Page 1

DIÁRIO DO AÇO

CIDADES

4

Terça-feira, 9 de junho de 2015

Consórcio volta a atrasar pagamento a subcontratadas Wôlmer Ezequiel

As empresas subcontratadas retomaram as atividades no fim de maio

Bruna Lage IPATINGA – O Consórcio Isolux Engevix não realizou o pagamento de parte dos fornecedores contratados para a execução de obras nos lotes 1 e 2 da BR-381. A informação foi confirmada ao DIÁRIO DO AÇO nessa segunda-feira (8) por representantes do grupo de empresários. A reportagem ligou para o representante da Isolux, mas não conseguiu localizá-lo. Ao longo dos últimos meses, o DIÁRIO DO AÇO divulgou a situação

das empresas, que cobram o pagamento de uma dívida de aproximadamente R$ 14 milhões. No mês de maio, um acordo foi celebrado entre as partes: as empresas receberiam o atrasado em quatro parcelas. A primeira delas foi quitada no dia 17 de abril e a segunda teria de ser paga no dia 30 de maio, o que não ocorreu. “Somente alguns empresários receberam esse valor e, mesmo assim, com 10% a menos do que o combinado. O grupo vai voltar a mobilizar para ver qual decisão vai tomar. Por ora,

estamos na base da conversa e não tem reunião marcada, nem nada. Entretanto, se não derem retorno, vamos ter que paralisar a obra”, destaca um representante do grupo. Obra No fim de maio, após quase quatro meses de paralisação nas obras de duplicação dos lotes 1 e 2 da BR-381, as empresas subcontratadas retomaram as atividades. O reinício ocorreu após o Consórcio Isolux Engevix liberar parte do pagamento devido aos empresários.

Deputado e secretário de Estado de Defesa Social discutem violência DA REDAÇÃO - O aumento constante dos crimes violentos na Região Metropolitana do Vale do Aço foi a principal motivação de uma audiência do deputado estadual José Célio Alvarenga, o Celinho do Sinttro-

cel (PCdoB), com o secretário de Estado de Defesa Social (SEDS), Bernardo Santana, na semana passada, em Belo Horizonte. O deputado foi acompanhado por uma comitiva de lideranças políticas e comunitá-

rias de Timóteo, liderada pelos vereadores Adriano Alvarenga, Moacir de Castro e Leonardo Lelé, além do fórum de entidades representado pela Aciati, Consep e OAB. Foram entregues ao secretário ofícios nos quais as co-

munidades de Ipatinga, Coronel Fabriciano e Timóteo apresentam as principais deficiências no sistema de segurança pública da região e que poderiam minimizar as ocorrências, caso sejam implementadas. Entre as reivindicações estão o aumento do efetivo das polícias civil e militar, reativação do sistema Olho Vivo, aquisição de novas viaturas, criação de base móvel, comuns a todas as cidades. Especificamente para Coronel Fabriciano, o deputado Celinho aponta a necessidade urgente de implantação da Delegacia Regional para atender ao 58º Batalhão da PM, bem como a construção da sede para o Batalhão instalado na cidade. Foi solicitada, também, a

construção de albergue transitório para menores e abertura de novas vagas no sistema prisional para combater a superlotação das cadeias públicas. Celinho afirma que as propostas foram bem recebidas e o secretário Bernardo Santana se comprometeu a enca-

minhá-las para estudo das assessorias da SEDS e posterior avaliação dentro das novas metas do governo estadual. “Ele nos garantiu que os pleitos serão avaliados por cidade e que, em breve, nos dará uma resposta”, finalizou o deputado. Divulgação

Durante encontro, o secretário Bernardo Santana recebeu demandas da região

PRÁTICA COZINHAS Av. Zita Soares, 36 Novo Centro - Ipatinga

3822-7376

Deputado e secretário de Estado de Defesa Social discutem violência  
Advertisement