Page 1

INFORMATIVO DA PARÓQUIA

SÃO GERALDO MAGELA

Anúncio FUNDADA EM 07/03/2004 – 13 Anos

ANO VIII | Nº 61 | MAIO 2017 | BAIRROS BOM JARDIM, IDEAL E ESPERANÇA

Palavra do Padre

Estamos na Paróquia S. Geraldo, fazendo acontecer o Reino de Deus e Ele quer contar com cada um de nós. Para que possamos responder bem ao chamado é preciso que haja de nossa parte o desejo de capacitação e, no atual momento, estamos investindo, e muito, na formação dos diversos Agentes de Pastoral a nível paroquial. Ninguém de nós sabe tudo e a Formação vem nos mostrar que nós precisamos estar abertos ao aprendizado. Neste mês de maio celebramos, na Igreja, a devoção popular a Maria, a mãe de Jesus e nossa. Como é bom poder contar com a proteção dessa mãe! Ela, como esteve atenta nas Bodas de Caná, ainda hoje, está atenta, olhando para cada um de nós. Maria quer ver acontecer o Reino de seu filho Jesus Cristo. Sabemos que a mãe de Jesus é uma medianeira, pois ela, como mãe, intercede por todos, quer o nosso bem e quer ver o Reino acontecer. Maria é um modelo para cada um de nós, seus filhos e filhas, modelo do SIM, do SERVIÇO e da obediência a Deus. Celebramos, também, neste mês S. José

Operário e o dia do trabalhador e da trabalhadora. Vamos ter na Comunidade N. S. Aparecida, o nosso momento celebrativo. São José é um modelo de quem ouve a voz de Deus e que, mediante a convocação deste Deus, vive sua dedicação integral a Maria e a Jesus. Segundo o teólogo Leonardo Boff: “São José é uma figura de sombra. Não deixou nenhuma palavra, apenas teve sonhos que, não sem dificuldades, acatou e seguiu. Não sabemos nem quando nasceu nem quando morreu. Apenas que, corajoso, levou para casa uma menina grávida e assumiu o menino impondo-lhe o nome Jesus. Depois enfrentou com a família a perseguição de um monarca sanguinolento, fugiu para o exílio e, na volta, se escondeu numa vilazinha ao norte, em Nazaré. Iniciou o filho nas tradições religiosas de seu povo e lhe transmitiu a profissão de artesãocarpinteiro. Dele se diz que era um homem justo. José é o operário, o pai, o homem que segue os sonhos, a pessoa que provê o pão para que o seu filho possa consagrá-lo. O revolucionário que aceita ser guiado pelo mundo invisível. O protetor e mestre – porque, sem os valores familiares por ele assumidos, a história poderia ter sido bem diferente”. Neste ano, celebrar a Festa de S. José Operário ganha um sentido de resistência diante das atrocidades que o atual Governo Golpista tem feito com o trabalhador e trabalhadora, tirando-lhes o direito a um digno trabalho e a uma digna aposentadoria. O governo tenta desmontar a previdência pública, em prejuízo do povo brasileiro, para favorecer os interesses do capital financeiro, que lucrará com a corrida para um mercado de previdência privada. Alguns pontos extremamente graves na Reforma da Previdência: 1) A proposta do governo é uma crueldade imposta a todos os trabalhadores, que precisarão chegar aos 65 anos de idade e a 49 anos de trabalho ininterrupto para conseguir a aposentadoria. 2) As mulheres terão que trabalhar pelo mesmo longo tempo dos homens - nada menos do que 49 anos - para receber 100% do média de seus salários. As mulheres, hoje, especialmente no

campo, ainda carregam os fardos da dupla ou tripla jornada, ganham 30% menos do que os homens e são mais expostas do que eles à vulnerabilidade do trabalho informal. 3) A "reforma" acaba com a aposentadoria dos trabalhadores do campo. Propõe substituir a contribuição atual dos agricultores - 2,6% da comercialização do que produzem - para uma contribuição mensal por 25 anos, impossível para quem vive do campo e deve contar com a sazonalidade e as intempéries. 4) O governo vai acabar também com o Benefício de Prestação Continuada (BPC), que protege famílias extremamente pobres, que tenham um idoso ou um portador de deficiência em seu lar. A proposta é aumentar de 65 para 70 anos a idade exigida para acesso ao BPC; e desvincular do salário mínimo o valor do benefício. Unidos na luta por uma dignidade de vida para todas as pessoas! Muitas bênçãos de Deus na vida de vocês! Rezem por nós! Pe. Hideraldo Verissimo Vieira Pároco Pe. Sérgio Henrique Gonçalves Vigário Paroquial

GENTE QUE FAZ! ANTÔNIA SOARES TEIXEIRA tem 81 anos, nasceu no município de Açucena, no dia 24 de dezembro de 1936, filha de Teófilo e Ana. Em 1974 veio para Ipatinga com seu esposo Antônio Teixeira de Souza e seus sete filhos. Vieram para o bairro Bom Jardim, onde começaram uma nova etapa de vida. Seu esposo morreu em 1980. Ela participou ativamente da comunidade São Geraldo, e após alguns anos começou seu trabalho na Comunidade Sagrada Família. Sendo ela uma das fundadoras da Comunidade. Participou das Equipes de: Liturgia, Canto, Ministra da Palavra, Ministra Extraordinária da Eucaristia, Catequista, Grupo de Reflexão, Pastoral Carcerária, Ceb´s. É uma das matriarcas do 11º intereclesial da CEBs. Ajudou na construção da Comunidade Sagrada Família e depois também da Comunidades São Sebastião. D. Antônia tem 7 filhos e 14 netos. Meirevone Ferreira – PASCOM


2

Anúncio

MAIO 2017

em ação

SER ACOLITO É...

“É um serviço de estar próximo da mesa do altar” O acolito na Igreja tem papel fundamental de serviço, ou seja, uma disponibilidade de testemunho, na paróquia. É um ministério novo. A pastoral da juventude se alegra por ter jovens de caminhada nessa mais nova empreitada, momento de assumir com a Igreja o compromisso de amor pela Igreja. Eu, como coordenador paroquial da PJ - pastoral da juventude tenho a alegria de participar dos trabalhos da Igreja. Para mim, participar do ministério dos acólitos é motivo de Graça e não de privilégio, pois testemunhar o Cristo na santa Missa é uma graça para nós servidores do altar. Tal missão é confiada pela Igreja a jovens que deram

o seu sim para viver este ministério. Como diz padre Hideraldo na santa missa: “A Igreja é ministerial por isso precisamos fazer parte dela”. Através do batismo somos chamados a fazer parte do ministério que nos une a Cristo cabeça da Igreja. Agradeço primeiramente a Deus e ao nosso pároco padre Hideraldo que, com a luz do Espírito Santo, teve a inspiração de formar este ministério, que se unirá a outros que já existem em nossa Igreja. Que a graça de Deus cresça em nós! Raphael Andrade – PJ

MARIA TODA DE DEUS E TÃO HUMANA

Mãe do Céu Morena / Senhora da América Latina De olhar e caridade tão divina / De cor igual à cor de tantas raças... (Pe. Zezinho) A celebração dos 300 anos da aparição de Nossa Senhora Aparecida é uma grande bênção para todas e todos nós católicos do Brasil inteiro. Em Aparecida Deus oferece ao Brasil uma mãe, uma padroeira. Encontrada pelos pobres pescadores que veem então a imagem da Imaculada Conceição. Primeiro o corpo, depois a cabeça, em seguida, unem-se o corpo e a cabeça: a unidade, aquilo que estava quebrado se une. Nossa Senhora Aparecida se apresenta com a face negra, representando o sofrimento do povo negro e pobre. Aparece dividida, mas depois unida, pelas mãos dos pescadores, fica

perfeita. Existe aqui um grande ensinamento que Deus quer nos oferecer, sua beleza refletida na Mãe, concebida sem pecado original, emerge da escuridão do rio. Em Aparecida, logo desde o início, Deus dá uma mensagem de recomposição do que está quebrado, do que está dividido para que possamos compreender a beleza e a força da união. Os pescadores não desprezam o mistério encontrado no rio, embora seja um mistério que aparece incompleto. Não jogam fora os pedaços do mistério que hoje é nossa Mãe morena. Como no episódio da pesca milagrosa narrada pelos Evangelhos, também os nossos pescadores passaram pela experiência do insucesso. Mas, também eles, perseverando em seu trabalho, receberam um dom muito maior do que poderiam esperar: “Deus ofereceu ao Brasil a sua própria Mãe”. Tendo acolhido o sinal que Deus lhes tinha dado, os pescadores tornam-se missionários, partilhando a graça recebida com os vizinhos. Trata-se de uma lição sobre a missão da Igreja no mundo: “O resultado do trabalho pastoral não se assenta na riqueza dos recursos, mas na criatividade do amor” (Papa Francisco). O Ano Mariano vai, certamente, fazer crescer ainda mais o fervor desta devoção e da alegria em fazer tudo o que Ele disser (cf. Jo 2,5). Iniciou-se aos 12 de outubro de 2016, concluindo-se aos 11 de outubro de 2017, para celebrar, fazer memória e agradecer. Maio, mês dedicado a Nossa Senhora, pela piedade cristã, é um convite para voltarmos nosso olhar a esta Mãe do céu morena para pedir-lhe que abra as mãos maternas em bênção de carinho sobre nossas vidas. Nossa Senhora Aparecida rogai por nós! Conceição Soares Toledo – Pastoral Catequética/ EPAP


3

Anúncio

MAIO 2017

em ação

COROAR MARIA HOJE Daí a importância da coroação de Nossa Senhora. Ela toca o coração inocente das crianças que se encantam do rito, do canto, da roupa, do conjunto gestual, de participar desse mundo diferente, bonito, de pureza. Tão diferente das misérias que elas veem e sofrem a seu lado. Os símbolos resistem à história que os gerou. Coroa, coroação remontam à Antiguidade. Vêm do Oriente. Os orientais amam as pompas, os ritos, as solenidades longas e festivas. O Ocidente romano opta pela sobriedade. Mas mesmo assim deixou-se seduzir frequentemente pelas belezas do Oriente. Conhecemos coroações de reis, imperadores, papas. Paulo VI, ao despojar-se da tiara, doando-a aos pobres, encerrou a longa tradição de coroação de papas. As coroas simbolizam também vitórias desportivas ou literárias, triunfos militares, manifestações do poder e da divindade. Há as simples, como a coroa de louros. As coroações de reis quase desapareceram. As democracias criaram uma conferição de poder absolutamente secularizada e despojada do esplen-dor das entronizações antigas. Entre os imperadores, sagrados nos ritos litúrgicos, estão os nossos dois Pedros I e II. A coroação, no entanto, permanece viva na fantasia, especialmente infantil. Daí a importância da coroação de Nossa Senhora. Ela toca o coração inocente das crianças que se encantam do rito, do canto, da roupa, do conjunto gestual, de participar desse mundo diferente, bonito, de pureza. Tão diferente das misérias que elas vêem e sofrem a seu lado. A coroação arrebata-as para um nimbo suave e agradável. E os adultos, que não perderam a dimensão simbólica da vida, vivenciam com gozo tal momento litúrgico. O visível da inocência terrestre a coroar a Virgem do Céu arranca-os da realidade tão pouco inocente e tão longe do céu. A coroação de Nossa Senhora pertence ao patrimônio espiritual da Igreja. Mantê-la viva resguarda riqueza da alma religiosa brasileira. A presença da Virgem Maria na vida e cultura do povo, malgrado o solapamento que vem sofrendo por parte de crentes influenciados por ondas de outra cultura e origem, permanece um valor, independentemente de devoções pessoais. Vibra a corda interior

que nos torna a vida mais humana, sensível, poética. Eleva-nos do cotidiano desgastante e estressante para a presença do mistério. Maria simboliza, na sua realidade de Mãe de Jesus e de seus seguidores, o necessário lado feminino da fé e da religião. Sob esse ângulo, a coroação de Maria oferece-nos um gancho para relacioná-la com o dia das mães. Há um jogo de distância e proximidade entre ambos. A coroação encontra em passado longínquo sua origem e por isso nos deixou marcas indeléveis no imaginário. Institui-se o dia das mães, em data recente, ligado a interesses comerciais. No entanto, ambas encontramse no mais profundo do inconsciente humano. Coroação e mãe traduzem arquétipos, cujo conteúdo de imagem e de símbolo mexe com o inconsciente social, compartilhado por toda a humanidade. E a força desses símbolos aparece nas estórias infantis, nos mitos e nas lendas do povo e toca o interior de cada um de nós. Quem não deixa de sonhar, imaginar e sentir desejos elevados quando lhe soa a palavra mãe, lhe desenha a imagem da coroa ou lhe vem a recordação das coroações da infância? Necessita ter sido estragado simbolicamente para secar-se diante de tal manancial imagético. A ressonância do termo mãe nem sempre corresponde à realidade concreta da mãe de carne que se tem. Mas o fato de sua alta força simbólica provoca duplo efeito positivo. Estimula as mães a realizarem na vida real aquilo que o mito mãe criou delas. Ter diante de si um horizonte amplo ajuda-as a andar em sua direção. O ser humano carece de ideais para prosseguir a caminhada no meio das dificuldades. Custa ser mãe hoje. Elas precisam dessa mola simbólica que as anime e fortaleça. A imagem idealizada da mãe contribui para despertar nos filhos energias espirituais de crescimento humano. Esse amor tem dimensão espontânea de gratuidade e serve para mantê-los em atitude semelhante em relação aos irmãos e aos outros. Coroar Maria hoje significa mais do que simples ato de piedade tradicional. Tem alcance religioso e simbólico que humaniza uma cultura em vias de perder a sensibilidade para realidades superiores e de afundar-se no hedonismo materialista. Texto de João Batista Líbano

EM DIA COM A LITURGIA: A MISSA É SACRIFÍCIO Na passagem conhecida como discurso eucarístico, Jesus havia dito: “Eu sou o pão vivo descido do céu. Quem comer deste pão viverá eternamente. O pão que eu darei é a minha carne para a vida do mundo” (Jo 6,51). A palavra carne, neste contexto, indica a própria pessoa de Jesus, o “Verbo feito carne” (cf. Jo 1,14). No Antigo Testamento, imolava-se um cordeiro para a ceia pascal dos judeus (cf. Ex 12,1ss). Na ceia pascal da nova aliança, quem se entrega em sacrifício é o próprio Jesus, o “cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo” (Jo 1,29). A morte de Jesus na cruz foi o coroamento de toda sua vida disponível para o sacrifício: “Devo receber um batismo, e como me angustio até que seja consumado” (Lc 12,50). O batismo a receber é uma imagem da paixão que se aproxima. O sacrifício de Jesus se expressa, ao longo da sua vida terrena, mediante suas atitudes benfazejas em favor do povo, principalmente das pessoas mais carentes, que parecem “ovelhas que não têm pastor” (Mc 6,34). Sua vida de total entrega culmina com a morte na cruz: “Tendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até o fim” (Jo 13,1). A morte de Jesus, expressão máxima de sua entrega em favor da humanidade e, por extensão, da Criação toda é o sacrifício da aliança definitiva entre Deus e os seres humanos. Este é o único e verdadeiro sacrifício agradável a Deus (Hb 9,11- 28). Pe. Sérgio Henrique Gonçalves - Vigário Paroquial


4

Anúncio

MAIO 2017

em ação

Agenda dos Padres Padres Hideraldo, Sérgio e Efraim

1º DE MAIO – SEGUNDA-FEIRA – FERIADO Dia de S. José Operário e do Trabalhador (a) 19h30 Nossa Senhora Aparecida – Missa em honra a S. José e do Trabalhados (a) Pe. Hideraldo 2 DE MAIO – TERÇA-FEIRA 17h30 Maria de Nazaré – 8 Atendimentos de Confissões para a 1ª Eucaristia Pe. Hideraldo 19h00 Maria de Nazaré – 12 Atendimentos de Confissões para a Crisma Pe. Sérgio 19h30 Nossa Senhora das Graças – Missa e Bênçãos – Pe. Hideraldo 3 DE MAIO – QUARTA-FEIRA 09h00 Centro Pastoral João Paulo II – Atendimento Pastoral – Pe. Sérgio 16h30 às 18h00 – Atos dos Apóstolos – Atendimento – Pe. Sérgio 18h00 São Geraldo – 30 Atendimentos de Confissões para a 1ª Eucaristia Pe. Hideraldo 18h00 Atos dos Apóstolos – 25 Atendimentos de Confissões para a 1ª Eucaristia Pe. Sérgio 20h00 N. S. das Graças – Missa para o Grupo do Terço dos Homens – Pe. Sérgio 4 DE MAIO – QUINTA-FEIRA 16h00 Centro Pastoral João Paulo II – Atendimento Pastoral – Pe. Hideraldo 18h00 S. José – 6 Atendimentos de Confissões para a 1ª Eucaristia – Pe. Sérgio 18h00 Santo Antônio – 13 Atendimentos de Confissões para a 1ª Eucaristia Pe. Hideraldo 19h30 Sagrada Família – 15 Atendimentos de Confissões para a 1ª Eucaristia Pe. Hideraldo 19h30 Matriz São Geraldo – Missa e Bênçãos – Pe. Sérgio 5 DE MAIO – SEXTA-FEIRA - SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS 07h00 Atos dos Apóstolos – Missa – Pe. Sérgio 09h às 11h30 e de 15h às 18h – Centro Pastoral João Paulo II – Atendimento Pe. Hideraldo 15h00 Visita aos Doentes – Pe. Sérgio 18h00 N. S. das Graças – 16 Atendimentos de Confissões para a 1ª Eucaristia Pe. Sérgio 19h30 N. S. das Graças – Missa – Pe. Sérgio 19h30 Matriz S. Geraldo – Missa – Pe. Hideraldo 6 DE MAIO – SÁBADO 09h00 Fabriciano – COPAR 14h às 18h – Centro Pastoral João Paulo II – Roda de Conversa – Pastoral da Juventude – Sem. Ludugério 14h às 18h – Formação para Acólitos, Ministros da Eucaristia e da Palavra do Setor S. Lucas – Mesa da Eucaristia e Mesa da Palavra – Sem. Rafael 16h30 S. Francisco – 11 Atendimentos de Confissões para a 1ª Eucaristia Pe. Sérgio 17h00 S. João Batista – 6 Atendimentos de Confissões para a 1ª Eucaristia Pe. Hideraldo 18h00 S. João Batista – Missa – Pe. Hideraldo

EXPEDIENTEPe. Hideraldo Verissimo Vieira – PÁROCO

ANO VIII | Nº 61 | MAIO 2017 Pe. Sérgio Henrique Gonçalves – VIGÁRIO PAROQUIAL PÁROCO Pe. Hideraldo Veríssimo Vieira

VIGÁRIO PAROQUIAL Endereço Fones Casa Paroquial e-mail Redação Articulistas Diagramação Impressão Tiragem

Pe. Sérgio Henrique Gonçalves Av. das Flores, 885 - Bom Jardim Ipatinga - MG (31) 3826-5213 / 3825-7195 / Celular (31) 98699-0212 (OI) (31) 3821-7628 pqsaogeraldo@yahoo.com.br PASCOM

18h00 19h30 19h30 21h00

S. Francisco – Missa – Pe. Sérgio S. Sebastião – Missa – Pe. Sérgio S. Família – Missa – Pe. Hideraldo Matriz S. Geraldo – Casamento de Joaquim e Maria Aparecida Pe. Hideraldo

7 DE MAIO – DOMINGO 07h00 Matriz S. Geraldo – Missa – Pe. Sérgio 07h00 S. José – Missa da 1ª Eucaristia – Pe. Hideraldo 07h às 12h – Centro Pastoral João Paulo II – Encontro com os recém-casados Pastoral Familiar 08h às 17h – A definir – Seminário do Conselho de Meio Ambiente Regional III 08h30 às 12h – Maria de Nazaré – Formação com os Acólitos Revisão S. Santa e Eleição da Coordenação – Sem. Rafael 08h30 S. Antônio – Missa – Pe. Efraim 08h30 S. Família – Missa da 1ª Eucaristia – Pe. Sérgio 09h30 S. Geraldo – 11 Atendimentos de Confissões para a Crisma – Pe. Hideraldo 13h30 às 17h – Centro Pastoral João Paulo II – Planejamento Paroquial da Catequese – EPAC 16h30 N. S. Aparecida – 15 Atendimentos de Confissões para a 1ª Eucaristia Pe. Hideraldo 18h00 Atos dos Apóstolos – Missa – Pe. Sérgio 18h00 N. S. Aparecida – Missa – Pe. Hideraldo 19h30 N. S. das Graças – Missa – Pe. Sérgio 19h30 Matriz S. Geraldo – Missa da 1ª Eucaristia – Pe. Hideraldo 9 DE MAIO – TERÇA-FEIRA 09h às 11h30 e de 15h às 18h – Centro Pastoral João Paulo II – Atendimento Pe. Sérgio 19h00 Nossa Sra. das Graças – 12 Atendimentos de Confissões para a Crisma Pe. Hideraldo 19h30 Atos dos Apóstolos – Missa e Bênçãos – Pe. Sérgio 10 DE MAIO – QUARTA-FEIRA 16h30 às 18h – N. S. das Graças – Atendimento – Pe. Sérgio 18h15 S. Antônio – 14 Atendimentos de Confissões para a Crisma – Pe. Sérgio 19h30 Equipe de N. S. Senhora – Pe. Hideraldo 11 DE MAIO – QUINTA-FEIRA 09h00 Fabriciano – S. Sebastião – Clero Regional III 17h30 N. S. Aparecida – 9 Atendimentos de Confissões para a Crisma Pe. Hideraldo 19h00 S. Antônio – Reunião de construção de pauta para a reunião do CPP: Francisco, Consola Vieira, Cleiton, Conceição Toledo e Pe. Hideraldo 19h30 Matriz S. Geraldo – Missa e Bênçãos – Pe. Sérgio 12 DE MAIO – SEXTA-FEIRA 09h às 11h30 e de 15h às 18h – Centro Pastoral João Paulo II – Atendimento Pe. Hideraldo 16h00 Visita aos Doentes – Pe. Sérgio 18h00 S. Família – 15 Atendimentos de Confissões para a Crisma – Pe. Sérgio 18h00 Centro Pastoral João Paulo II – Reunião para a construção da pauta da reunião do CEAP: Marcos Padovani, Glauciene, Francisco Gabriel e Pe. Hideraldo 19h30 Centro Pastoral João Paulo II – Reunião com os membros da Pastoral da Esperança e Visitação – Pe. Sérgio 19h30 N. S. Aparecida – Missa – Pe. Hideraldo 13 DE MAIO – SÁBADO 10h00 Centro Pastoral João Paulo II – Atendimento Pastoral – Pe. Sérgio 15h00 Centro Pastoral João Paulo II – Reunião com os Coordenadores e membros do Grupo Fé e Vida – Pe. Sérgio 18h00 Maria de Nazaré – Missa da 1ª Eucaristia – Pe. Sérgio 19h00 Matriz S. Geraldo – Casamento de Fábio e Taynara – Pe. Hideraldo 19h30 S. Antônio – Missa – Pe. Sérgio 20h00 Matriz S. Geraldo – Casamento de Kerlon e Claudiene – Pe. Diác. Elias 22h00 AAPI/Clube dos Pioneiros – 4º Baile da Família – Pastoral Familiar

Meirevone, Conceição, Gilma, Deusdi, Algemiro, Patrícia, Raphael Andrade, Vanir, Pe. Sérgio e Pe. Hideraldo

Gráfica Diocesana (31) 3831-1098 Gráfica Diocesana (31) 3831-1098 2.500 unidades

Confira as reportagens completas e fotos no site e no facebook da Paróquia São Geraldo www.paroquiasaogeraldo.com.br | Facebook: Paróquia São Geraldo

14 DE MAIO – DOMINGO - DIAS DAS MÃES 07h00 Matriz S. Geraldo – Missa – Pe. Hideraldo 07h00 N. S. das Graças – Missa – Pe. Sérgio 08h30 S. Família – Missa – Pe. Hideraldo 08h30 N. S. Aparecida – Missa – Pe. Sérgio


MAIO 2017 08h30 10h00 18h00 18h00 19h30 19h30

Anúncio

Atos dos Apóstolos – Missa – Pe. Efraim Matriz S. Geraldo – Batizados – Pe. Sérgio Atos dos Apóstolos – Missa – Pe. Sérgio N. S. Aparecida – Missa – Pe. Hideraldo N. S. das Graças – Missa – Pe. Sérgio Matriz S. Geraldo – Missa – Pe. Hideraldo

15 DE MAIO – SEGUNDA-FEIRA 06h30 Santuário de Caratinga – Visita Paroquial ao Santuário Apostolado da Oração 16 DE MAIO – TERÇA-FEIRA 09h às 11h30 e de 15h às 18h – Centro Pastoral João Paulo II – Atendimento Pe. Sérgio 18h00 São José – 3 Atendimentos de Confissões para a Crisma – Pe. Hideraldo 19h00 Centro Pastoral João Paulo II – Reunião com os Ministros da Palavra e Eucaristia – Pe. Hideraldo 19h30 N. S. das Graças – Missa e Bênçãos – Pe. Sérgio 17 DE MAIO – QUARTA-FEIRA 09h00 Centro Pastoral João Paulo II – Atendimento Pastoral – Pe. Sérgio 17h às 18h – S. Antônio – Atendimento – Pe. Sérgio 18h30 Atos dos Apóstolos – 15 Atendimentos de Confissões para a Crisma Pe. Sérgio 19h30 Centro Pastoral João Paulo II – Reunião Paroquial com os Conselhos Particulares Vicentinos – Pe. Hideraldo 18 DE MAIO – QUINTA-FEIRA 16h00 Centro Pastoral João Paulo II – Atendimento Pastoral – Pe. Hideraldo 19h00 N. S. Aparecida – Reunião com os Membros da Catequese Coordenação e Catequistas – Pe. Sérgio 19h30 Matriz S. Geraldo – Missa e Bênçãos – Pe. Hideraldo 19 DE MAIO – SEXTA-FEIRA 09h às 11h30 e de 15h às 18h – Centro Pastoral João Paulo II – Atendimento Pe. Hideraldo 16h00 Visita aos Doentes – Pe. Sérgio 18h00 S. Francisco – 6 Atendimentos de Confissões para a Crisma – Pe. Sérgio 19h00 Centro Pastoral João Paulo II – CEAP (Conselho Econômico) – Pe. Hideraldo e Equipe 19h30 Nossa Senhora das Graças – Missa pelo Dia Internacional da Família Pe. Sérgio 20 DE MAIO – SÁBADO 09h00 Arpas/João Monlevade – COPADI 11h00 Matriz S. Geraldo – Casamento de Adão de Souza e Maria Teixeira Pe. Hideraldo 14h às 17h – Sagrada Família – Formação PASCOM – Espiritualidade 13h às 17h – UDCBJ – Tarde de Lazer com Coroinhas e Acólitos - Sem. Rafael 15h00 Centro Pastoral João Paulo II – Reunião com os Membros da Pastoral do Batismo – Pe. Sérgio 18h00 S. João Batista – Missa da 1ª Eucaristia – Pe. Sérgio 18h00 S. Francisco – Missa da 1ª Eucaristia – Pe. Hideraldo 19h30 S. Sebastião – Celebração – Sem. Rafael 21 DE MAIO – DOMINGO - ANIVERSÁRIO DO PE. SÉRGIO A definir – Formação Paroquial com Grupo Fé e Vida – Pe. Sérgio 07h00 Matriz S. Geraldo – Missa – Pe. Sérgio 08h às 15h - Bloco Discípulos e Missionários (Comunidades Nossa Senhora Aparecida e Sagrada Família) – Mutirão de Visitas – Comipa 08h às 15h – Atos dos Apóstolos – Despertar Vocacional – Pastoral Vocacional/SAV e Catequese – Sem. Rafael 08h às 14h – Arpas/Monlevade – Reunião com a Juventude Diocesana 08h30 S. Família – Missa – Pe. Efraim 08h30 Atos dos Apóstolos – Missa da 1ª Eucaristia – Pe. Sérgio 18h00 N. S. Aparecida – Missa Missionária – Pe. Hideraldo 19h30 N. S. das Graças – Missa da 1ª Eucaristia – Pe. Sérgio 19h30 Matriz S. Geraldo – Missa – Pe. Hideraldo

em ação

5

23 DE MAIO – TERÇA-FEIRA 09h às 11h30 e de 15h às 18h – Centro Pastoral João Paulo II – Atendimento Pe. Sérgio 19h30 Centro Pastoral João Paulo II – Reunião com os Coordenadores e membros da Pastoral Familiar – Pe. Sérgio 19h30 Atos dos Apóstolos – Missa e Bênçãos – Pe. Hideraldo 24 DE MAIO – QUARTA-FEIRA 17h às 18h30 – Atos dos Apóstolos – Atendimento – Pe. Sérgio 19h00 Centro Pastoral João Paulo II – Reunião com os Membros do Ministério de Música – Pe. Hideraldo 19h30 N. S. Aparecida – Reunião com os Coordenadores e membros da IAM Pe. Sérgio 25 DE MAIO – QUINTA-FEIRA 16h00 Centro Pastoral João Paulo II – Atendimento Pastoral – Pe. Hideraldo 19h30 Atos dos Apóstolos – Reunião com os Coordenadores e membros do COMIPA – Pe. Sérgio 19h30 Matriz S. Geraldo – Missa e Bênçãos – Pe. Hideraldo 26 DE MAIO – SEXTA-FEIRA 09h às 11h30 e de 15h às 18h – Centro Pastoral João Paulo II – Atendimento Pe. Hideraldo 16h00 Visita aos Doentes – Pe. Sérgio 19h00 Centro Pastoral João Paulo II – CPP 27 DE MAIO – SÁBADO 10h00 Centro Pastoral João Paulo II – Atendimento Pastoral – Pe. Sérgio 14h às 18h – Centro Pastoral João Paulo II – Formação para Acólitos, Ministros da Eucaristia e da Palavra do Setor S. Geraldo – Mesa da Eucaristia e Mesa da Palavra – Sem. Ludugério 15h00 Centro Pastoral João Paulo II – Reunião com os Coordenadores e membros da PV e Ministérios e SAV – Pe. Sérgio 18h00 Maria de Nazaré – Missa – Pe. Hideraldo 19h00 Timóteo – Casamento – Pe. Sérgio 19h30 S. Antônio – Missa da 1ª Eucaristia – Pe.Hideraldo 28 DE MAIO – DOMINGO 07h00 Matriz S. Geraldo – Missa – Pe. Hideraldo 07h00 N. S. das Graças – Missa – Pe. Sérgio 08h30 N. S. Aparecida – 1º Dia do Tríduo e Missa da 1ª Eucaristia – Pe. Sérgio 08h30 Atos dos Apóstolos – Missa da Crisma – D. Marco Aurélio 08h30 S. Antônio – Missa – Pe. Efraim 10h00 N. S. das Graças – Batizados – Pe. Sérgio 16h00 Praça do Bairro Esperança até a Comunidade Atos dos Apóstolos – Caminhada da IAM 17h00 Matriz S. Geraldo – Missa da Crisma – D. Marco Aurélio 18h00 Atos dos Apóstolos – Missa Paroquial de Consagração da IAM – Pe. Sérgio 19h30 Matriz S. Geraldo – Missa – Pe. Sérgio 19h30 Nossa Senhora das Graças – Missa do Dia Mundial das Comunicações do Regional III – Pe. Hideraldo 29 DE MAIO – SEGUNDA-FEIRA 19h30 N. S. Aparecida – 2º Dia do Tríduo e Missa – D. Odilon 30 DE MAIO – TERÇA-FEIRA 09h às 11h30 e de 15h às 18h – Centro Pastoral João Paulo II – Atendimento Pe. Sérgio 19h00 Centro Pastoral João Paulo II – Reunião com os Membros da Equipe Paroquial e Comunitária de Animação Litúrgica – Pe. Hideraldo 19h30 N. S. Aparecida – 3º Dia do Tríduo e Missa – Pe. Dirceu 19h30 N. S das Graças – Missa e Bênçãos – Pe. Sérgio 31 DE MAIO – QUARTA-FEIRA 17h às 18h30 – N. S. das Graças – Atendimento – Pe. Sérgio 19h30 N. S. Aparecida – Missa dos 25 anos/Bodas de Prata – Pe. Hideraldo


6

Anúncio

MAIO 2017

em ação

SOMOS UM POVO A CAMINHO, COM ERROS E ACERTOS Na última edição deste jornal, terminamos a matéria falando dos israelitas e dos edomitas. Na verdade, houve um engano, porque equivocadamente escrevemos que de Edom surgiram os ismaelitas, mas esses são de Ismael, é claro. Somos um povo a caminho, com nossos defeitos e qualidades, divergências, incoerências e conflitos. Esaú é enganado por Jacó. No nascimento dos gêmeos um tentou passar a rasteira no outro. Esaú vendeu o direito de primogenitura a seu irmão Jacó por um prato de lentilhas. Depois Jacó roubou a bênção do pai Isaac orientado por sua mãe Rebeca (Gn 27, 1-45). A inveja de Caim com relação a Abel e, mais historicamente, a rivalidade de Agar e Sara, das mulheres de Jacó (Gn 30, 1-23), a preferência de Jacó por José e a inveja e ódio dos seus irmãos (Gn 37, 1-36), a experiência de José no Egito como um administrador, que causou a escravidão do povo (Gn 47, 13-26), mostram como é diverso e diferente cada ser humano em sua concepção de vida. Será que existe alguém ainda hoje que engana, explora, mente e oprime? Quais são os interesses que prevalecem: do povo, dos pobres, dos excluídos ou os interesses dos donos do poder, do dinheiro, das mídias? Caixa 2, Mensalão, Lava Jato, opa!... esquecemo-nos da Jorgina e de Nicolau... que mostram a incapacidade que temos de nos livrarmos da corrupção e impunidade. No país e no mundo inteiro acontece isto com o ser humano. Como os patriarcas e matriarcas, da mesma forma que Esaú X Jacó, mostram com os ciúmes, intrigas, invejas das mulheres e dos filhos a fraqueza do ser humano diante da cobiça de poder, dinheiro e dominação, assim também funciona a nossa sociedade atual. Você já furou fila, já sentou-se no lugar reservado a um idoso, já estacionou veículo na vaga de deficiente físico, já se queixou das cotas de negros, indígenas ou pobres? Você, pai, já carregou seu filho no colo pra votar na frente de tantos?

Não há outra saída: conversão. Ou mudamos nossas atitudes, e isto inclui, é claro, nossa relação com o meio ambiente, e alimentamos nosso senso crítico, ou nossos valores e princípios vão por água abaixo, ou lama abaixo, se preferir. Vida e Morte. Não existe muro. Ou ficamos de um lado ou ficamos do outro. “Sê fraterno e viverás”. Deusdi - Comunidade S. Antônio Algemiro – Comunidade São João Batista

25° ANIVERSÁRIO DA COMUNIDADE NOSSA SENHORA APARECIDA TEMA: MÃE MARIA PRESENTE NA VIDA E MISSÃO DA COMUNIDADE PROGRAMAÇÃO ESPECIAL DE MAIO 01/5 12/5 28/5 29/5 30/5 31/5

19h30 19h30 08h30 19h30 19h30 19h30

MISSA DO(A) TRABALHADOR(A) E ABERTURA DO MÊS JUBILAR – PE. HIDERALDO 5° MÊS DA NOVENA EM HONRA A NOSSA SENHORA APARECIDA – PE. ALEX 1° DIA DO TRÍDUO – MISSA – D. ODILON 2° DIA DO TRÍDUO – MISSA – PE. SÉRGIO 3° DIA DO TRÍDUO – MISSA – PE. DIRCEU GRANDE FESTA DOS 25 ANOS DA COMUNIDADE – MISSA – PE. HIDERALDO

*HAVERÁ REZA DO TERÇO TODOS OS DIAS, ÀS 19h *HAVERÁ BARAQUINHAS TODOS OS DOMINGOS, APÓS A MISSA MATRIZ SÃO GERALDO Av. das Flores, 885 - Bom Jardim Igreja aberta

Segunda a sábado: 07h00 às 21h30 Domingo: 6h às 10h30 / 18h00 às 21h30

COMUNIDADE SANTO ANTÔNIO Rua Orlando Silva, 595 – Ideal

COMUNIDADE NOSSA SRA. DAS GRAÇAS Rua Centáurea, 15 - Esperança

COMUNIDADE SAGRADA FAMÍLIA Rua Jenipapo, 45 - Bom Jardim

COMUNIDADE MARIA DE NAZARÉ Rua Francisca Constância, 65 - Bom Jardim

COMUNIDADE ATOS DOS APÓSTOLOS Rua Manoel Izídio, 1174 - Ideal

COMUNIDADE SÃO SEBASTIÃO Rua Girassol, 10 - Bom jardim

COMUNIDADE SÃO FRANCISCO DE ASSIS Rua C, 301 - Esperança

COMUNIDADE NOSSA SENHORA APARECIDA Rua Papoula, 530 - Bom Jardim

COMUNIDADE SÃO JOÃO BATISTA Rua Verônica, 115 - Esperança

COMUNIDADE SÃO JOSÉ R. Joaquim Gonçalves Rosa, 1390 - Bom Jardim

Missas

Domingo: 07h00 / 19h30 Quinta-feira: 19h30 1ª Sexta-feira do mês: 19h30


em ação

PARABÉNS AOS DIZIMISTAS ANIVERSARIANTES DE MAIO: NOSSA SENHORA APARECIDA BOM JARDIM 01/05 Edite Nunes Santana Arcanjo 01/05 Lafaete Alves de Andrade 01/05 Terezinha Assis Moreira 01/05 Paulo Franco Emerick 02/05 Cléria dos Santos Carvalho 02/05 Ângela Marcelina Fernandes 02/05 Angélica Marcelina Fernandes 02/05 Lucas Rodriguez de Andrade 03/05 José Efigênio Ferreira 04/05 Alice Luíza Silva Santos 05/05 Daniela Alves Leite 05/05 Elma Guidini 05/05 Francisca Maria de Jesus 05/05 Maria de Lourdes Santos 06/05 Penha Marta Bandeira Pádua 06/05 Suzilane Cássio de Souza 08/05 Adriana de Fátima C. Ventura 08/05 André de Carvalho Silva 09/05 Maria Aparecida Silva 09/05 Marcos de Sales Dutra 10/05 Elza Gomes Cardoso Silva 10/05 Elzeni Dutra de Assis 11/05 Ricardo Klein Barros 12/05 Maria Imaculada Crispim 12/05 Larissa Valadares de Faria 12/05 Francisco Vaz de Melo 13/05 Serafina Pereira dos Santos 13/05 Moacyr Pedro Soares 13/05 Terezinha de Fátima Brandão 14/05 Edson Luiz da Silva Reis 14/05 Beatriz da Consolação de Jesus 15/05 Carmem Pedro Ribeiro 15/05 Geraldo Magela A. Ferreira 16/05 Elenice Klein de Barros 16/05 Malvina Gomes de Castro 17/05 Marcelo Barbosa Silva 19/05 Henrique Armstrong C. Rodrigues 19/05 Moacir Heleno da Silva 19/05 Patrícia Cristina dos Santos Lima 19/05 Maria do Carmo Soares E. 20/05 Sebastião Gonçalves Viana 21/05 Maria José dos Santos 21/05 Iracilda Maria Sampaio Maximiniano 21/05 Pe. Sérgio Henrique Gonçalves 22/05 Geralda Botelho dos Santos 23/05 Maxwell Júlio dos Santos 24/05 Thaís Alvernaz de Oliveira 25/05 Terezinha Martins de Lima Toledo 25/05 Erlânia Flávia da Silva 25/05 Vivian Stephane do Nascimento 25/05 Erlânia Flávia da Silva 26/05 Erli Pereira Cardoso 27/05 Wemerson P. de Souza 28/05 Israel Jesus da Silva 29/05 Demostenes Silvério Tomaz 29/05 Simone Felizardo da Silva 29/05 Jade Geovana Dionísio 29/05 Carlos Silva Nascimento 30/05 João Delmiro Alves 31/05 Henrique Alves Batista NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS ESPERANÇA 01/05 Euclides Assis Viveiro 01/05 Maria das Dores da Silva 01/05 Andréia Maria de Paula 02/05 Gisele Silva de Oliveira 02/05 Argentina Bernardes Rafael 02/05 Luciana Valadares da Silva 02/05 Vital Antônio 02/05 Rafael Marcos Xavier 03/05 Ana Rosa de Jesus 03/05 Arlinda Maria dos Santos Foca 03/05 Julieta Cristina dos Santos 03/05 Sebastião Vitorino Souto 03/05 Rhaynara Barreto de Assis 03/05 Gustavo Henrique Silva Cardoso 03/05 Wanderson Mesquita Gomes 04/05 Maria Noé 04/05 Walisson Pinheiro Santos 04/05 Marlene Gonçalves de Oliveira Vidal 05/05 Hélio Almeida de Souza 05/05 Daíza Cerqueira de Freitas 05/05 Gilmar Bento Ramos 05/05 Leci Eugênia Gomes 05/05 Rogério Morais Rodrigues 05/05 Vera Lúcia Batista Dias

7

Anúncio

MAIO 2017

05/05 05/05 06/05 06/05 06/05 07/05 07/05 07/05 07/05 07/05 08/05 08/05 08/05 08/05 08/05 09/05 09/05 09/05 09/05 09/05 09/05 10/05 10/05 11/05 11/05 11/05 12/05 12/05 12/05 12/05 12/05 12/05 12/05 13/05 13/05 13/05 14/05 14/05 14/05 14/05 14/05 14/05 14/05 15/05 15/05 16/05 16/05 16/05 16/05 17/05 17/05 17/05 17/05 18/05 18/05 18/05 18/05 19/05 19/05 19/05 19/05 20/05 21/05 21/05 21/05 22/05 22/05 22/05 22/05 22/05 22/05 22/05 23/05 23/05 23/05 24/05 24/05 24/05 25/05 25/05 25/05 25/05 26/05 26/05 26/05 26/05 27/05 27/05 28/05

Lucas Valério Silva Sandro Lúcio Vitoriano Maria Catarina de Paula Souza Samara Santos Amorim Vilmar Batista Ferreira Sidney Arthuso Melo Misael Tomaz de Matos Luiz Henrique Dias Porfírio Ataíse Rosa Teixeira Geovane Lopes da Silva Eládia Pereira Garcia Maria Valoto Andrade Mariana Valoto Andrade Carla Aparecida Honorato Satil Manoel Victor dos Reis Jorge Cardoso de Castro Marlene Aparecida da Silva Maria Rosária Gilmar de Paula Souza Maria Gonçalves Souto Maria Aparecida da Silva Pereira Gisele Izabel Inácio Máximo Verena Aguida Figueiredo Cordeiro Áurea Silva de Oliveira Adriana Rodrigues Graciano Alves Maria Margarete Santos Isaulina Rosa Pimentel Ivanete Geralda M.Martins Camila Cristina Martins José Silva de Oliveira Lourdes Rodrigues Santos Miguel Tomé Sebastião Mônaco de Almeida Ivonilde Amaral Jonilson Carlos P.Pena Maria de Lourdes Santos Cláudio Ferreira Lima José Adelson Nunes Ferreira Delmira Flor de Maio Mendes Rubens Souza Rosane do Carmo Pinto Rayane Helena de Oliveira Rafael Marcos Xavier Air Pereira Barbosa Maria Batista da Conceição Heloísa Coelho M. de Figueiredo Saide Paiva Alcione Assunção Drummond Saria Aparecida Ferreira Souza Edite da Silva Neves Geraldo Costa de Aguiar José de Assis Lage Maria das Graças Alves Greison Gomes Andrade Albertino Custódio de Paulo Gilda Rodrigues Souto José Adnisio da Silva Vera Lúcia de Souza Alves Luiz Gonzaga Balbino Afonso Rodrigues Gonçalves Zélia Celestina de Assis Silvanito Correia Cleber Almeida Santos Eulália Madalena da Costa Nailton Batista Soares Alcindo Erney de Oliveira Karyne Honorato de Lima Maria das Graças Procópio João Garcia de Matos Maria Elizete Santos Natanias Marques Baia Charloth Loren Santos Silva Maria Bárbara Gomes Martins Áurea de Lima Miranda Porfírio Loren Nayara Siqueira Auxiliadora Aparecida Rosa Santos Wilma Aparecida Soares Lima Wagner Baltazar Marques Ailton José Miranda Antônio dos Santos Camini Irlandes Paiva Silva Freitas Natanias Marques Braga José Felipe da Silva Nelzi Firmino Solange Fonseca Nogueira Roberto da Silva Maria Joana de Souza Edno Morais da Silva Harley Fonseca Nogueira

28/05 29/05 30/05 31/05 31/05 31/05 31/05

Eunice Maria de Assis Reis Marly Portela da Silva Helena Rosa de Jaques Clarindo Dias Oliveira Geraldo Célio Soares Laiza Mayra Honorato Maria das Graças Miranda

NOSSA SENHORA DE NAZARÉ BOM JARDIM 05/05 Leandro Messias Marcelino 06/05 Gleyksiane Araújo Mariano 07/05 Maria Fernandes da Silva 08/05 Sebastião Calixto 10/05 Márcia Rejane Vieira Cavalcanti 12/05 Maria Avelino Alves Silva 14/05 Daniel de Castro 14/05 Elizângela de Fátima Luna 15/05 Lurdes Aparecida de Paula 25/05 Maria Perpétua da Silva Andrade 25/05 Adélia Duarte Costa 25/05 Maria Eduarda Fernandes Oliveira 25/05 Sebastião Luna Sobrinho 26/05 Vitor Assis Quintão Santana 27/05 Lourdes Santiago Morais 27/05 Maria dos Anjos N. Nascimento SAGRADA FAMÍLIA BOM JARDIM 01/05 Nilzete Gomes da Silva 01/05 Maria Gomes de Amorim 02/05 Maria de Fátima Firmino 02/05 Marina Oliveira da Silva 05/05 Glausiani Maria Gonçalves 11/05 Thiago de Oliveira Mafra 11/05 Selma Araújo Fernandes Vieira 12/05 Kívia Nilma Campos da Silva 14/05 Fabricio Vieira Martins 14/05 José Bonifácio Nascimento 15/05 Carlos Henrique Dias Rocha 15/05 Tairone Gonçalves dos Reis 16/05 Jennifer Finamore Sudário 17/05 Douglas Cabral Aquino 17/05 Valéria de Souza Bastos Oliveira 17/05 Neida Aparecida Reis 18/05 Naiane Pereira de Oliveira 18/05 Josilene Aparecida Silva 18/05 Ana Paula de Amorim 19/05 Cíntia Lana Campos Oliveira 19/05 Gustavo José Fonseca Assis 19/05 José Geraldo Mafra 21/05 Geraldo Sinésio da Silva 23/05 Maria Aparecida Silva Souza 28/05 Geraldo Emilio dos Santos 30/05 Jânia Teixeira R.Castro 30/05 Felipe Mendes de Almeida SANTO ANTÔNIO IDEAL 01/05 Maria Visitadora Caetana Sousa 02/05 Adair Gomes de Souza 03/05 Maria Soares 03/05 Catarina Rosa Furtado Pires 04/05 Marina Ferreira Moraes 04/05 Maria Ferreira Morais 05/05 Raimundo de Abreu Pessoa 05/05 Márcia Aparecida Lemos 05/05 Celeste Alsira Ambrósio Alvim Costa 05/05 Creuza Maria de Almeida 06/05 Cleiton Ribeiro Martins 06/05 Maria das Graças A. Bassoto 07/05 Diana Estela Nunes Vieira 08/05 Alexsandra Araujo 09/05 Waldir dos Santos Moreira 10/05 Eliane Gualberto Gonçalves 10/05 Sueli Maria Esteves Neves 11/05 Luzinete Lopes Moreira 11/05 Joaquim Calazans da Silva 12/05 Estevam Ferreira Miranda 12/05 Geraldo do Carmo Silva 12/05 Rosa dos Santos Santiago 12/05 Pauliana de Freitas Gonçalves 13/05 Ana Lúcia Almeida Faria 13/05 José Geraldo dos Reis 15/05 Thiago Vilela Vitor Andrade 15/05 Karina da Silva Neto 15/05 João Batista Ferreira 16/05 Sidney José da Silva 16/05 Terezinha dos Santos Calais

16/05 17/05 17/05 18/05 19/05 19/05 20/05 21/05 22/05 23/05 23/05 24/05 26/05 27/05 27/05 27/05 27/05 27/05 29/05 29/05 30/05 31/05 31/05 31/05 31/05

Tereza Gonçalves Fernandes Waldinara Silva Costa Keytlim Karla de Araújo Moura Arthur Nunes Martins Ana Marta Ribeiro Gomes Esio Teodoro da Silva Maria de Lourdes Pinheiro Silva José Pinto de Carvalho Ivanete Maria Lagares Rodrigues Almerita Maria Afonso Silva José Joana Moura Walfrido Moreira de Azevedo Maria Emerick da Silva Sandra Márcia de Oliveira Arvelos Renilda Alves Romuldo Lanna Marilia Aparecida N.Quaresma Samara Márcia Oliveira Arvelos Maria Inez de Andrade Maria das Graças Vandercy Gonçalves Ribeiro Nilza Goudinho Aparecida Azevedo Lara Gomes Santos José Maria Gonçalves Rita de Cássia Nunes Martins Welingthon Luiz dos Santos

SÃO FRANCISCO DE ASSIS ESPERANÇA 01/05 Patricia Barreto de O. Nepomuceno 02/05 Maria das Graças Pereira 04/05 José Eustáquio de Souza 05/05 Daniel Ferreira Santos 05/05 Maria Imaculada de Oliveira 06/05 Adriane de Laia Rocha 07/05 Odete de Paula Soares Filho (Bete) 09/05 Jhenifer Cristina Alves Moura 11/05 Maria da Conceição Vieira Faier 13/05 Catarina Maria dos Reis 13/05 Drielle Karoline Duarte 14/05 Maria da Conceição Portuense 14/05 Maria da Consolação Vieira 16/05 Geraldo Pascoal de Amorim 21/05 Juliana Gerciana Borges 22/05 Maria Silva Versoza 23/05 Erlaine Moura Soares 24/05 Maria C Pires 28/05 Rita Matias Borges 29/05 Jéssica Rodrigues da Silva 31/05 Juranei Maria de Oliveira SÃO GERALDO BOM JARDIM 01/05 Glauciene Costa Teixeira 01/05 Maria da Conceição O. Aquino 01/05 Larissa Nayara do Carmo Pereira 02/05 Maria Alves Dutra 03/05 Andreia Sousa Ribeiro 03/05 Duana Aparecida Gomes 04/05 Maria dos Anjos Pereira Figueiredo 04/05 Marcos Aurélio Alves 04/05 Jeruza Alves Pereira Batista Vieira 04/05 Afrânio Pereira Souza Junior 05/05 Juliene Karla Moreira Pires 05/05 Maria Eliza Coelho Ramos 05/05 Osvaldina Amélia Vieira Rodrigues 05/05 Aline Gabriela Coelho Amorim 06/05 Maria da Conceição Soares Toledo 06/05 Gisele Barbosa de Souza 06/05 Valdene Rodrigues Nascimento 06/05 Maria Vitória Pereira 07/05 Daniele Barbosa Cardoso 07/05 Sebastiana Andrade Batista (Tatana) 07/05 Luzia Luciana de Jesus 08/05 Rosimeri Teixeira Silva 08/05 Roberta Miranda Quintão Eleuteri 08/05 Daniela Maria da Silva 09/05 Pâmela Taty Santos Medeiros 09/05 Antônio Augusto de Pádua Mendes 09/05 Thaís Campos Rodrigues 09/05 Manoel Inácio de Oliveira Neto 10/05 Cíntia da Silva Santos 10/05 Maria Nazaré Severino Gonçalves 10/05 Milane Rodrigues Ramos Silva 11/05 Maria da Penha Pires 11/05 Mário Beato Pereira 11/05 Theodoro Guilherme Barbosa Oliveira 11/05 Alcenia Sales 11/05 Maurílio Marciano Martins – Moura 11/05 Sudário Bento Damasceno 12/05 Marcos Antonio Teixeira de Sousa 12/05 Renato Devissor Batista Mendes 12/05 Waldete Leonardo de Souza 12/05 Dairo Soares de Souza 12/05 Maria Aparecida de Assis Araújo 12/05 Elza Luiz de Andrade 12/05 José Vieira de Jesus 13/05 Jade Ferreira Oliveira 13/05 Geraldo Pereira da Silva 13/05 Geraldo Moreira Silva 13/05 Maria Irany Boa Ventura 13/05 Silvane Campos da Vitória 13/05 Márcia Rodrigues Ramos 14/05 Fernando da Silva 14/05 Débora Vieira Moura 15/05 Maria Neuza Pereira 15/05 Emanuele Magalhães Cota 15/05 Cecília Alves de Souza 15/05 Larissa Souza Magalhães 15/05 Cláudia Martins de Paula 16/05 Sebastiana Maria de Jesus Santos 16/05 Marcos Vinícius Casasa de Andrade 16/05 Vanderlei Barbosa Miranda 16/05 Wendy Evely Fernandes de Aquino 17/05 Tiago Antônio de Almeida 17/05 Geraldo Maria Santos 17/05 Shirley Silva Soares 18/05 Gislane Cristina Nogueira 18/05 Cleydson Donel Rocha da Silva 18/05 Mariane Almeida Diniz 19/05 Kleiton Bruno Silva

19/05 19/05 19/05 19/05 20/05 20/05 21/05 21/05 21/05 21/05 21/05 22/05 22/05 22/05 22/05 22/05 23/05 24/05 24/05 27/05 28/05 28/05 28/05 28/05 28/05 29/05 29/05 30/05 30/05 30/05 30/05 30/05 30/05 31/05 31/05 31/05

Maikson Rogerio Gomes Maria Claudiane Ribeiro Mendes Santos Wagner Valadares Laura Annieli Silva Andrade Patrícia Suelen Gomes da Silva Rogéria Lopes da Silva Gilmar Anisio de Almeida Márcio Ricardo Xavier Rodrigues Valdirene Onofre de Souza João Marcos dos Santos José Oliveira Filho Elisângela de Oliveira Andrade Maiderson Miranda Lopes Cláudio Augusto Pinto Salomão José Carlos Teixeira Andreza de Freitas de Paula José Raimundo da Silva Anderson Roberto Carcheno Robert Barceos Alves Aparecida Fernandes Mendes Wellington Hermógenes de Araújo Bráulio Henrique Silva Figueiredo Alessandro Leal Badaró Maria da Silva Fernandes Alisson Deodato de Oliveira Maria das Graças Bragança Maria das Graças João Delmiro Alves Maria do Carmo Oliveira Silva Agnaldo Antônio da Silva Grasiele Silva Amaral Arnaldo Costa Lage Fabiane Fernandes de Oliveira Tarciano de Paula Silva Kissila Magalhães Lima Marina Henrique da Neiva

SÃO JOÃO BATISTA ESPERANÇA 03/05 Agrimaldo de Assis Rodrigues 04/05 Solange dos Santos Soares 08/05 Roselmira Valadares Lima 10/05 Kamila Augusta de Souza 12/05 Marcos Antônio Teixeira de Souza 19/05 Ana Fernandes Dias 19/05 Maria Peixoto Sirqueira Silva 21/05 Luzia Maria de Lurdes da Silva 21/05 Eulália madalena da Costa 22/05 Antônio Carlos Monteiro 23/05 Fernanda de Sena Santos 27/05 João Victor Ferreira Andrade 30/05 João Ferreira Neto (Dote) SÃO JOSÉ BOM JARDIM 01/05 Sabrina de Jesus Santos 02/05 Nestrina Ewald 03/05 Elio Onofre de Oliveira 07/05 Adalgiso Andrade Bastos 09/05 Nayla Luiza do Nascimento Melo 10/05 Cleisiele Gonçalves Ferreira 12/05 Henrique Neto dos Reis 18/05 Lucas da Silva Bastos 19/05 Aparecida do Amaral Alves 20/05 Dagmar de Sá 21/05 José de Oliveira Filho 21/05 Rosilene Maria da C. Andrade 24/05 Márcia Maria Lopes 26/05 José Geraldo Moreira de Oliveira 28/05 Francisco Miguel Furtado 28/05 Tarcísio Luiz de Andrade 30/05 Nelmi Lopes da Silva SÃO LUCAS ATOS DOS APÓSTOLOS IDEAL 02/05 Nilzete Alves dos Santos 02/05 Poliana de Fátima Siqueira 02/05 Gislaine Aparecida Oliveira 03/05 Thersália da Silva Santos C. Brasil 05/05 José Antônio do Carmo Ferreira 06/05 Adriana Lemos de Andrade Cruz 07/05 Divina Maria de Paula 09/05 Elcio Ramalho de Oliveira 11/05 Hugo Conrado da Silva 11/05 Theodorico Guilherme Barbosa Oliveira 11/05 Alice Rosa Leite 11/05 Sebastião Justino Siqueira 11/05 Maria Rita dos Santos 12/05 Janete Aparecida Reis 12/05 Gabriela Moreira Silva 13/05 Isabel Pires Félix 13/05 Maria de Fátima Abreu 14/05 Maria José Gomes Silva 14/05 Dalvany Teixeira Gomes Alves 15/05 Alexina de Oliveira Rodrigues 17/05 Ana Carolina Inocêncio Vasconcelos 18/05 Conceição Venâncio 19/05 Juliane Cristina Coelho F. 19/05 José Borges de Paula 20/05 Francielle Gonçalves do Nascimento 20/05 Leonardo Beltrame de Alvernaz 20/05 Cristiane de Cássia G. Rodrigues 21/05 João Marcos dos Santos 22/05 Fábio Romeu de Lima 24/05 Cláudia Ribeiro Mendes Carvalho 24/05 Daiane Machado Alves 25/05 Maria Emanuelly de Paula Dias 27/05 Ardácio Dias de Souza 27/05 Jair de Oliveira Quintão 28/05 Maria de Souza S. Campbell 28/05 Doralice Ribeiro Silva 29/05 Marlon Augusto Honorato Pacheco 29/05 Jessé Duarte Amaral Ramalho Batista 29/05 Marlene de Pazzi Oliveira Cantarino 30/05 Jorge Joana Filho SÃO SEBASTIÃO BOM JARDIM 22/05 Nazaré Aparecida Amorim Costa


8

Anúncio

MAIO 2017

em ação

INICIAÇÃO À VIDA CRISTÃ - COMO? "Depois que se sentou à mesa com eles, tomou o pão pronunciou a bênção, partiu-o e deu-os a eles. Neste momento, seus olhos se abriram e eles o reconheceram." (Lc 24,30-31) mento" (DGC, n. 88). No decorrer do processo, introdutores, catequistas e presbíteros, refletindo junto com os iniciandos, examinam as condições que cada um tem de vivenciar a etapa que marca a passagem para o tempo seguinte. Outras características do modelo catecurnenal devem ser garantidas (cf. DGC. n. 91 e DNC, n. 49). O catecumenato visa à iniciação, uma função vital da Igreja. Sua responsabilidade é de toda a comunidade cristã. Todo ele é impregnado pelo mistério da Páscoa de Cristo. E também espaço privilegiado de inculturação, na qual são acolhidas na Igreja as "sementes da Palavra" presentes nas pessoas e nas culturas. Além disso, o catecumenato, que garante uma formação intensa e integral, está vinculado a ritos, símbolos e sinais e está em função da comunidade cristã. A iniciação catecumenal, de acordo com o RICA, se faz em 4 tempos e 3 etapas. A palavra "etapa" aqui tem um significado um pouco diferente do que aparece na linguagem comum. As etapas são entendidas como "portas" (algo que se abre, possibilitando avanço na caminhada), momentos fortes marcados por uma celebração específica que assinala a situação do iniciando dentro do processo, na passagem para o tempo seguinte. Como se vê no quadro abaixo, por exemplo, embora a celebração dos sacramentos seja um sinal forte na caminhada, ela não é o fim do processo, é a "porta" que se abre para a catequese mistagógica, que vai aprofundar a educação para a vivência do mistério: Dentro de cada tempo vão acontecendo progressos na caminhada da educação da fé. Além das celebrações (etapas) que marcam a passagem de um tempo para outro, há ritos especiais dentro de cada tempo, feitos no meio da semana, para marcar os avanços que vão sendo gradativamente atingidos. Alguns desses ritos incluem "entregas" que representam os compromissos que vão sendo

assumidos, como acontece, por exemplo, na entrega do símbolo da fé (o Credo) e da oração do Senhor (o Pai Nosso). Já os escrutínios da quaresma, na sua qualidade de ritos penitenciais, visam uma progressão "na consciência do pecado e no desejo de salvação", para caminhar ao encontro de Cristo, na noite pascal, Ele que é água viva, luz, ressurreição e vida (cf. RICA, n. 157). Aqui se faz um uso bem específico de uma palavra (escrutínio) que costuma ser usada de outro modo na linguagem comum. No RICA, os escrutínios são celebrações que levam a um exame de consciência e a uma reflexão sobre a libertação do pecado e de suas consequências, reforçando a adesão à Redenção oferecida por Cristo. As entregas representam a herança da fé que é passada aos caminhantes. Outros rituais vão acompanhando o processo. Na unção suplica-se "a força, a sabedoria e as virtudes divinas, para que sigam o caminho do Evangelho de Jesus, tornem-se generosos no serviço do Reino..." (RICA, n. 131). Os exorcismas da quaresma pedem a libertação das consequências do pecado e da influência maligna, para que os catecúmenos sejam fortalecidos em seu caminho espiritual e abram o coração para os dons do Senhor (cf. RICA, n. 156). Aqui também a palavra "exorcismo" é aplicada de forma bem típica desse processo de iniciação: não são ritos assustadores; são orações, dentro das celebrações, que pedem a libertação de todo o mal. Para entender melhor todo o processo, recomenda-se a leitura do roteiro das celebrações, no RICA. Fonte de consulta: Estudos da CNBB 97 - Iniciação à Vida Cristã Um processo de Inspiração Catecumenal Adaptado por Conceição S. Toledo e Gilma S. Neubaner - Pastoral Catequética e EPAP

QUADRO GERAL DA INICIAÇÃO CRISTÃ Catecumenato Pré-batismal - Conforme o RICA

Tempo de acolhimento na comunidade cristã - PRIMEIRA EVANGELIZAÇÃO - Inscrição e colóquio com o catequista - RITOS -> Catequistas + equipes litúrgicas

2º TEMPO Catecumenato (tempo mais longo de todos) Tempo suficientemente longo para: - CATEQUESE, REFLEXÃO, APROFUNDAMENTO - Vivência cristã, conversão - Entrosamento com a Igreja - RITOS -> Catequistas + equipes litúrgicas

3º TEMPO Purificação e Iluminação (quaresma) Preparação próxima para Sacramentos: - Escrutínios - Entrega do Símbolo e da Oração do Senhor - CATEQUESE - Práticas quaresmais (CF, etc.) - RITOS -> Catequistas + equipes litúrgicas

3ª ETAPA - Celebração dos Sacramentos de Iniciação (Vigília Pascal) - Pároco

1º TEMPO Pré-catecumenato ou Primeiro Anúncio (querigma)

2ª ETAPA - Preparação para os Sacramentos (eleição) - Pároco

Os tempos são os períodos bem determinados. As etapas são as grandes celebrações de passagem de um para outro tempo.

1ª ETAPA - Rito de Admissão dos Candidatos ao Catecumenato (entrada) - Pároco

Palavra, Comunidade, Celebração foram importantes para que os primeiros discípulos reconhecessem Jesus como centro de sua vida. Também, para os cristãos de hoje, são fundamentais. A vida dos primeiros discípulos mudou a partir do encontro com Jesus de Nazaré e seu mistério. Eles o seguiram pelos caminhos da Palavra e dos sinais do Reino. Recriados pela fé na vitória da ressurreição e animados pelo dom do Espírito, tornaram-se para sempre participantes da sua vida, membros do seu corpo, celebrantes do seu mistério, testemunhas do seu Reino. Atentos à grandeza da missão, passaram a arrebanhar discípulos em todos os povos. Nossas Igrejas particulares, em todo o Brasil, ao longo de mais de quinhentos anos, de muitas formas têm convidados cristãos a seguirem o caminho de Jesus. Sabem que o itinerário da iniciação cristã inclui sempre "o anúncio da Palavra, o acolhimento do evangelho, que implica a conversão, a profissão de fé, o Batismo, a efusão do Espírito Santo, o acesso à comunhão eucarística." (CIC, n. 1229). Contudo, nossas dioceses têm consciência de que muitos dos itinerários oferecidos aos não batizados são fragmentados. Sabem também que, entre os batizados de várias idades, mesmo entre os que participam da comunidade e dos movimentos, há carência de itinerários de introdução e amadurecimento na fé. Uma herança eclesial e protótipo de caminho que conduz à vida cristã, como dito acima, é o catecumenato batismal: ele é uma "escola preparatória à vida cristã", "um processo formativo e verdadeira escola de fé" (DGC, n. 130, e DGC, n. 91). Esse processo foi restaurado em suas fontes e, a pedido do Concílio Vaticano II, codificado no Ritual de Iniciação Cristã de Adultos. Nas últimas décadas, a situação pastoral tem feito a Igreja perceber que há também uma necessidade de catecumenato pós-batismal (CIC, n. 1231), que seria de muito valor para a iniciação integral de jovens e adultos batizados, mas não suficientemente envolvidos no compromisso cristão. O modelo de catecumenato apresentado pelo RICA possibilita a elaboração de itinerários diversos, de acordo com as necessidades de cada realidade. Não é o que se costuma chamar de roteiro ou manual catequético, mas, através do processo proposto e do conteúdo das celebrações, indica um caminho. É importante, mesmo com as adaptações necessárias diante de cada realidade, conservar o que é essencial e específico nesse processo. Uma primeira característica essencial é o seu caráter cristocêntrico e gradual. O catecumenato está a serviço de quem decidiu seguir Cristo e trilha a conversão (cf. DGC; n. 89). É organizado em quatro tempos e em três grandes celebrações ou etapas, das quais participam membros da comunidade, parentes e amigos. "A fé, impulsionada pela graça divina e cultivada pela ação da Igreja, experimenta um processo de amadureci-

4º TEMPO Mistagogia (tempo pascal) - Aprofundamento e maior mergulho no mistério cristão, no mistério pascal, na vida nova - Vivência na comunidade cristã

Jornal Anúncio em Ação - Maio 2017  
Advertisement