Page 1


Relat贸rio Anual Afresp | 2009


Índice

5 6 8 9 10 11 12 13 14 15 16 18 20 25 26 27 28 32 41 44 45 47

MENSAGEM DO PRESIDENTE CONVÊNIOS E CULTURA ESPORTES APOSENTADOS E PREVIDÊNCIA OUVIDORIA COMUNICAÇÃO & MARKETING TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO RECURSOS HUMANOS FUNDAFRESP ADMINISTRAÇÃO ASSESSORIA JURÍDICA SEGUROS AMAFRESP REGIONAIS FINANCEIRO BALANÇO PATRIMONIAL EM 31/12/2009 Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido Demonstração do Resultado do Exercício Demonstração dos Fluxos de Caixas-Método Indireto Demonstração Notas das Origens e Aplicações de Recursos Explicativas às Demonstrações Contábeis BALANÇO PATRIMONIAL EM 31/12/2009 Ativo Desmembrado BALANÇO PATRIMONIAL EM 31/12/2009 Passivo Desmembrado PARECER DOS AUDITORES INDEPENDENTES PARECER DO CONSELHO DELIBERATIVO PERSPECTIVAS PARA O ANO DE 2010

Desenvolvimento: Este caderno foi planejado e desenvolvido pelo Departamento Financeiro e diagramado pelo Departamento de Comunicação & Marketing da Afresp.

Relatório Anual Afresp | 2009


4 4


Mensagem do Presidente AFR Luiz Carlos Toloi Junior

Em 2009 a Afresp completou 61 anos e a Diretoria Executiva, reeleita para o triênio 2009/2011, deu continuidade às ações iniciadas em 2008. Uma das iniciativas realizadas pela diretoria da associação, na luta pelos interesses da classe, foi a de receber durante todo o ano de 2009, em sua sede, oito deputados estaduais. O objetivo foi solicitar apoio às causas dos AFRs. A Afresp também manteve sólido seu apoio ao Sinafresp. A Amafresp deu mais um importante passo. Preocupada com a saúde e a qualidade de vida de seus filiados e familiares, criou em 2009 o setor de Prevenção à Saúde, que incorporou as campanhas de saúde, inclusive vacinação, os programas Home Care e ADA – Assistência Domiciliar Amafresp. Nosso plano de saúde registrou uma despesa médico hospitalar maior quando comparado com o ano de 2008. Este aumento ocorreu devido ao crescimento no número de internações. Mesmo assim, graças à solidez da Amafresp, o valor da cota foi mantido durante todo o primeiro semestre e sofreu pequenos reajustes gradativos no segundo. Sempre que necessário foram utilizados recursos do Fundo de Reserva, constituído pelos próprios filiados para ocasiões como esta. Foi também em 2009 que, com a aprovação do Conselho Deliberativo, reduzimos o percentual da taxa administrativa do plano de 9% para 8,5%, uma das menores taxas do mercado.

O Departamento de Recursos Humanos trabalhou pelo aperfeiçoamento dos colaboradores a fim de aprimorar o atendimento a todos os associados. As diretorias designadas também cumpriram com sucesso suas atribuições. Foram eleitos e empossados os novos diretores regionais, que deram sequência às ações de reforma e ampliação de alguns imóveis utilizados como sedes regionais e Centros de Convivência.

O incentivo ao esporte, como meio de promoção à saúde, à qualidade de vida e integração da classe sempre foi uma das premissas da Afresp, que em 2009 promoveu por meio de sua Diretoria de Esportes, torneios de tênis, o Acreditamos ter cumprido XVI Campeonato Estadual de mais uma vez, com transpaFutebol denominado “Paulo Vaz Dias” e também trouxe rência e honestidade, nossa de volta o torneio de sinuca. missão na administração da Além disso, os AFRs atletas Afresp. da Afresp participaram de importantes corridas de rua.

A Diretoria Administrativa manteve a política orçamentária de redução de custos. Além disso, acompanhou de perto as obras realizadas nas regionais e nos Centros de Convivência e empenhouse na construção do espaço de convivência no imóvel ao lado da sede com churrasqueira para encontros e reuniões informais dos associados da capital. Os investimentos do Departamento de Tecnologia da Informação em equipamentos, programas e qualificação de pessoal permitiu a renovação do parque tecnológico da sede e das regionais. Acompanhando o avanço tecnológico, a Afresp também iniciou a implementação de sistemas específicos para atendimento da ANS, disponibilizou o ponto digital e o acesso Wi-Fi no edifício sede, entre outras diversas melhorias na área, que agilizaram a realização das atividades e trouxeram ainda mais benefícios aos associados, colaboradores e parceiros. O Departamento Financeiro negociou as tarifas bancárias e conseguiu uma redução de custos de aproximadamente 48,41% em relação ao ano anterior. Relatório Anual Afresp | 2009

Já a Diretoria de Convênios e Cultura, além de organizar e promover os eventos, ampliou os benefícios concedidos aos associados e seus familiares com o ingresso de 78 novos parceiros, como instituições de ensino (colégios, escolas de idiomas e universidades), hotéis, pousadas, farmácias, entre outros. Estas novas parcerias permitiram aos associados obterem significativos descontos na aquisição de eletrodomésticos, computadores, veículos, ingressos para cinema, parques temáticos, entre outros.

Os AFRs aposentados puderam participar de uma série de eventos promovidos pela Diretoria de Aposentados e Previdência. Foram realizados almoços bimestrais de confraternização e DVDtecas. Além disso, os colegas que se aposentaram em 2008 foram homenageados em um evento exclusivo. O Fundo de Assistência Social da Associação dos Agentes Fiscais de Rendas do Estado de São Paulo, o Fundafresp, mais uma vez cumpriu com excelência seu papel social. Somente em 2009 foram atendidas 336 entidades assistenciais, totalizando 50.567 pessoas beneficiadas e R$ 910.100,00 distribuídos. A Afresp também teve a grande honra de, em sessão solene na Câmara dos Vereadores de São Paulo, juntamente com o Sinafresp, receber uma “Outorga de Salva de Prata” por se destacar pelo serviço prestado à sociedade paulistana. Acreditamos ter cumprido mais uma vez, com transparência e honestidade, nossa missão na administração da Afresp. Nosso objetivo é sempre representar com vigor os anseios de nossos associados. Relatório Anual Afresp | 2009 Relatório Anual Anual Afresp Afresp || 2009 2009 Relatório

5 5


Convênios e Cultura AFR Angela Manzoti Nahman

1. Benefícios Convênios / Parceiros Total de 327 parceiros, sendo 78 só no ano de 2009. - Faculdades/Universidades: são 63 sendo 6 diretamente com a Afresp e 57 por intermédio da Fepaf. - Colégios/Escolas/Berçários são 39 parceiros. - Hotéis e Pousadas são 107. Destas, 47 são diretamente com a Afresp e 56 por intermédio da Fepaf e 4 parcerias com entidades de outros Estados: AFFEMG: Colônia de férias em Cabo Frio e Porto Seguro; AFFEGO com a Termas Caldas; e AFFEMAT com a Colônia de Férias em Cuiabá. Novos convênios concretizados em 2009 • Cursos Senac • Grande Hotel São Pedro • Grande Hotel Campos do Jordão • Colégio Intelectus – São José do Rio Preto • Centro Universitário Eurípedes de Marília – UNIVEM • Petrofarma – São Jose do Rio Preto • Berçário Harmonia – São Paulo • Escola de Educação Infantil Harmonia – São Paulo • Ski Mountain Park – São Roque • Acquaville Hotel • SIC – Sistema Integrado de Cursos

• Fast Shop • Dell Computadores • Castelo Assistência Automotiva • Yes Escola de Idiomas • Colégio Maria José • Centro Educacional Objetivo • Cinemark • Inst. Formação para a Educação - POSEAD - Univ. Gama Filho • Rede de Hoteis Plaza Inn • Liceu Santista – Complexo Educacional São Leopoldo • Renault do Brasil

Relatório de Benefícios aos Associados e Funcionários Eletrodomésticos Brastemp Utilidades Domésticas Ltda. (Compra Certa Brastemp) Pedidos - Valores em milhares de reais

Eletroeletrônicos Fast Shop 2009

Pedidos

Valores – em milhares de reais

Outubro

02

2.280

Novembro

04

6.325

Dezembro

05

10.996

Total

6 Relatório Anual Afresp | 2009

19.601

Quantidade

O Departamento de Convênios e Cultura também organiza e apoia a realização de palestras e lançamentos de livros de colegas AFRs, colocando-se sempre à disposição de todos os seus associados e demais diretorias para promover momentos de integração e descontração entre os colegas.


Veículos 109 associados foram beneficiados com desconto na compra direta Honda Automóveis do Brasil durante o ano de 2009. Informática Dell Computadores 12 vendas de outubro de 2009 a fevereiro de 2010. Cinema Cinemark do Brasil 115 ingressos em dezembro de 2009. Eventos Em 2009 foram realizados 54 eventos, nos mais diversos segmentos: almoços, coquetéis, noites dançantes, palestras, assembleias, cursos e palestras da Secretaria da Fazenda e Confraternizações. O 61º aniversário de fundação da Afresp foi comemorado simultaneamente na Capital/Grande São Paulo e Regionais. Os eventos foram realizados entre os dias 28 de fevereiro e 01 de março, conforme a disponibilidade de cada regional. Posse Diretoria • Posse Diretoria Executiva e Conselho Deliberativo “Triênio 2009/2011” em 09.01.09. • Posse Diretores Regionais “Triênio 2009/2011” em 23.05.09. Aniversário da Afresp – Comemoração do 61º aniversário de Fundação • Culto Ecumênico em Ação de Graças pelo 61º aniversário de Fundação da Afresp, em 27.02.09. • Comemoração do 61º aniversário da Afresp em São Paulo e Grande São Paulo (Capital, ABCD, Guarulhos e Osasco), realizada no Centro de Convivência “AFR Luis Dias” em Guarulhos no dia 28.02.09. 4º Encontro da Mulher AFR, em 06.03.09. Homenagens • Sessão Solene “Outorga de Salva de Prata à Associação dos Agentes Fiscais de Rendas do Estado de São Paulo e ao Sindicado, pela Câmara dos Vereadores de São Paulo”, em 29.04.09. • Homenagem aos aposentados no Ano de 2008, em 21.05.09. Almoço dos Aposentados – Afresp/Sede • 22.04.09 • 21.10.09 • 17.06.09 • 09.12.09 Noites Dançantes e Shows • Noite Dançante Francesa em 14.05.09 • Noite Dançante Junina em 24.06.09 • Noite Dançante Tangos e Boleros em 27.08.09 • Noite do Rock em 18.09.09 • Noite Dançante Halloween em 29.10.09

• 19.08.09 Happy Hour • 15.04.09 • 15.05.09 • 10.09.09 • 28.12.09

Diversos • Reunião da Diretoria Executiva e Diretores Regionais em 13, 14 e 15.01.09 • Lançamento do livro do AFR Albino Cassiolato - obra: Vindita • Inauguração do Espaço de Convivência AFR Arnaldo Marquezini em 28.12.09 • Palestra “Mergulho” com Laurence Wahba em 02.12.09

Teatro • Casa Espaço Morumbi – “De papo pra Lua” em 16.04.09. Viagens • Buenos Aires de 30.04 à 04.05.09. • Natal/RN de 06 à 13.06.09. • Cruzeiro de Natal e Reveillon com saída em 22.12.09. Eventos Secretaria da Fazenda • 11.03 – Fazesp /Seminário • 28.04 – Lançamento Nacional do Conhecimento de Transporte Eletrônico – CT-e • 15 e 16.06 – Divulgação Nota Fiscal Paulista para os demais Estados da Federação • 22.06 – Congresso SEFAZ/OAB – Nota Fiscal Eletrônica – NF-e Conhecimento de Transporte Eletrônico – CT-e • 17.09 – Worshop Fundap – CAT / SEFAZ-SP – Impactos Econômicos do Pré-Sal no Estado de São Paulo

7 Relatório Anual Afresp | 2009


Esportes AFR Américo Castagna Neto

Acompanhe as diversas atividades do Departamento de Esportes no ano de 2009, que propiciaram momentos de confraternização entre AFRs e familiares, promovendo saúde e qualidade de vida: 1) Torneios de Tênis a) IX Interdelegacias: Acontece sempre no mês de março e é um torneio de excelente aceitação devido à grande disputa entre as equipes participantes. No ano de 2009 houve a participação das delegacias: DRTCs I e III - Capital, DRT/12 – ABCD e DRT/13 - Guarulhos. Algumas DRTs e DRTCs foram agrupadas para participar do torneio b) VIII Mini Open: Realizado no mês de maio, que tem como principal finalidade o aparecimento de novos tenistas, aqueles que estão iniciando sua participação nos eventos oficiais da Afresp. c) XVI Open: Torneio tradicional que conta com a participação de várias regiões de São Paulo: Franca, Bragança Paulista, Jundiaí, Sorocaba e Campinas, com isso aumentando a motivação dos participantes, ocorrendo então ótimas disputas entre os tenistas. 2) Campeonato Estadual de Futebol Em 2009 realizou-se o XVI Campeonato Estadual de Futebol denominado “Paulo Vaz Dias” que teve 33 jogos, com a marcação de 141 gols. O campeonato estadual acontece a cada dois anos e este também teve uma excelente adesão pelas Delegacias, com a participação das DRT-5 - Campinas, DRT’s - 6/15 - Ribeirão Preto e Araraquara, DRTs - 7/8/9/10/11 - Bauru, São José do Rio Preto, Araçatuba, Prudente e Marília, DRTC- I Capital, DRTC - III e DRT/16 - Jundiaí, DRTs 4/14 - Sorocaba e Osasco, DRT/12 - ABCD. O mais importante neste campeonato é a integração dos AFRs nas viagens e festas de confraternização após os jogos, tendo sempre a presença de familiares dos jogadores. 3) Torneio de Sinuca Esta modalidade no ano de 2009 voltou com bastante entusiasmo: foi realizado o 2º Torneio Afresp de Sinuca, tendo como patrono do torneio o antigo editor do jornal da Afresp o “AFR Aldrovando Macedo”. Os participantes fizeram jogos na sede da Afresp (Centro de Lazer - 6º andar), onde há duas mesas oficiais de sinuca. 4) Corridas de Rua (Pedestrianismo) A cada ano aumenta a participação dos associados e familiares em corridas e caminhadas que acontecem na Grande São Paulo e em outros municípios. Há três anos existe uma parceria com a Trilopez Assessoria Esportiva para dar maior apoio e incentivo àqueles que querem iniciar um programa de treinamento de corrida. Acompanhe as corridas em que houve participação da Afresp: 25/01 – XII Troféu Cidade de São Paulo – 12 atletas 01/03 – Corrida de Abertura do Circuito Corpore – 18 atletas 05/04 – Meia Maratona Internacional Corpore – 14 atletas 10/05 – 9º Corrida GRAAC Corpore – 10 atletas

8

05/07 – XIV Corrida Corpore Bombeiros – 13 atletas Relatório Anual Afresp | 2009

09/08 – XIV Corrida Corpore Centro Histórico – 28 atletas 06/09 – Meia Maratona Internacional do Rio de Janeiro – 9 atletas 20/09 – 17ª Maratona Pão de Açúcar de Revezamento de São Paulo – 5 equipes com 4 corredores cada 22/11 – 15ª Corrida SP Classic Zumbi dos Palmares – 18 atletas 13/12 – Corrida Sargento Gonzaguinha – 11 atletas 31/12 – 85ª Corrida de São Silvestre – 32 atletas 61 anos da Afresp Apoio da Diretoria de Esportes na programação, organização das equipes e regulamento dos jogos realizados na comemoração dos 61 anos da Afresp no Centro de Convivência de Guarulhos: futebol, tênis de campo e mesa, vôlei de praia, dominó, xadrez, sinuca e videogame. Palestra 02/12 – Lawrence Wahba apresentou a palestra “Pelos mares do mundo”, no auditório da Afresp.


Aposentados e Previdência AFR Benedito Franco da Silveira Filho

Os AFRs aposentados puderam participar de uma série de eventos promovidos pela diretoria de Aposentados e Previdência da Afresp no ano de 2009. Foram realizados almoços bimestrais de confraternização e DVDtecas (reuniões musicais na sala de Aposentados). Além disso, foi realizada uma homenagem aos colegas que se aposentaram em 2008. A diretoria de Aposentados e Previdência recebeu apoio da diretoria de Convênios e Cultura para a realização dos almoços e contou com o trabalho dos seguintes colegas aposentados, divididos em comissões específicas: Para assuntos de organização física e cardápios: Aldo Gentile,

Israel Ribeiro, José Carlos Franco Fernandes, e Miguel Vieira Couto. Para administração financeira e convites: José Antonio Camargo, Luiz Waldemar Zuolo e Milton dos Santos. Para relações públicas e imprensa: Adherbal Silva Pompeo, Bassim Farkuh, Edward Hubert Alexander Nowill, Faiçal Marlino Said e Luiz Fernando Catta Preta César. A seguir veja a quantidade e os tipos de eventos realizados pela diretoria de Aposentados e Previdência:

Almoços

05

DVDTecas

04

Reuniões

07

Ouvidoria AFR Hélio Pires Monteiro

A Ouvidoria da Afresp é um órgão com autonomia administrativa, instituído como canal permanente para acolher e formalizar as reclamações, dúvidas e sugestões dos associados.

Em 2009, segundo um levantamento realizado pelo ouvidor e AFR Hélio Pires Monteiro, o órgão recebeu 47 mensagens, sendo que a maioria foi relacionada à Amafresp (32). Das 47 mensagens recebidas, 28 foram atendidas, estando pendentes, ainda, 19 mensagens.

9 Relatório Anual Afresp | 2009


Comunicação & Marketing

O objetivo do Departamento de Comunicação & Marketing é disseminar informação sobre as atividades da Afresp a todos os associados por meio do jornal mensal da Afresp, do site da entidade, além de outros materiais informativos referentes a diversos departamentos.

Em 2009, foi dada continuidade às atividades de apoio, por meio da elaboração de materiais de divulgação (faixas, banners, cartazes, malas direta, site) e cobertura fotográfica, aos seguintes departamentos e/ou setores:

Amafresp: Campanha Saúde: projeto de sinalização dos estandes, faixas, banners, cartazes, mala direta, carteira de vacinação e comprovante de realização dos exames preventivos e aplicativo para inscrição online no site da Afresp. Cobertura jornalística e fotográfica do evento. Cartilha Saúde do Homem: confecção (ilustrações, revisão e editoração) de livro informativo para os filiados.

Seguros: foram desenvolvidos os anúncios para o Suplemento e o encarte Passatempo do jornal da Afresp (patrocinados por parceiros da Associação).

Convênios e Cultura: elaboração de folders, cartazes, malas diretas, convites, divulgação no site da Afresp e cobertura jornalística e fotográfica dos eventos promovidos, como culto ecumênico, 4º encontro da Mulher AFR e noites dançantes diversas.

Financeiro e Regionais: criação e editoração do relatório anual, malas diretas, convocações, convites, placas (inaugurações e homenagens) e apresentações multimídia para assembleias e reuniões.

Presidência: confecção do jornal da Afresp (redação, revisão, edição e diagramação de notícias); manutenção e atualização do site; apoio na elaboração de apresentações multimídia; acompanhamento de visitas à Assembleia Legislativa e Secretaria da Fazenda, com cobertura jornalística e fotográfica; e confecção de folder para a homenagem Salva de Prata, recebida na Câmara Municipal.

Fundafresp: divulgação (com cobertura fotográfica e jornalística) das reuniões mensais.

Esportes: divulgação (com cobertura jornalística e fotográfica) das atividades esportivas da Afresp no jornal e site da Associação.

Conselho Deliberativo: divulgação (com cobertura fotográfica e jornalística) das reuniões.

Aposentados e Previdência: divulgação (com cobertura fotográfica e jornalística) das reuniões, almoços e outras atividades, como a DVDteca.

Outros: confecção do livro de 20 anos da DRT/14, de Osasco.

10 Relatório Anual Afresp | 2009


Tecnologia da Informação AFR Omar Roldão de Moura

No ano de 2009 o Departamento de Tecnologia da Informação realizou investimentos em equipamentos, programas e qualificação de pessoal com o objetivo de alcançar a excelência na prestação de serviços. As principais atividades desenvolvidas foram: 1. Renovação do parque tecnológico na sede e nas regionais (switch, desktop, monitores e reparos nas instalações); 2. Migração do Sistema Operacional Novell para Windows (resultou na melhoria de performance na sede e nas regionais); 3. Papel reciclado – foi implantado nas correspondências da Afresp e da Amafresp, proporcionando uma economia de 70% no consumo de tonner, no valor de R$ 5.831,00 aa, além de assumirmos o nosso compromisso com o meio ambiente; 4. Consultores autônomos – na renegociação dos contratos (dez/2009) optamos por contratá-los através de cooperativa, o que proporcionará uma economia de R$ 11.000,00 mensal a partir de janeiro/2010; 5. Desenvolvimento de sistemas específicos para atendimento da ANS (SIB, DIOPS, SIP e TISS); 6. Wi-Fi implantado em todos os andares da sede; 7. Implantação do ponto digital na sede (uso dos colaboradores); 8. Implantação do sistema de gravação telefônico no setor de seguros; 9. Automatização do sistema de cobrança bancária (emissão e baixa automática dos boletos - o que proporcionou a redução de 1 funcionário no setor); 10. Migração dos Sistemas Afresp para SQL Server: a. Conclusão do Módulo Credenciamento. b. Início da implantação do sistema RM da Totvs, que integra vários setores administrativos (compras, almoxarifado, estoques, tesouraria e contabilidade), oferecendo mais agilidade e precisão administrativa, eliminando o uso de interfaces manuais e redundância de atividades. 11. Manutenção dos Sistemas Afresp nas plataformas ZIM e SQL Server adequando-se às mudanças do dia a dia, da legislação e de acordo com as necessidades dos setores da Associação e de seus associados.

11 Relatório Anual Afresp | 2009


Recursos Humanos

AFR Hildebrando Djalma Pirágine

O departamento de Recursos Humanos administra o relacionamento entre a Afresp e os colaboradores e auxilia todas as diretorias na resolução de problemas trabalhistas e legais que envolvem esse relacionamento. As atividades do RH buscam sempre o aperfeiçoamento dos colaboradores e a redução de custos, a fim de aprimorar o atendimento a todos os associados. Acompanhe as principais realizações de 2009: 1. Instalação do Ponto Digital Os colaboradores passaram a registrar horários de entrada e saída na recepção e refeitório por meio da leitura da impressão digital e não mais com o código de barras do crachá. O sistema trouxe mais praticidade e rapidez na operação, além de um controle mais seguro dos horários para o RH, visto que também está integrado com a folha de pagamento. 2. Unimed – Uniplan A Afresp passou a oferecer um atendimento da Unimed em rede nacional (Uniplan) para colaboradores e dependentes. 3. Manutenção dos custos em relação aos benefícios Os custos com saúde, transporte e alimentação ficaram estáveis no ano de 2009, mantendo dessa forma a economia que foi alcançada na redução de gastos do ano de 2008. 3. Empréstimo consignado com a Caixa Econômica Federal A Afresp firmou parceria com a Caixa Econômica Federal para oferecer uma condição facilitada de empréstimo e com juros reduzidos aos colaboradores. As parcelas do empréstimo estão vinculadas ao vencimento do colaborador e não podem ser superiores a 20% do salário líquido. A solicitação do empréstimo é feita através da Afresp. Esta foi uma ação realizada em conjunto com o Departamento Financeiro. 4. Negociação com Sindicato dos Empregados A Afresp negociou com o Sindicato os seguintes assuntos: quinquênio, reajuste salarial, piso salarial e horas extras. 5. Admissão Houve redução nos custos para anúncio de contratação de colaboradores, feito de forma totalmente gratuita por meio dos sites Catho e Curriculum e que têm atendido as expectativas.

1212

8.Treinamento A Afresp realizou um investimento de R$ 67.151,66 em treinamento a 170 colaboradores. Foram dois cursos de liderança com coordenadores e encarregados: Liderança e motivação, com a Profª Margareth Bianchini e Liderança Assertiva, da Fundação Vanzolini. Os colaboradores da Amafresp fizeram cursos de atualização da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Acompanhe a distribuição de cursos por departamento: Relatório Anual Afresp | 2009

6. Informação aos colaboradores Em 2009, o RH Digital, newsletter dirigida quinzenalmente aos colaboradores, continuou trazendo informações diversas, como atualidades, saúde, dicas de português, motivação e avisos da Afresp. 7.Lazer O Dia das Crianças na Afresp foi realizado pelo 3º ano, momento em que os pais puderam trazer seus filhos à Associação e participaram de atividades de diversão. Festa de Confraternização de final de ano: os colaboradores puderam levar seus familiares para o Centro de Convivência de Osasco e aproveitaram um dia inteiro de esportes, diversão e confraternização.


Fundafresp AFR Aldo Gentile

O Fundafresp – Fundo de Assistência Social da Associação dos Agentes Fiscais de Rendas do Estado de São Paulo, fundado em 1995, tem como finalidade prioritária auxiliar entidades de amparo ao menor e ao idoso carentes, sediadas no Estado de São Paulo, cujos diretores não percebem quaisquer tipos de remuneração. Dos recursos arrecadados junto aos AFRs contribuintes, 15% (quinze por cento) são reservados à futura implantação da “Casa do Agente Fiscal de Rendas”, destinada a abrigar o colega que, idoso e sozinho, venha a necessitar de apoio, quer no plano de saúde ou de convivência social. Os colegas que contribuem para o Fundafresp, realizam, obrigatoriamente, visitas prévias às entidades antes da indicação, que é feita de acordo com essa avaliação, que tem por critérios a idoneidade e a necessidade dos requerentes.

Entidades Beneficiadas Gráfico 1

Valor Distribuído - em milhares de reais Gráfico 2

No exercício de 2009, o Fundafresp realizou reuniões mensais para distribuição de donativos às entidades requerentes que estavam em condições regulares. Conforme gráfico 2, foram atendidas 336 (trezentas e trinta e seis) entidades assistenciais, totalizando 50.567 pessoas beneficiadas com a distribuição de R$ 910.100,00 (novecentos e dez mil e cem reais).

Cabe destacar que, no exercício de 2008, foram atendidas 295 (duzentos e noventa e cinco) entidades, com uma distribuição no total de R$ 798.700,00 (setecentos e noventa e oito mil e setecentos reais) representando um aumento em 2009 de 11,39% e 13,95%, respectivamente.

Relatório Anual Afresp | 2009 Relatório Anual Afresp | 2009

1313


Administração AFR Arnaldo Marquezini

As atividades da Diretoria Administrativa concentram-se na estrutura predial da Afresp, bem como no seu funcionamento e manutenção. Estão entre as áreas de atuação: operacional (a fim de garantir o perfeito funcionamento da Sede Social); telefonia; compra de materiais dos setores; estacionamento e veículos; portaria; e acompanhamento das obras de regionais e centros de convivência. No ano de 2009, todas as medidas adotadas continuaram seguindo a política orçamentária de redução de custos. Veja as principais ações em 2009: - Acompanhamento das obras das regionais e centros de convivência, juntamente com o diretor de regionais: Taubaté (em andamento), Osasco (em andamento), Campinas (em andamento), Caçapava (concluída) e ABCD (concluída); - Construção do espaço de convivência no imóvel ao lado da sede da Afresp com churrasqueira para encontros, reuniões informais e happy hours dos associados da capital; - Troca do sistema de câmeras por um sistema mais moderno, melhorando a segurança dos associados, colaboradores e patrimônio da Afresp; - Reestruturação do departamento administrativo, com considerável redução no quadro funcional e sem alteração no desenvolvimento e na qualidade das atividades rotineiras; - Continuidade de todos os trabalhos realizados em 2008 para manter a economia em algumas áreas e realização de negociações com a Telefônica para redução de custos.

Assessoria Jurídica AFR José Pucci Cuan

A assessoria jurídica da Afresp é um setor que presta assistência a todos os departamentos da sede e subsedes regionais, nas mais diversas áreas do direito, em especial, à Amafresp e ao departamento de Seguros, tanto nos procedimentos administrativos, como nos feitos judiciais. Em 2009, como rotineiramente ocorre, a assessoria jurídica atuou nos processos em que a Afresp figurou como autora, ré, litisconsorte ou terceira interessada, a exemplo do que ocorreu, principalmente nas ações trabalhistas da própria instituição, ou de terceirizadas, em que Associação é a tomadora de serviços e responde subsidiarimente. Também nas ações cíveis ajuizadas contra médicos e hospitais credenciados em que a Amafresp figurou no polo passivo, como substituto processual ou litisconsorte, e nos litígios de segurados quando a Afresp, na qualidade de estipulante, integrou o feito.

14

Já no campo da prestação de assistência jurídica aos associados, de forma direta, ocorreram vários atendimentos particulares, através de telefone, e-mails, pareceres, em todos os seguimentos do direito, inclusive, em litígios de família. Somado a isso, acompanhou o andamento de processos ajuizados, em ações coletivas contra a Fazenda do Estado, patrocinados por outros profissionais. Relatório Anual Afresp | 2009

Executou ainda completa cobertura nas relações comerciais da Afresp, elaborando os próprios contratos, analisando os que foram apresentados pelas contratadas, além de convênios com os mais diversos seguimentos do comércio.


Seguros

AFR Marcimedes Martins da Silva

1. Seguro de Auto e Ramos Elementares O resultado do exercício de 2009 demonstrou que a estratégia de estabelecer Plano de Metas, iniciada em 2007 pela Afresp, é o caminho certo para obter o crescimento da carteira de autos ainda que o mercado seja extremamente competitivo. Os parceiros Mapfre e Porto Seguro são fortes parceiros que traçam também seus planos de crescimento empresarial com o objetivo de facilitar a inclusão de segurados através da entrega de prêmios para a motivação dos funcionários. A inovação, em 2009, foi a campanha Mapfre +1 que premiou segurados com pen drives. A carteira encerrou o exercício contando com 6.451 veículos segurados, um aumento expressivo de 3%.

Posição Mensal de SEGURO DE AUTO

A carteira de ramos elementares (seguro residencial, empresarial, e outros bens duráveis como laptops e veleiros) registrou aumento anual de 5%, também expressivo, atingindo a marca de 629 seguros.

2. Seguro de Vida e Decessos A Apólice Coletiva de Vida em Grupo fechou o ano com 6.264 vidas, considerando os titulares e os cônjuges. É necessário enfatizar que a Apólice Vida Mais, que permite a contratação do seguro sem a exigência da declaração de saúde e que foi criada dentro da política de inclusão dos idosos em levar benefício aos familiares, cresceu para 142 segurados. As apólices ampararam 131 famílias demonstrando a solidez da carteira. Os números do Seguro de Vida demonstram que a Afresp continua a ter apólices de vida e acidentes pessoais que tranquilizam os segurados e seus familiares. A Vip’s Corretora continuou a investir no treinamento de seus próprios agenciadores de seguros, responsáveis por esclarecer os segurados das garantias e diferenciais das Apólices Mapfre na proteção da vida das pessoas. O seguro Decessos, apólice coletiva que é uma assistência para o caso de falecimento do associado titular, cônjuge e filhos até 21 anos, amparou 87 famílias.

15 Relatório Anual Afresp | 2009


Amafresp AFR João Dias Yanes

No ano de 2009 foi identificado um aumento na frequência de utilização dos serviços de saúde oferecidos pela Amafresp. As consultas médicas tiveram um pequeno crescimento na utilização, aumentando apenas 1,40%. Entretanto, somente nas consultas de Pronto Socorro, houve um aumento de 9,24% em virtude da pandemia do vírus da gripe A-H1N1. Já os custos com consultas aumentaram 2,76%. Os exames cresceram 8,30% em relação a 2008. Os que mais se destacaram foram Medicina Nuclear (150,27%), Oftalmologia (11,96%), Tomografia (11,86%), Otorrinolaringologia (7,65%), Ultrassonografia (6,68%) e Análises Clínicas (6,62%). Os custos com os exames aumentaram 9,40% no período e a relação exames/consulta aumentou 6,80%. As internações foram o ponto de maior impacto com os aumentos de 2009, já que o custo com internação representa 51,77% do custo assistencial do plano. A frequência de internações aumentou 10,44% em relação a 2009, muito maior que nos anos anteriores. De 2007 para 2008, houve redução de 6,18% e de 2006 para 2007, um aumento de apenas 3,32%.

16

Em 2009, houve um aumento significativo nas internações por doenças respiratórias, 53,57% em relação a 2008. Apesar de a Amafresp realizar campanhas de vacinação em massa para prevenção da pneumonia para associados com 60 anos ou mais, com a pandemia da gripe causada pelo vírus H1N1 e microorganismos inespecíficos, não cobertos pela vacinação, a utilização aumentou. Relatório Anual Afresp | 2009

Além das doenças respiratórias, foi identificado um crescimento de 47,92% nas realizações de cirurgias de catarata, o que reflete o incentivo do plano aos cuidados com a saúde ocular através de Campanhas Preventivas.

•110 pacientes no programa ADA. Desses, 81% possuem 80 anos ou mais.

Já com relação aos custos com internação, houve um aumento de 17,11% em relação a 2008. Mesmo com o aumento da utilização e dos custos, a média de permanência hospitalar geral foi de 4,94 dias, 2,95% a menos que em 2008.

O ADA é um programa que vislumbra uma melhor adequação dos custos despendidos pela AMAFRESP.

Em outubro de 2009, a estrutura administrativa da Amafresp foi remodelada. Novos departamentos criados e também, novas atribuições aos colaboradores que trabalham no plano de saúde. Prevenção Amafresp Prevenção No quarto trimestre de 2009 a AMAFRESP deu um passo importante no cuidado à saúde dos seus associados. Foi criado o departamento de prevenção à saúde, que terá como objetivo principal cuidar dos associados antes que eles adoeçam e melhorar a qualidade de vida daqueles que já possuem alguma enfermidade mais grave.

Atendimento Domiciliar Amafresp (ADA)

Buscamos investir na qualidade de vida diária do paciente e diminuir sua necessidade em buscar recursos hospitalares para atendimentos médicos. Em 2009, conseguimos identificar, além da melhora na qualidade de vida dos pacientes e familiares acompanhados, uma redução nos custos de R$ 924.202,29 em comparação a procedimentos e atendimentos anteriores ao programa e relacionados ao perfil epidemiológico dos pacientes. Campanhas preventivas O público alvo do programa são os associados da ativa, principalmente do interior, e o objetivo é realizar exames básicos que identifiquem atenção aos cuidados do paciente.

O departamento incorporou também os programas Home Care, campanhas de saúde, inclusive vacinação, e ADA – Assistência Domiciliar AMAFRESP.

Em 2009 foram atendidos 766 associados, em 18 cidades mais a capital, com exames de Hepatite C , Glicemia, Colesterol, Pressão Arterial, Circunferência Abdominal e Peak Flow.

Atualmente o departamento é composto por 2 médicos, 2 enfermeiras, 2 assistentes sociais e 1 apoio administrativo.

Em algumas cidades, como Franca, atingimos 70% do nosso público alvo.

Ainda em 2009, o novo departamento já atuou firmemente no seu propósito. Conheça alguns números: •128 pacientes atendidos no sistema Home Care, entre internados e atendimentos paliativos;

Campanha Saúde Amafresp A Campanha Saúde Amafresp tem como objetivo a Imunização em massa dos associados da Amafresp contra o vírus da influenza (gripe) e contra a pneumonia através da vacina pneumocócica polivalente.


Detecção precoce de pacientes com doenças crônicas, tais como hipertensão, diabetes, obesidade e levantamento de pacientes com riscos aumentados para problemas cardíacos, oferecendo exames práticos e de resultados imediatos, de forma que o associado receba a orientação e/ou encaminhamento do profissional da saúde. Em 2009, mais de 1.800 pessoas se beneficiaram dos serviços oferecidos em nossa “feira de saúde”. Confira os números da tabela 1 abaixo: Associados A AMAFRESP fechou o ano com 17.418 associados e 20.414,30 cotas ( 2008 – 17.401 – 20.191,70 cotas) Credenciamento Em 2009, buscando melhorar nossa rede credenciada, principalmente no interior e litoral, credenciamos 68 novos prestadores de serviço, sendo 15 na capital e 53 no interior e litoral. Atendemos a extensão dos serviços em mais de 260 prestadores, ampliando o leque de opções aos nossos associados. Buscando uma redução no impacto da carga tributária incidente nos pagamentos de Pessoa Física, conseguimos alterar 13 contratos para

pessoa jurídica, representando uma economia de R$ 757,60. Perspectivas e planos da Administração da Amafresp para 2010

Análise de Contas O departamento de análise das contas tem como objetivo verificar a procedência das cobranças dos atendimentos médicos, pautado pelas boas práticas e contrato firmado.

Entre as perspectivas da Diretoria da Amafresp para 2010 estão: - Aumentar a adesão de novos associados, em virtude do concurso para novos fiscais;

Em 2009, o departamento apurou R$ 3.166.788,59 em inconsistências, dos quais R$ 1.920.287,82 foram descontados.

- Intensificar os programas de prevenção, incluindo novos pacientes no ADA – Atendimento Domiciliar Amafresp, e iniciar a nova campanha de Prevenção à Distância;

Auditoria Médica e de Enfermagem

- Otimizar o processo de compras de Órteses, Próteses e Materiais Especiais permitindo a redução de custo com materiais cirúrgicos;

Em 2009, mantivemos o nosso propósito em remunerar de forma justa aos credenciados, questionando eventuais distorções entre o valor apresentado pelos hospitais e o efetivamente correto. Para isso, contamos com empresa contratada para essa finalidade e também com os profissionais do corpo técnico (médicos e enfermeiras).

- Ampliar a negociação de protocolos e pacotes cirúrgicos com os hospitais, visando também a redução dos custos, sem influenciar a qualidade da assistência.

Os resultados foram os apresentados na tabela 2 abaixo:

Tabela 2 Total de Glosa no Período

820.259,97

Total pago no período à empresa de auditoria

54.675,90

Redução no custo

765.584,07

Tabela 1

Campanha Saúde Sede

Sub sede Lapa Butantã Marengo Pádua Dias Interior

Total

Vacina Gripe*

792

222

139

131

129

54

2265

3732

Vacina Pneumonia

86

11

13

17

17

5

199

348

Exames preventivos

494

129

93

94

100

45

955

Hepatite C

454

140

83

88

100

47

912

Oftalmologia

362

-

-

-

-

-

362

IMC e/ou Circunferência Abdominal

273

63

74

70

64

4

548

Peak Flow

354

23

52

46

93

13

Total de atendimentos Nº Pessoas participantes

581 7.438

1.053

247

153

148

134

69

1.804

Relatório Anual Afresp | 2009

17


Regionais AFR Cézar José D’ Avoglio

Acompanhe abaixo as principais realizações e investimentos das sedes regionais da Afresp em 2009. O objetivo foi trazer melhorias para que mais associados passem a utilizar os Centros de Convivência e uma estrutura adequada aos serviços oferecidos pelos escritórios regionais.

Despesas Operacionais

Despesas Operacionais

A política administrativa de controle orçamentário foi mantida em 2009, sendo que as despesas operacionais das sedes regionais permaneceram dentro da previsão orçamentária, com um índice de 92,74%.

- Valores em milhares de reais

Despesas Operacionais – em milhares de reais Geral

Escritório

Centro de Convivência

Orçado

3.589

2.051

1.538

Realizado

3.329

1.887

1.442

Investimentos Investimentos das Sedes Regionais – em milhares de reais Orçado

1.084

Realizado

1.048

Disponível

36

Investimentos das Sedes Regionais - Valores em milhares de reais

1818 Relatório Anual Afresp | 2009


Detalhamento das realizações: Principais investimentos realizados em 2009: ABCD: Reforma do imóvel - sede regional Araraquara: Reforma e ampliações gerais do centro de convivência Franca: Reforma e ampliação do salão de festas Marília: Forro acústico do salão de festas; Reforma da casa de hóspedes

Presidente Prudente: Reforma do salão de festas, casa do caseiro e quiosque da piscina São José do Rio Preto: Adequação do salão de festas Taubaté: Projeto arquitetônico e construção da sede regional

Objetivando a complementação dos equipamentos disponíveis em suas estruturas a Afresp, no exercício de 2009, adquiriu 10 (dez) micro-tratores destinados aos centros de convivência de Araçatuba, Araraquara, Bauru, Campinas, Guarulhos, Marília, Osasco, Presidente Prudente, Caçapava e Sorocaba.

Fachada da sede Regional do ABCD

Centro de Convivência Presidente Prudente

Centro de Convivência de Marília

Micro-tratores

Salão de Festas - São José do Rio Preto Relatório Anual Afresp | 2009 Relatório Anual Afresp | 2009

1919


Financeiro AFR Omar Roldão de Moura

A Afresp continua com sua situação financeira sólida e segura, demonstrando a seriedade com a qual é tratada a entidade dos Agentes Fiscais de Rendas do Estado de São Paulo. Veja a seguir as demonstrações relativas ao exercício de 2009: A Diretoria Financeira concentrou-se na segurança e liquidez das aplicações financeiras já conquistadas em exercícios anteriores. No início, ocorreram várias reuniões com diversas instituições financeiras, a fim de se avaliar qual traria a melhor rentabilidade para os investimentos, resultando na migração de parte dos valores aplicados em fundos de investimentos para aplicações em CDB, com taxa fixada em 102,5% do CDI e negociação na taxa de administração que resultou na redução de 1% para 0,30% para os valores que permaneceram aplicados nos fundos de investimentos junto ao Banco Santander do Brasil. Acompanhe abaixo as aplicações financeiras pertencentes à Afresp: Aplicações Financeiras Não Vinculadas - em milhares de reais Santander - Fdo de Investimentos

2009

2008

89

4.719

Santander - CDB

5.378

495

Nossa Caixa - Fdo de Investimentos

8.242

6.236

842

0

Banco Itaú S/A - Fdo de Investimentos Santander - Fdo de Investimentos - Regionais TOTAL

190

168

14.741

11.618

Aplicações Financeiras Vinculadas - em milhares de reais Santander - Fdo de Investimentos - Fdo de reserva Afresp Santander - CDB - Fdo de reserva Afresp Santander - Fdo de Investimentos - Fundafresp

2009

2008

0

4.151

4.541

0

244

1.057

Santander - CDB - Fundafresp

1.154

184

Banco Itaú S/A - Fdo de Investimentos - Casa do AFR

2.034

1.730

TOTAL

7.973

7.122

TOTAL GERAL

22.714

18.740

Também foram negociadas as tarifas bancárias que resultaram em uma redução significativa de aproximadamente 48,41%, em relação ao ano anterior, sendo que as principais foram: • Automatização do sistema de cobrança bancária com registro (reduzindo o custo unitário de R$1,99 para R$1,48), trazendo segurança nos controles internos, pois possibilita a emissão e baixa automática da cobrança, o que proporcionou a redução de um funcionário no setor e eliminação do custo com formulário contínuo. • Redução da cobrança de mensalidades em conta corrente de R$ 1,30 para R$ 0,65 no Banco Santander e R$ 1,30 para R$ 0,60 no Banco Nossa Caixa; • Isenção das tarifas bancárias para as contas correntes das Regionais. Na área contábil foi dada continuidade às rotinas, com o implemento de pequenas melhorias, como a aquisição de software para facilitar a transmissão de arquivos em XML das informações contábeis enviadas trimestralmente para a ANS. A seguir, explicações das demonstrações contábeis Amafresp e Afresp:

20 Relatório Anual Afresp | 2009


1 - Amafresp AMAFRESP – valores em milhares de reais Receitas Operacionais Contribuições Associativas

31/12/09

31/12/08

AH

76.061

74.080

2,67%

( - ) Devoluções / Cancelamentos

(53)

(114)

(-53,50%)

Taxa de Inscrição Amafresp

149

61

144,26%

Convênio – Reciprocidade

6.055

3.245

86,59%

682

763

(-10,62%)

0

2

(-100,00%)

82.894

78.037

6,22%

Receitas Financeiras Receitas Diversas TOTAL Despesas Operacionais

31/12/09

31/12/08

AH

Assistência Médico- Hospitalar

84.532

73.693

14,71%

Recuperação de Eventos Indenizáveis (Glosas)

(2.988)

(2.773)

7,75%

(971)

(1.071)

(-9,33%)

Excessos Regulamentares Administrativas

5.773

6.014

(-4,00%)

Encargos Sociais

1.671

1.321

26,49%

Despesas Financeiras

145

200

(-27, 50%)

Provisões

770

800

(-3,75%)

TOTAL

88.932

78.184

13,75%

Resultado Operacional

(6.038)

(147)

4007,48%

Déficit/Superavit

(6.038)

(147)

4007,48%

O déficit da Amafresp está diretamente ligado ao aumento das despesas de Assistência Médico Hospitalar que foi de 14,71% em relação a 2008, tendo como maior reflexo o aumento das internações, que foi de 17,11% (gráfico abaixo).

Valor Assistência Médica Hospitalar - em milhares de reais

21 Relatório Anual Afresp | 2009


Financeiro

A Diretoria Executiva decidiu manter o valor da cota durante o primeiro semestre, reajustando gradativamente no decorrer do segundo semestre de acordo com o aumento da utilização, recorrendo ao Fundo de Reserva, sempre que necessário, a fim de honrar todos os seus compromissos. A seguir, o demonstrativo com o saldo das aplicações Amafresp: Aplicações Financeiras - em milhares de reais 2009

2008

Santander - Fdo de Investimentos - Fdo de Reserva Amafresp Santander - CDB Santander - Fdo de reserva Amafresp

483

5.835

3.741

0

742

764

4.966

6.599

Nossa Caixa - Fdo de Investimentos - Fdo de Solidariedade TOTAL

Aplicações Financeiras - Valores em milhares de reais Fundo de Reserva Amafresp Fundo Solidaridade 764

5.835

2009 2008

4.224

742

2009

2008

2008

2009

A Diretoria Executiva, com a aprovação do Conselho Deliberativo, decidiu reduzir o percentual da taxa administrativa de 9% para 8,5%, retroativo a 2008 com reflexo nas contas de 2009, uma vez que as despesas com Assistência Médico – Hospitalar foram superiores às administrativas.

2 - Afresp AFRESP - valores em milhares de reais 31.12.09

31.12.08

AH

Contribuições Associativas

5.521

5.711

(-3,33%)

Administração Amafresp

6.421

6.397

0,38%

Administração de Seguros

7.027

7.389

(-4,90%)

167

645

(-74,11%)

1.351

1.049

28,79%

Diversas

360

399

(-9,77%)

TOTAL

20.847

21.590

(-3,44%)

Unidades Regionais

3.761

3.389

10,98%

Associativas

1.689

2.268

(-25,53%)

Administrativas

4.405

4.646

(-5,19%)

Pessoal e Encargos

6.223

5.640

10,34%

408

307

32,90%

1.519

1.563

(-2,82%)

RECEITAS OPERACIONAIS

Outras Receitas Departamentais Financeiras

DESPESAS OPERACIONAIS

Financeiras e Tributárias Depreciação Provisão p/ Perdas

74

153

(-51,63%)

TOTAL

18.079

17.966

0,63%

RESULTADO OPERACIONAL

2.768

3.624

(-23,62%)

(34)

(4)

750,00%

RECEITAS E DESP. NÃO OPERACIONAIS

22

Ganho/Perda de Capital Relatório AnualAFRESP Afresp | 2009 SUPERÁVIT Relatório Anual Afresp | 2009

(34)

(4)

750,00%

2.734

3.620

(-24,48%)


A Afresp, por sua vez, registrou um superávit de R$ 2.734, representando uma redução de 24,48% em relação ao ano anterior. Abaixo, os principais impactos e variações: Receitas Operacionais: a) Contribuições Associativas: manutenção do valor da mensalidade em R$ 71,62 - a redução de 3,33% é decorrente da classificação em 2008 do saldo de R$150 mil remanescente dos empréstimos de associados. b) Administração Amafresp: variação de 0,38% em razão da diminuição da taxa de administração de 9% para 8,5%. c) Administração de Seguros: o maior impacto na redução das receitas dos seguros foi o aumento da sinistralidade, fator que implica diretamente no cálculo do excedente técnico. Em 2008 foram pagos R$ 4.297 milhões em prêmios para os beneficiários, enquanto que em 2009 foram pagos R$ 6.180 milhões, um aumento de 43,82%. d) Outras receitas departamentais: redução de 74,11%, pois em 2008 a Afresp recebeu patrocínio no valor de R$ 445 mil, sendo R$ 381 mil de parceiros e R$ 64 mil de venda de convites para a realização do aniversário de 60 anos da Afresp . e) Receitas Financeiras: aumento de 28,79% em virtude das novas taxas e da migração parcial das aplicações financeiras. f) Diversas: redução de 9,77% em virtude do imóvel de Santo André ABC Tower só ter sido alugado em agosto de 2009 (desocupado durante o período de jan. a jul/09) , com recebimento de aluguel somente a partir de 2010, pois o imóvel estava em obras .

Despesas Operacionais: g) Unidades Regionais: o aumento de 10,98% em relação ao ano anterior é em virtude da realização do campeonato estadual de futebol; maiores gastos nos imóveis próprios com conservação e manutenção; e pagamento com indenizações trabalhistas referentes à demissão de alguns colaboradores, lembrando que o orçamento de 2009 não foi ultrapassado. h) Associativas: redução de 25,53% , tendo em vista que em 2008 houve despesas com a comemoração dos 60 anos da Afresp. i) Administrativas: variação de 5,19%, resultado de redução das despesas administrativas, em que se destacam as que tiveram maior impacto, como negociação dos contratos com a Telefônica, contratos de prestadores de serviços da área de tecnologia da informação, redução da conta de água de aproximadamente 35%, redução de 48,41% nas tarifas bancárias, entre outras, que não tiveram impactos significativos. j) Pessoal e Encargos: aumento de 10,34% justificado pelo reajuste salarial de acordo com o dissídio coletivo data base março que foi de 6,25%, esclarecendo que 5% desse percentual foi antecipado em outubro/08, assim como o reajuste do vale alimentação, refletindo assim na comparação dos dois exercícios em 2009, no enquadramento de alguns cargos de acordo com pesquisa salarial fornecida pela empresa Catho, na criação do departamento de prevenção no Amafresp e no pagamento de rescisões de contrato de trabalho. k) Financeiras e tributárias: aumento 32,90% justificado pelo aumento do IPTU em 2009 e dos encargos sobre as aplicações em virtude da migração; em contrapartida registrou-se uma receita financeira superior ao ano de 2008. l) Depreciação: As depreciações são efetuadas pelo método linear, com base em taxas que contemplam a vida útil econômica dos bens. m) Provisão para perdas: está classificado nessa conta os valores possíveis de perdas referentes às contas a receber da Afresp em poder do Jurídico e atualização das contingências trabalhista e cíveis. n) Ganho/Perda de Capital: compreende o resultado das baixas do ativo imobilizado.

Relatório Anual Afresp | 2009 Relatório Anual Afresp | 2009

23


Financeiro

Análise Econômica e Financeira Principais Indicadores Valores em milhares de reais Legendas

Dez/09

Dez/08

AC - Ativo Circulante

40.599

38.579

RLP - Realizável a L.P

39

8

Ativo Não Circulante

25.801

25.907

PC - Passivo Circulante

12.564

9.003

PL - Patrimônio Líquido

44.253

46.841

ELP - Exigível a Longo Prazo

9.326

7.959

Período

Índices

Dez/09

Dez/08

1) Liquidez Corrente

AC PC

3,23

4,29

2) Liquidez Geral

AC + RLP PC + ELP

1,86

2,27

3) Grau de Endividamento a Curto Prazo

PC PL

0,28

0,19

4) Participação de Capital de Terceiros

P C+E L P PC+ELP+PL

0,33

0,27

AP PL

0,58

0,55

5) Quociente de Imobilização

Impactou diretamente na queda dos índices o aumento do passivo circulante em 39,55% em relação ao ano anterior. Do total do circulante, 65,37% pertence à Amafresp.

É importante ressaltar que a entidade ainda está com capacidade de pagamento muito boa, conforme tradução dos índices abaixo:

2424 Relatório Anual Afresp | 2009


BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 e 2008 (Em Milhares de Reais) ATIVO

NOTA

2009

2008

40.599

38.579

Disponível

663

379

Realizável

39.936

38.200

27.641

25.339

8.497

7.303

145

445

3.485

4.937

168

176

25.840

25.915

39

8

39

8

CIRCULANTE

Aplicações Financeiras

4

Créditos com Op. com Planos de Assist. à Saúde Outros Créditos com Op. com Planos de Assist. à Saúde Títulos e Créditos a Receber

5

Outros Valores e Bens NÃO CIRCULANTE Realizável a Longo Prazo Aplicações Financeiras Investimentos

6

2.698

2.735

Imobilizado

7

21.979

22.303

Imóveis Uso Próprio - Não Hospitalares / Não odontológicos

20.428

20.455

Bens Móveis - Não Hospitalares / Não odontológicos

1.458

1.504

93

344

1.124

869

66.439

64.494

2009

2008

12.564

9.003

7.086

4.881

Débitos de Op. de Assist. à Saúde

668

655

Débitos de Operações de Assist. à Saúde não Relac. c/ PI Saúde da OPS

459

298

Obrigações Trabalhistas

809

724

Tributos e Contribuições a Recolher

417

397

3.100

2.035

25

13

NÃO CIRCULANTE

9.622

8.650

Exigível a Longo Prazo

9.326

7.959

Outras Imobilizações - Não Hospitalares / Não odontológicos Intangível

8

TOTAL DO ATIVO PASSIVO

NOTA

CIRCULANTE Eventos a Liquidar de Op. de Assistência à Saúde

Fornecedores

12

Aluguéis a Pagar

Obrigações Vinculadas

13

1.501

1.593

Provisão p/ Contingências

11

7.825

6.366

14

296

691

296

691

44.253

46.841

168

168

44.085

46.673

Reservas Patrimoniais

4.905

4.579

Reservas Estatutárias

4.541

4.151

Superávits/Déficts Acumulados

34.639

37.943

Resultados Diferidos Receita Antecipada de Seguros PATRIMÔNIO LÍQUIDO Patrimônio Social Reservas

TOTAL DO PASSIVO

66.439 64.494 Relatório Anual Afresp | 2009 Relatório Anual Afresp | 2009

2525


Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido - (em milhares de reais) FUNDO SOCIAL

HISTÓRICO SALDOS EM 31/12/07 Ingressos para o Fundo de Obras

168

Doações Contribuições Casa do AFR Fundo Afresp Superávit do Exercício SALDOS EM 31/12/08

RESERVAS PATRIMONIAIS FUNDO DE DOAÇÕES 211

FUNDO DE FUNDO CASA OBRAS DO AFR 2.865 1.188 18

RESULTADOS TOTAIS ACUMULADOS 34.470

4

3.473 37.943

46.841

330

168

215

2.883

1.481

4.151

42.723 18 4 293 330 3.473

293

Ingressos para o Fundo de Obras Contribuições Casa do AFR Fundo Afresp Déficit do Exercício SALDOS EM 31/12/09

FUNDO AFRESP 3.821

23

23 303 390

168

215

2.906

1.784

(3.304) 34.639

4.541

303 390 (3.304) 44.253

DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO (Em Milhares de Reais) DESCRIÇÃO

NOTAS

2009

2008

Contraprestações Efetivas de Operações de Assist. à Saúde

76.008

73.966

Contraprestações Emitidas Líquidas

76.008

73.966

Eventos Indenizáveis Líquidos

(74.996)

(65.825)

Eventos Indenizáveis

(78.955)

(69.506)

2.988

2.610

971

1.071

1.012

8.141

Recuperação de Eventos Indenizáveis Recuperação de Despesas com Eventos Indenizáveis RESULTADO DAS OPERAÇÕES C/PLANOS DE ASSIS. À SAÚDE Outras Receitas Operac. Assist. à Saúde c/ Pl de Saúde OPS

16

6.055

3.244

Outras Despesas Operac. Assist. à Saúde c/ PI de Saúde OPS

16

(5.576)

(4.024)

1.491

7.361

Despesas e Receitas Operacionais

(6.458)

(5.520)

Despesas Administrativas

(15.638)

(14.812)

19.592

20.410

(845)

(952)

(10.970)

(10.549)

1.403

383

(4.967)

1.841

RESULTADO FINANCEIRO LÍQUIDO

1.680

1.480

Receitas Financeiras

2.033

1.812

Despesas Financeiras

(353)

(332)

RESULTADO PATRIMONIAL

(17)

152

Receitas Patrimoniais

54

193

Despesas Patrimoniais

(37)

(37)

Resultado não Operacional

(34)

(4)

(3.304)

3.473

RESULTADO BRUTO

Outras Receitas Operacionais

17

Provisão para Perdas sobre Créditos Outras

18

(-) Recuperação de Outras Despesas Operacionais RESULTADO OPERACIONAL

26

RESULTADO LÍQUIDO

Relatório Anual Afresp | 2009

19


DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXAS - PELO MÉTODO INDIRETO (Em Milhares de Reais) FLUXO DE CAIXA DAS ATIVIDADES OPERACIONAIS

2009

2008

Lucro/ Prejuízo Líquido do Exercício

(3.304)

3.473

Ajustes para Reconciliar o Lucro Líquido ao Caixa

2.443

3.359

Depreciação

1.167

1.411

Amortização

212

152

Provisão Para Contingência

1.459

1.234

Receita Antecipada de Seguros

(395)

562

(861)

6.832

Redução (Aumento) dos Ativos Operacionais

(1.767)

(8.536)

Aplicações Financeiras

(2.302)

(6.774)

Créditos com Op. com Planos de Assist. à Saúde

(1.194)

227

300

(326)

1.452

(1.706)

8

42

(31)

1

(Redução) Aumento dos Passivos Operacionais

3.469

619

Eventos a Liquidar de Op.de Assistência à Saúde

2.205

263

Débitos de Op. de Assist. a Saúde

13

112

Débitos de Op. de Assit. a Saúde não Rel. c/ PI Saúde da OPS

161

243

Obrigações Trabalhistas

85

(24)

Tributos e Contribuições a Recolher

20

51

1.065

(77)

12

(2)

Obrigações Vinculadas

(92)

53

CAIXA GERADO PELAS ATIVIDADES OPERACIONAIS

841

(1.085)

Investimentos (Reclassificação do Imobilizado)

0

(2.001)

Imobilizado (Reclassificação para Investimento)

0

2.001

Adição do Imobilizado

(1.242)

(957)

Baixa do Imobilizado

435

4

(466)

(350)

(1.273)

(1.303)

Reservas Patrimoniais

326

315

Reservas Estatutárias

390

330

CAIXA APLICADO EM ATIVIDADES DE FINANCIAMENTO

716

645

AUMENTO EM CAIXA BANCOS E APLIC. FINANCEIRAS

284

(1.743)

Saldo Inicial

379

2.122

Saldo Final

663

379

AUMENTO EM CAIXA, BANCOS E APLIC. FINANCEIRAS

284

(1.743)

Resultado Operacional de Caixa no Período

Outros Créditos com Op. c/Planos de Assist. à Saúde Títulos e Créditos a Receber Outros Valores e Bens Aplicações Financeiras - Títulos de Renda Fixa (Não Circulante)

Fornecedores Aluguéis a Pagar

FLUXO DE CAIXA DAS ATIVIDADES DE INVESTIMENTOS

Intangível CAIXA APLICADO EM ATIVIDADES DE INVESTIMENTOS FLUXO DE CAIXA DAS ATIVIDADES DE FINANCIAMENTO

Caixa, Bancos e Aplicações Financeiras

27 Relatório Anual Afresp | 2009


Notas explicativas às demonstrações contábeis de 2009 e 2008 (em R$ MIL) (NOTA 1) - Contexto Operacional A AFRESP é uma Entidade sem fins lucrativos que tem por objetivo assistir aos seus associados e familiares, postular os interesses da classe, instituir e organizar assistência médica, hospitalar, social, jurídica, previdenciária e securitária para seus associados e familiares e desenvolver atividades culturais, esportivas, recreativas e sociais, bem como colaborar com a administração pública, visando ao aperfeiçoamento dos serviços de fiscalização e arrecadação de tributos e, bem assim, à obtenção de melhores condições para a sua execução. (NOTA 2) - Apresentação das Demonstrações Contábeis As Demonstrações Contábeis foram elaboradas de acordo com a Lei das Sociedades Anônimas, Pronunciamentos do CPC – Comitê de Pronunciamentos Contábeis, a legislação fiscal e tributária. É adotado o plano de contas instituído pela Resolução Normativa – RN nº 184, de 19 de Dezembro de 2.008, regulamentada pela Instrução Normativa nº 24 de Dezembro de 2.008 da ANS – Agência Nacional de Saúde Suplementar. Estão sendo divulgadas de forma comparativa às do exercício anterior. Em 2008 a Associação adotou pela primeira vez as alterações na legislação societária introduzidas pela Lei nº.11.638/2007, como base de elaboração e apresentação das Demonstrações Contábeis. Essas modificações tiveram como objetivo possibilitar o processo de convergência das práticas contábeis adotadas no Brasil com aquelas constantes nas normas internacionais de contabilidade. A adoção das práticas contábeis modificadas pela legislação em pauta, não ocasionou efeitos no Resultado e Patrimônio Líquido, e está detalhado a seguir: a) CPC 13 - Adoção Inicial da Lei nº 11.638/07 e da Lei nº 11.941/09 - A empresa optou por adotar a data de 31 de Dezembro de 2007 como data de transição para a modificação na legislação societária, de acordo com o CPC 13. Em decorrência dessas modificações foram efetuadas as seguintes reclassificações: - CPC 03 – Demonstração dos Fluxos de Caixas. - CPC 04 – Ativo Intangível – Valores antes classificados como Ativo Permanente, relativos à aquisição e desenvolvimentos de software, no montante de R$ 869, passaram a ser apresentados como Intangível.

28

Relatório Anual Afresp | 2009

No exercício de 2009 foram adotados os seguintes pronunciamentos emitidos pelo CPC, que não introduziram mudanças significativas às práticas contábeis adotadas anteriormente pela Empresa: - CPC 01 – Redução ao Valor Recuperável de Ativos. - CPC 03 – Demonstração dos Fluxos de Caixa. - CPC 16 – Estoques. - CPC 25 – Provisões, Passivos Contingentes e Ativos Contingentes. Os demais CPCs (02, 04, 05, 06, 07, 08 e 09) descritos na Instrução Normativa nº 37/2009 da ANS, não tiveram efeito sobre as operações da Empresa. A autorização para a conclusão das Demonstrações Contábeis foi dada pela Diretoria em 25 de fevereiro de 2010. (NOTA 3) - Principais Práticas Contábeis a) Aplicações Financeiras – Compreendem os recursos financeiros da AFRESP, AMAFRESP, FUNDAFRESP e Casa do AFR, demonstrados pelo valor de aplicação, acrescidos dos rendimentos correspondentes apropriados até a data do Balanço, com base no regime de competência. b) Créditos com Operações com Planos de Assistência à Saúde – Referem-se aos créditos de mensalidades do plano de assistência à saúde, Co-Participação, taxa de inscrição, glosas ressarcidas e valor a receber da AFRESP. A Provisão para Perdas foi constituída em um montante suficiente para suprir eventuais perdas na realização dos citados créditos. c) Títulos e Créditos a Receber – Referem-se a mensalidades a receber de associados, créditos a receber da seguradora em função do pró-labore estipulante junto aos associados e dependente, taxa de administração da AMAFRESP, cheques pré-datados e devolvidos. A Provisão para Perdas foi constituída em montante suficiente para suprir eventuais perdas na realização dos citados créditos. d) Imobilizado - Está demonstrado pelo valor original de aquisição e/ou Construção. As Construções em Andamento ou em Reformas são demonstradas pelo


Custo do Material acrescidos da mão-de-Obra, com base em documentação fiscal e contábil consistente. As Depreciações são calculadas pelo método linear, considerando a vida útil estimada dos Bens e são computadas nas respectivas contas de Depreciação, no Resultado do Exercício.

(NOTA 6) – Investimentos

e) Intangível - Está demonstrado pelo custo de aquisição, sendo a amortização calculada pelo método linear, com base na vida útil estimada dos bens e são computados nas respectivas contas de Amortização, no Resultado do Exercício.

(NOTA 7) - Imobilizado

(NOTA 4) – Aplicações Financeiras A composição dos valores das aplicações livres e vinculadas está discriminada conforme quadro a seguir:

O montante de R$ 2.698 (R$ 2.735 em 2008) refere-se aos valores de imóveis próprios locados a terceiros, classificados em conformidade às normas contidas na Resolução nº 184/2008, da ANS – Agência Nacional de Saúde Suplementar.

Está composto por: TAXA %

2009

2008

Terrenos

DESCRIÇÃO

-

4.703

4.703

Edificações

4

14.950

14.615

Obras Preliminares e Complementares

-

320

320

Imobilizações em Curso

-

455

817

20.428

20.455

Subtotal Imóveis de Uso Próprios não Hospitalar

Circulante DESCRIÇÃO

Instalações

10

225

217

Máquinas e Equipamentos

10

254

200

Equipamentos de Informática

20

216

296

2009

2008

Aplicações AFRESP

14.709

11.618

Fundo de Reserva AFRESP

4.541

4.151

Móveis e Utensílios

10

586

533

4.224

5.835

Veículos

20

177

258

742

765

1.458

1.504

Aplicações CASA DO AFR

2.034

1.729

Aplicações FUNDAFRESP

1.391

1.241

27.641

25.339

Fundo de Reserva AMAFRESP Fundo de Solidariedade

TOTAL

2009

2008

Aplicações AFRESP

32

8

Aplicações FUNDAFRESP

7

0

39

8

TOTAL

Outras Imobilizações

-

TOTAL

93

344

21.979

22.303

- Permanece como Obras em Andamento os Centros de Convivência de: Caçapava, Franca, Marília, Osasco, Sorocaba e a Sede de Taubaté.

Não Circulante DESCRIÇÃO

Subtotal Bens Móveis Não Hospitalares

(NOTA 5) – Títulos e Créditos a Receber

- Com base no CPC 01- Redução ao Valor Recuperável de Ativos, a administração revisa anualmente o valor contábil de seus ativos imobilizados para fins de determinar a necessidade de provisão em caso de não recuperabilidade. Para este ano, os bens patrimoniais permanecem com o valor contábil adequado.

Sua composição é a seguinte: 2009

2008

(NOTA 8) – Intangível

Mensalidades AFRESP

480

480

Está representado por:

Mensalidades FUNDAFRESP

97

96

Contribuição Estatutária

0

12

1.743

1.670

4

2

Créditos com Seguradora

452

2.027

Taxa de Administração Amafresp

599

585

4

19

DESCRIÇÃO

Mensalidades – Seguro de Vida Anúncios

Aluguéis a Receber Adiantamentos Diversos

143

76

Provisão para Perdas

(37)

(30)

3.485

4.937

TOTAL

DESCRIÇÃO

TAXA %

2009

2008

Desenvolvimento de Softwares

0

298

69

Licenças de Uso

20

TOTAL

826

800

1.124

869

29 Relatório Anual Afresp | 2009


(NOTA 9) – Recursos Próprios Mínimos

(NOTA 12) – Fornecedores

Por ser uma operadora de planos de saúde enquadrada na modalidade pós-pagamento, de acordo com a Resolução Normativa nº 160/2007 a Entidade está sujeita à apuração do Patrimônio Mínimo Ajustado e da constituição da Margem de Solvência, cujos cálculos não resultaram em provisão a constituir.

Está representado por:

(NOTA 10) - Coberturas de Seguros

(NOTA 11 ) - Provisão para Contingências Está composto por: DESCRIÇÃO

2009

2008

Previdenciárias (a)

7.273

5.909

552

457

7.825

6.366

TOTAIS

Fornecedores Seguro de Vida Outras - Taxa de Administração (a) TOTAL

Para atender medidas preventivas adotadas permanentemente, a Associação adota a política de contratar cobertura de seguros. Em 31 de Dezembro de 2009, os ativos da Associação apresentavam-se segurados por valores suficientes para a cobertura de eventuais sinistros.

Trabalhistas e Cíveis (b)

DESCRIÇÃO

a) INSS sobre Cooperativas Por medida de precaução e em atendimento às práticas contábeis adotadas no Brasil, foi provisionado os valores de INSS incidentes sobre as faturas de prestação de serviços de cooperativas, cujo saldo contábil atualizado em 31.12.09 é de R$ 7.273 (R$ 5.909, em 31.12.2008). b) Trabalhistas e Cíveis Há processos cíveis e trabalhistas, cujos valores mensuráveis pela Assessoria Jurídica perfazem o montante de R$ 552 (R$ 457, em 2008). A provisão para contingências foi constituída para ações com probabilidade de perdas definidas como Possível ou Provável, conforme critérios estabelecidos pela Resolução nº 1.066/2005 do Conselho Federal de Contabilidade – CFC.

2009

2008

640

412

1.706

1.622

754

1

3.100

2.035

a) Outras – Taxa de Administração Houve uma redução no percentual da taxa de Administração de 9% para 8,5%, retroativa ao exercício de 2008, conforme aprovação em Ata do Conselho Deliberativo, que gerou uma redução nos valores das taxas no montante de R$ 754, registrado nesta conta para ressarcimento dos valores pagos pelo percentual anterior, bem como, no Resultado do Exercício. (NOTA 13) - Obrigações Vinculadas Refere-se à arrecadação para Fundos Específicos e está representado por: DESCRIÇÃO

2009

2008

FUNDAFRESP

1.491

1.333

Casa do AFR TOTAL

10

260

1.501

1.593

A obrigação relativa à Casa do AFR, refere-se ao valor destinado para construção dessa casa, que estava contabilizado no Imobilizado. Como essa construção não teve início, o montante de R$ 250 foi baixado contabilmente, em atendimento as novas normas contábeis. Entretanto, o recurso financeiro está mantido em aplicações financeiras para futura utilização nessa finalidade específica. (NOTA 14) – Resultados Diferidos Referem-se aos valores das Receitas Antecipadas de Seguros com prazo de apropriação em 24 meses, em atendimento ao Plano de Contas Padrão da ANS, conforme Instrução Normativa nº 24/2008.

c) COFINS A Diretoria Executiva da AFRESP, com base em diversas consultas e estudos de pareceres elaborados por advogados tributaristas, decidiu pelo não provisionamento da COFINS Sobre as Receitas de Intermediação de Seguros, por entender que a Seguradora já efetua o recolhimento pelo total do prêmio. O montante acumulado até 31/12/2009 é de aproximadamente R$ 6.289 (R$ 5.332, em 31.12.2008). Por medida de precaução, foi efetuada uma consulta oficial junto à Secretaria da Receita Federal e estamos aguardando um posicionamento.

30 Relatório Anual Afresp | 2009

(NOTA 15) – Patrimônio Líquido O Patrimônio Líquido é apresentado em valores atualizados e compreende o Patrimônio Social inicial, acrescido dos valores dos Superávits e diminuído dos Déficits ocorridos.


(NOTA 16) – Outras Receitas e Despesas Operacionais de Assistência a Saúde Não Relacionadas com Plano de Saúde da Operadora Compreende as receitas e despesas com Serviços de Reciprocidade (Convênio formado com as entidades do Fisco de outros Estados para atendimento médicohospitalar).

(NOTA 18) – Outras Despesas Operacionais Outras Referem-se às seguintes despesas: DESCRIÇÃO

2009

2008

Provisão Encargos Sociais

1.671

1.421

Taxa de Administração – Amafresp

6.421

6.397

754

0

DESCRIÇÃO

2009

2008

Taxa de Administração – Amafresp (a)

Receitas com Serviços - Reciprocidade

6.055

3.244

Despesas Associativas – Afresp

(5.576)

(4.024)

479

(780)

Atendimentos Prestados por Reciprocidade Resultado

TOTAL

2.124

2.731

10.970

10.549

(a) vide Nota Explicativa nº 12. (NOTA 17) – Outras Receitas Operacionais

(NOTA 19) – Demonstração do Resultado

Referem-se às seguintes Receitas: DESCRIÇÃO

2009

2008

Contribuições Associativas

5.522

5.711

Administração AMAFRESP

6.421

6.397

Administração de Seguros

Para fins de comparabilidade, abaixo demonstramos o Resultado do Exercício das atividades da AFRESP e da AMAFRESP.

7.027

7.389

Outras Departamentais

167

645

DESCRIÇÃO

AMAFRESP

AFRESP

TOTAIS

Receitas Diversas

306

208

Receitas Operacionais

82.894

20.847

103.741

Taxa de Inscrição

149

60

Despesas Operacionais

(88.932)

(18.113)

(107.045)

19.592

20.410

Resultado do Exercício

(6.038)

2.734

(3.304)

Total

O déficit apresentado pela Amafresp no montante de 6.038 (milhões) foi absorvido pelo Fundo de Reserva, que é constituído pelos próprios filiados no período de menor sinistralidade para evitar oscilações bruscas no valor mensal da cota.

AFRESP - ASSOCIAÇÃO DOS AGENTES FISCAIS DE RENDAS DO ESTADO DE SÃO PAULO

LUIZ CARLOS TOLOI JUNIOR Presidente

OMAR ROLDÃO DE MOURA 1º Tesoureiro

RAQUEL GONÇALEZ DE ALMEIDA Contadora CRC 1SP 179645/O-8

31 Relatório Anual Afresp | 2009


BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 e 2008 2009

2008

ATIVO

66.438.949,78

64.493.965,59

CIRCULANTE

40.598.663,82

38.579.204,54

Disponível

662.709,09

379.219,11

Caixa

14.800,00

14.800,00

5.000,00

5.000,00

Araçatuba

500,00

500,00

Araraquara

500,00

500,00

Bauru

500,00

500,00

Campinas

500,00

500,00

Franca

500,00

500,00

Guarulhos

500,00

500,00

Guarulhos - Centro de Convivência

500,00

500,00

Jundiaí

500,00

500,00

Marília

500,00

500,00

Osasco

500,00

500,00

Piracicaba

500,00

500,00

Presidente Prudente

500,00

500,00

Ribeirão Preto

500,00

500,00

Santo André

500,00

500,00

Santos

500,00

500,00

São José do Rio Preto

800,00

800,00

São José dos Campos

500,00

500,00

Sorocaba

500,00

500,00

Sede

500,00

500,00

Bancos Conta Depósitos

Taubaté

647.909,09

364.419,11

Sede

584.029,34

312.704,85

562.323,26

(4.042,04)

Santander Central - 13848/9 (Afresp)

368,57

1.467,63

Santander Itaim - 1833/6 (Seguro de Auto)

6.460,98

5.306,03

56,20

10,00

Santander Itaim - 1074/7 (Afresp)

Santander Itaim - 02433/1 (Fundafresp) Banco Itaú S/A - 76288/8 (Casa do AFR)

0,00

1.542,35

Nossa Caixa Itaim - 0103/1 (Afresp)

342,34

26.495,85

Banco Itaú S/A - 73941/6 (Afresp)

1.000,00

0,00

37,00

0,00

10.200,06

280.932,15

3.240,93

992,88

Banco Itaú S/A - 73796/4 (Casa do AFR) Santander Itaim - 01674/3 (Amafresp) Nossa Caixa Itaim - 01002/2 (Amafresp) Regionais

63.879,75

51.714,26

Araçatuba

1.695,71

2.256,41

Araraquara

4.267,11

(749,06)

Araraquara - Recursos Próprios

5.085,88

10 ,00

Bauru

1.470,54

661,62

Campinas

1.918,67

0,00

Campinas

0,00

2.086,60

Franca

735,98

2.312,73

3.457,95

10.586,86

Jundiaí

321,74

1.592,56

Marília

5.062,35

2.951,12

Osasco

3.765,20

59,78

Guarulhos

32 Relatório Anual Afresp | 2009


BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 e 2008 2009

2008

Osasco - Recurso Próprios

107,12

42,17

Piracicaba

351,28

216,09

Presidente Prudente

224,34

396,17

Presidente Prudente - Recursos Próprios

(613,56)

4.587,45

Ribeirão Preto

2.577,50

1.397,85

S.J.Campos

4.530,44

1.514,75

Santo André/ABC

3.401,58

360,91

15.566,92

2.507,30

Santos Santos - Recursos Próprios

1.296,39

981,89

São José Rio Preto

(510,29)

(248,50)

São José do Rio Preto - Recursos Próprios

8,56

8.333,13

São José do Rio Preto - Recursos Próprios

2.453,71

6.772,31

535,25

7,78

Taubaté

Sorocaba

6.169,38

3.076,34

Aplicações

27.641.138,66

25.338.863,22

Títulos de Renda Fixa

27.641.138,66

25.338.863,22

Depósitos Bancários a Prazo - CDB/ RDB

14.774.717,41

678.460,36

Santander Itaim - CDB Afresp

5.346.115,69

494.463,62

Santander Itaim - CDB Fundafresp

1.146.874,21

183.996,74

Santander Itaim - CDB Fdo de Reserva Afresp

4.540.746,67

0,00

Santander Itaim - CDB Fdo de Reserva Amafresp

3.740.980,84

0,00

Cotas de Fundos de Investimento

12.866.421,25

24.660.402,86

Sede

12.675.585,78

24.492.030,59

Santander Itaim - Afresp

88.948,10

4.719.174,22

Santander Itaim - Fundafresp

243.681,59

1.056.873,93

Santander Itaim - Afresp -

0,00

4.151.169,51

Santander Itaim - Amafresp

482.746,18

5.834.694,37

Nossa Caixa Itaim - Afresp

8.242.095,62

6.236.012,51

742.087,33

764.558,24

2.034.202,03

1.729.547,81

Nossa Caixa Itaim - Amafresp - Fundo de Solidariedade Banco Itaú S/A - Casa do AFR Banco Itaú S/A - Afresp Regionais Araraquara

841.824,93

0,00

190.835,47

168.372,27

0,00

2.088,56

Araraquara - Recursos próprios

1.323,57

1.372,20

Guarulhos

83.062,95

55.749,91

Marília

13.011,52

12.455,40

Osasco

2.557,93

1.086.46

Osasco - Recursos Próprios

87.653,00

60,525,92

Pres.Prudente - Recursos Próprios

1.101,42

20.196,78

São José do Rio Preto

237,04

10.611,00

São José do Rio Preto - Recursos Próprios Créditos de Oper. C/ Plano de Assist. à Saúde Contraprestação Pecuniária/ a Receber de Assistência Médico- Hospitalar Cobertura Assistencial com Preço Pós - estabelecido Faturas a Receber

1.888,04

4.286,04

8.497.068,05

7.303.472,58

6.721.669,63

6.180.425,05

6.721.669,63

6.180.425,05

6.880.835,38

6.300.357,20

Faturas a Receber

6.880.835,38

6.300.357,20

( - ) Provisão para Perdas

(159.165,75)

(119.932,15 )

(159.165,75)

(119.932,15)

133.745,30

134.124,94

( - ) Convenios a Receber Participação dos Beneficiários em Eventos Indenizados

Relatório Anual Afresp | 2009

33


BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 e 2008 Participação dos Beneficiários em Eventos Indenizados de Assist. Médico - Hospitalar

2008 202.365,30

Participação dos Beneficiários em Eventos Indenizados

225.737,89

202.365,30

( - ) Provisão Para Perdas

(91.992,59)

(68.240,36)

1.641.653,12

988.922,59

3.087.054,84

1.756.234,83

38.210,00

21.960,00

2.294.840,14

1.734.274,83

754.004,70

0,00

(-)Provisão para Perdas

(1.445.401,72)

(767.312,24)

(-) Provisão para Perdas

(1.445.401,72)

(767.312,24)

Créditos de Operações de Assist. à Saúde não Relacionados com planos da Saúde

144.663,99

444.562,55

Contas a Receber

144.663,99

444.562,55

Outros Créditos de Operações com Planos de Assistência à Saúde Outros Créditos de Operações de Assistência Médico - Hospitalar Taxa de Inscrição Amafresp Glosas Ressarcidas Taxa de Adm. Amafresp

Convênio - Reciprocidade Títulos e Créditos a Receber Aluguéis a Receber Locação de Imóv. Dest. à Renda Adiantamentos Adiantamentos a Funcionários Salários

144.663,99

444.562,55

3.485.389,49

4.937.451,02

4.480,00

19.370,94

4.480,00

19.370,94

143.121,34

75,726,77

79.415,00

55.590,29

319,15

355,98

Férias

79.095,85

55.234,31

Adiantamentos Diversos

61.620,93

20.136,48

Adiantamentos para Viagem

6,00

0,00

Adiantamentos para Formecedores

61.614,93

20.136,48

Outros Adiantamentos

2.085,41

0,00

920,01

0,00

Outros Adiantamentos Amafresp

1.165,40

0,00

3.374.703,63

4.871.827,90

Mensalidades Afresp

480.281,28

479.794,57

Mensalidades - Fundafresp

96.387,87

95.713,76

26,50

12.222,17

1.742.400,11

1.670.265,65

4.199,40

1.618,74

Créditos com Seguradoras

451.828,39

2.027.113,93

Taxa de Adm. Amafresp

599.206,61

584.725,61

Outros Creditos a Receber

Contribuição Estatutária Mensalidades Seguro de Vida Anúncios

Cheques Devolvidos ( - )Provisão Para Perdas ( - )Provisão Para Perdas

373,47

373,47

(36.915,48)

(29.474,59)

(36.915,48)

(29.474,59)

156.318,01

155.852,22

156.318,01

155.852,22

543,15

0,00

543,15

0,00

Despesas Antecipadas

10.833,38

19.783,84

Seguros a Apropriar

10.653,38

11.044,86

IPTU a Apropriar

0,00

8.738,98

Outras Despesas

180,00

0,00

25.840.285,96

25.914.761,05

39.111,03

7.739,50

Aplicações

39.111,03

7.739,50

TITULOS DE RENDA FIXA

39.111,03

7.739,50

Valores e Bens Almoxarifado Cheques e Ordens a Receber Cheque Pre-Datados

ATIVO NÃO CIRCULANTE REALIZÁVEL A LONGO PRAZO

34

2009 225.737,89

Relatório Anual Afresp | 2009


BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 e 2008 DEPÓSITOS BANCÁRIOS A PRAZO CDB/RDB

2009

2008

30.810,03

0,00

Santander Itaim - CDB Afresp

23.566,65

0,00

Santander Itaim - CDB Fundafresp

7.243,38

0,00

OUTROS TÍTULOS DE RENDA FIXA

8.301,00

7.739,50

Titulo de capitalização

10.000,00

10.000,00

(-) Provisão para Desv. de Títulos de Renda Fixa

(1.699,00)

(2.260,50)

INVESTIMENTOS

2.697.895,40

2.734.701,20

IMÓVEIS DESTINADOS A RENDA

2.697.895,40

2.734.701,20

Terreno Av. Brigadeiro Luiz Antonio 4817

2.001.622,05

2.001.622,05

920.181,27

920.181,27

Edificio ABC Tower (-) Depreciação Acumulada

(223.907,92)

(187.102,12)

21.978.981,54

22.303.446,07

TERRENOS

5.022.419,24

5.022.419,24

Sede

2.166.894,13

2.166.894,13

1.212.134,89

1.212.134,89

917.605,80

917.605,80

Jazigo nº 2033 quadra VI setor 7 contrato 935

6.192,24

6.192,24

Jazigo nº 2034 quadra VI setor 7 contrato 936

6.192,24

6.192,24

Jazigo nº 2035 quadra VI setor 7 contrato 937

6.192,24

6.192,24

Jazigo nº 2036 quadra VI setor 7 contrato 938

6.192,24

6.192,24

Jazigo nº 1787 quadra VI setor 7 contrato 5841

6.192,24

6.192,24

IMOBILIZADO

Av. Brigadeiro Luis Antônio, 4843 e 4839 Av. Brigadeiro Luis Antônio, 4823

Jazigo nº 5842 quadra VI setor 7 contrato 5842 Sub-Sede Sala Coml. Rua Roberto Simonsen, 62

6.192,24

6.192,24

8.052,47

8.052,47

8.052,47

8.052,47

Regionais

2.847.472,64

2.847.472,64

Araçatuba

78.675,07

78.675,07

Sede Rua São Paulo, 538

42.097,88

42.097,88

C. Conv. Rodovia Marechal Rondon km 525 - 24.200 m²

36.577,19

36.577,19

114.208,52

114.208,52

65.484,73

65.484,73

Araraquara C. Conv. Alam. do Bosque - Lotes 32,34 e 36 - 15.870 m² Lote 30, Quadra E do loteamento Recreio Campestre Idanorma Bauru

48.723,79

48.723,79

50.924,93

50.924,93

C. Conv. Quadra A - Rod. Bauru Iacanga

8.285,53

8.285,53

Lote 15 Rod. Bauru Iacanga - 12.180 m²

42.639,40

42.639,40

129.247,11

129.247,11

53.850,00

53.850,00

Campinas Sede Rua Dr. Arnaldo de Carvalho, 21 C. Conv .Bairro Betel Município de Paulínia - 20.017,30 m² Franca C. Conv. Rodovia Franca Ibiraci km 5 - 10.119 m² Jundiaí C. Conv. Bairro Engordadouro Marília C. Conv. Av. José P. Gervasio Lote 5 e 6 - 10.000 m² Presidente Prudente

75.397,11

75.397,11

23.703,71

23.703,71

23.703,71

23.703,71

115.700,95

115.700,95

115.700,95

115.700,95

89.482,61

89.482,61

89.482,61

89.482,61

215.157,96

215.157,96

C. Conv. Município de Álvares Machado

174.350,96

174.350,96

Fazenda Pirapó - Sto. Anastácio 48.400 m²

25.894,00

25.894,00

Terreno c/ 26.500 m²

14.913,00

14.913,00

Ribeirão Preto Sede Edif. Santa Lídia - R. Américo Brasiliense 10ºandar salas 1008, 1009 e 1010

68.581,47

68.581,47

22.027,38

22.027,38

Relatório Anual Afresp | 2009

35


BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 e 2008 2009

2008

46.554,09

46.554,09

214.607,37

214.607,37

214.607,37

214.607,37

158.631,16

158.631,16

158.631,16

158.631,16

79.236,74

79.236,74

Sede Av. Francisco das Chagas Oliveira, 245

45.142,40

45.142,40

C. Conv. Morada Campestre - 5.250 m²

3.861,99

3.861,99

C. Conv. Rua E, 15 Recreio Internacional - 5.000 m² Santos Sede Av. Conselheiro Nébias, 576 ABCD/ S.B. Campo Sede Rua Doutor Dupre, 50 São José Rio Preto

C. Conv. Morada Campestre - Lote 5 Quadra H Sorocaba C. Conv. Recanto da Serrinha - 14.917,35 m² Taubaté Sede Rua José Dias de Carvalho, terreno 07 quadra H

30.232,35

30.232,35

88.782,53

88.782,53

88.782,53

88.782,53

78.593,00

78.593,00

78.593,00

78.593,00

64.367,17

64.367,17

C. Conv. Sítio Morro Verde - Caçapava - 20.296 m²

53.945,90

53.945,90

Bairro Dois Córregos - 10.000 m²

10.421,27

10.421,27

958.043,77

958.043,77

958.043,77

958.043,77

0,01

0,01

0,01

0,01

319.528,56

319.528,56

319.528,56

319.528,56

Edificações

14.949.572,88

14.614.943,64

Sede

9.844.227,48

9.750.444,38

Caçapava

Guarulhos C. Conv. Via Marginal da Rodovia Ayrton Senna Osasco C. Conv. Rua Manoel da Nóbrega S/N - Jd. Adalgiza Permissão de uso conforme decreto 8231 de 18/10/1995 - Prefeitura de Osasco Obras Preliminares e Complementares C. Conv. Via Marginal da Rodovia Ayrton Senna Edifício Afresp

Sub-Sede Rua Roberto Simonsen, 62 sala 21

147.015,08

147.015,08

14.213.702,86

13.056.510,52

ABCD/ S.B. Campo

309.313,77

108.524,00

Araçatuba

665.642,21

663.942,21

Araraquara

638.683,81

377.235,11

Regionais

Bauru Campinas Franca

589.531,76

589.531,76

1.207.764,14

1.209.028,14

202.885,23

202.885,23

2.508.644,67

2.506.084,67

Jundiaí

573.912,03

571.192,03

Marília

914.307,63

914.307,63

Osasco

2.152.931,33

2.152.931,33

Pres. Prudente

950.112,19

882.299,97

Ribeirão Preto

425.487,17

425.487,17

Santos

429.154,69

416.954,69

S. J. Rio Preto

816.055,16

412.904,62

Guarulhos

Sorocaba Vale do Paraíba ( - ) Depreciação Acumulada Instalações Sede

507.813,13

301.738,02

1.321.463,94

1.321.463,94

(9.255.372,54)

(8.339.026,34)

225.468,21

218.504,52

1.478.667,41

1.462.422,41

Sub-Sede

17.981,11

17.981,11

Regionais

235.158,75

208.308,55

36 Relatório Anual Afresp | 2009


BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 e 2008 2009

2008

ABCD/ S.B. Campo

12.648,20

0,00

Araçatuba - Centro de Convivência.

2.374,00

2.374,00

Araçatuba - Sede

3.640,50

3.640,50

Araraquara - Centro de Convivência

1.570,00

1.570,00

Araraquara - Sede

2.175,50

3.215,50

Bauru - Centro de Convivência

8.564,20

7.634,20

Bauru - Sede

3.109,00

3.109,00

Campinas - Centro de Convivência

16.348,27

10.667,27

Campinas - Sede

870,00

870,00

Guarulhos - Sede

1.096,00

1.096,00

Guarulhos - Centro de Convivência.

2.903,90

2.784,00

Jundiaí - Centro de Convivência

13.936,80

12.865,80

Jundiaí - Sede.

927,00

927,00

Marília - Centro de Convivência

3.450,13

3.450,13

Marília - Sede

2.809,00

2.809,00

Osasco - Sede

700,00

0,00

21.828,70

21.828,70

Osasco - Centro de Convivência Piracicaba - Sede

2.634,40

2.634,40

Pres. Prudente - Centro de Convivência

19.657,00

19.509,00

Ribeirão Preto - Centro de Convivência

3.794,02

3.794,02

Ribeirão Preto - Sede

1.646,00

1.646,00

S. J. Campos - Sede

4.115,00

4.115,00

S. J. Rio Preto - Sede

7.030,02

4.282,92

S. J. Rio Preto - Centro de Convivência

25.258,11

21.413,11

640,00

640,00

Santo André Santos - Praia

9.805,00

9.805,00

Santos - Sede

47.855,60

47.855,60

297,00

297,00

13.475,40

13.475,40

(1.506.339,06)

(1.470.207,55)

Sorocaba - Centro de Convivência Vale do Paraíba ( - ) Depreciação Acumulada Máquinas e Equipamentos

253.556,22

199.900,57

Sede

408.606,42

432.606,42

Sub-Sede

262,50

262,50

Regionais

341.189,54

238.585,44

ABCD/ S. B. Campo

18.232,37

0,00

Araçatuba

35.166,71

25.414,20

Araraquara

14.777,90

5.704,90

Bauru

26.097,28

15.167,28

Campinas

26.409,00

23,457,96

Franca

7.610,68

7.370,68

Guarulhos

42.907,80

25.701,80

Jundiaí

3.485,44

2.871,54

Marília

18.526,50

9.395,50

Osasco

30.558,22

20.508,22

Piracicaba

1.738,21

1.738,21

Presidente Prudente

21.129,89

21.094,39

Ribeirão Preto

14.952,70

12.206,23

Santos

31.320,60

31.320,60

529,50

529,50

Santo André

Relatório Anual Afresp | 2009

37


BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 e 2008 2009

2008

363,50

363,50

São J. Rio Preto

15.020,90

15.511,00

Sorocaba

20.292,96

8.160,55

S. J. Campos - Sede

Taubaté

330,50

330,50

11.738,88

11.738,88

( - ) Depreciação Acumulada

(496.502,24)

(471.553,79)

Informática

215.986,37

295.985,74

Equipamentos de Processamentos Eletrônico de Dados

215.986,37

295.985,74

Vale do Paraíba

1.256.212,14

1.311.183,41

Sub-Sede Centro

Sede

11.208,89

11.208,89

Regionais

238.713,25

238.963,29

ABCD/ S.B. Campo

10.679,37

9.713,41

Araçatuba

11.804,16

12.144,16

Araraquara

14.952,24

15.552,24

Bauru

11.054,35

11.054,35

Campinas

17.222,94

17.222,94

Franca

13.591,01

13.591,01

Guarulhos

18.175,28

18.175,28

Jundiaí

10.645,04

10.645,04

Marília

14.709,30

14.709,30

Osasco

10.193,45

10.193,45

Piracicaba

11.941,19

11.941,19

Presidente Prudente

10.833,23

11.083,23

Ribeirão Preto

17.572,90

17.572,90

Santos

12.966,17

12.806,17

São J. dos Campos

13.023,64

13.023,64

São J. Rio Preto

18.053,85

18.053,85

Sorocaba

9.788,21

9.974,21

Taubaté ( - ) Depreciação Acumulada Móveis e Utensílios Sede

38

11.506,92

11.506,92

(1.290.147,91)

(1.265.369,85)

544.946,30

489.982,31

1.269.144,42

1.241.272,11

Sub-Sede

47.460,81

48.286,90

Regionais

735.978,71

666.466,40

ABCD/ S. B. Campo

54.587,85

18.463,98

Araçatuba

52.777,29

53.059,11

Araraquara

44.062,77

46.039,80

Bauru

25.741,21

23.883,21

Campinas

28.666,32

29.403,99

Franca

24.450,20

19.126,70

Guarulhos

64.521,40

61.117,15

Jundiaí

53.462,25

45.027,68

Marília

40.690,83

40.750,45

Osasco

42.413,14

21.602,86

Piracicaba

19.993,02

20.154,14

Presidente Prudente

55.844,72

56.622,17

Ribeirão Preto

53.977,74

56.227,07

Santos

60.661,37

59.939,49

São J. dos Campos

13.072,94

14.677,58

Relatório Anual Afresp | 2009


BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 e 2008 2009

2008

São J. Rio Preto

39.068,67

34.097,34

Sorocaba

34.338,19

33.573,19

Taubaté

9.398,29

9.550,97

Vale do Paraíba

18.250,51

23.149,52

(1.507.637,64)

(1.466.043,10)

Equipamentos de Telefonia

23.830,10

28.927,11

Sede

63.381,73

65.213,73

975,00

975,00

4.481,75

3.821,75

1.910,75

1.250,75

( - ) Depreciação Acumulada

Sub-Sede Centro Regionais Campinas Marília S. J. Rio Preto Santos ( - ) Depreciação Acumulada

580,00

580,00

1.250,00

1.250,00

741,00

741,00

(45.008,38)

(41.083,37)

Refeitório

10.509,41

8.911,46

Sede

112.824,13

112.460,03

Regionais

11.670,80

9.000,00

Araçatuba

311,80

0,00

Guarulhos - Centro de Convivência

9.000,00

9.000,00

Osasco

1.209,00

0,00

São J. Rio Preto

1.150,00

0,00

( - ) Depreciação Acumulada

(113.985,52)

(112.548,57)

Telefonia Skype

7.066,35

4.413,79

Sede

6.199,94

4.309,94

Sub Sede

281,45

281,45

Regionais

3.152,73

1.442,73

ABCD/ S. B. Campo

257,50

67,50

Araçatuba

67,50

67,50

Araraquara

257,50

67,50

Bauru

67,50

67,50

Campinas

423,81

138,81

Franca

162,50

67,50

Guarulhos

257,50

67,50

Jundiaí

257,50

67,50

Marília

67,50

67,50

Osasco

81,30

81,30

Piracicaba

67,50

67,50

Presidente Prudente

162,50

67,50

Ribeirão Preto

67,50

67,50

S. J. Campos

233,81

138,81

S. J. Rio Preto

257,50

67,50

Santos

257,50

67,50

Sorocaba

67,50

67,50

Taubaté ( - ) Depreciação Acumulada

138,81

138,81

(2.567,77)

(1.620,33)

Veículos

176.627,09

258.524,02

Sede

427.015,80

427.015,80

9.700,00

9.700,00

9.700,00

9.700,00

Regionais Sorocaba

Relatório Anual Afresp | 2009

39


BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 e 2008 ( - ) Depreciação Acumulada Obras em andamento Sede Regionais

2008 (178.191,78)

455.746,50

816.530,80

0,00

6.401,07

455.746,50

810.129,73

ABCD/ S.B. Campo

0,00

107.710,75

Araraquara - Centro Conv.

0,00

213.375,10

Franca

57.930,41

0,00

Marília

42.431,59

0,00

Osasco - Centro de Convivência

4.000,00

4.000,00

0,00

227.302,32

Sorocaba - Centro de Convivência

38.458,58

244.533,69

Taubaté

301.601,49

1.883,44

S.J.Rio Preto - Centro de Convivência

Vale do Paraíba - Centro de Convivência

11.324,43

11.324,43

Outras Imobilizações

93.252,87

344.402,87

Linhas Telefônicas

93.252,87

94.402,87

Sede

39.184,24

39.184,24

Sub-Sede Centro

2.200,00

2.200,00

Regionais

51.868,63

53.018,63

Araçatuba

3.600,00

3.600,00

Araraquara

2.500,00

3.650,00

Bauru

1.586,00

1.586,00

Campinas

4.300,00

4.300,00

Franca

1.450,00

1.450,00

Guarulhos

3.500,00

3.500,00

Marília

2.400,00

2.400,00

Osasco

3.975,00

3.975,00

Piracicaba

2.450,00

2.450,00

Pres. Prudente

1.300,00

1.300,00

Ribeirão Preto

3.450,00

3.450,00

S. J. dos Campos

1.900,00

1.900,00

S. J. Rio Preto

5.200,00

5.200,00

Santo André

2.917,63

2.917,63

Santos

3.600,00

3.600,00

Sorocaba

5.940,00

5.940,00

Taubaté

1.800,00

1.800,00

0,00

250.000,00

INTANGÍVEL

1.124.297,99

868.874,28

Sistemas Aplicativos - Softwares

1.124.297,99

868.874,28

Sede

2.114.023,61

1.901.985,55

Adiantamento para Imobilizado

40

2009 (260.088,71)

Sub-Sede

5.523,53

5.523,53

Regionais

64.816,07

64.816,07

Araçatuba

2.040,41

2.040,41

Araraquara

3.014,42

3.014,42

Bauru

4.903,47

4.903,47

Campinas

4.905,73

4.905,73

Franca

1.815,41

1.815,41

Guarulhos

3.855,97

3.855,97

Jundiaí

3.505,35

3.505,35

Marília

1.692,42

1.692,42

Relatório Anual Afresp | 2009


Osasco

2.489,07

2.489,07

Piracicaba

5.434,95

5.434,95

Presidente Prudente

4.783,49

4.783,49

Ribeirão Preto

7.431,33

7.431,33

S. J. Campos

6.245,46

6.245,46

S. J. Rio Preto

3.142,69

3.142,69

Santo André

1.523,47

1.523,47

Santos

2.309,48

2.309,48

Sorocaba

3.393,47

3.393,47

Taubaté

2.329,48

2.329,48

( - ) Amortização Acumulada

(1.358.641,48)

(1.172.735,58)

Desenvolvimento de Software

298.576,26

69.284,71

Software - Amafresp

298.576,26

69.284,71

BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 e 2008 2009

2008

PASSIVO

66.438.949,78

64.493.965,59

CIRCULANTE

12.564.101,25

9.003.056,99

Eventos a Liquidar c/Op. de Assist.à Saúde

7.086.265,15

4.881.319,29

7.076.043,18

4.870.348,00

0,00

10.971,29

Rede Contratada Reembolso Associados Reembolso ao SUS

10.221,97

0,00

668.287,39

654.510,71

Outros Débitos Operacionais de Assistência Médico - Hospitalar

69.025,26

69.785,10

Convênio Odontológico

69.025,26

69.785,10

599.262,13

584.725,61

55,52

0,00

599.206,61

584.725,61

458.922,54

298.268,86

Débitos de Op.de Assistência à Saúde

Outros Débitos Devoluções Co - Participação Taxa de Adm. Amafresp Débitos Com Op. de Assist. à Saúde não Relacionados com PL. de Saúde da OP. Atendimentos Prestados por Reciprocidade

458.922,54

298.268,86

Tributos e Encargos Sociais a Recolher

417.251,03

397.726,61

Tributos e Contribuições

50.893,97

46.731,77

FGTS - a Recolher

43.950,09

40.249,88

PIS - FOLHA DE PAGAMENTO

6.943,88

6.481,89

Retenções de Impostos e Contribuições

366.357,06

350.994,84

Imposto de Renda Retido na Fonte

111.877,25

89.345,99

Imposto de Renda Retido na Fonte - de Funcionários

44.568,94

37.660,81

Imposto de Renda Retido na Fonte - de Terceiros - Afresp

2.472,21

2.695,62

Imposto de Renda Retido na Fonte - de Terceiros - Amafresp

64.836,10

48.989,56

Imposto Sobre Serviços Retido na Fonte

11.378,21

20.783,83

Imposto Sobre Serviços - Afresp

3.187,19

3.226,57

Imposto Sobre Serviços - Amafresp

8.191,02

17.557,26

Contribuição Social Sobre Lucro Líquido CSLL

10,49

313,52

Contribuição Social Sobre Lucro Líquido - CSLL - Amafresp

10,49

313,52

PIS

6,82

203,79

PIS - Amafresp

6,82

203,79

Contribuições Previdencíarias Retidas de Terceiros

229.372,92

220.767,55

INSS a Recolher - Folha

130.215,76

129.963,96

INSS a Recolher - Mão - de - obra

8.379,62

3.498,88

INSS a Recolher - Amafresp

90.777,54

87.304,71

Relatório Anual Afresp | 2009

41


BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 e 2008

Outras Retenções CSLL/ COFINS E PIS a Recolher - Afresp CSLL/ COFINS E PIS a Recolher - Amafresp Débitos Diversos

2009

2008

13.711,37

19.580,16

899,21

1.203,46

12.812,16

18.376,70

3.933.375,14

2.771.231,52

Obrigações com Pessoal

808.964,99

723.740,12

Salários a Pagar

167.818,36

162.718,08

3.483,36

4.679,60

Férias a Pagar

473.292,40

555.846,07

Encargos Sobre Férias a Pagar

163.285,93

0,00

Contribuição Sindical

106,83

77,27

Contribuição Assistencial

393,19

0,00

Honorários a Pagar

Pensão a Pagar

584,92

419,10

3.099.547,99

2.034.502,32

Fornecedores Bens/ Serviços

639.265,09

411.551,35

Sede

595.488,30

348.208,48

Regionais

Fornecedores

43.776,79

63.342,87

Araçatuba

3.423,70

1.546,00

Araraquara

812,95

660,69

Bauru

3.989,73

674,82

Campinas

2.529,65

2.399,65

778,39

498,80

6.638,87

5.267,58

385,46

1.997,05

Franca Guarulhos Jundiaí Marília

378,78

309,57

Osasco

5.624,10

4.935,02

153,18

410,20

Presidente Prudente

4.346,11

1.875,28

Ribeirão Preto

1.577,02

2.201,85

Piracicaba

São José dos Campos

521,57

103,74

São José do Rio Preto

2.011,50

32.242,02

282,67

135,37

Santo André Santos

1.572,92

1.519,36

Sorocaba

2.492,18

6.479,27

Taubaté

6.258,01

86,60

Outros

2.460.282,90

1.622.950,97

Seg. Vida - Vera Cruz

1.706.070,91

1.621.239,54

Devoluções a Efetuar

22,89

1.526,55

184,40

184,88

754.004,70

0,00

Outros Débitos a Pagar

24.862,16

12.989,08

Aluguéis a Pagar

17.908,64

12.989,08

Aluguéis a Pagar - Sede

4.776,62

1.835,37

Aluguéis a Pagar - Regionais

13.132,02

11.153,71

Créditos Bancários Taxa de Adm. Amafresp

42 Relatório Anual Afresp | 2009


BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 e 2008 2009

2008

Outros Débitos a Pagar

6.953,52

0,00

Empréstimo Consignado

6.953,52

0,00

PASSIVO NÃO CIRCULANTE

9.621.532,30

8.649.923,75

EXIGIVEL A LONGO PRAZO

9.325.505,81

7.959.195,18

Provisões

7.825.114,71

6.366.200,52

Provisão Para Contigência Cível

196.400,81

167.580,21

Contingências Amafresp

196.400,81

167.580,21

Provisão para Contigência Trabalhista

355.559,81

289.806,60

Contingências Trabalhistas

355.559,81

289.806.60

Provisão para Outras Contingências

7.273.154,09

5.908.813,71

Contingências Previdenciárias

7.273.154,09

5.908.813,71

Débito Diversos

1.500.391,10

1.592.994,66

Outras Exigibilidades de Longo Prazo

1.500.391,10

1.592,994,66

Fundafresp

1.490.263,85

1.333,002,75

Arrecadação

880.718,13

839.057,53

Rendimento de Aplicações

609.375,51

493.778,84

Juros Ativos - Fundafresp

170,21

166,38

Casa do AFR

10.127,25

259.991,91

Arrecadação

10.127,25

9.991,91

0,00

250.000,00

Resultado Diferido

296.026,49

690.728,57

Vera Cruz Seguradora Vida

296.026,49

690.728,57

44.253.316,23

46.840.984,85

168.251,94

168.251,94

Construção Casa do AFR

Patrimônio Social Fundo Social Fundo Social

168.251,94

168.251,94

Reservas

9.446.049,25

8.730.110,19

Outras Reservas Patrimoniais

4.905.302,58

4.578.940,68

214.663,79

214.663,79

Contribuição Estatutária

2.906.399,76

2.883.186,73

Arrecadação Casa do AFR

1.028.785,98

860.791,33

Rendimento de Aplicações

755.453,05

620.298,83

Reservas Estatutárias

4.540.746,67

4.151.169.51

Fundo de Reserva - Afresp

2.524.312,01

2.524.312,01

Rendimento de Aplicações F.inanceiras

2.016.434,66

1.626.857,50

Superávits ou Déficits Acumulados

34.639.015,04

37.942.622,72

Superávits Apurados

38.090.021,16

34.470.098,76

Superávits Acumulados Afresp

Doações

35.322.585,32

31.702.662,92

Superávits Acumulados Amafresp

2.767.435,84

2.767.435,84

Déficits Acumulados

(147.398,44)

0,00

Déficits Acumulados Amafresp

(147.398,44)

0,00

(3.303.607,68)

3.472.523,96

2.734.593,76

3.619.922,40

(6.038.201,44)

(147.398,44)

Resultado do Exercício Resultado do Exercício - Afresp Resultado do Exercício - Amafresp

43 Relatório Anual Afresp | 2009


Parecer dos Auditores Independentes

Ilmos. Srs. Diretores de AFRESP - ASSOCIAÇÃO DOS AGENTES FISCAIS DE RENDAS DO ESTADO DE SÃO PAULO 1. Examinamos os Balanços Patrimoniais da AFRESP - ASSOCIAÇÃO DOS AGENTES FISCAIS DE RENDAS DO ESTADO DE SÃO PAULO, levantados em 31 de Dezembro de 2009 e 2008 e as respectivas Demonstrações do Resultado, das Mutações do Patrimônio Líquido e dos Fluxos de Caixas, relativas aos exercícios findos naquelas datas, elaboradas sob a responsabilidade de sua Administração. Nossa responsabilidade é a de expressar uma opinião sobre essas Demonstrações Contábeis. 2. Nossos exames foram conduzidos de acordo com as Normas de Auditoria e compreenderam: (a) - o planejamento dos trabalhos, considerando a relevância dos saldos, o volume de transações e o sistema contábil e de controles internos da Associação; (b) - a constatação, com base em testes, das evidências e dos registros que suportam os valores e as informações contábeis divulgados; e, (c) - a avaliação das práticas e das estimativas contábeis mais representativas adotadas pela Administração da Associação, bem como da apresentação das Demonstrações Contábeis tomadas em conjunto. 3. Em nossa opinião, as Demonstrações Contábeis referidas no primeiro parágrafo, representam adequadamente, em todos os aspectos relevantes, a posição patrimonial e financeira da AFRESP ASSOCIAÇÃO DOS AGENTES FISCAIS DE RENDAS DO ESTADO DE SÃO PAULO em 31 de Dezembro de 2009 e 2008, o resultado de suas operações, as mutações do patrimônio líquido e dos fluxos de caixas, correspondentes aos exercícios findos naquelas datas, de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil.

São Paulo, 31 de Março de 2010.

CRC 2SP 002000/O-0 Member of

MILTON MIRANDA RODRIGUES Sócio - Diretor Contador – CRC 1SP112905/O-5 CPF Nº 032.231.618-99

44 Relatório Anual Afresp | 2009


Parecer do Conselho Deliberativo AFR João Álfaro Soto

São Paulo, 21 de junho de 2010.

Ofício Conselho Deliberativo n.º 11/10 Do: Presidente do Conselho Deliberativo Ao: Sr. João Dias Yanes - Presidente da Afresp em exercício Assunto: Apreciação do Balanço Anual e da prestação de contas de 2009

Senhor Presidente Informo à Vossa Senhoria, e à Diretoria Executiva, que o Conselho Deliberativo em reunião do dia 19 de junho de 2010, nos termos do artigo 31, inciso XVI, do Estatuto Social, examinando o Balanço Anual e a prestação de contas do exercício de 2009, objeto de parecer favorável da Comissão Fiscal, aprovou-os por unanimidade.

Atenciosamente,

João Álfaro Soto Presidente do Conselho Deliberativo

“Não nos chamem unicamente os trabalhos fáceis”

45 Relatório Anual Afresp | 2009


Diretoria Executiva, Diretores e Conselheiros Triênio 2009/2011

Diretoria Executiva Presidente: Luiz Carlos Toloi Junior 1º Vice-Presidente: João Dias Yanes 2º Vice-Presidente: Hildebrando Djalma Pirágine Secretário Geral: Marcimedes Martins da Silva Secretário Adjunto: Arnaldo Marquezini 1º Tesoureiro: Omar Roldão de Moura 2º Tesoureiro: Angela Manzoti Nahman Diretorias da Afresp João Dias Yanes (Amafresp e de Inscrição); Marcimedes Martins da Silva (Seguros); Arnaldo Marquezini (Administrativa e de Patrimônio); Omar Roldão de Moura (Financeiro e de Tecnologia da Informação); Hildebrando Djalma Pirágine (Recursos Humanos) e Angela Manzoti Nahman (Convênios e de Cultura). Sedes Regionais - Diretores ABCD/S.B. do Campo - Pedro Rosálio da Cunha Pereira Araçatuba - José Carlos Almada Araraquara - Anselmo Abdala Bauru - Carlos Inácio da Silva Campinas - José Lúcio Zambrotti Gomes Campos Franca - João Batista de Matos Guarulhos - Eugênio Evandro Fernandes Jundiaí - Antonio Jair Simionato Marília - Airton Marcos Alves Osasco - Antonio Carlos de Oliveira Joaquim Piracicaba - Alberto Penno Junior Presidente Prudente - Ailton Estácio Ribeirão Preto - Rose Mary T. Lino do Nascimento Santos - Décio Correa Villela São José do Rio Preto - Alberto Aparecido de Andrade São José dos Campos - Everaldo de Melo Brandão Sorocaba - Vanderlei Correa Fidelis Taubaté - Maria Leonidas Coelho Jaques DRTC-I Gilberto Carlos de Lima DRTC-II João Ramalho DRTC-III João Alves Pereira

Diretorias Designadas Américo Castagna Neto (Esportes); Arthur Antonio Chagas Pisani (Planejamento); Benedito Franco da Silveira Filho (Aposentados e de Previdência); Cézar José D´Avoglio (Regionais); José Pucci Cuan (Assessoria Jurídica) e Maria da Graça Palumbo Gaiarsa (Social). Conselho Deliberativo Presidente: João Álfaro Soto (Capital); Vice-Presidente: José Varkulja (Capital); 1º Secretário: Eduardo Gonçalves (Ribeirão Preto); 2º Secretário: Roberto Garcia (Santos). Comissão Fiscal: Ari José Brandão (Sorocaba), Claiton Osnir do Amaral (Piracicaba) e Luís Augusto Sanches (Jundiaí). Conselheiros (ordem alfabética): André Pachione Pillay (Bauru), Antenor Roberto Barbosa (Presidente Prudente), Antonio Guerra (São José dos Campos), Benedito Franco da Silveira Filho (Conselheiro nato), Durvail Soares Pompeo (Capital), Eliana Maria Pessoa F. de Oliveira (Capital), Fabiano Buchetti de Sousa (Araraquara), Heitor Okuma (Marília), Honorato Sanchez Duran (Capital), José Eduardo Gracioto (ABCD), Miguel Siqueira (Taubaté), Miguel Ângelo C. da Silva (Campinas), Nilza Bardi Romano (Araçatuba), Roberto Bonifácio de Souza (São José do Rio Preto), Roberto Chiaverini (Osasco), Ruy Sarzedas Cunha (Guarulhos), Sebastião Tadeu de Vasconcelos (Franca) e Teruo Massita (Capital). Fundafresp Aldo Gentile (coordenação) Membros da Comissão: Sylvio Orlando Cecchi, Luiz Fernando Catta Preta César, Luiz Waldemar Zuolo, Roberto Garcia, Francisco Lucindo Ramalho Netto e João Álfaro Soto. Ouvidoria Hélio Pires Monteiro Auditoria Interna da Amafresp José Carlos Franco Fernandes

Afresp - Edifício Sede Av. Brigadeiro Luís Antônio, 4843 Jardim Paulista - São Paulo - SP - CEP 01401-002 PABX 11 3886-8800 Site: www.afresp.org.br E-mail: associacao@afresp.org.br

46 Relatório Anual Afresp | 2009


Perspectivas para o ano de 2010 AFR Luiz Carlos Toloi Junior

Em 2010 trabalharemos para continuar oferecendo os melhores serviços e um atendimento exclusivo e diferenciado a todos os associados.

novas adesões será realizada até o final do ano de 2010 com o objetivo de sensibilizar os AFRs que ainda não participam.

Em virtude da posse dos colegas aprovados no último concurso, vamos atualizar nosso material de divulgação para apresentar aos novos AFRs com o objetivo de mostrar o trabalho desempenhado pela Afresp, pelo Fundafresp e os benefícios oferecidos pela Amafresp, pelo nosso Departamento de Seguros, nossas sedes regionais e Centros de Convivência.

Às diretorias regionais será dado incentivo a realização de eventos e confraternizações com a finalidade de oferecer momentos de integração e união entre os colegas da classe.

A Amafresp intensificará seus programas de prevenção, incluindo novos pacientes no ADA – Atendimento Domiciliar Amafresp, e dará início à nova campanha de Prevenção à Distância. Além disso, vamos aperfeiçoar o processo de compras de órteses, próteses e materiais especiais permitindo a redução de custo com materiais cirúrgicos. Com o objetivo de reduzir custos sem alterar a qualidade da assistência, vamos ampliar a negociação de protocolos e pacotes cirúrgicos com os hospitais.

A Diretoria Executiva continuará contando com a dedicação dos diretores regionais e com o equilíbrio e apoio do Conselho Deliberativo na vigilância e acompanhamento de suas ações. Nosso objetivo é melhorar e ampliar os serviços oferecidos fortalecendo cada vez mais o vínculo com os associados.

Ampliar o número de sedes próprias também é uma meta. Em parceria com as diretorias regionais, pesquisaremos a oferta de imóveis próximos às DRTs nas cidades onde a Afresp ainda não possui sede própria. Sempre que identificada uma boa oportunidade faremos estudos para verificar a possibilidade de compra de acordo com orçamento previsto e encaminharemos para aprovação do Conselho Deliberativo. Nosso objetivo é estar cada vez mais próximos dos locais de trabalho dos Agentes Fiscais de Rendas para oferecer todo o apoio necessário. A Diretoria de Convênios e Cultura trabalhará para a ampliação das parcerias, com o propósito de oferecer ainda mais descontos e facilidades aos associados. Além disso, continuará se dedicando à realização de eventos na sede da Associação para os momentos de confraternização dos colegas. O Fundafresp prosseguirá prestando auxílio a entidades de menores e idosos carentes de todo o estado. Uma campanha de incentivo a

Relatório Anual Afresp | 2009 Relatório Anual Afresp | 2009

4747


Relatório anual 2009  

Informações financeiras da Afresp de 2009

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you