Page 1

OUTUBRO ROSA: HOSPITAIS PROSSEGUEM AÇÕES NA LUTA CONTRA O CÂNCER Salto (SP) - Durante todo esse mês de outubro, o Hospital São Camilo de Salto realiza atividades de conscientização interna e externa sobre a importância da prevenção do câncer de mama. Junto a entidades como a instituição Mais Vida, ABRAPEC e Secretaria de Saúde, algumas ações já foram realizadas como parte do movimento Outubro Rosa. Orientações foram realizadas pelo Hospital junto a essas entidades na última sexta-feira, 19. Já foram realizadas em torno de 50 exames de mamografia em parceria com secretaria municipal de saúde no Hospital. Todas foram reguladas pelo município e acompanhadas pelo Gerente Assistencial do São Camilo de Salto, Rafael Luiz Pereira. Uma Campanha nas ruas também marcou as atividades. Nos principais semáforos da cidade os veículos foram abordados com a faixa da Campanha: “São Camilo e parceiros na luta contra o câncer de mama”. Também foram entregues folders e uma fita em forma de pulseira com a mesma divulgação dos colaboradores que vestiram a camisa cor de rosa. “Vivemos na era da informação e quanto mais acesso aos indícios do câncer a mulher tiver, maiores são as chances de identificar possíveis irregularidades no seu corpo”, afirma Gerente Assistencial do São Camilo de Salto, Rafael Luiz Pereira.

Mobilização externa reuniu colaboradores

Resplendor (MG) - Dentro de uma série de atividades que marcam o Outubro Rosa, o Hospital Nossa Senhora do Carmo ofereceu às colaboradoras exames de mamografia gratuitos para aquelas com idade acima de 40. Foram feitas conscientizações internas com a distribuição de kits com folders explicativos e medidas de prevenção para a luta contra esse tipo de câncer. Camisas cor de rosa e decorações nos setores foram exibidas pelo HNSC. Desde que foi implantado no Hospital o serviço de mamografia, em 2007, já foram realizados mais de 10 mil exames. Somente nos últimos dois anos, foram feitos quase 6 mil. De acordo com a gerente do serviço, Janaina Cardozo, o Hospital é referência para outros 6 municípios. “Percebemos que a cada ano aumenta a preocupação das pessoas em prevenir com a mamografia. Concluímos que nossas ações em conjunto com órgãos públicos têm surtido efeito positivo na conscientização das mulheres, já que essa é a principal forma de detecção do câncer, pois identifica nódulos de apenas 0,5 cm”, afirma Janaina Cardozo. Além da mamografia que deve ser realizada uma vez aos 35 anos e anualmente após os 40, é recomendado que as mulheres realizem anualmente o exame clínico e periodicamente o autoexame. A cada hora, 06 brasileiras recebem a notícia de que têm a doença. A forma de aumentar as chances de cura do câncer de mama é com o diagnóstico precoce.

Mamografias foram realizadas no HNSC

Produção exclusiva da Assessoria de Comunicação da Regional Centro Sudeste


Página 2

OUTUBRO ROSA

Colaboradores engajados

Mariana (MG) - O Hospital Monsenhor Horta aderiu ao movimento mundial do Outubro Rosa e engajou colaboradores, diretoria e pacientes nas causas de prevenção e combate ao câncer de mama. O Hospital estava decorado com mensagens, folders e colaboradores vestiram o laço rosa, símbolo mundial da Campanha. Tido como a principal causa de morte por câncer entre as mulheres, o câncer de mama tem mais de 90% de chances de cura se descoberto nas fases iniciais. Neste sentido, a prevenção é fator imprescindível a uma melhor qualidade de vida e para evitar consequências ao corpo e saúde da mulher. “A informação é a ferramenta mais eficaz na prevenção do câncer de mama. Mulher consciente se previne e cuida de forma a estar atenta a possíveis alterações”, afirma Aparecida Custódio da Pastoral da Saúde.

Resplendor (MG) - HNSC implanta Protocolo de Manchester O Hospital Nossa Senhora do Carmo implantou o protocolo que visa triar no Pronto Atendimento, os pacientes que devem ser atendidos com prioridade e os que podem aguardar em segurança. Mundialmente conhecido, o Protocolo de Manchester exige capacitação profissional com certificado. No HNSC 13 enfermeiros e 4 médicos possuem a certificação que habilita o profissional a praticar a classificação do paciente com base nos sinais vitais, queixas e avaliação clínica. Todos os dados são armazenados no equipamento TRIUS, através do programa ALERT® MANCHESTER. O paciente passará pela avaliação inicial feita por enfermeiro, disponível 24 horas, que define o atendimento com base nas cores classifica-

das como vermelho (emergência), muito urgente (laranja), urgente (amarelo), pouco urgente (verde) e não urgente (azul). Na semana passada, um treinamento com a máquina TRIUS, elemento fundamental para execução do Protocolo de Manchester no Pronto Atendimento, reuniu diversas instituições da região no HNSC, que é referência microrregional. O equipamento dispõe de acessórios, como medidor de temperatura timpânica e oxímetro para que o Protocolo seja executado de forma adequada. “Uma das inovações relacionadas ao uso do protocolo é a informatização como principal ferramenta de operacionalização do atendimento, proporcionando um avanço que impacta na

gestão e qualidade do serviço. Os pacientes agora têm mais segurança e eficácia no nosso atendimento que será melhor organizado”, afirma a gerente de enfermagem, Marcela Portugal.

Equipamento TRIUS já em utilização há 1 semana

Próximos Aniversariantes Líderes - Regional Centro Sudeste 29/10: Francisco Teixeira de Souza (Encarregado Manutenção - Itu) 30/10: Michele de Paula Gomes (Coord. DP - Timóteo)

Cel. Fabriciano (MG) - Hospital São Camilo monta equipe de Responsabilidade Social para projetos de humanização Pensando no bem estar de seus colaboradores e pacientes, o Hospital São Camilo montou uma equipe destinada ao desenvolvimento de atividades de Responsabilidade Social para execução de projetos que integram funcionários e humanizam o ambiente de internação para os pacientes. Profissionais de vários setores compõem essa equipe que já iniciou o primeiro projeto interno: Café Amigo, que visa reunir todas as sextasfeiras, os colaboradores com um café especial compartilhado pelos funcio-

nários que levam lanches variados. Esse primeiro projeto foi organizado pela nutricionista Sabrina Viana e pela assistente social Jacqueline Lopes. Outros projetos estão previstos pela equipe de Responsabilidade Social do Hospital. “Nosso objetivo é tornar mais harmônica a convivência no Hospital e estimular um ambiente com menor sofrimento para as pessoas internadas. Nosso bem estar interfere em nossa produtividade e na recuperação do enfermo”, afirma a assistente social, Jacqueline Lopes.

Primeiro projeto de integração no São Camilo


Página 2

Aimorés (MG) - Hospital São José e São Camilo lembra ações no Dia Mundial de Higienização das Mãos A Comissão de Controle de Infecção Hospitalar, CCIH, do Hospital São José e São Camilo, comemorou o Dia Mundial da Higienização das Mãos, lembrado em 15 de Outubro, com uma conscientização especial sobre o ato que é tão simples e pode reduzir em mais de 50% as chances de infecções dentro do ambiente hospitalar. Considerada pela Organização Mundial da Saúde, OMS, como a principal forma de reduzir doenças infecciosas e de prevenir a transmissão de bactérias nos departamentos de internação, a higienização das mãos é realizada mediante técnicas que consiste na lavagem com sabão e álcool em gel.

No HSJSC o Serviço de Controle de Infecção Hospitalar realizaram atividades com dinâmica de demonstração da técnica. “Vendamos os colaboradores e passamos uma tinta nas mãos. Essa ideia foi para mostrar como é fácil realizar a higienização entre os dedos, na parte inferior e superior da mão e no punho, sendo que esta é a maneira correta de se realizar a higienização das mãos”, afirma a Enfermeira Luanna Cândido. Foi realizada divulgação em faixas e em equipamentos de informática sobre a importância da higienização. Segundo a ANVISA, a lavagem das mãos é a medida mais simples e me-

Colaboradores apresentaram técnicas de higienização

nos dispendiosa para prevenir a propagação das infecções relacionadas à assistência à saúde pois as mãos são o principal veículo na cadeia da infecção entre uma pessoa e outra.

Timóteo (MG) - Obras para construção de UTI Neonatal e Pediátrica começam no Vital Brazil Passados três meses da assinatura do convênio com o governo do Estado de Minas Gerais para a construção de uma UTI Neonatal e Pediátrica, o Hospital e Maternidade Vital Brazil

Previsão é que obras sejam concluídas em 7 meses

iniciou as obras que irão colocar o Hospital como uma referência microrregional para casos de alta complexidade neonatal e infantil. Os complexos têm previsão de serem concluídos num período de sete meses. Junto a essas duas Unidades de Terapia Intensiva, será construída uma nova Unidade de Alimentação e Nutrição, UAN, para atender conformidades da Vigilância Sanitária. Essas três grandes obras estão pactuadas no valor de R$ 1.225.449,93. Além de Timóteo e Coronel Fabriciano, outros 6 municípios poderão referenciar seus pacientes para o HMVB.

No total, serão 12 leitos, sendo 9 leitos de UTI Neonatal, destinada aos recém-nascidos (de 0 a 28 dias) e outros 3 leitos para Unidade de Tratamento Intensivo Pediátrico, para crianças de 29 dias até 14 anos. “Com recursos do governo estadual, a São Camilo tornará o Vital Brazil um hospital de alta complexidade devidamente resolutivo nas especialidades materno-infantis. Não haverá mais necessidade de transferir pacientes para longas distâncias e isso traz mais segurança para a comunidade local e regional”, afirma a diretora Vanide Alves.

Rondonópolis (MT) - HRR comemora Dia do Servidor e 11 anos de Fundação do Hospital A Pastoral da Saúde do Hospital Regional de Rondonópolis, em parceria com o Sindicato dos Servidores Públicos, Sisma/MT, comemoraram essa semana, o Dia do Servidor Público, lembrado nacionalmente em 28 de outubro. As comemorações também marcaram os 11 anos de fundação do Hospital (04/09/2001), com uma missa celebrada pelo voluntário e sacerdote, João Paulo Nolli, da Paróquia São José Esposo. Servidores exonerados, afastados, que passam por tratamentos, faleci-

dos e os em atividades foram lembrados na celebração. Para representar os funcionários, a enfermeira Maura Nunes foi escolhida pela Pastoral para receber uma bela homenagem entregue pelo representante do Sisma/ MT, Herculano Almeida. Os participantes da missa receberam uma lembrança doada pelo Sindicato. Colaboradores, diretoria e representanA diretoria do HRR homenageou os tes do Sindicato colaboradores. “Nada mais importante para promover o bem estar no am- pessoas que caminham junto com o biente de trabalho, do que investir Hospital”, afirmou o diretor de na valorização e reconhecimento das apoio, Geovani Freitas.


Formosa (GO) - Pastoral da Saúde do HSC homenageia 2 anos de dedicação de voluntária ao grupo

Homenagens no HSC

Página 3

A equipe administrativa e da Pastoral da Saúde do Hospital São Camilo de Formosa prestou uma homenagem à voluntária Vanisa Maria Torbes, que completou 2 anos de atuação no grupo que realiza visita aos enfermos a fim de elevar a autoestima e promover a recuperação dos internados. Vanisa, que se recupera no Hospital São Camilo de uma internação, atua voluntariamente na Pastoral da Saúde do Hospital fazendo um trabalho espiritual com os pacientes e colaboradores. “Sempre com muito carinho e acolhimento dentro dos princípios camilianos que a voluntária atua. É muito importante poder contar com pessoas assim”, afirma a coord. Pastoral, Janaína Miranda.

Caxambu (MG) - Seminário da Pastoral da Saúde do Hospital São Camilo de Caxambu reúne mais de 200 pessoas O Seminário da Pastoral da Saúde do Hospital São Camilo de Caxambu reuniu fieis, religiosos, líderes comunitários e autoridades locais para acompanhar um momento de reflexão sobre “A igreja à serviço da vida”, tema do Seminário. Organizado pela Pastoral do Hospital, colaboradores e diretoria comandaram o evento que reuniu mais de 200 pessoas na Escola Estadual Ruth Martins de Almeida. O Pe. Anísio Baldesin, diretor do Instituto Camiliano de Pastoral da Saúde, ICAPS, proferiu a principal palestra do Seminário que lembrou os direitos que cada cidadão tem no que diz respeito aos serviços públicos de saúde e os deveres de cada pessoa na busca constante pela prevenção e promoção da saúde.

“Além de hospitais, poderes públicos e esferas de governo terem que buscar sempre oferecer o acesso aos serviços de saúde, os cidadãos devem fazer a sua parte em busca de uma vida saudável, longe dos vícios e regada a bons hábitos para evitar as enfermidades”, afirmou o Pe. Anísio. O Dr. Luíz Guimarães Brandão, cirurgião dentista que conclui estudos sobre a neurociência do comportamento humano proferiu uma palestra sobre a importância do sorriso que proporcionou entretenimento e dinâmicas aos presentes. Após o Seminário, uma missa na Igreja Nossa Senhora dos Remédios encerrou o evento. “Percebemos como a cada ano a comunidade caxambuense busca se inteirar dos objetivos de nosso hospital

Comunidade, colaboradores e religiosos

e da Pastoral da Saúde, que é a oferta de serviços humanizados e de qualidade. Foi um importante momento de refletir sobre a saúde em nosso país e no que podemos fazer por nós mesmos”, finalizou o diretor administrativo, Sérgio Catardo.

Campos do Jordão (SP) - HLMB tem projetos de Humanização valorizados pela Divisão de Tuberculose do Estado de São Paulo Desde o mês de abril deste ano que o Hospital Leonor Mendes de Barros e a Divisão de Tuberculose do estado de São Paulo unificaram ações em prol da prática periódica de projetos de humanização no atendimento aos pacientes. O Hospital implantou diversas ações nesse sentido a fim de valorizar e promover a recuperação plena dos pacientes que se tratam da Tuberculose. A intenção e a gestão humanizada foi tema da última capacitação que evidenciou os projetos que o HLMB pratica. Desde tardes de lazer, prática de artesanato, aulas esportivas até incentivo aos jogos para estimulaHLMB engajou o Plano Terapêutico ção de raciocínio. O HLMB engajou também o Plano Terapêutico individual, previsto para Hospitais de longa permanência. “A escolha do HLMB para Implantação do Projeto não veio por acaso, foi levado em conta aspectos como profissionalismo com que a Equipe Multiprofissional do Hospital enfrenta suas atribuições diárias. Com quase 6 meses de implantação, o Projeto já deu novos ares ao tratamento de TB”, afirma a gerente de enfermagem, Priscila Campos. Os profissionais do Hospital recebem treinamentos graduais para conhecimento de estratégias básicas sobre como lidar com situações adversas, já que a maioria dos pacientes tuberculosos têm perfil associado a problemática com drogas que requer acompanhamento periódico em decorrência da abstinência. “Essa última capacitação foi uma oportunidade de visualizarmos uma estratégia de conscientização e abordagem técnica conceitual que nos apresentou um conjunto de propostas para implementação das melhorias em cada serviço participante”, finaliza Priscila.


Itu/Salto (SP) - Mais de 300 pessoas prestigiam solenidade pela presença dos camilianos em Salto/Itu presidida por Dom Vicente

Página 3

Evento marca também os 90 anos dos camilianos no Brasil

O Instituto Borges de Artes e Ofício IBAO, recebeu na manhã desta terçafeira, 23, a presença de padres camilianos, reverendos de paróquias regionais, leigos e religiosos que acompanharam a missa especial presidida pelo Bispo Dom Vicente Costa, da Diocese de Jundiaí, em ação de graças aos 90 anos dos camilianos no Brasil, três anos da presença camiliana na gestão do Hospital em Itu e um ano frente ao Hospital de Salto. Colaboradores, diretoria e autoridades locais acompanharam a solenidade que reuniu mais de 300 pessoas e também marcou a apresentação dos novos capelães nomeados aos respectivos hospitais. O Pe. Alexandre Ferreira que será capelão no Hospital São Camilo de Salto e o Padre Clóvis Wilson que será capelão no São Camilo de Itu assinaram a nomeação. A solenidade foi emocionante e lembrou a dedicação de São Camilo de Lellis nos cuidados aos doentes. “São Camilo via em cada enfermo a própria presença de Jesus”, lembrou Dom Vicente em uma das passagens.

A missa foi marcada por agradecimentos pelos trabalhos realizados pela gestão camiliana nas cidades. Pedidos de oração à diretoria, colaboradores e voluntários foram proferidos durante a missa. Os novos capelães dos Hospitais reconheceram o tempo de convivência camiliana e destacaram a nova caminhada que iniciarão agora. Ao final da missa, os dez valores da Província Camiliana Brasileira foram apresentados em placas conduzidas pelos colaboradores do São Camilo de Itu até o altar para repassar as placas aos colaboradores de Salto. O Pe. Anísio Baldesin, diretor do

Participação da comunidade

Dom Vicente e Padres

ICAPS, junto aos padres Olacir Geraldo e Augusto Mesomo e outros padres concelebraram a missa. Na oportunidade, o diretor do ICAPS, reforçou que, a cada ano, mesmo com novas instituições administradas, hoje com 54 hospitais, os valores e princípios da entidade permanecem e procuram ser disseminados: o de humanização e valorização do enfermo. A missa foi celebrada ao som do coral de integrantes das paróquias locais. Voluntários que atuam em projetos sociais e na Pastoral da Saúde de ambos os hospitais também acompanharam a solenidade.

O Hospital São Camilo de Salto registrou muitas melhorias com a chegada dos camilianos. As cirurgias ampliaram de 160 para 700 por mês. Aquisições como novos ventiladores pulmonar para todos os leitos de UTI, respiradores, incubadora, revitalização da pediatria e dos setores de internação e a instalação de uma brinquedoteca marcaram as ações camilianas, que também ampliou o quadro de pessoal, passando de 190 para 280 colaboradores e viabilizou cirurgias inéditas de alta complexidade. “O bem estar da comunidade é o maior objetivo da São Camilo que busca por parcerias a realização de ações plenas e de relevância social para melhorar os

Dom Vicente em bênção ao diretor Marcos Paiva

serviços em saúde de Salto e região”, acrescenta o diretor administrativo do São Camilo de Salto, Marcos Paiva.

O São Camilo de Itu registrou avanços importantes em aquisições inéditas, como equipamentos de tomografia, ressonância magnética, ultrassom, videolaparoscopia, arco cirúrgico, substituição de todos os leitos, reformas em todas as recepções e a ampliação no corpo clínico de 194 para 273 médicos. Nesse período de gestão camiDom Vicente em bênção ao liana as cirurgias, atendimentos de Pronto Socordiretor Klebson Carvalho ro e exames aumentaram consideravelmente. “É perceptível como o trabalho da São Camilo em conjunto com os órgãos públicos e a comunidade, trouxe melhorias relevantes na resolutividade e infraestrutura dos Hospitais”, finalizou o diretor administrativo do São Camilo de Itu, Klebson Carvalho.


Edição 146 - São Camilo Saúde  

Edição 146 - São Camilo Saúde

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you