Page 1

INFORMATIVO SEMANAL 14/09/16 | Ed. 18 | Ano I

Dia do Fisioterapeuta e Terapeuta Ocupacional. IBCC destaca papel dos profissionais na assistência Por serem responsáveis pela vida saudável e funcional das pessoas com diversos tipos de debilitações físicas e motoras, os terapeutas ocupacionais e fisioterapeutas são homenageados no dia 13 de outubro, o Dia Nacional destinado a comemorar as duas profissões. No IBCC - Instituto Brasileiro de Controle do Câncer os profissionais destas áreas realizam um trabalho diferenciado com os pacientes oncológicos e do setor de longa permanência. “Nosso trabalho como fisioterapeuta vai além da reabilitação pós acidente, por exemplo, buscando orientar um paciente oncológico a ter uma melhor qualidade de vida, dando a ele capacidade de se locomover normalmente, mesmo diante dos efeitos colaterais que o tratamento proporciona”, comentou Larainy Balestra, fisioterapeuta do IBCC. Já a terapia ocupacional, por sua vez, é uma área relacionada com o estudo, prevenção e tratamento de problemas físicos, mentais, emocionais e sociais que dificultam a realização das atividades diárias de um paciente. “Durante o tratamento, o terapeuta ocupacional deve buscar meios para que o paciente, aos poucos, consiga realizar tarefas que ele sempre fez, garantindo assim, seu bem-estar e recuperando sua independência”, disse Flávia Kaori, terapeuta ocupacional do IBCC. Enquanto a fisioterapia estimula o lado físico do paciente, o profissional de TO (Terapia Ocupacional) faz uma avaliação geral do paciente, tanto as dificuldades físicas e motoras, quanto o cognitivo e psicológico. “É preciso muito amor para cumprir nosso trabalho. Não fazemos uma aula de recreação, como muitos pensam, todos os exercícios propostos têm um objetivo e esperamos um resultado”, esclarece Flávia.

O foco destas profissionais é resgatar a mobilidade, reabilitar e reintegrar cada paciente de volta à sociedade, por meio de exercícios especificamente direcionados para cada paciente e buscando sempre compreender a necessidade de cada um. “Buscando outros meios para diminuir as dificuldades de adaptação na rotina, montamos uma sala, com objetos recicláveis, que simula atividades diárias”, ressaltou Larainy. “Nesta sala podemos fazer uma mulher que está em tratamento de câncer de mama, por exemplo, voltar a realizar movimentos comuns, como estender roupa, lavar o cabelo, dirigir, além de estimulá-las as fazerem trabalhos manuais que possam contribuir com a renda mensal familiar, já que algumas perderam os empregos após a descoberta da doença”, completou a terapeuta ocupacional.

Fisioterapia estimula lado físico do paciente Superintendente: Justino Scatolin | Dir.Geral: Domingos Sávio A. de Faria | Ass. de Diretoria: Joyce Romanelli Dir. Clínico: Dr. Marcelo Callil | Dir. Comercial: Dr. Paulo Angelis | Dir. de Serviços de Apoio: Stela Bridi Dir. de Serv. Assistenciais: Débora Montezello | Dir. de Serviços Administrativos: Carla Petreca Jornalistas: Lilian Cacau e Renata Mello | Agência: Web Comunicação (lilian.comunicacao@ibcc.org.br) | 11 3474 9223 www.ibcc.org.br

IBCC - 14/10/2016  
Advertisement