Page 1

RIO DE JANEIRO Ano 7

edição 323

5 a 11 de setembro de 2019

distribuição gratuita

brasildefato.com.br

/brasildefatorj

@Brasil_de_Fato

MORADORES DE COMUNIDADES PROTESTAM CONTRA OPERAÇÕES POLICIAIS

Reações foram organizadas na Vila Kennedy e Cidade de Deus após registro de uma morte e destruição de casas nos bairros. Saiba mais. GERAL, PAG 5.

Divulgação

“BACURAU” EM CARTAZ NOS CINEMAS Filme brasileiro que tem tido repercussão em diversos países mostra resistência de um povoado do Nordeste. CULTURA & LAZER, PÁG 9.

Divulgação / Flamengo

RJ

FLAMENGO EMPOLGA TORCIDA COM POSSIBILIDADE DE TÍTULOS

Confira os últimos destaques sobre o rubro-negro, também sobre o Botafogo, o Vasco e o Fluminense. ESPORTES, PÁG 12.

CORTES DE BOLSONARO MIRAM EDUCAÇÃO, DEFESA, ESTATAIS, HABITAÇÃO E CIDADANIA

Confira as áreas mais afetadas até aqui pelas medidas do governo federal. GERAL, PÁG 7.

MUSEU NACIONAL DEVE SER REABERTO PARCIALMENTE EM 2022

As obras de reconstrução da fachada do prédio histórico devem começar neste mês. GERAL, PÁG 3. Tânia-Rego / Agência Brasil


2

GERAL

RJ

RIO DE JANEIRO, 5 A 11 DE SETEMBRO DE 2019

PretaLab conecta mulheres negras e indígenas ao mercado da tecnologia

CHARGE | Helô D'Angelo

Projeto reúne perfis de profissionais em diversas áreas de inovação

Safira Moreira / Olabi

REDAÇÃO

RIO DE JANEIRO (RJ)

C

riado há dois anos, o PretaLab promove inclusão de meninas e mulheres negras e indígenas no universo das novas tecnologias. Foi a partir do questionamento “Mas, afinal, elas existem?” sobre quem produz as ferramentas tecnológicas que usamos no dia a dia, que surgiu a iniciativa da organização social Olabi. Apesar de representarem mais de 25% da população brasileira, não existem dados sobre a representação das mulheres negras empregadas no mercado digital. Um mapeamento do “PretaLab” recebeu 570 respostas de mulheres negras e indígenas de todo país envolvidas em diversas áreas inovadoras da tecnologia, desde engenheiras robóticas até empreendedoras digitais. Em entrevista ao programa Brasil de Fato, Silvana Bahia, coordenadora do “PretaLab”, explicou que além de dar visibilidade ao trabalho das profissionais, o objetivo tam-

Projeto promove integração no universo das novas tecnologias

bém é disseminar o interesse pela tecnologia. “Como esse mercado é muito promissor e está em ebulição, de fato há um déficit de pessoas capacitadas, então queremos estimular que as mulheres se apropriem desse conhecimento. A tecnologia é o futuro mas ela está sendo construída agora”, afirma Silvana. O mercado digital é uma potência com previsão de crescer 25% até 2020, segundo uma pesquisa da Accenture Strategy e da Oxford Economics. A nova ferramenta do PretaLab conec-

ta mulheres negras e indígenas com atuação na área ao mercado da tecnologia. Mais de 100 mulheres já se cadastraram na plataforma disponível na internet. “A diversidade é a grande chave para alguma transformação social. Quando falamos de incluir mais mulheres negras e indígenas queremos trabalhar por produtos e serviços da tecnologia que nós consumimos cada vez mais diversos”, completa Silvana. Para acessar os perfis ou se cadastrar na plataforma, acesse o site do PretaLab. www.brasildefato.com.br redacaorj@brasildefato.com.br /brasildefatorj @Brasil_de_Fato

(21) 99373 4327

RJ

(21) 4062 7105

CONSELHO EDITORIAL Alexania Rossato, Antonio Neiva (in memoriam), Carolina Dias, Igor Barcellos, Joaquín Piñero, Mario Augusto Jakobskind (in memoriam), Rodrigo Marcelino, Vito Giannotti (in memoriam) | EDIÇÃO Mariana Pitasse e Vivian Virissimo | ADMINISTRAÇÃO Angela Bernardino, Júlia Procópio e Erivan Silva DISTRIBUIÇÃO Carolina Dias REDAÇÃO Clívia Mesquista, Denise Viola, Eduardo Miranda, Fernanda Castro, Filipe Cabral, Luiz Ferreira e Jaqueline Deister | DIAGRAMAÇÃO Aline Ranna e Juliana Braga.


RJ

GERAL

RIO DE JANEIRO, 5 A 11 DE SETEMBRO DE 2019

3

Após incêndio, Museu Nacional deve ser reaberto parcialmente em 2022

Médicos não podem mais ajudar em parto fora do hospital

As obras de reconstrução da fachada do prédio histórico devem começar neste mês

Rede Nacional de Médicas e Médicos Populares diz que decisão restringe exercício da medicina e tolhe escolha da mulher

Tânia Rego / Agencia Brasil

REDAÇÃO

RIO DE JANEIRO (RJ)

P

arte do Museu Histórico Nacional, localizado no Rio de Janeiro, pode voltar a receber o público em 2022. Nesta semana se completou um ano do incêndio que destruiu cerca de 20 milhões de itens do acervo da instituição - formado por fósseis, múmias, registros históricos e obras de arte. A direção do Museu Nacional e a reitoria da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) anunciaram que a expectativa é de que a reabertura de parte do museu seja feita na data de comemoração do bicentenário da Independência do Brasil. As obras de reconstrução da fachada do prédio histórico devem começar ainda no mês de setembro deste ano. Segundo a reitora da UFRJ, Denise Pires, com o avançar dos trabalhos de recuperação e parcerias estabelecidas já é possível vislumbrar a reabertura parcial. REABERTURA “Em 2022 podemos inaugurar pelo menos uma parte do Palácio com exposições. Essa é a nossa intenção. Já no próximo ano queremos reinaugurar a parte administrativa e acadêmica do Museu Nacional para melhorar a infraestrutura das atividades de pesquisa e ensino da graduação e pós-graduação, além as atividades de extensão. Vamos trabalhar duro para isso”, disse durante uma coletiva de imprensa realizada na última semana na Academia Brasileira de Ciências. Na coletiva também foram

CECÍLIA FIGUEREDO

SAÚDE POPULAR

»O

Incêndio destruiu cerca de 20 milhões de itens do acervo da instituição

anunciadas a construção de novos laboratórios e um centro educacional em um terreno que acaba de ser doado pela União, próximo a Quinta da Boa Vista - local em que se localiza o Museu. As obras do prédio serão arcadas com R$ 68 milhões arrecadados, desse total R$ 55 milhões foram garantidos por uma emenda conquistada por uma bancada de deputados federais do Rio de Janeiro. Ainda foi apresentado um balanço de outras doações recebidas por emendas individuais de deputados, pessoas jurídicas, físicas e dos governos da Alemanha e Inglaterra. Esses recursos foram gastos no trabalho emergencial de recuperação. De acordo com os gestores foram necessários mais recursos, embora ainda não seja possível detalhar quanto falta para reconstrução total da instituição.

INCÊNDIO

»Em abril deste ano, a Polícia Federal concluiu que o incêndio que destruiu o Museu Nacional teve início em um dos aparelhos de ar-condicionado localizados no auditório térreo do prédio de três andares. O fogo começou por volta das 19h30 do domingo, 2 de setembro de 2018, e só foi controlado no fim da madrugada de segunda-feira (3). Mas pequenos focos de fogo seguiam queimando partes das instalações da instituição que completou 200 anos em 2018 e foi residência de um rei e dois imperadores. Segundo a administração do museu, 46% das coleções científicas foram totalmente ou quase totalmente destruídas, 35 % passam por processo de resgate e 19% não foram atingidas pelo incêndio.

Conselho Regional de Medicina de Santa Catarina (CRM-SC), por meio da Resolução 193/2019, proibiu a participação de médicos na realização de partos planejados fora do ambiente hospitalar. Publicada em Diário Oficial do Estado, na última quinta-feira (29), a resolução estabelece punição por infração ética ao profissional que prestar assistência ao trabalho de parto, no nascimento e ao recém-nascido fora do ambiente hospitalar. O CRM-SC argumenta que o objetivo é a redução da mortalidade de mães e bebês. A norma também afirma que é obrigatório que médicos assistentes, diretores técnicos e plantonistas de hospitais avisem o CRM-SC sobre atendimentos a complicações em pacientes que tiveram partos planejados fora do ambiente hospitalar. Com opinião contrária, a Rede Nacional de Médicas e Médicos Populares (RNMMP) elaborou nota onde avalia que o CRM-SC utiliza “argumentos de retórica, sem o apoio das melhores evidências científicas disponíveis” e se choca com princípios estabelecidos no Código de Ética Médica, ao “tolher a decisão profissional e de seus pacientes, para a realização do parto não hospitalar”. O documento destaca ainda que a resolução “inibe exercício legal da medicina”, além de “restringir o acesso da população a práticas seguras e humanizadas de acompanhamento do pré-natal, parto e puerpério”. Neste sentido, a Rede sugere que o Conselho Regional de Medicina “reveja sua posição e advogue para a construção de uma regulamentação específica para a realização segura de partos em ambientes não hospitalares”.


GERAL

REDAÇÃO

RIO DE JANEIRO (RJ)

O

caso do duplo homicídio da vereadora Marielle Franco (Psol) e o motorista Anderson Gomes completa um ano e meio no próximo dia 14 de setembro sem resposta sobre o mandante do crime. Em depoimento à Polícia Federal (PF), o policial militar Rodrigo Jorge Ferreira, conhecido como Ferreirinha, confessou que levava dinheiro de suborno a policiais da Delegacia de Homicídio da Capital (DH), no Rio de Janeiro, a mando do miliciano Orlando Oliveira de Araújo, o Orlando Curicica. A DH é a unidade que chefia a investigação dos assassinatos de Marielle e Anderson. A informação revelada na última segunda-feira (2) pelo portal UOL consta no inquérito da PF que concluiu que Ferreirinha, ex-aliado de Orlando Curicica, e sua advogada, Camila Lima Nogueira, obstruíram a investigação do caso. O PM Jorge Ferreira está preso desde maio e foi interrogado pela PF no dia 22 de fevereiro deste ano. Segundo o UOL, Ferreirinha admitiu no mesmo depoimento que prestou falso testemunho ao acusar Curicica e o vereador Marcelo Sicilliano (PHS-RJ) de serem os mandantes do atentado. Ele teria mentido por medo de ser assassinado pela milícia. O Brasil de Fato contatou a Polícia Civil para um posicionamento

RIO DE JANEIRO, 5 A 11 DE SETEMBRO DE 2019

PM envolvido no assassinato de Marielle revela suborno de milícia à delegacia no Rio Ferreirinha disse à PF que levava dinheiro a Delegacia de Homicídios onde é investigado o caso

Assassinatos de Marielle Franco e Anderson Gomes completam um ano e meio este mês

sobre a denúncia de um suposto esquema de corrupção na Delegacia de Homicídio da capital, mas não recebeu retorno do órgão. A primeira fase de investigação sobre o caso

Marielle e Anderson levou a prisão do ex-policial militar Ronnie Lessa, acusado de ter efetuado os disparos, e do PM reformado Élcio Queiroz, que dirigia o carro de onde partiram

Casal Anthony e Rosinha Garotinho deixa a cadeia após decisão de desembargador

Ex-governadores ficaram presos por uma noite em presídio localizado em Benfica

» Anthony Garotinho (sem partido)

e Rosinha Garotinho (Patriota) foram liberados da prisão após uma determinação do Plantão Judiciário na última quarta-feira (4) que concedeu a soltura para os ex-governadores. A decisão foi do desembargador Siro Darlan, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ). De acordo com Darlan, como os fatos envolvendo o casal ocor-

RJ

Pablo Vergara

4

reram entre 2008 e 2016, a prisão preventiva não cumpre o requisito de contemporaneidade. Para o desembargador, não havendo provas de que Rosinha e Garotinho continuam participando de esquemas de corrupção é ilegal a detenção sob o argumento de garantia da ordem pública e da preservação das investigações. Na decisão do desembargador há a

menção de que houve falta de embasamento para a prisão e também dificuldade de acesso da defesa do casal aos autos do processo. "Não se nega, na espécie, a gravidade das condutas imputadas ao paciente. Nada obstante, por mais graves e reprováveis que sejam as condutas supostamente perpetradas, isso não justifica, por si só, a decretação da prisão cautelar", expli-

os tiros. O então delegado titular da Delegacia de Homicídio Giniton Lages foi afastado após a entrega dos nomes dos executores. Daniel Rosa assumiu a delegacia em março. cou na decisão que favoreceu o habeas corpus dos ex-governadores. O casal foi acusado de superfaturar cerca de R$ 62 milhões em contratos licitatórios em Campos dos Goytacazes, no norte fluminense. De acordo com as investigações do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPE-RJ), entre 2009 e 2016, período em que Rosinha Garotinho esteve a frente da prefeitura do município, o casal teria participado de um esquema que beneficiava a construtora Odebrecht em procedimentos licitatórios para a construção dos conjuntos habitacionais na região.


RJ

GERAL

RIO DE JANEIRO, 5 A 11 DE SETEMBRO DE 2019

5

Moradores de comunidades protestam contra operações policiais no Rio Reações foram organizadas na Vila Kennedy e Cidade de Deus, após registro de uma morte e destruição de casas Mauro Pimentel / AFP

JAQUELINE DEISTER

SÃO PAULO (SP)

O

perações policiais na zona oeste do Rio de Janeiro causaram morte e protestos na região nesta semana. Na última terça-feira (3) um homem que trabalhava em uma obra num imóvel na comunidade Vila Kennedy morreu com um tiro na cabeça. Segundo os moradores do local, o pedreiro José Pio Baia Junior, conhecido como Juninho, estava fazendo uma laje num bar quando foi alvejado. Num vídeo que circula pela internet, o dono do imóvel, muito emocionado, relata que a polícia entrou atirando na comunidade. “Acabaram de matar um trabalhador em cima aqui da minha laje, o cara botando a laje. O cara trabalhando e o policial atirou e não tinha ninguém. O policial só dando tiro. É impressionante como a gente está sofrendo aqui na Vila Kennedy. Os policiais entram a qualquer hora, crianças e inocentes, tudo indo embora. A gente não aguenta mais. Pelo amor de Deus, vamos parar com esse negócio”, desabafou o dono do imóvel. Os moradores da Vila Kennedy bloquearam a Avenida Brasil, na altura da comunidade, por volta de meio dia para protestar contra a morte do pedreiro. Durante a manifestação, um ônibus e pneus foram queimados. Vinicíus Pierre é morador da Vi-

Vila Kennedy e Cidade de Deus são bairros com os maiores números de tiroteios

la Kennedy e comunicador. Ao Brasil de Fato ele falou que o tiroteio na comunidade é diário e não tem hora para acontecer. De acordo com Pierre, Junior era uma pessoa conhecida na Vila Kennedy e houve uma comoção por parte dos moradores ao saberem da morte do pedreiro. “Hoje acabou que tomou um rumo maior do que o imaginado. A população local sentiu as dores, até porque o Juninho já tinha passado na casa de várias pessoas trabalhando e, por ele ser conhecido, acabou ga-

nhando essa proporção”, relata. O Brasil de Fato procurou a Secretaria de Estado de Polícia Militar. Por meio de nota, o órgão informou que policiais militares do 14º BPM (Bangu), que realizavam operação contra o roubo de carga e veículos na Avenida Brasil, foram atacados por criminosos na esquina da Rua Tunísia com Rua Gana, em um dos acessos à Vila Kennedy. De acordo com a Secretaria, o Comando do 14ºBPM abriu procedimento apuratório para verificar as circunstâncias do fato.

?

VOCÊ SABIA Segundo o relatório referente ao mês de agosto lançado pela plataforma Fogo Cruzado, o Complexo do Alemão liderou o ranking de bairros com o maior número de tiroteios/disparos de arma de fogo: 38 registros. Seguido da Vila Kennedy, dessa vez em segundo lugar, com 31 registros. A Cidade de Deus está em terceiro lugar com 28 tiroteios. Segundo o relatório, houve uma queda de 15% no número de tiroteios em comparação com o acumulado até agosto de 2018, mas ocorreu um aumento de 6% no número de baleados.

CIDADE DE DEUS »Também na última terça (3), na Cidade de Deus, na zona oeste, o automóvel blindado da Polícia Militar, conhecido como caveirão, entrou na localidade do Brejo e destruiu casas durante uma operação por volta das 6h. O local é a área mais pobre da comunidade. Num vídeo feito por moradores é possível ver o blindado da PM preso entre as casas. Como forma de protesto, os moradores interromperam o trânsito na rua Edgar Werneck, na altura da Linha Amarela, nos dois sentidos, por duas horas. A via foi totalmente liberada às 11h15. Salvino Oliveira, morador da comunidade e estudante de Gestão Pública da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), relata que as operações na comunidade têm sido seguidas e que afetam diretamente o dia a dia de quem vive no bairro. “A operação não é só o tiroteio, que já é problemático, mas é a ausência de várias outras políticas públicas, quando tem uma operação colégio não abre, posto de saúde não abre, comércio não abre e os moradores que já são historicamente vulnerabilizados e não têm acesso à educação e saúde de qualidade, perdem o pouco que tem com esse evento. E como que faz?”, explica Oliveira. Por meio de nota, a Secretaria de Estado de Polícia Militar informou que na localidade conhecida como Rocinha 2, o veículo blindado de transporte de tropa ficou preso em fios elétricos e que dois policiais desembarcaram para retirar os fios com segurança, porém ao sair daquele local, o blindado chocou-se com algumas moradias. De acordo com o órgão, a Polícia Militar esclarece que entrará em contato com os moradores e irá ressarcir os danos provocados pela passagem do blindado.


6

GERAL

Usuários das barcas tem só até quarta-feira (11) para trocar cartões Riocard

A

troca gratuita de cartões "Riocard Expresso" e "Bilhete Único" para o Riocard Mais entra na reta final. As 170 equipes de atendimento estão em 56 pontos e se preparam para

RJ

RIO DE JANEIRO, 5 A 11 DE SETEMBRO DE 2019

o encerramento da campanha, que acontecerá no dia 31 de outubro. Dentro do planejamento previsto, a "Riocard Mais" avisa que vai, agora, estimular as trocas em cada meio

de transporte e reforçará as equipes de atendimento, pois é necessário começar a atualização dos validadores, em etapas, para a unificação do novo cartão no sistema de bilhetagem. A primeira

atualização acontecerá nas Barcas, onde o antigo cartão será aceito somente até o dia 11 de setembro. Em seguida, de forma gradativa, a mesma ação ocorrerá na SuperVia (18 de setembro), no BRT

(9 de outubro), no MetrôRio (16 de outubro) e em ônibus, vans legalizadas e VLT (23 de outubro). As trocas acontecem sempre de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h, e o mapa completo dos pontos pode ser consultado através do site mapa.riocardmais.com. br. Cada cliente pode efetuar a troca de até cinco cartões.

“Nós por Nós” leva serviços de saúde, emprego e cultura a Manguinhos (RJ) EDUARDO MIRANDA

RIO DE JANEIRO (RJ)

» Consultas médicas, as-

sistência jurídica e encaminhamento para tirar a Carteira de Trabalho e integrar um banco de vagas de emprego sem precisar enfrentar filas foram alguns dos serviços gratuitos que o Levante Popular da Juventude levou à comunidade de Manguinhos, na Zona Norte do Rio de Janeiro, no último sábado (31). As ações integram o lançamento da “Semana de Solidariedade Nós por Nós”, que acontece pelo quinto ano consecutivo entre os dias 4 e 13 de outubro em várias partes do estado do Rio e em diversas cidades de todos os estados brasileiros. A Nós por Nós também levou à comunidade um bazar popular, oficinas culturais e esportivas. Integrante do Levante, Janderson Silva comentou as ações da Nós por Nós, que teve sua primeira edição carioca em 2015 no Cerro-Corá, na zona sul da cidade, comunidade onde ele mora. Segundo o jo-

vem, o lema da Semana – “Se eles lá não fazem nada, nós fazemos por aqui” – é um estímulo para a periferia se unir e agir. “Como a gente é carente de serviços públicos, às vezes precisa meter a mão na massa para se livrar do problema. A gente chama a galera dos médicos populares, advogados populares, a banca de emprego para ajudar e fazer algo real dentro da favela. Ao mesmo tempo, a gente coloca a juventude da periferia, do asfalto e das universidades em luta e em movimento”.

Como a gente é carente de serviços públicos, às vezes precisa meter a mão na massa para se livrar do problema Janderson Silva, integrante do Levante Popular da Juventude


RJ

GERAL

RIO DE JANEIRO, 5 A 11 DE SETEMBRO DE 2019

7

Nelson Almeida/AFP

ESTATAIS »A rubrica orçamentária

A educação foi a segunda área que mais perdeu recursos, o que tem gerado diversos protestos nos últimos meses

Cortes de Bolsonaro miram educação, defesa nacional, estatais, habitação e cidadania Confira as áreas mais afetadas até aqui pelo contingenciamento de R$ 31 bilhões do orçamento da União REDAÇÃO SÃO PAULO (SP)

U

m estudo divulgado pelo Instituto de Estudos Socioeconômicos de Brasília (Inesc) apresentou um retrato dos setores mais atingidos pelo contingenciamento de R$ 31 bilhões no orçamento federal, até junho deste ano. Com base nos dados do Portal de Orçamento do Senado (Siga Brasil), o levantamento mostra que as áreas mais atingidas pelos cortes de Bolsonaro foram educação, defesa nacional, habitação, as estatais brasileiras e os direitos de cidadania. Confira:

EDUCAÇÃO

»A educação foi a segunda que mais perdeu: 18,81% do total

ruas no próximo sábado (7) para protestar contra os ataques do governo Bolsonaro à educação pública, entre eles o corte de verbas para o setor, a interferência na autonomia universitária e a tentativa de “privatização” das

HABITAÇÃO »Em relação ao que estava previs-

contingenciado pelo governo, ou R$ 5,8 bilhões. Alguns programas da área tiveram repasse zero no período. Entre eles, está o “Apoio à Infraestrutura de Educação Básica” e a “Concessão de Bolsa Permanência no Ensino Superior” - destinada a garantir a frequência de indígenas, quilombolas e estudantes de baixa renda nas universidades. Também tiveram 100% de contingenciamento a Educação de Jovens e Adultos (EJA), a educação profissional e os exames de avaliação da Educação Básica.

to para cada área, o setor que mais perdeu foi o da Habitação – que teve nada menos do que 90,64% de seus recursos contingenciados. Em números: dos R$ 200 milhões programados, apenas R$ 20 milhões foram liberados. Tal medida significou a paralisação do Programa Minha Casa Minha Vida

DIREITOS DE CIDADANIA »Também foi muito atingida a rubrica dos “Direitos da Cidadania”, com

DEFESA »Outro setor com grande percen-

cortes 27% sobre seu orçamento original. Incluem-se nesta rubrica políticas de defesa de minorias e setores vulneráveis da sociedade, como mulheres, população indígena e negra, migrantes, consumidores e pessoas com deficiência. Os programas de “Proteção e Promoção dos Direitos dos Povos Indígenas”, por exemplo, tiveram corte de 32,86%.

7 DE SETEMBRO: ESTUDANTES VOLTAM ÀS RUAS EM DEFESA DA EDUCAÇÃO » Os estudantes brasileiros voltam às

com maior percentual de corte foi a de “Encargos Especiais”, que responde por 27% de tudo o que foi contingenciado, ou R$ 8,1 bilhões. O nome genérico, classificado como “gastos governamentais não finalísticos”, se relaciona a vários tipos de despesas, entre elas a participação acionária do governo empresas estatais – que foram as que mais perderam nessa rubrica. Segundo o Inesc, as empresas atingidas foram a Infraero, a Eletrobrás, a Emegepron, a Telebrás, a Pré-Sal Petróleo, as Companhias Docas do Rio Grande do Norte e de São Paulo e os Correios. A Eletrobras, estatal responsável pelo sistema elétrico, está na mira do projeto de venda do patrimônio nacional e sofreu um corte de R$ 3,5 bilhões.

universidades e institutos federais por meio do programa “Future-se”. Em sua cruzada contra a ciência e o conhecimento, o governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) anunciou nesta semana mais um corte na educação. Desta vez afetando

mais 5.613 bolsas de estudos para pesquisas de pós-graduação – referentes a trabalhos de mestrado, doutorado e pós-doutorado. Esta é a quarta manifestação contra as políticas do presidente Jair Bolsonaro (PSL) para o setor. As an-

tual de corte é a Defesa Nacional: 18,79%. Nesse caso, segundo o Inesc, o foco não é o gasto com pessoal, mas sobre investimentos em material bélico.

teriores, em 15 de maio, 30 de maio e 13 de agosto, levaram milhões de pessoas às ruas de todo o país. Segundo a União Nacional dos Estudantes (UNE), já estão definidos os locais dos atos em 19 Estados, sendo 11 capitais. No Rio de Janeiro a manifestação acontece a partir das 15h, com concetração na Candelária.


CULTURA & LAZER

AMIGA DA SAÚDE

DICAS MASTIGADAS

Uma receita fácil, rápida e barata que pode ser servida no lanche e no almoço RAISSA FARO

kibe de forno, mas sem carne e com um legume que muitos têm preconceito por ser um pouco amargo: a berinjela. Uma receita fácil, rápida e barata que pode ser servida no lan-

che, no almoço e também pode ser congelada. Divulgada no quadro Dicas Mastigadas do programa Brasil de Fato, essa é uma receita de base, mas outros temperos podem ser incluídos como cebola, entre outros. Duas dicas preciosas: para retirar ainda mais o amargor é pos-

• 1 colher de sobremesa de óleo ou azeite; • 100 g de triguilho (trigo para kibe); • 300 g de berinjela sem casca; • 1 alho poró cortado em fatias; • Temperos secos (páprica, cúrcuma, cominho e sal); • Hortelã ou coentro fresco picados.

1. Deixar o triguilho de molho com dois copos de água morna durante mais ou menos quinze minutos; 2. Refogar o alho poró com temperos secos até dourar; 3. Adicionar a berinjela sem casca até ficar macia; 4. Bater no liquidificador até atingir consistência de pasta; 5. Retirar a água e espremer o triguilho com ajuda de um pano de prato limpo; 6. Misturar triguilho, pasta de berinjela e hortelã ou coentro picado fresco; 7. Colocar mistura em tabuleiro untado com filete de azeite; 8. Assar no forno pré-aquecido a 180 graus por 25 minutos.

» Um

Ingredientes:

Modo de preparo:

Comer chocolate faz mal para a saúde?

Fotos Divulgação

KIBE DE FORNO DE BERINJELA, UM LEGUME QUE MUITOS TÊM PRECONCEITO

RIO DE JANEIRO (RJ)

RJ

RIO DE JANEIRO, 5 A 11 DE SETEMBRO DE 2019

ESTELA VIEIRA, 42 ANOS.

»Depende do tipo de chocolate, Estela. Se

sível deixar a berinjela de molho por alguns minutos. Além disso, a água deste molho pode ser ingerida por pessoas que possuem glicose alterada. *Raíssa Faro é

nutricionista e especialista em medicina tradicional indiana.

o chocolate for amargo ele pode trazer diversos benefícios à saúde, pois é rico em cacau, tem pouco açúcar e gordura. O cacau tem efeito antioxidante, ajuda a reduzir o colesterol ruim, traz sensação de prazer e bem-estar, devido à liberação de serotonina. Isso faz do chocolate amargo um aliado para nossa saúde, podendo atuar na redução do estresse, na prevenção de doenças cardiovasculares e até ajuda a reduzir a TPM. Ele pode ser consumido diariamente. Porém, o chocolate ao leite tem pouco cacau e muito açúcar e gordura, podendo, ele sim, fazer mal se consumido com frequência. Sofia Barbosa é enfermeira do Sistema Único de Saúde (SUS).

AÇAFRÃO E SEU PODER ANTINFLAMATÓRIO

»Muita gente conhece o açafrão em pó, amarelo, e o usa como tempero. Esse mesmo açafrão é conhecido por seu poder antiinflamatório. Isso mesmo! Um chá de açafrão pode ajudar no

tratamento de diversas inflamações. Ele pode ser ingerido como chá ou na comida. Procure também pelo açafrão em raiz, que tem a aparência de um gengibre mais alaranjado. Divulgação

8


RJ

RIO DE JANEIRO, 5 A 11 DE SETEMBRO DE 2019

RETRATO DO BRASIL ATUAL, "BACURAU" ESTÁ EM CARTAZ NOS CINEMAS Durante a pré-estreia no Rio, diretores defenderam cultura e explicaram que ela gera milhões de empregos no país JAQUELINE DEISTER

RIO DE JANEIRO (RJ)

U

m filme catártico. Este tem sido o adjetivo usado por muitos espectadores após assistirem a "Bacurau". O Brasil de Fato esteve na pré-estreia do filme no Rio de Janeiro, na última segunda-feira (26), e conversou com os diretores Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles sobre o longa-metragem, que mistura os elementos históricos da cultura brasileira, como o cangaço, a capoeira e o repente num faroeste autêntico e nordestino. Os "brasis" que compõem "Bacurau" extrapolaram a fronteira das telas. Em uma conjuntura conturbada de país, os diretores falaram sobre política, indústria cinematográfica, censura e esperança. Para Kleber, o sucesso da ficção, que estreou em circuito na última quinta-feira (29), se dá em razão da linguagem do gênero “western” (faroeste), mas também pela urgência do tema. “É um filme brasileiro do tipo que não existem outros mui-

to parecidos, com ação e efeitos especiais que eu gostaria de ver no nosso cinema. Ao mesmo tempo, é sobre história, educação e sobre pessoas que exigem respeito. No momento em que elas são desrespeitadas e julgadas como simples e dispensáveis, elas mostram que não são”, contou Kleber, diretor também premiado por filmes como “O som ao redor” e “Aquarius”. A reação do povoado é, inclusive, um dos pontos altos da ficção que Kleber Mendonça classifica como “um retrato artístico de um estado de espírito do Brasil atual”. Para Juliano Dornelles, a resposta dos habitantes de "Bacurau" é o que vem provocando identificação do espectador com esses personagens. “'Bacurau' carrega uma ideia política forte de resistência. As reações do público vão nessa direção, pela satisfação de ver uma comunidade oprimida respondendo e se defendendo. É um filme com uma energia crua de uma Brasil real, com uma visão honesta sobre o nosso país. E é popular por conta de uma linguagem de cinema de gênero, sem medo de lidar com a catarse do público pela forma como Bacurau reage às ameaças”, afirma Juliano, acrescentando que a ficção ganhou um peso maior diante do Brasil atual.

9

CULTURA & LAZER Victor Jucá/Divulgação

Filme de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles mostra reação de povoado do Nordeste à opressão

»Protagonista de "Bacurau", a atriz Sonia Braga também conversou com o Brasil de Fato. Ela também reforçou o cinema como parte de uma cultura que gera milhões de empregos no país. A atriz, que também está em "Aquarius", filme exibido com protestos em Cannes na época do golpe parlamentar que resultou no impeachment da presidenta Dilma Rousseff, disse que a população tem muitas necessidades. “Eu sou uma trabalhadora de um setor que gera muito trabalho, muitos empregos. É importante defender a arte na vida do ser humano, a educação e muitas outras coisas. A gente quer arte, cultura, mas a gente quer também três refeições por dia, um teto para as pessoas, a terra para as pessoas plantarem, agricultura e bem-estar para o povo brasileiro”, reivindicou a atriz.

Morre Elton Medeiros, um dos maiores sambistas do Brasil » Elton Medeiros, um dos maiores nomes do samba, morreu na manhã

desta quarta-feira (4), no Rio de Janeiro. O compositor faleceu aos 89 anos, em decorrência de complicações de uma pneumonia. Referência da música brasileira, Elton Medeiros foi parceiro de grandes nomes: Cartola, Paulinho da Viola e Zé Keti. Ele é autor de clássicos como O Sol Nascerá, Onde a Dor Não Tem Razão, Pressentimento e Injúria. Divulgação

Elton Medeiros foi parceiro de grandes nomes como Cartola


10 MUNDO

RJ

RIO DE JANEIRO, 5 A 11 DE SETEMBRO DE 2019

ENTREVISTA

MARIANA VAZQUEZ

"NOVO CICLO POPULAR É POSSÍVEL NA AMÉRICA LATINA" Para pesquisadora Mariana Vazquez, eleições na Argentina poderão romper ciclo neoliberal no continente

A

vitória de Alberto Fernández e Cristina Kirchner nas eleições primárias da Argentina pode significar o começo de um novo ciclo popular na América Latina. Essa é a avaliação da professora da Universidade de Buenos Aires (UBA), Mariana Vazquez. “Os projetos populares não acabaram, estão em disputa na região. A região tem uma situação que é filha de golpes, não é por vontade popular que estamos nesse caminho de hoje”, explicou em entrevista ao programa Brasil de Fato. Brasil de Fato: Porque devemos pensar em uma integração latino-americana?

Mariana Vazquez: Normalmente as pessoas não acreditam que seja tão importante, como é na verdade. Sobretudo para países como os nossos, que são paí-

Alberto Fernandéz e Cristina Kirchner em ato da coalizão "Frente de Todos"

ses não desenvolvidos e periféricos na sua participação na economia e na política internacional. A integração é chave e estratégica porque nem mesmo o Brasil pode realmente ter uma presença forte no contexto internacional, sem se integrar com os países da região. Agora estamos em um momento muito difícil em que governos não estão acompanhando os processos de integração e estão desmontando o Mercosul. Devemos refletir porque isso não é bom para os nossos países. No caso do Mercosul, por exemplo, tem gente que pensa que o tratado estabelece apenas relações comerciais. Mas a proposta sempre foi além.. Muito além, mas depende muito do momento. Quando nasce o processo de integração em 1991, com o Tratado de Assunção, o

NEOLIBERALISMO

objetivo era sobretudo comercial, livre comércio entre os países. Mas na verdade, nas origens, na década de 1980, tinha um objetivo muito mais amplo e ambicioso que era o fortalecimento da democracia, da paz e da estabilidade política regional e melhorar nossa autonomia para definir políticas no mundo. Não é pouca coisa que os países se integrem para conservar a paz, a estabilidade, a democracia na região. Esta política está ameaçada por uma onda conservadora que não é exclusivamente brasileira, correto? O começo das ameaças à integração, nos países que fazem parte do Mercosul (Argentina, Paraguai, Uruguai e Venezuela) começou em julho de 2012 com o golpe de estado no Paraguai, depois a vitória da direita em Argenti-

BORIS JOHNSON PERDE MAIORIA

Daniel Leal-Olivas/AFP

Argentinos madrugam na fila do banco »Agências bancárias na Argentina amanheceram com longas filas nesta segunda-feira (2), após entrarem em vigor novas medidas de controle cambiário impostas pelo governo do presidente Mauricio Macri. A mudança é uma tentativa de controlar a desvalorização do peso argentino frente ao dólar. O decreto, assinado no domingo (1º), limita a US$ 10 mil ao mês a compra de dólares por pessoas físicas. Além disso, empresas precisarão de autorização do Banco Central argentino para comprar a moeda e para fazer transferências para o exterior.

Alejandro Pagni/AFP

na com Mauricio Macri em 2015, o golpe contra Dilma em 2016 e a suspensão ilegal da Venezuela do Mercosul em dezembro de 2016 também. Então não é por acaso que o Mercosul está tendo esse caminho, porque o caminho é filho dos sucessivos golpes que aconteceram na região. A vitória, por exemplo, de Alberto Fernandez e Cristina Kirchner, nas eleições primárias na Argentina pode significar a ruptura com esse ciclo neoliberal? Os projetos populares não acabaram, estão em disputa na região. Por isso mesmo digo que a região tem uma situação que é filha dos golpes, porque não é por vontade popular que estamos nesse caminho hoje. Acho que sim, realmente temos uma possibilidade certa de começar um novo ciclo popular na região.

O partido conservador do Reino Unido, liderado pelo primeiro-ministro Boris Johnson, perdeu nesta terça-feira (3) a maioria no Parlamento após o deputado Phillip Lee literalmente abandonar a bancada conservadora, atravessar a Casa e se sentar na fileira dos oposicionistas Liberais Democratas durante um discurso do premiê. A perda de maioria dos conservadores pode aproximar um resultado negativo para Johnson na votação de uma emenda que pretende bloquear a possibilidade de um Brexit sem acordo.


RJ

11

ESPORTES

RIO DE JANEIRO, 5 A 11 DE SETEMBRO DE 2019 Douglas Magno / AFP

COPA FEMININA

QUANDO A HOMOFOBIA É EXPULSA DE CAMPO

CBF

A Fifa confirmou que o Brasil segue entre os oito candidatos a receber a edição de 2023 da Copa do Mundo feminina de futebol, a primeira que terá a participação de 32 seleções. A entidade publicou nota com a divulgação das federações que se mantiveram na corrida, com as intenções individuais de África do Sul, Argentina, Austrália, Colômbia, Japão e Nova Zelândia.

Brasil conquista medalha de bronze no Mundial de Judô

»A brasileira Rafaela Silva mos-

trou fôlego para chegar confiante à Olimpíada de Tóquio. Na semana passada, a judoca conquistou medalha de bronze na categoria até 57kg no Mundial de Judô. É a primeira vez que a seleção brasileira alcança o pódio do Kodokan, que recebe o torneio e é a terceira medalha da carioca em Mundiais de Judô, já tendo conquistado prata e ouro em outros momentos. A carioca ocupa 4º lugar do ranking mundial e deu volta por cima no tatame após fase difícil.

O futebol sempre foi marcado por ser discriminatório, machista e homofóbico

BRASILEIRÃO 18ª RODADA

COR

x

CEA

x

BAH

x

FLU

SÁB 07/09/2019 ARENA CORINTHIANS 11:00

VAS

SÁB 07/09/2019 SÃO JANUÁRIO 11:00

FOR

SÁB 07/09/2019 CASTELÃO (CE) 17:00

AVA

x

FLA

x

SAO

x

PAL

x

GRE

SÁB 07/09/2019 MANÉ GARRINCHA 17:00

INT

SÁB 07/09/2019 BEIRA-RIO 19:00

GOI

SÁB 07/09/2019 SERRA DOURADA 21:00

CRU

DOM 08/09/2019 INDEPENDÊNCIA 11:00

SAN JORDÂNIA SOUZA

BELO HORIZONTE (MG)

“T

ime de veado”, “Maria”, “bicha”. Quem frequenta estádios de futebol já deve ter ouvido esse tipo de ofensa. Mas, ao que parece, essa prática preconceituosa e atrasada está com os dias contados. E o sinal de que, apesar de devagar, estamos caminhando, aconteceu no Campeonato Brasileiro. Aos 19 minutos do segundo tempo da partida entre Vasco e São Paulo, o árbitro Anderson Daronco ouviu gritos homofóbicos vindo de parte da torcida vascaína. Era apenas mais um momento péssimo que o futebol oficializou como “provocação e brincadeira”, mas, desta vez, não foi assim. O jogo deu lugar a um momento histórico. Daronco interrompeu a partida seguindo uma determinação do Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol

(STJD). A medida instrui os árbitros a paralisarem os jogos em casos de atitudes discriminatórias em campo, além de prever punições para os clubes envolvidos. Foi a primeira. Ao serem notificados, o técnico Vanderlei Luxemburgo e os jogadores do Vasco pediram para que os torcedores cessassem os gritos. Após a torcida parar, o jogo continuou, mas o fato foi relatado na súmula, o que pode acarretar uma punição ao time cruzmaltino, como multa ou perda de pontos no Brasileirão. HOMOFÓBICO É uma pequena vitória. O futebol sempre foi marcado por ser um esporte extremamente discriminatório, machista e homofóbico. A regra está em consonância com as recomendações da Fifa, que exige que as federações nacionais sigam o protocolo para casos de manifestações desse tipo.

x

CAP

x

CAM

DOM 08/09/2019 VILA BELMIRO 16:00

BOT

DOM 08/09/2019 ENGENHÃO 16:00

CSA

x

CHA

DOM 08/09/2019 REI PELÉ 19:00 TABELA CLASSIFICAÇÃO P 1 Flamengo 36 2 Santos 36 3 Corinthians 31 4 São Paulo 31 5 Palmeiras 30 6 Internacional 27 7 Atlético-MG 27 8 Bahia 27 9 Athletico-PR 25 10 Botafogo 23 11 Grêmio 22 12 Fortaleza 21 13 Goiás 21 14 Ceará 20 15 Vasco 20 16 Cruzeiro 18 17 Chapecoense 14 18 Fluminense 12 19 CSA 12 20 Avaí 10

J 17 17 17 17 16 17 17 17 17 17 17 17 17 17 17 17 17 16 17 17

V 11 11 8 8 8 8 8 7 8 7 5 6 6 6 5 4 3 3 2 1

SG 20 12 10 9 11 5 4 4 7 -2 -1 -3 -11 1 -7 -8 -12 -7 -19 -13


12 ESPORTES PAPO ESPORTIVO

RIO DE JANEIRO, 5 A 11 DE SETEMBRO DE 2019

RJ

LUIZ FERREIRA Divulgação / Flamengo

E O QUE EU VOU FALAR DO FLUMINENSE? »O Fluminense conseguiu

realizar a proeza de perder para o lanterna dentro de casa. O Avaí conquistou a sua primeira vitória no Brasileirão na última segunda-feira (2) e deixou a torcida tricolor completamente pistola da vida com o time, com o técnico Oswaldo de Oliveira e com a diretoria. Amigo, temo e muito pelo futuro do Fluzão nesse resto de 2019…

FLAMENGO EMPOLGA TORCIDA COM POSSIBILIDADE DE TÍTULOS

É

bem compreensível que o torcedor do Flamengo esteja empolgado, falando em títulos, glórias e da “saudade do que ainda não viveu” com o clube. Jorge Jesus vem conseguindo implementar seus conceitos com bastante sucesso no time. A acachapante vitória por 3 a 0 sobre o Palmeiras no último domingo (1), no Maracanã, é uma das provas disso. O Fla joga o futebol mais vistoso do Brasil atualmente. Graças ao técnico português. Liderança no Brasileirão e presença garantida nas semifinais da Libertadores. Tudo muito bonito. Mas esse quadro é perigosíssimo. Ainda mais quando alguns “jornalistas” (com aspas mesmo) cravam que o Flamengo não tem mais adversários no continente e que o título nacional já é uma realidade para o clube. Já não sou mais um menino e cansei de ver o Flamengo sendo derrotado e perdendo títulos por conta dessa empolgação excessiva. Ou vocês se esqueceram da Copa do Brasil de 2004 e da derrota para o PARA RECEBER Santo André? AS MATÉRIAS DO BRASIL DE FATO Até mesmo o canal DIRETAMENTE NO SEU do clube no YouCELULAR,BASTA SALVAR Tube caiu nesO NÚMERO (21) 993734327 NOS SEUS CONTATOS E ENVIAR sa. Não sei se UM OI EM NOSSO WHATSAPP.

o motivo é arrumar assinantes para a Fla TV ou se quem está por lá compraram realmente essa ideia. Só gostaria de lembrar que a sabedoria popular nos traz ensinamentos importantíssimos para momentos como esse: “A euforia leva à debilidade”. “Muito oba-oba acaba em epa-epa”. “Vamos devagar com o andor que o santo é de barro”. E por aí vai. O que vai fazer o Flamengo ser campeão é o trabalho sério de Jorge Jesus e de todo o elenco rubro-negro. E quando digo “trabalho sério”, me refiro à foco, humildade, respeito ao adversário, dedicação, persistência e treinamento. Jogadores como Bruno Henrique, Willian Arão, Rafinha, Pablo Marí, Filipe Luís, Arrascaeta, Rodrigo Caio e Gabigol se encaixaram como uma luva no esquema tático do português. O resultado está sendo mostrado dentro de campo. Estamos vendo um Flamengo mais cascudo e mais seguro. E isso é ótimo. Mas daí a cravar que o time vai conquistar tudo que disputar vai uma distância abissal. É até falta de respeito com quem se preparou para disputar os mesmos títulos. Vamos com calma e deixar as coisas acontecerem. Já vi muito time galáctico cair de quatro no chão com cara de quem foi enganado pela sorte nesses meus anos de velho e rude esporte bretão. A bola pune. E a empáfia também.

EDUARDO BARROCA ACHOU A FORMAÇÃO IDEAL »Tá certo que o Botafogo

perdeu para o Internacional no último sábado (31) e segue marcando passo no Brasileirão. Mas nem tudo é motivo para lamentar. O técnico Eduardo Barroca pode ter achado a formação ideal do time com Marcinho no meio-campo no segundo tempo da partida em Porto Alegre. É algo que pode e deve ser testado mais vezes.

ALGUÉM PRECISA APRENDER A BATER PÊNALTIS NO VASCO »O Vasco esteve muito

próximo da vitória sobre o Cruzeiro no último domingo (1), mas novamente desperdiçou uma penalidade. Yago Pikachu, embora tenha evoluído taticamente com Vanderlei Luxemburgo, parece sentir o peso de ser o cobrador oficial do time. Enquanto isso, pontos preciosos seguem sendo desperdiçados no Brasileirão...

Profile for Brasil de Fato - RJ

Brasil de Fato RJ - 323  

Brasil de Fato RJ - 323  

Advertisement