ESPORTES

RIO DE JANEIRO, 15 A 22 DE MARÇO DE 2018

CURTO E GROSSO FABRÍCIO FARIAS

FUTEBOL GOURMET Mas o que realmente chama atenção ao pensarmos na trajetória destes dois atletas é

como eles representam duas épocas completamente distintas do futebol. Ronaldo foi um dos últimos ídolos brasileiros, antes do chamado futebol “gourmet”. Ele despontou no Cruzeiro em uma época em que, com algo equivalente a R$ 10, se poderia ir ao Mineirão e a TV não tinha tanto poder sobre o futebol como tem na era do Pay-per-View. Ronaldo não pôde se profissionalizar no Flamengo pois não tinha dinheiro para pagar as passagens de ônibus para a Gávea. No futebol ultramoderno, em que brilha Neymar, essa situação é quase impensável. Qualquer candidato a craque, aos 15 anos ou menos, já possui empresários que vivem especulando contratos com outros clubes do Brasil e até do exterior, dando a impressão de que esses garotos são

FRASE DA SEMANA

Ronaldo foi um dos últimos ídolos brasileiros antes do chamado futebol “gourmet”

craques, antes mesmo que se tornem profissionais. O próprio Neymar já recebia salário de profissional aos 16 anos de idade. Muitos jornalistas e torcedores acusam Neymar de ser um jogador mimado, sem pensar que mais do que uma característica

individual do jogador, todo o mimo em torno dele talvez seja fruto de um futebol cada vez mais mercadológico e distante de suas tradições populares. O nosso futebol é vez menos moleque e mais mimado.

TAÇA RIO | 6ª RODADA

Divulgação

contusão de Neymar, a cerca de 100 dias do início do mundial, gerou preocupação naqueles que acreditam que a conquista do hexa passa necessariamente pela boa participação do atacante no torneio. Os mais entusiasmados já trataram de associar esse período que Neymar ficará afastado dos gramados com o período em que Ronaldo Fenômeno também ficou longe da bola, voltando justamente para conduzir a seleção na campanha do Penta em 2002. Logo, seria um bom sinal esse afastamento de Neymar.

x x x

BOT

VAS

VANDERLEI LUXEMBURGO, ex-jogador e treinador de futebol

FLA

MEC

Dom. 18/03, 16h

POR

CAB

Dom. 18/03, 16h

VLR

x x x

BAN

Dom. 18/03, 16h

Vivemos um momento ditatorial sem ser ditadura. É a ditadura do Poder Judiciário, político, da imprensa. Quem tem poder está usando em benefício próprio"

Divulgação

Futebol mimado roubou espaço do futebol moleque A

FLU

Dom. 18/03, 16h

NIFC

BOA

MAC

Dom. 18/03, 16h

Dom. 18/03, 16h GRUPO B

GRUPO C

P 10

J 5

V 3

SG 3

P

J

V

SG

1

TIMES Vasco

1

Fluminense

13

5

4

10

2

Flamengo

9

5

3

3

2

Portuguesa

10

5

3

3

3

Cabofriense

9

5

3

2

4

Bangu

5

5

1

-3

3

Botafogo

10

5

3

2

5

Volta Redonda

3

5

0

-3

4

Boavista

6

5

2

-4

6

Nova Iguaçu

1

5

0

-4

5

Macaé

5

5

1

-1

6

Madureira

2

5

0

-8

TIMES


12 ESPORTES

RIO DE JANEIRO, 15 A 22 DE MARÇO DE 2018

PAPO ESPORTIVO

LUIZ FERREIRA

Grande problema da seleção brasileira chama-se Neymar

A

credito que todo mundo tenha acompanhado o anúncio da convocação da Seleção Brasileira de futebol masculino na última segunda-feira (12). Além dos nomes já manjados como Willian, Philippe Coutinho, Marcelo e Daniel Alves, Tite chamou algumas surpresas como o goleiro Neto (do Valencia), o zagueiro Pedro Geromel (do Grêmio) e o atacante Willian José (do Real Sociedad). Muita gente cornetou e muita gente aplaudiu. Afinal, você sabe que vivemos num país com mais de duzentos milhões de treinadores que entram em êxtase nas vésperas de uma Copa do Mundo. E tem muita gente falando nos problemas que o escrete canarinho pode ter no Mundial da Rússia. E eu digo sem sombra de dúvida que o grande problema já está

Divulgação

Não foram poucas as vezes em que Neymar perdeu a cabeça diante das provocações

dentro da Seleção e chama-se Neymar. Antes que vocês me xinguem, rasguem o jornal ou fechem a janela do site, deixo claro que não estou falando daquilo que nosso camisa 10 é capaz de fazer dentro

Gilvan de Souza/Flamengo

de campo. Neymar é gênio e provou isso diversas vezes com a camisa do Santos, do Barcelona, do PSG e da Seleção Brasileira. Minha preocupação está no comportamento do jogador. Não foram poucas as vezes em que o

vimos perdendo a cabeça diante das provocações dos adversários. Lembram da Copa América de 2015? Lembram dos jogos das Eliminatórias da Copa do Mundo? É claro que Tite sabe disso e tratou de dar aquele “afago” em Neymar, mas nosso treinador não entra em campo. Além disso tudo, o staff do camisa 10 faz muito pouco (para não falar que não faz nada) para acabar ou diminuir o claro deslumbre do atleta com o seu momento na carreira. Fato é que Neymar virou alvo de toda a imprensa esportiva mundial. E queiram ou não, isso interfere sim no seu desempenho dentro de campo. Não por acaso vários craques do passado da nossa Seleção recomendaram que ele tomasse um “chá de sumiço” enquanto se recupera da operação no pé.

Lucas Merçon/Fluminense

FLAMENGO

FLUMINENSE

O Flamengo já tem vários exemplos de outros clubes que acabaram sucumbindo diante da “obsessão pela Libertadores”. A questão é como lidar com isso e a pressão da diretoria e da torcida. Ainda mais com a equipe jogando um futebolzinho bem chinfrim...

O time do Fluminense vem assimilando o esquema com três zagueiros proposto por Abel Braga. No entanto, a pouquíssima quantidade de jogadores no elenco já começa a pagar o seu preço. E Abel Braga que se vire para montar o time titular...

VASCO O Vasco talvez seja o clube brasileiro com a menor chance de classificação para a próxima fase da Libertadores. Isso de acordo com a maioria da imprensa esportiva. Mas futebol também é feito de surpresas. E o Trem Bala da Colina pode ser uma delas.

Vitor Silva/Botafogo

Carlos Gregório Jr/Vasco

BOTAFOGO A melhora do Botafogo dentro de campo depois da chegada de Alberto Valentim é evidente. O time está mais organizado e mais compacto dentro de campo. Só falta uma coisa: reforços de qualidade. Cartas para a diretoria alvinegra...

Brasil de Fato RJ - 257  
Brasil de Fato RJ - 257  
Advertisement