Page 1

INFORMATIVO SEMANAL 25/11/16 | Ed. 24 | Ano I

No Dia Nacional de Combate ao Câncer, IBCC destaca casos de superação O dia 27 de novembro é marcado pelo Dia Nacional de Combate ao Câncer e o IBCC relata casos de superação de pacientes que encararam a doença como um desafio bem-sucedido em suas vidas. Sabe-se que com o envelhecimento da população mundial, surgem cada vez mais pessoas com câncer a cada ano. De acordo com o INCA – Instituto Nacional do Câncer – quanto maior a proporção de pessoas idosas, maior é a taxa de incidência do câncer, principalmente os cânceres associados ao envelhecimento, como mama e próstata. Estima-se que neste ano de 2016 sejam registrados quase 600.000 novos casos de câncer. Devido a evolução da medicina, a eficiência dos tratamentos, o acesso aos exames e ações de campanhas de prevenção e sensibilização, é possível dizer que o temido câncer não é o fim da vida. A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que um terço de todos os tipos de câncer tenha cura, se detectado precocemente e tratado de forma adequada. De acordo com a psicóloga do hospital IBCC, Anna Gonçalves, ninguém está preparado para receber a notícia de que está com câncer, mas a forma como

cada um irá encarar a doença é que será determinante para o resultado do tratamento. O IBCC carrega consigo histórias emocionantes de vitórias e conquistas, de pacientes que enfrentaram e superaram a doença de forma positiva. É o caso da Eliane Pacheco, de 52 anos, que teve câncer de mama e terminou o tratamento em 2015. Quando descobriu o câncer a primeira coisa que Eliane pensou foi em sua família. “Rezei e pedi desapego aos meus cabelos, quando minha amiga raspou tudo me achei a mulher mais linda. Me adorei ver daquele jeito. Adorava usar brincos grandes e lenços”, contou Eliane Pacheco. Com Valéria Souza não foi diferente, o impacto de receber o diagnóstico de câncer de mama não fez a dona de casa acreditar que aquele era o fim. “Não posso negar que no primeiro instante pensei na morte, somos leigos no assunto, e sempre ouvimos que essa era uma doença incurável. Mas depois de refletir e ser bem informada pelos médicos, percebi que eu estava apenas entrando num novo desafio em minha vida”, comentou Valéria, 47 anos. Após iniciar o tratamento Valéria Souza encarou tudo com muito mais leveza.

Superintendente: Justino Scatolin | Dir.Geral: Domingos Sávio A. de Faria | Ass. de Diretoria: Joyce Romanelli Dir. Clínico: Dr. Marcelo Callil | Dir. Comercial: Dr. Paulo Angelis | Dir. de Serviços de Apoio: Stela Bridi Dir. de Serv. Assistenciais: Débora Montezello | Dir. de Serviços Administrativos: Carla Petreca Jornalistas: Lilian Cacau e Renata Mello | Agência: Web Comunicação (lilian.comunicacao@ibcc.org.br) | 11 3474 9223 www.ibcc.org.br

Informativo IBCC - 25/11/2016  
Advertisement