Page 1

6/7 • Super Esportes

• Brasília, terça-feira, 13 de setembro de 2011 • CORREIO BRAZILIENSE

SÉRIE D

Apósapéssimaparticipaçãonotorneio,Gamaentradefériasetentajuntaroscacosdepoisdemaisumfiasco. Elencoserátododesmontado,técnicoAdelsonAlmeidajáfoiemboraePeriquitosóvoltaacampoem2012

D

epois do vice-campeonato candango, em maio, a torcida do Gama aguardou 71 dias até a estreia do alviverde na Série D do Campeonato Brasileiro. Mas a aventura na quarta divisão Nacional durou apenas oito partidas. Sem investimento, com um time fraquíssimo, uma diretoria omissa e uma campanha vergonhosa — duas vitórias, três empates e três derrotas —, o Periquito foi eliminado de maneira precoce da competição após ser derrotado pela a Anapolina (1 x 0), no último domingo, em pleno Bezerrão. Agora é melhor os candangos arrumarem outro programa até janeiro. Afinal, serão mais de quatro meses de espera até o próximo jogo oficial do time, na primeira rodada do Campeonato Brasiliense de 2012. “Agora é jogar pelada na Quadra 50 todo sábado, com um churrasquinho e os amigos”, lamentou o torcedor Caio Henrique Carvalho, de 22 anos. “Vem ano, passa ano, e não temos uma base. Em 2012 vai ser a mesma coisa. Tem muito garoto bom por aí e eles (Diretoria do Gama) não dão chance”, criticou. Para Wellington Freitas, 24 anos, a situação financeira do alviverde é a culpada pelo atual momento do clube, que não vê um bom resultado Nacional desde o vice-campeonato da Série C, em 2004: “Ninguém trabalha de graça. Tem gente aqui há quatro meses sem receber salário. Para quem viu o Gama na Série A, ter um time assim é ruim demais”. Os torcedores não estão sozinhos. Com a eliminação na Série D, o futuro dos atletas e colaboradores do Gama também ganha contornos cinzentos. Funcionário mais antigo do clube, o massagista Alessandro Silva, carinhosamente apelidado de Criolo, chegou ao Periquito em 1993. “Ficamos desempregados, né? Agora é fazer bico para sobreviver. A minha sorte é que já fiz um pé de meia, se não o cara está lascado”, disse. Há também aqueles que nem sequer tiveram o gostinho de completar um mês na função. Divino Ferreira, 21 anos, trabalhava como preparador de goleiros das categoriasdebasedoGamaquando foi promovido ao time principal, no fim de agosto. Com a derrota para a Anapolina, a experiência terminou de forma frustrante. “Eu trabalhava só na base

126 Número de dias até a possível data da primeira rodada do Candangão, em 15 de janeiro de 2012

Verde de vergonha

Paulo de Araujo/CB/D.A Press - 3/1/07

e então acabo voltando para lá”, comentou Ferreira. O campo dos juniores também deve ser o destino dos atacantes Kelvin e Formiga, e do goleiro Pereira, pouco aproveitados no campeonato. Grande parte do elenco alviverde deve dar adeus ao Bezerrão nos próximos dias, desmontando a base que decepcionou na Série D. Um dos poucos destaques do time, o zagueiro prata da casa Wallace deve ser emprestado. Ele tem contrato até 2013. Fábio Silva, artilheiro do Periquito no ano, com nove gols, já foi sondado pelo América-RN, classificado para a segunda fase da Série C. O meia Tallys acertou ontem com o arquirrival Brasiliense até dezembro de 2012. Outros atletas deixarão a equipe sem jamais terem convencido, como o zagueiro Badhuga, oriundo do futebol acriano, e o atacante Willian Sarôa, com passagem pelo futebol de Liechtenstein.

Pescaria O treinador Adelson de Almeida está com o futuro definido — e de malas prontas. “O problema não foram os jogos fora de casa. Foram as partidas aqui em Brasília que nos complicaram”, analisou o comandante, que rechaçou a hipótese de continuar no clube. No Bezerrão, o Gama venceu apenas um dos quatro jogos que disputou. “Na Série D são só oito jogos, mas eles desgastam mais do que os 20 do Candangão. Vou viajar para Caldas Novas. Preciso descansar, pescar um pouco”, contou Almeida.

Esperança

O goleiro Pereira é a aposta do Gama. “Se Deus quiser, terei essa oportunidade”, disse o jovem de 18 anos, que tem se destacado na base do clube e foi titular no Candangão de juniores conquistado pelo alviverde, em agosto. França, titular na Série D, não deve ter o contrato renovado. Criticado pela torcida, o arqueiro finalizou um ano complicado para os goleiros do clube: Fernando Vizzotto se transferiu para o Paysandu e Léo abandonou o time por não receber salários.

Com mais um ano de mandato, o presidente Carlos Macedo não sabe como reerguer o Gama

SaibaMais

Ficamos desempregados, né? Agora é fazer bico para sobreviver. A minha sorte é que já fiz um pé de meia, se não o cara está lascado” Alessandro Silva, o Criolo, massagista do Gama

Tropeço amargo Para se classificar, o Gama buscava um milagre: teria de vencer a Anapolina e torcer para que o Tupi perdesse seus próximos dois jogos — o alviverde folga na última rodada. A derrota para os goianos teve um gosto ainda mais amargo, pois os mineiros acabaram goleados pelo Tocantinópolis (3 x 0), lanterna do grupo. Em vez de esperar a classificação, agora as contas são outras. Se o Tocantinópolis vencer a Anapolina no próximo domingo, o Periquito terminará a Série D na lanterna do grupo.

110913 GAMA  

SaibaMais Pescaria Commaisumanodemandato,opresidenteCarlosMacedonãosabecomoreergueroGama Esperança AlessandroSilva,oCriolo,massagistadoGama...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you