Page 35

68

ATRATIVIDADE DO BRASIL COMO POLO INTERNACIONAL DE INVESTIMENTOS E NEGÓCIOS

no Brasil, especialmente na América Latina. Ainda em internacionalização da formação, a AIESEC, organização internacional também presente no Brasil, proporciona a estudantes e recém-formados a oportunidade de trabalhar em países estrangeiros para complementar sua formação. Essas iniciativas, entre outras, mostram um caminho que deve ser intensificado para a consolidação e a excelência do conjunto de talentos brasileiro.

QUADRO C

As contribuições públicas ao avanço brasileiro nos ensinos médio, técnico e superior

O Brasil vive hoje um período ímpar para o aumento de seus ensinos médio, técnico e superior: • O ensino básico está quase universalizado e libera atenções para os ensinos de níveis mais elevados; • O maior nível de instrução dos pais brasileiros contribui para o aumento da consciência sobre a importância do estudo em níveis superiores, mesmo entre as camadas mais pobres da população, o que resulta, por exemplo, em quase 70% dos jovens da classe C já terem nível de escolaridade superior ao de seus pais; • O ensino médio se tornará obrigatório em 2016, o que abre discussões e iniciativas para disponibilizar vagas a todos os jovens brasileiros; • Empresas e governo se conscientizam ainda mais sobre o impacto da falta de talentos qualificados na economia e começam a agir, separadamente e em conjunto, para aumentar a qualificação da PEA brasileira. Em resposta a essa oportunidade apresentada, alguns passos importantes têm sido dados na esfera pública e contribuem com avanços na área: • O governo discute realizar a ampliação do ensino médio, em linha com sua obrigatoriedade em 2016, em um modelo conjugado ao ensino técnico. Para esse objetivo, deve contar tanto com ampliação de sua rede de escolas técnicas, quanto com as ações das entidades privadas do chamado “Sistema S*”, com foco nos segmentos que as mantêm; • O Programa Nacional de Acesso à Escola Técnica (PRONATEC) foi anunciado no início de 2011 pelo governo federal e concederá bolsas e financiamento em escolas privadas a alunos do ensino técnico com menores condições financeiras; • O Programa Universidade para Todos (PROUNI) foi criado pelo governo federal em 2004 e fornece bolsas integrais e parciais em escolas particulares de ensino superior a alunos com renda per capita familiar inferior a três salários mínimos. O programa foi responsável por mais de 164 mil bolsas no primeiro semestre de 2010. Os avanços realizados por essas iniciativas públicas indicam a direção do caminho a ser seguido para o aumento dos ensinos médio, técnico e superior no Brasil, mas não são suficientes. O caminho iniciado deve ser ampliado e intensificado. * Organizações privadas constituídas pelos setores produtivos (indústria, comércio, serviços e outros) para qualificar seus trabalhadores, entre outras funções. São elas: SENAI, SENAC, SESC, SENAR, SENAT, SEST, SEBRAE e SESCOOP.

Circulação de talentos A circulação de talentos envolve a entrada de profissionais estrangeiros no País e a saída de talentos brasileiros para atuar no exterior, movimentos que devem se tornar cada vez mais intensos com a expansão da globalização e a escassez de talentos nas grandes eco-

ATRATIVIDADE DO BRASIL COMO POLO INTERNACIONAL DE INVESTIMENTOS E NEGÓCIOS

69

Atratividade do Brasil como polo internacional de investimentos e negócios  
Atratividade do Brasil como polo internacional de investimentos e negócios  

Neste relatório a BRAiN identifica os 7 pilares que caracterizam a atratividade de um polo internacional de investimentos e negócios e compa...

Advertisement