Issuu on Google+

Sexta-feira 27-09-13 Ano 05 Nº 193

Informativo Semanal dos Hospitais da Regional Centro Sudeste

Itu (SP) - São Camilo sensibiliza no Dia Nacional da Doação de Órgãos Comissão do Hospital já realizou mais de 240 captações de córneas e 04 doações múltiplas desde 2011 Hoje é comemorado o Dia Nacional da Doaç~o de Órg~os e a Comiss~o Intra Hospitalar de Doaç~o de Órg~os e Tecidos para Transplante (CIHDOTT) do Hospital S~o Camilo de Itu, relembra as mais de 240 captações de córneas alcançadas desde 2011 e 04 doações múltiplas, quando a equipe retornou as atividades de abordagens {s famílias. A Comiss~o tem a finalidade de realizar e acompanhar todo o processo de busca ativa e captaç~o para doaç~o de órg~os dentro da Unidade. É composta por profissionais da saúde do S~o Camilo de Itu: assistente social, médico e enfermeiro que realizam entrevista com o familiar e explica os procedimen-tos legais

para a doaç~o de órg~os e preservaç~o do cad|ver. A CIHDOTT realizou plant~o nas recepções do hospital para esclarecer dúvidas dos visitantes e usu|rios sobre como ser um doador, além de serem exibidos vídeos nas recepções sobre doaç~o de órg~os, que é regida pela Lei nº 9.434/97 e pode salvar a vida de muita gente, j| que a fila de espera por transplantes ainda é grande no Brasil. “Um dos grandes desafios da CIHDOTT em Itu ainda é a falta de conhecimento das pessoas no processo para doar, segundo o Registro Nacional de Transplantes do primeiro trimestre de 2013, 45% das famílias entrevistadas negaram a doaç~o de órg~os, o impacto disso é um aumento cada vez maior na fila de espera para uma pessoa ter sua vida de volta, é preciso informaç~o

Danilo Dantas foi um beneficiado com o transplante de córneas: “Antes da doação eu enxergava menos de 30% com os óculos, tinha muitos sonhos, mas que infelizmente não poderiam ser realizados até então. Foi quando nasci novamente, recebi a doação de córnea em 2010. Hoje posso fazer coisas que nunca imaginava como pilotar uma moto ou dirigir um carro que sempre foram meu grande sonho. Uma conquista foi a realização do curso de auxiliar de enfermagem e hoje posso exercer uma profissão a qual ajudo vidas,

para mudança de conceito”, afirma a assistente social da Comiss~o, Fabiana Cavalcante. Dados do governo federal revelam que a taxa de doadores aumentou desde 2010. O percentual de doadores de órg~os por milh~o de habitantes chega a 36% a mais desde

2010. A taxa de recusa das famílias que perdem entes passou de 80% para 45%. Ainda de acordo com o Ministério da Saúde a fila de transplantes de córnea em SP, PE, PR, RS e DF. O transplante de córnea representa aproximadamente 60% do total de transplantes realizados no Brasil.

José Ferreira Neto, Elissandra Bonachela, Fabiana Cavalcanti e o transplantado, Danilo Dantas (D)

da mesma forma que a família do meu doador me ajudou. Não conheci meu doador, não sei como terminou sua vida, mas posso dizer que uma parte dela está bem viva e sendo bem utilizada através de mim. Não tenho como agradecer à família, mas com minhas atitudes quero re-tribuir o bem que me concederam. Seja uma doador. Quem doa órgãos, doa vida!” Assim como a vida do Danilo mudou, você pode transformar a vida de muita gente. Basta informar a alguém da família a sua vontade. Está em suas mãos a vida de muitas pessoas que dependem de transplante.


P|gina 2

SIPAT: Hospitais promovem Semana de Prevenção de Acidentes CEL. FABRICIANO (MG) - Aconteceu a primeira ediç~o da Semana de Prevenç~o de Acidentes do Hospital S~o Camilo com uma programaç~o especial voltada para a qualidade de vida e prevenç~o de acidentes. A abertura foi feita com a participaç~o dos Hospitalhaços, seguida de uma palestra sobre a responsabilidade de cada colaborador para com sua pró-

Momentos da palestra do Corpo de Bombeiros

RESPLENDOR (MG) - Durante três dias aconteceu a 15ª ediç~o da Semana Interna de Prevenç~o de Acidentes, SIPAT, do Hospital Nossa Senhora do Carmo. Logo na abertura foi realizada a SIPAT SHOW com sorteio de brindes e premiaç~o aos participantes da Gincana, organizada pelos integrantes da CIPA e GTHH. O objetivo foi promover mais integraç~o entre os colaboradores e arrecadar produtos de higiene pessoal para uso dos pacientes. Os colaboradores se empenharam nas doações e como parte do reconhecimento, os vencedores do primeiro, segundo e terceiro lugar foram agraciados com prêmios. No segundo dia, foi realizada uma palestra com o tema "Assédio moral e assédio sexual nas relações de trabalho”, proferida pelo Dr. Cristiano da Silva Gomes, advogado de direito penal e sargento da Polícia Militar do Espírito Santo. No terceiro dia o tema "Educaç~o Financeira" ministrada pelo gerente ge-

pria segurança e de todos no ambiente de trabalho. O “Uso correto de extintores e combate a incêndio” foi outro tema de palestra proferida por representantes do Corpo de Bombeiros da cidade. Eles detalharam a finalidade de cada extintor e a forma correta de manuseio. Desfiles de Equipamentos de Proteç~o Individual, EPI’s também chamou a atenç~o para a import}ncia do uso em todas as circunst}ncias. O “Uso correto do Descarpack” foi tema abordado pela enfermeira Elaine Anast|cia que lembrou como materiais perfurocortantes, como agulhas, seringas e outros oferecem risco para a saúde do colaborador e paciente, e por isso devem ser descartados corretamente. A empresa que presta serviços nas obras do Hospital fez uma apresentaç~o sobre seguran-

ral da Caixa Econômica Federal, Sílvio Ribeiro Vieira, deu dicas aos colaboradores sobre as formas de melhor controlar os recursos financeiros. O diretor administrativo, Agnaldo Polito, destacou que a SIPAT foi um sucesso e que todos os funcion|rios devem se empenhar usando os Equipamentos de Proteç~o Individual, EPIs, necess|rios para que o trabalho seja realizado com segurança e o colaborador tenha mais qualidade de vida. “O Hospital j| entra no seu 559º dia sem acidente de trabalho e sabemos que mais do que marcas e recordes, queremos a conscientizaç~o de todos para evitar acidentes e afastamentos. Todos est~o de parabéns”, afirma.

Abertura com SIPAT SHow

ça e a import}ncia da família como projeto de Deus foi lembrado pelo Edson Bruzzi. O Dr. Alysson Campos e a assistente social, Ana Daniela, apresentaram uma palestra motivacional para todos os colaboradores. “O profissional que faz a diferença no mercado de trabalho” foi tema de palestra ministrada pelo psicólogo, Edson Cunha. “Percebemos que em todos os eventos realizados internamente os colaboradores demonstram grande ades~o e interesse e buscam participar dos treinamentos, cursos e din}micas a fim de ampliarem conhecimentos e atualizarem sobre as novidades na |rea da saúde. A SIPAT reforçou mais essa integraç~o que buscamos para mantermos uma equipe forte e motivada”, afirma a diretora administrativa, Érica Dias.

SALTO (SP) - Esta semana, uma série de atividades marcou a terceira ediç~o da SIPAT do Hospital S~o Camilo de Salto. A abertura foi feita com uma mensagem do diretor administrativo, Marcos Paiva, que reforçou a import}ncia do empenho coletivo na prevenç~o de acidentes no trabalho, seguida de uma palestra sobre “O Poder do Abraço”, proferida pela Técnica em Segurança, V}nia Quagliato Perpétua. O objetivo da SIPAT deste ano foi focar os benefícios do abraço, tanto em seu aspecto fisiológico (liberaç~o de hormônios), como emocional por trazer maior proximidade e afetividade entre as pessoas, melhorando o clima organizacional, assim como a motivaç~o. Em torno de 300 pessoas participaram da Semana, superando as expectativas dos organizadores. “Drogas – depoimento e vivência” foi uma das palestras, “O poder dos Alimentos” foi outra que teve degustaç~o. “Doenças Sexualmente Transmissíveis, DST’s” também foi tema de palestra com orientações e prevenç~o.

Uma sess~o de cinema hoje, 27, marcou o encerramento da SIPAT. O filme “Homens de Honra” trata sobre a segurança no trabalho e a import}ncia da equipe, superaç~o física e de preconceitos. Em todos os dias de evento foram realizados sorteios, brindes e camisetas aos participantes das palestras. “A qualidade de vida no trabalho tem total relaç~o com a alimentaç~o da pessoa, pr|tica de exercícios e com o n~o uso de drogas. Essas ações nos previnem também de doenças, fazendo com que a Segurança no Trabalho envolva além do que a prevenç~o no próprio ambiente, mas envolve também os cuidados pessoais”, afirma a presidente da CIPA, Marcela Marques.

Abertura pelo diretor Marcos Paiva


P|gina 3

Mariana (MG) - Monsenhor Horta treina equipe de Hotelaria Setor obteve 93% de satisfação em pesquisa no último mês Para dar continuidade ao bom desempenho do setor de Hotelaria do Hospital Monsenhor Horta, foi realizado treinamento para os colaboradores durante dois dias com o tema “Atendimento ao Cliente”, a fim de manter e/ou ampliar o nível de satisfaç~o dos clientes e usu|rios, j| que no último mês, o setor obteve 93% de recomendaç~o em pesquisa. A coordenadora de Hotelaria,

Tarcila Costa, ministrou o treinamento aos colaboradores e reforçou as principais medidas e ações que podem otimizar a assistência ao paciente, como dicas b|sicas de como proceder no quarto dos pacientes, agilidade na tomada de ações quando o paciente tem alta, bom relacionamento e outros. A Hotelaria é o setor respons|vel pelos enxovais adequados, vestu|rio do paciente e

supervis~o de toda a parte de higienizaç~o das internações s~o de competência deste setor. “Certamente por meio dos treinamentos é que conseguiremos alcançar bons resultados com nossa equipe que j| mantém um nível de satisfaç~o exemplar. E n~o podemos parar para que nosso cliente esteja a cada dia mais satisfeito com nosso Hospital”, afirma Tarcila Costa.

Equipe capacitada

Itapetininga (SP) - Hospital Regional recebe curso em Suporte Básico de Vida pelo SAMU Com o objetivo de capacitar os colaboradores quanto as Diretrizes da American Heart Association 2010 para Reaç~o Cardiopulmonar, RCP, foi realizado durante dois dias no Hospital Regional de Itapetininga um treinamento com simulaç~o realística em Suporte B|sico de Vida, SBV, conjunto de ações técnicas de socorro prestadas { vítima até sua chegada ao Hospital. O curso foi direcionado para a equipe de enfermagem das clinicas médica e cirúrgica com aulas teóricas e praticas, pela enfermeira do Núcleo de

Educaç~o em Urgências, Michele do Carmo, do SAMU Regional. Durante o curso, ela lembrou que cerca de 60 a 74% dos ritmos de PCR ocorrem em fibrilaç~o ventricular (FV) e o sucesso da ressuscitaç~o est| intrinsecamente rela-

Simulações realísticas

cionado { |gil desfibrilaç~o. “O ideal é que a ressuscitaç~o seja feita dentro dos primeiros 3 a 5 minutos após o colapso. A cada minuto transcorrido do início do evento arrítmico súbito sem desfibrilaç~o, as chances de sobrevivência diminuem em 7 a 10%. Com a RCP, essa reduç~o é mais gradual, entre 3 e 4% por minuto de PCR”, afirma. A equipe de enfermagem freqüentemente é quem testemunha a parada cardiorrespiratória e deve possuir conhecimento suficiente para realizar os primeiros atendimen-

tos, j| que é imprescindível a tomada de ações r|pidas para n~o agravar lesões j| existentes ou gerar novas lesões. “O sucesso da reanimaç~o cardiorrespiratória (RCR) depende do tempo entre a ocorrência e o início do tratamento, da harmonia e sincronismo da equipe e da capacitaç~o dos profissionais. Buscamos capacitar nossa equipe com as simulações reais para ampliar nossa qualidade na assistência”, finaliza o gerente assistencial, Leonardo Santiago de Figueiredo.

Formosa (GO) - Hospital São Camilo aborda “Atendimento Qualificado e Satisfação do Cliente” em curso Periodicamente o Hospital S~o Camilo rea- ferencial para se conquistar novos clientes, liza um treinamento destinado a todos os atendê-los satisfatoriamente e torn|-los colaboradores sobre “Atendimento Qualificado e Satisfaç~o do Cliente”. No auditório do Hospital a colaboradora Kamylla de Paula Pires foi a respons|vel desta vez por reforçar as principais ações e protocolos para um atendimento humanizado e que supere as expectativas do usu|rio. “Atendimento qualificado vem da capacidade de satisfazer as necessidades espont}neas ou induzidas e em meio a um mercado t~o competitivo, é necess|rio um diPalestras com o tema são periódicas

fieis a nossa empresa”, afirma Kamylla. Considerando a prestaç~o de serviços no setor hospitalar, o bom atendimento é fundamental, j| que h| um custo muito elevado para o bem estar dos pacientes e a oferta de instituições de saúde é grande. “Um paciente bem atendido e satisfeito passa a ter mais confiança na empresa, a voltar nela com satisfaç~o e nós trabalhamos sim com a confiança e credibilidade em poder assistir e tratar patologias. Por isso, esses treinamentos sobre o tema s~o muito importantes”, finaliza Kamylla.


P|gina 4

Rondonópolis (MT) - Hospital Regional recebe elogios em visita do Conselho Regional de Nutrição A equipe da Unidade de Alimentaç~o e Nutriç~o, UAN, do Hospital Regional de Rondonópolis recebeu a visita de representantes do Conselho Regional de Nutriç~o, CRN, para uma fiscalizaç~o de rotina, prevista em legislaç~o. A fiscal do CRN 1, Ana Luiza Trovo, realizou verificaç~o de documentos e de toda a parte estrutural do setor. Além disto, foram verificadas as temperaturas dos alimentos, relaç~o de equipamentos, retirada de amostras, potabilidade da |gua, limpeza da caixa d’ |gua, a realizaç~o de treinamentos para colaboradores do setor e outras atividades. Eles também verificaram a higienizaç~o e a

rotina de trabalho da cozinha. A nutricionista e coordenadora do setor, Maria Carolina Bras e o gerente de Apoio, Paulo Sérgio Carvalho, classificaram como muito positiva a visita, j| que foram feitos muitos elogios { metodologia de serviço do HRR. O setor de nutriç~o oferta em média 1.100 refeições por dia, distribuídos entre pacientes, acompanhantes e colaboradores. “Nós coordenamos mais do que uma empresa de alimentaç~o, mas um local que serve refeições que fazem parte do tratamento dos pacientes e, por isso, nossa atenç~o, cuidado e zelo devem ser intensos e contínuos. Ficamos felizes com a avaliaç~o prévia do CRN”, afirma Paulo Sérgio.

Maria Carolina, Paulo Sérgio e fiscal, Ana Luiza

Sede (SP) - Diretoria Camiliana encerra ciclo de visitas aos Hospitais da Regional Centro Sudeste Dentro do calend|rio previsto para acompanhamento das atividades dos Hospitais da Regional Centro Sudeste, foi finalizado o ciclo de visitas {s Unidades, após a superintendência e diretoria geral da S~o Camilo visitarem hospitais em Minas Gerais, Espírito Santo, Goi|s, de S~o Paulo e, por fim, {s Unidades em Mato Grosso. O Hospital Municipal de Nova Mutum, administrado pela S~o Camilo desde julho do ano passado, recebeu a visita recepcionada pelo diretor administrativo, Tiago Alvarenga e demais líderes e diretoria técnica. Após um momento de apresentaç~o foi realizada visita aos setores e de-

Visita no Hospital de Nova Mutum

partamentos. O diretor geral, Domingos S|vio Alves de Faria e o superintendente, Pe. Justino Scatolin, também estiveram no Hospital Regional de Rondonópolis. Na oportunidade, foi realizada reuni~o com os coordenadores e diretores médicos para apresentaç~o, além da presença do Departamento Jurídico. Foram apresentadas as melhorias realizadas no HRR pela Sociedade Beneficente S~o Camilo que ampliou os atendimentos, especialidades e a resolutividade na assistência. No Hospital Coraç~o de Jesus, em

Visita no Hospital Regional de Rondonópolis

Campo Verde, a comitiva da entidade foi recepcionada pelo diretor administrativo Eloi Martins e equipe. Uma reuni~o foi realizada com palavras de motivaç~o e perseverança dos gestores aos colaboradores do Hospital. Também acompanharam o funcionamento e as obras de ampliaç~o e reforma do Hospital, para reforçar a parceria com a cidade de Campo Verde. “Encerramos mais esse ciclo de visitas com a certeza de que nossos gestores tem se empenhado em fazer o melhor por suas Unidades. A presença da direç~o camiliana reforça o compromisso de cada Hospital para com as missões da entidade e fortalece a parceria motivando a todos”, finaliza o diretor geral.

Visita no Hospital Coração de Jesus

EXPEDIENTE Superintendente: Pe. Justino Scatolin | Diretor Geral: Domingos Sávio Alves de Faria Assessor de Diretoria: Jorge Luiz Alves |

Projeto Gráfico e Jornalista Responsável: Lilian Cacau

E-mail: comunicacao@saocamilosaude.com | Site: www.saocamilosaude.com | Agência: Web Comunicação


São Camilo Saúde - 193