Issuu on Google+

Informativo Equipamentos Sociais Sociedade Beneficente São Camilo Edição 116 - 19 de abril de 2013

Projeto de educação ambiental em destaque no CEI Jardim Tremembé Acontece no Centro de Educação Infantil Jardim Tremembé o Projeto Amazônia, que tem como objetivo mostrar às crianças a importância desse ecossistema para o restante do país. As professoras apresentaram ainda a fauna e flora da Amazônia, mostrando a elas as diferentes vegetações existentes. Página 4

CEI Camélias no projeto “Compartilhando Saberes”

CEI Chácara Bela Vista Contos infantis marII apresenta conto Os cam semana no CEI Três Porquinhos Vila Carioca

Desafios Corporais no CEI Guguinha deixam crianças animadas


Projeto “Para que servem nossas mãos” no CEI Vila Maria As crianças do Berçário II das PEIs, Eliane Ribeiro, Simone Berghen e Maria Helena, do Centro de Educação Infantil Vila Maria, desenvolveram o projeto “Para que servem nossas mãos”, com o objetivo de ensinar as crianças sobre o ato de não bater, não beliscar, entre outros. As crianças estão em fase de desenvolvimento e descoberta de si, e do mundo ao seu redor, e uma das fases é a expressão através das mãos. “Foi um projeto desenvolvido para o bem estar das crianças e para melhor interação do grupo”, explicaram as PEI´s.

O projeto foi desenvolvido com um teatrinho de mãozinhas, em que a mão de cor clara era a que não batia, e a mão de cor escura era que beliscava e batia. Foi desenvolvida uma história em que todas as crianças ficaram atentas e curiosas. As PEI´s desenvolveram um belo trabalho com as crianças, o resultado já é notável e as agressões diminuíram bastante. Dessa forma lúdica as crianças aprendem brincando, é uma ótima forma de se trabalhar, ainda mais com essa faixa etária.

Aquisição de brinquedos no CEI Jd. Tremembé A direção do Centro de Educação Infantil Jardim Tremembé adquiriu novos brinquedos para a turma do Minigrupo. Com isso, as crianças ganham mais opções na hora das brincadeiras e as professoras podem oferecer mais atividades pedagógicas utilizan-

do as aquisições. Por isso, as Professoras de Educação Infantil Patrícia e Cinthia orientaram junto às crianças atividades de regras básicas, contagem e números. Além de desenvolver o lúdico para assimilação da aprendizagem, as crianças se divertiram muito.

Expediente Presidente e Provincial: Pe. Leocir Pessini Superintendente: Pe. Justino Scatolin Diretor geral SBSC: Domingos Sávio Alves de Faria Coordenadora Social: Gilda Helena Jornalista Responsável: Roberto Bertozi comunicacao@saocamilosocial.com

Sociedade Beneficente São Camilo Área Social - SBSC Av. Pompéia, 888 - Vila Pompéia São Paulo - SP (11) 3675 - 0035 (11) 3673 - 2379


Edição 116/ abril 2013

CEI Guguinha II destaca Desafios Corporais Nessa semana no Centro de Educação Infantil Guguinha II as professoras Rosanei Tosto e Monica Lopes, do Berçário II C /D, promoveram a atividade de domínio do corpo e destreza (Desafios Corporais), sob obstáculos com túnel e colchonete. Com o auxilio das PEI´s, as crianças tiveram a oportunidade de saltar, escorregar, dar cambalhota, descer e subir, trabalhando assim com o corpo e movimento. Segundo as professoras quando as crianças têm um espaço e liberdade para se movimentar, aprendem a medir sua força e seus limites, exercitam o domínio da ação e também se formam nessa fase por meio do contato com as expres-

sões de construção das ideias, tempo e o espaço. “Portanto esse tipo de atividade não estimula apenas

o desenvolvimento motor mas também o desenvolvimento cognitivo”, destacaram as professoras.

Crianças utilizam sucata em atividade no CEI Jd. Damasceno

A Professora de Educação Infantil Maria Aparecida trabalhou nesta semana com as crianças do Minigrupo IIB, do CEI Jardim Damasceno mais uma atividade relacionada ao Dia do Índio. Juntamente com os alunos, confeccionou um peão utilizando jornal e palitos de madeira, ocasião em que procurou ressaltar para as crianças as brincadeiras e brinquedos utilizados pelos índios ou curumins (criança em tupi guarani). A atividade se tornou divertida uma vez que todos puderam brincar com seus peões e comprovar que esse brinquedo, além de divertido, é funcional.

A professora quis ampliar o tura, resgatando brinquedos conhecimento de seus alu- que vão além dos eletrônicos nos por meio de nossa cul- já conhecidos por todos eles.

3


Equipamentos Sociais

Projeto Amazônia no CEI Jd. Tremembé

A Professora de Educação Infantil Jossineide Costa, do CEI Jardim Tremembé, desenvolve com as crianças o projeto Amazônia, em que apresenta toda a fauna e flora, mostrando a elas as diferentes vegetações existentes. O primeiro contato com a natureza aconteceu no jardim do CEI, as crianças abraçaram as árvores, tocaram as plantas e sentiram a terra enquanto a professora explicava a importância da preservação do meio ambiente. As professoras aproveitaram ainda para mostrar a importância do ecossistema da Amazônia e qual a relação dele com o restante do País, e como o clima interfere na vida de todas as pessoas, mesmo aquelas que estão distantes. As crianças gostaram das apresentações e ficaram en-

res. “Foi possível ver como as crianças se sentiram a vontade com esse contato direto com a natureza”, relatou a professora Jossineide Costa.

CEI Chácara Bela Vista II em atividade no Berçário

Dando início ao projeto Aprendendo Através dos Contos, no Centro de Educação Infantil Chácara Bela Vista II, as professoras Rosineide Pereira, Nelma Veloso e Maria de Lourdes, do Bercário II, desenvolveram um teatro em cima do conto de Os Três Porquinhos. Por meio deste conto puderam contribuir bastante para o desenvolvimento das crianças, já que trabalharam diversos temas como: identidade, autonomia, família, boas maneiras e os órgãos

4

tusiasmados em tocar as plantas no jardim do CEI. Com isso, a professora mostrou que a preservação deve acontecer em todos os luga-

dos sentidos. “Proporcionamos momento de interação e diversão entre as crianças”, destacaram as professoras.


Edição 116/ abril 2013

CEI Vila Carioca destaca contos infantis no Berçário As Professoras de Educação Infantil, Domingas Carvalho e Rosemeire de Araújo, do Centro de Educação Infantil Vila Carioca, desenvolveram com a turma do Berçário II A/B uma atividade envolvendo os contos infantis por meio de fantoches. Com essa atividade, as crianças entraram no mundo da fantasia despertando sua imaginação e criatividade. As crianças ficaram atentas à história (Galinha Pintadinha), pois as mesmas usaram uma entonação de voz correspondente à fala dos personagens. Segundo as professoras é muito gratificante ver a carinha de curiosidade e atenção de cada um deles. “Isso valoriza o nosso trabalho que é desenvolvido com amor

e dedicação”, destacaram. Para finalizar, as crianças manusearam os fantoches, recontando a história para os amigos, cada um do seu jeito. “Foi um momento má-

gico e prazeroso não só para as crianças, mas também para as professoras” frisou Maria da Guia, coordenadora pedagógica da unidade.

Leitura em pauta no CEI São Savério

As professoras Eliene e Larissa, da turma do Minigrupo CD do Centro de Educação Infantil São Savério orientaram as crianças em uma atividade de roda de leitura. O objetivo foi proporcionar o contato dos alunos com a linguagem escrita. Na avaliação das PEI´s, a construção da identidade e da autonomia deve acontecer a partir de momentos prazerosos e lúdicos, respeitando a realidade de cada um. Além do mais, essa atividade é fundamental para a formação de novos leitores, “Essas atividades ajudam ção importante entre eles e ampliando assim o reper- na formação dos peque- os personagens dos livros”, tório literário das crianças. nos e estabelece uma liga- destacaram as professoras.

5


Equipamentos Sociais

CEI Camélias “Compartilhando Saberes” Neste mês de abril teve início no Centro de Educação Infantil Camélias o projeto “Compartilhando Saberes”, que será desenvolvido durante até o final do ano letivo com todas as crianças e pais. Adquirimos motocas e patinetes que serão utilizados toda sexta-feira no momento da atividade dirigida na quadra. Cada sala utilizará em uma data conforme cronograma. Nessa primeira etapa foi apresentada a novidade para as crianças e feito um levantamento dos conhecimentos prévios, em roda de conversa. Na segunda etapa, exploração e socialização entre crianças/objeto/professor. “Por fim, na terceira etapa prevista para o segundo semestre, teremos a participação dos pais, que serão convidados a comparecerem na unidade também na sexta-feira, no período da tarde e conhecer um pouco dos materiais pedagógicos disponíveis”, destaca a coordenadora pedagógica do CEI, Viviane Macedo.

Organização

As professoras organizaram cantinhos na área externa das salas de acordo com a faixa etária dos módulos (Berçários, Minigrupo I e Minigrupo II). “Nosso foco é fazer com que os pais sintam-se também responsáveis pela unidade, pois o espaço também é deles. Percebemos que as crianças ficaram muito entusiasmadas com a novidade, com certeza será mais um trabalho significativo, diversificando nossa rotina”, frisa a diretora da unidade, Cristina Xavier.

6


Edição 116/ abril 2013

Brinquedos novos no CEI Cocaia As crianças do Berçário II B do Centro de Educação Infantil Cocaia ganharam brinquedos novos. As professoras Eliana Sena e Gilvânia Ramos fizeram uma proposta diferente: apresentaram os brinquedos novos, convidaram as crianças para explorarem e abrirem as caixas das bonecas. Eles se divertiram muito pelo fato de poderem abrir e ver o que estava dentro da caixa. Após a apresentação dos brinquedos, as professoras propuseram brincadeira de casinha. As crianças se divertiram fazendo comida para as bonecas. Foi muito divertido.

Teatro “A Linda Rosa Juvenil” no CEI Cocaia “Alguém pediu atenção para iniciar o musical. Um som soou, e era a música ´A Linda Rosa Juvenil´. A professora Julyana Guilguer, do Centro de Educação Infantil Parque Residencial Cocaia, começou a dançar no meio da sala, interagindo com as crianças. Ela sorria e parecia estar andando em um bosque. Mas uma bruxa muito má, muito má apareceu com chapéu roxo e roupa preta!” - (Trecho do relatório de observação em sala da coordenadora pedagógica Fabiane Gonçalves). A atividade proposta para o Berçário I e Berçários II A e B foi a apresentação do Teatro Musical da canção “A Linda Rosa Juvenil”. As professoras se caracterizaram com fantasias para encenarem.

As crianças interagiram bem com a proposta. Além da música em si já chamar a atenção, o teatro é muito dinâmico e alegre, e es-

timula a imaginação e o faz de conta dos pequenos. Todos, crianças e professoras, se divertiram muito.

7


Equipamentos Sociais

CEI Jd. Novo Horizonte em ampliação cultural As Professoras de Educação Infantil Apolônia Oliveira, Maria da Conceição, Patrícia Rondon e Vera Lucia de Jesus, do Centro de Educação Infantil Jardim Novo Horizonte, orientam as crianças do Berçário BI uma atividade de artes sobre o artista Romero Britto. As crianças fazem parte do grupo Sementinha e, em roda de conversa, as professoras apresentaram a imagem (foto) do Artista e falaram sobre algumas de suas obras, destacando o Gato Azul. As crianças puderam observar e manusear a fotografia para se familiarizarem. Apos o diálogo, as crianças reproduziram a fotografia do artista com o

uso de sulfite e Giz de cera. Apesar da faixa etária os pequenos participaram demonstrando muito interesse. A atividade teve o

objetivo de aumentar o repertório de conhecimento de mundo das crianças, trazendo ao seu conhecimento artistas e suas obras.

CEI Jd. Guanabara em atividade no Berçário No Centro de Educação Infantil Jardim Guanabara, as professoras Ivanilda Pires e Erika Aparecida, da sala do Berçário l, proporcionaram ao grupo de crianças uma atividade com exploração de caixas coloridas, com o objetivo de favorecer o desenvolvimento da capacidade de observar, descobrir e pensar, sendo possível ainda conquistar novas habilidades motoras através da experimentação de diferentes movimentos e posturas corporais. Na avaliação das professoras, o desenvolvimento da criança de um a dois anos de idade acontece de forma lúdica conquistas, proporcionando e significativa. O professor a oportunidade de a criané um mediador para novas ça explorar e descobrir to-

8

das as possibilidades do seu corpo, dos objetos, do espaço e da relação com o outro.


Sao Camilo 116